Page 1

a arte de compor cartas


a arte de compor cartas


“Nas cartas que escrevo costuma insinuar-se o rascunho da grande carta (grande? ou conterá só duas linhas?), mas bem sei que não adianta rascunhar o que não pode ser previsto e menos ainda planejado. Ou a carta se faz espontaneamente na brancura da folha, tão imperativa que só me resta assiná-la, ou todo o meu empenho literário de reunir as expressões mais adequadas resultará na caricatura de um documento que independe de estilização e mesmo a repele. A correspondência da vida inteira torna-se o esboço inútil de uma única peça postal que não tenho aptidão para compor, e não me é ditada, mas que exige ser escrita.

Estamos nisto, eu e a minha carta, já concreta, palpável, legível de tão imaginada: em sua plenitude branca.”

Carlos Drummond de Andrade. Projeto de carta, Os dias lindos


Carta para Abgar Renault com data de 22 de abril de 1926 Acervo Carlos Drummond de Andrade. AMLB/FCRB.


Carta para Pedro Nava com data de 06 de setembro de 1947. Acervo Carlos Drummond de Andrade. AMLB/FCRB.


Carta para Abgar Renault com data de 06 de fevereiro de 1950. Acervo Carlos Drummond de Andrade. AMLB/FCRB.


Carta para Abgail Renault com data de 20 de marรงo de 1961. Acervo Carlos Drummond de Andrade. AMLB/FCRB.


A arte de compor cartas: amostra com algumas cartas de Carlos Drummond de Andrade para amigos  

A arte de compor cartas é um catálogo com amostra de algumas edições fac-símile de cartas escritas por Carlos Drummond de Andrade

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you