Issuu on Google+

IMPRESSO

Informativo do Sindicato das Indústrias do Calçado e Vestuário de Birigui

Ano II • Nº 14 • Julho/2009 • www.sindicato.org.br

EcoSinbi apoia campanha de reciclagem do óleo A partir deste mês de julho, o EcoSinbi participa de uma grande campanha de reciclagem de óleo de cozinha usado. O trabalho acontece por meio de uma parceria entre o Sinbi, Amigão Supermercados e a empresa Óleo&Óleo, especialista na coleta, transporte e armazenamento de gorduras e óleos vegetais usados. O projeto acontece da seguinte maneira: o óleo usado pode ser trocado por óleo novo, basta levar aos postos de troca quatro litros (duas garrafas pet) de óleo sujo e retirar um frasco de 900 ml de óleo novo. Dessa forma, é possível retirar do meio ambiente o óleo, as garrafas pet e as sacolas plásticas onde as pessoas transportam os recipientes, três produtos altamente poluentes.

Para facilitar o armazenamento do óleo nas garrafas, o EcoSinbi distribui, este mês, junto com as cestas básicas, funis de plástico reciclado. Assim, os colaboradores das indústrias associadas ao Sinbi poderão participar da campanha também. Um dos postos de troca em Birigui é o supermercado Amigão, aonde o trabalhador já pode levar o óleo usado. Em breve, será possível também fazer a troca nos supermercados Amália e Passarelli. O óleo recolhido nesses postos é encaminhado para a Usina Brasbiodiesel, localizada na cidade de Lins, e as garrafas pet são reutilizadas em empresas de reciclagem de plástico. Reciclar o óleo de cozinha é importante porque depois de usado ele se

torna impróprio para o consumo humano e também porque, se despejado diretamente em pias e ralos, o óleo provoca entupimentos, atrai roedores e insetos, polui os rios e prejudica a vegetação e os animais.

Não esqueça de retirar seu funil.

Oficina de reciclagem artística O EcoSinbi continua trabalhando para disseminar o aprendizado sobre reciclagem e reaproveitamento de materiais descartados. Através do Instituto Pró-Criança e com apoio da Prefeitura de Birigui, as crianças do Projeto Guri tiveram a oportunidade de aprender a fazer papel reciclado e montar peças, como blocos de anotação com papéis que seriam jogados no lixo pelas empresas associadas ao Sinbi e parceiras do Instituto. Nos dias 7 e 8 de julho, 40 crianças aprenderam com o biólogo Márcio Soares a importância de reciclar e as formas de realizar essa prática que faz tão bem ao meio ambiente.


Klin faz coleta seletiva do lixo e contribui para a reciclagem A série De Bem com o Planeta mostra, nesta edição do EcoSinbi, o trabalho de coleta seletiva de lixo realizado pela Klin. Em todas as sete unidades da empresa foram instalados coletores de lixo para a separação de plástico, papel, vidro e metais. O lixo industrial gerado pela Klin que não pode ser reciclado é encaminhado ao aterro de Paulínia, por meio do CADRI coletivo disponibilizado pelo Sinbi. Os demais materiais são recolhidos e encaminhados para empresas especializadas em reciclagem. Esse trabalho acontece há cerca de 10 anos na Klin e já trouxe resultados muito positivos. “Em 2008, recolhemos mais de 41 mil quilos de sucata de plástico e cerca de 180 mil

quilos de sucata de papelão. O recurso g e ra d o p e l a venda desses materiais para as empresas de reciclagem é revertido para os colaboradores em datas especiais, como Dia dos Pais, Dia das Mães e Dia das Crianças”, ex- Trabalhadores foram conscientizados sobre a importância de plicou o técni- separar o lixo e reciclar outros materiais como sucata de co de segurança da Klin e responsável pela coleta cones de plástico, latas vazias, alumínio e cobre são encaminhados seletiva, Roberto Scamilia. Além do papelão e do plástico, para a reciclagem.

Sinbi faz palestra sobre destino correto do lixo O Sinbi realizou, no último dia 7 de julho, um evento para orientar os empresários associados sobre a importância de destinar corretamente o lixo gerado pelas indústrias e sobre a utilização do CADRI coletivo que o Sinbi disponibiliza.

O lixo das indústrias, quando jogado em lugares que não são apropriados, pode colocar em risco a saúde da população porque contamina os lençóis freáticos e o solo. Por isso, todos os trabalhadores das indústrias devem observar a forma como os ma-

teriais são descartados nas empresas e estimularem o uso do CADRI coletivo, que é um grande benefício à disposição das indústrias. Também durante a palestra, foram expostos os materiais que fazem parte da mostra EcoSinbi – Reciclagem Artística.

PASSATEMPO

Aprenda a preservar a natureza colorindo!

Apoio:

Patrocínio: (14) 2109-5304


ANO II | Nº 14 | Julho 2009