Issuu on Google+


Apresentação

Cooperativa de Laticínios de Alfredo Chaves

Senhores (as) Cooperados (as),

Completando 50 anos de atividades este ano, a Cooperativa de Laticínios de Alfredo Chaves Ltda - CLAC, tem mostrado resultados positivos. Além de contribuir com o desenvolvimento econômico, social e ambiental da região. O cuidado com o produto, o meio ambiente e o ser humano é o diferencial da CLAC. Essa preocupação garante a qualidade do que produzimos. A produção diária de leite atual gira em torno de 27 mil litros. Deste total, mais de 60% são industrializados. São produtos como queijo, leite tipo C, mussarela, queijo frescal, requeijão tablete e cremoso, manteiga, bebida láctea, iogurte e leite UHT, todos da marca Alfredense, que trazem sabor, qualidade e saúde às mesas capixabas. A CLAC atualmente conta com 429 cooperados ativos, que festejam a conclusão da reforma geral da usina, visando o bem-estar dos funcionários e colaboradores. Todos estão muito satisfeitos com este ritmo de avanço e as parcerias que agregam valor ao empreendimento. Esses fatores ajudam a conquistar a confiança e a fidelidade do consumidor. Com esse espírito, a CLAC mostra que estes 50 anos foram muito produtivos, de colaboração com a economia local e regional, sem esquecer a questão social e o meio ambiente, tendo sempre em mente, manter o ótimo padrão dos seus produtos. Agradecemos a todos os cooperados, colaboradores, parceiros, fornecedores, clientes, agentes financeiros, órgãos públicos municipais, estaduais e federais, associações e sindicatos, organizações e cooperativas que possibilitaram esses resultados positivos.

Alfredo Chaves, 10 de março de 2012

Conselho de Administração

Relatório de Atividades 2011

3


Cooperativa de Laticínios de Alfredo Chaves

C o o p e r a t i v a d e L a t i c í n i o s d e A l f r e d o C h a v e s LT D A DIRETORIA EXECUTIVA ROLMAR BOTECCHIA Diretor Presidente DALTO BENINCÁ Diretor Comercial LUCIANO LUIS GRASSE Diretor Secretário

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Dalto Beninca, Edno Bissa, Geovani Bissa Meriguete, João Claudio Marin, João Roberto Marcarini, Luciano Luis Grasse, Rolmar Botecchia, Sérgio Antônio Ofrante e Vanderli José Oliosi.

Índice

ADJUNTOS: Flauberto Lázaro Manoel, João Carlos Calanzani e Jones Costalonga.

CONSELHO FISCAL Efetivos: Ademir Antonio Favero, Mario Juriatto e Rondineli Volponi Grassi. Suplentes: Arildo João Natal, Natalino Fiorin e Valcimar Louzada Bianchi.

Apresentação Produtores por município 2011 Recepção por município Produção recebida e valores pagos aos associados Estratificação da produção recepcionada em 2011 Litros de leite recebidos nos últimos 10 anos Leite recepcionado e industrializado (litros) Principais ações realizadas no exercício de 2011 Algumas considerações sobre o balanço geral Demonstrações contábeis levantadas em 31/12/2011 Notas explicativas Parecer do Conselho Fiscal

02 03 03 03 04 04 04 05 05 07 12 16

Produzido por: HM Propaganda e Comunicação Tels.: 27 3361-4163 / 27 9983-0333 | contato@hmpropaganda.com.br | www.hmpropaganda.com.br

4

Relatório de Atividades 2011


Cooperativa de Laticínios de Alfredo Chaves

Produtores por município 2011

Recepção por município

Produção recebida e valores pagos aos associados

Relatório de Atividades 2011

5


Cooperativa de Laticínios de Alfredo Chaves

Estratificação da produção recepcionada 2011

Litros de leite recebidos nos últimos 10 anos

Leite Recepcionado e industrializado (litros)

6

Relatório de Atividades 2011


Cooperativa de Laticínios de Alfredo Chaves

PRINCIPAIS AÇÕES REALIZADAS NO EXERCÍCIO DE 2011 I – AQUISIÇÕES: Móveis e utensílios............................................................................................... Máquinas e equipamentos................................................................................... Equipamentos de informática............................................................................... Veículos ............................................................................................................... TOTAL..................................................................................................................

R$ 5.854,87 R$ 83.371,71 R$ 7.452,73 R$ 101.011,00 R$ 197.690,31

II – CONSTRUÇÕES/INSTALAÇÕES, EM DESTAQUE NO SUPERMERCADO .... R$

70.717,45

III –RECUPERAÇÃO, REFORMAS E MANUTENÇÃO Recuperação e manutenção de máquinas e equipamentos industriais, de veículos e sistemas de informática ................................................................ R$

75.054,90

IV – AMORTIZAÇÃO DE DÍVIDAS EXISTENTES a) Parcelamentos: - ICMS parcelado - PIS/COFINS parcelado

R$ R$

b) Financiamentos bancários: -Banco do Brasil/Sicoob TOTAL GERAL ...................................................................................................

R$ 137.672,46 R$ 529.400,45

47.285,64 979,69

Algumas considerações sobre o balanço geral Dentre os indicadores econômicos e financeiros merece destaque o indicador “Solvência Geral”, que revela a cobertura do ativo da empresa em relação aos capitais de terceiros. Conforme apurado nos relatórios contábeis de 31/12/2011, a CLAC dispõe de R$ 2,33 em seu patrimônio para cada R$ 1,00 de dívida total. - Em 31/12/2003, a dívida a curto prazo calculada pela diferença entre o Ativo Circulante (R$ 744.675,32) e o Passivo Circulante (R$ 818.818,10) era de R$ 74.142,78. O indicador Solvência Geral em 31/12/2003, apresentava que a CLAC dispunha de R$ 0,91 em seu patrimônio para cada R$ 1,00 da dívida total. A dívida de longo prazo de maior expressão em 31/12/03, referia-se ao ICMS, no valor de R$ 230.177,47. - Em 31/12/2011, a diferença entre o Ativo Circulante R$ 3.495.680,26 e o Passivo Circulante R$ 2.667.394,18, demonstrou resultado excedente de R$ 828.286,08 a favor da entidade. A dívida de longo prazo de maior expressão em 31/12/2011 é com o Banco do Brasil R$ 561.523,44, referente a financiamento de máquinas, equipamentos, manutenção e obra da Estação de Tratamento de Despejos Industriais.

Relatório de Atividades 2011

7


Cooperativa de Laticínios de Alfredo Chaves

INDICADORES ECONÔMICOS Liquidez corrente Liquidez geral Endividamento total Endividamento CT/PL Garantia capital terceiros Solvência geral

2011 R$ 1,31 R$ 1,11 R$ 0,43 R$ 0,75 R$ 1,33 R$ 2,33

2010 R$ 1,18 R$ 0,92 R$ 0,39 R$ 0,63 R$ 1,58 R$ 2,58

2003 R$ 0,91 R$ 0,79 R$ 0,38 R$ 0,61 R$ 1,63 R$ 2,63

OBS: O índice de solvência geral de R$ 2,33 do Ativo Total da cooperativa para cada Real de dívida está relacionado com os empréstimos e financiamentos de longo prazo junto ao Banco do Brasil, a juros fixados de 1% e 2% a.a., com vencimentos para os exercícios de 2015, 2016, 2017, 2019 e 2021, conforme a composição dos débitos bancários nas Notas Explicativas, NOTA 10 – Quadros Analíticos, Letra “e”. Esse quadro demonstra que a situação econômica e financeira vem sendo administrada de forma correta e conforme Balanço a seguir, a cooperativa é uma empresa sólida e em pleno crescimento e desenvolvimento, tendo em vista os investimentos que vem sendo realizados. Isto se confirma verificando que no exercício de 2003 a CLAC fechou balanço com faturamento anual de R$ 6.639.493,89 e em 2011 R$ 17.593.861,69, um crescimento de 164,99%, o que significa um crescimento médio de 20% ao ano. - Destacamos a seguir os valores que foram contabilizados como receitas ou ingressos, que alteraram a situação financeira, mas não houve a circulação do dinheiro na cooperativa: . Capital integralizado na Cooperativa de Laticínios Selita Ltda R$ 35.337,30 . Capital integralizado SICOOB Alfredo Chaves R$ 21.247,52 Total R$ 56.584,82 DESCRIÇÃO DOS CÁLCULOS DOS INDICADORES ECONÔMICOS: 1 – Liquidez corrente = AC/PC (3.495.680,26/2.667.394,18) = R$ 1,31 2 – Liquidez geral = AC/PC+FINAN. LP (3.495.680,26/3.131.967,37) = R$ 1,11 3 – Endividamento total = PC + FINAN. LP/A. TOTAL (3.131.967,37/7.290.512,66) = R$ 0,43 4 – Endividamento CT/PL = PC + FINAN. LP/PL (3.131.967,37/4.158.545,29) = R$ 0,75 5 – Garantia Cap. Terc. = PL/PC + FINAN. LP (4.158.545,29/3.131.967,37) = R$ 1,33 6 – Solvência Geral = A. TOTAL/PC + FINAN.LP (7.290.512,66/3.131.967,37) = R$ 2,33 AC = Ativo Circulante PC = Passivo Circulante LP = Longo Prazo PL = Patrimônio Líquido

8

Relatório de Atividades 2011


Cooperativa de Laticínios de Alfredo Chaves

Demonstrações contábeis levantadas em 31/12/2011

Relatório de Atividades 2011

9


Cooperativa de Laticínios de Alfredo Chaves

Demonstrações contábeis levantadas em 31/12/2011

10

Relatório de Atividades 2011


Cooperativa de Laticínios de Alfredo Chaves

Demonstrações contábeis levantadas em 31/12/2011

Relatório de Atividades 2011

11


Cooperativa de Laticínios de Alfredo Chaves

Demonstrações contábeis levantadas em 31/12/2011

12

Relatório de Atividades 2011


Cooperativa de Latic铆nios de Alfredo Chaves

Relat贸rio de Atividades 2011

13


Cooperativa de Laticínios de Alfredo Chaves

Notas explicativas da diretoria NOTA 01 – Contexto Operacional A Cooperativa de Laticínios de Alfredo Chaves Ltda, congregando 429 cooperados, atua no recebimento, venda e industrialização de leite, na comercialização de insumos agropecuários, bens de consumo e assistência técnica, operando também com terceiros dentro do que estabelece a lei das Sociedades Cooperativas. Sua estrutura operacional está situada no município de Alfredo Chaves – ES. NOTA 02 – Forma e Apresentação das Demonstrações Contábeis As Demonstrações Contábeis foram elaboradas de conformidade com a legislação comercial e fiscal, inclusive, quanto à Convergência das Normas Brasileiras de Contabilidade às Normas Internacionais e, com observância dos princípios fundamentais de Contabilidade e Disposições da Legislação Cooperativista, observando a Norma Brasileira de Contabilidade 10.8, editada pelo Conselho Federal de Contabilidade, específica para as sociedades cooperativas agropecuárias. No Ativo da CLAC não existem elementos decorrentes de operações de Longo Prazo e também elementos para ajuste a valor presente de efeito relevante, conforme Art. 183, inciso VIII da Lei 6.404/76 e nem obrigações, encargos e riscos classificados no Passivo Não Circulante que ajustados a valor presente, surtirá efeito relevante, de acordo com o Art. 184, inciso III da mencionada Lei. NOTA 03 – Principais Práticas Contábeis a) Regime de escrituração Adotado o regime de competência para as mutações patrimoniais ocorridas no exercício de 2011. A aplicação deste regime implica no reconhecimento das receitas, custos e despesas quando ganhas ou incorridas, independentemente de seu efetivo recebimento ou pagamento. b) Provisão para créditos de liquidação duvidosa A provisão existente foi constituída com base em critérios que permitem assegurar quanto a sua adequação, sendo considerada suficiente para cobertura das perdas que possam ocorrer na realização dos créditos e estoques. O saldo acumulado de provisão para créditos de liquidação duvidosa, em 31/12/2011, importa na quantia de R$ 406.327,10 (quatrocentos e seis mil, trezentos e vinte e sete reais e dez centavos). c) Depreciações e Avaliação Patrimonial No exercício de 2011, a Cooperativa contabilizou depreciação no montante de R$ 206.572,52 (duzentos e seis mil, quinhentos e setenta e dois reais e cinqüenta e dois centavos. d) Estoques Os estoques de insumos, embalagens e mercadorias para revenda foram avaliados pelo custo médio de aquisição e os produtos industrializados foram avaliados pelo custo de produção.

14

Relatório de Atividades 2011


Cooperativa de Laticínios de Alfredo Chaves

Composição dos Estoques Supermercado Produtos acabados Embalagens Produtos adicionais Leite Embalagens em poder de terceiros Bens de terceiros em nosso poder Total

Saldos em 2011 593.924,33 95.222,01 95.455,49 25.052,81 1.607,97 12.639,30 13.398,83 837.300,74

Saldos em 2010 677.153,85 21.525,17 61.271,22 20.033,40 69,05 0,00 9.763,97 789.816,66

e) Despesas Antecipadas As despesas antecipadas estão registradas no ativo circulante, sendo apropriadas mensalmente pelo regime de competência – saldo em 31/12/2011 = R$ 16.600,60. f) Operações com terceiros As operações com não associados estão contabilizadas destacadamente, de modo a permitir a apuração do resultado em separado para cálculo e incidência de tributos. g) Parcelamento de impostos

I ) ICMS: - Curto prazo Total em 31/12/2011

II) PIS E COFINS - Curto prazo - Longo prazo Total em 31/12/2011

R$ 8.430,28 R$ 8.430,28 R$ 1.406,64 R$ 16.645,47 R$ 18.052,11

h) Provisão de créditos de PIS/COFINS As provisões de perdas de PIS e COFINS de difícil recuperação somam a quantia de R$ 61.526,64, devidamente contabilizada em conta redutora do Patrimônio Líquido, parte do saldo desta foi transferido para ajustar os créditos das referidas contribuições, aos valores informados à Receita Federal do Brasil através da DACON do mês de dezembro/2011. NOTA 04 – Descrição Processos Judiciais e Administrativos a) Processo Trabalhista - SINDILATICÍNIOS A provisão trabalhista no valor de R$ 94.950,33, refere-se ao Processo nº 1910.1993.003.00.17.00-4 do SINDILATICÍNIOS contra a CCPL, na qual a CLAC está sendo executada a pagar, na qualidade de devedora solidária. O valor de R$ 444,90, bloqueado na c/c do Banestes em agosto de 2004, foi arrecadado pela Justiça Trabalhista em julho de 2006. A CLAC através da empresa de advocacia SARCINELLI GARCIA & ADVOGADOS ASSOCIADOS, recorreu em 12/09/2005 ao TST, 17ª Região efetuando um depósito recursal no valor de R$ 9.356,25. O processo foi baixado no TST, arquivado e a responsabilidade da CLAC reconhecida. Na data de 31/12/2011 e até o momento, não há comentário importante a Relatório de Atividades 2011

15


Cooperativa de Laticínios de Alfredo Chaves

ser registrado neste relatório sobre o processo. b) Provisão Processo Administrativo - INSS A Receita Federal do Brasil lavrou Auto de Infração contra a Cooperativa DEBCAD nº. 37.196.870-4 em 22/10/2009 no valor de R$ 176.726,62 sob a alegação de que a compensação de INSS referente ao Processo nº. 94.0003571-3 com crédito no valor atualizado de R$ 115.867,27 foi realizada fora de prazo. Foi contratada a empresa de advocacia Gilberto Alvares & Advogados Associados e a cooperativa entrou com um recurso administrativo para impugnação do referido Auto de Infração. Foi constituída uma provisão no valor do Auto de Infração, para resguardar os interesses da entidade. O INSS negou o recurso na primeira fase, a CLAC recorreu e atualmente o processo se encontra em julgamento administrativo na Segunda Câmara. Na data de 31/12/2011 e até o presente momento não há comentários importantes a serem registrados sobre o referido processo. NOTA 05 – Capital Social O Capital Social Integralizado dos associados atingiu um montante de R$ 404.793,50 no encerramento do exercício de 2011. NOTA 06 – Processo de cobrança judicial A CLAC não possui processos de cobrança judicial em andamento. NOTA 07 - Meio Ambiente A CLAC vem mantendo a regularidade com os procedimentos de controle de despejos industriais, apesar da complexidade dos controles exigidos pelos órgãos do meio ambiente. Foi feito um novo projeto arquitetônico da Estação de Tratamento de Despejos Industriais e as obras foram iniciadas no final do exercício de 2011. NOTA 08 - Resevas As reservas constituídas em 31 de dezembro de 2011, conforme demonstradas no patrimônio líquido referem-se a: Reserva Legal – destinada a reparar perdas eventuais de qualquer natureza e atender ao desenvolvimento da Cooperativa, constituída em 20% das sobras líquidas do exercício, além dos créditos não reclamados decorridos 05 (cinco) anos, auxílios legados e doações sem destinação especial; Reserva de Assistência Técnica, Educacional e Social – destinada a prestação de assistência aos associados, seus familiares e empregados da Cooperativa, constituída de 10% das sobras líquidas apuradas no exercício e do resultado das operações com não associados, os resultados positivos da participação da Cooperativa em Sociedade Não Cooperativa, além dos auxílios, legados e doações com destinação especial.

16

Relatório de Atividades 2011


Cooperativa de Laticínios de Alfredo Chaves

NOTA 09 - Outras Informações ● Créditos a Receber da Cooperativa Central de Produtores de Leite - CCPL O Capital Social da cooperativa na CCPL no total de R$ 178.899,04 encontra-se contabilizado em conta redutora de investimentos, como créditos de liquidação duvidosa, desde o exercício de 2004. Consta de correspondência CR-Pres-102/01 desta Central, que a CLAC foi excluída do quadro de associadas da mesma, a partir de 24/07/2001. ● Créditos a receber da Cooperativa Central de Farmácia magistral – COGENIMAL. O capital social da Cooperativa na COGENIMAL, no total de R$ 50.000,00, encontra-se contabilizado em conta redutora de investimentos como créditos de liquidação duvidosa, desde o exercício de 2006, tendo em vista a liquidação dessa Central. - Os investimentos no Parque de Exposição Agropecuária Reginaldo Roque Giori no valor de R$ 33.327,71, também encontram-se contabilizados em conta redutora de investimento em bens de terceiros, como crédito irrecuperável. NOTA 10 - Quadros Analíticos a) Composição dos Investimentos Empresas Investidas SICOOB Alfredo Chaves Eletrobrás Selita Total

Saldo em 2011 136.313,98 12.935,50 116.451,56 265.701,04

Saldo em 2010 168.084,17 12.935,50 81.114,26 262.133,93

Obs.: A redução do valor do capital do SICOOB deu-se pelo motivo da devolução parcial na quantia de R$ 53.017,71.

b) Composição do Imobilizado Conta Terrenos Edificações Máquinas e Equipamentos Moveis e Utensílios Instalações Benfeitorias em Bens de Terceiros Veículos Prov. Perdas Bens de Terceiros Depreciação acumulada Total

Saldos em 2011 1.640.000,00 715.013,98 822.745,49 119.853,80 111.487,64 33.327,71 172.475,09 (33.327,71) (206.572,52) 3.375.003,48

Saldos em 2010 1.640.000,00 664.707,13 743.577,32 134.218,93 91.077,04 33.327,71 121.017,26 (33.327,71) 0,00 3.394.597,68

Saldos em 2011

Saldos em 2010

9.508,90 9.508,90

6.408,90 6.408,90

c) Composição do Intangível Conta

Marcas, Patentes e direitos Total

Relatório de Atividades 2011

17


Cooperativa de Laticínios de Alfredo Chaves

d) Composição dos Empréstimos/Financiamentos – 31/12/2003

e) Composição dos Empréstimos/Financiamentos – 31/12/2011

Rolmar Botecchia Diretor Presidente CPF 324.524.207-78

Dalto Benincá

Diretor Comercial CPF 376.843.967-49

Luís Ramos da Silva Tec.Contabilidade CRC ES-3356/0-6 CPF 364.067.597-53

Parecer do Conselho Fiscal Cumprindo o que dispõe o Estatuto Social da Cooperativa de Laticínios de Alfredo Chaves Ltda. CLAC, os abaixo assinados, membros do Conselho Fiscal, tendo examinado detalhadamente as Demonstrações Financeiras levantadas em 31/12/11, referentes ao exercício de 2011, constataram que as mesmas estão em perfeita ordem e exatidão, recomendando sua aprovação pela Assembleia Geral. Alfredo Chaves, 2 de março de 2012. Ademir Antonio Favero, Mario Juriatto, Rondineli Volponi Grassi, Arildo João Natal, Natalino Fiorin e Valcimar Louzada Bianchi.

18

Relatório de Atividades 2011



Relatório Clac 2011