Issuu on Google+

Projeto de educação para a saúde e ambiente Um projeto de responsabilidade social da INDAQUA - Indústria e Gestão de Água, S.A.


ÁGUA LIMPA PARA BEBER DÁ SAÚDE E FAZ CRESCER Projeto de educação para a saúde e ambiente Projeto concorrente ao Prémio “Tubos de Ouro” APDA Temática 3: Melhor ação de responsabilidade social

Outubro de 2013


INTRODUÇÃO


A educação para a saúde e ambiente: ação prioritária de responsabilidade social da INDAQUA A INDAQUA - Indústria e Gestão de Água, S.A. é uma empresa portuguesa integralmente detida por acionistas portugueses e que resulta de uma parceria estratégica para o setor da água entre alguns grandes grupos económicos nacionais, com competências em diferentes áreas de negócio e com grande presença internacional. Criada para atuar, essencialmente, no âmbito das concessões municipais e parcerias público-privadas (PPP’s), a INDAQUA representa uma clara aposta no setor do ambiente e na gestão do ciclo da água, integrando captação e tratamento de água, transporte e distribuição, recolha e tratamento de água residual. Este é o retrato de quem somos e qual o nosso propósito. Mas ficaria parcialmente desfocada tal imagem se o ser e o fim não estivessem alicerçados em sólidos valores que orientam a nossa ação: respeito pelos recursos naturais, sustentabilidade, realização para os colaboradores e qualidade de vida para a comunidade. Valores que orientam por isso a gestão da INDAQUA, não apenas orientada para o cumprimento dos interesses legítimos dos seus shareholders, mas também para interesses dos nossos stakeholders: trabalhadores, clientes, fornecedores, autoridades públicas e a comunidade onde nos inserimos.

O nosso projeto de educação para a saúde e ambiente, Água Limpa para Beber dá Saúde e Faz Crescer, de que nos orgulhamos, cumpre, há nove anos consecutivos, o nosso compromisso de responsabilidade social com as comunidades onde nos inserimos. Elegemos os mais novos, as crianças e jovens, inseridos no sistema de educação, porque queremos partilhar os nossos conhecimentos e a nossa motivação nos domínios da saúde e do ambiente, pilares para uma melhor qualidade de vida e sustentabilidade. O sucesso desta iniciativa da INDAQUA mede-se pelos resultados que ano após ano temos obtido, atestado pelas classificações de uma avaliação rigorosa e planeada que efetuamos quer a alunos quer a professores. Boa parte do sucesso deve-se à aposta que fizemos na qualidade pedagógica, no rigor científico e no modelo didático implementado no projeto. Hoje, o projeto Água Limpa para Beber dá Saúde e Faz Crescer faz parte integrante do planeamento curricular da unidade “Água” para o 5º ano de escolaridade que as mais de quatro dezenas de escolas dos concelhos onde nos inserimos todos os anos abordam nas aulas de Ciências da Natureza. Os professores contam com o projeto para iniciar ou terminar aquela unidade curricular. E isso é uma honra de que nos podemos orgulhar.


O PROJETO


Água Limpa para beber dá saúde e faz crescer Tendo verificado que partes significativas dos concelhos onde opera têm uma componente rural e semi-urbana onde o consumo de água continuava a ser feita diretamente de poços sem qualquer tratamento com as consequências daí resultantes para a saúde pública, que a sustentabilidade do bem água necessita de uma permanente preocupação em termos ambientais e que a responsabilidade da empresa para com a comunidade onde está inserida vai além da sua vertente de negócio, a INDAQUA iniciou, em 2004, um projeto de responsabilidade social na área da educação: o projeto Água Limpa para Beber dá Saúde e Faz Crescer. Água Limpa para Beber dá Saúde e Faz Crescer é um projeto de promoção da saúde pública e de educação ambiental desenhado para os alunos do 5º ano de escolaridade das escolas dos concelhos onde a INDAQUA opera: Santa Maria da Feira, Matosinhos, Vila do Conde, S. Tirso, Trofa e Fafe. Teve início no ano letivo de 2004-2005 impulsionado pela vontade de prestar um serviço de responsabilidade social que tivesse como alvo as escolas e como conteúdo o bem que a INDAQUA transaciona: a água. Foi pensado para proporcionar às escolas um modelo didático inovador, que estivesse de acordo com os planos curriculares, ancorado no rigor científico dos seus conteúdos e que fosse pedagogicamente válido.

Os Objetivos •

Promover uma atitude de prevenção para o risco do consumo de água não tratada (água de poços, fontes e furos), especialmente relevante em escolas situadas em zonas rurais (agrícolas); • Sensibilizar os alunos para as vantagens do consumo de água da rede de abastecimento; • Compreender os processos básicos de tratamento da água de abastecimento público; • Promover um atitude pro-ativa na boa gestão da água de consumo.

Os conteúdos • O ciclo da água; os estados físicos da água; • A água como recurso essencial para a vida; • Reservas de água do planeta; • Tratamento da água (ETA) e tratamento de águas residuais (ETAR) • Águas de consumo; fontes de poluição; poupança.


O Modelo Pressupostos de partida para a construção do modelo: • Conceber um projeto didático inovador; • Proporcionar um tempo de permanência dos alunos nas atividades adequado à aquisição de conhecimentos; • Proporcionar instrumentos didáticos de aprendizagem de qualidade. Com base nestes pressupostos o modelo didático do projeto foi construído em redor de três momentos consecutivos a que correspondem três espaços onde se realizam três atividades distintas:

Momento

Espaço/Módulo

Actividade

Exprimental

Laboratório

Limpeza e tratamento de uma amostra de água

Jogo

Multimédia

Jogo da água em 17 perguntas

Lúdico-cénico

Cena

Participar numa peça de teatro interativa

As atividades 1. Laboratório: os alunos, em grupos de 2, realizam a limpeza e tratamento de uma amostra de água. Começam por observar uma gota de água da amostra ao microscópio. Após a observação realizam duas fases de limpeza da amostra: decantação e filtração do sobrante da decantação. Após esses processos realizam a desinfeção da amostra filtrada. No final fazem uma preparação de uma gota dessa água para observação e comparam-na com a gota inicial. 2. Multimédia: os alunos, em grupos de 2, entram no espaço tenda para realizarem um quiz em computador, o Jogo da Água em 17 perguntas. Avança por cinco níveis. Em cada nível há perguntas com três opções de resposta. Depois de selecionarem uma das opções visualizam a resposta correta. Cada resposta correta vale pontos e no final do jogo visualizam a pontuação final que obtiveram. 3. Cena: Os alunos entram na tenda para assistir a uma peça de teatro feita por um ator. Durante o desenrolar da peça, que dura cerca de 15 min., o ator interage com os alunos uma vez que partes da peça necessitam da participação de alguns alunos em role playing.


A implementação nas escolas O projeto Água Limpa para Beber dá Saúde e Faz Crescer realiza-se nas escolas EB.2-3 em itinerância para os alunos do 5º ano de escolaridade e cada edição/ano letivo tem a duração de cerca de 7 meses, de outubro a maio. Realiza-se a montagem de todo o dispositivo e de todos os equipamentos e materiais num espaço da escola: laboratório e tenda. Previamente calendarizado com a escola, os alunos participam no projeto da seguinte forma: uma turma de cada vez ocupando 90 min. Ao entrarem no espaço onde está o dispositivo os alunos da turma são divididos em 2 grupos (10 a 15 alunos cada). Um grupo realiza a atividade laboratório enquanto o outro grupo realiza o jogo de computador na tenda, durante cerca de 30 min. Ao fim deste tempo os grupos trocam de atividade. Após os segundos 30 min. de atividade, toda a turma entra na tenda e assiste à peça de teatro, durante cerca de 15 min. Todo o projeto é realizado por três pessoas: 2 monitores, licenciados em química e/ou engenharia do ambiente e um ator profissional. Realizam a montagem e desmontagem do dispositivo e ajudam os alunos a realizar as atividades.


Participação em outras iniciativas O projeto Água Limpa para Beber dá Saúde e Faz Crescer é prioritariamente realizado nas escolas E.B. 2-3 para os alunos do 5º ano. No entanto, ao longo das suas nove edições foram realizados ações também para os alunos do 1º Ciclo, conferências para alunos do Ensino Unificado (7º ao 9º ano) e participação em feiras, comemoração do Dia Mundial da Criança e Dia Mundial do Ambiente e outros eventos para crianças.

• • • • • •

1º Ciclo (1º ao 4º ano) – Recursos didáticos utilizados: - Animação digital “A Gotinha que precisava de tomar banho”; - Laboratório: exploração de modelos tridimensionais do Ciclo da Água e de uma ETAR; - Cena. Performance de teatro-musical; Ensino Unificado (7º ao 9º ano): Conferências sobre Ciclo Urbano da Água e Água Virtual; Concursos promovidos: Olhares sobre a água (2009); Letras de Água (2010); Participação em Feiras: Feira de Ciência de Vila do Conde (2010 e 2011); Dia Mundial da Criança: Feira de Negócios de S. Maria da Feira (2008 e 2009); Dia Mundial do Ambiente: Escola EB 2-3 e Secundária de S. João da Madeira; Eventos para crianças: Terra dos Sonhos, Santa Maria da Feira (2012).

Recursos Didáticos produzidos • Brochura 13 Perguntas e um Poema Grátis (5º ano) • Jogo digital Água em 17 Perguntas • Brochura Alfredo. O guarda-rios explica o ciclo da água (1º ciclo) • Vídeo/animação flash A Gotinha de precisava de tomar banho (1º Ciclo)

ALFREDO

O GUARDA-RIOS

EXPLICA O CICLO DA ÁGUA


Nove anos do projeto


Ano

20042005

4

1

Nº de Concelhos

11

20082009

20072008

28

20102011 50

290

Nº de Ações/ Turmas abrangidas

72

39 230 5

20042005

6

44

20062007 239

1

Ao longo das nove edições o projeto alcançou um número total de cerca 43400 alunos em 1694 ações.

11 72

200112012 48

Legenda

Avaliação

20052006 1 11

2009- 6 288 2010 47

170

6

69

Nº de Escolas

O projeto Água Limpa para Beber dá Saúde e Faz Crescer teve início em 2004 no concelho de Santa Maria da Feira e, paralelamente à angariação pela INDAQUA de novas concessões aquele projeto foi acompanhando aquele alargamento abrangendo a partir do ano de 2009 seis concelhos: S. Maria da Feira, Matosinhos, Fafe, Santo Tirso, Trofa e Vila do Conde.

6 264

Total 1634 1580

5º 1º Ano Ciclo Ano 1634 0 1634 2004-2005 1580 0 4026 0 2005-2006 6347 1634 2006-2007 0 7512 4026 2007-2008 0 8099 6157 2008-2009 7512 0 7195 2009-2010 6878 5953 1221 2010-2011 886 6009 2011-2012 343 5565 2012-2013 0 bTo 98 43 ta 5 is 2450 40995 34

Su

Legenda Número de ações/turmas abrangidas, por ano letivo e por concelho. Cada ação corresponde à participação dos alunos de uma turma de cada vez no projeto com a duração de cerca de 90 min. O decréscimo do número de ações a partir de 2011 deve-se ao facto do número de alunos por turma ter aumentado com a conseqüente diminuição do número de turmas nas escolas e ter havido agrupamento de algumas escolas.

3º Ciclo 0 0 0 0 0 0 0 300 45

O projeto Água Limpa para Beber dá Saúde e Faz Crescer conta com um inquérito de avaliação aos alunos e professores com o intuito de conhecer o seu nível de satisfação. São vários os itens avaliados quer pelos professores quer pelos alunos: • O rigor científico dos conteúdos; • A qualidade dos diferentes recursos (laboratório, multimédia e cena); • A preparação e qualidade da equipa (monitores e ator); • Conhecimentos adquiridos pelo alunos Como seria exaustivo apresentar os resultados dessa avaliação por itens (mais de 20), tomamos a decisão de apenas apresentar os resultados referentes à avaliação global do projeto.


Avaliação Global do Projeto - alunos 10,6

3,5

9,7

76,1

1,8

1,8

8,0

87,6

Avaliação Global do Projeto - Professores % EDIÇÃO

04/05 5,7

0,0

0,0

06/07 94,3

0,0

1,4

20,2

NS/NR

78,4 Fraco

07/08 0,0

2,5

19,4

08/09 77,7

0,0

1,0

13,9

Bom

85,1

Legenda: Os resultados da avaliação quer por parte dos alunos quer por parte dos professores tem-se situado, ao longo das nove edições, no nível Excelente.

2,0

4,1

29,0 65,3

9,0

04/05 0,0

Nota: Na 2º edição, ano letivo de 2005/2006, não foi realizada a avaliação.

0,0

14,0

0,0

31,0

57,1

06/07 85,7

0,0

07/08 0,0

2,9

0,0 29,0

71,4

08/09

19,0 80,6

0,0

0,0

19,0 80,8

Excelente

09/10 0,0

0,0

17,5

11/12

10/11 82,5

0,0

0,0

10,5

12/13

09/10 89,5

0,0

0,0

13,0

11/12

10/11 87,0

0,0

0,0

10,0 90,0

12/13


RECONHECIMENTOS E PRÉMIOS


2006. Reconhecimento pela Comissão Nacional da UNESCO

Sustentável. Na sua segunda edição (2009) contou com 138 candidaturas, das quais 127 estiveram a A Comissão Nacional da UNESCO deu o seu apoio insna fase inicial. O projecto “Água limpa A quantidade concurso de água no nosso Planeta titucional ao projeto Água Limpa para Beber dá Saúde e para beber dá saúde e faz crescer”, promovido pela Terra é sempre a mesma. Faz Crescer considerando “de relevante interesse pedaINDAQUA concorreu na categoria de comunicagógico”. A Comissão Nacional da UNESCO considerou ção, tendo obtido uma Menção Honrosa, prova do ainda que “o seu importante teor se enquadra perfeitagrande sucesso deste projecto nas escolas e da sua sugestõe Se a água na terra é sempre a Algumas notoriedade e qualidade. mente nos objetivos da Década das Nações Unidas da poupar água porque devemos Educação para o Desenvolvimento Sustentável emesma, da Dépoupar água? cada das Nações Unidas “Água para a Vida”.

Fechar bem as torneira pingarem.

2011. 1º Lugar no Prémio Francisco dade chuvei Tomar banho 2009. Menção de imersão consome ce Fonseca Henriques. Honrosa nos Green litros de água enquanto Então duas coisasNorte devemos ARH chuveiro pode gastar m Project Awards 2009 fazer: Embora a água na Terra seja sempre a mesma acontece que estamos a poluir muita água que já não pode ser utilizada.

metade). e Categoria “Comunicação . evitar poluir Cidadania” a água,pois assim Fechar a torneira da ág

Categoria “Comunicação”

estamos a conservar a água em boas ensaboamos as mãos o Os Green Project Awards são uma iniciativa docondições. Grupo os dentes. GCI, organizada em parceria com a Agência Portuguesa do Ambiente e a Quercus. Distingue iniciativas. “limpar” já im- a água poluída, aquelas Não deixar a água a co águas os esgotos. plementadas em prol do Desenvolvimento Sustentável.que vão O para primeiro lugar na categorialavamos “Comunicação a louça.e ser do despoluídas O «Green Project Awards» é uma iniciativa de Estas dimen-águas podem Cidadania” prémio promovido pela Adminstraem ESTAÇÕES DE do Regar as plantas são, abrangência e características únicas em Portugal, çãoDE da TRATAMENTO Região Hidrográfica Norte I.P. foi mais ou o ja ÁGUA RESIDUAIS (ETAR). (de dia a perda de água p e conta no seu júri com algumas das mais importantes uma honra para o projeto que recebeu pelo prémio 5000€ e o respetivo diploma. é maior). autoridades nacionais em matéria de Desenvolvimento

Colocar uma garrafa de de areia e tapada dentro (assim a quantidade de autoclismo descarrega


INDAQUA, 25 de outubro de 2013



Nove anos de um projeto