a product message image
{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade

Page 1

Revista

|


Opinião

Afinal, o que a Susep tem em mente? Não é a primeira investida feita pela Susep contra os corretores de seguros. Não bastasse o ex-superintendente Luciano Portal jogar contra a atual superintendente Solange Paiva Vieira também gira sua metralhadora para extinguir nossa profissão, criada pela Lei 4.594/64, ou seja, há 56 anos. Parece-nos que a atual superintendente da autarquia, responsável por fiscalizar o mercado de seguros, está extrapolando suas funções, talvez influenciada pelos técnicos da Susep. Isso é o que parece devido aos atos que têm sido praticados contra os corretores de seguros. Parece ficar muito claro que a superintendente desconhece totalmente a importante profissão que tem formação profissional em curso de duração de um ano com aulas diárias, sendo auferidos seus conhecimentos através de provas de conhecimento. A grande pergunta é: por que não existe preocupação da autarquia em atuar como determina o Decreto Lei 73/66, deixando atuar livremente as associações veiculares, que operam como se fossem seguradoras. E não apenas elas. Lojas de departamento comercializam coberturas securitárias sem conhecimento de seus clientes, gerentes de bancos, que são obrigados a cumprir suas metas, empurrando seguros casados com outros serviços e muitas outras aberrações existentes neste segmento. Em nosso Clipping Eletrônico de 17 de fevereiro, quando comunicamos o encerramento das inscrições para a participação na 3ª Jornada Capixaba do Seguro de Vida, por termos atingido o número de inscritos, publicamos também uma Nota de Esclarecimento da Federação Nacional dos Corretores de Seguros (Fenacor). Na nota a Fenacor deixa claro que toda a sociedade sairá prejudicada se a MP 905/19 for aprovada do modo como está sendo proposta. Nós queremos acreditar que nossos representantes na Câmara e no Senado Federal por certo saberão o quanto nossa profissão é importante para o desenvolvimento do País. Esta balela de que a citada Medida Provisória irá criar novos empregos deixou de informar que poderão estar desempregados mais de 500 mil brasileiros que atuam ou que dependem da corretagem de seguros para sobreviver e criar suas famílias. Outro fato a se considerar é que se aprovada como redigida a MP 905/19, por certo trará consequências nocivas aos consumidores que tiverem que buscar seus direitos em suas apólices contratadas visando recuperar perdas materiais ou afetivas. Isso quando constatarem que o que contrataram sem um profissional habilitado não era o que tinham em mente e desejavam. Como será possível reverter isto após anos da contratação? Afirma ainda a Nota de Esclarecimento da Fenacor que na verdade o modelo proposto pode sim gerar um fator inverso ao pretendido pela MP, dada a insegurança jurídica e instabilidade causadas no mercado de seguros, que certamente terá como consequência o aumento de desemprego no setor, a informalidade e a redução da produção de seguros em nosso País. Já foi constatada a redução drástica da procura pelos cursos oferecidos pela Escola Nacional de Seguros, que atua fortemente na formação dos profissionais que operam na atividade securitária, assim como em treinamentos juntamente com os sindicatos na atualização de seus conhecimentos na área. A Fenacor esclarece ainda ser inverídica a informação que antes da MP a comissão de corretagem tinha caráter obrigatório, o que nunca foi levando-nos a registrar uma vez mais o desconhecimento da superintendente da Susep sobre o assunto. Temos convicção que a MP 905/19 não passará no Congresso e que se for autorizada, por certo deverá ter alterações várias, dentre elas a retirada do cancelamento da Lei 4.594/64 que o governo tenta extinguir através de Medida Provisória. Nós do Sincor-ES confiamos em nossos parlamentares a quem dirigimos correspondências alertando sobre os erros crassos contidos na referida Medida e na oportunidade solicitamos uma vez aos nossos representados que se juntem a nós do Sincor-ES e aos demais sindicatos que representam nossa categoria em todo o País encaminhando correspondências aos senadores e deputados federais alertando do risco se a MP for aprovada como redigida. Lembrem-se que nossos representantes no Legislativo Federal foram por nós eleitos para nos representar e que nossa arma é o voto e já em 2020 iremos às urnas para eleger prefeitos e vereadores. Lembrem-se que somente seremos fortes e ouvidos se formos unidos, pois a UNIÃO FAZ A FORÇA.

José Romulo da Silva - Presidente do Sincor-ES

2

www.sincor-es.com.br

.

facebook.com/sincores

EXPEDIENTE

SEDE PRÓPRIA Endereço:- Rua Frederico Lagassa, Nº 30 Conj. 509/512 - Edf. Scheila - Bairro Gurigica, Vitória, Espírito Santo Site: www.sincor-es.com.br E-mail: sincor-es@sincor-es.com.br Diretoria Presidente: José Rômulo da Silva 1º Vice-Presid.: José Alexandre Cid Pinto 2º Vice-Presid.: Nicolau Marino Calabrez 1º Secretário: Renato Silva de Bittencourt 2º Secretário: Deusdete Mantovanelli 1º Tesoureiro: Antonio José Alvarenga Imperial 2º Tesoureiro: Leonardo Souza Bergamini Diretor Social: Luiz Amaury Gontijo Dir. Mark. e Eventos: Antonio Nelson B. Fortunato Dir. Informática: Jaime Balbino de Oliveira Dir.Rel.c/Merc.: Neudon de Almeida Valadão Suplentes Ana Júlia Merotto, Luiz Cláudio Firme Pina e Guilherme Moraes Rueda Conselho Fiscal Maria Angélica Batista e Rene Neves Farias Suplentes de Conselho Fiscal Santa de Luziê Laiber de Oliveira, Dagmar Alves Mauricio Machado e Luiz Ferdinando Zanette Delegados Representantes junto a Fenacor-Efetivos José Rômulo da Silva e José Alexandre C.Pinto Delegados Representantes junto a Fenacor-Suplentes Nicolau Marino Calabrez e Antonio José Alvarenga Imperial Jornalista Marcilene Forechi Diagramação Ivo Tadeu Basilio Impressão GM Gráfica e Editora Ltda

Telefones para Contato

Geral....................................... 2125-6666 ................................................ 2125-6667 Deptº Adm./Financ.................. 2125-6669 Cadastro Corretor................... 2125-6676 Revista Sincor-ES.................. 2125-6671

Empresas Coligadas

ASSESSORIA JURÍDICA...... 3232-4800 (MOSCON E ASSOCIADOS ADVOCACIA)


Sumário

Bilhete do Presidente

“Pensar e agir, falar e sentir” Elisa, que ultimamente andava sem muito brilho nos olhos, acabara de ler algumas frases que a deixaram pensativa: Pensar e agir são duas atitudes que caminham entrelaçadas em nossas vidas. Importante observarmos nossos pensamentos, analisando se têm condições de clarear ao nosso redor, ou de criar mais sombras em nós. Visto que tudo começa no pensamento, necessário se faz manter límpida essa fonte geradora de energias em potencial. Falar e sentir também são atitudes que podem andar juntas, mas que nem sempre estão de acordo entre si, dependendo da nossa maneira de ver a vida. Parou a leitura e começou a ligar tudo aquilo à sua realidade interior. Ela conhecera recentemente um rapaz muito simpático. Ele buscava se aproximar para conversarem, mas Elisa não queria se envolver sentimentalmente com ninguém, pois tinha sofrido grande decepção amorosa. Em razão disso, prometera a si mesma que sua vida se resumiria em cuidar de seus pais, da profissão e que nada e ninguém a tiraria dessa rota.

Mas, quando ficava sozinha, a imagem do rapaz invadia seus pensamentos, e cada vez a envolvia mais e mais. No trajeto para o trabalho, seus olhos e imaginação o buscavam em cada esquina. Quando ele surgia e a cumprimentava, ela sentia seu coração acelerar. Entretanto, teimava em não se deixar envolver. Mas, a lembrança daquelas frases que lera, colocavam em dúvida sua decisão e a instigavam a encarar novas possibilidades no campo do amor. Então, certo dia, ela resolveu retribuir ao seu sorriso! Ao enfrentarmos alguma situação recorrente, muitas vezes nos sentimos indecisos e nos permitimos pensar em demasia, sem atentarmos que as pessoas são diferentes, os acontecimentos nunca são iguais. É importante nos conhecermos intimamente para ponderarmos a respeito dos nossos reais desejos. Ao ignorarmos nossa realidade interior nos sentimos indecisos, inseguros e podemos deixar passar oportunidades que nos fariam felizes.

Se a razão nos aponta uma necessidade, avaliemos se é compatível com nossos anseios íntimos e não nos neguemos a modificar velhas atitudes, anteriores decisões. Todo recurso ativo que dispomos é bênção que ajuda na solução de nossos próprios empecilhos. Portanto, direcionemos nossas energias para a realização do que é verdadeiramente bom e nos faz felizes. Vivemos envoltos nos fluidos, nas energias que criamos ou alimentamos pelos nossos pensamentos. Somos verdadeiras usinas de forças vibrantes onde e como estivermos. Mantenhamos nossos corações abertos e alimentemos sentimentos capazes de projetar luz, paz e amor, para uma reconstrução pessoal melhor. Desde que palavras e ações materializam nossos pensamentos e sentimentos, construamos o bem, o bom e o belo por onde passarmos, deixando marcas de alegria e de progresso. Saibamos construir nossa felicidade, não nos negando a olharmos o dia, as situações, as pessoas, sem julgamentos precipitados.

Índice 04 | Notícias 09 | Qualificação 10 | Defesa do corretor de seguros 13 | Mercado 18 | Social 19 | Artigo

Revista

|

FEVEREIRO/2020

3


Notícias

Confraria das Quintas promove sua primeira reunião em 2020 A Confraria das Quintas realizou seu primeiro encontro do ano, no dia 2 de janeiro. Apesar do pequeno número de participantes, o encontro foi animado e descontraído. A Confraria é um projeto iniciado há mais de 10 anos pelo Sincor-ES, corretores de seguros, e que tem por objetivo descontrair e aproximar pessoas. Não é um grupo formal e qualquer pessoa relacionada ao mercado de seguros pode participar. “Nós só temos

duas regras: 1) cada um dos participantes paga o seu almoço; 2) o novato do dia paga o café de todos. Quando não há novos integrantes, o café é pago em rodízio”, afirma José Romulo da Silva. No dia 2, estiveram presentes: José Romulo da Silva, Joaquim Cunha, Manoel Bessa, Sandro Torres, acompanhado da filha Júlia, Jaime Balbino e Maria Angélica Batista. Para não fugir à regra da Confraria, a pequena Júlia foi responsável pelo pagamento da rodada de café.

Iluminação O Santuário Nacional de São José de Anchieta, na cidade de Anchieta, ganhará iluminação especial. O projetista e professor Fernando Rispoli, da Universidade Federal de Ouro Preto, especialista em iluminação patrimonial e monumental, desembarcou no Estado no dia 3 de dezembro para fazer um estudo e elaborar projeto de iluminação para o monumento, com utilização de práticas nacionais e internacionais. É dele também a iluminação externa desenvolvida para o Convento da Penha, em Vila Velha.

Providências O mundo treme com o coronavírus, cujo surto foi declarado emergência global pela Organização Mundial da Saúde. Quem esteve na China ou teve contato com alguém que retornou do país e apresenta febre, tosse ou dificuldade para respirar deve buscar uma unidade de saúde. No Espírito Santo, a Secretaria de Estado da Saúde definiu o Plano de Enfrentamento e controle da doença, que tem como uma das medidas, isolar o paciente com suspeitas de contaminação. Dois hospitais estão preparados: Doutor Jayme dos Santos Neves, na Serra, e Hospital Infantil de Vitória.

Agenda Sincor-ES 2020 Após a realização da 3ª Jornada Capixaba do Seguro de Vida que acontecerá no dia 12 de março, no Hotel Senac Ilha do Boi em Vitória, o Sincor-ES em parceria com o CVG-ES e apoio de seguradoras parceiras, estará divulgando suas próximas atividades voltadas para categoria, que terá como foco, matérias técnicas visando ampliar o conhecimento de seus associados. Entre elas, podemos adiantar palestras voltadas para Tecnologia em Seguros, tema que vem despertando interesse de modo geral e em particular aos Corretores de Seguros. Aguardem maiores informações.

4

www.sincor-es.com.br

.

facebook.com/sincores

Agenda

2020

Palestras, Cursos, Eventos, Serviços e Convênios

Sedentarismo Mesmo praticando exercícios, pesquisadores dizem que sentar durante a maior parte do dia pode ser fatal no longo prazo. O ortopedista Jair Simmer Filho diz que, além dos problemas da coluna cervical e lombar causados por má postura ao trabalhar sentado, podemos desenvolver também problemas circulatórios e metabólicos. O segredo para quem fica muitas horas trabalhando no computador é se movimentar ao menos a cada 30 minutos. Importante também lembrar de se hidratar durante a jornada de trabalho, manter hábitos alimentares saudáveis e fazer exercícios regulares.


Notícias

Sincor-ES renova convênios O Sincor-ES tem como uma de suas ações firmar convênios com empresas, instituições e prestadores de serviços para que possam atender corretores de seguros associados com alguns benefícios, que podem ser descontos, bônus ou um atendimento personalizado. Na edição de janeiro da Revista Sincor-ES circulou um encarte com a lista de todos os convênios, além da agenda de cursos, palestras e eventos que serão realizados no decorrer de 2020. Dentre os convênios listados, o presidente José Romulo destaca o atendimento especializado do consultor óptico Isaias Veronez. O presidente destaca que o consultor atua na venda armações de óculos e troca de lentes, sempre levando em conta a

receita médica apresentada pelo cliente. O maior diferencial desse prestador, além dos descontos em valores, está no atendimento com hora marcada, no local mais adequado para o cliente”. Também no mês de janeiro, o Sincor-ES renovou o convênio com a dentista especializada em ortodontia Laís Souza Mendes, que passou a atender em seu novo consultório localizado na Rua Misael Pedreira da Silva, nº 70 – sala 705 – Edifício Medical Center. As consultas para a dentista poderão ser agendadas pessoalmente no endereço ou pelo telefone 3100-3372. Os contatos de todos os prestadores encontram-se na lista encartada na revista e, também, no site do Sincor-ES.

Construção civil O setor da construção civil deve crescer 3% em 2020, com potencial para criação de 150 mil postos de trabalho formais até o final do ano. Mas, segundo a Câmara Brasileira da Indústria da Construção, os números podem crescer ainda mais, caso o mercado imobiliário continue surpreendendo com os lançamentos. As construtoras estão preparadas para entregar um milhão de unidades no decorrer deste ano. Esta é uma grande e ótima oportunidade para os corretores ampliarem seus negócios com a oferta do RC Profissional para empresas construtoras e seguro de vida para os trabalhadores da indústria da construção civil.

Safra 2020

Renovado convênio com a Chubb Seguradora O Sincor-ES renovou convênio com a Chubb Seguradora visando atender aos seus associados na contratação do Seguro RC Profissional. A partir deste convênio, os profissionais poderão contratar as coberturas oferecidas, cujos limites variam de R$ 100 mil a R$ 500 mil. Os prêmios são calculados de acordo com o faturamento bruto das corretoras nos últimos 12 meses, podendo variar de R$ 278,63 a R$ 4.709,37, dependendo das coberturas solicitadas. As empresas corretoras de seguros interessadas em contratar as coberturas

ou renovar os contratos vigentes poderão obter mais informações acessando o site do Sincor-ES (www.sincor-es.com. br) ou entrando em contato com o Setor de Cadastro pelo e-mail cadastro@ sincor-es.com.br. Caso haja interesse em conhecer um pouco mais sobre a importância do seguro RC Profissional, disponível para empresas corretoras associadas, os interessados devem entrar em contato com a Assessoria Jurídica e falar com o advogado Elias Moscon pelo e-mail eliasmoscon@moscon.adv.br.

Conheça a Seguros Unimed:

A primeira estimativa do IBGE para a safra de café em 2020 indica a produção de 56,4 milhões de sacas de 60 quilos, ou 3,4 milhões de toneladas. O resultado representa um aumento de 12,9% em comparação com 2019. O IBGE destaca que, até o presente momento, não se tem noticias de maiores problemas com o clima nas principais regiões de produção cafeeira do país, o que deve também se refletir na produção de 2020. No Espírito Santo, a estimativa da produção é 33,4% maior que em 2019, alcançando 3,4 milhões de sacas, ou 202 mil toneladas de arábica. O ES é o maior produtor de café conilon do País.

Erramos Na revista Sincor-ES nº 268 – edição distribuída via correios no mês de janeiro deste ano, consta uma informação equivocada na página 9 nove, na coluna “Giro Pelo Mercado – Troca de Comando”. Ana Lucia Venturin é executiva da Banestes seguros e não da Bradesco Seguros. Pedimos desculpas pelo equívoco.

Especialista em cuidar da saúde física e financeira das pessoas

Revista

|

FEVEREIRO/2020

5


Notícias

Affinity apresenta seguro viagem no Sincor-ES

No dia 15 de janeiro, foi realizado um encontro de capacitação para apresentação da Affinity Seguro Viagem, no Auditório Pedro de Paula Pinto, na sede do Sincor-ES. Antes da palestra, proferida por executivos da empresa, foi oferecido um café da manhã aos corretores de seguros. O presidente José Romulo da Silva desta-

cou a importância dessa parceria que leva mais conhecimento sobre produtos e sobre o mercado para os corretores de seguros associados. “O Sincor-ES está sempre de portas abertas para firmar parcerias com empresas que se importem com o corretor e queiram que ele seja o principal canal de distribuição e relacionamento com o cliente”.

Assinatura de convênio com a Faculdade América

Viagem mais tranquila para associados

O novo convênio firmado pelo Sincor-ES no início desse ano foi com a Aspas Turismo e Assistência Internacional S/A, que possui condições especiais para os profissionais da área desde que sejam associados. O convênio permite aos profissionais diversificarem suas carteiras incluindo o Seguro Viagem da Affinity. Recentemente foi realizada, no Auditório Pedro de Paula Pinto, na sede do Sincor-ES, uma palestra ministrada pela gerente nacional para corretores da seguradora, Elisandra Morel, que falou sobre o produto e as condições de comercialização. Para mais informações, inclusive sobre cadastramento na empresa parceira do Sincor-ES, os interessados deverão entrar em contato via e-mail (cadastro@sincores.com.br).

Consulado

O presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, acompanhado do diretor do Sincor-ES Jaime Balbino de Oliveira, assinaram o convênio com a faculdade, visando atender corretores de seguros associados, pessoa física e pessoa jurídica, executivos de seguradoras parceiras

6

www.sincor-es.com.br

.

facebook.com/sincores

e seus funcionários. A faculdade recebeu autorização do MEC recentemente e terá sede em Jardim da Penha. Em breve, o Sincor-ES vai encaminhar mais informações sobre esse novo convênio que abrange o curso de Direito oferecido pela instituição.

O Ministério das Relações Exteriores da Itália autorizou a abertura de uma agência consular em Vitória, atendendo a uma antiga demanda de numerosa comunidade local de ítalo-descendentes. O objetivo é assegurar rapidamente um incremento quantitativo e qualitativo nos serviços consulares oferecidos à coletividade. O Consulado Geral no Rio de Janeiro contratará dois funcionários para a agência de Vitória. Atualmente a comunidade capixaba de ítalo-descendentes é atendida pelo Consulado no Rio de Janeiro.


Notícias

Reajuste de planos de saúde para associados

A Benevix Administradora de Benefícios, gestora de plano de saúde contratados por meio do Sincor-ES, comunica que o plano sofreu reajuste de 9,51% a ser aplicado nos boletos referentes ao mês de janeiro. O reajuste foi feito com base na análise de sinistralidade da carteira no último ano. A Unimed Vitória informa que será aplicado um reajuste de 7,95% a partir de março de 2020, para os produtos op-

cionais, se contratados. A operadora se coloca à disposição para esclarecimentos, que serão fornecidos por seu analista de relacionamento de negócios pelo telefone 3334-6500 ou e-mail relacionamentoempresarial@unimedvx.com.br . Os associados também poderão obter informações com o diretor do Sincor-ES Leonardo Bergamini pelo e-mail leonardo.bergamini@alperseguros.com.br.

Instalações Um prédio de cinco andares vai abrigar o Novo Departamento Médico Legal (DML) de Vitória e mais 15 laboratórios da Polícia Civil. O Centro de Polícia Técnico-Cientifica será construído na Avenida Fernando Ferrari, em Vitória e deve ser entregue em 2023. As novas instalações vão melhorar as condições de trabalho dos funcionários. Atualmente, o DML funciona em um prédio muito antigo, que não oferece boas condições aos funcionários e à população. O novo DML deve ampliar em 30% a capacidade de recebimento de corpos. Além disso, terá salas climatizadas e dispositivos para redução de odores. A nova estrutura também vai abrigar 15 laboratórios de três setores da Polícia Civil: Laboratório Forense, Departamento de Criminalística e Departamento de Identificação.

Proibição

Plano de saúde para maior idade O Sincor-ES assinou convênio com a Operadora MedSênior, o que ampliará o leque de opções para que o associado faça o seu plano de saúde, além dos operadoras já conveniadas (Unimed Vitória, Benevix e Samp). Se você corretor ainda não é nosso associado, não perca a chance de usufruir dos

benefícios oferecidos pelo Sincor-ES. Acesse nosso site www.sincor-es.com. br ou ligue para os telefones, (27) 21256676 e (27) 2125-6669, ou ainda pelos e-mail’s cadastro@sincor-es.com.br e financeiro@sincor-es.com.br. Associe-se e fortaleça seu orgão de classe.

Convenção Coletiva de Trabalho Desde o início do mês de janeiro, o Sincor-ES encaminhou ao Sindisecuritários uma contraproposta de acordo para que pudesse ser assinada a Convenção Coletiva 2020, que deve vigorar a partir daquele mês. Até o fechamento desta edição da Revista Sincor-ES, no entanto, o Sindisecuritários não havia dado retorno. O presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, sugere que as empresas corretoras de seguros adiantem o per-

centual de 4% sobre o salário fixo de seus funcionários e façam a compensação para mais ou para menos após a finalização do acordo. José Romulo acredita que essa é uma forma de contemplar os funcionários que esperam esse reajuste todo mês de janeiro. Ele destaca que a proposta apresentada pelo Sincor-ES não prevê o auxílio-alimentação. O seguro terá o mesmo valor vigente e o vale-transporte será fixado conforme determina a lei.

A nova Lei Geral de Proteção de Dados entra em vigor em agosto de 2020 e, com ela, a relação entre clientes, empresas e informações pessoais sofrerá mudanças, com multas pesadas para quem violar as regras. Uma empresa só poderá pedir um dado pessoal de alguém com o consentimento explicito da pessoa. A informação só pode ser usada com a finalidade especifica que tenha ligação com a compra.

Inauguração Foi inaugurada, no dia 17 de fevereiro, a nova sede do Tribunal Regional do Trabalho no Espírito Santo-(TRT-ES), localizada na Enseada do Suá. Foram investidos R$ 221,1 e a obra foi entregue com seis anos de atraso. O processo de ocupação da nova sede começou em 2019, com a transferência da sala-cofre (data center) e grande parte dos processos físicos arquivados. Na sequência, ocorrerá a mudança da área administrativa e dos gabinetes.

Seguro de Vida e

Acidentes em Grupo para atender as

exigências sindicais 4000-1989

- comercial@pasi.com.br - www.pasi.com.br -

/seguroPASI Revista

|

FEVEREIRO/2020

7


Notícias

Sincor-ES preocupado com capacitação O Sincor-ES tem procurado, ao longo dos anos, oferecer palestras, cursos e outros eventos voltados à atualização e capacitação profissional dos associados. Ao longo de 2019 e dos anos anteriores têm sido realizados eventos nesse sentido com temas relevantes e que agregam ao trabalho desempenhado por corretores de seguros no exercício de sua profissão e nos seus relacionamentos pessoais e profissionais. Dentre os temas abordados, o presidente José Romulo da Silva considera o modelo de vendas cross-selling ou venda cruzada como um dos mais importantes. Esse tema abriu o ciclo de palestras de 2019 quando trouxe a Vitória o Diretor da Bradesco Seguros Leonardo Pereira de Freitas. Outro tema de extrema relevância é o que diz respeito à relação do mercado de seguros com a tecnologia. No dia 22 de outubro do ano passado, o primeiro encontro sobre o assunto foi a apresentação da em-

presa Evológica Tecnologia e Pesquisa, que apresentou o produto denominado e-Segurado, um aplicativo voltado para os corretores que desejam ter um canal eletrônico de contato com o segurado. Para José Romulo da Silva, há uma demanda por novos conhecimentos e novas práticas possíveis no mercado de seguros e é urgente que os corretores busquem se qualificar para a nova realidade do mercado que se desenha. “Estaremos cada vez mais dependentes da tecnologia e os nossos clientes estarão cada vez mais presentes nas redes sociais”, afirma. José Romulo sugere aos associados ao Sincor-ES que busquem se informar sobre o calendário de eventos, cursos e palestras que serão realizados neste ano e que se empenhem para participar. Há, segundo ele, muitas oportunidades para quem se mantém atualizado no mercado e busca ampliar as oportunidades de negócios.

Desempenho A Susep irá divulgar a cada quatro meses uma listagem com o desempenho dos fundos de investimento previdenciários. Segundo a autarquia, o objetivo é tornar o processo de decisão do consumidor mais eficiente com práticas transparentes e competitivas. Ainda de acordo com a Susep, a ferramenta reúne no mesmo local a classificação de cada fundo por seguradora/entidade, considerando a performance ajustada ao risco. Dessa forma, o consumidor terá mais transparência na avaliação final, considerando não apenas a rentabilidade do funcho, mas também as bases técnicas, como taxa de juros e tábua biométrica, utilizadas na composição do produto. Com a iniciativa, a Susep espera ampliar a concorrência no mercado e, consequentemente, reduzir taxas e custos.

Sincor-ES recebe visitas MAG Seguradora

CAPEMISA Seguros

Waleska Severgnini, gerente da Sucursal da Mongeral Aegon, visitou o Sincor-ES no dia 17 de fevereiro e informou ao presidente José Romulo da Silva que a Mongeral agora passa a se chamar MAG Seguradora. Ela aproveitou para apresentar a nova logomarca da empresa.

Nelson Morais, gerente da sucursal da Capemisa Seguradora, esteve presente no Sincor-ES no dia 14 de fevereiro. Na oportunidade ele estava acompanhado de Fábio Lessa, diretor comercial da seguradora e conversaram com o presidente José Romulo sobre parceria e o mercado de seguros.

C-100 M-20 Y-70 B- 0

8

www.sincor-es.com.br

.

facebook.com/sincores


Qualificação

Dicas de Marketing Digital para corretores de seguros O Marketing Digital facilita a comunicação de pequenas, médias e grandes empresas ao efetuar contato com o cliente. Websites, otimização de buscadores, campanhas de vendas nas redes sociais, blogs, aplicativos para celulares, entre outros, são recursos que precisam constar no planejamento da corretora. De acordo com o gestor da Dino Marketing Digital, Arley Boullosa, é preciso investir em Marketing Digital, devido o mercado estar em um processo constante de inovação. A DINO tem ajudado muitos corretores de seguros a entrarem no mundo digital e reforçarem a presença na internet. Confira algumas dicas que auxiliam na tomada de decisão da implantação do Marketing Digital para pequenas empresas:

Um bom site - O site é a vitrine principal do seu negócio. Boa parte das ações realizadas através do Marketing Digital para corretoras levam os segurados até o seu endereço virtual. Uma página bem estruturada com as informações cada vez mais objetivas, ajudam na decisão para o fechamento do negócio, desde a solicitação de uma cotação, até comunicabilidade na relação corretor e segurado com a finalidade do fechamento de uma apólice. Tenha em mente que o seu site é o seu cartão de visitas para os que não conhecem a sua empresa. Através deste meio, o cliente pode efetuar um primeiro contato. Ter um Plano de Negócio

Arley Boullosa, gestor da Dino Marketing Digital

- para qualquer ação ou decisão ser posta em prática, é preciso planejar. É essencial em uma corretora de seguros a criação de um Plano de Negócios bem elaborado. O Planejamento Estratégico Comercial e Financeiro são o pilar em relação ao funcionamento de uma empresa. É importante ressaltar a prioridade de inserir o Marketing Digital nessas ações, pois o momento pede atenção em todo processo de divulgação, tendo em vista que o investimento é mais do que o dinheiro gasto em suas estratégias. O planejamento, a execução, o monitoramento e a otimização dessas ações são etapas que precisam ser seguidas para o sucesso do empreendimento.

Redes Sociais também são ambientes para trabalhar - Instagram,

Twitter, Facebook, Snapchat, Linkedln, dentre as demais redes são mídias fundamentais para o desenvolvimento do Marketing Digital voltado para corretoras de seguros. As pessoas vivem a maior parte do tempo nas redes e não existe melhor maneira de interagir e chamar atenção para vender seu peixe. Para obter conhecimento em relação à qual é a melhor rede social para investir com estratégias tendo o monitoramento correto e obter bons resultados, nada melhor que entrar em contato com um especialista e até mesmo uma agência que cuide da condução da corretora nas redes sociais.

Produção de Conteúdo - o conteú-

do é o carro-chefe para seduzir o cliente e fazer com que o mesmo se torne amigo da marca. Corretoras de Seguros que investem em um Blog, escrevem sobre diversos assuntos ligados ao mercado de seguros e até mesmo usam esse canal para dar dicas, falar sobre uma modalidade de seguro, trazer uma informação que agregue de um modo geral, têm maior engajamento nas redes, gerando aproximação de clientes e encaminhando o visitante para adesão aos seus serviços.

Colocar em prática o Marketing Digital - o Marketing Digital pode abrir

espaço levando o conhecimento sobre o que a sua corretora de seguros oferece para o público alvo. Estar presente reunindo estratégia e gestão de negócios nas redes sociais é uma excelente oportunidade para expandir suas atividades no ambiente virtual.

Matérial reproduzida da Revista Aconseg-SP, página 8, Jul./Ago./Set. de 2019.

Revista 6119_CAMPANHA_LYOTO_Anuncio Revista_SincorES_180x40.indd 1

|

FEVEREIRO/2020 02/05/18 17:53

9


Defesa do Corretor de Seguros

Parlamentares criticam fim da obrigatoriedade do registro de corretor de seguros

Parlamentares e entidades que representam corretores de seguros privados criticaram o fim da exigência do registro profissional para o exercício da atividade. A crítica foi feita, no dia 11 de fevereiro, em audiência pública na comissão mista que analisa a Medida Provisória 905/2019. Entre outras coisas, essa MP revoga a Lei 4.594/1964 – que regula a profissão de

corretor de seguros – e retira da Superintendência de Seguros Privados (Susep) a atribuição de regular e fiscalizar atuação dos corretores de seguros. O governo defende a autorregulação do setor. O presidente da Federação Nacional dos Corretores de Seguros Privados e de Resseguros (Fenacor), Armando Vergílio Júnior, sugeriu que a regulamentação da

profissão seja mantida e que o debate sobre a autorregulação seja feito sem comprometer exigências mínimas para o exercício da atividade. Para ele, enquanto não for definido um novo marco legal para a atividade, o segmento de corretagem de seguros, que tem mais de 400 mil profissionais registrados, estará sujeito a incertezas jurídicas. “Não exigir habilitação técnico-profissional é um erro crasso. Por isso, tem que ter um registro. Podem existir várias entidades reguladoras, mas o profissional tem que estar com seu registo”, afirmou. Para o secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, a desregulamentação do setor não acaba com a atividade de corretagem de seguros, apenas deixa de exigir o registro de quem atua na área. “Os corretores de seguros serão supervisionados de forma indireta pela Susep por meio de seguradoras e autorreguladoras”. Segundo ele, a autorregulação atende à proposta do governo federal de desburocratizar, diminuir custos, ampliar a concorrência e favorecer a livre iniciativa. Sachsida destacou que o número de denúncias contra corretores de seguros na Susep é pequeno (261 casos entre 2014 e 2019). Para ele, isso torna desnecessário haver regulação estatal (Susep), da categoria.

Susep apoia autorregulação do setor A superintendente da Susep, Solange Vieira, citou a Lei da Liberdade Econômica ao argumentar que a autorregulação é o melhor caminho para o setor de seguros e que o Estado deve se fazer presente apenas em áreas necessárias. “É importante que o Estado não atrapalhe atividades que podem funcionar e crescer”, ressaltou. Segundo ela, a autorregulação do setor é uma tendência mundial, tendo os Estados Unidos e o Canadá como exemplos de

10

www.sincor-es.com.br

.

facebook.com/sincores

países que delegam poderes a entidades autorreguladoras. Desde janeiro, a Susep colocou em consulta pública a minuta de uma resolução que estabelece condições para a criação, o funcionamento e a extinção de entidades autorreguladoras do mercado de corretagem de seguros. A consulta ficará disponível até 19 de fevereiro. O Instituto Brasileiro de Autorregulação do Mercado de Corretagem de Seguros, de Resseguros, de Capitalização e de Previdên-

cia Complementar Aberta (Ibracor) já atua como um órgão auxiliar da Susep, credenciado e autorizado a operar em todo o país. A Medida Provisória 905/2019 mantém como atribuição do Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) a regulamentação das entidades autorreguladoras e, com a Susep, a função de fiscalizar as operações dessas entidades. Fonte: Com informações da Agência Senado, em 11/02/2020


Defesa do Corretor de Seguros

Seguradoras apoiam corretores de seguros Várias companhias de seguros têm se manifestado contrárias ao fim do registro profissional de corretor de seguros para o exercício da atividade de corretagem, previsto na MP 905/2019. Contra a medida, considerada inconstitucional, foram protocoladas quatro ações diretas de inconstitucionalidade junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), além de outras 1.9 mil emendas junto à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Já se pronunciaram as seguintes seguradoras: SulAmérica Seguros, Porto Seguro Seguradora, HDI Seguros, Bradesco Seguros e Tokio Marine Seguradora. A Confederação Nacional das Seguradoras (CNSEG) também se manifestou através de nota, na qual critica a edição da MP. Segundo a nota, a MP foge de seu objeto ao revogar relevantes disposições legais que cuidam da profissão dos cor-

retores de seguros, desregulamentando a atividade e gerando dúvidas sobre o funcionamento do mercado de seguros como um todo. A medida provisória não deixou de continuar contemplando a normal existência do corretor de seguros

como ente constituído e autorizado a intermediar contratos de seguros, permanecendo válidos todos os contratos por eles intermediados, assim como contratos que vierem a ser doravante firmados, destacou o referido documento.

Justiça Federal proíbe atuação de sete associações veiculares A Justiça Federal reconheceu como válidos os diversos alertas feitos pelo mercado legal de seguros e, principalmente pelos corretores de seguros, por meio de suas entidades representativas – sindicatos de corretores de seguros e Fenacor – declarando ilegal a atuação de sete associações de proteção veicular. A decisão tomada por unanimidade pela 5ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, que acolheu os argumentos da Advocacia Geral da União (AGU), confirma julgamentos de instâncias inferiores. As vendas deverão ser suspensas imediatamente. “Essa decisão é uma conquista natural da ação conjunta que tem sido empreendida pelas entidades representativas do setor”, afirma o presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva. O presidente da Fenacor, Armando Vergílio, e o deputado federal Lucas

Vergílio, levaram essa questão ao conhecimento dos ministros da Economia, Paulo Guedes, e da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro , que ouviram relatos detalhados e receberam a documentação sobre os riscos trazidos aos consumidores pelas mencionadas associações veiculares. Além disso, Lucas Vergílio, que além de deputado federal é vice-presidente de Relações Institucionais da Fenacor, entregou para a Procuradora Geral da República, Raquel Dodge, ofício solicitando a adoção urgente de medidas enérgicas contra a atuação irregular das atividades das mencionadas associações. O Sincor-ES tem se mostrado um dos sindicatos mais ativos no combate à atuação das associações veiculares e já promoveu mais de 60 denúncias contra as piratas que atuam no Espírito Santo e que tiveram sua atuação suspensa por medida judicial.

Revista

|

FEVEREIRO/2020

11


Tudo pronto para realização da 3ª Jornada Capixaba do Seguro de Vida PROGRAMAÇÃO 08hs00 às 08hs30 Café da Manhã-Recepção aos convidados 08hs30 às 10hs00 Abertura do Evento e Palestra com Marco Antonio Gonçalves - Auditório Ilha do Boi Tema: “Tecnologia no mercado de seguros e seus impactos”

Já está tudo pronto para a realização da 3º Jornada Capixaba do Seguro de Vida. O sucesso das edições anteriores garante que o evento será mais uma vez realizado e irá repetir o nível de qualidade. A afirmação foi feita pelos presidentes José Romulo da Silva e Antonio Santa Catarina, do Sincor-ES e CVG-ES, organizadores do evento. José Romulo diz que esse evento marca um compromisso do Sincor-ES e do CVG-ES no sentido de contribuir para o aumento dos negócios do segmento por corretores de seguros. “Sabemos que os corretores ainda não atuam tão fortemente como deveriam no segmento vida e sabemos que há um mercado potencial gigantesco”, afirmou. Durante a Jornada, os profissionais recebem vários tipos de informações sobre o mercado e, também, sobre estratégias de abordagem, oferta e concretização de vendas. O seguro de vida, hoje, tem sido apontado como o mais importante

segmento do setor de seguros. Mas isso não significa que ele figure entre as prioridades dos brasileiros, sendo que muitos sequer sabem como contratar. A pergunta que se faz durante a jornada é o quanto os corretores de seguros estão preparados para abordar clientes e não clientes, informando a eles sobre o seguro de vida e criando uma demanda para fechar novos negócios. “Em 2018, o mercado se expandiu e ultrapassou, pela primeira vez na história, o seguro auto. Esse é o momento que os corretores devem aproveitar para iniciar uma abordagem”, afirma José Romulo. As inscrições já foram completadas antes mesmo do prazo de encerramento com o total limite de 120 participantes, entre eles corretores e funcionários de corretoras. Como nas edições anteriores, hávera oficinas, palestras e grupos de trabalho que reunirão corretores de seguros e executivos das seguradoras, parceiras e patrocinadoras do evento.

Palestra será ministrada por: Marco Antonio Gonçalves Considerado um dos mais experientes executivos do mercado segurador brasileiro, Marco Antonio Gonçalves, é advogado e a meses ocupa o cargo de vice-presidente do Conselho Consultivo da Mongeral Aegon, assumindo a função após deixar o cargo de diretor geral da Bradesco Seguros. O Conselho Consultivo da Mongeral Aegon é composto por nomes do mundo dos negócios, academia, economia e politica. O papel do grupo, que tem caráter independente, será o de produzir estudos e análises de mercado e identificar oportunidades trazidas pela Reforma da Previdência, e o aumento da longevidade.

12

www.sincor-es.com.br

.

facebook.com/sincores

10hs00 às 10hs15 Cafezinho e deslocamento para as oficinas 10hs15 às 12hs45 Inicio dos trabalhos (Oficinas 1ª fase - manhã) - 06 parceiras Porto Seguro Seguradora (Mesa 01) / SulAmérica Seguros (Mesa 02) / Tokio Marine Seguradora (Mesa 03) / HDI Seguros (Mesa 04) / Unimed Seguradora (Mesa 05) / Sompo Seguradora (Mesa 06). Composição da Oficina:- 06 mesas compostas de 20 corretores em cada + 01 técnico + 01 diretor ou o principal executivo local das seguradoras - total previsto: 120 corretores na 1ª fase 12hs45 às 13hs45 Almoço - (Restaurante do Hotel Senac) 13hs45 às 16hs15 Inicio dos trabalhos (Oficinas 2ª fase - tarde) - 06 parceiras Mongeral Aegon Seguradora (Mesa 01) / Capemisa Seguradora (Mesa 02) / Bradesco Seguros(Mesa 03) / Icatu Seguros (Mesa 04) / Mapfre Seguradora (Mesa 05) / Banestes Seguros (Mesa 06). Composição da Oficina:- 06 mesas compostas de 20 corretores em cada + 01 técnico + 01 diretor ou do principal executivo local das seguradoras - total previsto: 120 corretores na 2ª fase

Coffe Break

16hs15 às 16hs30

16hs30 às 17hs45 Painéis - Talk Show - 04 seguradoras (escolhidas por sorteio na RD/CVG-ES 09/10/19). Mediador: Marco Antonio Gonçalves Debatedores: Fabio Lessa (Capemisa Seguradora) / Marcos Kobayachi (Tokio Marine Seguradora) Elson Azevedo Junior (Mapfre Seguradora) e Antonio Carlos Melo Costa (HDI Seguros). 17hs45 Encerramento do evento


Mercado

Novela da Globo mostra a importância do seguro de vida e do corretor de seguros

O corretor de seguros é um especialista e a sua atuação é muito diferente da de um corretor de imóveis: vai desde a prospecção dos segurados, passa pela contratação, por eventual processo de regulação e liquidação de sinistro e vai até a renovação dos seguros que garantem a vida e o patrimônio do cidadão. Daí a sua importância social. Quem é o corretor de seguros? Entre as profissões menos conhecidas pelo cidadão brasileiro, o corretor de seguros tem lugar de destaque. Este desconhecimento é de tal ordem que vários tribunais de justiça estaduais têm posições diretamente opostas uns dos outros. Para alguns, o corretor de seguros é o representante da seguradora; para outros, é um mero vendedor; para outros, sua função é similar à dos corretores de imóveis; e para outros, é o representante do segurado perante a seguradora. Algumas vezes esta situação causa problemas de todas as ordens, inclusive no que tange a imagem do profissional, muitas vezes incompreendida até por quem trata com o setor de seguros. O corretor de seguros é um especialista.

Alguém treinado para entender a dinâmica da vida, avaliar os diferentes tipos de risco, conhecer os danos possíveis e os produtos desenhados para minimizá-los. Mas sua atuação vai muito além. Cabe a ele assessorar o segurado durante toda a vigência do contrato de seguro. Mas seu trabalho vai mais além. Cabe ao corretor de seguros estar ao lado do segurado no momento da renovação dos seus seguros. Informar a data do vencimento da apólice e, no momento oportuno, apresentar as melhores alternativas para manter a proteção adequada para aquele determinado risco. No dia 10 de fevereiro durante o episódio da novela Éramos Seis (a nova novela das 6 da Globo), destacou a importância do seguro de vida. A novela mostra a chegada do corretor de seguros à casa da protagonista Lola (Gloria Pires), cujo filho Carlos foi morto após sofrer ferimentos causados por tiros, durante uma manifestação. O corretor diz para Lola que Carlos havia feito um seguro de vida no nome dela. A protagonista conta a notícia para a família e, emocionada, declara que, com o valor, será possível sanar uma dívida alta

2019

da casa. “Tenho uma notícia para vocês. Finalmente, nós vamos nos livrar da dívida dessa casa. Quando Carlos partiu, ele tinha feito um seguro de vida e, graças a esse dinheiro, que o seu irmão nos deixou, nós vamos continuar com esse sonho tão antigo de ter a nossa casa”, disse Lola na cena. O remake, escrito por Ângela Chaves, é baseado na versão exibida no SBT, em 1994, como também no livro “Éramos Seis” de Maria José Dupré. A história foca na protagonista Lola, casada com Júlio, com quem tem quatro filhos. É possível acompanhar os trechos da gravação pelo Globoplay. Para o presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, a importancia da apresentação deste atendimento realizado por um corretor de seguros, pois muitas das vezes o segurado não tem noção da importância do Seguro de Vida, para manter a segurança da sua família em decorrência de seu falecimento ou até mesmo de uma situação de invalidez. “Este capítulo da novela emocionou muitas pessoas que assistiram, inclusive eu que sou noveleiro de carteirinha, corretor de seguros e defensor da profissão.

TRANSFORME SUAS VENDAS EM PRÊMIOS. AGORA, COM MUITO MAIS CHANCES DE GANHAR.

A campanha Sou + Você está recompensando o trabalho de Corretores de todo o Brasil com uma nova divisão de grupos: BRONZE, PRATA, OURO e DIAMANTE. Assim, você tem mais chances de ganhar e trocar suas vendas por dinheiro, viagens, bicicletas elétricas e até carros 0km.

Revista

www.CapemisaMaisVoce.com.br

|

FEVEREIRO/2020

13


Mercado

Mapfre: a seguradora oficial do Carnaval do Rio Pelo sétimo ano consecutivo a Mapfre é a seguradora oficial do Carnaval do Rio de Janeiro, que acontece de 21 a 29 de fevereiro e deve levar cerca de 200 mil pessoas ao Sambódromo da Marquês de Sapucaí. Contratada pela Liga Independente das Escolas de Samba (LIESA), a apólice cobre todos os problemas e imprevistos que envolvem a realização do espetáculo desse tamanho. Pensada exclusivamente para o evento, o seguro contempla os ensaios técnicos, os desfiles e as apresentações das campeãs. “O produto resguarda ainda a organização contra incidentes climáticos que levem ao cancelamento do evento ou que impeçam a sua reali-

zação”, afirma o diretor de Empresas da companhia, Jonson Marques. O público que for ao sambódromo em qualquer um destes momentos também estará protegido por meio da cobertura de Responsabilidade Civil, que resguardará os participantes contra danos físicos e materiais que venham a sofrer. “Um evento com a dimensão do carnaval do Rio de Janeiro requer um gerenciamento de riscos que considere diversas situações. Por este motivo, foi necessário estruturar uma apólice customizada, considerando tanto os apontamentos dos organizadores, quanto a experiência que acumulamos nas últimas sete edições”, ressalta o executivo. Fonte: Revista Apólice, em 14/02/2020

Porto Seguro apresenta novidades O ano começou com novidades para os corretores parceiros da Porto Seguro. Com o objetivo de tornar os produtos Empresa e Condomínio mais competitivos, beneficiando o corretor com uma condição mais atrativa para conquistar mais negócios de maneira simples, a companhia fez algumas mudanças no escopo destes dois produtos. Antonio Santos, gerente de Ramos Elementares da seguradora, ressalta que as iniciativas visam facilitar a rotina de atividades dos corretores. “Eles são nossos parceiros comerciais e, além de pensarmos no estímulo ao negócio que essas mudanças podem impactar, vamos buscar auxiliá-lo no argumento de venda. Esses ajustes tornam o produto mais atrativo, facilitando e dando ao profissional mais autonomia para poder argumentar” diz. No Porto Seguro Empresa, a Participa-

14

www.sincor-es.com.br

.

facebook.com/sincores

ção Obrigatória do Segurado (POS) em casos de incêndio foi atualizada em todas as atividades empresariais, inclusive as restritas. Com a mudança, o valor da participação passa a ser unificado para todas as faixas de contratação. Além disso, a POS foi retirada em casos de estabelecimentos com caixas eletrônicos e passa a ser aplicada apenas em 10% das indenizações nas atividades restritas. Já no Porto Seguro Condomínio houve ampliação do limite máximo nas contratações para danos morais, alagamentos, desmoronamentos, sprinklers, tumultos, vazamentos e incêndio para conteúdo de apartamentos. Assim como no segmento empresarial, o produto também passa a contar com ajustes na POS sobre vazamento de tanques e tubulações, danos morais, tumultos e subtração de valores. Fonte: Revista Apólice, em 13/02/2020.

Gentileza ajuda a diminuir o estresse

Pesquisadores do Instituto Bedari Kindness da Universidade da Califórnia em Los Angeles (EUA), concluíram que praticar gentileza pode prolongar a vida, al[em da atitude ser contagiosa. O estudo afirmou que a gentileza reduz a pressão arterial e tem benefícios terapêuticos para o tratamento da depressão e da ansiedade. Os cientistas afirmam que viver com pessoas que não são gentis pode encurtar a vida. Já a gentileza e a bondade podem ser a antítese da situação do estresse toxico. A gentileza estimula hormônios do bem-estar como a serotonina, ligada aos transtornos de humor como a ansiedade e depressão, além de regular também o ritmo cardíaco. Há também aumento de hormônios como dopamina (responsável pelo prazer) e ocitocina (hormônio do amor). Esse bem estar reduz o cortisol, hormônio responsável pelo estresse. Para viver bem e ser mais gentil, especialistas recomendam que as pessoas sejam mais gratas, tenham empatia, sejam generosas, sejam otimistas e respondam com gentileza às grosserias dos outros. Fonte: Jornal A Tribuna de 20/11/19

Cross-Selling O Cross-Selling, também conhecido como venda cruzada, é uma técnica de vendas usada para convencer o cliente a adquirir mais produtos do que havia pensado no primeiro momento. A experiência tem por objetivo melhorar a experiência de consumo e aumentar o ticket médio do negócio. Uma das vantagens desse tipo de venda é a fidelização do cliente, pois ao atender sua demanda e trazer uma solução definitiva para os problemas, o corretor cria uma relação de confiança e aumenta as chances de fechar novos negócios. Quando o método é aplicado adequadamente, além de aumentar o lucro da empresa é possível garantir uma vantagem competitiva em relação aos concorrentes.


Mercado

Presidente destaca alta na exportação do café capixaba O presidente Jair Bolsonaro comemorou o volume de exportação de café realizado pelo Porto de Vitória nos últimos três trimestres do ano de 2019. Em mensagem publicada na rede social Twitter, Bolsonaro disse “Café em alta nos portos do Brasil. Espanha, EUA e Alemanha são os destinos com maior crescimento. Aumento de produção significa mais empregos”. Segundo a Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa), de janeiro a setembro do ano passado, as exportações de commodity pelo terminal portuário capixaba

cresceram 306,4% na comparação com igual período do ano passado. O presidente do Sindiex também comemorou os números. Foi um crescimento de setembro em relação a janeiro no que se refere ao volume do café exportado. No mesmo período do ano passado, o crescimento foi de cerca de 170%. O aumento da exportação do café é reflexo de acordos de exportações e, acima de tudo, de um crescimento da produção do Estado, aliado a uma boa safra, explicam os especialistas.

Grandes negociações no ES Atraídos pela localização estratégica e privilegiada do Espírito Santo e pela desvalorização da moeda brasileira frente ao dólar, cresce o número de investidores estrangeiros de olho em empresas do Estado. Nesse ce-

nário, os negócios na área de saúde estão entre os que mais chamam a atenção. Conheçam algumas empresas que têm investido no Estado ou estão em vias de iniciar seu negócio em terras capixabas.

Grupo Meridional – Em junho de 2018, o fundo de Private Equity (investimento privado) americano HIG fechou a compra do grupo, então composto por cinco hospitais: Meridional, Meridional São Mateus, Meridional Praia da Costa; Meridional São Francisco e São Luiz. Hospital Metropolitano – Em novembro, o HIG Capital também adquiriu o Hospital Metropolitano da Serra. A compra feita por intermédio do Grupo Meridional, do qual agora o hospital faz parte. Samp – Em fevereiro, a operadora de planos de saúde foi vendida por R$ 20 milhões mais dívidas para a multinacional Pátria Investimentos de São Paulo. Hoje, a Samp tem mais de 200 mil beneficiados em 63 municípios do Espírito Santo; São Bernardo Saúde – Em maio, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou o pedido da multinacional Pátria Investimentos por meio da Athena Saúde Espírito Santo para comprar e ter o controle unitário da Casa de Saúde São Bernardo e do São Bernardo Apart Hospital; Vitória Apart Hospital – Em 2018 a Pátria Investimentos já havia adquirido uma fatia majoritária do Vitória Apart Hospital na Serra, por cerca de R$ 100 milhões segundo informações do jornal Valor Econômico.

Assinatura

Ter um carro sem se preocupar com financiamento, impostos, documentação e manutenção já se tornou realidade para muitos motoristas por meio do Carro Fácil, serviço de assinatura de carros da Porto Seguro. Essa modalidade está ganhando cada vez mais espaço no mercado, sendo que no último ano a Porto Seguro registrou um crescimento de 85% no número de contratações em relação a 2018, na região metropolitana do Rio de Janeiro. Uma das principais vantagens que atraem os clientes é que, dependendo do veículo escolhido, o serviço chega a ser até 6% mais barato do que adquirir um automóvel zero quilômetro à vista, e até 24% se a compra for financiada em 12 meses, levando-se em consideração impostos, taxas e depreciação.

Trabalho

A Carteira de Trabalho Digital já começou a ter validade no país. O governo federal publicou no Diário Oficial da União as regras para emissão do documento. Todas as pessoas inscritas no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) estarão incluídas no novo sistema, porém, o trabalhador precisará habilitar o aplicativo. O primeiro passo é criar uma conta de acesso única no site do governo federal. Após se inscrever nessa página, a pessoa tem a opção de baixar um aplicativo gratuito tanto para Android quanto para IOS. Agora os dois documentos têm o mesmo peso legal, sendo permitido ao trabalhador escolher apenas um deles. Os registros eletrônicos feitos pelo empregador na carteira digital serão equivalentes as anotações em papel.

Oncologia Entre os dias 26 e 28 de março, profissionais que atuam em tratamentos de combate ao câncer no Espirito Santo, São Paulo, Rio de Janeiro, Brasilia e Minas Gerais estarão reunidos no II Congresso de Oncologia da Afecc-Hospital Santa Rita.

Revista

|

FEVEREIRO/2020

15


Mercado

Dicas para se proteger de golpes no WhatsApp A Avast (LSE: AVST), líder global em produtos de segurança digital, compartilha dicas sobre como os usuários podem proteger as suas contas do WhatsApp contra uma clonagem indesejada. Os golpistas estão usando a engenharia social para induzir as pessoas a fornecer o código de verificação de seis dígitos e, assim, dar a eles o controle das contas do WhatsApp.

Verificação falsa

O WhatsApp verifica o número do telefone, para garantir que esse número pertence à pessoa que está configurando a conta. Para isso, envia um código de verificação de seis dígitos ao número via SMS. Golpistas estão aproveitando esse processo de verificação para ter o controle das contas do WhatsApp. Há casos em que os golpistas se passam por celebridades que a vítima segue no Instagram e convidam para uma festa. Para confirmar presença pedem que seja digitado o código de verificação. Os golpistas podem se passar por um colega de um amigo, uma pessoa da família ou representante de algum site de compra visitado pela vítima recentemente.

Informações do grupo

Depois que alguém controla a conta do WhatsApp de uma outra pessoa, ela tem acesso a todos os grupos de bate-papo do WhatsApp aos quais a vítima pertence. As mensagens registradas anteriormente no bate-papo em grupo não aparecem, mas os números dos telefones dos outros membros desse grupo são visíveis, assim como as novas mensagens enviadas ao número que está sendo controlado. “Há várias coisas que os impostores podem fazer depois que assumem uma conta do WhatsApp, incluindo a coleta de novas mensagens recebidas pelo número controlado, a coleta de informações sigilosas da vítima, de

16

www.sincor-es.com.br

.

facebook.com/sincores

seus amigos e de familiares ou até mesmo da empresa onde a vítima trabalha. Os golpistas podem enviar mensagens para os contatos da vítima pedindo dinheiro, credenciais de login para as contas compartilhadas e outras informações confidenciais. Informações como essas podem ser usadas para chantagear ou invadir outras contas”, completa Vojtech Bocek.

Como os usuários podem se proteger?

Vojtech Bocek compartilha as seguintes dicas para que os usuários possam seguir e, assim, ajudar a evitar golpes de clonagem do WhatsApp: • Ativar a verificação de dois fatores. Os usuários devem ativar a autenticação de dois fatores nas configurações do WhatsApp. Dessa forma, o invasor também precisará inserir o PIN de autenticação de dois fatores do usuário, além do código SMS, dificultando muito o sequestro de uma conta. • Compartilhar nem sempre é uma forma de cuidado. Os usuários nunca devem compartilhar os códigos de autenticação com ninguém, nem mesmo com os amigos e familiares. Ninguém deve solicitar um código de verificação de qualquer tipo via WhatsApp. Se alguém diz que precisa verificar uma conta, é provável que seja um golpe. Os códigos de autenticação e verificação de dois fatores devem ser tratados

como senhas, o que significa que nunca devem ser publicados ou compartilhados com ninguém. • Atenção com a privacidade. Os usuários devem evitar compartilhar o seu número de telefone em plataformas públicas, a qualquer custo possível. Caso uma pessoa precise ser contatada, ela deverá fornecer o seu endereço de e-mail. Os números de telefone que o WhatsApp usa, para identificar as pessoas, são fáceis de obter. A maioria das pessoas não considera um número de telefone como informação secreta. Por isso, o número do telefone pode estar disponível no perfil de mídia social, ser enviado para diferentes serviços e depois vendido para ações de marketing ou fazer parte de vazamentos de bancos de dados que são vendidos na darknet. • Retome o controle. O usuário que suspeitar que a sua conta do WhatsApp foi invadida, deve entrar no aplicativo do WhatsApp com o seu número de telefone e verificá-lo, inserindo o código que recebe via SMS. Isso desconectará os outros usuários, devolvendo ao proprietário o controle real da sua conta. O usuário que teve a sua conta invadida também deve falar com os seus contatos por outros canais, informando-os sobre as suas suspeitas e pedindo que ignorem as mensagens provenientes da sua conta do WhatsApp invadida até que o problema seja resolvido. Fonte: Revista Cobertura, em 14/02/2020


Mercado

Recordar é viver! O Sincor-ES estréia a coluna “Recordar é viver!”, onde traremos fotos e matérias de edições passadas, relatando a trajetória do Sincor-ES durante os 30 anos de existência. “Serão matérias veiculadas em revistas

editadas pelo Sincor-ES, como entrevistas, congressos e workshops realizados no Espírito Santo, festas, palestras, encontros e várias outras atividades, durante estes 30 anos de existência”, diz José Romulo. E para estréia

Em julho de 1992, o Sincor-ES lançava a 1ª Edição do “Jornal do Sincor-ES”, onde tivemos o prazer de entrevistar os ícones da profissão de corretor de seguros no Espírito Santo, acima o Sr. Pedro de Paula Pinto e ao lado o Sr. Leovigildo José Belo.

A segurança pública e o mercado de seguros capixaba foi o tema do primeiro workshop que o Sincor-ES realizou no dia 17 de agosto de 2017 e que reuniu as principais lideranças na área de segurança pública, patrimonial e rodoviária no Estado do Espírito Santo, além de representantes de seguradoras e de corretores de seguros. O evento reuniu mais de 100

recordaremos as primeiras matérias veiculadas pelo Sincor-ES, quando ainda era “Jornal”, no ano de 1992, além do Workshop de segurança pública, realizado em agosto de 2017 e que foi matéria na revista nº 139.

Em outubro de 1992, o Sincor-ES realizou o primeiro churrasco comemorativo ao Dia do Corretor de Seguros, o evento aconteceu nas dependencias do Clube Vitória e este foi o primeiro de muitos outros.

pessoas no Hotel Senac-Ilha do Boi, em Vitória, e teve como principal objetivo promover uma análise criteriosa da situação da segurança pública no Espírito Santo, de forma a permitir atuações conjuntas visando solucionar problemas. Naquela oportunidade, devido o aquartelamento da Polícia Militar que ocorreu no mês de fevereiro, os capixabas experimentaram uma semana de turbulência e aumento no registro de roubos e furtos de veículos. Participaram no evento: o comandante do CPOM/ES/PMES; comandante do CPOE/

PMES DA PMES; comandante do BPTran/ PMES; delegado titular da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos; superintendente da PRF-ES; diretor do Detran-ES; comandantes de todos os batalhões e companhias independentes da PMES; empresários do setor de transporte; diretores do Sincor-ES; executivos das seguradoras com representação no ES e os respectivos diretores regionais. Passados quase três anos, o Sincor-ES decide lembrar o evento para destacar que ainda há graves problemas relacionados à segurança pública e que precisam de solução. Para José Romulo da Silva, uma preocupação adicional é o parecer jurídico emitido pela Susep sobre a utilização de peças usadas, de acordo com a Lei nº 12.977/2014. Na visão do presidente, isso poderá aumentar os roubos e furtos de veículos para a retirada de peças (desmonte) e comercialização por meio dos ferros-velhos não fiscalizados.

Revista

|

FEVEREIRO/2020

17


Social

Por Boris Narjack

Solidariedade espontânea Por: José Romulo da Silva Lendo artigo publicado pelo senhor Gutman Uchôa de Mendonça, no dia 3 de fevereiro, achei de suma importância dar conhecimento aos nossos leitores de parte do artigo por considera-lo importante. “Quando explodiu a enchente na cidade de Iconha, com o transbordamento do seu rio, destruindo tudo que encontrava pela frente, lojas comerciais que dão o maior resultado econômico ao município e ao Estado foram destruídas pela força das águas e os empresários começaram a bater na porta de sindicatos patronais, das federações do Comércio, da Indústria, da Agricultura, únicas caixas de ressonância das aspirações de uma coletividade desesperada, vítima de um acontecimento inusitado, que jamais esperavam. “Ocorre que as tragédias de Iconha se espalharam por diversos municípios, em igual ou superior intensidade, como foram os casos de Cachoeiro do Itapemirim, Castelo, Iúna, Alfredo Chaves, Colatina, Linhares, Baixo Guandú e outros. “Totalmente impotente para atender todas as demandas por socorro e auxílio, as entidades de classe saíram dos seus esquecimentos por parte dos empresários para se movimentarem através da seriedade de suas reivindicações, pedindo ao governo do Estado, Prefeituras e ao Governo Federal a postergação no recolhimento de tributos, financiamentos a juros reduzidos, o que passou a ser feito através do Banco do Brasil, Caixa Economia Federal, Banestes, Sicoob e outras instituições diante da sensibilidade governamental, em meio às tragédias. “De modo próprio, sem precisar ser convidada, a Federação do Comércio e seus sindicatos filiados, SESC e SENAC, em conjunto com outras entidades sindicais, segmentos religiosos diversos, Maçonaria, todos se juntaram no mais impressionante abraço de solidariedade visando atender aos reclamos das populações atingidas e, daqui a pouco, vêm clamores de Minas Gerais e Rio de Janeiro, também atingidos pela mesma catástrofe. “O momento é de extrema cautela. Ninguém pode avaliar com precisão o volume de recursos necessários para reparar os danos provocados pela natureza, mas de uma coisa podemos nos ufanar, da solidariedade humana, do conjunto de assistentes sociais do Mesa Brasil, órgão assistencial do SESC, para atendimento às famílias mais carentes, por determinação do presidente da Fecomércio, José Lino Sepulcri, que passou a comandar a distribuição de gêneros alimentícios para a população afetada e necessitada. “O momento foi e é difícil, dramático, mas com a solidariedade de todos os estragos serão recuperados e as dores amenizadas”. O Sincor-ES pede permissão ao Gutman para, neste momento de dor, lembrar a importância do Seguro e do Corretor de Seguros, especialista capaz de oferecer coberturas que atendam aos possíveis segurados, que no caso especifico se bem contratado o seguro ao menos poderia minimizar os prejuízos financeiros causados pelo desastre.

18

www.sincor-es.com.br

.

facebook.com/sincores

Bike segura O número de bicicletas roubadas no Espirito Santo cresceu 15% em 2019. Você sabia que elas podem ser registradas oficialmente em cartório ? “ A medida foi pensada para facilitar a identificação de bikes roubadas e coibir a venda e a compra de produtos de roubo pela internet”, explicou Marcio Valory, presidente do Sinoreg-ES. O registro tem informações como o número de série, a marca, a cor e até os acessórios instalados pelos proprietários.

Bebida e direção No Brasil, cerca de 100 mil pessoas morrem por ano de acidentes de carro provocados pela ingestão de bebidas alcoólica que aumenta no feriado de carnaval. Importante deixar registrado que a quantidade mínima de álcool no organismo não é mais condição fundamental para a caracterização da infração penal, mas apenas uma das formas de comprovação da sua ocorrência. “Se o resultado do etilômetro for igual ou superior a 0,34% mg, o motorista será conduzido a delegacia já preso em flagrante delito”. Fique atento, se beber não dirija e se dirigir não beba!

Avanço de sinal Toda infração de trânsito implica em algum risco, mas duas são inadmissíveis:- ultrapassagem em local proibido/ indevido e avanço de sinal fechado. Nos parece ser a mesma coisa que pegar uma arma e atirar em alguém. Se você for atravessar uma rua a pé ou cruzar a via de carro e um irresponsável avançar sinal vermelho, por exemplo, ele vem para matar. São atos de extrema gravidade, crimes violentos que seguem na maioria das vezes impune nas rodovias e nas avenidas e ruas de nossas cidades. A punição para crimes de trânsito é ineficaz a nosso ver deveria ser mais rígida. Enquanto a Lei não muda, devemos seguir a máxima: “Não confie em sinal fechado, e sim em carro parado”.


Artigo

As chuvas e o seguro veicular

Com o verão as fortes chuvas aumentam consideravelmente, causando o aumentando do nível dos rios, enchentes e alagamentos, gerando prejuízos materiais em residências, comércios e automóveis. Infelizmente, neste ano, o Espírito Santo está sofrendo com muitos episódios de chuva, vindo a causar perdas incalculáveis em todos os âmbitos. Portanto o

ideal é prevenir-se, quando possível, de todas as maneiras. Para os proprietários de veículos que desejam proteger seu patrimônio, o seguro auto é a principal opção. A abrangência de coberturas que são oferecidas parte das mais comuns, como colisão, roubo e furto, e vão até danos da natureza. Entre eles, enchentes e alagamentos. Entretanto, devemos observar que,

Veja algumas dicas de como evitar danos ao veículo em caso de enchente • Procure estacionar o veículo em local elevado e estacionamento fechado; • Caso não tenha estacionamento por perto, procure estacionar em ruas que não sejam aclives (subidas) ou declives (descidas), nem tampouco em ruas que ficam em regiões baixas, perto de declives; • Procure sempre tomar conhecimento das ruas e regiões com maior incidência de alagamentos e mude sua rota para não passar por elas; • Não enfrente a enchente. Essa é uma atitude que pode colocar sua vida em risco, além de provocar danos ao seu veículo; • Caso o nível de água esteja abaixo da metade da roda, procure acessar uma via próxima, sem avançar mais ainda na via alagada. Como não é possível observar o caminho em que está dirigindo, fica impossível saber dos obstáculos à sua frente (buracos, pedaços de madeira etc); • Caso seja apanhado pela enchente, abandone o carro caso a água atinja a altura do batente. A partir desse nível, o veículo pode começar a boiar, o Em caso de enchente procure se abrigar em local seguro e coberto, longe da correnteza, de árvores ou correntes elétricas. Fonte: https://autopapo.com.br/noticia/seguro-de-carro-alagamentos/

Por: Andreane Faria Xavier de Matos

mesmo sob o manto da proteção do seguro, o segurado não deve agravar o risco, ou seja, se colocar em situação que aumente a possibilidade de gerar um prejuízo. Mesmo havendo cobertura para eventos da natureza, existem exceções para a cobertura e o segurado não deve se arriscar em períodos de chuva. As seguradoras podem entender que o segurado criou o risco e, por isso, quaisquer danos gerados seriam de sua responsabilidade. Vejamos duas situações diferentes: O veiculo está estacionado em sua garagem e repentinamente começa uma enchente que vem a danificar totalmente o veículo. Nesse caso o segurado em nada colaborou para agravar o risco, e a seguradora deverá indenizá-lo. Diferente do caso em que o segurado tenta atravessar uma área alagada e a água toma conta do veículo vindo a causar a perda total. Nesse caso a seguradora não deverá indenizar sob o argumento de agravamento de risco. Ou seja, a atitude do segurado colaborou para aumentar o dano. Por esse motivo, evite atravessar regiões alagadas ou estacionar em locais próximos a locais de risco. Os danos ao veículo são agravados quando o motor trabalha coberto por água. Assim, o proprietário é deixado sem a cobertura do seguro e com um prejuízo maior para pagar do que se tivesse apenas deixado o veículo onde estava. Andreane Faria Xavier de Matos, é advogada e sócia da Moscon Advogados.

Revista

|

FEVEREIRO/2020

19


20

www.sincor-es.com.br

.

facebook.com/sincores

Profile for SINCOR-ES

Revista SINCOR-ES nº 269 Fevereiro 2020  

Todos unidos pela profissão dos Corretores de Seguros.

Revista SINCOR-ES nº 269 Fevereiro 2020  

Todos unidos pela profissão dos Corretores de Seguros.

Profile for sincor-es
Advertisement