Issuu on Google+

Ceará em Brasília Jornal da Casa do Ceará

www.casadoceara.org.br

Ano XXI - 226 - Abril de 2011

Impresso Especial

9912205638/DR/BSB Casa do Ceará em Brasília

CORREIOS

DEVOLUÇÃO GARANTIDA

CORREIOS

Cursos profissionalizantes da Casa do Ceará tiveram mais de mil alunos em 2009/2010 e foram entregues 887 certificados. Leia mais na pág. 16

Leia nesta edição Editorial, pág. 2 Expediente, pág. 2 Espaço Luciano Barreira, pág. 2 Conversando com o leitor, pág. 2 Samburá – Praça do Ferreira, pág. 3 Genecias quer milhas para financiar projetos sociais, pág. 4 Aeroporto de Aracati receberá voos charters na alta temporada, pág. 4 Refinaria Premium: cronograma pode mudar, e investimento cair, pág. 4 Anúncio de José Lírio de Aguiar, pág. 4 Alfândega já funciona no Porto do Pecém, pág. 5 Metrô de Sobral: Governador assinou ordem de serviço, pág. 5 Educação: escolas inauguradas custarão mais de R$ 260 milhões, pág. 5 Anúncio da Oboé, pág. 5 Documento/Historia - Edifício São Pedro - Antigo Iracema Plaza Hotel, pág. 6 O Ceará está R$ 10 bilhões mais rico, diz IPECE, pág. 7 Mallory anuncia novos investimentos no Ceará, pág. 7 Iriny Lopes e Roberto Gurgel defendem Lei Maria da Penha, pág. 7 Anúncio do Sindvendas, pág. 7 Câmara prestou homenagem ao ex-deputado Expedito Machado, pág. 8 Juazeiro do Norte ganha Praça dos Romeiros, pág. 8 TJCE indica suplente do TRE e define lotação dos novos desembargadores, pág. 8 Anúncio da Marquise, pág. 8 Obra do Metrô põe em risco Arquivo Nirez, pág. 9 Carlos Alberto Forte tomou posse como desembargador, pág. 9 Líder do Governo destaca redução da extrema pobreza no Ceará, pág. 9 Anúncio da Nacional Gás, pág. 9 Anúncio da Confere, da Confederal, pág. 10 Leituras I - artigo O desembargador e o Reporter, de Durval Aires Filho, pág. 11 Arnaldo Santos lançou seu livro na Casa do Ceará, pág. 11 Anúncio do Uniceub, pág. 11 Agroamigo do BNB aplicou mais de R$ 590 milhões em 2010, pág.12 Número de investidores no Ceará cresce 592% em 5 anos, pág. 12 Anúncio da Casa da Moldura, pág. 12 Eólicas: Ceará atrás dos estados do Nordeste, pág. 13 Governo do Estado entregou 1ª etapa da Rodovia Padre Cícero, pág. 13 Anúncio de Aguiar de Vasconcelos, pág. 13 Página da Mulher - Artigo de Regina Stella, Aquele velho “Oscar”, Receitas Testadas e aprovadas de Raimunda Ceará Serra Azul, pág. 14 Custos com demência chegam a 1% do PIB mundial, afirma relatório, pág. 14 Leituras II - Humor Negro e Branco Humor, ‘Para que levar a vida a sério, se nos nascemos de uma gozada!’, pág. 15 Documento/Historia 2 -Estado do cariri, Seu começo e fim, pág. 15 Anúncio do Beach Park, pág. 16

Modéstia cearense Estava num passeio em Roma quando, ao visitar a Catedral de São Pedro fiquei abismado ao ver uma coluna de mármore com um telefone de ouro em cima. Vendo um jovem padre que passava pelo local perguntei a razão daquela ostentação. O padre então me disse que aquele telefone estava ligado a uma linha direta com o paraíso e que se eu quisesse fazer uma ligação eu teria de pagar 100 dólares. Fiquei tentado, porém declinei da oferta. Continuando a viagem pela Itália encontrei outras igrejas com o mesmo telefone de ouro na coluna de mármore. Em cada uma das ocasiões perguntei a razão da existência e a resposta era sempre a mesma: Linha direta com o paraíso ao custo de 100 dólares a ligação. Depois da Itália, chegando ao Brasil, fui direto para Fortaleza. Ao visitar a nossa gloriosa Catedral da Sé, fiquei surpreso ao ver novamente a mesma cena: uma coluna de mármore com um telefone de ouro. Sob o telefone um cartaz que dizia: Linha direta com o paraíso - Preço por ligação = R$ 0,25 (Vinte e Cinco Centavos). Não me agüentei, e lasquei.... Padre, eu disse, viajei por toda a Itália e em todas as catedrais que visitei vi telefones exatamente iguais a este, mas o preço da chamada era 100 dólares. Por que aqui é somente R$ 25 centavos? O Padre sorriu e disse: Meu “filho”, você está no Ceará... Aqui a ligação é local!

Reinaugurado Palácio da Abolição com Memorial de Castello. Leia mais na pág. 12

O Palácio da Abolição foi inaugurado em 1970, projeto de Sergio Bernardes e jardins do paisagista Fernando Chacel. Em 1986, foi abandonado pelos governadores. Cid Gomes escolheu a data magna do Ceará, 25 de março, para a reinauguração, com a presença dos ex-gvernadores Adauto Bezerra e Gonzaga Mota. Tudo foi recuperado, com o Memorial do Presidente Humberto de Alencar Castello Branco, galeria de arte, biblioteca, auditório.

Adirson Vasconcelos revela Assis chateaubriand em “Chateau e seu Tempo de 1924 a 1968”. Leia mais na pág. 13


Espaço Luciano Barreira

Edi t o r i a l

João Saldanha, gaúcho, saudoso cronista esportivo, treinador do Botafogo e da seleção brasileira, também conhecido como “João Sem Medo”, sempre publicou em sua coluna uma frase que atribuía ao Ceará e aos cearenses e que, ainda hoje, desconhecemos: “No Ceará, quem protesta já perdeu”. João também era um frasista e sempre citava frases de outros. Mas nunca, identificou a autoria desta pérola. Daí porque aprendemos a nos antecipar e a agir, sempre que temos diante de nós desafios, mudanças, ações intempestivas, para as quais não adiantam explicações, autorias, responsabilidades. Se contássemos as idas e vindas do Projeto Fausto Nilo, nos escaninhos da burocracia de Brasília, insondáveis exigências, correções, acertos, ajustes, teríamos desistido de tudo. O cearense não desiste nunca e tenta superar obstáculos. O próprio Fausto Nilo que um dia morou em Brasília entendeu o kafkaniano processo de aprovação do seu projeto. Com uma paciência de quem nasceu em Quixeramobim, terra de conterrâneo ilustre, até hoje crucificado na história oficial brasileira As elites escreveram a sua versão de Canudos e nosso Antonio Conselheiro virou bandido eterno. Seus algozes foram transformados em heróis. Duvido que qualquer projeto em Brasília tenha passado pelo que passou o Projeto Fausto Nilo. Se tivesse passado, o Noroeste ainda seria território indígena. O mesmo se diga em relação a inúmeros lançamentos imobiliários no Lago Sul e Norte, Sudoeste, etc. Não vamos às causas, que podem parecer justas. Não citemos as exigências, que podem ser corretas. Não falemos do zelo, que pode parecer exagerado. Também, não vamos protestar. Já perdemos. Inacio de Almeida (Baturite), Diretor

Expediente

Fundada em 15 de outubro de 1963 Fundadores – Chrysantho Moreira da Rocha (Fortaleza) e Álvaro Lins Cavalcante (Pedra Branca) Diretoria Presidente - Fernando César Moreira Mesquita (Fortaleza): Luiz Gonzaga de Assis (Limoeiro do Norte), 1º vice; Nasion de Melo Ferreira (Fortaleza), 2º vice; Osmar Alves de Melo (Iguatú), Administração e Finança; José Sampaio de Lacerda Junior (Fortaleza), Planejamento e Orçamento; Regina Stela Stuart Quintas (Fortaleza), Educação e Cultura; Francisco Machado da Silva (Pedra Branca), Saúde; JB Serra e Gurgel (Acopiara), Comunicação Social, Angela Maria Barbosa Parente (Fortaleza), Obras, Maria Áurea Assunção Magalhães (Fortaleza), Promoção Social, e João Rodrigues Neto (Independência), Jurídico. Conselho Fiscal Membros efetivos: José Ribamar Oliveira Madeira (Uruburetama), Evandro Pedro Pinto (Fortaleza) e José Carlos Carvalho ( Itapipoca); Membros suplentes: Ciro Barreira Furtado (Baturité), José Colombo de Souza Filho (Fortaleza) e José Aldemir Holanda (Baixio). Jornal da Casa do Ceará Fundador e Editor Emérito - Luciano Barreira (Quixadá) Conselho Editorial Ary Cunha (Fortaleza), Carlos Pontes (Nova Russas), Edmilson Caminha (Fortaleza), Egidio Serpa (Fortaleza), Frota Neto (Ipueiras), Geraldo Vasconcelos (Tianguá), Gervásio de Paula (Fortaleza), Haroldo Hollanda (Fortaleza), Jorge Cartaxo (Crato), J. Alcides (Juazeiro do Norte), José Jézer de Oliveira (Crato), Lustosa da Costa (Sobral), Marcondes Sampaio (Uruburetama), Milano Lopes (Fortaleza), Narcélio Lima Verde (Fortaleza), Orlando Mota (Fortaleza), Paulo Cabral Jr. (Fortaleza), Raimunda Ceará Serra Azul (Uruburetama), Roberto Aurélio Lustosa da Costa (Sobral) e Tarcisio Hollanda (Fortaleza). Diretor Inacio de Almeida (Baturité) Editores JB Serra e Gurgel (Acopiara) e Wilson Ibiapina (Ibiapina) Gurgel@cruiser.com.br / wilsonibiapina@globo.com Editoração Eletrônica Casa do Ceará Distribuição Cecília Melo Circulação O jornal não se responsabiliza por textos assinados. Banco de dados com apoio da ANASPS - Brasília – DF - Tel (61) 3533-3800 casadoceara@casadoceara.org.br / www.casadoceara.org.br

Abril/11

2

 Matemática do amor Homem esperto + Mulher esperta = Romance Homem esperto + Mulher burra = Caso Homem burro + Mulher esperta = Casamento Homem burro + Mulher burra = Gravidez Aritmética de Escritório  Chefe esperto + Empregado esperto = Lucro Chefe esperto + Empregado burro = Produção Chefe burro + Empregado esperto = Promoção Chefe burro + Empregado burro = Hora extra Sucesso & Fracasso   Atrás de um homem de sucesso tem sempre uma mulher Atrás de um homem fracassado tem no mínimo duas mulheres. Equações gerais & Estatística Uma mulher preocupa-se com o futuro até ela conseguir um marido. Um homem nunca se preocupa com o futuro até ele conseguir uma esposa. Um homem de sucesso é aquele que consegue ganhar mais dinheiro do que a sua esposa consegue gastar. Uma mulher de sucesso é aquela que consegue encontrar este homem. Felicidade Para ser feliz com um homem, você deve entendê-lo bastante e amá-lo um pouco. Para ser feliz com uma mulher, você deve amá-la bastante e jamais tentar entendê-la. Longevidade Homens casados vivem mais do que homens solteiros. No entanto, os homens casados são os que têm mais vontade de morrer. Propensão à mudança Uma mulher casa com um homem esperando que um dia ele mude, mas ele não muda. Um homem casa com uma mulher esperando que ela não mude nunca, mas ela muda. Discussão técnica Uma mulher sempre tem a última palavra em qual-

quer discussão. Qualquer coisa que um homem diga depois disso, é o começo de uma nova discussão. Como impedir as pessoas de ficarem te chateando sobre casamento Durante os casamentos, tias velhas costumavam vir até mim, me bater nas costas e dizer: “tu serás o próximo”! Elas pararam depois que eu comecei a fazer a mesma coisa com elas nos funerais. Mande isto para uma mulher esperta que precise de uma boa risada ou para os homens que tu achas que conseguem lidar com estas verdades Arrogância é isso aí ... Um oficial da Polícia Federal vai a uma fazenda, em Formiga, MG, e diz ao dono, um velho fazendeiro: - Preciso inspecionar sua fazenda por suspeita de plantação ilegal de maconha! O fazendeiro diz: - Sim senhor, mas não vá naquele campo ali, e aponta para uma certa área. O oficial, puto da vida e cheio de arrogância, diz indignado: - O senhor sabe que tenho o poder do governo federal comigo? E tira do bolso um crachá mostrando ao fazendeiro: - Este crachá me dá a autoridade de ir onde quero, e entrar em qualquer propriedade. Não preciso pedir ou responder a nenhuma pergunta. Está claro? Me fiz entender? O fazendeiro todo educado pede desculpas e volta para o que estava fazendo. Poucos minutos depois o fazendeiro ouve uma gritaria e vê o oficial do governo federal correndo para salvar sua própria vida perseguido pelo “Santa Gertrudes”, o maior touro da fazenda. A cada passo o touro vai chegando mais perto do oficial, que parece que será chifrado antes de conseguir alcançar um lugar seguro. O oficial está apavorado. O fazendeiro, mineirinho muito educado e solícito, larga suas ferramentas, corre para a cerca e grita com todas as forças de seus pulmões: - Seu crachá! Mostra o seu CRACHÁÁÁÁÁÁÁÁ pra ele...!

Conversando com o Leitor + Mais cearenses colaboraram com a Casa do Ceará antecipando o pagamento anual. Chegamos aos 50, o que é positivo. + Ultimas adesões: Raimundo Alves Cordeiro, José Gerardo de Mesquita, José Mario dos Santos, José Colombo, Roberto Monteiro Gurgel, Geraldo Vasconcelos, Rubens Doares, Antonio Florêncio, Estênio Campelo, ministro Raul Araújo Filho, Marcelo Ceará Serra Azul, Clodoaldo Pinto Filho, José Ribamar Madeira, Maria Aurea Assunção e ministra Kathia Arruda

+ Estamos construindo a lista de mais 150 cearenses que serão homenageados na 2ª. edição do livro sobre os cearenses que contribuíram para a consolidação de Brasília e que terá o patrocínio do grupo Edson Queiroz. Aceitamos sugestões de nomes. Mandar por email para Gurgel@cruiser.com.br. Estamos com 125 nomes. Na próxima edição publicaremos os nomes. + De Fortaleza, o presidente do Instituto do Ceará, José Augusto Bezerra, nos comunica a entrega do titulo de Presidente de Honra a Paulo Ayrton Araújo.

+ Mantemos a promoção pague o semestre ou o exercício de 2011 e tenha um descontão. No antecipado, a semestralidade cai para 120 reais e a anuidade para 240 reais. Contatos na Casa com a Sra. Antonia, na Tesouraria 61 3353-3800.

+ Recebemos a edição de jan/fev do Jornal da UFC que registra a posse do prof. Eugenio Lincoln Campos Maia na direção do Hospital Walter Cantidio e a elaboração pela UFC do Plano de Manejo de Sabiaguaba, no litoral leste de Fortaleza.

+ Audifax Rios nos mandou Canto da Iracema, edição de fevereiro de 2011, publicação do Instituto de Comunicação Socio Cultural e da Associação Cultural Solidariedade e Arte. O bom da publicação é a ilustração do próprio Audifax.

+ Chegamos a 98 mil visitas no site da Casa do Ceará em 12 meses, um marco espetacular. Estamos beirando os 100 mil. No 1º ano de implantação do contador chegamos a 45 mil visitas. Foi em 2008. Estamos evoluindo positivamente.

veja o site do projeto Brasília 50 anos do Ceará: www.brasilia50anosdeceara.com.br

Ceará em Brasília


SAMBURÁ - Praça do Ferreira Confraria dos Cearenses O 48º.almoço promovido pela Confraria dos Cearenses e Casa do Ceará ocorreu em 25.03 na residência de Jair Ximenes (Cariré), presentes os ministros Valmir Campelo (Crateús), José Coelho (Novo Oriente), Alvaro Augusto Ribeiro da Costa (Fortaleza), Claudio Santos(Parnaiba/PI), embaixadores Rui Nunes Pinto Nogueira (Rio de Janeiro/RJ), José Marcos Vinicius de Souza (Fortaleza) e Claudio Sotero Cairo (Timbauba/PE), desembargador Jose Cruz Macedo (Mauriti), empresários Geraldo Vasconcelos (Tianguá), Lourenço Peixoto (Sobral), José Lirio de Aguiar (Sobral) e seu filho, e João Vicente Feijão Neto(Fortaleza), general Antonio Florêncio (Fortaleza), advogados Estênio Campelo (Crateús), Raul Saboia (São Luis), Osmar Alves de Melo (Iguatu), Alexandre Falaschie (São Paulo), conselheiro Leonardo Sotero Caio (Bruxelas), jornalistas Ary Cunha (Mondubim/Fortaleza),Fernando Cesar Mesquita (Fortaleza), José Jezer de Oliveira (Crato), José Wilson Ibiapina (Ibiapina) JB Serra e Gurgel (Acopiara), Jorge Cartaxo (Crato), Marcondes Sampaio(Uruburetama), Carlos Pontes (Nova Russas), senador Leite Chaves, os filhos de Jair, Jr e Carlos Henrique Ximenes, e o amigo da família, Leonardo Soares (Teresina). Missa de São José Dia 19.03 dia de São José, realizou-se na Casa do Ceará a Missa de São José, rezada pelo padre José Debortoli, da Paroquia Nossa Senhora das Graças, presentes Antonio Florencio e esposa Célia, Osmar Alves de Melo e esposa Ivete, José Sampaio de Lacerda, José Sampaio de Lacerda Jr., Cecília D. M. Silvestre e esposo Devaldo Silveira, Antonia Lúcia, Eloiza Marques,Aldanilse Pereira de Lima, voluntárias Nazaré e Aurea, Eny Maria, Conceição Branquinho, Maria José Nunes, Pedro Jorge de Castro. Também presente a equipe de canto da Paroquia Consolata da Asa norte. Audiência Paulo Oliveira, locutor da rádio Verdes Mares que trabalha no horário de 5 às 9 horas da manhã, na audiencia média, tem, segundo o Ibope, 74% dos ouvintes só em Fortaleza. No geral, somando todos os índices, Paulo Oliveira teria 94% da audiencia. e tem gente por aí que se queixa de ser ouvido. Pelos operadores. Cidadania Finalmente um merecido, por merecimento: Raimundo Fágner vai ser Cidadão de Fortaleza. O presidente Acrísio Sena retoma o projeto de Lula Morais. De preferência, em praça pública.

Lançamento O ministro Ubiratan Aguiar lançou, em 24.03, no Espaço Cultural do TCU o livro ‘A Administração Pública sob a Perspectiva do Controle Externo”, escrito com Marcio André Santos de Albuquerque e Paulo Henrique Ramos de Medeiros, ambos auditores federais de Controle Externo. Os aspectos históricos da formação e evolução da estrutura da Administração Publica - com especial ênfase a Administração Indireta (empresas publicas, fundações, autarquias) - foram privilegiados no livros. A boquinha de José Nery Lauro Jardim, no Radar On Line da Veja José Nery, aquele suplente de senador que ganhou de bandeja o mandato de Ana Júlia mas nem sequer conseguiu se eleger deputado estadual pelo Pará, ganhou uma boquinha no Senado. Foi nomeado pela colega Marinor Brito para um cargo de assistente parlamentar do Senado. Receberá cerca de 5 000 reais líquidos de salário para assessorá-la. Medalha Almir Dutra O ex-governador Adauto Bezerra recebeu em sessão solene da Câmara Municipal de Maracanaú (Região Metropolitana de Fortaleza), a Medalha Almir Dutra. Trata-se da mais alta comenda do legislativo municipal.Foi Adauto Bezerra quem sancionou a lei emancipando esse município que era distrito de Maranguape. Rocha de administração

 Publicou Claudio Humberto, no seu colunário: “Ao se despedir do Superior Tribunal de Justiça, ontem, o ministro Luis Fux, que assumirá no Supremo Tribunal Federal, fez rasgado elogio ao decano e ex-presidente do STJ, ministro Cesar Asfor Rocha. Para Fux, ele é o “maior administrador do Judiciário de todos os tempos”. Generalato Três cearenses foram promovidos no Exercito em 29.03: o general de brigada médico Jaime Mendes da Costa (Juazeiro do Norte), foi promovido a general de divisão, os coronéis Paulo Sergio Nogueira de Oliveira (Iguatu), (veja a nota 1º General de Iguatu) e o coronel José Luiz Jaborandy Rodrigues (Fortaleza), que vai ser o Chefe do Estado-Maior do Comando Militar do Nordeste, no Recife. (antigo IV Exército) foram promovidos a general de brigada. Também foi promovido a general de divisão o general de brigada Guilherme Cals Theophilo Gaspar de Oliveira, da tradicional família cearense Theophilo. Ele nasceu no Rio de Janeiro, quando o Gen Theophilo (seu pai) fazia um Curso.

Tuitando O governador Cid disse no twitter que o Ceará vai ter quatro novos aeroportos até o final deste semestre: em Aracati, Tauá, Camocim e São Benedito.

Jubileu de Ouro Dom João Costa lançou o programa do Jubileu de Ouro da Diocese de Iguatu, criada em 1962 e que teve como 1° bispo dom José Mauro de Alarcon e Santiago, hoje Bispo Emérito. A Diocese reúne 24 paróquias.

A boquinha de Genoino O ex-deputado José Genoino (Quixeramobim) acaba de ser nomeado Assessor Especial do Ministro da Defesa, Nelson Jobim.

Conselheiro Macário Batista dispara no seu blog: Não é pra já, mas o próximo conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios deverá ser o deputado estadual Welington Landim. Sangue bom!

Ceará em Brasília

1º general de Iguatu O coronel Paulo Sergio de Oliveira (Iguatu) tornou-se o primeiro iguatuense a chegar ao generalato do Exercito brasileiro, sendo promovido a general de brigada e nomeado para a chefia do Estado Maior do Comando Militar do Oeste, com sedee em Campo Grande. É filho do ex-gerente do Banco do Brasil, José Adolfo de Oliveira e de Lindalva Nogueira de Oliveira, neto do coronel José Adolfo, primeiro prefeito de Iguatu. É casado com a odontologa paraibana Maria das Neves Paiva França de Oliveira. Seus tres filhos estão fazendo carreira militar, sendo que Danilo França de Oliveira é capitão e serviu no Haiti. Na foto, Paulo Sergio e Maria das Neves estão com o casal Francisco Gurgel Jacome e Ivonete, em Volta Redonda, onde ele serviu. Sucesso O lançamento do livro “Iguatu Pelos Novos Caminhos da História”, com 495 páginas, de Wilson Lima Verde, foi um sucesso. Iguatu acaba de completar 158 anos de emancipação. Sobre ele escreveu José Hilton Lima Verde Montenegro: “Wilson Holanda Lima Verde não só detém um vasto acervo e um conhecimento da História de Iguatu, ele é a própria história deste município” Cid fará um Hospital do Coração Revelou Egidio Serpa: Decisão do governador Cid Gomes: construirá um novo e moderno Hospital do Coração. Será moderno na arquitetura, nos equipamentos e na tecnologia - o quadro médico já é o melhor. Ficará na área do Hospital de Messejana e estará pronto antes da Copa das Confederações, em 2013. Agradará aos cearenses e à Fifa, que terá na Copa um hospital ao lado do Castelão. Ah! 10ª. Região Militar O novo Comandante da 10ª Região Militar em Fortaleza: é o General-de-Divisão GERALDO GOMES DE MATTOS FILHO, ( Recife) que estava comandando a 10ª Brigada de Infantaria Motorizada, no Recife. Arnaldo Santos O lançamento do livro de Arnaldo Santos (Fortaleza), “Impeachment”, em 30 de março contou com as presenças do embaixador Paes de Andrade (Mombaça), deputado Mauro Benevides (Fortaleza), que na época do impeachment do ex- presidente Fernando Collor de Melo, era presidente do Senado Federal, ministros do STJ, César Rocha e Raul Araujo Filho, ministro do TCU, Ubiratan Aguiar,(Cedro) deputados João Ananias e Edson Silva, senador Jayme Campos (DEM-MT), profs. Vianney Mesquita e Djalma Pinto, do editor Eduardo Botino, da Cia dos Livros, jornalistas Wilson Ibiapina, Inacio de Almeida e Marcondes Sampaio, além de inúmeros amigos e convidados, dentre eles, Manir, Vitor e Luiza Nasr, Fabio Coutinho, José Francisco Bandeira, Paulo Arapujo e David Bittar.Arnaldo Santos foi recebido pelos diretores da Casa do Ceará , José Sampaio de Lacerda Jr (Crato) e JB Serra e Gurgel (Acopiara).

veja o site da Casa do Ceará em Brasília: www.casadoceara.org.br

3

Abril/11


Genecias quer milhas para financiar projetos sociais

O deputado federal, Genecias Noronha (PMDB-CE) apresentou Projeto de Lei na Camara federal, defendendo que créditos obtidos com a utilização de passagens aéreas custeadas pelo Poder Público sejam creditados ao ente federativo pagador do bilhete e que os referidos créditos possam ser utilizados pelo Governo exclusivamente em programas de inclusão social como nos custos de atividades esportivas. Com a aprovação do texto, os servidores e agentes públicos deixarão de ser beneficiados com a oferta de prêmios, milhagens e créditos na emissão de novos bilhetes pelas empresas aéreas, que segundo o parlamentar parece uma ação injustificável. Ele alertou que a proposta tem o objetivo de atribuir maior transparência e controle sobre a utilização de passagens por servidores e agentes públicos, e principalmente, viabilizar uma forma mais justa de devolver as premiações para o órgão pagador, além de oferecer serviços através de programas sociais. “Além de transferir para o poder público as bonificações ofertadas, propomos que sejam distribuídas em programas de inclusão social por meio do esporte, preferencialmente em comunidades de vulnerabilidade social”, destacou. Caso a proposta seja aprovada, a economia será de R$ 250 milhões por ano em gastos com o setor nos Três Poderes. Muitos servidores, deputados, senadores, secretários e ministros de estados deixarão de acumular premiações que na maioria das vezes são utilizadas para custear bilhetes aéreos em viagens ao exterior no período de férias

Aeroporto de Aracati receberá voos charters na alta temporada

O Aeroporto de Aracati será inaugurado no dia 1º de junho e logo no início da alta estação do mês de julho receberá o primeiro voo charter direto de São Paulo. Esse foi o resultado da reunião entre  governador Cid Gomes e os diretores da CVC – a maior operadora de turismo do Brasil -, Walter Patriani e Guilherme Paulus, em 01.03, na sede da empresa, em São Paulo. “Além de apresentar um novo portal de entrada para o litoral do Ceará, apresentamos nossos investimentos na infraestrutura turística que estimularão o turismo no Ceará, que já é um dos destinos mais procurados do Brasil”, reforça Cid Gomes. O secretário do Turismo, Bismarck Maia, que também esteve na reunião, considera  que o Aeroporto de Aracati vai estimular o turismo no Litoral Leste do Estado e facilitará o acesso de praias que são conhecidas no mundo inteiro como Canoa Quebrada. “É uma opção para os turistas e vai estimular a economia de toda uma região”, considera Bismarck. Ele esclarecer ainda que o Aeroporto de Aracati terá 1.900 metros de pista e um terminal com características regionais. O novo aeroporto recebeu investimentos de R$ 37 milhões. Sobre a CVC  A CVC Turismo é uma das empresas de turismo com mais tradição no mercado brasileiro. A empresa oferece pacote de viagens para todo lugar do mundo com vários níveis de preço e hospedagem. O Ceará é um dos principais destinos escolhidos por milhares de brasileiros todos os anos junto à CVC.

Refinaria Premium: cronograma pode mudar, e investimento cair

Mais uma vez, o cronograma do governo estadual para a transferência à Petrobras do terreno onde será construída a Refinaria Premium II sofre o risco de ser postergado. Em entrevista coletiva na manhã de ontem, na sede da Petrobras, no Rio de Janeiro, o diretor de Abastecimento da empresa, Paulo Roberto Costa, garantiu que a estatal só entrará na área “depois que estiver totalmente regularizada”. Em 16.02, falando à imprensa, o governador do Ceará Cid Gomes disse que a doação de toda a área à Petrobras seria realizada no dia 30 de abril próximo, para que, com a liberação das licenças ambientais, a estatal pudesse trabalhar no terreno a partir de julho. Mas de acordo com a Funai, não há data precisa para a entrega do levantamento após os trabalhos de execução da última fase de análises em campo, solicitada em virtude da complexidade do estudo. Corroborando a afirmação do presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, de que as refinarias Premium I e II passariam por maior padronização e simplificação dos seus projetos, o diretor da estatal Paulo Roberto Costa disse estar “bastante esperançoso” de que os valores para a execução dos projetos serão reduzidos. Para ele, que não detalhou a revisão das cifras, a contratação da americana UOP, especializada na área de refino, para a elaboração do projeto básico otimizou as plantas em termos energéticos e em tamanho da unidade. As últimas informações davam conta que a refinaria cearense teria um custo superior a US$ 11 bilhões.

Há 39 anos

Abril /11

4

acesse o site da Casa do Ceará em Brasília na Web: www.casadoceara.org.br

Ceará em Brasília


Alfândega já funciona no Porto do Pecém

A Alfândega deverá atender à demanda da ZPE e também aos grandes empreendimentos que estão sendo implantados no CIPP. Já está em pleno funcionamento no Porto do Pecém a mais nova Alfândega da Receita Federal, órgão subordinado ao Ministério da Fazenda. Até o mês passado o Pecém era atendido através de uma Inspetoria que funcionava sob a jurisdição da Alfândega do Porto do Mucuripe. Com esta mudança a Alfândega do Pecém deverá atender à futura demanda da Zona de Processamento de Exportação (ZPE) e também aos grandes empreendimentos que estão sendo implantados no Pecém e os que vão integrar o Complexo Industrial e Portuário (CIPP), como a siderúrgica e a refinaria. Os servidores que prestavam atendimento ao Pecém e que eram lotados no Mucuripe, já exercem plena atividade no porto de São Gonçalo do Amarante, oferecendo um melhor serviço à crescente movimentação de cargas do porto, hoje liderando as exportações de frutas e calçados e a importação de algodão. De acordo com o Inspetor-Chefe da Receita Federal no Pecém, Carlos Wilson Azevedo Albuquerque, a autonomia administrativa e financeira na fiscalização vai proporcionar celeridade na logística, com o Pecém prestando um controle aduaneiro mais eficiente, com maior rapidez e melhor segurança, funcionando como um estímulo a mais ao comércio exterior. Com a transformação da Inspetoria em Alfândega o porto do Pecém ganha autonomia para fiscalizar a entrada e saída de carga, o que vinha sendo reclamado em função da crescente demanda

Ceará em Brasília

Metrô de Sobral: Governador assinou ordem de serviço

O governador Cid Gomes assinou em 05.03, a ordem de serviço para a execução das obras civis de implantação do projeto metroferroviário da cidade de Sobral, na Região Norte do Estado. O Metrô de Sobral terá 12,18 quilômetros de extensão dentro do perímetro urbano do município e será operado com veículos leves sobre trilhos (VLTs). A construção do Metrô de Sobral será executada pela empresa Engexata Engenharia Ltda, vencedora da concorrência pública. O valor do investimento é R$ 38,7 milhões. A empresa tem 18 meses para execução das obras civis, a partir da data de assinatura da ordem de serviço. O sistema a ser implantado terá dois ramais. O primeiro tem extensão de 6,4 quilômetros e já funciona para o transporte de cargas. O trecho será remodelado para a utilização também para o transporte de passageiros. A linha contorna o Centro da cidade, ligando os bairros da Cohab 2, no extremo leste, ao bairro do Sumaré, no oeste. Serão construídas seis estações: Sinhá Saboia-Cohab II, Dom Expedito, Boulevard do Arco, Coração de Jesus, Dom José e Sumaré. O segundo ramal tem extensão de 5,7 quilômetros que serão construídos ligando o Polo Industrial da Grendene, localizado à margem da avenida onde existia o antigo ramal ferroviário de Camocim, no bairro da Expectativa, ao bairro Cohab III, passando pelos bairros do Junco e Terrenos Novos. Serão construídas cinco estações: Grendene, Junco, José Euclides, Alto da Brasília e Cohab III. Os dois ramais formam dois “us” invertidos, que se tangenciam numa estação de integração.

Educação: escolas inauguradas custarão mais de R$ 260 milhões

O Governador Cid Gomes definiu o calendário de inaugurações de escolas do Estado até o início do segundo semestre letivo. Ao todo, serão 26 Escolas Estaduais de Ensino Médio (EEEM); 22 de Escolas Estaduais de Ensino Profissional (EEEP) e duas Escolas Agrícolas no Interior do Estado. Para a construção das 26 EEEMs, o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação, investiu mais de R$ 80 milhões. Para as 22 unidades de EEEPs, o investimento chegou a mais de R$ 172 milhões. Para as Escolas Agrícolas, o Governo investiu R$ 5,5 milhões na de Lavras da Mangabeira e R$ 4,5 milhões na do município de Granja.  A série de inaugurações já começa na próxima semana, quando Cid Gomes e a secretária da Educação, Izolda Cela, vão inaugurar a EEEP de Acaraú, na quarta-feira (2) e Tianguá. Escolas Profissionalizantes  Maracanaú – R$ 8,6 milhões; Tianguá – R$ 8,3 milhões ; Acaraú – R$ 9,2 milhões; Várzea Alegre – R$ 8,6 milhões; Quixeramobim – R$ 8,4 milhões; Beberibe – R$ 9,1 milhões; Eusébio – R$ 8,3 milhões; Pedra Branca – R$ 8,8 milhões; EEEP de Massapê – R$ 8,6 milhões; Juazeiro do Norte – R$ 8,9 milhões; Jaguaruana – R$ 8,6 milhões; Camocim – R$ 8,1 milhões; Pentecoste – R$ 8,3 milhões; Caucaia – R$ 8,4 milhões; Assaré: – R$ 9,0 milhões; Icó: – R$ 9,2 milhões; Guaiúba: – R$ 8,3 milhões; Aurora: – R$ 9,1 milhões; ; Paracuru: – R$ 7,8 milhões; Trairi: - R$ 8,7 milhões; Hidrolândia e Pereiro 

acesse o site da Casa do Ceará em Brasília na Web: www.casadoceara.org.br

5

Abril/11


Documento /Historia 1

Edifício São Pedro - Antigo Iracema Plaza Hotel

‘O portão de ferro carrefuncionando na parte ga um cadeado proibindo a de baixo do hotel, e entrada de desconhecidos. que oferecia tanto uma Em formato de navio, o ediculinária internacional fício São Pedro, situado na como também regioPraia de Iracema, ancora-se nal. Não obstante todo sobre uma sorveteria, uma o passado de glória, agência dos correios, uma o antigo hotel foi deconsultoria imobiliária, sativado desde o final um centro de estética e da década de 70 e hoje uma lan house. Nos arreseus compartimentos dores, a Igreja São Pedro laterais e o térreo foe uma tabacaria. ram transformados em Praia de Iracema e o balneario ‘Iracema Plaza’, Beira-mar 1976 - O exótico prédio São Pedro, O edifício São Pedro residências ou estabea primeira edificacao da orla 1958 nessa foto chamado ainda de Iracema Plaza faz parte da lista de equilecimentos comerciais. pamentos tombados em caráter provisório pela Síndica Júlia Philomeno evita falar na venda do Prefeitura Municipal de Fortaleza, em janeiro de imóvel, até porque ele está dividido entre mais de 14 2006. No entanto, o síndico do prédio e proprietário proprietários, alguns desses morando em pequenos majoritário, Alexandre Philomenos Gomes, afirma apartamentos ou kitinetes, com dificuldades, em alnunca ter recebido alguma notificação do município guns casos, até para se reunirem a fim de bancarem sobre o tombamento do prédio e por isso preferiu não uma reforma no prédio. falar. “Tive conhecimento desse assunto por meio da “O que estamos aguardando é uma tomada de imprensa. Mas nunca os residentes do prédio foram decisão, porque o prédio, de fato, precisa ser recunotificados. Só posso me pronunciar a respeito do perado”, afirma Júlia Philomeno. Para ela, de todo tombamento, quando eu souber de fato qual o inteo conjunto da edificação o que mais importou foi a final dos anos 50 começo dos anos 60 resse da prefeitura neste prédio”, finaliza. construção do hotel, na década de 50. O Iracema Plaza Hotel foi a primeira edifiO prédio, conforme conta Júlia, não foi concebido cação da orla, digamos assim, apesar de estar inicialmente para abrigar um hotel. Essa transformaa poucos metros do mar e mesmo não sendo à ção decorreu de um encontro realizado em Fortaleza, beira-mar, que foi rasgada somente em 1963. de iniciativa da junta comercial, que não contava Porém, o prédio foi inaugurado em 1951, inspirado na época com uma rede hoteleira capaz de atender em hotéis de Miami. a demanda. Lá funcionava um restaurante famoso, de nome ‘Panela’, A improvisação foi plena de êxito e o hotel cheque recebeu ao longo daquele século, várias personalidades. gou a ser um referencial para a cidade, abrindo até Hoje é um prédio residencial de nome São Pedro e não o corredor para a Avenida Beira Mar, onde hoje “San Pedro”, já que este é outro ex-hotel, onde funciona estão instalados os principais hotéis da cidade. Era Ex-Iracema Plaza Hotel, hoje edifício São Pedro, o Crea-CE. também nesse local onde a chamada alta sociedade inaugurado em meados de 1951, em Iracema. Foto de 1960 Pertencente à família Philomeno Gomes, o de Fortaleza reunia-se, principalmente em torno do edifício São Pedro também chamado de “Coparestaurante Panela, sinônimo de requinte e sofisticacabana Pálace” da capital cearense. O edifício de ção na Fortaleza daquela época. arquitetura inspirada nos hotéis luxuosos de Miami O jornalista e colunista social José Rangel lembra Beach, nos Estados Unidos, foi construído em 1951 do ambiente agradável proporcionado pelas instalapara ser o primeiro prédio da orla. Com formato ções do hotel e o esmero da cozinha no Panela, numa de navio, foi idealizado para desenvolver atividaépoca em que os restaurantes ficavam restritos aos des de hotel, condomínio residencial e comercial clubes, como o Ideal, Náutico e Country Club. em meio às casas e o areal da Praia de Iracema. José Rangel lamenta tanto o fechamento do hotel, Só no hotel são mais de 100 apartamentos com salões quanto a degradação do prédio, que, para ele, deve Foto de 1999 de convenções, estar, coffe shop e barbearia. São 12 ser preservado a qualquer custo, em nome da memil metros de área construída, apartamentos com 200 mória histórica de Fortaleza, onde o patrimônio não metros quadrados. Vê-se da janela uma das imagens é levado na devida conta. “Trata-se de um prédio mais bonitas de Fortaleza: a Praia de Iracema importante para a cidade, tanto pela particularidade O Prédio abrigava um hotel que era sinônimo de de sua arquitetura - que proporcionava uma ampla requinte. visão do litoral e do bairro de Iracema - quanto pela A arquitetura é, no mínimo exótica, ou indefinida. sua importância, em ter aberto a rota para a Avenida De longe chega a lembrar um navio, com os seus cinBeira Mar”, ressalta. Com certeza o prédio é patrico pavimentos pintados de branco, hoje desbotados mônio Histórico da Cidade! pela degradação do tempo e ausência de manutenção. Localização: rua Ararius, n° 9 - Praia de Iracema A verdade é que o Iracema Plaza Hotel, localizado Ali funcionou o Hotel Iracema Plaza com a entrada na Praia de Iracema, não somente encerrou melancono lado norte, dando para a praia e no lado oeste, licamente seu ciclo de pompa e luxo, como o antigo entrada para os apartamentos. Foi inaugurado na prédio tem ainda um futuro incerto. década de 1950, e ficou inacabado (o último andar) Foi o primeiro hotel instalado na orla marítima. durante algum tempo. O Iracema Plaza Hotel foi também capaz de mudar Fonte: Diário do Nordeste, artigo publicado nos o hábito do fortalezense, fazendo com que sentisse anos 90, Elzine Carneiro de Souza e pesquisas na prazer em almoçar ou jantar fora, num restauraninternet Postado por Leila Nobre, em 28/11/2009, te de primeira categoria. Era o tempo do Panela, às 12:30.

Abril/11

6

veja o site do projeto Brasília 50 anos do Ceará: www.brasilia50anosdeceara.com.br

Ceará em Brasília


O Ceará está R$ 10 bilhões mais rico, diz IPECE

O valor corrente do PIB (Produto Interno Bruto) a preço de mercado no Estado no ano passado é de R$ 74,9 bilhões. Em 2009, a produção de riquezas somava R$ 64,7 bilhões. Os dados são cearense: setor avançou 9,7% preliminares e foram divul- Indústria no último ano. No Brasil, a expansão foi de 10,1%. No Estado, o PIB da ingados pelo Ipece (Instituto dústria de transformação cresceu 6,9% Foto: Kid Júnior de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará). Em 2010, o PIB do Estado a preços de mercado cresceu 7,9%, superando mais uma vez a média nacional que foi de 7,5%. A preços básicos, a taxa de crescimento do Ceará foi de 7,0%, acima da taxa brasileira, que foi 6,7%. No último trimestre do ano passado, o crescimento do PIB no Estado desacelerou, aumentando 5,4%. No terceiro trimestre, a alta havia sido de 7,6%. No segundo, de 7,2%. Nos primeiros três meses, de 8,2%. Na análise da década, de 2000 a 2010, o PIB do Estado apresentou resultado maior que o País em oito anos, com exceção de 2004,2005 e 2007. O Ipece faz outra comparação o PIB da década. Considerando de forma separada os períodos 2000-2006 e 2007-2010, verifica-se que em ambos, o Ceará cresceu a uma taxa média anual superior a do Brasil. Destaca-se o segundo período, no qual a taxa do Estado é 58% maior que a do País, contra 32% do período anterior. “Esse fato demonstra a forte aceleração que ocorreu nos últimos quatro anos”, avalia Ataliba. “A economia está mais dinâmica”. Com o Diario do Nordeste

Ceará em Brasília

Mallory anuncia novos investimentos no Ceará

Com apoio do Conselho Estadual do Desenvolvimento Econômico (Cede), a Mallory, empresa do grupo espanhol Taurus, não para de investir no Estado. A empresa, que em 2010 ampliou sua unidade fabril, aumentando em 65% a produção de ventiladores, batedeiras, liquidificadores e ferros de passar, já está 100% operativa. Seu diretor comercial Angel Riudalbás, esteve em Fortaleza, onde se reuniu com o presidente do Cede, Ivan Bezerra. Na ocasião, ele e sua equipe apresentaram seu mais novo projeto: um novo Centro de Distribuição, com 9 mil m², além de um centro administrativo e de um show room com 2 mil m². O objetivo da nova estrutura é aumentar a capacidade produtiva da empresa, trazendo maior competitividade à companhia para que se mantenha como uma das mais importantes empresas do setor. De acordo com Riudalbás, com a ampliação da fábrica e do novo centro de distribuição, os investimentos chegarão a R$ 18 milhões em apenas 18 meses. “Vamos continuar investindo no Ceará, gerando mais empregos e contribuindo para o desenvolvimento do Estado, reforçando ainda mais a parceria que temos há anos com o Governo do Ceará “, declarou. Todo este investimento faz parte do plano estratégico do Grupo Taurus de investir, no Brasil, um total de U$ 30 milhões entre 2010 e 2013. Além dos investimentos na área fabril o plano contempla investimentos na área de TI, desenvolvimento de novos produtos e novas linhas de negócios garantindo ao consumidor brasileiro o acesso ao que há de melhor em eletroportáteis.

Iriny Lopes e Roberto Gurgel defendem Lei Maria da Penha

Um protocolo de cooperação sobre a Lei Maria da Penha assinado em 16.03 pela Secretaria de Políticas para as Mulheres, a Procuradoria-Geral da República e o Conselho Nacional de Procuradores-Gerais de Justiça vai aprimorar as políticas de proteção para as mulheres vítimas de violência doméstica e fortalecer a aplicação da lei no âmbito da Justiça. De acordo com a ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Iriny Lopes, a Lei Maria da Penha ainda não é unanimidade entre os juristas. Segundo ela, as mulheres estão mais confiantes porque acreditam na Lei Maria da Penha. Por isso, é necessário que a lei seja mantida. A ministra afirmou que o acordo pretende dar mais rapidez às investigações das denúncias recebidas. “Temos casos confirmados de mulheres que denunciaram e, por causa da morosidade do processo, foram assassinadas por seus agressores antes da conclusão do processo.” Para o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, a união entre instituições em prol da aplicação da Lei Maria da Penha é o mais importante para garantir a visibilidade que a lei merece. “O objetivo desse protocolo parece singelo, mas se conseguirmos levar a bom termo, estaremos contribuindo para esse tema tão relevante. Não desconhecemos as imensas dificuldades que teremos pela frente.”

veja o site da Casa do Ceará em Brasília: www.casadoceara.org.br

7

Abril/11


Câmara prestou homenagem ao ex-deputado Expedito Machado

Juazeiro do Norte ganha Praça dos Romeiros

TJCE indica suplente do TRE e define lotação dos novos desembargadores

A Câmara realizou em 28.02 sessão solene em homenagem ao ex-deputado Expedito Machado. Vítima de câncer, ele morreu em 2010, aos 92 anos, e foi lembrado por colegas de bancada e novos políticos cearenses que se espelharam em sua atuação. O presidente da Câmara, Marco Maia, ressaltou que o Expedito Machado representava um padrão de dignidade para os políticos do Ceará, e sua atuação deve ser vista como um modelo para todos os novos políticos. Em mensagem enviada ao Plenário, Maia agradeceu o empenho do ex-deputado e de sua família pela vida política brasileira. Expedito Machado foi militante do antigo PSD, tendo sido deputado federal entre 1959 e 1963, quando foi nomeado ministro dos Transportes no governo do presidente João Goulart. Cassado em 1964, o ex-deputado se exilou na França, e voltou a se eleger para a Câmara, pelo PMDB, onde participou da assembleia que elaborou a Constituição de 1988. Para o deputado Mauro Benevides (PMDB-CE), que propôs a homenagem, uma das características mais presentes na atuação de Expedito era sua capacidade de articulação entre as bancadas. Ao ex-deputado se deve o empenho na chamada União pela Ceará, que reuniu as forças políticas opostas em torno de uma candidatura para o governo do estado. “Naquele pacto político, foi-me dado o encargo de presidir a Assembleia Legislativa”.

Depois de 20 anos de obra inacabada a população de Juazeiro no Norte, no Cariri, viu finalmente a inauguração da Praça dos Romeiros. O novo equipamento foi entregue em 12.03 pelo governador Cid Gomes. Localizado ao lado da Basílica Menor Mãe das Dores, conhecida como Igreja Matriz de Juazeiro do Norte, a Praça é um espaço destinado a comercialização de produtos da região e artigos religiosos, principalmente durante as romarias na cidade. Suas obras foram iniciadas há mais de duas décadas, porém nunca foram concretizadas como lembrou a população. “Por isso temos que um zelo maior por esse espaço, para que a população possa superar todo o problema que envolve essa Praça”, pediu o Governador. Nas obras foram investidos mais de R$ 9 milhões, com recursos provenientes do Tesouro Estadual. Com mais de 41 mil metros quadrados de área construída, a Praça do Romeiros conta com 1.100 quiosques, divididos em quatro tipos de forma e tamanho. Destes, 1.052 serão utilizados para a comercialização de produtos religiosos, além de 48 sanitários integrados e ainda mais quatro blocos de sanitários independentes. Além dos boxes, o novo equipamento funcionará com uma área coberta de mais de 26 mil metros quadrados, com estrutura especial de telha de aço, área de convivência, iluminação, bancos e estacionamento com 14 mil metros quadrados. O espaço será gerenciado pela Centrais de Abastecimento do Ceará (Ceasa). Durante a solenidade o prefeito de Juazeiro, Manoel Santana, agradeceu em nome da população a entrega do espaço.

O Pleno do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) aprovou, a indicação do desembargador José Mário Dos Martins Coelho para integrar o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE) como membro suplente. Ele assume a vaga deixada pela desembargadora Edite Bringel Olinda Alencar, empossada corregedora Geral da Justiça, no último dia 28. Para a Comissão Estadual Judiciária de Adoção Internacional do Ceará (Cejai-CE), foram indicados os juízes Auro Lemos Peixoto Silva, Jane Ruth Maia de Queiroga, Valesca Alves Alencar Rolim e Vilma Freire Belmino Teixeira. Como suplentes, passam a integrar o órgão os seguintes magistrados: Benedito Helder Afonso Ibiapina, Fernando Cézar Barbosa de Souza, Joaquim Solon Mota Júnior e Manoel de Jesus da Silva Rosa. Durante a sessão, também ficou decidida a lotação dos novos desembargadores do TJCE. Washington Luís Bezerra de Araújo será membro da 3ª Câmara Cível. Já os desembargadores Inácio de Alencar Cortez Neto e Francisco Darival Bezerra Primo ficarão na 1ª Câmara Criminal. Francisco José Martins Câmara e Francisco Bezerra Cavalcante farão parte da 7ª Câmara Cível, enquanto Váldsen da Silva Alves Pereira integrará a 8ª Vara Cível.

www.construtoramarquise.com.br

A Marquise é a construtora do ano.

E para muitas famílias, a mudança de uma vida.

Mais do que erguer prédios, trabalhamos para transformar a rotina dos nossos clientes em uma emoção diferente a cada dia. O título de Construtora

Abril /11

8

do Ano, concedido pelo Sinduscon/CE, é fruto do empreendedorismo que, há 35 anos, nos leva a fazer parte da vida de tanta gente.

acesse o site da Casa do Ceará em Brasília na Web: www.casadoceara.org.br

construtora do ano

Ceará em Brasília


Obra do Metrô põe em risco Arquivo Nirez

Carlos Alberto Forte tomou posse como desembargador

Líder do Governo destaca redução da extrema pobreza no Ceará

Um equipamento de inestimável valor histórico, que funciona na Rua João Bosco, 560, no bairro Rodolfo Teófilo, encontra-se ameaçado: o Arquivo Nirez. Isso porque uma via de acesso ao Discos, livros, rótulos e registros históricos da viaduto incluso no criação da Capital cearense tornam o Arquivo Nifontes de pesquisa do Ceará e projeto do Metrofor rez uma das maiores do País. Foto: Kid Júnior e que liga a Av. José Jatay com a Eduardo Girão, passando sobre a Avenida Padre Cícero, deverá ser construída na Rua João Bosco, informou o proprietário do arquivo, o jornalista e pesquisador Miguel Ângelo de Azevedo (Nirez). Considerado uma das maiores fontes de pesquisa do Estado e do País, o Arquivo Nirez ocupa um terreno 10 metros de largura por 33 metros de extensão, que também serve de residência para o seu criador. O arquivo está completandor 53 anos de existência. Com a via de acesso naquela área, o arquivo perderá dez metros de largura por sete metros de extensão. Com mais de 141 mil peças - dentre elas a coleção de 22 mil discos de cera considerada uma das maiores do País no gênero, rótulos (de alimentos, farmácia, fósforo, bebidas e tecidos), fotografias e registros cronológicos da época da criação da cidade, armazenados em computador - o Arquivo Nirez é procurado diariamente por alunos, professores e pesquisadores em geral. Oficialmente denominado Museu Cearense da Comunicação, somente da Fortaleza antiga reúne cerca de 26 mil fotos, além de fotos de quase 25 mil personalidades.

O advogado Carlos Alberto Mendes Forte tomou posse no cargo de desembargador do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) em 10.03. Ele assume pelo criNa franquia da Cacau Show em Fortaleza, tério do quinto consa perspectiva é de aumento de 30% sobre as titucional, na vaga vendas da data no ano passado. O clima é de otimismo. Foto: Adriana Pimentel destinada à Ordem dos Advogados do Brasil - seccional do Ceará (OAB/ CE). A solenidade foi conduzida pelo desembargador José Arísio Lopes da Costa, presidente do TJCE, e ocorrerá no auditório do Pleno. A saudação ao novo integrante da Corte de Justiça estadual foifeita pelo desembargador Fernando Luiz Ximenes Rocha. Carlos Alberto Forte foi nomeado pelo governador do Estado, Cid Gomes, em 23.02. O novo desembargador integrava lista tríplice juntamente com Francisco Ernando Uchôa Lima Sobrinho e Francisco Zacarias Silveira de Araújo. PERFIL Nascido em Fortaleza no dia 27 de novembro de 1955, Carlos Alberto Forte é formado em Direito pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Tem ainda Especialização em Didática do Ensino Superior pela Universidade de Fortaleza (Unifor).

O líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Antonio Carlos (PT), divulgou números do relatório “Objetivos de Desenvolvimento do Milênio”. O documento foi elaborado pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece) em parceria com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O Ceará destacou-se na promoção de ações voltadas à erradicação da extrema pobreza. Em 1998, o Estado tinha cerca de 50% de habitantes vivendo com uma renda domiciliar per capita abaixo de US$ 1,25 por dia. Em 2008, o índice populacional nestas condições era de 8,5%. Para ele, isto é reflexo das duas gestões do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e dos dois primeiros anos da administração do governador Cid Gomes. “Óbvio que nem todos os objetivos avaliados no relatório foram atingidos. Mas já há avanços significativos”, avaliou Antonio Carlos. Ressaltou a importância de políticas educacionais e de saúde para a redução da extrema pobreza. Na opinião dele, com escolas em tempo integral e hospitais de grande porte, a população menos abastada terá mais qualidade de vida. Antonio Carlos citou, ainda, avanços na educação básica. Comentou o Programa de Alfabetização na Idade Certa (PAIC), que alfabetizou 56% das crianças do 2º ano do ensino fundamental da rede pública dos 184 municípios cearenses. De 2007 a 2010, a variação positiva na nota média de alfabetização destes estudantes foi de 71,4%.

10-0003-2N(A) - CASA DO CEARÁ.indd 1

Ceará em Brasília

01/12/10 16:51

acesse o site da Casa do Ceará em Brasília na Web: www.casadoceara.org.br

9

Abril/11


Abril/11

10

veja o site do projeto Brasília 50 anos do Ceará: www.brasilia50anosdeceara.com.br

Ceará em Brasília


Leituras I

Arnaldo Santos lançou seu livro na Casa do Ceará.

O Desembargador e o Repórter Durval Aires Filho (*)   Wilson Ibiapina, semana passada, depois de anos sem conversarmos , recebi um telefonema especial, de um jornalista muito querido. Edmundo de Castro. Nome que tem a cara da reportagem. Do jornalismo romântico.  Autor de texto espirituoso, pena leve, sutil, sempre defendendo o interesse público. Dedé, um sujeito diferente, uma contradição por ser bom demais para este mundo esquisito  e sem criatividade.  Falo de uma pessoa humana engraçadíssima, generosa, pura, profundamente desnuda das coisas materiais. Motivo da ligação: desculpava em não ter ido a minha posse. Nem carecia. Ora, quem tem 90 anos não precisa de escusas. A idade, por si só, já é uma construção, uma casa construída de muitas estradas e memórias, um peso que se acopla e se conduz com dificuldade. Aí me lembrei do Moacir C. Lopes. Havia dois anos distantes, liguei para o grande romancista cearense, radicado no Rio de Janeiro, também com a mesma idade do Dedé. Na hora de falar com o autor da “Ostra e o Vento”, fiquei reticente, um pouco encabulado, mudo. Afinal fazia voltas que não conversávamos. Do outro lado da linha, ouvi dele sem nenhuma amargura: “homem, sou eu mesmo, homem. A cabeça vai muito bem. Só que abaixo dela,

tudo se acaba, tudo se desintegra...” Bom, pela comunicação do Dedé, otimismo. Ele me falou de uma coisa interessantíssima. Disse mais ou menos assim: a tua posse de desembargador, Durvalzinho, seria um dia para comemoração. Teu pai usaria um paletó branco. Começaríamos uma andança. Lá pelo Bar da Divina. Terminaríamos no fim da madrugada. Cedo da manhã. Tomando banho de Lagoa. Depois do Pici. Sítio do Papai.Lá nas Casas Populares, hoje, Bairro Henrique Jorge. Invariavelmente, dizia o Dedé, era sempre da mesma forma: comemoração, com paletó branco, aguardente e  lagoa de águas límpidas. Coisas do Durval. Sentimento de poeta.Podia ser a celebração de um filho que nascera na semana anterior. Uma nova linotipo que jornal adquirira. Simplesmente, um texto bem escrito, um poema, uma notícia boa que rendesse manchete, a queda de um ditador. Em 1970: a morte do Rei Hassan do Egipto. Agora, Mubarak. Certamente, outros tragos, muitos banhos. Festa da democracia. A tua posse, Durvalzinho.  Sim, se tu encontrares o Lustosão (o Lustosa da Costa), diga que eu fique muito feliz com a referência que ele fez em sua coluna do DN, no sentido de  que eu não abandonasse a literatura. Durval Aires Filho (Fortaleza) desembargador

Arnaldo Santos lançou em 31.03, na Casa do Ceará, a partir das 18 horas, oseu livro “IMPEACHMENT, Ascensão e Queda de um Presidente” com apresentação de Ciro Gomes. Uma das orelhas traz o depoimento do prof. Flávio Ataliba Barreto, pós-doutor em Economia pela Universidade de Harvard, coordenador do Laboratório de Estudos da Pobreza, da UFC. O livro é sua tese de doutorado em ciências políticas pela Universidade Nova, de Lisboa, sob orientação da profa. Dra. Maria Helena Carvalho dos Santos. Para contar a história do impeachment do Presidente Fernando Collor de Melo, hoje senador por Alagoas, Arnaldo conversou com os senadores Mauro Benevides, Jarbas Passarinho, Ney Maranhão e Amir Lando, com os deputados José Genoino, Ibsen Pinheiro, jornalista Sebastião Nery, ex-presidente da OAB, Marcelo Lavanère, ex-presidente da FIESP, empresário Mario Amatto e com o próprio Presidente Collor. O prefácio foi escrito por Carlos Eduardo Lins da Silva. O livro foi editado pela Cia dos Livros, de São Paulo, com 367 páginas. Arnaldo Santos foi Secretário de Comunicação da Prefeitura de Fortaleza no governo Ciro Gomes. (Leia mais no Samburá, pág. 3).

Transferência e Segunda Graduação Em vez de sonhar, venha realizar. Para você que cursa outra faculdade, mas não está satisfeito, chegou a hora de dar o grande passo da sua carreira. Venha estudar no UniCEUB, o melhor centro universitário do Centro-Oeste. Tradição, corpo docente, qualidade e empregabilidade para você construir um futuro ainda mais brilhante.

www.uniceub.br/transferencia (61) 3966-1200 Ceará em Brasília

veja o site da Casa do Ceará em Brasília: www.casadoceara.org.br

11

Abril/11


Agroamigo do BNB aplicou mais de R$ 590 milhões em 2010

Em 2010, o Programa de Microfinança Rural do Banco do Nordeste, Agroamigo, desembolsou mais de R$ 590 milhões na economia nordestina. O montante representa crescimento de 34,5% em relação a 2009 e foi distribuído em mais de 320 mil operações. A carteira ativa do Programa cresceu 42,7%, finalizando 2010 com R$ 828,4 milhões. Já o número clientes ativos cresceu 29,3%, atingindo a marca de 626 mil clientes em dezembro. No Ceará, a quantidade de operações e os valores desembolsados foram de 47,9 mil e de R$ 82,4 milhões, o que representa crescimento de 2% e 18,7%, respectivamente. De acordo com o Diretor de Gestão do Desenvolvimento do BNB, José Sydrião de Alencar, o Agroamigo é uma experiência inovadora na área rural, que, a partir da metodologia utilizada e da figura do assessor de crédito, possibilita oportunidades de crédito para milhares de agricultores familiares. “O sucesso do Agroamigo tem como um grande diferencial o acompanhamento do crédito, que potencializa a geração de resultados positivos, contribuindo assim com aumento da produtividade e da renda e a melhoria de vida no campo”, afirma.  Desde o seu início, já foram contratadas pelo Agroamigo, 1.147.740 operações com mais de R$ 1,7 bilhão desembolsados. Atualmente, o Agroamigo atua em 1.945 municípios, por meio de 159 agências e conta com uma equipe de 630 assessores de crédito. O Programa apoia agricultores familiares enquadrados no Grupo B, com financiamentos de até R$ 2.000,00.

Número de investidores no Ceará cresce 592% em 5 anos

O Ceará fechou 2010 com 6.230 investidores na Bolsa de Valores. O número representa um crescimento de 592,2% em relação a 2005 Entre 2005 e 2010, a Bolsa de Valores Investidores são atraídos por programas de popularização (Marcos Campos) atraiu 5.330 novos investidores cearenses que passaram a comprar ações de empresas. O número representa um crescimento de 592,2% se levarmos em consideração que eram 900 investidores em 2005 e chegaram a 6.230 no ano passado. A elevação é quase o dobro da registrado nacionalmente. No mesmo período, os compradores individuais de ações na Bolsa passaram de 147.441 para 610.915, elevação de 314,3%. Os dados foram divulgados pela BM&F Bovespa. Nos próximos anos, a expectativa é de que a expansão seja ainda mais expressiva. A BM&F Bovespa pretende chegar a cinco milhões de investidores até 2014. O incremento representa um crescimento percentual de 718,4%. “A estratégia é criar uma cultura de investimento no brasileiro”, explicou a economista e consultora da BM&F Bovespa, Tércia Rocha. Ela destacou que entre os programas utilizados para atrair novos investidores estão o Turma da Bolsa, o Desafio BM&F Bovespa, o Mulheres em Ação e a campanha Quer ser sócio?

Reinaugurado Palácio da Abolição com Memorial de Castello

Após 25 anos sem abrigar o chefe do Executivo estadual, o Palacio da Abolição, foi reinaugurado em 25 de março, a data magna do Ceará, Terra da Luz, no Dia da Libertação dos Escravos, no Ceará, pelo Governador Cid Gomes. Inaugurado inicialmente em 1970, o Palácio da Abolição recebeu o nome em referência ao pioneirismo cearense na libertação dos escravos, permanecendo como sede do Executivo até 1986. Naquele ano, o então governador Tasso Jereissati decidiu transferir a administração estadual para o Cambeba. A reforma do Palácio previu a manutenção do Memorial do Presidente Casatellol Branco, galeria de arte, auditório com mais de 130 lugares, salão de eventos voltado para a realização de eventos culturais e artísticos e biblioteca. O primeiro pavimento abrigará o gabinete de Cid Gomes, do secretário-chefe da Casa Civil e do chefe de gabinete do governador. No prédio anexo, serão instalados os setores administrativos do gabinete, da Casa Civil e da Casa Militar. Todo o serviço está orçado em R$ 25 milhões. O Palácio da Abolição do Governo do Estado do Ceará, situado na Avenida Barão de Studart, 505, bairro Aldeota. Foi projetado pelo arquiteto Sérgio Bernardes. Suas obras de construção foram iniciadas em 16 de novembro de 1962 em terreno desapropriado de Carlos Gracie pelo então governador Parsifal Barroso.

Higino França

osmar baquit

Abril /11

12

acesse o site da Casa do Ceará em Brasília na Web: www.casadoceara.org.br

Ceará em Brasília


Eólicas: Ceará atrás dos estados do Nordeste

Apesar de ainda liderar produção desse tipo de energia, Estado assiste a vizinhos avançarem em novas plantas As últimas notícias do setor eólico em nada fazem lembrar que o Ceará é (pelo menos ainda) o líder em produção da energia dos ventos no Brasil. Apesar de ser o Estado com o maior potencial para este tipo de investimento no País, e pioneiro na atividade no mercado em prospecção pelo nacional, o território cearense tem Planta Estado, unidade fabril de sido pouco privilegiado com novos aerogeradores ainda não garantida por aqui empreendimentos que vão surgin- foiEduardo Queiroz do. Depois do fraco desempenho no último leilão de fontes alternativas e de energia de reserva, o Ceará vê agora os vizinhos avançarem em tecnologia e projetos industriais do setor. Mesmo iniciante na área de eólicas, a Bahia, por sua vez, já anda a passos largos para aumentar sua importância no setor. Saindo na frente do Ceará, a unidade federativa irá inaugurar, em maio, sua primeira fábrica de aerogeradores. Instalada no polo industrial de Camaçari, com investimento inicial de R$ 50 milhões, a unidade é um investimento da empresa espanhola Gamesa, e veio seguindo a esteira dos 34 projetos de parque eólicos que serão implantados no Estado. Mas a primeira encomenda da fábrica virá, na verdade, para o Ceará. Até dezembro, a unidade entregará 21 equipamentos para o Parque Dunas do Paracuru. Sérgio de Sousa, Repóter do Diário do Nordeste

Adirson Vasconcelos revela “Chateau e seu Tempo”

Governo do Estado entregou 1ª etapa da Rodovia Padre Cícero

Adirson Vasconcelos (Santana do Acaraú), o Historiador de Brasília, lançou em 6 de abril, na Fundação Assis Chateaubriand, em Brasília, seu último livro, “Chateau e seu tempo de 1924 a 1968”, um roteiro simplificado para revelar um dos grandes brasileiros do século XX, jornalista, político, escritor, acadêmico e diplomata, que montou e dirigiu o império dos Diários, Rádios e Televisão Associados. Acredita Adirson que o Dr. Assis ou dr. Chateaubriand escreveu e publicou cerca de 12 mil artigos. Chateau nasceu em Umbuzeiro,na Paraiba, Criou-se no Recife onde, aos 14 anos, teria trabalhado no Jornal de Pedro Avelino. Aos 16, ingressou na Faculdade de Direito do Recife, esteve no Jornal do Recife e logo depois no Diário de Pernambuco. Em 1917, chegou ao Rio de Janeiro, colaborando em A Época , no Jornal do Commercio, e como correspondente de La Nacion, de Buenos Aires. Em 1924, adquiriu O Jornal, iniciando uma operação que não parou mais .Em 1926,fundou o Diário da Noite,em São Paulo, em 1928, lançou a revista O Cruzeiro, que foi um fenômeno como meio de comunicação e em 1931, comprou o Diario de Pernambuco do Recife. Chateau inaugurou a Radio Tupi, no Rio de Janeiro, em 1935, na companhia do cientista italiano Gugliemo Marconi, inventor do radio. Em 1950, inaugurou a TV Tupi,a 1a. televisão do Brasil, no Rio de Janeiro, e TV Tupi , de São Paulo. Em 1952, ganhou mandato de senador pela Paraiba, em 1955 foi eleito para a Academia Brasileira de Letras, em 1957, o Presidente Juscelino Kubitschek nomeou-o embaixador na Grã-Bretanha.

O governador Cid Gomes entregou em 11.03 a primeira etapa das obras de restauração e pavimentação da rodovia Padre Cícero, encurtará os trajetos atualmente existentes entre a Capital e o município de Juazeiro do Norte, na região do Cariri. A solenidade de entrega dos 50 quilômetros de pavimentação da CE-153 acontece às 19 horas, em Banabuiú, com a presença do Governador; do secretário da infraestrutura do Estado, Adail Fontenele; do superintendente da Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Quintino Vieira, além de lideranças da região. Com 50 km de extensão, a obra compõe uma das etapas a serem asfaltadas da Rodovia Padre Cícero, que liga Fortaleza a Juazeiro do Norte, via Quixadá, Banabuiú, Solonópole, Orós, Cedro, Lavras da Mangabeira e Caririaçu, perfazendo um total de 500,08 km. Os traçados já existentes do trecho Fortaleza-Juazeiro são mais extensos, sendo 552 km, via Russas, Jaguaribe, Icó, Milagres e Barbalha e 526 km, via Quixadá, Mombaça, Iguatu e Farias Brito. O trecho da CE-153, que liga Banabuiú a Solonópole, recebeu investimentos de R$ 26 milhões do Governo mediante o Programa Rodoviário Ceará III, celebrado em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Os trabalhos foram executados pela Construtora Terrabrás e fiscalizados pelo DER.

VENDEMOS,

ALUGAMOS

OU TROCAMOS O SEU IMÓVEL! A segurança e a rapidez que você precisa na hora de vender, alugar ou trocar o seu imóvel. Experimente, Aguiar de Vasconcelos! www.aguiardevasconcelos.com.br

SHIS CL QI 09 - Bloco G - Salas 102 a 108 - Lago Sul - Brasília - DF (61) 3248 - 4800 - Plantão (61) 9994 - 7941

Ceará em Brasília

acesse o site da Casa do Ceará em Brasília na Web: www.casadoceara.org.br

13

Abril/11


Página da Mulher Para persistir na tradição e manter a notoriedade, festa sempre renovada, a entrega do “OSCAR” aos que mais se destacaram na arte cinematográfica, direção, interpretação, roteiro, música, curta metragem, efeitos especiais, fotografia, figurino, se vestiu de luzes e de brilho, e envolveu de magia e sonho os expectadores, acesa a velha chama da fantasia. Eu me lembro bem , daquele “OSCAR”, há alguns anos, e com certa nostalgia. Os grandes astros do cinema, transformados em mito, permanecem até hoje irreais, mimetizados nos personagens que interpretaram, e perdida a própria identidade. Clark Gable, irrevogavelmente será sempre Red Butler, e Vivien Leigh jamais deixará de ser a Scarlet O’ Hara de “O vento levou...”, eternamente jovens e fascinantes, longe da tirania dos anos e a salvo da pátina do tempo. Levados pela sétima arte acima do comum dos mortais, na história de amor, no heroísmo, na trama, no ardil que na tela viveram, não podem envelhecer, tornarem-se vulneráveis, sem o viço da juventude que lhes transmitia energia e vitalidade. Um mito. Por isso mesmo foi um impacto, no iluminado cenário do velho “Oscar”, a entrada de Jennifer Jones, inesquecível em “O Suplício de uma

Aquele velho “OSCAR” saudade” para a entrega do prêmio ao vencedor da noite. Nítida na lembrança, tão forte e marcante o personagem, a imagem da jovem médica eurasiana, conflitada entre a pátria e o amor, no encantamento de uma desarvorada paixão. Nos acordes de “Love is a many esplendored thing” retornou à imaginação, a esguia e doce figura da mulher chinesa, envolvida emocionalmente com um correspondente de guerra, jornalista americano, no conflito da Coréia. Terrível carrasco , o tempo se fez presente na noite. do “Oscar”. No palco iluminado, eu me lembro, de um lado a outro atravessou uma senhora trêmula, alquebrada, visivelmente nervosa, e muito mais, escandalosamente agredida pelos anos. Da jovem chinesa, nem lembrança, da romântica doçura, nem sinal, e do arrebatamento... ah! se esboroava ali, aos olhos de todos, tristemente, um mito dos anos verdes. Poucos dias antes, o noticiário dava conta da trajetória de Bette Davis e dos seus áureos tempos, quando pontificava em Hollywood. Na sua lenta descida, tornava-se evidente a ação devastadora dos anos, nos papeis irrelevantes que lhe foram dados na televisão e em filmes destituídos de importância. Para a sua autobiografia, recusada a publicação por seu antigo editor, teve que anunciar num jornal o seu intento! Numa fotografia dos

tempos de sucesso e dos últimos tempos, contrastavam as duas Bette Davis, n uma comprovação de que a vida cobra um alto preço pelo privilégio de prorrogar os dias de qualquer mortal! Principalmente para quem viveu de glórias e de aparências num mundo de fantasia, vendendo sonho e ilusão. Se é penoso envelhecer, pelo despojamento, cada dia, das forças, da energia, do viço, há contudo uma sabedoria em aceitar a evidência, lei da vida, tributo inadiável à graça de ter sido prolongado o tempo, para usufruir de bens e de dons que nem todos receberam. Drástica a alternativa que nos impõe a vida: envelhecer ou morrer. E convenhamos que vale o tributo, sim, assistir tranqüilamente o entardecer... Não são as rugas, retalhado o rosto, mapa riscado por sinuosas linhas, o olhar já sem o brilho de outrora e a chama se esvaindo, que tornam triste envelhecer. Doloroso é não saber se render e não aceitar a evidência, a hora exata de sair de cena. O reconhecimento natural e simples de que chegou o instante de passar a outrem o timão do barco, desempenhado o papel, concluída a tarefa. Eternamente se renova a vida e é justo entregar as chaves aos que se acercam, plenos de vigor e arrebatamento. Resta ao cisne seu canto mais lindo... (*) Regina Stella (Fortaleza), jornalista e escritora

Receitas nordestinas testadas e provadas Raimunda Ceará Serra Azul (*)

Creme de milho (Para 6 casquinhas)

12 espigas bem verdinhas 2 gemas de ovo I cebola média ralada l tablete de caldo de galinha I e 1/2 copo de leite 3 colheres (sopa) de creme de leite

açúa r pimenta-do- reino sal 3 colheres (sopa) de manteiga l colher (sopa) de açúcar * Debulhe o milho e cozinhe-o com sal, açúcar e uma colher de manteiga durante 6 minutos (se ficar mais tempo, endurece). Re serve 1/3 do milho. Leve o restante ao liquidificador com o

leite, as gemas e o tablete de caldo de galinha. Bata e passe na peneira. Refogue a cebola na manteiga e coloque o milho batido, mexendo sem parar, pois a própria massa do milho e as gemas vão en grossar, adquirindo a consistência de creme. Quando estiver pronto, junte o milho reserva do e acerte o tempero, lembrando que o cre me de milho é sempre adocicado. (*)Raimunda Serra Azul (Uruburetama), advogada.

Custos com demência chegam a 1% do PIB mundial, afirma relatório Os custos globais com demência – causada, em sua maioria pelo Mal de Alzheimer – vão ultrapassar 1% do Produto Interno Bruto mundial neste ano, chegando a US$ 604 bilhões, alerta um relatório publicado nesta terça-feira, dia mundial do Alzheimer. Segundo o Relatório Mundial do Alzheimer, se o cuidado com pacientes de demência fosse um país, ele seria a 18ª economia do mundo. Se fosse uma empresa, seria a maior do mundo, com receita superior à da Wal Mart e da ExxonMobil. O documento da Alzheimer’s Disease International (ADI) – que reúne várias organizações – contém os dados mundiais mais atualizados sobre o custo da doença e defende que sejam investidos mais recursos em pesquisas e tratamentos. A estimativa é de que atualmente haja 35,6 milhões de pessoas vivendo com demência no mundo. Este número deve subir para 65,7 milhões até 2030 e 115,4 milhões até 2050. “A escala desta crise pede ação global”, afirmou Marc Wortmann, diretor executivo da ADI. “A história mostra que grandes doenças podem ser administráveis – e até evitáveis – com consciência global suficiente e vontade política para fazer investimentos substanciais em pesquisa e opções de cuidado.” Cuidados Cerca de 70% dos custos com a doença ocorrem nos países desenvolvidos da Europa Ocidental e da América

Abril/11

14

do Norte. Nesses países, os custos com o cuidado informal (feito por familiares ou acompanhantes pagos por esses familiares) é equivalente aos custos dos serviços sociais (feito por profissionais de saúde comunitária, ou asilos). Nos países em desenvolvimento, ou com baixa renda per capita, o cuidado informal responde pela grande maioria dos custos, onde o custo direto dos serviços sociais é mínimo, em comparação. Em regiões como China, Índia e América Latina, espera-se ainda um aumento no número de casos de demência, conforme aumente a expectativa de vida das pessoas. Segundo o relatório, os países mais pobres sofrem com a falta de reconhecimento da doença, e o cuidado dos pacientes cai, em geral, sobre a família. Os países ricos têm dificuldades em cumprir a demanda por serviços, deixando muitos pacientes e acompanhantes com pouco, ou nenhum apoio. Nos países ricos, a média de pacientes com demência vivendo em casa é de 66%. Nos países em desenvolvimento, este número chega a 94%, afirma o relatório.

veja o site do projeto Brasília 50 anos do Ceará: www.brasilia50anosdeceara.com.br

No Brasil, estima-se que entre 70% e 94% dos pacientes com demência vivam em casa, nas áreas urbanas, e entre 90% e 99% nas áreas rurais. Crise De acordo com o documento, os custos com os cuidados dos pacientes devem aumentar a uma velocidade mais alta do que a incidência da demência, à medida que os governos invistam mais em tratamento e saúde pública. “Este é um chamado para o fato de que a doença de Alzheimer e outros tipos de demência são a crise social e de saúde mais significativa do século 21”, disse Daisy Acosta, diretora da ADI. “Lamentavelmente, os governos estão despreparados para os distúrbios sociais e econômicos que esta doença vai causar.” O relatório pede que a Organização Mundial de Saúde declare a demência como uma prioridade mundial. Especialistas em demência afirmam que os governos devem liderar o caminho em garantir que as estratégias nacionais para o tratamento de pacientes com demência sejam implementadas e que sejam investidos mais recursos em pesquisas para o desenvolvimento de novos exames, tratamentos e, possivelmente, a cura. Dados publicados recentemente no Reino Unido sugerem que o investimento em pesquisas sobre doenças cardíacas é 15 vezes maior no país e 30 vezes maior no caso do câncer. Com a BBC Brasil.

Ceará em Brasília


Leituras II Humor Negro e Branco Humor “Para que levar a vida a sério, se nós nascemos de uma gozada!” Ninguém vencerá a guerra dos sexos. Há muita confraternização entre os inimigos” “O Brasil é um país geométrico .... tem problemas angulares, discutidos em mesas redondas, por um monte de bestas quadradas.” “Eu bebo pouco, mas este pouco me transforma em outra pessoa; e essa outra pessoa bebe pra caralho!!!!!” “As nuvens são como os chefes....quando desaparecem o dia fica lindo” “A mulher mais feliz do mundo é a namorada do Saci, pois ela sabe que se levar um pé na bunda, quem cai é ele”. Se um dia, a vida lhe der as costas... passe a mão na bunda dela!!!!” “Pinto educado é aquele que levanta pra mulher sentar” Mulher é igual a macarrão: você enrola, enrola, enrola..........e come! “Se sua sogra é uma jóia, temos o estojo perfeito” (Funerária Souza) “Quem acha tudo gozado, é faxineira de motel...” “ Nas horas difíceis da vida, você deve levantar a cabeça, estufar o peito e dizer de boca cheia: - Agora fudeu!!!” “Casar é trocar a admiração de várias mulheres, pela crítica de uma só !!!” “O chifre é como o consórcio... ...quando você menos espera é contemplado.” “Eu bebo pra ficar ruim mesmo, porque se fosse pra ficar bom, eu tomava remédio!” “O duro não é carregar o peso do chifre......... é sustentar a vaca.” “Mulher é tão bom, mas tão bom que quem não gosta tem mais é que tomar no cú mesmo!” “Em dia de tempestades e trovoadas, o local mais seguro é perto da sogra, não há raio que a parta”. “Mulher feia é igual a ventania, só quebra galho.” “A diferença entre o homem e a mulher é que o pau que está entre as pernas do homem é sempre o mesmo “Sogra é como onça, todos temos que preservar, mas ninguém quer ter em casa.” Como é que o papa pode ser contra os gays se ele se chama KAROL “Mulheres são como traduções: as boas não são fiéis e as fiéis não são boas.” Vinho pode ser branco ou tinto mas cú tem que ser ros é Mulher de amigo é que nem muro alto a gente trepa mas dá um medo... “A diferença entre a mulher decidida e o homem mulherengo é que a mulher decidida está sempre pronta para o que der e vier, e o homem mulherengo está sempre pronto para quem vier e der.” “Beijo não mata a fome, mas abre o apetite “ Meu sonho é ser pobre um dia na vida, porque ser pobre todo dia é foda !!!!! “O que há em comum entre um bolo queimado, cerveja estourada no congelador e mulher grávida ? Nada, mas se você tivesse tirado antes nada disso teria acontecido...” “Se Homossexualismo fosse normal, Deus teria criado Adão e Ivo.” “As mulheres perdidas são as mais procuradas.”

Ceará em Brasília

Documento História 2

Estado do Cariri, Seu começo e fim

José Jézer de Oliveira (*) Não é de hoje a idéia de converter a região do Cariri em uma unidade da Federação. Remontam ao tempo do Império as primeiras manifestações nesse sentido, a começar pela representação que a Câmara Municipal da vila do Crato encaminhou, em 28 de julho de 1828, ao governo central, propondo a criação da Província do Cariri Novo. Não se sabe a quem atribuir a autoria da idéia da emancipação política da Região. Presume-se tenha partido do diácono José Martiniano de Alencar, que onze anos mais tarde, quando ocupante de cadeira no Senado do Império, apresentou projeto de lei de igual teor (datado de 14 de agosto de 1839), o qual mantinha a mesma configuração da representação da Câmara do Crato, que incluía parte dos territórios de Paraíba, Pernambuco e Piauí. Em abril de 1839, cinco meses antes do projeto de Alencar, a Câmara da vila de São Mateus, hoje cidade de Jucás, encaminhara ao Legislativo Federal proposta visando à criação “de uma nova província, sendo sua capital a vila do Crato, e anexando-lhe a comarca do Icó desta mesma província do Ceará, e a que outrora se chamava Julgado do Cabrobó, da província de Pernambuco”. Em 18 de julho de 1854, foi a vez de Barbalha, através de sua Câmara, requerer à Assembléia Legislativa Geral, com sede em Fortaleza, a criação da província, tendo Crato como Capital. Em 1856, José Martiniano através de uma série de artigos publicados no jornal Diário do Rio de Janeiro, o futuro famoso romancista José de Alencar, filho do senador caririense, propugnava pela criação da Província do Cariri Novo. Nesse mesmo ano, João Brígido dos Santos funda no Crato O Araripe, primeiro jornal da região sul cearense, a princípio destinado a dar suporte à idéia de emancipação política do Cariri, a qual, com o passar do tempo, perdeu consistência, a ponto de sequer provocar entusiasmo na população a proposta de criação do Estado do Araripe, preconizada em estudo apresentado, em 1940, pelo general João de Segadas Viana sobre a divisão territorial do País. Até aí, chama a atenção o fato de nessas manifestações de autonomia não se enxergar viso algum de índole eminentemente separatista. Não obedeciam a uma tendência inata de autodeterminação, mas a impulsos decorrentes da situação de desassistência imposta ao Cariri pelo governo da Província. Daí, ao formular o seu projeto, o senador Alencar arrolar como principal justificativa a questão das lonjuras que separavam o Cariri da capital da Província, para ele, causa determinante da incúria administrativa do Governo. Em carta aos seus eleitores cearenses, asseverava que a ausência da ação governamental deixava o Cariri entregue à sua própria sorte, ficando à mercê de Potentados, “em cuja presença as leis se calam, as Autoridades tremem e os Povos gemem”. Em seu livro Crato Intelectual, o escritor e jurista caririense Raimundo de Oliveira Borges corrobora

a tese de Alencar. Para ele, a idéia de separação se deveu ao menoscabo dos governantes do litoral com relação ao Cariri, considerado sempre “como uma espécie de enteado do Estado, ou dos seus governos, dos quais recebeu apenas migalhas, assim mesmo conseguidas a duras penas”. Na verdade, a proverbial má vontade oficial se ancorava na falsa premissa de que o desenvolvimento da região só serviria para fortalecer antigos vínculos de cultura e relações de comércio que ela mantinha com o vizinho Estado de Pernambuco. Daí dizer-se, desde longa data, que o Cariri era mais pernambucano do que cearense. Mesmo diante da persistência dos governantes em manter um tratamento díspar com relação ao Cariri, por tal motivo não mais se aventou a hipótese de separação. Todavia, no ano de 1957, inesperado fato político, que abalou a região, fez ressurgir a idéia de autonomia política da região. Naquele ano, vale lembrar, a população caririense aguardava com ansiedade a chegada da energia elétrica gerada pela usina de Paulo Afonso. Programado para o mês de dezembro, o grande evento representava uma promessa de indiscutível progresso para toda a região. De súbito, aporta na região a notícia de que a Câmara Federal aprovara projeto de autoria do deputado Virgílio Távora, estendendo a todo o Ceará a energia produzida pela Chesf, isto em detrimento do plano de eletrificação do Cariri, que resultou extinto, ficando a região automaticamente submetida ao Vírgilio Távora novo Programa, para o qual, inclusive, foram alocados os recursos orçamentários originalmente destinados à eletrificação do Cariri. O revés provocado pela oportunista manobra política do autor do projeto, logo em seguida candidato ao governo do Estado, desencadeou incontida explosão de revolta na população caririense, que, em resposta, assumiu estrepitosa atitude revanchista. Armou-se ali um cenário de guerra psicológica no qual o caririense escaramuçava, esgrimindo na direção do litoral o instrumento desafiador da separação. Apesar do forte e inarredável sentimento de cearensidade, imanente a todos, grande foi o número de entusiastas do movimento separatista que levou ao ato supremo de proclamar-se a autonomia, embora funcionasse apenas na retórica, corporificando-se, no entanto, no projeto de lei do deputado Wilson Roriz, na Assembléia Legislativa, criando o Estado do Cariri. Desacolhido o projeto pela Assembléia, sepultou-se de vez a episódica idéia separatista. Cessados os ânimos, o Cariri continuou ao largo das benesses do governo. Graças, porém, à reconhecida pujança de sua capacidade empreendedora, esse abençoado pedaço de chão cearense tem provado não depender de autonomia política ou de ajuda governamental para sua sobrevivência e progresso. Basta que o Governo não atrapalhe, como o fez com relação ao episódio da eletrificação. (*) José Jézer de Oliveira (Crato), jornalista

veja o site da Casa do Ceará em Brasília: www.casadoceara.org.br

15

Abril/11


Cursos profissionalizantes da Casa do Ceará tiveram mais de mil alunos em 2009/2010 e foram entregues 887 certificados engrandece a Casa do Ceará, Casa do Ceará mosCursos da Casa do Ceará. Alunos matriculados Mês Nº de alunos Nº de certificados disse o presidente da Casa, trou a eficiência de seus e certificados emitidos em 2010 Matriculados Emitidos Fernando Cesar Mesquita. cursos de formação, treiMês Nº de alunos Nº de certificados Isto só confirma que a Casa namento e capacitação, Janeiro 21 44 Matriculados Emitidos prestou e vem prestando oferecidos nas suas ofiFevereiro 48 6 inestimáveis serviços a pescinas por profissionais Janeiro 55 77 soas que, sem os nossos e equipes devidamente Março 82 42 Fevereiro 139 56 cursos profissionalizantes habilitadas. Em 2009, Abril 33 19 e certificados, não teriam foram matriculados 462 Março 80 33 conquistado o seu espaço. alunos e entregues 410 Abril 42 40 Maio 16 39 Esta é uma das referências certificados. Em 2010, Maio 14 16 Junho 24 17 da ação de assistência social foram matriculados 588 da Casa” alunos e emitidos 477 Junho 24 54 Julho 38 23 A Casa oferece os secertificados. Há anos que Julho 36 37 Agosto 74 73 guintes cursos: profissioCasa do Ceará oferece Agosto 46 28 nalizantes Cabeleireiro, seus cursos – hoje sem Setembro 60 58 -Corte e Costura. –Culináqualquer apoio do MinisSetembro 46 18 Outubro 32 22 ria, -Depilação , -Renda em tério do Trabalho e EmOutubro 29 41 bilro, -Manicure e pedicure, prego e sem usar recursos Novembro 20 36 Novembro 13 23 -Massagem -Maquiagem do Fundo de Amparo ao e Desing de Sobrancelha, Trabalhador. Os cursos Dezembro 14 31 Dezembro 14 54 -Merendeira, -Ourives: são financiados pelos TOTAL 462 410 TOTAL 538 477 Alem disso, oferece cursos próprios alunos. de terceiros: Línguas - EsOs certificados são credencial para conquistar trabalho, emprego e renda. de 1ª. linha em s estabelecimentos não só de Brasília, panhol, Francês, Inglês, Italiano, Operador de Micro I e II Yoga. Informações sobre os cursos podem ser Muitos dos ex-alunos dos cursos da Casa hoje são mas nas cidades satélites e do Entorno. donos dos seus próprios negócios ou são profissionais “Não é só a resposta do mercado que nos favorece e encontradas no nosso site www.casadoceara.org.br

Abril /11

16

acesse o site da Casa do Ceará em Brasília na Web: www.casadoceara.org.br

Ceará em Brasília


Jornal Abril 2011