Page 1

Nova Serrana-MG, quarta-feira, 13 de junho de 2018 | Ano XIII | Nº 1474 | R$2,50

Ex-secretário de articulação assume cargo na diretoria do Atlético Serranense Em entrevista exclusiva ao jornal O Popular Uanderson Timóteo fala sobre sua exoneração, e os projetos a junto ao grupo Santa Mônica e do Clube Atlético Serranense

Secretaria Municipal de Saúde tem nova sede MPE esclarece possível infração eleitoral em “adesivaço” do final de semana em Nova Serrana

Nova Casa da Secretaria Municipal de Saúde será além de uma área para os serviços administrativos, será a sede compartilhada do Hospital Dia em Nova Serrana


NOVA SERRANA-MG | QUARTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2018 | ANO XIII | Nº 1474

2

Secretaria Municipal de Saúde tem nova sede

Nova Casa da Semusa será além de uma área para os serviços administrativos, será a sede compartilhada do Hospital Dia em Nova Serrana A partir desta quarta-feira, dia 13 de junho a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) de Nova Serrana terá novo endereço. A unidade será oficialmente transferida para a Avenida Benjamin Martins do Espírito Santo, nº 2112, no bairro Park D. G. Martins. O local onde está sendo instalada a Semusa será ainda um complexo municipal de Saúde, pois abrigará toda a estrutura administrativa da pasta, além da unidade do Hospital Dia. Para a secretária de Saúde, Glaucia Sbampato, a nova sede beneficiará, principalmente, a população. “O primeiro benefício será em relação à acessibilidade. Hoje, estamos instalados em um prédio de dois andares, o que dificulta o acesso tanto de funcionários quanto de algumas pessoas com dificuldades de locomoção que precisam ir até a secretaria para buscar um medicamento, marcar um exame ou transporte”. Disse Sbampato. A secretária ressaltou ainda as vantagens da centralização dos serviços. “Todos os departamentos vinculados à secretaria de saúde que estão espalhados hoje pela cidade serão centralizados em um só lugar. A nova sede funcionará como um complexo de saúde, centralizando vários serviços, como a central de marcação de consultas, o setor de distribuição de medicamentos de alto custo, o almoxarifado, enfim, essa junção contribuirá para agilizar os serviços e garantir melhor fiscalização dos setores”. Ressaltou Glaucia.

não fará atendimento ao público nesse dia. O atendimento volta ao normal, no novo endereço, a partir de quinta-feira, dia 14 de junho. Apesar dos transtornos de interrupção de atendimento durante um dia, a mudança possibilitará ainda melhorias em todos os setores vinculados à pasta, que a partir de quarta-feira terão espaços adequados e maiores para o funcionamento, além de facilitar o acesso aos usuários da rede pública de saúde. Por enquanto, apenas a Fisioterapia Municipal continuará funcionando no mesmo endereço. Assim que a mudança for feita, a prefeitura comunicará à população.

Estrutura do novo local

Ao todo a nova sede da Semusa tem uma área total de 4.526,14 m² e abrigará os serviços de Recepção; Central de Telefonia; Central de Tecnologia da Informação em Saúde – TI; Tratamento Fora do Domicílio; Medicação de Alto Custo; Coordenação administrativa dos PSF’s; Recursos Humanos; Departamento Jurídico; V igilância em Saúde; Epidemiologia; Setor de Endemias; Regulação e Controle em Saúde; Gestão de Contratos; Faturamento; Conselho Municipal de Saúde; Gestão em Saúde; Almoxarifado de medicamentos e equipamentos; Almoxarifado de materiais gráficos e de materiais de Atendimento interrompido nesta quarta-feira De acordo com o setor de comunicação do executivo limpeza; Arquivo de documentos e prontuários e Garamunicipal a devido a mudança a secretaria de saúde gem para a frota da Secretaria de Saúde.

Moralização a qualquer preço! Não adianta falarem, provocarem ou protestarem nas redes sociais, o fato é que o adesivaço em prol de Bolsonaro é sim uma ação entendida como infratora pelo sistema eleitoral e suas regras. Para começar queremos afirmar que nossa conduta aqui não é partidária, e mais ainda, não estamos aqui para criticar em demasiado a postura dos que participaram ou executaram a ação, mas cabe a nós nesse editorial convidar vocês a uma leitura diferenciada a uma compreensão de uma linha de raciocínio que talvez para os que simpatizam com o candidato ainda não foi notada. Caro leitor, muitos que optam por apoiar um candidato, indiferente de partido, de posicionamento político, de credo religioso, de classe social, de cor ou etnia, o fazem porque tem certas convicções que são defendidas pelo candidato em questão. Essas convicções são reforçadas por um direcionamento ou valores que aos olhos dos que apoiam faz uma lógica e se torna o melhor a se fazer pelo interesse social ou até mesmo pessoal. Sendo assim não cabe a mim ou a você determinar que fulano ou ciclano é melhor ou pior por ele ter um pensamento político direcionado a essas convicções. Assim sendo, não podemos em nossa ótica, ou melhor, não devemos, acusar ou criticar os outros por defenderem candidatos A, B ou C. Não é porque alguém apoia o Lula (por mais irracional que isso possa parecer, tentar defender a inocência do Inácio), essa visão é baseada em algo que o individuo entende como positivo ou o melhor ao país. Lula é bandido, Aécio é chefe de quadrilha, Temer é golpista, Paulo é corrupto, Joel é omisso e Euzebio, ainda não provou a que veio. As convicções das oposições são ferrenhas e assim sendo queremos apontar uma ótica diferente para os eleitores de Bolsonaro que participaram do adesivaço. De fato o candidato tem crescido nas pesquisas (por mais que isso seja assustador, afinal a mídia elitista nacional mostrar o crescimento dele nos traz a certeza de que algo de errado não está certo), mas esse crescimento é recorrente de uma necessidade, de um discurso moralizador trazido pelo candidato. Aqui vamos adotar o discurso das acusações contra Bolsonaro para mostrarmos que os adesivaços são indevidos. E isso caros leitores, apontando que o discurso de Bolsonaro é constantemente atacado, focado no fato de que ele também age de forma irregular. Ele moraliza falando de propina e os opositores tentam derrubar sua índole afirmando que ele também recebeu dinheiro lavado pelo partido. Ou seja, a moralidade do candidato vem sendo atacada. Só que quando pessoas se propõem a participarem de uma ação politiqueira de pré-candidato a deputado estadual, escondida na imagem do político, a imoralidade passa a ser também envolta no discurso do pretendente a republica. Isso acontece amigos, porque não se pode moralizar, infringindo a lei, e como foi pontuado pela promotoria essa campanha, que aparentemente não é paga pelo deputado Bolsonaro, se caracteriza como promoção pessoal. Entendam, se querem moralizar alguma coisa, que comecem agindo dentro das leis, ou será que como os petistas vocês também pensam que para corrigir o Brasil é necessário assumir o poder sobre qualquer preço? Para finalizar também trazemos a reflexão para os políticos de Nova Serrana, os quais trazem e levam fofocas e intrigas diariamente em nossa cidade, e que agora estão declaradamente em pé de guerra. Queremos lembrar a vocês que se a ideia é ter um novo tempo, é ter uma cidade diferente, é vivenciar a democracia, a base disso é a lisura e o diálogo, e esses pontos têm faltado aqui afinal, as reuniões são a portas fechadas e o que não tem faltado são homens que querem bater na mesa e mostrar que tem o poder, e isso vem acontecendo sobre qualquer preço.


Éramos Seis

NOVA SERRANA-MG | QUARTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2018 | ANO XIII | Nº 1474

3

Ex-secretário de articulação assume cargo na diretoria do Atlético Serranense * Thiago Monteiro

(OP) - Mas esse tempo será até quando?

thiago@opopularns.com.br

Não é novidade para ninguém que a Secretaria de Articulação Política está passando pela troca de secretário, mas novidade mesmo são os planos em funções que já estão sendo assumidas pelo ex-secretário Uandeson Timóteo em Nova Serrana. Após construir a vinda do Hospital Santa Mônica e auxiliar na costura da parceria entre o Betinense (Atlético Serranense) e o município o secretário assumiu recentemente um cargo na diretoria do clube. Com indagações e questionamentos desse Popular o novo executivo da equipe de Nova Serrana recebeu a nossa equipe de jornalismo na Arena do Calçado e falou sobre sua transição, exoneração, projetos e ações que serão desenvolvidas no município.

(UT) - Esse tempo é menor do que se imagina, na verdade eu estou finalizando alguns projetos que iniciei, até porque o prefeito entendeu que se passasse para as mãos de outra pessoa a relação seria rompida e existia o receio de que todo o ganho obtido até o momento fosse perdido, assim estou finalizando alguns detalhes de projetos como as passarelas que serão implementadas na rodovia BR 262, no Gamas e no Capão, e acredito que até o final do mês eu seja exonerado em definitivo.

(OP) - Como fica a relação dos projetos com o executivo?

Em entrevista exclusiva ao jornal O Popular UUanderson Timóteo fala sobre sua exoneração, e os projetos a junto ao grupo Santa Mônica e do Atlético Serranense

estamos aqui para ficar. Hoje com a parceria a equipe usufrui de um dos melhores estádios do estado, com contra partida, cuidamos da estrutura e investimos no desenvolvimento do Jornal O Popular (OP) - Underson, após pouco mais de esporte, temos times de base, estamos disputando no seum ano sendo o articulador do executivo você agora gundo semestre uma competição sub 20 e uma Sub 17, infeassume novos desafios, quais são esses novos proje- lizmente não subimos para o módulo I mas, acreditamos que em 2019 a classificação virá. tos? Uanderson Timóteo (UT) – Bom, é verdade que ficamos como articulador e nesse tempo tive a oportunidade de desenvolver amizades e parcerias que foram sendo estreitadas diante do f(UT)o de que nos relacionávamos buscando uma costura que beneficiasse o município. Nossa seriedade culminou no reconhecimento e duas parcerias em específico ficaram muito solidificadas, sendo a do Betinense que agora é Atlético Serranense e do Hospital Santa Mônica sendo assim, fui convidado pelo hospital para ser o representante, ou responsável pelos planos de saúde no município, e quanto ao futebol agora serei o vice diretor do Atlético Serranense.

(OP) - Quanto ao hospital entendemos afinal você é da área da saúde, mas quanto ao futebol, como se deu isso? (UT) – Bom com o desenvolvimento da parceria, com a costura da vinda do Serranense, acabei me aproximando do presidente da equipe, ele reconheceu meu trabalho quanto a articulação e me fez o convite para auxiliar na gestão da equipe em Nova Serrana.

(OP) - Sua função será meramente administrativa?

(OP) - Mas existe um prazo para sua participação na equipe? (UT) - Não, sou vice-presidente da equipe e esse cargo é ocupado por tempo indeterminado, é importante as pessoas saberem que já superamos toda aquela polêmica de Betinense,

(OP) - Quanto ao Santa Mônica, o projeto do hospital é realmente benéfico para a cidade?

(UT) - É claro que vamos dar os pitácos no futebol, mas isso mais como torcedores, minha função efetiva será quanto (UT) - Não só é positivo como acessível, ao assumirmos esse aos trabalhos de marketing, relacionados à minha experiêntrabalho com o grupo eu tomei essa decisão pelo fato de que cia administrativa, auxiliando na construção de parcerias para a proposta do grupo Santa Mônica é disponibilizar um atena equipe que acabou de se instalar na cidade. dimento de saúde com custo de R$ 70,00 aproximadamente. Os convênios serão feitos com as empresas que (OP) - O Quer se pode esperar do Serranense para o disponibilizam para seus funcionários convênios de saúde com futuro? a qualidade e atendimento e estrutura com um custo relativamente baixo. É difícil encontrar no mercado um atendi(UT) - Ficamos decepcionados com a não classificação, po- mento com qualidade e agilidade que será prestado pelo rém temos que entender que toda planta precisa de tempo grupo com um custo significativamente baixo para a populapara se enraizar e crescer de forma sadia, as pessoas quando ção. Ou seja, esse projeto dará condições de um atendimenvem para Nova Serrana elas têm perspectivas de sucesso, to qualificado, privado, acessível a todo trabalhador. mas não obtém o sucesso que deseja de imediato. Este ano temos competições de base e já em novembro iniciamos a (OP) - Considerações finais. preparação para o Módulo II em 2019, esse ano batemos na trave, mas acreditamos que o trabalho será intensificado, a (UT) - Quero deixar claro para a população que tudo tem sido base trará uma boa relação com o município e em breve feito com clareza e transparência. Quanto ao Serranense, todos vão ter certeza do quanto o projeto é positivo para o esse ano batemos na trave, tínhamos três jogos para conmunicípio. quistar três pontos, e obtivemos dois empates e duas derro-

(OP) - Mas você entende algo sobre futebol? Qual será (OP) - Você já foi afastado da Secretaria de Articulasua função na equipe? ção, já está inserido em dois projetos privados, afinal (UT) - Realmente entendo quanto torcedor, não tenho expe- porque você ainda não foi definitivamente exonerado riência quanto ao meio do esporte em específico, mas minha da prefeitura, porque ainda ocupa um cargo na admifunção será trabalhar no extra-campo, nas parcerias, convê- nistração? nios, em projetos sociais, em desenvolvimento da relação da equipe com o município. O Serranense veio para Nova Serrana para ficar.

(UT) - Esses cargos não tem relação nenhuma com a prefeitura além da competência, após eu ter relatado que iria sair, fui procurado tanto pelo Grupo Santa Mônica quanto pelo Betinense, agora após a exoneração não terei nenhuma relação quanto a processos do executivo. Quero inclusive agradecer ao prefeito Euzebio por ter me dado a oportunidade de mostrar o meu trabalho par a população e foi diante disso que obtive os convites dos projetos que estamos assumindo.

tas. Estamos com um bom trabalho de base, teremos seletivas, e principalmente estamos fechando uma parceria com o ex-presidente do Atlético Daniel Neponuceno, com isso teremos em 2019 um equipe forte, com grande possibilidades de subir para a elite do futebol mineiro, e já quanto ao Santa Mônica, o projeto é de qualidade e tem um impacto social, ou seja estamos em duas frentes que trarão impactos positi(UT) - Sua pergunta é pertinente e tem muita gente comen- vos diretamente para a população de Nova Serrana. tando nas redes sociais. primeiro quero deixar claro que fui retirado da pasta após eu mesmo ter procurado o prefeito e pedido a exoneração, por entender que essas propostas seria positivas para mim e minha família. Eu entendo que posso ajudar a cidade, ocupando uma posição que não seja necessariamente política no executivo municipal. Contudo o prefeito me fez o pedido que continuasse por um tempo, para que alguns projetos fosse finalizados.


NOVA SERRANA-MG | QUARTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2018 | ANO XIII | Nยบ 1474

4


NOVA SERRANA-MG | QUARTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2018 | ANO XIII | Nº 1474

5 MPE esclarece possível infração eleitoral em “adesivaço” do final de semana em Nova Serrana Após realização de um “adesivaço” em Nova Serrana, o que poderia ser caracterizado como infração eleitoral e pelas redes sociais a ação ter obtido uma ampla repercussão, o Ministério Público Eleitoral em Nova Serrana através do promotor de justiça Dr. Alderico de Carvalho Junior, se manifestou por meio de uma nota oficial. No documento encaminhado a esse Popular, o promotor afirma que a lei eleitoral permite propaganda após o período de 15 de agosto, e ainda que “a realização de “adesivaços”, promovidos por pré-candidato, com pedido de voto para si ou para membro do partido político ao qual está vinculado, em tese, configura infração à lei eleitoral mencionada”, estando os responsáveis sujeitos a multas eleitorais. O promotor ainda afirma que é seu dever a fiscalização de condutas que podem ser entendidas como irregulares, independente de posicionamento politico partidário de seus idealizadores.

Após a divulgação da nota encaminhada à imprensa por este Popular, e ampla repercussão nas redes sociais, nossa equipe de jornalismo fez novamente um contato com a promotoria de justiça que esclareceu outros questionamentos feitos pela população. Segundo o promotor eleitoral Dr. Alderico de Carvalho Junior, a promotoria não está promovendo uma investigação contra o pré-candidato Jair Bolsonar e sim se há irregularidades por uma propaganda extemporânea. “A questão não é investigar o précandidato Bolsonaro, não há indícios que ele soubesse dessa divulgação. O pré-candidato só responde caso seja constatado que ele pagou para se realizar a propaganda fora do período eleitoral e esse não parece ser o caso”. Ponderou o promotor. De acordo com o promotor as investigações são necessárias para que nenhum candidato tenha vantagem quanto a corrida eleitoral. “Imaginamos o período eleitoral como

Cartório Nova Serrana Endereço: Rua Vereador Jesus Martins, 45, sala 201, Centro, Nova Serrana, MG - 35519-000 Horário de atendimento: De segunda à sexta, das 09:00 às 17:00

EDITAL DE INTIMAÇÃO DE DEVEDOR FIDUCIANTE COMARCA DE NOVA SERRANA - EDITAL DE INTIMAÇÃO O/A Oficial do Cartório Nova Serrana, com base no parágrafo 4º, do art. 26, da Lei nº 9.514/1997, vem intimar o(a) devedor(a) fiduciante, KLEBER FREITAS DE QUEIROZ JUNIOR, CPF/CNPJ nº 12962016600, que está(ão) em lugar(es) ignorado(s), incerto(s) ou inacessível(eis), para se dirigir(em), preferencialmente, ao endereço do(a) credor(a) fiduciário(a) CAIXA ECONOMICA FEDERAL - CEF, ou ao endereço do Cartório Nova Serrana, Rua Vereador Jesus Martins, 45, sala 201, Centro, Nova Serrana, MG - 35519-000, de segunda a sexta-feira, de 09:00 às 17:00 horas, e satisfazer, no prazo de quinze dias, contados a partir da última publicação deste edital, que será publicado em três dias consecutivos, o encargo no valor de R$ 1.701,40, em 16/05/2018, sujeito à atualização monetária, juros de mora e despesas de cobrança até a data do efetivo pagamento, somando-se também os encargos que vencerem no prazo desta intimação, relativo ao contrato nº 855553046137-7 e garantido por alienação(ões) fiduciária(s) registrada(s) na(s) matrícula(s) nº(s) 47941, do Livro 2 – Registro Geral, do Cartório Nova Serrana . Na hipótese de o pagamento ser efetuado diretamente ao credor, o recibo deverá ser apresentado ao Cartório Nova Serrana. Caso o pagamento não seja realizado diretamente a(o) credor(a), o pagamento perante a Serventia deverá ser por meio de cheque administrativo ou visado, com a cláusula “não à ordem”, nominal ao credor fiduciário ou a seu cessionário. O não cumprimento da referida obrigação, no prazo de 15 (quinze) dias, garante o direito de consolidação da propriedade do imóvel em favor do credor fiduciário CAIXA ECONOMICA FEDERAL - CEF, nos termos do art. 26, §7º da Lei 9.514/1997. E, para que chegue ao conhecimento do(a) devedor(a), expediu-se este edital.

Nova Serrana, 07 de Junho de 2018

Marco Paulo Guimarães Amaral Oficial de Registro

Cartório Nova Serrana Endereço: Rua Vereador Jesus Martins, 45, sala 201, Centro, Nova Serrana, MG - 35519-000 Horário de atendimento: De segunda à sexta, das 09:00 às 17:00

EDITAL DE INTIMAÇÃO DE DEVEDOR FIDUCIANTE COMARCA DE NOVA SERRANA - EDITAL DE INTIMAÇÃO O/A Oficial do Cartório Nova Serrana, com base no parágrafo 4º, do art. 26, da Lei nº 9.514/1997, vem intimar o(a) devedor(a) fiduciante, GILVANDI CICERO DA SILVA, CPF/CNPJ nº 05588453638, que está(ão) em lugar(es) ignorado(s), incerto(s) ou inacessível(eis), para se dirigir(em), preferencialmente, ao endereço do(a) credor(a) fiduciário(a) CAIXA ECONOMICA FEDERAL - CEF, ou ao endereço do Cartório Nova Serrana, Rua Vereador Jesus Martins, 45, sala 201, Centro, Nova Serrana, MG - 35519-000, de segunda a sexta-feira, de 09:00 às 17:00 horas, e satisfazer, no prazo de quinze dias, contados a partir da última publicação deste edital, que será publicado em três dias consecutivos, o encargo no valor de R$ 2.035,57, em 17/04/2018, sujeito à atualização monetária, juros de mora e despesas de cobrança até a data do efetivo pagamento, somando-se também os encargos que vencerem no prazo desta intimação, relativo ao contrato nº 844440106463-9 e garantido por alienação(ões) fiduciária(s) registrada(s) na(s) matrícula(s) nº(s) 37328, do Livro 2 – Registro Geral, do Cartório Nova Serrana . Na hipótese de o pagamento ser efetuado diretamente ao credor, o recibo deverá ser apresentado ao Cartório Nova Serrana. Caso o pagamento não seja realizado diretamente a(o) credor(a), o pagamento perante a Serventia deverá ser por meio de cheque administrativo ou visado, com a cláusula “não à ordem”, nominal ao credor fiduciário ou a seu cessionário. O não cumprimento da referida obrigação, no prazo de 15 (quinze) dias, garante o direito de consolidação da propriedade do imóvel em favor do credor fiduciário CAIXA ECONOMICA FEDERAL - CEF, nos termos do art. 26, §7º da Lei 9.514/1997. E, para que chegue ao conhecimento do(a) devedor(a), expediu-se este edital.

Nova Serrana, 07 de Junho de 2018

Marco Paulo Guimarães Amaral Oficial de Registro

uma corrida de 100 metros, o árbitro da a largada com o disparo, só que nesse instante alguém já largou antes do sinal e esse leva vantagem, por isso que a propaganda eleitoral só é permitida a partir de 16 de agosto, para que todos iniciem a corrida eleitoral em condições iguais”, explicou o promotor. Dr Alderico também explicou que o fato de não ter se iniciado o período de propaganda eleitoral não quer dizer que as propostas e programas não possam ser apresentados. “Isso não quer dizer que antes de 16 de agosto eles (précandidatos) não possam divulgar suas ideias, participar de programas jornalísticos, ou os meios de imprensa divulgar suas análises. O que é vedado é esse tipo de campanha que é possível inferir o pedido de voto”, considerou o Dr. Alderico.

cessária por ser constatada relação partidária e eleitoreira, inclusive relacionada ao cidadão que se posicionou como organizador da ação, por ser ele um précandidato a deputado estadual. “O que parece é que um cidadão, que se chama Bruno Engler, que já foi candidato a vereador em Belo Horizonte, e temos informações que é précandidato a deputado estadual pelo partido de Bolsonaro e tem ligação com o “movimento Direita Minas” está fazendo essas caravanas no interior, fazendo essa propaganda fora de época. Então a investigação se centra, se for o caso, na figura de Bruno Engler, tem feito essas blitz no interior do estado e fazendo esses “adesivaços’, o que pode caracterizar como pedido de voto pois ele se apresenta como pré-candidato”, disse o promotor Dr. Alderico. Finalizando o promotor ainAÇÃO OCORRIDA da explicou que a análise está EM NOVA SERRANA sendo feita sobre a suspeita No caso da ação realizada em de uma possível promoção Nova Serrana, a promotoria pessoal, promovida por Bruentende que a apuração é ne- no Engler que se posicionou

Tô nem aí! Chegamos ao ponto em que precisamos definir o que é crise de verdade. No movimento dos caminhoneiros o povo enlouqueceu e não faltaram opiniões e palpites de toda ordem. Alguns se aliaram imediatamente ao clamor pela redução dos preços dos combustíveis, outros ampliaram suas insatisfações e pediam menos impostos sobre tudo o que produzimos. Muitos chegaram a pedir a renúncia do presidente e aqueles mais aloprados pediram a intervenção militar, como se isso fosse tão fácil, como chamar a polícia pelo 190. Depois de toda a “balhafalhofa” veio a ressaaca de tantos exercícios de sabedoria ditos e estimulados nas redes sociais. Mas nenhum me pareceu tão bom, quando a do meu sobrinho Thiago, que ao volante do carro na estrada de Belo Horizonte para Nova Serrana soltou palavras peroladas para o momento. Disse ele, que não enfrentamos crises econômicas ou políticas de qualquer espécie, porque os bares continuaram cheios, os postos de combustíveis estiveram repletos a ponto de esgotar seus estoques de gasolina e etanol com a glória de um feriado prolongado nunca visto no calendário nacional. Penso que ele está certo e vivemos realmente uma crise de consciência e moralidade. Caminhoneiros pararam as rodovias em protesto contra a alta dos combustíveis, mas o governo reduziu apenas os custos do óleo diesel e os pedágios, com benefícios apenas à categoria. A gasolina, por sua vez, teve novos aumentos imediatos em meio à crise. Os preços de alimentos e artigos de primeira necessidade, também receberam aumentos abusivos e tudo ficou bem mais caro do que antes da mobilização. Mesmo assim continuamos bebendo cerveja cara, comendo alimentos caros, vestindo roupas a preço de vestuário de

Léo Junqueira

como o responsável pela caravana, contudo a promotoria deixa claro que não existe ainda nenhuma conclusão se houve de fato uma propaganda fora de época, mas esse é o objeto de apuração. Após fi-

nalizados os levantamentos prévios em âmbito local, o promotor Alderico deverá levar o caso ao conhecimento do Procurador Regional Eleitoral, a quem compete adotar eventuais medidas judiciais.

griffe e a única coisa que baixou foi nossa autoestima. A pergunta que não quer calar: “Que crise é essa, que faz as pessoas pagarem mais caro pelo combustível se o protesto era exatamente contra os altos custos? Que crise é essa, que faz o cidadão reclamar a falta de dinheiro, mas para coisas supérfluas não falta?” Creio que temos uma crise verdadeiramente alojada na falta de consciência. Os noticiários apresentaram inúmeras reportagens e muitos internautas perderam horas do seu tempo publicando informações falsas para proteger suas razões hipócritas. Perdi a conta de quantas pessoas disseram sobre um tal general, que teria dito que as forças armadas estavam prontas para intervir. Ora, minha gente! É uma questão de bom senso sobre todos os aspectos. Que militar tentaria um “golpe” com as eleições democráticas para acontecer em 4 meses? Por que colocariam em risco a estabilidade democrática em tão curto espaço de tempo? Temos uma crise moral, temos uma crise quase existencial pelo que desejamos, mas não temos a maturidade essencial para uma simples atitude. Para finalizar, quero falar de um fato acontecido na França nos anos 70, quando a TV francesa exibia filmes de baixa qualidade e que faziam apologias ao sexo desenfreado e à violência gratuita em horários vespertinos. Numa mobilização popular decidiram por uma greve, um boicote às emissoras de TV. A população ficou vários dias sem assistir a programação e as emissoras começaram a perder as verbas e investimentos publicitários dos anunciantes. Consequentemente tiveram que rever suas grades de programação e a vitória popular se estabeleceu. Nosso país ainda caminha para esse tipo de entendimento, mas ainda estamos longe. Tinha gente dizendo (em tom de humor negro) que poderia faltar tudo, menos a sagrada cerveja. Ora, pelo amor de Deus! Já caminhamos bem em direção a muitas conquistas Hoje sabemos os nomes dos ministros do Supremo Tribunal Federal e poucos sabem a escalação da seleção brasileira. Sabemos da importância das próximas eleições para mudarmos realmente a política e os representantes que nada fazem para resolver as questões sociais. Por isso, “engatar um foda-se”, como muitos falam é, no mínimo, insano para o momento. É preciso olhar e entender os acontecimentos e não ficar esperando que os governos façam alguma coisa. É preciso mostrar o que “nós podemos fazer pelo país”, com atitudes certas para reinventar a política e conquistarmos o respeito como nação.


NOVA SERRANA-MG | QUARTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2018 | ANO XIII | Nยบ 1474

6

O popular 1474  
O popular 1474  
Advertisement