Page 1

w w w .a ut ov ru m .c om .b r

Sinal Verde

Sustentabilidade O engenheiro Ricardo Reimer destaca os principais pontos do debate sobre o desenvolvimento do carro do futuro • 18

boas novas

Visão oriental Na 63ª edição do Salão de Frankfurt, a Kia Motors revela seus lançamentos e mostra que está pronta para a briga • 11 Quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Distribuição dirigida, especializada e gratuita. Venda Proibida. Edição Especial • ano 1

montadoras apostam nos

compactos

Mercado se prepara para atender consumidores cada vez mais exigentes

fique Mais informado Confira em todas as páginas muito mais informação para você não perder nada sobre o mundo das quatro rodas.

mercado

Proteção total Saiba o que avaliar e como proceder antes da contratação do seguro de seu carro • 05 Serviço

questão de Segurança Mercado de blindagem de veículos se aproxima da classe média por meio da oferta de financiamentos • 17

Cabe no bolso

Hora de comprar

Oficina

Mão na graxa! Observar alguns detalhes e fazer a manutenção preventiva podem garantir a saúde de seu bolso e a vida útil de seu veículo • 07

A crise econômica global atingiu empresas de diversos segmentos, porém chegou a quase derrubar gigantes da indústria automobilística mundial. Entretanto, investimentos foram feitos, novas estratégias foram traçadas e, principalmente, um novo método para criar e vender carros tem sido aplicado pe-

las montadoras. O resultado disso é pura inovação e os atuais lançamentos definem essa postura. Veja na matéria de capa do AutoVrum a novidade que a GM apresenta no Brasil com o nome de Agile, além disso, tudo sobre o nostálgico e incrível Fiat 500, premiado modelo já consagrado em outros países. • 10-11

Novo ou seminovo? Conheça as vantagens e desvantagens de cada uma dessas opções. pág/09


Quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Interdição

Sai caro

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) mantém interditada a pista central da avenida Aricanduva (sentido Marginal Tietê), entre a rua Mário da Cunha Canto e avenida Itaquera desde as 10h de domingo (11), com duração prevista para 30 dias. Essa interdição tem como objetivo possibilitar o alteamento da pista junto ao novo pontilhão Itaquera.

Gastos anuais com a utilização de catalisadores falsos chegam a R$ 510 a mais de combustível e não melhoram a potência do motor

por Ricardo Sá

Radar SP

São Paulo merece

renato cardoso

Secretaria Municipal de Transportes monta operação especial de trânsito para o 38º GP Brasil de Fórmula 1

Começa na próxima semana a Operação Especial de Trânsito e Transporte para o 38º Grande Prêmio Brasil. A operação, considerada uma das melhores do mundo pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA), vai possibilitar o acesso de 150 mil pessoas ao Autódromo de Interlagos. Para realizar as mudanças de trânsito necessárias, tais como inversão do sentido de vias, operação manual de semáforos e instalação de sinalização, a CET mobilizará 1.265 agentes de trânsito, 300 viaturas e 700 equipamentos de comunicação tais como rádios, celulares e palm-tops.

eron lenton

As alterações serão comunicadas ao público por meio de 725 placas instaladas exclusivamente para o evento, 170 faixas e banners, além de 40 mil folhetos que serão distribuídos nos hotéis e no local. A CET reservou duas áreas para estacionamento de carros, com capacidade para cerca de 27 mil veículos. Também haverá nove pontos de táxi, dois a mais do que no ano passado, que serão usados pelos 3,5 mil táxis credenciados para o evento. Todo o atendimento poderá ser realizado em sete idiomas, por meio de uma central de intérpretes, que podem ser acionados via rádio.

Expediente

editorial

Fórmula 1

dica da semana

use o pneu de forma inteligente 1. Fazer a calibragem correta dos pneus 2. Trocar os pneus no tempo adequado (radiais a cada 8 mil km e diagonais a cada 5 mil km rodados) 3. Não colocar excesso de peso no veículo. Isso pode causar danos estruturais

4. Fazer a manutenção preventiva de todo o veículo, já que todas as peças atuam diretamente sobre os pneus 5. Utilizar as medidas de pneus e rodas indicadas pelo fabricante do veículo 6. Alinhar o sistema de direção e suspensão e balancear os pneus conforme indicado pelo fabricante do veículo ou a cada 10.000 km, e sempre que o veículo sofrer impactos fortes por Ricardo Sá

3

A partir do mês de novembro, quem estiver nas principais avenidas da grande metrópole paulista poderá receber gratuitamente um veiculo de comunicação dedicado a cobrir de forma completa toda a cadeia de produtos e serviços que envolve o mercado de automóveis. Assim, semanalmente o paulistano poderá ficar bem informado sobre o que acontece no mundo sobre rodas e aproveitar o melhor do mercado de compra e venda de carros novos e usados. Por meio de uma linguagem simples, mas engajada no desenvolvimento do setor, o AutoVrum será leitura obrigatória para quem pretende manter uma relação positiva com o automóvel na cidade de São Paulo. Dicas de segurança, preservação e condução segura estarão ao lado das tendências tecnológicas internacionais em torno da criação de veículos elétricos e mais econômicos. Distribuído em 20 cruzamentos nas regiões mais movimentadas como Consolação, Pinheiros, Brooklin, Interlagos, Centro, avenidas Paulista, Faria Lima, Rebouças, Professor Francisco Morato, Vinte e Três de Maio, entre outros, o AutoVrum surge para simbolizar um novo momento do mercado automobilístico, ou seja, a paixão pelas quatro rodas será definida a cada página do jornal por meio da promoção de uma nova consciência no trânsito e do consumo sustentável. Os editores

Uma publicação periódica semanal com distribuição gratuita na cidade de São Paulo e adjacentes, editada por L.C. Comunicação Associados, conforme registro na Central de Distribuição de Títulos e Documentos sob o número 1577225. Publisher: H.C. Lacerda Filho lacerdafilho@autovrum.com.br Diretores responsáveis: H.C. Lacerda Filho lacerdafilho@autovrum.com.br Caio de Alcantara Machado caio@autovrum.com.br Luis Augusto Machado luis@autovrum.com.br Editores: Edgar Melo • MTb. 47.499 edgar@autovrum.com.br Karina Alméri • MTb. 45.403 karina@autovrum.com.br Redação: Sheyla Pereira e Silvia Dalpícolo redação@autovrum.com.br Diretor de arte: Angel Fragallo angel@autovrum.com.br Diagramação: Rodrigo R. Matias arte@autovrum.com.br Criação publicitária: Denis Pedroso publicidade@autovrum.com.br Tecnologia da Informação: Gilberto Sousa Jr. suporte@autovrum.com.br Executivos de contas: Amanda Alba • amanda@autovrum.com.br Fred Fungaro • fred@autovrum.com.br Marco Schimitt • marco@autovrum.com.br

Acesse o site:

www.autovrum.com.br Sugestões, críticas ou outras informações: faleconosco@autovrum.com.br Fale com a redação: redacao@autovrum.com.br

Editora responsável:

Conteúdo e Projeto Gráfico:

Artes de publicidade:

Gestão Digital:

Distribuição especializada :

Impresso nas oficinas do

É proibida a reprodução de textos e fotos publicadas, mesmo citando a fonte, sem a expressa autorização assinada pelos diretores da publicação. Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva de seus autores.


Segunda-feira, 21 de Setembro de 2009

5

mercado Potência para ver De 15 a 18 deste mês acontece a X-Treme Motorsports na Arena Imigrantes. Entre as atrações, os visitantes poderão ver demonstrações dos carros da Drift.

Custos em alta O Índice da Inflação do Carro sofreu a maior variação neste mês de setembro: 1,01%. O grande responsável pelo aumento foi o preço do álcool, que subiu 3,93%. A gasolina também tem sua parcela no número, com aumento de 0,23%.

Garanta seu patrimônio Sheyla Pereira

Pense bem: qual foi o primeiro bem de valor que você adquiriu em sua vida? Se a resposta é o tão esperado automóvel, está no mesmo patamar da maioria dos brasileiros. E justamente por esse ser o primeiro acesso patrimonial, o consumidor não pensa duas vezes antes de tentar preservá-lo. Por isso, a carteira de seguros de automóveis, dentre todas, é uma das que mais crescem no País. De acordo com a Superintendência de Seguros Privados (Susep), entre janeiro e agosto de 2009, o setor faturou R$ 11 milhões, um crescimento de 12% em relação a 2008, atrás apenas do segmento VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre), uma das modalidades de plano previdenciário privado, que ficou com R$ 17,6 milhões. Mas entre tantas segurado-

ras, como se decidir pela mais adequada à sua necessidade e bolso? O presidente da Federação Nacional dos Corretores de Seguros Privados e de Resseguros, de Capitalização, de Previdência Privada, das Empresas Corretoras de Seguros e de Resseguros (Fenacor), Robert Bittar, afirma que, em primeiro lugar, o consumidor precisa estabelecer uma relação de confiança com um corretor de seguros. “Esse profissional tem o nível de informação técnica suficiente para assessorar o consumidor na melhor compra”, orienta. Posteriormente, ele afirma que é necessário fazer a avaliação dos itens que compõem o contrato, já que existem muitas variações. O cliente pode optar por fazer o seguro com ou sem assistência 24 horas, com e sem a cobertura de vidros, com o percentual de variação sobre

a tabela FIP (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) – ela expressa preços de reposição médios de mercado efetivamente praticados, que vai de 90% a 110%, com coberturas adicionais diversas, entre outras opções. “Antes de comparar apenas preços, o consumidor precisa saber comparar as coberturas inseridas naquele cálculo. Um bom corretor de seguros é fundamental porque ele faz a avaliação de forma consultiva”, orienta Bittar.

Acesso irrestrito? O consumidor do seguro de automóvel é, em grande parte, proprietário de veículos com até seis anos de uso, de faixa etária indiferente, que vai dos 20 aos 65 anos de idade. Já a demanda pelo produto é maior nos grandes centros urbanos, principalmente nas regiões sul, sudeste e centro-oeste, por con-

ta do aumento alarmante dos índices de criminalidade. Mas será que esse benefício é acessível a qualquer pessoa Bittar explica que os preços de seguros de automóveis no Brasil são mais baratos em relação a muitos países como Europa e Estados Unidos. Segundo ele, os valores variam de acordo com diversos fatores, como modelo e ano do veículo e características de uso e perfil do condutor. “Um condutor de 50 anos, por exemplo, casado, com grau superior e que usa o

“Antes de comparar apenas preços, o consumidor precisa saber comparar as coberturas inseridas naquele cálculo. Um bom corretor de seguros é fundamental porque ele faz a avaliação de forma consultiva” Robert Bittar, presidente da Fenacor veículo de forma racional, paga mais barato do que pagaria um jovem pelo mesmo automóvel, porque esse utiliza o carro à noite, na balada, vai à faculdade, não guarda em estacionamento. Ou seja, o cálculo do valor é proporcional à exposição de risco do condutor”, ressalta.


Segunda-feira, 21 de Setembro de 2009

oficina

consciência

Para ajudar na redação de impactos ambientais, a Honda substituiu a proteção do disco de freio de alguns de seus

Para ajudar na redação de impactos ambientais, a Honda substituiu a proteção do disco de freio de alguns de seus modelos por um material fabricado a partir de garrafas tipo PET. Antes, o material utilizado era um adesivo colado nas rodas dos veículos.

De olho na máquina

toyota De casa nova A Toyota abriu as portas de mais uma unidade, desta vez na Zona Oeste de São Paulo. A concessionária Toyota Caltabiano Pompéia está localizada na Avenida Francisco Matarazzo, 2000 e dispõe de amplo espaço em seu showroom e em sua oficina.

Alguns cuidados básicos na manutenção de seu veículo evitam muitas dores de cabeça Sheyla Pereira

Apesar do mercado possuir ótimos mecânicos e empresas especializadas, alguns ainda caem nas mãos de profissionais pouco experientes ou até mesmo que agem de má fé, Contudo, muitas vezes é o próprio condutor o culpado por muitos problemas que ocorrem no veículo. Por isso, alguns cuidados básicos, chamados de medidas preventivas, devem ser tomados para que sua “máquina” tenha uma vida longa mais útil, além de garantir uma melhor economia para seu bolso e a segurança de sua família.

Biguaçu

O engenheiro da divisão de motores e veículos do Instituto Mauá de Tecnologia, Renato Romio, adverte que é preciso ficar de olho, principalmente, na calibragem dos pneus e em defeitos que eventualmente o carro apresente. “Se engana quem pensa que o veículo precisa de manutenção somente no momento de uma viagem. No dia a dia, o condutor deve ficar atento à perfeita condição de todos os equipamentos”, orienta. Outro item citado por ele é o alinhamento e balanceamento do veículo. “Muitas vezes, na cidade, não percebemos que a roda do carro está desbalance-

GRUPO

Loja 2

Cinza

ZERO DE ENTRADA mensais de R$

01

Citroen ZX

96/97- CHU 5754

Loja 3

249,

Ka

97/98 - CLI6359

Loja 3

Verde, 4 portas

399,

Loja 1

4 portas, airbag, ar cond.

99/99 - CNG9815

02/03 - DIO7517

ZERO DE ENTRADA

Palio Fire

06/06 - MVZ3526

499,

Loja 2

Prata, Flex Power

Corsa Hatch

06/06 - DMP4223

Loja 2

Parati G.III

02/03 - DIC5283

ZERO DE ENTRADA

Loja 3

Fox Plus 1.6

06/07 - DVM8718

599,

Street

150cc 0km ZERO ENTRADA

36x R$ 199,

Capacete

grátis

00/00 - CXY7972

Loja 2

Bege, 4p, compl. + rd

Loja 3

2 portas

399,

ZERO DE ENTRADA

04/05 - DHR3920

Loja 3

499, Preto, completo + rodas

10

Palio Fire Flex 07/08 - APB0754

Loja 3 16

Fox 110 0km

ZERO ENTRADA

36x R$ 99,

Honda Fit EX

05/06 - DMY7665

599,

+ entrada

459, Vermelho

ZERO DE ENTRADA mensais de R$

Loja 3

Verde, completa, Flex

Loja 1

Siena HLX ELX 04/05 - DFK1493

ZERO ENTRADA

à vista R$

0km

11.880,

599,

+ entrada

Street

250cc 0km

3611-6300

Av. Antartica,240 - (ao lado Viad. Antártica, 300 metros do Metrô Barra Funda)

Prata, vidros e travas elétr.

ZERO DE ENTRADA mensais de R$

05

Peugeot 206

01/01 - DAE6908

399,

Loja 1

Prata, 4 portas

ZERO DE ENTRADA mensais de R$

11

Celta Super

03/03 - DLB7126

479,

Loja 1

Azul, Modelo Novo

ZERO DE ENTRADA mensais de R$

17

Corsa Sedan

02/03 - DIG0265

579,

Loja 1

Preto, 4 portas

ZERO DE ENTRADA

mensais de R$ 22

Fenix Gold

36x R$ 299,

mensais de R$

499,

05/06 - DMI4402

Fenix 0km

ZERO DE ENTRADA

Celta Life

mensais de R$ 21

mensais de R$

399,

mensais de R$

Celta Life

ZERO DE ENTRADA

00/00 - CZU5553

Prata, 4 portas

15

04

Prata

359,

mensais de R$

Escort GL

2176-4000

Loja 1

mensais de R$

23

Fox

05/05 - DRE1664

do com o estado do carro, mas a principal está relacionada à quebra do motor, já que, se o condutor deixa de fazer determinadas correções, como, por exemplo, em uma correia dentada, pode danificar o motor. “Isso sai mais caro do qualquer consumo de combustível mais alto”, diz.

Loja 3 - BARRA FUNDA

Rua Biguaçu, 54 - (alt. nº 3.100 Av. Cons. Carrão, em frente ao Bradesco).

Gol 16V G.III

ZERO DE ENTRADA

09

+ entrada

SUPER PROMOÇÃO 1

Loja 3

Prata, 4p, completo mensais de R$

20

599,

95/96 - BVM5668

ZERO DE ENTRADA

499,

ZERO DE ENTRADA 48x mensais de R$

Uno Mille EP

Prata, Tour, dir.

mensais de R$

14

mensais de R$

19

399,

Fiesta Street

mensais de R$

13

mensais de R$

Verde, 4p, rd, vd, ar cond

03

ZERO DE ENTRADA

08

Gol 16V

Loja 3

al do carro que explica o período adequado para a troca de peças. Romio pede especial atenção à troca de óleo. “Sem essa cautela, o motor pode travar, o que obriga o motorista a ter que desmonta-lo ou até retificá-lo”, afirma. A economia gerada por esse tipo de cuidado varia de acor-

Loja 2 - VILA CARRÃO

Av. Radial Leste, 2050 (200 metros do metrô Carrão)

Cinza, 4 portas

ZERO DE ENTRADA

Em relação à troca de peças, os filtros de ar, óleo e combustível, além do óleo do motor, velas de ignição e correias são os itens em que o condutor deve ficar mais atento. “A correia toca a bomba de uma direção hidráulica. Se essa peça quebra, a direção fica dura. Em uma curva, isso pode se tornar perigoso”, diz. Cada um desses itens varia de acordo com o estado do veículo. Por isso, é importante a leitura do manu-

2090-2000

ZERO DE ENTRADA

349,

Economia

Loja 1 - TATUAPÉ

Vermelho

mensais de R$

02

mensais de R$

07

Loja 2

ada, porque ela não vibra e as velocidades são baixas. Já na estrada, com as vibrações e velocidade maiores, o problema começa a incomodar e pode ser perigoso”, destaca.

649,

Spyder 0km

à vista R$

10.990,

Loja 2

Preto, rodas de liga

ZERO DE ENTRADA mensais de R$

06

Gol Special

03/03 - DHU4136

Loja 3

399, Vermelho

ZERO DE ENTRADA mensais de R$

12

Celta Life Flex

489,

Loja 1

Prata

05/06- DMI4402

ZERO DE ENTRADA mensais de R$

18

Clio Autentique 07/08 - DWQ8943

Loja 1

589,

Verde à vista de R$ 11.490, por R$

24

Monza

93/93 - BNQ0373

7.990,

à vista R$

14.990, anos

Quadriciclos

Pronta entrega - várias cores e modelos Parcelado em até

6x

2

à vista, a partir R$

5.490,

Foto ilustrativa

consciência ambiental

7

Gol 2009

3

mensais a partir de R$

299,

Seminovos: placa/à vista/entrada/total prazo/nºparcelas:1)CHU 5754/8.990,/zero/11.952,/48x.2)CLI 6359/11.490,/zero/20.940,/60x.3)BVM 5668/9.990,/zero/17.232,/48x.4)CZU 5553/13.600,/zero/23.940,/ 60x.5)DAE6908/ 15.000,/zero/23.940,/60x.6)DHU 4136/14.490,/zero/23.940,/60x.7)CNG 9815/12.990,/zero/23.940,/60x.8)DIO 7517/14.990,/zero/23.940,/60x.9)CXY 7972/13.990,/zero/23.940,/ 60x.10)APB 0754/17.990,/zero/27.540,/ 60x.11)DLB 7126/16.500,/zero/28.740,/60x.12)DMI 4402/17.990,/zero/29.340,/60x.13)MVZ 3526/17.266,/zero/ 29.940,/60x.14)DIC 5283/19.500,/zero/29.940,/60x.15)DHR 3920/18.990,/zero/29.940,/60x.16)DMI 4402/18.490,/zero/29.940,/60x.17)DIG 0265/19.900,/zero/34.740,/60x.18)DWQ 8943/21.250,/zero/35.340,/60x.19)DMP 4223/22.990,/zero/35.940,/60x.20)DVM 8718/29.990,/7.800,/43.740,/60x. 21)DMY7665/32.990,/ 11.400,/47.340,/60x.22)DFK 1493/22.990,/2.200,/38.140,/60x.23)DRE 1664/ 23.500,/zero/38.940,/60x. 24)BNQ0373/7.990,. Veículos abaixo do ano 2.000 serão vendidos no estado em que se encontram, sem direito a garantia e sem revisão.CDC c/ ou s/ entrada c/ juros 1,99%a.m.+IOF(26,67%a.a.+IOF).TC (782,) e lâminas (2,90 cada) não inclusos. CET máximo de 58,34% a.a.para os veículos anunciados.2)Consórcio: parcelas 25% menores até a contemplação. Plano 80 meses.10 contemplações por mês. Crédito R$25.300, taxa 0,245% mensal administração e 0,08167% seguro de vida.Motos:1) Na compra de moto 0km modelo EBF07. Street 08/09 (azul/vermelha/preta) a/v 4.880, ou zero entrada +36x199, (t.prazo 7.164,).Fox 110 07/08 a/v 3.490, ou zero entrada +36x99, (t.prazo 3.564,) CHASSI K01696. Fenix 08/09 a/v 7.990, ou zero entrada +36x299, (t.prazo 10.764,). Fenix Gold a/v 11.880, Street 250cc R$ 10.990, Spyder a/v 14.990,.2)Parcelamento com cheque/ou cartão em até 6x com juros de 3,7% a.m. Sujeito a análise de crédito.Financiamento c/ juros 3,22% a.m.+IOF (46,27% a.a. +IOF).TC (R$600,),frete (R$300,) e doctos. (R$900,) p/ motos não inclusos. CET máximo de 58,34% a.a. para os veículos anunciados. Crédito sujeito aprovação pelo agente financeiro.TC (R$900,). Fotos ilustrativas.Reservamos o direito corrigir possíveis erros gráficos. Valores/promoções válidos somente p/ veículos anunciados e em nosso estoque até 12/10/09 ou término do estoque/promoção pelo agente financeiro.


10 Segunda-feira, 21 de Setembro de 2009

BOAS

NOVAS

Crédito

Sucesso A PSA Peugeot Citroën registrou em setembro o seu recorde histórico de vendas mensais de veículos no Brasil com 15,8 mil carros

Novos e compactos

O Banco MercedesBenz liberou R$ 1,96 bilhão para novos financiamentos nos primeiros oito meses do ano

Lançamentos modernos e arrojados fazem a cabeça dos aficionados por carros Sheyla Pereira

Aos aficionados por veículos, boas novidades: muitos lançamentos marcantes chegam ao Brasil e atraem até os olhares menos curiosos. Nessa primeira edição do Autovrum, vamos mostrar os mais recentes lançamentos. Um dos mais comentados é a nova opção da Chevrolet que chega agora ao mercado brasileiro: o Agile. O modelo, desenvolvido pelas áreas de

Design e Engenharia do Centro de Desenvolvimento de Veículos da General Motors do Brasil, tem como seus pontos fortes a versatilidade, modernidade e conforto interno, aliado a um design inédito e jovem que surpreende. O novo hatch veio para competir com o Volkwagem Fox. Apesar de pequeno, o modelo tem um espaço generoso e prático, além de muita personalidade. Com faróis grandes, ele

lembra o Corsa Europeu. O projeto, que faz parte da família Viva, cujo investimento é da ordem de US$ 400 milhões, tem como foco mercados emergentes como Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai. Ele chega em uma fase especial, que coincide com a comemoração dos 35 anos de atividades do Campo de Provas da Cruz Alta (CPCA), onde o modelo foi desenvolvido com a ajuda do Centro de Desenvolvimento de Veícu-

los no Brasil, localizado na cidade paulista de São Caetano do Sul. A fabricação, por sua vez, foi feita na cidade argentina de Rosário. Os executivos da empresa comentam a concepção do modelo. O diretor geral de Design da GM do Brasil, Carlos Barba, disse que o carro foi idealizado de acordo com a exigência do povo brasileiro. "Design arrojado é fundamental, assim como espaço interno e um aspecto de crossover, ou seja, um carro que 'transpire' versatilidade e que consiga atrair vários perfis, desde o urbano até o esportista ou aquele usuário que adora o campo", comenta. Segundo presidente da GM do Brasil e Mercosul, Jaime Ardila,"o Agile, uma das principais novidades da Chevrolet e do mercado em 2009, mostra a confiança na preferência do consumidor brasileiro e no potencial do País". Já o vice-presidente da GM do Brasil, José Carlos Pinheiro Neto, enfatiza que o veículo "é uma demonstração da capacidade, tecnologia e infraestrutura da GM do

Brasil, que hoje domina o desenvolvimento de um veículo totalmente novo, desde sua concepção como desenho, até a produção na linha de montagem, incluindo as áreas principais como design, engenharia, powertrain (conjunto motriz) e manufatura".

A 500 por hora Outro lançamento que promete movimentar o mercado automotivo brasileiro é o Fiat 500. Objeto de desejo pelo

mundo afora, suas principais características são modernidade, design singular e soluções inteligentes. O passado do modelo diz muito sobre ele. Desde julho de 2007, época de seu lançamento, – cinquenta anos após sua estréia –, o novo Fiat 500 foi acolhido pela crítica e pelo público. O hatchback de linhas suaves e arredondadas, concebi-

Fiat 500: muitos prêmios e objeto de desejo por todo o mundo

SEM AR? NESTE TRÂNSITO??? Ar condicionado Há mais de 15 anos fabricante e fornecedor das maiores montadoras do Brasil

Fábrica em Caxias do Sul (RS)

Mensais a partir de R$

• Garantia de 1 ano em todo território nacional • Rede de assistência técnica especializada com 72 pontos em todo o Brasil • Equipe de técnicos própria e treinados nas fábricas • Oficina móvel para atendimento externo • Estoque de peças para reposição imediata

285,

RUA MMDC, 524 - BUTANTÃ

(11)

3814-7271

www.euroarsp.com.br


Segunda-feira, 21 de Setembro de 2009

Expectativa Ao apostar no segmento compacto também é a aposta da Ford. A empresa anunciou, durante um evento em Nova Déli, na Índia, seu mais novo lançamento, o Ford Figo. A produção ao automóvel será feita em pequena escala, na Índia, no começo de 2010. Com a previsão de que o mercado americano cresça nos próximos dois anos, o presidente-executivo da companhia, Alan Mulally, mostra otimismo em relação às vendas. Ele também afirmou que a região Ásia-Pacífico assumirá grande papel nas

do pelo Centro Stilo Fiat Itália, tem duas portas de dimensões compactas com 3,55 metros de comprimento, 1,63 metros de largura, 1,49 metros de altura e entre-eixos de 2,30 metros. Ele é compacto e generoso ao mesmo tempo. Desde então, recebeu mais de 40 prêmios, entre eles Car of the Year 2008 na Europa, EuroCarBody 2007, AutoEuropa 2008, 2009 Design Car of the Year em Nova York e City Car of the Year 2009 na Inglaterra, além de outros títulos reconhecidos pela mídia mundial. Mas não foi apenas a crítica que aplaudiu o modelo, o público também. Com uma previsão de vendas de 80 mil unidades. Dois anos depois, a marca já superou os 400 mil exemplares. Um sucesso total. Para o público brasileiro, o modelo chega com um preço mínimo de R$ 61,9 mil. Em relação ao modelo, o pequeno hatchback mede 3,55 metros de comprimento. Seu motor é econômico e limpo, com 100 cavalos de potência. A mecânica inclui câmbio Dualogic® automático. Além dis-

Seguro

11

Com o BB Seguro Auto, a expectativa do Banco Nossa Caixa é atingir a venda de R$ 20 milhões até o final do ano na venda de seguros de automóveis

NOVAS

BOAS

De olho na rua

vendas da Ford em todo o globo. "Nós esperamos que o segmento de carros pequenos dobre nos próximos 10 anos", disse na ocasião. O modelo, que será vendido inicialmente apenas no mercado indiano, com expectativa de exportação para países da Ásia e da África, será produzido na planta de Chennai, na Índia. A dianteira possui fa-

so, sua inovação é um presente para o consumidor brasileiro. Seus equipamentos podem ser comparados a modelos de segmentos superiores, como teto solar elétrico Sky Wind, Blue&MeTM e direção elétrica Dual Drive. Tem níveis de segurança que obedecem às normais europeias mais exigentes (ganhou 5 estrelas no EuroNCAP) – com sete air bags e diversos dispositivos que auxiliam o motorista a manter o controle direcional em qualquer situação, como o ESP (Electronic Stability Program) mais o Hill Holder. Sua estrutura não deixa nada a desejar aos melhores do mundo. O Fiat 500 vendido no Brasil possui sete air bags: dois na frente, dois window bags, dois side bags e um knee bag. Esse último, novidade na linha Fiat, evita lesões aos joelhos do motorista em caso de impacto. Já seu sistema antitravamento dos freios possui quatro sensores ativos, quatro canais, uma central de controle hidráulico e EBD (Electronic Brake Distribution, distribuição eletrônica da força de frenagem).

róis grandes, faróis de neblina e uma tomada de ar avantajada no para-choque. Já na parte de trás, o porta-malas é quase retilíneo, as lanternas estão posicionadas no alto determinando o formato do vidro traseiro. O preço do modelo e detalhes de motorização do Figo ainda não foram divulgados, o que traz ainda mais expectativa ao mercado.

Vitrine do futuro Na 63º edição do Salão do Automóvel de Frankfurt, que aconteceu entre os dias 15 a 27 de setembro, montadoras apresentaram diversas novidades A Kia Motors expôs cinco unidades de seu mais novo veículo do segmento B, o Kia Venga. Ele lidera uma linha de veículos da companhia que incluem o novo Kia cee''d, que foi reprojetado e reestilizado, o SUV Kia Sorento (com sete assentos), os "EcoDinâmicos" e a primeira aparição na Europa do sedã Kia Forte LPI Híbrido. O Venga, que será vendido exclusivamente na Europa, onde os consumidores

poderão escolher entre motores diesel e gasolina de 1.4 litro e 1.6 litro, gerando entre 75 e 115 ps. As características do modelo são interessantes: com uma distância entre-eixos alongada de 2.615 mm, incomum em sua categoria, e linha do teto elevada, o que maximiza o espaço da cabine, ele possui um espaço generoso do bagageiro, que garante que o Venga redefina a categoria de MPVs. Isso significa que ele oferece um espaço interior típico de veículos do segmento C. Ele é equipado com um banco traseiro que pode ser movido e rebaixado até o chão para criar um compartimento espaçoso e, dependendo do modelo, um teto panorâmico todo em vidro. Cada motor da linha Venga é adaptado à tecnologia ISG (Idle Stop & Go) e irá cumprir com os padrões de emissão do Euro 5. O presidente da Kia Motors Corporation, Hyoung-KeunLee, está otimista em relação ao lançamento. “Mesmo durante a difícil situação da economia global atual, os produtos da Kia mantêm um atrativo aos consumidores e nos permite aumentar nosso market share em muitas regiões. Estou confiante que no próximo ano, na Europa, tanto o Venga quanto o cee''d e o novo Sorento vão liderar as vendas e atrair novos consumidores para nossa marca", acredita.


Segunda-feira, 21 de Setembro de 2009

causa social Em parceria com a ONG Riosolidário, a PSA Peugeot Citroën doou um veículo Peugeot Boxer para o projeto Espaço de Educação Infantil Cidade de Deus. O carro foi destinado a uma creche-escola da comunidade.

serviço Firme e

forte Mercado de blindagem automotiva se expande e alcança pessoas de variadas classes sociais Sheyla Pereira

Novidade A Pósitron acaba de lançar uma linha de kits de vidros elétricos para os modelos Novo Gol e Novo Voyage. Os produtos possuem função antiesmagamento, que ao detectar um obstáculo, interrompe a subida do vidro.

FIQUE ATENTO! Materiais utilizados no processo de blindagem Vidros - vidros especiais compostos por diversas lâminas de vidros e polímeros. As lâminas de vidro são intercaladas por polivinil butiral, poliuretano, poliéster e policarbonato. O número de camadas varia de acordo com o nível de proteção Lataria - Existem empresas que utilizam mais aço na parte opaca e outras utilizam predominantemente a aramida em quase todas as áreas. A diferença está no peso acrescentado ao veículo e no custo do procedimento. Um carro blindado com aramida é mais leve, mas seu custo é maior Acessórios - Algumas empresas oferecem proteções opcionais, como a blindagem do tanque de combustível e dos pneus. Em alguns casos, o projeto padrão já inclui esses itens

17

A violência urbana, principalmente nas grandes metrópoles, dá cada vez mais espaço ao mercado de blindagem automotiva, que já contabiliza no Brasil 86 mil veículos, segundo a Associação Brasileira de Blindagem (Abrablin). Principalmente depois de 2004, o segmento acompanhou a alta da indústria automobilística, com crescimento vigoroso. O setor, que antes era muito focado em São Paulo e Rio de Janeiro, avançou também para outros centros urbanos como Belo Horizonte, Recife, Fortaleza, Porto Alegre, Curitiba e Belém. Engana-se quem pensa que o serviço é requisitado somente por pessoas de alto poder aquisitivo. Ele já atinge clientes das mais variadas idades, ocupações e classes sociais. Hoje, o custo médio é de R$ 48 mil, segundo a Abrablin. A tendência é que o consumidor troque os carros importados pelos nacionais com a blinda-

modelos

mais

1º 2º 3º blindados 4º 1º semestre de 2009 5º

gem, ou seja, deixe de ter status para ter segurança. Além disso, algumas empresas já facilitam a forma de pagamento. A Guard Blindagens, que atuava no segmento de sons e acessórios e, nos anos 90, percebeu a “explosão” da blindagem no Brasil, abriu, em parceria com o Banco PanAmericano, a primeira linha de crédito para veículos blindados, que parcela a compra do serviços em até 24 vezes, direto ao consumidor e sem alienação. A partir da iniciativa, outras empresas também passaram a oferecer o benefício e, consequentemente, pessoas da classe média tiveram acesso à proteção. Mas a popularização do segmento também trouxe, infelizmente, muitos profissionais sem a devida especialização e que visam apenas ao lucro. Para não passar por surpresas desagradáveis, o consumidor precisa ficar atento a algumas questões. Segundo o diretor da Guard Blindagens, Mauro CasMarca Modelo

Toyota Gm Landrover Toyota Hyundai

Corolla Captiva Freelander Hillux Azera

Fonte: Associação Brasileira de Blindagem (Abrablin)

Pneus – Pneus à prova de balas são muito pesados para veículos civis eles são disponibilizados apenas para veículos militares -, por isso eles recebem reforços para rodar alguns quilômetros antes de murchar. O reforço mais comum é a utilização de uma cinta de aço, que prende o pneu à roda e permite manter o carro em movimento

Fonte: Associação Brasileira de Blindagem (Abrablin)

tro, muitas pessoas optam por empresas que praticam preços mais acessíveis e que, nem por isso, oferecem um serviço de qualidade. “O valor é a última coisa que deve ser observada. Em primeiro lugar, é necessário verificar se a empresa tem um bom nome no mercado”, ressalta.

A proteção O ideal, portanto, é ficar de olho em itens como bom acabamento, emissão de nota fiscal,

credenciamento junto ao Exército Brasileiro, que é o responsável no Brasil por regulamentar o setor, e tempo de atuação da empresa no mercado. A recomendação de Castro é que, antes de assinar o contrato, o potencial cliente faça uma visita à blindadora e acompanhe de perto o procedimento. Todos os blindadores e fabricantes precisam ter o registro do órgão. Já o consumidor deve apresentar um atestado de antecedentes criminais para obter a autorização. Garantir a eficácia necessária para preservar o bem mais precioso, a vida, significa utilizar o que há de melhor no mercado, ou seja, tecnologia de ponta. Independentemente do material e da blindagem que será utilizada, a companhia que realizará o serviço precisa oferecer qualidade. Além disso, o material que protege contra o disparo de balas de revólver deve ser colocado tanto na lataria do veículo (teto, colunas, porta-pacote, portas, maçanetas e parte de trás do espelho retrovisor), quanto nos vidros. No primeiro caso, os materiais que devem ser utilizados são chapas de aço ou mantas de aramida, que possuem camadas de tecido balístico que absorvem a energia do impacto de projéteis. Já para os vidros devem ser constituídos de camadas intercaladas de vidro e polímeros (policarbonato, poliuretano, entre outros). Desse modo, não aceite se a blindadora propuser que o procedimento seja feito somente em partes do carro. “Não existe ‘meia’ segurança. O Exército exige que o processo seja feito por inteiro. De nada adianta os vidros estarem blindados se o restante está vulnerável”, enfatiza Castro, da Guard. O presidente da Associação Brasileira de Blindagem (Abrablin), Christian Conde, explica que o recomendável é que, nas partes maiores, a aramida seja utilizada, pois é um material menos pesado que o aço. O inconveniente é que ele custa mais caro. Segundo o especialista, algumas empresas, para baratear o custo e atrair o cliente, utilizam áreas maiores de aço, o que dá um acréscimo de peso ao veículo, com o consequente aumento do preço de manutenção de equipamentos como freio e pneu, além do consumo maior de combustível.

AUTOVRUM  

Edição Zero do jornal AutoVrum, publicação distribuída gratuitamente pelas ruas de São Paulo.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you