Page 1

Venha dançar com a gente - Estúdio de Dança Rafaella Angélica - (37) 9 9196-6670

Nova Serrana-MG, quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019 | Ano XIV | Nº 1629 | R$2,50

OPERAÇÃO INQUIETAÇÃO Polícia Militar dá resposta a assaltos e desenvolve operação semanal que visa o combate a roubos em Nova Serrana

CPI dos contratos da UPA intima administrador da unidade contratado pela OS para depoimento nesta quarta


NOVA SERRANA-MG | QUARTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2019 | ANO XIV | Nº 1629

2 DEPUTADO FÁBIO AVELAR EM REUNIÃO POR DIVINÓPOLIS

Mudanças e estratégias

E

Parlamentar se reúne com Secretário de Estado da Setop para discutir sobre obras da MG-050 e também sobre os voos da Azul que estão suspensos desde março de 2018 O Deputado Fábio Avelar esteve na Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop) em reunião com o Secretário, Marco Aurélio Barcelos Silva, para tratar da duplicação da MG-050, trechos que dão acesso a Divinópolis. Participaram também o vereador do município, Josafá Oliveira, e o presidente da Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e Serviços de Divinópolis (Acid), Leonardo Gabriel. A reunião foi agendada com os objetivos de convidar o Secretário de Estado para visitar a referida obra, executada pela empresa AB Nascentes das Gerais, em especial nos trechos que dão acesso aos bairros Icaraí, Bom Pastor e Serra Verde. Além disso, duas outras solicitações: a pavimentação asfáltica da Rua Maria Pinto (apenas três quarteirões), que seria uma segunda via de acesso da MG-050, e a retirada das manilhas do Córrego do Bagaço, que atravessa a Avenida Juscelino Kubitschek (JK), próximo ao Hemominas, substituindo-as por um quadro rígido para evitar possíveis enchentes. Com relação à Rua Maria Pinto, localizada atrás do antigo Posto Coelho, a mesma seria mais um relevante acesso à Divinópolis pelos bairros Jardim das Oliveiras, Candelária, Dom Cristiano, Fonte Boa, entre outros. “A visita in loco seria um mecanismo para o novo Secretário ver de perto o estágio das obras e analisar os nossos pedidos de agregar valor às mesmas, beneficiando ainda mais a população”, afirma o Deputado Fábio Avelar. Divinópolis é um importante município do Centro-Oeste mineiro. Polo de moda e confecção, siderúrgico e também de saúde, recebendo, diariamente, pacientes de várias cidades.

Além disso, também recepciona estudantes, de toda a região, em suas universidades, cursinhos e escolas particulares. Por tudo isso, o asfaltamento da Rua Maria Pinto, mais um acesso ao município, seria importante para um fluxo melhor e com mais segurança, visando desafogar o trânsito; a integração da região; a facilitação do escoamento de produtos; a atração de novos investimentos; a valorização imobiliária, entre outros benefícios. De acordo com o Deputado Fábio Avelar, o Secretário Marco Aurélio se mostrou atento às demandas e se comprometeu a fazer uma visita no canteiro de obras da duplicação da MG050, principalmente nos trechos solicitados. Aeroporto também é pauta Além das obras da MG-050, outro assunto abordado com o Secretário de Estado, Marco Aurélio, foi o aeroporto de Divinópolis. O mesmo não está mais recebendo voos da Azul Linhas Aéreas Brasileiras, única companhia comercial que operava na cidade, desde o dia 30 de março de 2018. A suspensão dos voos é o resultado de um impasse financeiro envolvendo a Prefeitura e a Socicam, empresa que fazia a gestão do aeroporto. Desde então, diversas negociações envolvendo a retomada dos serviços ocorrem no município. “É muito importante para o fomento econômico, empresarial e comercial de Divinópolis a retomada desses voos”, garante o Deputado Fábio Avelar, acrescentando que “o Secretário se mostrou parceiro na tentativa de buscar soluções ao problema, inclusive junto ao Governo Federal”.

m todos os cantos de Minas é inevitável que Nova Serrana seja conhecida como uma cidade impar. A cidade é referencia pelo seu potencial trabalhista, pela sua oferta de cargos e crescimento populacional. Nova Serrana é a cidade que mais cresce em Minas e isso é imutável, isso é conhecido e falado em todos os cantos do estado. A questão é que a cidade também tem em suas características que são reproduzidas popularmente, pontos pejorativos e esses grudam na imagem da cidade. A capital do calçado também é conhecida pela falsificação de calçados esportivos, também é conhecida pelos baixos índices de qualidade de vida e infelizmente é conhecida pelos altos índices de criminalidade. Esse último ponto vem sendo gradativamente modificado, mas infelizmente tirar da mente das pessoas uma imagem pejorativa demanda mais do que boa vontade, demanda apresentação e resultados, demanda mudanças culturais, demanda aplicação e novas estratégias. Nesse último ponto temos que considerar que muita coisa tem mudado na capital do calçado. Por aqui temos obtido mudanças significativas devido ao serviço de inteligência da Polícia Militar, devido aos esforços da Polícia Civil, devido a atenção e seriedade do trabalho do ministério Público. Políticos conseguem os recursos, mas não sabem onde instalar as câmeras de vídeo monitoramento. Políticos conseguem os recursos, mas não sabem onde e como as viaturas devem agir para inibir a criminalidade. Político consegue recursos, mas não são manipuladores das leis e processos públicos que garantem a prisão dos criminosos. O fato é que, em Nova Serrana temos que ressaltar sempre, mesmo sendo uma cidade que ainda carrega índices criminais relevantes para uma cidade de 100 mil habitantes, os esforços, os trabalhos têm sido empenhados de forma estratégica e o resultado é visto em uma redução de 34% no que tange aos roubos. A polícia tem buscado de forma estratégia mudar esse caminho da criminalidade, tem buscado inibir. Um exemplo claro desse emprenho é a operação inquietação que será realizada semanalmente. Caros leitores, a Polícia Militar observou os índices criminais, observou os horários de maior incidência de assaltos, observou os corredores de lugares onde acontecem tais crimes com maior frequência e assim tem direcionado seus trabalhos para a inibição. Assim como uma doença a melhor forma de combater a criminalidade é buscar a prevenção. Remediar, matar bandido e tomar outras ações desse calibre é remedir uma doença que já foi instaurada. Dessa forma a mudança de estratégia das forças de segurança pública, a aplicação de operações como a Inquietação, funcionam em nossa sociedade como uma vacina, inibindo assim que o vírus se prolifere. Em um próximo momento, esperamos que outros projetos sejam desenvolvidos para ampliar o trabalho que é feito a exemplo do Proerd e do Bombeiro Mirim e assim possam na raiz do problema possamos incentivar e promover a cidadania e a formação de homens e mulheres de bem. Para que tais medidas aconteçam, assim como foi firmado novas estratégias pelas unidades de segurança pública, é necessário que o poder público, também trace novas estratégias e assim, a cidade que é conhecida pelo desenvolvimento, pelas falsificações e pela criminalidade, também possa vir a ser conhecida por sua promoção na qualidade de vida.


NOVA SERRANA-MG | QUARTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2019 | ANO XIV | Nº 1629

3

Polícia Militar dá resposta a assaltos e desenvolve operação semanal que visa o combate a roubos em Nova Serrana

Em Nova Serrana dois assaltos a pedestres foram registrados na última segunda-feira, dia 18 de fevereiro. Segundo os autos da Polícia Militar (PM) as duas ocorrências foram registradas no período da manhã, por volta das 6h e das 07h25.

6h – dinheiro e celular O primeiro fato foi registrado na rua E, no bairro Jardim Padre Lauro, onde a PM após ser acionada identificou a vitima, um homem de 44 anos. A vitima relatou aos militares que foi abordado por um indivíduo de cor clara que trajava uma blusa cinza com branco, calça jeans e com o capuz da blusa sobre a cabeça, de posse de uma arma de fogo, possivelmente um revólver calibre .38 ou .32, anunciou o roubo. Na ação criminosa foi subtraído dinheiro e um celular. O autor evadiu tomando sentido a APAE. Segundo a vítima ele faz compras na central de distribuição Ceasa em Belo Horizonte e esta já é a terceira vez que é roubado pelo mesmo autor, porém é a primeira vez que aciona a Polícia Militar.

7h25 - celular Um pouco mais tarde a PM compareceu à Rua 07, no Chacreamento de Água Branca, Zona Rural de Nova Serrana, onde em contato com a vítima de 34 anos informou aos policiais que foi assaltada. Segundo relatou à PM, ela foi abordada por um indivíduo moreno, magro, alto, trajando moletom marrom calça jeans,

em uma motocicleta Honda/Bros de cor laranja, portando uma Resposta da PM arma de fogo, anunciou o roubo. Em 2019 no entanto a Polícia Militar por meio do serviço de O autor de acordo com a vítima subtraiu um celular e evadiu inteligência do 60º Batalhão da Polícia Militar (BPM), comantomando sentindo a Rua Padre Libério. dando pelo Ten. Cel Wemerson Lino Pimenta, traçou uma nova estratégia de combate a este tipo de registro. Dados sobre assaltos Após terem notado que a exemplo dos crimes registrados nesO município de Nova Serrana tem como principal motivo de ta segunda, muitos roubos acontecem no período da manhã, crimes cometidos na cidade os roubos contra populares. quando os populares estão saindo de suas residências em Segundo os dados do Minas Em Números, site do governo direção aos seus trabalhos, foi desenvolvida uma operação estadual que divulgas os resultados e informações de Mi- que devera se estender ao longo de todo o ano. nas Gerais, inclusive da criminalidade, aponta uma grande Nesta segunda a Polícia Militar aplicou em Nova Serrana a incidência de ocorrências como as relatadas acima no mu- “Operação Inquietação”, que visa empreender esforços no nicípio. combate a assaltos e outras práticas criminosas. Segundo apontado pelo portal, em 2017 foram registrados Segundo repassado pelo Setor de Comunicação Organizacional 1.829 ocorrências de roubo em Nova Serrana, o que em pro- do 60º BPM, a operação realizará o policiamento preventivo porção estabelece uma média em 2017 de aproximadamen- realizando abordagem a veículos e pedestres suspeitos, buste cinco roubos por dia. cando assim a prevenção a criminalidade e dos crimes vioJá em 2018, houve uma significativa queda no índice de lentos que ocorrem no período da manhã. criminalidade referente a roubos de 34,39%. O que repreDe acordo com as informações repassadas, a iniciativa será senta uma redução de 629 registros de 2017 para 2018. empregada em todas as semanas do ano ao longo de 2019, e Sendo assim no último ano foram contabilizados 1.200 remobilizando viaturas e policiais será realizada nos princigistros de roubo no município, redução devida ao trabalho pais corredores de Nova Serrana. de prevenção de criminalidade e investimentos feitos pelo Ao todo foram empregadas nesse lançamento segundo o SCO município por meio de entidades políticas e civis junto a do 60º BPM, “06 viaturas e 12 militares que fizeram o policisegurança pública. Contudo é importante ainda ressaltar que mesmo com a re- amento no intuito de inibir a prática criminosa, neste primeidução da criminalidade sendo constatada, o município ainda ro momento não foram realizadas prisões, apenas foram obregistrou uma média de 3,28 assaltos por dia no último ano. tidos resultados preventivos” finalizou o SCO do 60º BPM.


NOVA SERRANA-MG | QUARTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2019 | ANO XIV | Nº 1629

4 Por fa vor iquidificador fav or,, um lliquidificador de dúvidas, pode ser?

E

ncontros e desencontros, acordos e desacordos, ataques e defesas, acusações e justificativas. Tudo na mais perfeita ordem da desordem política de Nova Serrana. Pode ser que nossos políticos queiram, que seus trabalhos precisem estar sempre nebulosos entre polêmicas, como coelhos numa “cartola” de mágico para que nós, meros espectadores não alimentemos dúvidas sobre o que fazem. Meus amigos, isso já está passando do limite do bom senso. É claro, que as denúncias feitas na última sessão da Câmara Municipal pelo vereador Willian Barcelos tem fundamento bem documentado, assim como é evidente, que a secretária de saúde Gláucia tem suas explicações, também registradas em documentos. O jogo não é esse, a luta não é esta, mas os perdedores são os mesmos: nós, espectadores de uma causa perdida. Sou da seguinte opinião: “onde tem fumaça há fogo”. Certa vez participei de uma discussão enorme sobre a existência ou não de extraterrestres. Uns defendiam que sim e outros que não. Os que defendiam a existência citavam os vários vídeos e documentos expostos na internet, enquanto outros descrentes diziam que a maior parte é fraudes. Ou seja, a questão não é se existe ou não existe. O critério é de volume. Ora, meus amigos! Se tivermos 1.000 registros de OVINIS e ETs, sendo 999 fraudes e apenas uma verdadeira, é claro que por ser verdade apenas um dos registros, a existência estará provada. O mesmo critério se aplica em Nova Serrana, quanto às denúncias do vereador Willian Barcelos sobre as fraudes nas contratações de serviços para a UPA. Se

apenas um dos documentos provar o esquema fajuto, todo o sistema tem que ser revisto e apurado. Não interessa se foram contratos mal interpretados, endereços fictícios providenciais ou remanejamento de profissionais. O certo é que está errado e a população merece respeito para conseguir entender as manobras da burocracia das instituições públicas. O importante é, que eu vi um vereador, com documentos nas mãos, procurar por determinada empresa e profissional em endereço estabelecido e não encontrar ninguém. Da mesma forma, eu vi uma secretária municipal de saúde dizer, que são formalidades exigidas pela burocracia, mas que tudo foi feito para diminuir custos, atender melhor a população e não prejudicar os profissionais que prestam serviços de saúde. Então tá, como diz um amigo! Nossa administração municipal continua colecionando erros em busca de acertos e nem sempre o certo cabe nas explicações tortas e desajustadas. Sabemos que muitas coisas estranhas acontecem “nos céus do país”, mas não podemos concluir que sejam fatos “extraterrestres”. Porém, não podemos disfarçar nossa atenção tentando ignorar, que fatos “sem boa explicação” brotam na atual administração, como uma fonte interminável de escândalos. É uma gestão de remendos e retalhos mal colocados, que pode estar iludindo pessoas que querem aplaudir seu esforço mesmo que misturado a tudo que aconteceu nestes dois anos de gestão. Um liquidificador, talvez, resolva o problema!

Léo Junqueira


NOVA SERRANA-MG | QUARTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2019 | ANO XIV | Nº 1629

5 O incômodo da fome!

A

fome é um recurso valioso. É um indicador físico de que você precisa comer. Quando éramos bebês, o incômodo da fome nos fazia chorar para que nossos pais soubessem o momento de nos alimentar. Quando o incômodo desaparecia, parávamos de comer, porque estávamos satisfeitos com a quantidade de alimento no estômago. Mas, no decorrer da vida, perdemos a habilidade de usar a fome como ferramenta. Às vezes, nossos pais, avós ou cuidadores nos davam comida para nos acalmar em momentos difíceis, ou premiavam nosso bom comportamento com guloseimas. Com a passar do tempo, o desconforto da fome perdeu sua força: talvez você não sinta porque aprendeu a comer por outros motivos. Talvez você coma quando está estressado; a comida o relaxa, mesmo que seu estômago não esteja vazio. Talvez porque você tenha adoração por certos tipos de alimentos, pão, biscoito ou chocolate, por exemplo. Talvez você se alimente quando está fraco ou trêmulo, um sinal de que a taxa de açúcar no sangue baixou; sendo assim, você opta por algo açucarado para obter energia. Poucas horas depois, você se sente enfraquecido de novo, então, consome mais açúcar. Os sinais da fome estão tão desorganizados que você nem sequer sabe como é essa sensação. Para algumas pessoas, a fome é uma sensação de vazio na barriga, pode até provocar ruídos! Outras pessoas sentem uma dor na região do ventre. Pessoas muito ansiosas podem confundir uma perturbação no estomago com a fome. De qualquer forma, trata-se sempre de uma sensação desconfortável, mas é um sinal inconfundível de que o corpo necessita de alimento. Se você não reconhece mais os sinais de seu corpo, é hora de voltar a conhecê-los. Veja como se alimentar de acordo com os sinais de seu corpo. Coma lenta e conscientemente. Mastigue bastante o alimento e permita que seus sentidos saboreiem a comida: o aroma, a textura e sabor em sua língua, a sensação de satisfazer seu estômago. Monitore as sensações de seu corpo durante a refeição. Como reage o estomago após algumas garfadas? O incômodo desapareceu? A ânsia de preencher o estômago diminuiu à medida que você come? Quando não sentir mais fome, pare de comer. Não pense que não pode sobrar comida no prato. Crie o hábito de sentar-se quando for comer. Mesmo que seja um lanche rápido ou até mesmo uma beliscada. Coloque os talheres na mesa enquanto estiver mastigando os alimentos. Com tempo e paciência, você será capaz de entender e administrar os sinais de seu corpo.

MARIELE DE LACERDA - Nutricionista Clínica e Funcional CRN 17716 | Tel. (37) 9 9133-9366

CPI dos ccontratos ontratos da UP A intima UPA administrador da unidade contratado pela OS para depoimento nesta quarta

Segundo o vereador, André Tavares que foi denunciado em plenário da Câmara por possíveis irregularidades se tratando a seu contrato e empresa que prestam serviço à OS que atualmente administra em Nova Serrana a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), sendo peça fundamental para início dos trabalhos e colhimento de informações pertinentes as investigações. A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Câmara de Nova Serrana realizará nesta quarta-feira (20) sua primeira reunião oitiva para colher depoimentos referente a investigação dos contratos do executivo para com a Organização Social Hospital Maternidade Madre Teresinha de Jesus e o Hospital São José. Segundo informado pelo vereador relator da CPI, Willian Barcelos, nesta quarta-feira, dia 20 de fevereiro, as 14h, será realizada as oitivas com o administrador contratado pela OS, André Tavares, que também é membro do conselho que atualmente gere o Hospital São José. Segundo o vereador, André Tavares que foi denunciado em plenário da Câmara por possíveis irregularidades se tratando a seu contrato e empresa que prestam serviço à OS que atualmente administra em Nova Serrana a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), sendo peça fundamental para início dos trabalhos e colhimento de informações pertinentes as investigações. Barcelos também afirmou que André foi intimado pela CPI após três tentativas frustradas e que o mesmo recebeu em mãos o chamado para que deponha e preste esclarecimentos para a CPI.

O administrador da UPA era funcionário comissionado do executivo municipal e teria obtido seguidas promoções e hoje, atuando como contratado da OS que gere a unidade de saúde, recebe vencimentos na ordem de R$ 18 mil. Também houve questionamento em tribuna sobre o fato do contador de André ser o mesmo que faz a contabilidade da OS, e ainda, foi um dos responsáveis pela auditoria do Hospital São José, o qual André é do conselho gestor e concedeu a administração do estacionamento para uma das empresas a qual o seu contador é sócio. O vereador ainda considera que será salutar a participação de André Tavares nas oitivas, uma vez que até o momento somente a secretária Glaucia Sbampato se pronunciou sobre o caso, sendo que o administrador oficialmente não se posicionou quanto a nenhuma das acusações.

Participação da Imprensa

Por fim o vereador relator da CPI considera que a imprensa poderá acompanhar as oitivas. “Há entendimento jurisprudencial que a imprensa não pode ser impedida de acompanhar os trabalhos da Comissão, inclusive as oitivas. No entanto, as anotações são toleradas, desde que não haja exposição da imagem dos interrogados e testemunhas”. Acusações e investigação O relator ainda apontou que “na prática a imprensa pode André Tavares foi denunciado pelo vereador Willian Barcelos acompanhar, anotar, mas não registrar qualquer imagem. Isso em tribuna da Câmara, por ter sido um profissional que faz porque é preciso preservar o direito do contraditório e da parte de um suposto “esquema de favorecimento”, que hoje ampla defesa, evitando-se uma exposição que leve a julgasegundo o vereador paira sobre a saúde de Nova Serrana. mento público antecipado”. Finalizou.

Nossa senhora em nome de Jesus rogai por nós


NOVA SERRANA-MG | QUARTA-FEIRA, 20 DE FEVEREIRO DE 2019 | ANO XIV | Nยบ 1629

6

Profile for silveira

O Popular 1629  

O Popular 1629  

Profile for silveira
Advertisement