Page 1

2014 - Ano dedicado a FÉ

Plano e Orçamento 2014 Corpo Nacional de Escutas Região Madeira


“Se tiver o hábito de fazer as coisas com alegria, raramente encontrará situações difíceis.” Robert Baden-Powell

N

SER

2014 - 2016

+REGIÃO

junta regional da madeira triénio 2014 - 2016


N

SER

2014 - 2016

+REGIテグ

projeto


N

SER

2014 - 2016

+REGIÃO

JUNTA REGIONAL

Chefe Regional: Carlos Gonçalves Assistente: Padre Silvano Gonçalves Chefe Regional Adjunto: Silvano Rodrigues Secretário Regional da Gestão: Alberto Gomes Secretária Regional Recursos Adultos: Telma Spínola Secretário Regional I.ª: Ricardo Vieira Secretário Regional II.ª: Luís Miguel Secretária Regional III.ª: Marta Dias Secretário Regional IV.ª: Lino Teixeira

2014 - 2016

Temas para o triénio: 2014 - FÉ; 2015 - JOVENS; 2016 - ADULTOS

Lema: “Ser + Região”

Missão: Acreditando no Homem Novo, formar os adultos para educar os jovens

Visão: Atingir a Excelência no Método Escutista

Valores: Acreditando no Trabalho em Equipa (1) seremos melhores; (2) evangelizadores; (3) educadores.


N

SER

2014 - 2016

+REGIÃO

INTRODUÇÃO

+ Região” nasceu no seio de um grupo de escuteiros da Região “SerO+“Ser Região” é o lema desta Equipa que assume neste ano de da Madeira, amizade cimentada ao longodos de vários anos, pela 2014, o iníciocom douma seu mandato à frente destinos desta vivência e preparação de várias atividades e projetos. Região. O nosso principal objectivo será envolver todos os Ser uma só Região e coesa é a proposta deste grupo, que sentiu essa Dirigentes numa sobre o rumo a seguir àpela nossa necessidade e reflexão que se predispõe a apresenta-la Região. Região. temposparasão difíceis para todos epara como tal as SendoOs as eleições a Junta Regional o momento a Região organizações também sentem grandes dificuldades para escolher o rumo que quer seguir, é a altura certa para apresentar esta enfrentar novos desafios que lhes são colocados, proposta. Esta Equipa, enquanto lista candidata, pretende no ser dia-a-dia, o rosto Projeto. Comojovens, Equipa, escolhe Guia, distribui pelasdeste suas crianças, famíliaso eseusociedade emtarefas geral.e Por lança-se o “jogo” Eleições para a que Junta Regional da Madeira.com todas as a jogar razões é – imperioso os adultos, Como qualquer Equipa de escuteiros, também a nossa quer que o seu responsabilidade acrescida factodede serem Dirigentes, Projeto saia vencedor, mas sabepelo que antes mais lhe cabe cumprir a Leicontribuam de forma paracomo queasse defina queredo Escuta assumidasignificativa na Promessa, bem regras desteonde jogo que no Regulamento e Regulamento mosse encontram colocar definidas o CNE MadeiraGeralno ano deEleitoral 2020, do Corpo Nacional de Escutas - Escutismo Católico Português . independentemente das Equipas de Junta Regional.

Envolver os Escuteiros da Madeira numa reflexão sobre o rumo a seguir pela Região, partindo da divulgação do projeto “Ser + Região” é o que Em pretende nosso entender, o mais importante é oe unida, trabalho feito no esta Equipa, que se manterá sempre coesa juntamente com todoscada os colaboradorescada nela dia-a-dia por Agrupamento, Unidadeenvolvidos. e cada

Bando/Patrulha/Equipa. elesseja que fazem ESCUTISMO, a a Região ouvida, serão o usados todos os Porque é desejável que todaSão meios e métodos disponíveis de uma forma e transparente, Junta Regional apenas coordena e cria ascorreta condições, possíveis, esclarecendo todas as dúvidas colocadas sobre o projeto. Estaremos parasempre que disponíveis se alcance o sucesso na atividade Escutista e na para o debate público das ideias nele contidas.É com formação pessoal de que cada Lobito, Explorador/Moço, um cuidado especial será feita a divulgação, evitando a todo custo qualquer comentárioCaminheiro/Companheiro. pessoal sobre os elementos envolvidos nesta Pioneiro/Marinheiro, eleição, isto porque se trata da divulgação de um projeto e das ideias nele expressas e deverá ser sempre este o foco de todos os comentários. Assim, neste primeiro de para mandato, Só assim se poderá cumprirano e pugnar que sejam propomo-nos sempre cumpridas dar continuidade das anteriores de Junta as regras doà boas-práticas Jogo.Será fundamental que dia 15Equipas de Dezembro, os Caminheiros/Companheiros Madeira possam escolher, Regional e melhorar todos eosDirigentes aspetosdaque consideramos menos de forma livre, o Projeto que consideram o melhor para a Região, mas conseguidos nos últimos anos. que o façam sendo possuidores de informação correta, clara e fidedigna.É esperança desta Equipa que o exemplo dado neste processo A Equipa Baden-Powell eleitoral seja aquele que a Região merece e que o mesmo sirva para o seu crescimento e fortalecimento futuro, assim como de todos os seus membros.

Equipa B.P.


N

SER

2014 - 2016

+REGIÃO

2014 - fé

O “Ser + Região” Irmãos e irmãs escuteiros;nasceu no seio de um grupo de escuteiros da Região da Madeira, com uma amizade cimentada ao longo de vários anos, pela vivência preparação várias atividadesda eJuntaprojetos. Nesta fase de e mudanças, fim edeinício de mandatos Regional gostaria de só fazer minhas as épalavras dodeste nosso fundador Baden-Powell. Ser uma Região e coesa a proposta grupo, que sentiu essa Paranecessidade ele a FÉ é essencial em qualquer escuteiro. Já no Escutismo para Rapazes e que se predispõe a apresenta-la à Região. apresenta, de uma forma sintética, as suas ideias centrais sobre a relação existente Sendo as eleições para a Junta Regional o momento para a Região entre uma marcada opção religiosa e a pertença ao Movimento: escolher o rumo que quer seguir, é a altura certa para apresentar esta proposta. Equipa, lista em candidata, pretendeàsser o rosto “O homem de Esta pouco vale, seenquanto não acreditar Deus e obedecer suas leis. deste Projeto. Comodeve Equipa, escolhe o seu Guia, distribui tarefas e Por isso todo o escuteiro ter uma religião. lança-se a jogar o bem “jogo” – Eleições para a Junta Regional da Madeira. A religião parece coisa simples: ComoAmar qualquer Equipa de escuteiros, também a nossa quer que o seu Primeiro: e servir a Deus. Projeto saia evencedor, mas sabe que antes de mais lhe cabe cumprir a Lei Segundo: Amar servir o próximo. do Escuta assumida napara Promessa, bemsejamos-lhe como as regras deste jogo que Ao cumprirmos os deveres com Deus, sempre gratos. se encontram definidas Regulamento Geraljogo, e Regulamento Eleitoral Sempre que apreciamos umno prazer, ou um bom ou conseguirmos fazer do bem, Corpo Nacionalgraças, de Escutas - Escutismo Católicopelo Português . algum demos-lhe com uma ou duas palavras menos, como fazemos às refeições. E édahábito excelente pedirmos também outros.” Envolver os Escuteiros Madeira numa reflexão sobre o rumopelos a seguir

pela Região, partindo da divulgação do projeto “Ser + Região” é o que Assim, irmãos, ainda que com o evoluir dos tempos se mudem algumas pessoas, pretende esta Equipa, que se manterá sempre coesa e unida, juntamente regras, sistemastodos e vivênciasos no CNE,colaboradores permanece a sua essência: Missão de com nela «a sua envolvidos. deixar o Mundo melhor do que aquele que encontramos» e o acolhimento da todaaaDeus Região seja todas ouvida, usados todos oscomo Porque desejável que proposta deéJesus Cristo: Amar sobre asserão coisas e ao Próximo e métodos disponíveis de uma forma correta e transparente, a nósmeios mesmos. esclarecendo todas as dúvidas colocadas sobre o projeto. Estaremos sempre disponíveis para o debate público das ideias nele contidas.É com Sempre alerta para servir. um cuidado especial que será feita a divulgação, evitando a todo custo qualquer comentário pessoal sobre os elementos envolvidos nesta eleição, isto porque se trata da divulgação de um projeto e das ideias nele expressas e deverá ser sempre este o foco de todos P.e os comentários. Silvano Gonçalves Só assim se poderá cumprir e pugnar para que sejam sempre cumpridas Assistente Regional as regras do Jogo.Será fundamental que dia 15 de Dezembro, os Caminheiros/Companheiros e Dirigentes da Madeira possam escolher, de forma livre, o Projeto que consideram o melhor para a Região, mas que o façam sendo possuidores de informação correta, clara e fidedigna.É esperança desta Equipa que o exemplo dado neste processo eleitoral seja aquele que a Região merece e que o mesmo sirva para o seu crescimento e fortalecimento futuro, assim como de todos os seus membros. Equipa B.P.


N

SER

2014 - 2016

+REGIÃO

>Envolver

Linhas Estratégicas

e unir toda a Região num projeto único;

>Proporcionar uma melhor educação dos jovens, através do método escutista; >Aprofundar a vivência da Fé; >Realizar atividades de referência que vão de encontro às expetativas dos jovens; >Implementar uma formação capaz e atual aos Noviços a Dirigentes e Dirigentes; >Fomentar um crescimento sustentável da Região (expansão - em especial na costa Norte da Madeira); >Continuar e aperfeiçoar a eficiência e a eficácia na gestão administrativa e financeira; >Dinamizar os recursos patrimoniais; >Realizar Seminários, Encontros e Debates que levem todos os adultos a refletir sobre o futuro do CNE na Madeira; >Ouvir e apoiar os Agrupamentos.


N

SER

2014 - 2016

+REGIÃO

OBJETIVOS E AÇÕES

Chefia Regional: CR e CRAdj.

Objetivos

>Coordenar a equipa regional; >Representar a Região ao nível institucional; >Fortalecer o nosso papel como movimento da Igreja, participando mais nas atividades que a diocese organiza, defendendo o nosso papel de evangelizadores; >Fomentar relações inter-regionais e com outras associações de índole escutista e guidista; >Dinamizar a área internacional.

Ações

Realizar reuniões periódicas com os chefes de agrupamento; Participar ativamente nos Conselhos Nacionais, defendendo os interesses do CNE e da Região; Coordenar a execução de todas as decisões do Conselho Regional; Aplicar, de forma justa, o Regulamento Geral do CNE; Coordenar as atividades regionais. Coordenar o Departamento de Comunicação e Imagem e o de Ambiente, Segurança e Proteção Civil; Coordenar os Assessores.


N

SER

2014 - 2016

+REGIÃO

SRRA

“(…) O no“Ser coração de cada homem mulher, habita o anseio vida plena que + Região” nasceueno seio de um grupo deduma escuteiros da Região contém aspiração irreprimível de cimentada fraternidade, comunhão dauma Madeira, com uma amizade aoimpelindo longo deàvários anos, com pelaos outros, em quem não ou concorrentes, mas irmãos que devevivência e encontramos preparação inimigos de várias atividades e projetos. mos acolher e abraçar.” Francisco Ser uma só RegiãoPapa e coesa é a proposta deste grupo, que sentiu essa

necessidade e que se predispõe a apresenta-la à Região. Num ano que se pretende que seja marcado pela “Fé”, a figura do Papa Francisco as eleições para a Junta Regional odo momento para como a Região serviuSendo e servirá de inspiração na idealização Plano, bem na sua execução, pois, a sua de para valores, que nós escolher o rumo quesimplicidade, quer seguir, é exaltação a altura certa apresentar esta CNE também defendemos e também o seupretende espírito inovador, proposta. Esta Equipa, enquanto lista candidata, ser o rosto certamenteirá perante o seu os novos tarefas desafios. deste Projeto. guiar-nos Como Equipa, escolhe Guia, distribui e lança-se a jogar o “jogo” – Eleições para a Junta Regional da Madeira. O anoComo de 2014 será dedicado à implementação do novo Sistema Formação qualquer Equipa de escuteiros, também a nossa querde que o seu de Adultos no Escutismo, o quemas exigirá todos nós, escutismo, Projeto saia vencedor, sabede que antes de adultos mais lheno cabe cumprir um a Leienvolvimento e um compromisso. Aos adultosbem quecomo pretendem tornar-se dirigentes do Escuta assumida na Promessa, as regras deste jogo que será lançado o desafio dedefinidas aderiremno a uma nova formação, Chefes de Agrupamento se encontram Regulamento Geral aos e Regulamento Eleitoral o assumir de forma comprometida a responsabilidade na preparação dos novos do Corpo Nacional de Escutas - Escutismo Católico Português . elementos e aos Dirigentes a partilha de experiência, Envolver os demais Escuteiros da Madeira numa reflexão sobre o conhecimentos, rumo a seguir de entreajuda àqueles que querem fazer parte família“Ser e de se desafiarem si pela Região, partindo da divulgação do desta projeto + Região” é o aque próprios a aceitar a formação contínua, e claro aos Formadores o desafio de se reapretende esta Equipa, que se manterá sempre coesa e unida, juntamente daptar ao novo sistema Assim, como “Corpo”nela que somos todos devecom todos de formação. os colaboradores envolvidos. remos assumir este compromisso da nova formação dos Adultos. Porque é desejável que toda a Região seja ouvida, serão usados todos os meios eano métodos disponíveis de uma formaplaneadas, correta eformações transparente, No primeiro deste novo triénio, encontram-se para os esclarecendo todas as dúvidas colocadas sobre o projeto. Estaremos Formadores e Chefes de Agrupamento sobre o novo sistema de formação, para sempre disponíveis para onecessárias debate público contidas.É com fornecer todas as ferramentas para das queideias cada nele um cumpra a sua missão um cuidado especial que será feita a divulgação, evitando a todo custo e se consiga implementar o novo sistema de formação. qualquer comentário pessoal sobre os elementos envolvidos nesta eleição,também isto porque tratadadaRegião divulgação de um projeto e das no ideias Pretende-se aferirsejunto as necessidades formativas, sentido nele expressas e deverá ser sempre este o foco de todos os comentários. de conseguir disponibilizar aos adultos da Associação uma oferta formativa Só assimese poderá cumprir e pugnar para que sejam sempre cumpridas diversificada qualificada. as regras do Jogo.Será fundamental que dia 15 de Dezembro, os Caminheiros/Companheiros Dirigentes Madeira possam escolher, De referir ainda a celebração do diae do Dirigente,dacom a dinamização de uma ativide forma livre, o Projeto que consideram o melhor para a Região, dade que se pretende que seja um momento de partilha de experiências,mas de conque o façam sendo possuidores de informação correta, clara fraternização, de verdadeira “fraternidade” entre irmãos escutas, pois, só assimeconfidedigna.É desta desafios Equipa que exemplo dado neste processo seguiremos fazeresperança face aos novos queo se apresentam à nossa Associação. eleitoral seja aquele que a Região merece e que o mesmo sirva para o seu crescimento e fortalecimento futuro,caminho assim todos como juntos: de Terminamos deixando um desafio, de fazer “Agora, vamos esse caminho juntos, esse caminho da Igreja de Roma. Um camitodos os iniciar seus membros. nho de fraternidade, de amor e confiança mútua entre nós.” Papa Francisco Equipa B.P. Secretária Regional Telma Spinola


N

SER

2014 - 2016

+REGIÃO

OBJETIVOS E AÇÕES

Objetivos

Secretária para os Recursos Adultos >Dinamizar o trabalho para e com os Formadores da Região, constituindo uma equipa de formação coesa e qualificada; >Aplicar o novo Sistema de Formação de Adultos no Escutismo de acordo com os planos e propostas de formação a nível nacional; >Apoiar os Agrupamentos na definição de critérios para a adesão de novos adultos; >Disponibilizar oferta formativa que estimule os adultos à formação contínua; >Envolver os adultos, enquanto educadores, na definição de estratégias para o CNE Madeira no futuro;

Ações

>Promover e valorizar o papel do Dirigente enquanto educador

Proceder ao levantamento das necessidades e consequente realização de formação (IPE, FGPE, Cursos Monográficos, etc.); Adequar a formação às necessidades dos formandos; Incentivar à participação dos dirigentes nas formações; Promover com os formadores o trabalho em equipa e o recurso às novas metodologias, nas diferentes ações de formação; Organizar o Dia D Regional; Organizar o Seminário Regional.


N

SER

2014 - 2016

+REGIÃO

Iº SEÇÃO

Ser leal Deus significa nunca te esqueceres Delede e recordá-Lo o O para “Ser com + Região” nasceu no seio de um grupo escuteirosem datudo Região fazes.da Madeira, com uma amizade cimentada ao longo de vários anos, pela Se nunca O esqueceres, nunca farás nada mal. E se te lembrares Dele vivência e preparação de de várias atividades e quando projetos. estiveres fazersóqualquer errada, deixarás logo degrupo, a fazer.que sentiu essa Ser auma Região coisa e coesa é a proposta deste Deus necessidade tem sido bom para isso cabe-te fazer alguma coisa em que e contigo, que seporpredispõe a apresenta-la à troca Região. Lhe agrade; é esse o teu dever para com Deus. Sendo as eleições para a Junta Regional o momento para aBaden-Powell Região escolher o rumo que quer seguir, é a altura certa para apresentar esta proposta. Esta Equipa, enquanto lista candidata, pretende ser o rosto É intenção desta Secretaria desenvolver coordenativa dos Áquêlás deste Projeto. Como Equipa, escolhea oaptidão seu Guia, distribui tarefas e Regionais, para que não sejam– apenas da vertente lúdica, mas estejam lança-se a jogar o “jogo” Eleiçõesagentes para a Junta Regional da Madeira. também abertos à inovação à mudança, diálogo ae ànossa reflexão, as suas Como qualquer Equipaede escuteiros,aotambém querpara queque o seu funções não saia se limitem aomas perfil institucional e mais sejamlhecomplementadas Projeto vencedor, sabe que antes de cabe cumprir a Leicom a função planeamento quebra as bem fronteiras educativo do CNE. dode Escuta assumidaque na Promessa, comono as processo regras deste jogo que se encontram definidas no Regulamento Geral e Regulamento Eleitoral É comdogrande iniciamos- uma nova caminhada, lado a lado. com Corpoentusiasmo Nacional que de Escutas Escutismo Católico Português toda Envolver a Região, na convicção de continuarmos desempenhar o melhor os eEscuteiros da Madeira numa reflexãoasobre o rumo a seguir que pelapodermos missão do projeto que nos foi confiada. Região, partindoa da divulgação “Ser + Região” é o que pretende esta Equipa, que se manterá sempre coesa e unida, juntamente Qual com escola paratodos a vida, estaos Secretaria tem como principais proporciocolaboradores nelaobjetivos: envolvidos. nar às crianças o contacto direto com a natureza; sensibilizar as crianças para a toda a Região seja ouvida, serão todos ospessoPorque da é desejável que do importância preservação meio ambiente; promover asusados competências de uma de forma correta com e transparente, ais e meios sociais,e amétodos partir dedisponíveis uma multiplicidade estratégias forte vertente esclarecendo todas as dúvidas colocadas sobre o projeto. Estaremos pedagógica de índole recreativa, lúdica e desportiva, privilegiando o contexto de sempre disponíveis para o debate das ideias nele contidas.É com grupo; desenvolver a imaginação e público criatividade de cada um, valorizando o um cuidado especial que será feita a divulgação, evitando a todo custo trabalho das expressões: dramática, rítmica, corporal e manual. qualquer comentário pessoal sobre os elementos envolvidos nesta eleição, isto porque se trata da divulgação de um projeto e das ideias Secretário Regional nele expressas e deverá ser sempre este o foco de todos os comentários. Ricardo Vieira Só assim se poderá cumprir e pugnar para que sejam sempre cumpridas as regras do Jogo.Será fundamental que dia 15 de Dezembro, os Caminheiros/Companheiros e Dirigentes da Madeira possam escolher, de forma livre, o Projeto que consideram o melhor para a Região, mas que o façam sendo possuidores de informação correta, clara e fidedigna.É esperança desta Equipa que o exemplo dado neste processo eleitoral seja aquele que a Região merece e que o mesmo sirva para o seu crescimento e fortalecimento futuro, assim como de todos os seus membros. Equipa B.P.


N

SER

2014 - 2016

+REGIÃO

OBJETIVOS E AÇÕES

Objetivos-gerais Motivar os chefes de unidade e equipas de animação dos agrupamentos para o trabalho pedagógico; Acompanhar a implementação do Programa Educativo na Região. Ações-gerais Promover reuniões mensais com os chefes de unidade; Coordenar e acompanhar a implementação do Programa Educativo; Estruturar e dinamizar formação específica nas áreas da técnica escutista e liderança (conselho de guias regional/encontro de animadores, etc.);

Objetivos

Secretário para Iª Seção >Acompanhar o trabalho pedagógico e da implementação do Programa Educativo; >Motivar os chefes de unidade e equipas de animação dos Agrupamentos para o trabalho pedagógico; >Aprofundamento da Pedagogia da Fé.

Ações

Reuniões mensais com os chefes de unidade; Atividades apelativas e criativas de modo a potenciar a participação dos Agrupamentos; Encontros de formação para as Equipas de Animação e Guias, com observação e partilha de práticas locais; Promover a atividade típica da secção a nível regional; Promoção de visitas aos Agrupamentos, de forma a acompanhar a implementação do Programa Educativo; Promoção de iniciativas, conjuntas, entre Agrupamentos; Criação de plataformas virtuais de aprendizagem e partilha de materiais; Promoção de trabalho específico de aprofundamento da Pedagogia da Fé entre os lobitos, centrado na figura do Patrono São Francisco de Assis, nos Modelos de Vida Beatos Francisco e Jacinta e Santa Clara de Assis.


N

SER

2014 - 2016

+REGIÃO

IIº SEÇÃO

“CreioOque Deus nos colocou neste mundo para felizes apreciar“Ser + Região” nasceu no seioencantador de um grupo desermos escuteiros daeRegião mos ada vida. A felicidade não vem da riqueza, nem simplesmente do êxito de uma Madeira, com uma amizade cimentada ao longo de vários anos, pela carreira, nem dos prazeres. Um passo para é serdes saudáveis fortes…, vivência e preparação de a felicidade várias atividades e eprojetos. para poderdes úteis e gozar a vida…. “ B-P deste grupo, que sentiu essa Ser uma ser só Região e coesa é a proposta

necessidade e que se predispõe a apresenta-la à Região. “Não há satisfação maior do que aquela que sentimos Sendo as eleições alegria para aaos Junta Regional o momento para a Região quando proporcionamos outros.” M. Taniguchi escolher o rumo que quer seguir, é a altura certa para apresentar esta proposta. Esta Equipa, enquanto lista candidata, pretende ser o rosto No sentido de proporcionarmos aosescolhe nossos o exploradores/moços “alegrias”, deste Projeto. Como Equipa, seu Guia, distribuiessas tarefas e vou em conjunto comoas“jogo” equipas de animação Expedições/Flotilhas regionais lança-se a jogar – Eleições para adas Junta Regional da Madeira. criar Como esses qualquer desafios Equipa para de queescuteiros, os pré-adolescentes possam crescer também a nossa quer que o seu com valores numa sociedade cada vez de mais menos voltada o Projeto saia vencedor, mas sabe que antes lhe cabe cumprir apara Lei próximo e mais si jogo que mesma! do Escuta assumida na Promessa,virada bem como aspara regras deste se encontram definidas no Regulamento Geral e Regulamento Eleitoral Em 2014 algumas novidades têm vindoCatólico a ser implementadas do teremos Corpo Nacional de Escutasque - já Escutismo Português . pelo meu antecessor, com mais frequência, assim teremos reuniões mensais com o Envolver osmas Escuteiros da Madeira numa reflexão sobre o rumo a seguir objetivo partilha e uniãoda sobre o plano do educativo. novidade será o regrespelade Região, partindo divulgação projeto Uma“Ser + Região” é o que so dopretende conselhoesta de guias/timoneiros, para termos um espaço de formação/partilha Equipa, que se manterá sempre coesa e unida, juntamente a nívelcom regional onde secolaboradores possam expressar sobre dificuldades todosos elementos os nela as suasenvolvidos. e apresentarem as suas opiniões de forma espontânea. Porque é desejável que toda a Região seja ouvida, serão usados todos os meios e métodos de uma forma correta do e transparente, Quanto a atividades de disponíveis secção, teremos a comemoração “nosso” patrono, esclarecendo todas as dúvidas colocadas sobre o projeto. São Tiago Menor, atividade essa que não deverá ser na data própriaEstaremos para não intersempre disponíveis para o debate público das ideias nele contidas.É ferir com as festas escolares finais, ou conclusões de aventuras com de cada um cuidado especial que será feita a divulgação, evitando a todo custo Expedição/Flotilha. Deste modo, teremos no nosso plano a data inicialmente qualquer comentário sobre os elementos nesta de prevista, que será alteradapessoal logo na primeira reunião envolvidos com os chefes eleição, isto porque trata da divulgação de um projetodeve e dasser ideias Expedição/Flotilha, pois se a opinião de cada agrupamento ouvida, nele expressas e deverá ser sempre este o foco de todos os comentários. deforma a enriquecer a secção regional. Só assim se poderá cumprir e pugnar para que sejam sempre cumpridas as regras do Jogo.Será queeste diadesafio 15 de foi, Dezembro, O principal objetivo que me fundamental levou a aceitar o voltar os a criar Caminheiros/Companheiros e Dirigentes da Madeira possam atividades para serem verdadeiros desafios, com base no escolher, pretendido de forma livre, o Projeto que consideram o melhor para a Região, mas e sugerido pelos nossos elementos. sendo a possuidores informação e Para que issoo façam deixo-vos citação de abaixo, que correta, dá queclarapensar! fidedigna.É esperança desta Equipa que o exemplo dado neste processo eleitoral sejaque, aquele que Região merece e que o mesmo sirva das parapessoas o “Como é possível sendo asacriancinhas tão inteligentes, a maioria fortalecimento sejamseutãocrescimento tolas? A eeducação deve terfuturo, algo assim a ver como com de isso!” Alexandre Dumas (filho) todos os seus membros. Equipa B.P.

Secretário Regional Luís Sousa


N

SER

2014 - 2016

+REGIÃO

OBJETIVOS E AÇÕES

Objetivos-gerais Motivar os chefes de unidade e equipas de animação dos agrupamentos para o trabalho pedagógico; Acompanhar a implementação do Programa Educativo na Região. Ações-gerais Promover reuniões mensais com os chefes de unidade; Coordenar e acompanhar a implementação do Programa Educativo; Estruturar e dinamizar formação específica nas áreas da técnica escutista e liderança (conselho de guias regional/encontro de animadores, etc.);

Objetivos

Secretário para IIª Seção >Acompanhar do trabalho pedagógico e da implementação do Programa Educativo; > Motivar os chefes de unidade e equipas de animação dos Agrupamentos para o trabalho pedagógico.

Ações

Reuniões mensais com os chefes de unidade; Atividades apelativas e criativas de modo a potenciar a participação dos Agrupamentos e respetivos elementos; Encontros de formação para Equipas de Animação e Guias/Timoneiros, com observação e partilha de práticas locais; Promover a atividade típica da seção a nível regional; Promoção de iniciativas conjuntas entre Agrupamentos.


N

SER

IIIº SEÇÃO

2014 - 2016

+REGIÃO

“ Já que purificaste almas pela obediência à verdade que leva O “Ser + Região” nasceuas novossas seio de um grupo de escuteiros da Região a umcimentada sincero amor intensamente da Madeira, com uma amizade ao fraterno, longo deamai-vos vários anos, pela uns aos outros do fundo do coração.” vivência e preparação de várias atividades e projetos. São Pedro Ser uma só Região e coesa é a proposta deste grupo, que sentiu essa necessidade

e

que

se

predispõe

a

apresenta-la

à

Região.

Sendo as satisfação eleições para Junta Regional parasecção a Região É com grande que acomeço este ano oà momento frente da IIIª regional, secção essa que tem por São Pedro, que foi o discípulo amado esta de Jesus escolher o rumo quepatrono quer seguir, é a altura certa para apresentar Cristoproposta. e foi a primeira “pedra” (pedra angular) onde a igreja começou Esta Equipa, enquanto lista de candidata, pretende ser oa erguer-se. rosto deste Projeto. Como Equipa, escolhe o seu Guia, distribui tarefas e Seguindo esseaexemplo quero –fazer com para que os pioneiros e marinheiros sejam a lança-se jogar o “jogo” Eleições a Junta Regional da Madeira. fortaleza desta região,Equipa que sejam os mensageiros daapalavra de DEUS Como qualquer de escuteiros, também nossa quer que oatravés seu da prática do bem através domas companheirismo amizade modo a construirmos Projeto saiaevencedor, sabe que antesede mais lhede cabe cumprir a Lei uma comunidade sólida ena unida. do Escuta assumida Promessa, bem como as regras deste jogo que se encontram definidas no Regulamento Geral e Regulamento Eleitoral Para este apostei na união duas actividades, o Ichtus e o dia de São Pedro, do ano, Corpo Nacional de de Escutas - Escutismo Católico Português . ficando assim uma grande atividade de verão. Envolver os Escuteiros da Madeira numa reflexão sobre o rumo a seguir

pela Região, partindo da divulgação do projeto “Ser + Região” é o que Espero contar com a boa vontade de todos vós de modo a atingirmos o bem pretende esta Equipa, que se manterá sempre coesa e unida, juntamente comum sentido deosajudarmos os nossos pioneiros comcom otodos colaboradores nela e marinheiros envolvidos. a construírem uma grande Comunidade. Porque é desejável que toda a Região seja ouvida, serão usados todos os meios e métodos disponíveis de uma forma correta eSecretária transparente, Regional esclarecendo todas as dúvidas colocadas sobre o projeto. Estaremos Marta Dias sempre disponíveis para o debate público das ideias nele contidas.É com um cuidado especial que será feita a divulgação, evitando a todo custo qualquer comentário pessoal sobre os elementos envolvidos nesta eleição, isto porque se trata da divulgação de um projeto e das ideias nele expressas e deverá ser sempre este o foco de todos os comentários. Só assim se poderá cumprir e pugnar para que sejam sempre cumpridas as regras do Jogo.Será fundamental que dia 15 de Dezembro, os Caminheiros/Companheiros e Dirigentes da Madeira possam escolher, de forma livre, o Projeto que consideram o melhor para a Região, mas que o façam sendo possuidores de informação correta, clara e fidedigna.É esperança desta Equipa que o exemplo dado neste processo eleitoral seja aquele que a Região merece e que o mesmo sirva para o seu crescimento e fortalecimento futuro, assim como de todos os seus membros. Equipa B.P.


N

SER

2014 - 2016

+REGIÃO

OBJETIVOS E AÇÕES

Objetivos-gerais Motivar os chefes de unidade e equipas de animação dos agrupamentos para o trabalho pedagógico; Acompanhar a implementação do Programa Educativo na Região. Ações-gerais Promover reuniões mensais com os chefes de unidade; Coordenar e acompanhar a implementação do Programa Educativo; Estruturar e dinamizar formação específica nas áreas da técnica escutista e liderança (conselho de guias regional/encontro de animadores, etc.);

Objetivos

Secretário para IIIª Seção >Acompanhar do trabalho pedagógico e da implementação do Programa Educativo; > Motivar os chefes de unidade e equipas de animação dos Agrupamentos para o trabalho pedagógico.

Ações

Coordenar e acompanhar a implementação do Programa Educativo; Realizar reuniões mensais com os chefes de unidade; Dinamizar a formação realizando Conselhos de Guias/Mestres e Encontros de Animadores; Definir os modelos pedagógicos das actividades típicas da IIIª secção; Continuar com a actividade de Verão típica da secção, o Icthus; Criar actividades apelativas e criativas de modo a potenciar a participação dos Pioneiros/Marinheiros.


N

SER

2014 - 2016

+REGIÃO

IVº SEÇÃO

“AindaOque todas asnasceu línguasno dosseio homens e dos anjos, não tiver da amor sou “Sereu+fale Região” de um grupo de se escuteiros Região comoda o bronze quecom soa uma ou o sino que retine (...) mesmo que tivesse todaanos, a fé apela ponto Madeira, amizade cimentada ao longo de vários de transportar se não tiverde amor,várias não sereiatividades nada.” vivência montanhas, e preparação e projetos. São Paulo Ser uma só Região e coesa é a proposta deste grupo, que sentiu essa

necessidade e que se predispõe a apresenta-la à Região. É com este sentido de “Caminhar” que inicio este mandato, trabalhar numa IV Sendoparecer as eleições Junta Regional o momento para a Região até pode fácil,para masa os nossos jovens adultos precisam muito de nós escolher (adultos),o rumo e é que comquer espirito quepara aceitei comandar seguir,de é a serviço altura certa apresentar esta os destinos caminheiros/companheiros a nível regional. proposta.dos Esta Equipa, enquanto lista candidata, pretende ser o rosto deste Projeto. Como Equipa, escolhe o seu Guia, distribui tarefas e Este ano 2014,agostaria fosse um ano para do renascimento da IV da regional, gostaria lança-se jogar o que “jogo” – Eleições a Junta Regional Madeira. de ver os nossos caminheiros companheiros ativos, com quer espirito serviço, Como qualquer Equipa deeescuteiros, também a nossa que de o seu dispostos a caminhar, não só nasabe caminhada física, mas lhe também numa caminhada Projeto saia vencedor, mas que antes de mais cabe cumprir a Lei espiritual tendoassumida sempre como meta obem Homem Gostaria de poder do Escuta na Promessa, comoNovo. as regras desteainda jogo que incentivar cada caminheiro/companheiro para que faça seu progresso individual, se encontram definidas no Regulamento Geral e oRegulamento Eleitoral e queCorpoo Nacional mesmode Escutas tenha - Escutismo como base seu . PPV. do Católico oPortuguês Envolver os Escuteiros da Madeira numa reflexão sobre o rumo a seguir Nas atividades programadas, o Serviço, pela Região, partindo da pretendo divulgaçãotrabalhar do projeto “Sero+exemplo Região” doénosso o que Patrono São Paulo e o Homem Novo, que para mim são três pilares pretende esta Equipa, que se manterá sempre coesa e unida, juntamente importantes na vida de um caminheiro/companheiro. com todos os colaboradores nela envolvidos. Região para seja ouvida, serão usados todos os uma é desejável AlémPorque da típica atividadeque da toda IV, oaPaulus, este ano proponho também meiosdeeverão métodos disponíveis de uma forma corretadesta e transparente, atividade denominada de Rotas2014. O objetivo atividade será esclarecendo todas as dúvidas colocadas sobre o projeto. Estaremos juntar os caminheiros/companheiros que estão nas Ilhas com os que estão fora, sempreatividade disponíveis o debate público das ideias neleenquanto contidas.É com esta mesma terápara como base uma atividade que vivi caminheiro um cuidado especial queserá serábaseada feita a divulgação, evitando a todo custo em 1994, o Rotas94, a mesma em dois tipos de caminhada, a Física, comentárioparticipantes pessoal sobre os elementos envolvidos ondequalquer todos os elementos vão deslocar-se de um ponto da nesta Ilha para eleição, isto porque se trata da divulgação de um projeto e das ideias outro e a Espiritual, ao longo das caminhadas onde os caminheiros/companheiros e deverá sempresobre este o foco de todosassuntos/temas, os comentários. uns vão nele ser expressas convidados a ser refletir diversos se poderá cumprir e pugnar para que sejam cumpridas em Só assim tribo/companha outros em sempreclã/comunidade. as regras do Jogo.Será fundamental que dia 15 de Dezembro, os e Dirigentes Madeira possam escolher, O ClãCaminheiros/Companheiros Regional continuará a ser uma aposta. A da ideia será dinamizar ainda mais o de forma livre, o Projeto que consideram o melhor para a Região, mas uma mesmo, envolvendo todos os agrupamentos pertencentes ao Clã, criando que o façam forte sendo possuidores de oinformação correta, clara e equipa de animação e coesa, fazendo que mesmo funcione como se estivesfidedigna.É desta Equipa que ode exemplo dadode neste processoPPV’S. se inserido numesperança Agrupamento, com Carta Clã, Mapa Progresso, eleitoral seja queter. a Região merece que frase o mesmo sirvaJoão paraPaulo o II: A dinâmica que umaquele Clã deve E termino comeuma do Papa seu crescimento e fortalecimento futuro, assim como de “Todotodos o tempo tempo de acreditar que as pessoas se vão renovar” os seus émembros. Equipa B.P.

Secretário Regional Lino Teixeira


N

SER

2014 - 2016

+REGIÃO

OBJETIVOS E AÇÕES

Objetivos-gerais Motivar os chefes de unidade e equipas de animação dos agrupamentos para o trabalho pedagógico; Acompanhar a implementação do Programa Educativo na Região. Ações-gerais Promover reuniões mensais com os chefes de unidade; Coordenar e acompanhar a implementação do Programa Educativo; Estruturar e dinamizar formação específica nas áreas da técnica escutista e liderança (conselho de guias regional/encontro de animadores, etc.);

Objetivos

Secretário para IVª Seção >Dinamizar mais o caminheirismo/companherismo na Região; >Motivar os caminheiros/companheiros a viver a sua vida de caminheiro/companheiro, tanto na Região como fora dela, indo de encontro ao Homem Novo e fazendo o seu progresso pessoal baseado no Programa Educativo; >Manter e melhorar as dinâmicas do Clã Regional; >Melhorar a participação dos Chefes de Clã, tanto na vida dos caminheiros, como também na dinamização do caminheirismo na Região; >Motivar e, até quiçá, criar um contingente de caminheiros/companheiros da Região a participar no ROVER’2015;

Ações

>Criar uma Base Regional da IV.ª Secção. Melhorar a promoção do Cenáculo Regional, espaço de partilha de opiniões e ideias dos caminheiros/companheiros; Implementar uma atividade de verão para que todos os caminheiros/companheiros da Região possam participar; Promover e incentivar os caminheiros/companheiros a participarem em projetos do CNE, a nível nacional ou internacional; Incentivar os caminheiros/companheiros à participarem nos conselhos regionais, fazendo com que cada um sinta que pode e deve contribuir para o desenvolvimento e crescimento da Região; Manter a presença do movimento na Pastoral Juvenil, de preferência com um ou mais jovens caminheiros/companheiros.


N

SER

2014 - 2016

+REGIÃO

SRG

O principal destanasceu secretaria será de facilitar o trabalho de todosda osRegião que se O “Serobjetivo + Região” no seio um grupo de escuteiros dedicam à educação desenvolvimento dos nossos jovens. da Madeira, come uma amizade cimentada ao longo de vários anos, pela vivência e preparação de várias atividades e projetos. Através apoio do deste património dos recursos financeiSerdo uma só administrativo Região e coesaeédaa gestão proposta grupo,e que sentiu essa ros, tudo será feito para colocarseao dispor meiosaqueapresenta-la permitam levar mais e necessidade e que predispõe à a cabo Região. melhores atividades, seja para os agrupamentos, seja para as diferentes secretarias as eleiçõesregionais para a JuntaouRegional a Região nas Sendo atividades na o momento formação parade adultos. escolher o rumo que quer seguir, é a altura certa para apresentar esta Serviços administrativos proposta. Esta Equipa, enquanto lista candidata, pretende ser o rosto Gerir deste os serviços regionais forma aescolhe cumprir o com obrigações da Junta Regional Projeto. ComodeEquipa, seuasGuia, distribui tarefas e para com as entidades proporcionar atendimento de excelência lança-se a jogar oexternas “jogo” –eEleições para aum Junta Regional da Madeira. aos nossos associados, usando ferramenta o Sistema de Gestão da Qualidade. Como qualquer Equipacomo de escuteiros, também a nossa quer que o seu Projeto saia vencedor, mas sabe que antes de mais lhe cabe cumprir a Lei Privilegiar a relação com os para deste o objetivo ser do Escuta assumida naagrupamentos, Promessa, bemtrabalhando como as regras jogo de que mais região. Continuar a prestar o apoio àsGeral suas atividades, nomeadamente se encontram definidas notodo Regulamento e Regulamento Eleitoral no tratamento dosde pedidos apresentados, tendo também uma ação. do Corpoexpedito Nacional Escutas - Escutismo Católico Português pedagógica para estes sejam efetuados atempadamente. que o Envolver os que Escuteiros da Madeira numa reflexão sobre oRecordamos rumo a seguir SGQ obriga ao cumprimento prazos, quer respostas que pela Região, partindo dade divulgação do nas projeto “Ser + damos, Região”querénos o que pedidos que nos fazem. pretende esta Equipa, que se manterá sempre coesa e unida, juntamente com todos os colaboradores nela envolvidos. Acompanhar sempre que possível as visitas propostas pela chefia regional aos toda seja ouvida, Porque é desejável quein agrupamentos para detetar locoa Região as necessidades de serão apoio.usados todos os meios e métodos disponíveis de uma forma correta e transparente, esclarecendo todas as dúvidas colocadas sobre o projeto. Estaremos Assessoria para a informática. sempre disponíveis para o debate das ideias nele contidas.É Apoiar os serviços da Junta Regional. Sepúblico necessário, programar ações paracom ajuda um cuidado especial que será feita a divulgação, evitando a todo custo aos agrupamentos caso sintam lacunas na utilização de aplicações informáticas, qualquer comentário pessoal sobre os elementos envolvidos nesta nomeadamente do SIIE. eleição, isto porque se trata da divulgação de um projeto e das ideias nele expressas e deverá ser sempre este o foco de todos os comentários. Património assim se poderá cumprir e pugnar para que cumpridas Gerir Só e preservar da melhor forma o património da sejam Região.sempre Dinamizar a utilização as regras do Jogo.Será fundamental que dia 15 de Dezembro, da Casa do Escuteiro e da frota de viaturas, quer publicitando o seu aluguer os a agruCaminheiros/Companheiros e Dirigentes da Madeira possam escolher, pamentos e entidades de fora do arquipélago, quer criando condições atrativas forma livre, Projeto pelos que consideram o melhor para a Região, para de utilização das omesmas agrupamentos da Região. Devido mas à idade que o façam sendo possuidores de informação correta, clara e avançada e por potenciar problemas ao nível da segurança, será necessário fidedigna.Éa esperança desta Equipa dado neste processo substituir viatura de que9o exemplo lugares mais antiga. eleitoral seja aquele que a Região merece e que o mesmo sirva para o seuMestre crescimento Quartel Regional e fortalecimento futuro, assim como de Inventariar, reparar e substituir o material que se encontra depositado no armazém todos os seus membros. da travessa de S. Filipe, criando uma base de dados com o material de Equipa campo B.P. passível de ser emprestado ou alugado aos agrupamentos e entidades externas.


DMF Continuar o serviço de venda aos associados, prestando um atendimento de qualidade e renovação de stocks atempada. Para este efeito é necessária a colaboração dos agrupamentos, comunicando com antecedência as encomendas de uniformes para as épocas de promessas. Gestão financeira O CNE não é estranho às dificuldades financeiras que o país atravessa. No entanto, e porque dizemos que somos um movimento, não podemos parar. Continuamos a contar com os apoios prometidos pelas entidades oficiais, além das quotizações e comparticipação dos nossos filiados nas atividades a desenvolver, fazendo o (im)possível para as realizar com qualidade com o mínimo de gastos Como em 2014 não há grande atividade regional (ACAREG ou Jamboree), aproveitar para investir em património, nomeadamente na substituição da viatura acima mencionada, o que implica um aumento significativo nos gastos orçamentados mas é uma despesa necessária e que se repercutirá em melhor serviço e qualidade, não só no neste ano como nos próximos. Acompanhar permanentemente a execução orçamental para que possamos chegar ao fim do ano com margem para encarar positivamente 2015. Secretário Regional Alberto Gomes


N

SER

2014 - 2016

+REGIÃO

OBJETIVOS E AÇÕES

Objetivos

Secretário para a Gestão >Manter e melhorar a gestão criteriosa dos meios financeiros da Região; >Melhorar a eficiência e a eficácia dos serviços regionais; >Apoiar os agrupamentos nas áreas administrativa e financeira; >Melhorar a comunicação com os agrupamentos.

Ações

Divulgação e dinamização de candidaturas e acompanhamento dos programas de apoio e incentivo da associação e extra associação (campanhas “top calendário”,” canto de patrulha”, etc.); Criação de programas regionais de apoio aos agrupamentos; Desenvolver ações de divulgação dos bens passíveis de aluguer: Casa do Escuteiro, carrinhas, etc.; Manter e melhorar o nosso património; Controlar o empréstimo/aluguer de bens e verificar o seu estado no momento da devolução; Organizar o armazém de material de campo, mantendo-o em boas con dições de utilização por parte dos Agrupamentos da Região e dos que nos visitam.

-

Encontrar um bom Quartel-mestre; Manter e melhorar o SGQ nos serviços regionais com o empenho de todos os Dirigentes da Região, maximizando recursos financeiros e humanos; Acompanhar os agrupamentos e prestar apoio para que sejam cumpri dos a tempo e com qualidade os procedimentos administrativos necessários; Reforçar a política de comunicação e visibilidade do Escutismo na Região, através dos meios tradicionais e das redes sociais.

-


Plano anual de atividades 2014 – CNE Madeira

Titular Chefia Regional

Iniciativa Reuniões com os chefes de agrupamento

Datas Janeiro a Dezembro

Local Junta Regional

SR IV

Paulus

24 a 26 de Janeiro

São Vicente

JRM

Dia do Pensamento

23 de Fevereiro

SR II

Conselho de Guias/Timoneiros

Março

Parque ecológico do Funchal A definir

JRM

São Jorge

26 e 27 de Abril

A definir

Todas as seções

SR I

Conselho de Guias

Maio

A definir

Lobitos

SR III

Conselho de Guias/Mestres

Maio

A definir

Pioneiros Marinheiros

SRRA

Curso monográfico

Junho

A definir

Dirigentes

JRM

500 anos da Diocese

15 de Junho

Todas as seções

SR II

São Tiago

26 e 27 Julho

Estádio dos Barreiros A definir

SR III

Icthus

Julho

A definir

SR IV

Rotas

A definir

SRRA

Curso monográfico

30 de Julho a 3 de Agosto Setembro

A definir

Exploradores Moços Pioneiros Marinheiros Caminheiros Companheiros Dirigentes

JRM

Corpo de Deus

22 de Junho

Funchal

Todas as seções

JRM

Congresso dos 500 anos da Diocese

18 a 20 de Setembro

A definir

SR I

Dia do Lobito

5 de Outubro

A definir

Dirigentes, Caminheiros Companheiros Lobitos

Dia D

8 e 9 de Novembro

A definir

Dirigentes

Aniversário CNE Madeira

8 de Dezembro

A definir

Todas as seções

SRRA JRM

Destinatários Chefes de agrupamento e adjuntos Caminheiros Companheiros Todas as seções Exploradores Moços


FR-66

JUNTA REGIONAL DA MADEIRA

Rev.1

Resumo Orçamento Regional

Códigos

Níveis

Actividade

10/2012

Mapa

Chefia Regional

01 01.01 01.01.01 01.01.02 01.02 01.02.01 01.03 01.04 01.05 01.06 01.06.01 01.06.02 01.06.03

Despesas de Representação Jantar de Natal Refeições Reuniões Viagens Assessoria da Segurança e Protecção Civil Assessoria para Formaturas Gerais Assessoria para Comunicação e Informática Atividades Gerais Dia do Pensamento Dia de São Jorge 86º Aniversário CNE Madeira

02.01 02.01.01

Assistentes Agrupamento Encontro Regional Assistentes

03.01

Saldo

5 800,00

0,00

1.1 1.2

900,00 100,00

900,00 100,00

0,00 0,00

1.3

1 500,00

1 500,00

0,00

1.4 1.5 1.6

1 400,00 1 400,00 500,00 100,00

1 400,00 1 400,00 500,00 100,00

0,00 0,00 0,00 0,00

2.1

100,00

100,00

0,00

8 660,00

8 660,00

0,00

3.1 3.2

500,00 600,00

500,00 600,00

0,00 0,00

3.3

950,00

950,00

0,00

Secretarias Regionais

03

Orçamento Despesas

5 800,00

Assistência Relegiosa

02

Receitas

Secretaria 1ª Secção

03.01.01 03.01.02 03.02

03.02.01 03.03

03.03.01 03.03.02 03.04

03.04.01 03.04.02 03.04.03

Conselho de Guias Dia do Lobito Secretaria 2ª Secção São Tiago Secretaria 3ª Secção Conselho de Guias São Pedro / ICTHUS Secretaria 4ª Secção Paulus

3.4

350,00

350,00

0,00

3.5

2 550,00

2 550,00

0,00

3.6

710,00

710,00

0,00

3.7 3.8

1 300,00 1 700,00 3 330,00

1 300,00 1 700,00 3 330,00

0,00 0,00 0,00

Dia D Formadores Formação (nível Nacional)

4.1

420,00

420,00

0,00

4.2

850,00

850,00

0,00

Formação Formadores Formação chefes de agrupamento Departamento Formação

4.3 4.4

100,00 50,00

100,00 50,00

0,00 0,00

4.5 4.6

280,00 560,00

280,00 560,00

0,00 0,00

4.7 4.8

170,00 400,00

170,00 400,00

0,00 0,00

4.9 4.10

250,00 250,00

250,00 250,00

0,00 0,00

Cenáculo Nacional Clã Regional

Secretaria Regional Adultos

04 04.01

Dirigentes

04.01.01 04.02

04.02.01 04.02.02 04.02.03 04.03

04.03.01 04.03.01.01 04.03.01.02

04.03.02 04.03.02.01 04.03.02.02

04.03.03 04.03.03.01 04.03.03.02

Nível Nacional Comité Nacional de Adultos Enforma Nível Regional Encontro Inicial Iniciação à pedagogia escutista Outros Cursos Curso Monográfico Curso Monográfico


FR-66

JUNTA REGIONAL DA MADEIRA

Rev.1

Resumo Orçamento Regional

Códigos

Níveis

Actividade

10/2012

Mapa

Secretaria Regional Gestão e Patrimonio

05 05.01

Receitas

Orçamento Despesas

Saldo

82 941,76

73 083,38

9 858,38

44 306,20 0,00

46 846,77 0,00

-2 540,57 0,00

325,00

65,00

260,00

28 970,56

23 050,00

5 920,56

0,00

256,61

-256,61

Serviços Financeiros

05.01.01 05.01.02 05.01.03 05.02

Estrutura Investimento

5.1

Financiamento DMF

05.02.01 05.02.02 05.03

05.03.01 05.03.02 05.03.03 05.04

Exploração Estrutura Departamento Patrimonio Edifício de São Filipe Viaturas Casa do Escuteiro - Nazaré

5.2

5.3

3 840,00

390,00

3 450,00

5.4 5.5

3 000,00 2 500,00

2 075,00 150,00

925,00 2 350,00

5.6

0,00 1 200,00

250,00 1 200,00

-250,00 0,00

6.1

1 200,00

1 200,00

0,00

250,00

250,00

0,00

Quartel Mestre

05.04.01

Manutenção Equipamentos

Mesa do Conselho Regional

06 06.01 06.01.01

A Nível Nacional Conselho Nacional (Representantes)

Conselho Fiscal e Jurisdicional Regional

07 07.01 07.01.01

A Nível Nacional Viagem Conselheiros (CFJR) Total

7.1

250,00

250,00

0,00

102 281,76

92 423,38

9 858,38


Chefia Regional Assistência Religiosa Secretarias Regionais Secretaria Regional Adultos Secretaria Regional Gestão Mesa do Conselho Regional Conselho Fiscal e Jurisdicional Regional

Receitas 2 800,00 50,00 5 950,00 920,00 82 941,76 0,00 0,00 92 661,76

Despesas 5 800,00 100,00 8 660,00 3 330,00 63 463,38 1 200,00 250,00 82 803,38

Resultado -3 000,00 -50,00 -2 710,00 -2 410,00 19 478,38 -1 200,00 -250,00 9 858,38

44 306,20 0,00 325,00 28 970,56 0,00 3 840,00 3 000,00 2 500,00 0,00 82 941,76

46 846,77 0,00 65,00 23 050,00 256,61 390,00 2 075,00 150,00 250,00 73 083,38

-2 540,57 0,00 260,00 5 920,56 -256,61 3 450,00 925,00 2 350,00 -250,00 9 858,38

Secretaria Regional Gestão Estrutura Investimento Financiamento DMF - Exploração DMF - Estrutura Edifício de São Filipe Viaturas Casa do Escuteiro - Nazaré Manutenção Equipamentos

Estrutura Conta 75 - Subsídios Governo da RAM - Subsídio Ordinário Câmara Municipal do Funchal - Subsídio CNE - Junta Central - Subsídio às Viagens

5 1 5 11

Conta 78 - Outros Rendimentos e Ganos Quotizações Outros Amortizações do Exercício

19 000,00 240,00 14 066,20 33 306,20

Rendimenos e Gantos de Exploração Totais Conta 62 Fornecimentos e Serviços Externos Serviços Especializados Materiais Materiais - Apoio da JR aos Outros Centros de Custo Energia e Fluídos Deslocaçoes e Estadas - Apoio da JR aos Outros Centros de Custo Serviços Diversos Serviços Diversos - Apoio da JR aos Outros Centros de Custo 64 - Gastos com Depreciações e Amortizações Activos Fixos Tangíveis 68 - Outros Gastos e Perdas Quotizações Diversos

Gastos e Perdas de Exploração Totais

Resultado Financeiro 79 - Juros e Outros Rendimentos Similares 69 - Gastos e Outras Perdas de Financiamento RESULTADO

000,00 000,00 000,00 000,00

44 306,20

2 1 1 1 7

020,00 560,00 420,00 560,00 650,00 730,00 550,00 15 490,00 15 496,77 15 496,77 15 500,00 360,00 15 860,00 46 846,77

-2 540,57

325,00 65,00

260,00 -2 280,57


FR-62 Rev.1 07-2012

JUNTA REGIONAL DA MADEIRA Orçamento JRM - 2014

Quadro

05.01 Plano de Contas - Exploração

Jan

61 - Custo das Mercadorias Vendidas 62 - Fornecimentos e Serviços Externos: 621 - Subcontratos 622 - Serviços Especializados Trabalhos Especializados Conservação e Reparação 623 - Materiais Ferramentas e Utensílios de Desgaste Rápido Atividades e Formação (Apoio JR) Material Escritório 624 - Energia e Fluídos Electricidade Água Combustíveis Outros Fluídos 625 - Deslocações, Estadas e Transportes Deslocações e Estadas (Apoio JR) 626 - Serviços Diversos Comunicação Seguros Despesas de Representação (Apoio JR) Limpeza, Higiene e Conforto Outros Serviços Externos 63 - Gastos com Pessoal 64 - Gastos com Depreciação e Amortizações 642 - Activos Fixos Tangíveis Terrenos e Recursos Naturais Edifícios e Outras Construções Equipamento Básico Equipamento de Transporte Equipamento Administrativo Outros Activos Fixos 68 - Outros Gastos e Perdas 681 - Impostos 688 -Outros Correções Relativas Exercícios Anteriores Quotizações Apoio aos Agrupamentos Diversos 69 - Gastos e Perdas de Financiamento 698 - Outros Gastos e Perdas de Financiamento

Fev

Mar

Abr

Mai

Jun

Jul

Ago

5.1

Set

Out

Nov

Dez

Total

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

1 295,00

1 250,00

1 200,00

1 295,00

1 200,00

1 200,00

1 295,00

1 100,00

1 200,00

1 295,00

1 200,00

1 960,00

15 490,00

240,00

145,00

145,00

240,00

145,00

145,00

240,00

45,00

145,00

240,00

145,00

145,00

2 020,00

210,00

115,00

115,00

210,00

115,00

115,00

210,00

15,00

115,00

210,00

115,00

115,00

1 660,00

0,00

30,00

30,00

30,00

30,00

30,00

30,00

30,00

30,00

30,00

30,00

30,00

30,00

360,00

248,00

248,00

248,00

248,00

248,00

248,00

248,00

248,00

248,00

248,00

248,00

252,00

2 980,00

80,00

80,00

80,00

80,00

80,00

80,00

80,00

80,00

80,00

80,00

80,00

80,00

960,00

118,00

118,00

118,00

118,00

118,00

118,00

118,00

118,00

118,00

118,00

118,00

122,00

1 420,00

50,00

50,00

50,00

50,00

50,00

50,00

50,00

50,00

50,00

50,00

50,00

50,00

600,00

130,00

130,00

130,00

130,00

130,00

130,00

130,00

130,00

130,00

130,00

130,00

130,00

1 560,00

90,00

90,00

90,00

90,00

90,00

90,00

90,00

90,00

90,00

90,00

90,00

90,00

1 080,00

40,00

40,00

40,00

40,00

40,00

40,00

40,00

40,00

40,00

40,00

40,00

40,00

480,00 0,00 0,00

637,00

637,00

637,00

637,00

637,00

637,00

637,00

637,00

637,00

637,00

637,00

643,00

7 650,00

637,00

637,00

637,00

637,00

637,00

637,00

637,00

637,00

637,00

637,00

637,00

643,00

7 650,00

40,00

90,00

40,00

40,00

40,00

40,00

40,00

40,00

40,00

40,00

40,00

790,00

1 280,00

20,00

20,00

20,00

20,00

20,00

20,00

20,00

20,00

20,00

20,00

20,00

50,00

20,00

240,00

250,00

250,00

500,00

550,00

10,00

10,00

10,00

10,00

10,00

10,00

10,00

10,00

10,00

10,00

10,00

10,00

120,00

10,00

10,00

10,00

10,00

10,00

10,00

10,00

10,00

10,00

10,00

10,00

10,00

120,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

15 496,77

15 496,77 0,00 0,00

10 944,35

10 944,35

3 750,00

3 750,00

0,00

537,96

30,00

30,00

15 530,00

30,00

30,00

30,00

30,00

30,00

30,00

30,00

30,00

537,96

264,46

264,46

30,00

15 860,00 0,00 0,00 0,00

15 500,00

15 500,00 0,00

30,00

30,00

30,00

30,00

30,00

30,00

30,00

30,00

30,00

30,00

30,00

30,00

360,00

43,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

22,00

65,00

22,00

65,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

11 000,00

11 000,00

5 000,00

5 000,00

43,00

0,00

71 - Vendas 72 - Prestações de Serviços 721 - Serviços aos Associados 722 - Serviços ao Exterior 75 - Subsídios à Exploração 751 - Subsídios do Estado e outros Entes Públicos Subsídio do Governo Regional da Madeira Subsídio da Câmara Municipal do Funchal 752 - Subsídios de outras Entidades (J. Central) 78 - Outros Rendimentos e Ganhos 781 - Rendimentos Suplementares 782 - Quotizações 788 - Outros 79 - Juros e Outros Rendimentos Similares 798 - Outros Rendimentos Similares

0,00 0,00

0,00

0,00

0,00 0,00

0,00

0,00

0,00 0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00 0,00

0,00

1 000,00

20,00

20,00

20,00

20,00

81,25

0,00

1 000,00

5 000,00

5 000,00

20,00

20,00

20,00

20,00

20,00

20,00

20,00

20,00

14 086,20

33 306,20

20,00

20,00

20,00

20,00

20,00

20,00

20,00

20,00

20,00

14 086,20

14 306,20

0,00

81,25

0,00

0,00

81,25

0,00

0,00

81,25

0,00

0,00

325,00

19 020,00

0,00 19 000,00

81,25

19 000,00

81,25

81,25

81,25

325,00

Resumo Estrutura Rendimentos Gastos Investimento Rendimentos Gastos Financiamento Rendimentos Gastos Resultado

06.01.01

-1 305,00

-1 260,00

2 290,00

-1 305,00

-1 210,00

-1 210,00

-1 305,00

-1 110,00

-1 210,00

-1 305,00

-1 210,00

7 599,43

-2 540,57

20,00

20,00

19 020,00

20,00

20,00

20,00

20,00

20,00

20,00

20,00

20,00

25 086,20

44 306,20

1 325,00

1 280,00

16 730,00

1 325,00

1 230,00

1 230,00

1 325,00

1 130,00

1 230,00

1 325,00

1 230,00

17 486,77

46 846,77

06.01.02

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

06.01.03

38,25

0,00

0,00

81,25

0,00

0,00

81,25

0,00

0,00

81,25

0,00

-22,00

260,00

0,00 0,00

81,25

0,00

0,00

81,25

0,00

0,00

81,25

0,00

0,00

81,25

0,00

43,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

-1 266,75

-1 260,00

2 290,00

-1 223,75

-1 210,00

-1 210,00

-1 223,75

-1 110,00

-1 210,00

-1 223,75

-1 210,00

0,00 22,00 7 577,43

325,00 65,00 -2 280,57


FR-61 Rev.1 07-2012

JUNTA REGIONAL DA MADEIRA Orçamento DMF - 2014

Quadro

05.02.01 Plano de Contas - Exploração 61 - Custo das Mercadorias Vendidas 611 - Mercadorias 612 - Mercadorias 64 - Gastos com Depreciação e Amortizações 642 - Activos Fixos Tangíveis 71 - Vendas 711 - Mercadorias 712 - Calendários 79 - Juros e Outros Rendimentos Similares 791 - Juros Obtidos 798 - Outros Rendimentos Similares

Jan

Fev

Mar

Abr

3 600,00

4 000,00

Mai

Jun

Jul

Ago

Set

5.2 Out

Nov

Dez

Total

3 730,00

1 200,00

1 200,00

23 050,00

256,61

256,61

1 500,00

25 650,00

0,00 1 200,00

2 400,00

800,00

960,00

3 000,00

0,00

960,00

0,00 0,00 0,00 1 500,00

3 000,00

4 500,00

5 000,00

1 000,00

1 200,00

3 750,00

0,00

1 200,00

1 500,00

1 500,00

3 220,00

3 220,00 0,00

8,38

8,38

8,38

8,38

8,38

8,38

8,38

8,38

8,38

8,38

8,38

8,38

100,56 0,00

Resumo Exploração: Rendimentos Gastos Resultado

0,00 1 508,38

3 008,38

4 508,38

5 008,38

1 008,38

1 208,38

3 758,38

8,38

1 208,38

4 728,38

1 508,38

1 508,38

28 970,56

1 200,00

2 400,00

3 600,00

4 000,00

800,00

960,00

3 000,00

0,00

960,00

3 730,00

1 200,00

1 456,61

23 306,61 5 663,95


Corpo Nacional de Escutas Região da Madeira

Orçamento Regional para 2013 Orçamento Códigos

Níveis

Centros de Custo

Mapa

Próprias 71

Chefia Regional

01 01.01.01 01.01.02 01.02.01 01.06.01 01.06.02 01.06.03

Jantar Natal Refeições Viagens Dia do Pensamento Dia de São Jorge 86º Aniversário CNE Madeira

02.01.01

1.1 1.2 1.3 1.4 1.5 1.6

03.01.01 03.01.02 03.02.01 03.03.01 03.03.02 03.04.01 03.04.02 03.04.03 04.01.01 04.02.01 04.02.02 04.02.03 04.03.01.01 04.03.01.02 04.03.02.01 04.03.02.02 04.03.03.01 04.03.03.02 05.01.01 05.01.02 05.01.03 05.02.01 05.02.02 05.03.01 05.03.02 05.03.03 05.04.01 06.01.01 07.01.01

0,00

500,00 500,00

0,00

900,00 900,00 500,00 50,00 50,00

0,00

0,00

0,00

0,00

5 950,00

0,00

0,00

0,00

2 800,00 500,00 0,00 0,00 900,00 900,00 500,00

Apoio JR 3 000,00 400,00 100,00 1 500,00 500,00 500,00

Total

62

61

5 800,00 900,00 100,00 1 500,00 1 400,00 1 400,00 500,00

0,00

64

Próprias

68

Saldo 69

Total

5 800,00 900,00 100,00 1 500,00 1 400,00 1 400,00 500,00

0,00

0,00

0,00

Apoio JR

5 800,00 900,00 100,00 1 500,00 1 400,00 1 400,00 500,00

0,00

Total 5 800,00 900,00 100,00 1 500,00 1 400,00 1 400,00 500,00

Próprio -3 000,00 -400,00 -100,00 -1 500,00 -500,00 -500,00 0,00

Apoio

Geral

3 000,00 400,00 100,00 1 500,00 500,00 500,00 0,00

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

50,00 50,00

50,00 50,00

100,00 100,00

0,00

100,00 100,00

0,00

0,00

0,00

100,00 100,00

0,00

100,00 100,00

-50,00 -50,00

50,00 50,00

0,00 0,00

5 950,00

2 710,00

8 660,00

0,00

8 660,00

0,00

0,00

0,00

8 660,00

0,00

8 660,00

-2 710,00

2 710,00

0,00

300,00

200,00

500,00

500,00

500,00

500,00

-200,00

200,00

0,00

Dia do Lobito

3.2

300,00

300,00

300,00

600,00

600,00

600,00

600,00

-300,00

300,00

0,00

São Tiago

3.3

600,00

600,00

350,00

950,00

950,00

950,00

950,00

-350,00

350,00

0,00

Conselho Guias

3.4

350,00

350,00

350,00

350,00

350,00

350,00

0,00

0,00

0,00

São Pedro / ICTHUS

3.5

1 700,00

1 700,00

850,00

2 550,00

2 550,00

2 550,00

2 550,00

-850,00

850,00

0,00

Paulus

3.6

500,00

500,00

210,00

710,00

710,00

710,00

710,00

-210,00

210,00

0,00

Cenáculo Nacional

3.7

700,00

700,00

600,00

1 300,00

1 300,00

1 300,00

1 300,00

-600,00

600,00

0,00

Clã Regional

3.8

1 500,00

1 500,00

200,00

1 700,00

1 700,00

1 700,00

1 700,00

-200,00

200,00

0,00

920,00

2 410,00

3 330,00

3 330,00

-2 410,00

2 410,00

0,00

200,00

220,00

420,00

420,00

420,00

420,00

-220,00

220,00

0,00

0,00

920,00

0,00

0,00

0,00

3 330,00

0,00

0,00

0,00

3 330,00

0,00

4.1

Formação (nível Nacional)

4.2

0,00

850,00

850,00

850,00

850,00

850,00

-850,00

850,00

0,00

Formação Formadores

4.3

0,00

100,00

100,00

100,00

100,00

100,00

-100,00

100,00

0,00

0,00 0,00 0,00 120,00 300,00 150,00 150,00

50,00 280,00 560,00 50,00 100,00 100,00 100,00

50,00 280,00 560,00 170,00 400,00 250,00 250,00

50,00 280,00 560,00 170,00 400,00 250,00 250,00

50,00 280,00 560,00 170,00 400,00 250,00 250,00

50,00 280,00 560,00 170,00 400,00 250,00 250,00

-50,00 -280,00 -560,00 -50,00 -100,00 -100,00 -100,00

50,00 280,00 560,00 50,00 100,00 100,00 100,00

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

82 941,76 44 306,20 0,00 325,00 28 970,56 0,00 3 840,00 3 000,00 2 500,00 0,00

0,00

82 941,76 44 306,20 0,00 325,00 28 970,56 0,00 3 840,00 3 000,00 2 500,00 0,00

73 083,38 46 846,77 0,00 65,00 23 050,00 256,61 390,00 2 075,00 150,00 250,00

19 478,38 7 079,43 0,00 260,00 5 920,56 -256,61 3 450,00 925,00 2 350,00 -250,00

-9 620,00 -9 620,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

9 858,38 -2 540,57 0,00 260,00 5 920,56 -256,61 3 450,00 925,00 2 350,00 -250,00

0,00

1 200,00 1 200,00

-1 200,00 -1 200,00

1 200,00 1 200,00

0,00 0,00

0,00

250,00 250,00 92 423,38

-250,00 -250,00 9 858,38

250,00 250,00 0,00

0,00 0,00 9 858,38

Formação Chefes de agrupamento Comité Nacional de Adultos Enforma Encontro Nacional Iniciação à pedagogia escutista Curso Monográfico Curso Monográfico Estrutura Investimento Financiamento Exploração Estrutura Edifício de São Filipe Viaturas Casa do Escuteiro - Nazaré Manutenção Equipamentos Conselho Nacional (Representantes) Viagens - Conselheiros (CFJR) Total

200,00

0,00

Dia D

4.4 4.5 4.6 4.7 4.8 4.9 4.10

120,00 300,00 150,00 150,00 28 870,00

5 500,00

11 000,00 11 000,00

37 146,20 33 306,20

425,56

5.1 5.2

325,00 100,56

28 870,00

5.3 5.4 5.5 5.6

3 840,00 3 000,00 2 500,00 0,00

0,00 0,00

1 200,00 1 200,00

1 200,00 1 200,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

28 870,00

0,00

14 720,00

0,00

11 000,00

0,00

37 646,20

0,00

425,56

0,00 0,00 92 661,76

250,00 250,00 9 620,00

250,00 250,00 102 281,76

6.1

Conselho Fiscal e Jurisdicional Regional

07

Total

300,00

Mesa do Conselho Regional

06

79

3.1

Secretaria Regional Gestão

05

2 300,00

78

0,00 2.1

Secretaria Regional Adultos

04

75

Conselho Guias

Encontro Regional Assistentes

Secretarias Regionais

03

72 0,00

Assistência Relegiosa

02

Despesas

Receitas

7.1

23 050,00

8 735,00 5 870,00

15 753,38 15 496,77

15 860,00 15 860,00

65,00

65,00 23 050,00 256,61 390,00 2 075,00 150,00 250,00 0,00

1 200,00 1 200,00

0,00

250,00 250,00 28 075,00

23 050,00

0,00

0,00

63 463,38 37 226,77 0,00 65,00 23 050,00 256,61 390,00 2 075,00 150,00 250,00

0,00

1 200,00 1 200,00

0,00

0,00

0,00

15 753,38

15 860,00

65,00

250,00 250,00 82 803,38

9 620,00 9 620,00

9 620,00

Resultado do DMF

5 663,95

Resultado da Junta Regional

4 194,43


Corpo Nacional de Escutas Região da Madeira

Demonstração dos Resultados por Naturezas Previsional - 2014 da Junta Regional da Madeira

RENDIMENTOS E GASTOS

NOTAS

2013 14 720,00

Vendas e serviços prestados

5 663,95

Ganhos/perdas imputados de subsidiárias, assoc. e empreend. conjuntos

11 000,00

Subsídios

0,00

Custo das mercadorias vendidas e das matérias consumidas

-28 075,00

Fornecimentos e serviços externos Gastos com o pessoal

0,00

Imparidade de inventários (perdas/reversões)

0,00

Imparidade de dívidas a receber (perdas/reversões)

0,00

Provisões (aumentos/reduções)

0,00 37 646,20

Outros rendimentos e ganhos

-15 860,00

Outros gastos e perdas Resultado antes de depreciações,gastos de financiamento e impostos

25 095,15 -15 496,77

Gastos/reversões de depreciação e de amortização

0,00

Imparidade de activos depreciáveis/amortizáveis (perdas/reversões) Resultado operacional (antes de gastos de financiamento e impostos)

9 598,38

Juros e rendimentos similares obtidos

325,00

Juros e gastos similares suportados

-65,00 Resultado antes de impostos

9 858,38 0,00

Imposto sobre o rendimento do período Resultado líquido do período

9 858,38


Corpo Nacional de Escutas Região da Madeira

Demonstração dos Resultados por Naturezas Previsional - 2014 do DMF

RENDIMENTOS E GASTOS

NOTAS

2013 28 870,00

Vendas e serviços prestados Ganhos/perdas imputados de subsidiárias, assoc. e empreend. conjuntos

0,00

Variação nos inventários da produção

0,00 -23 050,00

Custo das mercadorias vendidas e das matérias consumidas Fornecimentos e serviços externos

0,00

Gastos com o pessoal

0,00

Imparidade de inventários (perdas/reversões)

0,00

Imparidade de dívidas a receber (perdas/reversões)

0,00

Provisões (aumentos/reduções)

0,00

Outros rendimentos e ganhos

0,00

Outros gastos e perdas

0,00 Resultado antes de depreciações,gastos de financiamento e impostos

5 820,00 -256,61

Gastos/reversões de depreciação e de amortização

0,00

Imparidade de activos depreciáveis/amortizáveis (perdas/reversões) Resultado operacional (antes de gastos de financiamento e impostos)

5 563,39 100,56

Juros e rendimentos similares obtidos

0,00

Juros e gastos similares suportados Resultado antes de impostos

5 663,95 0,00

Imposto sobre o rendimento do período Resultado líquido do período

5 663,95


N

SER

2014 - 2016

+REGIÃO

CONCLUSÃO

“Diante de cada Homem, abrem-se dois caminhos: o do egoísmo ou o do Serviço. Cada um terá que escolher por si próprio qual será o verdadeiro lema. O egoísmo é mais cómodo; o Serviço envolve sacrifício. Se um indivíduo não é capaz de se sacrificar, não tem direito de se chamar Homem. Mas se se sacrifica para servir, exprimindo da melhor maneira possível o seu amor, pode estar certo de que a vida será para ele um bem muito real, cheia de Felicidade” . Baden Powell

Objetivos

Para concluir resta-nos solicitar, e em primeiro lugar, a dedicação e o apoio de TODOS os Dirigentes desta Região, pois unidos seremos mais fortes. Queremos também continuar a contar com o apoio do nosso Pastor e Bispo, Don António Carrilho, e de todo o Clero Madeirenses, pois ao sermos um Movimento de Igreja urge estarmos unidos e trabalharmos todos no mesmo sentido. A Expansão do Escutismo Católico na Madeira só será uma realidade com o seu apoio incondicional. Das entidades públicas contamos com o reconhecimento e apoio, pois sem eles será mais difícil o cumprimento da nossa Missão junto dos cerca de 1.100 jovens que ajudamos a educar na Fé e nos Valores para a Vida. Da nossa parte, tudo faremos para que assim seja, e com a ajuda de Deus, Nossa Senhora Mãe do Escutas, daremos o nosso melhor, continuando:

Equipa Baden Powell

-

-


Plano e orçamento 2014