Issuu on Google+

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

ANO 35 / Nº 1.457

DIRETOR RESPONSÁVEL: ROBERTO CASSEB

SÃO PAULO

19/11 a 26/11/2015

www.jornaldocambucieaclimacao.com

jornaldocambuci@yahoo.com.br

SOLIDARIEDADE

AOS IRMÃOS HAITIANOS

Desde o terremoto de janeiro de 2010, que devastou o Haiti e causou a morte de quase 300 mil pessoas, os primeiros imigrantes iniciaram a saída do país para tentar a vida em outro lugar. O Brasil tem sido um dos países que oferece ajuda humanitária, assistência material e logística às vítimas de desastres naturais. Página 5.


2

CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015

Reflexões com LOGOSOFIA

P

A verdade sobre a palavra poder

ara a Logosofia, o poder é inseparável do conhecimento. Este, qualquer que seja seu grau, é uma expressão de poder e como tal, a manifestação de uma força. A força resume a vida em seus três caracteres essenciais: físico, moral e espiritual. A força moral e a espiritual se resolvem na consciência; a física pode determinar-se como força bruta ainda que possa ser inteligentemente adestrada. O poder, o verdadeiro e grande poder que torna possível a existência dos demais como potências auxiliares do entendimento, o único, insuperável e eterno, é o que desenha na alma os sublimes sinais de sua grandeza, e é, em definitivo, o que se forja nos grandes arcanos do conhecimento. C.B.González Pecotche (RAUMSOL), criador da LOGOSOFIA, extraído da Revista Logosofia, Tomo II, pág. 41 Em homenagem aos 85 anos da LOGOSOFIA, ciência criada por Carlos Bernardo González Pecotche - RAUMSOL, a Fundação Escola de Logosofia promoverá semanalmente cursos gratuitos às quartas-20h e aos sábados-19h. Rua Luís Góis, 390 - Sta. Cruz. Informações: 11 5581-9907 ou contato@logosofia.net.br

Errata

P

CAMBUCI

or uma falha de nossa produção a palavra “CAMBUCI” saiu com uma incorreção da edição 1456. Pedimos desculpas pelo erro.

Notas LIGA FREI MARTINHO CONVIDA PARA O BAZAR DE NATAL 2015 - em prol de pessoas idosas carentes assistidas pela entidade. Local: Clube Naniwa - Rua Domingos de Morais, 1581 -próximo ao Metrô Vila Mariana.Dia 21 de novembro de 2015 - sábado - das 9:00h às 17:00h, tel. de contato: 98216-8456. VOCÊ ESTÁ GRÁVIDA? - Quer aprender a cuidar do seu bebê? Então assista seis aulas e ganhe um enxovalzinho e uma pequena cesta básica. Rua Espírita, 116, toda quarta feira às 14 hs DOAÇÃO DA NOTA FISCAL PAULISTA - A AMA está reativando a campanha para pedir doação de “Nota Fiscal Paulista” sem CPF. Todos estão convidados a recolher notas e doá-las à AMA, mas estamos principalmente tentando a ajuda dos lojistas de nosso entorno. Com o apoio de mães voluntárias, vamos pedir a colaboração de comerciantes e clientes do Largo do Cambuci e proximidades, aproveitando para convidar a todos a agendar uma visita para conhecer o nosso trabalho. Estamos muito esperançosos, pois o comercio no bairro do Cambuci é muito bem sucedido por ser variado, receber muito bem os clientes e ter preços atrativos. A doação da “Nota Fiscal Paulista” sem CPF, não custa absolutamente nada a quem a faz e se conseguirmos arrecadar em grande escala, poderemos até resolver a maior parte de nossos problemas financeiros atuais.

Meio Ambiente

De Olho em Brasília

A nuvem do dr. Ulysses

Ajuda a Mariana

O

s Escoteiros de São Paulo, incluindo o Grupo Escoteiro Ebenezer, estão recebendo galões de água para as vítimas da tragédia em Mariana MG. As doações podem ser feitas na sede do Grupo de Escoteiros Duque de Caxias na Rua Luis Gama, 554 no Cambuci. Mais informações podem ser obtidas através dos emails: marilianamur@terra.com.br e jrobertopl@ terra.com.br. A causa é mais do que justa.

Serviço

Site conecta usuários e advogados e facilita acesso à justiça

Q

uantas vezes você já deixou de ir à Justiça porque acha que não vale a pena? Muitas dificuldades fazem com que o cidadão não lute pelos seus direitos: tempo de espera, desconhecimento, burocracia, sensação de impunidade... Pensando nisso, o publicitário Rodrigo Suarez criou o site justicasejafeita.com com o objetivo de conectar usuários que precisam de assessoria legal para entrar com causas em juizados especiais (pequenas causas). Basta que o usuário entre no site e relate sua causa, que é postada em um Quadro de Causas. Advogados interessados em defendê-la enviam uma proposta de trabalho. Se o usuário aprovar um orçamento, a relação de trabalho entre usuário e advogado começa. O site oferece a possibilidade de o usuário contar em detalhes o seu caso e de o advogado escrever a petição da causa. “A injustiça sempre reaparece no meu cotidiano e percebo que é também um sentimento de muitos brasileiros. Vai desde uma conta errada que uma prestadora de serviço não quer corrigir até escândalos de corrupção”, diz Suarez, que criou o site após uma sequência de “acontecimentos injustos”. O mais marcante foi em um fim de ano quando viajava para celebrar o Natal com a família. Sem nenhum fator externo ou imprevisto, a companhia aérea fez mudanças no voo e o remarcou quatro veze. “Durante 4 horas fomos tratados como ‘carga’, sendo transportados para um aeroporto diferente. Nenhum dos direitos do passageiro foi respeitado”, conta. Suarez entrou em contato com a ouvidoria da companhia aérea e a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). Tratado com indiferença, decidiu buscar seus direitos nos juizados especiais. “Depois de ganhar a causa, fiquei imaginando o prejuízo da companhia se todos naquele voo tivessem feito o mesmo. Será que isso não a faria repensar e tentar fazer o correto da próxima vez?”, afirma. “O primeiro passo para promover uma mudança sociocultural no Brasil é facilitar o acesso à justiça. Quanto mais cidadãos tiverem acesso à justiça, mais justo o país será”, enfatiza.

O

saudoso Ulysses Guimarães costumava dizer: “a política é como uma nuvem: aos poucos vai mudando de forma e quando menos se percebe já está completamente diferente”. O atual cenário da Corte somente confirma essa metáfora que, a cada ciclo político que se encerra, torna-se cada vez mais axiomática. Dona Dilma continua sendo detestada por grande parte dos belgas, mas parece que até eles reconhecem (na ótica deles) que se ruim com ela, pior sem ela. Assim as grandes manifestações de massas que ocorreram no início deste ano nas principais capitais do país se reduziram, no domingo passado, numa meia dúzia de gatos pingados que, em Brasília, gritavam palavras de ordem que ninguém aguenta mais ouvir. Mais patético impossível. Os políticos, de uma maneira geral, sentiram a mudança de clima e recalibraram os seus discursos. O caso mais emblemático é do próprio PMDB. Pois bem, meses atrás, no auge da ferveção generalizada, nove entre dez articulistas apostavam que o partidão iria anunciar, até o final do ano, o rompimento com o governo, fazendo implodir de modo espetacular o grande consórcio político que comanda o país há pelo menos 17 anos. Nada disso aconteceu. Aliás, muito pelo contrário, essa ideia, a do rompimento, se arrefeceu de tal maneira que hoje os “governistas” estão muito mais fortes que os “oposicionistas”. E o que dizer do maior partido da oposição, do PSDB? Por incrível que pareça, os tucanos emitiram alguns sinais de que até podem conversar com o governo a respeito de alguns projetos em trâmite no Congresso Nacional. Algo que deixou até o Emerildo de Elio Gaspari de olhos arregalados. Mas acreditar que a coisa toda virou um “mar de rosas” para a presidenta e companheiros seria pura idiotice. Apesar da calmaria momentânea, tudo pode mudar novamente, como a nuvem do dr. Ulysses. Rogério Itokazu

Mirna Leandro Ribeiro de Castro Editora e Jornalista Responsável (1981 - 2001) Publicação: Editora Cambuci LTDA. Diretor e Jornalista Responsável: Roberto Casseb - MTb 31.691. Assessor Jurídico: Antonio Mário Pinheiro Sobreira. Rua Senador Carlos Teixeira de Carvalho, 439 - Cambuci CEP 01535-01 0 - São Paulo - Telefax (0xx11) 3341-2511 / 2157-1352 Foto: Célio Silva Impressão: Diário de S.Paulo - Divisão Gráfica Circulação: Aclimação, Cambuci, Jardim da Glória, Paraíso, Vila Monumento, Vila Mariana e Liberdade.

Tiragem: 30 mil exemplares distribuídos gratuitamente Parceria Rede Bom Dia, Diário de S.Paulo e Jornal do Cambuci & Aclimação

Não nos responsabilizamos pelo teor de artigos assinados, podendo ou não concordar com eles, e nem pelo conteúdo dos anúncios publicitários.


3

CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015

Debate Social

Editorial

Terrorismo na França

O atentado em Paris chocou o mundo e significa um marco na luta contra o terrorismo promovida pelo Estado Islâmico. É importante destacar que esse grupo não representa a maioria Mulçumana espalhada pelo planeta. São fanáticos que tem um entendimento errado sobre o mundo. Acreditam que através dessas ações estão combatendo injustiças e sabe mais lá o que. A grande maioria das pessoas que dão a vida por essa “causa” é de jovens de menos de 30 anos. Muitos são oriundos de países do primeiro mundo como da própria França. Esse comportamento certamente precisa ser analisado e refletido pela sociedade, entretanto a raiz do problema e dos ataques está na cabeça de radicais que acreditam na força e como forma de impor ideias. Entretanto, se por um lado lamentamos profundamente o que aconteceu na França, por outro, não podemos esquecer o que países do chamado 1º Mundo fazem para defender seus interesses. Vale lembrar os milhões de mortos, a grande maioria civis, patrocinados por ações do exército americano no Iraque e em outros países do Oriente, como os bombardeios na Síria. A indústria armamentista é a grande beneficiária dessa política beligerante que domina as grande potências e radicais que usam a religião como argumento de guerra. Cabe às nações do mundo todo fazerem uma reflexão sobre esse momento e tomarem a decisão correta para que o mundo não viva uma Terceira Guerra Mundial.

SÃO PAULO, 08/08 a 14/08/2014

Consciência Negra Debate Regional

A

dívida social que a socie- vida”, que incubados por uma dade tem com os negros política social que incluiu é muito alta. Foram séculos de parcela da população marescravidão de humilhação até ginalizada nos últimos anos, colocaram as manguinhas de os dias de hoje. Apesar dos progressos fora iludidos com discursos tecnológicos, sociais, humani- vazios cheios de desinformaepoise de mais de um tários, entre tantos outros, os ção, patrocinados por setores ano sem poder caminegros ainda não são tratados políticos e da mídia. nhar direito Parque da como iguais. A lutafui pelaaoigualdade racial Aclimação no domingo luta por Apesar do Brasil ser um caminha junto com aacompanhado desocial minha justiça e caçula. dos direitos país com um população neO andar, para quem corria gra de quase 50%, ai se in- plenos de todo cidadão indeda opção por sexual, cluem pardos e mulatos, quase o pendente diariamente lá,cor pele ealegria religião.enorme. preconceito e a discriminação já foidauma A cultura discriminaainda aparecem de forma Encontrei alguns da amigos, asimpregnada maquiada e algumas vezes sisti ção um ainda poucoestá de futebol no na maioria das pessoas. escancaradamente. campo, mas sobretudo olhei A Essa onda reacionária e humanidade em sua evolução o Parque. conservadora que tomou con- precisa e deve se libertar desdosformaram pedali- o ses dogmas que ta do país nos últimos meses Lembrei-me nhosmundo e barquinhos ocidental. que hatem deixado a mostra atitudes viam por lá. Dos peixinhossem Aceitar as diferenças preconceituosas que imagináe girinos que insistíamos se achar superior deve ser vamos estar superadas na vida dos brasileiros. trabalhado insistentemente em levar para casa e colocar por todos construir São os “Bolsonaros da numa bacia. Doem pequeno cais,um

Memór

13

Passeio no Parque

E

D

mundo sem violência com paz

e harmonia. do lago, onde a três ou quatro Dia 20muita de novembro anosOtinha água. deve ser entendido como um dia de Fora o pedaço do Parque reflexão e quebra de paradigque fica isolado do outro lado mas pessoais contra qualquer da Rua Pedra Azul, essa ditipo de preconceito. minuição tamanho doseja lago Que ado humanidade me incomoda bastante. São colorida e pacífica. duas questões que o poder onde pelo menos uma vez Roberto Casseb: Contatos para esta seção podem ser feitos público precisava resolver. aconteceu uma competição pelo e-mail: roberto_casseb@hotmail.com Estou ciente que se trata de miniaturas de barcos que de uma prevenção contra Cidade se moviam por controle remochuvas fortes para reduzir à to. Da luta pelo Tombamento possibilidade de encher de e pela despoluição do lago. água as ruas vizinhas, entreDas dezenas de shows que o tanto preferia eo perdavisualmente do apetite, náuseas Jornal promoveu na Concha vômitos. A doença se diferenlago mais cheio. Talvez um Acústica. Do dia que o lago cia de gripes e resfriados portrabalho de engenharia puesvaziou e das 33 corridas inque não apresenta sintomas desse resolver esse problema fantis que o Chico comandou. respiratórios. evitando a transformação do Passou um filme e a cerlagoChikungunya em um piscinão. teza de que aquele pedaço Seus sintomas costumam Apesar dessas reflexões de verde faz parte, não só da durar de três a dez dias, febre ealta, dasdores boas de lembranças que minha, mas da vida de milhacabeça, dor omusme trouxe mais alegria foi res de pessoas que encontram cular e nas articulações. poder e transpiZicacaminhar Vírus paz de espírito simplesmente rar. A Sentir depois febre um pelo passo zica vírus éo por estarem lá. principal sintoma, mas podem do outro e ouvir de minha Vi o cercado novo que ocorrem“Pai erupções cutâneas e 23 e 27 de novembro,colocaram a está adotando medidas precaçula: vamos sentar para proteger o (pontos brancos e vermeSecretaria Municipal de ventivas. O objetivo é convocar um pouco. Estou cansada de jardim ao lado do busto de lhos na pele), artrite, dores Saúde promove a semana de os moradores na mobilização e andar...”. Carlos Botelho, alguns patos e combate à dengue, em todas luta contra o mosquito. Além nas costas e dores de cabeça. Bom final de semana. Nos marrecos passeando crian-do- Embora com pouca frequência as regiões de São Paulo. No da dengue outrase duas vemos no Parque. ças jogando bola na margem pode ocorrer tosse e dor de

Semana de Combate à Dengue

D

Cambuci, a ação acontece a enças são transmitidas pelo semana toda, na UBS do bair- mesmo vetor, a chikungunya garganta. Casseb: Contatos para esta podem ser de feitos A seção medida básica prero, com informações voltadas Roberto e o zica vírus. pelo e-mail: roberto_casseb@hotmail.com venção é a mesma, para as à eliminação de criadouros do Dengue mosquito aedes aegypti. Os sintomas ocorrem apro- três doenças, por se tratar do Na quinta-feira, dia 26, o ximadamente sete dias após a mesmo vetor (mosquito). Evite estacionamento do Balneário infecção e de forma abrupta, deixar qualquer recipiente terá uma tenda de atendimen- dor de cabeça frontal e seve- com água, que possa servir to para alunos e moradores. ra, dores nas articulações e de criadouro, como garrafas, Para evitar uma nova epide- músculos, dor atrás dos olhos, latas e pneus. mia, a prefeitura de São Paulo sente prostração, indisposição, Simone Filadelfo

ssa se tou 1 da Jornal de Castr perda para nitário, m o trabalho suas lutas Mirna senvolvim lismo int pessoas, público. Sua s militante importân Tombame Aclimaçã forma de verdes u ambiental do, e com importân


4

CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015

Notícias do Balneário

Alcoolicos Anônimos faz palestra no Balneário

N

a última terça-feira, dia 17 de Novembro aconteceu a palestra com a Irmandade Alcoolicos Anônimos de São Paulo, escritório de serviços locais da Mooca que atende à região do Cambuci. O alcoolismo é uma das doenças que mais provoca óbitos. O folheto do AA define esse mal da seguinte forma: “Caracterizada por uma pr��disposição física aliada a uma obsessão mental, instala-se gradativamente na vítima até dominá-la inteiramente. Irreversível progressiva e incurável atinge indistintamente homens e mulheres de todas as raças, credos ou condição social”. Além da apresentação, o jornal entrevistou os membros, mantidos em anonimato para atender a norma da instituição, que tem o compromisso de garantir o sigilo dos participantes. A palestra seguiu com depoimentos emocionantes e bem fundamentados, assim como o alicerce do programa AA. As frases “Só por hoje” e “Se você quer beber o problema é seu, se você quer parar o problema é nosso” são o “carro chefe” para as conversas, compostas das diretrizes dos 12 passos, que orientam os membros. O alcoolismo é uma doença que deve ser combatida diariamente, 24 horas. “O programa acontece em função dos 12 passos e não pode furar as 12 tradições” explica o membro da irmandade “É necessário quebrar o orgulho, porque você vai até o inferno, mas acha que ainda está no controle, você não aguenta mais sofrer, mas você não consegue procurar ajuda. Eu trabalhava bêbado, perdi quase tudo por causa do álcool, batia o carro 3 vezes e quase morri. Meu irmão falou, ou você se cuida ou vai morrer! Fiquei internado 45 dias.” esse membro bebeu dos 15 aos 45 anos, há 3 no AA segue o programa. “Sou de família nordestina e comecei a beber por cultura, eu era incentivado pelo meu pai que se “gabava” entre os amigos para mostrar que “homem que é homem tem que beber” Essa doença é definida pelo termo adicção, que significa afficionado por alguma coisa” completou. O relato do membro 2 “Eu já não aguentava mais, bebia e sentia dor, mas não era física, era “dor na alma”, certo dia, estava no bar e vi uma propaganda do AA no jornal o Patriota, rasguei e guradei o recorte. O dono do bar falava, você aqui de novo! Eu saia do trabalho para beber. Eu perdi minha esposa, carro e casa” esse senhor declarou que após ver novamente o anúncio do AA decidiu procurar ajuda. Filho de pai alcoólatra começou beber aos 14 anos, seu pai era violento. Eles está no AA há 8 anos e coordena vários grupos. Relato do membro 3 “Depois uma bebedeira, dormi na rua, estava para me divorciar, com a área profissional péssima, cheguei a trabalhar de ressaca, rendimento e reflexo eram baixos e sofri acidente automobilístico por consumo excessivo de álcool. Recebi então um ultimato da família e lembrei do AA”. Esse membro segue o programa há 3 anos e meio. Ajuda aos familiares Na luta ao combate à doença, os familiares precisam de apoio. “A Organização Mundial de Saúde (OMS) reconhece o alcoolismo como uma doença que pode ser detida, mas não curada. Os familiares de alcoólicos são afetados pela doença do alcoolismo: enquanto a obsessão do alcoólico é pela bebida, a obsessão da família é controlar essa bebida. Essa obsessão leva as pessoas próximas ao alcoólico ficarem ansiosas, sentirem raiva, alimentarem sentimentos de culpa, esconderem a situação e se tornarem sozinhas e frustradas”. Essa frase em destaque no folheto do AL-ANON, confirma o relato de um membro que sofreu durante anos, tentado de várias formas ajudar 3 pessoas da família. Ela não conseguiu e ficou frustrada e psicologicamente abalada. A solução veio ao procurar o grupo de apoio aos familiares. O programa de recuperação de alcoólicos anônimos possui um plantão 24 horas. Ligue (11) 3315-9333 ou acesse o site www. aaspsp.org.br. O grupo AL-ANON atende pelo telefone (11) 32287425 ou pelo site www.al-anon.org.br. Simone Filadelfo simonefiladelfo@yahoo.com.br

Eventos agitam o Balneário neste final de ano

Dança Livre Dia 05 de Dezembro, sábado, tem aula aberta de Dança Livre, das 16h00 as 20h00 e das 18h00 as 22h00, no Galpão do Balneário, com entrada livre. Rota do Cambuci Sábado, dia 13 de Dezembro acontece a Rota do Cambuci, serão comercializados variados produtos com a fruta nativa da Mata Atlântica. O evento será o dia todo e tem como objetivo resgatar o consumo e cultivo da fruta.

Encontro de Multicolecionismo O e nc o nt ro Playto y d e Multicolecionismo acontece dia 20 de Dezembro, domingo, das 08h00 às 19h00. Haverá exposição de brinquedos e coleções, aberto para compra, venda e troca de itens. Será realizada também a Feira de Artesanato, do Mercado de Pulgas e praça de alimentação. As crianças receberão brindes e poderão fazer pintura facial.

Atividade de aulas

Piscina Semi- Olímpica Continuam abertas as inscrições para a piscina de treino, na secretaria do Balneário. Inscrições para Práticas Esportivas, Dança e Uso da Piscina Tod as as at ivid ad es d o Balneário do Cambuci são gratuitas. Para prática de esportes, dança e uso da piscina é necessário fazer a carteira de associado. Documentos necessários: foto 3x4, documento de identificação, com foto e comprovante de residência. Para uso da piscina recreativa é necessário fazer o exame médico gratuito, no próprio Balneário. Para participar das aulas é necessário trazer atestado de liberação de prática esportiva (SUS ou Particular). Endereço: Av. Lins de Vasconcelos, 804, Cambuci, São Paulo. Telefone: 11-3209-0995.

O Balneário do Cambuci oferece uma série de atividades esportivas e de lazer. Na grade de aulas abaixo encontram-se modalidades e horários para que o associado participe. Tudo é gratuito e só é necessário fazer a carteirinha (Foto 3 x 4, documento de identidade e comprovante de endereço). O Balneário do Cambuci fica na Avenida Lins de Vasconcelos, 804 fone 3209-0995.


5

CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015

Solidariedade

Haitianos do Cambuci

são sobreviventes de tragédia

D

esde o terremoto de janeiro de 2010, que devastou o Haiti e causou a morte de quase 300 mil pessoas, os primeiros imigrantes iniciaram a saída do país para tentar a vida em outro lugar. O Brasil tem sido um dos países que oferece ajuda humanitária, assistência material e logística às vítimas de desastres naturais. Com o crescimento da demanda de imigrantes ilegais, em 2014, o governo brasileiro adotou medidas para estimular a solicitação de visto aos haitianos, organizar a entrada e coibir “coiotes”, crime organizado que atua na entrada ilegal de estrangeiros. Cerca de 30 haitianos entravam diariamente no país, pelo Acre, fronteira com a Bolívia, após uma longa viagem. A r o t a c o m e ç av a n a República Dominicana, da o n de e m b a r c ava m p a r a Equador, país que não exige visto de entrada e partiam para o Peru, até a cidade de Puerto Maldonado, para então cruzar a fronteira até a cidade de Assis Brasil, Acre. Sem infraestrutura, a maioria migrava para São Paulo. A problemática, no entanto, vai além, já que recentemente atos de xenofobia e preconceito têm sido cenário de crimes contra haitianos. Em agosto, seis pessoas foram baleadas em ataque, na Rua do Glicério, no centro de São Paulo. Segundo entrevista ao jornal A Folha de São Paulo, o padre Paulo Parisi, da Paróquia Nossa Senhora da Paz, que também recebe os estrangeiros, informou que ainda não sabe se os atiradores agiram por xenofobia, ou vingança, já que um haitiano teria recuperado a bolsa de uma mulher que havia sido assaltada na região e devolvido a ela. A Secretaria Municipal de Direitos Humanos informou que consta no boletim de ocorrência, registrado no 8º Distrito Policial no Brás, que “um dos ocupantes de um veiculo que passava teria gritado “haitiano!” e logo depois disparado contra as vítimas”. Em outubro, o haitiano Fetiere Sterlin, morreu esfaqueado, em Navegantes, litoral norte de Santa Catarina. Os suspeitos são quatro adolescentes. O mais velho confessou o crime a policia. Um adulto também suspeito de participar do crime foi preso.

Irmã Gregória

Relembre a tragédia O Haiti é um país localizado na América Central, colonizado pela frança. A antiga colônia fundada em 1804, por escravos, tornou-se a primeira república negra do mundo. No dia 12 de janeiro de 2010, um terremoto de alta magnitude atingiu o país. O Haiti ficou devastado, sem água potável, alimentação e remédios, com isso os saques de alimentos ocorreram em todo território. A Organização das Nações Unidas (ONU), na época enviou tropas e ajuda humanitária e estima-se que foram destinados cerca de 1,2 bilhões para o país. Quase cinco anos após a tragédia, o Haiti ainda apresenta um cenário pós-guerra. Milhares de pessoas vivem em campos de refugiados e muitos estão em situação de risco, falta saneamento básico e doenças como a Cólera são constantes. Até um ano atrás, a capital Porto Príncipe não havia sido reconstruída. O acolhimento em São Paulo A Secretaria de Promoção Social e Direitos Humanos da Prefeitura de São Paulo, através das Casas de Acolhidas é quem recepciona os haitianos. As irmãs missionárias scalabrinianas, integrantes da Congregação atuante na ajuda a imigrantes e órfãos, são parte do quadro desses locais de apoio e acolhida. A irmã Erta Lemos explica “As secretarias, através do CRAS, Centro de Referência de Assistência Social, acolhem e distribuem para os CREAS, Centros de Referência Especializados que

oferece acolhida integral e completa como local para dormir, alimentação e orientação social, psicológica e jurídica”. A irmã declara “Eles chegam do Acre exaustos e só querem dormir, a viagem de ônibus é longa”. O jornal perguntou quanto tempo os imigrantes ficam nessas casas. “Depende do tempo de desenvolvimento, em média leva seis meses para que estejam aptos para trabalhar” explica Erta. Metade dos haitianos no Brasil é graduado e alguns são bilíngues. Ao perguntar sobre a possibilidade de utilização desses diplomas de cursos superiores, Erta explica que não são reconhecidos e existe burocracia para homologação de documentos. O outro local de apoio já conhecido pelo jornal, é o CESPROM, Centro Scalabriniano de Promoção do Imigrante, entidade social e sem fins lucrativos. Inaugurado em 2002, o local atende refugiados e

imigrantes vítimas de tragédias. Hoje o CESPROM oferece cursos profissionalizantes de Informática, Confeitaria, Pa n i ficação, Port ug uês e Manicure e Pedicure. A coordenadora do Centro, irmã Gregória Oliva declara, “Não fazemos proselitismo, vemos o ser humano acima de tudo com amor. Buscamos ações que tornem as pessoas melhores e quando você qualifica você ajuda. Veja que encontramos pessoas na miséria total e com o curso de panificação saíram da pobreza.” Ela explica que uma das preocupações dos haitianos é o aluguel, que custa em média 600 reais. Quanto ao resultado dos cursos, a irmã apresenta diversas histórias, uma em especial, chama a atenção, sobre uma haitiana que tinha 3 diplomas universitários, mas não podia exercer as profissões aqui. Era uma mulher resignada, que descobriu no curso de segurança, uma saída. Foi

trabalhar no aeroporto internacional de São Paulo, com um desejo, ajudar uma criança que estava no Haiti. Hoje é possível enviar dinheiro mensalmente, para ajudar a criança, que não morreu por um milagre ao ser resgatada por um padre local. A irmã acrescenta “Tivemos também 3 haitianos que receberam promoção no emprego após terminar o curso profissionalizante. Agora pretendem fazer o curso de especialização de confeitaria.” Perguntamos à irmã Gregória sobre o trabalho do CESPROM. “Na sociedade brasileira, nunca tivemos uma leva tão grande de imigrantes necessitados. Enquanto missionários, temos a oportunidade, não só

de acolher, como de oferecer condições de qualificar pessoas, e que o mercado de trabalho pode absorver.” E finaliza emocionada “Somos sangue vermelho”, somos todos iguais!”. 44 haitianos são esperados em São Paulo É esperada a chegada de aproximadamente 44 haitianos vindos do Acre, de ônibus. As missionárias e a prefeitura já estão preparadas para recebê-los. Todo suporte de estadia, alimentação, orientação psicológica e jurídica serão oferecidos aos imigrantes. Os haitianos residentes já podem dar entrada no visto brasileiro e já é possível solicitar o visto antes da chegada ao Brasil. Essas medidas minimizam a entrada ilegal, bem como reforçam a proteção dos imigrantes.

Simone Filadelfo simonefiladelfo@yahoo.com.br


6

CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015

Espiritismo

Os ensinamentos de Jesus

A

lguns leitores perguntaram o que são parábolas e porque Jesus transmitiu seus ensinamentos através de parábolas. Vamos lá. Pr i mei ra mente va mos esclarecer o significado de parábola: trata-se de uma comparação desenvolvida através de um pequeno texto que contém uma verdade espiritual ou moral; uma parábola sempre traz um ensinamento; é uma

história curta utilizando elementos da vida cotidiana. Jesus transmitiu seus ensinamentos usando parábolas para facilitar o entendimento do que dizia. Quando seus discípulos perguntaram a Jesus qual a razão de falar por parábolas, Ele respondeu o seguinte: “Porque a vós é dado conhecer os mistérios do Reino dos Céus, mas a eles não lhes é isso dado”. Ou seja,

o povo em geral prestava atenção nas parábolas, já que Jesus utilizava exemplos do dia a dia; o povo entendia as parábolas, pois essas sempre utilizavam exemplos e fatos do seu cotidiano. Va mos hoje t rat a r da Parábola do Semeador: “Saiu o semeador para semear a sua semente. E quando semeava, uma parte caiu à beira do caminho, foi pisada e as aves do céu a comeram. Outra semente caiu sobre a pedra, e tendo crescido, secou, porque não havia umidade. Outra semente caiu no meio dos espinhos, e com ela cresceram os espinhos e sufocaram-na. E outra semente caiu na boa terra, e tendo crescido deu fruto a cento por um.” Cairbar Schutel, escritor espírita, explica que a semente da parábola é a palavra de Deus, mas ela não chega com eficácia a todos os seres humanos, pois alguns são mais evoluídos espiritualmente que outros, ou seja, mais propensos ao bem, à caridade, à fraternidade; enquanto outros são mais voltados ao mal, ao egoísmo, ao orgulho, apegados exageradamente aos bens materiais. Em relação a esta parábola, a pessoa que recebeu a semente no meio das pedras

(2) é aquela que a recebe com alegria, ou seja, recebe os ensinamentos de Jesus com alegria, mas estes não fincam raízes em sua alma. Aquele que recebe a semente da palavra de Jesus entre os espinhos, é o que ouve a palavra, mas iludido pela materialidade do mundo, pelas riquezas materiais, se vê sufocado, e a semente se torna infrutífera. Já aquele que recebe a semente numa boa terra, presta atenção, entende o que Jesus disse, e a semente dá bons frutos.

Allan Kardec, comentando esta parábola, afirma que a semente caída em boa terra produz frutos, pois a pessoa entendeu o ensinamento de Jesus, resultando assim em bons frutos. Vamos refletir sobre isso, e tentar aplicar na vida prática os ensinamentos de Jesus, para que nossas vidas rendam bons frutos. Um grande abraço e até a semana que vem. Hilton Dominczak hdk10@hotmail.com

1


7

CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015

VOCÊ SABE O QUE É O COPI? É um lugar onde não há limites para a imaginação. Onde o conhecimento é construído coletivamente e todos aprendem o tempo todo. Um lugar que valoriza a criatividade porque acredita que ela é a resposta para a grande maioria das questões que nos rodeiam diariamente. Um lugar especial, só seu e de todos ao mesmo tempo. Conseguiu imaginar? Não? Aqui vão mais algumas dicas. É um espaço de aprendizado contínuo que influencia de forma positiva a formação da personalidade.

Um espaço de troca. De novas amizades (muitas para a vida inteira). De estímulo ao novo. Um espaço que prepara seu filho para inúmeros desafios. Que ainda não existem. Que ele ainda vai criar. Onde se valoriza o fazer, o resolver, a prática e a experiência. Onde se propõem novidades o tempo todo. Conseguiu imaginar agora? Nós damos uma ajudinha. O COPI está bem perto e quer conhecer você. O colégio da imaginação, da criatividade e da nova formação do seu filho quer fazer parte da sua família. E você, quando vem conhecer o COPI? Estamos aqui, prontos para a sua visita.

MATRÍCULAS ABERTAS PARA 2016. Saiba mais em www.copi.com.br ou ligue para (11) 3385-8000. Av. Lins de Vasconcelos, 1264 - Aclimação.


8

CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015

História

Luís Gonzaga Pinto da Gama

N

o dia da consciência negra é oportuno conhecermos a história de um brasileiro, de um negro, que efetivamente fez a diferença em seu tempo. Uma pessoa que, apesar dos reveses tidos principalmente em seu início de vida, lutou, estudou e se tornou em um verdadeiro exemplo de perseverança: Luís Gonzaga Pinto da Gama. Luís da Gama, como é mais conhecido, nasceu em 21 de julho de 1830 de mãe negra (Luiza Mahin) e de pai branco (fidalgo português) tendo herdado da mãe, ativa participante da 1.ª rebelião urbana de escravos da história do Brasil (apesar de ser uma mulher livre), o espírito inconformista e combativo contra a condição dos negros da época, já que no Brasil de então ainda imperava a escravidão. Viveu com a mãe somente até seus 8 anos de idade, época em que ela precisou fugir para a cidade do Rio de Janeiro quando a repressão contra os movimentos que combatiam rebeliões de escravos aumentou o cerco; nessa ocasião sua mãe entregou-o a seu pai que até então sempre havia sido muito cuidadoso e amoroso com Luís da Gama. Quando tin ha 10 anos idade, seu pai, à época bastante endividado em razão de uma compulsão que tinha por jogos, vendeu-o como seu escravo a um traficante que o levou embora para São Paulo a bordo do patacho “Saraiva “; ali ele passou a ser cativo (virou escravo doméstico na casa de um comerciante), não sem antes (no processo de sua venda) ser rejeitado “por ser baiano “ já que na época o fato de o cativo “ser baiano “ trazia-lhe o estigma de ser insubordinado. Luís da Ga ma per maneceu escravo e analfabeto até seus 17 anos quando de forma autodidata aprendeu a ler e a escrever; em 1848 , aos 18 anos portanto, conseguiu provar a ilegalidade de sua condição de escravo, já que era filho de mulher livre, e assim conquistou judicialmente a própria liberdade. Aos 26 anos foi nomeado escrevente da Secretaria de Polícia após um período de trabalhos na Força Pública. Como o Delegado da Secretaria era Professor de Direito, Luís da Gama (conhecido também por sua

memória incomum) passou a ter acesso à Biblioteca do Delegado e ao seu conhecimento do Direito, vindo a se tornar um rábula (advogado por formação autodidata, não oficial, não formal). Suas causas centravam-se principalmente em negros mantidos ilegalmente na condição de escravos (a exemplo do que ele próprio vivenciou), ou os acusados de crimes contra os seus donos. Apesar dessa sua especialidade (negros na condição de escravos) não se negava em atender pobres, independentemente de suas raças, o que o fez ficar conhecido como “Libertador dos Negros “ e “Advogado dos Pobres “. Um d i a , du r a nt e u m julgamento, Luís da Gama proferiu uma frase que se tornou, além de sua marca, seu símbolo de pensamento: “O escravo que mata o senhor, seja em que circunstância for, mata sempre em legítima defesa “; a confusão que se instalou no tribunal obrigou o juiz a adiar o término do julgamento. Agindo dessa forma, em 1880 se tornou o maior líder abolicionista da cidade de São Paulo, um dos maiores do Brasil, e recebeu o epíteto de “Apóstolo Negro da Abolição”. Segundo Raul Pompeia: “...não sei que grandeza admirava naquele advogado, a receber constantemente em casa um mundo de gente faminta de liberdade, uns escravos humildes, esfarrapados, implorando libertação, como quem pede esmola; outros mostrando as mãos inflamadas e sangrentas das

pancadas que lhes dera um bárbaro senhor; outros... inúmeros. E Luís Gama os recebia a todos com a sua aspereza afável e atraente; e a todos satisfazia, praticando as mas angélicas ações, por entre uma saraivada de grossas pilhérias de velho sargento. Toda essa clientela miserável saía satisfeita, levando este uma consolação, aquele uma promessa, outro a liberdade, alguns um conselho fortificante. E Luís Gama fazia tudo: libertava, consolava, dava conselhos, demandava, sacrificava-se, lutava, exauria-se no próprio ardor, como uma candeia iluminando à custa da própria vida as trevas do desespero daquele povo de infelizes, sem auferir uma sobra de lucro... E, por essa filosofia, empenhava-se de corpo e alma, fazia-se

matar pelo bom...Pobre, muito pobre, deixava para os outros tudo o que lhe vinha das mãos de algum cliente mais abastado.” Além de atuar como rábula, Luís da Gama também atuava como jornalista (escrevia para diversos periódicos da época) e escritor; nessa época fundou a literatura de militância dos negros do Brasil quando no meio literário assumiu sua identidade negra. Dotado de personalidade marcante e às vezes irônica, alg umas pessoas descreviam-no como “um homem carregado de paixão, emotivo e cativante “. Segundo o historiador Boris Fausto, era uma pessoa “dona de uma biografia de novela “ talvez pelo fato de haver vivenciado as

experiências de criança livre, depois escravo e depois homem livre, além de guinado da condição de analfabeto até os 17 anos para a condição de homem das letras nos anos seguintes, tudo isso “temperado “ por vivências únicas tais como escravo do lar, soldado, ordenança, copista, secretário, tipógrafo, jornalista, advogado e alta autoridade da maçonaria. Tendo levado uma vida toda ela voltada aos valores da liberdade e do simples ato de servir, Luís da Gama morreu de intercorrências provocadas pelo diabetes no dia 24 de agosto de 1882 em São Paulo, quando houve grande comoção por toda a cidade. Seu enterro foi algo raramente visto, e a ele acorreram pessoas de todas as classes sociais, muitos querendo carregar seu caixão. Segundo Raul Pompéia, “homens choravam como uns covardes e as senhoras soluçavam “; para o articulista Zeca Borges “seu enterro foi o mais emocionante acontecimento da história da cidade de São Paulo “. Por todo este exemplo de vida, de doação e dedicação, em 3 de novembro de 2015 a Ordem dos Advogados do Brasil, Seção São Paulo, concedeu-lhe postumamente o título de “Advogado “ homenagem mais do que justa à um brasileiro que fez toda a diferença em sua época e que se destacou na história da formação do povo brasileiro. Demétrio Rebello www.blogdopensador.com


CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015

Artigo

A lição de Mariana O acidente causado pelo rompimento de uma barragem da Samaco, que é uma das mineradoras da Cia. Vale do Rio Doce, trouxe para o país a maior tragédia ambiental de nossa história. Além da destruição causada pela lama que se estendeu até o estado de Espírito Santo e da perda de muitas vidas, a impressão que fica é a de que irá demorar muitos anos para o Rio Doce se recuperar e o solo agredido pela contaminação voltar a florecer. Isso sem falar na perda insubstituível da fauna que foi agredida covardemente pela irresponsabilidade de pessoas que visam apenas o lucro. Por mais que se multe a Samaco, nenhum dinheiro irá trazer de volta a paz das famílias que perderam bens

9

materiais e familiares. Para os moradores da região o momento é de desolação. Se houve falha da empresa ou se foi erro de fiscalização dos órgãos governamentais, o que precisa ser feito é punir com o rigor da lei os responsáveis. A paisagem que ficou é a de guerra. Lembra as trincheiras da Primeira Guerra Mundial que vemos nos filmes. Após o acontecido, todos os organismos federais e da própria empresa precisam priorizar uma ação conjunta para começar a recuperar e salvar o que ainda é possível. O debate sobre reestatização da Cia. Vale do Rio Doce volta a ser pauta para a sociedade. Roberto Casseb


16

DIÁRIO DE S. PAULO - QUINTA-FEIRA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015

10

UM ANO DE ALLIANZ PARQUE

esportes Esportes

CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015

Fotos de Edu Garcia/Diário SP

Palmeiras

Prefeito do

Parque Ninguém conhece o Allianz Parque, que completa um ano hoje, como Florival, o faz-tudo do estádio do Palmeiras desde a época do Palestra

Arthur Stabile arthur.stabile@diariosp.com.br

Não existe uma pessoa com mais conhecimento quando o assunto é o Allianz Parque do que Florival Gomes Pinheiro. Este é um nome estranho para você? Bom, após 13 anos liderando todas as operações que acontecem na casa do Palmeiras, ninguém mais o conhece por este nome, mesmo. Agora, se perguntar sobre o Prefeito do Parque... Aí, muda tudo. “Depoisdetantosanostrabalhando no antigo Palestra Itália, me chamaram assim um dia e acabou pegando. Perguntavam

quem era o responsável e me apontavam: ‘É com o Florival, ele é o Prefeito’. Neste um ano de Allianz Parque, foi a mesma coisa”, explica Flor, como é chamado pelos demais funcionários da WTorre, empresa que administra a arena. Carregar este título é um peso do tamanho das responsabilidades do superintendente de operações do estádio. Basicamente, ele cuida de todas as áreas. Apesar de não ser chefe direto dos funcionários, é o faztudo dentro da arena. Chega a comandar mil funcionários em dias de jogos, incluindo os de empresas terceirizadas.

Florival já viu muitos craques pisarem no gramado do estádio alviverde

Masvaiperguntarparaodono do apelido se ele gosta... “Não gosto. Prefiro que me chamem de Florival, mesmo”, revela o Prefeito, quer dizer, o funcionário, que entrou no clube em 1992.Ficouseismesescomoficharista das piscinas, foi auxiliardeescritório,gerenteadministrativo... Até se tornar superintendente de operações, cargo que ocupa desde 2014. NADA IGUAL/ Quando se pergunta a Florival o que vem à cabeça quando se fala do Palestra Itália, ele é direto: “Saudade”. “Mudou tudo. O mundo moderno pede mudanças. Sofríamos muito no Palestra, que era antigo e tudo estava caindo. Os presidentes não faziam nada e tínhamos mais trabalho, mais despesas para deixar como estava.Agora,segastouumbocado de dinheiro, mas melhorou 100%”, aponta o palmeirense. Natural da Bahia e criado no Rio de Janeiro, ele garante não ter virado a casaca por causa do trabalho no clube. “Torço para o Palmeiras por culpa do meu pai. Ele era fanático e os filhos também”, diz o Prefeito, que passa mais tempo em sua “cidade” do que dentro da própria casa, em Pirituba. “Fico nove, dez horas por dia aqui. É minha casa”, finaliza.

ESPECIALISTA DA CASA Funcionário do Palmeiras desde 1992, Florival Gomes virou o Prefeito do antigo Palestra Itália e, no primeiro ano da arena, o Allianz Parque, mantém seu “mandato” administrando todas as operações que acontecem na nova casa palmeirense

Superintendente elege o seu Palmeiras de todos os tempos n Florival começou a trabalhar no Palmeiras em 1992, ano em que o clube fechou a parceria com a Parmalat e às vésperas do fim da fila de títulos, que perdurava 16 anos e terminou no Paulistão de 1993. As mais de duas décadas de clube fazem com que ele escale, com muito sacrifício, o seu Palmeiras de todos os tempos. “É complicado... Foram muitos craques que passaram por aqui na minha época. E, por ser palmeirense, lembro de muitos jogadores históricos”, disse, antes de soltar nome a nome do selecionado, formado por: Marcos; Arce, Luís Pereira, Cleber e Roberto Carlos; Dudu, Mazinho, Rivaldo e

O Verdão conquistou 15 campeonatos desde que Florival começou a trabalhar no clube

Ademir da Guia; Edmundo e Evair. O técnico? Este, Florival não pensa duas vezes: Felipão. “O Luxemburgo era ótimo, mas lembro muito da época do Felipão. Ele é um grande amigo”, diz o Prefeito do Allianz Parque. Agora, quando é perguntado sobre qual foi o melhor ano em que trabalhou no clube, tem de parar algum tempo para pensar. Depois de puxar os momentos da memória, escolhe o time campeão paulista de 1996. “Aquele ataque dos 100 gols era uma máquina. Não vi nada igual no Palmeiras”, cita, antes de falar do outro extremo, o ano em que teve mais dificuldades para trabalhar dentro do Palmeiras. “Sem dúvida, foi em 2012. Aquele time era sofrível, apesar de ter sido campeão da Copa do Brasil. Não sei como. Foi rebaixado pela segunda vez para Série B...”, lamenta-se o torcedor.


11

CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015

Olimpíada

Olimpíadas Esporte e Democracia Política de Esporte democrática e transformadora para o país. Falharam em todos os sentidos. Priorizaram o Esporte de Alto Rendimento iludindo a opinião pública com o Panamericano no Rio e as conquistas de trazerem para o Brasil a Copa do Mundo em 2014 e Olimpíadas em 2016. Nu nca houve u m a

preocupação de mudar a matriz esportiva do país. Nas nações mais desenvolvidas, onde o esporte faz parte do dia a dia das pessoas, a iniciação se dá nas escolas. No Brasil somente os clubes conseguem construir a possibilidade de oferecer a oportunidade de treinamento e descoberta de talentos. A massificação do esporte passa ao lado e o máximo que

conseguimos é continuar a ser telespectadores formando um número pequeno de praticantes nas mais diversas modalidades. A resposta ao questionamento sobre o porque o Brasil com uma população imensa não consegue ter atletas de alto nível para as Olimpíadas de 2016, é essa: A falta de uma política esportiva inclusiva e

democrática mudando para as escolas a matriz do incentivo a Cultura Esportiva. Que a lição da Olimpíada em 2016 sirva de reflexão e de mudanças sérias no sentido de colocar o esporte no seu devido lugar como ferramenta de inclusão e de oportunidade para os jovens brasileiros. Roberto Casseb

A

pesar do grande avanço na Democracia Brasileira na última década, um setor social que é o esporte ainda vive na idade da pedra. Em sua orga n ização através das Federações e Confederações, o esporte ainda é tratado como um bem que só pode ser comandado por poucos que geralmente estão em busca de poder e dinheiro. A g rande maioria das Federações e Confederações é dirigida pelos mesmos grupos e por vezes pela mesma família há décadas. Os estatutos e regras eleitorais que dão vida a essas entidades são fechadas e elaboradas para manter o Status Quo impossibilitando que aconteça qualquer mudança em sua estrutura e comando. Um exemplo clássico é a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) que há décadas está nas mãos das mesmas pessoas e que hoje é alvo de investigação internacional. Antes era João Havelange e depois seu genro Ricardo Teixeira que com mão de ferro mandaram no melhor ex-futebol do mundo. Depois veio José Maria Marin, que está preso e atualmente Marco Polo Sel Nero que faz parte da mesma ideologia esportiva. Governo Lula A histórica vitória de Lula deu esperanças e trouxe aos brasileiros mais justiça social. As conquistas no campo da Democracia levaram o país a um reconhecimento internacional inédito. Apesar de toda essa evolução a falta de uma Política Esportiva séria e transformadora deixou essa área desconectada da realidade transformadora de um novo Brasil. A atuação de alguns dirigentes esportivos a frente de órgãos públicos deixaram muito a desejar. Preocupados com outros interesses e não com a cultura esportiva, continuaram a deixar o esporte distante da população. Ti n h a m a respon sabilidade de construir uma

Orçamento

A Câmara dos Vereadores está discutindo como serão distribuídos os recursos previstos para a nossa cidade. É hora de definir como será arrecadado e onde será investido o dinheiro público. Você pode opinar sobre as prioridades em seu bairro nas áreas de transporte, saúde, educação ou moradia, entre outras.

PARTICIPE! TV CÂMARA

Sua opinião é importante para construirmos uma cidade cada vez melhor. Veja as datas das audiências públicas em www.camara.sp.gov.br/orcamento2016 PORTAL DA CÂMARA

www.tvcamara.sp.gov.br www.camara.sp.gov.br Canal Aberto Digital 61.4 Net - Canais 13 (Cabo) e 3 (Digital)

REDES SOCIAIS

Facebook.com/camarasaopaulo Twitter: @camarasaopaulo


12

CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015

Escolas e Cursos

Reorganização das escolas no Estado da unidade, possibilitando estratégias voltadas para cada um desses públicos. Justifica, ainda, que com a diminuição da natalidade e a municipalização do ensino fundamental, houve uma diminuição na rede estadual de educação em 2 milhões de alunos entre 1998 e 2015. Apesar de as discussões terem sido realizadas com a participação das Diretorias de Educação, professores e alunos foram pegos de surpresa. Talvez por isso haja uma sobrecarga de manifestações e

O

Governo do Estado de São Paulo começou a reorganização das escolas paulistanas. Alunos e professores se preocupam: as escolas vão fechar? Os professores serão mandados embora? Qual será o horário? São preocupações legítimas, porém, é necessário entender primeiramente o que será feito, e como será feito, seus objetivos e metas. A medida passará a vigorar a partir de 2016. Por notas,

o Secretário de Educação, Herman Voorwald, defende a atitude como necessária para que as escolas estejam mais preparadas para o atendimento de cada etapa da Educação Básica e as especificidades de cada faixa etária, ou seja, visa à melhoria da qualidade de ensino. Entre os argumentos, alega que haverá redução dos conflitos entre alunos de idades diferentes e melhoria na gestão

críticas. Tudo que é desconhecido e não se sabe claramente o intuito traz desconfianças. A mudança consiste basicamente em dividir as escolas por etapa: escolas para o ensino fundamental e escolas para o ensino médio. Dessa forma, os alunos convivem apenas com estudantes desses segmentos. A SEE garante que os alunos que deverão mudar de escola serão transferidos para uma escola de no máximo 1,5 km de distância da instituição inicial. Nem todas as escolas passarão por essa mudança:

43% das escolas de toda a rede passarão a funcionar de acordo com a reorganização. Sem duvida, cabe mais informação à população e, principalmente, que os responsáveis assumam o compromisso de que haverá escolas suficientes para que se cumpra o direito básico à educação, e educação de qualidade.

Lilian Barone Vieira Ardito, professora de Política Educacional do UNIFAI – Centro Universitário Assunção


CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015

Escolas e Cursos

13


14

CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015

Artigo

O Brasil e a cultura da violência

O

termo violência é comumente empregado para se referir a qualquer agressão física contra uma pessoa ou grupo de pessoas, causando-lhe dano, dor, sofrimento. Porém, essa definição, difusa e comum, comporta uma série de problemas. Se a levarmos ao pé da letra, somos obrigados a considerar que uma intervenção cirúrgica que resulte na mutilação de uma pessoa com vistas a salvá-la da morte é, em si, igualmente um ato de violência. Deste modo, a referida definição ignora a intenção de quem empreende a ação violenta. Em outras palavras, a ação do médico-cirurgião que se vê obrigado a amputar a perna de um paciente para salvar-lhe a vida não pode ser considerada violenta. Já a ação de um torturador, que submete um indivíduo a todo tipo de atrocidades, visando, por exemplo, extrair alguma

informação, não poderia entrar no mesmo rol da ação empreendida pelo médico. E longe de se reduzir a uma agressão física, a violência pode ser simbólica ou psicológica. Normalmente, na tortura, não é só o corpo que padece, mas também a mente do torturado. Mas, para além dos sentidos empregados, não é incomum que se empregue o termo violência para se referir a coisas que nada têm a ver com a vida. Pode-se falar em violência contra a propriedade privada, o patrimônio público, o Estado, as leis, etc. Evidentemente que a violência só pode ser compreendida em um plano histórico e social – uma vez que se modifica no tempo e no espaço – mediada por aspectos culturais e simbólicos. Assim, o que é violência aqui pode não ser acolá; ou o que é violência hoje pode não ser amanhã. Tanto num caso como noutro, não há sociedade que não comporte algum grau de violência. Mesmo entre as organizações sociais mais simplórias, aparentemente homogêneas e

pacíficas, a violência, física ou simbólica se faz presente, refletindo as lutas intestinas atinentes às divisões sociais. Enfim, muitas são as faces da violência. Ao apresentar suas nuances, meu objetivo é

(1)

situar a complexidade que a envolve, para, enfim, estabelecer um recorte – sem dúvida, arbitrário, mas necessário – e promover uma reflexão. Em um plano generalista, pretendo tratar o tema da violência

enquanto elemento constitutivo da cultura brasileira. Sidnei Ferreira de Vares, doutor em Educação pela USP, professor dos Cursos de História, Filosofia e Pedagogia do UNIFAI - vares@ usp.br

«Um

novo conceito de serviço de contabilidade e administração para Micro e Pequenas Empresas.» CONTABILIDADE + NFe + FINANCEIRO Tudo que você empresário precisa! www.prudence.com.br

Só Delivery

Rua Cipriano Barata, 650 Ipiranga -Tel. (11)- 2914-6971 e-mail: pessoal@prudence.com.br


15

CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015

Educação

UNIFAI lança Curso de Arquivologia e superiores em Tecnologia

C

inco novos cursos de Graduação entram no portfólio do UNIFAI – Centro Universitário Assunção, na Vila Mariana. De grande procura e baixa oferta, o Curso de Arquivologia, de três anos, visa formar profissionais para a gestão de arquivos, sistemas automatizados de documentação, gerenciamento eletrônico de documentos e gestão da informação documental. “Com a Lei de Acesso à

Moda e Estética

Informação (nº 12.527/2011), cresceu a preocupação com a transparência na gestão dos documentos, tanto em entidades públicas quanto privadas, e os gestores passaram a valorizar ainda mais este profissional”, diz o coordenador do curso, professor Rogério Xavier Neves, mestre em Educação e graduado em Biblioteconomia. A necessidade de dar respostas ágeis e eficientes às

demandas típicas do mercado de trabalho levou o UNIFAI a lançar também uma gama de cursos Superiores em

Tecnologia, com duração de dois anos: Desenvolvimento de Sistemas, Gestão Financeira, Gestão de Recursos Humanos,

Marketing e Secretariado. As inscrições para o Processo Seletivo 2016 do UNIFAI vão até fevereiro.


16

CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015

Comer Bem

Bolo de banana rápido de liquidificador

Descartáveis

Ingredientes Massa: 3 ovos; 2 xícaras de açúcar; 1 xícara de leite; 1/2 xícara de óleo; 2 xícaras de farinha de trigo; 1 colher (sopa) de fermento químico; 7 bananas; Para a cobertura: 3/4 xícara de açúcar; 1/2 xícara de água quente Modo de preparo Bata no liquidificador os ovos com o açúcar e o óleo, depois acrescente o leite, bata. Acrescente a farinha aos poucos com o liquidificador ligado e por último o fermento, batendo ligeiramente. Reserve, Unte uma forma média (tipo assadeira, sem furo central) com margarina e farinha. Despeje o caramelo e por cima dele as bananas (uso bananas prata) cortadas no comprimento. Por último a massa de bolo e leve para assar. Asse em forno médio, preaquecido, por cerca de 40 minutos, ou até dourar. Para a cobertura: Coloque 3/4 xícara de açúcar para derreter, após, despeje 1/2 xícara de água quente, espere dissolver o açúcar, deixe engrosse um pouco e despeje na forma untada. Informações Adicionais: Coloquei o caramelo só no fundo da forma, as laterais ficaram só untadas e enfarinhadas, para não ficar muito enjoativo. Se seguirem a receita direitinho não vai ter erro, o bolo não fica com gosto de óleo e a massa fica macia e combina perfeitamente com a banana caramelada da cobertura. Se quiser pode por uma colherinha (Café) de baunilha na massa. Tempo de preparo: 30min. Rendimento: 10 porções Churrascaria

Pizzaria

Padaria


17

CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015

Comer Bem Pizzaria

Pizzaria

Restaurante

Congelados

Avícola

Carnes

Água


4 - Jornal do Cambuci & Aclimação

Saúde

Acupuntura é Medicina Qu

18

CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015

Saúde

Benefícios da musculação: prevenção e tratamento

A

musculação (ou treinamento resistido ou fortalecimento muscular) é muito mais benéfica do que um simples aumento de massa muscular que vise estética. Mal vista por muitos como uma modalidade intensa, violenta, de competição e até fútil, acaba sendo evitada justamente por quem mais precisa. Só como prevenção, já se tem uma lista bem importante: Dores articulares: em qualquer parte do corpo e qualquer problema articular; Osteoporose; Sarcopenia; Obesidade: como todo exercício, há um gasto calórico, podendo em alguns casos ser até maior do que o de uma caminhada ou corrida; Diabetes: aumenta a sensibilidade à insulina; Doenças das coronárias; Hipertensão arterial; Câncer de cólon: reduz o tempo de trânsito gastrointestinal; Câncer de próstata; Câncer de mama; Risco de quedas; Dependência de terceiros para as atividades do dia a dia; Alzheimer. Para problemas já existentes,

a musculação é igualmente bem eficiente. Ela não só ajuda a prevenir os males descritos acima, como é recomendada para tratá-los. Como tratamento, também gosto de acrescentar o bem que a musculação faz aos portadores de: Mal de Parkinson: melhora flexibilidade, coordenação e força, sem piorar a hipertonia; Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC): ajuda a combater o enfraquecimento muscular e, assim, melhorar a restrição pulmonar, já que o músculo treinado capta o oxigênio com mais facilidade; Síndrome de Imunodeficiência Adquirida (AIDS): não só aumenta a massa magra bastante sacrificada, como diminui a lipodistrofia, que é a distribuição de gordura irregular devido ao uso de coquetel; Acidente Vascular Encefálico: ajuda a melhorar coordenação, força e flexibilidade, sem piorar a espasticidade; Insuficiência hepática: ameniza a sarcopenia

causada pela baixa ingestão de proteína na dieta. Dando uma pincelada sobre exercícios específicos para cada problema: a cadeira adutora é ótima para tratamento da incontinência urinária; a flexão plantar, para retorno venoso, importante para quem tem pernas inchadas e/ou varizes; e o leg press (com apenas 3 séries de 6 a 10 repetições, 3 vezes por semana, sem nada de aeróbico), para

Q

ual será o papel das medicinas ancestrais - em especial a Acupuntura e a Medicina Tradicional Chinesa diante do avanço da física quântica na área da saúde? É comum, ao falar de física quântica e saúde quântica, por exemplo, se deparar com uma enxurrada de comparações simplistas, ou reducionistas, que pouco ajudam na compreensão do tema. Não gosto de seguir esta linha de raciocínio, entretanto, a física quântica – que existe desde a virada do século passado, 1908 mais precisamente – é o estudo da matéria mais ínfima possível, ou seja, no que ela tem de menor. a melhora da saúde/função carA descoberta do átomo, diovascular de idosos (Strength sem dúvida, deu grande salto training improves submaxiàmum ciência, sobretudo à física, cardiovascular perfor-

mance in older men. - LOVELL, CUNEO e GASS. J Geriatr Phys Ther. 2009;32(3):117-124). Embora a lista dos benefíno joelho é uma cios artrose esteja bem extensa, condoença muito séria fesso que não citei todosque eles pode os moviaqui. comprometer Aceito sugestões, por mentos e atéaprofundarmos mesmo impedir a email, para que a pessoa execute tarefas abordagem.

com o estudo de seu núcleo, elétrons, prótons e nêutrons. Entretanto, as pesquisas não pararam por aí e vieram novas e menores partículas como os pósitrons, neutrinos etc. E, mais ainda, descobriu-se também que, por mais sólida que seja a matéria, de fato é ela constituída, em sua maior parte, de vazios, grandes vazios. Apenas para se ter ideia, se pegarmos a circunferência de um estádio de futebol como o Maracanã e compararmos seu perímetro externo a um elétron circulante, o núcleo deste átomo equivaleria a uma bola de futebol colocada bem no centro do gramado. Todo o Andréa Mihaliuc restante é área vazia. PodeCREF: 096522-G/SP se imaginar tamanho espaço vazio em toda a matéria, por Especialista em Fisiologia do Exercício e Treinamento Resistido na Saúde, Doença e Envelhecimento (Musculação para Terceira Idade) pelo Instituto Biodelta em parceria com a USP; Certificada emprovocadas Prescrição e Orientação limitações pela de Programas de Exercício para Idosos artrose. O problema atinge pelo CELAFISCS;

Artrose no joelho pode ser tr

A

simples do dia a dia por conta da dor. Ela também é conhecida como osteoartrose ou ostetoartrite. A artrose do joelho tem se assemelham à gripe se tornado cada muito vez mais coe ao resfriado, dificultando mum. Segundo a Sociedadeo diagnósticodee podendo evoluir Brasileira Reumatologia, para um quadro clínico Sociedade Brasileiramais de grave por demora no início do Ortopedia e Traumatologia, tratamento correto. Associação Brasileira de Cinco dicas para evitar as Medicina Física e Reabilitação doenças respiratórias: e Sociedade Brasileira - Beba muito líquidodee Cirurgia do Joelho, até em consuma alimentos ricos em 2015, água. 12,3 milhões de pessoas- Hidrate irão apresentar dores e as narinas com

em grande parte pessoas com mais de 50 anos Trainer e que com apresenPersonal foco em dena força e alongamento. tamtreinamento desgaste articulação. andreamihaliuc@hotmail.com De acordo com o fisioterapeuta Helder Montenegro, especialista em coluna vertebral, presidente da Associação Brasileira de Reabilitação de umidificadores vaporizaColuna – ABRC,oudiretor do dores de ambiente. Caso não Instituto de Tratamento da tenha os aparelhos, coloque Coluna Vertebral e criador da bacias reconstrução com água ou toalhas técnica músculomolhadasda nos cômodos. -articular coluna vertebral, Evite carpetes tapetes a doença não tem cura,e porém, nos quartos. Em pisos lisos, pode ser amenizada com utilize pano úmido para fisioterapia e atividade física. limpeza. “A -artrose é uma doença deEvite plantas, animais e generativa das articulações. bichos de pelúcia no quarto. Ela -provoca D i c a um do desgaste C o m pldas e xo

Doenças respiratórias são risco à saúde durante a primavera

Q

uem imagina que aquele churrasco com os amigos no fim de semana pode representar um risco à saúde? Isso porque o tempo seco, que está caracterizando esta época do ano, a ingestão de alimentos ricos em sódio (assim como a proteína animal) e o consumo de bebidas alcóolicas potencializa o desenvolvimento de doenças respiratórias. Este é o alerta do pneumologista do Complexo Hospitalar E d m u n d o Va s c o n c e l o s , Hassan Ahmed Yassine Neto. Segundo o médico, isso ocorre em função da desidratação das mucosas que compõem nosso sistema respiratório. “As mucosas, quando em estado normal de hidratação, servem como escudo do organismo, porém, ao perder líquido, o muco que é habitualmente produzido

adquire uma consistência mais gelatinosa, retendo bactérias e impurezas”, explica. Para se prevenir ou, pelo menos, minimizar os sintomas, o pneumologista dá algumas dicas simples que podem fazer toda a diferença. “É preciso beber muito líquido para que o corpo esteja sempre bem hidratado e dar preferência para o consumo de alimentos leves e ricos em água em sua composição. Também é importante manter o ambiente bem arejado e limpo, reduzindo a quantidade de agentes alergênicos, como plantas, poeira e pelos de animais”, afirma. O médico ainda orienta que, ao fim do dia, as pessoas utilizem soluções à base de soro fisiológico para limpeza dos olhos e das narinas. Outras medidas, como procurar evitar o uso de carpete e tapetes nas residências e utilizar pano úmido para limpar a casa ao invés da tradicional vassoura, que joga muito poeira no ambiente, são ações que podem contribuir para diminuir a incidência de quadros alérgicos e irritativos. As doenças respiratórias causadas por irritação e alergia são muito comuns nesta época do ano em função de vários fatores, como baixa umidade

do ar, poluição e, até mesmo, a polinização das flores. “O tempo muito seco contribui para que as partículas de poluição fiquem em suspensão no ar, provocando irritação das vias aéreas e dos olhos principalmente”, complementa. Entre os males mais comuns da estação estão as conjuntivites irritativas e alérgicas, a rinite, a bronquite e outras doenças respiratórias. Todas elas têm sintomas que

mais sólida parecer? Além dis em 1908, ain porâneo de – e que eram sive – discor sentidos do Relatividad que diz res se organizar de pacotes nominados pacote, quan e se soma para que se construir a levando-se i ração, costum minhas pale esta organiz energéticos do sentido ma chamar Chinesa e e

soro fisiológico ou água. - Ut i l i z e apa r e l ho s

Hospitalar Edmundo Vasconcelos

cartilagens q tremidades ó dor e podend formidades” culações mai a coluna vert e os joelhos. fatores que p para o dese doença. A h obesidade, es gismo e exer que são repet dos causad Montenegro Exercíci Fisioterapia dor Os exer uma alterna lar a dor da a Entre os mai


CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015

Saúde

19


20

CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015

Turismo

Conheça um pouco mais sobre

Monte Verde

S

ituada em um vale no alto da Serra da Mantiqueira, Monte Verde se tornou famosa por suas próprias qualidades. Próxima dos grandes centros de um país tropical como o Brasil, Monte Verde apresenta características tipicamente européias; reúne os mesmos atrativos da agitada Campos do Jordão, mas oferece a tranqüilidade de uma pequena cidade do interior. Enfim, é uma ótima alternativa para quem procura o clima frio das montanhas e a paz do convívio íntimo com a natureza. Com sua economia voltada basicamente para o turismo, Monte Verde recebe visitantes o ano todo, em especial amantes do turismo ecológico. Contudo, a vila ficou mais conhecida por proporcionar uma atmosfera charmosa e propícia ao romance, o que a transformou em um dos destinos mais procurados por namorados e casais em lua de mel. UMA TÍPICA PAISAGEM ALPINA O cenário lembra uma paisagem dos Alpes suíços: espalhadas pelo vale e pelas encostas das altas montanhas da Mantiqueira, sempre em meio a muito verde, erguem-se as casas construídas em autêntico estilo alpino. No inverno, a névoa que encobre toda a região e a fumaça que sobe das chaminés tornam ainda mais vívida a impressão de que estamos em um pedaço dos Alpes.

Essa semelhança com as terras altas da Europa atraiu e continua atraindo alemães, suíços, italianos e muitos outros que, saudosos de sua terra natal, elegeram Monte Verde como seu lar. A influência européia é visível em todos os lugares: desde o estilo das construções até os produtos encontrados no comércio local, nos restaurantes e suas comidas típicas. Situada em altitudes que variam entre 1500 e 1600 metros, Monte Verde apresenta um clima frio e seco, característico de regiões montanhosas. No verão as médias são de 26°C durante o dia e 14°C à noite; já no inverno, as temperaturas freqüentemente caem abaixo de zero, atingindo com facilidade a marca de -10°C. Não chega a nevar (embora isso já tenha acontecido algumas vezes), mas nas manhãs de inverno é comum o sol se levantar em meio a uma paisagem totalmente recoberta de gelo, produzindo um visual fantástico. Em agosto de 1999 foi registrada uma das temperaturas mais baixas da história: -13°C. Mas nem é preciso tanto: sempre que os termômetros alcançam valores negativos, Monte Verde acorda vestida com a sua típica roupagem branca de inverno. É o momento de deixar a preguiça de lado e levantar cedo para presenciar e registrar imagens incríveis da paisagem congelada.

Jaguari recebeu uma pessoa que mudaria a história do lo ca l: re cém- ca sado, u m jovem e empreendedor imigrante da Letônia chamado Verner Grinberg chegou aqui à procura de um lar cujo clima e paisagem lembrassem sua terra natal. Formando a Fazenda Pico do Selado, aos poucos a família Grinberg foi cedendo lotes para que amigos e conterrâneos construíssem casas e viessem viver aqui. Esse povoado recebeu o nome de Monte Verde (tradução literal do sobrenome de seu fundador). Finalmente, em 1952 Verner Grinberg decidiu lotear parte da fazenda, o que atraiu principalmente letões, húngaros e alemães que deram início à construção de uma vila com aspecto tipicamente alpino. AS GRANDES MONTANHAS A topografia acidentada da região é dominada pelas imponentes montanhas da Mantiqueira, cujos picos se elevam a mais de 2000 metros de altura. Um passeio obrigatório para quem visita Monte Verde é percorrer os caminhos que levam aos mais altos pontos da serra; lá de cima se descortina uma paisagem magnífica. É impossível não se impressionar com a imponência do cenário e com o espetáculo visual proporcionado pela natureza! FLORA & FAUNA A região é dominada por uma rica vegetação, formada por trechos remanescentes da Mata Atlântica (incluindo araucárias nativas com centenas de anos de idade), além de uma extensa área de reflorestamento constituída de pinheiros e eucaliptos. Boa parte da mata original está hoje sob proteção governamental e constitui a Área de Proteção Ambiental (APA) Fernão Dias. Essa grande quantidade de vege t ação favore ce a existência de várias espécies animais, em especial pássaros de diversos tipos. Uma quantidade impressionante de beija-flores das mais variadas cores dominam todos os cantos com o seu balé aéreo. Sempre à procura de frutos, os esquilos também são uma presença constante

nos bosques da região, e se transformaram em um símbolo de Monte Verde. AS ORIGENS Em 1936, a reg ião co nhecida como Campos do

Fonte: guiamonteverde Para mais informações Passeios de 1 dia F: 2387-4184/99918-9517 WWW.paseiosdeumdia.com.br


21

CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015

Pet Shop

Dog Spa: Atividades físicas em clube para cachorros auxiliam no combate ao sobrepeso de cães Projetado para oferecer diferenciais em hospedagem, o espaço é uma verdadeira colônia de férias para animais, oferecendo diferenciais como amplos espaços em meio à natureza, chalés individuais, departamentos separados por porte de animal, ambientes higienizados e desinfetados

C

om aulas de agility, natação e passeios guiados, o Clube de Cãompo oferece serviços que auxiliam na perda de peso e na diminuição de problemas de saúde em cães obesos A obesidade é a doença mais frequente entre os cães domésticos e assim como para os seres humanos, praticar exercícios regularmente é a melhor opção para que o sobrepeso seja evitado, assim como doenças cardíacas e problemas articulares. Pensando nisso, o Clube de Cãompo, hotel fazenda exclusivo para cachorros no interior de São Paulo, incluiu em sua programação diária atividades que queimam muitas calorias e promovem o bem estar do animal, como aulas de natação e agility e passeios guiados pelos 60.000 m² do clube. “Em média, 25% dos cães de companhia e 12% dos felinos domésticos são obesos. Estima-se que, se um cão ou um gato consumir regularmente 1% mais calorias que o necessário, ele ficará quase 25% acima do peso na meia-idade,” afirma o veterinário e fundador do empreendimento, Aldo Macellaro Júnior. Em geral, cães que não têm a companhia de outro animal ou espaço suficiente para correr e brincar tem maior chance de desenvolver a obesidade, pois não gastam energia. Espaços como o Clube de Cãompo, hotel fazenda exclusivo para cachorros, oferecem a queima calórica necessária

para manter o equilíbrio do corpo do animal. Ainda segundo Aldo, a natação é considerada uma das melhores atividades para o público obeso, pois além de promover um grande gasto calórico, não promove impacto nas articulações. O Agility, com obstáculos baixos, também é uma ótima oportunidade para o cão melhorar seu condicionamento físico e agilidade, superando o circuito de obstáculos, túneis, slalom e pneus. “O mais legal do agility é o fato do animal se exercitar ao mesmo tempo em que se diverte”, completa. O Clube recebe os cães que já estão obesos e aqueles que estão acima do peso oferecendo, além das aulas e passeios, serviços de socialização canina ao ar livre e alimentação específica para perda de peso. Sobre o Clube de Cãompo Fundado em 1996, o Clube de Cãompo é um hotel fazenda para cães localizado em Itú (SP), há 80 km da capital.

diariamente. O espaço ainda conta com assistência integral de veterinários e a hospedagem inclui banho e passeios monitorados pelos 60.000 metros quadrados de área do Clube. Também podem ser contratados para os cães hóspedes os serviços de agility, natação, adestramento,

obediência básica, solução de problemas comportamentais, condicionamento físico e Day Care, composto por um dia de atividades variadas. www.clubedecaompo.com.br (11)2715-1091 (11) 4024-6968 (11)99968-4729 30*16918


22

Construção e Reforma

CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015

Telhados

Tapeçaria

Reforma

Synteko

Refrigeração

Synteko

Vidros

Mármores

Serralheria

Construção

Serralheria

Box

Calhas

Molduras


CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015

23


24

CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015


CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015

25


26

CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015


CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015

27


m casa para mail é @yatuito.

28

CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015

Informática

Liberal Profissional Liberal

CL ASSIFICADOS JC& A SERVIÇOS

TRANSPORTE

ORAÇÃO CONVERSA COM JESUS

ANUNCIE JC&A * 3341-2511 - 2157-1352 / 1358

Todos os dias, durante nove dias orar assim: Oh! Meu Jesus, em Vós deposito toda minha confiança. Vós sabeis de tudo meu Pai. És o Senhor do universo, sois o Rei dos Reis. Vós que fizestes o paralítico andar, o morto voltar a viver, o leproso sarar, fazei com que (fazer o pedido). Vós que vistes minhas angústias e minhas lágrimas bem sabeis de tudo Divino Amigo como preciso alcançar (pedir a graça). Convosco Mestre, me dá ânimo e alegria para viver. Só de Vós espero com fé e confiança (pedir a graça com fé). Fazei Divino Jesus que antes de terminar esta conversa que terei convosco, durante nove dias, alcance esta graça que te peço com fé (pedir a graça). Como gratidão mando publicar esta oração para outras pessoas que precisam de Vós, aprendam a ter fé e confiança na Vossa Misericórdia. Ilumine os meus passos assim como o sol ilumina todos os dias o amanhecer. E testemunha o nosso diálogo. Jesus tenho confiança em Vós. Cada vez aumente mais a minha fé. Amém. R.M.T.P.


29

CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015

CL ASSIFICADOS JC& A IMÓVEIS VENDE-SE OPORTUNIDADE R$ 515 MIL

Apto na Av. Aclimação, 2 dorms, 1 vaga, 70m², aceita proposta. F: 97143-4737

QUARTOS E VAGAS

PROFISSIONAIS OFERECEM OFERÇO-ME

ALUGA-SE 1 QUARTO

Para trabalhar de cuidadora de idosos, com carinho, no período da noite ou final de semana, free lance, F: 97377-6529 vivo

ALUGO QUARTO

OPORTUNIDADES

HOSPEDAGEM NO CAMBUCI

Aceito doação de livros antigos, romance, ficção, auto ajuda, etc, R. Teodureto Souto, 808, F: 3208-7894

Mobiliado, c/ banheiro, tanque e pia, p/ 1 pessoa que trabalhe fora, na Rua Paulo Orozimbo. F: 2894-1388 / 95394-6311 c/ Clara Com cozinha e banheiro, para casal sem filhos, R. Miniz de Souza, próx. ao 600, agendar horário para visita. F: 97276-8344

LIVROS USADOS – ANTIGOS

Rua Vicente de Carvalho, 58 (Lgo. Cambuci), suítes masculinas, mobiliadas, Tv a cabo e internet, ambiente maduro e respeitoso. F: 99961-6874 / 3271-4259

PASSO ROUPA

A domicílio, Tratar F: 97377-6529

DEDETIZ AÇÃO

IMÓVEIS LOCAÇÃO

INFORMÁTICA

KIT – ALUGA-SE

Próximo ao metrô, pintado, de frente, valor R$ 1.000,00, com fiador ou depósito. F: 3207-4303 / 97436-5937

SERVIÇOS ENCANADOR – PEDREIRO

EMPREGO RECEPCIONISTA

Clínica de podologia e estética, localizada na Aclimação, contrata. Morar na região, maior de 18 anos, com experiência. Enviar CV para: contato@ciapes.com.br

ADVOGADO IMÓVEIS COMERCIAIS

CESTAS E FESTAS

Eletricista e pintor. 30 anos de experiência no ramo. F: 97157-7034/ 2693-7940


30 28

passatempo

CAMBUCI &PAULO ACLIMAÇÃO - QUINTA / DE2015 2015 DIÁRIO DE S. - QUINTA-FEIRA / 19 19 DE DE NOVEMBRO NOVEMBRO DE

horóscopo por João Bidu

ÁRIES (21/3 a 20/4)

Melhor agir com cautela hoje. Se alimentar muitos sonhos, pode se decepcionar, seja mais realista. Briga com amigo também não está descartada. Agir em segredo será a melhor maneira.

Sete erros

TOURO (21/4 a 20/5)

Tenha cautela com rivalidade no trabalho. Batalhe pelo seu lugar ao sol, mas não conte com apoio de colegas. Desentendimento com alguém próximo pode trazer dor de cabeça na amizade.

GÊMEOS (21/5 a 20/6)

Concentre-se nas tarefas. O exagero na hora de se divertir traz consequências, inclusive para a saúde. Mostre que tem ambição e lute para se destacar e ver seu empenho reconhecido.

CÂNCER (21/6 a 21/7)

Cruzadas

Sudoku Preencha os espaços vazios com algarismos de 1 a 9. Os algarismos não podem se repetir nas linhas verticais e horizontais, nem nos quadrados menores (3.3).

Você vai encarar tudo com muita intensidade, mas nem por isso precisa perder a calma com as pessoas com as quais convive. Controle a irritação e evite brigas. Os estudos vão bem.

LEÃO (22/7 a 22/8)

Talvez precise equilibrar a vida pessoal e familiar para evitar atritos. O par e os parentes talvez não se entendam. Você terá energia para fazer grandes mudanças na área profissional.

VIRGEM (23/8 a 22/9)

Coloque toda a sua energia no serviço, só assim conseguirá cumprir as obrigações. Mas boatos podem atrapalhar o andamento do trabalho; por isso, fique na sua. Controle o ciúme.

LIBRA (23/9 a 22/10)

Soluções

Apesar de o dia começar um pouco tenso, você conta com boas energias e sorte para virar o jogo. Só preste atenção na hora de gastar com bobagens ou lidar com dinheiro.

ESCORPIÃO (23/10 a 21/11)

No trabalho, mantenha os pés no chão e aprenda com os erros passados para evitar problemas. Há chance de se desentender com a família, ainda mais se for inflexível em suas opiniões.

SAGITÁRIO (22/11 a 21/12)

Melhor pensar duas vezes antes de falar; assim, será mais difícil se envolver em fofocas. Terá de agir com cautela ao lidar com informações, cheque tudo duas vezes para prevenir erros.

CAPRICÓRNIO (22/12 a 20/1)

A lua crescente favorece trabalho ligado à compra e à venda. Mas redobre a atenção ao falar sobre as suas ideias. As finanças pedem atenção, ainda mais se anda pensando em investir em algo.

AQUÁRIO (21/1 a 19/2)

Melhor não agir com arrogância, especialmente ao lidar com alguém que tem um cargo mais alto. Talvez precise ser mais flexível sobre seus pontos de vista para fugir de uma saia justa.

PEIXES (20/2 a 20/3)

O conteúdo de Passatempo é fornecido pela

www.coquetel.com.br

A lua inferniza seu astral, pedindo mais cautela em tudo o que fizer. Talvez precise remarcar uma viagem ou redobrar o esforço nos estudo. Depois, a lua entra em seu signo e melhora o astral.


31

CAMBUCI & ACLIMAÇÃO - QUINTA / 19 DE NOVEMBRO DE 2015

Ciência

Física Quântica e o Espiritismo A

pesar dos fenômenos ao nível quântico revelarem uma realidade muito diferente da que estamos habituados, carecemos ainda de maiores pesquisas antes de afirmar que a Física Quântica está confirmando os princípios espiritualistas. E não são somente os princípios espiritualistas, como tudo hoje é quântico. A última que eu ouvi Esta é para encerrar o ano de 2015. Um caminhão derrubou a arvore de frente de minha casa, quebrando os fios que levam energia para seu interior. Os técnicos da Eletropaulo estiveram no local e concertaram. E enquanto trabalhava, e eu conversava com o encarregado, que também conhecia tudo sobre eletricidade, pois fiz um curso na Escola Edson de Radio e Televisão, no tempo da válvula. Eu também estudei lá, disse ele. Eu agora estou fazendo um curso de Computação Quântica. Um de seus auxiliares virou-se e disse. Eu também estou estudando Computação Quântica. Admirado eu perguntei. Que faculdade? Nem uma. Na Bíblia. A Bíblia ensina tudo. É! Quer dizer que os quatro livros que eu li de mais de duzentas paginas cada um foi dinheiro jogado fora? Se eu sabia teria lido a Bíblia. A Física Quântica tem sido considerada, no meio espírita, como em alguns grupos religiosos, como sendo aquela que vai confirmar a existência de Deus e do espírito. Nesta matéria, temos um ponto de vista mais cuidadoso do que é normalmente apresentado. De fato, os fenômenos ao nível quântico têm feito os cientistas se sentirem incomodados e perplexos já que eles mostram que na realidade os nossos cinco sentidos nos fazem crer numa verdade ilusória. Porém, isso não significa que a Física Quântica esteja admitindo a existência de “algo exterior” ou “além da matéria”, conforme proposto pelas doutrinas espiritualistas. O movimento espírita deve, portanto, ser cuidadoso ao divulgar ideias ligadas aos fenômenos espíritas e àquelas propostas pela Física. Nesta matéria um importante alerta é feito: afirmativas como “o perispirito causa a flutuação do vácuo quântico”, “a Física Quântica prova a existência de Deus” e “o espaço-tempo negativo representa o mundo espiritual”. Estas afirmativas carecem de credibilidade tanto científica como espírita, porque não foram obtidas conforme critérios científicos e da Doutrina Espírita. Não se sabe como essas conclusões foram obtidas e que passos teóricos e experimentais foram seguidos para obtenção do resultado final. Para que uma afirmativa seja considerada científica, não basta que

ela envolva um assunto científico e nem que o autor dessa afirmativa seja cientista. É preciso que seja apresentada uma explicação mais detalhada e doutrinariamente embasada. Apesar das nobres intenções de nossos amigos que divulgam essas ideias, elas podem trazer consequências negativas para o movimento espírita. Para entendermos melhor o enfoque do problema, citamos Kardec (item VII da Introdução de O Livro dos Espíritos): “Na ausência de fatos, a dúvida é a opinião do homem prudente”. Esta é a principal razão pela qual se deve tomar cuidado na divulgação de ideias e teorias espíritas que utilizem conceitos das outras ciências. Como os paradoxos da Física Quântica ainda não foram resolvidos pelos cientistas, é prudente esperarmos pelo desenvolvimento das pesquisas nesta área, de modo que possamos, nos posicionarmos melhor perante elas. Pelo simples fato de que nem todos os resultados experimentais da teoria quântica foram totalmente explicados, não autoriza ninguém a afirmar, por exemplo, que Deus ou o espírito é que estão por trás desses fenômenos. Esta atitude é equivocada, não científica e, o que é pior, expõe o Espiritismo a críticas desnecessárias, afastando as pessoas que trabalham no meio científico e que conhecem bem o assunto. Novas descobertas causam enormes revisões nos modelos teóricos existentes, demonstrando a fragilidade e o caráter efêmero das recentes teorias da Física. Recentemente tivemos a oportunidade de comentar a respeito desta fragilidade na Física, devido a uma importante descoberta na Física de partículas, e comparar com a solidez da Doutrina Espírita que passou incólume perante todos os descobrimentos do século XX]. Esta solidez se dá justamente porque o Espiritismo é uma doutrina baseada em revelações dos

médiuns. E eu não acredito em revelações, acredito em observações. E também não acredito no que não vejo. Comumente critica-se a comunidade científica por não se interessar pelas questões espiritualistas, no entanto, essa postura é bastante prudente. Imaginem se a Ciência desse crédito a toda teoria espiritualista que diz basear-se na Física Quântica para provar a existência de Deus, do espírito ou qualquer outro princípio. Uma pesquisa rápida na internet mostra que existem grupos e seitas religiosas que se utilizam da Física Quântica para darem respaldo aos mais variados assuntos. É importante saber que a comunidade científica prefere rejeitar tais ideias a se arriscar com uma que seja completamente equivocada. Não foi isso que Kardec nos orientou com relação a novas questões? Kardec nos orienta: “mais vale repelir dez verdades que admitir uma só mentira, uma só teoria falsa”. Por outro lado, esta afirmação não impede ao leitor de estudar e pesquisar seriamente tais fenômenos. Propostas teóricas serão sempre bem vindas. Porém, é preciso que o pesquisador entenda perfeitamente tanto as informações científicas quanto a Doutrina Espírita. É necessário que cada proposta teórica seja consistente tanto com os fenômenos materiais, quanto com os doutrinários aos quais se referem. Um ponto importantíssimo é que qualquer idéia ou sugestão não comprovadas cientificamente deve ser divulgada e declarada como tal e não como uma certeza científica. Isto é importante, pois orienta os futuros leitores quanto ao atual status da pesquisa em determinados assuntos. Na próxima matéria pretendemos explicar porque alguns fenômenos ao nível quântico geram uma idéia de que algo de origem divina esteja por trás deles. Comentaremos alguns pontos

positivos e negativos a respeito da recente proposta espiritualista feita pelo físico Prof. Dr. Amit Goswami para solucionar os paradoxos da Física Quântica. Lembremos ainda o ceticismo de Allan Kardec com relação às mesas girantes antes de conhecer melhor as causas do fenômeno. Achava ele que se tratava de um frívolo divertimento sem objetivo muito sério. Mas após constatar o fenômeno, buscou interpretá-lo à luz dos conhecimentos científicos da época. E, percebendo que os fatos tinham origem inteligente, Kardec iniciou um longo e paciente trabalho de pesquisa onde, somente após muita observação, estudo e

questionamento, publicou sua primeira obra, O Livro dos Espíritos. Caros, a ciência se desenvolveu muito desde então, porém, o exemplo do Codificador permanece tão atual quanto o foi em sua época. Lembrando Kardec disse com todas as letras. “ No conhecimento do Perispirito esta a chave de todos os problemas até hoje insolúveis”. Livro dos Médiuns pág 83 FEB. Sigamos o seu exemplo trabalhando na pesquisa espírita com muita perseverança, paciência, observação, meditação, estudo e, só então, depois de muita análise e muita autocrítica, é que devemos levar a público os frutos de nossa pesquisa. Não é necessário pressa, mas sim que tenhamos cuidado naquilo que estivermos informando. Nada como um pequeno passo após o outro. As gerações futuras agradecerão nossos esforços de hoje. Estamos a caminho da LUZ. Eu garanto, é ela quem cria tudo. Jurandyr Ferrari. Professor de Astrofísica no Programa. Universidade Aberta para Terceira idade, da Universidade de São Paulo. Andifer52@ig.com.br

Referências [1] Allan Kardec, O Livro dos Espíritos, FEB, 76a. Edição, (1995). [2] A. F. da Fonseca, Revista Internacional de Espiritismo, março, p. 93 (2003). [3] F. Capra, O Tao da Física I, Editora Cultrix LTDA, 15a. Edição, (1993). [4] A. Kardec, Revista Espírita 8, p.257, (1861).


a aldeia a, uma e é cono moraseu pai, tor que uco. Ela on, que Mas apes do luhomem uporta, soa priQuando ra uma a nova ado por

Maurice m castendo prinhor do de é um diçoado ndo nendo Bela eceu ao ura. Ela faz um seu pai

mais de 100 álbuns lançados desde os anos 1960. Utiliza elementos eletrônicos interativos ao vivo com seu conjunto e se apresenta acompanhado de Mary Halvorson (guitarra e efeitos), Ingrid Laubrock (sax tenor) e Taylor Ho Bynum (trompete, flugelhorn e trombone). Ingressos: R$ 15,00; R$ 25,00 e R$ 50,00. Local: Sesc Pompéia. Rua Clélia, 93. Teatro. Limitação de dois ingressos por pessoa/espetáculo.

32

Cultural

festa de reis, não há “coros” nem granTIÃO CARVALHO E ANDRÉ SAMPAIO de variedade de figurinos. No entanto, - Cantora e bailarina guineana, Fanta os dois artistas conseguem transmitir Konatê é filha do Mestre Djembefolá o sabor e a intensidade que a cada Famoudou Konatê e sua voz tem a fevereiro se apoderam dos tablados. beleza e força das Divas Africanas. Sua Direção de Fernando Toja. Dramaturgia: família é uma das mais representativas CAMBUCI & ACLIMAÇÃO QUINTA /Pablo 19 DE NOVEMBRO DECultural 2015 São Routin. Local: Centro da arte tradicional Malinkê, da -Região Paulo. Sala Jardel Filho. Rua Vergueiro, do Hamaná, nas savanas da Guiné, 1000. Grátis. Retirar ingressos com uma onde surgiram o tambor Djembê e a hora de antecedência. música dos Griots. Acompanhada pela Troupe Djembedon, seu repertório apresenta tanto os tambores e instrumentos ancestrais da África e do Brasil. Participações especiais de Fabiana noCozza, sábado, dia 21,e às 17h30. Tião Carvalho André Sampaio. Candomblé cubano, afoxés Fundado anos por Ingressos:há R$nove 4,80, R$ 12,00 e R$ da Bahia e Pernambuco, sam24,00. Local: Sesc Bom Retiro.Teatro. Maurício Badé, o grupo conse- bas tradicionais de diversas 185.tradicio- escolas brasileiras, música gueAlameda unir a Nothmann, sonoridade

Batucada Tamarindo apresenta a diversidade da percussão brasileira no Sesc Mariana R A N Vila DY W ESTO N’S AFRICAN RHYTHMS SEPTET (EUA)- Nesta

G

rupo apresenta-se gratuitamente, no dia 21 de novembro, integrando a programação do projeto Sankofa Memórias de Mão Dupla A s eg u nda e d iç ão do Projeto Sankofa Memórias de Mão Dupla, promovido pelo Sesc Vila Mariana, oferece uma programação diversificada, que abrange artes visuais, cinema, música, da nça, at ividade física e contação de histórias, com espetáculos, oficinas, vivências, cursos, exibição de curtas e longas-metragens, bate-papos, mediações e outras ações, em diversos espaços. Com o olhar voltado para o Dia da Consciência Negra (20/11), as atividades estimulam a reflexão sobre o histórico de violência contra os africanos escravizados no

fosse libertado ela ficaria no castelo para sempre. A Fera concorda e todos os “moradores” do castelo, que lá vivem e também foram transformados em objetos falantes, sentem que esta pode ser a chance do feitiço ser quebrado. Mas isto só acontecerá se a Fera amar alguém e esta pessoa retribuir o seu amor, sendo que isto tem de ser

rápido, pois quando a última pétala de uma rosa encantada cair o feitiço não poderá ser mais desfeito. A Bela e a Fera uma linda e encantadora história adaptada, dirigida e produzida por Fernando Lyra Jr. com muita música, grandiosos cenários, lindos figurinos, produção luxuosa e 07 Atores que interpretarão 15 personagens . Aos domingo as 17:30 hs TEATRO RUTH ESCOBAR – sala Dina Sfat - Rua dos Brasil e também buscam Ingleses, 209 – Tel 3289 23in58, centivar obras do domingos 17:30simbólicas horas. R$ 40,00, 60 minutos, 2 anose. legado cultural dos negros

afrodescendentes.

sexta feira, 08/08, às 21h00, o pianista americado, nascido de pais jamaicanos apresenta-se em show especial. Weston é pesquisador de ritmos africanos e explora a potência percussiva do piano. Para esta apresentação, será acompanhado por Talib O Kibwe (flauta e saxofone), Bill Saxton (saxofone tenor), Robert Trowers (trombone), Santi Debriano (contrabaixo), Neil

Integrando a programação de música do projeto, a Batucada Tamarindo apresenta-se na Praça de Eventos,

nal da percussão brasileira às tradicional Malinké e toques T E AT R O heranças – MOSTR A L AT I N O de Candomblé Nagô e Ketu. diferentes musicais AMERICANA DE TEATRO DE GRUPO Para assistir ao show, não africanas e caribenhas, produMURGA MADRE - Nesta sexta feira, é necessário retirar ingreszindo uma fusão peculiar do 08/08, às 18h00O Grupo Madre Murga sos, basta comparecer ao locontemporâneo ao tradicional, (Uruguai), realiza um passeio pela criando um amálgama que cal com alguns minutos de foge ao lugar comum. Cantos antecedência. Ketu (nação do Candomblé), pandeiros, ganzás, os tamBatucada Tamarindo bores africanos (djembés e Projeto Sankofa Memórias dununs) e cubanos (batás) de Mão Dupla convivem em harmonia, em Dia 21 de novembro, sábado, às 17h30 um sincretismo musical rico Praça de Eventos e intenso. (250 pessoas) A apresentação livre do dia Livre-Grátis 21 contará com Maurício Badé, Sesc Vila Mariana Mestre Nico, Rômulo Nardes, Rua Pelotas,141, São Paulo - SP Abuhl Júnior, Alysson Bruno, Informações:5080-3000 Ilker Ezaki e a contrabaixista sescsp.org.br Aimê Uehara. No repertóFacebook,Twitter e Instagram:/ sescvilamariana rio, toques tradicionais do


Jornal matéria haiti simone filadelfo