Issuu on Google+

Casos de caxumba dobram em Minas Gerais e motivo pode ser falha vacinal

Nova Serrana-MG, Sab, Dom. e segunda-feira, 14, 15 e 16 de janeiro de 2017 | Ano XII | Nº 1160 | R$2,50

Copasa na berlinda

Receita lança serviço de Prefeito cobra melhorias nos serviços prestados atualização de CPF via internet

Foto: Scretaria de Comunicação - Nova Serrana

Postos dos Sine oferecem mais de 1,5 mil vagas de emprego no estado Mesmo durante o recesso das fábricas de calçado, em Nova Serrana mais de 30 vagas disponíveis

Casos de caxumba dobram em Minas Gerais e motivo pode ser falha vacinal Governo de Minas alega dificuldades para pagar novo piso para professores


NOVA SERRANA-MG | SAB, DOM E SEGUNDA-FEIRA, 14, 15 E 16 DE JANEIRO DE 2017 | ANO XII | Nº 1160

2 Receita lança serviço de atualização de CPF via internet

Casos de caxumba dobram em Minas Gerais e motivo pode ser falha vacinal Maiores de 21 anos também podem estar sujeitos a doença, por falta de imunização

A Receita Federal disponibilizará a partir da próxima segunda-feira um serviço de atualização dos dados cadastrais do CPF via internet. Será possível atualizar, gratuitamente, dados como nome, endereço, telefone e título de eleitor por meio do preenchimento de um formulário no site da instituição pelo próprio contribuinte. O serviço estará disponível 24 horas e poderá ser utilizado por brasileiros e estrangeiros residentes no Brasil, independentemente da idade. Para fazer o processo, será necessário apenas acessar o site da Receita e informar os dados, não havendo necessidade de nenhuma outra etapa ou certificado digital. Se as informações estiverem corretas, a atualização é feita imediatamente e o usuário poderá imprimir um comprovante de inscrição atualizado. O sistema não está disponível para celulares nesta primeira versão do serviço. Atualmente, é preciso se dirigir a uma agência do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal ou dos Correios portando documentos que comprovem a alteração pretendida e pagar uma taxa de 7 reais. A atualização presencial dos dados do CPF continuará disponível. A Receita estima que a medida beneficiará 191 milhões de pessoas.

O número de casos de caxumba em Minas Gerais praticamente dobrou de 2015 para 2016, apesar de as duas doses da vacina contra a doença constarem no Calendário Nacional de Vacinação. Em Minas Gerais, segundo o governo do Estado, foram 1.369 casos registrados em 2015, e 2.772, no ano passado. EM NOVA SERRANA, que em 2014 registrou apenas um caso da doença e nenhum em 2015, o ano de 2016 foi marcado por nove casos de caxumba. Em nota, Janaína Fonseca Almeida, diretora de vigilância epidemiológica da Secretaria Estadual de Saúde (SES), afirma que a principal hipótese para o aumento da incidência da doença é uma falha vacinal secundária, um termo técnico usado para quando pessoas adquirem uma doença contra a qual haviam sido imunizadas. Ou seja, a caxumba estaria atingindo também indivíduos que receberam as duas doses da vacina. Ela diz que a tendência é que a imunidade dos vacinados diminua com o passar dos anos. Mesmo assim, a vacina ainda é a melhor política pública de prevenção à caxumba. Tanto que pode ser aplicada em

adultos e adolescentes que tenham contato com casos de surtos. “Se houver mais de três casos em um mesmo ambiente, trabalhamos com vacinas de bloqueio. As pessoas que têm contato com os infectados recebem a dose da vacina conforme seus cartões de vacina”, afirma Janaína Fonseca. IMUNIZAÇÃO - De acordo com o Ministério da Saúde, a eficácia da vacina é de 98% nos primeiros anos de vida dos indivíduos e diminui com o passar do tempo. A melhor estimativa da eficácia da vacina para caxumba em crianças e adolescentes é de 64%

a 66% para uma dose, e de 83% a 88% para duas doses. As outras duas doenças combatidas pela Tríplice Viral, sarampo e rubéola, possuem uma proteção de 95% em duas doses. A Tetra Viral também combate a varicela. Mesmo que a vacina não apresente uma eficácia alta contra a caxumba, há um consenso no poder público de que não existe a necessidade de uma terceira dose ou de campanhas de vacinação. Isso foi atestado tanto pelo Ministério da Saúde, quanto pela Bio-Manguinhos (braço da Fiocruz dedicado a vacinas), fabricante da Tríplice Viral.

Em Nova Serrana, assim como nas demais cidades brasileiras, a Tríplice Viral faz parte do calendário básico de vacinação. Em 2014 foram imunizadas2.097 pessoas; 5.114 em 2015 e em 2016, 3.017 pessoas. MAIORES DE 21 ANOS - A vacina Tríplice Viral entrou para o calendário básico de vacinação em crianças em 1996, e a segunda dose, em 2006. Ou seja, a maioria das pessoas com mais de 21 anos não foi imunizada contra a caxumba. O ideal, segundo o Ministério da Saúde, seria imunizar todos com idade até 29 anos.


NOVA SERRANA-MG | SAB, DOM E SEGUNDA-FEIRA, 14, 15 E 16 DE JANEIRO DE 2017 | ANO XII | Nº 1160

3

Copasa na berlinda Prefeito cobra melhorias nos serviços prestados

Ponto para euzébio

P

or via de regra, um chefe do executivo somente passa a ser alvo de críticas ou elogios após os cem primeiros dias de governo. Tal prazo é comumente considerado pela imprensa nacional como o necessário para se conhecer o terreno onde pisa e somente a partir daí ter o controle total da máquina pública. O posicionamento de um veículo de comunicação antes de tal prazo em muitos casos pode ser visto como tendencionismo pró ou contra, resultando assim em comentários rasos e dúbios. Contudo, com apenas quatorze dias à frente da prefeitura, é inegável o fato de Euzébio já ter marcado um ponto na galeria dos prefeitos da cidade, tirando assim a impressão de que marinheiro de primeira viagem não consegue tocar o barco. Vamos aos fatos: Primeiramente cabe ressaltar o avanço na área tecnológica com a possibilidade de emissão da guia de IPTU pela internet. Em segundo, a rápida iniciativa de “chamar na chincha” os diretores da Copasa, para sanar o já antigo problema de falta d’água nas partes altas da cidade e cobrar presteza nas obras a serem realizadas. Ainda há que se falar da louvável iniciativa de se reunir com todas as alas do funcionalismo público para falar da necessidade de comprometimento e para motivar o trabalho em prol da cidade. Sem “puxa-saquismo” Euzébio Lago inicia seu mandato cumprindo aquilo que prometeu: uma gestão eficiente e mais próxima do povo. O que resta saber agora é se o mesmo manterá o folego e a disposição até o final do mandato, ou se será abatido pelas críticas e pelas pedras do caminho. Afinal, Nova Serrana é uma terra brava que pouco ou nada foi arada e precisa mais do que nunca de um bom agricultor.

Foto: Scretaria de Comunicação - Nova Serrana

Para cobrar agilidade na execução das obras previstas no contrato assinado entre Prefeitura de Nova Serrana e Copasa, o prefeito Euzébio Lago recebeu na quinta-feira (12), em seu gabinete, representantes da Companhia de Saneamento de Minas Gerais. Euzébio também cobrou melhorias em serviços como de distribuição de água, tratamento de esgoto e recomposição de valas. FALTA DE ÁGUA - Um dos principais assuntos tratados na reunião foi o andamento das obras de aumento da capacidade de distribuição, tratamento e armazenamento de água, previstas no convênio assinado com o Município no valor de 28 milhões de reais. Outra questão pontuada pelo prefeito foi a constante falta de água nas partes altas da cidade, como Frei Ambrósio, Capão, Concesso Elias e outras. ”Sobre a falta de água, quero deixar claro que vamos de-

fender a população porque isso é um serviço essencial e tem que ser prestado com qualidade”, enfatizou Euzébio. BURACO OU QUEBRA-MOLAS - O prefeito também cobrou fiscalização sobre o serviço terceirizado de recomposição de valas. “É um serviço feito por empreiteiras, mas é muito mal feito. As recomposições acabam virando um buraco ou um quebramolas. Isso é um absurdo e não vamos mais aceitar isso, a Copasa é co-responsável pelo serviço, uma vez que é ela quem contrata as terceirizadas”. MAU CHEIRO - Por fim, Euzebio pontuou quanto ao mau cheiro exalado pela ETE e pelos bueiros do centro da cidade. “É um mau cheiro tremendo que percebemos no centro e também na área onde estava sendo construída uma escola no Gamas que, inclusive, vamos

concluir”. 100% - O Superintendente Operacional do Centro-Oeste, João Martins, ouviu atento as cobranças do prefeito e garantiu que vai trabalhar para apressar a conclusão das obras e atender satisfatoriamente a população. João também anunciou que em breve uma ordem de serviço será assinada pelo prefeito para concluir a obra de captação e tratamento de 100% do esgoto. OBRAS - O contrato assinado entre a Prefeitura de Nova Serrana e Copasa prevê investimentos na ordem de 28 milhões de reais para a construção de unidades de bombeamento, reservatórios e uma nova Estação de Tratamento de Água (ETA), ampliando assim em 100% a oferta de água à população. Com a nova ETA, que será construída às margens do rio Pará, a capacidade de produção de água em Nova Serrana

passará de 150 para 300 litros por segundo. Está incluso ainda no projeto a construção de novos reservatórios com capacidade para armazenar 2,37 milhões de litros de água, 9,8 mil metros de tubulações, além de unidades de bombeamento de água. FISCALIZAÇÃO - Ainda de acordo com o prefeito, a prefeitura fiscalizará a execução das obras e cobrará eficiência e qualidade nos serviços prestados. Estamos atentos e vamos cobrar melhoria para continuar o serviço público. Isso é um compromisso nosso do nosso plano de governo”. Estiveram presentes na reunião o Superintendente Operacional do Centro-Oeste, João Martins, o Gerente Regional de Bom Despacho, Alexandre Roberto, O encarregado de Sistemas de Nova Serrana, José Antônio, o Engenheiro de Obras, Rodolfo Carvalho, além do secretário municipal de Obras, Hedy Wilson.

Comissão aprova projeto que garante presídio exclusivo para detentos primários A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, da Câmara dos Deputados, aprovou proposta que determina que os presos primários cumpram pena preferencialmente em estabelecimentos prisionais exclusivos, nos quais eles sejam agrupados de acordo com classificação em exame criminológico. O texto também prevê incentivo para que esse detento,

ainda que não possua qualificação profissional, seja inserido em atividade laboral no próprio estabelecimento prisional, após receber orientações/instruções e de acordo com suas aptidões e capacidade. Execução penal O projeto altera a Lei de Execução Penal (LEP – Lei 7210/ 84). Ele recebeu parecer favorável do relator no colegiado, deputado Delegado Edson

Moreira (PR-MG). “Não podemos ficar inertes diante do quadro deplorável em que se encontra nosso sistema penitenciário, situação que traz grandes reflexos para o amplo espectro da segurança pública do País”, ressaltou o relator. Ele observa que a própria LEP já privilegia um princípio que conduz à segregação de presos, tanto quando aborda a situação de detentos provisóri-

os, quanto ao tratar dos presos por sentença transitada em julgado. “A ideia é impedir que presos menos perigosos sejam influenciados pelos que cometeram crimes mais graves, dificultando a existência da famigerada ‘faculdade do crime’”, diz o parlamentar. Trabalho interno Em relação à segunda medida prevista no projeto, destinada a ampliar as possibilidades de trabalho dos detentos,

Delegado Edson Moreira destaca que, “ainda que o reeducando não possua qualificação profissional, o estabelecimento prisional deverá envidar esforços para, respeitando-se a compatibilidade de suas aptidões e de sua capacidade, inseri-lo em alguma atividade de trabalho mantida internamente”. O relator reafirma o que foi dito pelo autor da proposta, quando este observou que

não será simples a solução dos problemas relativos ao sistema penitenciário brasileiro. “Entretanto, não se pode ficar acomodado e imobilizado diante dessa dificuldade”, afirma Moreira. “Iniciativas como essa proposta vão se somar a outras, o que tende, no longo prazo, a nos proporcionar melhoras nesse quadro nefasto vivido em nossos estabelecimentos prisionais.”


NOVA SERRANA-MG | SAB, DOM E SEGUNDA-FEIRA, 14, 15 E 16 DE JANEIRO DE 2017 | ANO XII | Nº 1160

4 REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL TABELIONATO DE PROTESTO DE TITULOS DE NOVA SERRANA R. Antônio Martins, 150 - Centro - Fone (37) 3226-5100 - 3226-0152 Nova Serrana-MG EDITAL DE INTIMAÇÃO Encontra(m)-se neste tabelionato, para ser(em) protestado(s), título(s)/ documento(s) de responsabilidade da(s) pessoa(s) abaixo: Protocolo: 283644, de 05/01/2017 - Devedor: LEILA MARIA FONSECA Endereço: FAZENDA ENGENHO, 0 - ZONA RURAL - PERDIGAO-MG Protocolo: 283800, de 09/01/2017 - Devedor: ALEXANDRE ORCELINO EPP - Endereço: RUA PARA DE MINAS, 185 - CENTRO - NOVA SERRANAMG Protocolo: 283803, de 09/01/2017 - Devedor: CLAUDINEI SANTOS ANDRADE - Endereço: RUA EMBARE, 370 - SÃO GERALDO - NOVA SERRANA-MG Protocolo: 283804, de 09/01/2017 - Devedor: STACAO MODAS COMERCIO DE ARTIGOS DO VESTUARIO - Endereço: RUA ANTONIO MARTINS, 558 - CENTRO - NOVA SERRANA-MG - Devedor: WELLINGTON ARISTIDES DE OLIVEIRA - Endereço: RUA R GUSTAVO CAPANEMA, 75 - S JOSE BOM DESPACHO-MG - Devedor: ANDREIA CRISTINA PINTO DA CUNHA ARISTIDES OLI - Endereço: RUA FRANCISCO RIBEIRO DE RESENDE, 300 SAO JOSE - BOM DESPACHO-MG Protocolo: 283807, de 09/01/2017 - Devedor: CRIACOES FRAN LTDA ME - Endereço: RUA VITAL PAULINO PEREIRA, 407 - LARANJEIRAS - NOVA SERRANA-MG - Devedor: FABIO AMARAL BARROS - Endereço: TRAVESSA DEZESSEIS DE JULHO, 30, APT 101 - CENTRO - NOVA SERRANA-MG Protocolo: 283808, de 09/01/2017 - Devedor: CSD CALCADOS EIRELI ME - Endereço: RUA DULCE AMARAL, 1090 - LARANJEIRAS - NOVA SERRANA-MG - Devedor: CLAUDIANO BATISTA BARBOSA - Endereço: RUA RUA JOANITA DE FREITAS, 291 - JEFERSON BATISTA - NOVA SERRANAMG Protocolo: 283809, de 09/01/2017 - Devedor: DI LOLLA SHOES INDUSTRIA DE CALCADOS LTDA - M - Endereço: RUA ISRAEL, 429 - JARDIM SAO FRANCISCO - NOVA SERRANA-MG - Devedor: ADAO JECONIAS ANDRADE OLIVEIRA - Endereço: RUA RUA TABELIAO JOAQUIM JERONIMO, 72, CENTRO - NOVA SERRANA-MG - Devedor: TONY CARLOS ALVES DOS SANTOS - Endereço: RUA R CELESTINA MARIA, 760 - BELA VISTA - NOVA SERRANA-MG Protocolo: 283811, de 09/01/2017 - Devedor: DIONICLEI LUIZ DA SILVA Endereço: RUA MARIA FERNANDA DA CRUZ, 20 - APT 12 B - CHACARAS TUBALINA E - UBERLANDIA-MG Protocolo: 283814, de 09/01/2017 - Devedor: CRIACOES ALEX KIDD LTDA - Endereço: RUA NAZARE, 430 - SÃO SEBASTIAO - NOVA SERRANA-MG Devedor: DANIEL ARAUJO DO NASCIMENTO - Endereço: RUA ANTONIO DE ARAUJO, 596 - JARDIM DO LAGO - NOVA SERRANA-MG Protocolo: 283815, de 09/01/2017 - Devedor: EDSON VANDO PEREIRA DOS SANTOS 04884849604 - Endereço: RUA JOSE ANTONIO CAMILO, 276 - JEFERSON BATISTA DE - NOVA SERRANA-MG - Devedor: EDSON VANDO PEREIRA DOS SANTOS - Endereço: RUA JOSE ANTONIO CAMILO, 276 - JEFERSON BATISTA DE - NOVA SERRANA-MG Protocolo: 283817, de 09/01/2017 - Devedor: ETIQUETADORA LD SILK SCREEN LTDA - ME - Endereço: RUA TRES, 58, TERREO - JARDIM PADRE LIBERIO - NOVA SERRANA-MG Protocolo: 283826, de 09/01/2017 - Devedor: ALEXANDRE ORCELINO ME - Endereço: RUA PARA DE MINAS, 185 - FARTURA - NOVA SERRANAMG Protocolo: 283831, de 09/01/2017 - Devedor: LUCIANO DE MELLO SILVA - Endereço: RIO CASCA, 121 - SAO JUDAS - DIVINOPOLIS-MG Protocolo: 283833, de 09/01/2017 - Devedor: ODINAN RAIMUNDO SALDANHA - Endereço: RUA POCOS DE CALDA, 367 - NOVO HORIZON NOVA SERRANA-MG Protocolo: 283838, de 09/01/2017 - Devedor: JIMA REPRESENTACOES LTDA - Endereço: AVENIDA JOSE RODRIGUES, 145 - APTO 201 - PARK DONA GUMER - NOVA SERRANA-MG Protocolo: 283895, de 10/01/2017 - Devedor: SERGIO RODRIGUES DOS SANTOS - ME - Endereço: RUA CELESTINA MARIA, 2036 - PROLONG STA LUZIA - NOVA SERRANA-MG Protocolo: 283988, de 11/01/2017 - Devedor: APELES PRESLEY COLEN COIMBRA - Endereço: R VICENTE TELES DE FARIA, 644 - ROMEU DUARTE - NOVA SERRANA-MG Protocolos: 283994, 283995 de 11/01/2017 - Devedor: RONALDO ALVES TOLEDO - Endereço: R LEONARDO AZEVEDO, 1150 - SAO GERALDO NOVA SERRANA-MG Protocolo: 283996, de 11/01/2017 - Devedor: MARINA AMARAL IND DE CALC E INJETADOS - Endereço: RUA DURVALINO JOSE FERREIRA, 680 JARDIM SAO F - NOVA SERRANA-MG Protocolo: 283997, de 11/01/2017 - Devedor: GETULIO GOMES DE MELO - Endereço: R EMBARE, 50 - SAO GERALDO - NOVA SERRANA-MG E, para que chegue ao conhecimento do(s) interessado(s), foi passado o presente Edital, publicado na forma legal e afixado em lugar público nesta Serventia, ficando o(s) responsável(eis) intimado(s) para comparecer(em) neste Tabelionato, no endereço acima, no prazo de três (3) dias, contados da data de sua publicação, no período das 09:00 às 16:00 horas, para efetuar(em) o pagamento, aceite ou manifestar(em) sua(s) recusa(s).Nova Serrana, 13 de janeiro de 2017.Elizabeth Cristina Azevedo Delfino.Escrevente


NOVA SERRANA-MG | SAB, DOM E SEGUNDA-FEIRA, 14, 15 E 16 DE JANEIRO DE 2017 | ANO XII | Nº 1160

5 Governo de Minas alega dificuldades para pagar novo piso para professores O piso nacional para profissionais do magistério em 2017 será reajustado em 7,64%, para R$ 2.298,80. O anúncio foi feito na quinta-feira (12) pelo Ministério da Educação (MEC). O valor atual é de 2.135,64. No entanto, Minas Gerais, que enfrenta grave crise financeira, terá dificuldades para repassar o reajuste aos docentes da rede estadual. O cálculo do governo é de que o novo piso impactará os cofres públicos mineiros em R$ 1,2 bilhão. Com quase 300 mil profissionais entre ativos e inativos, o governo diz, em nota, “avaliar a forma de atingir o novo valor, conforme a disponibilidade de recursos”, mas garante o cumprimento de acordo firmado em 2015 com os profissionais da educação, que prevê o pagamento integral dos reajustes definidos pela União. No texto, o governo acrescenta que, dada a situação orçamentária, uma solução pode ser aproveitar o decreto de calamidade financeira para obter o valor junto ao Tesouro Nacional. O pagamento do piso à rede básica de ensino foi uma bandeira de campanha do governador Fernando Pimentel. Ao assumir o Estado, ele foi cobrado pela categoria e, depois de muita negociação, chegou a um acordo com os profissionais do setor, segundo o qual o piso deverá ser alcançado em julho de 2018. Pelo acordo, ano a ano, abonos seriam acrescidos ao pagamento e, no ano seguinte, tais valores seriam incorporados ao salário. Além disso, o governo se comprometia a somar o valor do reajuste definido pelo Ministério da Educação a cada virada de ano. Atualmente, o vencimento dos professores de educação básica com jornada de 24 horas semanais é de R$1.620,62 em Minas. Além do salário, os docentes ativos e inativos recebem dois abonos (R$ 211,58 e R$ 150,34). Os valores serão incorporados integralmente ao salário em junho deste ano. Em agosto, um novo abono de R$ 153,10 será acrescido aos vencimentos, e, em julho de 2018, será incorporado ao salário. Com isso, os salários dos professores chegarão a R$ 2.135,64 – piso salarial vigente no país até dezembro do ano passado. “A negociação já aconteceu em 2015. Na lei aprovada em 2015, fica garantido que, todas as vezes em que houver um reajuste nacional, ele será aplicado no Estado no mesmo período. Por isso, queremos que o governo reajuste o piso de forma retroativa a janeiro de 2017. Nossa expectativa é apenas pelo cumprimento”, disse Beatriz Cerqueira, coordenadora-geral Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE-MG). De acordo com Cerqueira, o reajuste é abaixo do esperado, pois o piso deveria ser um processo para trazer de volta “a valorização dos profissionais do magistério”. Desde a implementação do piso nacional, em 2009, o salário dos professores variou 141,97%, passando de R$ 950,00 para o valor atual. O salário mínimo teve alta de 101,5% em igual período.

Postos dos Sine oferecem mais de 1,5 mil vagas de emprego no estado Mesmo durante o recesso das fábricas de calçado, em Nova Serrana mais de 30 vagas disponíveis Os postos do Sistema Nacional de Emprego (Sine) de Minas Gerais estão com mais de 1500 vagas abertas. A maioria das oportunidades são para ocupações tradicionais da indústria, comércio e prestação de serviços, o que é uma grande oportunidade para quem começou o ano a procura de um emprego. Em Nova Serrana, mesmo com o recesso da maioria das fábricas de calçado, o Sine hoje disponibiliza diversas vagas, entre elas: montador de calçados, riscador, apontador de Sola, ajudante de montagem, prensador, overloquista, blaqueador, montador de sola, ajudante de solaria, injetador, ajudante de injetora, operador de alta frequência, silkador, ajudante de frequência, pespontadeira, viradeira de forro, aparadeira, ajudante de expedição, embalador de calçados, faxineira,cortador de balancim hidráulico,

cortador de balancim de ponte, conferente de corte, apontador de sola, desenformador, passador de cola na lateral, abastecedor de esteira, riscador, passador de cadarço e embalador. Todo o atendimento do Sine pode ser feito pelo meio virtual, inclusive receber alerta

de vagas de emprego pelo celular. Para quem não tem acesso à tecnologia basta comparecer a unidade do Sine, localizado na Rua Antonio Martins, 290, Centro, em cima da biblioteca pública. Segundo informações do Sine de Nova Serrana, a tendência é que o número de vagas au-

mente consideravelmente nos próximos dias, haja vista o retorno das atividades do setor calçadista. Com tal retomada, diversos outros setores também se movimentam, o que pode levar ao surgimento de vagas para além da indústria calçadista e para a prestação de serviço.

Minas Gerais registra menor número de mortos e acidentes em 10 anos nas BRs Menos acidentes, menos mortes. Minas Gerais fechou 2016 com 14,3 mil acidentes nas estradas federais que cortam o estado, número 7,7% menor que em 2015, com resultado direto sobre a mortalidade nessas rodovias: foram 822 óbitos, queda de 14% em comparação com o ano anterior. Nos dois casos, as estatísticas são as mais baixas em pelo menos 10 anos, uma vez que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) não tem dados anteriores a 2007. A PRF atribuiu a redução à combinação de multas mais caras para ultrapassagens proibidas, trabalho de fiscalização e melhorias nas condições das estradas. Já especialistas em trânsito avaliam que a redução foi provocada, sobretudo pela menor circulação de veículos BR-116 (Rio-Bahia), que ultrade carga por causa da crise eco- passou a BR-040 e registrou 138 mortes, contra 127 da esnômica. trada que liga BH ao Rio de NO RANKING das estradas Janeiro e também a Brasília. mais violentas, a BR-381 mais Fecham o ranking das cinco uma vez ocupou a primeira co- rodovias federais que mais locação em mortes: foram 192 mataram no ano passado a BR óbitos em 4,6 mil acidentes nos 262 (102 óbitos) e a 365 (65 trechos entre Belo Horizonte e óbitos). a divisa com São Paulo e entre O inspetor Aristides Júnior, a capital mineira e Governador assessor de comunicação da Valadares, no Vale do Rio Doce. PRF em Minas, citou fatores Na segunda posição aparece a que contribuíram para a que-

BR 262 está entre uma das mais perigosas do estado da da violência nas BRs, como reajustes nos valores de multas, melhorias em rodovias e funcionamento de mais radares móveis da PRF e fixos em estradas concedidas, mas apontou a conscientização dos motoristas como principal razão para a queda na violência nas BRs. “A colaboração dos motoristas é o mais importante. E quando as multas começam a chegar, há um impacto na condu-

ta. A expectativa é reduzir ainda mais em 2017, com a consolidação dos aumentos (nos valores) das infrações”, disse. Ele lembrou ainda ações de educação da PRF, como o cinema rodoviário, e operações com o uso dos radares móveis – apenas em uma ação realizada em dezembro na BR-040, em Juiz de Fora (Zona da Mata) 1,2 mil motoristas foram flagrados acima da velocidade permitida em 24 horas.


NOVA SERRANA-MG | SAB, DOM E SEGUNDA-FEIRA, 14, 15 E 16 DE JANEIRO DE 2017 | ANO XII | Nยบ 1160

6


O popular 1160