Page 1

Conceitue : Instagran: Guia rápido: como usar 1.Para fazer parte do Instagram, é imprescindível que você tenha um smartphone rodando Android ou iOS; 2.Faça o download do aplicativo para Android ou iOS e o instale em seu smartphone; 3.Crie sua conta; 4.A interface do aplicativo é bastante simples e basta você clicar no ícone da câmera para tirar uma foto;

Matéria completa: http://canaltech.com.br/o-que-e/instagram/O-que-eInstagram/#ixzz2nkRFfzqw O conteúdo do Canaltech é protegido sob a licença Creative Commons (CC


BY-NC-ND). Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

Hashtag: HASHTAG do twitter, você quer dizer? Se é isso, hashtag são aquelas palavras com o # na frente. Por exemplo: #tenso, #pobrefeelings, etc.

Voip: VoIP, ou Voz sobre Protocolo de Internet, é um método que consiste em transformar sinais de áudio analógicos, como os de uma chamada telefônica, em dados digitais que podem ser transmitidos através da Internet ou de qualquer outra rede de computadores baseada em IP (Protocolo de Internet). Uma das vantagens que isso pode trazer é que uma conexão de Internet pode se tornar uma maneira de fazer ligações telefônicas gratuitamente, embora geralmente apenas para outro sistema VoIP. Diversos softwares que tem essa finalidade estão disponíveis de graça, o mais famoso deles é o Skype. Skayp: sem mta enrrolação o skype é um programa que faz ligaçoes de PC para PC em tempo real, como se fosse um MSN por voz, e tambem faz ligaçoes de PC para telefones normais. (vc compra creditos e liga!!) e pq naum usar o comando de voz do MSN?


pq o skype ja é proprio pra isso, e a qualidade do audio é mto melhor!

Facebook: Facebook é um website de relacionamento social lançado em 4 de fevereiro de 2004. Foi fundado por Mark Zuckerberg, um ex-estudante de Harvard. Inicialmente, a adesão ao Facebook era restrita apenas aos estudantes do Harvard College. Ela foi expandida ao Massachusetts Institute of Technology, à Boston University, ao Boston College e a todas as escolas Ivy League dentro de dois meses. Muitas universidades individuais foram adicionadas no ano seguinte. Eventualmente, pessoas com endereços de e-mail de universidades (por exemplo, .edu, .ac.uk) ao redor do mundo eram eleitas para ingressar na rede. Em 27 de fevereiro de 2006, o Facebook passou a aceitar também estudantes secundaristas e algumas empresas. Desde 11 de setembro de 2006, apenas usuários com 13 anos de idade ou mais podem ingressar. Os usuários podem se juntar em uma ou mais redes, como um colégio, um

local de trabalho ou uma região geográfica

Adc


Um DAC (acrónimo para a expressão em língua inglesa Digital - to-Analog Converter), em português conversor digital-analógico, é um circuito eletrônico capaz de converter uma grandeza digital (por exemplo um código binário) em uma grandeza analógica (normalmente uma tensão ou uma corrente). Na Eletrônica Digital, conversores são circuitos que transformam grandezas analógicas em digitais ou vice-versa. Isto é uma necessidade imposta pela prática. Em muitos casos, há grandezas analógicas que precisam ser convertidas em digitais, como, por exemplo, a saída de tensão de um sensor de temperatura de um termômetro digital. Em outros casos, a operação inversa é usada. Estudo comparativo[editar | editar código-fonte]

adsl usava conexões dial up, conhecidas como "conexões discadas" no Brasil. Para isso, era necessário conectar o computador a um modem e este, por sua vez, a uma linha telefônica. Em seguida, o usuário tinha que utilizar um programa específico para discar ao número de um provedor de forma a estabelecer a conexão.

O problema é que conexões discadas oferecem muitas desvantagens: são lentas - por padrão, suportam até 56 Kb/s (kilobits por segundo) -, deixam a linha telefônica ocupada, estão sujeitas à tarifação convencional por minuto de uso e podem apresentar instabilidade, fazendo com que uma nova conexão tenha que ser estabelecida de tempos em tempos. A tecnologia ADSL, cujo surgimento se deu em 1989, se mostra como uma alternativa viável porque também utiliza a infraestrutura da telefonia convencional (tecnicamente chamada de POTS, de Plain Old Telephone Service), mas o faz sem deixar a linha ocupada. Além disso, o padrão é capaz


de oferecer velocidades de transferência de dados altas e a sua tarifação é feita de maneira distinta das chamadas telefônicas. Na verdade, o ADSL não é um padrão único, mas sim parte de uma "família" de tecnologias chamada DSL (Digital Subscriber Line) ou apenas xDSL. Entre as especificações "irmãs" estão padrões como HDSL e VDSL, que também serão abordados neste texto.

DHtml: Dynamic HTML, ou DHTML, não é uma linguagem mas sim a união das tecnologias: HTML, JavaScript e uma linguagem de apresentação, como folhas de estilo CSS aliada a um DOM (Modelo de Objeto de Documentos), para permitir que uma página Web seja modificada dinamicamente na própria máquina cliente, sem necessidade de novos 1 acessos ao servidor web. Como o HTML5 também é utilizado para se referir a união de HTML, JavaScript e CSS; o termo DHTML passou a ser menos utilizado. Também por conta do novo padrão HTML, todos os navegadores mais usados (Google Chrome,Internet Explorer, Firefox,Opera e Safari) incluíram vários recursos DHTML ao implementarem o JavaScript 1.8.5 e o CSS 3. Sendo assim, esses DHTMLs vão algo além da capacidade de alterar as propriedades das marcações tagsHTML dinamicamente. A última versão de CSS permite por exemplo o uso de fontes dinâmicas (dynamic fonts), assim as fontes são transmitidas pelo servidor junto com o documento HTML, possibilitando, a qualquer browser que implemente esse recurso, mostrar os caracteres exatamente como planejou o autor do documento. Resumindo, DHTML é um conjunto de ingredientes que proporcionam um maior controle sobre a apresentação do conteúdo de páginas da Web, além de possibilitar a inclusão de componentes multimédia, como animações, diretamente no código HTML, sem a necessidade de plug-ins


Bachbome: No contexto de redes de computadores, o backbone (backbone traduzindo para português, espinha dorsal, embora no contexto de redes, backbone signifique rede de transporte) designa o esquema de ligações centrais de um sistema mais amplo, tipicamente de elevado desempenho.

Por exemplo, os operadores de telecomunicações mantêm sistemas internos de elevadíssimo desempenho para comutar os diferentes tipos e fluxos de dados (voz, imagem, texto, etc). NaInternet, numa rede de escala planetária, podem-se encontrar hierarquicamente divididos, vários backbones: os de ligação intercontinental, que derivam nos backbones internacionais, que por sua vez derivam nos backbones nacionais. Neste nível encontram-se, tipicamente, várias empresas que exploram o acesso à telecomunicação — são, portanto, consideradas a periferia do backbone nacional. Em termos de composição, o backbone deve ser concebido com protocolos e interfaces apropriados ao débito que se pr

Modem A palavra Modem vem da junção das palavras modulador e demodulador.1 2 É um dispositivo eletrônico que modula um sinal digital numa onda analógica, pronta a ser transmitida pela linha telefónica, e que demodula o sinal analógico e reconverte-o para o formato digital original.2 Utilizado para conexão à Internet, BBS, ou a outro computador.

O processo de conversão de sinais binários para analógicos é chamado de modulação/conversão digital-analógico. Quando o sinal é recebido, um outro modem reverte o processo (chamado demodulação). Ambos os modems devem estar a trabalhar de acordo com os mesmos padrões, que especificam, entre outras coisas, a velocidade de transmissão (bps, baud), nível ealgoritmo de compressão de dados, protocolo, etc.


Page view: Para aumentar a visibilidade de um site e garantir um maior número de page views, uma boa estratégia é utilizar metadados que são adicionados no conteúdo HTML da página. Trata-se de um conjunto inteligente de palavras que orientará os mecanismos indexadores de buscadores como o Google, o AltaVista ou ainda o Lycos.

swith o switch foi feito para que sua internet possa ser dividido com mais computadores da sua LAN (local area Network). exemplo disso e o que e feito nas lan house. e por exemplo se voçe tiver 3 pc na sua casa e voçe quer dividir internet, entao voçe coloca o cabo do seu modem na switch e da switch voçe coloca outros cabos para os outros tres pc. lembrando que o ip da maquina vai continuar apartir do numero da switch. por exemplo uma switch 192.168.0.1 os computadores vao seguir, o primeiro computador 192.168.0.2 e os outro 192.168.0.3 e 192.168.0.4, e a switch vai ficar seguida do numero do modem por exemplo um modem 10.1.1.1, entao a switch vai ficar 10.1.1.2.

Wifi: Wi-Fi foi uma marca licenciada originalmente pela Wi-Fi Alliance para descrever a tecnologia de redes sem fiosembarcadas (WLAN) baseadas no padrão IEEE 802.11. O termo Wi-Fi foi escolhido como uma brincadeira com o termo "Hi-Fi" e pensa-se geralmente que é


uma abreviatura para wireless fidelity, no entanto a Wi-Fi Alliance não reconhece isso. Comumente o termo Wi-Fi é entendido como uma tecnologia de interconexão entre dispositivos sem fios, usando o protocolo IEEE 802.11

Vrml: VRML (Virtual Reality Modeling Language, que significa: Linguagem para Modelagem de Realidade Virtual) é um padrão de formato de arquivo para realidade virtual, utilizado tanto para a Internet como para ambientes desktop. Por meio desta linguagem, escrita em modo texto, é possível criar objetos (malhas poligonais) tridimensionais podendo definir cor, transparência, brilho, textura (associando-a a um bitmap). Os objetos podem ser formas básicas, como esferas, cubos, ovóides, hexaedros, cones, cilindros, ou formas criadas pelo próprio programador, como as extrusões. Além dos objetos, também é possível acrescentar interatividade a estes por meio de sensores, podendo assim deslocá-los de posição, acrescentar luz, produzir um som quando o objeto é clicado ou o avatar simplesmente se aproxima dele, e abrir um arquivo ou página da Web, ou ainda outra página em VRML, quando o objeto é acionado. Não é necessário um software específico para a criação de arquivos VRML (embora existam), uma vez que os objetos podem ser todos criados em modo texto. Usualmente as extensões para esta linguagem é .wrl. 1

Suplantado pela norma X3D, que integra a linguagem VRML com XML e estende as capacidades de modelação e interacção da norma VRML97.

Xml: XML, do inglês eXtensible Markup Language, é uma linguagem de marcação recomendada pela W3C para a criação de documentos com dados organizados


hierarquicamente, tais como textos, banco de dados ou desenhos vetoriais. A linguagem XML é classificada como extensível porque permite definir os elementos de marcação.

Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/programacao/1762-o-que-e-xml.htm#ixzz2nl9xpK9s

Sgml

Instagran  

Aula do dia 28/01.

Advertisement