Page 1

NOTÍCIAS DEZEMBRO DE 2017

Novos contratos são firmados PÁG 03

Sem limites para o

crescimento

Mesmo em um cenário de dificuldades, gerado pela instabilidade e baixo ritmo da economia, a Kempetro Engenharia mostrou que em meio às adversidades é possível se reinventar e continuar crescendo. A empresa deve fechar o ano de 2017 com um incremento de receita da ordem de 4,6% e comemora novos contratos firmados com a Petrobras, Braskem e Coelba, que devem impactar, sobretudo, em 2018. O número de colaboradores saltou para 350 e deve mais que duplicar já no início deste próximo ano. Durante balanço apresentado aos colaboradores, no dia 15 de dezembro, o diretor geral, Davi Azevedo, falou dos de-

safios que foram encontrados ao longo do ano, mas que, através da inovação, da maior visibilidade da marca, da maior representatividade empresarial, de uma eficiente performance comercial e de uma equipe integrada, foi possível superar os obstáculos. “Estamos pavimentando a estrada para um novo momento, positivo, que virá”, afirmou Davi, referindo-se às expectativas de retomada da atividade econômica nos próximos anos. O diretor comercial, Helvio Mesquita, destacou que o cenário é positivo para Kempetro, com perspectivas para o desenvolvimento de novos projetos, sobretudo no setor de óleo e gás, por meio de

potenciais clientes internacionais, sobretudo de países como China, Rússia, Espanha, entre outros. Com a Petrobras, segundo ele, a empresa começa o ano entre as cinco principais, no âmbito de contratos entregáveis. “Hoje, podemos falar com segurança que não existem limites para a Kempetro. O recado dado ao mercado é que sempre há um caminho nas adversidades”, afirmou. O aumento do efetivo de colaboradores foi destacado pelo diretor de Operações, Pablo Gonzalez. Ele enfatizou a importância de a empresa se diversificar cada vez mais, para ampliar presença no mercado.

Oportunidades na Bolívia são apresentadas

PÁG 04


NOTÍCIAS

DEZEMBRO DE 2017

02

Maior representatividade empresarial Os movimentos da Kempetro para aumentar a representatividade empresarial e buscar maior visibilidade e valorização da marca são destacados pelo Administrador Carlos Gonzalez. Segundo ele, o vínculo com órgãos de representação podem garantir uma maior publicização das atividades e serviços e uma maior prospecção de negócios para a empresa. Gonzalez citou o Arranjo Produtivo Local - APL PROIND Bahia, do qual é presidente. Ele visa criar ambientes de negócios e servir como agente aglutinador entre as empresas, instituições governamentais, entidades de fomento e apoiadoras dos segmentos empresariais, a exemplo da FIEB, IEL, Sebrae, CREA, entre outras. O objetivo é criar oportunidades e desenvolver o associativismo entre as companhias, de forma a fortalece-las. A Kempetro acompanha as ações do APL como associada, mantendo contato constante, identificando oportunidades potenciais identificadas.

O APL, atualmente com 45 empresas, surgiu pela percepção de que os grandes investimentos privados atraídos para a Bahia, em geral, não contratam fornecedores de serviços no estado. “Estes grandes players já trazem empresas do sul ou de outros países para executar os serviços aqui”, citou. O arranjo busca congregar esforços para ampliar e fortalecer o empresariado baiano”, disse. Um protocolo de intenções foi assinado com a Secretaria estadual de Desenvolvimento Econômico para que haja um maior estreitamento entre as empresas atraídas para a Bahia e as companhias locais, de forma que estas possam apresentar os serviço e a qualidade dos mesmos. Entre outras entidades e instituições presentes estão o Conselho Regional de Agronomia e Engenharia – Crea-Ba, Sindicato da Arquitetura e da Engenharia (Sinaenco-Ba) e Federação da Indústria do Estado da Bahia – FIEB.

Carlos Gonzalez Carlos Gonzalez destaca a importância do envolvimento da empresa, inclusive nacionalmente e internacionalmente.

Editorial Diretor-geral Davi Azevedo A instabilidade no cenário político e econômico e a falta de investimentos no âmbito industrial indicavam um ano difícil para todo o mercado, incluindo o segmento da engenharia. Eram muitos os desafios a serem enfrentados, mas não faltou motivação e competência para encontrarmos as sinergias para encarar as adversidades. Isto mostra que em meio a um panorama de dificuldades é possível enxergar oportunidades. Finalizamos o ano com aumento

de receita, novos contratos, maior visibilidade da marca e uma equipe ainda mais integrada. O novo ano que chega também apresenta desafios importantes para todos nós, como maior estreitamento nas relações com os clientes, capitalização das ações de representatividade empresarial, planejamento de marketing e comunicação e autonomia e empoderamento para os gestores. Continuaremos atuando de forma eficaz nos nossos segmentos, buscando parceiros que viabilizem acordos tecnológicos e ampliando o desenvolvimento de negócios. Nossas diretrizes estratégicas apontam para uma intensificação dos diferenciais competitivos da Kempetro, atuando de forma sinérgica e harmônica junto aos colaboradores e parceiros, em busca de objetivos comuns e satisfação dos

mesmos. Da mesma forma, atuar junto aos clientes e potenciais clientes na busca da satisfação de suas expectativas e antecipando suas necessidades. Vamos intensificar representatividade empresarial junto aos órgãos locais e internacionais e a maior exposição e valorização da nossa marca, além de buscar sempre as melhores práticas de qualidade, saúde, segurança e meio ambiente. Importante também o gerenciamento de forma ostensiva dos cadastros, registros, certificados e acervos técnicos. Continuaremos atuando dentro dos princípios éticos, investindo no colaborador, na inovação e na qualidade. Desta forma, tenho certeza que estaremos nos planejando para mais um ano de sucesso e de crescimento sustentável. Enfatizo ainda o quanto é importante a certificação em Compliance.


03

NOTÍCIAS

DEZEMBRO DE 2017

Kempetro assina novos contratos com Petrobras, Braskem e Coelba O ano foi de bons resultados para a Kempetro. Foram confirmados novos contratos com a Petrobras, Braskem e Coelba. Os serviços serão realizados no Rio de Janeiro, Espírito Santo, Sergipe e Bahia. O diretor geral Davi Azevedo ressaltou que os novos contratos são fruto de um esforço coletivo da equipe Kempetro. “Em especial, destaco o trabalho da área Comercial que vem se empenhando de modo planejado e estruturado, em consonância com outros setores da empresa e parceiros estratégicos”, declarou. Petrobras - Seis dos novos contratos com a Petrobras já estão em operação. Em Macaé, no Rio, por exemplo, a Kempetro fará a elaboração de projetos e planejamento, especificação e cotação. No Espírito Santo, o contrato engloba a execução de serviços de gestão e execução de planejamento da manutenção, construção e montagem nas instalações on shore das unidades da Fazenda São Rafael (Linhares) e da Fazenda Alegre (Jaguaré) , além da cidade de São Mateus. Na Unidade de Operações da Bahia (UO-BA), um dos contratos envolve apoio técnico às

atividades de manutenção e inspeção de instalações industriais, máquinas e equipamentos no município de Araçás. O último foi firmado em Aracaju (SE). “Na área de óleo e gás, temos que estar preparados para as oportunidades que surgirão com as novas empresas que estão chegando ao mercado brasileiro”, afirmou o diretor comercial, Helvio Mesquita. Segundo ele, a execução dos serviços pela Kempetro tem rendido elogios de representantes dos clientes. Braskem - O contrato de prestação de serviços com a Braskem foi renovado. A Kempetro elabora projetos de engenharia para os empreendimentos que serão implementados nas unidades de negócios da empresa petroquímica. Coelba - Com a Coelba, a empresa realiza estudos de proteção na rede de distribuição para 176 alimentadores de 34,5KV e 500 alimentadores de 13,8KV, o que vai garantir mais segurança, além de promover um ganho significativo em questões que envolvem o tempo de interrupção do fornecimento de energia elétrica e o tempo para localização do defeito.

12 800

Número de projetos assinados com a Petrobras

É o número estimado de colaboradores da Kempetro em 2018

Bolivianos buscam parceiros na Bahia Uma comitiva boliviana, formada pelo governador do Estado de Tarija, Adrian Esteban Alcázar, empresários e outras autoridades visitou a Bahia no mês de novembro. Eles buscavam estreitar negócios entre as duas regiões, realizar parcerias, além de conhecer empresas e o Polo Petroquímico de Camaçari. No segundo dia da excursão, 22 de novembro, os bolivianos estiveram na sede da Kempetro, uma das maiores companhias de engenharia industrial do Brasil e que também atua na Bolívia. Um dos principais motivos da visita foi conhecer o potencial do Polo Petroquímico de Camaçari e os impactos que são gerados no fomento de toda a cadeia produtiva. Eles utilizarão o modelo baiano na implantação do Polo Petroquímico de Tarija, além de buscarem aliança com empresários locais. No Senai/ Cimatec, em conjunto com a Kempetro, realizaram as tratativas para contratação do serviço de consultoria para elaboração do Plano Diretor do Polo Petroquímico do estado boliviano, na cidade de Yacuiba. A comitiva, formada ainda pelo secretário de Desenvolvimento do Estado de Tarija, Oscar Mealla; pelo reitor da Universidade Católica de Tarija, Jose Loaiza Torrez, e representantes de entidades empresariais, também teve encontros na Governadoria, na Federação das Indústrias (Fieb), com o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Deputado Ângelo Coronel, e com empresários locais na Associação Comercial da Bahia.


NOTÍCIAS

DEZEMBRO DE 2017

04

DOAÇÕES

Experiência na Bolívia apresentada no Sebrae

A Kempetro Engenharia compartilhou com empresários baianos sua experiência de sucesso na Bolívia e mostrou oportunidades que as empresas locais têm de oferecer produtos e serviços ao mercado boliviano. A apresentação foi feita pelo diretor comercial, Helvio Mesquita, durante o Café com Energia, realizado no Hotel São Salvador no dia 24 de outubro. O evento, promovido pelo Sebrae em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), tem o objetivo de oferecer informações e fortalecer o empresariado na Bahia. Integrantes da cadeia de petróleo, gás e energia acompanharam a apresentação sobre a evolução da Kempetro, desde que a empresa decidiu internacionalizar seus serviços e ir para a Bolívia, há cerca de quatro anos. “A experiência de interna-

Foto: Evento Sebrae_João Alvarez/ASN Bahia

Helvio Mesquita falou da experiência da empresa na Bolívia

cionalização da nossa empresa tem sido gratificante. E convido vocês, empresários, para seguirem o mesmo caminho. Um dos nossos objetivos na Bolívia é promover a ida de empresas de fora para atender as demandas bolivianas. Nós já estamos lá e estamos de braços abertos para receber essas empresas e inseri-las no mercado”, afirmou Hélvio. O diretor apontou alguns atrativos econômicos da Bolívia, como a estabilidade macroeconômica e as limitações técnicas das empresas públicas e privadas do país, dentre outros. Também há muitos desafios. Hélvio listou, ainda, os muitos investimentos previstos na Bolívia. Até o ano de 2025, há projetos para hospitais, estradas, aeroportos, nas áreas de energias hidrelétrica, termelétrica e alternativas e em indústrias de diferentes setores.

Os colaboradores da Kempetro Engenharia levaram mais alegria para as 108 crianças da Creche Nossa Senhora das Graças, no bairro da Saramandaia, doando roupas, brinquedos, material escolar, livros e outros itens, arrecadados entre a equipe. A campanha, organizada pelas colaboradoras Jamile Brito, Bianca Lima e Leiliana Alves, proporcionou a comemoração do Dia das Crianças na instituição. CREA JR A Kempetro patrocinou o II Encontro Estadual do CREA Jr. (ENESCjrBA), realizado em outubro, em Feira de Santana. O estagiário Yuri Dias foi o coordenador geral do evento. O encontro, que teve como tema “Empreendedorismo, Ética e Liderança: O papel do CREAjr-BA na formação dos futuros profissionais”, discutiu a formação de lideranças preocupadas com o futuro do sistema e de uma sociedade com profissionais comprometidos com o bem estar da população. FTC

Estímulo aos empresários baianos Os diretores da Kempetro Engenharia, Davi Azevedo, Carlos Gonzalez e Hélvio Mesquita, participaram, no dia 27 de novembro, da reunião do Conselho de Petróleo, Gás e Naval (CPGN). Durante o encontro, realizado na Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB), o diretor comercial Hélvio voltou a falar sobre a experiência da Kempetro na Bolívia e estimulou os empresários presentes a realizarem in-

vestimentos no país sulamericano. Hélvio ressaltou, ainda, que a relação comercial entre a Bolívia e o Brasil é forte, principalmente no que diz respeito à exportação de gás natural daquele país para o nosso. “Há muitas oportunidades. A Kempetro já está lá há quatro anos e gostaríamos de disponibilizar a nossa empresa para ajudar os empresários baianos que queiram expandir seus investimentos”, concluiu.

BOLETIM PRODUZIDO PELA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA KEMPETRO Avenida Luis Viana Filho, 6462, Edifício Wall Street, 11º andar, Torre West, Paralela. CEP: 41.730-101 - Salvador-Ba Tel.: 71 2105.8888 - kempetro@kempetro.com.br

Sincorá Comunicação Jornalista Pedro Carvalho Textos: Lais Santos e Pedro Carvalho 1757

A Semana de Tecnologia e Ciências da FTC (SETEC) contou com o apoio da Kempetro. O evento, que aconteceu em outubro, foi uma iniciativa de mobilização científica. O tema deste ano foi “A Matemática está em tudo: Tecnologia, Saúde, Cultura e Meio Ambiente voltados para a Sustentabilidade”. A Kempetro ainda apoiou e participou um estande da Feira de Tecnologia da FTC, realizado no Salvador Shopping.

Informe kempetro - Dezembro 2017  

Informe da Kempetro Engenharia Dezembro 2017

Informe kempetro - Dezembro 2017  

Informe da Kempetro Engenharia Dezembro 2017

Advertisement