Issuu on Google+

Abr | Mai | Jun | 2 0 1 2


Clic Clube atividades para apaixonados pela fotografia Programação especial que proporciona experiências diversificadas no campo da Fotografia. A variedade de propostas e profissionais tem por objetivo a apropriação da linguagem fotográfica como meio de expressão individual, de forma a instigar a prática e a reflexão sobre o ato fotográfico.

clicclube@consolacao.sescsp.org.br


Para efetuar a sua inscrição dirija-se à Central de Atendimento, 1º andar. Vagas limitadas

Abril, inscrições a partir de 2/4 Maio, inscrições a partir de 26/4 (exceto para os cursos Fotografia para música e Como fazer um projeto fotográfico, cujas inscrições abrem no dia 2/5) Junho, inscrições a partir de 28/5 (exceto para os cursos Clic Inicial –A profundidade do movimento e Fotografia panorâmica e estereoscopia, cujas inscrições abrem no dia 1/6) *Usuário matriculado no SESC e dependentes. **Trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo matriculado no SESC e dependentes.


cursos abril PINHOLE COM CAIXA DE FÓSFOROS Dias 2, 4, 9 e 11/4, segundas e quartas, das 19h às 21h30

PINHOLE NA LATA – AULA ABERTA Dias 7, 14 e 21/4, sábados, das 14h às 17h

CLIC INSPIRADO EM EADWEARD MUYBRIDGE E BRINQUEDOS ÓPTICOS Dias 10, 12, 17 e 19/4, terças e quintas, das 19h às 21h30

CLIC INICIAL – FUNDAMENTOS BÁSICOS DA FOTOGRAFIA Dias 16, 18, 23 e 25/4, segundas e quartas, das 19h às 21h30

maio CLIC INSPIRADO EM DIANE ARBUS Dias 5, 12, 19 e 25/5, sábados, das 14h às 16h30

CLIC INICIAL – A COR NA FOTOGRAFIA Dias 7, 9, 14 e 16/5, segundas e quartas, das 19h às 21h30


FOTOGRAFIA PARA MÚSICA

Dias 22, 24, 29 e 31/5, terças e quintas, das 19h às 21h30

COMO FAZER UM PROJETO FOTOGRÁFICO Dias 21, 28/5, 4 e 11/6, segundas, das 19h às 21h30

junho CLIC INSPIRADO EM MÁRIO CRAVO NETO Dias 4, 6, 11 e 13/6, segundas e quartas, das 19h às 21h30

O CORPO NA PRÁTICA FOTOGRÁFICA

Dias 9, 16, 23 e 30/6, sábados, das 14h às 16h30

CLIC INICIAL –A PROFUNDIDADE DO MOVIMENTO

Dias 12, 14, 19 e 21/6, terças e quintas, das 19h às 21h30

FOTOGRAFIA PANORÂMICA E ESTEREOSCOPIA

Dias 18, 20, 25 e 27/6, segundas e quartas das 19h às 21h30 Foto da capa Fernanda Procópio


29 de abril

Dia Mundial da Fotografia Pinhole

O World Wide Pinhole Day (WWPD) é um evento internacional criado em 2000 para promover esta que é a forma mais antiga e artesanal de se fotografar. A designação pinhole vem do inglês Pin Hole, que significa buraco de alfinete e data de 1820. Consiste na captação de imagens utilizando uma câmera escura com um minúsculo orifício e papel fotossensível, que permite ao fotógrafo dissociar-se do mecanicismo no ato de fotografar - ao se envolver com a criação do equipamento, sem nenhum tipo de tecnologia - bem como o exercício de uma nova forma de olhar, em que se torna um agente criador por completo. Como Participar No dia 29 de abril, ponha em prática seus conhecimentos e criatividade e tire uma foto! Envie-a para o site http://www.pinholeday.org, seguindo as instruções do mesmo, e participe deste evento mundial.


Se você ainda não tem uma câmera Pinhole, faça a sua! Utilize qualquer recipiente com boa vedação e que impeça totalmente a entrada de luz como latas com tampa, caixa de fósforos etc. Pinte o interior de preto e vede qualquer fresta em potencial com fita isolante preta. Faça um furo bem pequeno, do diâmetro da pontinha de uma agulha, e proteja este orifício até o momento de fotografar. Em um ambiente totalmente livre de luz branca e natural, somente com luz vermelha para visualizar o trabalho, acondicione o papel fotossensível dentro da caixa escura na parede oposta ao furo e, por fim, feche a mesma com fita isolante. Para fotografar, retire a proteção do furo e deixe-o exposto ao que se quer capturar. Depois é só revelar a imagem!


abril PINHOLE COM CAIXA DE FÓSFOROS com Anna Silveira Dias 2, 4, 9 e 11/4, segundas e quartas das 19h às 21h30 A partir de 16 anos Sala Delta, 7 º andar R$ 50,00 / R$ 25,00 * / R$ 12,50 **

O curso é dividido em quatro encontros que englobam aulas teóricas, produção, análise e edição do material produzido. Os participantes irão receber orientações sobre princípios da fotografia, o conceito de câmera de orifício e a montagem de uma câmera pinhole feita à base de caixa de fósforos, apresentando suas fotos ao final do curso para que os alunos e ministrantes discutam as imagens mais significativas. O objetivo é apresentar uma técnica que oferece diferente visualidade imagética e é uma forma simples e barata de fotografar. Anna Silveira, formada no curso técnico de Fotografia pelo SENAC, cursou também Design de Fotografia na Escola Panamericana de Arte em São Paulo. Iniciou seu caminho na fotografia em 2006, como assistente do fotógrafo Ding Musa. Atualmente é fotojornalista, editora do site www.vastomundo.com.br e exerce trabalhos de freelancer em diferentes áreas da fotografia e tratamento digital.


Foto: Anna Silveira


Foto: Daniel Queiroz


abril PINHOLE NA LATA - AULA ABERTA com Daniel Queiroz Dias 7, 14 e 21/4, sábados, das 14h às 17h

A partir de 16 anos Sala do Curumim, 6 º andar Grátis - Ingressos distribuídos na Central de Atendimento 1 hora antes da atividade

O participante vivenciará a experiência de fazer uma fotografia em preto e branco utilizando uma lata como máquina fotográfica, reproduzindo os primórdios desta linguagem e conhecendo um novo formato de se registrar imagens – muito mais poético e experimental. A proposta é montar também um laboratório fotográfico numa sala escura, permitindo que o aluno vivencie os processos de revelação de imagens. Daniel Queiroz é fotografo e arte educador. Iniciou-se no fotojornalismo e, posteriormente, na fotografia social. É formado em Fotografia pelo SENAC e em Artes pelo Centro Universitário Claretiano. Há mais de 10 anos, seu trabalho é voltado principalmente à inclusão cultural e social através das artes visuais.


CLIC INSPIRADO EM EADWEARD MUYBRIDGE E BRINQUEDOS ÓPTICOS

abril

com Jônia Guimarães Dias 10, 12, 17 e 19/4, terças e quintas, das 19h às 21h30 A partir de 16 anos Sala Delta, 7 º andar R$ 50,00 / R$ 25,00 * / R$ 12,50 **

Eadweard Muybridge foi um importante artista do século XIX que marcou a história da fotografia e do cinema com seus experimentos, que revelaram, como nunca antes, o movimento dos corpos de pessoas e animais. O estudo da técnica do fotógrafo irá orientar e servir como base para a confecção de dois brinquedos ópticos: Taumatrópio - formado por pequeno disco com uma imagem diferente em cada lado e um fio nas duas extremidades. O objetivo do brinquedo é sobrepor as imagens como se fossem uma só, através da rotação do disco. Flipbook - pequeno livro com uma sequência de imagens desenhadas ou impressas que criam a ilusão de movimento quando as páginas são folheadas rapidamente. Jônia Guimarães é pós-graduanda em Fotografia e formada em Comunicação Social – Rádio e TV pela FAAP. É também professora de artes do ensino fundamental e fotógrafa de dança e movimento.


Foto: Eadweard Muybridge


Foto: Ligia Oki


abril CLIC INICIAL – FUNDAMENTOS BÁSICOS DA FOTOGRAFIA

com Ligia Oki Dias 16, 18, 23 e 25/4, segundas e quartas, das 19h às 21h30 A partir de 16 anos Sala Delta, 7°andar R$ 50,00 / R$ 25,00 * / R$ 12,50 **

A fotografia é uma construção baseada em escolhas – a arte de selecionar o que e como será retratado. O curso propõe a produção de fotografias a partir desta reflexão, além da apresentação das principais possibilidades técnicas e orientação para edição, análise e apreciação das imagens geradas pelos participantes. Serão apresentados fundamentos técnicos de fotografia para iniciantes: olhar, captar, editar e expor. Um ensaio coletivo, com atenção na iluminação ambiente, fotometria, enquadramento, foco e ângulo, também faz parte do conteúdo. Ligia Oki é arte-educadora, bacharel em Fotografia com habilitação em Arte e Cultura Fotográfica pela Escola de Comunicação e Artes do SENAC. Já participou da Mostra de Artes de Diadema e expôs na sede da Aliança Francesa em São Paulo.


Foto: Fernanda Procópio

maio CLIC INSPIRADO EM DIANE ARBUS com Fernanda Procópio Dias 5, 12, 19 e 26/5, sábados, das 14h às 16h30 A partir de 16 anos Sala Delta, 7° andar R$ 50,00 / R$ 25,00 * / R$ 12,50 **

O curso vai abordar o trabalho fotográfico da norte-americana Diane Arbus, ícone da fotografia das décadas de 50 a 70. Através da apresentação da biografia da artista, seu contexto histórico e estudo da metodologia de trabalho, os alunos farão ensaio fotográfico baseado em seu estilo e técnica. Diane nasceu em Nova York em 14 de março de 1923, morrendo em julho de 1971. Aos 14 anos, a nova-iorquina conheceu o fotógrafo de moda Allan Arbus, com quem se casou aos 18 anos. Tornou-se


assistente de fotografia no estúdio do marido, posteriormente desenvolvendo um olhar próprio e assumindo trabalho mais autoral após a separação de Allan, no final dos anos 50. Fiel à câmera Rolleiflex, Diane mirou os habitantes da cidade, utilizando flash mesmo durante o dia, para destacar o primeiro plano, e sempre os retratava de forma que pudessem vê-la, criando assim uma relação de maior intimidade entre fotógrafo e fotografado. Seus modelos são em sua maioria pessoas marcadas por traços específicos de grupos a que pertenciam e que sofriam grande preconceito da sociedade – Diane os fotografava sempre acentuando estes elementos de diferenciação, tornando-os mais estranhos e, ao mesmo tempo, extremamente interessantes. Nos anos de 1962 e 1966, ganhou duas bolsas Guggenheim, permitindo à artista mostrar seus trabalhos ao público pela primeira vez no MoMA, em 1967. Foi consagrada pela Bienal de Veneza em 1972. Fernanda Procópio é fotógrafa desde 2001, formada pelo SENAC-SP e bacharel em Ciências Sociais pela PUC-SP. Desenvolve pesquisa sobre cultura afro-brasileira, participa de inúmeras exposições fotográficas autorais sobre o tema e ministra aulas de fotografia.


maio CLIC INICIAL – A COR NA FOTOGRAFIA com Sérgio Ferreira Dias 7, 9, 14 e 16/5. Segundas e quartas, das 19h às 21h30 A partir de 16 anos Sala Delta, 7 º andar R$ 50,00 / R$ 25,00 * / R$ 12,50 **

O curso pretende discutir os conceitos de composição da cor na fotografia - o que é a cor, o que representa e quais são seus princípios como elementos expressivo e simbólico. Será apresentado aos alunos de que forma esses conteúdos são utilizados na pintura, na arquitetura, no cinema e na fotografia. Também tomarão conhecimento sobre os conceitos de harmonização cromática e sua aplicação no campo de geração de imagens fotográficas. Será também analisado o trabalho de vários fotógrafos que utilizam a cor como elemento expressivo, explorando características como cores análogas e complementares. Sérgio Ferreira é mestrando em Comunicação Audiovisual pela Faculdade Anhembi Morumbi; possui pós-graduação em Fotografia no Senac e licenciatura em Educação Artística pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo.


Foto: SĂŠrgio Ferreira


Foto: Dani Gurgel


maio FOTOGRAFIA PARA MÚSICA com Dani Gurgel Dias 22, 24, 29 e 31/5, terças e quintas, das 19h às 21h30 A partir de 16 anos Sala Delta, 7° andar R$ 50,00 / R$ 25,00 * / R$ 12,50 **

O curso tem como objetivo discutir as maneiras específicas de se trabalhar com fotografia para música, que assume a função de materializar o som para seu público. Aborda os diferentes tópicos como estilos de música e a linguagem inerente a cada um, capas de discos, novas mídias para fotos de artistas, usos da foto pela imprensa, comportamento de backstage, Creative Commons, site de artistas e questões técnicas de fotografia como situações de baixa luz, lentes, filmes e tratamento de imagens. Dani Gurgel é fotógrafa e musicista, formada em Comunicação Social pela Universidade de São Paulo-USP. Nascida em família de músicos, explora ambos os campos de produção artística, permitindo um olhar particular da fotografia do ponto de vista do instrumentista, tratando a câmera como mais um instrumento expressivo.


maio COMO FAZER UM PROJETO FOTOGRÁFICO com Felipe Fontoura Dias 21, 28/5, 4 e 11/6, segundas, das 19h às 21h30 A partir de 16 anos Sala Delta, 7° andar R$ 50,00 / R$ 25,00 * / R$ 12,50 **

Através da promoção do conhecimento e a apreciação da arte fotográfica como forma de expressão artística, o curso pretende desenvolver a sensibilidade do “olhar” e explorar os recursos e técnicas disponíveis para expor ideias. Transmitirá aos alunos mecanismos para compreender e assimilar os processos criativos através da fotografia, ressaltando a relevância de um tema específico ou projeto fotográfico para destacar-se e transmitir uma mensagem num mundo onde as imagens digitais se proliferam e, aos poucos, se perdem numa infinidade sem direção ou propósito. Felipe Fontoura é bacharel em Comunicação Social com especialização em Publicidade pela Universidade Gama Filho (RJ) e fez pós-graduação em Teoria e Prática do Audiovisual na PUC-PR. Atualmente, dedica-se à produção de livros infantis e projetos fotográficos.


Foto: Felipe Fontoura


junho CLIC INSPIRADO EM MÁRIO CRAVO NETO com Fernanda Procópio Dias 4, 6, 11 e 13/6, segundas e quartas, das 19h às 21h30 A partir de 16 anos Sala Delta, 7° andar R$ 50,00 / R$ 25,00 * / R$ 12,50 **

O objetivo do curso é discutir o trabalho fotográfico - simultâneo ao trabalho escultural - de Mário Cravo Neto, tematizado principalmente pela cultura afro-baiana. Serão abordadas as especificidades da obra do artista, através de aulas teóricas e práticas por meio de apresentações de imagens, debates e criação de ensaio fotográfico coletivo inspirado no estilo peculiar de Cravo Neto. Fotógrafo e escultor, Mário Cravo Neto nasceu em Salvador – BA, em 20 de abril de 1947 e morreu em 9 de agosto de 2009. O olhar de Cravo Neto certamente foi fundamental para uma nova visão da fotografia no Brasil, considerado pela crítica, um dos artistas mais influentes de seu tempo. Suas fotografias contêm uma característica “moldada”, adquirida através de seu trabalho como escultor.


De 1971 até 1974, dedicou-se a trabalhos “in situ”, interferindo diretamente na natureza, no sertão da Bahia. Com a documentação sistemática deste trabalho, se envolveu com a linguagem cinematográfica, realizando curtas-metragens e se aprofundando ainda mais com a questão fotográfica. Entre 1975 e 1976 realizou uma série de composições fotográficas unindo suas esculturas, retratos e objetos, criando as “fotografias-esculturas” em preto e branco. Estes trabalhos ganharam diversos prêmios nacionais e internacionais. Fernanda Procópio é fotógrafa desde 2001, formada pelo SENAC-SP e bacharel em Ciências Sociais pela PUC-SP. Desenvolve pesquisa sobre cultura afro-brasileira, participa de inúmeras exposições fotográficas autorais sobre o tema e ministra aulas de fotografia.

Foto: Fernanda Procópio

Estas formas estão intimamente ligadas às características espirituais do candomblé, grande tema de suas fotografias, o culto afro-brasileiro dentro dos terreiros e pelas ruas de Salvador.


Foto: Celso Cardoso


junho O CORPO NA PRÁTICA FOTOGRÁFICA

com Celso Cardoso Dias 9, 16, 23 e 30/6, sábados, das 14h às 16h30 A partir de 16 anos Sala Delta, 7° andar R$ 50,00 / R$ 25,00 * / R$ 12,50 **

A partir de exercícios preliminares de aquecimento e expressão corporal, e se apropriando de elementos da dança, o participante poderá “enxergar através do corpo” as possibilidades de uma nova linguagem fotográfica. O curso busca aguçar a consciência corporal através do movimento e percepção das articulações e extensão do corpo, procurando desenvolver o que na dança é chamado de prontidão – elemento fundamental também para a fotografia. O corpo passa a ser objeto de interesse e instrumento ferramental para a captura das imagens. Na prática dessa experiência ficarão visíveis o gesto, o sentimento, a expressão e o movimento tanto do fotógrafo quanto do fotografado. Celso Cardoso cursou Fotografia autoral no MAM, Fotografia de Cinema e Vídeo na Escola Livre de Cinema e Vídeo de Santo André e Tecnologia Gráfica no SENAI


CLIC INICIAL – A PROFUNDIDADE DO MOVIMENTO

junho

com Sérgio Carvalho Dias 12, 14, 19 e 21, terças e quintas, das 19h às 21h30 A partir de 16 anos Sala Delta, 7° andar R$ 50,00 / R$ 25,00 * / R$ 12,50 **

O objetivo do curso é fazer com que o fotógrafo comum consiga entender e aproveitar mais os recursos de profundidade e imagem em velocidade, explorando desde o congelamento de objetos em movimento até o registro de fotos que passam a sensação de movimento em si. Apresenta noções sobre o processo, máquinas fotográficas, filmes e técnicas. Os participantes aprenderão detalhes sobre história da fotografia, profissionais da área e abordagens. A partir daí, será feito trabalho de campo aplicando e desenvolvendo os princípios aprendidos, finalizando com a avaliação dos trabalhos produzidos e a proposição de discussões acerca dos aspectos aprendidos da linguagem fotográfica. Sergio Carvalho é fotógrafo e jornalista profissional, formado pela PUC-Campinas. Atua como repórter fotográfico há 20 anos. Lecionou Fotografia na Faculdade Anhanguera de Campinas. Foi editor de fotografia da Rede Anhanguera de Comunicação e do jornal Agora SP (Grupo Folha). Atualmente, atua como jornalista e fotógrafo freelancer.


Foto: SĂŠrgio Carvalho


Foto: Anna Silveira


junho FOTOGRAFIA PANORÂMICA E ESTEREOSCOPIA com Anna Silveira Dias 18, 20, 25 e 27/6, segundas e quartas das 19h às 21h30 A partir de 16 anos Sala Delta, 7° andar R$ 50,00 / R$ 25,00 * / R$ 12,50 **

O curso é dividido em quatro encontros que englobam aulas teóricas, produção, análise e edição do material produzido. Na primeira etapa, de formação, os participantes irão receber orientação sobre princípios da estereoscopia – formada por duas imagens que criam a sensação de tridimensionalidade, e fotografia panorâmica - construída a partir de várias imagens tomadas sequencialmente com auxílio de um aparato específico acoplado à câmera fotográfica. A segunda etapa prevê aulas práticas de captura e tratamento de imagem em que os alunos construirão suas próprias fotos com o acompanhamento dos coordenadores. Na terceira etapa, os participantes mostrarão suas fotos e, a partir do material exibido, será feita uma edição, em que alunos e ministrantes discutirão as imagens mais significativas. Anna Silveira, formada no curso técnico de Fotografia pelo SENAC, cursou também Design de Fotografia na Escola Panamericana de Arte de São Paulo. Iniciou seu caminho na fotografia como assistente do fotógrafo Ding Musa.


SESC Consolação

Rua Dr. Vila Nova, 245 CEP 01222-020 Tel.: (11) 3234 3000 email@consolacao.sescsp.org.br


Clic Clube