Page 1

Revista

.


Opinião

Novos rumos Diz um velho ditado que, no mundo nada se cria, tudo se copia, é o que estamos fazendo aproveitando parte do excelente editorial da revista apólice edição de março/19, assinado pela competente jornalista e diretora de redação da referenciada, Kelly Lubiato. Relata Kelly, que o Brasil demorou a se encaixar em padrões internacionais de consumo de seguro. Há bastante tempo que os seguros de pessoas são os lideres de mercados como o Japão e Estados Unidos. As modalidades são as mais diferentes, indo desde a proteção de risco para a morte, passando para os resgatáveis, os de acidentes pessoais e uma infinidade de acordo com as necessidades dos consumidores. Por aqui, estamos começando a trilhar um caminho da conscientização da necessidade de proteção. A maior barreira, sem dúvidas é a falta de poder aquisitivo, que esbarra ainda na alta taxa de desemprego. Os seguros corporativos ainda dominam o setor, mas o brasileiro está mais preocupado com seu futuro e da sua família. Apesar do órgão regulador encontrar dificuldades para aprovar o lançamento de novos produtos. Como o Universal Life, o setor busca alternativas para atender as necessidades dos consumidores. Ao seguro de vida foram acoplados coberturas para doenças graves, invalidez temporária e muitas outras, visando suprir a demanda da nova sociedade de consumo. Entretanto nosso ”gap” de proteção ainda é bastante grande. Com a recuperação econômica, existe a expectativa de que so seguro de pessoas continue crescendo em 2019. Por aqui e mundo afora, as companhias estudam estratégias para conquistar novos consumidores e novas maneiras de agilizar os processos de contratação. Além disso, querem diminuir o número de fraudes para tornar os produtos mais acessíveis para todos. O editorial da jornalista Kelly Lubiato, vem em momento oportuno, uma vez que o Sincor-ES em parceria com o CVG-ES e copatrocinio das seguradoras com representação em nosso estado, estão empenhados em trazer maiores conhecimentos aos corretores de seguros nesta área por eles pouco explorada que são os seguros de pessoas. Fato é, que realizamos em 2018 a Primeira Jornada Capixaba do Seguro de Vida, e em 2019 devido a aceitação comprovada em pesquisa de satisfação, realizamos a Segunda Jornada, e em 2020 esperamos repetir, levando em consideração não só o interesse de nossos representados como também das seguradoras que operam com o ramo. O Sincor-ES tem como metas, promover durante este ano de 2019, uma agenda voltada para o aperfeiçoamento técnico dos profissionais a ele vinculados, como também avaliar junto as parceiras, a necessidade de realizarmos em março de 2020, a terceira edição da jornada descrita no paragrafo anterior, que na forma de oficinas trata o assunto com mais profissionalismo. Em nossa modesta opinião, queremos crer que a palavra corretor não se enquadra bem com os que operam na comercialização de seguros, que deveriam ser tratados como “Consultores”, ou seja, deveriam atuar como tal, conhecendo as necessidades de seus clientes atuais e futuros, e a partir daí, oferecer coberturas securitárias que se adequassem as suas realidades, ou seja, não deixando brechas para que gerentes de bancos e outros curiosos sem qualquer conhecimento técnico ocupem nosso espaço.

José Rômulo da Silva Presidente do Sincor-ES

2

www.sincor-es.com.br

.

facebook.com/sincores

.

twitter.com/sincores

EXPEDIENTE

SEDE PRÓPRIA Endereço:- Rua Frederico Lagassa, Nº 30 Conj. 509/512 - Edf. Scheila - Bairro Gurigica, Vitória, Espírito Santo Site: www.sincor-es.com.br E-mail: sincor-es@sincor-es.com.br Diretoria Presidente: José Rômulo da Silva 1º Vice-Presid.: José Alexandre Cid Pinto 2º Vice-Presid.: Nicolau Marino Calabrez 1º Secretário: Renato Silva de Bittencourt 2º Secretário: Deusdete Mantovanelli 1º Tesoureiro: Antonio José Alvarenga Imperial 2º Tesoureiro: Leonardo Souza Bergamini Diretor Social: Luiz Amaury Gontijo Dir. Mark. e Eventos: Antonio Nelson B. Fortunato Dir. Informática: Jaime Balbino de Oliveira Dir.Rel.c/Merc.: Neudon de Almeida Valadão Suplentes Ana Júlia Merotto, Luiz Cláudio Firme Pina e Guilherme Moraes Rueda Conselho Fiscal Maria Angélica Batista, Rene Neves Farias e Reginaldo Correa da Costa Suplentes de Conselho Fiscal Santa de Luziê Laiber de Oliveira, Dagmar Alves Mauricio Machado e Luiz Ferdinando Zanette Delegados Representantes junto a Fenacor-Efetivos José Rômulo da Silva e José Alexandre C.Pinto Delegados Representantes junto a Fenacor-Suplentes Nicolau Marino Calabrez e Antonio José Alvarenga Imperial Jornalista Marcilene Forechi Diagramação Ivo Tadeu Basilio Impressão GM Gráfica e Editora Ltda

Telefones para Contato

Geral....................................... 2125-6666 ................................................ 2125-6667 Deptº Adm./Financ.................. 2125-6669 Cadastro Corretor................... 2125-6676 Fax......................................... 2125-6672 Revista Sincor-ES.................. 2125-6671 Clube Vida em Grupo ............ 2125-6670

Empresas Coligadas

FUNENSEG-ES..................... 2125-6673 ............................................... 2125-6683 ASSESSORIA JURÍDICA...... 3232-4800 (MOSCON E ASSOCIADOS ADVOCACIA)


Sumário

Índice 04 - Notícias 09 - Sala de Visitas 10 - Convenção Coletiva de Trabalho 2019 12 - Qualificação 13 - Mercado 18 - Social 19 - Artigo Jurídico

Bilhete

do Presidente

“Acima de tudo, Pai” A ciência nos permite penetrar as profundezas do infinito. Lançamos nosso olhar ao espaço e, de imediato, as centenas de pontos brilhantes que vemos, nos encantam. No entanto, graças a potentes telescópios, vimos descobrindo milhares de mundos, lançando suas esplêndidas harmonias nos celestes campos da imensidão. Diante desses horizontes, abertos à investigação humana, maravilhados, concebemos o Criador de todas as coisas, tão acima de nós que só um esforço da razão pode fazer que O entendamos. A ordem, a grandeza, a majestade reinam por toda a parte. Tudo demonstra a bondade, a justiça dAaquele de quem todos os esplendores são apenas pálido reflexo E, se lançarmos nosso olhar para o próprio globo em que nos movemos, constataremos o emocionante quadro da vida estuante, em que Deus se revela. As estações seguem seu curso, os corpos se combinam, a vida circula sobre o planeta, juntando e desagregando as moléculas, segundo leis que se cumprem maravilhosamente. Na natureza tudo é harmonia. Tudo

vibra, em acordes harmônicos, em condições determinadas por uma Inteligência. Inteligência suprema, uma força eficiente. É Deus que paira acima da Criação, que a envolve com Seus fluidos, que a penetra por Sua razão. É por Ele que os universos se formam, que as massas celestes apresentam seus esplendores deslumbrantes, nas imensidões do infinito. É por ele que os planetas gravitam nos espaços, em torno dos focos luminosos, formando brilhantes auréolas de sóis. É Deus a vida eterna, imensa, indefinível, o Começo e o Fim, o Alfa e o Ômega. É Ele que, no abismo dos tempos, quis que o universo existisse e a poeira cósmica entrou em movimento. É por Sua vontade que as admiráveis leis da matéria desenvolvem no infinito as combinações maravilhosas que produzem quanto existe. É Sua razão sem limites que ordenou tudo fosse feito em vista de um efeito inteligente. É Sua justiça que traçou em caracteres indeléveis as leis de fraternidade e solidariedade que se fazem sentir entre os homens e os mundos.

É Sua bondade inefável que deu ao homem, incessantemente, o meio de conseguir a felicidade. Deus! Ainda existem os que Lhe pretendem negar a existência. Ainda há os que pensam que o acaso poderia ter feito tudo o que existe, de forma tão perfeita, tão justa. Contudo, Ele está em tudo e em todos. Mesmo que afirmem que Ele não existe, Sua ação se faz constante e precisa. Acima e além de tudo, dispensa o Seu amor sem cessar. Ele rega as plantas com a chuva delicada, alimenta as fontes e os rios, providencia o orvalho generoso. Tempera a água dos mares, acaricia as ondas e as levanta, com majestade, fazendo-as uivar nos rochedos e cantar mansamente nas praias. Atende a singela flor do campo, balança os ramos do salgueiro e aveluda as pétalas das rosas. Todos os dias. A cada dia. E, enxuga as lágrimas dos Seus filhos, envia mãos generosas para os sustentar na jornada, a ninguém esquece. Se é o Criador de tudo, é igualmente o Pai amoroso e bom, sempre presente. Pensemos nisso.

MIAMI, O DESTINO DOS SONHOS, ESPERA POR VOCÊ. A nossa Campanha de Vendas já começou. Aproveite que você tem o ano todo para mostrar o seu talento.

icatu.com.br | Filial Vitória: (27) 3314 6620 | Central de Relacionamento: 0800 285 3002 | Ouvidoria: 0800 286 0047, de 2ª a 6ª, das 8h às 18h, exceto feriados. Revista

.

ABRIL/2019

3


Notícias

Novo convênio para associados O presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, recebeu, no dia 29 de março, a visita do consultor de vendas diretas da CVC/Serra, Rafael Martins Andrade. Na oportunidade, foi formalizada uma parceria para financiamento de veículos da marca Chevrolet as empresas corretoras de seguros associadas ao sindicato.

As condições apresentadas ao sindicato são melhores que aquelas oferecidas às empresas. O acordo prevê inclusão de descontos preferenciais ao Sincor-ES e seus associados (pessoa jurídica). Confira no quadro alguns serviços personalizados cobertos pelo convênio e que são válidos para as empresas sediadas na Região Metropolitana.

Saiba mais sobre o convênio - Visita exclusiva às empresas corretoras de seguros para apresentação dos veículos, identificação do melhor produto com apresentação de valores e formas de financiamento; - Possibilidade de levar até o cliente veículo para fazer testdrive; - Possibilidade de que um avaliador vá até o local em que se encontra o profissional para que seu veículo seja avaliado na troca por outro veículo; - Concluída a negociação, o consultor agendará uma visita para a assinatura no endereço fornecido pela empresa corretora de seguros sem que haja necessidade de ir até a concessionária retirar o veículo zero quilômetro. - Havendo interesse em adquirir ou trocar o veículo da empresa corretora, basta que haja um comunicado ao Setor de Cadastro do Sincor-ES pelo e-mail cadastro@sincor-es.com.br ou pelos telefones 2125-6676, 2125-6666 ou 2125-6667, a partir das 13h.

4

www.sincor-es.com.br

.

facebook.com/sincores

.

twitter.com/sincores

Revolução digital

Inteligência artificial, big data, internet das coisas, bitcoins, machine, learning, blockchain, telemetria e realidade virtual podem ainda ser desconhecidos pela maior parte da população, mas estão diretamente ligados ao futuro do mercado de seguros. O modelo de fazer seguros passa por um momento de transformação digital e crescimento das insurtechs – startups que inserem o poder das novas tecnologias no setor. De acordo com levantamento da Câmara Brasileira de Comercio Eletrônico, o Brasil possui 79 insurtechs, um salto considerável em relação as 40 companhias mapeadas na 1ª edição, realizada em 2017. Desse total, 40% tem foco em produtos, 28% em data e analytics e 12% na jornada do usuário. São Paulo, é o estado que concentra a maior parte das empresas, com 64%, mas o Rio de Janeiro também aparece no pódio em terceiro lugar, concentrando 9% dessas empresas.

China

As vendas no varejo chinês devem ultrapassar os U$$ 5,6 trilhões em 2019, segundo previsão da consultoria Market. O valor é superior em U$$ 100 bilhões à previsão feita para o varejo nos Estados Unidos, o que deve fazer com que a China se torne o maior mercado varejista do mundo. Segundo o relatório da empresa, a diferença entre os mercados chinês e o norte-americano deve crescer em ritmo acelerado em 2022. Entre as principais causas do crescimento está a maior disposição mundial para compras online, com as empresas Alibabá e JD, que desempenham papel fundamental. A previsão é que mais de 35% das compras do país sejam realizadas on-line. Se a expectativa se cumprir, o e-commerce da China, vai faturar U$$ 2 trilhões. Nos Estados Unidos, o comércio on-line detém uma fatia significantemente menor das vendas.


Notícias

Parceria para certificação digital O Sincor-ES firmou parceria com a empresa Certificados Digitais Soluti, identificada no âmbito da ICP – Brasil como AR. Assim, as empresas corretoras de seguros e os corretores de seguros pessoa física passam a contar com um modelo ideal para todos os profissionais, sejam eles jurídica ou física, em condições especiais e diferenciadas. Para usufruir de mais este benefício, basta ser associado ao Sincor-ES e estar com suas obrigações sociais em dia. Para renovar ou emitir seu Certificado Digital, existem duas possibilidades. Você pode ir pessoalmente no seguinte endereço: rua Eugênio Netto nº 488-Loja 16 – Edf. Praia Office – Praia do Canto em Vitória. Ou pode ligar e agendar uma visita pelos telefones (27) 2142-9537 ou 9-91858739, ou ainda enviar uma mensagem para o e-mail: joluiz@hotmail.com.

Saiba mais O que é – O Certificado Digital para Pessoa Jurídica (e-CNPJ ou e PJ) é um documento eletrônico que representa empresas, corporações e instituições em atos praticados no universo digital. É gerado por uma Autoridade Certificadora como a SOLUTI e pode ser do tipo A1, armazenado em computador, ou do Tipo A3, armazenado em um dispositivo móvel, como o Token ou Smartcard. Funcionalidades – As principais funcionalidades do Certificado Digital para Pessoa Jurídica são:- acesso aos serviços eletrônicos da Receita Federal (CAGED, DIRF, DIMOB e CAC dentre outros), emissão de notas fiscais eletrônicas (NF-e, NFA-e, NFC-e, NFS-e, CT-e), assinatura de escriturações contábeis e fiscais (SPED Contábil e SPED Fiscal), assinatura de contratos digitais da empresa, dentre outros atributos).

Inovação é destaque na Susep A Superintendência de Seguros Privados (Susep) criou, em 2017, uma Comissão Especial Permanente dedicada ao tema Inovação e Seguros. O sucesso do evento CQCS Insurtech e Inovação, focado em estimular o desenvolvimento dos temas no Brasil e América Latina, é outro indício de que a tendência veio para ficar. Estudo da “Inovação destemida – Insurtechs como catalisadores da mudança no setor de seguros”, realizado pela Ac-centure, aponta que o número de negociações em insurtechs aumentou cerca de 39% no mundo todo em 2017, com valor total de contratos 32% maior, chegando a U$$ 2,3 bilhões. As empresas tradicionais precisam se modernizar e as insurtechs têm soluções para ajudar na transformação e acelerar o processo de mudança. Estudo elaborado pela McKinsey (Insurance 2030 – O impacto da inteligência artificial no futuro do seguro), de abril de2018, aponta para quatro macro-

tendências para a próxima década: dispositivos conectados, uso da robótica, ecossistema de dados e personalização. A IOT – ou Internet das coisas – com sua avalanche de dados, vai permitir que

as operadoras compreendam seus clientes de forma mais ampla, resultando em novas categorias de produtos, preços personalizados e entrega de serviços cada vez mais rápida.

Revista

.

ABRIL/2019

5


Notícias

Parceria entre o Sincor-ES e o Sesc O presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, é membro efetivo do Conselho Regional do SESC-ES. Na reunião do dia 29 de março, foram tratados assuntos diversos, entre eles aqueles relacionados ao convênio firmado pelo sindicato e a instituição e que beneficia seus associados. Confira algumas informações sobre esse convênio. – Os associados poderão usufruir das ações dos programas de educação, saúde, cultura e lazer. No programa educação, o Sesc ampliou seu campo de atuação, apresentando espaço ideal para atender os 3.112 alunos distribuídos nas 147 turmas no segmento da educação infantil e ensino fundamental, com destaque para a unidade escolar do município de Cariacica que ampliou uma turma para o ensino fundamental. Este programa tem subsídio de aproximadamente 75%, que provém da receita compulsória, ou seja, o custo pago pela clientela é de aproximadamente 25% do valor desembolsado pelo Sesc, mais precisamente, R$ 145,00 para a educação infantil e R$ 158,00 para o ensino fundamental; – No Programa Saúde Bucal, o Sesc possui sete clínicas odontológicas, compostas por cerca de 33 consultórios espalhados pelo estado; – Na atenção médica há 2.517 pacientes cadastrados; – O Programa Cultura conta com 8.990 clientes nas diversas atividades e modalidades, formando 18 turmas na realização de cursos e 123 nas oficinas; – Através da biblioteca, foram atendidos 12.939 pessoas, registrando empréstimo de 23.725 livros. Outras 3.890 pessoas consultaram acervos nas próprias instalações; – O Programa Lazer proporcionou a inscrição de 65.453 clientes nas atividades Desenvolvimento Físico Esportivo, Recreação e Turismo Social. Na recreação, destaque para frequência ao Parque Aquático com a participação de 394.226 pessoas nas realizações de festividades, jogos, brinquedos, brincadeiras, jogos de salão, passeio recreativo, recreação esportiva, reunião dançante e sarau recreativo; – A atividade turismo social contou com 2.922 participantes em 18 excursões no ano de 2018, com diversos destinos no Espírito Santo e outros Estados, bem como atendeu 58.663 hóspedes nos Centro de Turismo de Praia Formosa, Guarapari e Domingos Martins; – No Programa Assistência, destaca-se o Projeto Mesa Brasil, que através de suas ações arrecadou e distribuiu 1.630.397 quilos de alimentos, beneficiando 32.518 pessoas cadastradas no programa em todo Espírito Santo. – Para o exercício de 2019, estão previstas obras de construção do Centro Esportivo de Vila Velha, do Centro de Atividades de Baixo Guandu, do Centro de Turismo Social de Santa Tereza e da reforma da nova sede Administrativa do Sesc. – A construção do Centro de Atividades de Cachoeiro do Itapemirim, que contempla 14 salas de aula, outras 4 de suporte, 5 consultórios odontológicos e piscina em uma área de 25.088,87 m2. – Reforma do Centro de Atividades do Parque Moscoso, que recebeu a clínica médica, clínica odontológica, setor de matrícula e central de reservas, setor de eventos e divulgação. Conta ainda com estudos e projetos de Turismo Social de Santa Tereza; Construção da nova escola de educação infantil de Vila Velha, Implantação de duas novas unidades operacionais nos municípios de Serra e Baixo Guandu. – Corretores de seguros e funcionários das corretoras associadas ao Sincor-ES, bem como funcionários das seguradoras parceiras, podem se associar ao Sesc e usufruir dos benefícios oferecidos. Saibam como consultando o Sincor-ES através dos e-mails cadastro@sincor-es.com.br ou financeiro@sincor-es. com.br. Também é possível entrar em contato pelos telefones 2125-6666 / 2125-6667 / 2125-6669 ou 2125-6676, após as 13h.

6

www.sincor-es.com.br

.

facebook.com/sincores

.

twitter.com/sincores


Notícias

Satisfação com a Jornada do Seguro de Vida Após a realização da segunda edição da Jornada Capixaba do Seguro de Vida, no dia 14 de março, o Sincor-ES realizou uma pesquisa de satisfação junto aos participantes. A intenção foi identificar os pontos fortes do evento e também aqueles que devem ser aperfeiçoados para a terceira edição. Confira o que mostrou a pesquisa.

Local e formato – A maioria dos participantes considerou excelente o local, a duração e o formato do evento. Expectativas sobre o evento – A maior parte dos participantes considerou que o evento cumpriu as expectativas ou as superou. Confira alguns depoimentos: “As seguradoras apesentaram informações e novidades permitindo que os participantes fizessem relacionamentos pessoais e comerciais”. “A cada novo encontro se aprende mais e se induz a estudar e colocar em prática o que foi transmitido” “(há uma) interação com o público e uma atualização do ramo e isso é importante para ampliar nosso conhecimento” “Evento maravilhoso pela importância do seguro de pessoas para o mercado, sociedade e corretores”. Palestrantes e técnicos das seguradoras – Tanto o palestrante quanto os profissionais das seguradoras foram muito bem-avaliados pelos participantes, que afirmaram terem tido conhecimento de dados atuais e importantes, além de terem sido eficientes nas suas apresentações. Realização de novos eventos – Os participantes da Jornada foram unânimes em destacar a importância do evento e em indicar a necessidade de que outros sejam realizados. Na opinião dos participantes, o segmento de benefícios e pessoas representa o futuro do mercado e deve-se continuar investindo em informação e capacitação.

Corretores mais animados Os corretores de seguros começaram o ano confiantes. Oitenta e seis por cento deles apostam em um cenário melhor ou muito melhor em 2019, conforme o Índice de Confiança do Setor de Seguros. Esse é o quarto mês consecutivo de otimismo em alta, de acordo com o índice, calculado pela Fenacor. O ânimo reflete a perspectiva para as vendas do segmento de seguros, saúde suplementar, previdência privada e capitalização. A CNseg estima

que a arrecadação avance entre 6,3% e 8,4% neste ano em comparação com 2018. A recuperação da economia e as reformas em andamento, como a da previdência, devem dar impulso aos resultados. O presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, acredita que embarcar nessa onda de bons números pode representar uma oportunidade. “Para conseguirem replicar nos seus próprios resultados o otimismo que ronda o setor, os profissionais precisam estar

atentos ao processo de vendas junto aos seus clientes”. José Romulo destaca que os corretores devem investir em relacionamento se quiserem se destacar. “Não há muita margem para descontos e os preços acabam sendo muito parecidos. Então, o corretor deve estar atento aos produtos das diversas seguradoras com as quais atuam e escolher produtos mais adequados aos seus clientes”.

Revista

.

ABRIL/2019

7


Notícias

Espaço dos associados A partir desta edição, sempre serão publicados mensagens recebidas pelo Sincor-ES. Essas mensagens são de diversas naturezas e tanto podem se referir a algum questionamento ou pedido de esclarecimento como podem ser uma mensagem de elogio, de agradecimento ou reconhecimento. O presidente José Romulo da Silva acredita que essa é uma forma de dar conhecimento aos leitores dessas correspondências e de dar respostas aos leitores e associados, sempre que for o caso. Conheçam as correspondências do mês de abril.

Ligia Maria N. da Silveira Salim, da Spot Consultoria e Corretora de Seguros, enviou um e-mail, no dia 5 de abril, comentando que os eventos do Sincor-ES são pouco divulgados. Ela destaca que ficou sabendo da realização da “2ª Jornada Capixaba de Seguros de Vida” quando as inscrições já tinham sido encerradas. Ela disse que os eventos deveriam ser divulgados através de cartazes, por e-mail e pelas redes sociais do sindicato. Segundo ela, às vezes, os eventos são divulgados por meio de de textos longos (publicados no Sincor on Line), junto a diversos outros assuntos, e que acabam passando despercebidos. Essa divulgação, segundo ela, é pouco eficaz. O presidente José Romulo respondeu à corretora associada agradecendo o seu e-mail, afirmando que ele foi muito bem-vindo. Ele destacou que a diretoria do sindicato, responsável pelo setor de cadastro e informações, criou um canal específico de comunicação com os associados para divulgação dos eventos do sindicato. E que o Sincor-Es mantém um ritmo de divulgação de eventos e ações por meio do clipping eletrônico e da Revista Sincor-ES. “Nós sempre nos empenhamos para fazer o melhor e manter nossos associados informados sobre os eventos e ações que realizamos. Mas, acreditamos que sempre podemos fazer mais. Por isso, o retorno de nossos associados é muito importante. Lamento que tenha tomado conhecimento da jornada do seguro de vida após o encerramento das inscrições. Temos certeza que no próximo ano você estará junto conosco nesse evento. Afinal, iremos considerar suas observações nas próximas divulgações”.

Cleiston escreveu em 5 de abril – “Eu tenho muita sede por novos conhecimentos. Busco constantemente o saber sobre novos produtos. Infelizmente, fico aqui no Sul, um pouco longe da capital, mas sempre que posso estou em Vitória para treinamentos, cursos, palestras e congressos. Acho muito válido o Sincor-ES estar sempre buscando o aprimoramento junto aos corretores e seguradoras. Nosso mercado cresce muito. Hoje, trabalho com benefícios, previdência privada, investimentos, vida e outros ramos. Continuem sempre atuantes!!!

Simone Simões e Renata Rezende, escreveram, em 5 de abril – “Deixo aqui meus sinceros elogios e agradecimentos a toda diretoria do sindicato. O evento Jornada de Vida foi excelente. O Rodrigo Maia, nós o ouviríamos por mais umas duas horas. Já na expectativa para o evento de 2020, visto que Benefícios são o foco de nossa corretora, a Rezende Simões. Nosso muito obrigado.

8

www.sincor-es.com.br

.

facebook.com/sincores

.

twitter.com/sincores

Visita de Ronaldo No dia 17 de abril tivemos o prazer de receber a visita do funcionário do Sincor-ES, Ronaldo Fagundes, que estava acompanhado da sua esposa Cristina. Ronaldo está afastado das suas atividades desde setembro de 2018.


Sala de visitas

Novas parcerias

Parceiros de longa data

O presidente do Sincor-ES recebeu a visita de Silvana Sardinha diretora comercial da Fator Seguradora. A visita ocorreu no dia 10 de abril e Sardinha estava acompanhada do diretor do sindicato Renê Neves Farias. Durante o encontro, José Romulo da Silva pode conhecer os objetivos da seguradora, que tem foco em clientes corporativos nos segmentos da construção civil, concessões rodoviárias, siderurgia, energia, empreendimentos imobiliários e infraestrutura em geral. O objetivo da visita foi traçar diretrizes para uma parceria com o Sincor-ES, que proporcione mais diversidade de produtos e companhias atuantes no Espírito Santo.

O diretor-presidente da Centauro ON Seguradora, Ricardo Iglesias, visitou o presidente do Sincor-ES, no dia 25 de março. A Centauro ON, especializada em seguros de vida, mantém uma parceria de longa data com o sindicato. José Romulo destacou que nesses 10 anos de parceria foi possível conhecer de perto os produtos oferecidos pela seguradora bem como atestar sua responsabilidade com o mercado e com os segurados.

Visita de cortesia

Visita de amizade

O Batalhão de Polícia Rodoviária BPTran-ES, tem novo comando. Assumiram os postos o Ten. Cel. Fonseca e o Major Scotá, respectivamente, comandante e sub-comandante da unidade. O presidente do Sincor-ES acompanhado do assessor de marketing estiveram visitando os oficiais, oportunidade em que puderam reafirmar a parceria entre o Sincor-ES e o Batalhão.

O Presidente do Sindicato recebeu no dia 16 de abril, a visita do Chefe do Estado Maior da Policia Militar do Estado do Espirito Santo, Coronel José Augusto Picoli de Almeida. Cel Augusto é um grande amigo do presidente do Sincor-ES, desde quando era Aspirante a Oficial e servia no Batalhão de Trânsito da referida corporação.

Revista

.

ABRIL/2019

9


C.C.T. 2019

Convenção coletiva de Trabalho 2019 O Sincor-ES reproduz na íntegra a Convenção Coletiva de Trabalho para o exercício 2019, firmado com o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Seguros Privados e Capitalização no Estado do Espírito Santo (SINDISECURITÁRIOS-ES), aplicável exclusivamente para as empresas corretoras de seguros, capitalização, previdência privada, saúde, captadoras e promotoras de vendas de planos de saúde NÃO INTEGRANTES de grupos empresariais, bancários e multinacionais, mediante as seguintes condições. A publicação na integra com as assinaturas das partes envolvidas, podem ser acessadas no site do Sincor-ES. CLÁUSULA 1ª - REAJUSTE SALARIAL: Os salários-base dos empregados integrantes da categoria profissional serão reajustados em 01/01/2019 em 3.43% (três ponto e quarenta e três por cento), incidentes sobre os seus salários vigentes em 31 de dezembro de 2018; sendo a inflação e ganho real, podendo ser compensadas as respectivas antecipações. Não serão consideradas antecipações os reajustes concedidos a título de promoções funcionais. CLÁUSULA 2ª - SALÁRIO DE INGRESSO - PISO SALARIAL: A partir de 1º de janeiro de 2019, nenhum empregado da categoria profissional dos Securitários poderá receber salário inferior a: • Para Portaria, Contínuos e Assemelhados. R$ 1.081,00 (Um mil e oitenta e um reais) • Demais R$ 1.204,00 (Um mil e duzentos e quatro reais ) CLÁUSULA 3ª - ADIANTAMENTO 13º SALÁRIO: As empresas pagarão 50% (cinquenta por cento) da remuneração ao seu empregado, como adiantamento por conta do 13º salário; por ocasião do gozo das férias. Aquele que não gozar até 30/06/2019, receberá até esta data, o adiantamento aqui previsto. CLÁUSULA 4ª - ADMISSÃO APÓS A DATA-BASE: Os empregados admitidos após 01/01/2018 terão os seus salários reajustados em 01/01/2019, pelo mesmo percentual, podendo ser aplicado o critério da proporcionalidade, desde que o salário apurado não seja inferior ao piso previsto na respectiva convenção. CLÁUSULA 5ª - ANUÊNIO: Após cada ano de serviço prestado ao mesmo empregador e contado a partir da data da admissão ou readmissão, o empregado receberá a quantia de R$ 28,75 (Vinte e oito reais e setenta e cinco centavos) por mês, a título de anuênio, o qual integrará sua remuneração para todos os efeitos legais. CLÁUSULA 6ª - SALÁRIO DO SUBSTITUTO: O trabalhador que venha a substituir outro de salário maior, temporariamente por qualquer motivo, receberá salário igual do trabalhador substituído, a partir da data da efetiva substituição e apenas enquanto durar a substituição; por períodos legais e pré-definidos. CLÁUSULA 7ª - HORAS EXTRAS: No caso de atividade essencial ou de urgência, o trabalho extraordinário (horas extras) será remunerado com o percentual de 60% (sessenta por cento) sobre a hora normal, sendo permitida sua compensação em outros dias a critério e vontade das partes, respeitando-se sempre a mesma proporção do adicional. CLÁUSULA 8ª - AUXÍLIO REFEIÇÃO/ALIMENTAÇÃO: As empresas fornecerão obrigatoriamente aos seus empregados integrantes da categoria dos Securitários auxílios refeição, ou alimentação, conforme opção do trabalhador, no valor de R$ 28,00 (Vinte e oito reais) por dia trabalhado; com a participação dos empregados em seu custeio com a quantia máxima de R$ 1,00 (um real), sobre o montante mensal, ressalvadas as condições mais vantajosas, podendo inclusive, ser pago em dinheiro. Parágrafo Único - Os benefícios concedidos acima não integrarão o salário do empregado para nenhum efeito legal. CLÁUSULA 9ª - NEGOCIAÇÃO PERMANENTE: Verificada a ocorrência de fatos econômicos relevantes que determinem a alteração no nível de emprego, concessão de novos benefícios sociais, estruturação e funcionamento das entidades sindicais, poderá haver negociação coletiva entre os sindicatos acordantes. CLÁUSULA 10ª - DIA DO SECURITÁRIO: Fica reafirmado que a 3ª (terceira) segunda-feira do mês de outubro, será reconhecida como “O DIA DO SECURITÁRIO” o qual será considerado como o dia de repouso remunerado e computado no tempo de serviço para todos os efeitos legais. CLÁUSULA 11ª - RELAÇÃO ANUAL DE INFORMAÇÕES: As empresas empregadoras fornecerão ao Sindicato até o dia 30 (trinta) de julho de cada ano, as informações relativas a mão de obra operacional do estabelecimento, contidas na RAIS, quando solicitadas pelo sindicato. CLÁUSULA 12ª - PROMOÇÕES: Sempre que um trabalhador for promovido, tal promoção deverá vir acompanhada do

10

www.sincor-es.com.br

.

facebook.com/sincores

.

correspondente aumento de salário ou da correspondente equiparação salarial. CLÁUSULA 13ª - MULTA: Se ocorrer a violação por parte do empregador de qualquer condição estabelecida nesta convenção coletiva, ficará o infrator sujeito à multa equivalente a 5% (cinco por cento) do salário nominal do trabalhador, revertida em favor do mesmo. CLÁUSULA 14ª - FREQÜÊNCIA LIVRE DE DIRIGENTE SINDICAL: Os estabelecimentos localizados na base territorial do sindicato acordante darão frequência livre remunerada, aos seus empregados exercentes de cargos efetivos de diretores ou suplentes, do respectivo sindicato, sem prejuízo da remuneração e do tempo de serviço e enquanto estiverem no exercício de seus mandatos sindicais desde que a empresa tenha pelo menos 08 (oito) empregados. CLÁUSULA 15ª - FGTS: A indenização correspondente aos 40% (quarenta por cento) do FGTS, de que trata a clausula (Dispensa Imotivada), prevista na Constituição Federal para dispensa injusta, será paga juntamente com as verbas rescisórias e seu cálculo será feito sobre o total dos valores depositados devidamente corrigidos, observada a Legislação especifica vigente. CLÁUSULA 16ª - SINDICALIZAÇÃO: No ato do ingresso dos Securitários nas empresas, estas lhes oferecerão a oportunidade de se filiarem ao sindicato da categoria; informando-lhes o endereço e o telefone do Sindicato para os primeiros contatos. CLÁUSULA 17ª - RETENÇÃO DOLOSA DE SALÁRIOS: A retenção dolosa de salários além de constituir crime, obrigará a entidade empregadora a pagar para cada dia de atraso, 15% (quinze por cento), sobre o valor do salário dia para cada dia de atraso por retenção. CLÁUSULA 18ª - INTERVALO PARA AMAMENTAÇÃO: Após o retorno da licença maternidade serão assegurados dois intervalos de 01 (uma) hora cada, por dia, remuneradas, para amamentação do seu próprio filho, até que este complete 06 (seis) meses de idade. CLÁUSULA 19ª - MÃO-DE-OBRA DE TERCEIROS: Ficam expressamente proibidas quaisquer contratações de mão de obra de terceiros através de empreiteiras de mão de obra, exceto nos casos de serviços de contabilidade, informática, limpeza e estagiários legais. CLÁUSULA 20ª - AUSÊNCIAS LEGAIS: As ausências legais a que aludem os incisos I, II e III do artigo 473 da CLT, por força do presente Acordo Coletivo de Trabalho, respeitados os critérios mais vantajosos, ficam fixadas em 03 (três) dias consecutivos, em caso de morte de ascendente, descendentes, cônjuge ou casamento. Parágrafo único: 01 (um) dia para internação hospitalar, por motivo de doença da esposa, filho, pai ou mãe. CLÁUSULA 21ª - FORNECIMENTO DE UNIFORMES: As empresas que exigirem o uso de uniforme para seus empregados ficam responsáveis pelo seu fornecimento, entendendo-se como uniforme também o terno, quando exigido. CLÁUSULA 22ª - ESTABILIDADE APÓS ACIDENTE DE TRABALHO: Assegura-se ao trabalhador vítima de acidente de trabalho, doze (12) meses de estabilidade no emprego, contados a partir da alta do órgão previdenciário. CLÁUSULA 23ª - LIVRE ACESSO DOS DIRETORES E REPRESENTANTES SINDICAIS: Assegura-se o livre acesso dos dirigentes sindicais nos intervalos relativos ao descanso de alimentação, para desempenho de suas funções, vedado a divulgação de matéria político-partidária ou ofensiva a quem quer que seja. CLÁUSULA 24ª - ESTABILIDADE NO EMPREGO: a) LICENÇA GESTANTE – Mantém-se estabilidade provisória à empregada até 30 (trinta) dias após o término da licença previdenciária. a.1) Se a empregada tiver direito a férias, a estabilidade se iniciará após o gozo das mesmas. b) PRÉ-APOSENTADORIA - Defere-se a garantia de emprego para optante ou não do regime do FGTS, durante 12 (doze) meses que antecederem a data em que o empregado adquiriu o direito a aposentadoria voluntária, ressalvada justa causa devidamente comprovada. CLÁUSULA 25ª - VALE TRANSPORTE: Este benefício será concedido na forma da Lei n.º7.418/87, regulamentada pelo Dec. Lei n.º 95.247/87, com a participação dos empregados em seu custeio de 6% (seis por cento) sobre o montante total recebido, de acordo com o artigo 9º do Dec. Lei n.º 95.247/87. CLÁUSULA 26ª - SEGURO DE VIDA E ACIDENTES PESSOAIS: As empresas farão, às suas expensas, seguro de vida e acidentes pessoais, a favor de seus empregados, garantindo indenizações, no valor equivalente a R$ 60.000,00 (Sessenta mil reais) no caso de morte natural; R$ 60.000,00 (Sessenta mil reais) no caso de invalidez permanente e de 120.000,00 (Cento e vinte

twitter.com/sincores

mil reais) no caso de morte por acidente. Parágrafo único: A obrigação prevista nesta clausula não se aplica às empresas que tenham feito seguro nas mesmas ou em condições superiores. CLÁUSULA 27ª - REMUNERAÇÃO MISTA: Para os empregados que recebem salário misto (fixo mais variável), o percentual constante na CLÁUSULA PRIMEIRA, incidirá somente sobre a parte fixa lhes assegurando, porém, salários iguais ou superiores ao piso da categoria. Parágrafo único: Será garantido aos empregados como remuneração mista o salário normativo do Cargo mais a parte variável. CLÁUSULA 28ª - ESTABILIDADE APÓS AFASTAMENTO POR ACIDENTE/DOENÇA DO TRABALHO: É vedada a dispensa, ressalvada a hipótese de justa causa ou por mútuo acordo, com assistência do sindicato da categoria, por 12 (doze) meses após ter recebido alta médica de quem por doença/acidente, tenha ficado afastado do trabalho desde que constatada a doença profissional que guarde relação de causalidade com a execução do contrato de trabalho. CLÁUSULA 29ª - ABONO DE FALTA DO ESTUDANTE: Mediante aviso prévio por escrito e com 48 (quarenta e oito) horas de antecedência, será abonada, sem desconto, a ausência do empregado nos dias de provas obrigatórias por lei, e ainda de prova de exame de vestibular, quando comprovadas tais necessidades. CLÁUSULA 30ª - ESTABILIDADE PROVISÓRIA COMISSÃO DE SALÁRIOS: É vedada a dispensa dos empregados que participem da comissão de salários, do sindicato profissional, no período de 60 (sessenta) dias antes e 60 (sessenta) depois da data do início de vigência da convenção, até o limite de 01 (um) empregado por empresa ou grupo de empresas para aquelas que tenham no mínimo 08 (oito) empregados. CLÁUSULA 31ª - DISPENSA DE AVISO PRÉVIO: O empregado que vier a pedir demissão, será dispensado de quaisquer ônus do aviso prévio, bem como ficará a empresa exonerada do pagamento dos dias restantes não trabalhados, no momento em que o empregado comprovar a obtenção de nova colocação, desde que tenha cumprido no mínimo 50% do aviso ou que haja a concordância do empregador. CLÁUSULA 32ª - JORNADA DE TRABALHO: As empresas integrantes da categoria econômica representada pelo Sindicato patronal terão sua jornada de trabalho, semanalmente, de segunda a sexta-feira, totalizando 40 (quarenta) horas semanais. Parágrafo Primeiro – Sempre respeitando jornada prevista no “Caput”, o empregado poderá ser convocado a trabalhar aos sábados; desde que esta jornada não exceda a quatro horas de trabalho por convocação. Parágrafo Segundo – Se excepcionalmente a jornada ultrapassar ao máximo de quatro horas, as empresas deverão pagar as horas extras excedentes – conforme cláusula sétima desta CCT - e fornecer alimentação. CLÁUSULA 33ª - COMPROVANTE DE PAGAMENTO: O empregador deverá fornecer ao empregado comprovante de pagamento de salário, com discriminação das importâncias pagas e dos descontos efetuados. De tais comprovantes deverão constar a identificação da empresa e do empregado. Parágrafo único: Do referido comprovante deverá constar também, a importância relativa ao FGTS, devido à conta vinculada do empregado optante, conforme estabelecido na primeira parte do artigo 17 da Lei 8.003 de 11.05.90. CLÁUSULA 34ª - SERVIÇO MILITAR: Salvo por motivo de falta grave, devidamente comprovada, os empregados convocados para prestação obrigatória do serviço militar, não poderão ser dispensados até 60 (sessenta) dias após o desengajamento da unidade militar em que serviram. CLÁUSULA 35ª - PROMOÇÕES/BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS: A concessão de benefícios previdenciários por prazo igual ou inferior a 90 (noventa) dias não prejudicará o direito a promoção e não interromperá a contagem do tempo de serviço para todo e qualquer efeito. CLÁUSULA 36ª - DESCONTO EM FOLHA: As empresas descontarão da remuneração dos empregados associados, as parcelas relativas às mensalidades sindicais e outras despesas consequentes de promoções do órgão de Classe desde que os descontos sejam expressamente autorizados pelo empregado e que não excedam a 30% (trinta por cento) da remuneração mensal. CLÁUSULA 37ª - ATESTADO MÉDICO: A ausência do empregado por motivo de doença atestada pelo médico da entidade sindical ou, em caso de emergência, por seu dentista, será abonada inclusive para fins previstos no artigo 131, item III da CLT.


C.C.T. 2019 CLÁUSULA 38ª - DESPESAS PARA RESCISÃO CONTRATUAL: As empresas ficam obrigadas a pagar as despesas efetuadas pelos empregados que forem chamados para acerto de contas fora da localidade onde prestarem seus serviços. CLÁUSULA 39ª - FÉRIAS PROPORCIONAIS: O empregado com menos de 01 (um) ano de serviço que rescindir o seu contrato de trabalho, fará jus às férias proporcionais de 1/12 (um doze avos) para cada mês completo de efetivo serviço. Parágrafo único: Para efeito desta cláusula, é considerado mês completo de serviço, o período igual ou superior a 15 (quinze) dias de trabalho efetivo. CLÁUSULA 40ª - SEGURO DO APOSENTADO: Enquanto vigorar a presente Convenção e perdurar o regime da Circular 302/2005 (SUSEP), as empresas que mantêm com seus empregados, seguro de vida em grupo, se comprometem a encaminhar às respectivas seguradoras as propostas de manutenções dos seguros dos empregados que venham a se aposentar, desde que não dispensados por justa causa e que não tenham sido aposentados por invalidez, passando os aposentados a pagar a totalidade dos prêmios devidos. CLÁUSULA 41ª - MÉDIA SALARIAL: As empresas pagarão aos trabalhadores que recebam remuneração mista, isto é, parte fixa e parte variável para cálculo de férias, 13º salário e demais direitos trabalhistas, a média das 12 (doze) últimas comissões pagas ao produtor de seguros nos últimos 12 (doze) meses juntamente com a parte fixa da remuneração. CLÁUSULA 42ª - EXAMES MÉDICOS PERIÓDICOS: Os exames médicos periódicos previstos na NR-7, da Portaria MTB n.º3214/78, para os digitadores e profissionais afins, devem incluir exames clinico laboratorial de rotina e exame oftalmológico. CLÁUSULA 43ª - FÉRIAS ANUAIS: Os trabalhadores que pedirem demissão com menos de 01 (um) ano de serviço terão direito a férias proporcionais, correspondente a 1/12 (um doze avos) por mês trabalhado ou fração superior a 15 (quinze) dias. Quando a empresa empregadora cancelar as férias por ela já comunicada, deverá ressarcir o trabalhador das despesas que, comprovadamente tenha feito para viagens ou gozo de férias. CLÁUSULA 44ª - ANOTAÇÃO NA CARTEIRA DE TRABALHO: Fica a empresa obrigada a anotar na carteira profissional, tempo de serviço, os percentuais de comissões pactuados quando da data de admissão do empregado. CLÁUSULA 45ª - CORREÇÃO DA AJUDA DE CUSTOS: Os empregados que percebem ajuda de custos, terão direito a correção do benefício pelo índice do acordo salarial. CLÁUSULA 46ª - RETENÇÃO DA CTPS: Quando solicitada pela empresa para as devidas anotações, a CTPS terá que ser devolvida num prazo máximo de 48 (quarenta e oito) horas. CLÁUSULA 47ª - REVISÃO DAS NORMAS COLETIVAS: Nos 60 (sessenta) dias que antecederem o término da vigência do presente instrumento coletivo de trabalho, as entidades representantes dos trabalhadores, enviarão minuta de calendário de negociação, devendo em 30 (trinta) dias reunirem-se com as entidades sindicais ou representantes da categoria econômica. CLÁUSULA 48ª - BONIFICAÇÃO / APOSENTADORIA: Ao empregado que vier a se aposentar, a empresa concederá um salário nominal de bonificação de aposentadoria condicionado ao tempo mínimo de 10 (dez) anos na mesma empresa. CLÁUSULA 49ª - COMUNICAÇÃO DE ANTECIPAÇÕES: As empresas se obrigam a comunicar formalmente de 06 (seis) em 06 (seis) meses ao sindicato profissional, as antecipações ou reajustes que vier a conceder de forma espontânea, compensáveis, ou seja, aqueles que não decorram de leis, medidas provisórias ou negociações entre as partes. CLÁUSULA 50ª - ABONO DE PARTICIPAÇÃO SINDICAL: As empresas abonarão a falta dos Securitários que participarem de congressos, seminários, encontros e eleições sindicais, promovidos por entidades representativas da categoria profissional desde que requisitado pelas respectivas entidades, com antecedência mínima de 72 (setenta e duas) horas, e condicionada a não oposição do empregador por motivos de serviços inadiáveis. Tal cláusula se aplica às empresas que tenham no mínimo 08 (oito) empregados CLÁUSULA 51ª - PARTICIPAÇÃO NOS LUCROS OU RESULTADOS: Tendo em vista o que estabelece o Art. 7º, Inciso XI, da Constituição Federal e em atendimento à Lei 10.101 de 19 de Dezembro de 2000, as Empresas alcançadas por este acordo coletivo concederão aos seus empregados, como participação nos lucros resultados do corrente ano, o valor a seguir estipulado, observados os critérios e condições seguintes: I - VALOR DA PARTICIPAÇÃO: R$ 586,00 (Quinhentos e oitenta e seis reais). II - FORMA DE PAGAMENTO: O pagamento será efetuado em duas parcelas iguais de R$ 293,00 (Duzentos e noventa e três reais) cada, sendo a primeira paga até o dia 25/06/2019 e a segunda até 25/11/2019. III - QUEM TERÁ DIREITO: Todos os empregados no decorrer do

ano de 2019. Aqueles que por qualquer motivo não trabalharem todo o ano terão direito a 1/12 (um doze avos) por mês trabalhado, sendo considerado mês completo o período igual ou superior a 15 (quinze) dias de trabalho efetivo no mês. Estão excluídos os menores aprendizes e os estagiários contratados na forma da legislação especifica vigente. IV - Fica facultado às empresas corretoras de seguros estabelecerem, por liberalidade e em caráter excepcional, valores superiores ao estipulado na presente convenção. V - Ficam as empresas desobrigadas de efetuarem o cumprimento desta clausula, caso as empresas venham a ser obrigadas, por força de legislação nova ou Medida Provisória superveniente ou outra norma qualquer, e, ainda, por decisão judicial, ao pagamento de qualquer outra parcela a esse título. VI - De conformidade com o estabelecido na Constituição Federal e na Lei 10.101 de 19 de Dezembro de 2000, os pagamentos previstos nesta cláusula não constituem base de incidência de qualquer encargo trabalhista ou previdenciário, não se aplicando para o presente caso o principio da habitualidade, face estarem desvinculados da remuneração. CLÁUSULA 52ª - FISCALIZAÇÃO DURANTE A VIGÊNCIA DO ACORDO: Os sindicatos acordantes se comprometem a fiscalizarem o presente acordo salarial, e havendo qualquer descumprimento das cláusulas, será realizada reunião entre as entidades sindicais, no prazo máximo de 72 (setenta e duas) horas, após verificada a irregularidade. CLÁUSULA 53ª - CONTRIBUIÇÃO ASSISTENCIAL: As Empresas descontarão imediatamente de todos os seus empregados, beneficiados com esta norma coletiva, o percentual de 2% (Dois por cento) dos sócios do sindicato, sobre o valor da remuneração (Salário + Anuênio e Gratificação de Função) do mês de janeiro de 2019 e 4% (quatro por cento) dos não sócios, a título de Contribuição Assistencial, independente de quaisquer aumentos ou antecipações salariais. Parágrafo Primeiro – O Sindicato Profissional declara que o desconto de que trata esta cláusula foi desejo da categoria manifestado em Assembleia Geral Extraordinária, especialmente convocada, nos termos do artigo 8º inciso IV da Constituição Federal, declarando ainda que a decisão da Assembleia levou em conta o Acórdão RE Nº 189960-3-SP, do Supremo Tribunal Federal, no qual ficou entendido que o desconto Assistencial pode ser exigido tanto dos sócios quanto dos não sócios do Sindicato. Parágrafo segundo: Os recolhimentos dos valores apurados deverão ser repassados ao Sindicato dos Securitários/ES, até o segundo dia útil após a apuração dos mesmos. Os repasses referidos acima poderão ser feitos através de crédito na conta corrente do Sindicato (conta pessoa jurídica), número: 0676-8, agência 0168, da Caixa Econômica Federal ou diretamente na sede do Sindicato à Rua Pedro Palácios, número 104, salas 203 a 205, Ed. Heitor Lugon – Centro – Vitória – ES. Nas duas hipóteses acima, a Empresa deverá encaminhar ao Sindicato relação nominal e com valor de salários dos respectivos trabalhadores descontados. Parágrafo terceiro: O não cumprimento dos procedimentos descritos acima implicará em multa diária para a empresa no valor de R$ 250,00 (Duzentos e cinquenta reais). CLÁUSULA 54ª - CONTRIBUIÇÃO CUSTEIO DO SISTEMA CONFEDERATIVO: As empresas descontarão de todos os seus empregados, a importância no valor correspondente a 1/30 avos do total de remuneração no mês de julho/2019, a título de Contribuição para Custeio do Sistema Confederativo, como previsto no inciso IV do art. Oitavo da Constituição Federal. Parágrafo primeiro: O recolhimento ao Sindicato dos Securitários/ES deverá obedecer ao previsto no parágrafo segundo da cláusula 53ª acima. Parágrafo segundo: Para o empregado admitido após o mês de julho de 2018, o desconto será logo no mês seguinte. CLÁUSULA 55ª – PLANO DE SAÚDE: a) As empresas se obrigam a contratar em favor de cada um de seus empregados, Plano de Saúde Ambulatorial nos seguintes termos: I – Fica o valor do Plano Ambulatorial referido no “caput” desta cláusula, limitado aos seguintes parâmetros: O empregador pagará a quantia de R$ 75,70 (setenta e cinco reais e setenta centavos), para a faixa etária de 18 (dezoito) à 43 (quarenta e três) anos, para cada empregado; para a faixa etária de 44 (quarenta e quatro) anos em diante, o empregador pagará a quantia de R$ 102,75 (cento e dois reais e setenta e cinco centavos); II – Se o empregado, voluntariamente, optar por PLANO DE SAÚDE de maior valor, ficará responsável pelo pagamento da diferença total entre o Plano Ambulatorial instituído nesta Convenção e o plano de saúde de maior valor, ao qual optou; III– O pagamento da diferença total entre o plano Ambulatorial para o de maior valor, ao qual optou o empregado, será descontado em folha de pagamento, mediante autorização

prévia e por escrito, nos termos da Súmula de nº. 342, do Tribunal Superior do Trabalho; IV- Fica estabelecido que caso o empregador já ofereça algum plano de saúde aos seus funcionários com coberturas superiores ao referido no “caput” desta cláusula, não poderá cancelar o referido plano em detrimento ao plano Ambulatorial, salvo de comum acordo e com autorização expressa dos seus funcionários. Entende-se como plano com coberturas superiores, o plano de saúde que ofereça além da cobertura ambulatorial, as coberturas de internações hospitalares e UTI, cirurgias e obstetrícia de acordo com a Lei 9656/98; Parágrafo Primeiro: O Empregador deverá apresentar cópia do contrato do Plano de Saúde ao SINDISECURITÁRIOS/ES, após a publicação da presente CCT no site do SINCOR - ES; Parágrafo Segundo: Os empregados poderão incluir os seus dependentes no Plano de Saúde, com o pagamento total à suas expensas, podendo os valores correspondentes ser descontados em folha de pagamento, mediante autorização prévia e por escrito, nos termos do Enunciado de nº. 342 do Tribunal Superior do Trabalho. Parágrafo Terceiro: Se o empregado já for possuidor de plano de saúde empresarial, na qualidade de dependente, fica a empresa desobrigada de contratar o plano previsto nos itens anteriores. Parágrafo Quarto: O plano de saúde previsto no “caput” da presente cláusula, incisos e parágrafos, poderá conter cláusula de coparticipação dos empregados quando do seu uso, desde que expressamente autorizado por escrito pelo empregado, à exceção do Plano de Saúde Ambulatorial previsto no “caput” e inciso I da presente cláusula. Parágrafo Quinto: Nos municípios que não tiver rede credenciada de operadora de Plano de Saúde com atendimento Ambulatorial, a empresa deverá contratar um Plano de Saúde equivalente ou superior, com atendimento local, arcando com 50% (cinquenta por cento) do valor desse Plano de Saúde, considerando no mínimo o valor que pagaria pelo Plano de Saúde Ambulatorial. Parágrafo Sexto: O Plano de Saúde previsto no “caput” da presente cláusula, suas letras e incisos tem que ser, obrigatoriamente, registrado na Agência Nacional de Saúde (ANS). CLÁUSULA 56 – HOMOLOGAÇÃO DE CONTRATO DE TRABALHO: De acordo com alteração da Reforma Trabalhista, fica revogado o paragrafo 1º do artigo 477 da CLT, que determinava que a homologação só seria valida, com assistência do respectivo sindicato ou perante o MTPS, de acordo com a alteração do artigo 477 “na extinção do contrato de trabalho o empregador deverá proceder a anotação na CTPS, comunicar a dispensa aos órgãos competentes e realizar o pagamento das verbas rescisórias no prazo e na forma estabelecida neste artigo”. a) até o 1º (primeiro) dia útil imediato ao término do contrato, aviso prévio efetivamente trabalhado; b) até o 10º (décimo) dia, contado da data da notificação da demissão, quando da ausência do aviso prévio, indenização do mesmo ou dispensa do seu cumprimento. Parágrafo Único: O pagamento ao Empregado da quantia determinada no Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho será em dinheiro ou cheque visado desde que o seu desconto ocorra dentro dos prazos previstos nos itens “a” e “b” do “caput”, caso contrário caracterizará o atraso no recebimento do crédito. CLÁUSULA 57 – CONTRIBUIÇÃO SINDICAL: “A contribuição Sindical será efetivada de forma facultativa, através de boleto respectivo, que será enviado , pelo Sindicato a seus integrantes , atendendo ao disposto no decreto 9.735/2019”. CLÁUSULA 58 – CUMPRIMENTO DA CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO: Ficam as empresas obrigadas a manter e cumprir os direitos dos trabalhadores previstos pela Consolidação das Leis do Trabalho, Constituição Federal, Normas Regulamentadoras, Lei da Previdência Social, instrumento coletivo de trabalho firmado com o Sindicato da Categoria e outros tratados que também regulam a relação capital e trabalho. Parágrafo Único: Os Sindicatos ajustam entre si que todas as negociações serão feitas exclusivamente entre si e acordos poderão apenas adicionar direitos. CLÁUSULA 59 - ARQUIVO DA CCT: As partes firmam a Convenção Coletiva de Trabalho, em tantas vias que acharem necessárias, de igual teor, que passam a surtir seus legais e jurídicos efeitos independentemente de quaisquer outros registros perante órgãos do governo Federal, Estadual ou Municipal ou qualquer tipo de Cartório de Registro, visto que estabelece o que foi acordado entre as partes representantes dos trabalhadores e parte patronal. CLÁUSULA 60ª - VIGÊNCIA: A presente Convenção terá duração de 01 (um) ano: de 1º de janeiro de 2019 a 31 de dezembro de 2019.

Revista

.

ABRIL/2019

11


Qualificação

Sincor-ES realiza primeira palestra do ano O Sincor-ES abre, neste mês de abril, seu ciclo de palestras mensais, em parceria com o CVG-ES. A primeira palestra tem patrocínio da Bradesco Seguros, no dia 24 de abril, e ocorre no Cerimonial Oásis, em Santa Lúcia. O tema, “A importância do cross-selling na venda de seguros” foi abordado pelo diretor executivo do Canal Mercado da Organização de Vendas da seguradora, Leonardo Freitas. O presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, acredita que esse novo formato do ciclo de palestras será muito proveitoso para os corretores de seguros associados e demais parceiros do mercado. “Nós tivemos que fazer adaptações em função do fim da parceria com a Escola Nacional de Seguros, que patrocinava o evento”, afirma. Com a mudança, as palestras serão realizadas mensalmente com patrocínio das seguradoras parceiras e os temas serão mais técnicos, voltados para produtos e comercialização. Essa primeira palestra do ciclo ocorre após o sucesso da 2ª Jornada Capixaba do Seguro de Vida, realizada no dia 14 de março. Todas as palestras são gratuitas e ex-

clusivas para associados do Sincor-ES. Os interessados devem se inscrever pelo e-mail cadastro@sincor-es.com.br. O Sincor-ES sempre encaminha aos seus associados as informações relativas aos eventos. Basta ficar atento ao Sincor on Line e aos e-mails encaminhados pela instituição. As fotos e a matéria da palestra, serão publicados na proxima revista do Sincor-ES.

O Sincor-ES está preparando sua Agenda de Cursos, Palestras e Eventos para o ano de 2019. Algumas alterações estão sendo feitas em relação às últimas edições, principalmente no que diz respeito à realização das palestras mensais. A ideia é que essas palestras tenham como foco temas técnicos e produtos) e que sejam realizadas em conjunto com as seguradoras parceiras do Sincor-ES e do CVG-ES.

www.sincor-es.com.br

.

facebook.com/sincores

.

O número de postos de trabalho formal na cadeia da saúde suplementar cresceu 3,4% em 2018. Isso equivale à criação de 114,1 mil postos de trabalho. No total, o setor emprega 3,5 milhões de pessoas, ou seja, 8,1% da força de trabalho no país. Os dados estão no Relatório de Emprego na Cadeia da Saúde Suplementar, boletim mensal do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS). O relatório mostra que a saúde suplementar cresceu mais que o triplo da economia como um todo, que registrou aumento de 1% no acumulado de 2018, aponta Luiz Augusto Carneiro, superintendente executivo do IESS. Isso reforça a importância do segmento na retomada de empregos formais no país, especialmente neste período em que a expansão de mão de obra segue baseada no mercado informal.

Golpe

Agenda 2019

12

Crescimento

twitter.com/sincores

Uma empresa de automação de Vila Velha descobriu que caiu no golpe da lista telefônica. Uma companhia chamada “Embatel” ligou dizendo que iria enviar um documento para atualização de cadastro da empresa na lista telefônica, sem custo algum. Uma semana após, um protesto de título em cartório no valor de R$ 5.976 chegou para a empresa. A cobrança se referia a um contrato assinado com os dados da empresa. A gerente administrativa foi à Delegacia de Vila Velha para registrar o boletim de ocorrência e a polícia está investigando o caso. Esse não é um caso isolado de fraude dessa natureza. O presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, alerta para que nunca sejam oferecidos dados por telefone. “Se alguém te liga, seja lá de onde for, não forneça dados. Apenas forneça seus dados quando você ligar para o seu banco, para a financeira ou para qualquer empresa. Empresas sérias não ligam pedindo dados de ninguém”, afirmou.


Mercado

Meninos da Casa Lar fazem a festa no Boliche

O Sincor-ES e o CVG-ES, representados pelo diretor Luiz Amaury Gontijo e pelo presidente Antonio Santa Catarina, respectivamente, realizaram encontro festivo com os internos da Casa Lar Walter Barcerlos.

O encontro ocorreu no Boliche Vila Parque. Os resultados foram momentos de alegria onde a gurizada se divertiu com jogos e variadas guloseimas. Sandra Gontijo e Maida Santa Catarina também participaram da atividade. A Cada Lar é uma instituição que atende meninos em regime de internato. No espaço, eles recebem assistência para que vivam num ambiente familiar e de cuidados. O Sincor-ES, há mais de cinco anos, adotou a instituição e oferece esses momentos de lazer para os meninos, além de realizar comemorações de Natal e ouras datas.

Nova reunião da Confraria das Quintas Como acontece toda semana, executivos do mercado se reuniram, no dia 4 de abril, para o tradicional almoço da Confraria das Quintas. Como manda a tradição, após o almoço, realizado na Praça de Alimentação do Shopping Vitória, o cafezinho é pago pelo confrade que entrou mais recentemente no grupo, em sistema de rodízio.

A Confraria das Quintas é um grupo informal e que tem apenas duas regras: cada um do participantes paga o seu próprio almoço e o café é oferecido por um deles, de forma alternada. Para fazer parte do seleto grupo, basta comparecer na Praça da Alimentação do Shopping Vitória, numa quinta-feira, a partir das 11hs30.

Alíquota

Desde 1º de janeiro, a alíquota da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) para instituições financeiras (bancos, seguradoras, administradoras de cartões de crédito e associações de poupança, entre outras) volta a ser de 15%, de acordo com a Lei 13.168/2015 e artigo 3º da Lei 7.7689/1988. Entre 2015 e 2018, a alíquota era de 20%, devido ao cenário econômico desfavorável dos últimos anos. Os corretores não devem se preocupar, já que não se enquadram na categoria de instituição financeira, permanecendo com a mesma alíquota vigente, que é de 9%.

Expectativa

As expectativas para expansão da economia em 2019 se deterioraram nas últimas semanas e, pela primeira vez em dois anos, as projeções estão abaixo dos 2%. Segundo o Banco Central, o Produto Interno Bruto (PIB) vai crescer 1,98% este ano. O desemprego, que cresceu no começo do ano, voltando a atingir mais de 13 milhões de brasileiros, deve inibir o consumo, que é o principal componente da atividade, pelo lado da demanda, corresponde a 64% do resultado do PIB.

Seguro DPVAT

O Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) divulgou os valores do Seguro DPVAT para 2019, com uma redução média de 63,3%. A maior redução foi no valor para ônibus, microônibus e lotação, com cobrança de frete que passou de R$ 160,05 para R$ 33,61, ou seja, queda de 79%. Para automóveis particulares, táxis e carros de aluguel, o recuo foi de 71%, passando de R$ 41,40 para R$ 12,00. O valor para ciclomotores (cinquentinhas) foi de R$ 53,24 para R$ 15,43, com redução de 71%, enquanto as motocicletas e motonetas esse valor passou de R$ 180,65 para R$ 80,11, queda de 56%.

Revista

.

ABRIL/2019

13


Mercado

HDI é cofundadora do Distrito Fintech

Reinvenção

A expansão do seguro de pessoa, em especial do seguro de vida, passa pela criação de novos produtos e formas de distribuição que atendam às necessidades de proteção da geração atual e dos novos consumidores. Essa é a opinião de Silas Kasahaya, presidente do CVG-SP, que participou do workshop “O cenário atual no desenvolvimento de produtos de vida, realizado pelo CVG-SP em fevereiro. Segundo ele, a diversidade de gerações traz impactos demográficos e requer nova formatação dos produtos de vida.

Aplicado

Com apoio da HDI Seguradora, o Distrito Fintech, inaugurado em fevereiro, tem como objetivo acelerar a transformação digital da companhia, além de criar uma comunidade poderosa dentro do ecossistema de inovação e fomentar negócios entre as startups do setor, investidores e grandes corporações.

Segundo o presidente da HDI Seguros, Murilo Riedel, as vendas de automóvel zero quilômetro caíram cerca de 50%. Por esse motivo, a HDI tende a deixar de ser uma seguradora dedicada somente a automóveis, para se dedicar também à mobilidade. Leia mais no site da Revista Cobertura (https://bit.ly/25g7Btz)

Vida individual impulsiona carteira de pessoas da Tokio Marine Impulsionada pelo sucesso do Vida Individual, a carteira de Pessoas da Tokio Marine Seguradora registrou um bom desempenho em 2018. Lançado em junho do ano anterior, o produto chegou ao número de 54 mil vidas seguradas, incluindo Vida Individual, AP Individual e AP Estagiário. No segmento de produtos para Pessoas Jurídicas, as carteiras do Vida PME e do Simples Vida, registraram crescimento de 14,5% e 8%, respectivamente. Outro destaque foi o produto

14

.

.

Convenções Coletivas, que atende às necessidades de sindicatos e empresas. O superintendente Comercial Nacional Vida da Tókio Marine, Marcos Kobayashi, diz que a companhia está “extremamente” satisfeita com esses resultados. “O ano foi bastante desafiador, mas as estratégias estabelecidas em conjunto pelas áreas técnica e comercial, permitiram que os corretores distribuíssem nossos produtos em todo o país, o que foi fundamental para esta ótima performance”, afirmou.

www.sincor-es.com.br facebook.com/sincores twitter.com/sincores 6119_CAMPANHA_LYOTO_Anuncio Revista_SincorES_180x40.indd 1

A Bradesco Auto RE lançou um aplicativo que facilita, para seus mais de 1,4 milhões de segurados, o aluguel de carro na Localiza Hert. De amplitude nacional, o serviço dá desconto na melhor tarifa do dia. Em caso de roubo/ furto ou danos, ainda oferece direito a carro reserva.

Liberação

O órgão de gestão de pessoas do Supremo Tribunal Federal (STF) contrariou uma medida provisória (MP) do presidente Jair Bolsonaro e recomendou o desconto de taxas sindicais nos salários dos servidores da Corte. A MP proíbe desconto em contracheque em favor dos sindicatos. A regra obriga o pagamento de mensalidades e contribuições através de boletos bancários.

Diversificação

O setor de seguros fechou 2018 com arrecadação de R$ 245,6 bilhões em prêmios, de acordo com a nova edição da Conjuntura CNseg, publicada pela Confederação das Seguradoras. O ano que passou consolidou a visão de um mercado de seguros em franca diferenciação entre seus segmentos. “Há o que se comemorar no desempenho de um setor segurador maduro”, afirma Marcio Coriolano, presidente da CNseg.

02/05/18 17:53


Mercado

Estudo mostra desigualdade no setor Uma pesquisa feita pela Escola Nacional de Seguros mostrou que as mulheres representam 56% dos profissionais do setor, contra 44% de homens. Nos cargos executivos, no entanto, a participação feminina cai para 28% e a dos homens sobe para 72%. Esses números convergem com todo o mercado de trabalho. Segundo um estudo do IBGE, mulheres com ensino superior completo recebem cerca de 63% do que os homens em igual posição. Já de acordo com uma pesquisa do Instituto Ethos, realizada em 2016, pessoas negras ocupam apenas 6,3% de cargos de gerência e 4,7% no quadro executivo, embora representem mais da metade da população brasileira.

O setor de seguros, em especial, é um dos mais conservadores no que diz respeito à igualdade. Ao serem analisados os quadros das seguradoras, é possível identificar que mulheres, negros e deficientes não ocupam cargos executivos de forma expressiva. Não há pessoas tatuadas, portadoras de nanismo ou identificadas como LGBTQI nos quadros diretivos. O assunto ainda é considerado um tabu e os estudos mostram que eles devem ser inseridos nas pautas do mercado. A falta de diversidade étnico racial é uma constante nas peças publicitárias do segmento, prevalecendo pessoas brancas como representantes dos consumidores de seguros.

Icatu realiza 2ª edição do “Superação” Após o sucesso da primeira edição, realizada em novembro do ano passado, a ação de vendas Superação voltou ao calendário da Icatu Seguros, quando, no dia 28 de março, para um dia inteiro dedicado à venda de seguro de vida individual. As regionais de todo o Brasil receberam corretores para uma mobilização através de contato telefônico ativo com a base de clientes. De acordo com Luciana Bastos, diretora de Desenvolvimento de Produtos de Vida da Icatu Seguros, no ano passado foram vendidas quase o dobro de apólices previstas para o período da campanha. “Além disso,

a ação foi um sucesso também pela interação e trocas muito positivas entre os corretores e as equipes das filiais. Por isso a iniciativa será trimestral a partir de agora”, afirmou. Os clientes que contratam o seguro durante a ação de vendas podem aproveitar condições especiais. No Essencial, por exemplo, além das três assistências já disponíveis para a escolha, ele ganha mais três automaticamente. Além disso, os outros produtos de vida também contarão com a inclusão gratuita de assistências. Cada filial premia os três melhores corretores nas vendas do dia, como uma valorização pelo esforço.

Serviço

Desde o dia 29 de março, a Ordem dos Advogados do Brasil - seccional do Espírito Santo (OAB-ES) disponibilizou um novo serviço para que a sociedade. O serviço oferece a possibilidade de fazer reclamações contra a lentidão da Justiça Estadual quanto a tramitação e julgamento de processos. O objetivo é que a própria OAB, por meio de ofício, cobre um posicionamento dos juízes sobre os atrasos, com a finalidade de agilizar o andamento dos processos. De acordo com o presidente da OAB-ES, José Carlos Rizk Filho, as reclamações serão para qualquer tipo de processo. No entanto, os ofícios somente serão encaminhados à Justiça nos casos em que houver dois anos ou mais sem sentença ou no mínimo de seis meses sem andamento.

Revista

.

ABRIL/2019

15


Mercado

Lei que regulamenta profissão Cargas de corretor de seguros completa 54 anos Sancionada em 29 de dezembro de 1964, a Lei 4.594 regulamentou a profissão do corretor de seguros). A partir de então, passou a ser exigida dos profissionais habilitado e registrado junto à Superintendência de Seguros Privados (Susep). A lei não instituiu apenas regras para o exercício profissional de uma determinada categoria. Ela provocou mudanças no modo como o seguro passou a ser comercializado no Brasil. Há pouco mais de cinco décadas, a distribuição de seguros era bem diferente. As companhias seguradoras ofereciam os produtos e contratavam jovens para conduzir as vendas, na maioria das vezes, sem qualquer conhecimento sobre o mercado, os produtos ou as necessidades dos clientes. Havia, no sentido mais estrito da palavra, uma venda indiscriminada. Segundo a Fenacor, em seu livro comemorativo de 50 anos da corretagem de seguros, na prática, as seguradoras utilizavam prepostos para assinar os recibos oficiais, mas pagavam as comissões para as pessoas que fechavam negócios. Os bancos insistiam em vendas diretas e casadas, realizadas nas próprias agêcias e por qualquer funcionário da instituição. Essa foi uma situação que persistiu durante muito tempo, até que se levantaram contra grupos de profissionais, que lutaram para mudar a realidade e profissionalizar o setor. A regulamentação da corretagem de seguros, portanto, não mudou apenas a venda, mas foi o estopim para toda uma transformação na cultura do seguro. Em 29 de dezembro do ano passado, a Lei 4.594/64 completou 54 anos. Trata-se de uma legislação que reconhece a

complexidade do trabalho de um corretor de seguros e sua importância para garantir o entendimento do consumidor/segurado, sobre os produtos que está contratando e a assistência técnica e adequada na ocorrência de sinistro. O presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, destaca que apesar de já se passarem mais de 50 anos da regulamentação da profissão, a categoria ainda enfrenta muitos problemas relativos à comercialização indevida de seguros. Segundo ele, algumas práticas, como a venda casada, são proibidas pelo Código de Defesa do Consumidor, mais ainda continuam sendo praticadas por bancos e lojas de varejo e departamentos. José Romulo acredita que nos últimos anos, com a proliferação de vendas pela internet, os corretores de seguros passaram a enfrentar desafios distintos. “Não se trata mais de agir, por exemplo, contra as práticas dos bancos, que colocam seus funcionários para vender seguros para os clientes. Temos uma explosão de vendas, feitas pela internet, sem que haja como controlar”, afirma. Essa situação, segundo ele, tem exigido um esforço das instituições do mercado, principalmente dos sindicatos e da Fenacor, no sentido de oferecer subsídios para os corretores de seguros enfrentarem as inseguranças e ameaças típicas desse tempo de conexões e comércio digital. “Nosso empenho deve ser constante, assim como nossa mobilização para buscar melhorias, tanto nos serviços que prestamos quanto na construção de um cenário favorável para que possamos operar com mais tranquilidade”.

O Espírito Santo teve redução de 40% nos roubos de cargas entre os anos de 2017 e 2018. Em 2017, foram registradas 62 ocorrências e no ano passado, 38. O presidente da Associação Nacional de Transporte de Cargas e Logística, José Hélio Fernandes, já havia citado o Espírito Santo como uma “ilha de excelência” no combate a esse tipo de crime. A Polícia Civil mostrou eficiência e conseguiu indiciar mais suspeitos de roubos de cargas.

Novas regras

Um novo cálculo de aumento nos planos de saúde individual e familiar passa a valer a partir deste ano. Esse cálculo leva em consideração 80% da variação do custo assistencial (VDA) e 20% do índice de inflação oficial. O ganho de eficiência das operadoras também passará a ser considerado no cálculo. Segundo a ANS, o objetivo da mudança é incentivar as empresas a trabalharem pela redução das despesas.

Cidadania

O adido da Polícia Federal em Roma, Fernando Segovia, vai abrir inquérito sobre um megaesquema de fraude em processos de reconhecimento de cidadania de brasileiros no país. A operação Super Santos prendeu sete cidadãos brasileiros. O grupo agia na província de Verbano Cusio Osola e lucrou cerca de 5 milhões de euros (R$ 22,4 milhões) com o reconhecimento de 800 cidadanias.

Reclamação

De acordo com o Cadastro de Reclamações Fundamentadas 2018 do Procon Estadual, as empresas líderes do ranking de reclamações são: Oi/ Telemar, que ocupa o primeiro lugar na lista; EDP Espírito Santo; Banco BMG; Via Varejo (Casas Bahia e Ponto Frio); OI Móvel; Telefônica Vivo; Banco Bradesco; Zurich Seguradora; e Caixa Econômica Federal. A cobrança indevida é o principal motivo de insatisfação.

16

www.sincor-es.com.br

.

facebook.com/sincores

.

twitter.com/sincores


Mercado

Reunião de diretoria avalia 2ª Jornada Capixaba do Seguro de Vida A diretoria do Sincor-ES se reuniu no dia 9 de abril para sua reunião mensal, realizada na sede do sindicato e presidida por José Romulo da Silva. A principal pauta da reunião foi a avaliação do evento “2ª Jornada Capixaba do Seguro de Vida”, realizado em março, no Hotel Senac Ilha do Boi, em Vitória. Durante a reunião, o presidente apresentou a pesquisa de satisfação realizada após o evento e que apontou os principais pontos positivos pela visão de quem esteve presente às atividades. Houve o entendimento da diretoria que o evento foi bastante produtivo

e que devem ser realizadas outras edições. O encaminhamento foi no sentido de agendar uma reunião entre os presidentes do Sincor-ES e do CVG-ES com representantes das seguradoras parceiras a fim de que comecem a traçar os critérios para a realização da 3ª Jornada. Ainda não há definição quanto a data e local da reunião, pois ainda é preciso alinhar expectativas com as seguradoras parceiras. Também foi discutida na reunião, o resultado do levantamento que verificou a situação dos usuários do plano de saúde Unimed e Samp, contratados por meio do

Sincor-ES. O pedido de levantamento foi sugerido pelo diretor Leonardo Bergamini. A intenção foi verificar se todos os usuários do plano eram associados ao Sincor-ES. Após essas discussões, o presidente posicionou a todos os diretores sobre as confirmações dos próximos eventos que serão realizados até o final do ano, bem como sobre o calendário de eventos e palestras técnicas. Aa palestras técnicas tiveram que passar por alterações após o término do convênio com a Escola Nacional de Seguros, que patrocinava as palestras mensais seguidas de almoço.

Feijoada em comemoração ao Dias dos Pais Será realizada no Cerimonial Oásis, no dia 18 de agosto. O valor da camisa-convite foi estipulado em R$ 170,00, sendo que apenas os funcionários do Sincor-ES serão beneficiados com a gratuidade do convite. Já confirmaram a compra das camisas: Banestes Seguros; HDI Seguros; Icatu; CVG-ES. Até o fechamento desta edição, haviam feito pré-reserva: Sompo Seguradora, Porto Seguro Seguradora, Mapfre Seguradora, Alfa Seguradora, Belo Dente, Mongeral Aegon Seguros, Capemisa e Bradesco Seguros.

Torneio de Futebol Será realizado no dia 12 de outubro, por ocasião das comemorações do Dia do Corretor. O valor das cotas de participação das seguradoras é de R$ 1 mil. Até a realização da reunião de diretoria, haviam conformado participação: Banestes Seguros, Icatu Seguros, HDI Seguros, Bradesco Seguros e Mongeral Aegon Seguros.

Festa de Encerramento das Atividades 2019 Neste ano, o evento será realizado no Centro de Convenções de Vitória, no dia 22 de novembro de 2019. A expectativa é que haja participação de 400 convidados, entre corretores de seguros associados, seguradores e convidados pela diretoria do Sincor-ES. A distribuição dos convites ocorrerá da seguinte forma: corretores associados terão direito a um primeiro convite gratuito e poderão adquirir outro ao custo de R$ 130,00. Seguradoras co-patrocinadoras irão receber seis convites gratuitos e terão uma mesa reservada no Centro de Convenções. Os diretores do Sincor-ES, além de seus convites, poderão usufruir de mais um par de convites para serem distribuídos entre seus familiares. Foram confirmados os seguintes co-patrocínios: Allianz Seguros, Bradesco Seguros, Icatu Seguros, Banestes Seguros, CVG-ES, HDI Seguros, Porto Seguro Seguradora. Ainda não confirmaram o co-patrocínio ou irão confirmar: SulAmérica Seguros, Sompo Seguros, Mapfre Seguradora.

Revista

.

ABRIL/2019

17


Social Por Boris Narjack

Novo no Fiesp O advogado Luiz Cláudio Silva Allemand foi convidado pelo presidente da Fiesp, Paulo Skaf, para integrar o Departamento Jurídico da Federação paulista. Convite aceito.

Giro pelo Mercado Porto Seguro Seguradora

A partir deste mês de abril, a sucursal da seguradora no Espírito Santo passou a ser comandada por Gabriel Baioco.

Icatu Seguros

Com a promoção de Rafael Avolio Muniz ao cargo de superintendente, a seguradora passou a ser comandada por Maurício Ribeiro.

Viver Vitória Vitória valoriza quem quer empreender Em Vitória, 35% dos trabalhadores formais têm diploma universitário, número maior que a média brasileira, que é de 21%. A renda média da população é 40% superior ao do restante do país e chega a R$ 3,8 mil por mês. Além disso, o município vem trabalhando para facilitar a vida de quem deseja empreender. A meta é que até o próximo ano o tempo necessário para abertura de uma empresa na cidade seja de 15 dias.

Melhor cidade para investimentos

Convites recebidos

Empreendedora

www.sincor-es.com.br

.

facebook.com/sincores

A capital do Espírito Santo foi considerada a melhor cidade para fazer investimentos, pelo ranking elaborado pela consultoria Urban Systems, para a revista Exame. O estudo apontou os 100 municípios dessa lista e Vitória ficou à frente de cidades como São Caetano do Sul (SP), São Paulo (SP), Porto Alegre (RS) e Barueri (SP).

Nota de pesar

Amanda Freitas Lahass, filha do nosso colega Frederico Lagassa Neto, é a mais nova empreendedora. Amanda, abriu uma loja de acessórios femininos com itens da atualidade. A loja fica na Av. das Palmeiras em José de Anchieta, no município da Serra.

18

Os presidentes do Sincor-ES e do CVG-ES, respectivamente, José Romulo da Silva e Antonio Santa Catarina, foram convidados para participar do jantar comemorativo de posse da nova diretoria da CNseg para o triênio 2019-2022. O convite foi feito pelo presidente daquela instituição, Marcio Coriolano. A solenidade de posse será realizada no dia 9 de maio, no Buffet Tôrres, na cidade de São Paulo.

.

twitter.com/sincores

É com pesar que comunicamos o falecimento do corretor de seguros e ex-funcionário da Banestes Seguros Elione Moura do Carmo, ocorrido em 25 de março. O presidente do Sincor-ES, em nome da diretoria e de todos os associados, presta condolências à família.


Artigo

Sucesso não é uma ideia, é uma sucessão de pequenas ações

Todas as ferramentas de automotivação são válidas desde que se tenha consciência de que as grandes obras são realizadas não só pela força do pensamento, mas na perseverança das atitudes. É preciso olhar para frente, acreditar e agir, deixando de lado a postergação e a falta de comprometimento com seus próprios ideais “O primeiro passo não nos leva para onde queremos ir, mas nos tira do lugar onde estamos”. Li essa frase despretensiosamente em um dos grupos de profissionais antenados com as tendências do mercado e ela chamou a minha atenção. Muitas frases parecidas têm o intuito de despertar a ação, promover o entusiasmo e a automotivação para que se possa deter o diferencial no mercado. É poderosa e comprovada a possibilidade de construir o futuro a partir dos pensamentos positivos, de novos significados e o estabelecimento de novos parâmetros, seja qual for a esfera da vida que se tenha interesse em atingir objetivos e ter sucesso.

Até aqui tudo é muito animador: “Vou pensar positivo, assim, atrairei boas oportunidades e conquistarei meu tão sonhado lugar ao sol”. Essa é a “iniciativa” de muitos profissionais. Mas, para que isso realmente aconteça, existem alguns caminhos a serem trilhados. Pouco efeito terão as frases motivacionais estampadas no monitor do seu computador ou na tela do seu ultramoderno smartphone se as suas atitudes continuarem as mesmas. Todas as ferramentas de automotivação são válidas desde que se tenha consciência de que as grandes obras são realizadas não só pela força do pensamento, mas na perseverança das atitudes. É preciso olhar para frente, acreditar e agir, deixando de lado a postergação e a falta de comprometimento com seus próprios ideais. Segundo Platão, “O começo é a parte mais importante do trabalho”. É fato! Para chegar a um ponto desejado é imprescindível iniciar um planejamento para que se torne realidade. Agora,

Santos Dumont fez uma afirmação que surge como complemento necessário ao que disse o filósofo: “As invenções são o resultado de um trabalho teimoso”. Isso sugere um alerta! Chegou o momento de cessar com os rodeios. Permanecer com as mesmas lentes em busca de atalhos só o fará desencadear nas mesmas possibilidades, bem longe do que propõe o futuro das organizações, dos negócios e do emprego. Novas demandas exigem formas diferenciadas de atuar, trabalhar, liderar, de manter empregos e negócios saudáveis. Então, só a força de um desejo não leva ninguém muito longe. É imperativo ter ações práticas! O futuro já começou e o que você tem feito para corresponder às exigências do seu mercado, da sua carreira, do seu negócio ou da sua empresa? Você tem um plano de ação definido, que norteie os seus passos rumo ao que quer alcançar? Aliás, você sabe exatamente o que deseja para a sua carreira? Buscar padrões e atribuir a eles significados faz parte da natureza humana. Agora, pouco adianta ter referências positivas se você mesmo não sabe quais são os parâmetros para a sua própria vida. Os fatos não deixam de existir simplesmente por serem ignorados. O futuro está cada vez mais presente e já está acontecendo uma verdadeira revolução na economia mundial que, querendo ou não, afetará a sua condição de profissional economicamente ativo, seja como empreendedor de um negócio ou da sua própria carreira. Mantenha-se atento às frases motivacionais, mas acima de tudo, lembre-se que uma sucessão de pequenas ações focadas no futuro é o que fará você atingir grandes resultados.

Leila Navarro É palestrante motivacional com reconhecimento no Brasil e no Exterior. Autora de 15 livros, entre eles, “Talento para ser Feliz”, “Talento à prova de crise” e “A vida não precisa ser tão complicada”. Site: www.leilanavarro.com.br Facebook: www.facebook.com/leilanavarro Twitter: twitter.com/leila_navarro Canal Youtube: youtube.com/leilanavarro

Seguro de Vida e

Acidentes em Grupo para atender as

exigências sindicais 4000-1989

- comercial@pasi.com.br - www.pasi.com.br -

/seguroPASI Revista

.

ABRIL/2019

19


mapfre.com.br

MINHA CASA PROTEGIDA COM AS MELHORES ASSISTÊNCIAS?

AÍ EU VI MAPFRE. MAPFRE Residencial tem cobertura completa contra roubo, acidentes e até para seu carro na garagem. E o melhor: é muito mais barato do que você imagina. Conheça nossas assistências e aproveite sua casa com tranquilidade.

Seguro Residencial Quer fazer seguro de um jeito simples e transparente?

Pede MAPFRE pro seu corretor. Seguro garantido por MAPFRE Seguros Gerais S.A.: CNPJ 61.074.175/001-38; Processo Susep nº 15414.004192/2004-71. O registro deste plano na Susep não implica, por parte da Autarquia, incentivo ou recomendação à sua dos direitos dos consumidores e esclarecer e/ou solucionar demandas já tratadas pelos canais de atendimento habituais.

20

www.sincor-es.com.br

.

facebook.com/sincores

.

twitter.com/sincores

Profile for SINCOR-ES

Revista SINCOR-ES nº259 Abril 2019  

Sincor-ES renova parcerias.

Revista SINCOR-ES nº259 Abril 2019  

Sincor-ES renova parcerias.

Profile for sincor-es
Advertisement