Page 1

2

Ceará em Brasília Jornal da Casa do Ceará

www.casadoceara.org.br

DEVOLUÇÃO GARANTIDA

CORREIOS

Ano XXVI - 281 - Novembro de 2015

Casa do Ceará mantém viva a chama do Natal Feliz. O 3º foi um sucesso. Leia mais na pág. 17

Presidente da Casa do Ceará Osmar Alves de Melo, Superintendente Antônia Lúcia Aguiar, Vice-Presidente da AFA Francisco de Assis Filho, Diretor de Educação e Cultura Vicente Nunes Magalhães, Presidente da AFA Manoel Macedo e Diretor de Saúde Francisco Machado.

Presidente da Casa do Ceará Osmar Alves de Melo fazendo a entrega de brinquedos junto ao Papai Noel e Mamães Noel.

Leia nesta edição Editorial, pág. 2 Espaço Luciano Barreira, pág. 2 Conversando com o Leitor, pág. 2 Samburá, pág. 3 Dois sócios e um projeto em Juazeiro do Norte, pág. 4 Números das micro e pequenas empresas, pág. 4 Governador Camilo Santana lança pacote turístico, pág. 4 Anúncio de José Lírio de Aguiar, pág. 4 Bispos avaliam atuação da Igreja Católica no Ceará, pág. 5 Anúncio do Uniceub, pág. 5 Leituras I - José Jarbas, pág. 6 Rio São Francisco na UTI! Seu estado é grave, pág. 6 Funceme confirma: 2016 será ano de seca, pág. 6 Uma PPP para a dessalinizar água do mar no Pecém, pág. 6 Dessalinização: tarifa de água terá de subir, pág. 6 Leituras II - artigo de Wilson Ibiapina, pág.7 Açudes do Ceará estão com menos de 10% de água, pág. 7 2016: Funceme confirma previsão de seca, pág. 7 Sobradinho sem água: pânico na irrigação, pág. 7 Leituras III - artigos de Gonzaga Mota, pág. 8 Mariana Lobo é a nova defensora pública do Ceará, pág. 8 Cidadão Cearense ao padre Reginaldo Manzotti, pág. 8 Ministro assegura Medicina para Iguatu, pág. 8 Ministro garante Veterinária em Lavras da Mangabeira, pág. 8 Leituras IV - artigo de JB Serra e Gurgel pá. 9 Linhares Filho “Itinerário Quarenta e Cinco anos de Poesia”, pág. 9 Comenda belga para Pedro Jorge de Castro, pág..9 Momentos marcantes na vida do comendador Albery Mariano, pág. 10 Anúncio de M. Dias Branco, pág. 11 Leituras V - A poesia de Luis Martins, pág. 12 Leituras VI - A poesia de Márcio Catunda, pág. 12 Fazenda cearense de 10 mil hectares para reforma agrária, pág. 12 Juiz Martônio Vasconcelos desembargador do TJCE, pág. 12 MPF/CE manda 45 prefeitos divulgar lista do Bolsa Família, pág. 12 Leituras VII - artigo de João Soares Neto, pág. 13 Ceará e São Paulo lideram Brasil Transparente, pág. 13 Comitiva cearense faz visita a Israel, pág. 13 Leituras VIII - artigo de Cássio Borges, pág. 14 Vereador de Juazeiro afastado do cargo, pág.14 Internet popular em São Gonçalo de Amarante, pág. 14 Leituras IX - artigo de Macário Batista, pág. 15 Morre Beni Veras, pág. 15 TCU processa Dilma por causa de refinaria no CE, pág. 15 Anúncio da Nacional Gás, pág. 16 Leituras X - artigo de Regina Stela, pág. 18 Mérito Cultural para Humberto Teixeira, pág. 18 Leituras XI - artigo de Edmilson Caminha, pág. 18 Leituras XII - Humor Negro e Branco Humor, pág. 19 Os cearenses na cozinha de Brasília, pág. 19 Anúncio do Beach Park, pág. 20

Pastor da Igreja Assembléia de Deus Monte Castelo José Cavalcante de Aguiar, Diretor de Saúde Francisco Machado da Silva, Diretor de Promoção Social José Sampaio de Lacerda Júnior, Presidente de Honra da AQQB Sobral Elaudy Aguiar Ferreira, Superintendente Antônia Lúcia Guimarães Aguiar, Professora Lúcia Garcia, Assessora do SESC Andrea Ventura, Presidente Osmar Alves de Melo, Diretor de Obras Carlos Euler Currlin Perpetuo e Presidente da AQQB Sobral Elaudy Aguiar.

Presidente de Honra da AQQB Antônio Carlos Aguiar, Presidente da AQQB Elaudy Aguiar Ferreira, Presidente da Casa do Ceará Osmar Alves de Melo, Assistente Gerente do Sesc do Gama Sófocles Neto, Superintendente Antônia Lúcia Guimarães Aguiar, Diretor de Educação e Cultura Vicente Nunes Magalhães, Professora Lúcia Garcia, Vice-Presidente da AFA Francisco Assis Filho, Presidente da AFA Manoel Macedo, Diretor de Saúde Francisco Machado.

Casa do Ceará tem seu certificado de registro junto ao Conselho dos Direitos do Idoso do Distrito Federal renovado, com validade até outubro de 2017.

Carlos Aguiar fez 60 anos e comemorou com um livro autobiográfico. Leia

Natalina (minha esposa); Carlos Aguiar; Douglas; Nicinha Feijó; Tarcísio Feijó (Irmão maçônico) Observação: Todos convidados que vieram de Fortaleza (num total de 25 pessoas)

Klayton; Karla (filhos); Carlos Aguiar; Natalina (Esposa); Kleber( filho)

Natalina (Minha esposa); Carlos Aguiar; José Carlos (Irmão maçônico, convidado que veio de Sobral)

mais na pág. 16

Natalina (Minha esposa); Carlos Aguiar;

Casa do Ceará inaugura Museu de Artes e Tradições do Nordeste Maria Calmon Porto. Leia mais na pág. 20

Luis Roberto; Natalina (Minha esposa); Carlos Aguiar; Pêpa e Esposa.


acesse o site: www.casadoceara.org.br

Espaço Luciano Barreira

Edi t o r i a l

Voltamos ao tema recorrente da falta de água que se agrava a cada dia. Caminhamos para o 5º ano de seca, conforme dados do INPE. O Ceará e o Nordeste serão duramente atingidos. Não sabemos se a escassez alcançará São Paulo. Pelo menos não falam disso. Nos estamos preocupados. Não acreditamos que dê tempo para ações planejadas como a dessalinização, que não se implanta do dia para a noite. Tem-se tecnologia, mas não temos recursos e não tivemos vontade política. Investimos todas as nossas fichas nas chuvas que ficaram escassas. Em muitos municípios do Ceará a situação é dramática. O sertão tende a virar deserto com drásticos efeitos na nossa estrutura geográfica e territorial. Claro que o deserto não é o fim do mundo. Há desertos mundo afora. No principio, a situação vai nos chocar, mas as coisas se acomodarão como tudo que acontece neste jardim do lado de cá do Atlântico. Não vemos uma autoridade voltada para transformar o Ceará com a dessalinização. As autoridades brasileiras, de Brasília, não querem contato com Israel, que domina toda a tecnologia de a a z. Preferem a miséria dos países árabes, com mil anos de atraso em tudo. Israel tem 200 Prêmios Nobel. Os árabes, como o Brasil, nenhum! Inácio de Almeida (Baturité) Diretor Expediente

Fundada em 15 de outubro de 1963 Fundadores – Chrysantho Moreira da Rocha (Fortaleza) e Álvaro Lins Cavalcante (Pedra Branca) Diretoria Presidente - Osmar Alves de Melo (Iguatu): Estênio Campelo Bezerra (Crateús) 1º vice; Adirson Vasconcellos (Santana do Avcaraú), 2º vice; Luis Gonzaga de Assis (Limoeiro do Norte), Administração e Finanças; Maria Madalena da Silva Carneiro (Garanhuns/PE) Vicente Magalhães (Aurora), diretor de Educação e Cultura; Francisco Machado da Silva (Pedra Branca), Saúde; JB Serra e Gurgel (Acopiara), Comunicação Social, Carlos Euler Currlin Perpétuo (Joinville/SC) José Sampaio de Lacerda Junior (Fortaleza) , Promoção Social, e João Rodrigues Neto (Independência), Jurídico. Conselho Fiscal Membros efetivos: Evandro Pedro Pinto (Fortaleza) presidente, José Ribamar Oliveira Madeira (Uruburetama), José Colombo de Souza Filho (Fortaleza) ( Itapipoca); Membros suplentes: José Aldemir Holanda (Baixio). Maria Aurea Assunção Magalhães (Fortaleza) e Lúcia Maria Percy Bastos (Matias Olimpio/PI) Jornal da Casa do Ceará Fundador e Editor Emérito - Luciano Barreira (Quixadá) Conselho Editorial Adyrson Vasconcellos (Santana do Acaraú), Ary Cunha (Fortaleza), Carlos Pontes (Nova Russas), Edmilson Caminha (Fortaleza), Egidio Serpa (Fortaleza), Frota Neto (Ipueiras) Geraldo Vasconcelos (Tianguá), Gervásio de Paula (Fortaleza), Haroldo Hollanda (Fortaleza), Jorge Cartaxo (Crato), J. Alcides (Juazeiro do Norte), José Jézer de Oliveira (Crato), Luís Joca (Fortaleza), Marcondes Sampaio (Uruburetama), Milano Lopes (Fortaleza), Narcélio Lima Verde (Fortaleza), Paulo Cabral Jr. (Fortaleza), Raimunda Ceará Serra Azul (Uruburetama), Roberto Aurélio Lustosa da Costa (Sobral) e Tarcisio Hollanda (Fortaleza). Diretor Inácio de Almeida (Baturité) Editores JB Serra e Gurgel (Acopiara) e Wilson Ibiapina (Ibiapina) serraegurgel@gmail.com / zewilsonibiapina@gmail.com Editoração Eletrônica: Vanessa Gonçalves Distribuição: Antonia Lúcia Guimarães Circulação: apoio da ANASPS O jornal não se responsabiliza por textos assinados. Banco de dados com apoio da ANASPS - Brasília – DF SGAN Quadra 910 Conjunto F - Asa Norte | Brasília-DF CEP 70.790-100 | Fone: 3533 3800 Email: casadoceará@casadoCeará.org.br / www.casadoceará.org.br

Outubro/15

2

Tenóbio Por causa de sua estupidez e burrice,sua professora estava sempre gritando com ele: - Você me deixa louca Tenóbio! Você não tem jeito. Um dia a mãe do Tenóbio foi até à escola para verificar como seu filho estava indo. A professora disse honestamente para a mãe que seu filho era um desastre, tinha notas muito baixas e que ela nunca havia visto um menino assim tão estúpido em toda sua vida profissional ensinando crianças. A mãe ficou tão chocada com essa sincera conversa, que tirou seu filho da escola e mudou-se para fora do Nordeste, e foi para São Paulo. Vinte e cinco anos depois, esta mesma professora foi diagnosticada com uma grave enfermidade no coração, quase incurável. Todos os médicos de sua região indicaram a ela que necessitava de uma cirurgia do coração, mas que este tipo de operação somente um médico em São Paulo seria capaz de realizar. A professora decidiu então tentar esta última esperança. Foi para São Paulo, e num hospital de lá realizou com sucesso a tal operação. Quando ela abriu os olhos voltando da cirurgia ela viu um belo jovem doutor a sua frente sorrindo para ela. Ela queria agradecer a ele, mas não pode falar. Sua face tornou-se azul, ela levantou a mão, tentou gritar sem conseguir e rapidamente morreu. O doutor ficou chocado tentando entender o que aconteceu de errado. Então ele olhou para o lado e viu que o maldito faxineiro Tenóbio que trabalhava no hospital, desligou os equipamentos da tomada do quarto para ligar seu aspirador de pó para limpar o corredor. Se você pensou que o tenóbio tornou-se um grande cirurgião cardio-vascular, há grandes chances de ter votado no PT nas últimas eleições. É realmente uma história triste...kkkkk

Apenas repassando: Um padre moderno assume a Paróquia da cidadezinha e resolveu modernizá-la. Colocou micro no altar, no confessionário, na sacristia...Montou uma rede a 100 mbits com switch, servidor NT com raid-5 e mirroring, intranet baseada em NC e Oracle 8 com orientação a objetos, canal de dados/voz via satélite direto com o Vaticano...Implantou o Sistema SAP R/3 que controla tudo como o estoque de hóstias, Controle de Casamentos, Fluxo de Caixa dos bingos, Dízimo a Receber, Obras Inacabadas, etc. No dia em que o sistema SAP para Cálculo de Penitências do confessionário entrou em produção, o padre recebe uma garota para se confessar: - Deus te abençoe minha filha, só um instante que estou me logando...pronto, pode falar: quais são os teus pecados? – Padre, foi com meu namorado... eu tentei resistir mas... - Vamos, filha, fale logo senão o sistema dá time-out na conexão. - Tá bom, padre, eu deixei meu namorado beijar meus seios e... O padre, interrompendo-a, digita afobado: -...bei-jar-os-sei-os “enter”. Ok, filha, aqui diz: rezar duas ave-marias e pronto. Próximo... - Não, padre, não acabei ainda... - Então fale, filha, antes que entre a proteção de tela. - Bom, padre, daí, ele me fez segurar seu pênis e... - ...se-gu-rar o pê-nis “enter”. Bom, reza mais três pais nossos e tá perdoada. Próximo... - Não, padre, ainda tem mais... - Então fale, filha, que daqui a pouco o banco sai do ar para o backup... - Daí, padre, ele tirou minha calcinha e colocou metade... - ...co-lo-cou 1/2 pe-nis “enter”... opa, deu erro! “Erro-45”?? - Vou redigitar: Co-lo-cou 1/2 pe-nis “enter”... Opa, deu “Erro45” de novo. O padre pega a pasta com a documentação do sistema: - Vamos ver: erro 40... 42... 44... tá aqui: erro 45... Após ler a mensagem do erro, o padre pede para ela: - Filha, faz o seguinte: Volta lá com o seu namorado e pede para ele enfiar tudo, pois o Sistema não aceita fração...!!!

Conversando com o Leitor + Recebemos Jornal do CEGC, Grupo de Estudos do Cangaço no Ceará, edição de setembro de 2015 enviado por Ângelo Osmírio Barreto, presidente do GECC, com artigos de João de Sousa Lima, de Paulo Afonso/BA, Narcísio Dias, João Pessoa/PB, Aderbal Nogueira, Fortaleza/CE; Paulo Brito, Recife; PE, Paulo Gastão, Mossoró; RN, Archemede Marques, Aracaju/SE; Manoel Severo Barbosa, Fortaleza/CE; José Sabino Bassetti, Salto/SP, Geraldo Ferraz, Recife/PE; Carlos Eduardo Gomes, Rio de Janeiro/RJ. + Recebemos: “Caríssimo Serra Gurgel: Recebi o Ceará em Brasília, de setembro, focalizando o nosso Jubileu, quase um página inteira. Muitíssimo grato por tão grande página. Já espalhei pela cúpula da Diocese e vários padres. A você, mais uma vez. meus agradecimentos. Vamos em frente! Um abraço: Bosco”. +Recebemos do dr. Cássio Borges a publicação “O Nó Górdio da Transposição”, História, Análise, Conceito e Discussão sobre o Projeto de Integração do Rio São Francisco na visão do Eng. Cássio Borges”, apoiado pela ASSECAS, Associação dos Servidores dos DNOCS. Ele também nos enviou um encarte sobre a Memória de Engenharia no Ceará, publicado pela Revista Clube de Engenharia do Ceará, no Jornal Diário do Nordeste, de 11 de dezembro de 1984. + O Google Analytics que audita nosso site www.casadoceara.org.br informa que no mês de outubro tivemos

acesse o site: www.facebook.com/casadoceara

5.969 sessões, 4.645 visualizações e 12.914 visualizações de páginas. Fomos visitados em 19 países e em 142 cidades brasileiras. + Países em que fomos visitados: Estados Unidos, Índia (Nova Delhi), Reino Unido, Espanha, Israel, Itália, Portugal, Rússia, Emirados Árabes Unidos, Angola, Argentina, Canadá, Alemanha França, Holanda, Panamá e Singapura. + Cidades brasileiras em que fomos visitados: Brasília Goiânia, Rio de Janeiro, São Paulo, Fortaleza, Belo Horizonte, Salvador, Curitiba, Juazeiro do Norte, Porto Alegre, Luziânia, Formosa, Águas Lindas de Goiás, Mossoró, Cuiabá, Recife, Santo Antônio do Descoberto, Campinas, Franca, São José dos Campos, São Luís, Campo Grande e Belém. + O nosso site www.brasilia5oanosdeceara.com.br chegou a 77.507 visitas em outubro. + O nosso site www.50anosdacasadoceara.com.br chegou aos 8.659 visitas em outubro. + Não custa repetir os nossos sites históricos sobre os 50 anos de brasília e os 50 anos da Casa do Ceará contém 300 biografias de cearense com relevantes serviços prestados ao Ceará e a Brasília e que compõem um Portal da História do Ceará em Brasília. É a nossa memória em Brasília, Muitos dos personagens estão vivos e trabalhando.

Ceará em Brasília


acesse o site: www.casadoceara50anos.com.br

SAMBURÁ - Avenida Beira Mar Procurador-geral de justiça A eleição para o cargo de procurador-geral de Justiça está ocorreu em 04.12. onde virá a lista tríplice da qual sairá o nome indicado pelo governador Camilo Santana (PT). Nesse páreo, já estão trabalhando em busca de apoio Vânia Fontenele, Plácido Rios, João de Deus Duarte e Maria Neves Feitosa. O mandato do atual procurador-geral de Justiça, Ricardo Machado, termina em janeiro próximo. Ricardo encontra-se em Brasília, onde participou de reunião do Conselho Nacional dos Procuradores Gerais de Justiça. Cearenses em Miami Até setembro de 2014, nas cidades de Orlando e Miami, no Estado da Flórida (EUA), um de cada três imóveis vendidos foi adquirido por brasileiros, inclusive por cearenses. Aliás, mais de 200 empresários, políticos e profissionais liberais do Ceará são donos de casas ou apartamentos na Flórida. Mas, de setembro do ano passado para cá tudo mudou. Os brasileiros, incluindo os cearenses, deixaram de comprar imóveis em Miami e Orlando. O motivo é o dólar nas alturas, segundo afirma o engenheiro brasileiro Ricardo Molina, dono de uma grande empresa imobiliária em Miami com filial em Orlando. Um detalhe: nos Estados Unidos, a taxa de juros para a compra de imóveis não passa de 3% ao ano. Repita-se: 3% ao ano. Médicos escritores Foi instalada no Ideal Clube, a Academia Cearense de Médicos Escritores, que tem como primeiro presidente o poeta José Teles. Entre os primeiros ocupantes das 30 cadeiras, estão os médicos Pedro Henrique Saraiva Leão, Marcelo Gurgel, Lúcio Alcântara, Murilo Martins, Eduino Girão e Sérgio Gomes de Matos, que integrarão como sócios-fundadores da entidade. O patrono da Academia Cearense de Médicos Escritores será o médico, escritor e jornalista Airton Monte que durante anos escreveu, no caderno Vida & Arte do O POVO, uma crônica enfocando o dia a dia da cidade. Comenda Beni Veras 2015 Em homenagem ao Dia do Confeccionista, o Sindicato das Indústrias de Confecções de Roupas e Chapéus de Senhoras no Estado do Ceará (SindConfecções) e o Sindicato da Indústria de Alfaiataria e Confecção de Roupas de Homem em Fortaleza (SindRoupas) entregaram a Comenda Beni Veras 2015, em 28.10, no Museu da Indústria. Foram homenageados: o Diretor-presidente do Grupo Handara, Lúcio Carneiro Albuquerque, como confeccionista do ano; e o Secretário da Fazenda do Estado do Ceará (SEFAZ), Mauro Filho, como personalidade pública.

Ceará em Brasília

TRF-5ª Região – Ceará quer vaga O Tribunal Regional Federal, da 5ª Região, com sede no Recife (PE), abriu vaga de desembargador federal a ser preenchida por magistrado. A briga pelo ingresso na lista tríplice que será encaminhada para a presidente Dilma Rousseff já começou. Além de dois magistrados do Rio Grande do Norte e um da Paraíba, tem cearense na peleja. É o juíz federal Leonardo Resende Martins. Recentemente, o Ceará ganhou vaga no TRF-5ª Região, por meio do advogado Cid Marconi que entrou no lugar da desembargadora federal Margarida Cantarelli, que entrou na aposentadoria. Os acordos comerciais do Brasil O Tratado de Livre Comércio Transpacífico, celebrado pelos Estados Unidos com mais 10 países, incluindo o Japão, a Austrália, o Chile, o México e o Peru. Numa lista dos países que incrementam seu comércio exterior por meio desses tratados. O Brasil apareceu no último lugar da lista. Atrás do Peru. A relação tem, em primeiro lugar, a União Europeia, que tem 37 tratados e acordos, envolvendo 93 países. Em seguida, os EUA, com 14 acordos que envolvem 20 países. O Japão vem a seguir também com 14 tratados com 18 países; adiante, o Canadá com 10 acordos com 13 países. A China aparece depois, com 8 tratados com 15 países. O México, com 9 acordos com 48 países; o Peru com 12 acordos com 45 países. E o Brasil? Bem, o Brasil só tem um acordo – o do Mercosul, que envolvem ele mesmo, a Argentina, o Uruguai, o Paraguai, a Venezuela. A Bolívia e o Equador estão na fila. Arre égua! Novo coordenador do DNOCS O novo coordenador estadual do DNOCS no Ceará (CEST/CE), Francisco Rogério Gomes Leite, tomou posse no cargo. O ato ocorrerá no gabinete do diretor-geral do órgão, Walter Gomes. Rogério Leite é graduado em engenharia mecânica pela Universidade de Fortaleza; é bacharel em administração de empresas, com mestrado, pela Universidade Estadual do Ceará e especializado em administração de recursos humanos pela Universidade Federal do Ceará. Desde 1984 é engenheiro da Cagece, já tendo prestado serviços em instituições públicas, como a Secretaria das Cidades, Secretaria de Turismo, Funceme, Nutec e Prefeitura de Itaitinga. É professor universitário de graduação e pós-graduação e consultor em projetos. Mas nada tem a ver com o DNOCS. Lamentável.

CSN no Pecém A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) vai tocar, mesmo nestes tempos de crise, a construção de um terminal privado seu no Complexo industrial e Portuário do Pecém, em São Gonçalo do Amarante (Região Metropolitana de Fortaleza). A garantia é dada pelo diretor de Portos e Logística do Grupo CSN, Pedro Brito, reconhecendo o cenário confuso do País, mas ressaltando que o investimento é de longo prazo. Pedro Brito adiantou que as devem começar no segundo semestre de 2016. Inicialmente, numa primeira etapa do empreendimento, serão investidos R$ 600 milhões. O terminal privado é para operar a partir de 2018 com minerais e outros granéis. Bom dia Ensina o famoso jornalista Antônio Vicelmo, aquele do Crato, que uma noite de amor cura ou acaba com qualquer briga de casais. E complementa: os dois amanhecem, assobiando e virando tapioca na beira do fogão. Teixeira em Israel Na primeira semana do mês de novembro, o secretário de Recursos Hídricos do governo do Ceará, engenheiro Francisco Teixeira Coelho, viajou para Israel. A convite do Banco Mundial, ele conheceu os principais polos de irrigação daquele País, cujo tecnologia é considerada a mais avançada do mundo. Além dessa visita, o secretário Francisco Teixeira também conheceu as grandes usinas de dessalinização da água do mar que os israelenses construíram em várias cidades do seu litoral e que hoje abastecem 60% da população do País. A tecnologia dessas usinas também foi desenvolvida pela engenharia israelense e já transferida par vários outros países, incluindo os Estados Unidos. O Ceará, que deseja construir uma usina dessalinizadora da água do mar na geografia do Complexo do Pecém, tem também oferta da Espanha, onde essas usinas já foram instaladas e estão em operação Serviço O ex-presidente do BNB, Nelson de Souza, assumiu um das muitas vices-presidência da Caixa Econômica Federal. A missão de Nelson de Souza é acelerar o programa Minha Casa Minha Vida. Nelson vai trabalhar com mais de R$ 9 bilhões em 2015 e 2016. Em Ramallah ou Ramalá O embaixador cearense Francisco Mauro Brasil de Holanda (Fortaleza) que revolucionou o Departamento da Asia do Leste do Itamaraty, dando-lhe a importância merecida, foi designado Chefe da Representação do Brasil em Ramala ou Ramallah, que tem 32 mil habitantes e sedia o Governo Palestino de Mamoud Abbas. Ramalá está a 35 km de Jerusalém. Coragem, macho! Outro cearense, Miguel Magalhães, comanda a Embaixada do Brasil no Iraque, em Bagdá, no sufoco.

acesse o site: www.brasilia50anosdeceara.com.br

3

Outubro/15


acesse o site: www.casadoceara.org.br

Dois sócios e um projeto em Juazeiro do Norte

Tornaram-se sócios o ex-governador Adauto Bezerra e o engenheiro Aristarco Sobreira. Eles constituíram a empresa A&B – A de Adauto e Aristarco, e B de Bezerra. E essa empresa A&B está lançando agora seu primeiro empreendimento imobiliário, o Spazio Bezerra de Menezes – um conjunto de duas torres de apartamentos residênciais que serão construídas na cidade de Juazeiro do Norte, terra natal dos dois sócios. Cada torre terá 26 andares e cada andar terá dois apartamentos cuja área terá até 108 m², com até quatro suítes. Esse lançamento surpreende: primeiro, porque é feito em plena crise econômica, com uma clara retração dos negócios e do crédito. Segundo, porque se trata de um projeto arquitetônico que incorpora as últimas tecnologias e materiais de construção, o que onerará o seu custo. O empreendimento também deixa a impressão de que a região do Cariri está podendo, ou seja, tem condições de absorver um projeto imobiliário desse porte.

Números das micro e pequenas empresas

Governador Camilo lança pacote turístico

O Sebrae lançou a campanha “Compre do Pequeno”, um movimento que está mobilizando não apenas o poder público, mas também os próprios consumidores. O senador José Pimentel, líder do governo no Congresso Nacional, mandou para Egídio Serpa, do Conselho Editoral desta folha, e blogueiro de prestígio no Diário do Nordeste, de Fortaleza, mensagem que revela o seguinte: Em 2007, as micro e pequenas empresas recolhiam de Imposto sobre Serviço, nos municípios de todo o País, R$ 540 milhões. Hoje, elas recolhem R$ 5,1 bilhões. Asmicro e pequenas empresas empregam hoje, no Brasil, uma multidão de 17 milhões de pessoas. Em 2007, havia no Brasil 1,3 milhão de micro e pequenas empresas. Hoje, são 10,3 milhões. Então, viva a micro e pequena empresa

O governador Camilo Santana apresentou à sociedade, ao trade turístico e à imprensa o Plano Ceará Receptivo, um conjunto de ações estratégicas que colocará a indústria do turismo cearense na vanguarda do desenvolvimento na área de maior potencial de expansão do mundo. Serão apresentados os novos investimentos para o setor e a nova campanha de divulgação do Ceará. A apresentação será às 9h30min, no Palácio da Abolição. “O Ceará tem feito muitos investimentos que têm potencializado o turismo nos últimos anos. Somos um Estado muito acolhedor e que está aberto a novas parcerias, o que pode nos abrir muitas portas economicamente”, destacou Camilo. Em 2014, o Ceará ultrapassou os 3 milhões de turistas, gerando uma renda de R$ 10,9 bilhões. O impacto foi de 11,2% no PIB estadual, empregando diretamente cerca de 180 mil pessoas nas principais atividades relacionadas (alojamento, alimentação, transporte, entre outros). “O turismo é um setor que pode influenciar ainda mais a economia do Ceará, especialmente nesse momento de cortes que o Brasil vem passando”, destaca o secretário do Turismo, Arialdo Pinho. Hoje, o Ceará ocupa o primeiro lugar do ranking no Nordeste na quantidade de novos empregos gerados no setor de serviços (onde a atividade turística está inserida). Foram 8.999 novos postos nos últimos 12 meses, de acordo com o Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados (Caged). Em nível nacional, o Estado aparece em segundo lugar, perdendo apenas para Santa Catarina.

Há 43 anos

Outubro/15

4

acesse o site: www.facebook.com/casadoceara

Ceará em Brasília


acesse o site: www.casadoceara50anos.com.br

Bispos avaliam atuação da Igreja Católica no Ceará Iguatu. Bispos, padres e leigos das nove dioceses do Ceará estão reunidos, nesta cidade, no Centro-Sul do Ceará, na 21ª Assembleia Regional de Pastoral que este ano traz como tema central “A Igreja em Saída: uma conversão pastoral”, e como lema “A alegria do Evangelho”. O evento foi aberto pelo arcebispo Metropolitano de Fortaleza, dom José Antônio Aparecido Tosi Marques. A assembleia reuniu cerca de 150 delegados da Regional Nordeste I da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) para avaliar a caminhada da Igreja na região e discernir as prioridades da missão. “O esforço é fazer com que o anúncio do evangelho caminhe em comunhão com as novas diretrizes da ação evangelizadora da Igreja no Brasil e chegue a todas as comunidades”, frisou o arcebispo. Celebração eucarística, ofícios, análise de conjuntura da Igreja, estudo de documentos, avaliação e partilha de experiência das diversas realidades diocesanas fazem parte da programação do evento. A assembleia regional no Ceará acontece de quatro em quatro anos. A anterior, em 2011, foi realizada na cidade de Crato, na Região do Cariri. Em 2015, a diocese de Iguatu recebe a missão de acolher o evento, que definiu os desafios a serem assumidos, tendo em vista o projeto de uma igreja em saída, dinamizado, chegando às comunidades e enfrentando novos desafios da modernidade. Fazem parte do Regional Nordeste I da CNBB, as dioceses de Iguatu, Crato, Itapipoca, Sobral, Fortaleza, Crateús, Limoeiro do Norte, Tianguá e Quixadá. O arcebispo dom José Antônio Tosi frisou que há muitas famílias em necessidade que precisam do Evangelho, da assistência espiritual e material, das celebrações litúrgicas. “Esse é um dos desafios: levar o Evange-

Ceará em Brasília

lho a todos”, frisou. “Cada diocese tem seu plano de ação e queremos trabalhar em unidade, respeitando projetos e hisCelebração eucarística, ofícios, análise de conjuntura, tória de cada estudo de documentos, avaliação e partilha fazem parte um, as partida programação ( Foto: Honório Barbosa ) cularidades”. O bispo de Itapipoca, dom Antônio Roberto Cavuto, disse que a Igreja tem de estar a serviço da vida, da valorização e defesa da pessoa humana, respeitando carências e necessidades. Dom Édson de Castro Homem, bispo de Iguatu, ressaltou o esforço de uma ação evangelizadora, aberta, e lamentou a falta efetiva de políticas públicas de proteção ao meio ambiente, de saneamento básico e de construção de casas populares. “Se eu pudesse, resolveria esses problemas”. O bispo da diocese de Iguatu mostrou-se indignado com a ocupação de seis áreas urbanas, públicas, por centenas de famílias que reivindicam moradias populares, nesta cidade. “A gente visita, apoia, faz mediação, mas não pode resolver”, frisou. “É uma situação precária, que precisa ser denunciada”. Violência Sobre o crescimento da violência no Interior do Estado, dom Antonio Aparecido Tosi, analisou que o quadro atual decorre da falta de valores, do respeito à vida humana, da solidariedade. “Prevalece o egoísmo e uma família desestruturada faz com que o jovem busque o caminho que parece ser mais fácil, o da violência para

obter bens materiais”, disse. “Esse é um fenômeno social que afeta a todos nós”. O arcebispo de Fortaleza também lamentou a onda de denúncias de corrupção. “Vivenciamos uma crise política moral, que atinge os partidos e políticos que pensávamos que iriam combater justamente a corrupção”, disse. “O que estamos assistindo é triste, decepciona, mas mantemos a esperança de que esses problemas serão superados para o bem de todos”. Seca Outro tema abordado pelos bispos foi a questão da seca que atinge o sertão cearense há quatro anos com perspectiva de se estender em 2016. “As notícias de que iremos para o quinto ano seguido de estiagem nos traz muita preocupação”, disse o arcebispo de Fortaleza. “Esse foi o primeiro assunto que tratamos em duas reuniões que tivemos com o governador”. Os religiosos mostraram preocupação com a escassez de água no sertão. “Há muitas famílias sem acesso à água de qualidade e esse quadro tende a se agravar se as chuvas não vierem no próximo ano”, disse o bispo de Itapipoca, dom Antônio Roberto. Os açudes estão secando e os efeitos da seca se agravam no Interior. O cenário para 2016 é cada vez mais desolador com a intensidade do fenômeno El Niño, que costuma provocar estiagem, ou seja, chuvas bem abaixo da média no sertão. “O que podemos fazer para chegarmos juntos à população?”, indagou o arcebispo. “Há projetos de convivência com o Semiárido e campanhas de solidariedade que precisam ser difundidos”. O arcebispo fez uma análise: “Penso que a natureza está reagindo diante do que o homem vem fazendo, agredindo o meio ambiente”. Por Honório Barbosa, do Diário o Nordeste.

acesse o site: www.brasilia50anosdeceara.com.br

5

Outubro/15


acesse o site: www.casadoceara.org.br

Leituras I

Credo luminoso

Jarbas Júnior (*) No mais escuro denso abismo sob revoada de morcegos, aonde cegos guiam cegos, dentro do mito da caverna, egoísmo profundo nubla e esconde a luz da razão, o celeste centro da vida, eclipse do otimismo. A esperança encontra saída, escapa para o clarão da crença! Rompe o lodo espesso abjeto, desabrocha a Flor-de-Lótus como divina recompensa do esforço firme e reto de todos os devotos!

A prece

O Pai Invisível sempre responde sutil e brando no meio do caminho ou com sinais entre as estrelas! Nunca se afasta nem se esconde. Não deixa ninguém a esmo sozinho. Suas proezas podemos lê-las no livro divino ou nas páginas da vida. Ele transforma tudo em energia sua vontade nos guia quando obedecida. Ele não precisa de oferendas em troca de bençãos. Quem o invoca assim ignora o sentido da luz, A oração do Pai Nosso que nos ensinou Jesus!

Dinamismo

Não fale, faça com toda euforia. A façanha, a ação vale mais do que a mais brilhante teoria. Na prática, o tempo navega veloz. Sorri a eternidade. Não pare para medir a distância que separa o céu do horizonte. Ouça a voz do instante que passa. Observe o rio da nascente à foz, imite a correnteza, não contemple o limite das margens, vá adiante! A vida é movimento constante!

Poeta Oicram

Eu vi de relance o fantasma votivo do Mário Gomes, ele me dizia rindo: -Uma bela mulher nua de chapéu é o que Deus oferece persuasivo para que o poeta entre no céu! Harpa e anjo casto e lindo cheio de graça, sem cachaça, de entediante puritanismo, não atrai bardo nenhum, vã tal eternidade, o mesmismo nega a boa doutrina cristã! O que a religião ensina nada parece com Ísis, Fênix, Baco! É a verdade celeste negada dentro de um triste buraco!

Perplexidade

Riscando de ouro incandescente o azul noturno do horizonte surge uma estrela-cadente. Sinal efêmero da esperança, cintilar fugaz do raio mínimo. Luz que se lança do íntimo do pirilampo e tudo alcança na vastidão sidérea sobre o campo, a montanha, o mar gota do pranto solitário ao se aproximar do itinerário da queda do anjo na terra. (*) Jarbas Júnior (Fortaleza), poeta e escritor

Outubro/15

6

Rio São Francisco na UTI! Seu estado é grave

O rio São Francisco foi internado na UTI e seu estado é gravíssimo. Ele respira por aparelhos. Sua vazão chegou aos índices históricos mínimos. Quem quiser saber o que isso quer dizer, é só visitar hoje a barragem de Sobradinho: ela represa apenas 7,9% de sua capacidade, que é de 32 bilhões de metros cúbicos de água. O São Francisco – segundo o diagnóstico dos especialistas – está atacado pela septicemia da irresponsabilidade humana. Pois foi o homem destruiu suas

matas ciliares, transformando-as em lenha para as siderúrgicas de Minas Gerais. O leito do São Francisco virou um talvegue. A salvação serão as chuvas que, a partir de agora e pelos próximos quatro meses, deverão cair sobre Minas Gerais, onde estão suas nascentes e alguns dos seus afluentes. Consequência: será reduzida a geração de energia em toda a cascata de usinas hidrelétricas da Chesf. Com Egídio Serpa.

Funceme confirma: 2016 será ano de seca Atenção! Um relatório da Funceme, ao qual este blog teve acesso, traz uma contundente e preocupante revelação: “Para o período 2015-2016 em particular, observa-se que já está configurado um El Niño forte e uma alta probabilidade (de 95%) de que as condições do Ekl Niño permanecerão até maio de 2016″ – é o que está escrito com todas as letras no documento. O relatório ainda afirma que essa previsão – catastrófica para um Estado que há quatro anos já convive com chuvas muito abaixo das médias históricas – “tem base na rodada

de 17 modelos dinâmicos e de nove modelos estatísticos”. Diante dessa perspectiva, a Funceme aumenta o “nível de alerta para a possibilidade de um quinto ano consecutivo de seca, intensificando os impactos da atual seca plurianual de quatro anos”. O Palácio da Abolição, onde trabalha o governador Camilo Santana, e a Secretaria de Recursos Hídricos receberam o relatório da Funceme, que também o encaminhou para o Ministério da Integração Nacional. Com Egídio Serpa.

Uma PPP para a dessalinizar água do mar no Pecém

O Governo do Ceará, por meio de sua Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) trabalha no sentido de construir uma Parceria Público-Privada (PPP) para a instalação de uma usina de dessalinização da água do mar na praia do Pecém. Este blog apurou que a própria titular da SDE, Nicolle Barbosa, lidera esse esforço. Ela entende que, em 2016, a crise de oferta de água será agudizada pela repetição da seca que há quatro anos castiga o Ceará. O governo cearense tem contrato com a Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) para fornecer à operação de sua usina – em fase final de implantação – até 0,8 m³/s de água. A própria CSP, porém, já revelou que necessitará de, apenas, 0,4 m³/s. A usina de dessalinização teria de ser construída por meio de uma PPP tendo em vista que, neste

momento, o governo do Estado não dispõe de recursos para, sozinho, bancar o empreendimento. A usina, que poeria estar pronta em menos de um ano a partir do início de suas obras, produziria 3 m³/s, o suficiente para atender às necessidades de todas as empresas já instaladas e em instalação no Complexo do Pecém. E quanto custará a usina? Para esta pergunta, não há resposta agora, mas os especialistas dizem que custa hoje R$ 5 por m³ a produção de uma unidade industrial de dessalinização da água do mar. Outra informação que esta coluna pode adiantar: não só a CSP, mas as demais indústrias instaladas no Complexo do Pecém, como as de cimento Apodi e Votorantim têm interesse em integrar essa PPP, o que motiva ainda mais a secretária Nicolle a seguir em frente com sua ideia. Com Egídio Serpa

Dessalinização: tarifa da água terá de subir O secretário de Recursos Hídricos do Ceará, Francisco Teixeira, está em Israel. Como este blog já informara, a convite do Banco Mundial, Teixeira visitará várias usinas de dessalinização da água do mar, cuja tecnologia, desenvolvida pelos israelenses, é considerada a melhor do mundo. Teixeira também visitará indústrias e residências que fazem o reúso da água. O governo do Ceará, que se defronta com o anúncio de mais um ano de seca, o quinto consecutivo, quer instalar, o mais depressa possível, uma usina dessalinizadora da água do mar no litoral do Pecém. E Israel quer associar-se ao projeto, que só será possível por meio de uma Parceria Público Privada (PPP).

acesse o site: www.facebook.com/casadoceara

Ou seja, uma empresa privada israelense entraria com capital e tecnologia para instalar, operar e cobrar pela água dessalinizada que vai produzir. O problema é o seguinte: a tarifa atual da água no Ceará é a mais barata do Brasil, desestimulando qualquer empresa a entrar no negócio. Para celebrar uma PPP com Israel ou com a Espanha, que também tem a tecnologia, será preciso aumentar bastante o preço da água, que até os empresários da agropecuária consideram muito baixa. Quando o secretário Francisco Teixeira voltar, trazendo as novidades, saberemos como esse desafio será enfrentado. Com Egídio Serpa

Ceará em Brasília


acesse o site: www.casadoceara50anos.com.br

Leituras II A burrice ao alcance de todos Wilson Ibiapina (*)

E tem quem ache que burrice é exclusividade dos portugueses. Tudo começou quando eles desembarcaram aqui e não souberam investir na riqueza que encontraram. Levaram ouro e pau Brasil, mas passaram tudo para os ingleses. Investiram na industrialização da Inglaterra. Foram eles que nos ensinaram também a cobrar impostos. O jornalista piauiense Abdias Silva, correspondente de um jornal de Lisboa, estava preenchendo a ficha em um hotel lusitano quando foi interrompido por um gentil funcionário. O rapaz, muito atencioso, informou que era preciso preencher a ficha com o nome por extenso. O hotel não aceitava nomes abreviados. Nada de Abdias. Tinha que especificar o A e o B. A história de loira burra, dizem na Internet, começou com o livro “Os homens preferem as loiras”, de 1925, depois adaptado para a Broadway e o cinema, onde fez sucesso com a morena, pintada de loira, Marylin Monroe. Ela interpretou personagem ingênua. Lorelei Lee, era uma cantora que assassinava a gramática e seduzia ricaços, ajudando a construir o estereótipo que hoje vai da dançarina Carla Perez à música “Lôraburra”, em que Gabriel O Pensador afirma que elas chamam a atenção “não pelas ideias, mas pelo burrão”. A burrice vem acompanhada do total desconhecimento, falta de estudo, de educação. O arquiteto Totonho Laprovítera jura que não é invenção dele: no bairro Alto da Balança, em Fortaleza, Dona Carmem, esposa de seu Costa, é a mulher mais bruta que ele já conheceu. Diz ele: “Pra vocês terem ideia ,ela levou um farto material a um laboratório, para exame de fezes. Colocou uma lata de querosene em cima do balcão e a recepcionista solicitou: - Por favor, dá pra senhora colocar o nome? Ela, já afobada, escreveu na lata: “Bosta”. O jornalista Luís Natal conta que passou por uma boa, há poucos dias: “a moça perguntou meu nome. Respondi, Luís. E pausadamente, ressaltei, antes de ser questionado: Luís com Esse, Jorge Natal. Horas depois quando voltei para buscar o pedido, estava lá , escrito: Luís Com Esse Jorge Natal. Devolvi o papel e, com muita calma, mostrei o engano. E virei culpado: - O Sr. falou rápido, achei que era seu nome.” O jornalista Nelson Faheina registrou em livro que Agaci Fernandes, um atuante político da região do Jaguaribe, no Ceará, promoveu em sua residência um encontro de prefeitos e de primeiras damas. Na hora do almoço, a mulher do prefeito surpreendeu a todos quando começou a gritar, apontando para o teto: - Marido, marido, olha...uma briba! -Tá doida, mulher. Briba é o livro sagrado. Isso aí é uma vispa. Assustada com tanta ignorância, a víbora despareceu no telhado. São tantas as histórias que muitas já viraram piadas. O cara chega ao bar com um amigo e pede ao garçom: Dois uísques. E o amigo, burro: dois pra mim também.; As pérolas estão mesmo nas provas do Enem. É lá que estão catalogadas as burrices dos jovens que se preparam para entrar no mundo universitário.“Não preserve apenas o meio ambiente e sim todo ele”. Outro aluno, também, preocupado com o meio ambiente: “Tudo isso colaborou com a extinção do micro-leão dourado.” E que tal essa: “Vamos deixar de sermos egoístas e pensarmos um pouco mais em nos mesmos! O escritor e humorista norteamericano Mark Twain advertia: “Nunca discuta com pessoas burras, elas vão te arrastar ao nível delas e ganhar de você por ter mais experiencia em ser ignorante.” O escritor pernambucano Nelson Rodrigues procurou estabelecer a diferença entre ignorância e burrice. Escreveu que a ignorância é o desconhecimento dos fatos e das possibilidades. A burrice é uma força da natureza, é eterna. Para Nelson Rodrigues, a sabedoria camuflada é o mesmo que a burrice. (*) Wilson Ibiapina (Ibiapina) jornalista

Ceará em Brasília

Reprodução/COGERH Mais da metade dos açudes do Ceará estão com menos de 10% de suas capacidades. Conforme a Cogerh, nove açudes no Estado estão secos Oitenta e dois açudes cearenses estão com um volume de água inferior a 10% de suas capacidades. O número equivale a 53% dos 153 açudes do Estado. Os dados referem-se ao registrado às 10h14 07.11, pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh). A bacia hidrográfica em pior situação é a de Banabuiú, onde, de 19 açudes, apenas um encontra-se com volume acima de 10% de sua capacidade — o açude Itapajé, que está com capacidade acima de 26,41%. Conforme o mesmo levantamento, nove açudes no Estado estão secos. São eles: Forquilha II, em Tauá; Quincoé, em Acopiara; Pirabibu, em Quixeramobim; São José I, em Boa Viagem; Umari, em Madalena; Vieirão, Boa Viagem; Jerimum, em Irauçuba; São Domingos, em Caridade; São José III, em Ipaporanga.

Em 06.11, o Estado Ceará declarou situação “crítica de escassez dos recursos hídricos” em todos os municípios cearenses. A medida da Secretaria de Recursos Hídricos (SRH) pode fazer com que haja racionamento e até cobrança de multas pelo uso indevido de água, conforme o artigo nº 46 da Lei Federal do Saneamento Básico (nº 11.445/07). A situação foi declarada levando-se em conta que o Ceará deve entrar em seu quinto ano de seca em 2016, quando o fenômeno El Niño tem 85% de chances de prejudicar a quadra chuvosa, conforme a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Com isso, esta deve ser a maior seca do Estado desde 1979-1983. Atualmente, 79,3% dos municípios do Ceará dependem de abastecimento via carros-pipa.

2016: Funceme confirma previsão de seca

Sobradinho sem água: pânico na irrigação

Este blog publicou uma informação baseada em estatística levantada pelo agrônomo José Maria Pimenta, ex-presidente da Ematerce (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará), segundo a qual, de 1977 até este ano de 2015, se registraram 34 El Nino de alta intensidade, dos quais a metade, coincidentemente, teve o registro de chuvas também intensas na região de Quixeramobim, onde há 138 anos funciona uma estação de pluviometria, onde o levantamento foi feito. A Funceme, por meio de sua assessoria, refuta o levantamento de Pimentel e, com base em dados exclusivamente científicos, renova sua previsão – que é semelhante à dos mais importantes organismos mundiais da área climatológica – de que 2016 será um ano seco – o quinto consecutivo que se registrará na geografia do Nordeste – a do Ceará no meio. O presidente da Funceme, Eduardo Sávio, não quer propagar a desesperança, mas, confrontado com a fria previsão científica, tem de alertar o governo e a população para o futuro próximo. O que esse futuro próximo está trazendo é mais uma temporada de chuvas muito abaixo da média história. A ciência não se emociona. Ela apenas vigia a natureza, buscando entender os seus mistérios. Com Egídio Serpa

Estão em pânico as 150 mil pessoas que trabalham no Polo de Fruticultura do Va l e d o São Francisco, em Petrolina (PE) e Juazeiro (BA). Elas poderão ser desempregadas até o fim deste mês de novembro. Causa: a barragem de Sobradinho, com menos de 5% de sua capacidade, está com dificuldade para enviar, por gravidade, a água necessária à irrigação das plantações de manga, uva, melão, maçã, melancia e mais outras rutas que se produzem naquela polo de um lado e outro do rio São Francisco, cuja vazão está nos mínimos históricos. Sobradinho está prestes a suspender a geração de energia elétrica por causa do baixo volume de água que acumula. A situação de Sobradinho é pior do que a do açude Castanhão, aqui no Ceará, que até o segundo semestre de 2016, poderá garantir o abastecimento de água à Região Metropolitano de Fortaleza e do Complexo do Pecém. O problema é o fornecimento de água para uso econômico – à indústria e à agropecuária. Como a água disponível não é muita, a Cogerh decidiu – e vem cumprindo a decisão – reduzir a oferta de água para os perímetros de irrigação. A redução já alcançou 40%, atingindo as áreas de fruticultura. Com Egídio Serpa

acesse o site: www.brasilia50anosdeceara.com.br

7

Outubro/15


acesse o site: www.casadoceara.org.br

Gonzaga Mota (*) Cecília Meireles (1901/1964), a grande poeta brasileira, nasceu no bairro da Tijuca na cidade do Rio de Janeiro. Seus estudos básicos foram realizados sob os cuidados de dona Jacinta sua avó materna e tutora. Diplomou-se na Escola Normal em 1917, passando a exercer, ainda muito jovem, o magistério. Estudou história, línguas, filosofia e manifestações orientais, dentre outros ramos do conhecimento. Seu primeiro livro de versos, “Espectros”, foi publicado em 1919, quando ainda contava 18 anos de idade, recebendo muitos elogios por parte da crítica. A partir de então, passou a escrever de forma intensa e ganhou prêmios, condecorações e ficou famosa internacionalmente. A poesia lírica de Cecília é uma das mais perfeitas e bonitas da literatura contemporânea; traduzida para vários idiomas e musicada por compositores famosos. Escreveu também em prosa, abordando temas diversos. Sua obra é considerada, pelos críticos, intemporal, pois vivendo sob a influência do modernismo, mostra aspectos do simbolismo e criações literárias do classicismo, do romantismo, do parnasianismo, do realismo e também do surrealismo. Em “Romanceiro da Inconfidência”, acreditamos ser sua criação mais bela, vejamos alguns trechos: “Liberdade, essa palavra que sonho humano alimenta que não há ninguém que explique e ninguém que não entenda”. “Tudo me fala e entendo: escuto as rosas e os girassóis desses jardins, que um dia foram terras e areias dolorosas”. Em seus textos, sempre revelou preocupação com os problemas sociais. Podemos resumir sua simplicidade e melancolia nesses quatro versos da poesia “Atitude”: “Minha esperança perdeu seu nome.../ Fechei meu sonho, para chamá-la./ A tristeza transfigurou-me/ Como o luar que entra numa sala”. Quanta beleza!

O leão invejoso

Sansão, leão herdeiro da dinastia dos réprobos, governava a província de Jaça, inserida na floresta de Fiorde. Sua atuação era despótica e, em consequência, não respeitava e perseguia a fauna constituída, em sua grande maioria, por animais honestos, dóceis, trabalhadores e solidários. Os habitantes de Jaça viviam sob o controle de um rei egoísta, assim como não podiam se manifestar, pois não havia liberdade. Os setores essenciais e básicos para a população, como educação, saúde, segurança, etc, não recebiam a devida prioridade do governo do rei Sansão. Usava de métodos aéticos e amorais, até mesmo a tortura física e mental, para continuar dominando a população. Apesar de todo o poder, concentrava o sentimento perverso da inveja. Por isso, Sansão era arrogante, ingrato, falso, como também incapaz de fazer uma ação sem interesse. Certo dia de passagem pela província de Jaça, o leão de nome Justiceiro observou com indignação o sofrimento da fauna. Convocou alguns corajosos animais e procurou, de forma pacífica, desenvolver um trabalho de esclarecimento junto à população. Justiceiro conquistou a simpatia dos jacences, provocando a inveja do bárbaro Sansão. Este procurou, juntamente com os seus áulicos, desmoralizar e matar o bom leão. Não conseguiu, pois a população externou sua solidariedade ao leão amigo e tirou do trono e expulsou de Jaça aquele que tanto mal causou aos seus habitantes. A fábula mostra: “Onde há inveja e egoísmo, há também confusão e todo tipo de coisas más” – (Tiago 3.16). (*) Gonzaga Mota (Fortaleza) - professor e escritor

Outubro/15

8

Assembleia Legislativa, aprovou, por unanimidade, a indicação de Mariana Lobo Botelho de Albuquerque para o cargo de defensora pública geral do Ceará. Durante mais de uma hora, Mariana Lobo foi sabatinada pelos parlamentares. Mariana Lobo informou que, no projeto de ampliação do acesso à Justiça, está prevista a nomeação de novos profissionais aprovados em concurso; a estruturação da carreira dos defensores, estimulando a permanência deles na instituição; a criação de defensorias em macrorregiões do Estado para permitir que o atendimento ocorra de maneira mais célere e descentralizada.

Ela ainda chamou a atenção para que se enfrente o desafio da falta de recursos, defendendo que é necessário distribuir melhor os recursos que são destinados à Justiça. “O Poder Judiciário, no Brasil, gasta 1,3% do Produto Interno do Bruto (PIB), e não é eficaz. Por isso, é necessário distribuir esses recursos de maneira mais equilibrada”, disse. De acordo com Mariana Lobo, o Ceará possui mais 50% dos presos sem sentença. Isso significa que muitos dos encarcerados já deveriam estar em liberdade, se não fosse a falta de um defensor público para defendê-los. “De uma população de cerca de 20 mil detentos no Ceará, só 20% cometeram delitos contra a vida”, salientou.

Foto: Dário Gabriel

Cecília

Mariana Lobo é a nova defensora pública geral do Ceará

Título de Cidadão Cearense ao padre Reginaldo Manzotti

A Assembleia Legislativa realizou sessão solene, para a entrega do Título de Cidadão Cearense ao padre Reginaldo Manzotti. O evento atende a requerimento do deputado Carlos Matos (PSDB) Na justificativa do requerimento, o deputado Carlos Matos destaca que o padre Reginaldo Manzotti, nascido em Paraíso do Norte, no Paraná, foi condecorado pela Lei Estadual n° 14.803, de novembro de 2010, de autoria do ex-deputado estadual Hermínio Resende, com o Título de Cidadão Cearense. O peessedebista ressalta, porém, que embora já legalizada,

a honraria ainda não foi entregue ao padre. “Saliento o papel evangelizador do padre Reginaldo, razão pela qual se faz justa e merecida essa homenagem”, pontua Carlos Matos. Foram convidados para participar da solenidade coordenadores dos centros de evangelização Shalom Projeto Mundo Novo do Jardim Guanabara, de Messejana, de Parangaba, do Bom Jardim, do Cristo Redentor e dos municípios de Pacajus, Redenção, Caucaia, Horizonte, Aquiraz, entre outros, além de demais entidades religiosas.

Ministro assegura Faculdade de Medicina para Iguatu

O deputado estadual Agenor Neto (PMDB), acompanhado do senador Eunício Oliveira esteve com o ministro da Educação, Aloízio Mercadante (PT), em Brasília. Também participaram do encontro o Secretário de Educação Superior (SESu), Jesualdo Farias, além de assessores. Durante a audiência Agenor Neto solicitou do ministro agilidade na liberação da Faculdade de Medicina para Iguatu. De acordo com o parlamentar, o titular do MEC foi muito atencioso e disse que conhecia a importância do curso para a região Centro Sul. “Lembrei ao ministro do nosso último encontro, em dezembro de 2013, quando fizemos a mesma reivindica-

ção. E ele, muito sensível, nos garantiu que o resultado oficial deverá ser divulgado nos próximos trinta dias e Iguatu será um dos contemplados, uma vez que foi o mais bem avaliado dentre os demais municípios pré-selecionados para concorrer aos cursos no Estado”, disse Agenor Neto. De acordo com peemedebista, o prestígio do senador Eunício Oliveira foi decisivo para que o ministro Mercadante pudesse estabelecer uma maior rapidez no anúncio da Faculdade de Medicina para Iguatu. “O senador Eunício goza de grande prestígio junto ao Governo Federal e isso foi decisivo para que o ministro se sensibilizasse”, pontuou.

Ministro garante Veterinária em Lavras da Mangabeira Em mais um ato para ampliação de cursos de ensino superior no Ceará, à nível federal, o senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) esteve reunido com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante em 13.11. Juntamente com o deputado estadual, Agenor Neto (PMDB-CE) e o Secretário de Educação Superior (SESu), Jesualdo Farias, Eunício conseguiu a autorização da pasta para a criação da Faculdade de Veterinária, na cidade de Lavras da Mangabeira, na região Centro Sul do Ceará.

acesse o site: www.facebook.com/casadoceara

Atrelada a Universidade Federal do Cariri (UFCA), a oferta do curso de veterinária em Lavras, de acordo com Eunício, só estaria aguardando agora a autorização do Governo do Estado do Ceará para uso das instalações da Escola Profissionalizante já instalada na cidade. O peemedebista ainda informou que com a confirmação do Governo do Estado, a cidade poderá ainda receber o curso de agronomia, sugestão ainda em estudo pelo ministério.

Ceará em Brasília

Foto: Divulgação

Leituras III


acesse o site: www.casadoceara50anos.com.br

Leituras IV

Para a Forbes, o Califa Abu Bakral Bagdadi é a 57ª pessoa mais poderosa do mundo

JB Serra e Gurgel (*) Muita gente acha que o Califado está do outro lado do mundo, com homens e meninos-bomba, degolas com adagas e espadas, barbárie, pelotões de fuzilamento em massa, com balaços na nuca, desfile de vítimas em gaiolas, terrorismo, atentados, violências e hordas de refugiados de estados semidestruídos. Tudo isso e isso tudo muito longe do Ceará e do Brasil. Acho que está bem próximo de todos nós muito mais do que supõe a vil imaginação dos idiotas e a insidiosa omissão dos cretinos. O Califado está se instalando aqui em marcha batida, no vácuo da anomia, apatia, desmobilização, letargia social, econômica e política. Vejam os sinais da presença do Califado: 1) Quadrilhas de organizações criminosas (em que os fins justificam os meios) operando por controle remoto, de prisões, ongs e fundações, com armas de grosso calibre e, até antiaéreas, privativas das forças armadas; 2) controle pelo narcotráfico e milícias da venda de gás e água em favelas, condomínios, bairros, cortiços, viadutos, casas de latas, etc da tv a cabo, a gato net, nas mesmas localidades; dos camelódromos, roubautos, mercados dos rolos, ou populares, dos milhões de camelôs e muambeiros de produtos chineses, de vans, kombis, lotações, peruas, camionetes, ônibus piratas, legais ou ilegais; 3) fechamento de escolas e comércio, quando a polícia estoura bocas de fumo, mata narcotraficantes, milicianos, assaltantes e bandidos, em confrontos com balas perdidas a torto e a direito; fechamento de ruas, avenidas e morros, quando há mortos; cobrança de pedágios em rodovias e vias de acesso aos santuários do narcotráfico e das milícias; 4) explosões de bancos, carros fortes, lotéricas, caixas eletrônicos, mercados, joalherias, assaltos, sequestros, apesar de aparato de segurança, câmeras, serviço secreto e o escambau; em cidades, inclusive do interior, com reféns humanos geralmente mulheres grávidas, crianças e idosos, amarrados em cima de capôs de carros na fuga com o tesouro; 5) queima de ônibus e pneus velhos nas rodovias em manifestações”espontâneas” por minorias sem teto, sem terra, com

bolsa, sem trabalho, sem cartões corporativos, financiadas pelo governo, quebra constante de vidros e invasões de edifícios públicos por movimentos sociais; com colchões, tendas, caixas de papelão, marmitas e sanduíches de “mortandela”; 6) encenações da polícia-cidadã (!), da polícia pacificadora, que mata negros, e em que morrem policiais, todos jovens e pobres, filhos das periferias; 7) arrastões nas praias, shoppings, ruas, avenidas, alamedas, ônibus, metrôs, trens, supermercados, estádios; 8) difusão de novelas em que vilões, canalhas, pulhas, patifes, proxenetas, cornos, mordomos, ladrões, homos e putas são os heróis dos novos tempos; 9) brigas de torcidas organizadas pelos clubes, com barras de ferro, paus, cadeiras, bombas de gás e “spray de pimenta”; 10) cracolândia em todas as grandes cidades, sob a proteção do Estado, como se fossem valas comuns para seres vivos em veloz degenerescência. 11) rebeliões nos presídios, com queima de colchões, guardas e reféns sendo atirados pela janela e teto, com arsenal de armas pesadas e artesanais, tribunal e código penal próprios, smartphone, iphone, android,wifi, roteador, gps, tablets, ipad, iped, ipod, ipud, instagram e whats app; 12) grandes corruptos, com dedo ou sem, língua presa ou não, condenando a corrupção e fingindo de mortos, depois de vultosos assaltos aos cofres públicos, na ECT, BB, Caixa, Petrobras, Eletrobras, BNDES, e lá fora nos paraísos fiscais; 13) pedaladas fiscais à revelia das leis; em todos os níveis públicos; 14) sucateamento da saúde, educação, transportes, comunicações, segurança enquanto financiam laranjas, o caixa 2, o crime organizado, os colarinhos branco, movimentos sociais de vagabundos, e uma rede de lavanderias; 15) velhinhos do INSS que até 2003 não se endividavam, foram condenados com o consignado a se endividar até a tampa; 16) distribuição de bolsa família para financiar a compra

Linhares Filho lançou “Itinerário Quarenta e Cinco anos de Poesia” reunindo sua obra José Linhares Filho (Lavras da Mangabeira) , o atual Príncipe dos Poetas Cearenses, acaba de lançar “Itinerário, Quarenta e Cinco anos de Poesia” em comemoração das Bodas de Ouro com sua mulher Mariazinha (1965-2015), dos 120 anos da Academia Cearense de Letras, mais antiga do que a Academia Brasileira, aos centenários do continia Moreira Campos e do poeta Antônio Girão Barroso (1914-2014), à memoria de Aretur Eduardo Benevides, Príncipe dos Poetas Cearenses, ao poeta Ivan Junqueira, ao ficcionista Nildo Maciel e aos professores Francisco de Assis Garcia e Maury Amâncio de Oliveira.. Em 1968, ele lançou Itinerário 30 anos de Poesia; No livro, Linhares Filho insere seus livros anteriores Sumos do Tempo (1968). Voz das Coisas (1979) rutos da Noite de Trégua (1983), Tempo de Colheita (1987) Andanças e Marinhagens (1993) Rebuscas e Reencontros (1996) Novos Poemas (1998), Cantos de Busca e Ancoragem (2007), No Liminar do Inverno (2010), Junto à Lareira Invisível (2013) e Novos Poemas (2014). Ele mesmo assinala: e ainda se publica nesta edição, além dos três prefácios, o de Braga Montenegro, o de Sânzio Azevedo e o de Dimas Macedo, saídos, respectivamente, nas primeiras edições de três livros, uma seleção de outros trabalhos críticos assinados por Otacílio Coilares, Artur

Ceará em Brasília

Eduardo Benevides, Francisco Carvalho, Almeida |Fischer, Sânzio de Azevedo, Ítalo Gurgel, Carlos Augusto Viana, e antes vindos à luz noutros veículos. Divulga-se outrossim, pela primeira vez em livro, poema de Márcio Catunda, a mim dedicado, que se vem juntar a outros que me ofereceram Horácio Dpidimom Artur Eduardo Benevidesz, Francisco Carlaho e Carlos Augusto Viana, e que foram antes publicados” No final, depoimentos dos que saudaram Linhares Filho: Carlos Drummond de Andrade. Moreira Campos Artur Eduardo Benevides, Antonio Girçao Barroso, Pedro Nava, Edigar de Alencar, Albino de Matos, Josué Montello, Abguar Renault, Arnaldo Saraiva, Luis Amaro, José Alcides Pinto, Caetano Ximenes Aragão, Gilberto Mendonça Teles, Ivan Junqueira, Ledo Ivo, José Augusto Cardoso Bernardes, Iranildo Sampaio, Caio Porfírio Carneiro, Edmilson Caminha, Nilto Maciel, Jorge Tufic, Hildeberto Barbosa Ffilho, José Alves Fernandes, Ângela Gutierrez, Adriano Espindola, Ícaro de Sousa Moeira, Pedro Lyra, José Valdivino Parsifal Barroso, Ciro Colares, Cleonice Berardinelli, Anderson Braga Horta, Paulo Pereira, Antonio Martins de Araújo, Pedro Paulo Montenegro,Sânzio de Azevedo, Aila Sampaio, Giselda Medeiros, Dias da Silva, pe. Neri Feitosa, Noemi Elisa Aderaldo.

de roupas, motos, bicicletas, relógios de marca; 17) festas “raves” nos sítios das grandes cidades, em que rola todo tipo de bebida, de droga, de sexo, de putaria e fuleiragem; 18) carnaval fora de época, com farta distribuição e consumo de todo tipo de drogas; 19) pancadões de som de “pops” rapeiros, funkeiros, roqueiros, com palavrões, orgias, gritos e alaridos, exibição de armamentos reluzentes, mulheres seminuas e garotões pichados; 20) desobediência civil generalizada, com negação de valores, princípios, ética, religião e maximização do nilismo, do inclussismo e do hedonismo; 21) decretação da morte da família de homem e mulher, fim dos valores cristãos, dos direitos humanos universais, de respeito e dignidade do indivíduo; 22) banalização da vida humana, com esquartejamentos, fuzilamentos, mutilações, execuções sumárias; bem como da razão de viver, de padrões de honestidade, de mérito, de referência, de dignidade, de caráter, tudo substituído pela imundície, mediocridade e vilania; 23) mortes às classes dominantes estruturadas e substituição por emergentes cúmplices de todas as bandalhas permissivas regradas pelo Califado. Creio que o astuto leitor identificou que todos esses sinais estão cada vez mais nas nossas barbas, presentes na multimídia dos jornais, revistas, tevês, rádios, sites, blogs, blogueiros, mídias sociais, etc. Todos nós, por omissão, somos coniventes com o que está acontecendo. Não sei se viverei para ver uma violenta reação ao Califado ou sua instalação definitiva neste jardim deste lado do Atlântico. Brasília tem tudo para ser a capital do Califado. Os sunitas são os corruptos do Executivo, os xiitas os narcotraficantes, os curdos os milicianos .Com eles, os surdos do Congresso e os mudos do Judiciário. Há dois califas presos em segurança máxima e um solto pela aí dando as cartas aos súditos... (*) JB Serra e Gurgel (Acopiara), jornalista e escritor.

Comenda do Reino da Bélgica para Pedro Jorge de Castro Por sugestão do Ministro belga das Relações Exteriores, Sua Majestade o Rei Philippe decidiu outorgar ao Professor Doutor Pedro Jorge de Castro (Aurora), cineasta e professor aposentado de Cinema da UNB, a Condecoração de Chevalier de L’Odre de la Couronne. Este ato é um reconhecimento das mais altas autoridades belgas do papel importante que tem desempenhado para o fortalecimento das relações entre a Bélgica e o Brasil. O embaixador do Reino da Bélgica em Brasília, Josef Smets é um atendo observador da vida cultural e cientifica. Pedro Jorge realiza importantes projetos sobre a Missão Cruls. Recompôs em 2003 a equipe da Missão Cruls com cientistas e pesquisadores e refez a trajetória de 1892 do Rio de Janeiro à Brasília em 17 dias apresentando palestras e uma bela exposição. Levou a exposição de Porto Alegre a São Luiz do Maranhão. Construiu a réplica do observatório SW, propôs o estudo da Missão Cruls como matéria obrigatória nas escolas do DF. Editou a serie de livros Ciências na Missão Cruls. Criou o Centro Cultural de Ciências da Natureza Luiz Cruls. Vem ai o documentário Luiz Cruls, O Cientista da Republica. Pedro Jorge de Castro também autor do documentário sobre os 50 anos da Casa do Ceará, incluído do Projeto que foi financiado pelo grupo cearense M. Dias Branco.

acesse o site: www.brasilia50anosdeceara.com.br

9

Outubro/15


acesse o site: www.casadoceara.org.br

P Esprojeto eci s ais

MOMENTOS MARCANTES NA VIDA DO COMENDADOR DR. ALBERY MARIANO Troféus recebidos pelo comendador dr. Francisco albery mariano 01) 10.01.60 – “Mala de couro cru” – (nordeste) do candando lutador – DF; 02) 10.01.60 - “Candango andarilho’ – (8 km a pé – aeroporto à cidade livre-concedido: proc. Paulo arvônio – INSS – BR. DF; 03) 30.08.85 – “Placa de diretor TER_-DF” pry.34, Conc. Fco. Alvres – DF; 04) 01.12.2000 – “Fotolito mãe rainha” , entronização da imagem ceeb – ou – padre Antônio Maria, brasília – DF 05) 01.12.2001 – “Reportagem especial” (o pioneiro lutador) Foto-mala-DF; 06) 24-04-2008 – “Quadro benfeitor” (Casarão dos Gonzaga) Caldas NovasGO; 07) 27.11.2009 – “Placa metral” (cidadão honorífico de caldas Novas-GO); 08) 16.02.10-“Souvenir” (aqui mora um tricolor feliz), cent. C: Novas-GO; 09) 22.02.2010 – “Timão (leme de bronze) – Montevidéu – Uruguai; 10) 26.02.10 - “Medalhão” ( sagrada família) – Barcelona Espanha; 11) 26.02.10 – “Placar” (mesa do presidente da alacan) gestão 2010/2012; 12) 31.01.11 – “Parceiro e amigo daeducação” (colégio educador) c. Novas 13) 31.01.11- “Agradecimento” ( autores do hino) colégio educador; 14) 03.02.11 – “ Colaborador emérito” (amigos da educação, col. Educador; 15) 27.04.11 “Miniatura igreja n.S. De Fatima” leiria – Portugal; 16) 30.04.11 “ Parceiro escritor” (centenário de caldas novas); 17) 02.05.11 “Menorah” ( símbolo de Jerusalém) - israel – pe; Francisco; 18) 04.05.11 “Homenagem a quem faz” (pioneiro escritor) , vasco promoções 19) 06.05.11 – “ Medalhão” (mosteiro Stella Maris) – israel; 20) 15.06.11 - Quadro certificado” (escritor pioneiro de goias); 21) 24.06.11 – “Quadro papiros” (pedido de casamento), Cairo – Egito; 22) 30.06.11 “Troféu enoc” (pioneiro escritor 0 100 anos de caldas novas; 23) 12.07.11 “Quadro bandeira e ipê” (selo de caldas novas) ; 100 anos 24) 01.09.11 – “Melhores do ano 2011” ( personalidade cultura e paraninfo) 25) 09.09.11- “ Melhores do ano 2011” ( personalidade destaque cultural. 26) 02.09.11 –“ Placar” (brasão da abrach) são Paulo; 27) 01.10.11 – “ Sc destaque” ( personalidade jurídica) patos de minas - MG; 28) 06.10.11 – “Prêmio qualidade Brasil” ( personalidade – convidade-quatro

Outubro/15

10

barras- Paraná; 29) 21.10.11 – “Sela comemorativo” (Cidadão Caldas Novense), centenário; 30) 28.10.11 – “Eduardo Bittencourt” ( o jovem imortal) – criado e patrocinado pelo presidente da Alacan – Caldas Novas – GO; 31) 10.11.11 – “Troféu pequi” ( os melhores do ano 2011, escritor destaque de Goiás) vascos promoções – Goiânia ; 32) 10.11.11- “Troféu acrílico” (escritores da letra do hino – colégio educador – Caldas Novas – GO; 33) 13.12.11 – “Troféu ceja”(centro de jovem e adulto), como paraninfo, Caldas Novas – GO; 34) 22.12.11 – “Troféu colaborador” (paraninfo), colégio filóstro machado carneiro – turno noturno , Caldas Novas – GO; 35) 08.03.12 – “Troféu expoente” (sempre é tempo de gratidão), vasco promoções- Goiânia – GO; 36) 08.03.12 – “Troféu amigos parceiros de 2012” – vasco promoções - Goiânia –GO; 34 anos, escritor cultural; 37) 16.03.12 - “Troféu grande mulher” (r&m), concedido a professora Cleuza, esposa do dr. Albery- vasco promoções ‘Goiânia GO. 38) 16.03.12 – “ Troféu cidadão caldas novense”, professora Cleuza, esposa do dr. Albery – concedido pela câmara municipal de Caldas Novas; 39) 21.03.12 “Troféu mulher 2013” (dia internacional da mulher – paraninfo dr. Albery – vasco promoções – Goiânia –GO. 40) 23.03.12 – “ Troféu quadro” (reconhecimento cultural) – fundação Adolfo mariano – Goiânia – GO; 41) 23.03.12 – “ Troféu quatro” ( parceiro cultural), associação dos moradores de Caldas Novas – GO; 42) 23.03.12 – ‘Troféu latão” ( escudo da alacan), doação do presidente caldas novas – GO; 43) 07.08.12 – “Troféu persona ano 2012” (realizado por Ivone Silva - Goiânia –GO. 44) 10.08.13 – “ Troféu quadro” os destaques de caldas novas), 102 anos, parceria com dr. Albery – vascos promoções – GO; 45) 22.09.12 – Troféu sc destaque 2.013” (Escritor dr. Albery, Sandra de Castro – Patos de Minas - MG; 46) 28.09.12 – Troféu melhores do ano 2.012” (Destaque como paraninfo), lançamento do livro caldas novas 100 anos – Cícero Campos; 47) 28.09.12 – “Troféu quadro” (imagem nossa senhora de Fátima), doação casal dr. Albery e professora Cleuza –

Caldas Novas - GO; 48) 28.09.12 – “ Troféu melhore do ano 2012” (paraninfo; poeta cearense) concedido pelo colunista Cícero campos – Caldas Novas – GO; 49) 29.11.12 – “ Troféu persona xxi – edição 2012” (escritor dr. Albery), promotora de eventos – Ivone Silva – Goiânia – GO; 50) 21.03.13 – “Troféu mulher do ano 2013” – escritor paraninfo dr. Albery, vasco promoções – Goiânia – GO; 51) 21.03.13 – “ Troféu mulher ano 2013” – (elas em perfomance), professora Cleuza – revista performance – Goiânia – GO. 52) 01.05.13 – “Troféu arara” paraninfo escritor dr. Albery – vasco promoções – os melhores de Araguari – Minas Gerais; 53) 27.06.13 – “Troféu destaque 2013” (comendador dr. Albery) , vasco promoções – Goiânia – GO; 54) 27.06.13 – “Troféu cert.” ( E novicias e classificados), 20 Anos – paraninfo: escritor dr. Albery e professora Cleuza – Caldas Novas-GO; 55) 07.08.13 – “Troféu persona ano 2013” (comendador e escritor dr. Albery mariano – realização por inove silva – Goiânia-GO; 56) 10.08.13 – “Troféu cerrado” (parceria dr. Albery), os destaques de caldas novas- vasco promoções – Goiânia - GO. 57) 20.09.13 – “Troféu os melhores do ano 2013 estão aqui “ (destaque casal cultural – realização; cícero campos – Caldas Novas – GO. 58)05.10.13 – Troféu você é destaque 2013” escritor dr. Albery, idealizado por Sandra de castro e Wellis martes – Patos – MG;

acesse o site: www.facebook.com/casadoceara

59) 22.11.13 – “Troféu aluno de sucesso” comemorações alusivas aos 168 anos do colégio estadual do liceu do ceará – direção; 60) “Troféu mulher – ano 2014” – paraninfo: escritor e poeta dr. Albery mariano – vasco promoções – Goiânia – GO; 61) 07.03.14 – “Troféu mulher – ano 2014” ( elas em performance) prof. Cleuza mariano – vasco promoções – Goiânia – GO 62) 25.03.14 – “Troféu os melhores de caldas novas” (escritor: dr. Albery, vasco promoções-Goiânia-GO; 63) 07.04.14 – “Troféu persona – ano 2014” “casal cultural” dr. Albery e professora Cleuza mariano – Ivone silva – Patos de Minas – MG. 64) 10.05.14 – “Troféu carro de boi” ( os destaques trindadenses), patrocinados: escritor e poeta, comendador dr. Albery –vasco; 65) 12.09.14 – “Troféu melhores do ano 2014” (casal destaque de caldas novas, GO, promotor: cícero campos; 66) 03.10.14 – “ Troféu SC destaque nacional: ano 2014” (casal cultural: dr. Albery mariano e professora Cleuza mariano – promotor Wellis Martins; 67) 13.11.14 – “Troféu quadro” (parceiro solidário – ano 2014 – (associação santanense – promoção social –coord. J batista - CE; 68) 15.11.14 – Troféu “talentos notáveis – 10ª edição” (escritor homenageado : dr. Albery –colégio santanense – ceará; 69) 15.11.14 – “Troféu dom quixote” (talentos notáveis), concedido pelo escultor: José valemar de oliveira – santana do Acaraú – CE;

Ceará em Brasília


MDB_JornaldoCeará.pdf

1

13/02/15

16:59

acesse o site: www.casadoceara50anos.com.br

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Ceará em Brasília

acesse o site: www.brasilia50anosdeceara.com.br

11

Outubro/15


acesse o site: www.casadoceara.org.br

Leituras V Poema de Fim de Semana: Escola de Flores

Foto de Chico Sant’Anna

Poema de Luiz Martins da Silva (*) Nada contra, mas vivo Numa cidade de escalas E flores civilizadas. Envergonha-me não sabê-las E conversar com temores De serem bravas ou travos Sem apelidos populares. Intimidades, sim, Mas, conivências botânicas, Currículo de paisagistas. Mesmo assim, me apresento Reverencio seus santos De nomes ocultos e cantos, Tantos sãos os seus hóspedes. Oração da árvore desconhecida. Outro dia, vi numa fachada: “Igreja do Caminho das Árvores”. Para quem sobrevive no asfalto! Sombra e algum sobressalto Face a fragrâncias e roupagens. Em se plantando tudo deu. Desde quem da Índia veio, China, Malásia, Molucas, Cravo, canela, espatódea… Terra de todos os verdes: Brasil, vegetal Brasília. (*) Luiz Martins da Silva

Leituras VI Obscurantismo Marcio Catunda (*) O tempo é de obscurantismo e o eclipse mexeu com muitas cabeças. Tem gente dando cambalhota e dizendo que é Napoleão ou Xica da Silva. Há sórdidas guerras psicológicas e espectrais violões de malévolas intenções. Espíritos mórbidos uivam. Pululam insídias de sobressalto. Tem urubu na linha e bufão vestido de besta do Apocalipse. Histriões, que atacam em trincheiras egolatrinas. Mas a aroeira já engrossa o cipó e o azorrague açoiará esses miasmas fantasmagóricos. Dâmocles amola o gume do gládio. As surpresas não tardam e as profecias não falham. (*) Márcio Catunda (Fortaleza) poeta e diplomata

Outubro/15

12

Fazenda cearense de 10 mil hectares será comprada para reforma agrária, diz deputado Em comitiva de autoridades cearenses liderada pelo governador Camilo Santana (PT), o deputado estadual Moisés Braz (PT) participou em 21.10, de reunião com o ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias. A audiência teve como pauta a compra da Fazenda Uruanan, localizada nos municípios de Chorozinho, Ocara, Aracoiaba e Cascavel. São 10,341 mil hectares que devem ser adquiridos através de recursos do Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF). Na reunião ficou acertado que o ministro vai enviar ao Ceará o secretário de Reordenamento Agrário do ministério, Adhemar Lopes de Almeida. Adhemar vem com a missão de fechar todas as

pendências para que a compra da Fazenda seja efetivada. A aquisição da propriedade beneficiará 900 famílias acampadas que há dez anos reivindicam a posse da terra. Participaram da reunião o secretário de Desenvolvimento Agrário do Estado, Dedé Teixeira, o deputado federal e líder do Governo, José Guimarães, o secretário de Políticas Sociais da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), José Wilson Gonçalves, o presidente da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares no Estado do Ceará (Fetraece), Luiz Carlos Ribeiro, e ainda representantes do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), do Instituto do Desenvolvimento Agrário do Ceará (Idace) e das famílias de acampados da Fazenda Uruanan.

Juiz Martônio Vasconcelos eleito Desembargador do TJCE “O juiz Francisco Martônio Pontes de Vasconcelos, titular da 3ª Vara da Fazenda Pública de Fortaleza, foi escolhido, para o cargo de desembargador do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE). A escolha do magistrado, pelo critério de antiguidade, ocorreu durante sessão conduzida pela desembargadora Iracema Vale, chefe do Judiciário cearense. Ele ocupará a vaga decorrente da aposentadoria do desembargador Francisco Sales Neto, ocorrida no dia 31.08. O ato de posse foi em 12.11, no Palácio da Justiça. O desembargador Carlos Alberto Mendes Forte, da 5ª Câmara Cível, fará o discurso de saudação ao novo membro da Corte. Martônio será efetivado como integrante da 2ª Câmara Criminal, pois atualmente já atua como juiz convocado do referido órgão colegiado. A turma é composta pelos desembargadores Haroldo Máximo (presidente), Francisca Adelineide Viana e Francisco

Gomes de Moura. Perfil Francisco Martônio Pontes de Vasconcelos, natural de Sobral, nasceu em 5 de dezembro de 1957. Filho de Francisco Bezerra de Vasconcelos e Adalgisa Linhares de Vasconcelos, é casado com Egídia Maria Chagas de Vasconcelos. Ingressou na magistratura em 29 de junho de 1984 como juiz substituto da Comarca de Jaguaruana. No Interior, trabalhou nas comarcas de Itapajé e Sobral. Foi promovido, pelo critério de antiguidade, para 3ª Vara da Fazenda Pública de Fortaleza, assumindo em 5 de setembro de 1994. Na Capital, foi titular e respondeu por várias Varas da Fazenda Pública. Também foi juiz auxiliar da Diretoria do Fórum Clóvis Beviláqua, e coordenador das Varas da Fazenda Pública e de Execuções Fiscais e Crimes contra a Ordem Tributária. Além disso, atuou ainda por várias vezes como juiz convocada na Corte.”

MPF/CE recomenda que 45 municípios divulguem lista de beneficiários do Bolsa Família

O Ministério Público Federal no Ceará (MPF/CE) quer que os 45 municípios cearenses da área de abrangência da Procuradoria da República no Município de Juazeiro do Norte divulguem a lista de beneficiários do programa Bolsa Família para que seja feito o controle social do mecanismo de distribuição de renda. A recomendação, assinada pelo procurador da República Rafael Ribeiro Rayol, orienta que as prefeituras fixem as listas de beneficiários do programa em locais públicos e de fácil acesso, inclusive com divulgação pela internet. A recomendação foi enviava pelo MPF após ter sido instaurado procedimento que indicou a necessidade da implementação do controle social e da transparência na execução do programa nos municípios,

acesse o site: www.facebook.com/casadoceara

como forma de verificação dos critérios de acesso à renda básica estabelecidos no Bolsa Família. No documento, Rafael Rayol ainda cita a lei instituidora do Programa Bolsa Família, que estabelece a responsabilização civil, penal e administrativa da autoridade responsável pela organização e manutenção do cadastramento que inserir dados ou informações falsas ou diversas das que deveriam ser inscritas, com o fim de alterar a verdade sobre os fatos, ou contribuir para a entrega do benefício à pessoa diversa do beneficiário final. Recomendações - As recomendações são um dos tipos de instrumentos de atuação utilizados pelo Ministério Público. Elas são enviadas a órgãos públicos para que eles cumpram determinados dispositivos constitucionais ou legais.

Ceará em Brasília


acesse o site: www.casadoceara50anos.com.br

OS “Concurseiros” e Crise e as Oportunidades

João Soares Neto (*)

Recebo e-mail de jovem que se preparava para concursos havia dois anos. Ele se diz aflito, pois aplicou tudo o que a família possuía com o pagamento de mensalidades de um cursinho caro que frequentava com atenção. Formara um grupo de colegas e varavam noites estudando, revendo provas de concursos anteriores, vendo os “bizus” que surgiam. E agora? O desalento que demonstra é reflexo do momento. Momentos passam. Essa crise tão divulgada, tão discutida e não encaminhada para uma pronta solução, pode causar transtornos a milhares de jovens, Brasil afora, que se aprestavam para a realização de concursos em todos os níveis de governo. Os concursos voltarão, fique certo. Há funcionários públicos que atingem a idade ou o tempo de aposentadoria. As vagas precisam ser preenchidas e os terceirizados não têm a capacitação exigida para muitos cargos. É questão de tempo e paciência. Entretanto, não se deixe desesperar nos primeiros embates que a vida impõe. O Brasil é campeão de crises. Todas, mais dia, menos dia, acabam. As estruturas de gestão vão precisar, agora mais do que nunca, de pessoas como você que estudou e aprende para se tornar apto a realizar tarefas no serviço público, quando houver novos concursos e se for aprovado. Por outro lado, há muitas outras oportunidades além da “vida segura” que a estabilidade de um emprego público confere. As empresas sobreviventes, afora aquelas que têm acesso a crédito fácil de bancos oficiais e são contratadas para serviço a órgãos públicos, podem ser um caminho. É claro que as empresas privadas não vão poder pagar, inicialmente, os valores que o governo oferece, mas se você se mostrar ativo, capaz de executar as tarefas que lhe forem delegadas e se enquadrar na filosofia própria de cada uma delas, o caminho poderá não ser tão árduo. Dependerá não da sua subserviência ou jeitinho, mas do seu desempenho. Você já ouviu contar histórias de pessoas que montam o próprio negócio? Essa é outra alternativa, mesmo que o dinheiro seja curto. Procure saber de suas habilidades, dos seus conhecimentos e, principalmente, leia jornais, revistas, livros, frequente palestras e mude o seu olhar. Descubra oportunidades. Encarar a vida privada não é fácil. Não há férias, os lucros são baixos, há impostos a pagar e você precisar tomar decisões em funções das ondas que o mercado dá, tal como as marés. Repito, haverá impostos a pagar, mesmo que opte pela empresa simples. Já ouviu falar em empreendedorismo? Leia sobre isso. Pesquise o que falta na região em que mora ou na cidade em que vive. Para ser empreendedor é preciso entender as práticas da atividade. Se for familiarizado com a informática, melhor ainda. Há muita ideia nova surgindo. Uma recomendação que faço: não imite, tente fazer o novo, descubra o que falta e veja se a ideia bate com o seu sonho. Sem sonhar e idealizar a vida perde o sentido, Converse com a sua família, troque ideias com amigos, procure alguém mais velho que seja da área que o atrai, frequente cursos breves, vá a palestras, leia livros e se debruce sobre a internet. Estabeleça um pequeno projeto e vá analisando ponto por ponto. Visite parques tecnológicos de universidades, descubra o que é inovação e não esmoreça. As oportunidades existem, elas dependem de gente com capacidade, habilidade e tenacidade. Há assessorias e materiais de leitura em órgãos com o Sesi, Sebrae, Senac, CDL e tantos outros. Fuja de gente que acha tudo difícil. Arme-se de vontade e vá em frente. Sendo jovem, principalmente. (*) João Soares Neto (Fortaleza) empresário e escritor membro a Academia Cearense de Letras.

Ceará em Brasília

Ceará e São Paulo lideram a Escala Brasil Transparente de acordo com a CGU A Escala Brasil Transparente (EBT) é uma metodologia para medir a transparência pública em estados e municípios brasileiros. A EBT foi desenvolvida para fornecer os subsídios necessários à Controladoria-Geral da União (CGU) para o exercício das competências que lhe atribuem os artigos 59 da Lei Complementar nº 101/2000 e 41(I) da Lei nº 12.527/2011, assim como os artigos 68 (II) do Decreto nº 7.724/2012 e 18 (III), do Decreto nº 8.109/2013. A EBT é um indicador que tem o objetivo de avaliar o grau de cumprimento de dispositivos da Lei de Acesso à Informação (LAI). Sua versão 1.0 concentra-se na transparência passiva, sendo essa vertente escolhida pela ausência de métricas de avaliação que contemplem essa nova obrigação advinda da Lei nº 12.527/2011. O diferencial da métrica adotada pela CGU é a abordagem de verificação de efetividade da LAI, pois foram feitas solicitações reais de acesso à informação sobre diversas áreas de governo. A CGU pretende, com a EBT, aprofundar o monitoramento da transparência pública e gerar um produto que possibilite o acompanhamento das ações empreendidas por estados e municípios no tocante ao direito de acesso à informação.

Comitiva cearense faz visita a Israel para ver dessalinização O deputado Moisés Braz diz que parlamentares, gestores e empresários foram a Israel conhecer como é feita a eficiente gestão de água do País Deputados e secretários de Estado cearenses estiveram em Israel, onde puderam acompanhar de perto projetos de inovação voltados para amenizar a escassez de água. A partir da visita, o Governo do Ceará, de acordo com um dos integrantes da comitiva, estuda aquisição de equipamentos utilizados naquele país, que têm garantido a convivência no clima desértico. “A visita que fizemos nos proporcionou conhecer de perto inovações em projetos hídricos, incluindo pesquisa e desenvolvimento, além de empresas detentoras de tecnologias de ponta relacionadas ao uso e reúso de água”, relatou o deputado estadual Moisés Braz. Em pronunciamento feito no plenário da Assembleia Legislativa, ontem, há interesse por parte do governador Camilo Santana de comprar inicialmente três dessalinizadores móveis capazes de transformar, em 20 minutos, água do mar ou de poços profundos imprópria para o consumo humano em água potável. “Fomos a uma empresa que fabrica dessalinizadores que você atrela a qualquer carro e o transporta de acordo com a necessidade”, destacou o petista. Moisés disse que, se o Governo do Estado, de fato, adquirir os equipamentos, vai garantir água potável para comunidades mais distantes. “Ele (o equipamento) pode ficar um tempo em um local e depois seguir para outra comunidade”, opinou. Moisés Braz informou aos parlamentares que existe interesse por parte de empresas israelenses de firmar parcerias com o Governo do Estado. “Boa parte da água que sai dos poços profundos no Interior é salobra, mas há interesse de empresas de Israel em implantar experiências aqui no Ceará que possam resolver esse problema”, ressaltou. O parlamentar salientou ainda que no país visitado pela comitiva cearense, a água é encontrada há 1.500 metros de

profundidade. No Brasil, por sua vez, o deputado alertou ser possível encontrar água em até 100 metros. Economia Moisés Braz afirmou que, por ser tão difícil o acesso à água, os israelenses economizam o máximo e se especializaram em técnicas das mais simples às que envolvem tecnologias de alto custo. “É um país totalmente deserto, mas que tem uma produção no campo da agricultura bastante significativa, com uma tecnologia de irrigação considerada como a mais avançada do mundo, onde não se vê água desperdiçada, porque existe um eficiente sistema de reutilização dessa água”, enfatizou o deputado. Ele relatou que a água captada dos poços ou que passaram por sistemas de reúso, quando não é utilizada na irrigação, é injetada de volta ao solo e resgatada posteriormente. “Isso garante que na hora em que eles precisarem o líquido estará guardada, não vai evaporar”, justificou o parlamentar. O petista adiantou que o próximo passo é a aquisição de sistemas pelo Estado. “Estivemos no cérebro da tecnologia e o governador Camilo Santana agora precisa nos chamar para repassarmos a experiência e apontarmos sugestões” sobre como aplicarmos os conhecimentos daqueles povos, alegou. Experiências O deputado Dr. Santana, do PT, avaliou que a experiência da equipe que viajou pode ser agregada ao trabalho que hoje é feito pelos órgãos de recursos hídricos do Ceará. “É importante que o Governo do Estado escute as boas experiências de onde quer que elas venham para que possam ser replicadas no que for bom para o Ceará”, pontuou. Participaram da viagem oficial para conhecer os avanços da tecnologia de melhor aproveitamento da água em Israel, além de Moisés Braz, o deputado estadual Odilon Aguiar (Pros), o secretário do Desenvolvimento Agrário do Ceará, Dedé Teixeira, o presidente da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce), Antônio Amorim, e também empresários cearenses.

acesse o site: www.brasilia50anosdeceara.com.br

13

( Foto: José Leomar )

Leituras VII

Outubro/15


acesse o site: www.casadoceara.org.br

Leituras VIII

O problema do Nordeste é social, mais do que econômico Cássio Borges (*) Existe uma enorme e abismal diferença da forma de atuação da CODEVASF, de um lado, e do DNOCS do outro lado. A primeira entidade exerce as suas atividades no Vale do Rio São Francisco, um rio perene, sem limitações de água, a outra utiliza as escassas águas acumuladas nos açudes por ele construídos ao longo de sua existência. Mas não poderia deixar, ainda, de mencionar outra grande diferença existente especialmente na irrigação que se pratica na CODEVASF e no DNOCS: A própria grandeza e a homogeneidade das áreas em que aquela Companhia opera, desperta o interesse de grandes empresas e dos complexos agroindustriais, mas, infelizmente, alija a mão de obra rural constituída, em sua grande maioria de indivíduos, sem ocupação definida, que se vê obrigada a migrar para ocupar as periferias das grandes cidades. Já no caso dos projetos do DNOCS, enseja resultados sociais mais positivos, maior número de indivíduos com acesso à terra, maior oferta de mão de obra, indução ao incremento de pequeno comércio, da pequena indústria, de atividades na área de serviços etc. etc. Em suma, maior número de habitantes permanecendo no meio rural, com maiores possibilidades de ali se radicar e se desenvolver. Enfim, estes são os meios e o modo de atuar do DNOCS, a meu ver absolutamente condizente em face da situação de pobreza e carência da população na região onde ele atua. O que seria, por exemplo, o Ceará de hoje, com a seca que castiga toda a região nordestina, se não fossem os seus perímetros de irrigação? Se não fossem os seus 62 açudes, que acumulam cerca de 85% do volume total armazenado no Estado do Ceará e propiciam cerca de 2.500 quilômetros de rios artificialmente perenizados, além do desenvolvimento da pesca e da piscicultura? Porque, então, a CODEVASF foi indicada para ser a operadora do Projeto de Integração do Rio São Francisco-PISF que, reconhecidamente, não tem as mesmas credenciais, experiência em rios intermitentes e estruturas físicas para realizar um trabalho da envergadura e eficiência que o DNOCS, há 106 anos, vem realizando em nossa Região? Na condição de especialista em recursos hídricos, que durante quase 40 anos foi responsável, em toda a região nordestina, por essa atividade, seja como Diretor Regional, seja como Diretor de Estudos e Projetos, ou de Chefe da Divisão de Hidrologia do DNOCS e, sobretudo como cidadão, não posso deixar de dar a minha convicta opinião naquilo que, no meu entendimento, contraria os interesses maiores de nossa Região. Por isso é que me dirijo à sociedade nordestina e brasileira para dizer que sou absolutamente contrário a soluções equivocadas como esta de transferi a operação do PISF para a CODEVASF sem uma análise profunda de suas consequências atuais e futuras. Cabe ao Governo Federal rever o Decreto nº 8.207, de 14/03/2014, que transfere para a CODEVASF a função de Operadora Federal do Sistema de Gestão do Projeto de Integração do Rio São Francisco-PIFS. Na oportunidade, pergunto: a quem interessa a extinção do DNOCS? (*) Cássio Borges é engenheiro civil especialista em recursos hídricos e barragens pela Escola Nacional de Engenharia e Pontifícia Universidade Católica-PUC, ambas do Rio de Janeiro.

Outubro/15

14

Vereador de Juazeiro do Norte envolvido no “escândalo das vassouras” deve permanecer afastado do cargo A 8ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) manteve o afastamento de Antônio Alves de Almeida do cargo de vereador do Município de Juazeiro do Norte (a 535 km de Fortaleza). Ele é acusado de praticar crimes contra a administração pública na época em que era presidente da Câmara Municipal. Para o relator do processo (nº 062545114.2015.8.06.0000), juiz convocado Antônio Pádua Silva, a permanência do acusado no “cargo traz sensível prejuízo à instrução processual, uma vez que a posição que ocupa no Poder Legislativo lhe dá acesso a documentos relevantes à elucidação da trama, pondo em risco a colheita isenta das provas”. Antônio Alves e outros vereadores são investigados pelo Ministério Público do Ceará (MP/CE) por atos de improbidade administrativa. No ano de 2013, eles compraram, ilegalmente, 4,2 mil vassouras, entre outros itens de limpeza, caso que ficou nacionalmente conhecido como “escândalo das vassouras”. O material seria supostamente usado para fazer a limpeza do prédio da Câmara de Juazeiro do Norte. Segundo o MP/CE, mesmo que o local funcionasse todos os dias, seriam necessários 12 anos para o consumo de todo o estoque, isso se cada vassoura fosse utilizada por um único dia.

Diante da gravidade dos fatos e da existência de risco à instrução processual, o órgão ministerial pediu o afastamento de Antônio Alves das funções. Em novembro de 2013, a Justiça de 1º Grau decretou o afastamento do político, bem como a quebra de sigilo bancário e a indisponibilidade do bens dele. Em julho deste ano, o juiz Djalma Sobreira Dantas Júnior, da 3ª Vara Cível de Juazeiro do Norte, determinou, a pedido do Ministério Público, a prorrogação da medida por mais 180 dias. “O afastamento do agente de suas funções objetiva garantir o bom andamento da instrução processual na apuração das irregularidades apontadas”, explicou o magistrado. Inconformado, Antônio Alves interpôs agravo de instrumento (nº 0625451-14.2015.8.06.0000) no TJCE, pleiteando a recondução ao cargo. Alegou que o afastamento por tempo desarrazoado implica constrangimento ilegal e cassação indireta da função de vereador. Ao analisar o recurso na sessão dessa terça-feira (27/10), a 8ª Câmara Cível manteve a decisão de 1º Grau, acompanhando o voto do relator. “O Juízo primevo determinou a prorrogação do afastamento cautelar do agravante dada a contundente demonstração de que o recorrente porá em risco a instrução processual, notadamente diante da gravidade da situação posta na demanda”, destacou.

Ministério das Comunicações leva internet popular para interior do Ceará, começando por São Gonçalo do Amarante O ministro das Comunicações, André Figueiredo, inaugurou, em 13.11, a cidade digital de São Gonçalo do Amarante, no interior do Ceará. O município passou a contar com um anel de fibra óptica de 13 quilômetros que interliga os órgãos públicos e viabiliza pontos públicos e gratuitos à internet. A expansão do acesso aos 46 mil moradores foi viabilizada pelo Ministério das Comunicações (MC), que investiu R$ 374 mil. Com os 21 novos pontos de Wi-Fi e a conexão de 121 pontos de governo, São Gonçalo do Amarante está entre os nove municípios cearenses contemplados na primeira fase do Cidades Digitais. A segunda etapa incluiu mais 17 municípios do estado, tendo recursos previstos que ultrapassam R$ 16 milhões. Atualmente, existem 43 unidades em funcionamento em todas as regiões do país, com um investimento total de R$ 245 milhões. Durante a cerimônia promovida em uma escola municipal, o ministro disse que o programa garante a inclusão digital e o desenvolvimento da gestão pública: “A tecnologia permite o desenvolvimento profissional e a transformação social, além de estimular a mudança de paradigmas no Brasil”. “Garantimos a igualdade de oportunidade para todos também pela conectividade. Hoje, se o jovem desejar ser médico, ele consegue pelo acesso ao pleno conheci-

acesse o site: www.facebook.com/casadoceara

mento”, concluiu Figueiredo, que estava acompanhado do prefeito, Cláudio Pinho, do secretário estadual da Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Inácio Arruda, e de representantes dos poderes legislativo estadual e municipal. Sobre a infraestrutura no país, Figueiredo destacou que a prioridade do MC é universalizar a internet em todo o Brasil. “Nossa meta é chegar a 70% dos municípios com fibra óptica, o que representará 90% da população”, afirmou, ao conhecer o Núcleo de Tecnologia e Informação para Desenvolvimento Humano Sustentável (NUTEDS), que é instalado em uma carreta e reúne mais de 20 computadores. Segundo o ministro, a presidente Dilma Rousseff já aprovou a implantação, nos próximos projetos do Minha Casa, Minha Vida, de fibra óptica pelos condomínios populares. “Assim, vamos ampliar o contato da população brasileira com novas tecnologias e, assim, estimular o desenvolvimento social”, destacou. O prefeito Cláudio Pinho lembrou que os investimentos em tecnologia estão chegando efetivamente aos cidadãos pela parceria com o Governo Federal. “Mudamos a realidade dos jovens pelo conhecimento adquirido na rede mundial de computadores. Mesmo com a crise momentânea no país, seguimos avançando integrados”, garantiu.

Ceará em Brasília


acesse o site: www.casadoceara50anos.com.br

Leituras IX Ao contrário

Macário Batista (*) Deusmar Queiroz, é um trabalhador. O homem é rico, tem mais de mil pontos de farmácia no Brasil inteiro. Fez uma palestra na semana para estudantes de engenharia e empreendedores. E não reclamou de crise. Pelo contrário. Deusmar, que vem de baixo, estudou e escolheu vender remédio. Queria uma farmácia, mas a farmácia dele teria que ser diferente. Quer um exemplo? Os bancos, quando não estão de greve fecham 4 horas da tarde, a Farmácia Pague Menos continua agindo como banco. A perfumaria fecha as 6 da tarde. A farmácia do Deusmar continua vendendo perfume a noite inteira. Recebe contas e vende crédito de telefone. Mas não é disso que quero falar. Na palestra de Deusmar, a economia vem da base. Bote um dinheirinho na mão do pobre e ele vai ao mercadinho fazer um feirinha. O dono da feirinha vai ao fornecedor e o fornecedor à indústria. Isso gera dinheiro, faz rodar a economia. Mas no Brasil estamos vivendo a desconstrução do País. A serviço de quem não se tem ainda uma idéia firmada, mas há interesses na destruição dos emergentes. Enlouquecida a mídia alimenta essa espécie de desserviço à Nação promovendo a cizânia, alocando frases feitas e o mesmo discurso no Brasil inteiro. É como se houvesse um único pauteiro para todos os órgãos de imprensa, futucando a vida do menor, do classe média, porque o rico vai continuar rico e o dólar alto interessa a...Deusmar Queiroz todo ano inaugura mais de 80 farmácias no País. Vendendo tudo, enquanto “restaurantes fecham pro almoço”. Impressionou a fala do empresário que ainda não foi convidado da FIEC para fazer uma palestra por lá, ao invés de William Wack e Augusto Nardes. Até um dia até talvez, até quem sabe...Já disse um dia João Donato. A frase: “Não bula no meu rabo. Eu conheço o seu!”. A mais atual das frases brasileiras. Lei pra fazer Lei funcionar Se for verdade o que dizem que disse Charles De Gaulle, de que o Brasil não era um país sério, penso que, já no tempo de então, a coisa estava esculhambada. Outro dia, atarantado com o trânsito e doido pra encostar num estacionamento, vi a vaga e entrei. Foi quando notei que estava numa vaga pra deficientes. Ao lado tinha outra, pra véi e véia. Era a minha. Dei de ré,no carro, e botei na vaga certa. No que olhei, uma jovenzinha, muito jovenzinha e de bundinha arrebitada, estacionou na vaga com placa de cadeirante. Olhei pra ela com ar de reprovação e ganhei um cotoco com o maior de todos da mão esquerda da poposuda. Não revidei à mão, por lembrar da estória da Lei Maria da Penha e um pé-dovido naquela hora da manhã, de um idoso numa mulher, era cadeia na certa e linchamento público. Também porque não tinha nenhuma flor por perto. Pois bem. O que queria dizer era que ninguém respeita nada neste país de Mãe Preta e Pai João. Nem lei, nem ordem, nem nada. Talvez mão na cara dê uns certos sustos, mas não vai resolver nada. Você, por exemplo, tem uma mala rasgada, roubada de seus pertences num avião, vai à Justiça. No primeiro momento leva três anos pruma audiência de conciliação. A coisa é feita. O Juiz vê que você tem razão e manda a empresa te pagar pelo prejuízo. Aí a empresa recorre e teu processo vai pra tal de Junta Recursal. Dois anos depois e a coisa não andou. A autoridade não viu, o computador tava errado,quebrado, sei lá, a autoridade tava de férias e pela aí vai. Insistindo no exemplo: quando você foi aliviado dos seus bens roubados de sua mala rasgada, as compras, feitas no exterior, custaram tantos US$ dólares e tal. Na compra o dólar tava a um por R$2,00 reais. Hoje tá a quatro. E daí? E daí guaraná Taí. Exploda-se. Mas não queria falar disso. É que no Rio de Janeiro existe uma Lei que criou carros exclusivos pra mulheres nos trens e no metrô. O macharal não respeita. Então uma socióloga disse que aquilo era cultural e que o Estado deveria criar uma Lei para fazer a Lei funcionar. Respeitosamente: Vão darem! A frase: “Le Brésil n’est pas un pays serieux”. De Gaulle teria mesmo dito isso quando esteve aqui? (*)Macário Batista (Sobral),jornalista, comentarista, blogueiro, multimídia.

Ceará em Brasília

TCU avalia responsabilidade da Presidente Dilma por prejuízo de R$ 2,6 bilhões ao Ceará na Refinaria Premium II Valor é referente às obras das refinarias Premium I, no Maranhão, e Premium II, no Ceará. Brasília – O Tribunal de Contas da União (TCU) vai avaliar a responsabilidade da presidente da República Dilma Rousseff e demais ex-conselheiros da Petrobras pelo prejuízo de R$ 2,8 bilhões no projeto de implantação das refinarias Premium I, no Maranhão, e Premium II, no Ceará. A Petrobras desistiu nesse ano de levar os projetos adiante. O acórdão foi aprovado por unanimidade, proposto pelo ministro José Múcio Monteiro, afirma que é preciso verificar se houve “omissão” do conselho no dever de fiscalizar as decisões da diretoria executiva sobre o caso. “Determinar à Seinfra Petróleo que constitua fiscalização, em autos específicos, para a avaliação da responsabilidade do Conselho de Administração da Petrobras, nos termos de suas obrigações corporativas relacionadas à Lei 6.404/1976 (Lei das S.A.), tendo em vista a constatação de possível omissão desse órgão em relação a seu dever estatutário e legal de fiscalizar a gestão da Diretoria Executiva, observada no período das decisões relacionadas ao prejuízo verificado nas Refinarias Premium I e II”, registra trecho do acórdão. Os ministros pediram que a área técnica avalie o “cumprimento do dever de diligência” pelos conselheiros, a “conduta omissiva” diante dos projetos da área de Abastecimento, se o presidente da companhia omitiu informações do projeto aos conselheiros, se houve dissidências nas decisões sobre o tema e a avaliação de documentação da Operação Lava-Jato, que é solicitada ao Ministério Público e à Polícia Federal. Dilma presidia o Conselho em 2006 quando os projetos foram incluídos pela primeira vez em um plano de negócios da companhia. Ela ocupou o cargo até abril de 2010, quando deixou o ministério da Casa Civil para disputar a presidência da República. A Petrobras decidiu nesse ano cancelar os projetos e reconheceu no seu balanço de 2014 um prejuízo contábil de R$ 2,8 bilhões. O relatório da área técnica, que subsidiou a decisão dos ministros, aponta a existência de “gestão temerária” no desenvolvimento do projeto. Cita como uma das decisões mais nocivas à Petrobras um posicionamento tomado pela diretoria executiva em 2009 que decidiu

ao mesmo tempo retornar o projeto para uma fase mais conceitual (fase 1) e autorizar a contratação de projetos básicos e obras de implementação de infraestrutura, como supressão de vegetação e terraplanagem. “Talvez seja essa a decisão mais significativa, em termos da caracterização da ‘gestão temerária’ do empreendimento. A partir dela, numerário financeiro significativo foi empregado, sem, ainda, haver definição precisa da viabilidade do negócio, segundo metodologia apregoada pelos próprios normativos internos da Petrobras”, aponta o relatório técnico do TCU. Os técnicos do TCU observam que somente em 2013 o projeto voltou a “passar de fase” dentro do sistema da Petrobras, já com as obras iniciais em andamento. Ressaltam que nessa ocasião relatórios da Petrobras apontavam para o prejuízo de levar o negócio adiante. Os cálculos indicavam 98,4% de chances de prejuízo em relação à refinaria do Maranhão e 97,8% em relação à do Ceará. Conselho ‘negligente’ Na visão da área técnica, o conselho de Administração foi “negligente” por não acompanhar de perto o desenvolvimento do projeto e as decisões da diretoria executiva sobre ele. Publicidade “Diante de tais fatos, constata-se que houve comportamento, no mínimo, negligente e omisso por parte do Conselho de Administração da Petrobras no período das decisões determinantes para o prejuízo verificado nas Refinarias Premium I e II”, afirmam os técnicos. O TCU pediu à Petrobras que se manifeste sobre os indícios de irregularidades apontados, as ações da companhia para receber indenizações pelo prejuízo, bem como as providências adotas pela empresa para mitigar prejuízos dos estados do Maranhão e Ceará. São citados no processo como “responsáveis” e, portanto, podem ser chamado a responder pelos prejuízos apontados os ex-presidentes da Petrobras Sérgio Gabrielli e Graça Foster, os ex-diretores da companha no período de 2006 a 2014, além de funcionários de escalão inferior. Por Eduardo Bresciani, O Globo 04/11/2015

Morre o ex-senador e ex-governador Beni Veras O ex-senador pelo Ceará, ex-governador e ex-ministro do Planejamento Beni Veras morreu em 06.11 aos 80 anos. Natural de Crateús (CE), Benedito Clayton Veras Alcântara era casado com Vanda de Sousa Alcântara, com quem teve quatro filhos. Um dos fundadores do PSDB cearense, Beni Veras representou seu estado natal no Senado entre 1991 e 1998. Uma das propostas apresentadas por ele foi a que liquidou o Instituto de Previdência dos Congressistas (IPC), responsável pelo pagamento de aposentadoria especial aos parlamentares federais. Deixou o Senado em 1º de janeiro de 1999 por

ter sido eleito vice-governador do Ceará. Com a renúncia do governador Tasso Jereissati, em abril de 2002, Beni Veras assumiu o governo do estado até janeiro de 2003. Em nota, o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) afirmou que o Brasil e o Ceará “perderam um de seus mais destacados líderes”. Tasso lembrou da amizade que os unia e disse que Beni Veras foi quem o estimulou a entrar na vida pública. “Suas ideias inspiraram a criação do movimento pelas mudanças, revolucionando a forma de fazer política no Ceará”, acrescentou Tasso.

acesse o site: www.brasilia50anosdeceara.com.br

15

Outubro/15


acesse o site: www.casadoceara.org.br

Carlos Aguiar fez 60 anos e comemorou com um livro autobiográfico Ele completou 60 anos e grande estilo em 24.10, reunindo uma multidão de amigos de Sobral e outros cantos. “A vida não é uma vela curta para mim, É um tipo de tocha esplêndida a qual estou segurando pelo momento, e quero fazer com que ela queime tão brilhantemente quanto possível antes de passa-la para as próximas gerações”, escreveu Antonio Carlos Aguiar, na condição de esposo, pai e avô, no convite assinado por Natalina, a esposa, Karla , Kleber e Klayton, filhos e Guilherme, neto que distribuiu aos amigos, O livro é VIVENDO, APRENDENDO E NORRENDO SEM SABER, de 339 páginas, com prefácio de seu tio, Francisco Jocelin Aguiar, que mora no Guará e como ele, nascido no Mulungu dos Carlos, em Sobral, filho de Cesário Ximenes de Aguiar e Maria Angelita de Aguiar, tendo como irmãos Marlene, Jurandir, Rozira, Ademarino, Raimundo, Marli, Marlucia e Helenilda. Dedicou o livro também “a todos os meus irmãos da maçonaria e amigos do radioamadorismo, do sistema Acomac-Anamaco, do Sindmac e Fecomércio-DF e a inúmeros outros que não fazem parte de nenhum destes grupos. Aos companheiros da AQQB Sobral/DF, este prazeroso e exitoso desafio a que nos propusemos a estamos vencendo”, com seu sobrinho Ladir Aguiar. Carlos visita Mulungu dos Carlos que tinha 78 casas e hoje restam 18 “onde são pouquíssimos os moradores remanescentes”, relacionando os moradores antigos, Vasconcelos e Aguiar. Lembra seus avós paternos, Seu Raimundo e Dona Ana, seus avós maternos Zacarias e Dona Leone, que morreu em Brasília, com 93 anos,

Outubro/15

16

deixando uma impressionante legado de 45 netos, 113 bisnetos e 27 tetranetos. Lembra e homenageia seu pais, Cesário Carlos e dona Angelita. Ele morreu em 2012, deixando nove filhos, 57 netos, 55 bisnetos. Mostra a trajetória de companheirismo, respeito e amizade de cada um dos irmão, dos sogros Edmilson Pontes de Sousa e Teresinha Vasconcelos de Souza, nascidos em Sobral, e que tiveram 13 filhos. Caminhando por sua vida, diz que não “adolescência e coisa de rico, eu não tive”. Antes de chegar a Brasília em 05.05.1972, Carlos passou por Parnaiba /PI e Presidente Dutra/MA. Em Brasília, primeiro morou na Vila Dimas, com seu irmão Jurandir, depois num barraco de seu tio Jocelin. De 78 a 92, morou na QLN, e 1992 a 2004, na QNJ 04. Em 1976, reapareceu em Sobral para dirigir um táxi e cumprir o que coração mandava, conhecer Natalina, numa corrida que não cobrou. Casaram o Réveillon de 1978. Voltando, casado , a Brasília topou o desafio de sete anos de tocar o Bar Snooker Sobral, que pertencera ao seu primo Edmar Vasconcelos Parente. De 1985 a 1995, administrou a Vidraçaria KSA, com o K de

acesse o site: www.facebook.com/casadoceara

Karla, Kleber e Klayton, Em 1987, instalou um armarinho para Natalina , com o nome de fantasia de Naksa. Mais tarde a Vidraçaria sobrou e ficou KSA Material de Construção, nome que consolidou em Taguatinga, na CNJ 04;. Em 2015, foi criada a filial da KSA e no Setor de Desenvolvimento Econômico Quadra 01, em Tauatinga, Carlos recorda sua paixão pelo radioamadorismo, com o prefixo KSA, a sua estação de PX, relata sua passagem por 17 anos no Tribunal do Juri. Marca sua presença à Maçonaria, instituição essencialmente filosófica , filantrópica, educativa e progressista, com iniciação e elevação em 1 986 exaltação em 1987 e instalado em 1995. Pertenceu a Loja Maçônica Real Segredo, de Taquatinga e hoje pertence à Loja Deus e Caridade, de Sobral. Apresenta sua presença na vida ativa empresarial incialmente na Acomac, Associação dos Comerciantes de Material de Construção do Distrito Federal , presidente no biênico 2007/2009, Em 2013, foi eleito Vice Presidente de Assuntos Institucionais da ANAMCO, Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção, Em 2014, foi eleito Presidente do SINDMAC, Sindicato do Comércio Varejista de Material de Construção. Em 2013, a frente de 23 sobralenses criou a AQQB, Associação dos que Querem Bem a Sobral e ao Distrito Federal, que reúne a comunidade de Sobral em Brasília que desenvolve parcerias com a Casa do Ceará em benefícios dos cearenses de Brasília e Entorno. J.B. Serra e Gurgel

Ceará em Brasília


acesse o site: www.casadoceara50anos.com.br

Casa do Ceará mantém viva a chama do Natal Feliz. O 3º foi um sucesso

Vista das Barracas de atendimento.

Presidente Osmar Alves de Melo e José Andrade da Silva morador de Ceilândia Sul Distrito Federal.

Atendimento Salão de Beleza.

Quick Massage.

Cestas Básicas.

Advogado Raimundo Aguiar, Advogada Maria Madalena Carneiro e Advogada Neiva Esser Prestando serviços de Assessoria Jurídica para a Dona Maria Imaculada.

Atendimento de Manicura e Pedicura.

Distribuição de algodão doce.

Brinquedos.

O 3º Natal Feliz, realizado no último dia 28/11 foi um sucesso, contou com o apoio do SESC/DF, da Associação dos que Quem bem a Sobral e a Brasília AQQB e Associação dos Filhos e Amigos de Aurora- AFA, quando foram distribuídas de 500 cestas básicas a famílias carentes de Brasília e do Entorno, selecionadas pelos programas de assistência social do Distrito Federal e entregues 500 brinquedos as crianças carentes, e prestados serviços de odontologia, serviços médicos, manicure, cabeleireiro, aferição de pressão, assessoria jurídica. Compareceram ao evento o Presidente da Casa do Ceará, Osmar Alves de Melo (Iguatu), os diretores Promoção Social, José Sampaio de Lacerda Júnior (Fortaleza), de Obras, Carlos Euler Currlin Perpétuo (Joinville/SC), de Planejamento e Orçamento, Maria Madalena da Silva Carneiro (Garanhuns/PE), de Educação e Cultura, Vicente Nunes de Magalhães (Aurora), de Saúde, Francisco Machado da Silva (Pedra Branca), o Presidente da AQQB, Euladir Aguiar, o Presidente de Honra da AQQB, Carlos Aguiar, o Presidente da AFA, Manoel Macedo, o Vice Presidente da AFA, Francisco de Assis filho e a Assessora do Secretário de Desenvolvimento Social do Distrito Federal, Patrícia. O evento teve a coordenação da Superintendente Antônia Lúcia Guimarães e da Assistente Social, Ivete Simonette do Amaral. As cestas básicas recebidas foram doadas pelos Diretores da Casa, Osmar Alves de Melo – Presidente, Estenio Campelo – 1º Vice Presidente, Francisco Machado da Silva – Diretor de Saúde, João Bosco Serra e Gurgel – Diretor de Comunicação Social, Carlos Euler Currlin perpétuo - Diretor de Obras, José Sampaio de Lacerda Júnior – Diretor de Promoção Social, João Rodrigues Neto – Diretor Jurídico, pela Chefe de Departamento de Relações Públicas, Lília Alcântara, pelos Conselheiros, José Aldemir Holanda e José Colombo de Souza Filho, pelos sócios Albery Mariano e José de Melo, pelos senhores, Geraldo Inácio, Esdras Nogueira, Joana França, Marta Ponte, Cássia Abrantes, Flávia Freitas, Mário Augusto, pela Associação

Ceará em Brasília

dos Filhos e Amigos de Aurora, pela Associação dos que Querem Bem a Sobral e ao Distrito Federal. O 3º Natal Feliz teve o apoio do SESC/DF, Correio Braziliense, Jornal de Brasília Super Rádio FM, Rádio Atividade, dr. Albery Mariano, Campelo Bezerra – Advogados, KSA, Finocorte, Só Reparos, Cascol, Supermercado Volte Sempre, BsB Alimentos, Sindicato dos Supermercados do Distrito Federal e Nova Amazonas Alimentos. Estatística de atendimentos: Especialidades Atendimentos Cabeleireiro Escova 12 Corte 48 Manicura/Pedicura 14 Assessoria Jurídica 14 Odontoclínica Casa Do Ceará 42 Sesc-Df 20 Massoterapia Massagem Relaxante 3 Quick Massage 55 Policlínica Ginecologista 6 Oftalmologista 9 CLÍNICO GERAL 7 TENDA DA SAÚDE AFERIÇÃO DE PRESSÃO 120 GLICEMIA 123 ACUPUNTURA 4 Total 477

acesse o site: www.brasilia50anosdeceara.com.br

17

Outubro/15


Página da Mulher

Leituras X

Coronel Chichio

Regina Stella (*) A impressão é ainda tão nítida que parece ter sido debruada ontem. Bem cedo, a serra envolta numa gaze de névoa, Guaramiranga ainda se espreguiçava aos primeiros raios de sol, e eu descia lentamente a ladeira da gruta, ladeada de ciprestes, respirando forte o ar puro da manhã como se respirasse a própria vida, tanto o encantamento. Corriam os dias de verão, no período das férias entre dezembro e março. O céu muito azul era um contraste com o verde intenso que em todos os matizes cobria os morros. E se abrigava em janelas de vermelho, nas papoulas que desabrochavam à margem dos caminhos. Doces e quase dolorosamente ternas as lembranças que me vêm dessas manhãs e dos dias preguiçosos, sem compromissos, vividos em plenitude, porque eram esperados ardentemente o ano inteiro, aguardados com a ansiedade de quem precisa de ar para viver. Febris, na alegria da adolescência, às portas de um mundo que me parecia fantástico, pronto para ser vivenciado. A sua figura alta, cercada de uma respeitabilidade e de uma autoridade sempre presente, passava por mim, que vinha da missa, no rumo de suas obrigações constantes que permanentemente o chamavam para saídas regulares, todas as manhãs. Vestindo-se com sobriedade, calça cáqui e camisa branca, botina preta, chapéu cinza, compunha o centro das atenções onde estivesse, com uma dimensão senhorial, dono de uma distinção e uma nobreza que eu sentia em cada gesto seu, num simples bom dia, numa atitude de aquiescência. Era um chefe, um líder autêntico. Sua palavra, em qualquer sentido, era a fronteira entre o sim e o não, o impasse e a decisão, o empenho, a lei, a ordem e a sentença. Muitas vezes, o simples gesto substituía horas de discussão, e o seu silêncio, com a cabeça em pêndulo, vertical ou horizontal, traçava, com sabedoria e profundo senso de justiça, o rumo para os acontecimentos. Generoso, bom, equilibrado, jamais participou de qualquer fato social, político ou jurídico representando o lado do mal. Juiz sem toga, resumia na força de sua personalidade todo um processo de equilíbrio que sustentava Guaramiranga dentro de uma ambiência de paz. Era governo sem os títulos oficiais. Era a ordem pelo exemplo e pela firmeza. Era um senhor sem armas nem brasões; talvez os tivesse, mas nunca os ostentou. A casa onde morava, consequentemente, era quase um templo. Imensa nas suas proporções derramava seu sobrado num oitão muito branco, centro da vila, distribuindo-se em generosidade de salas e quartos amplos, claros, convidativos, na segurança, no conforto, na solidez que vinha do seu dono. As paredes externas ganhavam um perfil de vetusta dignidade, desenhado pela hera sobre o alvo da caliça. Pelo portão de ferro, sempre aberto, a escada se oferecia numa dezena de degraus logo à entrada, num convite que se antecipava aos seus moradores, sempre solícitos e pressurosos. E da varanda, guarnecida por balcões de ferro fundido, olhava-se o jardim, colorido e perfumado, onde disputavam beleza os jasmins, as gérberas, as violetas, as angélicas, as margaridas, os copos-de-leite, as rosas e, entre esse mundo botânico, os trevos ingênuos, onde buscávamos, no sortilégio das quatro folhas, as decifrações de um futuro feliz. Inesquecível Coronel Chichio, um dos personagens mais marcantes que povoaram a caminhada alegre e inquieta da minha adolescência, senhor de um mundo que até hoje é a minha Passarada. Dono de um coração sem fronteiras, Francisco Mattos Brito possuía um cetro de liderança que nunca usou de violência para se impor ou se afirmar. Bondoso, sem ser piegas, tinha consciência de sua dimensão como chefe e líder, e na sua passagem jamais se despiu das marcas que lhe conferiam a qualidade de comandante. Com ternura e profundo respeito rememoro aqui, tantos anos depois, o homem, o pai, o chefe de família, imaginando-o em seu terno de brim imaculadamente branco, abrindo as portas de sua casa em Guaramiranga, fazendo festivas as manhãs de domingo para os privilegiados que subiam as escadas do sobrado para apertar-lhe as mãos com um “bom dia”, ou então beijá-las com “a sua bênção, meu padrinho”. Ao relembrar os fatos, as pessoas e as situações, um sentimento se sobrepõe a muitos outros que acorrem para reverenciar a sua extraordinária figura, a certeza de que o mundo seria bem melhor se, em cada comunidade humana, existisse um Coronel Chichio, exatamente como o de Guaramiranga, serra querida, terra encantada que eu relembro agora, coberta de névoa, toda branca e florida como a noiva do poeta: “Esta noite eu vi a minha serra, “Como uma noiva de grinalda e véu...” (*) Regina Stella (Fortaleza) jornalista e escritora

Outubro/15

18

acesse o site: www.casadoceara.org.br

Humberto Teixeira recebeu a a Ordem do Mérito Cultural

O centenário de Humberto Teixeira, celebrado em 2015, ganhou um novo marco em 05.11, Dia Nacional da Cultura, com o anúncio de que o compositor cearense foi escolhido entre os agraciados com a Ordem do Mérito Cultural, principal comenda do Governo Federal para o setor artístico e cultural. A indicação do nome de Humberto Teixeira para o processo que define os homenageados foi apresentada em maio pelo deputado federal Chico Lopes e pelo ex-senador Inácio Arruda. A solenidade de entrega da Ordem, in memoriam, aconteceu em 09.11 no Palácio do Planalto, com a participação da filha do compositor, Denise Dumont O processo seletivo para a Ordem do Mérito Cultural, do Ministério da Cultura, é aberto à participação de qualquer cidadão, via Internet, com a sugestão de nomes. Já a escolha dos homenageados é realizada por uma comissão. Para o deputado Chico Lopes, um dos que apresentaram a sugestão do nome de Humberto à seleção da Ordem, a iniciativa surgiu como decorrência natural da sessão solene realizada no dia 26/5, na Câmara dos Deputados, em homenagem ao centenário de Humberto Teixeira, compositor, advogado, deputado federal, filho de Iguatu que ganhou o mundo e construiu uma obra que segue sendo revisitada pelas novas gerações. Na ocasião, a atriz Denise Dumont, filha do compositor, fez um discurso emocionado, abordando diversos aspectos da vida e da obra de Humberto Teixeira. “Toda homenagem a Humberto Teixeira é bem-vinda e ainda é pouca. Precisamos correr para destacar as coisas dele, ainda mais neste centenário”, conclamou Denise, que se referiu a “Asa Branca” como “o segundo hino nacional brasileiro”. Denise lembrou que até hoje os artistas e cientistas brasileiros se beneficiam da legislação sobre direito autoral aprovada como fruto do trabalho do então deputado Humberto Teixeira. E destacou que, 100 anos depois, o Ceará enfrenta “uma nova seca do 15”. “Espero que a transposição do São Francisco aconteça. Agora, como o sul está sofrendo também, pode ser que realmente venha”, enfatizou, sob aplausos dos participantes da sessão solene, solicitada pelos deputados Chico Lopes e Odorico Monteiro. Construção do Nordeste e do Brasil “Humberto Teixeira é referência para a música brasileira, para a luta pelos direitos autorais, pelo fortalecimento da classe artística e pela maior difusão da cultura brasileira em nosso País e no exterior”, acrescenta Lopes.

acesse o site: www.facebook.com/casadoceara

Leituras XI

A noviça rebelde e o buraco do tuco

Edmílson Caminha (*) Importantes na literatura, os bons títulos o são, mais ainda, no cinema, em especial quando traduzidos com criatividade e talento, por duas ou três palavras que não têm, muitas vezes, nenhuma relação com o original. Tome-se, por exemplo, o musical de 1965 estrelado por Maria,a governanta que assume a educação dos sete filhos do capitão von Trapp. É “The sound of music”, para o qual os portugueses não viram tradução melhor do que “Música no coração”, e que aqui se intitulou, com graça e leveza, “A noviça rebelde”. “The seven year itch” quer dizer “a coceira dos sete anos”, inquietação com que muitos maridos pensam em aventuras extraconjugais, no sétimo ano do casamento (ou de sete em sete anos, como acreditam alguns homens e, também, mulheres...) O filme, com Marilyn Monroe no papel da deslumbrante loura que provoca o vizinho carente, recebeu do nosso tradutor o título de “O pecado mora ao lado”, um dos melhores que já se deram no Brasil, pela insinuante malícia com que nos estimula a imaginação. Tem mais: o faroeste Shane (nome do personagem de Alan Ladd) passou a ser, para nós, Os brutos também amam, que inspirou até canção da dupla sertaneja Matogrosso & Mathias. The Godfather (O Padrinho, em Portugal) foi promovido, pelos brasileiros, a O Poderoso Chefão, o que deu mais autoridade e poder aos contraventores da Máfia, na trilogia de Francis Ford Coppola. A par desses bons exemplos, há outros, desastrosos, na tradução cinematográfica brasileira. Em “Blow-up”, de Michelangelo Antonioni, o protagonista fotógrafo aumenta a resolução da imagem de certo casal que namora em um parque e conclui que, sem querer, registrou um crime (daí o original inglês, “Blow-up”, ampliar uma foto, lamentavelmente intitulado, no Brasil, “Depois daquele beijo”, e em Portugal, com a insipidez de sempre, “História de um fotógrafo”). “Persona”, o clássico de Ingmar Bergman, com Liv Ulmann e Bibi Andersson, rebaixou-se por aqui a “Quando duas mulheres pecam”, como se estivesse mais para o pornô do que para o drama existencial. Justiça se faça ao conhecimento histórico dos portugueses, que o traduziram como “A máscara”, sabedores de que, usada no teatro antigo para a caracterização das personagens, era por meio de uma abertura correspondente à boca que se transmitia o som da voz (daí “per sonare”, “persona”). Na tradução de legendas, a coisa piora. No filme “Noiva em fuga”, o nubente pede a mão da futura mulher e propõe um brinde: “Let’s make a toast!”, compreendido, pelo autor das legendas, como “Vamos fazer uma torrada!” Em “Do que as mulheres gostam”, um torcedor de basquete decide “secar” o jogador que cobrará uma falta: começa a dizer “miss! miss! miss!” (“erra! erra! erra!”), e não “moça! moça! moça!”, como se leu nos cinemas do Brasil. Nem os créditos sobrevivem à ilusão dos brasileiros crentes que sabem outra língua. O “western” italiano “Il Buono, il Brutto, il Cattivo” (“O Bom, o Feio, o Mau”), já na tradução para o inglês (“The Good, the Bad and the Ugly”) tem invertida a ordem dos dois últimos personagens. No Brasil chama-se “Três homens em conflito”, cuja edição em DVD se baseou, conclui-se, na versão inglesa, pois a informação, no verso da capa, “Eli Wallach in the role of Tuco” (nome do Feio da história) é inacreditavelmente traduzida como “Eli Wallach no buraco do Tuco”!, confusão elementar entre “role” (papel, no teatro ou no cinema) e “hole” (buraco)... Se é pra rir, nada supera a adaptação de alguns títulos à molecagem do humor cearense: “A noviça rebelde” (“A beata encrenqueira”), “O pecado mora ao lado” (“No oitão do cabaré”), “Os brutos também amam” (“Os vaqueiro baitola”), “A volta ao mundo em 80 dias” (“Quase três meses fora de casa”), “Uma linda mulher” (“Uma cabocla aprumada”), “Rede de intrigas” (“Balaio de fuxico”), “Mamãe faz cem anos” (“Mãinha num morre mais”), “A pantera cor-de-rosa” (“A onça viada”)... E, para mim, a melhor de todas: “Assim caminha a humanidade” (“Pra onde vai essa ruma de gente?”) (*) Edmilson Caminha (Fortaleza) escritor membro a Associação Nacional de Escritores e da Academia Brasiliense de Letras.

Ceará em Brasília


acesse o site: www.casadoceara50anos.com.br

Leituras XII Discussão de altíssimo nível O Juiz E A Advogada Um juiz e uma advogada resolvem se separar, mantendo a discussão em alto nível, como convém a duas pessoas de fina estirpe. ESPOSA: - Eu não aguento mais essa sua inércia. Eu estou carente, carente de ação, entende? JUIZ: - Carente de ação? Ora, você sabe muito bem que, para sair da Inércia, o Juízo precisa ser provocado e você não me provoca, há anos. Já eu dificilmente inicio um processo sem que haja contestação. ESPOSA: - Claro, você preferia que o processo corresse à revelia. Mas não adianta, tem que haver o exame das preliminares, antes de entrar no mérito. E mais, com você o rito é sempre sumaríssimo, isso quando a lide não fica pendente... Daí é que a execução fica frustrada. JUIZ: - Calma aí, agora você está apelando. Eu já disse que não quero acordar o apenso, no quarto ao lado. Já é muito difícil colocá-lo para dormir. Quanto ao rito sumaríssimo, é que eu prezo a economia processual e detesto a morosidade. Além disso, às vezes até uma cautelar pode ser satisfativa. ESPOSA: - Sim, mas pra isso é preciso que se usem alguns recursos especiais. Teus recursos são sempre desertos, por absoluta ausência de preparo. JUIZ: - Ah, mas quando eu tento manejar o recurso extraordinário você sempre nega seguimento. Fala dos meus recursos, mas impugna todas as minhas tentativas de inovação processual. Isso quando não embarga a execução. Mas existia um fundo de verdade nos argumentos da Advogada. E o Juiz só se recusava a aceitar a culpa exclusiva pela crise do relacionamento. Por isso, complementou: JUIZ: - Acho que o pedido procede, em parte, pois pelo que vejo existem culpas concorrentes. Já que ambos somos sucumbentes vamos nos dar por reciprocamente quitados e compor amigavelmente o litígio. ESPOSA: - Não posso. Agora existem terceiros interessados. E já houve a preclusão consumativa. JUIZ: - Meu Deus! Mas de minha parte não havia sequer suspeição! ESPOSA: - Sim. Há muito que sua cognição não é exauriente. Aliás, nossa relação está extinta. Só vim pegar o apenso em carga e fazer remessa para a casa da minha mãe. E ao ver a mulher bater a porta atrás de si, Dr. Juílson fica tentando compreender tudo o que havia acontecido. Após deliberar por alguns minutos, chegou a uma triste conclusão: JUIZ: - É.. e eu é quem vou ter que pagar as custas...”

Ceará em Brasília

Culinária

Os Cearenses na Cozinha de Brasília

Bar dos Cunhados Pedro Prado e Paulo Prado Donos (Hidrolândia) . Garçons: Raimundo Vieira(Viçosa do Ceará), Edmilson Bezerra,(Poranga), Johnson de Souza e Raimundo Pacheco (Santa Quitéria). CLN 115 BL B lj 21- Asa Norte 70772520 - Tel(61) 3274-7805. Bar dos Cunhados no Tênis do Iate Clube Damázio Prado (Hidrolândia) arrendatário – 3379 88763 - Setor de Clubes Esportivos Norte Trecho 2 Conj 4 -70800-120 Bar dos Cunhados Veleiro no Iate Clube Antonio Prado (Hidrolândia) arrendatário 3329 8761 e 3323 4207 Bartolomeu SHCS Quadra 409 bloco C loja 06 Asa Sul 70257-180 - 3442 1169 Chefe de Cozinha: Manoel Facundo de Almeida (Boa Viagem), Maitre e sommelier: José Felismino(Cintra Netro) (Fortaleza), Cozinheiros: Francisco Leonardo Nascimento (Bela Cruz) e Jose Alex Facundo de Almeida (Boa Viagem) Beirute Sul Proprietário Francisco Martins (Ipu) SCLS 109 Bloco”A” Loja 2/4 – Asa Sul /3244 1717 Beirute Norte Maitre Bartolomeu Martins (f.cearense, Brasília) Coco Bambu – Frutos do Mar Gerente Geral Eilson Studart (Fortaleza) SCES Trecho 02, Conjunto 36, Parte Cícone Parque/ 70200-002 Tel 3224 5585 Brasília Shopping SCN Qd 05 BL.A , 70715-900 Tel 3038.1818 Baby Beef Rubaiyat - Brasília Maitres: José Itamar Ferreira Gomes (Acaraú) , Silva (Ubajara) e Manoel Adilson Rodrigues (Jijoca), Garçons: Luis Neto Alves Sobrinho (Acopiara) e Antenor Neto Rodrigues (Ibiapina), bar-men: Doniseti Ferreira Chaves (Ibiapina), Hernandes Freitas (Jijoca) e Gleison Ferreira da Silva (São Benedito), Recepcionista Viviane Bezerra da Silva (Ipueiras). SCES – Setor de Clubes Esportivos Sul, Trecho 1, lote 1 A - Asa Sul - Tel 61. 3443.5000 Dom Francisco SCS 402 Bloco B Loja 09, 3224 1634 3226 1816 Gerente: Wilton Melo (Ipu); maitre : Valdemir Alves Souza (Sobral); garçom: Evandro Magalhães (Santa Quitéria) Dom Francisco ASBAC SCES Trecho 02 Conj 3226 2005 3224 8429 3223 5679 Garçons: Iran Matos (Independência), Antonio Melo (Independência) Antonio José Barbosa (Monsenhor Tabosa). Elisimar Barbosa Oliveira (Monsenhor Tabosa); barman Francisco Ricardo Ferreira Gomes (Nova Russas); cozinheiros: Romário Vieira Barreto (Tauá) Francisco das Chagas Gomes (Nova Russas) e Francisco Dermival dos Santos (Nova Russas). Dona Graça Maitre – Carlos Ângelo Veras (Viçosa do Ceará) Vila Planalto, Acampamento Pacheco Fernandes Rua 07 casa 15 Vila Planalto Tel 3032 1062 - 70804-270 Forneria Parole Maitre Antonio Carlos de Souza (Guaraciaba do Norte); garçom: José Gerardo de Azevedo (Guaraciaba do Norte); cozinheiros Juvêncio Fernandes Neto (Tauá), pizzaiolo Sinobilino Bezerra Neto (Tauá) e Adinaldo Fernandes Bezerra (Tauá). QI 9/10 Comércio Local Loja 39 Lago Norte - 3368 3337 Gero Gerente: Célio Freitas (Hidrolândia)

SHIN C04 Lote A Loja 22 Térreo Iguatemi 3577 5522 8110 0209 Galeteria Beira Lago Proprietário João Miranda Lima (Ipueiras) Gerente José Afonso Miranda Lima (Ipueiras). Maitre: Raimundo ,Chaves de Carvalho (Nova Russas) garçons: Hélio Martins de Melo (Nova Russas) e Antônio Alcimario (Pereiro(, churrasqueiro: Valdemar Araújo de Souza ; serviços gerais: Joaquim Rodrigues Ferreira (Nova Russas) SCES Trecho. 02 conjunto 33, ao lado do PIER 21 Ki Filé Maitre – Maitre,Roberto Cavalcante (f.Cearense), Chefe de Cozinha, Raimundo Cavalcante (Sobral). Gerente Eduardo Vasconcelos (f.Cearense), garçons: Francisco Souza (Sobral) e Raimundo Mourão (Nova Russas), cozinheiros Alessandro Loyola (Sobral) e Francisco Ferreira (Granja) 405 Norte, bloco A - lojas 55/65/69 - (61)3274-6363 Libanus Proprietário Narciso Martins (Ipu) SCLS 206, Bloco “C”,loja 36 – Asa Sul / 3244 9795 Moqueca do Chefe 404 Norte, Bloco B, Loja 2 3201 5204 Dono e Maitre – Francisco Holanda (Cascavel) Moranguim Chefe de Cozinha Francisco da Silva (Icó) SHIN QI2, Área Especial, Quiosque 14., Lago Norte/21947641 Em frente a loja do Pão de Açúcar. New Koto (comida japonesa) SQS 212 loja 20 - 3346 9668 Garçons: Francisco Olavo Aprigio, Francisco Antônio Souza, Gelinaldo Brito e Genildo Brito, todos de Guaraciaba do Norte, José Wilson (Boa Viagem), cozinheiro José Aurélio (Sobral), sushiman João Carlos Nascimento e o ajudante dele, Eridam Lopes e o ajudante de cozinha Francisco Alan, todos de Guaraciaba do Norte Oxente Carne de Sol: Q 04, Conjunto J ite , Vila Buritis, Planaltina DF, 3389, 4005 - Copeiro Francisco das Chagas Aguiar (Sobral); -Pizzaiolo Narcelio Oliveira da Silva (Crateus); Cozinheira Edilza Maria (Fortaleza), ajudante de cozinha José Dalmir do Nascimento Sousa Prado(Sobral), -ajudante de cozinha Francisco Tadeu Prado Nascimento Sousa ( Sobral); Copeiro Manoel Bezerra Aguiar de Araújo ( Sobral) Pizzaria Primu’s Grill Dono: Chico Élcio (Sobral) - Quadra 4. Conj, A Lt 60 – 9627 6430 Planaltina - 73.300-000; Praliné SCLS 205 Bloco A – Loja 03 – ASA Sul 70.235-510 – 3443 7490, 3443 7090 Garçons – Antonio Viana (Crateús), Jose Osmar Gabalia (Sobral), Francisco Edmar Alves de Souza (Ipueiras) . Caixa: Eliane Paiva (Groaíras) Recanto do Norte Donos: Eudes Braga Mesquita e Antônia (Toinha) Celeste Jorge Mesquita (Santa Quitéria) 409 Norte , Bloco B, Loja 65 – Tel 3271 8722 Taperas Restaurante Maitre – Francisco Tadeu de Oliveira (Iguatu) Sobreloja do Garvey Palace Hotel Tel 33 28 4265 Trindade Maitre Luciano Rodrigues (São Benedito) Chefe de Cozinha - Francisco Alves (Acaraú) SHCS Quadra 105, Bloco D Conjunto 35 0 Asa Sul/ 73.344-000 - Tel 3242 4039 Verde Perto Proprietário Carlos Pontes (Nova Russas) EPTG Chácara 56 sentido Taguatinga-Guará (ao lado do Posto de Polícia) 3567 8217

acesse o site: www.brasilia50anosdeceara.com.br

19

Outubro/15


acesse o site: www.casadoceara.org.br

Fotos Su Hellen

Casa do Ceará inaugurou Museu de Artes e Tradições do Nordeste Maria Calmon Porto

Aldanilse Pereira de Lima, Luciano Calmon Porto, Lucas Porto, Pedro Porto, Maria de Fátima Azevedo Ramos, Katiane Ribeiro Negrão.

Diretor de Comunicação Social JB Serra e Gurgel, José Rodrigues de Lima, Presidente Osmar Alves de Melo, Luciano Calmon Porto, Membro do Conselho Fiscal Aldemir Holanda, Presidente do Conselho Fiscal Evandro Pedro Pinto, Diretor de Educação e Cultura Vicente Nunes de Magalhães, Élson Cascão e Diretor de Obras Carlos Euler Currlin Perpetuo.

A Casa do Ceará inaugurou em 28.10, o Museu de Artes e Tradições do Nordeste Maria (Mary) Calmon Porto, em homenagem à 3ª Presidente da Casa e que permaneceu no cargo de 1981 a 1999, em solenidade realizada na Casa com a presença do seu filho Luciano e atual esposa, Katiane Ribeiro Negrão, e de seus netos Pedro e Lucas Porto. Com a homenagem, a Casa concluiu as homenagens aos ex-presidentes falecidos: Crysantho Moreira da Rocha deu nome à Pousada dos Idosos, Álvaro Lins Cavalcante à Pinacoteca, e Maria Calmon Porto, conhecida por Mary Porto, ao Museu de Artes e Tradições do Nordeste. O presidente da Casa, Osmar Alves de Melo, lembrou que as três irmãs, Maria, Fernanda e Lúcia tiveram participação ativa na gestão da Casa. Mary com seu esposo, José Gentil Porto, praticamente moraram dentro da Casa. Das três, Fernanda está viva e mora em Brasília e Corumbá de Goiás, onde vive sua filha. Luciano, seu único filho, nascido em Brasília, é ator e lidera o grupo Udigrude que em 2000 ganhou prêmio no Festival de Edimburgo e desde então tem extensa programação

Outubro/15

20

Pedro Porto, Lucas Porto, Luciano Calmon Porto e Osmar Alves de Melo.

por todo o Brasil. “Estivemos em 16 países, mostrando a nossa musica”, disse. Neste momento, está ultimando um grande espetáculo que será montado em 2016 no Centro Cultural do Banco do Brasil com brinquedos que terão acoplados sons que serão acionados quando em uso. Em agradecimento à homenagem prestada à sua mãe, Luciano revelou que viu o nascimento do Museu por ocasião de uma das festas realizadas na Casa quando sua mãe construiu uma casinha de sapê e lá colocou os objetos mais presentes nas casinhas do Ceará como a quartinha, o ferro de engomar, o fogão de lenha, as panelas de barro, lamparinas e objetos feitos com latas de doce de leite. Osmar recordou que D. Mary repetia que no dia que não pedia alguma coisa para a Casa do Ceará à alguém não conseguia dormir direito. Pedia a todos os cearenses ajuda para a manutenção da Casa. Lembrou o episódio da verba de 50 milhões de cruzeiros alocados à Casa do Ceará pelo então Senador Mauro Benevides que era presidente da Comissão do Distrito Federal e que elaborava o orçamento do DF. Ao comunicar a d. Mary

acesse o site: www.facebook.com/casadoceara

Presidente Osmar Alves de Melo e Luciano Calmon Porto

a sua decisão ela não conseguiu entender do que se tratava e passou o telefone a Álvaro Lins Cavalcante. Era tanto dinheiro que serviu para que a Casa construísse o ginásio (Academia) e a piscina e ainda sobrou para manutenção. Já José Aldemir Holanda, membro do Conselho Fiscal da Casa, e que conviveu com D. Mary resgatou o que ela dizia que gostaria de ser homenageada com uma estátua na Casa mas que tivesse peitos grandes, pois se considerava uma “mulher peituda”, no sentido de corajosa, destemida e afoita para resolver as dificuldades que travavam a Casa do Ceará. Entre os presentes, os diretores Carlos Eurler Currlin Perpétuo (Joinvile), Maria Magdalena da Silva Carneiro (Garanhuns/PE), JB Serra e Gurgel (Acopiara) Vicente Nunes Magalhães (Aurora), os membros do Conselho Fiscal, Evandro Pedro Pinto (Fortaleza) e José Aldemir Holanda, (Baixio), Élson Cascão, Maria Djanira Gonçalves Brito, ex-presidente da Associação dos Filhos e Amigos de Aurora, a Superintendente da Casa, Antônia Lúcia Guimarães, D. Aldanilse Pereira de Lima e seu esposo.

Ceará em Brasília

Profile for shadown shadown

Jornal nov2015  

Jornal da Casa do Ceará

Jornal nov2015  

Jornal da Casa do Ceará

Profile for shadown21
Advertisement