Page 1

MANON Das plantas viemos, Ă s plantas voltaremos.


“IMANÊNCIA” - Óleo sobre canvas, 60x80 cm.


SINAPSES BIOCÊNTRICAS


“SELVAGEM, INCONSCIENTE PRODUTIVO”- Óleo sobre canvas, 60x80 cm.


No Jardim das Sinapses, somos nós os observados. O que nos vê tem existência silenciosa e aparentemente imóvel em um mundo cuja complexidade com frequência nos escapa. Plantas e sementes, flores e frutos, pássaros e animais subterrâneos habitam um mundo onde tudo está interligado.


“FORMA EM DESFORMA” - Óleo sobre canvas, 60x80 cm.


Vegetais estão em constante movimento, mas seu tempo é diferente do nosso. Se em nosso modo de ver eles nos parecem imóveis, não é difícil imaginar, em contrapartida, o quanto devemos lhes parecer agitados – para as plantas, somos possivelmente rápidos como moscas, frenéticos como insetos em volta da lâmpada.


“SILÊNCIO” - Óleo sobre canvas, 80X60 cm.0x80 cm


“CONVERSA COM AS ESTRELAS” - Óleo sobre canvas, 140 x 80 cm.


A primazia que damos à razão bem como a força de certos condicionamentos culturais urbanos acabaram por apequenar nosso olhar, emoldurando-o em torno de um ângulo distorcido que reforça a ilusão de sermos uma forma mais bem acabada de existência.


“O CHAMADO” - Óleo sobre canvas, 60x80 cm.


Das plantas viemos, Ă s plantas voltaremos.


“ÉDEN BIOCÊNTRICO”, Série Jardim das Sinapses, Óleo e acrílico sobre canvas,120 x 80 cm.


“CONVERSAÇÃO” Série Jardim das Sinapses, Óleo e acrílico sobre canvas , 140 x 100 cm.


A proposta de Manon desafia o viĂŠs predominantemente antropocĂŞntrico de nosso olhar, propiciando inĂşmeras visibilidades que ultrapassam o campo do meramente visĂ­vel.


dípidico, “JARDIM DAS MÁQUINAS DESEJANTES” ,Série Jardim das Sinapses, Óleo e acrílico sobre canvas, 160


x 240cm.


A arte de Manon se alinha ao Biocentrismo, pois, nela, a vida - e não exclusivamente o ser humano - assume o protagonismo. Por 8 anos, criou e estudou abelhas, o que aprofundou sua relação com os mecanismos da natureza. Atualmente, a flora brasileira e suas sinapses vegetais compõem seu principal campo de pesquisa. As epígrafes deste portfolio foram extraidas do texto Jardim das Sinapses de Ana Amado.


contato: studio.info.manon@gmail.com

Das plantas viemos, às plantas voltaremos.  

A proposta de Manon desafia o viés predominantemente antropocêntrico de nosso olhar, propiciando inúmeras visibilidades que ultrapassam o ca...

Das plantas viemos, às plantas voltaremos.  

A proposta de Manon desafia o viés predominantemente antropocêntrico de nosso olhar, propiciando inúmeras visibilidades que ultrapassam o ca...

Advertisement