Page 1

OLÁ, moradores do ABCD, Sabina, em Santo André, tem como atração quatro novos pinguins

ABCD Rivaldo reclama de dores após sequência e entra só em grandes jogos P19

R$ 1

g

Nelson Coelho/Agência BOM DIA

Saída pelos fundos Roberto Carlos dispara contra o técnico Tite, entra em atrito com a diretoria sobre valores, mas acerta sua rescisão e não é mais jogador do Corinthians P19

Felipão promete dançar

esportes

Nelson Coelho/Agência BOM DIA

www.redebomdia.com.br/esporte

SÁBADO 12/02/2011

ABCD

ANO 2 / Nº 524

Mais de R$ 1 bi em IPTU e ISS

Técnico do Palmeiras disse que, se Adriano Michael Jackson marcar gols e fizer sua tradicional dancinha do astro pop, ele vai entrar na comemoração para extravasar P17

Levantamento mostra que cinco das sete cidades da região estão entre as que mais arrecadaram em impostos municipais no país P8

Lateral tem proposta milionária para jogar na Rússia e pode ter forçado a saída Nelson Coelho/Agência BOM DIA

Líder e empolgado Santos vence o Noroeste por 2 a 0 no retorno ao estádio da Vila Belmiro, assume a liderança provisória do Paulistão e vai com prestígio para a estreia na Copa Libertadores, na Venezuela P18

Depois de alegar estar sendo perseguido e ameaçado por parte da torcida, lateral acerta sua saída do Corinthians P19

Jairo Porto, atual preparador físico do São Caetano, ‘criou’ o cargo na Coreia do Sul, onde ganhou projeção com a campanha dos asiáticos no Mundial Antonio Kurazumi

Jairo Porto veio para o Azulão junto com o técnico Ademir Fonseca

Clóvis Volpi descarta renúncia Prefeito de Ribeirão Pires diz que partido indicou seu nome para comandar o DAEE, mas afirmou que pretende cumprir seu mandato até o fim. P2

Daniel Tossato/Agência BOM DIA

gerar para não haver prejuízo nos duelos seguintes. Um trabalho muito intenso de força pode gerar dor muscular aos jogadores”, salienta o preparador, orgulhoso por uma estatística que trouxe do Oeste: apenas um atleta se lesionou em dois meses. Como o jogo de amanhã, contra o Mirassol, acontecerá numa cidade distante da região, a preparação também é diferente. “Quando temos uma viagem longa pela frente, pego mais leve com eles. Há outros fatores importantes como a alimentação e o repouso”, comenta. Depois de participar da campanha histórica do time asiático e ajudar a evitar que jogadores se machucassem no Oeste, ele mesmo responde se a preparação física decide uma partida de futebol. “Sou suspeito para dizer, mas respondo que sim. Cada vez mais as partidas são decididas pelos detalhes, por isso nosso trabalho é essencial”, cravou.

Divulgação

Quando assumiu a preparação física do Pohang Steelers, da Coreia do Sul, em 2009, Jairo Porto provocou uma verdadeira revolução no país. À época, o cargo sequer existia. O auxiliar técnico carregava a responsabilidade de recuperar os jogadores após as partidas e prepará-los para os demais compromissos, ou seja, não havia a preocupação com esse fator. Pode ser uma coincidência, mas o novo funcionário do São Caetano viu os coreanos terminarem o Mundial de 2009 na terceira colocação, somente atrás de Barcelona e Estudiantes. “Num primeiro momento foi complicado implementar minha filosofia de força e velocidade, eles quase não faziam esse trabalho lá. Só faziam velocidade, aliás, m o t ivo p e l o q u a l e l e s s e cansavam rápido nos jogos”, re c o rd a P o r t o . O f e i t o d o

Pohang nos Emirados animou os demais times do país, que passaram a valorizar a figura do preparador físico . No São Caetano, como sempre fez, Porto se utiliza da conversa para ganhar a atenção dos jogadores. “Procuro criar estratégias para deixar a atividade praze ro sa . B r i n c o c o m e l e s e deixo o ambiente descontraído para que não sofram tanto ”, descreve o integrante da comissão té cnica do Azulão, que tenta não aplicar exercícios longos e cansativos. “Os atletas precisam entender o que estão fazendo ”, acrescentou. Para ele, a semana foi motivo de comemoração, afinal a equipe do ABCD não entrou em campo e pôde aperfeiçoar a parte física, prejudicada pela sequência de jogos. Mas ele faz uma ressalva. “Não posso exa-

O dentista Alessandro Fileno com a filha Beatriz, de 8 anos. Na casa deles, só memorizar não basta

RC pediu para sair

Ele não joga, mas também decide antonio.kurazumi@abcdbomdia.com.br

SÁBADO 12/02/2011

& mais

+ l

Preparador trabalhou com as mulheres no Pan Em 2007, Jairo Porto aceitou o convite para comandar a preparação física da seleção feminina nos jogos PanAmericanos. Dentro de campo, o resultado apareceu. As meninas ganharam com facilidade o campeonato realizado no Rio de Janeiro. Fora, ele sentiu pouca diferença em relação ao trabalho com os homens. “Eu nunca tinha trabalhado com mulher. Segui com a minha filosofia de força e velocidade e elas entenderam bem, só diminui um pouco a intensidade”.

Egito Presidente renuncia após 18 dias de protesto P3 Susto Ônibus de turismo pega fogo em Santo André P10 Bianca Bin Atriz está ansiosa pelo próximo trabalho P11 Drauzio Varella fala sobre cirurgia para obesidade P13

DECOREBA FUNCIONA Especialista comenta pesquisa divulga por revista dos Estados Unidos que defende a prática para estudantes P2

Estamos no verão HOJE

MAX

31 o-

MIN

www.redebomdia.com.br 21 o-

AMANHÃ

MAX

32 o-

MIN

21 o-

Tiragem total: 38.450 / Classificados: 4425-3720 / Fale com o BOM DIA: 4425-3720

Ele não joga, mas também decide  

Jairo Porto, atual preparador físico do São Caetano, "criou" o cargo na Coréia do Sulm inde ganhou projeção com a campanha dos asiáticos no...