Page 1

Sindicato Nacional dos Cegonheiros

ONZE ANOS NO CAMINHO DA INFORMAÇÃO

Ano 11 - edição no 138 - outubro/2013 Publicação mensal

HORA DE VOTAR

Escolha seu representante de 25 a 30 de novembro

CÂMARA APROVA PONTOS DE DESCANSO PARA MOTORISTAS

Os pontos serão construídos a cada 150 quilômetros com conforto e segurança

ESTRADAS MAIS LIMPAS E SEGURAS

Serviço de poda de árvores já percorreu 28 mil quilômetros


O GIGANTE DA FORD CHEGOU. NOVO CARGO 2842.

FINAME

TAXA DE

0,33 %

a.m.

0%

DE ENTRADA

72 MESES DE PRAZO

Santo André Av. dos Estados, 2.257 (11)

3594-9600

São Bernardo

Av. Dr. José Fornari, 1.700 (11)

3504-8600

São Paulo

Av. Prof. Abraão de Moraes, 888 (11)

5071-3644

Respeite os limites de velocidade.


FORÇA PARA CARREGAR MAIS DO QUE VOCÊ IMAGINA.

• COMPUTADOR DE BORDO COM DADOS DE CONSUMO EM TEMPO REAL • 2 TANQUES DE COMBUSTÍVEL COM UM TOTAL DE 650 L • MOTOR FPT 10,3 L, POTÊNCIA DE 420 CV E TORQUE DE 1.900NM (190KGF.M) • FREIO MOTOR DE ALTA POTÊNCIA - TURBO “BRAKE” DE 392 CV • CAPACIDADE MÁXIMA DE TRAÇÃO (CMT) DE 56 TONELADAS

REGULAGEM PNEUMÁTICA DO BANCO DO MOTORISTA

DEGRAUS ANTIDERRAPANTES E ILUMINADOS

TRANSMISSÃO AUTOMATIZADA DE 12 MARCHAS

SUSPENSÃO DA CABINE COM 4 PONTOS DE APOIO INDEPENDENTES

Promoção válida até 31/10/2013 ou enquanto durarem os estoques. Linha Cargo, operação Finame, taxa de 0,33% a.m. e 4% a.a., para planos de até 72 meses, com 0% de entrada e carência de 180 dias para micro, pequenas e médias empresas (pessoas jurídicas). Operação BNDES Finame PSI na Sistemática Convencional. O plano BNDES Finame PSI é financiado com recursos do BNDES, de acordo com a legislação, circulares e demais normas desta instituição, conforme cláusulas contratuais. As condições estão sujeitas a alteração por parte da autoridade monetária, BACEN e BNDES. Garantia para o trem de força, que compreende três anos para motor, câmbio e diferencial, sendo 24 meses sem limite de quilometragem, mais 12 meses de garantia promocional válida até 31/12/2013. Não abrange seguro, acessórios, documentação e serviços de despachante, manutenção ou qualquer outro serviço prestado pelo Distribuidor. Sujeito a aprovação de crédito. Contratos de Financiamento e Arrendamento Ford Credit são operacionalizados pelo Banco Bradesco Financiamentos S.A. As condições financeiras estão sujeitas a análise e aprovação de crédito pela financeira. O valor de composição do CET poderá sofrer alteração, na data efetiva da contratação, considerando o valor do bem adquirido, as despesas contratadas pelo cliente, custos de registros de cartórios variáveis de acordo com a UF (não incluso no valor das parcelas e no cálculo da CET) na data da contratação. Contratos de Financiamento e Arrendamento Ford Credit são operacionalizados pelo Banco Bradesco Financiamentos S.A. Frete incluso.


Palavra do Presidente Presidente: José Ronaldo Marques da Silva Vice-Presidente: José Cavalcante da Silva Secretário Geral: Antonio Bezerra Dantas Secretário de Finanças: Marcio Galdino da Silva Diretor Regional: Douglas Santos Silva Primeiro Secretário: Josimar L. de Freitas Primeiro Tesoureiro: Reginaldo Fabretti Diretores Executivos Efetivos Jaime Ferreira dos Santos Gilmar Donizete da Silva Benvindo Gonçalves José Laercio da Silva Antenor Garibaldi Diretores Executivos Suplentes Alberto Bartolomeu Neves Roberto Nobile Edimar Moreira de Oliveira Clemente Francisco de Assunção Ednilson Azevedo Bitencourt César Wellington Pereira da Rocha Luis Carlos Pitondo Luiz Eugênio Baldin Golgatto Luciano André Pingueli Correa Marcelo Imenis Pereira] Jurandy Pereira de Albuquerque Junior Abner Santana Damasceno Junior Conselho Fiscal Efetivo José Vicente Bonetti Ivan Antonio da Silva Hamilton Mendes Conselho Fiscal Suplente Silas Ramos Adilson Roberto Bento Antonio Ortega Augusto Jornalista Responsável José Nogueira do Nascimento Mtb 15.211 Editoração de Arte e Produção Gráfica Milton Tonello Editor José Nogueira do Nascimento Publicidade Ítalo Rocha Nogueira Redação Analuiza Tamura e José Nogueira Revisão Maria Isabel Corcete Fotografia Ítalo Rocha Nogueira Impressão Gráfica Gráfica e Editora Referência Tiragem 6.000 exemplares

Endereço Rua Luiz Barbalho, 07/11 - Bairro Demarchi CEP: 09820-030 - São Bernardo do Campo - SP Fone: (11) 4346-5507 Fone/Fax: (11) 4346-5500 www.sindicatodoscegonheiros.com.br revistacegonheiro@sindicatodoscegonheiros.com.br conexaocomunicacao@uol.com.br Revista Mensal dirigida aos Cegonheiros. As opiniões dos artigos assinados e dos entrevistados são de seus autores e não necessariamente as mesmas da Revista Cegonheiro. A elaboração de mátérias redacionais não tem nenhuma vinculação com a venda de espaços publicitários. Os anúncios são de responsabilidade das empresas anunciantes. Ano 11 - edição nº 138 - outubro de 2013 Sindicato Nacional dos Cegonheiros

Revista Cegonheiro

6

Caros Leitores Este mês trouxe uma boa notícia para os motoristas profissionais: a Comissão de Constituição e Justiça da Cidadania aprovou o projeto de lei 785/11 que obriga as concessionárias a construírem pontos de apoio e de descanso para motoristas nas rodovias federais. Essa era a principal reivindicação da nossa categoria quando foi implantada a lei 12.619 que estabelece a carga horária do motorista profissional. Em novembro, acontecem as eleições da nossa entidade. Neste ano concorrem duas chapas. Fiquem atentos aos dias e horários de votação e exerçam seu direito. Quero destacar ainda duas matérias que falam sobre a instalação de novas fábricas no Brasil. Novas unidades fabris representam novos negócios. E novos negócios exigem que estejamos preparados para trabalhar mantendo a mesma qualidade e eficiência nos novos serviços. Essa é uma questão de sobrevivência num mercado cada vez mais competitivo como o nosso. Boa leitura!

Índice

José Ronaldo Marques da Silva

Agenda ............................................................................................. Meio Ambiente ................................................................................. Treinamento ..................................................................................... Eleição ............................................................................................ Gente .............................................................................................. Criança ............................................................................................ Motorista ......................................................................................... Lançamento ............................................................................. 22 e Produção ......................................................................................... Caminhão ........................................................................................ Investimento .................................................................................... 16a Expo .................................................................................. 30 a Trânsito ........................................................................................... Segurança ....................................................................................... Serviço ............................................................................................ Restrições ........................................................................................ Licenças .......................................................................................... Classificados ....................................................................................

8 10 12 14 16 18 20 23 25 27 29 33 34 36 38 40 42 44


A VOLVO AUTO SUECO SÃO PAULO ESTÁ COM UM NOVO ENDEREÇO.

Conheça a mais nova Volvo Caminhões e Ônibus de São Paulo Avenida Figueira Branca, 1755 - Limeira Conheça também as nossas Soluções em Transporte e pós-venda. www.autosuecosaopaulo.com.br

AUTO SUECO SÃO PAULO

7

Revista Cegonheiro


Agenda

Amigos para sempre

Zequinha, Boizinho, Gabriel e Elói na 16ª Expo de Transportes do ABCD. Ao fundo, Gabrielzinho

O pecuarista José Teixeira fez questão de prestigiar a 16ª Expo de Transportes do ABCD. Zequinha, como é carinhosamente chamado pelo presidente do Sindicato Nacional dos Cegonheiros, José Ronaldo Marques da Silva, é uma das pessoas que marcaram a vida de Boizinho. “Tenho grande consideração e respeito por ele”, diz o presidente. O tempo, no entanto, distanciou os amigos que só se reencontraram depois de mais de 35 anos, em Caxias do Sul, quando Zequinha recebeu o convite para visitar a Expo Nacional de Transportes. “Reencontrá-lo foi muito bom. Conheci-o quando tinha 14 ou 15 anos. Ele lavava meus caminhões. Boizinho sempre foi muito batalhador. Fico orgulhoso de ver que hoje ele é um homem bem sucedido”, diz.

SINDICATO NACIONAL DOS CEGONHEIROS

Regionais: São José dos Pinhais - Paraná Rua Tubarão, 112 - Bairro: Borda do Campo Cep: 83075-060 – São José dos Pinhais/PR Fone: (41) 3385.8245 E-mail: sjpinhais@sindicatodoscegonheiros. com.br Diretor: Jaime Ferreira dos Santos

Porto Real – Rio de Janeiro

Sede Central: São Bernardo do Campo São Paulo Rua Luiz Barbalho, 07/11 Bairro: Demarchi Cep: 09820-030 São Bernardo do Campo/SP Fone: (11) 4346.5500 E-mail: diretoria@sindicatodoscegonheiros.com.br Presidente: José Ronaldo Marques da Silva

Revista Cegonheiro

8

Rua Hilário Ettore, s/n – Bairro: Ettore Cep: 27570-000 – Porto Real/RJ Fone: (24) 3353.4170 E-mail: portoreal@sindicatodoscegonheiros. com.br Diretor: José Laércio da Silva

São José dos Campos – São Paulo Rua Ernesto Júlio Nazaret, 201 Vila Tesouro Cep: 12221-770 – São José dos Campos/SP Fone: (12) 3906.0807 E-mail: sjcampos@sindicatodoscegonheiros. com.br Diretor: Ednilson Azevedo Bitencourt

Piracicaba – São Paulo Rod SP 304, Km 147 – Sala 02 – Distrito de Tupi Cep – 13422-230 – Piracicaba/SP Fone: (19) 3438-7738 E-mail:piracicaba@sindicatodoscegonheiros.com.br Diretor: Clemente Francisco de Assunção

Serra – Espírito Santo Rua Talma Rodrigues Ribeiro, nº 96 Edif. Metropolitano – Sala 04 Cep: 29168-080 – Serra /ES Fone: (27) 3066-2011 E-mail: serra-es@sindicatodoscegonheiros. com.br Diretor: Jurandy P. de Albuquerque Jr.

Sindicatos parceiros:

Gravataí - Rio Grande do Sul

Sintraveba - Bahia

Av. Eli Correa, 6.651 - RS 030 Bairro: Passo da Cavera Cep: 94010-972 – Gravataí /RS Fone: (51) 3431.7889 E-mail: gravataí@sindicatodoscegonheiros. com.br Diretor: Antenor Garibaldi

Sintrauto – Goiás Rua Mandaguari, 36 - Bairro: JK Cep: 75709-010 - Catalão/GO Fone: (64) 3411.2907 Presidente: Juarez Rodrigues da Silva Rua Gurupi, 23 – Bairro Goiana Cep: 42808-200 - Camaçari /BA Fone: (71) 3622.6700 Presidente: Renato Santana www.sindicatodoscegonheiros.com.br


Nextel id: 931*29037 | Fone: (54) 9971-3004

gelson.susin@rodoceg.com.br

ESCRITÓRIO DE VENDAS SÃO PAULO


Meio Ambiente

Estradas mais limpas e seguras Agora os motoristas dos caminhões cegonha já podem trafegar tranquilamente pelas rodovias SP 031 (Índio Tibiriçá), SP 122 e SP 148. Antes era necessário redobrar a atenção para desviar dos galhos das árvores que invadiam a pista. Essas manobras podiam, além de gerar riscos de acidentes, provocar danos à carga, por isso os profissionais da TNorte Curitiba entraram em contato com Sindicato Nacional dos Cegonheiros e pediram que a equipe de poda fizesse um trabalho nessas três estradas. O pedido foi imediatamente atendido. Durante três meses, o grupo coordenado pelo encarregado Wellington Francisco dos Santos percorreu cerca de 100 quilômetros (ida e volta) e podou os galhos que atrapalhavam a circulação dos caminhões. “O trabalho foi feito nos trechos do Riacho Grande a Suzano e de Ribeirão Pires a Paranapiacaba. Apesar do pedido ter sido feito pelos motoristas da TNorte Curitiba, também foram beneficiados os profissionais da Brazul, Transzero, Transauto e Tegma. Na SP 122, por exemplo, existe um pátio onde as empresas levam e buscam os carros da Volkswagen”, afirma o supervisor do Departamento de Podas do Sindicato, Paulo Cícero da Silva.

Motoristas precisavam desviar dos galhos das árvores

Equipe que fez a poda nas rodovias SP 031, SP 122 e SP 148

Revista Cegonheiro

10

28 mil quilômetros em seis anos O Sindicato conta hoje com quatro equipes de poda que atuam em todo o território nacional. O trabalho é realizado desde 2008, para garantir a segurança nas estradas e a preservação ambiental. Tudo com autorização das autoridades governamentais e ambientais e com extremo cuidado, para não provocar nenhum dano às árvores. Desenvolvido em parceira com o Sintraverba (Sindicato das Pequenas e Micro Empresas de Transporte Rodoviário Autônomo de Veículos do Estado da Bahia), de Camaçari, até agosto deste ano, a poda de árvores já foi feita em cerca de 28 mil quilômetros de estradas (abrangendo 15 estados e o centro de seis cidades).


Treinamento

Transzero promove Semana do Trânsito

Profissionais premiados na primeira edição do programa “Cegonheiros que respeitam a vida”.

A Transzero promoveu entre os dias 16 e 20 de setembro, a III Semana do Trânsito. Durante cinco dias, quase 600 profissionais assistiram a uma série de palestras motivacionais e educativas. “Esperamos que nosso ambiente de trabalho seja cada vez mais propicio ao desenvolvimento profissional e pessoal”, afirmou a coordenadora de Transporte, Debora Deliberali. A cerimônia de abertura foi prestigiada pelos gestores, pela diretora administrativa Rose Medeiros e pelo diretor comercial e operacional, Roberto Caboclo. Em seu pronunciamento, Caboclo destacou a importância da participação de todos os profissionais no programa “Cegonheiros que respeitam a vida”. Lançado no ano passado, o objetivo é conscientizar o profissional sobre a necessidade de trabalhar preventivamente não só para evitar acidentes, mas principalmente para garantir a sua segurança e integridade. “A Transzero valoriza – e muito – o seu profissional”, destacou. Qualidade de vida O biomédico Fernando de Souza abriu o ciclo de palestras com o tema “Tirando o pé da lama”. Com seu jeito simples e direto de falar, ele destacou a necessidade de ter garra para encarar e superar desafios – tanto na vida pesRevista Cegonheiro

12

soal como profissional. Fernando também fechou a semana com a palestra “Sapos fervidos ou ossos dançantes”. “Se deixarmos um sapo numa vasilha com água e a fervermos, ele pula na hora, mas se a aquecermos aos poucos, ele se acostuma e não percebe nada. Não podemos ser sapos fervidos. Precisamos ter sonhos e acreditar no nosso potencial. Não podemos deixar que as fraturas emocionais tomem conta. A dança anima e contagia. Deixa as pessoas felizes”, afirmou. As outras palestras enfocaram os cuidados com a saúde. A nutricionista Adriana Boer falou sobre hábitos alimentares; o palestrante Fabian Nacer enfocou o tema drogas e álcool; e o ortodontista Pedro Luiz Costa destacou a importância da saúde bucal. As filiais também promoveram palestras. Direção defensiva foi o tema nas unidades de São José dos Campos, São José dos Pinhais e Catalão. Na filial Alvarenga, o assunto abordado foi drogas e álcool, e em Camaçari o tema discutido foi doenças sexualmente transmissíveis. Premiação No último dia, os profissionais que não se envolveram em nenhuma ocorrência nos últimos 11 meses foram premiados no programa “Cegonheiros

que respeitam a vida”. “Mostrei que sou um bom motorista. O segredo é prestar um bom serviço e com qualidade”, afirmou o cegonheiro Alexandre Paulino Nunes (Transmafro Transportes). “É muito gratificante receber este prêmio. Quero estar entre os premiados no próximo ano”, disse seu colega Fernando da Silva Feitosa dos Santos (filial São José dos Campos). “Rodo por este Brasil há anos e é a primeira vez que sou premiado”, comemorou Eloir Ferreira de Faria (filial São José dos Pinhais). Também foram premiados: Anderson Nascimento de Souza (Corrêa e Gallo Transportes), Antonio Leidyson Costa Alves (Kabellos e Moiado Transportes), Célio Eustáquio Ribeiro Campos (João Duarte Coelho Transportes), Dieguimar José Cavalcanti (filial Camaçari), Dorgival Bezerra da Silva (matriz), Eduardo José de Araújo (Borges e Amaral Transportes), Hudson Luis Evangelista (Wefer Transportes), Hudson Rogério da Silveira (Transportes Aura e Silveira), Jony Germano Brandão (matriz), José Dilson Pinto de Carvalho (Catalão), Leandro Valdemir Camargo Paranhos (Paranhos e Ramos Transportes), Paulo Roberto Munhoz (ExpressoCar Transportes de Veículos e Cargas) e Renato Ferreira Silva (Transmiúdo Transporte de Veículos e Cargas).


RINO COM

Caminhões Scania. Desempenho como o transporte de veículos nunca viu. Com força, potência e desempenho, os caminhões Scania oferecem tudo para que os seus negócios estejam sempre em movimento. Em todas as estradas, você realiza a melhor entrega, com mais segurança e a maior economia de combustível.

Respeite os limites de velocidade.

Faz diferença ser Scania.

TAUBATÉ

SÃO BERNARDO DO CAMPO

facebook.com/ScaniaBrasil

Cabine Scania.

Driver Support.

Serviços Scania.

Mais conforto, segurança e visibilidade. A melhor cabine da categoria.

Sistema de apoio que faz leituras sobre o modo como o veículo é conduzido e fornece sugestões ao motorista, visando melhorar o desempenho e aumentar a economia.

A Scania oferece uma série de soluções em serviços, com mão de obra qualificada para prestar o suporte adequado a cada ocasião e mais de 100 Casas Scania em todo o Brasil.

Av. Nicola Demarchi, 601 S.B. do Campo - SP - Tel.: (11) 2176-0000


Eleição

Sindicato Nacional dos Cegonheiros

Eleições em novembro

Todos os associados do Sindicato Nacional dos Cegonheiros têm um sério compromisso em novembro: eleger seus representantes para a gestão 2014-2017. As eleições serão realizadas na sede da entidade, entre os dias 25 e 29 (segunda a sexta-feira), das 8 às 17h30 – não há intervalo para o almoço. No dia 30 (sábado), o horário é das 8 às 12 horas. Para votar, é necessário apresentar um documento

(pode CARGO ser o RG ou a CNH, por exemplo). NOME DO CANDIDATO Presidente José Ronaldo Marques A apuração dos votos acontecerá logo apósdaoSilva fechaVice Presidente Jaime Ferreira dos Santos mento das urnas e começa a partir das 14 horas. Secretário Geral Douglas Santos Silva A posse da nova diretoria acontecerá Secretário Finanças Reginaldo Fabretti em 10 de janeiro deRegional 2014. O mandato vai atéGaldino 9 de janeiro Diretor Márcio da Silva de 2017. Primeiro Murialdo Generoso NesteSecretário ano concorrem José duas chapas: a 1Junior (situPrimeiro Tesoureiro Josimar Lincon de Freitas ação) e a 2 (oposição). Conheça os integrantes Diretor Executivo Efetivo Gilmar Donizette da Silva deDiretor cadaExecutivo uma delas: Efetivo Benvindo Gonçalves Diretor Executivo Efetivo Diretor Executivo Efetivo Diretor Executivo Efetivo Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor CARGO Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Presidente Diretor Executivo Suplente Vice Presidente Conselho SecretárioFiscal GeralEfetivo Conselho Efetivo SecretárioFiscal Finanças Conselho Fiscal Efetivo Diretor Regional Conselho Fiscal Suplente Primeiro Secretário Conselho Fiscal Suplente Primeiro Tesoureiro Conselho Fiscal Suplente Diretor Executivo Efetivo Diretor Executivo Efetivo Diretor Executivo Efetivo Diretor Executivo Efetivo Diretor Executivo Efetivo Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Conselho Fiscal Efetivo Conselho Fiscal Efetivo Conselho Fiscal Efetivo Conselho Fiscal Suplente Conselho Fiscal Suplente Conselho Fiscal Suplente

Chapa 1 CARGO

Presidente Vice Presidente Secretário Geral Secretário Finanças Diretor Regional Primeiro Secretário Primeiro Tesoureiro Diretor Executivo Efetivo Diretor Executivo Efetivo Diretor Executivo Efetivo Diretor Executivo Efetivo Diretor Executivo Efetivo Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente DiretorCARGO Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Presidente Diretor Executivo Suplente Vice Presidente Diretor Executivo Secretário Geral Suplente Conselho Efetivo SecretárioFiscal Finanças Conselho Fiscal Efetivo Diretor Regional Conselho Fiscal Efetivo Primeiro Secretário Conselho Fiscal Suplente Primeiro Tesoureiro Conselho Fiscal Suplente Diretor Executivo Efetivo Conselho Fiscal Suplente Diretor Executivo Efetivo Diretor Executivo Efetivo Diretor Executivo Efetivo Diretor Executivo Efetivo Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Revista Cegonheiro 14 Suplente Diretor Executivo Suplente Diretor Executivo Suplente

NOME DO CANDIDATO

José Ronaldo Marques da Silva Jaime Ferreira dos Santos Douglas Santos Silva Reginaldo Fabretti Márcio Galdino da Silva José Murialdo Generoso Junior Josimar Lincon de Freitas Gilmar Donizette da Silva Benvindo Gonçalves José Laércio Da Silva Antenor Garibaldi Clemente Francisco de Assunção Edimar Moreira de Oliveira Ednílson Azevedo Bitencourt Jurandy Pereira de Albuquerque Luiz Eugenio Baldin Golgatto Antonio Bertin Jardel de Castro Luiz Bianchi Giglio João Soares de Jesus AroldoNOME Neves de DOLima CANDIDATO Ronaldo Montagnini Jacinto Wellington Gutemberg Santos Tassiano de SousaRomano e Silva Fernando Simione César Wellington Pereira da Rocha Daniel Masili Gomes Adílson Roberto José Luis Pfeifer Bento HamiltonAndré Mendes Luciano Pingelli Correa José Vicente Bonetti Eduardo Rocha dos Santos Fabio Renato dos Santos Umberto Nobile João Formiga de Souza Renato dos Santos Daiana de Oliveira Eder daFreitas Cruz Lopes João Aparecido Petines Márcio Moraes Gonçalves Gilberto Alves de Lira Edson de Moura Pfeifer Maurício Pais Nobile José Jorge Ribeiro Oswaldo Magione Maicon Bett Demorie Martins da Silva Reinolds Amiraldo Correa Ronaldo Bonetti Fabio Mendes da Silva Flavio Silva Vital Douglas Airton Lopes de Camargo

Chapa 2

José Laércio Da Silva Antenor Garibaldi Clemente Francisco de Assunção Edimar Moreira de Oliveira Ednílson Azevedo Bitencourt Jurandy Pereira de Albuquerque Luiz Eugenio Baldin Golgatto Antonio Bertin Jardel de Castro Luiz Bianchi Giglio João Soares de Jesus Aroldo Neves de Lima Ronaldo Montagnini Jacinto NOME DO CANDIDATO Tassiano deGutemberg Sousa e Silva Wellington Santos César Wellington da Rocha Fernando SimionePereira Romano Adílson Roberto Bento Daniel Masili Gomes Hamilton José LuisMendes Pfeifer José Vicente Bonetti Luciano André Pingelli Correa Fabio Renato dos Santos Eduardo Rocha dos Santos João Formiga de Souza Umberto Nobile Daiana de Oliveira RenatoFreitas dos Santos Eder da Cruz Lopes João Aparecido Petines Márcio Moraes Gonçalves Gilberto Alves de Lira Edson de Moura Pfeifer Maurício Pais Nobile José Jorge Ribeiro Oswaldo Magione Maicon Bett Demorie Martins da Silva Reinolds Amiraldo Correa Ronaldo Bonetti Fabio Mendes da Silva Flavio Silva Vital Douglas Airton Lopes de Camargo Pedro Eduardo Guazelli Benjailson Alve Lagos Raimundo Batista Santos Paulo Roberto Perondi Adalberto Amaral Barbosa Cláudio Ferreira da Mota Valdeck Manoel dos Santos


Gente

Minha vida daria um livro sol. Só parei de viajar quando as crianças começaram a frequentar a escola”, relembra a companheira. “Enfrentamos muitas dificuldades juntos. Fomos roubados várias vezes. Os ladrões levavam o fogão e o botijão de gás. Era preciso usar lenha para esquentar a comida”, conta.

para São Bernardo do Campo onde vive até hoje. Dos primeiros anos de trabalho, Reginaldo Rossi recorda que ainda não havia um sindicato, mas duas associações que brigavam muito. “Havia muita confusão e greve. As brigas eram feias. Chegavam até a apedrejar e queimar caminhões. Foram tempos muito difíceis”, destaca.

Do trator ao caminhão Com 12 anos, Sadi mudou-se para Cândido Mota e começou a trabalhar numa fábrica de farinha de mandioca. “O encarregado comprou um Reginaldo Rossi e Ana Maria são casados há caminhão Mercedes-Benz e quase 30 anos dizia que, um dia, eu seria O cegonheiro Sadi de Lima Sanseu motorista. Eu tinha algutos conhece o Brasil como a palma da ma noção sobre como dirigir, pois já mão. Há 34 anos na estrada, já rodou tinha trabalhado como tratorista em pelas principais estradas do Brasil e fazendas de soja”, conta. A primeida América do Sul. “Minha vida na ra carteira de habilitação foi tirada estrada daria um belo livro”, conta em 1975, quando era funcionário da esse paulista de 59 anos, nascido em Constram – na época a segunda maior Marília, interior de São Paulo. construtora do Brasil. Graças à semelhança com o cantor, Sadi é mais conhecido entre os colegas de profissão como Reginaldo Rossi. Casado há quase 30 anos com Ana Maria, tem dois filhos: William e Wildes. O primeiro é programador de computadores e o mais novo seguiu os passos do pai. “O Didinho trabalha na Tegma há quase dois anos. O Didinho seguiu os passos do pai e Diogo quer filho dele, Diogo, tem apenas três comprar uma carreta para o avô anos e meio, e já sonha com ser ceTrês anos depois, surgiu a gonheiro. Meu netinho sempre diz que vai comprar uma carreta para oportunidade de trabalhar como cegonheiro.”Viajei junto com um mim”, conta orgulhoso. Quem vê esse Reginaldo Rossi amigo para Belém do Pará e lá conhehoje não tem ideia de como sua vida ci o Luiz Lagoa. Ele tinha o próprio foi cheia de obstáculos. “Sempre caminhão e batalhava muito para paacreditei que Deus me daria forças gar as dívidas. Por isso, estava seme me abriria portas para conquistar pre correndo para pegar carga. Numa tudo o que quisesse”, diz. Nesse lon- dessas viagens para a região Norte, o go caminho, ele encontrou força e Luiz ficou observando como eu maapoio da esposa, Ana Maria. “Logo nobrava a carreta para colocá-la na que nos casamos não tínhamos casa. balsa que ia para Manaus. Então, me Morávamos no caminhão. A vida era convidou para trabalhar com ele. Não muito sofrida: fazia comida à bei- pensei duas vezes”, conta. Com o novo emprego, mudou-se ra estrada – debaixo de chuva ou de

Cinco metros de gelo Ao longo de sua carreira, Reginaldo Rossi teve muitos altos e baixos. A fase mais difícil foi vivida em 1987, quando sofreu um acidente. “Num segundo perdi tudo o que havia conquistado em oito anos e meio”. Sozinho, enfrentou todas as adversidades e se reergueu. Com passagens pela TNorte, Dacunha, Trans Equipe e Brasil Car, ele tem várias histórias para contar. A que mais gosta é a história de uma viagem para o Chile. “Na Cordilheira dos Andes, o gelo chegou a uma altura de cinco metros, o que nos impedia de seguir viagem. Nunca vi tanto gelo na vida. Enfrentei temperaturas de até 30 graus negativos”, relembra. Hoje, esse cegonheiro batalhador trabalha na Brazul. “Tenho muito orgulho da minha profissão. Sou uma pessoa realizada”, afirma.

Revista Cegonheiro

16

Reginaldo Rossi com a esposa Ana Maria e os filhos Wildes (menor) e William (maior), na via Dutra


ISO 9001 : 2008

www.transzero.com.br São Bernardo do Campo SP • São José dos Campos SP Taubaté SP • São José dos Pinhais PR • Gravataí RS Vitória ES • Rio Grande RS • Camaçari BA • Catalão GO


Criança

Festa para a criançada

Altrans e Sindicato dos Cegonheiros promoveram festa para os baixinhos da Creche Sonho de Criança

Para comemorar o Dia das Crianças (12 de outubro), a Altrans Transportes, com apoio do Sindicato Nacional dos Cegonheiros, promoveu uma grande festa para os baixinhos atendidos pela creche Sonho de Criança, do bairro de Taquacetuba, de São Bernardo do Campo. O evento aconteceu na

Quinho (óculos) e Regis entregaram presentes para a criançada

Revista Cegonheiro

18

sede da Altrans e contou com a participação de 150 crianças que se divertiram e comeram à vontade: hambúrguer, cachorro-quente, pipoca e algodão doce, entre outras guloseimas. Todas receberam um kit de brinquedos. Localizada num bairro carente, a entidade é assistida

Boizinho fez questão de participar da comemoração ao Dia das Crianças

pela transportadora que realiza diversas ações sociais ao longo do ano. Uma delas foi a instalação de uma padaria beneficente – todo o maquinário foi doado pela Altrans. Tudo que é feito ali, é vendido para a comunidade da região a preços mais acessíveis. A verba é revertida em melhorias para a creche.

Criançada brincou e comeu à vontade


Motorista

Câmara aprova pontos de descanso para motoristas

Comitiva do Sindicato participou de audiência pública em Brasília

De acordo com informações da Agência Câmara de Notícias, a Comissão de Constituição e Justiça da Cidadania aprovou, no dia 8 de outubro, o projeto de lei 785/11 que obriga as concessionárias construírem pontos de apoio e de descanso para motoristas nas rodovias federais. A matéria foi aprovada em caráter conclusivo e seguirá direto para sanção presidencial – exceto se algum deputado apresentar proposta de alteração. Os pontos de apoio deverão ser construídos a cada 150 quilômetros Revista Cegonheiro

20

e deverão ter condições para atender qualquer tipo de veículo. A proposta original, aprovada pela Câmara em abril de 2012, previa a construção de paradas apenas para caminhões de carga ou ônibus de passageiros. O texto ainda determina que essas instalações ofereçam serviços que garantam o conforto e a conveniência dos motoristas. A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) definirá o que esses pontos de apoio devem conter.

Pedido atendido A criação dos pontos de apoio nas rodovias foi a principal bandeira levantada pelo Sindicato Nacional dos Cegonheiros, quando foi implantada a Lei 12.619 que estabelece a carga horária do motorista profissional. O presidente da entidade José Ronaldo Marques de Silva, o Boizinho, participou de diversas audiências públicas em Brasília para exigir a criação desses pontos para que o motorista possa estacionar o seu caminhão com segurança.


Lançamento

No deserto de Atacama

Cenário inóspito comprovou a força e a potência do motor do Ford Cargo

“Parece que andei num carro de passeio”. Com essa frase, o fotógrafo Ítalo Nogueira, da Revista Cegonheiro, define o test-drive realizado durante a apresentação dos extrapesados Ford Cargo 2042 e 2842 para a imprensa especializada. Para testar esses cavalos mecânicos, a montadora escolheu o deserto de Atacama, no Chile – um cenário inóspito que serviu para comprovar a força e a potência do motor capaz de desenvolver 420 cavalos a 2.100 rpm. A imprensa teve à disposição oito modelos que transportavam diferentes cargas, como baú e tanque, por exemplo. Ítalo andou – como carona – no Cargo 2842 com baú. Revista Cegonheiro

22

Primeiras impressões “Participei do teste na parte da manhã e a temperatura era bem agradável, em torno dos 25 graus. A estrada, plana. Durante o percurso de cerca de 10 minutos, fiquei impressionado com o nível de conforto da cabine de teto alto e bem espaçosa. O nível de ruídos é pequeno. Ponto para a equipe de engenharia da Ford que desenvolveu um excelente sistema de vedação acústica do motor. Outro acerto dos engenheiros da montadora é o sistema de transmissão. A troca de marchas é precisa e macia. Esses dois pontos são fundamentais para o motorista que passa o dia inteiro ao volante. O painel de instrumentos é completo e de fácil

Italo Nogueira destaca o nível de conforto da cabine

visualização. O motorista tem todos os comandos à sua mão, sem desviar a atenção da estrada. Em termos de tecnologia, o modelo não deve nada ao Volkswagen Constellaltion, ao Mercedes-Benz Axor e ao Volvo FM, seus concorrentes diretos. Para garantir a segurança, é equipado, de série, com freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem e controle automático de tração. É um caminhão que deve agradar e ter boa aceitação no mercado. Para isso, outro ponto forte é que a montadora conta com 140 distribuidores”. Saiba um pouco mais Destinados às aplicações rodoviárias de longa distância, os cavalos


mecânicos Cargo 2042 4x2 e Cargo 2842 6x2, são equipados com motor FPT de 10,3 litros. O Cargo 2042 4x2 pode tracionar até 49 toneladas de carga e o 2842 6x2 é capaz de puxar até 56 toneladas. De série, são equipados com câmbio automatizado ZF ASTronic de 12 velocidades, ar-condicionado, vidros, travas e retrovisores elétricos, entre outros itens. A cabine tem ângulo de basculamento de até 68º, o que facilita o acesso aos componentes do motor e aos outros agregados. Os modelos são equipados com dois tanques de combustível de 325 litros, o que garante maior autonomia ao condutor. Desenvolvido em parceria entre os profissionais do Brasil e da Europa, o extrapesado é um projeto global. Para desenvolvê-lo foram realizados mais de um milhão de quilômetros de testes. O Cargo 2042 4x2 tem preço sugerido de R$ 260.900 e o Cargo 2842 6x2, de R$ 294.900. •A Revista Cegonheiro viajou a convite da Ford do Brasil.

Com este modelo, a Ford ingresssa no concorrido mercado do extrapesados

Concessionárias apresentam o extrapesado

Cláudio Terciano e Totó conversam durante confraternização da Divepe

A Souza Ramos e a Divepe, distribuidoras da Ford, promoveram eventos para apresentar aos profissionais do transporte de carga o Cargo 2042 4x2 e o Cargo 2842 6x2, modelos que marcam a estreia da montadora no segmento de extrapesados. Na Souza Ramos, os cerca de 500 convidados foram recebidos pe-

los executivos da concessionária e Ford Caminhões. Eles assistiram a um vídeo sobre os caminhões e depois saborearam um delicioso jantar acompanhado de churrasco e do tradicional porco no rolete. Para animar a confraternização, uma surpresa: a apresentação de uma escola de samba. Os convidados não resistiram

Souza Ramos promoveu evento para cerca de 500 convidados

e caíram no samba. A confraternização na Divepe foi marcada pelo clima de suspense: quando os convidados chegaram, havia três caminhões cobertos. Quando foram retiradas, todos aplaudiram e elogiaram o design do modelo. Os executivos da Ford também prestigiaram a confraternização. 23

Revista Cegonheiro


Produção

Audi voltará a produzir no Brasil

Beto Richa (terceiro da esq. para a dir.) com o Klaus Kühne, Jörg Hoffman, Rupert Stadler e Bernd Martens

Agora é oficial: a Audi voltará a produzir carros no Brasil. O encontro que selou a volta da montadora de carros de luxo aconteceu no dia 18 de setembro, quando o governador do Paraná, Beto Richa, recebeu o presidente da Audi AG, Rupert Stadler, no Palácio do Iguaçu. “O Brasil é um mercado muito interessante para nós e escolhemos a cidade de São José dos Pinhais para realizar esse investimento, que é um marco em nosso caminho em direção ao crescimento e à internacionalização”, afirmou Stadler. Para Beto Richa, o retorno da montadora alemã de carros de luxos é resultado dos esforços do governo para atrair grandes empresas para o estado. “Em pouco mais de dois anos, criamos um ambiente propício no estado, através do diálogo, da segurança jurídica, e do entendimento com as empresas. Por meio do Programa Paraná Competitivo e com a política de industrialização do governo, resgatamos a confiança do setor produtivo e voltamos a atrair grandes empresas como a Audi”, declarou. Revista Cegonheiro

24

Fotos: Divulgação

Fabricação do Q3 está prevista para começar em 2016

Ao final do encontro, Beto Richa ganhou uma miniatura do S8, modelo esportivo da marca. Além de Stadler, também participaram do encontro, o presidente da Audi do Brasil, Jörg Hoffman, e o vice-presidente da marca alemã, Bernd Martens. Investimento de R$ 500 milhões Até 2015, a Audi investirá cerca de R$ 500 milhões (175 milhões de euros) no complexo industrial da Volkswagen, instalado na cidade de São José dos Pinhais. Ali serão produzidos dois modelos: o novo A3 (a partir de setembro de 2015) e o Q3 (no segundo semestre de 2016). De acordo com Hoffman, 26 mil veículos por ano deverão sair da linha de montagem do Paraná. “Até 2018 queremos chegar a 30 mil veículos vendidos, entre nacionais e importados. Nossa intenção é dobrar o

atual número de concessionárias, de 28 para 60; e também aumentar sensivelmente o lucro dos nossos revendedores”, afirmou. Ainda de acordo com o executivo, a fábrica deve gerar cerca de 300 empregos diretos e mais 900 indiretos. Retorno após sete anos A Audi repete a parceira com a Volkswagen. Entre 1999 e 2006, a montadora produziu o A3 ao lado do Golf. A decisão de suspender a produção do modelo ocorreu devido à baixa demanda. Fotos: Divulgação

Novo A3 deverá ser produzido a partir de setembro de 2015 Fotos: Divulgação

Golf continua sendo produzido em São José dos Pinhais


25

Revista Cegonheiro


Caminhões

Cegonheiros conhecem o Iveco Hi Way

Iveco Hi-Way foi eleito International Truck of the Year 2013 pela imprensa especializada

Christian Gonzalez, diretor de Marketing, fala sobre o caminhão

A Vetelli, concessionária Iveco, promoveu um evento exclusivo para os cegonheiros, no dia 10 de outubro, no Buffet Piazza Demarchi. O objetivo era apresentar o Iveco Hi-Way, modelo premiado com o International Truck of the Year 2013. O título foi concedido no ano passado pela imprensa especializada durante a feira de transportes de Hannover (Alemanha) – o evento mais importante no segmento de veículos pesados. Os convidados foram recepcionados pelos diretores da concessionária, Teodoro da Silva e Maurício Locatelli, pelo gerente de vendas, Paulo Yachimciuc, e pelo represenRevista Cegonheiro

26

Expedito Gama fechou o primeiro pedido de compra no evento. À esq. Paulo e à dir. Alexandre

tante de vendas, Alexandre Menezes. A Iveco foi representada pelo diretor de marketing, Christian Gonzalez e pelos executivos, Vicente Garcia, André Lourenço, Leandro Caires e Leandro Conde. Durante a confraternização foram apresentados dados técnicos do modelo que está disponível em três motorizações (440 cv, 480 cv e o novo 560 cv) e desenvolve potência máxima de 1.900 rpm. O veículo pode ser encontrado em três versões de tração (4x2, 6x2 e 6x4) e em três entre-eixos (3.500, 3.200 e 3.000). De série, o caminhão é equipado com ajustador automático de freios, ABS, sensor do

Vetelli promoveu um evento exclusivo para os cegonheiros

nível de desgaste da lona, câmbio automatizado Eurotronic com 16 velocidades, ar condicionado, bancos em couro, vidros, travas elétricas e geladeira entre outros. Esses diferenciais aliados à beleza e ao design moderno atraíram compradores. Segundo o representante da Iveco junto aos cegonheiros atendidos pela Vetelli, Leandro Caires, durante o evento, foram realizados vários negócios e apresentadas intenções de compra entre modelos Hi Way e Ecoline. “Com isso, confirmamos, mais uma vez, a união de forças entre a montadora e a concessionária para atender cada vez melhor o segmento”, diz.


Investimento

Iracemápolis receberá fábrica da Mercedes-Benz foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Andreas Renschler e a presidente Dilma Rousseff na cerimônia de anúncio da nova fábrica da Mercedes-Benz

Acabaram-se as especulações. A terceira fábrica da Mercedes-Benz no Brasil será instalada na cidade de Iracemápolis (SP). O anúncio foi feito à presidente Dilma Rousseff, pelo membro do board responsável pela produção e compras da Mercedes-Benz Automóveis e Mercedes-Benz Vans, Andreas Renschler; e pelo presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO da Daimler para a América Latina, Philipp Schiemer. A comunicação se deu em cerimônia realizada no dia 1º de outubro. Com cerca de 20 mil habitantes, Iracemápolis disputava a nova unidade da montadora alemã com o município de Joinville (SC). De acordo com os executivos, o invesRevista Cegonheiro

28

timento inicial será de cerca de R$ 500 milhões. A expectativa é de que os primeiros veículos sairão da linha de montagem em 2016. Ali serão produzidos a próxima geração da Classe C e o GLA – utilitário esportivo lançado recentemente no Salão de Frankfurt (Alemanha). A produção deverá atingir cerca de 20 mil carros por ano. A nova fábrica deverá gerar perto de mil empregos diretos e outros 3.000 indiretos. Para Andreas Renschler, “o Brasil é um importante mercado futuro. Com nossa produção local, aceitamos o desafio e enfrentaremos nossos competidores”, afirmou. Ele ainda disse que “com a nova geração da Classe C e o GLA, faremos a

nacionalização de dois produtos altamente atraentes, com a qualidade superior da Mercedes, para a qual vemos grande potencial no segmento brasileiro de veículos premium”. No Brasil A montadora alemã já possui unidades em São Bernardo do Campo (SP) e Juiz de Fora (MG). A fábrica paulista é a maior fora da Alemanha e é a única onde caminhões, chassis de ônibus e agregados (motores, caixas de câmbio, eixos e cabines de caminhões) são produzidos no mesmo local. Da linha de produção da unidade mineira, saem os caminhões leves Actros e Accelo.


NTO

S

16ª Expo de Transportes do ABCD & grandes momentos

Agata e Ana Beatriz prestigiam a exposição

APOIO: ORGANIZ REALIZ

AÇÃO:

Sindicato onal iro os o Nacionhe nheiros dos Cego

AÇÃO:

ne co Eventos

ão

Mário, Niltinho e Beira com suas esposas

Danilo (BX), Maguelo Florio, Júnior e Afrânio

Vale a pena recordar A 16ª Expo Nacional de Transportes do ABCD ainda está dando o que falar. Por isso, a Revista Cegonheiro publica mais algumas fotos deste evento que agitou o setor e a cidade de São Bernardo do Campo. Confira!

Neto e Boizinho conversam sobre a exposição

Benvindo, Mauro Romano e esposa assistem ao show de Roberta Miranda Revista Cegonheiro

30

Agnaldo Rossi e Boizinho posam para fotos


Boizinho recebe a visita do amigo Chico Leitão

Boizinho recebe a comissão e a liderança da Nortev

Boizinho e Rogério, da nova geração de cegonheiros

Daniel, Zé do Poste, Quinho, Regis (atrás) e Mola (frente)

Clóvis e Boizinho durante a exposição

Adalberon prestigia o amigo Boizinho

Boizinho e Germano; Valmarino (ao fundo), dois líderes do setor

Daniel, Lucas, Samuel, Ednor, Gabriel e Gabrielzinho

31

Revista Cegonheiro


NTO

S

16ª Expo de Transportes do ABCD & grandes momentos

Luiz, Cláudio, Simone e Beatriz prestigiam a cerimônia de abertura

APOIO: ORGANIZ REALIZ

AÇÃO:

Sindicato onal iro os o Nacionhe nheiros dos Cego

AÇÃO:

ne co Eventos

ão

Vanessa, Cida, Benvindo, Lucas e Leandro prestigiaram a exposição

Boizinho dispensa atenção especial aos amigos

Os amigos assistem ao show musical

Raquel, Waldélio e Ariane prestigiaram a exposição

Divino e Jaime no estande do Sindicato Revista Cegonheiro

32

Jessica, Ditinha e Emile conheceram as novidades


As irmãs e sobrinhas do diretor Jaime prestigiaram a exposição

Essas gatinhas tomaram conta do palco

Marcelo de Lucas e Marina Linhares visitam o estande do Sindicato

Thayná e Alexandra esbanjam charme e simpatia

A cada ano, a exposição recebe mais jovens

Mircy, Dona Maria e Evelyn no coquetel de abertura

33

Revista Cegonheiro


Trânsito

Por um trânsito melhor

Dorival Colaço, César Antônio, Jaime, prefeito Luiz Carlos Setim, Axel Ribeiro

O prefeito de São José dos Pinhais (PR), Luiz Carlos Setim, participou, no dia 8 de agosto, de uma reunião com o diretor do Sindicato Nacional dos Cegonheiros, Jaime Ferreira dos Santos, e representantes da filial paranaense da Brazul, César Antônio e Axel Ribeiro. Realizado nas dependências da transportadora, o encontro também contou com a participação do administrador da regional de Colônia Gatupe, Dorival Colaço. Essa foi a primeira de uma série de reuniões para discutir a implantação Revista Cegonheiro

34

João Soares (Dão), Mari Temperasso e Jaime

de ações de melhoria para o trânsito na região, onde há tráfego intenso de caminhões cegonha. “Esse estudo será feito em parceria entre o sindicato, a prefeitura e a transportadora. Nosso objetivo é promover melhorias não só para os cegonheiros, mas também para os moradores da região, afirma Jaime. “Ainda de acordo com o diretor do Sindicato, o prefeito Setim comprometeu-se aparticipar de outras reuniões e acompanhar a questão de perto, para que as melhorias sejam realizadas o mais rápido possível”, completa.

Pavimentação na marginal da BR-277 Depois de vários pedidos e anos de discussão, finalmente a marginal da BR-277, nas imediações do bairro Borda do Campo, também em São José dos Pinhais, vai ser pavimentada. A via dá acesso aos pátios da Transmoreno e da Cat Log e por lá circulam diariamente vários caminhões cegonha. “Graças ao esforço da vereadora Mari Temperasso e da Ecovias – concessionária que administra a rodovia – a obra será realizada e deverá ser finalizada até dezembro deste ano”, comemora o diretor Jaime.


Corretor BULARA da Abyara: (11) 7725-­‐3827   Corretor GIRON da Abyara: (11)  9.5709-­‐2131  

CRECI:121254

CRECI: 87954  

Antecipe-se, maiores INFORMAÇÕES:


foto: E. Passarin Fotojornalismo

Segurança

São Paulo quer reduzir em 50% casos de mortes em rodovias

As concessionárias deverão traçar um novo diagnóstico das estradas e elaborar um plano de ações bienal

O governo de São Paulo, por meio da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) estabeleceu duas metas ousadas: reduzir em 50% os casos de mortes e diminuir em 20% o número de feridos em acidentes nas rodovias paulistas. A redução será feita em relação aos números registrados em 2010. Essa iniciativa atende a uma determinação da ONU (Organização das Nações Unidas) que estabeleceu o período entre 2011 e 2020, como a Década do Trânsito Seguro. De acordo com esse programa, os governos de todo o mundo se comprometem adotar medidas de prevenção de acidentes de trânsito – são registrados cerca de 1 milhão de óbitos por ano (a oitava causa de mortes em todo o mundo). Apesar de o programa da ONU ter definido apenas a redução de mortes, a Artesp foi além e priorizou diminuir também o número de feridos. Para alcançar essas metas, as concessionárias que administram as principais rodovias paulistas deverão traçar um novo diagnóstico das estradas e, como base neste levantamento, traçar um plano de ações bienal. Todas as medidas serão acompanhadas pela Artesp. Desde 2000, a agência desenvolve, junto com as concessionárias e a Polícia Militar, o Programa de Redução de Acidentes (PRA). Até 2012, o índice de mortes registradas nas rodovias caiu 50%. Entre 2009 e julho deste ano, foi registrada queda de 30%. Direção segura A segurança nas rodovias envolve basicamente três elementos: a rodovia, o veículo e

Revista Cegonheiro

36

o condutor. Com os investimentos realizados pelas concessionárias, elas oferecem segurança adequada para as condições de operação que são estabelecidas pela regulamentação da rodovia. Ao mesmo tempo, a indústria automobilística tem oferecido veículos cada vez mais seguros. Assim, também cabe ao condutor parte da responsabilidade da direção segura. Na avaliação dos acidentes verifica-se que, entre os fatores relacionados aos motoristas, três são os que mais contribuem para a causa ou para a gravidade dos acidentes: o desrespeito à velocidade máxima, a alcoolemia e o não uso de cinto. Trânsito Seguro De acordo com dados da ONU, cerca de 1 milhão de pessoas morrem anualmente em todo o mundo vítimas de acidentes no trânsito. Isso faz dos acidentes de trânsito a oitava causa de morte no mundo, e é a primeira causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos. Além disso, a cada ano entre 20 e 50 milhões de pessoas ficam feridas em acidentes. A expectativa da organização é que, em 10 anos de ações (20112020), sejam salvas cerca de 5 milhões de vidas que seriam vitimadas por esses acidentes. Em relatório divulgado este ano, a ONU recomenda que os países foquem em uma legislação mais rígida e clara que atenda os seguintes itens: - redução de velocidade máxima, especialmente em áreas densas, como forma de preservar pedestres e ciclistas; - leis mais rígidas para quem beber e dirigir;

- obrigatoriedade do uso de capacete para motociclistas, bem como a determinação do padrão do capacete; - obrigatoriedade do uso do cinto de segurança, inclusive no banco traseiro; - obrigatoriedade do uso de cadeirinhas para crianças que andam de carro. Atropelamentos Uma das principais recomendações da ONU é que as políticas de segurança no trânsito atentem especialmente para os mais vulneráveis: pedestres, ciclistas e motociclistas. Atualmente, a maior causa de mortes em rodovias concedidas é justamente o que envolve pedestres, o atropelamento. Embora represente apenas 1,9% de todos os acidentes que aconteceram desde 2002, são os líderes em número de vítimas fatais. Em um período de pouco mais de dez anos (2002-julho/2013) 28,6% do total de mortos nos acidentes rodoviários foram vítimas de atropelamentos. A implantação de passarelas é parte fundamental para minimizar o problema dos atropelamentos. Atualmente, a malha concedida conta com 265 passarelas. Apenas este ano, já foram entregues oito. Apesar de as passarelas serem essenciais, também é importante que o pedestre tenha consciência de como e onde atravessar. Uma pesquisa feita pela Artesp em 2010 mostrou que 21% das mortes por atropelamentos ocorreram a menos de 200 metros de uma passarela. Mais de 80% dos atropelamentos ocorrem à noite, quando o motorista tem a visibilidade muito reduzida.


Serviço

Roupa suja se lava...na estrada foto: Divulgação

Não existem restrições quanto ao uso das lavadoras: vai desde roupas finas até lençóis

Essa é a proposta da rede de lavanderias Laundromat que abriu duas lojas em postos de gasolina, à beira de rodovias de grande circulação de carros e caminhões – as rodovias Presidente Dutra e Regis Bittencourt. “Os postos de gasolina hoje são centros de serviços. As pessoas que param para abastecer, tomar um lanche ou sacar dinheiro do caixa 24 horas agora podem lavar a roupa também”, afirma o diretor comercial, Nicolas Lopez Lanhozo. As lavanderias são montadas dentro de containeres e funcionam desde o final do ano passado. Segundo Lanhozo, a expectativa da empresa é fechar 2013 com 20 novas unidades modulares pelo Brasil. “É um ótimo negócio, pois, além de complementarmos o leque de serviços já oferecidos pelos estabelecimentos, proporcionamos um espaço para os viajantes e os caminhoneiros lavarem suas roupas na estrada, com

qualidade e conforto”, justifica. Não existem restrições quanto ao uso das lavadoras: vai desde roupas finas até lençóis. No caso de roupas finas, é recomendado o método wet cleaning (que corresponde à lavagem a seco). De acordo com Lanhozo, o preço recomendado para os franqueados é de R$ 10 para lavar um cesto de roupa. Esse também é o valor para secar o cesto de roupas. “Essa seria, mais ou menos, a quantidade de roupa usada por uma pessoa durante uma semana. Não cobramos por peso nem por unidade, pois isso encareceria o serviço. Na loja, oferecemos o sabão – item que geralmente é cobrado à parte em muitas lavanderias self-service. O pagamento pode ser feito com cartão”, explica. Existem dois modelos de lojas: o Express e o Integral. O primeiro conta com quatro lavadoras e quatro secadoras. O próprio cliente com-

pra uma ficha no caixa do posto ou na loja de conveniência e lava sua roupa sozinho. No modelo integral, além do autoatendimento, há o serviço de passadoria. Segundo o diretor comercial, o sistema é simples e pode ser usado por qualquer pessoa. Enquanto aguarda, o cliente tem à sua disposição uma sala com revistas e equipada com ar-condicionado, televisão e wi-fi. “Isso depende do franqueado”, explica. Maior franqueadora da América Latina Com mais de duas mil lojas no continente, a Laundromat é a maior franqueadora do segmento de lavanderia self service da América Latina. Fundada em 1981 na Argentina, a empresa iniciou suas atividades no Brasil em 1987, com uma loja no bairro do Flamengo (RJ). Atualmente conta com 60 unidades instaladas em 15 estados.


Restrições de Tráfego

para carretas cegonhas em

2013

De acordo com o Departamento da Polícia Rodoviária Federal – Coordenação Geral de Operações, portaria nº 1, de 14 de dezembro de 2012, publicada no Diário Oficial da União em 1º de fevereiro de 2013, fica restrito o trânsito de Combinações de Veículos portadores de AET em rodovias federais nos períodos de feriados e grandes eventos de 2013.

RESTRIÇÃO DE TRÂNSITO EM TODAS AS UNIDADES DA FEDERAÇÃO OPERAÇÃO

DIA DA RESTRIÇÃO

Carnaval

Semana Santa

Corpus Christi Proclamação da República

Fim de Ano

HORÁRIO DA RESTRIÇÃO

08/02/2013 (sexta -feira)

16:00 às 24:00

09/02/2013 (sábado)

06:00 às 12:00

12/02/2013 (terça-feira)

16:00 às 24:00

13/02/2013 (quarta-feira)

06:00 às 12:00

28/03/2013 (quinta-feira)

16:00 às 22:00

29/03/2013 (sexta-feira)

06:00 às 12:00

31/03/2013 (domingo)

16:00 às 24:00

29/05/2013 (quarta-feira)

16:00 às 22:00

02/06/2013 (domingo)

16:00 às 22:00

14/11/2013 (quinta-feira)

16:00 às 24:00

15/11/2013 (sexta-feira)

06:00 às 12:00

17/11/2013 (domingo)

16:00 às 24:00

24/12/2013 (terça-feira)

12:00 às 22:00

25/12/2013 (quarta-feira) 31/12/2013 (terça-feira) 01/01/2014 (quarta-feira)

16:00 às 24:00 12:00 às 22:00 16:00 às 24:00

Restrição de Trânsito na BR – 101, entre os municípios de Rio Bonito e Itaboraí, Km269 a 308 do Rio de Janeiro e na BR – 493, nos municípios de Magé e Itaboraí, Km 0 ao 26 OPERAÇÃO

DIA DA RESTRIÇÃO

Carnaval

HORÁRIO DA RESTRIÇÃO

08/02/2013 (sexta-feira)

06:00 às 19:00

09/02/2013 (sábado)

06:00 ás 19:00

13/02/2013 (quarta-feira)

12:00 às 22:00

17/02/2013 (domingo)

12:00 às 22:00

Restrição apenas nos Estados da Bahia, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte OPERAÇÃO

DIA DA RESTRIÇÃO

Festejos Juninos (São João)

HORÁRIO DA RESTRIÇÃO

21/06/2013 (sexta-feira)

12:00 às 20:00

22/06/2013 (sábado)

15:00 às 22:00

23/06/2013 (domingo)

15:00 às 22:00

24/06/2013 (segunda-feira)

06:00 às 12:00

Restrição apenas no Estado do Rio de Janeiro OPERAÇÃO Jornada Mundial da Juventude

Revista Cegonheiro

40

DIA DA RESTRIÇÃO

HORÁRIO DA RESTRIÇÃO

24/07/2013 (quarta-feira)

14:00 às 24:00

28/07/2013 (domingo)

12:00 às 24:00


LICENÇAS Autorização para o tráfego de veículos com carga especial

O Sindicato Nacional dos Cegonheiros tem a disposição dos seus associados e motoristas, o Departamento de Licenças, específico para dar entrada na documentação para a retiradade Licenças Estaduais e Federal de acordo com as normas exigidas pelo DER – Departamento de Estradas de Rodagem e do DNIT – Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes.

ONDE TIRAR AS LICENÇAS São Bernardo do Campo-SP Sede Central – Rua: Luiz Barbalho, 07/11 – Bairro Demarchi Licenças Federal e Estaduais

(11) 4346.5508

Camaçari / Bahia Rua: Gurupi, 23 – Bairro Goiana Licenças do Estado da Bahia

(71) 3622-6500

Gravataí / Rio Grande do Sul Av. Eli Correa, 6.651 – RS 030 – Bairro Passo da Cavera Licenças do Estado do R.G. do Sul

(51) 3431-4848

São José dos Pinhais / Paraná Rua: Tubarão, 112 – sala 02 – Bairro: Borda do Campo Licenças dos Estados de Santa Catarina, Minas Gerais, Tocantins, Paraná, R.G. do Sul, Goiás e São Paulo

(41) 3385-8245

São José dos Campos / São Paulo Rua: Ernesto Júlio Nazaret,201 Vila Tesouro Licenças Federal e Estaduais

(12) 3906-0807

Tocantins (Licença Estadual)

Rio de Janeiro (Licença Estadual)

-Documento Cavalo Mecânico e Carreta -Contrato Social e CNPJ (pessoa jurídica) -CPF e RG (Pessoa Física) -Licença Federal 4,95m -Todos documentos autenticados

- Documento Cavalo Mecânico e Carreta - RG e CPF (proprietário da empresa) - Contrato Social - Requerimentos (no Sindicato)

São Paulo (Licença Estadual e Federal) -Documento Cavalo Mecânico e Carreta

Santa Catarina (Licença Estadual)

Minas Gerais (Licença Estadual) -Documento Cavalo Mecânico e Carreta -Procuração (retirar no Sindicato) -Contrato Social (pessoa jurídica) -CPF e RG (pessoa física)

-Documento Cavalo Mecânico e Carreta

Goiás (Licença Estadual)

R. Grande do Sul (Licença Estadual) -Documento Cavalo Mecânico e Carreta

-Documento Cavalo Mecânico e Carreta -Licença Federal 4,95m

Paraná (Licença Estadual e Federal) -Documento Cavalo Mecânico e Carreta

-Documento do Cavalo Mecânico e Carreta

ATENÇÃO MOTORISTAS

Licenciamento São Paulo 2013 Final de Placa

1e2 3, 4 e 5 6, 7, e 8 9e0

Revista Cegonheiro

42

Bahia (Licença Estadual)

CAMINHÕES Mês do Licenciamento

Setembro Outubro Novembro Dezembro

CARRETAS AUTOMÓVEIS MOTOS Final de Placa Mês de Licenciamento

1 2 3 4 5e6 7 8 9 0

Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro


Transparência, segurança e experiência que sua empresa precisa, aliada pela alta qualificação de seus profissionais    

Escrita fiscal e administração de tributos; Contábil: Balancetes, Livro Caixa, entre outros; Trabalhista: Folha de pagamento, encargos sociais e tributos afins; Abertura e Encerramento de empresas, DIRPF, Certidões Negativas.

Rua Mateos Demarchi, nº 280, Demarchi – S. B. Campo – SP Tel.: (11) 3996-3120 / 7830-4358 Nextel / ID: 97*102317

AGORA É SÓ ESCOLHER. TODA LINHA CHEVROLET DIRETO PARA VOCÊ!

AQUI VOCÊ TEM BENEFÍCIOS ESPECIAIS E ATENDIMENTO PERSONALIZADO. NÃO VAMOS PERDER NEGÓCIO! Plantão:

Parceria:

VIAMAR ABC CAMINHO DO MAR, 2227 RUDGE RAMOS, ABC - SP 4367 8082 | 4367 8090 VIAMAR, 19 ANOS

| TAMBÉM EM MAIS 6 LOJAS EM SÃO PAULO E 4 NO RIO DE JANEIRO 43

Revista Cegonheiro


Classificados

Dambroz1998/1999, bom estado(Transauto) R$ 30.000,00. Tratar com Márcio Galdino (11) 7881-4656 Três Eixos 2003-2003, alongada, semi-robocop, Tratar: (11) 753-8856 Valter Zanetti Três Eixos 97/98/99. Aberta, alongada para caminhões frontal, carrega sete Toyota. Tratar com Joel - TG (54) 3027-7966 Três Eixos 2006, Robocop, com pneus e cintas. Tratar com Nelson -TG (54) 3221-8501 Dambroz, ano 2000, convencional, pneus e cintas Brazul. Tratar com Bruno (11) 99389-0869 e 30*56894 Engerauto, ano 1996, elétrica, capacidade para 11 carros. R$ 40 mil. Tratar com Salvador Corrêa (11) 9390-5898 e (11) 4347-9728 Três Eixos, 2005, amarelo, robocop, em bom estado e pintura nova. Tratar com Gersino (11) 8287-9862 e (11) 7708-5061 Três Eixos, 2003, convencional, preto e pronta para trabalhar. Tratar com Gersino (11) 8287-9862 e (11) 7708-5061 Carreta RobocopDambroz 2003, reformada em 2010 e com pistões novos. Padrão Tegma. Impecável. Tratar com Wadson (11) 7661-3377 e (79) 9876-9353 Vendo ou alugo carreta cegonha Três Eixos, ano 1997, freio novo, cor verde Dacunha, aberta e alongada. Ótimo estado de conservação. Engata caminhão Toco. Valor: R$ 38 mil. Carreta cegonha Dambroz, ano 2000, aberta, alongada, engata caminhão truckado, cor verde Dacunha. Ótimo estado de conservação. Freio feito há dois meses. Valor: R$ 39 mil. Carreta FNV, ano 91, aberta, alongada, cor preta, toda reformada como Engerauto, boa de carga, engata caminhão Toco. R$ 28 mil. O aluguel de qualquer carreta é de R$ 2.000 por mês. Tratar com Valdivino Neto (Val das Tintas) (11) 7009-3838, 3423-1555 e 966*10355 Vendo conjunto Volkswagen Constellation 19370, ano 2009, vermelho e carreta ContinRobocop, ano 1987, verde toda reformada. Preço total: RW 210 mil. Se for vendido separado, R$ 150 mil (cavalo) e R$ 60 mil (carreta). Tratar com Sílvio (11) 97717-3278 e 7*3199 Carreta Engerauto 1998, padrão Brazul amarela, alongada e preparada para “cara chata”, boa de carga (sete pickups e três médios), com oito pneus semi usados. Tratar com Hamilton (11) 98114-0119 Carreta Três Eixos, 2001, com pneus em ótimo estado. Tratar Toninho Pirajuí (11) 98361-6717 Carreta Engerauto, ano 2000, verde, alongada, com pneus e cintas. Preço: R$ 40 mil. Tratar com Nilton (11) 98644-5354 e 99263-2336 Carreta Dambroz 2008, azul (Transauto), com pneus e cintas. Tratar com Reginaldo (11) 7738-7296 9*43047 Carreta RobocopGoldin 1987 com rodas e pneus. Capacidade para 11 carros. Totalmente reformada. Preço: R$ 43 mil. Tratar com Sílvio (11) 7717-3278 Carreta Nego 2008, verde e com pneus. Tratar com Hong (13) 9112-2716 Vendo ou alugo as seguintes carretas: Dambroz 2000/2001, aberta, convencional, preta, R$ 38 mil. Três Eixos, 1997/1997, aberta, convencional, preta, R$ 37 mil. Dambroz, 1998, aberta, alongada, convencional, verde, R$ 39 mil. Três Eixos 1997/1997, aberta, alongada, convencional, verde, R$ 39 mil, Dambroz 2000/2000, aberta, alongada, convencional, engata truck, verde, R$ 39 mil. FNV 1991, aberta, alongada, convencional, R$ 28.500. Tratar com Valdivino Neto (Val das Tintas) (11) 7009-3838, 3423-1555 e 966*10355 Carreta Dambroz 2002, preta padrão Tegma, convencional, com pneus e cin-

Revista Cegonheiro

44

tas. Tratar com Osmar (11) 7725-4962 e ID 105*106 951. Vendo três carretas pranchas para transporte de caminhões (duas Facchini e uma Dambroz). Todas em bom estado e com pneus. Tratar com João (11) 7865-9192 e 4368-9206. Carreta DambrozRobocop, 2008, com pneus e cinta. Tratar com Valter (Transzero) (11) 99999-3024 Carreta Três Eixos Robocop, 2008, com pneus e cintas em bom estado. Preço: R$ 85 mil. Tratar com Vanderlei (11) 98192-0062 e (75) 9823-6842

Volvo FM 320 E 340 4X2 ANOS 4X2 ANOS 2000,2001,2003,2006 Tratar (54) 3027-7966 com Joel MB 608 Dguincho,1980.R$ 30 mil. Tratar:(11)99134-8945/7833-2201/ID 84*23068 com Gilberto - TN IvecoStralis, 2009,modelo Power cegonheiro, turbina e unidades novas, vermelho,pneusnovos.Valor: R$ 210 mil. Tratar: (11) 9935-7917 com Delmiro – TNorte Caminhão Mercedes-Benz 2035 4x2, ano 2008, branco. R$ 155 mil. Tratar com Edmilson (11) 99932-5637 Axor 2035, branco, 2007/2008. Tratar com Silvana ou Félix (11) 97028-9782, 98436-3376, 11*6514 ou 7734-5921 Ford Cargo 1418 Toco, turbinado e reduzido, ano 1988, prata, com baú de sete metros. Preço: R$ 45 mil. Tratar com Ademir (Tegma) (11) 7273-2933 Axor2035, 2008, prata, completo e em bom estado de conservação. Tratar com Márcio Galdino (11) 7881-4656. Axor 2044, 2008, prata, completo, com motor e câmbio revisados. Tratar com Márcio Galdino (11) 7881-4656. Mercedes Axor 2040, ano 2009, vermelho e em ótimo estado. Tudo original. Preço a combinar. Tratar com Brandão (Transauto) (11) 99141-7572 e 4109-2280 Volvo FH 440, ano 2009/2010, só trabalhou com cegonha. Único dono. Valor: R$ 230 mil. Tratar com Nilton (Transauto) (11) 4127-9324 e 987847600 Volvo FH 6x2, Globetrotter, 2012/2012, branco, completo e em perfeito estado de conservação. Pronta entrega. Valor: R$ 340 mil. Aceito caminhonete em troca. Tratar com Peterson, da Transzero (11) 98124-1450 Mercedes-Benz Axor 2035, 2008. Tratar com Valter (Transzero) (11) 99999-3024 Mercedez-Benz 4x2, 2007, prata. Preço: R$ 145 mil. Tratar com Vanderlei (11) 98192-0062 e (75) 9823-6842

Mitsubishi Outlander GT, 2011, completa, branca. Preço: R$ 80 mil. Tratar com Márcio Galdino (11) 7881-4656, 6348-2425 e 80*2223 Caminhoneta 82 cabine dupla, original, turbinada, hidráulica, raridade. Tratar com Daniel-TNorte Curitiba - BZ (15) 3278-1214 Pajero, ano 98, prata, motor novo, a gasolina. Tratar com Itamar – TG (11) 9222-5234 e ID 9*67333 Citroen ZX furion, 1995, completo,1.8. Tratar com Geraldo – Sindicato (11) 9876-4955 e 4357-9255 Voyage confortline1.6,flex,09/10,comp leto. Tratar com Enzo (11) 4396-1869 e 7765-2487 Uno 2009, azul metálico, duas portas, completo, flex. Tratar com Marcelo – BZ Taubaté (12) 9239-2287 e 9178-2857 Golf Black Edition 2010/2011, preto, completo. R$ 50.400,00. Tratar com Márcio Galdino (11) 7881-4656 S10, 4x4, 2010 modelo 2011, turbo, branco, 25 mil quilômetros rodados,

carro de garagem, motor MWM. R$ 69,5 mil. Tratar com Geraldo Saraiva Filho (11) 7076-0632, 4109-1279 e 4358-1313 D20, 86, turbo, vermelho perolizado, segundo dono, 160 mil quilômetros rodados, carro de garagem, com guincho na frente. R$ 32,5 mil. Tratar com Geraldo Saraiva Filho (11) 7076-0632, 4109-1279 e 4358-1313 Moto Yamaha YBR 125, 2008 e em ótimo estado. Tratar com Nelson (11) 98442-0969 e 99477-8859 Moto BMW GS 1200 R, 2009/2009, prata. Vendo ou aceito troca por carro ou outra moto. Tratar com Peterson (11) 98124-1450 e 916*855 Saveiro Cross 2012, cinza, completa. Preço: R$ 39 mil. Tratar com Márcio Galdino (11) 7881-4656 Vendo ou troco Siena ELX Flex, ano 2010, completo. Único dono. Tratar com Nilton (Transauto) (11) 41279324 e 98784-7600 Punto 2008, cinza, completo. Preço: R$ 23 mil. Tratar com Ítalo (11) 78218773 Toyota Corolla 2012, prata, modelo XEI, completo e baixa quilometragem. Único dono. Todas as revisões foram feitas na concessionária e o carro ainda conta com garantia de fábrica. Preço: R$ 61 mil. Tratar com Robson (11) 7865-8643 e 82*15730 Fiat Strada cabine dupla, 2010, cinza, completa. Excelente estado de conservação e com todas as revisões feitas. Tratar com Edinaldo (11) 98731-4599 e 98924-3642 Moto XT 600 Tenere, 1989, com 19 mil quilômetros rodados, nas cores azul e amarela. Ótimo estado de conservação. Tratar com Júlio (Tegma) 7*30605 e (51) 9804-4632 Moto Twister, preta, 2003/2004. Preço: R$ 4.300. Tratar com Alécio (11) 97425-9732

Casa no bairro Demarchi. Vende-se valor R$ 450 mil ou aluga-se. Quatro dormitórios (sendo uma suíte), três wcs, cinco vagas, dois terraços, copa, cozinha planejada, sótão, salão de festas e depósito. Tratar com Maria Lúcia (11) 4347-6001 e 9136-2383 Sobrado no Terra Nova II, três dormitórios amplos, uma suíte com varanda. Todo reformado e tudo em porcelanato, Possui jardim de inverno na sala, cozinha embutida, rack sob medida, copa e coifa. Valor: R$ 400.000,00. Tratar com Nildo (11) 7364-4324 e 4396-9008 Cobertura duplex(nova) no centro de São Bernardo do Campo.Tratar com Jorge - BZ (11) 6734-4797 Apartamento novo em Nova Petrópolis (São Bernardo do Campo). O imóvel tem dois dormitórios, sala, cozinha, WC, área de serviço com sacada, área de lazer e piscina, etc. Área útil de 49 metros. Entrega prevista para abril de 2013. Preço: R$ 250 mil. Tratar com Salvador (11) 4347-0931 Apartamento no Rudge Ramos, em São Bernardo do Campo. Com dois ou três dormitórios, duas garagens, área de lazer, área de construção 100 metros quadrados. Entrega prevista em julho de 2012. R$ 330 mil mais saldo de prestações. Tratar com Guilherme6605-7953 Casa em Dias Dávila (BA) com 850 metros quadrados de terreno. A casa possui quatro quartos (dois com suíte),

sala, cozinha, banheiro e varanda. Tem ainda gramado na frente e várias árvores frutíferas. Vendo ou troco por um cavalo e carreta. Tratar com Angela (71) 9178-3389 e 966*8632 Vendo uma casa no Jardim Nosso Lar (próximo ao Clube da Ford). O imóvel possui dois dormitórios (sendo um deles com suíte e sacada), sala, cozinha, banheiro, lavanderia e garagem com portão automático e capacidade para quatro carros. Tratar com Eraldo ou Silvana (11) 98397-4705 e 98384-4799 Vendo ou troco chácara em Boituva por uma casa em São Bernardo do Campo ou Santo André. A chácara fica a quatro quilômetros da cidade, possui pomar e quarto para hóspede. Tratar com Nilton (Transauto) (11) 41279324 e 98784-7600 Vendo ou troco apartamento no Condomínio Praia Center, a 50 metros da praia do Morro, em Guarapari (ES). Com área total de 106,54m², o imóveltem um quarto, uma suíte, sala de estar, varanda (sacada), um banheiro, um lavabo e uma cozinha e área de serviço. Todo mobiliado. Tratar com Washington (43) 9105-4141 Vendo sítio em Boituva (SP), com área de 50 mil metros quadrados. A casa sede tem 450 metros quadrados, quatro quartos com suíte, sala, cozinha e dois banheiros. A área de lazer conta com piscina, salão de jogos, quiosque, churrasqueira, forno a lenha.e lagoa para pesca. Possui ainda casa para caseiro, pomar em formação, um cavalo, cinco cabeças de gado. Preço: R$ 580 mil. Aceito apartamento como parte do pagamento. Tratar com Lúcio (Tegma) – (11) 7732-5305 ou Ailton (11) 3536-4926 e 99701-8824 Um sobrado com três casas em São Bernardo do Campo (rua Salim Mahfoud – Terra Nova II. Tratar com Edinaldo (11) 98731-4599 e 989243642 Alugo sobrado com dois dormitórios para fins comerciais ou residencial (rua Luiz Barbalho, 155). Tratar com Dú Corrêa (11) 98109-9906 e 4347-9728 Apartamento em Peruíbe a 400 metros da praia. O imóvel tem 120 metros quadrados, com três dormitórios (sendo uma suíte planejada),dois banheiros, sala com dois ambientes, cozinha americana planejada e duas vagas de garagem coberta. Preço: R$ 320 mil. Aceito proposta. Tratar com Marcos (11) 98559-5938 e 7002-4217 Apartamento com 86 metros quadrados no Jardim do Mar, em São Bernardo do Campo (de frente para a avenida Índico). O prédio tem três andares com elevador. Bem amplo, o apartamento possui dois quartos, terraço na cobertura, sala, cozinha, dois banheiros e duas vagas de garagem. Tratar com Fernando ou Márcia (31) 8436-3703 ou (31) 8436-3712

Jogo de rodas aro 20 cromadas 5 furos muito novas R$ 4.300,00. Tratar com Ítalo – (11) 7821-8773 Jazigo com quatro gavetas, cemitério Jardim das Colinas. R$ 15 mil. Tratar com Juliana – Brazul 8813-4592 Tanque de 400 litros, original, Scania, semi novo e um jet-ski Yamaha, modelo VX Cruiser, 2008, semi novo, com 20 horas, nas cores preto e dourado. Tratar com Luís 99285-6711

ANUNCIE

4346-5507

(11)

e-mail: revistacegonheiro@sindicatodoscegonheiros.com.br


45

Revista Cegonheiro


Revista Cegonheiro - Edição 138  
Revista Cegonheiro - Edição 138  
Advertisement