Page 1


POEMAS AMADOS

Sérgio Caetano


Poemas Amados

Sérgio Caetano

Este livro impõe uma ordem: após seu uso, ou desuso, decreta-se como sua obrigação repassá-lo a quem tem interesse ou precisa dos textos contidos nele. Compartilhe o link! Ficha Técnica: Capa de Leandro Pinho Edição José Augusto Sampaio Todos os textos são de autoria e publicados por Sérgio Caetano. É proibida a venda e veiculação deste conteúdo sem a autorização do autor Sérgio Caetano. ©Poemas Amados - 12/2013 ©Sérgio Caetano

03


Poemas Amados

Sérgio Caetano

Im memoriam Tia Naide, Manoel Mathias Caetano,Wilson Barnabé dos Santos e Gercina Celestina dos Santos. Dedico esse livro aos meus pais, José e Luzia pelo amor que me concebeu, aos meus irmãos Leonardo, Luciana e Leandro pelo amor compartilhado, aos meus filhos Matheus e Victória pelo amor que exercito diariamente, a Maria Luiza, minha esposa, pelo amor que carrego até o derradeiro dia e aos meus amigos muitos pela doação em cada encontro. Sérgio Caetano

04


Poemas Amados

Sérgio Caetano

Índice Sintomas do amor Amor livre Doação Amar nunca mais Aceitação Tudo que resta Reconhecimento Condicional O especialista Meio Irracional Recreativo Quando se diz a verdade Os outros Indigesto Amei infantilmente Defensivo O segredo Imperativo Corda bamba Consoante Veloz Fuga Diálogo Transeunte Prisioneiro De passeio Transferência Inacabado Transformador Antecipado Tudo que basta Cromatizado

09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 05


Poemas Amados

Sérgio Caetano

Como tem que ser Angel in the sky O Sábio Regador Manhã para Shakespeare A cura Expelindo Sopro anunciado Diálogo 2 O meu

41 42 43 44 45 46 47 48 49 50

Sobre o autor

53

06


Poemas Amados

Sérgio Caetano

Se um dia tiver que escolher entre o mundo e o amor... Lembre-se. Se escolher o mundo ficará sem o amor, mas se escolher o amor com ele você conquistará o mundo. Albert Einstein

07


Poemas Amados

Sérgio Caetano

SINTOMAS DE AMOR Lábios secam vozes estremecem mãos pingam somente o rijo coração não emudece.

09


Poemas Amados

Sérgio Caetano

AMOR LIVRE é lá no amor que estou em casa é lá no amor que minhas paixões mais internas se tornam livres

10


Poemas Amados

Sérgio Caetano

DOAÇÃO Sirvo meu pote de confeites para livrar-te de uma história de amor azeda

11


Poemas Amados

Sérgio Caetano

AMAR NUNCA MAIS Nossos corpos se aproximaram de maneira atrevida mas, as vivências atingiram fundo demais o que ficou foi a recordação de uma ferida purulenta do nosso desamor

12


Poemas Amados

Sérgio Caetano

ACEITAÇÃO Não aceitei absolutamente mais nada não tomei mais nada, não ingeri mais nada, não levei mais nada pra dentro de mim e em última estância não reagi ao amor.

13


Poemas Amados

Sérgio Caetano

TUDO QUE RESTA O amor livre vive em qualquer lugar é feito para realizar tarefas grandiosas desafiar todo tipo de força e desestruturar as moléculas dos campos magnéticos das solidões o resto é ar.

14


Poemas Amados

Sérgio Caetano

RECONHECIMENTO Grande o suficiente nele próprio é o amor tão imenso que alcança liberdade transcende em espírito nele, o objeto do sentimento pode reconhecer: amar sozinho, isso não posso fazer.

15


Poemas Amados

Sérgio Caetano

CONDICIONAL Tem amor condicionado pelo ar seco e pelo céu límpido mas, acima de tudo, o amor é real pela possibilidade de ajuntar sempre de novo quantidades enormes de amor.

16


Poemas Amados

SĂŠrgio Caetano

O ESPECIALISTA NĂŁo correspondido o amor torna-me estreito e recolhido de certo tipo azedo, um mero especialista.

17


Poemas Amados

Sérgio Caetano

MEIO IRRACIONAL Quando eu estava quase chegando ao fim, me dei a refletir sobre essa irracionalidade fundamental de minha vida – o amor. Depois dele, só a perda me trouxe à razão.

18


Poemas Amados

Sérgio Caetano

RECREATIVO Ele, o amor, faz parte da recreação nos livra de nós mesmos viaja por ciências habita almas desconhecidas até que não se leve mais nada a sério.

19


Poemas Amados

Sérgio Caetano

QUANDO SE DIZ A VERDADE Não é a dúvida é a certeza do desamor que enlouquece. Tem de ser profundo tem de ser abismo tem de ser ambíguo para se sentir assim. Nós todos temos medo da verdade do não amor.

20


Poemas Amados

Sérgio Caetano

OS OUTROS Depois de conhecer o amor vendi barato todo o resto das minhas relações humanas e não cedi a nenhum preço, os dias da minha vida que passei amando. Foram dias de confiança, de alegria de acasos sublimes e instantes profundos. Não sei o que outras pessoas vivenciaram.

21


Poemas Amados

Sérgio Caetano

INDIGESTO assim como eu sou em todos os meus instintos mais profundos estranho a tudo aquilo que é desamor só essa proximidade retarda a minha digestão.

22


Poemas Amados

Sérgio Caetano

AMEI INFANTILMENTE O primeiro contato com o amor foi o primeiro suspiro aliviado da minha vida eu o sentia, o venerava como a um país estrangeiro como o antagonismo, como o protesto corpóreo contra todas as desvirtudes. Nós que já fomos crianças sequer podemos ser outra coisa senão amor.

23


Poemas Amados

Sérgio Caetano

DEFENSIVO Não ver nem ouvir nem deixar muita coisa se aproximar primeira mostra de inteligência primeira prova de que a gente não é um acaso mas, sim, uma necessidade de amar.

24


Poemas Amados

Sérgio Caetano

O SEGREDO Amores talentosos de tendência livre e fértil sucumbiram as ruínas nas primeiras farpas viraram simples palitos de fósforos que tinham de ser friccionados para soltar faíscas posto que esqueceram de fazê-lo vício. Por isso conto-lhes meu segredo: amar de manhã bem cedo ao nascer do dia em todo frescor na aurora de suas forças.

25


Poemas Amados

Sérgio Caetano

IMPERATIVO O amor começou a me dar ordens aos poucos ele ia evitando desvios e descaminhos preparando em mim qualidades e capacidades individuais indispensáveis para alcançá-lo.

26


Poemas Amados

Sérgio Caetano

CORDA BAMBA O amor, em busca do equilíbrio prefere andar por caminhos tortos.

27


Poemas Amados

Sérgio Caetano

CONSOANTE Amar pode ser um riso ou um risco se resume em apenas uma letra: a letra C. É só uma letra. Respire. Uma letra não pode ser tão ruim assim.

28


Poemas Amados

Sérgio Caetano

VELOZ Com o coração acelerado chego mais rápido aonde o amor está.

29


Poemas Amados

SĂŠrgio Caetano

FUGA Se um dia o amor for embora da minha vida eu quero que ele me leve.

30


Poemas Amados

Sérgio Caetano

DIÁLOGO - O meu amor por você pode fazer quase tudo. - Quase tudo? E por que não tudo? - Porque ele não pode te esquecer.

31


Poemas Amados

Sérgio Caetano

TRANSEUNTE Ela tinha o hábito de ler romances na rua na esperança de ser atropelada pelo amor.

32


Poemas Amados

Sérgio Caetano

PRISIONEIRO Para sorte dos amantes o (desamor) permanecerá preso nos parênteses.

33


Poemas Amados

S茅rgio Caetano

DE PASSEIO Descobrir o amor-pr贸prio num city tour dentro de mim.

34


Poemas Amados

Sérgio Caetano

TRANSFERÊNCIA Se há algo que eu sei e sei numa destas calmas oceânicas é que amar dói mais em você do que nos outros. Se eu conseguir, de alguma forma, te fazer amar mais em mim do que em ti, conseguirei te roubar de mim ao me roubar de você.

35


Poemas Amados

Sérgio Caetano

INACABADO Fique sabendo que amor é o sentir mais lindo do mundo nada puro, nada casto, nada angelical mas, eterno. É eterno não porque não acaba mas, sim porque está inacabado.

36


Poemas Amados

SĂŠrgio Caetano

TRANSFORMADOR A vida nunca mais foi a mesma depois que comecei a amar.

37


Poemas Amados

Sérgio Caetano

ANTECIPADO O amor sempre se despede do que acaba de chegar. Quando alguém está vindo ele já pensa como vai ser se ele for embora e não voltar.

38


Poemas Amados

Sérgio Caetano

TUDO QUE BASTA Para amar é desnecessário ter nervos basta um ventre alegre.

39


Poemas Amados

Sérgio Caetano

CROMATIZADO Às vezes tenho a sensação de que meu amor nasceu preto no branco para ficar colorido de alguma maneira em você

40


Poemas Amados

Sérgio Caetano

COMO TEM QUE SER O amor olhou nos meus olhos e se perdeu eu olhei nos seus e me perdi também fomos na mesma direção ficamos mais próximos sem percebermos uma única palavra não trocamos e sem relutância, invadimo-nos um ao outro como se assim tivesse que ser. E era.

41


Poemas Amados

Sérgio Caetano

ANGEL IN THE SKY Mesmo tendo amor na terra o tempo todo busco o céu.

42


Poemas Amados

Sテゥrgio Caetano

O Sテ。IO Essencial テゥ saber amar.

43


Poemas Amados

Sérgio Caetano

REGADOR O amor não vive de sol o ano inteiro é preciso um pouco de chuva para fazê-lo florescer.

A cama

perfumada Ou Rosinha, eu te amo.

44


Poemas Amados

Sérgio Caetano

MANHÃ PARA SHAKESPEARE Certo dia, meu desamor apareceu como numa cena de Shakespeare atos assassinos existiam dramatizados e muita coisa morreu em mim. Na noite desse mesmo dia apareceu o amor numa intensidade demente algo sendo sem ser acordes, lágrimas e silêncio era madrugada que me amanheceu.

A cama

perfumada Ou Rosinha, eu te amo.

45


Poemas Amados

Sérgio Caetano

A CURA Não notavam meu desamor e eu, muito sacana que sou fingia estar tudo bem. Tornara-me um espectro andava como uma alma penada quando por acaso se lembravam de mim eu usava uma máscara com um sorriso gigante balançava a cabeça e falava algumas frases. Estava acometido de doença simples: desejo de ser amado.

46


Poemas Amados

SĂŠrgio Caetano

EXPELINDO As lĂĄgrimas eram amor e eu o chorava na expectativa imbecil de esvaziar-me dele.

47


Poemas Amados

Sérgio Caetano

SOPRO ANUNCIADO O vento lá fora anuncia um toque leve de amor um toque de amor um amor leve.

48


Poemas Amados

Sérgio Caetano

DIÁLOGO 2 O amor tinha perguntas intrigantes: - Porque choras? Arguiu-me certa vez. - Não sei evaporar, disse-lhe.

49


Poemas Amados

Sérgio Caetano

O MEU Meu amor segue desvios particulares tentar entendê-lo é o mesmo que decifrar poemas chechenos traduzidos para o árabe em braile. Quem parte o leva. Mas, quem chega o traz. Um alvoroço de curiosidade pelo novo e lá está ele: fantasiado de paixão a se manter sereno diante de qualquer gesto do outro.

50


Poemas Amados

Sérgio Caetano

Sobre o autor: Sérgio Caetano é publicitário e poeta. Mora atualmente em Natal, Rio Grande do Norte. Poeta das sensações, tem como motivo de vida seus filhos Victória e Matheus. Este é seu primeiro livro, de muitos que ainda virão.

53


Poemas Amados / Sérgio Caetano  

O amor não se narra. Se vive.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you