Page 1

.


Opinião

2017: um caminho de oportunidades a trilhar Esta edição da Revista Sincor-ES que lhes chega às mãos apresenta uma retrospectiva da trajetória do Sincor-ES no ano de 2016. É uma prática da qual lançamos mão todos os anos com a primeira revista do ano, o que a torna um instrumento importante de avaliação e projeção para o ano que se inicia. Como você podem constatar, o Sincor-ES é uma instituição dinâmica e que procura zelar pelo interesse dos corretores de seguros e que se mantém atualizado com o que ocorre no mercado como um todo. Olhar para o ano de 2016 é um estímulo para acreditarmos que 2017 será um ano desafiador em que teremos que buscar oportunidades. E, quando elas surgirem, devemos todos estar preparados para nos apropriarmos delas. O Sincor-ES estará atento às demandas do mercado, às oportunidades e aos desafios para oferecer apoio e possibilidades de articulação aos nossos representados e também aos demais profissionais que atuam no mercado de seguros capixaba. Acredito que o Espírito Santo, apesar de pequeno, oferece oportunidades imensas a quem estiver preparado. No caso dos corretores de seguros, estar preparado significa estar atualizado com as discussões sobre a profissão, sobre questões legais, sobre novos produtos no mercado, sobre nichos não explorados, sobre relacionamentos, sobre gestão. Estamos todos cansados de saber que ser corretor de seguros é muito mais do que ser apenas um vendedor de seguros. Ser corretor de seguros é ser um consultor, um especialista, um profissional completo que entende as demandas do cliente e que sabe como e onde encontrar soluções adequadas. Começamos o ano mais confiantes em uma melhora nas relações com a Susep, após posse de Joaquim Mendanha, um corretor de seguros e que sabe tão bem quanto eu o que é estar à frente de um sindicato de corretores de seguros. Trata-se de alguém que conhece os desafios do mercado também a partir do ponto de vista do corretor de seguros. Algumas expectativas para este início de ano dizem respeito ao recadastramento dos corretores de seguros e a volta da emissão das identidades profissionais. No primeiro caso, sabemos que os dados cadastrais existentes hoje na Susep não correspondem à realidade do mercado e precisam ser atualizados. O recadastramento também vai permitir maior controle sobre o pagamento do Imposto Sindical, uma vez que espera-se esta seja uma exigência, como já foi em outras épocas. As identidades profissionais representam um reconhecimento da importância do corretor como profissionais essenciais na cadeia produtiva do mercado, parceiros das seguradoras e dos clientes e responsáveis por movimentar negócios e consolidar a cultura do seguro no Brasil. Continuaremos nossa luta contra o “seguro pirata” em 2017, pois acreditamos que está batalha não está vencida. Apesar de termos tido algumas vitórias, com o encerramento das atividades de diversas associações, a venda das proteções automotivas continuam, a cada dia surgem novas associações e a cada dia temos que renovar nosso compromisso de combater essa prática ilegal e denunciar às autoridades competentes. Esperamos obter mais atenção da Susep nesta luta, uma vez que nos últimos anos a autarquia tem deixado a desejar em seu papel fiscalizador do mercado. Além de atuarmos promovendo as denúncias às autoridades temos que investir na divulgação dessas relações ilegais que se estabelecem com o consumidor. Para isso, ficaremos atentos às publicações na mídia, que, em diversos momentos, cometem o equívoco de qualificar as associações como seguradoras. Termino esse editorial, reproduzindo parte do editorial da edição de dezembro da Revista Sincor-ES, em que abordei a crise e as oportunidades para o ano de 2017. Naquele editorial disse: “Podemos esperar dias melhores em 2017? Eu sou um otimista, do tipo que acredita não ser possível sustentar uma situação como a que vivemos por muito tempo. Mas, não tenho dúvidas que o próximo ano será desafiador e difícil para todos, em especial para os corretores de seguros. Muitos com quem temos contato já têm se mostrado apreensivos, com a retração do mercado, a diminuição dos empregos... Especialistas acreditam que haverá mais espaço para investir em nichos como seguro de vida, previdência e saúde. O problema é que especialistas não estão na frente da batalha, matando um leão por dia para sobreviver”. E se somos nós, corretores de seguros que temos que enfrentar o leão, a hora é de união, de buscar força nas demandas coletivas. É hora de buscar forças na qualificação, no aperfeiçoamento, na busca por informações, na participação. Em vez de criticar o sindicato, venha participar das nossas reuniões, traga suas propostas, apresente seu ponto de vista. Colabore com nossas campanhas, participe das nossas atividades de integração. Vai perceber que o sindicato existe porque existem corretores de seguros que saem todos os dias em busca não apenas de negócios para ganhar dinheiro, mas de oportunidades de tornar a vida melhor.

Tenham todos um feliz 2017.

2

www.sincor-es.com.br

.

José Romulo da Silva Presidente do Sincor-ES facebook.com/sincores

.

twitter.com/sincores

EXPEDIENTE

SEDE PRÓPRIA Endereço:- Rua Frederico Lagassa, Nº 30 Conj. 509/512 - Edf. Scheila - Bairro Gurigica, Vitória, Espírito Santo Site: www.sincor-es.com.br E-mail: sincor-es@sincor-es.com.br Diretoria Presidente: José Romulo da Silva 1º Vice-Presid.: José Alexandre Cid Pinto 2º Vice-Presid.: Leovigildo José Bello 1º Secretário: Renato Silva de Bittencourt 2º Secretário: Antonio Nelson B. Fortunato 1º Tesoureiro: Antonio José Alvarenga Imperial 2º Tesoureiro: Leonardo Souza Bergamini Diretor Social: Luiz Amaury Gontijo Dir. Marketing: Paulo Henrique Rocha Latado Dir. Informática: Jaime Balbino de Oliveira Dir.Rel.c/Merc.: Neudon de Almeida Valadão Suplentes Ana Julia Merotto e Luiz Cláudio Firme Pina Conselho Fiscal Maria Angélica Batista, Luiz Carlos da Silva Porto e Rene Neves Farias Suplente Nicolau Marino Calabrez Delegados Representantes junto a Fenacor-Efetivos José Romulo da Silva e José Alexandre C.Pinto Delegados Representantes junto a Fenacor-Suplentes Deusdete Mantovanelli e Santa de Luziê Laiber Oliveira Jornalista Marcilene Forechi Diagramação Ivo Tadeu Basilio Impressão GM Gráfica e Editora Ltda

Telefones para Contato SINCOR-ES Geral....................................... 2125-6666 ................................................ 2125-6667 Deptº Adm./Financ.................. 2125-6669 Cadastro Corretor................... 2125-6676 Atend. D.P.V.A.T..................... 2125-6674 Fax......................................... 2125-6672 Revista Sincor-ES.................. 2125-6671 Clube Vida em Grupo ............ 2125-6670 Empresas Coligadas CREDICORES....................... 3315-5027 ............................................... 3315-5028 FUNENSEG-ES..................... 2125-6673 ............................................... 2125-6683 ASSESSORIA JURÍDICA...... 2125-6675 (MOSCON E ASSOCIADOS ADVOCACIA)


Sumário

04

Retrospectiva 2016

17

Entrelinhas

18 19

Social Artigo

BILHETE DO PRESIDENTE

“Persistência” Um homem investe tudo o que tem numa pequena oficina. Trabalha dia e noite, inclusive dormindo no próprio local. Para poder continuar nos negócios penhora, com muito pesar, as joias da esposa. Quando apresenta o resultado final de seu trabalho a uma grande empresa, dizem-lhe que seu produto não atende ao padrão de qualidade exigido. O homem desiste? Não! Volta para a escola por mais dois anos, sendo vítima de grande gozação por parte de seus colegas, e de alguns professores que o tacham de visionário. O homem fica chateado? Não! Após dois anos, a empresa que o recusara, finalmente fecha contrato com ele, porém, durante a guerra, sua fábrica é bombardeada duas vezes, sendo que grande parte dela é destruída. O homem se desespera e desiste? Não! Reconstrói sua fábrica, mas um terremoto novamente a arrasa. Será essa a gota d’água? O homem desiste? Não! Imediatamente após a guerra segue-se uma grande escassez de gasolina em todo o país, e esse homem não pode sair de automóvel nem para comprar comida para a família. Ele entra em pânico e desiste? Não! Criativo, como de costume, ele adap-

ta um pequeno motor à sua bicicleta, e sai às ruas. Os vizinhos ficam maravilhados e todos querem também as chamadas bicicletas motorizadas. A demanda por motores aumenta muito, e logo ele fica sem mercadoria. Decide então montar uma fábrica para essa novíssima invenção. Como não tem capital, resolve pedir ajuda para mais de quinze mil lojas espalhadas pelo país. Como a ideia é boa, consegue apoio de mais ou menos cinco mil lojas, que lhe adiantam o capital necessário para a indústria. Encurtando a história: hoje, a Honda Corporation é um dos maiores impérios da indústria automobilística japonesa, conhecida e respeitada em todo o mundo. Tudo porque Soichiro Honda, seu fundador, não se deixou abater pelos terríveis obstáculos que encontrou pela frente. * * * Se você vive momentos difíceis, como quase todo o mundo, não se deixe desanimar e persista. A vida reserva um prêmio maravilhoso para aquele que persiste, que tem fé, e que não se deixa abalar pelo desânimo. O que sabemos é uma gota. O que ignoramos é um oceano. E, se mesmo depois de uma vida inteira de persistência, você não conseguir

desfrutar do conforto material desejado, saiba que conquistou algo muito maior, muito mais duradouro do que os tesouros da Terra. Você conquistou um dos tesouros do coração a que chamamos virtude. * * * De qualquer forma as horas se sucedem. Utilize-as de maneira digna, mesmo que a peso de sacrifícios. Quando você transpuser a barreira da dificuldade, constatará a vantagem de haver perseverado, descobrindo-se rico de paz, face aos tesouros de amor e realização que adquiriu. Motivo algum deve servir de apoio para o desânimo. Tudo na vida constitui convite para o avanço e a conquista de valores, na harmonia e na glória do bem.

Revista Sincor-ES

.

JANEIRO 2017

3


Retrospectiva 2016

Novos corretores de seguros recebem certificado No dia 18 de fevereiro, foram entregues os certificados de conclusão do Curso de Habilitação para Corretores de Seguros, edição 2015. Nove alunos aptos a solicitar seus registros de corretores de seguros junto à Susep receberam os certificados. O Sincor-ES ofereceu um café da manhã para os alunos, professores e diretores da instituição. Já no dia 29 de fevereiro, teve início a edição 2016 do curso em Vitória e em outras capitais do país. O curso é oferecido em Vitória em parceria com a Escola Nacional de Seguros e tivemos cinquenta alunos inscritos.

Reunião e almoço de confraternização no Sul do ES O delegado regional do Sincor-ES na Região Sul, Luiz Ferdinando Zanette, participou de almoço de confraternização com os corretores de seguros, no dia 2 de dezembro. Este foi o primeiro almoço de final de ano promovido para os corretores de seguros naquela região.

Torneio Integração de Futebol Corretores de seguros associados ao Sincor-ES, prestadores de serviços e seguradoras parceiras participaram, no dia 9 de abril, do “16º Torneio Integração de Futebol do Mercado de Seguros Capixaba”. O evento, realizado no Clube Álvares Cabral, reuniu 10 equipes e 180 convidados, incluindo os atletas. As equipes que participaram do Torneio foram: HDI, Icatu, Bradesco, Banestes, Belo Dente, Dekra, SulAmérica Tokio Marine, Ilha Azul e Mongeral. A Tokio Marine foi a equipe campeã e levou o troféu.

4

www.sincor-es.com.br

.

facebook.com/sincores

.

twitter.com/sincores


Retrospectiva 2016

Campanhas solidárias o ano todo Durante todo o ano, o Sincor-ES realizou campanhas solidárias em benefício de instituições que precisam de ajuda. A principal campanha continua sendo em prol da Casa Lar Walter Barcelos, em Vila Velha, que recebeu todo mês uma festa em comemoração aos aniversariantes, além de presentes e doações diversas. O presidente do Sincor-ES, José Romulo

da Silva, agradece a todos os associados e demais que atenderam ao seu pedido e levaram doações até o sindicato. Ele destaca que essa atitude é importante, pois permite que as instituições sejam contempladas o ano todo e não apenas no período do Natal. “As necessidades são contínuas e não acabam com o fim das festas de final de ano”, diz José Romulo.

Quem recebeu as doações em 2016

Fraternidade Espírita Esperança – A instituição fica no bairro Morada de Camburi e distribuiu as doações recebidas com as seguintes instituições: Fraternidades de José de Anchieta; Joanna de Angelis (Serra); Lar Coelho Sampaio (José de Anchieta); Obra Social Gabriel Dellane (Cariacica); Centro de Vivência Despertar da Vida (Bento Ferreira, Vitória); e Fraternidade Espírita Novo Horizonte (Serra). Kombi Fraterna – O veículo circula nas madrugadas de sexta-feira, levando alimentos, roupas e uma palavra de consolo aos moradores de rua. O trabalho é desenvolvido por voluntários. Família – Uma família moradora do bairro Maria Ortiz foi contemplada com doação de roupas e cestas básicas. A família é formada pela mãe, que têm sob sua guarda cinco crianças com idades variando de 1 a 8 anos. Espaço Circular do Detran-ES – Recebeu lápis, pistola de cola quente e placas de E.V.A. O material foi usado para confeccionar brindes para as crianças que frequentam o espaço.

Novas doações No dia 21 de dezembro, os executivos da Bradesco Seguros Ricardo Luis Costa e Marlene Cassani visitaram o Sincor-ES para entregar as doações recebidas em sua sede, na Praia do Canto. A seguradora foi um dos postos de coleta de doações na campanha solidária de arrecadação de roupas e alimentos. No dia 27 de dezembro, recebemos doações de brinquedos e roupas do Sr. Marcelo Barbosa Felipe, que atendeu a nossa campanha, ao consultar na internet locais que fazem arrecadação de doações, então escolheu o Sincor-ES.

Aniversários na Casa Lar Walter Barcelos Durante o ano de 2016, mensalmente, o Sincor-ES e o CVG-ES realizaram comemorações de aniversário na Casa Lar Walter Barcelos, em Vila Velha. A instituição é responsável por crianças e adolescentes afastados do convívio familiar. Eles vivem no local, frequentam a escola e contam com os cuidados dos funcionários da Casa Lar. No mês de julho, a comemoração foi especial, com uma tradicional festa julina. Além do bolo e das guloseimas da festa, os aniversariantes do mês ganham um kit com uma muda de roupa, um par de tênis, um brinquedo (menores de 12 anos) e objetos de higiene pessoal. E no final do ano, a festa foi especial com a comemoração do Natal.

Revista Sincor-ES

.

JANEIRO 2017

5


Retrospectiva 2016

DPVAT: Mais de 7 Milhões em indenizações em 2016 O atendimento prestado pelo Sincor-ES às vítimas de acidentes e beneficiários do Seguro DPVAT foi reconhecido pela Prefeitura Municipal de Viana, em solenidade na qual o prefeito Gilson Daniel destacou a importância da gratuidade do serviço prestado. Em 2016, foram realizados mais de 3.500 atendimentos, entre pedidos de informações e encaminhamentos de processos. No total, foram pagos 1.638 indenizações, totalizando o valor de R$ 7.075.000,68, por morte, invalidez permanente e reembolso por despesas médico-hospitalares. Os pedidos de indenização são encaminhados pelo Sincor-ES para a Seguradora Líder gratuitamente.

Atendimento do Seguro DPVAT - Processos indenizados MESES/ANO 2016

Nº PROCESSOS PAGOS

POR MORTE-R$

POR INVALIDEZ-R$

TOTAL DAS INDENIZAÇÕES

JANEIRO

116

185.625,00 (16)

339.718,61 (73)

21.469,26 (27)

546.812,87

FEVEREIRO

114

290.250,00 (27)

213.069,97 (54)

23.602,45 (33)

526.922,42

MARÇO

108

194.544,64 (22)

194.576,85 (55)

24.428,23 (31)

413.549,72

ABRIL

63

126.677,31 (11)

114.405,73 (30)

16.854,80 (22)

257.937,84

MAIO

123

175.177,28 (22)

274.142,43 (66)

18.095,54 (35)

467.415,50

JUNHO

142

292.245,59 (26)

341.874,70 (74)

24.036,41 (42)

658.156,70

JULHO

178

319.488,52 (33)

386.751,34 (99)

23.462,46 (46)

729.702,32

AGOSTO

217

343.801,77 (32)

469.968,61 (128)

39.369,83 (57)

853.140,21

SETEMBRO

162

334.216,57 (32)

334.207,21 (92)

27.470.13 (38)

695.893,91

OUTUBRO

147

310.305,49 (27)

291.570,62 (82)

30.023,34 (38)

631.899,45

NOVEMBRO

136

393.256,56 (34)

257.086,38 (72)

17.269,03 (30)

667.611,97

DEZEMBRO

133

361.158,51 (33)

244.957,50 (72)

19.841,81 (28)

625.957,82

TOTAL

1.638

3.326.747,24

3.462.330,15

285.923,29

7.075.000,68

Comando de Saúde nas Rodovias O Sincor-ES participou da 1ª edição 2016 do projeto Comando de Saúde nas Rodovias, realizado no dia 16 de março pelo Sest/ Senat. O funcionário Ronaldo Fagundes participou da atividade distribuindo material informativo sobre o Seguro DPVAT entre os motoristas abordados. O 1º Comando de Saúde nas Rodovias é realizado em todo o Brasil e conta com vários parceiros. No Espírito Santo, a ação ocorreu na BR-101 Sul, no município de Viana.

6

POR DAMS-R$

www.sincor-es.com.br

.

facebook.com/sincores

Grupo de Trabalho

O Sincor-ES foi um dos cinco sindicatos de corretores de seguros indicados, em Assembleia Geral da Fanacor, para compor o Grupo de Trabalho (GT) que discute a centralização de processos do Seguro DPVAT. Além do Sincor-ES, fazem parte do GT os sindicatos de corretores do Paraná, Minas Gerais, São Paulo e Brasília.

Divulgação

O trabalho de divulgação do Seguro DPVAT foi intenso durante o ano de 2016. Em todas as edições da Revista Sincor-ES, que circula mensalmente, foram veiculados balanços dos pagamentos realizados, bem como relativos aos atendimentos a vítimas de acidentes e beneficiários do seguro na sede do Sincor-ES. Além disso, o sindicato investiu em ações relacionadas à educação no trânsito e ao combate à fraude no Seguro DPVAT.

.

twitter.com/sincores


Retrospectiva 2016

Participação em campanhas O atendimento gratuito prestado às vítimas de acidentes e beneficiários do Seguro DPVAT motivou o Sincor-ES a participar de diversas iniciativas de educação para o trânsito e de conscientização. Durante todo o ano de 2016, foram várias atividades em parceria com instituições públicas e privadas. Programa de Prevenção ao Trauma Relacionado ao Álcool na Juventude – Projeto que tem a participação da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Batalhão de Polícia Rodoviária e Urbana, Corpo de Bombeiros, Hospital Jayme dos Santos Neves, Detran-ES, Companhia de Transportes Urbanos da Grande Vitória e Liga de Atendimento Integrado ao Trauma e Emergência. O Sincor-ES distribuiu material informativo sobre o Seguro DPVAT . Comando de Saúde nas Rodovias – Foram realizados quatro eventos no ano e em todos eles o Sincor-ES esteve presente oferecendo informações sobre o Seguro DPVAT. A realização do evento é da Polícia Rodoviária Federal junto com o Sest/Senat. Rua Coletiva e Maio Amarelo (foto 1) – O Sincor-ES aderiu ao Movimento Rua Coletiva e à Campanha Maio Amarelo e recebeu, no dia 28 de abril, o Certificado de Adesão e Parceria , em cerimônia no Palácio Anchieta. Os eventos têm por objetivo conscientizar para um trânsito mais humano e chamar a atenção para os focos de atenção no trânsito. Dia D do Detran-ES e Dia da Criança – O Dia D foi uma ação desenvolvida dentro da programação da Semana Nacional de Trânsito, realizada de 18 a 25 de setembro em todo o país. O Sincor-ES participou da ação com uma palestra sobre o Seguro DPVAT, ministrada pelo funcionário Ronaldo Fagundes. Já no dia 14 de outubro, foi a vez de participar de uma ação educativa para crianças, organizada pelo DER. Ação Global 2016 (foto 2) – O Sincor-ES foi uma das instituições que participou da 23ª edição da Ação Global, que ocorreu no Sesi de Cobilândia e realizou mais de 34 mil atendimentos. O Sincor-ES participou da ação a convite da Seguradora Líder e ofereceu informações sobre o Seguro DPVAT e o atendimento gratuito oferecido no sindicato para vítimas de acidentes e seus beneficiários. Campanha contra o Câncer Infantil (foto 3) – “Diga não ao Câncer Infanto-Juvenil” foi o tema do evento realizado no dia 23 de novembro, pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), em sua sede, numa parceria com a Associação Capixaba contra o Câncer Infantil (ACACCI). O Sincor-ES participou da ação disponibilizando bandanas e alimentos recolhidos entre os participantes da última palestra realizada em parceria com o CVG-ES e Escola Nacional de Seguros.

Assembleia Geral Ordinária Realizada no dia 11 de novembro, a Assembleia Geral Ordinária do Sincor-ES deliberou sobre quatro assuntos: a previsão orçamentária para 2017, cobrança do Imposto Sindical, contribuição confederativa e contribuição associativa. No primeiro ponto, ficou decidido que ficará a critério da Presidência do Sincor-ES destinar os recursos que serão alocados em 2017, de acordo com as necessidades e prioridades. Quanto ao imposto sindical, ficou decidido que o valor será calculado tomando-se por base a tabela fornecida pela CNC e encaminhada pela Fenacor a todos os sindicatos de corretores. A AGO fixou valores para a Contribuição Confederativa: R$ 200,00 para pagamento em duas parcelas. Já a Contribuição Associativa não foi reajustada, permanecendo com os seguintes valores: R$ 80, pessoa jurídica; R$ 50,00 (pessoa física - todos os ramos); e R$ 40 (pessoa física - vida e previdência).

1

2

3

Imposto Sindical A AGO realizada no dia 11 de novembro autorizou a Presidência do Sincor-ES a ingressar com medida judicial para cobrar valores não pagos pelos profissionais da categoria, relativos ao Imposto Sindical, associados ou não ao sindicato. Durante todo o ano de 2016, o Sincor-ES informou aos corretores de seguros sobre a obrigatoriedade do pagamento do imposto, conforme prevê a CLT.

Revista Sincor-ES

.

JANEIRO 2017

7


Retrospectiva 2016

Convênios firmados para beneficiar parceiros e associados O Sincor-ES ampliou a rede de convênios em 2016, oferecendo mais opções para os associados na hora de contratar serviços ou comprar produtos com descontos e condições especiais. Confira: Instituto Ensinar Brasil e Instituto Capixaba de Educação e Tecnologia – Cursos de graduação e pós-graduação com descontos especiais, que variam de 15% a 30%. Salvar Treinamentos – Empresa especializada em consultoria e treinamentos na área de segurança no trabalho. Descontos especiais nos treinamentos. Revizza Autocenter – Revendedora autorizada da Michelin/BF Goodrich, oferece descontos de 5% a 20% em toda a linha de pneus. Vessa Veículos – Oferece facilidades e descontos na compra de veículo Chevrolet zero quilômetro por empresas corretoras de seguros associadas ao Sincor-ES. Premium Office Escritório Virtual – Oferece espaços para realização de reuniões, treinamentos e atendimento a clientes. Casa do Silencioso – Oferece descontos para associados e seus familiares, na compra de produtos ou serviços. Os descontos variam de 5% a 15%. Space.com Escritório Virtual (foto) – A empresas oferece locação temporária de escritórios, salas de reunião e auditório, com recepcionista, telefone e internet, além de serviços de fotocópias e motoboy. Oferece desconto de 20% para associados. LVR Software (Sistema de Multicálculos) – O convênio possibilita aos corretores de seguros associados operar com o sistema de Multicálculos da Lavoro em condições especiais. Vix Prime Benefícios – Programa de Saúde Particular com parceria e ampla rede de clínicas, médicos e dentistas. O convênio permite a contratação do serviço (não é plano de saúde) pelos associados com descontos especiais. Universidade Vila Velha (UVV) (foto) – Por meio do convênio, corretores de seguros, executivos de seguradoras parceiras, funcionários e familiares poderão se beneficiar de desconto de 10% nas mensalidades praticadas em dezembro de 2016 nos cursos de graduação e graduação tecnológica, além de cursos de pós-graduação (lato sensu) na área de Ciências Humanas.

Carteira Recheada O corretor de seguros Vitor Valadão Viana recebeu premiação da Campanha Carteira Recheada, desenvolvida pela Seguros Unimed. O corretor é responsável técnico da VVIP Med Administradora e Corretora de Seguros, uma das cinco melhores empresas na comercialização de produtos Odontológico e Plano de Previdência Complementar. A entrega da premiação foi no Resort Hotel Bourbon, em Atibaia.

8

www.sincor-es.com.br

.

facebook.com/sincores

.

twitter.com/sincores

Acervo ampliado

A Biblioteca do Seguro que funciona na sede do Sincor-ES, em Vitória, dispõe de um acervo que reúne livros e periódicos relacionados ao mercado de seguros e áreas afins, como administração, gestão de negócios, vendas e direito do seguro e do consumidor. No ano de 2016, a biblioteca recebeu novos títulos. A biblioteca fica aberta de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Reajuste

O salário dos securitários que atuam no mercado de seguros capixaba, desde que não integrantes de grupos financeiros, capixaba foram reajustados em 11% no início do ano. O acordo coletivo foi fruto de negociação entre o Sincor-ES e o Sindisecuritários.

Imposto

O Sincor-ES moveu ações ao longo do anos com o objetivo de fazer com que os profissionais do mercado, associados ou não ao sindicato, colocassem em dia o pagamento do imposto sindical e taxa confederativa.

CVG-ES em evento nacional

O presidente do CVG-ES, Antonio Santa Catarina, participou, no dia 23 de abril de 2016, de palestra e entrega de títulos de sócios honorários a diversas personalidades do mercado de seguros, na cidade do Rio de Janeiro. O evento foi promovido pelo CVG-RJ.


Retrospectiva 2016

Os grandes eventos do mercado do Espírito Santo Os três grandes eventos de confraternização, que integram o calendário permanente do Sincor-ES, repetiram em 2016 o sucesso dos anos anteriores. Confira e se você não participou nos anos anteriores, se organize porque em 2017 a promessa é de que sejam ainda melhores.

Feijoada do Club Gourmet Em 2016, a Feijoada do Club Gourmet Sincor-ES reuniu um número maior de convidados do que aquela realizada em anos anteriores. Foram 350 pessoas reunidas no Cerimonial Oásis, em Santa Lúcia, no dia 21 de agosto, todas vestidas com as camisas-convites especialmente produzidas para o evento. A Feijoada, que realizará sua 9ª edição em 2017, já se tornou tradicional e ocorre sempre no mês de agosto, em alusão ao Dia dos Pais.

Congraçamento nas montanhas O Encontro de Congraçamento do Mercado de Seguros Capixaba, realizado nos dias 23, 24 e 25 de setembro, no Hotel Eco da Floresta, em Domingos Martins, reuniu 245 convidados, entre corretores de seguros e representantes de seguradoras, além de funcionários de seguradoras e de corretoras, familiares e parceiros do Sincor-ES. A programação foi intensa e agradou a todos os públicos.

Festa de encerramento de atividades

O mercado de seguros capixaba celebrou as conquistas de 2016 na tradicional festa de encerramento de atividades, realizada no dia 16 de dezembro, no Cerimonial Le Buffet, em Jardim Camburi. Os 600 convidados começaram a chegar por volta das 21 horas e o evento, animado pela banda Black Sete, durou até as 2 horas da madrugada. O presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, foi o anfitrião da festa e recebeu os convidados na entrada do cerimonial.

Revista Sincor-ES

.

JANEIRO 2017

9


Retrospectiva 2016

Destaques do mercado em 2016 Mudança Vários assuntos foram destaque no mercado de seguros em 2016 e o Sincor-ES participou ativamente de muitos deles, seja com a mobilização por meio de informações prestadas nos veículos de comunicação da instituição ou ainda por meio de movimentos articulados junto a outros sindicatos e instituições representativas do mercado de seguros. Lei do Desmonte

A Lei 1.021/2016, que estabelece critérios para registro de empresas que desejam atuar com desmontagem de veículos automotores, foi sancionada em abril. Entre outras coisas, a lei regulamenta a atuação de ferros-velhos e critérios para classificação e certificação de peças que poderão ser comercializadas. A lei demonstra a preocupação em rastrear o uso de peças que são colocadas no mercado, muitas vezes, oriundas de veículos roubados. O presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, organizou uma reunião no dia 25 de maio, na sede do sindicato, para tratar da nova lei. O encontro reuniu diretores, representantes de seguradoras parceiras, autoridades do Detran-ES e o subsecretário de Estado de Inteligência e Integração Correcional, Dr. José Monteiro Junior. Já no dia 13 de julho, o Sincor-ES organizou uma reunião com o Sindicato das Empresas de Desmonte (Sinprovel), cujo presidente é Márcio Antonio Caus.

A Yasuda Marítima Passou a se chamar simplesmente Sompo Seguros a partir do dia 1º de julho, quando assumiu nome e marca do Grupo Sompo Holdings. O processo teve início em 2009, quando a Marítima vendeu 50% de suas ações à Yasuda Marítima.

Parceiros

A Revista Sincor-ES passou a contar com mais três apoiadores: O Plano de Amparo Social Imediato (PASI), SIT (Segurança, Inteligência e Tecnologia) e VIG Auto/Tecnologia e Segurança Automotiva. Com a adesão, os apoiadores passam contar com a divulgação de sua marca e ações na revista mensal, além de ter suas logos com link no site do Sincor-ES (www.sincor-es.com.br). As empresas passam também a constar no clipping eletrônico Sincor on Line, enviado diariamente para cerca de 7,8 mil endereços de e-mail cadastrados.

Seguro Auto Popular

No dia 2 de abril, o Jornal A Tribuna publicou reportagem com o título “Governo autoriza novo seguro de carro mais barato”, na qual o presidente José Romulo foi um dos entrevistados. Ele falou sobre a resolução da Susep que autoriza a comercialização de Seguro Auto Popular (SAP), com valores até 30% mais baratos que os seguros convencionais.

Identidade profissional

O assunto causou polêmica o ano todo e já vem se arrastando desde que o então superintendente da Susep Luciano Portal Santanna suspendeu o convênio com os sindicatos de corretores para a emissão das identidades profissionais dos corretores de seguros. No dia 9 de maio, a Susep lançou o pregão eletrônico para contratar a empresa responsável por fabricar os documentos. Mas, até o final do ano, ainda não havia uma identidade sequer. A expectativa é que em 2017 a promessa feita por Roberto Westenberger, então superintendente da Susep, durante do Congresso de Corretores, em 2015, de que a autarquia voltaria a emitir as identidades. A partir de julho, com a posse de Joaquim Mendanha de Ataídes como superintendente da Susep, veio também a promessa de que a decisão de voltar a emitir os documentos seria cumprida. No final do ano, a Susep lançou edital para contratar a empresa responsável pela confecção dos documentos.

PIS/Cofins

A Receita Federal excluiu as empresas corretoras de seguros da lista de empresas sujeitas ao regime de apuração cumulativa para recolhimento de PIS/Cofins. O Sincor-ES participou ativamente desta luta em prol da categoria juntamente com a Fenacor e outros sindicatos de corretores de todo o Brasil. No mês de março, o Sincor-ES encaminhou aos corretores de seguros um informativo contendo as disposições gerais sobre o pagamento do PIS/Cofins.

10

www.sincor-es.com.br

.

facebook.com/sincores

.

twitter.com/sincores

Créditos Previdenciários

O Sincor-ES estabeleceu uma parceria com a Oliveira & Carvalho, especializada em recuperação de créditos previdenciários de empresas corretoras de seguros. No dia 27 de julho, o consultor Bruno Salgado fez uma palestra na sede do sindicato para corretores associados. A partir da análise das folhas de pagamentos dos últimos cinco anos, a Oliveira & Carvalho faz uma análise e verifica a possibilidade de recuperação dos créditos pagos a mais no período.


Retrospectiva 2016

Atuação em defesa do mercado de seguros e dos corretores O ano de 2016 foi de luta do sindicato em várias frentes em defesa da categoria dos corretores de seguros e também pelo cumprimento das leis que regulam o mercado. A atuação do sindicato ocorreu em várias frentes, seja tomando medidas diretas contra a ação das chamadas seguradoras piratas ou apoiando as iniciativas de outras instituições do setor. Confira! Imposto Sindical

O presidente José Romulo da Silva reiterou durante todo o ano a necessidade de que os corretores de seguros quitassem os valores referentes ao Imposto Sindical, devido por lei por todos os trabalhadores brasileiros. Muitos profissionais deixaram de pagar o tributo a partir do momento em que a Susep deixou de exigir a quitação dos boletos durante o processo de recadastramento. A luta do Sincor-ES deve continuar em 2017, uma vez que começamos o ano sem que haja definições sobre as medidas que a Susep irá tomar para fazer cumprir a lei.

Atualização cadastral

Durante todo o Sincor-ES alertou o corretores de seguros sobre a exigência legal de manter seus dados cadastrais (pessoa física ou jurídica) atualizados junto à Susep. Ele lembrou que as multas para quem descumpre a medida são pesadas, podendo chegar a R$ 100 mil.

Seguradoras piratas

O Sincor-ES deu continuidade em 2016 ao trabalho, já realizado nos anos anteriores, de oferecer denúncias contra as associações e cooperativas que comercializam produtos com características de seguros. Junto com as denúncias, o presidente José Romulo também dedicou tempo e esforços para cobrar da Superintendência de Seguros Privados (Susep) medidas eficazes contra as ilegalidades do mercado. Um dos principais questionamentos do Sincor-ES é sobre os motivos pelos quais a Susep não se posiciona diante das denúncias e permite às associações piratas agirem livremente.

Mudanças na Susep

A posse do corretor de seguros Joaquim Mendanha de Ataídes como superintendente da Susep, em julho de 2016, deixou o presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, mais esperançoso quanto à melhora nas relações entre a autarquia e os corretores de seguros. O novo superintendente assumiu o cargo em julho. José Romulo acredita que, em 2017, haverá mais espaço de diálogo com a categoria e mais interesse da Susep em atender às demandas dos corretores de seguros.

Esclarecimentos

No mês de março, o Sincor-ES encaminhou correspondência ao presidente do Sincor-DF, Dorival Alves de Souza, esclarecendo as ações tomadas contra as seguradoras piratas e que poderiam ser tomadas também por aquele sindicato, caso assim o desejasse. O presidente José Romulo da Silva falou sobre o encerramento das atividades de piratas, sobre o material relativo às denúncias (disponível para os colegas), sobre a omissão da Susep e sobre o caso específico do Espírito Santo.

Patrocínio

O Sincor-ES juntamente com a Mapfre Seguradora, foi um dos co-patrocinadores da equipe de militares da 2ª Companhia do Corpo de Bombeiros (Aracruz) em sua participação no World Rescue Challenge, realizado de 19 a 23 de outubro, em Curitiba (PR). No total, 38 países participaram da competição e os capixabas foram selecionados para compor a equipe brasileira.

Seminário

Nos dias 19 e 20 de setembro, o Sincor-ES participou do 1º Seminário de Combate à Violência de Trânsito, patrocinado pelo DER. O funcionário do sindicato, Ronaldo Fagundes, levou para os presentes informações sobre o Seguro DPVAT e o atendimento gratuito prestado pelo Sincor-ES às vítimas de acidentes e seus beneficiários.

Vacinas

O Sincor-ES ofereceu a vacina contra o vírus H1N1 para todos os seus funcionários e seus filhos menores de cinco anos. As vacinas foram aplicadas no Centro de Vacinação, na Praia do Canto. A iniciativa do sindicato ocorreu após verificar que a campanha promovida pelo Governo Federal não contemplava o corpo de funcionários da instituição.

Revista Sincor-ES

.

JANEIRO 2017

11


Retrospectiva 2016

Palestras mensais A programação mensal de palestras realizadas pelo CVG-ES em parceria com o Sincor-ES e patrocínio da Escola Nacional de Seguros levou aos corretores de seguros capixabas a discussão sobre diversos temas, abordados por especialistas. Os encontros ocorreram no Hotel Bristol, na Praia de Camburi, sempre antecedidos de almoço. de março “O 8 de8 março – “O–que que querem as muquerem as mulheres”, lheres”, com Andrescom Andressa Pugliesa Pugliesi.em Palestra si. Palestra homeem homenagem ao nagem ao Dia InterDia Internacional da nacional da Mulher. Mulher. A palestrante A palestrante falou falou felisobre sobre amor,amor, felicidacidade, trabalho, bede, trabalho, beleza leza e sonhos. Cine sonhos. Cinquenta quenta e duas mulheres participaram do encontro. e duas mulheres participaram do encontro. 12 de abril “Comovender vender e 12 de abril – –“Como encantar seu cliente”, com Bernardo Wolack. O consultor fala sobre situações em que o corretor é obrigado a tomar decisões e apresenta uma série de sugestões para causar uma boa impressão no cliente e fazer ótimas vendas. vendas. 10 maio de maio – “Crise? Vencendo a inércia com criatividade”, com 10 de – “Crise? Que Que crise?crise? Vencendo a inércia com criatividade”, com FerFernando Antonio Lima Menezes. apresentou panorama mercado nando Antonio dede Lima Menezes. EleEle apresentou umum panorama dodo mercado ee falou sobre a a importância importância de defazer fazeruma umaanálise análisedos dossegmentos segmentos promissores e focar promissores e focar na identificação identificação dos dos problemas, problemas, na nacontextualização contextualizaçãodo docenário cenárioeenana análise dos análise dos fatores de de interferência. interferência. 14 de junho – “Técnicas Vendas”, com Afonso Celso Lupinacci. professor 14 de junho – “Técnicas de de Vendas”, com Afonso Celso Lupinacci. OO professor destacou que o o corretor corretor precisa precisaestar estaronde ondeoocliente clientepossa possaencontrá-lo encontrá-loe e que, em que, em tempos de crise, crise, éé preciso precisoencontrar encontrarnovas novasformas formasde defazer fazernegócios. negócios. 13setembro de setembro – “Educação Financeira: planejando hoje, amanhã e depois”, 13 de – “Educação Financeira: planejando hoje, amanhã e depois”, com com André Sá, instigou que instigou os presentes a pensar sobre riquezas e dinheiro. André Sá, que os presentes a pensar sobre riquezas e dinheiro. ParaPara ele, ele, o o caminho inicial para um bom planejamento financeiro projetar um período caminho inicial para um bom planejamento financeiro éé projetar um período dede pelo menos menos 10 10 anos. anos. 18 outubro de outubro – “Os Cs da venda seguros pessoais”, com Renato Gonçalves. 18 de – “Os 6 Cs6 da venda de de seguros pessoais”, com Renato Gonçalves. Ele abordou um um método método de de vendas vendasque queleva levaem emconsideração consideraçãoas asespecificidades especificidadesdo do cliente em relação ao produto a ser oferecido. 8 de novembro – “O mercado de seguros em 2010 e as 4 megatendências”, com Guilherme Contrucci. O consultor levantou pontos de interesse para os corretores de seguros em tempos de mudanças rápidas e profundas em todos os segmentos da sociedade.

Cursos oferecidos pelo Sincor-ES e CVG-ES Além das palestras mensais, o Sincor-ES realiza junto com o CVG-ES cursos de curta duração para os associados ao sindicato e funcionários das mantenedoras. No mês de abril, foi oferecido o curso de Excel Avançado, com duração de quatro semanas e que foi ministrado pelo professor Mário Lúcio Bueno. Foram 17 inscritos e aulas foram ministradas no Auditório Pedro de Paula Pinto, na sede do Sincor-ES.

12

www.sincor-es.com.br

.

facebook.com/sincores

.

twitter.com/sincores

Futebol para os garotos A MDI Corretora de Seguros, cujos sócios são Marcelo e Daniela Portella, levou os meninos da Casa Lar Walter Barcelos para assistir a uma partida de futebol do Campeonato Brasileiro, no Estádio Kleber Andrade, no dia 9 de julho de 2016.

Pottencial Seguradora

Os executivos da Pottencial Seguradora Carlos Ferreira Quick (diretor Comercial), Eduardo Fontes (gerente Regional RJ/ES) e Tom Silva (Comercial ES) participaram, no dia 8 de novembro, da reunião mensal da Diretoria do Sincor-ES, para falar sobre as mudanças ocorridas na forma de comercialização de seus produtos no Espírito Santo. A reunião também serviu para apresentação dos produtos e para o compromisso de atuação em parceria com os corretores de seguros.

Sede da FESTP

O Sincor-ES foi uma das sedes teóricas do Seminário de Formação e Reciclagem de Árbitros (FESTP), evento realizado nos dias 26 e 27 de novembro e que contou com a participação da Confederação Brasileira de Tiro Prático.


Artigo

Previdência complementar ou Seguro de Vida. O que contratar? * Por Dilmo Bantim Moreira

Na busca de proteção à desequilíbrios financeiros que podem afetar nossas vidas, muitos tem-se deparado com esses instrumentos e com muitas dúvidas sobre qual tem o maior potencial de trazer segurança e estabilidade. Como regra geral, quanto menor a idade da pessoa, mais barato será a contratação de qualquer dos dois produtos. No caso do seguro de vida esse fator está conectado com a idade da pessoa, pois como sua expectativa de morte é menor, o custo segue nessa proporção. Outro aspecto importante para se considerar no do seguro de vida é de que o capital segurado necessário à segurança pessoal e/ou da família deve ser maior no principio, quando se tem pouco patrimônio e/ou há (mais) pessoas dependendo economicamente do segurado, tendo em vista o valor necessário à garantia de segurança para educação e manutenção dos dependentes até que se tornem autossuficientes. À medida que essa dependência se reduza, pode-se diminuir progressivamente o capital segurado, para que este se adeque à necessidade de proteção de cada fase da vida. Em todo caso, o seguro de vida destina-se à proteção contra riscos que abrangem situações extremas como por exemplo a morte, invalidez, incapacidade temporária e até mesmo a perda de emprego, sendo aplicável a pessoas de todas as idades. Destaque-se que no seguro de vida, o valor do capital segurado é liberado de forma total no caso da ocorrência de um risco coberto pelo segurado que determine esse tipo de indenização (como morte ou invalidez total), independentemente da quantidade de parcelas de prêmio pagas. Nos planos de previdência com-

plementar (ou previdência privada) o participante do plano escolhe o valor dos aportes que deseja realizar. O valor da aposentadoria será o resultado do montante acumulado e capitalizado das contribuições realizadas. Para o plano de previdência (conhecidos genericamente como PGBL e VGBL), quando se trata de pessoa jovem e com muitos anos faltando ainda para se aposentar, o valor a pagar para atingir o montante necessário a esse fim pode ser diluído em uma quantidade maior de parcelas, tornando cada uma delas menor. No caso de um indivíduo mais idoso, o qual por estar mais próxima a idade de aposentar dispõe de menos tempo para atingir o mesmo montante, acontece exatamente o oposto. As formas de acessar o benefício a ser pago pela previdência complementar são o resgate (restituição do montante acumulado na provisão matemática de benefícios a conceder constituída); o pecúlio (pagamento único por morte ou invalidez); a pensão (pagamento parcelado por morte ou invalidez) e; a renda (pagamento em parcelas) de forma temporária o vitalícia. De toda forma, previdência complementar e seguro de vida são caminhos diferentes para conseguir o mesmo objetivo: a segurança financeira para o futuro! Nota-se que são instrumentos bem diferentes, mas não concorrentes. De fato, ambos poder ser combinados de forma a gerar um escudo financeiro bastante eficiente e garantir muita tranquilidade, ou seja, imaginando uma pessoa que iniciou cedo a utilização dessa proteção conjunta, poderá começar com um alto capital segurado de vida e um baixo valor de parcela para a acumulação da previdência, no final das contas, pagando pouco por ambos. Recentemente um novo produto,

que combina elementos de seguro de vida e previdência complementar vem ganhando a atenção de todos. Conhecido como Universal Life, esse novo tipo de proteção financeira está prestes a ser regulamentado pela Susep. Ele combina a acumulação da previdência (similar ao VGBL/PGBL) com o seguro de vida, mas deverá ser capaz de grande flexibilidade para criar diferentes planos de coberturas a variados e também ser resgatável, inclusive durante o período de constituição de reservas (de benefícios a conceder). A idéia é de que ele possa atender à variadas necessidades durante a vida das pessoas, podendo as reservas constituídas destinarem-se, por exemplo, ao pagamento de despesas com educação, saúde ou como recurso para a aposentadoria. Como se pode verificar, há disponibilidade atual para contratação de produtos capazes de levar mais segurança às pessoas e também às famílias. E o mercado continua a desenvolver opções para atendimento de uma demanda crescente e sempre mais exigente.

Artigo publicado na Revista Segurador Brasil nº 128

Dilmo Bantim Moreira - Presidente do CVG/SP, Diretor de Relacionamento com o segmento de Pessoas da ANSP

Revista Sincor-ES

.

JANEIRO 2017

13


Retrospectiva 2016

Homenagem às parceiras Um evento conjunto realizado pelo Sincor-ES e pelo CVG-ES, no dia 1º de dezembro, premiou as seguradoras parceiras do sindicato e que são mantenedoras do Clube. O encontro foi realizado no Auto

Center Bradesco Seguros, em Vitória, tendo início às 18h com recepção aos convidados. Após a entrega das homenagens, que começou às 18h30, foi oferecido um churrasco de confraternização aos convidados.

Novos representantes Os novos representantes das instituições representativas do mercado de seguros tomaram posse durante o XXI Encontro de Líderes do Mercado Segurador, realizado em fevereiro, na Bahia.

Quem tomou posse CNseg – Marcio Coriolano Fenseg – João Francisco B. da Costa Fenasaúde – Solange Beatriz P. Mendes Fenacap – Marcos Antonio da S. Barros

Reunião com café da manhã

Todas as reuniões da diretoria do CVG-ES passaram a ser patrocinadas por um dos mantenedores, que ofereceram café da manhã em sua própria sede ou em local previamente estabelecido. Atualmente, o CVG-ES é presidido por Antônio Santa Catarina e as reuniões são mensais.

Confraternização de alunos

O encerramento do módulo de Capitalização do Curso de Formação de Corretores de Seguros foi marcado por uma confraternização que reuniu alunos e professores, no dia 18 de abril de 2016. O curso é oferecido em Vitória pela Escola Nacional de Seguros em parceria com o Sincor-ES.

Paella solidária

O Sincor-ES e o CVG-ES participaram de mais uma edição da tradicional Paella Solidária realizada na Casa Lar Walter Barcellos, em Vila Velha. O sindicato colaborou com a instalação no local de uma cama elástica que fez a alegria da gurizada. Prestigiaram o evento Ricardo Luis Costa (Bradesco Seguros), Luiz Amaury Gontijo (diretor do Sincor-ES) , Antonio Santa Catarina (presidente do CVG-ES), Carlos Eduardo Maia Queiroz (Tokio Marine Seguradora), Edgar Loss (Dekra) e Joaquim Cunha (diretor do CVG-ES).

14

www.sincor-es.com.br

.

facebook.com/sincores

.

twitter.com/sincores

Mudança na Bradesco Seguros Começou o ano de 2017 e recebemos, notícias de mudanças na Bradesco Seguros, a primeira é que o amigo Leonardo Pereira de Freitas, assume o cargo de Diretor Comercial Nível Brasil. A outra, é a ida do nosso amigo, Ricardo Luis Costa, para o estado de São Paulo, ele assumirá a superintendência da Bradesco Seguros na cidade de Campinas.


Retrospectiva 2016

Participação nas comemorações e lançamento de campanhas

Banestes Seguros - A Banestes Seguros completou 45 anos de atividades no dia 8 de março, apresentando números que apontaram para um crescimento de 12,3% no lucro líquido e de 13,6% no patrimônio líquido em 2015. A data foi marcada por uma solenidade em que participaram corretores de seguros e o presidente do Sincor-ES. Porto Seguro - A Porto Seguro lançou, no dia 27 de abril, a Campanha Conquistadores 2016, que distribui premiações trimestrais aos corretores mais bem pontuados. O lançamento foi no Hotel Senac Ilha do Boi. Centauro-ON - Lançou a campanha Performance Premiada, com o objetivo de incentivar a comercialização de novas apólices e reconhecer corretores de seguros focados nos produtos da seguradora. Mapfre Seguros - A Mapfre Saúde passou a oferecer assistência odontológica, com a criação da Mapfre Odonto, a partir da aquisição da carteira de clientes da operadora de planos odontológicos Sorriso. A entrada no segmento fez parte da estratégia da empresa em oferecer serviços completos e integrados em saúde. SulAmérica Seguros - No dia 9 de dezembro, a sucursal Vitória da SulAmérica Seguros promoveu a 2ª rodada do PRA Super Campeões, promoção exclusiva para corretores de seguros que mantêm negócios com a seguradora. Naquela oportunidade, os convidados puderam concorrer a diversos prêmios.

Despedida O Sincor-ES fez uma homenagem ao gerente da filial Vitória da Porto Seguro Seguradora, Marcos Antonio Silva, durante a festa de final de ano, com a entrega de uma placa. O motivo foi a promoção do executivo que deixa Vitória, após 21 anos, para se fixar em São Paulo, onde irá assumir a Diretoria para as regiões Norte/ Nordeste.

Desafios

Em 2016, alguns segmentos do seguro mereceram destaque e devem continuar em alta nesse ano. Para o presidente do Sincor-ES, José Romulo da Silva, os corretores de seguros terão que estar atentos às oportunidades do mercado e também buscar se qualificar para atender às demandas que surgirem. Ele destaca que o seguro popular para automóveis é um segmento que irá se desenvolver fortemente e significar uma oportunidade de ampliar a carteira. Os seguros de pessoas e os plano de previdência complementar são outros segmentos em que se deve apostar. Nesse caso, a qualificação é a porta de entrada, já que são seguros que exigem conhecimento e atendimento diferenciado aos clientes. Outro destaque apontado por José Romulo diz respeito aos seguros ambientais, que ocuparam a pauta a partir do desastre ocorrido na cidade mineira de Mariana.

Reportagem

O Sincor-ES esteve atento ás reportagens locais e nacionais que trataram do mercado de seguros, de forma a corrigir possíveis equívocos nas apurações. Um desses casos foi uma reportagem veiculada no Bom Dia Brasil, em que tratou do seguro popular de automóvel. O assunto, na opinião do presidente José Romulo, merecia e continua merecendo destaque. O erro ocorre quando a reportagem coloca como exemplo um consumidor que adquiriu não um seguro mas uma proteção veicular em uma cooperativa. “Para piorar a situação, a resposta do programa jornalístico diz ter recebido a informação da Susep de que a venda do produto e o rateio pela cooperativa não apresenta irregularidade”, lamentou Romulo.

Revista Sincor-ES

.

JANEIRO 2017

15


Retrospectiva 2016

Eventos das parceiras MetLife Seguradora – Ofereceu, no dia 19 de julho, um café da manhã para lançamento da Campanha Liga MetLife, que estimula as vendas por meio da troca de pontos por prêmios e participação no sorteio de uma viagem a Nova Iorque. O encontro ocorreu no Hotel Confort Suites Vitória e contou com a presença da diretora Comercial da seguradora, Denise Carvalho, da gerente da sucursal Vitória, Josmara Campos, e da gerente comercial do PASI, Beatriz Abadia. Azul Seguros – Promoveu, no dia 19 de julho, o lançamento do produto Azul Auto Leve, mais fácil de ser comercializado pois atende a clientes que desejam segurar veículos usados. O encontro ocorreu no Hotel Confort Suites Vitória e foi conduzido pelo gerente da Sucursal Vitória Marcos Antonio da Silva. Sompo Seguros – Os executivos da Sompo Seguros fizeram uma apresentação da companhia para corretores de seguros, no dia 11 de agosto, no Auditório Pedro de Paula Pinto, na sede do Sincor-ES. Eles destacaram os produtos disponíveis para comercialização e a importância do trabalho dos corretores de seguros nesse trabalho. A apresentação foi precedida de um café da manhã oferecido pela seguradora. Mapfre Seguros – realizou uma palestra voltada para o segmento do Seguro Condomínio, no dia 13 de setembro, no Auditório Pedro de Paula Pinto. O palestrante foi o técnico da seguradora Wellington Carlos, que falou sobre o potencial do mercado e as características desse tipo de produto. SulAmérica Seguros – Com o slogan “Um novo produto está chegando”, a seguradora apresentou, no dia 14 de agosto, o Seguro Auto Compacto, um tipo de seguro de automóvel na medida. No dia 9 de dezembro, foi a vez da 2ª rodada do PRA Super Campeões, promoção exclusiva para corretores de seguros que mantêm negócios com a seguradora. O evento ocorreu no Restaurante do Hotel Confort Suites, localizado na Praia do Canto, em Vitória-Capital. Banestes Seguros – A convite da Banestes Seguros, o presidente do Sincor-ES participou de um café da manhã seguido de palestra do diretor Operacional da seguradora, Fernando Rodrigues de Azevedo, com o tema “Relacionamento e negócios com os profissionais da área”. O encontro ocorreu no Hotel Senac Ilha do Boi, em Vitória, no dia 23 de novembro, com início às 8h30. Na oportunidade, foi apresentado o novo modelo de transmissão on line de propostas de Seguro Auto. HDI Seguros – A HDI Seguros realizou, no dia 20 de setembro, o BP Móvel em Cachoeiro de Itapemirim, evento voltado para clientes da seguradora e os parceiros corretores de seguros da Região Sul. O evento contou com uma VAN equipada com escritório adaptado e o objetivo foi oferecer atendimento a seguradores e terceiros envolvidos em acidentes.

16

www.sincor-es.com.br

.

facebook.com/sincores

.

twitter.com/sincores

Encerramento

A Chubb e a ACE fecharam suas representações físicas no Espírito Santo em 2016. De acordo com comunicado enviado ao presidente José Romulo da Silva, as duas seguradoras passaram a atender pela representação local, LBS Union.

Encerramento 2

A SulAmérica encerrou, no início do ano, a parceria com a Plataforma Salus que atuava no Espírito Santo. Isso acarretou o encerramento das parcerias com 102 corretores de seguros que atuavam por meio da plataforma com a seguradora.

XVII Conec

Uma caravana formada por corretores de seguros e executivos de seguradoras foi formada no Espírito Santo para participar da XVII edição do Congresso dos Corretores de Seguros (Conec), realizado de 6 a 8 de outubro, na cidade de São Paulo. O evento é considerado o maior do mercado de seguros e reuniu mais de 5 mil pessoas. O tema do evento foi: “Aprender, empreender e ser – corretor, o caminho seguro da distribuição”.

Piratas

No mês de março, o presidente José Romulo da Silva encaminhou correspondência ao presidente do Sincor-DF, Dorival Alves de Souza, prestando esclarecimentos sobre as ações tomadas no Espírito Santo contra as “seguradoras-pirata”. José Romulo produziu um relatório com as principais ações adotadas no Estado e também colocou todo o material organizado pelo sindicato – denúncias, cartas, relatórios e outros – à disposição do Sincor-DF. Diante do questionamento sobre o melhor caminho a tomar para lutar contra as seguradoras-piratas, José Romulo não teve dúvida: esqueça a Susep e concentre suas forças nos ministérios públicos (estadual e federal) e nas delegacias do consumidor e polícia federal.


Retrospectiva 2016

A prosa é sobre relacionamentos Na edição de fevereiro a Revista Sincor-ES passou a veicular a seção Entrelinhas, assinada pela jornalista Marcilene Forechi. No espaço, ela fala sobre comunicação, relacionamentos profissionais, gestão do tempo, mídias sociais e muitos outros assuntos que podem interessar a profissionais, sejam corretores de seguros ou não. Para 2017, a jornalista adianta que fará algumas mudanças na coluna. “Serão veiculados textos menores e haverá um espaço para

pequenas dicas sobre vendas, comportamento e redação de negócios”. Marcilene Forechi é responsável pela edição da Revista Sincor-ES, sendo colaboradora do sindicato há mais de 10 anos. Junto com o Sincor-ES, a Escola Nacional de Seguros e o CVG-ES ministrou cursos e palestras para corretores de seguros e atuou como professora no Programa Amigo do Seguro e no curso de pós-Graduação de Gestão de Seguros. Atualmente, ela cursa

Por Marcilene Forechi* doutorado na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e presta consultoria e oferece treinamentos para empresas e profissionais que desejam escrever e se relacionar melhor. Nesta edição que faz uma retrospectiva de 2016, a jornalista publica uma crônica que nos leva a pensar nos pequenos acontecimentos que nos brindam todos os dias e que passam, não deixando rastros ou lembranças se não forem registrados.

De prosas, cafés e experiências*

Foram apenas dois dias em Vitória. O suficiente para resolver algumas pendências deixadas para trás quando decidi que viria morar no Rio Grande do Sul, há pouco mais de dois anos. Assuntos resolvidos, é chegada a hora de voltar. Andrea me pegou em Laranjeiras, às 15h. Teríamos tempo para um café e uma prosa rápida antes que ela me deixasse no aeroporto para o embarque às 17h. Tomamos café em uma padaria no bairro mesmo, comemos um pedaço de torta de banana. O tempo passou rápido, muito rápido. Lamentamos o fato de não morarmos mais perto, de não trabalharmos mais na mesma universidade, de não podermos mais almoçar juntas no meio da semana

ou tomar café no supermercado, enquanto comprávamos “coisinhas” saudáveis para comer no intervalo das aulas. Já no aeroporto, penso que há algo de especial em um encontro rápido e inadiável com uma amiga de longa data para um café que mal dá para começar a pauta de assuntos a serem tratados. E eles vão sendo inventados e abreviados para caber nos trinta minutos tirânicos que nos são concedidos antes do embarque. O início das aulas no programa de Educação no Campo (onde ela é professora), minha casa nova (que começo a construir), a namorada do meu filho mais novo, a ida do filho dela para São Paulo ou São Luis, a viagem que ela fez a Ouro Preto, o presente que ganhou do namorado-marido, o

meu doutorado, os cachorros, os gatos, os livros que lemos, os que não lemos, aquele do Dalai Lama que emprestei pra ela e nunca foi devolvido... Sozinha na sala de embarque, percebo que o voo está atrasado. Navego na internet e olho insistentemente o painel com a programação de partidas... É como se, ao olhar para aquela tela, eu pudesse fazer com que o número do meu voo aparecesse repentinamente com a frase mágica e esperada: “embarque imediato”. A lanchonete está vazia, me aproximo, peço um café e sento em uma banqueta no balcão. A garçonete – uma moça bem jovem – sorri, simpática Falo qualquer coisa sobre o tempo e ela começa a me contar uma história sobre um temporal que presenciou ali no aeroporto... Suspeito que a moça também associe café a prosa. Que assim seja! * Produzido em 23 de agosto de 2016, num voo entre Vitória (ES) e Porto Alegre (RS).

* Jornalista, mestre em educação e doutoranda em Educação na UFRGS. Produz conteúdo e presta consultoria na elaboração e desenvolvimento de projetos de comunicação e educação corporativa. Atua como facilitadora em cursos e treinamentos em comunicação organizacional, relacionamentos interpessoais, redação empresarial e mídias sociais. marcileneforechi@terra.com.br

Revista Sincor-ES

.

JANEIRO 2017

17


Social

Palestra de corretor empreendedor O corretor de seguros Eduardo Bolsanelli Araújo, neto e filho de profissionais da área, proferiu palestra na Universidade Presbiteriana Mackenzie de São Paulo, Campus Higienópolis, no dia 11 de março de 2016. Ele foi convidado por um professor da disciplina “Princípios

de Empreendedorismo. Eduardo falou sobre “Experiência Empreendedora”. Os Corretores de Seguros do Espírito Santo e a Diretoria do Sindicato sentem-se orgulhosos de nosso colega Dudú, assim chamado na intimidade, que engrandece a categoria como um todo.

Por Boris Narjack

Fofura da família Antonella Sanz nasceu em 30 de maio de 2016. Ela é filha de Marcus Soares Cardoso e Manoella Sanz Cardoso da MSC Corretora de Seguros. A menina é neta de Ralph Cardoso e Heloisa Cardoso da Perspectiva Corretora de Seguros.

MetLife e PASI no Sincor-ES Para estreitar os laços de amizade e a parceria existente com a MetLife Seguradora e o PASI, o presidente do Sincor-ES recebeu, no dia 14 de dezembro, a gerente da seguradora no ES, Josmara Campos e a gerente comercial do PASI, Beatriz Abadia. Na ocasião, esteve presente o presidente do CVG-ES, Antonio Santa Catarina, e o diretor do Sincor-ES Renato Silva Bittencourt.

Cidadão Vitoriense

No dia 24 de novembro, o diretor do Sincor-ES Nicolau Marino Calabrez recebeu, das mãos do vereador Luizinho o diploma de Cidadão Vitoriense. A solenidade aconteceu na Câmara de Vereadores da cidade de Vitória.

Visita da Centauro-ON

A vice-presidente da Centauro-ON, Ana Carolina, visitou o presidente do Sincor-ES, no dia 16 de dezembro, acompanhada do corretor de seguros Marcosuelde Tosta de Vargas. José Romulo destaca a amizade que mantém com Ana Carolina (Carol) e o presidente da Seguradora Ricardo Iglésias. Além de conhecer as dependências do sindicato, a executiva tratou de negócios e participou da festa de encerramento de atividades 2016, da qual a Centauro-ON é uma das co-patrocinadoras.

18

www.sincor-es.com.br

.

facebook.com/sincores

.

twitter.com/sincores


Artigo jurídico

Responsabilidade legal do corretor de seguros

* Por Antonio Penteado Mendonça

A lei determina que o corretor de seguros é responsável pelos prejuízos que cause no exercício da profissão. A disposição encontra guarida no Decreto-Lei 73/66, na Lei dos Corretores de Seguros, no Código Civil e no Código de Desefa do Consumidor. Quer dizer, a matéria é pacífica: o corretor de seguros é responsável pelos prejuízos que causar no exercício da profissão. Isso posto, cumpre analisar qual a extensão desta responsabilidade. Se o corretor de seguros é ilimitadamente responsável pelos prejuizos que alguém venha a sofrer em função do contrato de seguros ou se há limites que balizam não só a possibilidade da responsabilização do corretor de seguros, mas também a abrangência desta resposabilidade. Para se enternder o quadro, é necessário a análise da conceituação legal do corretor de seguros. Quem ele é diante da lei. Esta definição está na Lei dos Corretores de Seguros e no Decreto -Lei 73/66 e reza: “O corretor de seguros, pessoa física ou jurídica, é o intermediário legalmente autorizado a angariar e promover contratos de seguros entre Sociedades Seguradoras e pessoas físicas ou jurídicas de direito privado” (Decreto-Lei 73/66 - Art. 122). Mas a lei vai além. Para o exercício da atividade, o corretor de seguros dever ser legalmente habilitado e registrado. A habilitação e o registro são feitos perante a Susep (Superintendência de Seguros Privados), nos moldes dadas disposições baixadas pelo CNSP (Conselho Nacional de Seguros Privados). Como se vê, não basta alguém desejar atuar como corretor de seguros. É fundamental o preenchimento de determinados requisitos legais, sem os quais estará havendo uma infração que descaracteriza a autação do profissional não registrado na Susep. Acontecendo a descaracterização, ou seja, não sendo a pessoa em tela um corretor de seguros habilitado, não há que se falar na aplicação de previsões legias atinentes, caso ela cause danos fingindo ser um corretor de seguros. Assim, nestes casos, devem ser aplicados outros dispositivos legais destinados a ressarcir os prejuízos causados e punir o falso corretor por prática indevida da profissão. Já no que tange ao corretor de seguros regularmente habilitado, é a lei quem dispõe que ele é o profissional auto-

rizado a angariar e promover contratos de seguros entre as seguradoras e os segurados. Ele é um intermediário, o que leva a conclusão que os prejuízos profissionais que ele pode causar, tanto ao segurado, como à seguradora, devem ser necessariamente decorrentes de sua atuação dentro deste limite. O corretor de seguros não pode ser responsabilizado por falhas da seguradora ou do segurado. Não cabe a ele o preenchimento de questionários de riscos ou, se o fizer, não cabe a ele garantir as informações dadas pelo segurado. Caso o faça está correndo o risco de ser responsabilizado pela seguradora, se estas informações se mostrarem incorretas e causam a ela algum tipo de prejuízo. Da mesma forma, o corretor não pode ser responsabilizado pelas falhas da seguradora. O corretor não pode responder pela não emissão de apólice ou pela negativa dos sinistros, nem pelos valor indenizados. Todas estas ações são privativas e de exlusiva responsabilidade da seguradora, não cabendo ao corretor interferir, exceto na defesa do segurado, mas sem poder obrigar a seguradora a cumprir o contrato. A responsabilidade do corretor é adstrita ao escopo da corretagem do seguro. Ele pode ser responsabilizado caso informe incorretamente o segurado ou a seguradora sobre fato importante para a contratação do seguro. Em caso de prejuízo, tanto um como outro pode exigir a reparação correspondente. Da mesma forma, ele pode responder por prejuízos resultantes do envio incorreto da documentação e da proposta do seguro para a seguradora. Como pode ser responsabilizado pelas informações incorretas que passar para o segurado sobre o seguro em contratação. Entre elas, os riscos excluídos, os bens não cobertos e as perdas de direito. Para que fique caracterízada a culpa é necessário que haja prova insofismável. Não basta o segurado alegar que sofreu um aprejuízo por falha profissional do corretor para fazer jus ao ressarcimento. É fundamental provar que houve a falha e o valor do prejuízo reclamado. Vale salientar que a responsabilidade objetiva, no caso, é de dificil aplicação. Artigo prublicado na “Tribuna do Direito”

Artigo publicado na Revista Segurador Brasil nº 128

Antonio Penteado Mendonça é sócio de Penteado Mendonça e Char Advocacia, secretário-geral da Academia Paulista de Letras, comentarista da Rádio Estadão e da Band News TV

Revista Sincor-ES

.

JANEIRO 2017

19


SE TEM

VIDA, TEM JEITO.

20

MAPFRE

Repara, a gente tá sempre tomando um baita susto. É um cabeça de vento que avança o sinal, algo mal feito no caminho ou uma confusão inesperada. Mas se tem MAPFRE Vida, tá resolvido: seguro de vida e acidentes para deixar você e sua família tranquilos.

Fale com o seu corretor e peça MAPFRE.

www.sincor-es.com.br

.

facebook.com/sincores

.

twitter.com/sincores

A Ouvidoria poderá ser acionada para atuar na defesa dos direitos dos consumidores, para prevenir, esclarecer e solucionar conflitos não atendidos pelos canais de atendimento habituais. Contato: 0800-775-1079 (horário comercial) ou pelo site www. mapfre.com.br; atendimento a pessoas com deficiência auditiva ou de fala: 0800-962-7373. SAC – Serviço de Atendimento ao Consumidor: 0800-884-8844; atendimento a pessoas com deficiência auditiva ou de fala: 0800-775-5045 (24 horas, sete dias por semana). MAPFRE Vida S.A. CNPJ 54.484.753/0001-49. Processos Susep nº 15414.004036/2008-33, 15414.004011/2008-30 e 15414.004162/2009-79. O registro destes planos na Susep não implica, por parte da autarquia, incentivo ou recomendação à sua comercialização. Consulte mais informações e as condições contratuais do seguro na íntegra em nosso site (www.mapfre.com.br).

www.mapfre.com.br

A seguradora global de confiança

Revista Sincor-ES nº 232 Janeiro 2017  

Retrospectiva 2016

Revista Sincor-ES nº 232 Janeiro 2017  

Retrospectiva 2016

Advertisement