Page 24

i

i

i

i

18

Análise de Discurso Crítica da publicidade

rais, nomeando formalmente o cidadão que desempenhará o cargo de Presidente da Câmara Municipal e fiscalizando-lhe a actuação, pugnando para que ela permaneça de acordo com as orientações entretanto aprovadas nos planos de actividades. A dimensão política subjacente à actuação da Assembleia Municipal permanece no caso das deliberações relativas ao estabelecimento de regras de actuação administrativa e financeira, já que, idealmente, toda a acção deste órgão municipal se desenvolve publicamente e pauta-se pelo princípio da publicidade. Relativamente ao Presidente da Câmara Municipal, também as actividades deste órgão municipal são permeadas pelo Princípio da Democracia, até porque quem o integra é eleito pela população para defender os seus interesses locais. De salientar, todavia, que a abrangência dessa actuação também se estende à coordenação e à supervisão política sobre a actuação dos organismos administrativos dos municípios que integram a Câmara Municipal. Como o Presidente da Câmara Municipal é um órgão representativo das populações locais, cuja actividade se rege pelo Princípio da Democracia, os valores que lhe estão subjacentes também são os da publicidade. Nesta perspectiva, a sua conduta não só deverá reflectir os interesses das populações, mas também resultar da possibilidade destas poderem cooperar nos assuntos municipais. A publicidade municipal vai, portanto, permitir uma participação local quer relativamente às deliberações políticas, quer ao aperfeiçoamento das atribuições municipais. Este aspecto implicará que as estratégias de comunicação que têm por referência as atribuições e as competências do Presidente da Câmara Municipal deverão possibilitar a expressão e a participação das populações. Estas são concebidas duplamente: enquanto conjunto de munícipes – isto é, de cidadãos municipais dotados de expectativas e de uma autêntica vocação política municipal – e enquanto utentes – isto é, de consumidores municipais que não prescindem do seu direito de participar na parametrização e no aperfeiçoamento das actividades municipais (utentes administrativamente activos). Complementarmente aos princípios democráticos que regem a acção da Assembleia Municipal e do Presidente da Assembleia Municipal, encontramos o Princípio da Eficácia que se encontra subjacente à actuação da Câmara Municipal. Esta particularidade implica a constituição de serviços operativos permanentes (serviços públicos municipais ou municipalizados) e a contratação de funcionários que concretizem uma racionalidade privada, isto é, que www.livroslabcom.ubi.pt

i

i i

i

Ensaios de comunicação estrategica  

comunicação

Advertisement