Issuu on Google+

EM RD O

EP

RO

GRE

SSO

Dias 19, 20 e 21 de Junho A partir das 19h São José do Rio Preto | Junho/2014 | Nº 73 | Ano 7 #FestaDasNaçõesSãoJudas2014 Reserve na sua agenda. A tradicional Festa das Nações, do Serviço Social São Judas Tadeu, já tem data para acontecer. São três dias (19, 20 e 21 de junho) de muita diversão e pratos típicos de 12 locais diferentes do Globo. Assim como no ano passado, o evento contará com rede wi-fi, em todo local da obra, e exibição simultânea dos jogos do Mundial da Copa, ambos fornecidos pela AmplitudeNet Soluções Informatizadas. Além disso, o público poderá acompanhar, em tempo real, publicações nas redes sociais da entidade e divulgar suas próprias imagens, l e v a n t a n d o a h a s t a g #FestaDasNaçõesSãoJudas2014, com intuito de divulgar ainda mais a festividade. O s j á c o n h e c i d o s e disputadíssimos doces da barraca Suíça marcam novamente presença na festa, assim como as iguarias da Argentina,

Itália, Brasil, Alemanha, Estados Unidos, Portugal, França, Japão e os pratos típicos árabes. Para os adeptos do sabor natural da fruta, em seu terceiro ano consecutivo, a barraca Hawaina conta com deliciosas e refrescantes opções de sucos. A animação musical fica por conta da Banda Polaris, no dia 19, do cantor Edy Carlos, no dia 20, e da dupla Ébert e Matheus, no encerramento, no dia 21. Para encerrar a edição 2014, uma novidade: a Feijoada das Nações. Os kits, que servirão duas pessoas, já estão à venda. O valor é de R$ 80,00 e dão direito a 2 ingressos para um dos dias da Festa das Nações. Não perca a oportunidade de saborear pratos típicos e ajudar 390 crianças e adolescentes atendidos pelo São Judas.

Serviço 20ª Festa das Nações

Feijoada das Nações Valor | R$ 80,00 (com direito a 2 ingressos para a Festa das Nações)

Dias 19, 20 e 21 de Junho 19 h | Serviço Social São Judas Tadeu Rua José Bonifácio, 1598 – Jd. Roseiral Ingresso R$ 2,50 (Crianças até 7 anos não pagam) Estacionamento R$ 25,00 (os ocupantes do carro não pagam ingresso)

EM RD O

EP

RO

GRE

SSO

Cardeal Tempesta visita Rio Preto

Texto Marlon Ferri

Vendas antecipadas Coordenadores de Barracas ou no Serviço Social São Judas (Marcia / 17. 3215.9200) Entrega Domingo, 22 de junho, das 11h às 13h30, Na Lanchonete do São Judas

CASA NOVA Atividades do Santuário e Serviço Social acontecem no antigo Seminário. Págs. 6 e 7

EM RD O

EP

RO

GRE

SSO


Ampliação O Serviço Social São Judas Tadeu, em 2014, ampliou a faixa etária de atendimento: passaram a ser acolhidas, pela Entidade, crianças a partir dos 6 anos de idade. Um novo convênio, dessa vez com a Secretaria Municipal de Educação, também garantiu o aumento do

Leia mais Os alimentos funcionais você já conhece. Eles foram tema dos últimos artigos da nutricionista Heloisa Helena Marconi de Faria. Nessa edição vamos apresentar um exemplo de cardápio (fácil de preparar e muito gostoso) com esses alimentos. Acompanhe, ainda, as catequeses do padre Luiz Caputo e de dom Tomé Ferreira da Silva. Que o mês de junho seja, literalmente, uma delícia. Ainda mais porque a Festa das Nações está chegando! Dias 19, 20 e 21 de junho faremos uma viagem pelo melhor da gastronomia internacional. Vamos juntos? Boa leitura!

Paróquia Santuário São Judas Tadeu Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira

15h 19h30 19h30

Santuário Santuário Santuário

Missa pelas Almas Missa Missa

Quinta-feira

7h15

Capela N. Sra. Graças (Obra Social)

Missa

Sexta-feira

15h

Santuário

Missa c/ Bênção para os Enfermos

7h 18h 7h 9h 19h30

Santuário Santuário Santuário Santuário Santuário

Missa Mariana Missa Missa Missa Missa

Domingo

Diretor Geral Pe. Luiz Caputo Jornalistas Responsáveis André Botelho - MTB 43.468 / SP Marlon Ferri - MTB 0073816/SP Impressão e Diagramação Gráfica São Judas | 17. 3215.9200

Fundador Pe. Bonomi Lodovico

02 Voz no Caminho | Santuário São Judas (S. J. Rio Preto)

Colaboradores Dom Tomé Ferreira da Silva Pe. Luiz Caputo Serginho Valle Heloisa Helena M. Faria Cidinha Bueno Renaldo Augusto Vieira Julio Mitio Ito Jr. Bruno Henrique Santos

VIVA O TERÇO CAIPIRA! Marlon Ferri comunicacao@saojudasrp.org.br Assessoria de Comunicação Santuário São Judas Tadeu

Quentão, pipoca, paçoca, pé de moleque, batata doce e muitas outras guloseimas são alguns dos atrativos das festas em celebrações aos Santos Juninos, além, é claro, das danças típicas como a divertidíssima quadrilha. Celebrado, geralmente, pela maioria dos fieis, no meio do mês de Junho, o Terço Junino, ou Terço Caipira, continua cada vez mais vivo entre os devotos de São Pedro, Santo Antônio e São João. Como é o caso do dentista

André Garcia, 65 anos. “Só temos a glorificar, pois a tradição continua crescendo ano a ano com novos frequentadores”, comenta o paroquiano do Santuário São Judas Tadeu. Garcia realiza a tradição há 25 anos, continuando a tradição que os pais estabeleceram. “Meu pai era quem conduzia o Terço, hoje um dos meus sete irmãos é quem administra isso na celebração”, completou Garcia.

A PARTIR DE JUNHO

NOVOS HORÁRIOS DE MISSAS

Sábado

SANTOS JUNINOS

Arquivo Pessoal

Junho chegou e com ele três grandes intercessores: Santo Antônio, São João e São Pedro. “Viva os Santos Juninos. Viva!” Esse é o título da matéria escrita pelo jornalista Marlon Ferri. Ele, a partir dessa edição, passa a integrar o departamento de Assessoria de Imprensa; que cuida da produção da Revista Voz no Caminho. No contexto das novidades, um anúncio importante: a Comunidade do Santuário São Judas Tadeu, a partir de junho, contará com novos horários de Missas. As celebrações acontecerão todos os dias. Destaque para a Missa pelas Almas (segundas-feiras, às 15 h), pelos Enfermos (sextas-feiras, às 15 h) e por Nossa Senhora (sábado, 7 da manhã).

número de atendidos; passando de 350 para os atuais 390. É nesse contexto, somado ao trabalho de evangelização realizado pelo Santuário, que a aquisição do antigo Seminário Comboniano se insere. Nessa edição da Revista Voz no Caminho você vai conhecer as dependências, os cursos e os adolescentes que fazem uso do prédio. Vai saber, também, como as atividades paroquiais passaram a ser organizadas a partir da aquisição do espaço.

Arquivo Pessoal

"Quem diz a verdade proclama a justiça." Provérbios 12,17

Arquivo Pessoal

EDITORIAL

Paróquia Santuário São Judas Tadeu Rua José Bonifácio, 1598 Jardim Roseiral - CEP 15070-400 Fone (17) 3215-9201 | 3012-0091 São José do Rio Preto - SP Tiragem: 2.000 exemplares

Santo Antonio 13 de junho

São João 24 de junho

São Pedro 29 de junho Voz no Caminho | Santuário São Judas (S. J. Rio Preto) 03


PALAVRA DO BISPO

PALAVRA DO PÁROCO

Momento de graça para a Igreja Católica Apostólica Romana no Brasil

O Ressuscitado passa e fortalece a Comunidade

Dom Tomé Ferreira da Silva www.bispado.org.br

Pe. Luiz Caputo caputo@saojudasrp.org.br

Artigo publicado em 30.04.2014

Nas dependências do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida, SP, de 30 de abril a 09 de maio, se desenvolve a 52ª Assembleia Geral Ordinária da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. É um evento anual, tempo de graça para a Igreja Católica Apostólica Romana presente em nosso País. É o único momento, durante o ano, que os Arcebispos e Bispos, provenientes de todo o território nacional, se encontram para um período prolongado de oração, partilha, reflexão, estudos e tomadas de decisões. Desta Assembleia Geral participam como convocados todos os ordinários diocesanos: arcebispos, bispos, administradores apostólicos e administradores diocesanos. Os arcebispos e bispos eméritos participam livremente como convidados. Há sempre um grupo de assessores da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e alguns convidados. Ao todo, são cerca de quinhentos participantes. O tema central da 52ª Assembleia Geral da CNBB é a retomada do tema "Comunidade de comunidades: uma nova paróquia", já abordado em 2013, e que transforma-se em documento com orientações teológicas e pastorais para as dioceses brasileiras, num esforço concentrado de conversão pastoral e tentativa de retomada do ânimo missionário em nossas paróquias. Temas considerados "prioritários" que estão em pauta: "Igreja e Questão Agrária no início do século XXI"; "Diretório para a Comunicação da Igreja no Brasil"; "Cristãos Leigos e Leigas na Igreja e na Sociedade"; "Análise dos formulários com os textos litúrgicos dos domingos e semanas do Tempo Pascal." Outras questões abordadas: Análise da conjuntura político-social; análise da conjuntura eclesial; preparação para a 3ª Assembleia Geral Extraordinária 04 Voz no Caminho | Santuário São Judas (S. J. Rio Preto)

do Sínodo dos Bispos: os novos desafios da família para a nova evangelização; Exortação sobre a nova evangelização, do Papa Francisco; avaliação e encaminhamento das próximas diretrizes gerais da ação evangelizadora da Igreja no Brasil (2015-2018); Jornada Mundial da Juventude: consequências e desafios pastorais; Os desafios apresentados pelo Papa Francisco aos Bispos (CELAM e Brasil); A formação dos novos presbíteros para uma nova paróquia; projeto de atualização para os presbíteros. Durante a Assembleia um dia é reservado para a realização do retiro espiritual dos participantes. Neste ano o tema proposto: "Caminhando na fé". A orientação do reitro foi entregue ao Exmo. Revmo. Sr. Dom Bruno Forte, DD. Arcebispo de Chieti-Vasto, na Itália. Ao longo dos dias, muitos momentos são dedicados à oração comum: Laudes e Celebração da Missa, sempre transmitidas pelas tvs católicas; Hora Média/quinze horas; Vésperas. Ao longo dos intervalos e à noite, muitos bispos dedicam precioso tempo à oração individual na Capela do Santíssimo Sacramento ou diante da imagem de Nossa Senhora Aparecida; outros prelados, enquanto se deslocam para os lugares de trabalho, celebração e alojamento, rezam a oração do Rosário de Nossa Senhora. Como muitos se encontram somente nesta ocasião, a convivência fraterna entre os bispos é um ponto singular durante a Assembleia Geral: horas dedicadas a ouvir o outro, partilhar seus desafios, consolar os que passam por tribulações, aconselhamento, momento de criar ou reafirmar amizades. Agradeçamos a Deus pelos arcebispos e bispos do nosso Brasil, que Ele lhes conceda saúde e vida longa.

Dom Tomé Ferreira da Silva é o Bispo Diocesano de São José do Rio Preto/SP

O Te m p o Pascal nos faz ver e refletir sobre o nascimento da Fé. Nas aparições do Cristo Ressuscitado vemos renascer nos discípulos, a Fé e o Amor. A Fé gerada a partir da experiência do Cristo que ressuscitou. Quando participamos da Eucaristia dominical devemos reavivar nossa Fé. Não podemos ser estéreis ao que o Sacramento realiza em nós e na comunidade, gera e fortalece a Fé. A Palavra de Deus, no segundo domingo da Páscoa trouxe-nos esta proposta de gerar e fortalecer nossa Fé. Não podemos transformar nossa assembléia litúrgica em um grupo de pessoas apenas cumprindo um rito, mas somos uma porção do povo de Deus que se alimenta do Corpo e Sangue do Senhor. Assim, a transformação acontece e damos testemunho que somos uma comunidade reunida em nome Dele. No terceiro Domingo da Páscoa, a Palavra nos interpela a dizer: - Fica conosco Senhor! “Eu Sou o Bom Pastor”, diz o Senhor no quarto domingo da Páscoa. Jesus fala na primeira pessoa. Ele está falando diretamente a cada um de nós que somos os discípulos dos dias de hoje. Somos como as multidões que buscam Jesus e depois de serem saciadas o seguiam, não por convicção, mas por ainda sentirem fome. Certamente chegamos até

Jesus transformados, levando conosco um coração cansado, cheio de medo, cheio de rancores e falta de amor. Saber que Ele é o Bom Pastor nos consola e nos faz renovar a Esperança. “Se, portanto, ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas lá do alto, onde Cristo está sentado à direita de Deus”. (Cl 3,1). As coisas do alto não são necessariamente e somente as coisas do além; mas sobretudo as que neste mundo pertencem à ordem inaugurada por Cristo, com sua ressurreição. Esta é a mensagem central do quinto domingo deste tempo litúrgico que reaviva nossa Fé. O Sexto Domingo nos leva a refletir o sentido do Espírito Santo. Começa uma pequena preparação para Pentecostes. A vinda do Espírito Santo é renovada em cada Eucaristia Celebrada. “A nós que nutrimos com o Corpo e Sangue de Cristo é doado a plenitude do Espírito Santo” (Canon da Missa de Pentecostes). O domingo da Ascensão do Senhor é também o sétimo domingo do tempo pascal. É o momento de refletirmos a solene inauguração da Igreja. Com a Ascensão, começa o tempo da Igreja. Com as testemunhas que são os Apóstolos, o Espírito suscita uma igreja nascente e nos faz ver os primeiros passos dados na história. Não podemos ver a Ascensão como uma festa de partida de Jesus, mas sim, um momento de viver o nosso Batismo, como Missão e Compromisso de Igreja, evangelizando os povos e reavivando a nossa Fé. Pe. Luiz Caputo é pároco reitor do Santuário São Judas Tadeu, em São José do Rio Preto / SP

Dia Mundial das Comunicações Sociais 2014 O Dia Mundial das Comunicações Sociais, a única celebração estabelecida pelo Concílio Vaticano II (Decr. Inter mirifica, 1963), está marcada, na maioria dos países, por indicação do episcopado, para o domingo precedente a Pentecostes (dia 1º de junho). Neste ano, o tema da celebração é: “Comunicação a serviço de uma autêntica cultura do encontro”. A cultura do encontro é um assunto recorrente no magistério do Papa Francisco. Em

várias ocasiões, inclusive no Brasil, o Pontífice insistiu neste tema. “Esta é uma proposta: cultura da vizinhança. O isolamento e o fechamento em si mesmo ou nos próprios interesses nunca são o caminho para voltar a dar esperança e operar uma renovação, mas é a proximidade, é a cultura do encontro. O isolamento, não; proximidade, sim”, afirmou o Papa. Fonte www.cnbb.org.br Voz no Caminho | Santuário São Judas (S. J. Rio Preto) 05


Diocesanos acolhem cardeal em Missa na Catedral de São José

Cardeal Tempesta e Pe. Luiz Caputo

A Diocese de São José do Rio Preto se reencontrou com o seu terceiro bispo: dom Orani João, agora cardeal Tempesta, O.Cist. O religioso presidiu a Celebração Eucarística realizada na Catedral na noite de quarta-feira, 21 de maio. Além do bispo local, dom Tomé Ferreira da Silva, padres, diáconos, lideranças religiosas e leigas, participaram autoridades civis dos municípios que compõe a Igreja da qual dom Orani foi pastor durante sete anos e sete meses; antes de ser designado para a Arquidiocese de Belém do Pará. Destacando sua caminhada vocacional, de bispo de São José do Rio Preto a arcebispo de São Sebastião do Rio de Janeiro, dom Orani confessou que acreditava, a exemplo de seus antecessores no governo da diocese paulista, que levaria a sua missão, até o fim, no noroeste do Estado de São Paulo. “Na cripta da Catedral de São José eu já visualizava onde seria enterrado”, brincou o cardeal. Falando sobre a Jornada Mundial da Juventude, o cardeal destacou a importância do encontro com o papa Francisco, realizado no Rio de Janeiro, no último ano. Segundo ele, os jovens foram tocados a serem testemunhas e incentivadores de outros jovens. “Nós vemos que uma sociedade que se esquece de Deus se esvazia. Jamais podemos deixar que alguma coisa ou pessoa nos afaste de Cristo”, disse. Ao concluir a celebração dom Orani se despediu de seu “primeiro rebanho” agradecendo: “muito obrigado a vocês que me ensinaram a ser bispo. Bendigamos ao Senhor por todos os dons que Ele nos concede”. TEXTO / FOTO André Botelho andre@saojudasrp.org.br

Conquista: aquisição de prédio garante ampliação de trabalhos sociais

“Aqui tem menos barulho; assim eu me concentro e aprendo mais”, comemora a adolescente Vitória Maria Pavanette, 13 anos. A educanda do São Judas, inscrita no Curso de Assistente Administrativo, talvez não saiba, mas o prédio onde ela estuda já foi um Seminário no final da década de 60 e uma escola de ensino fundamental no ano 2000. Hoje, recém adquirido pela Comunidade do Santuário e Serviço Social, o imóvel abriga atividades de fortalecimento de vínculo e de formação profissionalizante; além de possibilitar a realização de atividades paroquiais e de instrução catequética. Nova realidade Antigo sonho da Comunidade, as negociações que tornaram possível a compra do prédio foram concluídas no início de 2014. A partir daí, cinco cursos empreendidos pelo Serviço Social São Judas Tadeu passaram a ser oferecidos no espaço anexo à sede da Entidade. “A aquisição contribuiu para uma eficiente organização das atividades. Os adolescentes ficaram melhor instalados e com isso o desenvolvimento de suas potencialidades tornou-se mais evidente”, explicou Silvia Regina Nossa Bergamasco, pedagoga do São Judas.

Construção

Além de oferecer acomodação mais adequada aos adolescentes, a aquisição do antigo Seminário tornou possível a reorganização dos espaços existentes na sede do Serviço Social. Com isso, considerando a ampliação da faixa etária de atendimento (hoje a partir dos 6 anos de idade), as três turmas de formadas por crianças ficaram próximas umas das outras; garantindo a integração entre as atividades: Reciclagem e Materiais Diversos, Artesanato em Geral e Oficina de Artes.

Outro exemplo de melhoria foi a transferência do Laboratório de Informática para o Centro de Formação. Com ela, tornous e p o s s ív e l a a m p l i a ç ã o d a s a l a d e atendimento psicológico; que ganhou espaço privilegiado para o desenvolvimento de dinâmicas de grupo e para a interação das psicólogas com os adolescentes. Ações Paroquiais Coproprietária do antigo Seminário, a Paróquia Santuário São Judas Tadeu organizou suas salas para servir aos grupos e pastorais da Comunidade. Reuniões de formação e de planejamento já acontecem no local. 150 crianças, aos sábados, também são acolhidas para os encontros de formação

Aquisição

catequética. “Foi uma excelente aquisição porque a Paróquia precisava desse local para trabalhar com os catequizandos. Tendo espaços definidos, podemos nos programar para atender – também – os pais das nossas crianças e jovens”, disse Agda Maria Segantini Garbellini, coordenadora da Catequese Paroquial. Destacada como uma grande conquista, a aquisição do Centro de Pastoral e de Formação da Comunidade do Santuário e Serviço Social São Judas Tadeu também é ressaltada pelo padre Luiz Caputo. “Com a ampliação de atendimento e de cursos, teríamos – necessariamente – que ampliar o espaço físico do Serviço Social. Além de passarmos a contar com salas maiores e mais arejadas, esse foi um grande investimento feito pela Obra. Como Santuário, a Comunidade não tinha espaços próprios para reuniões e Catequese. Ela tinha duas opções: construir ou adquirir. A opção mais viável foi pela aquisição; consciente que esse espaço precisa ser reformado. Diante do negócio proposto esse foi um investimento vantajoso”, concluiu o padre Luiz Caputo.

NOVO CPAE O Santuário São Judas Tadeu conta com novo Conselho Paroquial de Assuntos Econômicos. O grupo; nomeado pelo bispo de São José do Rio Preto, dom Tomé Ferreira da Silva, desenvolverá suas funções até 20 de março de 2016. Sob a presidência do padre Luiz Caputo, o CPAE ficará responsável por acompanhar a gestão e sugerir a aplicação dos recursos da Comunidade. Em destaque, a articulação de ações em prol do pagamento do Centro de Pastoral recentemente adquirido. Os membros do Conselho foram apresentados no 2º Domingo da Páscoa, dia 27 de abril. Padre Luiz Donizeti Caputo Presidente Adyr Celso Braz Junior Coordenador

TEXTO André Botelho andre@saojudasrp.org.br

Aureo Calixto Vice-Coordenador Delvair Antonio Bergamasco 1° Tesoureiro

Sinalização

Ivon Carlos Trídico 2° Tesoureiro Melquíades Aparecido Correia 1° Secretário Rodolpho Pereira Ferri 2° Secretário

Inaugurado em janeiro de 1967, o Seminário Comboniano foi criado para ser o espaço de formação para padres e irmãos ligados à ordem dos Missionários inspirados pelo carisma de São Daniel Comboni. À época, a presença dos vocacionados garantiu a realização de “Círculos Bíblicos” nos bairros próximos à igreja dedicada a São Judas Tadeu.

06 Voz no Caminho | Santuário São Judas (S. J. Rio Preto)

Foi assinada na manhã de 11 de abril a escritura que formalizou o Serviço Social e o Santuário São Judas como proprietários do antigo Seminário Comboniano. Participaram do ato, no 4º Cartório de Notas de Rio Preto, o presidente do Serviço Social, Pe. Luiz Caputo; o Provincial dos Combonianos, Pe. Alcides Costa e, representando a Diocese, Pe. Jarbas Brandini Dutra.

A arte criada destaca a dupla finalidade do prédio: acolher crianças e adolescentes do São Judas e atender às atividades de evangelização realizadas pela Paróquia. O Centro de Pastoral recebeu o nome de Pe. Enrico Galimberti. O Missionário Comboniano foi um dos grandes colaboradores da Paróquia; tendo sido vigário local em seus últimos anos de vida.

MEMBROS Joaquim Marçal da Costa Claudemir Fioramonte Sérgio Luis Pedrini Franzotti Reynaldo Bataglia de Carvalho André Garcia Santana Edson Pereira dos Santos Benedito Carlos de Araújo André Botelho Cares Emerson Ricci Claus

Voz no Caminho | Santuário São Judas (S. J. Rio Preto) 07


JUNHO 2014

08 Voz no Caminho | Santuário São Judas (S. J. Rio Preto)

17 TER 18 QUA 19 QUI 20 SEX

1Rs 21,1-16 Sl 5,2-3.5-7 Mt 5,38-42

21 SÁB

SANTÍSSIMA TRINDADE Ex 34,4b-6.8-9 Dn 3,52-56 2Cor 13,11-13 Jo 3,16-18

22 DOM

1Rs 19,19-21 Sl 15,1-2a.5.7-10 Mt 5,33-37

23 SEG

S. Antônio de Pádua 1Rs 19,9a.11-16 Sl 26,7-9.13-14 Mt 5,27-32

2Rs 17,5-8.13-15a.18 Sl 59,3-5.12-13 Mt 7,1-5

24 TER

1RS 18,41-46 Sl 64,10abcd.10e-11.12-13 Mt 5,20-26

12º DOMINGO COMUM Jr 20,10-13 Sl 68,8-10.14.17.33-35 Rm 5,12-15 Mt 10,26-33

NATIVIDADE DE S. JOÃO BATISTA

Is 49,1-6 Sl 138,1-3.13-15 At 13,22-26 Lc 1,57-66.80

25 QUA

S. Barnabé, Apóstolo At 11,21b-26; 13,1-3 Sl 97,1-6 Mt 10,7-13

S. Luís Gonzaga 2Cr 24,17-25 Sl 88,4-5.29-34 Mt 6,24-34

2Rs 22,8-13; 23,1-3 Sl 118,33-37.40 Mt 7,15-20

26 QUI

10 TER

1Rs 17,7-16 Sl 4,2-5.7-8 Mt 5,13-16

2Rs 11,1-4.9-18.20 Sl 131,11-14.17-18 Mt 6,19-23

2Rs 24,8-17 Sl 78,1-5.8-9 Mt 7,21-29

27 SEX

09 SEG

Bv. José de Anchieta !rs 17,1-6 Sl 120,1-8 Mt 5,1-12

CORPO E SANGUE DE CRISTO Dt 8,2-3.14b-16a Sl 147,12-15.19-20 1Cor 10,16-17 Jo 6,51-58

SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Dt 7,6-11 Sl 102,1-4.6-8.10 1Jo 4,7-16 Mt 11,25-30

28 SÁB

08 DOM

PENTECOSTES At 2,1-11 Sl 103,1ab.24ac.29bc-30.31.34 1Cor 12,3b-7.12-13 Jo 20,19-23

2Rs 2,1.6-14 Sl 30,20.21.24 Mt 6,1-6.16-18

Imaculado Coração de Maria Is 61,9-11 1Sm 2,1.4-8abcd Lc 2,41-51

29 DOM

07 SÁB

At 28,16-20.30-31 Sl 10,4.5.7 Jo 21.20-25

1Rs 21,17-29 Sl 50,3-4.5-6a.11.16 Mt 5,43-48

30 SEG

01 DOM 02 SEG 03 TER 04 QUA 05 QUI 06 SEX

S. Norberto At 25,13b-21 Sl 102,1-2.11-12.19-20ab Jo 21,15-19

11 QUA

Era nessa festo do Sagrado Coração que o D. José, bispo da nossa Diocese, vinha celebrar a Santa missa para os meninos, familiar e funcionárias da Obra e passar o dia com os irmãos Combonianos. Pe. Ângelo participava de tudo o que acontecia e antecipadamente, queria saber como estavam os preparativos, talvez nem soubesse como sua presença e aquele sorriso largo, eram tão importantes naquele momento. Junho acabava e começavam as férias.

S. Bonifácio, bispo e mártir At 22,30; 23,6-11 Sl 15,1-2a.5.7-11 Jo 17,20-26

12 QUI

Alguns deles eram padres que tinham trabalhado no Santuário e agora reviam seus amigos paroquianos, e como ficavam felizes e alegres. Já “do lado de lá”, no Seminário, padres e seminaristas se uniam em oração. Era hora de rezar pela perseverança dos seminaristas que tinham a coragem de deixar a família, para ser padre; pelos padres, muitos deles, longe de sua terra, de sua família; pela Obra Social, pelos meninos e familiares, pelos funcionários, pelos paroquianos...

At 20,28-38 Sl 67,29-30.33-36 Jo 17,11b-19

13 SEX

Era mesmo uma tarde muito alegre e feliz. Pe Angelo, os irmãos, alguns convidados que estivessem passando pelo seminário, também participavam.

S. Carlos Lwanga e comps. At 20,17-27 Sl 67,10-11.20-21 Jo 17,1-11a

14 SÁB

A festa era sempre realizada no Salão Pe. Ângelo ou no atual refeitório da Obra. Junto com a dança, havia também mesas de doces, pipoca e tudo o que sempre há em festas juninas. Bem caracterizados de “Caipira”, rostos pintados, chapéu e calças remendadas, os meninos traziam a

família toda. Os funcionários também traziam os filhos, a esposa e entravam inteiramente no “espírito da festa”: Música, dança, alegria.

Ss. Marcelino e Pedro At 19,1-8 Sl 67,2-3.4-5ac.6-7ab Jo 16,29-33

15 DOM

A grande dificuldade era formar os pares. Naquele tempo havia poucas meninas na escola primária e, na Obra, só eram matriculados meninos. Por isso, os alunos traziam coleguinhas e muitas vezes, até funcionárias da Obra entravam na dança da quadrilha, porque se elas não participassem muitos meninos que queriam e gostariam de dançar, não tinham como formar o par. No final dava tudo certo.

Cidinha Bueno comunicacao@saojudasrp.org.br

ASCENSÃO DO SENHOR At 1,1-11 Sl 46,2-3.6-9 Ef 1,17-23 Mt 28,16-20

16 SEG

Foto | Arquivo

O mês de Junho era sempre uma festa e muitos momentos de oração no Serviço Social São Judas Tadeu. Na Obra Social, intensos ensaios preparavam a festa junina dos meninos e funcionários. No seminário e no Santuário, os padres e irmãos Combonianos, através de momentos de oração e retiro espiritual, renovam, com alegria, a sua consagração missionária ao Sagrado Coração de Jesus, padroeiro da Congregação. Orientados pelos mestres e pelo professor de Educação Física, os ensaios aconteciam sempre no período da tarde, no final das aulas.

Alegria e festa, assim era o mês de Junho na Obra Social

LITURGIA

Liturgia

NOSSA HISTÓRIA

S. PEDRO E S. PAULO, APÓSTOLOS

At 12,1-11 Sl 33,2-9 2Tm 4,6-8.17-18 Mt 16,13-19 Ss. Primeiros Mártires de Roma Am 2,6-10.13-16 Sl 49,16bc-23 Mt 8,18-22

VERDE Cor litúrgica do Tempo Comum

Acolhamos o celebrante Serginho Valle www.liturgia.pro.br O comentarista termina o comentário inicial, olha para a assembléia e diz: “de pé, acolhamos o celebrante cantando o canto de entrada”. Alguns outros comentaristas dizem: “acolhamos o padre com sua equipe”.... Pois é, a CNBB pediu para substituir o ministério de comentarista pelo de ambientador, mas parece que a proposta pastoral ainda não vingou. Mas, o que interessa é o título de nossa reflexão, que precisa ser corrigido. Já refletimos que quem celebra a Missa é toda a assembléia reunida ao redor da Palavra e do Altar. Por isso, o mais correto seria dizer: “de pé para participarmos com o canto inicial da procissão de entrada”. É algo bem fácil e simples de corrigir; basta um pouco de atenção e tempo para se acostumar com o novo linguajar e começar a entender o significado da procissão que abre a celebração Eucarística N a s m i s s a s dominicais sempre deveria haver procissão de entrada da porta principal da igreja até o altar. Dela tomariam parte os ministros que serviriam à assembléia na celebração: leitores, ministros da distribuição Eucarística, os que farão a coleta, coroinhas e, evidentemente, o Presidente da celebração. A procissão é aberta com a Cruz Processional, ladeada por duas velas. É uma Cruz sobre uma haste para ser levada como estandarte vitorioso,

significando o Mistério Pascal de Cristo celebrado na E u c a r i s t i a . Ta m b é m o Evangeliário entra na procissão de entrada, mas não se introduz nem a Bíblia e nem o Lecionário na procissão inicial. Evangeliário, presença de Cristo na Palavra, que será proclamada na assembléia litúrgica. A procissão tem duas faces: uma prática e outra simbólica. A primeira demonstra a necessidade de deslocar-se até o presbitério, local de onde o padre exercer o ministério da presidência litúrgica. Contudo, a procissão da porta da igreja até o altar tem também um significado: significa a Igreja presente na comunidade, reunida em assembléia litúrgica, caminhando em direção de Cristo, com celebra e participa do seu Mistério Pascal. Observe bem o gesto do padre ao chegar ao altar. Ele beija o altar. Cristo é o nosso altar, é sobre Ele que realizamos nossa oferenda. Em outras palavras, o altar representa Cristo, por isso o padre o beija, saudando com esse gesto o próprio Cristo. Você percebe que antes de saudar a assembléia reunida, o padre saúda a Cristo com o beijo no altar. Em dias mais solenes, quando se usa incenso, o altar é incensado em sinal de adoração a Cristo. Mas isso será tema de outro artigo. Serginho Valle é Coordenador do Serviço de Animação Litúrgica (SAL)

Voz no Caminho | Santuário São Judas (S. J. Rio Preto) 09


NUTRIÇÃO

Dizimistas Aniversariantes de Junho

JUNHO 2014

11 Geovana Cristina da Silva 12 Luisa Maria dos Santos Adriana Xavier Prates Felipe Cezar de Morais 13 Antonio Donizete Barrientos Francisco Quintino da Silva Filho 14 Cristiane Isilda Molina Bazerla Verônica Vieira Bianchin Martins 15 Aparecido Felício Sonia Antonieta Gallo S. Ferreira Carlos Antonio Moraes Marossi 16 Inácia Rodrigues 17 Rafael Brites Martins 18 Luiz Sanches Rico José Valeretto 19 Marciano Alves Vieira 20 Walter Afini Rosangela da Cruz Pereira 21 Agda Maria Segantini Garbellini 22 Pamela Pereira da Silva Luciana Gloria B. A. M. Lourenço 23 Aparecido da Silva Paranhos José Modesto Calsavara

Agenda

MISSAS

REUNIÕES | ENCONTROS

Missa com Renovação das Promessas Batismo Crismandos Dia 01 (Dom) 9h | Santuário São Judas

Tríduo Sagrado Coração de Jesus 23 (Seg) - 15h | 1º Dia 24 (Ter) - 19h30 | 2º Dia 25 (Qua) - 19h30 | 3º Dia

Missa de Cura e Libertação Dia 10 (Ter) 20h | Santuário São Judas

Missa Solene Sagrado Coração de Jesus (Entrega Fitas | Apostolado) 27 (Sex) 15h | Santuário São Judas

Missa com Crisma Dia 14 (Sáb) 18h | Santuário São Judas Celebração do Corpo e Sangue de Cristo Dia 19 (Qui) 8h | Santuário São Judas

Ivan José Linhares 24 Daizy Maria Palombo Rossini Maria Aparecida A. Nascimento 25 Maria Rodrigues da Ordem Elizabeth Fatima Silva 26 Maria Amélia Marques Pedro Maria Luzia Vilela Vicente Arlete Jane Ferreira Danilo Mantovani Jr. Oscar Cesar Gonçalves Maria Vila Melegati Rosana Cardoso Garcia 27 Joaquim Benedito Maniezo Marcela Camargo M. Carvalho Sonia Aparecida T. de Marchi Dezuita Ramos Santana Evandre Regina R. I. de Oliveira 28 Nilda Ferreira Melchiori Waldemar Alves de Souza 29 Luiz Carlos da Silva Pedro Souza Carneiro Ivanete Souza da Silva 30 Dejalma Vila Boas

Missas São Judas Tadeu Dia 28.06 (Sáb) 7, 9, 11h30, 15*, 18 e 19h30 Santuário São Judas * transmissão Interativa FM 104,3

Reunião Pais e Padrinhos de Crismandos Dia 04 (Qua) 20h | Centro de Pastoral Dia 05 (Qui) Exposição do Santíssimo 19h30 | Santuário São Judas Adoração nos Setores 20h | Rede Bênção com Santíssimo 21h | Santuário São Judas Reunião do CPP Dia 06 (Sex) 19h | Serviço Social

Terço das Mulheres Dia 12 (Qui) 19h30 | Capela Obra Social Bênção dos Pães de Santo Antonio Dia 13 (Sex) 6h30 | Santuário São Judas Momento Santas Relíquias / Bênção dos Enfermos Dia 27 (Sex) 19h | Santuário São Judas

Vigília de Pentecostes (GO) Dia 07 (Sáb) 19 às 21h | Santuário

Em virtude dos Jogos da Copa, a Obra e Escritório Paroquial estarão fechados nos seguintes dias e horários

10 Voz no Caminho | Santuário São Judas (S. J. Rio Preto)

Terço dos Homens Dia 12 (Qui) 19h30 | Santuário São Judas

Dia 12 | A partir das 15h Dia 17 | A partir das 14h Dia 23 | A partir das 15h

Alimentos Funcionais Heloisa Helena Marconi de Faria heloisa-marconi@ig.com.br

Internet

01 José Ricardo Vargas Rocha Milton Tokar 02 Antonio Carlos Cucolo Sayoko Minami Morita Queila Aparecida da Silva José Ceruti Garcia 03 Regina Elza Guidotti Quirino 05 João Bosco Quirino Espíndola Elidio Melegati 06 Valter Heguedusch Maria de Lurdes F. Garcia Helena Rita de Oliveira e Oliveira 07 Sonia Maria de Almeida Robson dos Santos Morais 08 Aparecida Donizeti M. Cassilhas Joel Botelho Maria Alice Muller 09 Alzira de Oliveira e Silva Luiz Antonio Scandelai 10 - Arlete Ferreira da Silva Nadir Aparecida Tabarini Alves Adriana Maria da Silva Irma Vansan Fernandes

Nutricionista especialista em Nutrição Clínica e Administração em Serviços de Nutrição

EXEMPLO DE CARDÁPIO COM ALIMENTOS FUNCIONAIS (Para a fase adulta) Você acompanhou, nas últimas edições da Revista Voz no Caminho, a publicação de dois artigos sobre alimentos funcionais. Também foi apresentada uma lista com vários exemplos desses alimentos e suas categorias. Agora, para encerrar essa formação, publicamos uma sugestão de cardápio que é uma delícia. Experimente! Café da Manhã Taça de quinua com iogurte (anti-oxidante) Fonte: Programa Hoje em Dia 2 unidades pequenas de iogurte natural desnatado, 2 colheres de sopa de quinua em grãos, 1 unidade de banana, 1 unidade de maçã vermelha, 1 colher de sopa rasa de uva passa, 4 unidades de amêndoas torradas sem sal, 1 colher de sopa de suco de limão. ½ pão integral com geléia de goiaba (fonte de fibras, antioxidante e aumenta resistência imunológica). Lanche da manhã 1 barra de cereal a base de uvas passas, banana, castanhas de caju ou do Pará; Almoço Arroz integral com lentilhas e cebolas fininhas; Filé de Peixe grelhado com purê de Batatas ou de Mandioquinha; Bolinho de espinafre; Salada de Tomate (maduro), folhas verdes (regados com azeite e ervas finas); Vinagrete de Soja em Grãos - (regulação hormonal e diminuição dos sintomas de TPM e menopausa) Fonte: Programa Hoje em Dia Ingredientes: 8 colheres de sopa de soja cozida, 1 tomate médio1 cebola média, 3 colheres de sopa de salsinha 4 colheres de sopa de vinagre de maçã, 1 colher de sopa de azeite de oliva, 1 colher de chá de sal.

Modo de Preparo: Higienize adequadamente os vegetais e pique-os. Em um recipiente misture todos os ingredientes e sirva a seguir. Suco de frutas ( caju, acerola, limão, laranja); Lanche da Tarde Suco anti-stress Fonte: Programa Hoje em Dia 10 morangos, meia pera, 1 banana, 1 colher de sopa de gérmen de trigo ou semente de linhaça, água. Bater tudo no liquidificador e servir. Jantar Salada de legumes cozidos regados com azeite extra virgem, ervas finas (sálvia, manjericão, orégano, sementes de chia, alho picadinho, etc..); Filé de frango grelhado com molho de iogurte natural, gratinado ao forno, Patê de Azeitona com Linhaça com mini torrada integral - (cardioprotetor - regulador vascular e hipocolesterolêmico) Fonte: Programa Hoje em dia Ingredientes: 4 azeitonas verdes, 2 colheres de sobremesa de semente de linhaça, 2 colheres de sopa de requeijão light 1 colher de sopa de salsinha1 colher de chá de sal, 1 colher de chá de azeite de oliva.

Voz no Caminho | Santuário São Judas (S. J. Rio Preto) 11


VOZ NO CAMINHO | Junho 2014