Page 1

SEMANA

MISSIONÁRIA


Cronograma 16/07 19h - Santa Missa de Abertura e envio dos Jovens Missionários. 17/07

FAMILÍA 8h30 – Oração Mariana; 9h – Colocações do tema proposto 10h – Intervalo; 10h15 – Retorno; 11h – Encerramento; 14h – Missões nas casas; 17h30 – Encerramento das missões; 19h30 – Santa Missa na Catedral; – Festa Julina.

18/07

VOCAÇÃO 8h30 – Hora Média; 9h – Colocações do tema proposto 10h – Intervalo; 10h15 – Retorno; 11h – Encerramento; 14h – Missões nas casas; 17h30 – Encerramento das missões; 19h30 – Santa Missa na Catedral; – Vigília dos Jovens.

19/07

MISSÃO DO JOVEM NA IGREJA 8h30 – Via - Sacra; 9h – Colocações do tema proposto 10h – Intervalo; 10h15 – Retorno; 11h – Encerramento; 14h – Missões nas casas; 17h30 – Encerramento das missões; 19h30 – Santa Missa na Catedral; – Show com Heber Campos.


Hora Média Introdução V. Vinde, ó Deus em meu auxílio. R. Socorrei-me sem demora. Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia. HINO Ó Deus, verdade e força que o mundo governais, da aurora ao meio-dia, a terra iluminais. De nós se afaste a ira, discórdia e divisão. Ao corpo dai saúde, e paz ao coração. Ouvi-nos, Pai bondoso, por Cristo Salvador, que vive com o Espírito convosco pelo Amor. Salmodia Antifona 1 Sustentai-me e viverei como dissestes, ó Senhor! Salmo 118(119),113-120 XV (Samech) Meditação sobre a Palavra de Deus na Lei Felizes são aqueles que ouvem a palavra de Deus e a põem em prática (Lc 11,28). –113 Eu detesto os corações que são fingidos, * mas muito amo, ó Senhor, a vossa lei!


–114 Vós sois meu protetor e meu escudo, * vossa palavra é para mim a esperança. –115 Longe de mim, homens perversos! Afastai-vos, * quero guardar os mandamentos do meu Deus! –116 Sustentai-me e viverei, como dissestes; * não podeis decepcionar minha esperança! –117 Amparai-me, sustentai-me e serei salvo, * e sempre exultarei em vossa lei! –118 Desprezais os que abandonam vossas ordens, * pois seus planos são engano e ilusão! –119 Rejeitais os pecadores como lixo, * por isso eu amo ainda mais vossa aliança! –120 Perante vós sinto tremer a minha carne, * porque temo vosso justo julgamento! (V. Glória ao Pai. R. Como era. Amém.) Ant. Sustentai-me e viverei como dissestes, ó Senhor! Ant. 2 Ajudai-nos, nosso Deus e Salvador, por vosso nome, perdoai nossos pecados! Salmo 78(79),1-5.8-11.13 Lamentação sobre Jerusalém Se tu também conhecesses. o que te pode trazer a paz (Lc 19,42). =1 Invadiram vossa herança os infiéis, † profanaram, ó Senhor, o vosso templo, * Jerusalém foi reduzida a ruínas! –2 Lançaram aos abutres como pasto * os cadáveres dos vossos servidores;


– e às feras da floresta entregaram * os corpos dos fiéis, vossos eleitos. =3 Derramaram o seu sangue como água † em torno das muralhas de Sião, * e não houve quem lhes desse sepultura! =4 Nós nos tornamos o opróbrio dos vizinhos, † um objeto de desprezo e zombaria * para os povos e àqueles que nos cercam. =5 Mas até quando, ó Senhor, veremos isto? † Conservareis eternamente a vossa ira? * Como fogo arderá a vossa cólera? =8 Não lembreis as nossas culpas do passado, † mas venha logo sobre nós vossa bondade, * pois estamos humilhados em extremo. =9 Ajudai-nos, nosso Deus e Salvador! † Por vosso nome e vossa glória, libertai-nos! * Por vosso nome, perdoai nossos pecados! – –10 Por que há de se dizer entre os pagãos: * 'Onde se encontra o seu Deus? Onde ele está?' = Diante deles possam ver os nossos olhos † a vingança que tirais por vossos servos, * a vingança pelo sangue derramado. =11 Até vós chegue o gemido dos cativos: † libertai com vosso braço poderoso * os que foram condenados a morrer! =13 Quanto a nós, vosso rebanho e vosso povo, † celebraremos vosso nome para sempre, * de geração em geração vos louvaremos.


(V. Glória ao Pai. R. Como era. Amém.) Ant. Ajudai-nos, nosso Deus e Salvador, por vosso nome, perdoai nossos pecados! Ant. 3 Voltai-vos para nós, Deus do universo, olhai dos altos céus e observai, visitai a vossa vinha e protegei-a! Salmo 79(80) Visitai, Senhor, a vossa vinha Vem, Senhor Jesus! (Ap 22,20). –2 Ó Pastor de Israel, prestai ouvidos. * Vós, que a José apascentais qual um rebanho! = Vós, que sobre os querubins vos assentais, † aparecei cheio de glória e esplendor * 3 ante Efraim e Benjamim e Manassés! – Despertai vosso poder, ó nosso Deus, * e vinde logo nos trazer a salvação! =4 Convertei-nos, ó Senhor Deus do universo, † e sobre nós iluminai a vossa face! * Se voltardes para nós, seremos salvos! –5 Até quando, ó Senhor, vos irritais, * apesar da oração do vosso povo? –6 Vós nos destes a comer o pão das lágrimas, * e a beber destes um pranto copioso. –7 Para os vizinhos somos causa de contenda, * de zombaria para os nossos inimigos. =8 Convertei-nos, ó Senhor Deus do universo, † e sobre nós iluminai a vossa face! * Se voltardes para nós, seremos salvos! –9 Arrancastes do Egito esta videira, * e expulsastes as nações para plantá-la;


–10 diante dela preparastes o terreno, * lançou raízes e encheu a terra inteira. –11 Os montes recobriu com sua sombra, * e os cedros do Senhor com os seus ramos; –12 até o mar se estenderam seus sarmentos, * até o rio os seus rebentos se espalharam. –13 Por que razão vós destruístes sua cerca, * para que todos os passantes a vindimem, –14 o javali da mata virgem a devaste, * e os animais do descampado nela pastem? =15 Voltai-vos para nós, Deus do universo! † Olhai dos altos céus e observai. * Visitai a vossa vinha e protegei-a! –16 Foi a vossa mão direita que a plantou; * protegei-a, e ao rebento que firmastes! –17 E aqueles que a cortaram e a queimaram, * vão perecer ante o furor de vossa face. –18 Pousai a mão por sobre o vosso Protegido, * o filho do homem que escolhestes para vós! –19 E nunca mais vos deixaremos,Senhor Deus! * Dai-nos vida, e louvaremos vosso nome! – =20 Convertei-nos, ó Senhor Deus do universo, † e sobre nós iluminai a vossa face! * Se voltardes para nós, seremos salvos! (V. Glória ao Pai. R. Como era. Amém.) Ant. Voltai-vos para nós, Deus do universo, olhai dos altos céus e observai, visitai a vossa vinha e protegei-a!


Leitura breve Dt 4,7 Qual é a grande nação cujos deuses lhe são tão próximos como o Senhor nosso Deus, sempre que o invocamos? V. Deus está perto da pessoa que o invoca. R. Ele escuta os seus clamores e a salva. Oração Deus onipotente, em vós não há trevas nem escuridão; fazei que vossa luz resplandeça sobre nós e, acolhendo vossos preceitos com alegria, sigamos fielmente o vosso caminho. Por Cristo, nosso Senhor. R. Amém V. Bendigamos ao Senhor. R. Graças a Deus.

Vigília da Juventude Canto Inicial – (Glória a Jesus na Hóstia Santa) Pequena introdução espontânea e silêncio Música (Deus imenso) Leitura bíblica – Mt 10, 11-16 Silêncio Música (amar-te mais) Silêncio Preparar 10 velas para cada representante das paróquias acendê-las; Canto – (Tão Sublime Sacramento) Benção com S.Sacramento.


Vigília da Juventude Abertura: Dir.:Iniciemos nossa Via-Sacra, em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. T: Amém. L1: Irmãos e irmãs, vamos meditar estes passos de Jesus, refletindo sobre as cruzes que pesam sobre a nossa juventude hoje. Por isso, nossa oração da Via-Sacra se configura como a Via-Sacra da juventude: vamos rezar por nossos jovens e por nós, para que eles se abram ao amor salvador de Jesus e para que tenhamos consciência de sua importância e sejamos solidários em sua caminhada. 1° Estação: Jesus é condenado à morte. Dir.: Nós vos adoramos e vos bendizemos, Senhor Jesus! T.: Porque pela vossa Santa Cruz, remistes o mundo! L1: “Por ocasião da festa, Pilatos costumava soltar um preso que eles mesmos pedissem... Quereis que vos solte o Rei dos Judeus? Ele sabia que os sumos sacerdotes o tinham entregue por inveja... Eles porém, gritaram: “Crucifica-o!” Pilatos lhes disse: “Que mal fez ele?”. Eles, porém gritaram com mais força: “Crucifica-o!”... Pilatos, querendo satisfazer a multidão, soltou Barrabás, mandou acoitar Jesus e entregou-o para ser crucificado” (Mc 15, 6; 9b-10;13-15). T.: Senhor Jesus, pedimos pela juventude que está no caminho da condenação. Ajuda-nos a converter esses jovens para o caminha da salvação. Canto: A morrer crucificado/ teu Jesus é condenado/ por teus crimes, pecador./ Pela Virgem dolorosa/ vossa Mãe tão piedosa/ perdoai-me, meu Jesus.


2ª Estação: Jesus carrega a cruz. Dir.: Nós vos adoramos e vos bendizemos, Senhor Jesus! T.: Porque pela vossa Santa cruz, remistes o mundo! L1: “Carregando a santa cruz, ele saiu para um lugar chamado Calvário.” (Jo 19, 17) T.: Ó Pai, ajudai vossos filhos que encontraram a felicidade do mundo e estão buscando a verdadeira felicidade em vosso amor. Canto: Com a cruz é carregado/ e do peso acabrunhado/ vai morrer por teu amor. Pela Virgem Dolorosa/ vossa Mãe tão piedosa/ perdoai-me, meu Jesus. 3ª Estação: Jesus cai pela primeira vez. Dir.: Nós vos adoramos e vos bendizemos, Senhor Jesus! T.: Porque pela vossa santa cruz, remistes o mundo! L1: “Caído de joelhos, ele rezava.” (Lc 22, 41). T.: Ó Mãe, ajudai os jovens a se reerguerem das falsas alegrias, afim de encontrar a verdadeira felicidade que encontramos em vosso Filho. Canto: Pela cruz tão oprimido/ cai Jesus desfalecido/ pela tua salvação. Pela Virgem Dolorosa/ vossa Mãe tão piedosa/ perdoaime, meu Jesus. 4ª Estação: Jesus se encontra com sua mãe. Dir.: Nós vos adoramos e vos bendizemos, Senhor Jesus! T.: Porque pela vossa Santa cruz remistes o mundo! L1: “Siemão disse a Maria, mãe de Jesus: 'Eis que este menino vai ser causa de queda e elevação de muito em


Israel. Ele será um sinal de contradição. Quanto a você, uma espada há de atravessar-lhe a alma. Assim serão relevado os pensamentos de muitos corações.'” (Lc 2, 3435) T.: Ó Mãe, ide ao encontro de vossa juventude oferecendolhes esperança e humildade para serem luz no mundo. Canto: De Maria, lacrimosa/ no encontro lastimoso/ vê a viva compaixão. Pela Virgem Dolorosa/ vossa Mãe tão piedosa/ perdoai-me, meu Jesus. 5ª Estação: Simão, o Cireneu, ajuda Jesus a carregar a cruz. Dir.: Nós vos adoramos e vos bendizemos, Senhor Jesus! T.: Porque pela vossa Santa cruz remistes o mundo! L1: “Enquanto levavam Jesus para ser crucificado, pegaram certo Simão, da cidade de Cirene que voltava do campo, e o forçaram a carregar a cruz atrás de Jesus. Uma grande multidão do povo seguia” (Lc 23, 26) T.: Ó Pai, dai-nos a força e a capacidade para sermos como Simão, acolhendo e ajudando a juventude em suas dificuldades cotidianas. Canto: Em extremo, desmaiado/ deve auxílio tão cansado/ receber do Cireneu. Pela Virgem Dolorosa/ vossa Mãe tão piedosa/ perdoai-me, meu Jesus. 6ª Estação: Verônica enxuga o rosto de Jesus. Dir.: Nós vos adoramos e vos bendizemos, Senhor Jesus! T.: Porque pela vossa Santa cruz remistes o mundo!


L1: “Ele não tinha aparência nem beleza para atrair nosso olhar, nem simpatia para que pudéssemos apreciá-lo. Desprezado e rejeitado pelos homens, homem do sofrimento e experimentado na dor; como indivíduo de quem a gente esconde o rosto.” (Is 53, 2-4). Uma piedosa mulher enxugou o rosto de Jesus. T.: Senhor, ajuda-nos a seguirmos o exemplo de Verônica, auxiliando os jovens que estão em caminhos contrários a vossa palavra. Canto: O seu rosto ensanguentado/ por Verônica enxugado/ contemplemos com amor. Pela Virgem Dolorosa/ vossa Mãe tão piedosa/ perdoai-me, meu Jesus. 7ª Estação: Jesus cai pela segunda vez. Dir.: Nós vos adoramos e vos bendizemos, Senhor Jesus! T.: Porque pela vossa Santa cruz remistes o mundo! L1: “Era o mais desprezado e abandonado de todos, homem do sofrimento experimentado na dor, indivíduo de quem a gente desvia o olhar, repelente dele nem tomamos conhecimento.” (Is 53, 3). T.: Ó Mãe, com o vosso imenso amor, ajudai os jovens que hoje se encontram perdidos no mundo, trazendo-os de volta para os braços misericordiosos do Pai. Canto: Outra vez desfalecido/ pelas dores abatido/ cai por terra o Salvador. Pela Virgem Dolorosa/ vossa Mãe tão piedosa/ perdoai-me, meu Jesus.


8ª Estação: Jesus consola as mulheres. Dir.: Nós vos adoramos e vos bendizemos, Senhor Jesus! T.: Porque pela vossa Santa cruz remistes o mundo! L1: “Seguia-o uma grade multidão do povo, bem como de mulheres que batiam no peito e choravam por Ele. Jesus, porém, voltou-se para elas e disse: 'mulheres de Jerusalém, não choreis por mim! Chorais por vós mesmas e por vossos filhos'”. T.: Ó Senhor, ajuda-nos a seguir seu exemplo consolando os mais necessitados, em especial, a nossa juventude. Canto: Das mulheres piedosas/ de Sião filhas chorosas/ é Jesus consolador. Pela Virgem Dolorosa/ vossa Mãe tão piedosa/ perdoai-me, meu Jesus. 9° Estação: Jesus cai pela terceira vez. Dir.: Nós vos adoramos e vos bendizemos, Senhor Jesus! T.: Porque pela vossa Santa cruz remistes o mundo! L1.: “Eram na verdade os nossos sofrimentos que Ele carregava, eram nossas dores que levava às costas. E a gente que Ele era um castigado, alguém por Deus ferido e massacrado.” (Is 53, 4) T.:Ó Deus, fortalecei vossos filhos que não conseguiram atingir seus objetivos, e com isso acabam sendo massacrados e feridos pelo mundo. Canto: Cai a terceira vez prostrado/ pelo peso redobrado/ dos pecados e da cruz. Pela Virgem Dolorosa/ vossa Mãe tão


piedosa/ perdoai-me, meu Jesus. 10° Estação: Jesus é despido de suas vestes. Dir.: Nós vos adoramos e vos bendizemos, Senhor Jesus! T.: Porque pela vossa Santa cruz remistes o mundo! L1: “Depois que crucificaram Jesus os soldados pegaram suas vestes e as dividiram em quatro partes, uma para cada soldado. A túnica era feita sem costura, uma peça só de cima em baixo . Eles combinaram: 'Não vamos rasgar a túnica. Vamos tirar sorte para ver de quem será.' Assim cumpriu-se a Escritura: 'Repartiram entre si as minhas vestes e tiraram a sorte sobre a minha túnica.'” (Jo 19, 23-24) T.: Ó Mãe, ajudai vossos filhos afim de que estes não caiam nas ilusões do mundo , e que nada nos desvie do caminho da salvação. Canto: Das suas vestes despojadas/ por algozes maltratado/ eu voz vejo, meu Jesus. Pela Virgem Dolorosa/ vossa Mãe tão piedosa/ perdoai-me, meu Jesus. 11° Estação: Jesus é pregado na cruz. Dir.: Nós vos adoramos e vos bendizemos, Senhor Jesus! T.: Porque pela vossa Santa cruz remistes o mundo! L1: “Quando chegaram ao chamado 'lugar da caveira', ai crucificaram Jesus e os criminosos, uma à sua direita e outro à sua esquerda. Todos os conhecidos de Jesus, assim como as mulheres desde a Galileia, ficaram à distância, olhando essas coisas.” (Lc 23, 33-49)


T.: Ó Senhor Jesus, dai-nos força para carregarmos a nossa cruz afim de chegarmos à vida eterna. Canto: Sois por mim na cruz pregado/ insultado, blasfemado/ com cegueira e com furor. Pela Virgem Dolorosa/ vossa Mãe tão piedosa/ perdoai-me, meu Jesus. 12° Estação: Jesus morre na cruz. Dir.: Nós vos adoramos e vos bendizemos, Senhor Jesus! T.: Porque pela vossa Santa cruz remistes o mundo! L1.: “Então Jesus deu um forte grito: ' Pai em tuas mãos entrego meu Espírito'. Dizendo isso, expirou. O centurião viu o que tinha acontecido e glorificou a Deus, dizendo: 'De fato! Esse homem era justo!'” (Lc 23, 46-48) T.: Senhor Jesus, tende misericórdia dos jovens que estão perdidos neste mundo, que tanto os corrompe. Canto: por meus crimes padecestes/ meu Jesus por mim morreste/ oh que é grande é minha dor. Pela Virgem Dolorosa/ vossa Mãe tão piedosa/ perdoai-me, meu Jesus. 13° Estação: Jesus é descido da cruz. Dir.: Nós vos adoramos e vos bendizemos, Senhor Jesus! T.: Porque pela vossa Santa cruz remistes o mundo! L1.: “Junto à cruz de Jesus estavam de pé sua mãe e a irmão de sua mãe, Maria de Cléofas, e Maria Madalena. Jesus, ao ver sua mãe e, ao lado dela o discípulo que Ele amava, disse à mãe: ' Mulher, eis o teu filho'. Depois disse


ao discípulo 'Eis a tua mãe!' a partir daquela hora o discípulo a acolheu junto de si” T.: Maria, nossa Mãe, acolhei os jovens neste mundo, assim como acolheste João, o discípulo amado. Canto: do madeiro vos tiraram/ e à Mãe vos entregaram/ com que dor e compaixão. Pela Virgem Dolorosa/ vossa Mãe tão piedosa/ perdoai-me, meu Jesus. 14° Estação: Jesus é sepultado. Dir.: Nós vos adoramos e vos bendizemos, Senhor Jesus! T.: Porque pela vossa Santa cruz remistes o mundo! L1.: “Em verdade, em verdade, vos digo: se o grão de trigo que cai na terra não morre, fica só. Mas, se morre, produz muito fruto” (Jo 12, 24) “Jose de Arimatéia depositou o corpo de Jesus num tumulo que estava cavado na rocha e rolou uma pedra sobre a porta do túmulo” (Mc 15, 46). T.: Ó Deus, da esperança, fortalecei nossos jovens em seu amor, para produzirem bons frutos em nossa sociedade. Canto: No sepulcro se puseram/ mas os homens tudo esperam/ do mistério da paixão . Pela Virgem Dolorosa/ vossa Mãe tão piedosa/ perdoai-me, meu Jesus. 15°Estação: Jesus ressuscitou. Dir.: Nós vos adoramos e vos bendizemos Senhor Jesus! T.: Porque pela vossa Santa cruz remistes o mundo!


L1.: “Porque buscais entre os mortos aquele que vive? Não esta aqui. Ressuscitou! Lembrai-vos do que Ele vos falou, quando ainda estava na Galileia: 'É necessário o Filho do Homem ser entregue nas mãos dos pecadores, ser crucificado e, no terceiro dia ressuscitar'”(Lc 24, 5b-8) T.: Ó pai de bondade, agradecemos pelos jovens que aqui estão e levaram a boa nova da ressurreição aos lares, fortalecei-os e animai-os nesta missão. Canto: Meu Jesus por vossos passos/ recebei em vossos braços/ A mim, pobre pecador. Pela Virgem Dolorosa/ vossa Mãe tão piedosa/ perdoai-me, meu Jesus. Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o Vosso nome. Venha a nós o Vosso Reino. Seja feita a Vossa vontade, assim na Terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos daí hoje. Perdoai as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido. E não nos deixei cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Dir.: O Senhor nos abençoe nos guarde e nos proteja! De todo mal Ele nos livre e nos conceda a sua paz! Que ele volte para nós o seu rosto e misericordioso e nos conduza a vida eterna, Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo; T.: Amém


Orações nas casas Doentes Salmos 22,23,90,91 Mateus 9,18-22 Mateus 8,14-15 Atos 3,1-8 Discórdia – Aflição Efésios 6,10-17 Eclesiastes 3,1-8 Lucas 1,68-79 Jó 5,17-20 Para casa de não católicos João 17,20-23 Hebreus 6,11 Jeremias 18,1-10 Isaías 40,11 Isaías 41,8-11.13 Marianos Lucas 1,26-28 Lucas 1,49-55 João2,1-11 João19,25-27 BÊNÇÃO DA ÁGUA Todos impõem as mãos Oração: Senhor, nosso Deus, dignai-vos abençoar esta água, criatura vossa, que será consumida por nós para que seja um sinal da Vossa Graça, recordando a água do Santo Batismo. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.


BÊNÇÃO DA CASA Ler Lucas 19,1-6.9 Oração: Senhor Jesus Cristo, fazei entrar nesta casa, com nossa humilde visita, a felicidade sem fim, a alegria serena, a caridade benfazeja, a saúde duradoura. Rirem-se daqui os anjos maus, e venham os anjos portadores da paz. Desapareça desta casa toda a discórdia. Manifestai, Senhor, em nós, o poder do Vosso santo nome, e abençoai, por nossa presença, esta casa. Vós que sois Deus com o Pai, na unidade do Espírito Santo. Amém.

BÊNÇÃO DE ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS Oração: Deus, sem principio e fim, sois o início de todas as coisas e o fim para o qual tudo converge. Nós vos pedimos pela fecundidade do trabalho das pessoas que aqui prestam serviço de utilidade para a vida dos irmãos e irmãs. Que este lugar seja de encontro para as pessoas, de amizade para os que o freqüentarem, de serviço iluminado pela justiça e pela caridade. Que patrões e funcionários aqui vivam de tal maneira que mereçam contar com a Vossa presença e a bênção do progresso. Amém. BÊNÇÃO SOBRE AS FAMÍLIAS Oração: Nós vos bendizemos, Senhor, pois quiseste que o Vosso Filho nascesse em uma família, experimentando as dificuldades e as alegrias que cercam nossa vida. Nós vos pedimos por esta família: protegei-a, guardai-a, acompanhai os passos de seus membros com o Vosso olhar de Pai; conduzi-os pelos cominhos do Amor e da Fé; abri as portas da prosperidade; e, vivendo a vocação assumida no sacramento do Matrimônio, realizem uma Igreja domestica e sejam testemunhas do Vosso Amor. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espítiro Santo. Amém.


Orações para a Semana Missionária Itapetininga - SP 2013

DIOCESE DE ITAPETININGA

SEMANA

MISSIONÁRIA

Cópia de segurança de jmj cronograma