Issuu on Google+

Centros comerciais em revista

n.º 72 • Março/Abril de 2010 Distribuição gratuita

Shopping ICSC Conferência Europeia Praga

Inauguração Maia Jardim

Inauguração LeiriaShopping

Álvaro Portela


sumário Propriedade

Associação Portuguesa de Centros Comerciais NOVA MORADA: Av. Eng.º Duarte Pacheco Amoreiras Torre 2 - Piso 9 - Sala 2 1070-102 Lisboa Portugal Tel.: 21 319 31 88 - Fax: 21 354 34 01 E-mail: geral@apcc.pt Direcção António Sampaio de Mattos Direcção Executiva Pedro Teixeira

Shopping Centros Comerciais em Revista

Shopping Centros Comerciais em Revista Tributo a Álvaro Portela A revista Shopping publica o tributo a Álvaro Portela, um dos principais dinamizadores do sector do retalho imobiliário nacional. Várias personalidades do sector fazem a homenagem ao antigo CEO da Sonae Sierra.

Maia Jardim abriu portas A Sonae Retail Properties inaugurou o Centro Comercial Maia Jardim, que junta nove insígnias do grupo, entre as quais um Continente com 7800 metros quadrados. Com este investimento, o grupo liderado por Paulo Azevedo cria 550 postos de trabalho.

4 16

Bimestral • N.º 72 • Março/Abril 2010

Página Inteira, Lda Av. dos Maristas, 82 A 2775-241 Parede 211 545 910 Coordenação Editorial Luís Aragão editorial.la@pagina-inteira.pt Fotografia Pedro Cardoso Publicidade Fernando Rodrigues 913 733 220 frodrigues.paginainteira@gmail.com Manso Ribeiro 211 545 910 manso.ribeiro@pagina-inteira.pt José Paulo Dias 211 545 910 jpgdias@gmail.com Pré-Impressão, Impressão e Acabamento Impriluz Gráficaa, Lda R. Faustino da Fonseca, 1 - Alfragide 2610-070 Amadora Tiragem: 15 000 exemplares Distribuição Gratuita Depósito Legal n.º 54-808/92 Registo no ICS n.º 117131

LeiriaShopping inaugurou totalmente comercializado O LeiriaShopping constitui a 52.ª unidade no portfólio da Sonae Sierra. Trata-se de um investimento de 79 milhões de euros, num empreendimento que engloba 116 lojas e apresenta uma ABL de quase 45 mil metros quadrados.

ICSC com optimismo moderado A última conferência do ICSC, que teve lugar em Praga, a 28 e 29 de Abril, mostrou uma indústria imobiliária convicta de que o pior já terá passado, mas ainda assim prudente quanto ao futuro do sector.

Portugueses mostram know-how O retalho imobiliário nacional esteve em alta nos últimos prémios atribuídos pelo ICSC, tendo obtido dois de um total de cinco de prémios com que o organismo presenteou os principais players internacionais.

Neinver prepara expansão A Neinver tem um plano de investimento no âmbito do qual serão aplicados 500 milhões de euros, até 2012. No mercado português, prepara a inauguração no Algarve.

Proteja a sua loja contra o furto Um artigo assinado pela Gateway Portugal que dá indicações sobre as melhores soluções no sentido de proteger as unidades comerciais situadas em shoppings.

20 24 26 28 30

Shopping

março/abril 2010

Produção e Edição

3


tributo

António Sampaio de Mattos Presidente da APCC

Enquanto Presidente da Associação Portuguesa de Centros Comerciais, cabe-me o privilégio de, em nome de todos os Associados, homenagear o trabalho de grande rigor e visão estratégica que ao longo dos últimos vinte anos pautou a actividade de Álvaro Portela enquanto figura proeminente neste sector e enquanto pessoa.

março/abril 2010

É unanimemente aceite que a ele, como responsável máximo da Sonae Sierra, se deve uma grande parte do reconhecimento que hoje o sector Português dos Centros Comerciais goza em todas as latitudes, começando obviamente pela profunda mudança perpetrada junto da opinião pública nacional. Ao longo dos anos esta foi evoluindo de uma postura intolerante e resistente, tornando-se mais compreensiva face à evidência de que este modelo é sem dúvida o motor do desenvolvimento comercial, e simplesmente o maior promotor de emprego na actualidade.

4

Fora de portas, poucos anos depois de Álvaro Portela e sua equipa ter iniciado o processo de internacionalização, assistimos com satisfação ao sucesso e consequente respeito e admiração que uma empresa portuguesa conseguiu alcançar entre os seus pares, que se rendem à eficácia e à inovação do modelo Sonae Sierra." O nosso profundo agradecimento a Álvaro Portela.

Shopping

Fernando Serrasqueiro – Secretário de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor O Eng.º Álvaro Portela abandona funções executivas à frente da Sonae Sierra após mais de duas décadas de liderança. O seu excelente trabalho, a sua vontade, visão e inovação marcaram o país com o lançamento dos Centros Comerciais, que rapidamente se popularizaram. Essa fórmula de sucesso foi por ele exportada para outros países com assinalável êxito. Por isso quero expressar-lhe o meu apreço pelo seu contributo para um novo conceito de comércio moderno em Portugal. Se a expressão Homem-Sonae precisa de ser corporizada, o Eng.º Álvaro Portela é bem um exemplo do que essa denominação encerra. Felicidades


tributo Belmiro de Azevedo – Sonae O Álvaro Portela bem pode ser considerado como o Entrepreneur que criou o negócio dos Shoppings, primeiro em Portugal e

Mike Kercheval President and CEO - ICSC Very few people on this planet have been able to make a difference through what they do while at the same time, leaving in their trail, a legacy which continues to positively impact our world. Your personal and professional contributions to the shopping center industry have blended creativity with social responsibility, raising our collective consciousness while assuring a future for our children and their children. Those of us who have had the honor of walking alongside you, and those who in the future will venture down the pathways you have blazed, are eternally grateful to you. On behalf of the global shopping center industry’s trade and professional association, we thank you for your service, and wish you continued success and joy.

Fernando Guedes de Oliveira – Sonae Sierra O Álvaro Portela é um grande gestor, mas mais do que um gestor é um incansável empreendedor que conjuga uma visão de longo prazo com um elevado grau de rigor e de atenção ao ínfimo detalhe. A História da Sonae Sierra ao longo destes 20 anos é um espelho do seu empreendorismo ao criar uma empresa que hoje está presente em 7 países com activos sob gestão no valor de 6 mil milhões de euros. A sua paixão pela inovação e a sua crença na sustentabilidade, ficarão gravadas na indústria dos centros comerciais e são um importante legado que nos deixa.

Shopping

março/abril 2010

depois na Europa e Brasil. Criou também uma formidável equipa de gestão que não só permitiu a globalização do negócio da Sonae Sierra, mas permitiu também introduzir concorrência (sempre importante) no sector, com outros empresários (sobretudo portugueses) a mudar o comércio diversificado em Portugal. O Álvaro Portela criou grande prestígio na Europa e no Brasil, tem uma rede de contactos invejável, que vai continuar a manter ao serviço de empresas do Grupo Sonae. O Álvaro vai continuar a ser Homem Sonae e a colaborar activamente com a Sonae Sierra, a Sonae Capital e, noutro contexto, na governação da EFANOR e da Fundação Belmiro de Azevedo.

5


tributo

março/abril 2010

Eric van Leuven – Cushman Wakefield O Engº Álvaro Portela é o pai dos centros comerciais modernos. Sob a sua liderança - exigente, mas sempre justa e inspirada - a Sonae Sierra criou a indústria de centros comerciais como a conhecemos hoje, tendo revolucionado, não só em Portugal como na Europa, a forma como eles são concebidos, comercializados, financiados e geridos. A sua busca da excelência, e a sua preocupação permanente com um modelo sustentável da posse e gestão de centros comerciais, formam um legado importantíssimo para o mundo empresarial em geral, e imobiliário em particular.

6

Benno van Veggel – Multi Development Southern Europe Álvaro Portela é uma referência incontornável no mercado europeu de centros comerciais e merecedor de grande respeito e admiração pelos seus pares

Shopping


tributo

março/abril 2010

Manuel Puig – Jones Lang Lasalle O Eng. Álvaro Portela é, sem dúvida, um dos mentores dos Centros Comerciais portugueses. Precursor desta indústria, teve a visão e a capacidade de desenvolver um portfolio de projectos que colocaram Portugal no mapa como exemplo de um dos mercados mais profissionais e consistentes da Europa. Desde o CascaisShopping até ao LeiriaShopping, passando pelo Colombo, Vasco da Gama e NorteShopping, sem esquecer a internacionalização, a Sonae Sierra foi inaugurando, ano após ano, excelentes Centros Comerciais, que oferecem aos consumidores portugueses tudo o que estes necessitam, com os mais elevados padrões de qualidade, em termos de tenant mix, layout e conceito arquitectónico. Este feito não teria sido possível concretizar sem a excelente equipa de que se fez rodear e à qual transmite o seu testemunho. Nesta altura, sinto-me honrado em poder ser um dos escolhidos para prestar esta merecida homenagem e felicitá-lo pelo seu trabalho exemplar, que, sem dúvida, fez História em Portugal. Parabéns Álvaro!

Artur Soutinho – Chamartín Retail São meritoriamente devidas sinceras palavras de agradecimento àquele que foi, nos últimos anos, uma inequívoca referência no sector de Retail em Portugal. Através das funções que desempenhou, o Eng. Álvaro Portela constituiu-se como um dos mentores do forte processo de desenvolvimento e maturação que o sector registou no nosso país e que culminou, inclusive, na afirmação do seu papel de liderança no contexto Europeu. Cabe agora ao sector encontrar, dentro de si mesmo, novas referências que se constituam como paradigma de mudança do modelo de gestão deste negócio, o qual, atingida a aparente maturidade, enfrenta agora o enorme desafio de se reinventar e responder às dificuldades que a actual conjuntura impõe. Assim, é igualmente oportuno que o Eng. Álvaro Portela possa manter a sua larga experiência ao serviço de uma actividade à qual ficará indelevelmente ligado.

Shopping

7


tributo

Vitor Ruivo – Ex-Presidente APCC Se Portugal se tornou um caso de referência no mercado dos centros comerciais, O Eng.º Álvaro Portela foi o grande e único culpado. Aprendeu depressa e bem e com inteligência, ambição e ousadia, tornou a Sonae Sierra no principal actor do mercado na Europa e um dos mais conceituados e respeitados em todo o Mundo. Os seus sucessores vão ter que trabalhar muito bem para não desmerecerem a herança.

março/abril 2010

Bertrand Courtois-Suffit, Past Chairman - ICSC Europe I deeply consider it is a great privilege to having had the opportunity to meet Alvaro Portela. Besides his professional excellence everyone acknowledges, Alvaro is a true gentleman, elegant, always smiling, having a great sense of humour and so polite and thoughtful. Each of us who had the opportunity to talk to Alvaro felt immediately very confident and had the impression to be the only one Alvaro was paying attention to. Dear Alvaro, please have my warmest wishes of exciting retiring times.

8 Shopping


tributo

Pedro Seabra – CB Richard Ellis Um Português Líder na Europa Várias vezes me tenho referido à área imobiliária da Sonae como motivo de orgulho para os Portugueses, já que não é fácil encontrarmos uma empresa Portuguesa que é líder Europeu na sua área de actividade, que conseguiu numa área de capital intensivo produzir produto de qualidade internacional reconhecida e premiada, que como promotor imobiliário conseguiu manter o controlo sobre os activos que produziu através duma inteligente cadeia de empresas e participações, mantendo a gestão e cobrando por esta em diferentes pontos desta cadeia, que conseguiu desenhar e implementar esta estratégia para inveja de outros grandes promotores europeus que, quando comparam o seu com o percurso da Sonae, pensam que gostariam de ter seguido a mesma estratégia e manter hoje o domínio sobre os activos que produziram que a Sonae mantém. Esta realidade na Europa tem uma cara e um nome, Álvaro Portela. Obrigado Álvaro.

Shopping

março/abril 2010

Marcus Wild – Chairman ICSC Europe Gostaria de deixar uma palavra sentida de apreço, admiração e simpatia pelo empresário e pelo pessoa de Álvaro Portela. Por várias vezes, tivemos hipóteses de dialogar e discutir de uma forma energética, construtiva e sempre estimulante. Álvaro é uma pessoa muito carismática e excepcional da nossa indústria de centros comerciais. Como Chairman do ICSC Europe, agradeco-lhe toda a sua contribuição e dedicação à associação e espero que continue a frequentar as nossas conferencias e eventos, pois as portas estão e estarão sempre bem abertas. Desejo-lhe bastante sorte e e faço votos que consiga tudo o que deseja nesta nova fase da sua vida. Bem-haja.

9


notícias Outlet de Vila do Conde lança Gift Card Passou a ser mais fácil comprar e oferecer presentes no Vila do Conde The Style Outlets. Desde o início do ano, os seus clientes têm ao dispor o Gift Card – um cartão pré-pago utilizado por todos os lojistas daquele centro que aceitem pagamentos com MasterCard. O novo Gift Card pode ser adquirido no balcão de informações do outlet de Vila do Conde, pelo preço de €1, sendo carregável com valores que variam entre os €10 e os €1.250. Ao contrário dos habituais cheque-prenda, o valor do cartão pode ser gasto de forma faseada, durante o prazo de um ano.

Recorde-se que o Vila do Conde The Style Outlets, anteriormente conhecido como Factory, ocupa o primeiro lugar no ranking dos outlets que mais vendas efectuam por metro quadrado. Em 2006, foi galardoado com o prémio “Melhor outlet da Europa 2005” pelo International Council of Shopping Centers (ICSC).

"Esta transacção é estrategicamente importante para o financiamento e desenvolvimento do nosso pipeline de projectos. Também nos alinha estrategicamente com um dos líderes europeus na propriedade de projectos de retalho. Esta forte cooperação irá assegurar a sinergia de know-how entre investimento e promoção, optimizando a qualidade dos projectos", afirma Hans van Veggel, presidente da Multi Corporation.

Cinema grátis no Parque Nascente Aos domingos de manhã, e até 30 de Maio, o Centro Comercial Parque Nascente, em Gondomar, promove sessões gratuitas de cinema para crianças dos 3 aos 12 anos. A parceria com os Cinemas Lusomundo oferece uma programação que inclui alguns dos melhores filmes de animação como Ratatui, Dia de Surf, Madagascar 2, Winx, Pókemon 1 e Happy Feet. Gerido pela Ségécé Portugal, o Centro Comercial Parque Nascente é propriedade da Klepierre e compreende um total de 152 lojas. Com 63.500 m2 de ABL (Área Bruta Locável), 12 salas de cinema ZON Lusomundo e 3.400 lugares de estacionamento, o Parque Nascente é uma referência no grande Porto.

março/abril 2010

Sonae Sierra entrega Prémio Multi Corporation vende centros Personae2009 comerciais à Corio Foram conhecidos os galardoados com o Prémio Personae A Corio fechou negócio com a Multi Corporation, que vendeu 15% do seu portefólio de centros comerciais concluídos e em promoção, por €1,3 mil milhões. Da aquisição farão parte dois projectos na Alemanha (o Forum Duisburg e o Centrum Galerie Dresden), um em Espanha (o Espacio Torrelodones) e um em Portugal (o Espaço Guimarães), num investimento aproximado de € 662 milhões. O acordo inclui ainda outros cinco projectos em promoção na Alemanha, num investimento esperado de aproximadamente € 658 milhões. Entre as condições acordadas, tanto a Corio como a Multi gozam do direito recíproco de primeira oferta sobre qualquer novo projecto na Alemanha durante um período de cinco anos. Além disso, a transacção confere à Corio o direito de optar pela compra de mais dois projectos da Multi em desenvolvimento no prazo de dois anos: o Forum Roma (Roma) e o Espacio Cañaveral (Madrid).

10

Shopping

deste ano – uma iniciativa anual lançada pela Sonae Sierra que visa promover a Segurança & Saúde nos seus centros comerciais. Em Portugal, o hipermercado Continente do Centro Comercial 8.ª Avenida foi vencedor na categoria A, destinada a unidades com mais de mil metros quadrados e o restaurante “Quasi Pronti” do ArrábidaShopping venceu na categoria B, para unidades com área inferior a mil metros quadrados. O galardão destaca as lojas que melhor souberam adaptar os critérios estabelecidos pelo Sistema de Gestão de Segurança e Saúde da Sonae Sierra, nos sete países onde a empresa está presente, e incentiva a adopção de medidas para prevenir eventuais acidentes de forma a tornar as lojas locais mais seguros. Emm 2009, verificou-se uma redução de 27% dos acidentes com recurso a cuidados médicos e uma diminuição de 26% do número de dias de trabalho perdidos pelos colaboradores. Saliente-se que a redução do número de acidentes


Sonae Sierra reduz consumo de água Por ocasião do Dia Mundial da Água, celebrado a 22 de Março, a Sonae Sierra publicou os seus resultados de consumo de água em 2009. Em comparação com 2005, a empresa reduziu o consumo nos seus centros comerciais em 11,6%, percentagem que corresponde a um decréscimo de 4,3 para 3,8 litros por visitante, no espaço de quatro anos. Em Portugal, a Estação Viana, MaiaShopping e NorteShopping lideram as poupanças. “Graças ao nosso Sistema de Gestão Ambiental e às mais recentes tecnologias, conseguimos reduzir de forma sustentada o consumo de água, evitando o desperdício deste recurso e melhorando a qualidade da água potável nos nossos centros comerciais”, revela Elsa Monteiro, Directora de Sustentabilidade da Sonae Sierra. Dentro da indústria europeia dos centros comerciais, a Sonae Sierra é pioneira em matérias ambientais. Há já quinze anos, que a empresa aposta na sustentabilidade no desenvolvimento e operação dos seus centros comerciais.

Odivelas Parque promove colheitas de sangue Numa altura em que muitos hospitais revelam uma grande carência de sangue, o Odivelas Parque promove várias sessões de colheitas, em parceria com o Instituto Português do Sangue (IPS). Esta acção, que se realiza em unidade móvel, constitui uma extensão e reforço da parceria já existente com o IPS, no âmbito da Campanha de Recolha do Sangue, que decorre anualmente nos shoppings da Mundicenter (Amoreiras Shopping, Arena Shopping, Braga Parque, Odivelas Parque, Oeiras Parque e Spacio Shopping). A iniciativa pretende fidelizar dadores mas, sobretudo, angariar novos dadores de sangue. Desde a primeira edição, em 2002, a campanha permitiu recolher cerca de 7.445 unidades de sangue (cerca de 3.290 litros) e ajudar mais de 19 mil doentes. Pela primeira vez, a iniciativa teve em 2009 a presença do Centro Nacional de Dadores de Células de Medula Óssea, Estaminais ou de Cordão (CEDACE), que angariou 246 dadores. As próximas colheitas previstas no Odivelas Parque são a 10 de Abril (entrada principal, piso -2); a 5 de Maio (Parque GPL); e de 5 a 10 de Julho (em todos os Shoppings da Mundicenter).

“Ídolos” no Alegro de Alfragide A praça central do Centro Comercial Alegro Alfragide recebeu, em Março, o evento de lançamento do CD Ídolos. A

iniciativa contou com a presença dos 10 finalistas que participaram na gravação do CD, assim como de Manuel Moura dos Santos, presidente do Júri do Ídolos, de João Teixeira, director-geral da EMI e de Américo Ribeiro, directorgeral da Auchan Portugal. Desde essa altura que o CD está à venda, em exclusivo, nas lojas Jumbo e Pão de Açúcar do país. Esta é uma iniciativa inédita, em Portugal, já que, pela primeira vez, é lançado um CD com músicas interpretadas pelos finalistas nas galas do programa.

Minho Center organizou desfile ecológico O Centro Comercial Minho Center, gerido pela Ségécé Portugal, tem vindo a desenvolver um conjunto de acções viradas para as questões ambientais. Em estreita ligação com a comunidade alerta para a importância da reciclagem e da optimização dos recursos. Exemplo disso foi o original e ecológico desfile de máscaras de Carnaval, em parceria com o Centro Escolar de Lamaçães.

Cerca de 230 crianças, desde o pré-escolar até ao ensino básico, foram as protagonistas do desfile, ao mostrar as máscaras que os próprios criaram a partir de materiais reciclados. A iniciativa conseguiu envolver não só as crianças e os seus professores, mas também os pais dos alunos que tiveram um papel fundamental na separação dos materiais.

A Sonae Sierra consolidou, ao longo de 2009, a sua estratégia de expansão e internacionalização, e fechou o ano com um portefólio de 51 centros comerciais em operação, distribuídos por sete países.

março/abril 2010

diz respeito não só a colaboradores da Sonae Sierra, como também a prestadores de serviços, lojistas e clientes.

Shopping

11

Sonae Sierra apresenta resultados de 2009


notícias Apesar de ter revelado um resultado líquido negativo de €159,9 milhões, (depois de, no período homólogo, ter fechado com um prejuízo superior que atingiu os €185,5 milhões) o resultado directo foi de €76,8 milhões, mais 20% do que no ano anterior. Na verdade, o lucro foi afectado pelo resultado indirecto, ou seja, pelos sucessivos aumentos de taxas de capitalização do mercado (as yields) onde a empresa actua. Já o resultado directo da Sonae Sierra cresceu 20% devido à combinação de três factores: o crescimento do portefólio; a redução de custos implementada pela empresa em 2009; e a redução das taxas de juro.

City Park Leiria entrega Smart Fortwo Coupé Gerido pela Ségécé Portugal, S.A., o City Park Leiria entregou, em Março, um Smart Fortwo Coupé, ao vencedor do sorteio da Mega Promoção City Park, Fernando Rodrigues. A Mega Promoção decorreu entre Novembro de 2009 e Ja-

o Freeport e o tipo de produtos e marcas existentes no outlet em Alcochete”, sublinhou Catarina Tomaz, directora de marketing do Freeport.

Parque Nascente com certificado de Gestão Ambiental O Centro Comercial Parque Nascente, gerido pela Ségécé Portugal, acaba de ver o seu Sistema de Gestão Ambiental (SGA) certificado pela Bureau Veritas Certification, de acordo com a Norma ISO 14001:2004. Esta importante certificação é encarada como um reconhecimento externo e formal dos esforços empreendidos e dos resultados obtidos na gestão do Centro Comercial de uma forma ambientalmente responsável. Com a implementação do seu SGA, o Parque Nascente procura não só cumprir com todas as obrigações legais em termos ambientais, mas também implementar e manter as melhores práticas ambientais do sector. A Norma ISO14001:2004 é uma norma internacional que especifica um conjunto de requisitos que fazem parte do SGA, tendo como grande objectivo proteger o meio ambiente e prevenir a poluição em equilíbrio com as necessidades socioeconómicas.

Vila do Conde The Style Outlets no Portugal Fashion

neiro de 2010, e esteve aberta à participação de todos os clientes que tivessem feito €20 em compras nos City Park Leiria, Caldas da Rainha e Penafiel. Os cupões devidamente preenchidos foram sorteados numa tômbola.

março/abril 2010

Freeport “mudou-se” para Oeiras Durante três dias, O Freeport de Alcochete mudou-se para Oeiras para participar na 4.ª edição da Feel Woman – uma das mais visitadas exposições dedicada ao público feminino. Durante esta iniciativa inédita, o maior outlet da Europa esteve presente na Fundição de Oeiras, entre 12 e 14 de Março, num espaço marcado por áreas de shopping e animação: DJ, VJ, personal Shoppers, maquilhagem e algumas surpresas preparadas pelas marcas presentes. “A nossa preocupação foi recriar um espaço que represente o original, onde as grandes marcas e os grandes descontos são o grande atractivo. É uma forma diferente de comunicar

12

Shopping

Pela primeira vez, o Vila do Conde The Style Outlets apoiou o Portugal Fashion, que se realizou no Edifício da Alfândega, no Porto, durante o mês passado. Assim, associou-se à 26ª edição do circuito de moda, onde foram apresentadas as colecções Outono/Inverno de 2010-2011, sob o tema “ReMixed”. Durante os três dias em que decorreu o mais importante evento de moda do Norte do país, o outlet de Vila do Conde marcou presença e deu a conhecer as várias lojas e marcas disponíveis neste espaço, situado a cerca de 15 kms do Porto.

VIVACI Caldas ofereceu mimos ao público feminino Sessões de massagens e de make-up gratuitas e uma aula de ginásio, exclusiva para o público feminino, foram os presentes que o Centro Comercial Vivaci Caldas da Rainha decidiu entregar às suas clientes e colaboradores para celebrar o Dia Internacional da Mulher. A acção, que decorreu até ao segundo Domingo de Março, foi realizada em colaboração com Hospital Termal Rainha D. Leonor das Caldas da Rainha. Massagens de relaxamento com aromaterapia, tratamentos faciais com cristais de quartzo rosa ou massagens satori foram alguns dos mimos que as mulheres tiveram aos seu dispor. A Perfumes & Companhia também não quis deixar de se


associar a esta iniciativa ao instalar um corner da marca, onde as visitantes puderam realizar sessões de make-up gratuitas. Foram ainda distribuídas centenas de flores a todas as mulheres que acederam ao Centro Comercial Vivaci.

Cidade Feita em Lego no Shopping Cidade do Porto De 23 de Maio a 12 de Junho, miúdos e graúdos vão “mudarse” para a Cidade Feita em Lego, no Shopping Cidade do Porto. Entre as 10h e as 19h (durante a semana) e as 11h e

as 19h (ao fim-de-semana), o evento estará disponível para todos aqueles que querem lembrar os bons tempos e brincarem como antes, ou para dar asas à criatividade das mãos que vão ligar os blocos LEGO. A iniciativa decorrerá no Cidade do Porto, que já nos habituou à originalidade das suas acções, e baseia-se no conceito inicial dos Tijolos LEGO. O que se pretende é estimular a concentração e a criatividade das crianças pela via tradicional, bem como recordar aos mais crescidos de como eram estas peças na sua infância. O espaço divide-se em quatro áreas distintas: Cidade feita em LEGO, no piso 0; área de Videojogos, no piso 1; atelier, também no piso 1; e Corner Star Wars, no piso 2.


notícias Atlantic Park de Setúbal acolhe Concurso de Graffiti

Floresta Center com novo conceito

O 1º Concurso de Graffiti Atlantic Park de Setúbal, promovido por este espaço comercial e apoiado pela Câmara Municipal de Setúbal, decorreu entre 27 e 28 de Março, revelando-se um sucesso, não só pela quantidade de participantes inscritos, mas sobretudo pela qualidade e diversidade dos trabalhos apresentados. Subordinado ao tema meio-ambiente, este concurso teve como intuito enquadrar e qualificar o Graffiti como arte urbana informal, bem como estimular a participação dos jovens artistas. Contou com a participação de 14 artistas que, recorrendo às mais diferentes técnicas de Graffiti, deram azo à sua criatividade e animaram o Atlantic Park de Setúbal durante todo o fim-de-semana.

Já imaginou ter o seu marketing simplificado e poder delinear uma estratégia eficiente de baixo custo? Pois é precisamente o que a MKT Store está a propor ao mercado. A empresa criou uma série de soluções standard que têm por objectivo potenciar a estratégia de comunicação de microempresas e unidades de retalho, estejam estas inseridas em shoppings ou com porta de rua aberta ao público. A MKT apresenta, desta forma, uma série de pacotes, que se destacam desde logo pelos preços extremamente acessíveis. A elaboração de um web site, por exemplo, custa apenas 210 euros, e inclui ainda um serviço de hosting e 10 contas de email. Este é o posicionamento de mercado da MKT, que face ao actual contexto económico teve em consideração a necessidade de redução de custos por parte das empresas. Paulo Parsotamo, gerente, explica que os valores acessíveis são conseguidos devido ao modelamento das soluções, ainda que, naturalmente, estas possam depois ser adaptadas a cada caso concreto. E os serviços são vários, desde a cria-

março/abril 2010

O amor “andou” pelo Odivelas Parque Porque 24 horas podiam não chegar para celebrar tanto amor, o Odivelas Parque ajudou a prolongar o Dia dos Namorados. Assim, entre 6 e 14 de Fevereiro, os namorados foram convidados a testar suas habilidades vocais nos Duetos Just for Lovers, ficando habilitados a desfrutar de uma inesquecível visita a Paris. A divertida iniciativa do Odivelas Parque e da Agência Abreu, baseada no jogo Band Hero, na qual os participantes tinham que executar em dueto um dos temas românticos. A performance com melhor pontuação recebeu um programa Paris Je t’Aime para duas pessoas, que incluía, para além da estadia de 4 dias/3 noites, uma garrafa de Champagne no quarto, entradas para o Museu do Louvre, bilhetes para o Bateaux Mouches, mapa de Paris e vale de 10% de descontos nas compras efectuadas nas Galeries La Fayette.

14

Shopping

ção da identidade corporativa de uma firma até verdadeiras soluções de marketing integrado. Ainda que qualquer pessoa possa recorrer aos serviços da MKT, eles são ideais para o pequeno comércio, havendo pacotes para promoções específicas, campanhas de saldos, abertura de loja, aniversários, lançamentos de produto, entre outras vertentes. Para além da concepção de imagem e da disponibilização dos materiais, alguns pacotes incluem mesmo um conjunto de spots de rádio, para uma efectiva comunicação com o cliente alvo.

Novos associados

LPL Multimedia junta-se à APCC A LPL Multimedia é o mais recente associado da APCC. A empresa comercializa um sistema especializado para parques de estacionamento em centros comerciais, o qual eleva os padrões de serviço destas infra-estruturas ao informar o condutor sobre a localização dos lugares disponíveis. O sistema APT permite uma gestão estratégica do estacionamento, minimizando os tempos de espera e a circulação no interior do parque, gerando um maior fluxo de entradas e saídas. Basicamente, cada lugar será equipado com um sensor, que comunica com os painéis informativos que, em tempo real, transmitem a informação ao condutor sobre o lugar disponível mais próximo.


inauguração

Maia Jardim abre portas

março/abril 2010

A Sonae Retail Properties inaugurou, no passado dia 26 de Novembro, o Centro Comercial Maia Jardim, localizado na Maia e que junta nove insígnias do grupo, entre as quais um Continente com 7800 metros quadrados. Com este investimento, o grupo liderado por Paulo Azevedo cria 550 postos de trabalho.

16

estratégia da Sonae passa por dotar as suas infra-estruturas de valências complementares, unindo o formato hipermercado na área alimentar a uma oferta de retalho capaz de assegurar ao consumidor um leque abrangente de escolhas e serviços. Em relação ao Maia Jardim, trata-se de um empreendimento totalmente construído de raiz, mas que não dispensou a criação de uma galeria comercial que irá trazer mais-valias aos consumidores da região. Assim, e para além da âncora

A

Shopping

na vertente alimentar, o público daquela região tem ao seu dispor mais oito insígnias da companhia, nomeadamente Worten, Worten Mobile, Sportzone, Modalfa, Bom Bocado, Área saúde, Óptica Área Saúde e Optimus, isto para além do já referido Continente e do restante leque de lojas. No total, o novo centro é composto por 20 lojas, apresentando uma ABL de 19.286 metros quadrados, isto inserido numa área bruta de construção de 24.291 m2 e numa área total de 59.000 m2, juntando portanto as zonas exteriores. A localização é bastante privilegiada, concretamente nas anti-


inauguração

gas instalações da fábrica têxtil Finex, junto ao nó de acesso ao IC24, em Nogueira, Maia

março/abril 2010

Proposta de valor A abertura do Centro Comercial Maia Jardim reforça a ligação da empresa ao concelho e à comunidade local e representa «mais um passo na estratégia de crescimento da Sonae RP, que assenta em três vectores: dinamizar a economia, prosseguir o crescimento orgânico e oferecer ao cliente a melhor proposta de valor, sempre em sintonia com o mercado». A composição do shopping passa pela centralidade do hipermercado Continente, com quase oito mil metros quadrados de área de venda, assim como mais 5.656 metros quadrados de lojas âncora, nomeadamente através da implantação de alguns dos mais importantes conceitos desenvolvidos pelo grupo. Juntam-se ainda 422 metros quadrados de lojas satélites, assim como uma área de 473 metros quadrados dedicada à restauração, onde surgem diversas insígnias, de acordo com as mais modernas tendências de mercado, assim como o conceito Bom Bocado, novamente na esfera da Sonae. O Maia Jardim integra 20 conceitos de loja, nomeadamente

Shopping

17


março/abril 2010

Continente, Modalfa, Worten, Worten Mobile, Área Saúde, Óptica Área Saúde, Sportzone, Optimus, Chaviarte, Barreiros Faria, 5 à Sec, Suzy Petros, Franck Provost Paris, Bom Bocado, Puro & Natural, Aki há Sopas, Mona Pizza, Praça, Sandes e Mc Daisy. O Maia Jardim coloca ainda à disposição dos seus clientes 1.136 lugares de estacionamento, distribuídos por quatro pisos. O projecto esteve a cabo do arquitecto Alexandre

18

Shopping

Burmester, prevendo-se cerca de 1,5 milhões de visitas anuais e vendas na ordem dos 45 milhões de euros por exercício, tendo em atenção uma esfera de influência que abrange praticamente 200 mil pessoas a menos de 10 minutos. Ficha técnica Nome do Centro Centro Comercial Maia Jardim Empresa Promotora Sonae Retail Properties, SA Empresa Gestora Hipotética – Comércio Retalhista, S.A. Localização : Rua Agostinho da Silva Rocha – Nogueira – 4475-451 Maia Acessos : IC 24/A41 Início da Obra Janeiro 2008 Abertura ao Público 26/11/2009 Arquitectura Alexandre Burmester Empreiteiro Geral Contacto – Sociedade de Construções, SA Área Total do Terreno 59 000m2 Área Bruta de Construção 24 291 m2 Área Bruta Locável 19 286 m 2 Área de influência 0-10m = 197.000 habitantes / 10-20m = 64.000 habitantes Número de Visitas Anuais Previsão 1.500.000 Vendas Anuais Previsão 45.000.000 Nº de postos de trabalho directos 550 (directos + indirectos) Número Total de Lojas 20 conceitos Principais âncoras Hipermercado Continente, Worten, Sportzone, Modalfa, Área Saúde Nº de Lugares de Estacionamento 1136 Horário de Funcionamento: Segunda a Domingo : 10h-23h / Hipermercado 2ª a 5ª = 9h-23h / 6ª e sábado = 9-24h / domingos e feriados = 9-13h


inauguração

LeiriaShopping abre 100% comercializado

março/abril 2010

O LeiriaShopping, inaugurado no passado dia 25 de Março, constitui a 52ª unidade no portfólio da Sonae Sierra. Trata-se de um investimento de 79 milhões de euros, num empreendimento que engloba 116 lojas e apresenta uma ABL de quase 45 mil metros quadrados. Mais uma vez, as questões ambientais foram uma preocupação central neste novo shopping.

mais recente investimento da Sonae Sierra mostra-se um sucesso desde o início, na medida em que arrancou com a sua área totalmente comercializada. Tal facto demonstra a confiança que o sector do retalho deposita num dos principais players da promoção imobiliária nacional. O LeiriaShopping disponibiliza, assim, num total de 44.312 m2 de ABL, 116 lojas, combinando prestigiadas marcas nacionais e internacionais com insígnias locais. Do vasto tenant-mix destacam-se as nove lojas de grande dimensão: Hipermercado Continente, sete salas de cinema Castello Lopes, C&A, FNAC, H&M, Modalfa, Sportzone, Worten e Zara. A estas marcas juntam-se, entre outras, a Bershka, Bertrand, Blanco, Boutique dos Relógios, Douglas, General Óptica, Imaginarium, Lanidor, Levi’s, Loja do Gato Preto, Mango, Massimo Dutti, Multiopticas, Natura, O Boticário, Oysho, Pandora, Parfois, Perfumes & Ca., Pull&Bear, Sacoor, Salsa, Samsonite, Springfield, Stradivarius, Tezenis, Tintoretto, Tiffosi, Tutto Chicco e Women’s Secret. O novo centro conta ainda com uma ampla área dedicada à restauração, proporcionando uma atmosfera acolhedora para toda família, onde se encontram 19 restaurantes que oferecem aos visitantes uma ampla variedade de opções e onde estão presentes marcas como a McDonald’s, PizzaHut, Burger King, Portugália, Vitaminas, H3, Loja das Sopas, Brasa Rio, Alentejo Pão Azeite e Alho, Martin & Thomas ou Wok To Walk.

20

Shopping

O


Nome do empreendimento - LeiriaShopping Empresa promotora e proprietária - Sonae Sierra Empresas comercializadoras - SONAE SIERRA e Cushman & Wakefield Arquitecto - José Quintela, Chief Design Officer da Sonae Sierra Design Manager - Fernando Silva, Sonae Sierra Design Department Design Architects - Chapman Taylor Arquitectos Locais - ASM Acessos - A8, A17, IC2, N113, N242 Área total terreno - 97.272 m2 Área implantação - 34.300 m2 Área construída - 58.974 m2 Área Bruta Locável - 44.312 m2 Número total de lojas - 116 Lojas de Grande Dimensão - 9 Principais Lojas de Grande Dimensão - Continente, Castello Lopes, C&A, FNAC, H&M, Modalfa, Sportzone, Worten e Zara Outras insígnias - Bershka, Bertrand, Blanco, Boutique dos Relógios, Douglas, General Óptica, Imaginarium, Lanidor, Levi’s, Loja do Gato Preto, Mango, Massimo Dutti, Multiopticas, Natura, O Boticário, Oysho, Pandora, Parfois, Perfumes & Ca., Pull&Bear, Sacoor, Salsa, Samsonite, Springfield, Stradivarius, Tezenis, Tintoretto, Tiffosi, Tutto Chicco, Women’s Secret Restaurantes - 19 Lojas satélite - 88 Nº de lugares de estacionamento - 1.981 Área de estacionamento - 58.460 m2 Investimento total - € 79.700.000 N.º pessoas na área de influência 30 minutos - 529.000 Número de visitas anuais previstas - 8.000.000 Vendas Anuais Estimadas - € 76.700.000 Empregos criados - 900 Início da obra - Julho 2008 Abertura ao público - 25 de Março 2010

Shopping

março/abril 2010

Preocupação com conforto Para conforto dos clientes, o LeiriaShopping conta também com um parque de estacionamento gratuito, com capacidade para 1.980 viaturas. Nesse sentido, e de acordo com as estimativas da Sonae Sierra, espera-se que o LeiriaShopping venha a receber oito milhões de visitas anuais, face aos cinco milhões que apresentava anteriormente. Isto porque o novo centro constitui uma expansão da antiga estrutura, composta pelo hipermercado e uma pequena galeria de lojas.

21


inauguração

como é o caso da Chiquíssimo (Triumph), TNC Telecomunicações (Vodafone) e Grupo Caixeiro (Mango, Giovani Gali, Salsa, Upstyle).

março/abril 2010

Fernando Serrasqueiro, Secretário de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor; Fernando Guedes Oliveira, CEO Sonae Sierra

A Sonae Sierra espera que o shopping venha a gerar vendas de 77 milhões de euros por exercício, contando para o efeito com uma localização privilegiada em termos de acessos e servindo uma população de 529.000 habitantes numa área de influência a 30 minutos de distância, dos quais mais de 80% são já utilizadores do actual Hipermercado Continente. O LeiriaShopping representa igualmente uma forte renovação e dinamização do comércio e economia locais, através da criação de 900 postos de trabalho e da contratação de empresas locais em diversas áreas, representando um investimento de cerca de seis milhões de euros em empresas da região. Por outro lado, 23% dos lojistas que estão presentes no LeiriaShopping são empresas locais, entre as quais se encontram as marcas Plush, Bianca, Lizquadro, Gráfia, Equipe Donna, Mais Bela, San Luís e Leitão com Pão. Neste grupo encontram-se, também, empresários locais franchisados,

22

Shopping

Aposta no Ambiente À semelhança do que acontece em todos os centros comerciais promovidos pela Sonae Sierra, este shopping foi concebido de acordo com o Sistema de Gestão Ambiental da Empresa, certificado segundo a norma ISO 14001, cumprindo assim os mais rigorosos e exigentes requisitos de qualidade, nomeadamente em termos de conforto, segurança, acessibilidade e protecção do Ambiente. O centro dispõe de sofisticadas soluções para separar e gerir apropriadamente todos os resíduos produzidos, reaproveitar a água da chuva e monitorizar os aspectos ambientais em tempo real. Este último ponto está garantido pela instalação de um sistema de gestão técnica centralizada que monitoriza a qualidade do ar interior no centro e os consumos de água e energia por cada sector do edifício. Desta forma, é possível efectuar cortes de água em caso de fugas ou ajustes nos níveis de iluminação em zonas não ocupadas, contribuindo assim para uma maior eficiência energética do edifício. Relativamente a Segurança & Saúde no Trabalho, o LeiriaShopping foi o primeiro centro comercial na Europa a ser certificado, em fase de construção, pela norma OHSAS 18001:2007 (Sistema de Gestão da Segurança & Saúde no Trabalho). A atribuição desta certificação reconhece a importância do sistema de Segurança & Saúde da Sonae Sierra. O LeiriaShopping foi também certificado ao nível da Acessibilidade Global, através da Norma UNE 170001:2001, que assegura o acesso universal ao Centro a todos os visitantes, independentemente do seu grau de mobilidade.


ICSC European Marketing Conference Hotel Tivoli Lisboa, Lisbon, Portugal 16-18 June 2010

Get Emotional and Build Loyalty • How to use the senses to gain maximum marketing impetus • Using new media opportunities effectively • Creating the environment to encourage consumers and satisfy retailers Also featuring:

Marketing Masterclass, 16 June Solal Marketing Awards Ceremony, 17 June Shopping Centre Tour, 18 June

“The Co n useful a ference was ve nd full o ry advice, which c f practical at our c an be used entres.” Ja son Boy ce

Portfolio Manage Henders r, on Glob al Invest ors, UK

ICSC European Partners

Real Estate Development

Event Sponsors

Media Sponsors

TO REGISTER VISIT WWW.ICSC.ORG/2010EMS OR CALL +44 20 7976 3102


ICSC Conclusões da conferência em Praga

ICSC com optimismo moderado A última conferência do ICSC, que teve lugar em Praga, a 28 e 29 de Abril, mostrou uma indústria imobiliária convicta de que o pior já terá passado, mas ainda assim prudente quanto ao futuro do sector, nomeadamente reflectindo na necessidade de elevar os níveis de qualidade e a sustentabilidade de longo prazo dos empreendimentos.

março/abril 2010

Forum Presidentes (da esquerda para a direita): Isaäc Kalisvaart - MAB Development Group, Holanda; Árpád Török - TriGranit Corporation, Hungria; Glenn Aaronson - Multi Corporation, Holanda; Marcus Wild - SES SPAR, Austria

sta ideia foi desde logo transmitida por Joerg Banzhaf, presidente da conferência de 2010, cujas palavras deixaram claro que «os players sem profissionalismo já desapareceram». Segundo o orador, «na altura em que era fácil realizar dinheiro com centros comerciais, mesmo quem pouco percebia do negócio avançou para o mercado. Mas já se foram. A indústria necessita daqueles que têm experiência e conhecimento deste sector e, acima de tudo, que não têm medo na inovação e da criatividade», frisou.

24

Shopping

E

Considera-se seguro que os maiores níveis de crescimento irão ocorrer na Europa de Leste. Contudo, há igualmente consciência do facto de estes mercados ainda terem um longo caminho a percorrer - e muitos erros a corrigir - tendo por base a perspectiva da construção de uma indústria de sucesso naqueles países e concretamente tornar rentáveis alguns dos empreendimentos já existentes. Marcus Wild, presidente da comissão executiva europeia do ICSC, referiu mesmo a necessidade de a indústria


Forum Retalhistas e Proprietários (da esquerda para a direita): Kjell Berggren - NFI Empik, Polónia; Markus Pinggera - Deichmann Group - Alemanha; Bram Kruit - ING Real Estate, Holanda; Hakan Pehrsson - IKEA Shopping Centers, Russia; Klaus Striebich - ECE Projektmanagement, Alemanha

vimento urbano dos mesmos, ou seja, em plena integração com o coração das cidades. Já Marcus Wild, CEO da SES Spar European Shopping Centers, confirmou os testemunhos dos seus colegas, advertindo para o facto de a recuperação se dar em ritmos diferenciados. Nesse sentido, reflectiu, «a decisão sobre onde expandir ou desenvolver deve apenas ser tomada após a análise do envolvimento local». Aconselha-se, portanto, bastante moderação na tomada de decisão, facto coadjuvado por Glenn Aaronson, CEO da Multi Development: «Antes de 2007 foram construídos centros comerciais em localizações que nunca seriam sustentáveis no longo termo», sugerindo claramente que alguns centros nunca deveriam ter sido construídos e fazendo um apelo à qualidade dos mesmos, numa óptica de futuro.

março/abril 2010

voltar às raízes, isto porque os princípios de investimento imobiliário não foram alterados e continuam baseados em investigação e conhecimento. «O que temos de fazer é procurar fundo e ter um entendimento dos ambientes locais onde os centros estão localizados», acrescentou Chaim katzman, presidente da Gatzman Inc. O mesmo responsável desafiou ainda a indústria a olhar o longo termo: «Temos de pensar 50 anos à frente e não apenas cinco ou dez». Ainda assim, reconheceu, apesar dos claros sinais de recuperação, esta será operada em ritmos diferentes de acordo com as zonas do globo em causa. Assim sendo, consideram os especialistas, o futuro próximo dos centros comerciais passa pela capacidade de reconstrução dos shoppings já existentes. Na sequência das ideias acima descritas, foi consensual que ainda há muito trabalho pela frente no que diz respeito à implementação da qualidade nas unidades já existentes. Ainda há muito espaço para desenvolver conceitos de qualidade, tendo por atenção uma perspectiva global do assunto, como confirmou Arpad Torok, CEO da Trigranit Corporation, uma empresa húngara: «Basear a decisão de desenvolver um centro somente na relação entre a área bruta locável e a população é demasiado simplista. É preciso termos em atenção a localização, o mix comercial e as características dos inquilinos, bem como todos os detalhes por detrás da informação primordial». De qualquer forma, assinalou Isaac Kalisvaart, CEO da MAB Development (Holanda), «as localizações de topo continuarão a atrair os retalhistas de topo. E estas localizações conseguirão manter os níveis de rendas». Para o especialista, os centros devem ter noção de que pertencem às cidades, defendendo desta forma um desenvol-

Chaim Katzman - Gazit Equity One, EUA

Shopping

25


prémios Prémios ICSC

Portugueses mostram know-how A promoção imobiliária nacional esteve em alta nos últimos prémios atribuídos pelo ICSC, tendo obtido dois de um total de cinco de prémios com que o organismo presenteou os principais players internacionais. A Multidevelopment, com o Forum Barreiro, e a Sonae Sierra, com o Valecenter (Itália), mostraram estar na linha da frente ao nível do desenvolvimento de centros comerciais.

março/abril 2010

Prémio Forum Barreiro (Multi Development) (da esq. p/ dir.): Peter Sharp - ICSC Chairman; Francisco Cavaleiro Ferreira - Multi Mall Management; António Matias Lopes - Multi Mall Management; Glenn Aaronson - Multi Corporation; Derek Barker - Presidente do Juri - Haskoll Architects, Reino Unido

Forum Barreiro, centro comercial promovido pela Multi Development Portugal, foi o grande vencedor dos ICSC European Shopping Centre Awards 2010 na categoria “Novo Centro Comercial de Pequena Dimensão”, significando a nona distinção da companhia desde 1999. Na corrida a este prémio imobiliário, o Forum Barreiro concorreu com projectos

26

Shopping

O

de grande potencial. Em competição estavam, por exemplo, o Sandens Shopping Center, em Kristiansand, na Noruega, e o Stadtgalerie Passau, em Passau, na Alemanha. Inaugurado em Novembro de 2008, o Forum Barreiro representa um verdadeiro pólo de atracção, contribuindo para a revitalização da cidade através da sua modernização e de um projecto estrutural para a sua economia. Com um total


mapic

de 108 lojas (entre as quais cinco lojas âncoras e 12 restaurantes), distribuídas por uma área bruta locável de 17.500 m2, o Forum Barreiro possui um parque de estacionamento subterrâneo com capacidade para 700 veículos. O centro faz parte integrante do projecto de revitalização do centro urbano da cidade do Barreiro e que contou com o precioso contributo do reconhecido arquitecto catalão Juan Busquets, considerado um dos maiores arquitectos europeus a nível mundial no que diz respeito a planeamento e renovação de centros de cidades, o que constitui, nesta fase, um dos principais drives de desenvolvimento na área de centros comerciais, concretamente através da sua integração nos modelos urbanos de cada cidade. Internacionalização Sierra reconhecida Comprovando a qualidade e oportunidade do desenvolvimento internacional da Sonae Sierra, o Valecenter ganhou na categoria de “Renovação e Extensão”, mais uma vez demonstrando o know how, por todos reconhecidos, dos operadores portugueses de centros comerciais. O Valecenter

foi inaugurado em 1993 e adquirido pela Sonae Sierra em 2005, contando com 124 lojas distribuídas por 48,306 m2 de Área Bruta Locável e disponibilizando 2.900 lugares de estacionamento gratuitos. Este galardão premiou a transformação efectuada no centro, a qual passou por uma renovação total da arquitectura e decoração, sendo a temática escolhida baseada na famosa indústria vidreira da região - o célebre vidro de Murano, cuja inspiração está presente nas cores fortes utilizadas nos interiores e nos vitrais, que tornam o ambiente do centro mais confortável e envolvente. De destacar as mudanças significativas ao nível da total reorganização do espaço para o tornar mais eficiente de acordo com os standards da Sonae Sierra, permitindo uma melhor circulação no centro e a criação de raiz de uma praça da restauração com cerca de 600 lugares. Tudo isto contribuiu para oferecer aos visitantes um tenant-mix renovado, com mais variedade e melhor qualidade, bem como a oferta de novos padrões de conforto e serviços, num ambiente moderno e acolhedor.

Premios ICSC 2010 Categoria

Centro

Promotor

ABL m2

Nº Lojas

País

Novos centros - pequenos

Forum Barreiro

MD Portugal

17.756

108

Portugal

Novos centros - médios

Golden hall

Lamda Domi

40.512

132

Grécia

Novos centros - grandes

Forum Duisburg

MD Germany

58.22

80

Alemanha

Novos centros - muito grandes

Liverpool One

Grosvenor

151.4

160

Inglaterra

Renovação e Expansão

Valecenter

Sonae Sierra

44.149

157

Itália

Shopping

março/abril 2010

Prémio Valecenter (Sonae Sierra) - Veneza - Itália (da esq. p/ dir.): Peter Sharp - ICSC Chairman; Ana Guedes Oliveira - Sonae Sierra; José Quintela - Sonae Sierra; Fernando Guedes Oliveira - Sonae Sierra; Derek Barker - Presidente do Juri - Haskoll Architects, Reino Unido

27


neinver

Neinver prepara expansão A Neinver está cada vez mais confiante do sucesso do conceito outlet, face ao actual ambiente económico que se vive. Como tal, tem preparado um plano de investimento no âmbito do qual serão aplicados praticamente 500 milhões de euros, até 2012. No mercado português, onde já detém o The Style Outlets, localizado em Vila do Conde, prepara a inauguração no Algarve.

março/abril 2010

Álvaro Valiente

íder europeia em número de activos e segunda operadora em termos de ABL no formato outlet, a Neinver prepara um forte “ataque” ao mercado nos próximos anos, convicta de que este conceito, face às actuais condicionantes, está a conquistar consumidores de forma crescente. No âmbito da sua estratégia, desenvolve actualmente duas marcas âncora: Factory (para os mercados espanhol e polaco, onde lidera o segmento) e The Style Outlets (que utiliza na Alemanha, França e Portugal). Aliás, um dos últimos desenvolvimento da companhia, e do qual a Shopping deu conta na última edição, foi precisamente harmonizar marcas a nível global. Nesse âmbito, o outlet de Vila de Conde assumiu a designação internacional definida e os resultados são francamente animadores: na época natalícia, o empreendimento recebeu 500.000 pessoas. Aliás, a prova de que o formato desenvolvido pela operadora está a ter claro sucesso são os números apresentados por Álvaro Valiente, director-geral da companhia para os mercados português e italiano. Segundo referiu em entrevista, os outlet geridos pela Neinver têm registado crescimentos de afluência de 12% e aumentos de vendas de 28%. Para além do maior fluxo de pessoas, significativo quando a tendência para visitas a shoppings diminui, é de destacar a excelente evolução de vendas, o que vem reforçar a ideia de sucesso do formato outlet. A aposta é, portanto, para continuar, como justifica Álvaro Valiente: « Nestes momentos de crise, o Outlet, que antes se calhar era uma segunda escolha, passa agora a fazer parte da prioridade do consumidor. É uma alternativa para comprar marca e qualidade, mas a preços acessíveis. É, como tal, um conceito de sucesso garantido. E notamos

28

Shopping

L

também que da parte das marcas há muito mais apetência pelo conceito. Já querem estar presentes». Mercado português Se a estratégia definida está absolutamente clarificada em termos de desenvolvimento de formatos, é óbvio que este tem as suas idiossincrasias, razão pela qual o crescimento tem de antecipar níveis de rentabilidade. «O conceito exige espaços com alguma dimensão, com massa crítica, com um número de lojas significativo, etc. Para este conceito, as zonas de influência têm de ser grandes, entre três a quatro milhões de pessoas. Em Milão, por exemplo, temos um outlet que apresenta uma área de influência de 13 milhões. E portanto tem de haver muito critério na escolha das localizações. Não sei como será no futuro, mas actualmente não


Primeiro outlet do Sul A mesma lógica vai ser imprimida ao próximo projecto do grupo em Portugal, no qual a Neinver deposita elevadas esperanças. «Foram as próprias marcas que nos pediram para fazer um outlet no Algarve. É uma zona menos desenvolvida em shoppings, mas onde as marcas nos revelaram que nunca baixaram vendas. E falamos também de uma zona onde o poder de compra é elevado, especialmente por parte dos estrangeiros residentes. Consideramos o Algarve um mercado importante. Em Itália, por exemplo, o conceito outlet é utilizado ao nível do turismo. E portanto no Algarve podemos esperar algo semelhante, pois é uma zona de forte implantação turística, como todos sabemos. Passará a fazer parte do percurso das pessoas», explica o responsável. O projecto encontra-se na sua fase inicial, razão pela qual ainda não foram desvendados todos os pormenores. Todavia, podemos já avançar que terá á volta de 25 mil metros quadrados, num projecto a céu aberto. Neste momento, estão a ser desenvolvidos os necessários esforços burocráticos, tendo em atenção que houve alterações na liderança

da autarquia nas últimas eleições. É também seguro que o empreendimento do Algarve será igualmente edificado por fases, na tal lógica que a Neinver sempre concretiza nos seus empreendimentos. No entanto, se olharmos ao facto de a média de visitas a um outlet ser agora de 11 por ano – quando há alguns anos não passava das seis – é possível antever que o conceito continuará a sua afirmação, desta feita na zona mais a Sul do País, onde será o primeiro empreendimento do género. Se tudo correr conforme planeado, abre portas em 2013. Capacidade financeira Feitas as contas, a Neinver assume-se como um dos players de referência a nível europeu, gerindo actualmente mais de 450 mil metros quadrados de área de ABL, dos quais 107 mil são de equipamentos industriais e escritórios e praticamente 350 mil de retail, onde estão incluídos os outlet (que perfazem 223 mil, divididos por 11 centros que apresentam um portfólio de 1.100 lojas e 700 marcas). Em desenvolvimento, o grupo tem mais 228 mil metros quadrados de industrial e escritórios, para além de quase 290 mil metros quadrados de retail (131.500 em outlets). Esta dinâmica leva o grupo a ser líder em três dos cinco países em que actualmente está presente, naturalmente no âmbito do formato outlet. Em Portugal, e após a inauguração no Algarve, em concreto na cidade de Faro, a empresa passará igualmente a liderar o conceito, assumindo um posicionamento de destaque dentro do leque de promotores imobiliários presentes em solo lusitano. A nível global, afirma a companhia, «a Neinver caracteriza-se pela solidez financeira e capacidade de investimento. O investimento acumulado nestes 40 anos sobre todo o ciclo do negócio no âmbito internacional dá-nos a capacidade para desenvolver qualquer uma das nossas áreas de negócio em toda a Europa, numa estratégia baseada no longo prazo», finaliza Àlvaro Valiente, em jeito de conclusão.

março/abril 2010

faz sentido criar outlets em zonas com áreas de influência de média dimensão», explica Álvaro Valiente. Por outro lado, o próprio ciclo de vida de um outlet tem que ser gerido com a devida ponderação. Para o director da Neinver, «normalmente, os outlet fazem-se em duas, três ou mesmo quatro fases. No início, começas com a comercialização com marcas mass market. Se correr bem, rapidamente se começa a conquistar as marcas internacionais e de grande prestígio. Foi precisamente o processo de Vila do Conde. Este projecto chama-se Nassica e tem várias áreas de negócio. A âncora é o The Style Outlets, que teve a primeira fase e sofreu agora a segunda. Recentemente, assinámos contrato com a Bricor, o conceito de bricolage do grupo El Corte Inglés, e vai nascer a maior loja desta área da zona Norte, no que será mais uma fase de expansão».

Shopping

29


gateway

Proteja a sua loja contra o furto

março/abril 2010

A quebra desconhecida é uma realidade que não pode ser negligenciada. Ela sucede das mais variadas formas, muitas delas verdadeiramente insólitas, e “ataca” os retalhistas, independentemente do seu sector de actividade. E hoje em dia, caso os lojistas não admitam a sua vulnerabilidade e não apostem em soluções de segurança para combater este fenómeno (ainda mais tendo em conta a situação actual de crise da nossa economia), as consequências irão reflectir-se nos resultados operacionais de loja.

uma análise à quebra desconhecida com dados da 2.ª edição do Barómetro Nacional da Quebra Desconhecida no Retalho 2009, estima-se que esta se situe em 1,16% do volume de vendas. Comparativamente com o ano anterior, que registou uma percentagem de 1,04% do volume de vendas, este ano observa-se assim um aumento de 11,5%, resultando num total de 177 milhões de euros. Neste estudo desenvolvido pela PremiValor e patrocinado pela Gateway Portugal ficou claro que aproximadamente 71% destas empresas consideraram que a rendibilidade das respectivas organizações é afectada pelo fenómeno da quebra desconhecida. Efectivamente, as perdas por furto são um problema que afecta directamente o seu negócio, principalmente se pensarmos que a redução de uma décima percentual pode representar muitos milhares de euros. Felizmente, o Retalho tem vindo a ganhar uma maior consciência da necessidade de proteger os seus bens comercializados, com uma resposta pró-activa na aposta em soluções que assegurem a protecção da loja e que ao mesmo tempo proporcionem bem-estar e conforto aos visitantes, através de uma experimentação dos artigos de forma mais confortável – sejam eles um casaco, roupa interior, acessórios como malas e relógios, óculos de sol ou ainda artigos de electrónica como telemóveis ou leitores de MP3. O resultado é fácil de imaginar: Clientes mais satisfeitos, melhores resultados operacionais de loja.

30

Shopping

N

A solução assenta no desenvolvimento de um projecto de prevenção de quebras à medida, conciliando preferencialmente diferentes acções. Acreditamos ser a forma mais completa para assegurar uma loja positiva e os mais altos padrões de sucesso.


solução que permite conhecer os hábitos de consumo dos consumidores, ou ainda PRISMA (com leds luminosos para efeito mais animado) são agora possíveis de conciliar. Para se conseguir desenvolver soluções que ajudem o Retalho a vingar no mercado, temos de criar uma base proactiva de investigação e desenvolvimento de novas formas de inovação em sistemas de segurança, sempre sem esquecer factores tão importantes como o conforto do cliente e a importância de uma experiência de compra positiva. Mas cada vez mais os sistemas de segurança são desenvolvidos para se adequarem não apenas aos artigos expostos, como também ao próprio conceito de marca/loja, com os lojistas a apostarem em montras mais bonitas e entradas de loja mais atraentes. O sector da Moda é o que mais tem apostado em soluções de segurança que conciliem qualidade e design. Com base nesta realidade emergente, a resposta para uma gestão de loja mais positiva é a conciliação do factor design com as melhores qualidades técnicas dos nossos sistemas de segurança. Daí, a aposta em antenas EAS modernas e discretas, concebidas especialmente em acrílico (material transparente) para não afectar de modo algum o layout da loja. O desenvolvimento de soluções, que também sejam úteis ferramentas de marketing e representem mais-valias para o retalhista, é alvo da nossa motivação enquanto player deste sector.

março/abril 2010

Hoje, os sistemas de CCTV (circuito fechado de televisão) são cada vez mais avançados como a gravação digital ou a transmissão via Internet. E a nível do EAS, as potencialidades são também cada vez mais surpreendentes com a componente software a desempenhar um papel preponderante. A interligação entre os sistemas anti-furto EAS Gateway (tanto em rádio frequência como em acústica magnética) e o equipamento CCTV em loja é possível e será uma mais-valia para uma gestão da protecção de loja mais positiva. Com esta solução, sempre que as antenas EAS emitam um alarme, os DOMES existentes na loja, podem estar configurados de forma a focarem de imediato a zona de entrada / saída onde se encontram as antenas em alarme, podendo ajudar numa identificação mais rápida dos possíveis ladrões. Os sistemas de CCTV permitem gravar todos os acontecimentos passados num estabelecimento de retalho, o que os torna numa ferramenta extremamente útil, não apenas na luta contra o furto, mas também como registo de consulta para qualquer incidente que possa ocorrer na sua loja ou armazém. Ainda falando em conciliação de sistemas, hoje, com o recente lançamento da gama de soluções EAS NEO e NEO Slim – temos a capacidade de integrar em conjunto várias soluções no mesmo sistema anti-furto EAS. Soluções estas, como MDG (detecção de metais) contra o furto por bolsas forradas a metal, People Conter (contagem de pessoas),

Shopping

31


A aposta no livre serviço como forma de potenciar as vendas é algo que os retalhistas têm conhecimento desde longa data, mas é também uma acção que requer medidas de segurança para promover uma loja positiva. Os métodos de protecção excessivamente defensivos (vitrinas fechadas, exposição atrás do balcão, caixas vazias ou amostras de produto falsas) levam, por vezes, à desistência da compra, uma vez que tal significa tempos de espera desnecessários (de ajuda do staff) desmotivando a

como cremes; POD Displays – para protecção de artigos de electrónica como telemóveis ou câmaras digitais, entre outros como os secure hooks, cableloks ou spider wraps. Na Gateway acreditamos que não se trata apenas de criar um plano de prevenção de quebras à medida. Não só é essencial disponibilizarmos um vasto leque de soluções de segurança para responder à questão do furto nas lojas, mas vamos mais além e partilhamos o nosso know-how, através da oferta de um serviço de formação nas lojas. Afinal, o

março/abril 2010

gateway

compra. Por outro lado, os artigos livremente expostos sem protecção representam uma porta aberta ao furto...Este é por vezes o dilema com que se depara o retalhista. Como podem então os retalhistas proteger-se de forma eficaz, mas sem condicionarem o livre acesso dos seus clientes aos artigos? As soluções de Merchandising Seguro são uma das respostas para ajudar a reduzir quebras e aumentar vendas, uma vez que oferecem aos visitantes de loja a possibilidade de interagir com os artigos. Tocar, sentir, “cheirar”, para tomar uma decisão de compra sustentada e sem arrependimentos, são parte fundamental para uma experiência de compra positiva, especialmente quando falamos de artigos que devido ao seu alto valor comercial podem provocar dúvidas quanto à sua aquisição. Hoje temos soluções desenvolvidas propositadamente para a protecção de cada artigo. Exemplos disso são as optical tags para óculos, bottle tags para garrafas, watch sensor para relógios, bat tags para artigos com cabo (como tacos de golfe), accessory tag para malas e carteiras, panda tag para roupa dos mais pequenos, entre uma panóplia de soluções. E claro, temos ainda soluções como uma vasta gama de Safers - para protecção de CDs e DVDs ou artigos de farmácia

sucesso de um plano de prevenção de quebras não assenta apenas na implementação das soluções certas (hardware e respectivos consumíveis), mas também da sua boa utilização e manutenção das mesmas, garantindo que servem o seu propósito e que estão 100% operacionais. Desta forma, o segredo para o sucesso passa não apenas por um ou dois factores, mas por um conjunto de pontos adequados para melhorar os resultados de loja, combater a crise e vingar num mercado tão concorrencial como o actual. Assiste-se hoje a uma necessidade absoluta de expor os artigos em livre serviço, mas de forma segura sem interferir com o layout da loja, enaltecendo (de preferência) o conceito do espaço e oferecendo uma experiência de compra única e muito positiva ao cliente. Mais do que ferramentas de segurança e protecção, estas são soluções que ajudam também hoje as lojas a vender mais. E se por vezes o investimento em sistemas de segurança de loja pode parecer demasiado, basta pensar que o roubo de uma unidade ou duas de um artigo mais valioso pode colocar em risco o sucesso das vendas. Muitas das vezes – feitas bem as contas – chega-se à conclusão que o valor em furto é o equivalente ao necessário para se proteger eficazmente o espaço comercial.

32

Shopping


www.holmesplace.pt

As férias chegam a correr

Não deixes que te apanhem destreinado OUVE O TEU CORPO

DESCONTO IGUAL AO TEU PESO

70 quilos

= 70%

desconto na inscrição inicial

Pilates

Body Pump

Body Combat

*Oferta exclusiva a não sócios Holmes Place maiores de 16 anos. | A campanha só poderá ser usufruída uma vez por cliente individual. | Promoção válida até ao dia 31/05/2010. | Campanha não disponível no novo clube Holmes Place Parque das Nações (abre brevemente). | Promoção não acumulável com qualquer outra campanha, desconto ou oferta em vigor. | O desconto máximo a atribuir é 100% na inscrição inicial.


análise

Índice Footfall Abril Comportamento errático Índice Footfall tem vindo a apresentar alguma oscilação comportamental nos últimos meses, como aliás é bem visível no gráfico acima publicado. É de destacar, todavia, que em Março, e pela primeira vez em largos meses, o Índice subiu acima da comparação com o período homólogo do ano anterior, situação que harmoniza com os dados oficiais lançados pelo INE, indicando alguma recuperação da confiança e do consumo interno. Naturalmente, os centros comerciais são locais privilegiados para consumo e reflectem estes elementos mais positivos ao nível da afluência. Mas, no mês de Abril a tendência de contracção

voltou a manifestar-se, com uma comparação homóloga face ao mesmo mês de 2009 que se quantificou em 3,5 pontos negativos. A variação face ao mês anterior (Março de 2010) foi marginal (-0,5%), mas estes números reflectem que em 2009 o mês de Abril foi particularmente positivo, enquanto em 2010 já não se verificou semelhante comportamento. Ainda assim, adivinham-se meses de maior afluência, pois tradicionalmente o Verão é uma época dinâmica nos shoppings. Contudo, as recentes medidas governamentais, que inevitavelmente terão influência no comportamento das famílias, obrigam a muita prudência nas perspectivas que se colocam para o curto prazo.

O

Abril 2010

Variação Percentual Novembro

Dezembro

Janeiro

Fevereiro

Março

Abril

Indice FootFall

89,51

108,47

88,48

86,66

87,69

87,28

Variação Mensal

3,9%

21,2%

-18,4%

-2,1%

1,2%

-0,5%

©

©

ª

ª

©

ª

Variação Anual

-5,2%

-4,6%

0,0%

-2,7%

0,9%

-3,5%

ª

ª

ª

ª

©

ª

Indice FootFall - Portugal 2008

Indice FootFall de Portugal 120 90

2009

2010

Indice Acumulado

88 86

110

84 2009

-1,35%

2010

ª

março/abril 2010

Indice

100

34

90

80

70 Janeiro

Fevereiro

Março

Abril

Maio

Junho

Julho

Mês

Shopping

Agosto

Setembro

Outubro

Novembro

Dezembro


14 NEW CITY HEARTS Following the 10 openings of 2009, Multi people have their hard hats back on with 14 exciting retail projects now under construction. Germany - Boulevard Berlin. Netherlands - Hermitage Shopping Zaandam, Stadskwartier Nieuwegein, Bilgaard Leeuwarden, Stadsplein Spijkenisse, Vleuterweide Utrecht, Bagijnhof Dordrecht, Buitenmere Almere Phase 2. France - Les Arcades RougĂŠ, Cholet. United Kingdom - Southgate, Bath. Czech Republic - Forum Liberec phase 2. Portugal - Forum Sintra. Turkey - Marmara Forum, Istanbul and Forum Kayseri.

14 great new places. See : www.multi.eu THE NETHERLANDS | BELGIUM | CZECH REPUBLIC | FRANCE | GERMANY | ITALY | POLAND | PORTUGAL | SLOVAKIA | SPAIN | SWITZERLAND | TURKEY | UKRAINE | UNITED KINGDOM


Shopping 72 - Centros Comerciais em Revista