Page 1

Carreira Edição 191 - Fevereiro/2013

Tweet

0

Recomendar

0

0

Dois grupos Segundo Leonardo Manzione, diretor da Coordenar e especialista em gestão, tecnologia da construção e BIM, as atribuições de um Gerente BIM são divididas em dois grupos: Gestão do Processo de Projeto e Tecnologia da Informação (TI). "Na prática existem visões diferentes do assunto, uma que propõe uma integração entre Gestão e TI, ou seja, o Gerente BIM é responsável tanto pela Gestão do Processo de Projeto quanto pela Gestão da Modelagem da Informação (BIM) e outra que propõe a separação em duas funções distintas", explica. O especialista listou quais são as principais funções dos dois cargos. Veja: Gestão do Processo de Projeto Define-se a Gestão de Projetos como uma atividade decorrente de um caráter multidisciplinar, devendo ser exercida por profissional experiente, o Coordenador de Projetos, de forma imparcial e isenta, representando em primeiro plano o empreendedor e com os seguintes objetivos básicos: 1. Orientar a equipe de projeto e garantir o atendimento às necessidades dos clientes do projeto; 2. Garantir a obtenção de projetos coerentes e completos, isto é, sem conflitos entre as especialidades e sem pontos de indefinição ("vazios de projeto"); 3. Coordenar o desenvolvimento do projeto, distribuindo tarefas e estabelecendo prazos, além de disciplinar o fluxo de informações entre os participantes e demais envolvidos no projeto; 4. Transmitir dados e realizar consultas; 5. Organizar reuniões de integração e controlar a qualidade do "serviço projeto"; 6. Decidir entre alternativas para solução de problemas técnicos, em especial nas interfaces entre especialidades. Tecnologia da Informação¹ 1. Estabelecer e acordar um plano de execução BIM, garantindo o seu cumprimento e melhoria contínua, bem como praticar todas e quaisquer outras responsabilidades ou funções, conforme exigidas no Plano de Execução BIM; 2. Criar, apagar, modificar e manter os direitos de acesso adequados para os usuários para evitar perda de dados ou danos durante a troca de arquivos, manutenção e arquivamento; 3. Definir o ponto de origem do modelo, sistema de coordenadas e unidades de medida; 4. Definir o nome do modelo; 5. Facilitar a coordenação do modelo promovendo reuniões, incluindo análises de interferências e emissão de relatórios periódicos de compatibilização; 6. Dar a solução para o armazenamento do modelo; 7. Controlar o versionamento do modelo; 8. Controlar os direitos de acesso dos usuários; 9. Agregar o modelo tornando-o disponível para a visualização; 10. Receber novos modelos, coordenar a troca de modelos, validar os arquivos liberando-os para os demais projetistas em acordo com os protocolos aplicáveis do plano de execução do BIM


mantendo uma cópia de segurança de cada arquivo recebido; 11. Tomar as precauções necessárias para garantir que não ocorram problemas de interoperabilidade abordando para isso os requisitos necessários de hardware, software, licenças, formato de arquivos e necessidades de espaço de trabalho colaborativo; 12. Determinar as convenções a serem seguidas para o processo de revisão dos modelos BIM; 13. Estabelecer um protocolo de segurança de dados para prevenir a ocorrência de dados corrompidos, vírus, e mal uso de dados ou danos deliberados pelos membros da equipe de projetos e outros; 14. Responsabilidade pelos backups regulares dos dados dos servidores de modelo; 15. Processamento de rotinas para garantir a segurança do modelo de dados; 16. Atualizar os aplicativos para impedir vulnerabilidades documentadas pelos fabricantes de software no modelo; 17. Estabelecer e manter a proteção de dados através de mecanismos de encriptação de dados; 18. Documentar e relatar qualquer incidente relacionado com o modelo; ¹Informações conforme o recente Singapore_BIM_Guide (2012)

Gerente bim dois grupos  

Gerente bim grupos

Gerente bim dois grupos  

Gerente bim grupos

Advertisement