Page 1

Bandidos armados apanham de cidadão e fogem sem levar nada

Nova Serrana-MG, quinta-feira, 08 de fevereiro de 2018 | Ano XIII | Nº 1402 | R$2,50

r e s o ã r e d o p s ’ H N C 0 2 1 e d Mais a n a r r e S a v o N m e s a s n e p sus

Sétima Região da Polícia Militar tem novo comandante

Procedimentos ocorrem devido a infrações e crimes de trânsito cometidas por condutores no município

Últimos dias da Campanha de Negociação de Débitos da Cemig

à esquerda, o coronel Marcelo Augusto assume a 7ª RPM no lugar do coronel Carvalhaes que vai para a reserva

Brasil registra 353 casos de Febre Amarela, quase metade são em Minas Gerais


NOVA SERRANA-MG | QUINTA-FEIRA 08 DE FEVEREIRO DE 2018 | ANO XIII | Nº 1402

2 Deputado Fábio Avelar comemora inauguração de escola em Barretos No último sábado (3), foi inaugurada a Escola Municipal José Rodrigues Neto, na comunidade de Barretos, em Nova Serrana. A instituição de ensino irá atender 230 alunos, da educação infantil ao ensino fundamental (1º ao 5º ano), em tempo integral. Ao lado do prefeito de Nova Serrana, Euzébio Lago, e da secretária de Educação, Neusinha Lago, e demais autoridades, o deputado estadual Fábio Avelar comemorou a concretização de mais um trabalho dele, no município. Durante a solenidade, o parlamentar lembrou que a idealização da escola em Barretos começou com ele exercendo a função de viceprefeito de Nova Serrana, na administração 2013/2016, ao lado do então prefeito, Joel Martins, e da secretária de Educação, Carmélia Teles. Nos dois primeiros anos do mandato (2013 e 2014), Fábio Avelar trabalhou, decisivamente, para conseguir recursos fede-

Hora de dar o play na política em 2018

rais que possibilitassem a construção de escolas municipais, nas comunidades de Areias (inaugurada em 21/10/17), Barretos e Gamas. Durante a solenidade, o parlamentar contou como foi a conquista. “Foram muitas viagens a Brasília, com croquis e docu-

VENDE-SE UMA LOJA DE MATERIAIS PARA CONSTRUÇÃO, ÓTIMO PREÇO (37)3226-3860

mentos. Na ocasião, junto ao deputado federal Reginaldo Lopes conseguimos a aprovação dos projetos. Em seguida, contamos com o apoio do deputado federal Jaiminho Martins para viabilizar os recursos e pagamento dos convênios junto ao FNDE – Fundo

Nacional do Desenvolvimento da Educação. É uma satisfação enorme ver mais um compromisso meu sendo cumprido com Nova Serrana, principalmente, com minha comunidade natal, Barretos. Obrigado pela confiança!”, afirmou o parlamentar.

2018 é um ano onde a expectativa quanto aos passos e ações políticas são grandes. Com uma nova roupagem na Câmara, nova administração do legislativo, um novo grupo político de oposição ao executivo, e pra tornar tudo isso ainda mais interessante, temos vários pré-candidatos para os cargos de deputado estadual. Na cidade as especulações se tornam cada vez mais fortes, Lucas Couto, que carrega a bandeira do Livres, movimento que tinha rompido suas bases partidárias se filiou ao novo, e seu nome passa a ser cogitado para o pleito. Desde que desistiu (entende-se se omitiu) do pleito para prefeito, ou até mesmo uma cadeira como vereador o empresário Marcos Fonseca, vem fazendo estardalhaço em redes sociais, ativo em denunciar e promover situações em desconforto popular e até mesmo, em muitos momentos criticado por deixar a entender que foi responsável por soluções de problema que não interviu e não estavam a sua alçada. Marcos Fonseca também é um nome que muitos apostam em sua candidatura, chegou a ter uma assessoria que planejou estratégias, que foram abortadas quando o empresário optou por seguir um caminho pouco conservador e estruturado, e apesar de ser um nome que está em constante movimento, o empresário sequer se filiou a algum partido, e sua indecisão pode indicar que mais uma vez ele será apenas um nome para fazer número antes das eleições. Fábio Avelar nesse contexto vem construindo um trabalho sólido em busca de sua reeleição, e parcerias e recursos que vem sendo destinadas para a região, como sua atuação na busca desses recursos até mesmo em instância federal, dão para o deputado, uma base para busca de sua reeleição. Contudo, como nem tudo é perfeito, Willian Barcelos, um dos vereadores mais atuantes e certamente o mais instruído desta legislatura, esta construindo seu caminho com apoio de Fabiano Tolentino, que já determinou suas bases de trabalho e buscam unidos uma dobradinha federal x estadual. E por falar em federal a bagunça esta definida com pelo menos três candidatos querendo arrancar votos por aqui. A casa é de Jaime Martins, mas tem o filho do velho lobo Newton Cardoso, com a legenda do PMDB querendo arrombar a janela, e a porta dos fundos está sendo escancarada para Fabiano Tolentino. Dizem inclusive que a atual assessoria de comunicação da Câmara foi definida estrategicamente por Jaime Martins, para acompanhar de perto os passos políticos afinal, sair de um gabinete de deputado federal para um cargo na Câmara Municipal, e ainda por prazo determinado de apenas um ano é algo para entendermos, e tudo passa a fazer sentido quando percebemos que os vereadores que estão à frente da casa, foram empoderados por Paulo Cesar que tomou mais uma bola nas costas. E já que falamos sobre a Câmara, na noite desta terça-feira, dia 05 de fevereiro, a casa do legislativo retomou os seus trabalhos e na ocasião mais um pouco do mesmo foi encontrado. Se você esperava que as coisas iniciariam quentes na Câmara, você foi frustrado caro leitor. A única coisa que aconteceu de diferente foi que alguns erros de concordância foram mais comuns, e fora isso, o clima de tensão vivenciado no fim de 2017 não foi encontrado, talvez os edis estivessem mais calmos com o lanche requintado e tortinhas holandesas distribuídas. E para não falar que o executivo passou batido nessa abertura política de 2018, coisas boas e ruins vem do lado de lá. O transito que clama por socorro já tem seu especialista, a Arena do Calçado já tem um time profissional, e desta vez parece que não teremos milhões desviados em crime de improbidade administrativa para podermos comemorar gols em uma competição profissional. Contudo os buracos tornam nossa cidade um exemplo do solo lunar, e diante do fato de que buraco não se tampa na chuva, fica aqui apenas a dica de que se eu não posso tapar vou pelo menos sinalizar, para que assim, condutores e pedestres tenham suas vidas em risco ao trafegarem pela cidade. E como alento para terminar convidamos vocês a ficarem ainda mais atentos para as próximas edições, afinal, uma exclusiva com o prefeito vem por ai, e nos bastidores da Câmara acredite, tem gente se movimentando contra algumas medidas que estão sendo difíceis de engolir, apesar do saboroso gosto das tortas holandesas.


NOVA SERRANA-MG | QUINTA-FEIRA 08 DE FEVEREIRO DE 2018 | ANO XIII | Nº 1402

3

Mais de 120 CNH’s poderão ser suspensas em Nova Serrana * Thiago Monteiro thiago@opopularns.com.br

Em Nova Serrana mais de 120 condutores podem ter sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) canceladas devido a medidas administrativas que ocorrem diante de multas e crimes de trânsito cometidos no município. Os números conduzem com a quantidade de multas e infrações que são emitias anualmente no município e processos como a cassação da carteira em definitivo já aconteceram. De acordo com o delegado responsável pelos processos em Nova Serrana, Dr. Harley Christian, apesar de não ser um processo tão rotineiro, quanto a suspensão em Nova Serrana já foi aplicado em determinadas ocasiões o processo de cassação da CNH. “A cassação é um processo mais específico, por isso não temos nenhum em aberto, porém já punimos condutores com essa penalidade. Já o processo de suspensão existem hoje 124 Processos em aberto, esperando a defesa dos condutores ou esperando que estes entreguem a CNH para começar a cumprir a penalidade”. Diz o delegado.

Diferença entre cassação e suspensão

Procedimentos ocorrem devido a infrações e crimes de trânsito cometidas por condutores no município

Ambos os processos de penalização impedem o condutor de terem sua documentação e o direito de dirigir aptos. Contudo existem para ambos os processos particularidades que tornam os procedimentos administrativos mais severos. O delegado explica que em caso de cassação os condutores só poderão no entanto reaver suas habilitações dois anos após definido o procedimento. “Na verdade a suspensão é do direito de dirigir, devendo o condutor apresentar a CNH no Detran pelo prazo determinado pela Autoridade de Trânsito. No caso de cassação, o condutor perde sua CNH sendo que todo o processo para sua obtenção deve ocorrer após a penalidade de dois anos e curso de reciclagem”. Explica o delegado. Os procedimentos no entanto acontecem após os trâmites de várias etapas após serem averiguadas as infrações, inclusive é dado o direito de cada condutor apresentar sua defesa mediante as acusações que são feitas pelo estado. “Antes de ser suspensa a CNH, existe um procedimento administrativo de trânsito onde é franqueada ampla defesa ao condutor. Após ser declarado a suspensão pela autoridade de trânsito cabe recurso ainda a JARI, em Belo Horizonte” pondera, Dr. Harley. O Conselho Estadual de Trânsito e a Junta Administrativa de Recursos de Infrações (JARIS) são os órgãos do Sistema Nacional de Trânsito responsáveis pelo julgamento desses recursos interpostos contra penalidades aplicadas no setor. Os condutores que estão com a carteira bloqueada devido ao processo administrativo e forem flagrados ao volante respondem a processo segundo o artigo 309 do Código Brasileiro de Trânsito, além de serem multados e terem a cassação definitiva da CNH.

O que leva o condutor a ter a CNH suspensa ou cassada De forma geral segundo apontado pelo Código de Trânsito Brasileiro, o motorista que atinge 20 pontos na carteira tem o documento recolhido e deve passar por uma reciclagem para poder reaver seu direito de dirigir. Em caso de cassação da carteira o condutor somente poderá reaver sua habilitação dois anos após o processo ser julgado e aplicado.

“Após dois anos da cassação da CNH o condutor pode se submeter a curso de reciclagem para condutores infratores e fazer todo o processo de habilitação, com novas provas de psicotécnico, médico, legislação e direção”, expõe o delegado. Contudo Dr. Harley explica que de forma geral os procedimentos são efetivamente tomados após a somatória da pontuação anual, porém algumas penalidades podem levar a uma direta suspensão da CNH. “Em geral por pontuação, após atingir 20 pontos, mas também por certas inflações, tais como: 162, III: Dirigir com Carteira Nacional de Habilitação ou Permissão para Dirigir de categoria diferente da do veículo que esteja conduzindo; 163: Entregar a direção do veículo a pessoa nas condições previstas nos incisos do art.162; 164: Permitir que pessoa nas condições referidas nos incisos do art. 162 tome posse do veículo automotor e passe a conduzi-lo na via; 165: Dirigir sob a influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência e 173: Disputar corrida; 174: Promover, na via, competição, eventos organizados, exibição e demonstração de perícia em manobra de veículo, ou deles participar, como condutor, sem permissão da autoridade de trânsito com circunscrição sobre a via; 175: Utilizar-se de veículo para, em via pública, demonstrar ou exibir manobra perigosa, mediante arrancada brusca, derrapagem ou frenagem com deslizamento ou arrastamento de pneus; “. Pondera DrHarley.

de processo administrativo deve comparecer à delegacia para tomar ciência do procedimento que foi aberto. Em alguns casos, existe alguma circunstância que pode fazer com que o processo seja arquivado sem a penalidade. Quando o procedimento é instaurado, há a possibilidade da apresentação da defesa ou abdicação desta mediante termo, o que torna o processo mais célere”. Finaliza o delegado.

Como deve comportar o condutor

Em 2018 a partir do dia 31 de janeiro passou a vigorar alterações nas leis de transito nacional. Para os condutores a principal delas foi o fato de que os acidentes com mortes ocorridos com condutores que consumiram álcool serão mais intensas. Segundo a legislação a partir do final de abril, fica mais rígida a punição para motoristas alcoolizados que provocarem morte no trânsito. A pena possível irá de 2 a 4 anos de prisão, para 5 a 8 anos. Com a mudança, a condenação não poderá mais ser substituída por serviços a comunidade.

Mediante a possibilidade de processos administrativos o delegado afirma que os condutores que são notificados quanto a medidas de suspenção ou cassação da CNH devem comparece a delegacia para que as explicações sejam dadas e seja averiguado as circunstancias. De acordo com o delegado alguns processos podem ser até arquivados após esse comparecimento. “Os condutores que receberem a notificação sobre abertura

Principais infrações realizadas em Nova Serrana Segundo o relatório encaminhado pela PM de Nova Serrana e publicado em matéria deste Popular na edição 1393, do dia 24 de janeiro, o município contabilizou em 2017 cerca de 2.794 infrações de transito. Entre as mais de 2.700 multas as principais causas de ocorrência foram, dirigir sem o porte de CNH, 714 registros, condução de veículos sem licenciamento, 383 multas, e o uso de telefone celular ao volante com 22 multas aplicadas. Outras ocorrências que tiveram destaque, ou seja significativa incidência de casos foi condução de veículos sem silenciador no escapamento, com 113 registos e estar em direção sem o cinto de segurança, com 101 registros. E ainda, direção sob efeito de álcool gerou 21 multas em 2017 e permitir que condutores sem habilitação conduzissem o veículo gerou 49 multas, condução de veículo com CNH de categoria diferente gerou 30 multas e direção de veículo com CNH vencida ocasionou 29 registros.

Leis mais rígidas para condutores


NOVA SERRANA-MG | QUINTA-FEIRA 08 DE FEVEREIRO DE 2018 | ANO XIII | Nº 1402

4 Sétima Região da Polícia Militar tem novo comandante Nesta terça-feira, dia 6 de fevereiro foi realizado em Divinópolis a solenidade que marcou a troca de comando da 7ª Região da Polícia Militar e o 23º Batalhão da Polícia Militar em Divinópolis. Com as mudanças a 7ª Região passou a ser comandada pelo coronel Marcelo Augusto que assumiu o lugar do coronel Helbert William Carvalhaes. Já o 23º Batalhão será comandado pelo tenente coronel Rodrigo Coimbra. Coronel Carvalhaes deixa o comando e vai para a reserva após dois anos à frente da 7ª Região da Polícia Militar (RPM). Natural de Bom Despacho o coronel Marcelo Augusto dos Santos conhece muito bem a cidade e a região, somente em Divinópolis o novo comandante reside há cerca de 19 anos. O comandante conta ainda com experiência e uma carreira militar de quase três décadas e tem em seu currículo feitos como a participação na criação e estruturação da Companhia Independente de Policiamento Especializado de Divinópolis em 2014, além de ter assumido o comando do 23º Batalhão no ano de 2017. No comando da 7ª PRM, coronel Marcelo será responsável por 50 cidades do Centro-Oeste de Minas, com uma população estimada em mais de um milhão de habitantes. Para assumir a 7ª RPM, o coronel Marcelo Augusto deixa o comando do 23º Batalhão que passa a ser chefiado pelo tenente coronel Rodrigo Teixeira Coimbra que foi comandante, por quatro anos, do 7º Batalhão da PM em Bom Despacho. O comandante tem 44 anos, sendo 25 deles dedicados a carreira militar.

Últimos dias da Campanha de Negociação de Débitos da Cemig Os consumidores com faturas em atraso e que ainda não procuraram a Cemig têm até a sexta-feira (16/2) para entrar em contato com a companhia, ficar em dia e evitar o corte do fornecimento de energia elétrica. Desde novembro passado, mais de 70 mil clientes regularizaram suas pendências usufruindo de condições diferenciadas, como a isenção de multas e juros no pagamento à vista e opções de parcelamento mais atrativas, em até 24 meses. Segundo o superintendente de Gestão da Receita da Distribuição da Cemig, Helton Ferreira Diniz, as facilidades proporcionadas durante a campanha consideram o atual momento econômico do país e buscam facilitar ao máximo a regularização da situação do consumidor que está em débito. “Essa é uma ótima oportunidade para que o cliente negocie sua dívida e evite a suspensão do serviço de energia ou inclusão no cadastro negativo dos órgãos de proteção ao crédito”, afirma Diniz. Até o momento, a companhia negociou cerca de R$ 100 milhões. Para atender à demanda da capital mineira, a Cemig criou uma estrutura exclusiva na rua Itambé 114, bairro Floresta, no centro de Belo Horizonte. A Cemig possui, ainda, um número de telefone exclusivo para negociação e parcelamento das dívidas para os clientes todo o estado: o 0800 721 7003 está disponível

Consumidores têm até 16 de fevereiro para quitar débitos com condições especiais de segunda a sexta-feira, das 9 às 21 horas, e aos sábados, das 9 às 15 horas. Além do telefone, os clientes em débito podem receber atendimento presencial em uma das agências da Rede Cemig Fácil, se assim preferirem. “Os parcelamentos poderão ser realizados pelo titular da fatura – mediante a confirmação dos dados cadastrais no contato telefônico ou apresentação do CPF ou RG nas agências de atendimentos – ou representante legal com a devida documentação e procuração para esse fim”, explica Helton Diniz. Ainda de acor-

do com o superintendente, as condições de negociação são atrativas e variam de acordo com o número de faturas vencidas. Os clientes poderão obter mais detalhes nos canais de atendimento da companhia. Comunicação da inadimplência A Cemig utiliza diversas formas de comunicação para evitar a inadimplência e a inscrição do titular no serviço de proteção ao crédito. As principais são o envio de e-mail, SMS, cartacobrança, carta de notificação e o contato telefônico.

Proteção da receita De acordo com Helton Diniz, a empresa efetuou cortes no fornecimento de energia em 900 mil unidades consumidoras em 2017, devido à inadimplência e vai intensificar as ações voltadas à proteção da receita neste ano. “A empresa programa efetuar o corte do fornecimento de energia em 750 mil unidades consumidoras ao longo do ano, devido à inadimplência. Além disso, as perdas comerciais também serão combatidas: mais de 200 mil inspeções para identificação de fraudes estão programadas”, afirma.

Bandidos armados apanham de cidadão e fogem sem levar nada Na foto à esquerda, o coronel Marcelo Augusto assume a 7ª RPM no lugar do coronel Carvalhaes que vai para a reserva (Foto: PM/Divulgação)

Em Nova Serrana, a bandidagem armada não esperava pela coragem de um cidadão que impediu um assalto, em um estabelecimento comercial, e mesmo estando armados os bandidos foram expulsos do comércio na base do tapa e da “bicuda”. O fato inusitado aconteceu no bairro Frei Ambrósio, na rua Esmeraldo, onde a vítima de 24 anos, que é proprietário de uma lanchonete, informou que dois indivíduos chegaram na lanchonete, e portanto uma arma, provavelmente uma macaca, anunciou o assalto roubando-lhe certa quantia em dinheiro. Até esse momento tudo saiu como planejado pelos bandidos, porém os autores ao tentarem evadir da lanchonete foram surpreendidos por um cidadão que interviu no assalto. Tomando umas bofetadas e ficando assustados com a intervenção do cidadão que não foi identificado, os bandidos fugiram do local correndo a pé, e deixaram para trás não só o dinheiro subtraído, mas também uma motocicleta Honda de cor preta, placa HFJ- xx20 que utilizariam para a fuga, que foi posteriormente consultadae constatada que a mesma possuía queixa roubo/furto. Diante ao exposto, a motocicleta foi removida para o pátio credenciado e a polícia segue acompanhando o caso buscando a identificação dos possíveis criminosos.

Posto de Combustível é assaltado em Nova Serrana A PM compareceu ao Posto Gentil, localizado a Avenida José João Rodrigues, bairro Park Dona Gumercinda Martins, que foi assaltado nesta terça-feira, dia 06 de fevereiro. Segundo a vítima, um funcionário do estabelecimento com idade de 23 anos, um indivíduo moreno não identificado vestido com moletom cinza e bermuda listrada, adentrou no posto com um galão de gasolina em mãos, como se fosse efetuar uma compra, quando aproximou-se do autor, o bandido levou a mão na cintura demonstrando estar armado e anunciou o assalto. Na ação criminosa foi subtraído a quantia de R$98,00 em dinheiro, evadindo logo em seguida sentido fundos do posto. A vítima acrescentou que quando o autor ouviu um barulho de carro como se estive esperando o autor para fuga.


NOVA SERRANA-MG | QUINTA-FEIRA 08 DE FEVEREIRO DE 2018 | ANO XIII | Nº 1402

5 Lucas Couto

* Lucas Couto - Empreendedor, acadêmico em engenharia civil, coordenador do movimento Livres e defensor da liberdade e da redução da máquina pública.

O que deveria ser prioridade em Nova Serrana?

B

asta andar cinco minutos pelas ruas de Nova Serrana para ver de perto um dos principais problemas recorrentes na cidade; ruas completamente intransitáveis devido a buracos que lembram muito estradas rurais, causando prejuízos materiais e colocando vida de pedestres e motoristas em risco. Para encontrar outros problemas, basta visitar as unidades de saúde nos bairros, que muito das vezes não atendem a população, devido ao horário de funcionamento, obrigando os moradores a perderem dias de serviços ou provocando enormes filas em horários iniciais do dia. Mudando para a educação, as escolas não oferecem qualidade de ensino adequada aos alunos, professores não possuem uma estrutura educacional digna para lecionar, turmas lotadas e falta de incentivos que geram motivações dos alunos e profissionais da educação. A segurança é uma das piores áreas básicas, a criminalidade amedronta o nova-serranense e o torna refém de criminosos que sabendo da estrutura precária da polícia e do sistema jurídico frouxo, cometem sem medo algum crimes contra a sociedade. Enfim, poderia escrever um texto apenas para falar dos problemas de Nova Serrana, mas isso não é novidade para os moradores da capital do calçado esportivo, e o que interessa são as soluções, por isso, o título desta coluna, o que deveria ser prioridade em nossa cidade? Quem acompanha de perto a política em Nova Serrana, sabe muito bem que o poder público utiliza de uma estratégia de comunicação para tentar passar uma imagem de que esta tudo bem. Eventos gloriosos são feitos para assinatura de contratos, com direito a vídeo motivacional com fundo musical de “We are the champions”, diversas reuniões com lideranças, sempre divulgadas com uma foto de um aperto de mãos e um sorriso estampado no rosto dos envolvidos, mas que até então não surtiu resultado algum. Viagens com grandes caravanas para “conhecer sistemas” e “fechar parcerias”, que até então não gerou qualquer investimento em Nova Serrana, mas afinal, qual a prioridade para Nova Serrana? Em 2017, a folha salarial aumentou, o número de funcionários cresceu vertiginosamente, promessas de redução e reforma foram feitas, mas, seguem sendo adiadas. Os problemas crescem e a população perde a paciência, afinal, qual é a prioridade para Nova Serrana? A popularidade do prefeito despenca, suas ações, mesmo sendo divulgadas em forma de marketing buscando colocálo como um herói não surte efeito positivo, a população tem sua prioridade social e a equipe do prefeito tem suas prioridades pessoais já pensando em 2020, mas por fim, qual a prioridade para Nova Serrana? Bom, a prioridade daqueles que deveriam zelar pelos serviços básicos como saúde, segurança, educação e infra-estrutura eu não sei, mas pelo visto, a atenção é em 2020, passa longe da prioridade real dos indivíduos que moram em Nova Serrana. Os problemas não necessitam de apontamento, como disse no início do texto, basta andar cinco minutos pelas ruas da cidade, visitar escolas, a Upa, os PSF’s e ler no jornal O Popular diariamente para perceber os problemas enfrentados por nós, cidadãos. Porém, o que falta é atitude daqueles que possuem o monopólio da solução de problemas. Se dependesse do povo, os problemas já estariam ao menos minimizados, porém, todo esforço do brasileiro é destinado a pagar impostos para que os representantes criem soluções tangíveis para solucionar os problemas recorrentes. Não queremos heróis, obras faraônicas ou cerimônias de assinatura de um pedaço de papel, queremos que o dinheiro público seja aplicado nas necessidades da população e não nos interesses pessoais de alguns que estão preocupados em manter seus empregos a partir de 2020.

Brasil registra 353 casos de febre amarela, quase metade são em Minas Em balanço divulgado pelo Ministério da Saúde (MS) nesta quarta-feira, dia sete de fevereiro, o numero de casos confirmados de febre amarela foi atualizadopara 353 registros. O balanço aponta que houve ainda 98 óbitos provocados pela doença entre 1º de julho de 2017 e 6 de fevereiro deste ano. No mesmo período do ano passado, foram confirmados 509 casos e 159 óbitos, contudo o número de casos era controlado até meados de novembro, quando iniciaram uma séria de casos de contaminação e mortes, que foram ainda agravados no mês de janeiro de 2018. De acordo com o boletim, foram notificados em todo o país 1.286 casos suspeitos de febre amarela, sendo que 510 foram descartados e 423 permanecem em investigação. “Os informes de febre amarela seguem, desde o ano passado, a sazonalidade da doença, que acontece, em sua maioria, no verão. Dessa forma, o período para a análise considera de 1º de julho a 30 de junho de cada ano”, informou o Ministério através do comunicado. Minas Gerais Minas Gerais foi um dos estados que mais apresentou casos de febre amarela com 164 confirmações. Nesta terça-feira 06 de fevereiro, a Secretaria de Saúde de Minas (SES) divulgou um informe epidemiológico que confirmou 61 mortes pela doença no estado. Ainda de acordo com a SES, até o momento, não há relato de vacinação contra Febre Amarela entre os casos confir-

mados. Desta forma, nenhuma pessoa vacinada contraiu a doença e ainda segundo o comunicado em Minas, outros 301 casos continuam em investigação. Transmissão De acordo com o comunicado, a probabilidade da transmissão urbana no Brasil é considerada baixíssima pelos seguintes motivos: - todas as investigações dos casos conduzidas até o momen-

to indicam exposição a áreas de matas; - em todos os locais onde ocorreram casos humanos também ocorreram casos em macacos; - todas as ações de vigilância entomológica, com capturas de vetores urbanos e silvestres, não encontraram presença do vírus em mosquitos do gênero Aedes aegypti; - Há um programa nacionalmente estabelecido de controle do Aedes em função de ou-

tras arboviroses (dengue, zika, chikungunya), que consegue manter níveis de infestação abaixo daquilo que os estudos consideram necessário para sustentar uma transmissão urbana de febre amarela. “Além disso, há boas coberturas vacinais nas áreas de recomendação de vacina e uma vigilância muito sensível para detectar precocemente a circulação do vírus em novas áreas para adotar a vacinação oportunamente”, finalizou o Ministério da saúde.

Vende-se uma casa com 3 quartos, suíte, sala ampla, cozinha, banheiro e garagem para 2 carros. E um apartamento com 3 quartos, banheiro, sala ampla, cozinha/copa, área de serviço e sacada. Bairro: Marisa | Valor R$470.000,00 os dois imóveis Informações somente pelo telefone (37)3226-3750


NOVA SERRANA-MG | QUINTA-FEIRA 08 DE FEVEREIRO DE 2018 | ANO XIII | Nº 1402

6 O NOIVADO DE TONINHO ANDRÉ E REJANE AMARAL EM NOVA SERRANA Foi charmoso, alegre e descontraído o noivado de Toninho André, atual prefeito de São Gonçalo do Pará com a sempre elegante neoserranense Rejane Amaral, filha do casal João Pinto do Amaral (o Ted) e Maria Genoveva do Amaral. O evento – concorridíssimo aconteceu no último sábado, 3 de fevereiro, no salão de festas do Granfino Hall e contou com a presença de familiares, amigos e autoridades políticas e empresariais da capital do calçado esportivo e da região. Além das alianças, Rejane soprou mais uma velinha e ao invés de presentes a noiva-aniversariante pediu uma doação para a Comunidade Terapêutica Cruz e Glória. O casamento, no entanto, ainda não foi marcado, mas pela prévia que foi o noivado, valerá a pena esperar.

A NOVIDADE DA NOITE Na rodinha dos políticos presentes no evento as eleições de outubro dominaram as conversas. Figuras como o deputado federal Newton Cardoso Junior, o deputado estadual Fabiano Tolentino, alguns prefeitos, o vice- prefeito de Nova Serrana Nelson Moreto e o secretário Uanderson Timóteo não perderam a oportunidade para debater os nomes que estarão na disputa. A novidade é que o anfitrião Toninho André terá seu nome nas urnas como candidato a deputado estadual e Fabiano Tolentino vai tentar a Câmara Federal.

A TODO VAPOR Sem fazer jogo de esconde-esconde, Toninho André confirmou sua intenção de concorrer à uma cadeira na Assembleia Legislativa. Segundo o prefeito, chegou a hora de colocar sua juventude, seu conhecimento como administrador de empresas e como prefeito por dois mandatos à serviço da população e dos prefeitos dos municípios da região Centro Oeste.

DISPUTA EM NOVA SERRANA O incansável Toninho André informou, em primeira mão, que deixará a prefeitura de São Gonçalo do Pará em abril e que sua eleição passa por Nova Serrana. Disse ainda que tem grande respeito e afeto por Nova Serrana e que vai colocar seu nome como uma opção concreta e viável para que o eleitor de Nova Serrana possa contar com um representante de fato na Assembleia. Ao que parece esse casamento ainda vai dar muito o que falar.

Rejane com o filho Tiago, seu irmão Ronaldo Amaral, o pai Ted e a mãe Dona Genoveva

O Deputado Estadual Fabiano Tolentino e sua esposa Sara. Ao centro os noivos Rejane Amaral e Toninho André

Rui, ex-prefeito de São Gonçalo do Pará e a mãe de Toninho André, Dona Carminha

O secretário municipal Uanderson Timóteo e sua esposa Solange Magnago, ao centro os noivos Rejane e Toninho André.

Deputado Federal Newton Cardoso Junior e sua esposa Ana Paula, Rejane e Toninho, Gabriela Moreto e seu pai vice-prefeito Nelson Moreto

O popular 1402  
O popular 1402  
Advertisement