Page 1

Boletim Informativo Essa edição do Boletim Informativo Sertão Agroecológico traz a discussão dos Mercados Locais Agroecológicos com destaque para Circuitos Curtos de Comercialização que se materializam nas Feiras de Orgânicos, Agroecológicas e da Agricultura Familiar do Sertão do São Francisco. Esse debate busca contribuir com a promoção da Agroecologia nos Territórios de atuação do Sertão Agroecológico de modo a aproximar Agricultores de Consumidores e vice-versa e a potencializar a Transição Agroecológica através do Comércio Justo e valorização dos Mercados, Produtos e Cultura Agroalimentar Locais. Informativo do Núcleo de Pesquisa e Estudos Sertão Agroecológico - NUPESA Petrolina -PE, Dezembro de 2017 - Ano IV - Edição 8

Nesta edição:

AGROECOLOGIA EM DEBATE: CIRCUITOS CURTOS DE COMER-

AGROECOLOGIA EM 1 DEBATE: Circuitos Curtos de Comercialização - Promovendo a Transição Agroecológica no Sertão do São Francisco - PE/BA Feiras Agroecológicas: Aproximando Agricultores e Consumidores

1

Agricultura Urbana: 2 Produção e Consumo de Alimentos Agroecológicos na Cidade IV Encontro Nacional de Agroecologia 2018—Carta Convocatória

2

Mural de Fotos: Circui- 3 e 4 tos Curtos de Comercialização Feiras de Petrolina/PE e Juazeiro/BA

CIZLIZAÇÃO - Promovendo a Transição Agroecológica no Sertão do São Francisco - PE/BA O Sistemas de Produção Agroecológica e Orgânica no Vale do São Francisco tem sido evidenciados e desenvolvido ao longo dos últimos 20 e 30 anos a partir de iniciativas e experiências de agricultores, instituições públicas e organizações não governamentais do Sertão do São Francisco Baiano e Pernambucano. Atualmente já é possível consumir uma grande variedade de alimentos de base agroecológica e orgânicos oriundo destas iniciativas que, em sua maioria, partem de agricultores familiares em suas diferentes manifestações, quais sejam: assentados da reforma agrária, comunidades tradicionais, pequenos produtores dos perímetros públicos de irrigação, grupos de agricultores urbanos e periurbanos que integram hortas comunitárias, dentre outros empreendedores agroecológicos. Os processos de comercialização de produtos orgânicos tem se apresentado de forma diversificada e dinâmica na medida em que agricultores e consumidores se aproximam e trocam experiências sobre os processos de produção de orgânicos e as necessidades de consumidores e agricultores se tornarem parceiros diante dos desafios postos à Transição de uma Agricultura que polui e mata para uma Agricultura que promove a Vida! Helder Ribeiro Freitas Coordenação Sertão Agroecológico!

Feiras Agroecológicas - Aproximando Agricultores e Consumidores Em visita à Banca de Orgânicos na Feira da Areia Branca o Sertão Agroecológico teve a oportunidade de conversar com alguns frequentadores desta sobre o consumo de alimentos orgânicos. Nesta oportunidade foi possível registrar a opinião de consumidores de alimentos orgânicos sobre as razões pela qual optaram por alimentos Livres de Agrotóxicos em detrimento dos produtos convencionais. Uma moradora do Bairro Areia Branca, ao visitar a Banca de Orgânicos da Feira da Areia Branca, deu sua opinião :

Banca de Orgânicos - Feira da Areia Branca - Associados da APROVASF - Petrolina PE.

“Dou prioridade aos produtos orgânicos, porquê dá saúde pra gente. As vezes é um pouquinho mais caro, mas na maioria das vezes é o mesmo preço e tem qualidade. Eu procuro ir onde há pontos de comercialização dos orgânicos, aqui na feira aos domingos eu sempre venho. Isso porque, aqui eles possuem o selo do produto orgânico. Como a gente não vê o veneno, isso favorece.” A consumidora ressalta ainda que tem dificuldade de encontrar alimentos que tenha sido produzidos sem o uso de veneno nos mercados e destaca “... o que pudermos comer sem veneno a gente come.”

1


- Boletim Informativo Sertão Agroecológico -

Página 2 Ano IV– 8° Edição

Agricultura Urbana: Produção e Consumo de Alimentos Agroecológicos nas Cidades! A produção de alimentos saudáveis tem ocupado cada vez mais diferentes espaços do campo e da cidade. Em Petrolina e Juazeiro há várias experiências de Hortas Comunitárias Urbanas sendo, em sua maioria, experiências de base Agroecológica, algumas destas hortas possuem Certificação de Produção Orgânica de alimentos. A Agricultora urbana Raimunda Januário, faz parte de uma destas experiências integrando o Grupo da Hortovale - Horta Orgânica Comunitária localizada na Escola Municipal Professora Luísa de Castro - bairro João de Deus - Petrolina - PE. Raimunda faz um relato da experiência de produção e venda de alimentos orgânicos destacando os principais canais de comercialização e relação dos agricultores com os consumidores.

Raimunda, Agricultora Urbana Agroecológica da Hortovale-João de Deus-Petrolina-PE

“A Hortovale no início fazia sua comercialização só na própria horta. Depois começamos a vender nas ruas [do bairro João de Deus], e as pessoas começaram a encomendar. Resolvemos levar para a Feira da Areia Branca, [Região Central de Petrolina]. O SEBRAE foi parceiro para caminhar para a certificação orgânica, do Grupo dos Orgânicos de Petrolina e Juazeiro. Levar a bandeira do alimento orgânico chamou a atenção dos consumidores, que vinham e perguntavam: Onde os alimentos eram produzidos? Como é feito? Se a gente usava algum veneno? Atualmente, somos convidados para ir expor em escolas, e tem sido muito gratificante, pois os alunos querem saber como a gente planta e colhe, e com isso levam muitas informações para casa, chamando os pais para ir comprar alimento saudável e de qualidade na sua própria escola.”

“Quanto a comercialização para pontos maiores como supermercados, estamos fornecendo pouco [mas já fornecem] pois nossa maior demanda são as feiras livres em que vendemos direto para os consumidores. Até porque nós, da Hortovale e da APROVASF [Associação das Produtoras e Produtores de Orgânicos do Vale do São Francisco], gostamos mesmo é de divulgar [Alimentos Orgânicos e a Agroecologia] e promover a alimentação saudável cuidando da natureza.” “Temos muita preocupação em passar para o cliente todo o processo de como a gente planta, colhe e leva até as feiras. Temos o orgulho de dizer, quando o cliente pergunta: Quem me garante que é orgânico? Respondo: Sou eu mesma, somos nós da Hortovale. E você está convidado a nos visitar para conhecer e certificar.”

IV ENCONTRO NACIONAL DE AGROECOLOGIA - ENA: CARTA CONVOCATÓRIA Agroecologia e Democracia Unindo Campo e Cidade Belo Horizonte - MG - Julho / 2018 O IV ENA ocorrerá entre os dias 31 de maio a 3 de junho de 2018, na cidade de Belo Horizonte - Minas Gerais. Duas mil pessoas estarão reunidas, sendo 70% de agricultores (as) familiares em suas diferentes representações como camponeses (as), povos indígenas , comunidades tradicionais, assentados (as) da reforma agrária e coletivos da agricultura urbana, todos envolvidas na construção da Agroecologia no Brasil. A convocação do IV ENA é feita pela Articulação Nacional de Agroecologia (ANA), uma rede nacional formada por organizações, redes regionais e movimentos sociais do campo, da floresta, das águas e das cidades de abrangência nacional e regional. Seu formato buscará articular várias atividades em diferentes espaços que incluem feira de sabores e saberes, atividades culturais, mostra de cinema e debates públicos com momentos internos de aprofundamento de temas mobilizadores, em diálogo com organizações parceiras, na promoção de um sistema agroalimentar baseado na agroecologia e soberania alimentar. Articulação Nacional de Agroecologia - ANA http://www.agroecologia.org.br/ Agências de Fomentos: CNPq/MCTIC Nº016/2016-Segurança Alimentar e Nutricional no Âmbito da UNASUL. Boletim Informativo do Núcleo de Pesquisas e Estudos Sertão Agroecológico (NUPESA). 4p. Petrolina, Dezembro, 2017, Coordenação Geral: Helder Ribeiro Freitas Editor de produção e arte: Integrante do Projeto: Priscila Helena Machado; Textos: Revisão de conteúdo: Helder Freitas Fotos: Arquivos do NUPESA - sertãoagroecologico@gmail.com Tiragem: 1.000 exemplares - Distribuição Gratuita.

2


Página 3

- Boletim Informativo Sertão Agroecológico -

Ano IV– 8° Edição

MURAL DE FOTOS: Feira dos Orgânicos, Petrolina PE o de entr , das C : l Loca enções 0 hrs Conv0 às 17:0 12:0

MURAL DE FOTOS : Feira Reforma Agrária Petrolina PA ao I e t fren Em na PE, feiras : l a Loc etroli extas P S de as as hrs. 2 Tod 8 as 1 s da

3


Página 4

- Boletim Informativo Sertão Agroecológico -

Ano IV– 8° Edição

MURAL DE FOTOS: Feira de Orgânicos em Juazeiro BA do asa A, C a o-B do d o la uazeir hrs. A : l J 0 Loca são de 16 às 2 e s t Ar ta da Quin

Apoio - Agências de Fomentos: CNPq/MCTIC Nº016/2016-Segurança Alimentar e Nutricional no Âmbito da UNASUL. Boletim Informativo do Núcleo de Pesquisas e Estudos Sertão Agroecológico (NUPESA). 4p. Petrolina, Dezembro, 2017, Coordenação Geral: Helder Ribeiro Freitas Editora de produção e arte: Integrante do Projeto: Priscila Helena Machado; Textos: Revisão de conteúdo: Helder Ribeiro Freitas Fotos: Arquivos do NUPESA - sertãoagroecologico@gmail.com Tiragem: 1.000 exemplares - Distribuição Gratuita.

4

Boletim Num 8 - Circuitos Curtos de Comercialização - Promovendo a Transição Agroecológica no Sertão  

Essa edição do Boletim Informativo Sertão Agroecológico traz a discussão dos Mercados Locais Agroecológicos com destaque para Circuitos Curt...

Boletim Num 8 - Circuitos Curtos de Comercialização - Promovendo a Transição Agroecológica no Sertão  

Essa edição do Boletim Informativo Sertão Agroecológico traz a discussão dos Mercados Locais Agroecológicos com destaque para Circuitos Curt...

Advertisement