Page 1


Mateus ĂŠ um menino de cor.


Mas não é de cor vermelha…


Nem verde‌


Nem sequer amarela‌


Ou com bolinhas‌


Mateus ĂŠ um menino de cor negra.


Mateus ĂŠ negro como a noite. Mateus tem a pele tostada, cor de azeviche e ameixa.


Os seus olhos parecem duas luas que lhe iluminam o sorriso claro.


A

mĂŁe

de Mateus Azeviche.

chama-o

Azeviche ĂŠ um mineral especial, bonito, de tom preto, que se utiliza para fazer jĂłias.


Azeviche é também um pássaro pequeno, com o corpo cinzento escuro e a cabeça e as asas negras…


A mamĂŁ tambĂŠm lhe diz que ele se parece com uma pequenina ameixa. Como as da quinta da tia Margarida!


Mateus tem uma mamã que lhe canta canções e lhe conta histórias. A mamã, na sua voz suave, conta-lhe que ele nasceu numa ilha das Caraíbas.


Nessa ilha os homens e as mulheres têm a pele da cor da canela. À noite cantam canções para que durmam tranquilos: o papagaio, a tartaruga e o caimão


Mateus já sabe. A senhora da ilha não podia cuidar dele. Mas amava-o muito, e pediu à sua mãezinha branca que cuidasse dele. E é por isso que agora ela é a sua mamã.


Mateus sonha que um dia irá navegar na sua canoa até à ilha onde nasceu.


Mateus adora que a sua mam茫 o aconchegue e lhe diga todas as palavras da hist贸ria da sua vida.


A mamã diz-lhe que agora ele é filho dela para sempre. Mateus já sabe que é adoptado, mas mesmo assim não gosta de ouvir o vizinho do terceiro andar dizer:


Naturalmente que Mateus ĂŠ adoptado. E adora explicar isso aos seus colegas de turma.


Às vezes Mateus não se conforma e brinca que é um menino que nasceu de um ovo redondinho. A sua mamã é tão clara…


Mateus anda numa escola perto de casa. Um dia a sua mamã foi à varanda vê-lo brincar no recreio. Que horror! Mateus está a lutar com outras crianças.


Ao chegar a casa a sua mamã quis saber porque lutava.. Ele acaba por dizer-lhe que o Óscar e o Jaime lhe chamaram preto. A mãe diz-lhe que lutar é uma estupidez. Ser negro não é uma coisa má.


Que bonita é a sua mamã, pensa Mateus!


Mateus decide que nunca mais irá lutar! Da próxima vez dirá que o seu nome é Mateus e que não gosta que o chamem preto.


Mateus sorri para a mãe com uma boca cheia de dentes brancos… A mamã é tão sua…e gosta tanto dele…mesmo não sendo negra!


Esta mamã que , quando apanha sol, nem é capaz de ficar morena diz-lhe que o ama muito. - Quanto mamã?


Do tamanho de todas as cores Mateus!

Adaptado por Manuela Figueiredo

Conto cores mateus  

testando