Page 1

Polícia Militar prende sete autores de roubo à residência em Leandro Ferreira

Nova Serrana-MG, terça-feira, 17 de abril de 2018 | Ano XIII | Nº 1440 | R$2,50

“Precisamos salvar Minas Gerais” Nova Serrana a cidade que mais gera empregos em Minas e que vem se consolidando como um dos maiores e principais polos industriais calçadistas do Brasil está prestes a ter um representante nascido no município disputando o pleito eleitoral para o Governo de Minas. Diante da importância desse fato o Jornal O Popular buscou junto ao Deputado Federal Jaime Martins uma série de questionamentos que apontam seus objetivos e de forma exclusiva trazemos uma entrevista que aponta as diretrizes políticas e objetivos do deputado que já é uma das figuras política mais importante da história do Centro-Oeste Mineiro.

Fim de semana com tentativa de homicídio e morte em Nova Serrana

Acidente na rodovia BR 262 deixa dois mortos e três feridos


NOVA SERRANA-MG | TERÇA-FEIRA, 17 DE ABRIL DE 2018 | ANO XIII | Nº 1440

2

“Precisamos salvar Minas Gerais”

* Thiago Monteiro thiago@opopularns.com.br

Nova Serrana a cidade que mais gera empregos em Minas e que vem se consolidando como um dos maiores e principais polos industriais calçadistas do Brasil está prestes a ter um representante nascido no município disputando o pleito eleitoral para o Governo de Minas. Diante da importância desse fato o Jornal O Popular buscou junto ao Deputado Federal Jaime Martins uma série de questionamentos que apontam seus objetivos e de forma exclusiva trazemos abaixo uma entrevista que aponta as diretrizes políticas e objetivos do deputado que já é uma das figuras política mais importante da história do Centro-Oeste Mineiro.

mitoso causado pela atual e pelas antigas administrações. Hoje Minas retém o IPVA e o ICMS, isso tudo inviabiliza a vida das nossas prefeituras e municípios. Eu faço parte desse clamor geral, tenho vontade de atuar nessa transformação.

(OP) - A que se deve esse desejo de atuar junto à mudança, uma vez que sua condição política já é consolidada? (JM) - Toda minha vida e carreira devo à educação pública, meus primeiros anos escolares foram cursados na escola Major Agenor em Nova Serrana e no Joaquim Nabuco em Divinópolis. Sou formado pelo Cefet, tenho curso de engenharia mecânica e metalúrgica em escola pública, tenho especialização em escola pública na Fundação João Pinheiro, todo meu aprendizado se deve a rede pública de ensino, e devido a isso e a outros fatores sociais me sinto no dever de devolver isso à população. Eu faço sim, parte de um inconformismo que não está satisfeito com os rumos que as administrações públicas e a política têm tomado, e por fazer parte dessa linha de pensamento eu entendo que posso fazer parte desse processo de mudança que a sociedade clama.

De fato as convenções ainda estão longe de acontecer e na política em três meses tudo pode mudar. Mas fica a expectativa de participarmos desse momento de socorro ao Governo de Minas Gerais, sou favorável a que novas pessoas cheguem a Brasília, cheguem a administração e a política púbica. Espero que em Minas se crie uma “corrente do bem” para devolver para Minas sua importância no cenário político brasileiro.

(OP) - A composição com Márcio Lacerda nesse cenário seria a opção mais plausível? (JM) - Uma aliança é possível, não existe ainda um acordo fechado, o que existem são boas conversas e bons entendimentos. O Márcio Lacerda fez uma boa gestão à frente de Belo Horizonte. Tenho também dele a melhor impressão do ponto de vista ético e moral. Entendo que ele é um gestor competente, cuidadoso e sério, a política nesse momento precisa desse perfil, precisamos de políticos e gestores que não roubam e que não aceitam que aconteça roubo em sua gestão. O perfil do gestor que não olha pro lado e faz de conta de que nada está acontecendo não faz mais parte do que se deve ter na administração de Minas Gerais.

Jornal O Popular (OP) - Deputado na última eleição, seu nome já havia sido cogitado para composição de uma chapa, contudo não foi adiante. Esse ano no entanto percebemos que a composição está próxima, o que esse momento tem que diferencia da última elei(OP) - A troca de partido tem uma relação direta neste ção? projeto; o que muda no PROS que pode viabilizar de (OP) - Pensando na situação ética, você tem uma atuaJaime Martins (JM) - Olha a política brasileira e a mineira diferente do seu antigo partido? ção incisiva quanto a isso em Brasília? passa por uma grande transformação; percebemos que as pessoas estão revoltadas com os acontecimentos, Brasília virou um palco de corrupção e graças as mídias a forma antiga de política está escancarada. As campanhas sendo custeadas com o superfaturamento de obras, os políticos enriquecendo, criando leis que favorecem seus interesses. As pessoas estão cansadas disso, percebemos que podemos ter um índice recorde de abstenção, e por entender que essa renovação é necessária que estamos buscando esse desafio.

(JM) - Eu estava filiado ao PSD, tinha uma excelente relação com os colegas parlamentares, havia um encaminhamento para que o PSD fizesse parte dessa aliança da mudança. Contudo como na política as coisas mudam muito rapidamente no meio do caminho houveram novidades quanto a eleição estadual. O PSD decidiu se alinhar ao PSDB em Minas Gerais, e sabemos do desgaste do partido, então preferi mudar para me manter leal aos meus objetivos e planos quanto a administração para o Governo de Minas.

(JM) - Minha conduta é pautada em um comportamento ético, tenho um conjunto de composições legislativas que eu chamo de pauta ética, a lei da ficha limpa quando ela colheu milhões de assinaturas ela foi pautada por um projeto de lei de minha autoria. A lei de imunidade parlamentar foi uma relatoria de minha autoria, onde os deputados e senadores passaram a ser processados por crimes comuns. Na minha pauta ética tem uma dezena de projetos que acaba com o foro privilegia(OP) - Mas esse entendimento, deste desafio está relado. Tenho também um projeto que criminaliza os recebimen(OP) - O PROS viabiliza essa condição para você? tos por parte de funcionalismos público além do teto. Está na cionado a sua carreira política? hora de acabar com os benefícios e penduricalhos que o cidadão comum não tem. O serviço público não pode ser tratado (JM) O PROS me acolheu. É um partido novo, limpo e com (JM) - O que me manteve na vida política é o inconformismo e força política nas ruas e também me ofereceu esse chamacomo os marajás. o fato de não me conformar com o que tem acontecido em mento de disputar uma eleição majoritária com sua sigla. Minas. O Estado está aclamando, Minas está em estado cala-


Tem que ter direito para poder reclamar

NOVA SERRANA-MG | TERÇA-FEIRA, 17 DE ABRIL DE 2018 | ANO XIII | Nº 1440

3

(OP) – Deputado, mas as mudanças devem também se estender a questão da justiça não? (JM) - Tenho outra matéria muito importante que é sobre mudança dos critérios quanto ao Supremo e suas indicações. Entendemos que a população está assustada com a integridade moral dos nossos juízes do Supremo. As indicações hoje acontecem a bel prazer do presidente da República. Dessa forma são colocadas assim pessoas que cumprem com os interesses dos políticos a exemplo o ex-presidente Fernando Henrique que indicou o ministro Gilmar Mendes e o PT com seu advogado que defender as causas do partido por muitos anos, por ele ser um juiz jovem. Precisamos de juízes no Supremo que defendam o interesse do povo, e para que isso aconteça é necessário que haja critérios, que vão além do entendimento do presidente. Um destes critérios previstos no projeto é a imposição de uma quarentena, ou seja após prestar algum serviço ligado a político ou política pública, um advogado teria que aguardar um prazo de dez anos para ser indicado, isso não é nada além de uma proteção da democracia e da sociedade, precisamos ter juízes que não precisam ser julgados.

(OP) - Voltando os olhares para Minas, qual seu entendimento quanto a situação financeira dos municípios e do estado? (JM) - Eu vejo uma dificuldade geral dos prefeitos. Quando falamos de Nova Serrana e Divinópolis que são cidades geridas por prefeitos do MDB entendemos que vivenciam as mesmas dificuldades financeiras, ocasionadas em boa parte por problemas de repasses do Governo retidos pelo Estado. Em Divinópolis temos um prefeito mais experiente, ele foi eleito com uma margem grande de votos, e por sua história eu procuro respeitar sua gestão e dar minha parcela de apoio. Já em Nova Serrana que é minha cidade natal, tenho atuado bastante em Brasília focado no próprio setor calçadista que é o motor da cidade. Tenho buscado auxiliar para que a indústria de calçado de Nova Serrana possa enfrentar a ameaça da indústria chinesa, auxiliando quanto as questões tributárias. Outro ponto de atuação intensa minha no município é quanto à saúde. Tenho buscado recursos para a saúde que é o setor que entendo como mais carente de Nova Serrana.

(OP) Com a possibilidade de sua candidatura compondo uma chapa ao governo de Minas os municípios de sua base tem o receio de ficarem órfãos de um representante federal, seu filho seria a resposta para esse quadro, ele será candidato? (JM) - O legado da política não passa de uma pessoa para outra como questão hereditária, não é uma herança o trabalho político. Mas existe sim um conceito que é transferido pela história de nossa família. Meu avô Benjamim Martins do Espirito Santo, foi um homem importante na política de Nova Serrana, ele foi um prefeito atuante no início da história do município logo quando se instalaram na cidade as primeiras fabricas de calçado que eram de botinas de solado de pneu. Meu pai foi vereador em Nova Serrana, vice-prefeito em Divinópolis e Deputado Estadual por quatro mandatos, minha mãe foi uma importante figura política e chegou a ser prefeita de Divinópolis. Eu entrei na vida pública por chamamento. Meu filho Bruce Martins pode manifestar interesse em desenvolver na vida pública, contudo sabemos que a decisão sempre é do eleitor. O Eleitor precisa aceitar, precisa estar convencido. Acho que sua maneira de agir traz todas as condições dele absorver essa credibilidade. Ele entende também que esse enfrentamento não é muito fácil, cabe a ele optar por isso, ele tem que convencer as pessoas de que não será apenas mais um político como os demais que estão em Brasília, ele tem que convencer as pessoas que quer ser diferente dos que hoje estão em Brasília, e que fará política de uma forma diferente, eficiente e séria.

(OP) - Para finalizar considerações finais sobre a sua possível candidatura para o governo de Minas neste ano. (JM) - Estamos na verdade passando por essa fase de filiações partidárias, com os demais partidos e seguimos na busca de um entendimento que seja bom para Minas Gerais. Essa conversa com o Márcio Lacerda deve ser estendida e aprofundada, mas penso que as alianças devem ser fundadas baseadas em ideias que precisam ser transformadoras e que possam mudar a história de Minas, que possamos promover a salvação do Estado e do nosso país. Espero que possa conseguir nesse diálogo e encontrar esse caminho para salvarmos Minas Gerais.

Tem que ter direito para poder reclamar

N

este fim de semana uma postagem em rede social chamou a atenção de nossa equipe. E após analisar o conteúdo das afirmativas, passamos a ampliar um pouco a visão e percebemos que apesar de não ser declarado a postura é semelhante de boa parte da população. Um cidadão que faz parte de um grupo de rede social afirmou categoricamente que não votará nestas eleições em um candidato que seja atuante ou que tenha bases em Nova Serrana. Na postagem nosso companheiro de rede social chegou a afirmar inclusive o nome do seu candidato e justificou com “ele é meu amigo há muitos anos”. Bom caro leitor, queremos aqui trazer uma reflexão. É claro e evidente que o voto de cada cidadão é pessoal, secreto e intransferível, contudo a responsabilidade das consequências dessas ações também devem ser observadas e discutidas. Temos que entender como cidadãos que vivem constantemente levantando questionamentos em redes sociais, em órgãos públicos sobre as condições deficientes em que encontramos os serviços públicos e a infraestrutura pública oferecida. Reclamos da UPA superlotada, da falta de segurança, da falta de médicos, do ensino de baixa qualidade, reclamam do valor dos impostos e até mesmo em Nova Serrana se reclama da fiscalização federal quanto à indústria e ao comércio informal. Quando optamos por abrir nossa boca, ou nossas redes sociais para questionar tudo isso temos que lembrar que como cidadãos fizemos algo para que essa situação fosse diferente. Temos que cumprir nosso dever para termos direito de reclamar. Sim, pagamos nossos impostos, mas isso é apenas parte de nosso direito e quando formos reclamar que nossas ruas estão esburacadas ou que faltam unidades de saúde em nossa cidade, ou até mesmo que falta policiamento, maquinário ou qualquer outra infraestrutura básica, temos que lembrar que o candidato em quem votamos é nosso colega e não em nossa cidade uma base eleitoral. Se você não entende no que isso quer dizer, bom, queremos dizer que se seu candidato não tem raízes pelos lados de cá, dificilmente ele vai se sensibilizar quanto as demandas de nossa cidade, afinal são os deputa-

dos, por exemplo, que mandam as emendas e destinam dinheiro para o município, ou até mesmo buscam recursos e facilitam a liberação para que as áreas de maior demanda sejam preenchidas e os problemas pelo menos minimizados. Como cidadãos temos que assumir nosso papel nas urnas e sim, votarmos por convicção que teremos algum representante que pleiteie algo maior por nossa cidade. Quando falamos em sermos cidadãos temos ainda que reforçar o fato de que dos mais de 94 mil habitantes de nossa cidade, nosso colégio eleitoral é um dos menores quanto ao percentual de eleitores dos municípios com mais de 70 mil habitantes. Isso quer dizer caro leitor, que boa parte das pessoas que utilizam os serviços públicos, ou que vão as redes sociais para questioná-los, não são ao menos eleitores de nossa cidade e sinceramente, por não se preocuparem com a política de nosso município, perdem parte do direito de ir a público e cobrar por uma cidade melhor. Não basta apenas pagar seus impostos, não basta apenas trabalhar e ser um cidadão de bem. A ideia de uma sociedade participativa intervém diretamente na nossa qualidade de vida. Se participarmos, temos o direito de cobrar, e assim somos mais ativos quanto à construção de nossa sociedade. Queremos lembrar que esse ano temos um deputado federal que pretende se candidatar ao governo de Minas, temos a reeleição de um deputado estadual como provável, e do nada podemos nos ver órfãos de um representante daqui no governo federal. Caso as coisas não sejam tão salutares quanto desejamos, esperamos que nossos amigos que afirmam ser melhor votar em candidatos de outros lugares por ser seus conhecidos, não tenham a necessidade de utilizar nenhum serviço público ou demanda como as da saúde por exemplo. Caso tenham essa necessidade e não sejam bem representados esperamos que seus amigos em quem votaram tenham na lembrança o seu apoio, e sejam resolutivo quanto as demandas que seu eleitor e nossa cidade apresentam, mesmo que sinceramente, por conhecermos o jogo, pensamos que isso dificilmente irá acontecer.


NOVA SERRANA-MG | TERÇA-FEIRA, 17 DE ABRIL DE 2018 | ANO XIII | Nº 1440

4 Acidente na rodovia BR 262 deixa dois mortos e três feridos

“O BRASIL DE OLHO NAS ELEIÇÕES EM MINAS GERAIS” O Partido dos Trabalhadores (PT) achou por bem filiar a ex-presidente Dilma em Minas Gerais. Apesar de morar a muitos anos no Rio Grande do Sul, foi em Minas que Dilma nasceu e viveu boa parte de sua vida. Na verdade a escolha por Minas, se da em razão da aceitação da ex-presidente aqui, ser bem melhor do que no Rio Grande do Sul, onde o PT enfrenta uma grande rejeição, não apenas por questões relacionadas à politica nacional, mas, sobretudo, pela gestão do ex-governador Tarso Genro (PT), que não deixou saudades, é o que dizem por lá. A pergunta que não quer calar é será que teremos a disputa pelo Senado entre Dilma e Aécio? Os dois foram os protagonistas das eleições em 2014, na corrida presidencial. Diferente de Dilma, que tem todo o apoio de seus aliados, Aécio enfrenta certa resistência, por parte de exaliados, que avaliam que ele não deva ser candidato para poder se defender na justiça das acusações que pesam sobre sua pessoa. No final, acredito que Aécio será candidato sim, e partirá para uma campanha agressiva, percorrendo todo o Estado e tentando convencer o eleitorado mineiro, que sua gestão, bem como, de seu sucessor Anastásia, fora melhor do que esta sendo feito hoje. Evidente que da mesma forma se defenderá o atual governo, desenhando uma polarização PT e PSDB. Depois da eleição no Estado de São Paulo, a de Minas é a segunda que mais prende a atenção da imprensa nacional, contudo, caso tenhamos a disputa entre Aécio e Dilma pelo Senado Federal, provavelmente o noticiário politico de Minas, estará mais interessante do que o de São Paulo, pelo que parece a hegemonia tucana, dessa vez será encarada por Dória, não deva ser quebrada. Agora discorrendo sobre a sucessão no governo do Estado, na última semana perguntaram para Rodrigo Pacheco, se ele poderia desistir da disputa pelo (DEM), ele foi astuto e respondeu: “espero que ele, o ex-governador Anastásia desista e me apoie”. Rodrigo tem dado sinal que irá em frente, independente de adversários. Márcio Lacerda (PSB), continua sua peregrinação em busca de aliados, principalmente no interior de Minas, assim como Romeu Zema (NOVO), é interessante notar que Márcio Lacerda, parte para o interior ser mais conhecido agregar apoios e Romeu Zema, faz o mesmo só que em direção a capital. Ao que tudo indica a candidatura de Dinis (Solidariedade), parece ter esfriado ao governo e o mesmo está disposto a buscar uma vaga no senado federal. Jaiminho Martins, trocou o PSD, pelo PROS, o PSD, manifestou apoio a Anastásia, enquanto Jaiminho estaria mais próximo de Márcio Lacerda, sua ida para o PROS, poderá possibilitar uma dobradinha com Márcio Lacerda, ou uma vaga para a disputa do senado federal. Enfim, para quem gosta e acompanha a politica em Minas, esse ano promete fortes emoções....

Luciano Augusto

Um acidente da rodovia BR 262 envolvendo um veículo de passeio, uma carreta, um caminhão e uma carreta bi trem, próximo a cidade de luz deixou dois mortos e três feridos na ultima sexta-feira, dia 13 de abril. De acordo com as equipes de atendimento do SAMU, um veículo de passeio seguia sentido ao município de Luz, quando tentou fazer uma ultrapassagem e invadiu a contramão. Neste momento bateu de frente com uma carreta carregada com milho, que seguia sentido Belo Horizonte. Logo após, o motorista da carreta perdeu o controle e colidiu com

uma bitrem que seguia no mesmo sentido do carro. Um terceiro veículo, sendo um caminhão, se envolveu na batida, contudo, o motorista não se feriu. Já o motorista da carreta bitrem e o motorista do caminhão ficaram presos às ferragens e morreram no local. O acidente ocorreu no km 514 foram empenhadas para atender a ocorrência as Unidades de Suporte Básico e de Suporte Avançado do SAMU. As vítimas socorridas pelo SAMU eram a passageira do veículo de passeio, de 73 anos e o motorista da carreta, de 36 anos. Eles foram atendidos no local, imobili-

zados e levados para o Hospital de Luz. Ainda segundo os socorristas e a polícia rodoviária, o acidente ocasionou um congestionamento de mais de 5 quilômetros. A carga de um dos veículos envolvidos ficou espalhada na pista e houve ainda derramamento de óleo na via. O trecho onde ocorreu a colisão é uma reta com boa visibilidade, como destacou a equipe do SAMU. Equipes da concessionária que administra a rodovia deram apoio no atendimento. A PRF também compareceu junto com o Corpo de Bombeiros e a perícia foi acionada.

Para refletir:

“ O homem que se vinga quando vence, não é digno da sua vitória” * Voltaire Cartório Nova Serrana Endereço: Rua Vereador Jesus Martins, 45, sala 201, Centro, Nova Serrana, MG - 35519-000 Horário de atendimento: De segunda à sexta, das 09:00 às 17:00

Cartório Nova Serrana Endereço: Rua Vereador Jesus Martins, 45, sala 201, Centro, Nova Serrana, MG - 35519-000 Horário de atendimento: De segunda à sexta, das 09:00 às 17:00

Cartório Nova Serrana Endereço: Rua Vereador Jesus Martins, 45, sala 201, Centro, Nova Serrana, MG - 35519-000 Horário de atendimento: De segunda à sexta, das 09:00 às 17:00

EDITAL DE INTIMAÇÃO DE DEVEDOR FIDUCIANTE

EDITAL DE INTIMAÇÃO DE DEVEDOR FIDUCIANTE

EDITAL DE INTIMAÇÃO DE DEVEDOR FIDUCIANTE

COMARCA DE NOVA SERRANA - EDITAL DE INTIMAÇÃO O/A Oficial do Cartório Nova Serrana, com base no parágrafo 4º, do art. 26, da Lei nº 9.514/1997, vem intimar o(a) devedor(a) fiduciante, ACASSIO SOARES DE OLIVEIRA, CPF/CNPJ nº 06819820631, que está(ão) em lugar(es) ignorado(s), incerto(s) ou inacessível(eis), para se dirigir(em), preferencialmente, ao endereço do(a) credor(a) fiduciário(a) CAIXA ECONOMICA FEDERAL - CEF, ou ao endereço do Cartório Nova Serrana, Rua Vereador Jesus Martins, 45, sala 201, Centro, Nova Serrana, MG - 35519-000, de segunda a sexta-feira, de 09:00 às 17:00 horas, e satisfazer, no prazo de quinze dias, contados a partir da última publicação deste edital, que será publicado em três dias consecutivos, o encargo

COMARCA DE NOVA SERRANA - EDITAL DE INTIMAÇÃO O/A Oficial do Cartório Nova Serrana, com base no parágrafo 4º, do art. 26, da Lei nº 9.514/1997, vem intimar o(a) devedor(a) fiduciante, MARILENE ALVES NUNES, CPF/CNPJ nº 04786109630, que está(ão) em lugar(es) ignorado(s), incerto(s) ou inacessível(eis), para se dirigir(em), preferencialmente, ao endereço do(a) credor(a) fiduciário(a) CAIXA ECONOMICA FEDERAL - CEF, ou ao endereço do Cartório Nova Serrana, Rua Vereador Jesus Martins, 45, sala 201, Centro, Nova Serrana, MG - 35519-000, de segunda a sexta-feira, de 09:00 às 17:00 horas, e satisfazer, no prazo de quinze dias, contados a partir da última publicação deste edital, que será publicado em três dias consecutivos, o encargo no valor de R$ 1.353,42, em 20/02/2018, sujeito à atualização monetária, juros de mora e despesas de cobrança até a

COMARCA DE NOVA SERRANA - EDITAL DE INTIMAÇÃO O/A Oficial do Cartório Nova Serrana, com base no parágrafo 4º, do art. 26, da Lei nº 9.514/1997, vem intimar o(a) devedor(a) fiduciante, GENIVAL DE NOVAIS SOUZA, CPF/CNPJ nº 03933916550, que está(ão) em lugar(es) ignorado(s), incerto(s) ou inacessível(eis), para se dirigir(em), preferencialmente, ao endereço do(a) credor(a) fiduciário(a) CAIXA ECONOMICA FEDERAL - CEF, ou ao endereço do Cartório Nova Serrana, Rua Vereador Jesus Martins, 45, sala 201, Centro, Nova Serrana, MG - 35519-000, de segunda a sexta-feira, de 09:00 às 17:00 horas, e satisfazer, no prazo de quinze dias, contados a partir da última publicação deste edital, que será publicado em três dias consecutivos, o encargo no valor de R$ 2.402,32, em 30/01/2018, sujeito à atualização monetária, juros de mora e despesas de cobrança até a

no valor de R$ 84.427,38, em 06/02/2018, sujeito à atualização monetária, juros de mora e despesas de cobrança até a

data do efetivo pagamento, somando-se também os encargos que vencerem no prazo desta intimação, relativo ao

data do efetivo pagamento, somando-se também os encargos que vencerem no prazo desta intimação, relativo ao

contrato nº 855553515514-2 e garantido por alienação(ões) fiduciária(s) registrada(s) na(s) matrícula(s) nº(s) 53789, do

contrato nº 155552997694-8 e garantido por alienação(ões) fiduciária(s) registrada(s) na(s) matrícula(s) nº(s) 23585, do

Livro 2 – Registro Geral, do Cartório Nova Serrana . Na hipótese de o pagamento ser efetuado diretamente ao credor, o

contrato nº 844440911226-8 e garantido por alienação(ões) fiduciária(s) registrada(s) na(s) matrícula(s) nº(s) 55001, do

Livro 2 – Registro Geral, do Cartório Nova Serrana . Na hipótese de o pagamento ser efetuado diretamente ao credor, o

recibo deverá ser apresentado ao Cartório Nova Serrana. Caso o pagamento não seja realizado diretamente a(o)

Livro 2 – Registro Geral, do Cartório Nova Serrana . Na hipótese de o pagamento ser efetuado diretamente ao credor, o

recibo deverá ser apresentado ao Cartório Nova Serrana. Caso o pagamento não seja realizado diretamente a(o)

credor(a), o pagamento perante a Serventia deverá ser por meio de cheque administrativo ou visado, com a cláusula “não

recibo deverá ser apresentado ao Cartório Nova Serrana. Caso o pagamento não seja realizado diretamente a(o)

credor(a), o pagamento perante a Serventia deverá ser por meio de cheque administrativo ou visado, com a cláusula “não

à ordem”, nominal ao credor fiduciário ou a seu cessionário. O não cumprimento da referida obrigação, no prazo de 15

credor(a), o pagamento perante a Serventia deverá ser por meio de cheque administrativo ou visado, com a cláusula “não

à ordem”, nominal ao credor fiduciário ou a seu cessionário. O não cumprimento da referida obrigação, no prazo de 15

(quinze) dias, garante o direito de consolidação da propriedade do imóvel em favor do credor fiduciário CAIXA

à ordem”, nominal ao credor fiduciário ou a seu cessionário. O não cumprimento da referida obrigação, no prazo de 15

(quinze) dias, garante o direito de consolidação da propriedade do imóvel em favor do credor fiduciário CAIXA

ECONOMICA FEDERAL - CEF, nos termos do art. 26, §7º da Lei 9.514/1997. E, para que chegue ao conhecimento do(a)

(quinze) dias, garante o direito de consolidação da propriedade do imóvel em favor do credor fiduciário CAIXA

ECONOMICA FEDERAL - CEF, nos termos do art. 26, §7º da Lei 9.514/1997. E, para que chegue ao conhecimento do(a)

devedor(a), expediu-se este edital.

ECONOMICA FEDERAL - CEF, nos termos do art. 26, §7º da Lei 9.514/1997. E, para que chegue ao conhecimento do(a)

data do efetivo pagamento, somando-se também os encargos que vencerem no prazo desta intimação, relativo ao

devedor(a), expediu-se este edital.

devedor(a), expediu-se este edital.

Nova Serrana, 16 de Abril de 2018

Nova Serrana, 16 de Abril de 2018

Nova Serrana, 16 de Abril de 2018

Marco Paulo Guimarães Amaral

Marco Paulo Guimarães Amaral Oficial de Registro

Oficial de Registro

Marco Paulo Guimarães Amaral Oficial de Registro


NOVA SERRANA-MG | TERÇA-FEIRA, 17 DE ABRIL DE 2018 | ANO XIII | Nº 1440

5 Carreira & Negócios Construindo sua melhor versão Como está o seu desempenho? Como estão os seus resultados? Você está satisfeito com a vida que tem levado? Você utiliza 100% de sua capacidade? Você pensa e age de forma diferenciada? Não sabe como responder a nenhuma dessas perguntas ou então se sentiu mal ao respondê-las? Bom, acredito que esteja na hora de você rever seu planejamento de vida e focar na pessoa mais importante da sua vida, você mesmo! Nunca se falou tanto em desenvolvimento de pessoas, em equilíbrio e inteligência emocional. Atualmente, o maior desafio é mudar a mentalidade, o pensamento e o comportamento das pessoas para que sejam melhores a cada dia, melhores em todos os aspectos, no contexto profissional e no pessoal. É necessário pensar no todo, curto, médio e longo prazo. Consolidar uma carreira sólida e duradoura, se tornar referência no que faz. Você tem um emprego ou uma carreira? Devido ao alto índice de desemprego e a grande oferta de mão de obra, empresas estão ficando cada dia mais exigentes no recrutamento e seleção de colaboradores. Estes últimos por sua vez devem ficar atentos e acompanhar as mudanças que o mercado vem sofrendo. Você tem ou conhece alguém que tem um planejamento de carreira? Aonde você quer estar daqui a 3 anos? Em qual empresa? Em qual cargo? Qual salário você deseja ter daqui 3 anos? O que você tem feito hoje para alcançar seus objetivos? Suas ações estão congruentes com os resultados que você deseja atingir? Esses questionamentos podem fazer você mudar o rumo da sua vida, responder a eles nem sempre é tarefa fácil. Nem todas as pessoas tem facilidade em se autocriticar, muitas inclusive acham que não precisam melhorar nada e que tudo está perfeito. Essas pessoas estão estacionadas na zona de conforto, lugar em que nada acontece. Pelo contrário, é um território muito perigoso! Com o mercado seletivo como está, os profissionais devem buscar se aprimorar constantemente, serem flexíveis e terem capacidade de adaptação aos mais diversos cenários e ambientes. Quando você faz o que ninguém faz, você tem resultados que ninguém tem. Isso parece até aqueles clichês motivacionais. Mas de fato é isso mesmo que acontece. Quando você muda, tudo muda ao seu redor. Convido você para um pequeno desafio. Experimente mudar pequenos hábitos durante a semana e fique atento as pessoas a sua volta, na reação delas. Mude por exemplo a forma como você fala com as pessoas, ao invés se ser pessimista ou negativo, troque as palavras e seja otimista e positivo, tente enxergar o lado bom em todas as situações. Sei que não é tarefa fácil, mas não é impossível. Se policie e veja como sua vida pode melhorar. Uma outra proposta de mudança é ao acordar. Quais são os seus primeiros pensamentos e palavras? Você é grato por tudo que acontece em sua vida? Afinal, você é o único responsável por tudo de BOM e de RUIM que acontece em sua vida. A mudança deve ser de dentro para fora. Mude sua forma de pensar, mude suas ações e seus resultados consequentemente irão mudar. Quem disse que a forma como você faz as coisas é a forma certa? Existe alguma outra maneira de executar as atividades e ter melhores resultados? Não seja resistente, invista um tempo para pensar em você e nas suas ações, na forma como você vem desenvolvendo suas coisas, na forma como você tem vivido. Lembre-se sempre de se lembrar de nunca se esquecer: você é a pessoa mais importante da sua vida. Hoje somos bombardeados de informação o tempo todo, precisamos ter uma grande capacidade de filtrar tudo que chega até nós, é necessário se desapegar de muitos costumes e crenças que não nos levam a lugar nenhum, se afastar de pessoas negativas e que só ficam reclamando. Se quisermos realmente subir de nível e sermos pessoas e profissionais melhores, precisamos enfrentar nossa mente mimada, ter disciplina e persistência, buscar ser a mudança que tanto queremos. Quer alcançar a ALTA PERFORMANCE? Alinhe sua arte com sua ação e será uma pessoa e um profissional melhor, que gera mais resultados e que vive mais feliz. Você está no controle do seu destino? Você está feliz onde está? Fazendo o que está fazendo? Ninguém fica bom do dia pra a noite. É necessário muita dedicação e muito trabalho para atingir os melhores resultados. Com que frequência você tira um tempo para refletir sobre você mesmo? Sobre suas ações? O que você pode começar a fazer agora que irá lhe gerar melhores resultados? A mudança está em você. Não é possível mudar o que já passou, mas é possível mudar o AGORA e fazer um novo FUTURO. Comece onde está, com os recursos que tem e faça o que puder.

Dênio Benfica

Fim de semana com tentativa de homicídio e morte em Nova Serrana Já há algumas semanas o fim de semana em Nova Serrana não era tão intenso com ações criminosas e duas tentativas de homicídio, sendo uma concluída pelos criminosos. No sábado por volta das 18h a Polícia Miliar (PM) compareceu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde os militares foram acionados após a entrada de um homem vítima de disparos de arma de fogo. Segundo a assessoria de comunicação organizacional

do 60º Batalhão da Polícia Militar (BPM), a vitima foi baleada com dois tiros, apresentando ferimentos na mão e no braço. De acordo com a vítima, os disparos aconteceram próximo a rotatória do bairro Dom Bosco, quando dois indivíduos em uma motocicleta de cor escura e pequeno porte, passaram por ele e efetuaram os disparos em sua direção. A polícia aponta ainda que a vítima possui passagens por tráfico de drogas e não

possui suspeitos da autoria. Já no domingo, dia 15 de abril, por volta das 12h, a PM compareceu à Rua Um, no bairro Santa Clara, onde localizou a vítima, identificada como Paulo Rodrigues de Oliveira de Carvalho, com idade de 33 anos, deitado ao solo, baleada e já sem vida. Segundo denúncias de testemunhas dois suspeitos que estavam em um veículo, provavelmente uma VW Parati de cor preta, dispararam aproximadamente dez tiros

de arma de fogo. As testemunhas ainda afirmam que ouviram um dos homens que estavam no veículo proferir as seguintes palavras, “deixa eu da nele também” e “o safado morreu”. De acordo com o perito foram localizadas dez perfurações na vítima, provenientes de disparos de arma de fogo. Até o fechamento desta matéria os suspeitos ainda não haviam sido identificados ou presos, a polícia segue investigando o homicídio.

Menor com mandado Dois veículos são de apreensão é detido roubados no fim em Araújos por tráfico No o domingo (15) na cidade de Araújos, a Polícia Militar (PM) compareceu à Rua Esmeralda, no bairro Geraldo Firmino, onde localizaram um menor, identificado com idade de 17 Anos em atitude suspeita. Durante busca pessoal foi localizada junto com o menor uma bucha de maconha, quatro papelotes de cocaína e R$ 262,00 em notas de diversos valores. O menor possui ainda em seu desfavor um mandado de busca e apreensão do Centro Sócio Educativo de Ribeirão das Neves/MG. Diante das diligências o menor infrator e os materiais encontrados foram apreendidos, sendo encaminhados à Delegacia de polícia para a continuidade dos procedimentos policiais.

PM prende sete autores de roubo à residência em Leandro Ferreira Durante Operação Policial na área do 60º Batalhão de Polícia Militar, foi comunicado via rede rádio a ocorrência de um roubo a residência na Cidade de Leandro Ferreira praticado por sete autores em um Veículo e uma motocicleta. De imediato as equipes do 60° Batalhão e da 7ª Cia PM Independente de Policiamento especializado se deslocaram em rastreamento. Os policiais da guarnição Tático informaram pela rede rádio que um veículo GM Agile ocupado por um indivíduo conhecido no meio policial poderia estar envolvido no roubo, sendo que tal veículo havia passado em sentido contrário a viatura. Com base nas informações as equipes do grupo especializado em recobrimento - GER / 7ª Cia PM Ind PE, interceptaram o referido veículo, que era ocupado por cinco indivíduos. Durante a abordagem e após diálogo com os abordados foram realizadas diligências, que culminaram na prisão de dois autores na motocicleta utilizada no assalto, sendo encontrada uma arma de fogo e uma arma de pressão utilizadas no roubo. Durante o rastreamento foram presos cinco homens e apreendidos dois menores suspeitos. Os presos foram Antônio Elmar Rodrigues Linhares, 28 Anos, com passagens por roubo, homicídio e porte ilegal de arma de fogo, Gustavo Santos Nascimento, 18 anos com passagens por homicídio e roubo/latrocínio, Gustavo Rodrigo da Silva, 18 anos com passagens por tráfico, porte ilegal de arma e receptação, Richard Lacerda Morais, 19 anos e Luiz Henrique Lopes Oliveira, 19 anos. Os dois menores apreendidos foram identificados com idade de 14 e 17 Anos. Foram ainda apreendidos com os suspeitos um revólver calibre 22, 10 munições calibre 22, 01 réplica de pistola, 01 automóvel, 01 motocicleta e 01 telefone recuperado. Autores e materiais encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil.

de semana

Na última sexta-feira, dia 13 de abril, a vítima de 27 anos, acionou a Polícia Militar (PM) e relatou que estava na condução do veículo Honda/Fit, cor prata, placa DMBxx04, na Rua Beato José de Anchieta, bairro Morada do Sol, quando foi abordado por três indivíduos, sendo um armado de revolver, que anunciaram o assalto. A vítima afirma que os bandidos o colocaram no banco de trás e um dos autores assumido a direção do veículo, deslocando sentido à BR 262. Os autores pararam em um posto de combustíveis, onde abasteceram R$140,00 com dinheiro roubado da vítima, e deslocaram em seguida tomando o sentido da BR 494, onde a abandonaram. Além do veículo e do dinheiro, foi ainda subtraído da vítima um telefone celular Samsung S2. Também na sexta-feira, na cidade de Perdigão, por volta das 13h50, um homem identificado com idade de 48 anos, informou que foi abordado na Rua Vicente Antônio Silva, bairro Antônio Duarte, por três indivíduos em duas motocicletas de pequeno porte, e estando um dos suspeitos com uma arma em punho anunciaram o assalto. Segundo a vítima as motocicletas eram uma da cor preta e outra vermelha. Na ação criminosa foi roubada a caminhonete VW Saveiro, de cor preta, placa HNX-xx10. Os suspeitos evadiram tomando o sentido a localidade de Córrego Fundo.

Casa é roubada na zona rural de Pitangui Por volta das 20h30 da última sexta-feira, dia 13 de abril, a PM compareceu no povoado de Sacramento, onde a vítima de 55 anos, relatou que chegou por volta das 14h em sua residência para tratar de alguns animais quando foi rendido por quatro indivíduos armados de faca. A vítima afirma que os suspeitos o amarraram e exigiam dinheiro e armas, com a negativa da vítima os autores subtraíram do imóvel duas facas de cozinha, uma máquina fotográfica, um vidro de perfume, e moedas de um cofre. Em ato continuo, os autores fizeram a vítima deslocar até outra casa na propriedade de onde roubaram ainda dois tablets, um telefone celular e uma faca de cozinha. Após os roubos os autores evadiram a pé tomando rumo ignorado.


NOVA SERRANA-MG | TERร‡A-FEIRA, 17 DE ABRIL DE 2018 | ANO XIII | Nยบ 1440

6

O popular 1440  
O popular 1440  
Advertisement