Issuu on Google+

IMPRESSO

Informativo do Sindicato das Indústrias do Calçado e Vestuário de Birigüi

Ano I • Nº 04 • Agosto/2008 • www.sindicato.org.br

Vencedores do concurso visitam Morro do Diabo

Dia 26 de julho, os ganhadores do concurso de redação promovido pelo Sinbi, por meio de seu projeto ambiental EcoSinbi, participaram de um passeio educativo ao Parque Estadual Morro do Diabo, localizado no município de Teodoro Sampaio, região oeste do estado de São Paulo. Os vencedores da categoria de 12 a 16 anos foram Jaqueline dos Santos Leite, que é menor aprendiz da empresa Pé com Pé, e Adriele Aparecida Brito Barbosa, irmã do colaborador da empresa Columbus Com. e Serviços Ltda. (Correios), Jonas Antenor de Brito. Na categoria a partir dos 17 anos, os vencedores foram Mariângela Aparecida Pereira, que trabalha na Spell Calçados, e João Vitor Carvalho de Melo, menor aprendiz na empresa Pampili. Eles participaram do passeio e levaram um acompanhante na viagem. A equipe do Sinbi e o biólogo e colaborador do projeto EcoSinbi, Juliano Salomão, também acompanharam o passeio da turma. Para eles, a expe-

riência de ter conhecido o Morro do Diabo foi inesquecível. “Gostei muito de ter feito o passeio. Subir o morro, fazer as trilhas e ver os animais que vivem ali foi uma experiência muito especial”, afirmou Adriele. Para Jaqueline, o passeio foi um ótimo prêmio. “Eu não conhecia uma reserva ecológica e adorei visitar uma”, disse. João Vitor também curtiu muito a viagem e a oportunidade de ver de perto a natureza no Morro do Diabo. “Foi um dia muito especial, gostei de tudo”, contou. Já para Mariângela, conhecer o morro era uma vontade antiga. “Eu já havia passado pela região e tinha ouvido falar muito bem do morro, então sempre tive vontade de conhecer. O prêmio que o Sinbi nos deu me ajudou a conferir de perto o que eu sempre tive vontade de ver”. Durante todo o dia, o grupo foi acompanhado por um guia do parque e pelo biólogo Juliano. O grupo fez algumas trilhas do parque, para conhecer a vegetação na mata fechada.

Logo na chegada, conheceu o Centro de Visitantes e Museu Natural do parque, onde se encontram exemplares empalhados de animais como veados, onças, macacos, cobras e borboletas encontrados no parque. Após a visita ao museu, o grupo seguiu para as Trilhas Interpretativas da Perobeira e da Lagoa Verde. Segundo o guia do parque, o grupo foi o primeiro a percorrer a trilha Perobeira, que ainda está sendo aberta pela equipe da reserva. Depois de conhecer as trilhas, houve pausa para o almoço e, em seguida, a turma fez um passeio de barco pelo rio Paranapanema. Após o passeio, seguiram para a Trilha Interpretativa Morro do Diabo para conhecer as belezas da montanha. Por duas horas, percorreram 1.240 metros, subindo a uma altitude de 599 metros. A subida foi difícil, por causa do terreno íngreme e da grande quantidade de pedras, mas valeu a pena. A vista de cima do morro é maravilhosa, um privilégio que poucos têm.

Espécies do Morro do Diabo

O parque guarda algumas das maiores riquezas da natureza, inúmeras espécies de animais silvestres e de árvores. Confira algumas delas: • Maior população de mico-leão-preto da natureza • 59 espécies de mamíferos • Milhares de insetos • 53 espécies de répteis • 426 espécies de borboletas • 26 espécies de peixes de riachos interiores • 285 espécies de aves • 15 espécies de anfíbios


EcoSinbi apóia evento ambiental em Birigüi

Palestras levaram várias informações sobre meio ambiente

O EcoSinbi apoiou a realização do Curso de Voluntários Ambientais, promovido de 21 a 25 de julho pela 1ª Companhia da Polícia Ambiental de Birigüi, em parceria com a Prefeitura Municipal, a Nativa Ambiental e o Instituto Noroeste.

O evento teve o objetivo de formar parcerias para a preservação ambiental na comunidade. Durante a semana, foram proferidas palestras sobre ecologia e educação ambiental, sistema de proteção e desenvolvimento do meio ambiente, proteção à flora e à fauna silvestre e ictiológica (peixes), conceitos sobre o meio ambiente, siglas e legislação ambiental (resolução SMA nº 37 – 09DEZ05). Participaram do curso alunos do Instituto Noroeste, profissionais liberais e técnicos de segurança do trabalho das indústrias calçadistas de Birigüi. Adquirindo informações sobre o meio

ambiente e as formas de preservá-lo, as pessoas começam a agir na direção da natureza de forma mais consciente e passam a realizar ações pequenas, mas que podem fazer muita diferença. Para o diretor do Sinbi, Antenor Marques de Oliveira, apoiar a realização deste evento serviu para que a comunidade de Birigüi tomasse conhecimento do projeto ambiental do Sinbi. “Esta foi a primeira vez em que mostramos a cara do EcoSinbi para a comunidade. Isso é bom porque mostra a seriedade do trabalho do Sindicato e das empresas do setor calçadista de Birigüi”, afirmou.

Preservar as árvores é preservar a vida Dia 21 de setembro é comemorado o Dia da Árvore. A data foi criada para incentivar a preservação e o plantio de árvores e também marcar o início da Primavera. As árvores são muito importantes para a conservação da vida no planeta. Elas protegem o solo, produzem oxigênio,

mantém o ar puro e diminuem a poluição. Preservar as árvores também é preservar a vida das pessoas e animais. O Sinbi vai realizar uma campanha para incentivar a preservação e plantio de árvores em Birigüi. Fique atento para participar de mais uma ação do EcoSinbi.

FIQUE LIGADO, O SINBI VAI DIVULGAR EM BREVE SEU MAIS NOVO PROJETO PARA COMEMORAR O DIA DA ÁRVORE EM BIRIGÜI. NÃO PERCA!

7

ERROS

Divirta-se adivinhando os sete erros dos quadros acima e ajude a preservar a natureza.

Encontre no diagrama abaixo 12 animais que encontram-se em extinção

RESP.: Nuvem, vaso lado direito da casa, tronco da árvore, janela da casa, raio do sol, arbusto da esquerda, chaminé da casa.

Apoio:

Artemídia

RESP.: Anta, arara, boto, capivara, cotia, quati, onça, jacaré, tamanduá, tucano, jaguatirica, tatu.

JO GO D OS

Patrocínio:


ANO I | Nº 4 | Agosto 2008