Page 1

Venha dançar com a gente - Estúdio de Dança Rafaella Angélica - (37) 9 9196-6670

Nova Serrana-MG, quinta-feira, 29 de agosto de 2019 | Ano XIV | Nº 1719 | R$2,50

Primeira Vara Criminal e de Execuções Penais da Comarca de Nova Serrana será inaugurada nesta sexta

Um ano após reunião com o presidente do Tribunal de Justiça, união entre poderes, entidades e deputado Fábio Avelar garante mais uma conquista para Nova Serrana e região

Nova Serrana recebe 44 novos médicos formados no exterior que atuarão no município Estagiários atuarão orientados por profissionais do município em busca da revalidação de seus diplomas e autorização para atuarem no Brasil


NOVA SERRANA-MG | QUINTA-FEIRA, 29 DE AGOSTO DE 2019 | ANO XIV | Nº 1719

2 Sargento Ricardo recebe moção de honra na Câmara de Nova Serrana

Na ultima terça-feira, dia 27 de agosto, a Câmara de Nova Serrana, por meio de requerimento do vereador Ricardo Tobias (PSDB) realizou a entrega de uma moção de honra ao Sargento (SGT) Ricardo Luiz Alves. Na ocasião o militar juntamente com seus familiares e ainda na presença do comandante do 60º Batalhão da Polícia Militar (BPM) Tenente Coronel Wemerson Lino Pimenta e outros militares, recebeu das mãos do vereador a moção pelos seus relevantes serviços prestados no

município. Conforme apresentado o SGT Ricardo Luiz Alves, é natural de Bom Despacho e aos três anos de idade se mudou com os pais para a cidade de Pedro Leopoldo/MG, onde viveu até os treze anos, tendo no ano de 1987 a família resolvido que o melhor lugar para estabelecer residência seria a cidade de Nova Serrana. Quando aqui chegou foi matriculado na Escola Estadual Antônio Martins do Espírito Santo e ao mesmo tempo conseguiu seu primeiro

emprego na Indústria de Calçados Alvorada, conciliando assim os estudos e o trabalho diariamente. Ao longo de cinco anos trabalhou também nas indústrias de calçados Hélcio, Betty, Sonalle e Lanna. No ano de 1993 prestou concurso para a Polícia Militar de Minas Gerais e em 1° de setembro deste mesmo ano ingressou nas fileiras da gloriosa instituição de Tiradentes, onde até os dias atuais serve com muito amor e dedicação aos mineiros, especialmente, a população

de Nova Serrana. O militar também já prestou seus serviços nas cidades de Bom Despacho (1993 a 1994), Lagoa da Prata (1999 a 200), Belo Horizonte (2002), Contagem (2002 a 2007) e Perdigão (2010 a 2013). Atualmente encontra-se lotado na cidade de Nova Serrana desde o ano de 2013, trabalhando arduamente na equipe Gepmor (Grupamento Especializado em Policiamento Motorizado Ostensivo Rápido) para uma cidade mais segura.

Estamos no caminho Certa feita assistindo um filme sobre esporte foi dito por um treinador que para uma equipe ser grande ela precisa de três fatores. São eles, o emocional, o conhecimento e a estrutura. O técnico durante todo o filme falava com seu time, que era considerado uma equipe irrelevante para a competição, que sua postura, sua capacidade de discernimento e inteligência, ligada as suas condições estruturais e físicas tornariam aquela equipe vencedora, e assim aconteceu. Tudo bem o cinema é em sua maior parte ficção, porém tal filme nos levou a pensar sobre o que é necessário para que uma pessoa, uma empresa, uma cidade seja considerada grande e aqui vamos dissertar sobre nosso ponto de vista de forma macro, sendo aplicada para Nova Serrana. Os três pontos são trazidos para nossa cidade da seguinte forma, o emocional, sendo tratado como o comportamento da população e dos governantes, das autoridades que gerem e planejam nosso futuro, o intelectual, será tratado como a preparação técnica da população, e a estrutura será aqui a visualização dos equipamentos públicos que permitem a cidade se desenvolver. Com as considerações feitas, baseadas nos três pontos levantados, podemos dizer que Nova Serrana ainda não é uma cidade grande. Mas caminha em um rumo sem volta para que isso aconteça. Sim podem nos criticar por essa visão, mas entendam. Ainda não temos uma condição social de falarmos que nossa população tem um comportamento grande como deveríamos. Ainda não temos as noções de cidadania sendo praticadas, ainda não temos o sentimento de empatia com as causas do município; tão pouco temos uma fidelidade e relação intensa com os setores de nossa cidade. Os ricos saem daqui para gastar seu dinheiro nas cidades vizinhas, não incentivam e valorizam o comercio, a cultura, os equipamentos que temos. Os mais desfavorecidos, ganham aqui a vida e levam para sua terra natal os resultados das economias e ganhos, o que então desfavorece essa perspectiva de cidade grande. Em segundo ponto temos a questão técnica e do conhecimento, e passando por esse ponto podemos dizer que estamos caminhando para uma melhor condição técnica. Por tempos o sonho dos filhos de Nova Serrana era se capacitarem, formarem e deixar a cidade. Até mesmo para obter o conhecimento tinham que ir até outaras cidades, e isso gradativamente tem mudado. Já temos duas faculdades fixadas na cidade, temos escola técnica, temos pessoas que já pensam em firmar seus futuros por aqui, temos aqueles que buscam conhecimento e desejam ser relevantes profissionais para o seu crescimento pessoal, e porque não para auxiliar a cidade a se tornar grande como sonhamos. Por ultimo, mas não menos importante temos a questão dos equipamentos. Veja, Nova Serrana é uma cidade completamente sem planejamento, seu desenvolvimento físico se deu pelas coxas dos prefeitos que, diante da necessidade eleitoral, inventaram equipamentos momentâneos que em um curto espaço de tempo, claro pelas características de crescimento, se tornaram obsoletos. Ainda assim podemos considerar que temos uma estrutura sendo formada para sermos considerada uma cidade efetivamente grande. Temos talvez a melhor ou segunda melhor sede administrativa da região, temos o melhor estádio, temos a rodovia mais movimentada, temos território em crescimento estrondoso. Temos um batalhão, estrutura de segurança pública e agora, temos uma vara criminal, temos um hospital sendo recuperado e um privado em plena construção. Sim ainda temos carências significativas como uma sede respeitável para a delegacia de Polícia Civil, como outra UPA, como mais escolas e postos de saúde, como ruas sem asfalto e falta de canalização de esgoto e ribeirões. Por todos estes motivos, entendemos que ainda não somos grandes como enchemos a boca para falar, contudo, não nos limitamos a criticar, e sim traçamos uma perspectiva positiva, uma vez que se pode perceber a boa vontade social, para que os equipamentos sejam implantados, e para que nossa realidade permaneça em evolução, nos trilhos do desenvolvimento, que alimentam o sonho chamado Nova Serrana.


NOVA SERRANA-MG | QUINTA-FEIRA, 29 DE AGOSTO DE 2019 | ANO XIV | Nº 1719

3

Primeira Vara Criminal e de Execuções Penais da Comarca de Nova Serrana será inaugurada nesta sexta

Um ano após reunião com o presidente do Tribunal de Justiça, união entre poderes, entidades e deputado Fábio Avelar garante mais uma conquista para Nova Serrana e região A Segurança Pública no município vai ganhar um reforço, desta vez por parte do poder Judiciário. A comarca de Nova Serrana (Nova Serrana, Perdigão e Araújos) irá contar a partir desta sexta-feira dia 30 de agosto, com a 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais. A conquista é fruto de um trabalho em conjunto do Deputado Fábio Avelar, do Diretor do Foro da Comarca de Nova Serrana, Juiz de Direito Rômulo dos Santos Duarte, e do então Presidente da 144ª Subseção OAB/MG de Nova Serrana, Johnathan Vitor, além da participação do executivo municipal. Conforme informado pelo deputado Estadual Fábio Avelar a conquista da Vara criminal deu início no dia 21 de agosto de 2018, quando o parlamentar acompanhou o Juiz, Dr. Rômulo Duarte, e o Presidente da Subseção OAB/Nova Serrana, naquela época, Dr. Johnathan Vitor, a uma reunião com o Presidente do Tribunal de Justiça, Desembargador Nelson Missias de Morais. “Na oportunidade, entre outros assuntos, solicitamos a implantação de mais uma Vara, ou seja, a 4ª Vara na Comarca de Nova Serrana, o que acontece agora. Mais uma importante conquista para nossa Comarca e para a segurança pública. Aproveito para agradecer a resposta positiva do Desembargador Nelson Morais, que, apesar dos problemas que vem passando o Estado de Minas, em apenas um ano, atende à nossa solicitação”, comemora o Deputado Fábio Avelar. A união entre o Poder Judiciário de Nova Serrana, a 144ª Subseção OAB/MG de Nova Serrana e o Deputado Fábio Avelar no trabalho para a implantação da 4ª Vara, em Nova Serrana, justifica-se na atual situação da Comarca, com expressiva demanda e acumulo de processos.

“Com a inauguração da 4ª Vara, sendo a mesma a 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais, teremos como consequência mais um juiz, oficiais de justiça e outros servidores, o que garantirá mais agilidade na resposta do judiciário aos crimes apurados na Comarca de Nova Serrana”, explica o Deputado Fábio Avelar.

Executivo celebra Vara Criminal Por sua vez o prefeito Euzebio Lago também comemorou a conquista da Vara Criminal, o que segundo ele é mais um importante reforço na segurança da cidade. “Nosso governo municipal comemora esta iniciativa do TJMG. Estamos colhendo frutos de nossas ações, a partir janeiro de 2017, na Segurança Pública, com resultados positivos”. Ainda segundo apontado pelo prefeito “a união das forças de segurança, autoridades locais, iniciativa privada e sociedade civil organizada proporcionou a redução da criminalidade da cidade em 30%. Éramos a 4ª cidade mais violenta em Minas até 2016. Hoje estamos em 35º lugar. Esta iniciativa do TJMG garante agilidade nas análises processuais dos acusados e o consequente cumprimento de penas por parte dos condenados. Importante lembrar também que o município de Nova Serrana cede 20 funcionários para o Tribunal de Justiça do município, sendo quatro efetivos e 16 estagiários”.

Varas Criminais e de Execução Penal As varas criminais são chefiadas por juízes e encarregadas de processar e julgar pessoas acusadas de cometerem crimes. As mesmas processam e julgam casos relacionados, por exemplo, a crimes como roubos, agressões físicas, tráfi-

co de drogas, injúria, formação de quadrilha, entre outros. Já as varas de Execução Penal, igualmente chefiadas por juízes, são responsáveis por processos de pessoas que foram condenadas pelas varas criminais ou por júris populares. São encarregadas também do acompanhamento do cumprimento das medidas de segurança, aplicadas a pessoas que cometeram crimes e que, por serem portadoras de transtornos mentais, são inimputáveis, ou seja, não podem ser punidas e devem ser tratadas, preferencialmente, em unidades da rede do Sistema Único de Saúde (SUS). As varas de Execução Penal também são encarregadas de autorizar a progressão do regime de cumprimento de pena dos condenados. Outras atribuições do juiz de execução penal são, quando for o caso, a declaração de extinção da punibilidade; suspensão condicional da pena; concessão do livramento condicional; conversão da pena restritiva de direitos e de multa em privativa de liberdade; revogação da medida de segurança; emissão anual do atestado de pena a cumprir; composição e instalação do Conselho da Comunidade, colegiado formado por representantes da sociedade civil que tem entre as atribuições, conforme a Lei de Execução Penal, a fiscalização do cumprimento de pena nos estabelecimentos prisionais, entre outras.

Inauguração A solenidade de inauguração 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais da Comarca de Nova Serrana acontece nesta sextafeira, dia 30 de agosto a partir das 14 horas, no Fórum João José de Freitas, localizado na Avenida Cel. Pacífico Pinto, nº 281, bairro Fausto Pinto da Fonseca.


NOVA SERRANA-MG | QUINTA-FEIRA, 29 DE AGOSTO DE 2019 | ANO XIV | Nº 1719

4 A diferença entre o analógico e o digital Algumas empresas estão substituindo seus executivos ou funcionários tidos como “analógicos” por profissionais mais preparados no mundo cada vez mais digital. Realmente, na paisagem das cidades percebemos as mudanças que a tecnologia tem promovido. Nada é mais obsoleto que um Orelhão! No mundo de hoje este equipamento instalado em vias públicas chegam a incomodar a quem passa com a cara enterrada nos smartphones. Num passado recente, lembro das fichas, cartões magnéticos e as filas que enfrentei para falar com “minha amada”, que morava longe e nem por isso perdi a paixão. O velho talão de estacionamento está cedendo lugar aos cartões digitais e confesso que há muito tempo não vejo uma nota de cem reais pelo simples uso do cartão bancário. Acho que as tendências estão perdidas e em seu lugar estamos vivenciando transformações. Atendendo às novas demandas de mercado, grandes empresas estão testando o conhecimento digital da diretoria e o resultado não está sendo nada positivo: apenas 22% dos executivos tem conhecimento digital. Ou seja, quase 80% não fazem ideia de como interagir com as novas tecnologias. A solução? Para muitas dessas empresas (até as familiares), substituir os executivos por profissionais mais preparados é fundamental para a competitividade e crescimento. Esqueceram que foram eles os responsáveis pela geração dita como mais capacitada. Mas tenho a dizer um ditado antigo (ou analógico), que pode ser usado nos dias de hoje: “tudo o que é demais, sobra!” Particularmente eu adoro a novidades tecnológicas. O Netflix me ajudou a ficar livre da programação enlatada das redes de TV abertas ou a cabo. Os aplicativos estão encurtando e facilitando nossos acessos e nos livrando de operadoras enfadonhas. Êpa! Tá tudo certo, mas está esquisito: onde estão as livrarias? Nossa falta de preparo para absorver a tecnologia está

criando situações complicadas. Recentemente o mundo tomou conhecimento, que as redes sociais estão transformando seus usuários. De consumidores nos tornamos produtos e nossas informações pessoais vendidas indiscriminadamente sem nosso conhecimento ou permissão. Hoje somos a maior e mais digitalizada massa de manobra na história da humanidade e não nos importamos. Nossa capacidade racional é avaliada pelo conhecimento digital e não humano. Nossas emoções são manipuladas e nossos valores modificados sem que percebamos isso. O estado de reflexão virou emersão em cursos que ensinam como ganhar dinheiro, como se isso fosse realmente a felicidade. A conquista pelo bem material substituiu a vontade do encontro, do abraço fraterno, das palavras de ternura ou a companhia de amigos leais. Estamos deixando de ser pessoas normais e nos tornando “influenciadores” (de acordo com a doutrina digital). Será que somos felizes assim? Será que agir com inteligência é supérfluo e deixar as máquinas digitais pensarem é o melhor que podemos ter? As metas de ter um carro novo viraram objetivos. Viajar em boa companhia cedeu lugar para a solidão. E nas relações humanas? As pessoas querem ter o máximo de relações ao invés da qualidade que elas oferecem. É como descartar produtos de qualidade vencida que não nos atendem mais. A pergunta é simples: “será que estamos agindo certo?” A resposta é mais complexa: “estou realmente encontrando a felicidade?” Caros amigos, sou absolutamente analógico. Analógico no abraço, no beijo, no sorriso, na alegria e na companhia. Sou analógico na ternura, no carinho e nas relações que tenho. E para finalizar, minha natureza vale mais do que as infinitas sugestões de pessoas ou mensagens que recebo. Sou analógico... Mas sou feliz!

Léo Junqueira

A problemática da inelegibilidade política! Nesta semana e na passada nos deparamos com duas capas desse diário sobre a questão da problemática envolvendo a inelegibilidade ou não do ex-prefeito Paulo César de Freitas. Sem entrar no mérito se o ex-prefeito está ou não inelegível para concorrer nas próximas eleições, verificamos que há muita desinformação a respeito da problemática da inelegibilidade eleitoral. As hipóteses de uma pessoa se tornar inapta a concorrer a um cargo público são várias, vão desde uma condenação criminal em segunda instância até mesmo condenações por impropriedade administrativa também em segunda instância (lei da ficha limpa) ou sentenças com trânsito em julgado de improbidade administrativa (decisões que não permitem mais recursos). Contudo, o nosso arcabouço legal, permite com espeque no direito constitucional ao contraditório, que mesmo as pessoas inelegíveis peçam registro de candidatura e façam campanha, ocorrendo um velho fenômeno onde o candidato entra com pedido de registro de candidatura, tem seu pedido negado em primeira instância, mas pode ir fazendo campanha até que o Tribunal Superior Eleitoral julgue em definitivo a questão, o que muitas vezes só ocorre depois que a eleição já ocorreu, sendo que se o impugnado ganhar as eleições e o Tribunal mantiver o indeferimento do registro, teoricamente todos aqueles eleitores que votaram no candidato inelegível foram enganados. Até hoje o que se tem notícia, somente o ex-presidente Lula fora impedido por uma decisão do Tribunal Superior Eleitoral de fazer campanha sem ter o registro de candidatura indeferido em definitivo, caso excepcional, até mesmo porque por se tratar de candidatura ao cargo de presidente de república, não se inicia o processo na primeira instância e sim diretamente no Tribunal Superior Eleitoral. Não sabemos ainda como esta questão será decidida pelos juízes de primeira instância, os Tribunais Regionais Eleitorais e mesmo o TSE com relação às eleições municipais do ano que vem, ou seja, se haverá ou não impedimento de se fazer campanha por parte de candidatos manifestamente inelegíveis. Na atual sistemática da Justiça eleitoral, o candidato pede o registro de candidatura no dia quinze do mês de agosto do ano eleitoral e já pode começar a sua campanha. Na simplória visão desse colunista, a questão se resolveria facilmente com a antecipação do registro de candidaturas para o mês de março do ano eleitoral, permitindo se o início de campanha somente no mês de agosto, o que daria tempo para a Justiça eleitoral julgar todos os pedidos de indeferimento de registro, evitando essa problemática de um candidato fazer campanha inelegível e gerar enormes prejuízos aos eleitores e até aos cofres públicos que em alguns casos tem que organizar novas eleições a um custo muito elevado. Assim, ficamos na esperança que as ilustres autoridades de Brasília enxerguem esse caminho, adotando a ideia de antecipar o registro de candidatura.

Rildo Oliveira


NOVA SERRANA-MG | QUINTA-FEIRA, 29 DE AGOSTO DE 2019 | ANO XIV | Nº 1719

5

Nova Serrana recebe 44 novos médicos formados no exterior que atuarão no município

Estagiários atuarão orientados por profissionais do município em busca da revalidação de seus diplomas e autorização para atuarem no Brasil

Nossa senhora em nome de Jesus rogai por nós

Foi realizado na tarde da última segunda-feira, dia 26 de agosto, no auditório do Centro Administrativo de Nova Serrana, uma cerimônia para apresentação dos 44 novos médicos, formados em instituições de Ensino Superior estrangeiras, que irão atuar em atividades complementares nas unidades de saúde do município. Os alunos chegam a Nova Serrana para que de forma supervisionada realizem o revalida, buscando assim a certificação para atuarem legalmente como médicos em território brasileiro. No municípios os profissionais que são brasileiros, bolivianos e cubanos, irão atuar no Hospital São José como em PSF´s, UBS´s e no Caps II Novo Ser, sendo supervisionados por médicos que já atuam no município. Os médicos atuarão em Nova Serrana em um período que varia de 12 a 18 meses em atividades supervisionadas por outros 32 profissionais médicos que já atuam em Nova Serrana. Ainda conforme informado na solenidade de apresentação os profissionais não irão gerar qualquer custo para o município, pelo contrário, o Hospital São José (HSJ) receberá mensalmente a quantia de aproximadamente R$ 50 mil, para que os profissionais possam estudar e realizar o revalida na unidade. Os recursos que serão rece-

bidos pelo Hospital São José, segundo o presidente do conselho de intervenção, viceprefeito Nelson Moreto, serão investidos em equipamentos da unidade. “Hoje podemos dizer que o HSJ está com as contas em dia; são muitas as ações e medidas necessárias que estão sendo tomadas para que futuramente possamos evitar a liquidação do HSJ, assim estes recursos que serão recebidos irão fazer parte de investimentos para que nossa unidade possa ser ainda mais resolutiva e autosuficiente”, Disse o vice-prefeito. Ainda relacionado ao hospital Nelson Moreto ressaltou que “toda a equipe e corpo clínico está envolvido nesse processo de fortalecimento da instituição, para que possamos bater no peito e afirmar que este é o nosso hospital. Assim damos as boas vindas aos novos médicos, que abracem a nossa cidade assim como nosso hospital irá abraçar vocês”, considerou o viceprefeito. Para o prefeito Euzebio Lago, os novos médicos farão parte de um capítulo especial na história da saúde de Nova Serrana. “Estamos vivendo um momento ímpar nesta cidade. Há três anos, o Hospital São José havia sido fechado, a UPA era uma calamidade e ninguém tinha esperança de que as coisas iriam melhorar. Hoje, vemos um quadro totalmente diferente. Novas unida-

des de saúde sendo entregues, uma melhora significativa no Hospital São José, a parceria para a construção do Hospital Santa Mônica, entre outras ações que melhoraram o atendimento em todas as unidades”.

Programa Novos médicos Conforme informado pela secretária Municipal de Saúde, Glaucia Sbampato, a vinda dos médicos para Nova Serrana se deu por uma parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde, Hospital São José e o Instituto Tocantinense Presidente Antônio Carlos Porto (ITPAC), por intermédio da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT). Os profissionais chegam a cidade com o objetivo de obter a revalidação do diploma no Brasil. Sobre o funcionamento do projeto a secretária ressaltou que “haverá um tutor presencial (médico do município) que acompanhará todos os atendimentos de perto, os novos médicos também terão tutores da UFMT que virão semanalmente à instituição. O aluno tem carga horaria a cumprir estudando o SUS e as legislações brasileiras. Ninguém será atendido sem esse acompanhamento”. Explicou. A secretária ainda ressaltou que já participou de experiência semelhante que foi exitosa em outro município. “Eu era

secretária em Itapecerica quando começou o programa Mais Médico em 2013, era um contato inicial. No primeiro momento em um cidade de 22 mil habitantes e a nível de Brasil criou um pé a trás da população, porém depois o que aconteceu foi um caso contrário, as pessoas começavam a mentir endereço para serem atendidos pelos médicos estrangeiros”. Salientou. Seguindo nesse raciocínio Glaucia pediu a população que “primeiro deve-se ver como funciona antes de tecer críticas. Novamente quero deixar claro que os médicos não terão a autonomia de fazer o atendimento sozinhos para alinharem o conhecimento teórico e técnico para o nosso país”. Ponderou. Ainda na perspectiva de Glaucia Sbampato, “a vinda desses médicos vai viabilizar mais celeridade para o atendimento, também precisamos de abrir as portas para troca de experiência e ainda, temos a expectativa de que ao terem o seu diploma validado fixem residência na cidade e se consolidem atuando aqui em nosso município”. A secretária também pontuou que “esse é só o começo, como os programas estão definidos, a nossa expectativa é que esse seja o primeiro passo para que o HSJ se torne um hospital escola. Esse e o primeiro passo para começar a validação de ser um hospital escola.

Hemodiálise Ainda na reunião a secretária ressaltou que na tarde de terça-feira, iria participar de uma reunião na regência regional de saúde, no sentido de trazer considerações e explicações para que o município possa contar com uma unidade de hemodiálise. Glaucia salientou que ainda em 2018 foi protocolado o pedido junto a Gerencia Regional de Saúde, e que agora na reunião seria apresentado para os gestores os dados e informações que ratificam a necessidade e importância da instalação desta unidade em Nova Serrana. A secretária ainda finalizou informando que “essa reunião é para obtermos na Gerencia Regional a validação de nosso pedido, assim que foi sinalizado de forma positiva, o que esperamos conseguir já nessa reunião, iremos levar a demanda para o Ministério da Saúde e iniciar os trâmites burocráticos para virmos a ter em nossa cidade uma unidade de Hemodiálise. Esse é o primeiro passo, mas estamos caminhando no sentido de buscar para nossa população uma melhor condição e equipamentos de saúde, caso se concretize, será um benefício até para os novos médicos que irão poder atuar e acompanhar também a rotina dessa unidade de tratamento especializada”. Finalizou a secretária.


NOVA SERRANA-MG | QUINTA-FEIRA, 29 DE AGOSTO DE 2019 | ANO XIV | Nº 1719

6 Nova Serrana agora está mais internacional!

N

o dia 15 de Agosto de 2019 foi inaugurada na cidade a primeira Get It Academy de Minas Gerais; escola que ensina o inglês quatro vezes mais rapidamente que as outras escolas de idiomas tradicionais. O segredo para essa eficiência? Na escola aplica-se o Método Callan, originado na Inglaterra por volta dos anos 60, que garante imersão completa no idioma desde o primeiro dia. Durante os 50 minutos de aula, a língua portuguesa não é utilizada em momento algum. O professor faz perguntas o tempo todo, de modo que os alunos estejam constantemente falando. Nem um segundo da aula é desperdiçado. O Método Callan ensina o vocabulário e a gramática da língua inglesa de uma forma cuidadosamente programada, com revisões e reforços sistemáticos. As aulas incluem bastante prática de linguagem falada e compreensão auditiva, mas também de leitura e redação, para que você possa revisar e consolidar o que aprendeu. A proposta de usar apenas o inglês desde o primeiro dia de aula pode assustar alunos iniciantes, mas estes não precisam se preocupar! As aulas iniciais são instintivas e quase lúdicas. O aluno aprenderá a pensar em inglês tal qual aprendemos nossa língua materna. A escola está de portas abertas para aqueles que queiram aprender inglês de forma rápida, eficiente e definitiva! São oferecidas aulas experimentais gratuitas como forma de apresentar esse método inovador. O endereço é Rua Prudente de Morais, 19, em frente ao Sindinova! Os telefones para contato são (37) 99141-7147 ou (37) 99106-9920. Não deixe de conferir os descontos especiais de inauguração.

Profile for silveira

O Popular 1719  

O Popular 1719  

Profile for silveira
Advertisement