Page 1

Sindicato

revista

dos Cegonheiros

NOVE ANOS NO CAMINHO DA INFORMAÇÃO

Ano 9 - edição no 116 - dezembro/2011 Publicação mensal

2011

Ano de grandes conquistas para os cegonheiros

RODOVIAS

São Paulo tem as melhores do país

EXPOSIÇÃO

Abril de 2012 em Flores da Cunha


Palavra do Presidente Presidente: José Ronaldo Marques da Silva Vice-Presidente: José Cavalcante da Silva Secretário Geral: Antonio Bezerra Dantas Secretário de Finanças: Marcio Galdino da Silva Diretor Regional: Douglas Santos Silva Primeiro Secretário: Josimar L. de Freitas Primeiro Tesoureiro: Reginaldo Fabretti Diretores Executivos Efetivos Jaime Ferreira dos Santos Gilmar Donizete da Silva Benvindo Gonçalves José Laercio da Silva Antenor Garibaldi Diretores Executivos Suplentes Alberto Bartolomeu Neves Roberto Nobile Edimar Moreira de Oliveira Clemente Francisco de Assunção Ednilson Azevedo Bitencourt César Wellington Pereira da Rocha Luis Carlos Pitondo Luiz Eugênio Baldin Golgatto Luciano André Pingueli Correa Marcelo Imenis Pereira] Jurandy Pereira de Albuquerque Junior Abner Santana Damasceno Junior Conselho Fiscal Efetivo José Vicente Bonetti Ivan Antonio da Silva Hamilton Mendes Conselho Fiscal Suplente Silas Ramos Adilson Roberto Bento Antonio Ortega Augusto Jornalista Responsável José Nogueira do Nascimento Mtb 15.211 Editoração de Arte e Produção Gráfica Milton Tonello Publicidade Ítalo Rocha Nogueira Revisão Maria Isabel Corcete Fotografia Divulgação Impressão Gráfica Editora Referência - Divisão Gráfica Tiragem 6.000 exemplares Endereço Rua Luiz Barbalho, 07/11 - Bairro Demarchi CEP: 09820-030 - São Bernardo do Campo - SP Fone: (11) 4346-5507 Fone/Fax: (11) 4346-5500 www.sindicatodoscegonheiros.com.br revistacegonheiro@sindicatodoscegonheiros.com.br conexaocomunicacao@uol.com.br Revista Mensal dirigida aos Cegonheiros. As opiniões dos artigos assinados e dos entrevistados são de seus autores e não necessariamente as mesmas da Revista Cegonheiro. A elaboração de mátérias redacionais não tem nenhuma vinculação com a venda de espaços publicitários. Os anúncios são de responsabilidade das empresas anunciantes. Cegonheiros unidos pelo setor

Ano 9 - edição nº 116 - dezembro de 2011

Sindicato Nacional dos Cegonheiros

Revista Cegonheiro

2

Caros Leitores 2011 está acabando. Para nós do Sindicato Nacional dos Cegonheiros foi um ano de muito trabalho e, principalmente, de conquistas. A principal delas foi a renovação da carta sindical. Trata-se de um documento expedido pelo Ministério do Trabalho e Emprego, reconhecendo nossa entidade como um órgão representativo da classe. A carta foi entregue no dia 8 de dezembro na sede da Delegacia do Trabalho de São Paulo. Outra boa notícia foi a inauguração do novo pátio de estacionamento: com uma área de 95 mil metros quadrados, está localizado numa região estratégica, próximo ao Rodoanel e às rodovias Anchieta e dos Imigrantes. Também em 2011 comemoramos a doação do quinto caminhão (e por consequência, da quinta plataforma) para prestarmos socorro ao nosso associado. Em caso de quebra do caminhão cegonha, o Sindicato vai buscá-lo em qualquer ponto do País. É um benefício que fazemos questão de oferecer àqueles que tanto nos ajudaram e ajudam a construir nossa história de sucesso. História, aliás, que vem ganhando reconhecimento cada vez maior da sociedade. O Programa Poda de Árvores recebeu um troféu do 3º Programa Cosmopolitano, na categoria Responsabilidade Ambiental. Realizada em parceria com o Sintraverba (Sindicato das Pequenas e Micro Empresas de Transporte Rodoviário Autônomo de Veículos do Estado da Bahia), a poda de árvores já foi feita em cerca de 20 mil quilômetros de estradas . Em 2011, investimos também na melhoria da comunicação com nossos associados. Queremos que a informação flua de forma ágil e transparente. Afinal, estar bem informado é fundamental para alcançar sucesso. Para isso, a revista ganhou cara nova e textos mais simples, com linguagem clara e objetiva. Além disso, nossa Feira do Transporte passará a ser nacional. No próximo ano teremos duas edições desse evento. O primeiro, em abril, na cidade gaúcha de Flores da Cunha, e outro, em setembro, em São Bernardo do Campo, SP. Em 2013, a feira deverá acontecer em Caxias do Sul,RS. Por essas e outras conquistas, quero agradecer a dedicação e o esforço de cada um dos associados. Sem a ajuda de vocês não teríamos tantas vitórias para comemorar. Aproveito para desejar um Feliz Natal; e que o Ano Novo ilumine o caminho de todos. Que 2012 traga muitas felicidades a todos os associados!

Índice

José Ronaldo Marques da Silva

Solidariedade - Uma força dos amigos ................................................................................ 4 Evento - Rumo a Flores da Cunha ........................................................................................ 6 Social - Transauto entrega cestas básicas ............................................................................. 8 Dicas das Estradas ...................................................................................................................... 10 Estradas - São Paulo tem as melhores ................................................................................. 12 Segurança - Volante e sono não combinam ...................................................................... 14 Sindicato - Carta Sindical é renovada.................................................................................. 16 Mercado - Produção automobilística em 2010 ................................................................. 18 2011 - Um ano para comemorar ................................................................................. 20 e 21 Gente - Paixão pela Profissão ............................................................................................. 22 Indústria - Dambroz inaugura nova unidade ................................................................ 24 Automóvel - Futura da indústria automotiva ........................................................ 26 e 27 Treinamento - Direção defensiva ................................................................................ 28 e 29 Confraternização ....................................................................................................................... 30 Classificados ................................................................................................................................. 34 Licenças ......................................................................................................................................... 36 Divirta-se ...................................................................................................................................... 38


O estoque

está acabando E as suas chances

de levar um VM com preço antigo também

Aproveite as últimas unidades de VM Euro 3 antes da mudança da legislação*. *Após 1º de janeiro, uma nova legislação ambiental (Euro 5) entrará em vigor. São Paulo - SP (11) 3933 6000 Campinas - SP (19) 3781 7000 Porto Ferreira - SP (11) 3589 8855 Santos - SP (13) 3298 9800 Guarulhos - SP (11) 3500 1300 Caçapava - SP (12) 3654 7700 ABC - SP (11) 2333 4422

www.autosuecosaopaulo.com.br

Cinto de segurança salva vidas.

www.volvo.com.br


Solidariedade

Uma força dos amigos Para arrecadar verba para a construção da casa paroquial Nossa Senhora da Conceição, da cidade gaúcha de Araricá, o cegonheiro Vanderlei Ballardin, da frota 21396 da Tegma, organizou a venda de uma rifa. “Sou o presidente daquela comunidade e com o dinheiro arrecadado vamos pagar a construção das paredes e uma dívida. Por isso, agradeço a todos os colegas da Tegma, da Brazul, da Transauto e da cooperativa que colaboraram com a campanha”, afirma. Segundo Ballardin, a rifa deu retorno de R$ 8,5 mil. “A igreja já tem 121 anos e agora estamos recebendo doações para fazer o telhado e o acabamento”, diz. O sorteio foi realizado no dia 4 de dezembro e o prêmio principal, uma moto Yamaha Factor 125 cc, zero quilômetro, saiu para Wilson Trevisol. Os outros prêmios foram uma bicicleta, um forno microondas, uma batedeira e uma sanduicheira. Eles foram entregues para Maria Catarina Tolco, João Batista, Mara Andréa Vieira de Mello e Gilberto Elsenbach, respectivamente. Quem quiser e puder colaborar com as obras, deve ligar para (51) 3560-1523

SINDICATO NACIONAL DOS CEGONHEIROS

Sede Central: São Bernardo do Campo São Paulo Rua Luiz Barbalho, 07/11 Bairro: Demarchi Cep: 09820-030 São Bernardo do Campo/SP Fone: (11) 4346.5500 E-mail: diretoria@sindicatodoscegonheiros.com.br Presidente: José Ronaldo Marques da Silva

Igreja Nossa Senhora da Conceição, de Araricá, está sendo reformada pela comunidade

Regionais: São José dos Pinhais - Paraná Rua Tubarão, 112 - Bairro: Borda do Campo Cep: 83075-060 – São José dos Pinhais/PR Fone: (41) 3385.8245 E-mail: sjpinhais@sindicatodoscegonheiros.com.br Diretor: Jaime Ferreira dos Santos

Porto Real – Rio de Janeiro Rua Hilário Ettore, s/n – Bairro: Ettore Cep: 27570-000 – Porto Real/RJ Fone: (24) 3353.4170 E-mail: portoreal@sindicatodoscegonheiros.com.br Diretor: José Laércio da Silva

Serra – Espírito Santo Rua Talma Rodrigues Ribeiro, nº 96 Edif. Metropolitano – Sala 04 Cep: 29168-080 – Serra /ES Fone: (27) 3066-2011 E-mail: serra-es@sindicatodoscegonheiros.com.br Diretor: Jurandy P. de Albuquerque Jr.

Gravataí - Rio Grande do Sul Av. Eli Correa, 6.651 - RS 030 Bairro: Passo da Cavera Cep: 94010-972 – Gravataí /RS Fone: (51) 3431.4848 E-mail: gravataí@sindicatodoscegonheiros.com.br Diretor: Antenor Garibaldi

São José dos Campos – São Paulo Rua Ernesto Júlio Nazaret, 201 Vila Tesouro Cep: 12221-770 – São José dos Campos/SP Fone: (12) 3906.0807 E-mail: sjcampos@sindicatodoscegonheiros.com.br Diretor: Ednilson Azevedo Bitencourt

Sindicatos parceiros: Sintrauto – Goiás Rua Mandaguari, 36 - Bairro: JK Cep: 75709-010 - Catalão/GO Fone: (64) 3411.2907 Presidente: Juarez Rodrigues da Silva

Sintraveba - Bahia Rua Gurupi, 23 – Bairro Goiana Cep: 42808-200 - Camaçari /BA Fone: (71) 3622.6700 Presidente: Renato Santana www.sindicatodoscegonheiros.com.br

Revista Cegonheiro

4


Evento

Rumo a Flores da Cunha Conhecida como a “Terra do Galo”, a cidade de Flores da Cunha, no Rio Grande do Sul, já está se preparando para receber a segunda maior exposição de transporte do País: a 1ª Expo de Transportes dos Cegonheiros – organizada pelo Sindicato Nacional dos Cegonheiros e pela Conexão Marketing e Eventos. O evento será realizado nos dias 26, 27 e 28 de abril de 2012, no Parque da Vindima Eloy Kuz, e contará com o apoio da prefeitura municipal e da Secretaria de Turismo de Flores da Cunha. Localizada na Serra Gaúcha e distante a 150 quilômetros de Porto Alegre, a cidade de Flores da Cunha foi escolhida para sediar a primeira exposição fora do estado de São Paulo, por reunir um grande número de associados e por sua excelente infraestrutura. Desde 1998, a cidade detém o título de maior produtora de vinhos do País. Segundo dados mais recentes do Cadastro Vinícola do Rio Grande do Sul, a produção em 2009 foi de 84,4 milhões de litros. Além de conhecida por seus vinhos, a cidade é famosa pela fabricação de móveis e pelo artesanato em crochê e em filé – trabalho em rede tecida à mão. Flores da Cunha será a primeira cidade fora do estado de São Paulo a sediar uma edição da feira. Mais conhecida como Feira dos Cegonheiros por seus quase 3.500 associados, a exposição – que chegou, neste ano, à sua 14ª edição – está deixando de ser uma festa regional para ganhar caráter nacional.

Gelson, Boizinho, Antenor e Adailton em frente ao símbolo da cidade

Grupo discute e faz planos para a feira que será realizada em 2012

Primeira feira foi realizada em 1998, no pátio do restaurante São Judas. Em 2009, para abrigar mais expositores e receber mais visitantes, passou a ser promovida no Pavilhão Vera Cruz. Revista Cegonheiro

6

Vista geral do pavilhão onde será realizada a feira em Flores da Cunha (RS)


Social

Frotistas da Transauto distribuem cestas básicas

Grupo da Transauto e representantes da Lar Escola Pequeno Leão

Equipe da Transauto é recebida na entidade Nossa Senhora da Assunção

Os frotistas da Transauto arrecadaram verba e compraram 158 cestas básicas para distribuir entre creches, asilos e orfanatos da região do ABC. Esse gesto de solidariedade já se tornou uma tradição na empresa. As entidades beneficiadas são indicadas pelas próprias pessoas que colaboraram. Entre os beneficiados neste ano estão: Lar Escola Pequeno Leão; Ostra (que atende portadores de HIV); Casa dos Velhinhos Dona Adelaide; Obra Social São Francisco Xavier; Lar da Mamãe Clory; e as igrejas Santa Edwiges e Santíssima Virgem. A doação dessas cestas básicas é reflexo das ações da empresa, que procura Revista Cegonheiro

8

Benvindo Gonçalves, Francisco Leitão e Silva, Maurício Munhoz, Reginaldo Rossi e Edilson Machado

sempre desenvolver atividades sociais a fim de estreitar o relacionamento entre seus parceiros. Todos os meses um grupo de empresários e motoristas se reúne para uma animada churrascada. Fundada em 1959, a Transauto transporta desde automóveis até chassis de ônibus. Com sede em São Bernardo do Campo, a empresa possui filiais em São José dos Campos, Caçapava, São José dos Pinhais, Camaçari e Gravataí. A localização dessas unidades – sempre próximas às grandes montadoras – otimiza sua capacidade de transporte, estando preparada para atingir a marca de 310 mil veículos transportados por ano.

Benvindo e Mauricio entregam cestas na Obra Social São Francisco Xavier.

Francisco e Maurício carregam e entregam as cestas básicas


Fábrica e Assistência Técnica

Qualidade e Confiabilidade Segurança no Transporte

Carretas para Cavalo Trucado

Fazemos Projetos especiais de acordo com a necessidade do Cliente.

Carretas para Cavalo Toco

A 8 Anos no Segmento de Transporte de Veículos

Opcionais para todos os modelos

Suspensão Pneumatica

Freios A B S

041- 3265-0097

www.rodoceg.com.br

Curitiba - PR


Dicas

Dicas para as estradas

Sérgio Ricardo Bercelli, que presta serviço à Tegma na frota 58921, dá uma dica para os motoristas que rodam pelo Rodoanel: é preciso ficar atento no trecho que vai da Régis Bittencourt até a Imigrantes. “Nessa região acontecem muitos assaltos. Além disso, o sinal de telefone é ruim. No visor do aparelho até parece que há um pouco de sinal, mas ninguém consegue falar”. Os motoristas também devem prestar atenção na rodovia Bandeirantes. “Essa via sempre está em obras”, afirma.

O cegonheiro Francisco Xavier Martins, da frota 58925 da Tegma, afirma que atualmente poucas rodovias no estado de São Paulo apresentam problemas. As exceções são a Raposo Tavares e a Régis Bittencourt. “Na Raposo, alguns trechos foram recapeados, mas o trabalho não foi bem feito. O caminhão trepida muito”, alerta. Já o motorista que roda pela Régis, deve redobrar sua atenção na região de Miracatu. “Tem muito óleo na pista. Quando chove, parece quiabo”, alerta.

Revista Cegonheiro

10


Divepe: seu novo Distribuidor Ford Caminhões da Grande São Paulo. CHEGOU A NOVA LINHA CARGO LINHA 2012. VENHA CONHECER O NOVO CARGO 1932. IDEAL PARA O SEGMENTO CEGONHEIRO.

ÁREA DE 10.000 M2 - 30 BOXES PARA SERVIÇOS - DORMITÓRIO PARA MOTORISTA - SALA DE ESPERA COM CONFORTO - AMPLO ESTOQUE DE PEÇAS - MECÂNICOS TREINADOS PELA FÁBRICA - SOCORRO 24 HORAS

DIVEPE - TEL. (11) 3504-8600 AV. DR. JOSÉ FORNARI, 1700 – FERRAZÓPOLIS – SÃO BERNARDO DO CAMPO – SP

Faça revisões em seu veículo regularmente.


Estradas

São Paulo tem as melhores rodovias do país A rodovia Castello Branco (SP 280), que faz a ligação entre os municípios de Sorocaba e Avaré, foi apontada pela CNT (Confederação Nacional dos Transportes) como a melhor rodovia do País. Em sua 15ª edição, a pesquisa avaliou 92.747 quilômetros de estradas, num total de 109 ligações rodoviárias. Foram avaliados o pavimento, Trevo da rodovia Bandeirantes, na região de a sinalização e a geometria da via. Limeira, ficou em segundo lugar No ranking das 20 melhores, 19 rodovias estão no estado de São Paulo. Todas integram o Programa de Concessões Rodoviárias do Governo de São Paulo, que é fiscalizado e gerenciado pela Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo). Em segundo lugar está a Rodovia dos Bandeirantes (SP 348) e em terceiro, a SP 333 que liga as cidades de Ribeirão Preto e Borborema. Os sistemas Anchieta-Imigrantes e Ayrton Senna-Carvalho Pinto subiram no ranking em relação à pesquisa anterior. O primeiro subiu da 15ª para a 12ª posição e o segundo, passou do 22º para o 11º lugar. O levantamento também apontou que 79% dos trechos paulistas avaliados foram classificados como ótimo e bom. No entanto, quando esse estudo, abrange todas as rodovias do país, não há muito o que comemorar: 57% das rodovias estão em condições regulares, ruins e péssimas.

Confira o ranking da 15ª edição da pesquisa CNT:

LIGAÇÃO

Rodovia Castello Branco foi apontada pela pesquisa CNT como a melhor do País

RODOVIA

CONCESSIONÁRIAS

São Paulo – Itaí – Espírito Santo do Turvo

SP-255, SP- 280/BR-374

ViaOste, Colinas e SPVias

São Paulo – Limeira

SP- 310/BR-364, SP-348

Autoban

Ribeirão Preto – Borborema

SP -330/BR-050, SP-333

Triângulo do Sol

Bauru – Itirapina

SP-255/BR-369

Centrovias

Barretos – Bueno de Andrade

SP-326/BR-364

Tebe e Triângulo do Sol

São Paulo – Uberaba

BR-050, SP-330/BR-050

AutoBan, Autovias, Intervias, Vianorte

Limeira – São José do Rio Preto

SP-310/BR-364, SP-310-BR-456, SP-330/BR-050

AutoBan, Triângulo do Sol, Centrovias

Catanduva – Taquaritinga – Ribeirão Preto

SP-322, SP-322/BR-265, SP-323, SP-330/BR-050, SP-351

Tebe e ViaNorte

Araraquara – São Carlos – Franca – Itirapuã

SP-255, SP-310/BR-364,SP-318, SP-334, SP-345

Triângulo do Sol e Autovias

10º

Rio Claro – Itapetininga

SP-127, SP-127/BR-373

Colinas, SPVias

11º

São Paulo – Taubaté

SP-070

Ecopistas

12º

São Paulo – São Vicente

Imigrantes-Anchieta SP-055/BR-101, SP-150/BR-050, SP-160

Ecovias

13º

Sorocaba – Cascata – Mocóca

SP-075, SP-340, SP-342, SP-344

Renovias, ViaOeste e Colinas

14º

Tietê-Jundiaí

SP-300

Colinas

15º

Cotia-Itararé

SP-127/BR-373, SP-258, SP-270/BR-272

ViaOeste, SPVias

16º

Campinas – Jacareí

SP-055, SP-340

Rota das Bandeiras

17º

Piracicaaba – Mogi Mirim

SP-147, SP-147/BR-373

Intervias

18º

Engenheiro Miller – Jupiá

SP-209, SP-300/BR-154, SP-300/BR-262

Rodovias do Tietê

19º

Rio Grande – Chuí

BR-471

20º

Campo do Coxo – Eleutério

MG-290, SP-191, SP-352

Revista Cegonheiro

12

----------------------Intervias


Segurança

Volante e sono não combinam

Ronaldo Aranha, prestador de serviço na Tegma, afirma que quando o sono chega não adianta jogar água fria no rosto. “Tem que dormir.” Direção mais sono. O resultado dessa equação é desastroso. Segundo Dirceu Rodrigues Alves, diretor da Abramet (Associação Brasileira de Medicina do Tráfego), 52% dos motoristas profissionais adormecem no trabalho, isto é, têm episódios de microssono. O médico explica que o sono é uma necessidade do organismo. “Quando adormecemos, a hipófise produz um hormônio chamado melatonina - um antioxidante que reduz o processo de envelhecimento, equilibra a produção de hormônios e recompõe os neurotransmissores”, explica. Por isso, dormir é fundamental para recompor energia e garantir o pique necessário para encarar o dia a dia. O ideal é dormir de seis a oito horas, todo dia. “O sono tem ação semelhante à do álcool, sobre o organismo”, alerta Alves. “Quando o motorista está sonolento, seus reflexos ficam mais lentos. Em muitos acidentes em rodovias, o motorista sequer freou”, afirma. As estatísticas comprovam o que ele diz. O sono e a fadiga estão em terceiro lugar entre Revista Cegonheiro

14

as principais causas de acidentes nas estradas. Em primeiro, está a velocidade; em seguida vêm o álcool e as drogas. De acordo com o diretor da Abramet, para dirigir o motorista precisa de três funções. A primeira é a cognitiva (atenção, concentração e raciocínio e agilidade mental). A segunda é a motora, que permite ao condutor apresentar respostas rápidas em qualquer eventualidade. A última é a sensório-perceptiva que abrange visão, audição e tato. “Se o motorista está sonolento, todos esses sentidos ficam comprometidos”, diz. Para espantar o sono, alguns motoristas recorrem ao uso de rebites, uma espécie de estimulante, que os deixará mais “acesos”. Alves condena essa prática. “Depois que o efeito passa, o motorista tem um apagão”, afirma. Ele explica que tomar banho frio, ingerir café, abrir a janela para deixar o ar circular, podem apenas driblar o cansaço. “O sono fisiológico, aquele produzido pela hipófise, não pode ser inibido. Não adianta também ficar uma noite sem dormir e dizer que poderá se

recuperar no dia seguinte. Sono não pode ser reposto”, adverte. Por experiência própria, Ronaldo Aranha, prestador de serviço da Tegma, que viajou durante 17 anos pelas estradas brasileiras, confirma que é impossível driblar o sono. “Cochilei durante uma viagem para Socorro e fui parar no acostamento. Ainda bem que não aconteceu nada grave. Não adianta jogar água fria no rosto. Quando o sono chega, temos é de dormir mesmo”, afirma. No entanto, Aranha destaca a dificuldade de encontrar um lugar para estacionar. “Nem sempre é possível achar um local próximo, onde se possa dormir; e o motorista é obrigado a seguir em frente”, diz. Quanto ao local de descanso, o diretor da Abramet enfatiza que o repouso jamais deve feito na boleia do caminhão. Afinal, ninguém dorme no local de trabalho. O motorista deve procurar um local arejado, longe de barulho e, de preferência, com penumbra. “Só assim é possível se recuperar depois de um dia de trabalho”, destaca Alves.


Sindicato

Carta sindical é renovada

Representantes do sindicato e a chefe de Relações do Trabalho Aylza Gudin

O presidente do Sindicato Nacional dos Cegonheiros, José Ronaldo Marques da Silva (Boizinho), recebeu no dia 8 de dezembro, na sede da Delegacia Regional do Trabalho do Estado de São Paulo, a certidão que atesta a renovação da carta sindical. A entrega foi feita pela chefe de Relações do Trabalho Aylza Gudin. Durante a cerimônia, ela afirmou que “temos que ter os mesmos olhos para o patrão e para o trabalhador. Afinal, todos contribuem para o desenvolvimento do País”, afirmou Aylza Gudin. “A carta garante legalidade à nossa entidade e nos permite representar a categoria. E esse será o nosso trabalho buscar cada vez mais conquistas para todos os associados”, disse Boizinho Emitida pelo Ministério do Trabalho e Emprego, a carta reconhece a entidade como um órgão representativo da classe nas instâncias governamentais. Ela tem abrangência nacional e é renovada a cada mandato. Neste caso, ela terá validade até o dia 9 de janeiro de 2014. Revista Cegonheiro

16

Boizinho assina carta de renovação sindical

Como tudo começou Para conhecer um pouco da história dos cegonheiros, é preciso relembrar os anos de 1950/1960, quando as primeiras montadoras de veículos começaram a se instalar no Brasil. No início, os veículos novos eram levados por caravanistas até a loja. Isso mesmo, os carros não eram transportados por caminhões como vemos hoje. Somente por volta da década de 60 é que surgiram os primeiros caminhões “toco” (o caminhão e a carreta formavam um único conjunto). Esses caminhões foram batizados de “cegonha”, nome que permanece até os dias de hoje e que deu origem ao nome “cegonheiro” para identificar o motorista. Com o desenvolvimento do país e o aquecimento da indústria, os cegonheiros senti-

ram a necessidade de criar uma associação para representá-los. Somente em meados da década de 70 surgiu a primeira associação de representação da categoria. No entanto, devido às divergências de ideias e opiniões, logo foi formada outra associação. A divisão só acabou no final dessa década, quando, por determinação e apoio da maioria dos motoristas, foi fundada a Associação dos Carreteiros Agregados às Empresas de Transporte de Veículo do Brasil. No dia 6 de novembro de 1986, a associação passa a ser um sindicato: o Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens de São Bernardo do Campo. O primeiro presidente foi Pedro Stivalli, que hoje é empresário no setor de hotelaria. O nome Sindicato Nacional dos Cegonheiros foi adotado em 1996. Atualmente a entidade conta com 3.238 associados.


Mercado

Produção automobilística em 2010

Produção de veículos pesados deverá bater novo recorde este ano A indústria automobilística fechou novembro com o melhor desempenho deste ano. Foram produzidas 274.487 unidades, volume 3,4% melhor que o obtido em outubro, porém, 9,1% inferior ao registrado no mesmo período do ano passado. No acumulado do ano, a fabricação de veículos somou 3.144.166 unidades – esse volume é apenas 0,9% maior que o alcançado em 2010. Ao analisar os números divulgados pela Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), percebemos que essa ligeira alta só foi alcançada graças aos segmentos de caminhões e ônibus. A produção de veículos pesados soma 197.929 unidades – mais 13,5% na comparação com o mesmo período do ano passado. Com isso, neste ano o segmento deve bater novo recorde. No segmento de ônibus, até agora o aumento é de 12,2%, com 43.240 unidades fabricadas. Já a produção de automóveis e comerciais Revista Cegonheiro

18

leves está praticamente estagnada. Em 2011 saíram da linha de montagem 2.902.007 veículos. No mesmo período do ano passado, o volume foi de 2.904.067 unidades. A expectativa da Anfavea é fechar o ano com aumento de 1,1% na produção, que deverá passar de 3,38 milhões para 3,42 milhões unidades – novo recorde do setor. Para 2012, a estimativa é de que a produção aumente 2% e atinja 3,49 milhões veículos. O volume total de estoque das montadoras e concessionárias é de 373.573 veículos, o que corresponde a 35 dias de vendas.

Exportações Em valores, as exportações (incluindo máquinas agrícolas) somaram US$ 1,84 bilhão – menos 5,4% na comparação com outubro. Mas se compararmos esse desempenho com o mesmo período do ano passado, o resultado é positivo: alta de 7,7%. No acumulado do ano, as exportações atingiram US$ 14,12 bilhões. A alta é resultado dos ajustes de preços re-

alizados ao longo do ano. Por isso, se forem avaliados o volume de veículos exportados, a alta é de 5,2% sobre outubro, com 52.249 unidades – na comparação com o mesmo período do ano passado, o aumento é de 9,2%. No acumulado, foram exportadas 461.059 unidades, crescimento de 4,7%. De acordo com a estimativa da Anfavea, as vendas externas devem fechar o ano com 540 mil unidades vendidas, alta de 4,7%. Mas para o próximo ano, o quadro não é animador: as exportações devem cair 5,5% e atingir 510 mil unidades.

Importações O volume de veículos importados continua crescendo. Em novembro, foram emplacadas 82.667 unidades. A participação de carros importados é de 25,7% - a maior desde 2009. No acumulado, foram comercializadas 3.284.833 unidades. De janeiro a novembro, a participação média dos veículos importados nas vendas efetuadas no país foi de 23,3%.


2011, um ano pa O Sindicato Nacional dos Cegonheiros tem motivos de sobra para comemorar. Afinal, 2011 entrará para a história como um dos melhores da entidade. Veja nestas duas páginas uma breve retrospectiva das principais conquistas deste ano. Entre os destaques do primeiro semestre, está a assinatura do acordo coletivo que garantiu ganho aproximado de 8,5% sobre o frete que até então era praticado. Também houve crescimento no número de postos de serviços e foi assinada a renovação da convenção coletiva que estabelece as regras entre patrões em empregados. Este ano, o sindicato recebeu três caminhões para prestar socorro aos associados que enfrentam problemas na estrada. Os veículos foram doados pela Mercedes-Benz, Volvo e Scania. Com as doações, a frota agora conta com cinco veículos. Esse também é o número de plataformas. A quinta unidade será doada pela Bergcamp ainda em dezembro. Os associados também ganharam um novo pátio de estacionamento que foi inaugurado em agosto. Com área total de 95 mil metros quadrados, 50 mil já estão disponíveis e podem receber de 350 a 400 carretas. Em setembro, quase 27 mil pessoas foram até o Pavilhão Vera Cruz e prestigiaram a 14ª Exposição de Transporte do ABC, realizada no Pavilhão Vera Cruz. A feira, que reuniu as maiores empresas do setor, gerou mais de R$ 82 milhões em negócios. Em novembro, o programa Poda de Árvores foi contemplado com um troféu do 3º Programa Cosmopolitano, na categoria Responsabilidade Social. Para fechar o ano com chave de ouro, em dezembro, o sindicato recebeu o documento que atesta a renovação da carta sindical.

Cerimônia de abertura da 14ª Exposição do Transporte do ABC. Evento reuniu quase 27 mil pessoas

Boiz

Cerimônia de inauguração do pátio de estacionamento que foi realizada em agosto

Revista Cegonheiro

20


ara comemorar

Caminhões Volvo e Mercedes doados para prestar socorro aos associados que têm problemas nas estradas

zinho, Aylza Gudin e Antonio Magro exibem a carta sindical

i

Sindicato conta com três equipes responsáveis pela poda de árvores. Na foto, equipe 1 que atua no estado do Paraná

21

Revista Cegonheiro


Gente

Paixão pela profissão Era apenas um dia dedicado a colocar a “bagunça em ordem”. Hamilton Mendes, um dos representantes do Conselho Fiscal Efetivo do Sindicato Nacional dos Cegonheiros, estava organizando os documentos espalhados pela casa, quando encontrou duas relíquias: a carteira e a placa de identificação de associado que pertenceram ao sogro, Guilherme Pfeifer. “Ele foi um dos primeiros a se filiar à Associação dos Carreteiros. Seu número de matrícula era 825”, afirma Mendes. “Infelizmente ele faleceu em março de 1998 e não pode mais nos contar histórias da época em que viajava pelos quatro cantos do Brasil”, completa. Nascido em Jardinópolis, interior de São Paulo, Pfeifer e seus sete irmãos cresceram na cidade de Pirajuí. Os filhos ajudavam o pai na serraria do sítio e se embrenhavam na mata para buscar toras, depois transformadas em tábuas. Em abril de 1955, ele se casou com Maria José e para garantir o sustento da família, investiu na compra de um caminhão Dodge 47 e de uma máquina de beneficiar milho. A partir daí, começou sua paixão e aventura pelo mundo das quatro rodas. Em 1962, já pai de dois filhos, Artur e Selma (a esposa de Hamilton Mendes), Pfeifer adquiriu um caminhão Ford F600 e começou a trabalhar para a Usina Miranda. “De manhã e à tarde, ele transportava os funcionários da usina. Durante o dia puxava cana para as moendas”, conta Mendes. Seis anos mais tarde, seguindo os passos do primo João Rivaldo e de outros familiares, Guilherme Pfeifer colocou seu primeiro caminhão para trabalhar na Brazul. Era um Mercedes “toco” LP 321. Tabalhou como cegonheiro de 1969 até 1975. Naquela época, as condições das estradas eram muito precárias e a quantidade de cargas, limitada. “O pior era quando o cegonheiro sofria um acidente. Não havia seguro”, diz Mendes. Apaixonado pela profissão, Pfeifer só parou de exercê-la devido a problemas médicos. Mas a paixão pelas estradas continuava acesa. Tanto é que em 2001 fundou a transportadora Transguima. “A empresa existe, mas foi desmembrada. Hoje é administrada por mim e por meu cunhado”, conta Mendes. Revista Cegonheiro

22

Guilherme e Maria José ao lado dos netos Raphael, Daniele (à esquerda), Arnaldo e Stephanie (à direita)

O caminhão de Guilherme que fez parte da frota 8756 da Brazul

Carteira de identificação de associado de Guilherme Pfeiffer


Indústria

Dambroz inaugura nova unidade

Funcionários prestigiam a inauguração da nova unidade onde será realizada todas as etapas de corte e dobra de chapas de aço A Dambroz Implementos Rodoviários, especialista na fabricação de reboques para transporte de veículos, inaugurou, em novembro, sua mais nova unidade. Com investimentos de aproximadamente R$ 7 milhões, ela está localizada ao lado da fábrica de Caxias do Sul, RS. Ali são realizadas todas as etapas de corte e dobra de chapas de aço – atividades antes executadas no setor de perfilados, junto à unidade da BR-116, km 148. Com maior proximidade entre as operações, a expectativa da empresa é aumentar a capacidade e eficiência na produção de reboques. O que será possível graças ao ganho no aspecto logístico - haverá menor movimentação de materiais, aumento na eficiência das operações de produção, e redução significativa no desperdício de matéria-prima. Em novembro, a empresa também inaugurou a Casa do Motorista, local reservado para que esse profissional possa curtir seu merecido descanso – se for necessário, ele pode até levar a família. A casa funciona no piso superior do refeitório principal da empresa e conta com cozinha completa, televisão, sofá, churrasqueira, banheiros e vestiários.

...haverá menor movimentação de materiais, aumento na eficiência das operações de produção, e redução significativa no desperdício de matéria-prima Revista Cegonheiro

24

Casa do Motorista é um local reservado para que o profissional possa curtir seu merecido descanso

Fachada da Casa do Motorista. Local conta com cozinha completa, televisão, sofá, churrasqueira, banheiros e vestiários.


Automóvel

Futuro da indústria Matéria divulgada pela agência de notícias Reuters afirma que, apesar de o mercado brasileiro de automóveis atravessar uma ligeira desaceleração em seu crescimento, o país tem atraído investimentos de empresas como a Hyundai, JAC, Chery, Suzuki e Nissan. De acordo com um estudo recente divulgado pela General Motors, até 2014 mais de 20 montadoras deverão estar operando no Brasil. Para encarar essa forte concorrência, as montadoras já instaladas no país aceleram seus projetos de renovação de modelos e de aumento da capacidade produtiva. De acordo com estimativa da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), as montadoras deverão investir cerca de US 20 bilhões até 2014. Esse investimento é fundamental para sobreviver no mercado e, principalmente, para atender às exigências do consumidor que, segundo especialistas ouvidos pela Reuters, buscam um carro com qualidade alemã, design italiano e preço indiano. “O mercado é soberano, não admite conviver com produtos ultrapassados num ambiente de alta competitividade. Isso vai obrigar as montadoras a renovar seus produtos com maior rapidez”, afirmou o consultor de mercado automotivo e diretor da Universidade Fenabrave, Valdner Papa. A renovação dos produtos vem aumentando à medida que as montadoras chinesas e coreanas trazem produtos novos, mais equipados e com preços atraentes. E isso, convenhamos, é páreo duro para modelos antigos e ultrapassados como a Kombi (Volkswagen), Uno (Fiat), Corsa (General Motors) e Ka (Ford). Números apresentados pela Oikonomia – uma consultoria do setor automotivo – mostram que a falta de renovação dos veículos nacionais se reflete, desde 2007, em queda na participação de mercado das montadoras tradicionais. A Fiat, por exemplo, passou de 26% para 22%; a Volkswagen caiu de 23% para 20,5%; a GM registra queda de 21% para 18,5% e a Ford baixou de 11% para 9%. Enquanto isso, a Hyundai cresceu de 0,8% para 3% e a JAC passou de 0,08%, em 2009, para 2%, em novembro deste ano. Revista Cegonheiro

26

Reação Para reverter esse quadro, as quatro grandes montadoras aceleram seus projetos de fabricação de carros de plataforma global. A Ford, por exemplo, anunciou investimentos de R$ 4,5 bilhões até 2015 para migrar todos os seus carros produzidos no Brasil para uma plataforma global. A GM, por sua vez, investe numa nova família de carros compactos – esse, por sinal, deverá ser o segmento a crescer mais no País, pois atrairá o consumidor que até então não tinha condições de adquirir seu primeiro veículo. Os analistas do setor acreditam que em 2012 o crescimento do mercado deverá ficar abaixo dos 5%, devido à crise financeira mundial. Nos próximos anos, o aumento é estimado em torno de 5% e 6%. De 2009 para 2010, o crescimento do mercado foi de 12%.

Crescimento da classe C Segundo Marcelo Cioffi, responsável pelo setor automotivo no Brasil na PriceWaterhouseCoopers, o mercado brasileiro de veículos novos – excluindo caminhões – deverá aumentar cerca de 46% e atingir 5,4 milhões de unidades. A capacidade produtiva crescerá em torno de 30%, passando para 5,84 milhões veículos ao ano. Esse crescimento será impulsionado, principalmente pelos veículos do segmento A (veículos urbanos subcompactos). “As grandes montadoras já instaladas no Brasil vão continuar jogando onde jogaram até agora, porém vão complementar suas ofertas no segmento A Premium“, declarou o diretor para o mercado automotivo para a America Latina da consultoria global IHS, Guido Vildozo. O executivo também destacou para a reportagem da Reuters que em 2010 a renda per capita do Brasil quebrou a marca dos US$ 10 mil pela primeira vez. Na avaliação de Vildozo, esse aumento permite a entrada de mais consumidores no mercado, o que obriga as montadoras a mudar suas ofertas.

Linha de montagem da Volkswagen em São Bernardo do C


automotiva no Brasil

Campo 27

Revista Cegonheiro


Treinamento

Treinamento... para ap Quarenta motoristas das transportadoras Brazul, Transauto, Transzero e Tegma vão participar de um treinamento piloto sobre direção defensiva e segura. As aulas devem acontecer no primeiro semestre e serão ministradas por instrutores da Motorize, empresa especializada em treinamento desses profissionais. A grande novidade no treinamento é que os alunos serão treinados em simuladores. “Podemos configurar o simulador de acordo com as características do caminhão, o tipo de carreta e de carga transportada. Além de situações do dia a dia, podemos submeter o aluno a situações de emergência como um pneu estourado, uma queda de pressão do óleo, em condições climáticas diversas”, explica o diretor executivo da Motorize, Ricardo Zappelini. Ele explica que o motorista sente todas as alterações no volante. “É como se, de fato, estivesse dirigindo numa autoestrada ou em perímetro urbano”, diz. O motorista poderá até sentir como seria seu comportamento ao volante se dirigisse após ingerir bebida alcoólica. “No curso falamos sobre os riscos de dirigir alcoolizado ou sob efeito de drogas. No simulador, o motorista pode sentir como ficam seus reflexos e reações sob efeito dessas drogas”, afirma Zappelini. O treinamento piloto servirá como base para um curso que vem sendo montado para atender aos associados do Sindicato Nacional dos Cegonheiros. Em outubro, o presidente da entidade José Ronaldo Marques da Silva (Boizinho) visitou o Centro de Treinamento da Motorize, localizado no município de Guarulhos, para conferir de perto como é o treinamento no simulador . Ele foi acompanhado por outros membros do Sindicato, representantes do Sinoque das transportadoras Brazul, Transauto, Transzero e Tegma. A carga horária do treinamento piloto será de 16 horas, divididas entre aulas teóricas e práticas. Segundo Zappelini, cada hora no simulador equivale e quatro horas de treinamento teórico. O diretor executivo da Motorize destaca as principais vantagens para as empresas que investem nesse tipo de treinamento. “Ao dirigir de forma correta e segura, o motorista pode reduzir o consumo de combustível em 10% e o índice de avarias em até 50%, aumentando assim a rentabilidade operacional das empresas”, garante. Exemplificando melhor, ele diz que um motorista treinado pode economizar de R$ 400 a R$ 500 de combustível numa viagem de São Paulo ao Nordeste. Revista Cegonheiro

28

Már


erfeiçoar cada vez mais

rcio destaca a importância do treinamento para garantir a segurança dos motoristas

Simulador pode ser configurado de acordo com as características do veículo e da carga transportada

Grupo que visitou o Centro de Treinamento da Motorize em Guarulhos

29

Revista Cegonheiro


Confraternização

Confraternização em São José dos Campos

Representantes do Sindicato, visitaram a Transauto em São José dos Campos

Representantes do sindicato e da Cooperceg visitaram a unidade da Tegma em São José dos Campos

Uma animada churrascada marcou a festa de confraternização de final do ano do Sindicato Nacional dos Cegonheiros (regional de São José dos Campos). O evento reuniu cerca de 200 pessoas _ entre associados do Sindicato, da Cooperceg (Cooperativa de Consumo dos Cegonheiros) e da Credseg (Cooperativa de Crédito dos Transportadores Autônomos de Veículos)_ e foi realizado no dia 9 de dezembro, na chácara Flamboyant. O presidente da entidade José Ronaldo Marques da Silva (Boizinho) prestigiou a confraternização. Para deixar o clima mais descontraído, foram realizadas distribuição de brindes e apresentações musicais (banda de sanfoneiros, dupla sertaneja Os Primos e DJ). Os participantes ainda receberam brindes. Boizinho aproveitou a ida para São José dos Campos e visitou as transportadoras Transauto e Tegma. Nesta última foi acompanhado pelo diretor regional Ednilson Bitencourt (Zoio). Revista Cegonheiro

30

Diretores do sindicato foram recebidos por representantes da unidade de Caçapava da Transauto

Apresentações musicais animaram ainda mais a festa de final de ano

Boizinho (segundo à esquerda em pé) fez questão de prestigiar a festa de confraternização em São José dos Campos


Restrições de Tráfego

para carretas cegonhas em

2011

De acordo com o Departamento de Polícia Rodoviária Federal – Coordenação Geral de Operações, portaria nº1, de 20 de janeiro de 2011, publicada no Diário Oficial da União em 23/02/2011, fica restrito o trânsito de Combinações de Veículos portadores de AET, nos dias e horários abaixo discriminado.

OPERAÇÃO

PERÍODO

DIA DA RESTRIÇÃO

HORÁRIO DA RESTRIÇÃO

CARNAVAL

04/03/2011 à 09/03/2011

04/03/2011 (sexta-feira) 05/03/2011 (sábado) 08/03/2011 (terça-feira) 09/03/2011 (quarta-feira)

16:00 às 22:00 06:00 às 12:00 16:00 às 22:00 06:00 às 12:00

SEMANA SANTA

20/04/2011 à 24/04/2011

22/04/2011 (sexta-feira) 24/04/2011 (domingo)

06:00 às 12:00 16:00 às 22:00

CORPUS CHRISTI

22/06/2011 à 26/06/2011

23/06/2011 (quinta-feira) 26/06/2011 (domingo)

06:00 às 12:00 16:00 às 22:00

PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA

11/11/2011 à 15/11/2011

12/11/2011 (sábado) 15/11/2011(terça-feira

06:00 às 12:00 16:00 às 22:00

FIM DE ANO

16/12/2011 à 01/01/2012

23/12/2011 - sexta-feira 25/12/2011 - domingo 30/12/2011 - sexta-feira 01/01/2012 – domingo

06:00 às 12:00 16:00 às 22:00 06:00 às 12:00 16:00 às 22:00

Revista Cegonheiro

32


33

Revista Cegonheiro


Classificados Prancha Rebaixada para Transportes de caminhões, tratores, ônibus, 02 eixos, chassi reforçado. Para caminhão Frontal. Tratar: Joel (54) 3027-7966 Dambroz 1989 – Preta, carreta reformada, estado de nova, impecável Tratar: Mário (11) 7871-1282 / 7730-8474 Três Eixos 1996 – C/ Castelo Preta/Amarela (Tegma) Tratar: (54) 9183-7527 Três Eixos 2006 – Robocop , Castelo Bi-Partido Verde (Transzero)Tratar: (64) 9204-2234 Dambroz Versatillle 2005/2005 – Tratar: 78951915 / 9162-8053 Carlos (TZ) Dambroz 86,semi aberta,preta com 8 pneus. Valor: R$ 26.000,00.Tratar: (12) 9107-6458 ID 96*55857 (Osmã) Dambroz,94, aberta e elétrica, verde.Valor a combinar.Tratar: (11) 4412-0159/ 9958-5510 (Vilson - Melancia) Dambroz,99, alongada c/ pistão. Valor. R$ 55.000,00. Tratar: (11)8561-9879 2374-1933 (Peterson - TZ) Dambroz,2000, alongada,robocop. Valor. R$ 75.000,00. Tratar: (11)8561-9879 2374-1933 (Peterson - TZ) Dambroz 2002, c/ pneus e cintas, verde. Tratar: (11) 9386-3330/ ID 102209*3 ( Renato) Dambroz 98 (02 carretas) – Alongada, (11) 434777851 Tratar: Farinha ou Luizinho. Dambroz 2008 – Alugo – Tratar: (11) 7809.7712 – ID: 90*12354 (Zé Valter – TN) Engerauto 1998 – Alongada (preta e amarela) tratar: (48) 9985-1709 Miguel – TEGMA. Engerauto 95,aberta,semi reboque,8 pneus semi novos,licenciamento 2010.Valor: R$ 40.000,00 . Tratar: (11)7859-8490 ID 1188* 54834 (Fernando) - (43) 3432-3208/ 9935-9247 (Alaercio–TG)

Blazer azul escuro,completa,2000.R$ 32.000,00. Tratar:(11) 6193.9819 / 9646.4902 (Milton) VW Constelation 19320, 2006/2006 – Branco, pneus novos, ótimo estado, revisões em dia. Tratar : (11) 7871-1282 / 7730-8474 Mário Iveco Stralis, 2008/2009 ,modelo Power cegonheiro, vermelho Tratar: (11) 8349-6033 / 5514-2461 ( Geraldo - Transzero) Scania 124-G420 / 2008, Azul. Tratar: 7826-0809 / ID: 122*89979 CLÀUDIO MB axor 2040, 2008/2008,único dono. Valor.R$ 190.000,00 Tratar:(11)9430-3098/ ID 55*100*30421 (Cajaiba – TG) MB 1634 cavalinho,2005. Tratar: (12) 3632-3709 ( Santo – DC)

Focus 1.6,gasolina,2007,completo,prata.Valor R$ 24.700,00.Tratar: (11) 7867-5050/4368-1975 (Clovis )

Mercedes-Benz 11/13 1983 – Truck Turbo, Direção Hidráulica, Amarelo. R$ 59.000,00 tratar: Adilson Pascoal (11) 9830-6804

Saveiro Surf 1.8,2009,preto,ar,banco couro,24 mil km.Valor: R$ 32.500,00. Tratar: (11) 78675050/4368-1975 (Clovis )

Iveco Stralis, 2009,modelo Power cegonheiro, turbina e unidades novas, vermelho,pneus novos. Valor: R$ 210.000,00. Tratar: (11) 9935-7917 ( Delmiro – TNorte)

Voyage confortiline 1.6,flex,09/10,completo. Tratar: (11) 4396-1869/7765-2487 ( Enzo)

Scania G380 – 2008/2008 Vermelho. – Tratar: 7895-1915 / 9162-8053 Carlos (TZ)

Volvo FH 380, 2005/2005 – branco, completo, único dono, turbina e unidades novas, com vários acessórios, pneus. Tratar: (54) 9136-5124 – (Moacir – TG)

Engerauto 98/98,aberta, amarela.Valor: R$ 60.000,00.Tratar: (43)7811-4497/ 3268-2295 (José ou Tatu – BZ)

Volvo FJ 440 – 2007/2007 – Prata, único dono, R$ 210.000,00. Tratar com Edmilson (12) 7850-6817 / ID 87*87588

Três Eixos 2007 – Tratar: Márcio Galdino 7881-4656

Mercedes Axor 2035 S – 2009/2009 – Azul, único dono, R$ 200.000,00. Tratar com Filho do Pelé/ Val – (11) 7762-1815 e (11) 9183-1815

Três Eixos 2003-2003, Alongada, Semi-Robocop, tratar: (11) 753-8856 VALTER ZANETTI Três Eixos 2000 – Robocop, Tegma (preta e amarela) – tratar: (11) 4455-2264 Petrucio. Três Eixos 97/98/99. Aberta, Alongada para caminhões frontal, carrega 7 Toyota. Tratar: (54) 3027-7966 (Joel-TG) Três Eixos 2003 – Padrão Tegma, com cintas e pneus. Tratar: (54) 3221-8501 – NELSON (TG) JR 2006 – Convencional Tegma (preta e amarela) – tratar: (11) 4455-2264 Petrucio

Revista Cegonheiro

34

Pajero,ano 98 prata,motor novo. Tratar :(11) 92225234/ ID 9*67333 (Itamar – TG)

MB 608 D guincho ,1980,.R$ 30.000,00. Tratar:(11)9134.8945/7833-2201 ID 84*23068 (Gilberto - TN)

Engerauto 96,aberta,semi reboque,convencional,verde.Valor: R$ 26.000,00. Tratar: (51)8402-7997(Marcio) - (54) 9194-8697 (Mauro–TZ)

Três Eixos 2000,alongada.Tratar: (11) 78951915/9162-8053 (Carlos – TZ)

Caminhoneta, 82 cabine dupla,original,turbinada,h idráulica,raridade. Tratar: (15) 3278-1214 (Daniel-TNorte Curitiba - BZ)

Citroen ZX furion, 1995 , completo ,1.8. Tratar: (11) 9876-4955 /4357-9255 (Geraldo – Sindicato)

Scania G380 – 4x2 2008/2008, Vermelho. Tratar: 9162-8053 / 7895-1915 CARLOS.

Três Eixos 95, s/ pneus, fechada. Valor: R$ 30.000,00. Tratar: (11) 9222-5234 /ID 9*67333 (Itamar – TG Norte)

CB 300 R.2009/2010,amarela.Valor: R$ 10.600,00.Tratar: (11) 8152-0093 ID 82*15730 (Robson – TZ)

MB 1634, 2006,eletrônico.Tratar: (11) 9932-5637 (Edmilson – BZ)

Engerauto 98 - Alongada. (11) 4347-7851 Tratar: Farinha ou Luizinho

Três Eixos 95, com pneus, aberta,preta.Valor: R$ 50.000,00. Tratar: (11) 9222-5234 /ID 9*67333 (Itamar – TG Norte)

CB 450 custon,84/84 ótimo estado azul métalica. Tratar: (11)2831-8903/ 8385-7715 (Nelson - BZ)

MB 1634, 06,branco.Tratar:(11)9441-8547 (Umberto Nóbile – TS)

Scania 124 – 400, branco, conservado, frota 471, oportunidade. R$ 175.000,00. Tel.: (11) 85491571 – 4352-5541.

Três Eixos 2000 – Robocop (Original), Verde (Transzero) – sem Pneus Tratar: (11) 8406-4009 / 4396-6628 ABAD – R$ 70.000,00.

Moto,ano 97.Tratar (11) 9222-5234/ ID 9*67333 (Itamar – TG)

Triciclo Motor Santana 1.6 AP.R$ 17.000,00 ou troca por moto de porte grande.Tratar: (11)91643627/ 7812-8064 ID 54*28019 (Igor - TZ)

Engerauto 97 (02 carretas) – Alongada. (11) 4347-7851 Tratar: Farinha ou Luizinho

Três Eixos 1994 – Semi-Robocop, Alongada, Aberta, Preta. Tratar: (11) 7743-2361 SALIM

– 2010 Completa – Tratar : Erivaldo (11) 86885488 Astra Advantage,2008/2009,automático, cinza.Valor:R$ 37.000,00.Tratar: (11) 4357-2876/9380-7096(Raquel/Danilo)

Amarok 2011 – PRETA, Completa, Highline- com acessórios. 5.000Km – R$ 103.000,00 Tratar: 9386-3330 RENATO Montana 2009, Preta. Sport 1.8 – Completa, protetor de caçamba, Banco de couro, Engate, som MP3 original, 38.000 KM,- R$ 32.700,00 ( tratar: Mauricio (TZ) 7839-0342 / 4396-5041) Fox 2009/2010 – Completo, Vermelho, Km 15.000 – R$ 28.000,00 tratar: (11)8329-1412 / 4352-2054 – DOMINGOS (BRAZUL)

Montana 2005, prata.único dono, super conservada. Tratar: (11) 8549-1571 ( Washington – TS) Uno 2009,azul metálico, 2 portas,completo,flex. Tratar: (12) 9239-2287/9178-2857 ( Marcelo – BZ Taubaté) Gol geração 3, 1990, preto, 1.8, 2 dono. Valor R$ 6.000,00. Tratar: (11) 6105-3969/ 4175-1111 ( Edvaldo)

Apto. 3 Dorm, 2 vagas de garagem, 65 m² - Próximo ao Centro SBC. Tratar: 54*28019 / 7812-8064 Igor (TZ) Vendo terreno - Batistini 20X30 600 metros quase esquina com Galvão Bueno com casa antiga fácil acesso ao rodoanel próximo posto policial valor R$ 585.000,00– TRATAR: Alexandre G. Scarcello - f 69500321/62414196 Fazenda com 40 Hectares (2 alqueires) em Itajuipe (Bahia), nas margens da Rodovia Itajuipe. R$290.000,00. Possui um pequeno riacho e plantação de cacau. Tratar: (073) 8166-7070 / 9108-2222 / 3203-4072 VALDECK. Apartamento Condomínio ARCADI, 104 m², 3 Dorm, 1 Suíte, 2 garagem, 17º Andar, Santa Teresinha (centro SBC). Tratar: 8555-8776 Alessandro. Sobrado, 2 dom (planejados), sala, copa, cozinha, 3 wc, 1 dom (adicional), área livre com churrasqueira, 2 vagas na garagem. Bairro Demarchi. R$ 290.000,00. Tratar: 8813-4592

Sundown STX 200, 2008/2008 – amarela 2800 KM, R$ 5.000,00 Tratar: Vlademir 7821-8632 / ID : 30*33356 Fiat – STRADA WORKING CD 1.4 FLEX

Apto Demarchi, 3 dorm,piso frio,garagem coberta,sala c/ textura, 2 ambientes cozinha planejados, banheiro c/ Box – área de serviço,todo reformado,área útil de 92m², cond. R$ 170,00, gás encanado. Valor: R$ 230.000,00. Tratar: (11) 43964073/8329-6033 ( Fabíola/ José) Apto no centro de Diadema,3 dorm,65m², churrasqueira ,2 piscina ,salão de festa,sala de ginástica. Valor: R$ 195.000,00.Tratar: (11) 6710-9965 ( Eduardo – Cazu) Chácara 5 alqueres, rod.Castelo Branco Km 162,Porangaba.Tratar:(11)9943.8656/ 6949.5995 (Buriti) Sítio Pilar do Sul-SP próximo a Sorocaba,1 e ½ alqueire formado.Tratar:(15) 3278.1214 (Daniel -TNorte Curitiba - BZ) Terreno Piedade,próx.Sorocaba.R$25.000,00. Troco carro.Tratar:(15)3311.4043/9574.0272 (Marcinho - TG) Terreno 6mil m²,rio fundos,cercado,B. Rodeio,Sarapui/SP.R$15.000,00.Tratar:(11)4339.4646/9652.2855/4347.0131 (Vilela) Terreno 572m²,Avaré,cond.fechado,constr.casa alto padrão.R$ 12.000,00.Aceito carro Tratar:(11) 7732.5305/ ID 5*7389 (Lucio - TG) Casa no bairro Demarchi, 04 dorm sendo 01 suíte, 03 wcs, 05 vagas, 02 terraços, copa, cozinha planejada, sótão, salão de festas, depósito. Valor R$ 450.000,00.Tratar: (11) 4347-6001/9136-2383 ( Maria Lucia) Casa Itanhaém,piscina,4 dorm,2 suíte,garagem 5 veículos,400m². Valor: R$ 160.000,00 Tratar: (11) 4357-2876/9380-7096(Raquel/Danilo) Casa condomínio fechado Balneário Tropical em Boraceia ,4 quartos,1 suíte,4 banheiros,pisc ina,churrasqueira,ambientes amplos,garagem 3 veículos, á 400mts da praia,casa toda mobiliada + Geladeira,sofás,camas etc.Valor: R$ 350.000,00. Tratar (11) 7107-1612 (Ney – BZ) Sobrado Pq Espacial em S.B.Campo,3 dorm,suíte,2 salas,cozinha,edícula,área lazer,5 vagas. Tratar: (11) 8549-1571/4352-5541 (Washington – TS) Sobrado no Terra nova II, 3 dorm amplos,1 suíte c/ varanda,todo reformado,tudo porcelanato,c/ jardim de inverno na sala,cozinha embutida,rack sobre medida,copa e coifa. Valor: R$ 400.000,00. Tratar: (11) 7364-4324/4396-9008 ( Nildo) Cobertura Duplex (nova) centro S.B.Campo/ SP.Tratar: (11) 6734-4797 (Jorge - BZ) Casa Mongaguá, 2 Dorm, 1 c/ Suíte, Sala, Cozinha, Garagem p/ 6 carros. Toda mobiliada ( 500 mts da praia ) Valor R$ 140.000,00 Tratar: (11) 8287-1084 SONIA Jazigo com 4 gavetas, cemitério Jd das Colinas. R$ 15000,00 (Juliana – Brazul) 8813-4592 Sobrado no Parque Terra Nova II, em São Bernardo do Campo. O imóvel tem três dormitórios com dois WC e closet, sala com dois ambientes, sala de jantar, cozinha tipo americana, lavanderia coberta, garagem para quatro ou seis carros e escritório com 30 metros. Valor R$ 630 mil. Venda ou troca por imóvel de menor valor. Tratar com Salvador (11) 4347-0931e 9278-2323

ANUNCIE

Kombi Lanchonete, Bom estado e Faturamento – (11) 8301-7582 Tratar: Lidiane. GOL G5 1.6 2010/2011 Trend – Ar Condicionado, Direção Hidráulica, Vidros e Travas Elétricas, Farol de Milha. Com 2.400 km rodados (Estado Zero KM), COR: Cinza Vulcan – R$34.000,00 – Tratar: (11) 9387-6307 Oswaldo Zambaldi.

(Juliana – brazul )

4346-5507

(11)

e-mail: revistacegonheiro@sindicatodoscegonheiros.com.br


STRALIS NR 410 / 460 4X2 - 6X2 AGORA DISPONÍVEL COM COM CÂMBIO AUTOMATIZADO*

VENHA CONHECER AS CONDIÇÕES SUPER ESPECIAIS PARA CEGONHEIROS

• AR CONDICIONADO • RODAS DE ALUMÍNIO • 2 TANQUES DE COMBUSTÍVEIS DE ALUMÍNIO

ALPHAVILLE Al. Araguaia, 3.497 - Barueri

saída km 21 da Rodovia Castelo Branco

F: (11) 4193-6363

SANTOS Av. Visconde de São Leopoldo, 653

Centro (ao lado do Posto da Balança)

F: (13) 3213-0033

Faça revisões em seu veículo regularmente.

SÃO BERNARDO DO CAMPO Via Anchieta, km 24,5

Sentido Santos / São Paulo

F: (11) 4335-6700

*Disponível somente para 460 CV. Fotos ilustrativas. Algumas versões, itens opcionais e cores estão sujeitos à disponibilidade de estoque, podendo variar seu prazo de entrega.

FROTISTAS ATENDIMENTO ESPECIAL

www.vetelli.com.br

35

Revista Cegonheiro


LICENÇAS Autorização para o tráfego de veículos com carga especial O Sindicato Nacional dos Cegonheiros tem a disposição dos seus associados e motoristas, o Departamento de Licenças, específico para dar entrada na documentação para a retiradade Licenças Estaduais e Federal de acordo com as normas exigidas pelo DER – Departamento de Estradas de Rodagem e do DNIT – Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes.

ONDE TIRAR AS LICENÇAS São Bernardo do Campo-SP Sede Central – Rua: Luiz Barbalho, 07/11 – Bairro Demarchi Licenças Federal e Estaduais

(11) 4346.5508

Camaçari / Bahia Rua: Gurupi, 23 – Bairro Goiana Licenças do Estado da Bahia

(71) 3622-6500

Gravataí / Rio Grande do Sul Av. Eli Correa, 6.651 – RS 030 – Bairro Passo da Cavera Licenças do Estado do R.G. do Sul

(51) 3431-4848

São José dos Pinhais / Paraná Rua: Tubarão, 112 – sala 02 – Bairro: Borda do Campo Licenças dos Estados de Santa Catarina, Minas Gerais, Tocantins, Paraná, R.G. do Sul, Goiás e São Paulo

(41) 3385-8245

São José dos Campos / São Paulo Rua: Ernesto Júlio Nazaret,201 Vila Tesouro Licenças Federal e Estaduais

(12) 3906-0807

Tocantins (Licença Estadual)

Pernambuco (Licença Estadual)

-Documento Cavalo Mecânico e Carreta -Contrato Social e CNPJ (pessoa jurídica) -CPF e RG (Pessoa Física) -Licença Federal 4,95m -Todos documentos autenticados

São Paulo (Licença Estadual e Federal) -Documento Cavalo Mecânico e Carreta

-Procuração -Contrato Social (autenticado) -RG ou CNH do proprietário (autenticado) -Documento Cavalo (autenticado) -Documento Carreta (autenticado) -Licença Federal (autenticar 1ª , e duas últimas folhas) -Laudo Engenheiro (reconhecer firma Ass. do proprietário e do Engº) -Memorial (rubricado todas as vias) -ART do Engº

Minas Gerais (Licença Estadual)

Santa Catarina (Licença Estadual)

-Documento Cavalo Mecânico e Carreta -Procuração (retirar no Sindicato) -Contrato Social (pessoa jurídica) -CPF e RG (pessoa física)

-Documento Cavalo Mecânico e Carreta

Goiás (Licença Estadual) R. Grande do Sul (Licença Estadual)

-Documento Cavalo Mecânico e Carreta -Licença Federal 4,95m

-Documento Cavalo Mecânico e Carreta

Paraná (Licença Estadual e Federal) -Documento Cavalo Mecânico e Carreta

-Documento do Cavalo Mecânico e Carreta

ATENÇÃO MOTORISTAS

Licenciamento São Paulo 2011 CAMINHÕES Final de Placa

Mês do Licenciamento

1e2 3, 4 e 5 6, 7, e 8 9e0

Setembro Outubro Novembro Dezembro

Revista Cegonheiro

36

Bahia (Licença Estadual)

CARRETAS AUTOMÓVEIS MOTOS Final de Placa Mês de Licenciamento

1 2 3 4 5e6 7 8 9 0

Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro


RODAMÍNIO O melhor em rodas de alumínio (11)

4330-9533

(11)

9915-6777

Nextel ID 126*117368

A maior distribuidora de rodas de alumínio do Brasil

contato@rodaminio.com.br www.rodaminio.com.br

37

Revista Cegonheiro


Divirta-se

Papai Noel dos Correios O programa Papai Noel dos Correios nasceu da vontade em atender, de algum modo, aos pedidos contidos nas milhares de cartas remetidas a Papai Noel por crianças brasileiras. Hoje, organizada pelos Correios, a ação solidária dos funcionários dos Correios busca responder, com uma mensagem de carinho, sabedoria e esperança no futuro, a todas as crianças que escrevem cartas a Papai Noel. Em muitos casos, com a ajuda de colegas, empresários, poder público e comunidade, os empregados envolvidos no programa conseguem angariar brinquedos e cestas básicas para serem distribuídos nos dias que antecedem o Natal. Todos os anos, comissões formadas em cada região se encarregam da leitura das cartas e da seleção dos pedidos mais urgentes e viáveis. Vestidos de Papai Noel, empregados tratam de fazer chegar os presentes às mãos das crianças selecionadas. Em 2006 foram recebidas 501.605 cartas, sendo que 177.549 foram respondidas e 226.934 foram adotadas. Multiplique essa ideia e adote também uma cartinha! En-tre em contato com os correios da sua região.

7 Erros

http://www.correios.com.br

Cruzadex

Sudoku

Preencha o campo de 9x9 sendo que cada linha, coluna e bloco de 3x3 contenha números de 1 a 9 . H á somente uma solução possível para esse passatempo.

Problema

38

Respostas

Revista Cegonheiro

Na árvore de Natal de Nina tem 27 bolas e 42 laços. Na árvore de Natal de Deco tem 15 bolas e 30 laços. Na árvore de Natal de Zeca 28 bolas e 46 laços. Na árvore de Natal de Cacau 30 bolas e 37 laços. Na árvore de Natal de Hana 25 bolas e 12 laços.

Nina, Deco, Zeca, Cacau e Hana montaram em suas casas uma árvore de Natal. Cada árvore de Natal tem um diferente nº de bolas (30, 25, 27, 28 e 15) e um diferente nº de laços (12, 42, 37, 46 e 30). Descubra através das regras abaixo quantas bolas e laços cada criança tem em sua árvore de Natal: 01. A árvore de Natal de Hana tem o menor nº de laços. 02. A árvore de Natal com 46 laços tem 28 bolas. 03. Na árvore de Natal de Hana tem 25 bolas. 04. Na árvore de Natal de Zeca tem mais de 37 laços. 05. A árvore de Natal de Cacau tem o maior nº de bolas. 06. A árvore de Natal com 42 laços não é a árvore com 25 bolas. 07. Na árvore de Natal de Hana o nº de bolas a mais que o nº de laços é 13. 08. A árvore de Natal de Deco não tem 25 bolas. E nem 28 bolas. 09. A árvore de Natal do Zeca não tem 15 bolas. E nem 37 bolas. 10. A árvore de Natal com 30 laços tem 15 bolas. 11. A árvore de Natal com 42 laços não é a árvore com 15 bolas. 12. Na árvore de Natal de Nina tem 15 laços a mais que bolas. 13. Não há mais que 45 laços na árvore de Natal do Deco. 14. Na árvore de Natal de Deco tem 15 laços a mais que bolas. 15. A árvore de Natal de Nina tem 27 bolas. 16. Não há mais que 29 laços na árvore de Natal de Hana.


Revista Cegonheiro - Edição 116  
Revista Cegonheiro - Edição 116  
Advertisement