Page 1

12

IMPRESSO Informativo do Sindicato das Indústrias do Calçado e Vestuário de Birigüi

Ano II

Nº 15 • Julho 2004 • www.sindicato.org.br

Pesquisa vai permitir evolução do Arranjo Produtivo de Birigüi Os empresários calçadistas de Birigüi participam dia 31 de julho de pesquisa para elaboração do Plano de Ação do Arranjo Produtivo de Birigüi. O resultado da pesquisa vai apontar os caminhos para o desenvolvimento social e econômico do Pólo. A participação de todos os empresários do setor calçadista de Birigüi é muito importante para garantir o sucesso do processo. O método de pesquisa a ser utilizado é inédito no meio sindical. Página 2

Fiesp lança cooperativas oficialmente

Página 12

APOs são representados por Birigüi

Página 12

Especial FRANCAL2004

Um show de diversidade A 36ª edição da Francal – Feira Internacional de Calçados, Assessórios de Moda, Máquinas e Componentes foi a maior de todos os tempos. Os 42 mil metros quadrados de espaço disponível no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo, foram ocupados por muita criatividade e diversidade. A feira aconteceu de 13 a 16 de julho. Birigüi participou da Francal com 30 empresas.

Saiba sobre as novidades de Birigüi

Páginas 3 a 11


2

UNIÃO

Calçadistas respondem pesquisa no dia 31 Os empresários calçadistas de Birigüi participam de pesquisa para desenvolvimento do Plano de Ação do APL (Arranjo Produtivo Local) no dia 31 de julho (sábado). O Plano de Ação, a ser elaborado e validado por empresários, poder público e entidades representantes dos mais diversos setores da comunidade, vai nortear as atuações, concentrar esforços e gerar projetos com maior possibilidade de sucesso na busca do desenvolvimento social e econômico. Para isso, é importante a participação de todos. Os contatos com os empresários foram realizados pela empresa Acupoll, parceira do Sebrae-SP no diagnóstico para desenvolvimento do Plano de Ação do Pólo Calçadista. Caso algum empresário ainda não tenha confirmado presença, ela pode ser feita através do SINBI, pelo telefone 3649-8000. A pesquisa está marcada para o dia 31 de julho (sábado), na sede do SINBI. Às 9h será servido um café da manhã aos empresários. A pesquisa começa impreterivelmente às 10h. A Acupoll também vai sortear um notebook entre os empresários participantes. A gerente de recrutamento da Acupoll, Marisa Franco, ressalta a importância da participa-

Congresso

O SINBI representou Birigüi no Congresso da Indústria, realizado em São Paulo nos dias 1 e 2 de julho. No evento, estiveram presentes o governador Geraldo Alckmin, e os ministros Antônio Palocci e Luis Fernando Furlan, dirigentes sindicais e empresários da indústria para discutir os novos rumos para a indústria paulista.

Doação

ção de todos os empresários do Pólo Calçadista. “É fundamental a contribuição de todos para o sucesso do processo.” A metodologia de pesquisa que será utilizada é extremamente moderna, sendo a primeira vez que é utilizada no trabalho de organização de APL. O recurso é utilizado em pesquisas realizadas por multinacionais nos Estados Unidos e na Europa. O processo mantém as informações individuais em sigilo. A metodologia possibilita a consulta simultânea de 120 empreendedores do Pólo Calçadista, reunidos em um salão, cada um com um teclado numérico e um questionário estruturado em mãos. Com a união de forças em prol do Arranjo Produtivo de Birigüi, espera-se a melhoria da competitividade das empresas de maneira sustentável. A iniciativa vai beneficiar os empresários com ações focadas na gestão das empresas; no produto/processo e produtividade, inclusive com recursos financeiros do BNDES para aquisições cooperadas; e em ações de aumento na participação no mercado nacional e internacional. Trata-se de um momento de transformação das empresas e do Pólo.

O Pólo de Birigüi doou mil pares de sapato à campanha do agasalho do Estado de São Paulo. Atendendo ao pedido da primeira-dama do Estado, Maria Lúcia Alckmin, feito na XI Unctad (Conferência Internacional sobre Comércio e Desenvolvimento), realizada em junho no Anhembi, o presidente do SINBI, Samir Nakad, entregou os mil pares de sua própria fabricação, dia 6 de julho, no Palácio dos Bandeirantes.

Eventos

Dia 11 de agosto acontece no SINBI o 7º Fórum de Design de Materiais para Calçados e Assessórios, promovido pela Assintecal, às 19h, com a estilista Fanny Littman. Dia 12, também no SINBI, a Assintecal também realiza a 2ª Maratona Tecnológica para Calçados e Componentes, às 18h. A entrada é franca nos dois eventos. Mais informações pelo 3649-8000.

11

FIESP

Expediente

Cooperativas são lançadas oficialmente Diretoria 2003/2007 Samir Nakad Presidente José Roberto Colli 1º Vice-presidente Carlos Alberto Mestriner 2º Vice- presidente Jacir Inácio Migliorini 1º Secretário José Luis Fernandes 2º Secretário Antônio Liranço 1º Tesoureiro Luiz Antônio Michilin 2º Tesoureiro Antônio Ramos de Assumpção Diretor de Patrimônio Ubiraci Chaves de Oliveira Diretor Social Sérgio Gracia Diretor Social Wagner Aécio Polli Diretor-Administrativo Membros do Conselho Fiscal: Wilson José da Silva Antônio Carlos Candelária Denílson Eckstein Membros Suplentes do Conselho Fiscal: Valdir Lino Pulzato Anésio Sorato Sérgio Chagas Delegados na Federação : 1- Samir Nakad 2- Carlos Alberto Mestriner Suplente Delegado na Federação: José Luis Fernandes Rua Roberto Clark, 460 – Centro 16200-043 Birigüi – SP Fone: (18) 3649-8000 Fax: (18) 3649-8022 E-mail: sindicato@sindicato.org.br Projeto gráfico Pontual Propaganda Fone: (18) 3624-3366 Jornalista responsável Paulo Mantello – MTb 24.441 Impressão e fotolitos Efral – Editora Folha da Região Fone: (18) 3636-7777

A Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) lançou oficialmente o projeto-piloto de cooperativas de crédito no último dia 12. O evento contou com as presenças do presidente da Fiesp, Horácio Lafer Piva; do Banco Central, Henrique de Campos Meirelles; do diretor de normas e organização do sistema financeiro do BC, Sérgio Darcy da Silva Alves; além dos presidentes do Sicredi Serviços, Alcenor Pagnussat; e do Bansicredi, Ademar Schardong; e dos empresários Mario Bernardini e Cláudio Luiz Miquelin, diretores do Departamento de Competitividade e Tecnologia (Decomtec) da Fiesp/Ciesp. A iniciativa de criar cooperativas de crédito para financiar a produção de pequenas e médias empresas associadas ao Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) é inédita no país. O modelo adotado para a gestão das cooperativas segue a Resolução 3.140, de 27 de novembro de 2003, aprovada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). As mudanças na legislação promovidas pelo Banco Central autorizam a criação de cooperativas

Autoridades presentes no lançamento oficial das cooperativas

de crédito para grupos de empresas e indivíduos sem vínculo de atividade, desde que participem de empresas ligadas a um mesmo sindicato ou associação patronal, em atividade há pelo menos três anos. A Cooperativa de Crédito Mútuo dos Empresários do Setor Industrial Associados ao Ciesp da Alta Noroeste do Estado de São Paulo – Sicredi/Ciesp Alta Noroeste em Birigüi é uma das três primeiras que serão inauguradas brevemente. As outras duas são da Alta Mogiana (Sertãozinho e Ribeirão Preto) e do ABCD (Santo André,

São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul e Diadema). Birigüi esteve representada no evento pelo diretor regional do Fiesp/Ciesp e presidente do Conselho de Administração da Cooperativa, João Carlos Ferreira, o João Bilac; pelo presidente do SINBI, Samir Nakad; pelo assessor executivo do SINBI, Ernani Nei da Silva; e pelo empresário Carlos Alberto Mestriner. O lançamento oficial aconteceu no salão nobre do prédio da Fiesp, na avenida Paulista, em São Paulo.

Birigüi representa arranjos produtivos em assinatura de convênio entre Estado e BB Birigüi representou os 31 APOs (Arranjos Produtivos Organizados) do Estado de São Paulo em assinatura de convênio firmado entre o Banco do Brasil e o governo estadual, através da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Desenvolvimento Econômico e Turismo, dia 12, no Palácio dos Bandeirantes. O convênio firmado beneficia as empresas localizadas nos APOs com incentivos e acesso a linhas de financiamento para micro, pequenas e médias empresas. Na cerimônia, estiveram presentes o governador do Estado, Geraldo Alckmin; o secretário de Ciência, Tecnologia, Desenvolvimento Econômico e Turismo, João Carlos de Souza Meirelles; o presidente do Banco do Brasil, Cássio Casseb; o superintendente nacional do Banco do Brasil, Hilton Campos; o presidente do SINBI, Samir Nakad; o assessor executivo do SINBI, Ernani Nei da Silva; e o gerente de contas da agência do Banco do Brasil em Birigüi, Marcelo Andreassa, entre outros convidados. O convênio atende a pedidos dos empresários dos arranjos produtivos por acesso facilitado a linhas de crédito mais baratas e oferece taxas reduzidas dentro das linhas comerciais do Banco do Brasil. Visa a manutenção e a geração de empregos, além de incentivar a exportação. O presidente do SINBI, Samir Nakad, falou em nome do APO de Birigui. Segundo o assessor especial da Secretaria de Desen-

Alckmin discursa durante cerimônia de assinatura do convênio

volvimento Econômico e responsável pelos arranjos calçadistas, José Zeno Fontana, o arranjo de Birigüi é muito expressivo e por isso foi escolhido para representar os demais do Estado. Para o governador Geraldo Alckmin, a assinatura do protocolo vai impulsionar o empreendedorismo no estado, gerar mais postos de trabalho e renda e fortalecer as exportações de São Paulo. “O dia 12 de julho pode ser considerado o dia do emprego.” Para o gerente do Banco do Brasil em Birigüi, Marcelo Andreassa, a iniciativa do governo e do banco é muito louvável. “Essa iniciativa dá condições de produzir e gerar empregos.”


10

 Mizuminho

As linhas de calçados foram reformuladas e os produtos reestruturados. A empresa investiu em novas linhas de tênis, sandálias e papetes do número 15 até o 36. Este é o segundo ano que a Mizuminho expõe na Francal.

Francal 2004 bate recorde de visitação

 Ortopasso

A Ortopasso levou para a Francal 11 linhas de verão do número 16 a 37, produtos específicos do Spider-man, e a linha aberta de Verão.

 Pé com pé

A empresa lançou vários produtos: tênis alto verão com cores atualizadas e sandálias infantis em cores pastéis. Linha com saltos, plataformas, brilhos, apliques dentro das tendências atuais, linhas com brindes. O estande também inovou: mais iluminado, mudando a aparência infantil que tinha nos outros anos.

 Pampili

A Coleção Primavera/Verão da Pampili tem 25 linhas que são inspiradas nas Pampiletes. As Pampiletes são três personagens que usam os produtos Pampili. Três linhas da coleção trazem as características de cada personagem: Mary Happy, Nina Sport e Julie Dance. Toda a coleção tem quatro temas diferentes: Tempero de Verão, Frutas Tropicais, Algodão Doce e Volta ao Mundo. A coleção é voltada para o dia-a-dia e passeio das meninas.

 Poli

A Coleção Primavera/Verão da Poli tem 17 linhas nas numerações 18 a 37. Os materiais utilizados são couro, camurça e sintético. Os tênis e sandálias estão bem coloridos, com cabedais enfeitados com bordados e aplicações, cores alegres, como os tons de laranja, verde, rosa, vermelho, pink e metalizados, e estampas temáticas. A Poli apresenta também linhas com personagens Looney Tunes.

 Sonho de Criança

A nova coleção está direcionada ao público adolescente. O design e os detalhes valorizaram a coleção Primavera/Verão, trazendo uma mescla de materiais e cores alegres. Esta foi a primeira vez que a empresa participou da Francal.

 Tip Toe

A novidade deste ano é a ampliação da linha adulta, a Bout’s, que foi lançada em novembro do ano passado e hoje já tem dois tipos de solados.

3

Especial FRANCAL2004

Especial FRANCAL2004

A 36ª edição da Francal - Feira Internacional de Calçados, Acessórios de Moda, Máquinas e Componentes – deixou os organizadores muito satisfeitos. A feira foi realizada nos dias 13 a 16 de julho no pavilhão de exposições do Anhembi em São Paulo e reuniu 850 expositores nos 42 mil metros quadrados de espaço disponível para exposições. O sucesso do evento se deve ao grande numero de visitações. Durante os quatro dias da feira 54 mil profissionais do setor (entre eles 26 mil lojistas e 2,5 mil importadores) estiveram no Anhembi, um número 20% maior do que o da edição de 2003. A grande aceitação do design da nova coleção e o aquecimento do mercado interno que a feira proporciona também contribuiu para o otimismo dos organizadores. Segundo o presidente da Francal, Abdala Jamil Abdala, os negócios realizados durante a feira podem

garantir até nove meses de vendas e três meses de produção. A Francal teve início dia 13 com a cerimônia de abertura no auditório da feira. Na abertura estavam presentes o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin; o presidente da Francal, Abdala Jamil Abdala; o presidente da Abicalçados, Élcio Jacometti; o prefeito de Birigüi, Florival Cervelatti; o diretor regional do Fiesp/Ciesp, João Carlos Ferreira, o João Bilac; o deputado estadual, Roque Barbieri; e o presidente do SINBI, Samir Nakad. Após a abertura do evento, o governador visitou o estande da Prefeitura de Birigüi e conheceu o trabalho das empresas do Projeto Incubadora de Empresas. Para Geraldo Alckmin, “Birigüi é um cluster muito importante para o estado, por isso, estamos construindo a escola técnica Paula Souza e colocando o IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) também como parceiro.”

O governador Geraldo Alckmin, durante visita ao estande da Prefeitura de Birigüi

O presidente da Francal, Abdala Jamil Abdala, discursa na abertura da feira

Público e autoridades presentes na cerimônia


4

9

Especial FRANCAL2004

Especial FRANCAL2004

Feira possibilitou contatos importantes Durante a Francal 2004 foram possíveis vários contatos importantes entre representantes do SINBI e parceiros em futuras ações que irão trazer benefícios para os associados.

Importações

O SINBI manteve contato com o embaixador Rubens Barbosa (na foto, o quarto, da esq. para a dir.), que já atuou na Europa e nos EUA, dia 12, em São Paulo. O encontro aconteceu devido a uma consultoria que o embaixador está desenvolvendo para o Fiesp/Ciesp para apoiar a comercialização de calçados infantis do Pólo de Birigüi em redes de lojas nos EUA, especialmente nos estados onde o calçado brasileiro não é conhecido. O embaixador visitou alguns estandes de Birigüi na Francal para conhecer os produtos.

Design 1

A implantação de uma incubadora de design em Birigüi foi discutida em reunião realizada no Paulista Wall Street Suítes, em São Paulo, dia 12. No encontro participaram o representante da Fundação ParqTec, Prof. Dr. Sylvio G. Rosa; o professor da Fateb, José Eduardo Zago; representantes da RadiumSystems.com (Rodrigo Mesquita, Osvaldo Gouvêa e Maurício Longhini); o presidente do SINBI, Samir Nakad; e o assessor-executivo do SINBI, Ernani Nei da Silva. O projeto prevê que a incubadora seja implantada nas dependências da Fateb e receba apoio técnico da Fundação ParqTec.

Design 2

Informações

Durante a Francal, o SINBI participou da reunião de apresentação do novo programa 3C – Cadastro do Comércio de Calçados, desenvolvido pela ACI (Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha). O 3C é um serviço de informações cadastrais exclusivo para indústrias de calçados e afins. O programa será apresentado na Feical e Birigüi terá benefícios no uso do sistema.

Divulgação

O SINBI fez uma parceria com a transportadora Transduarte, de Novo Hamburgo, para a divulgação da campanha do Pólo de Birigüi. O acordo prevê o transporte de materiais para pontos de venda e acontecerá também na próxima Fimec, quando a Transduarte irá montar um estande para Birigüi divulgar a campanha.

O representante do Instituto Europeu de Design para a América Latina, Riccardo Zarino, formalizou, dia 12, em reunião com representantes do SINBI e da RadiumSystems, a proposta de desenvolvimento de uma ferramenta que vai fornecer para as empresas de Birigüi informações sobre design. A proposta é de que o contato seja realizado através do Portal do Sindicato, direto das unidades do instituto instaladas na Europa para as empresas de Birigüi.

 Brink

Os destaques da estação são as linhas de sandália Summer (papete 25/34) e Bambolê (20/27), com visual despojado, cores vibrantes, várias estampas, mantendo o estilo e o conforto. A coleção apresenta um jogo de cores inusitadas, cabedais em sintéticos e forros coloridos, enfeites e estampas, materiais metalizados, florais, falsas texturizações para criar um visual fashion e descontraído, além de modelagem arrojada e cada vez mais inovadora.

 Kidy

A coleção Primavera/Verão 2004/05 da Kidy apresentada na Francal tem 11 linhas. Essas linhas vêm das tendências Harmonia e Alternativa. Harmonia sugere o bemestar. Alternativa sugere atitude. Os materiais são suaves e flexíveis para trazer mais conforto. Durante os dias da feira também foi apresentado um desfile virtual no estande, que contou ainda com a presença dos atores globais Renata Nascimento e Guilherme Vieira, astros da campanha publicitária 2004.

 Klin

A coleção apresentada na Francal foi inspirada em cinco temas: Tropicália, Sonho e Magia, Anos Dourados, Sol e Aventura, Ar e Movimento. As cores azul piscina, verde, amarelo, laranja e pink trazem o clima de verão para todas as linhas. Os modelos trazem flores, apliques, estampas e brilhos.

Tecnologia

O presidente do SINBI, Samir Nakad, e o assessor-executivo, Ernani Nei da Silva, estiveram reunidos durante a Francal com os técnicos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) Eduardo Barbosa, Eduardo Diniz, Tibor Greif, Adriane Helena Rodrigues e a chefe do Departamento de Produtos e Área de Planejamento, Sandra Maria Carvalho de Souza. A reunião aconteceu para discutir sobre o projeto que está sendo desenvolvido pelo banco para financiar a modernização do parque tecnológico de Birigüi. O projeto tem foco em ações cooperadas para a aquisição de equipamentos que possam atender às empresas de forma coletiva.

 Finobel

Na linha de papetes, a empresa apresentou materiais novos e sistemas de amortecedor de impactos. Na linha dos sapatênis, novos solados.

 Kiuty

A novidade é o lançamento da linha Treslu, feita toda em PU. A modelagem foi desenvolvida para a feira e a aceitação foi muito boa. Os modelos foram atualizados e a numeração também aumentou, agora vai até o número 38.

 Incubadora

O Projeto Incubadora de Empresas (Fiesp/Ciesp, Sebrae e Prefeitura) participou da Francal com quatro empresas de pequeno porte: Clic Calçados, Tronquinho de Gente, Dani e Bruna e Kepy Calçados. A qualidade dos produtos permitiu ótima aceitação dos compradores.

 Mário Prata

A empresa tem duas coleções: Mário Prata, que é mais casual, e Vanessa Camargo, para um público jovem. As cores presentes nas coleções são o preto, caramelo, verde e rosa, que são o carro chefe do Verão. Os materiais estão bem diversificados também: lisos, flocados, perfurados, estampados e vernizes.


8

Especial FRANCAL2004

Empresários de Birigüi voltam animados Birigüi participou da Francal 2004 com 30 empresas, 16 estandes individuais, oito empresas no estande da Brazon (a Finobel também teve estande individual), quatro empresas do Projeto Incubadora no espaço da Prefeitura de Birigüi, e mais um estande com as empresas Be-a-Kid, Danzer e Tatipé. O clima de melhora no consumo interno e as novas tendências apresentadas durante a feira fizeram com que esta edição fosse a melhor em expectativas de negócios para os empresários de Birigui, que voltaram animados. Segundo o presidente do SINBI, Samir Nakad, as boas vendas de artigos de Inverno tem encorajado os lojistas nas compras para o Verão. As exportações também animaram os empresários. “Pudemos observar um sensível aumento no volume de importadores este ano na Francal, porque o calçado brasileiro está ganhando dia a dia o mercado exterior.” A campanha publicitária “Birigui – Capital Brasileira do Calçado Infantil” foi divulgada nos estandes de Birigüi através de adesivos e sacolas com a marca. A RadiumSystems.com esteve na feira mostrando o Portal do Sindicato para os visitantes. A seguir, as novidades que cada um apresentou:

 Brazon

As novidades foram as sandálias em PU e papetes sintéticas e de couro, que estão buscando atender os mercados da Europa, América Central e do Sul, e também o Oriente Médio. A Brazon (Associação das Empresas Exportadoras de Birigüi) reuniu 11 indústrias: 8 de Birigüi (Coopercal, Dayfa, Sameka, Força Nova, Biri, Bolsart, Conde Duck e Finobel), 2 de Penápolis (Via Norte e Monge) e 1 de Santa Cruz do Rio Pardo (Peão).

Especial FRANCAL2004

Autoridades marcaram presença no evento

 Be-a-Kid, Danzer e Tatipé

As três empresas montaram um estande em conjunto. Apresentaram nova modelagem de sandálias, com cabedais diversificados e cores variadas, principalmente laranja, rosa e verde, e solados em TR mais macios. Também houve inovação nos materiais publicitários para os pontos de venda e os clientes foram convidados para visitar o estande na feira.

A Bical apresentou na Francal o “Verão Tween Bical”: uma coleção com cores vibrantes, influenciada nos anos 60, materiais com look hollywoodiano e características urbanas. Os tecidos e matérias-primas são tecnologicamente avançados e os modelos apresentam geometrias, listras e florais. Um verão moderno, de performance e atitude.

CTCCA - Novo Hamburgo O CTCCA (Centro Tecnológico do Couro, Calçados e Afins) desenvolveu pela 8ª vez na Francal o Projeto Passo a Passo. A iniciativa acontece para fazer com que os visitantes tenham uma idéia de como se produz um calçado e para que os fabricantes conheçam novas tecnologias.

Autoridades e representantes das mais diversas entidades visitaram a Francal 2004. Nesta página, alguns deles falam de seu relacionamento com o Pólo Calçadista de Birigüi.

Fiesp/Ciesp “A participação de Birigüi e do Projeto Incubadora de Empresas na Francal é muito importante. As empresas que fazem parte do projeto geram cerca de 800 empregos diretos e trazem muita satisfação.” João Carlos Ferreira, o João Bilac – diretor regional “Temos um grande respeito pelos calçadistas que tornam Birigüi uma das cidades símbolos da indústria paulista. Pela competência dos seus industriários e seus trabalhadores, pelo tanto que o pólo cresceu nesses últimos anos e pelo tanto que ainda crescerá, certamente Birigüi é uma das nossas referências e prioridades.” Claudio Vaz – candidato à presidência da Federação e Centro das Indústrias do Estado de São Paulo

 Bical

5

Correios “Nós temos uma parceria com o SINBI para envio de materiais impressos e para transporte de calçados, especialmente para atender a demanda das pequenas empresas do setor em Birigüi. Estamos muito satisfeitos como parceiros de Birigüi e vamos apoiar o desenvolvimento da cidade no que for possível.” Jefferson Gritti – subgerente de vendas dos Correios da Diretoria São Paulo Interior

Fábrica do Projeto Passo a Passo

Sindinova (Sindicato da Indústria do Calçado de Nova Serrana) “Este ano, estamos com 32 empresas na feira. No ano passado, vendemos 590 mil pares, sendo 38% deles para exportação. Para este ano, a expectativa é aumentar em 20% as vendas em relação ao ano passado. Em setembro, estarei em Birigüi para falar sobre o que está sendo feito no Arranjo Produtivo de Nova Serrana.” Júnior César Silva – Presidente Abicalçados “Birigüi é a capital do calçado infantil e a Francal não pode acontecer sem Birigüi. Ela é muito importante para a feira. Somos parceiros e amigos de coração de Birigüi”. Élcio Jacometti – Presidente Prefeitura de Birigüi “Birigüi adquiriu maioridade no setor calçadista. Os produtos são de qualidade imbatível mundialmente. Hoje temos o prazer de sermos procurados pelo trabalho que desenvolvemos”. Florival Cervelatti – prefeito


6

7

Especial FRANCAL2004

Especial FRANCAL2004

Diversidade de inovações marca as coleções Primavera-Verão 2004/05 A Francal 2004 foi palco para apresentação de muitas inovações. As coleções

Pampili apresenta peça teatral A Pampili promoveu a apresentação da peça teatral “Sonhando com os pés no chão”, dia 13, no Auditório Elis Regina (Anhembi). O espetáculo foi produzido e encenado pelo ator global Tadeu Aguiar e por Eduardo Bakr.

Primavera-Verão 2004/2005 trouxeram um verdadeiro universo de cores, formas e conceitos. A palavra-chave foi “diversidade”. Confira algumas das inúmeras novidades apresentadas no Anhembi.

Estilistas e fabricantes A Abest (Associação Brasileira dos Estilistas) apresentou os modelos criados por estilistas famosos em parceria com fabricantes do setor.

Cores e criatividade nas criações

Brilho e requinte para a Primavera/Verão

Irreverência e humor nas bolsas e calçados

A ousadia das plataformas presente nas coleções Estandes criativos e atraentes não faltaram

Prêmio de estilismo O Prêmio Francal Top de Estilismo completou 10 anos. A entrega de prêmios aconteceu no dia 13 e reuniu famosos como Walter Rodrigues, Amir Slama, Serpui Marie e Maythe Birman. O objetivo do prêmio é promover a arte do calçado. A 10ª edição foi recordista em número de inscritos, com 116 profissionais. Entre eles, cinco são de Birigui: Ariele Pincerato Dias, Daniele Aparecida Soares, José Antonio Espelho, Liberato Marcuz Junior e Marcelo Badoco.

Flores e delicadeza no tênis

Sinbinforma - Ano II - nº 15 - Julho de 2004  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you