Issuu on Google+

ESPAÇO ASSOCIADO

ANO 3 - Nº8 - JAN/FEV/MAR 2012

Bons Resultados Fujiro entrou no mercado varejista com o lançamento de uma marca de moda feminina, a Econcept. Bruno e Ana Paula Sedrez, de Blumenau (SC), estavam casados havia menos de um ano quando a empresa em que trabalhavam fechou. A Fujiro Ecotêxtil nasceu em março de 2006 em um dos quartos do apartamento que moravam, para explorar o nicho que a empresa anterior deixou em aberto, o de camisetas promocionais. A demanda, a poucos meses da Copa do Mundo da Alemanha, estava aquecida, e as vendas engrenaram rapidamente. Os R$ 50 mil investidos inicialmente - dinheiro resultante das rescisões trabalhistas e do refinanciamento de um carro do casal proporcionaram um faturamento de R$ 402 mil naquele ano.

O próximo passo foi alugar uma sala comercial em fevereiro do ano seguinte. Ao mesmo tempo, a Fujiro passou a trabalhar com a malha ecológica, um tecido baseado em garrafas PET recicláveis. "Pesquisamos o mercado na época e percebemos que era evidente a necessidade de oferta de um produto ecológico no mercado têxtil promocional", diz Ana Paula.

NOTÍCIAS

roupas ecológicas. Desde então ampliou o impacto de seus produtos ecológicos, atuando não apenas com empresas e eventos, mas apresentando para o consumidor final uma nova consciência de consumo de moda.

INFORMATIVO DO SINDICATO DAS INDÚSTRIAS DE FIAÇÃO, TECELAGEM E DO VESTUÁRIO DE BLUMENAU.

Com a matéria-prima diferenciada, hoje, a carteira da Fujiro é bem diversificada: são mais de 500 clientes, como Bradesco, Editora Abril, Fundação SOS Mata Atlântica, Caixa Econômica Federal, Oi, Tim, Gerdau. O faturamento também cresceu muito: de R$ 1,9 milhão em 2008 para R$ 5,3 milhões em 2010. "Nas nossas projeções iniciais, achávamos que levaria uns dez anos para chegar a isso", afirma Sedrez. Para manter o ritmo, a empresa resolveu lançar a Fujiro e-Concept, em 2010, marca própria de

CONVÊNIOS DO SINTEX Veja abaixo logomarcas de nossos parceiros:

Texfair Home 2012 foi um sucesso! Página 7

Informe-se das vantagens oferecidas aos nossos associados através do telefone (47)33269662 ou pelo e-mail: sintex@sintex.org.br 8

SINTEX NOTÍCIAS

60 anos Sintex

Notícias

Espaço Associado

Informativo especial conta um pouco mais sobre os 60 anos do Sintex.

Sintex conclui projeto de certificação ambiental.

Fujiro: compromisso com a sustentabilidade e a consciência ecológica.

Página 3 JAN|FEV|MAR

Página 7

Página 8


EDITORIAL

Bons Resultados Nesta edição, registramos o sucesso da Texfair Home 2012. Com um número de expositores 10% maior em relação à edição passada - 105 que representam mais de 300 marcas. O evento recebeu 12,1 mil visitantes de todo o País e exterior. São números que consolidam sua posição como a maior feira comercial do setor na América Latina e mais completo evento de lançamentos do segmento de cama, mesa, banho, tapetes, cortinas e decoração do País. E este sucesso não se traduz apenas em dados estatísticos, mas também pela satisfação de expositores e visitantes, informações que também podem ser conferidas neste Sintex Notícias. Esperamos repetir estes bons resultados na edição, que ocorrerá em 2013. Trazemos ainda neste mês um pouco mais sobre a história dos 60 anos do Sintex, em destaque, com depoimentos importantes de pessoas que fizeram parte desta trajetória de muito trabalho e de muitas conquistas, como o ex-presidente Hans Prayon. Elaboramos também uma linha do tempo, com alguns dos momentos mais marcantes da entidade. Outro tema importante neste informativo são as opções de cursos oferecidos pela Aduaneiras, empresa que há 40 anos oferece ao mercado informações seguras e objetivas relacionada às diversas áreas do comércio exterior, de tributos e jurídicos. Confira as opções para 2012, oferecidas por meio de convênio com o Sintex. Boa leitura!

SERVIÇOS AOS ASSOCIADOS

NOTÍCIAS

Parceria com Aduaneiras oferece novos cursos em 2012

O início do ano é um bom período para planejar os investimentos na qualificação profissional e na capacitação das equipes de trabalho. Para auxiliar as indústrias têxteis associadas, o Sintex conta com uma série de convênios voltados para a educação, entre eles a parceria com a Aduaneiras. Há 40 anos, a empresa oferece ao mercado informações e profissionais especializados, que fornecem informações seguras e objetivas relacionadas às diversas áreas do comércio exterior, de tributos e jurídicos. Para as empresas associadas ao Sintex são oferecidos 30% de desconto em obras técnicas de Comércio Exterior e 50% de desconto nos Cursos de Comércio Exterior, Tributário e Jurídicos; Para 2012, vários cursos serão realizados em Blumenau, nesta parceria: Cursos

Data

Regimes Aduaneiros Especiais (Vantagens Fiscais na Importação e Exportação)

16/04/2012

Despacho Aduaneiro na Importação e Exportação

25/04/2012

Importação Passo a Passo

21/05/2012

Logística Aplicada ao Comércio Exterior

20/08/2012

Compras Internacionais: Incoterms, Formas de Pagamento e Operações de Câmbio

18/06/2012

Contratos Internacionais de Compra e Venda

29/10/2012

Mais informações podem ser obtidas no Sintex, com Paulo, através do telefone (47) 3326-9662.

Sintex fornece relatório climático às empresas associadas No mês de fevereiro, foi apresentado para as empresas associadas ao Sintex, o relatório climático com a previsão até setembro de 2012 para algumas cidades que exercem grande influência para o mercado têxtil: Brasília (DF), Belo Horizonte (MG), Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), São Paulo (SP) e Rio de Janeiro (RJ). A meteorologista Ana Lúcia Frony de Macêdo, da empresa Climatempo Meteorologia, foi a responsável pela apresentação do relatório na sede do Sindicato.

Texfair Home confirma sua posição como referência do setor de têxteis para o lar e decoração A Texfair Home, principal feira comercial sulamericana dos setores de cama, mesa, banho, tapetes, cortinas e decoração, realizada de 6 a 9 de março, consolidou sua posição como o mais completo evento de lançamentos do segmento e único no País a reunir as principais tendências que irão conquistar os consumidores na próxima temporada. Com um número de expositores 10% maior em relação à edição passada - 105 que representam mais de 300 marcas – a Texfair Home recebeu 12,1 mil visitantes de todo o País e exterior. Dentre os expositores, diante das perspectivas positivas para 2012 após a crise do algodão que retraiu o setor ano passado, o clima de confiança foi reforçado com a efetiva realização de negócios durante a Texfair Home. A Teka comercializou 5% de sua produção anual durante a feira, estimando que os negócios realizados devam superar, em média, entre 40% e 50% o total fechado na edição 2011. Trabalhando com a perspectiva de crescimento de 20% nas vendas no mercado interno neste ano, a empresa informa que também recebeu compradores do Paraguai, Uruguai, Argentina, Peru, Bolívia, Chile, Venezuela, Colômbia, Espanha e Jordânia. A Coteminas, reconhecida fabricante de têxteis para o lar e detentora de marcas líderes de mercado como Santista e Artex, considera que os negócios fechados durante a feira deverão representar 15% do seu faturamento anual,

O serviço já é contratado e oferecido pelo Sintex há oito anos e o objetivo é subsidiar as empresas associadas no planejamento e montagem das suas coleções, produção industrial, projeções de vendas, estoques e logística. Além da possibilidade de realizar consultas com os meteorologistas da Climatempo para esclarecimento de dúvidas, as empresas associadas ao Sintex dispõem de login e senha para acesso exclusivo a previsão do tempo para o período de 15 dias nas cidades contratadas.

Empresas aprovam programa de certificação ambiental desenvolvido pelo Sintex O Sintex apresentou no mês de março o CEATEX Brasil - Programa de Certificação Ambiental para as empresas associadas. Participaram do encontro a Cia. Hering, Karsten, Coteminas, Brandili, Tecnoblu, Círculo, Altenburg, Teka, Têxtil Farbe, Marp e Lancaster. De acordo com Paulo Vinicio Heinzen, do Sintex, o programa foi bem aceito por todas as empresas. Brandili e Coteminas são algumas que já aderiram ao projeto. Estruturado em parceria com o Senai/SC, o programa visa sensibilizar o empresariado do setor têxtil a reconhecer a variável ambiental como estratégica para a competitividade. Além disso, tem o objetivo de estimular a busca voluntária da conformidade com a legislação ambiental, normas nacionais e internacionais de gestão ambiental e a busca de eco eficiência das atividades e processos das empresas interessadas.

Mais informações podem ser obtidas no Sintex pelo telefone (47) 3326-9662.

EXPEDIENTE SINTEX NOTÍCIAS Informativo do Sindicato das Indústrias de Fiação, Tecelagem e do Vestuário de Blumenau. Ulrich Kuhn Presidente do Sintex

2

SINTEX NOTÍCIAS

acrescentando que, nesta edição, as vendas superaram em 10% o volume comercializado no ano passado. Otimista com as projeções para 2012, a empresa estima um incremento de faturamento da ordem de 15% para este ano. Compradores aprovam o expressivo grupo de marcas tradicionais e lançadoras de tendência, somado a pequenas e médias fabricantes de artigos com alto valor agregado, é o principal responsável pela forte presença de compradores qualificados no evento. Igor Brito, diretor da Tella, uma das principais multimarcas do ramo de tecidos de decoração do Rio Grande do Norte, resume em poucas palavras a sua percepção sobre a feira: “Não há como compreender o mercado sem passar pela Texfair Home”. Visitando pela 2ª vez o evento, a paranaense Sonia Mathias, proprietária da loja Decorarte na cidade de Manoel Ribas, considerou os “produtos diferenciados e de qualidade”, confirmando o retorno na edição 2013. Dona da loja Interativa, da cidade catarinense de Timbó, Cleides Matter participa pela 3ª vez da feira e avalia os artigos apresentados como “inovadores e modernos”. A próxima edição da Texfair Home será realizada em 2013, no Parque Vila Germânica, em Blumenau, Santa Catarina.

www.sintex.org.br Conselho Editorial: Ulrich Kuhn, Renato Valim, Antonio Ieski, Paulo Heinzen, Andressa C. D’Avila. Jornalista Responsável: Fernanda R. Souza Momm (SC 01573-JP). Fotos: Divulgação e Banco de Imagens.

Interessados em participar do programa Ceatex Brasil podem entrar em contato com o SINTEX, pelo telefone (47) 3326-9662 ou pelo e-mail: ceatex@sintex.org.br.

JAN|FEV|MAR

www.sintex.org.br

SINTEX NOTÍCIAS

7


60 ANOS SINTEX

60 ANOS SINTEX

Mais um pouco da história do Sintex sob a ótica de um de seus ex-presidentes

Homenagem “Ao longo desses 60 anos, o Sintex se destacou pela sua representatividade junto às indústrias do setor. É um Sindicato que tem papel fundamental na defesa dos interesses e da competitividade das empresas têxteis e do vestuário de Blumenau e do Vale do Itajaí. Também reconhecemos a atuação da entidade na realização de feiras que colocam em evidência os produtos catarinenses, fortalecem nossa indústria nacionalmente e projetam nossas marcas no concorrido mercado internacional.” Glauco José Côrte Presidente do Sistema Fiesc.

"O Sintex representa muito bem as empresas filiadas. O ideal é que mais empresas se associassem, pois só com a união de todos teremos mais força junto ao poder público, para lutar por uma carga tributária mais justa, fazendo frente à concorrência desleal, a informalidade e a importação ilegal. Parabéns ao Sintex e às empresas que fazem parte dele e acreditam na força do setor têxtil catarinense". Sandra Sabbagh da Silva Diretora da Malharia Cristina

“A importância histórica do setor têxtil para Blumenau e região foi coroada com 60 anos de trabalho em favor do desenvolvimento da economia e do empreendedorismo. Durante todo este tempo o Sintex esteve à frente das principais conquistas do setor. A Associação Empresarial de Blumenau deseja vida longa e sucesso contínuo à entidade, sobretudo pela dedicação com que seus dirigentes têm atuado ao longo desses 60 anos. É uma trajetória que demonstra comprometimento e responsabilidade com nossa cidade e nossos empreendedores.” Ronaldo Baumgarten Jr. Presidente da Acib – Associação Empresarial de Blumenau 6

SINTEX NOTÍCIAS

Uma das características mais marcantes da nossa região é a capacidade de antever mudanças, criar associações e parcerias e trabalhar de maneira que as mudanças que são naturais e cíclicas em todas as economias, sejam bem recebidas e otimizadas. Assim, no período de 1967 a 1972, em pleno regime militar, e tendo chegado ao Brasil há poucos anos, assumi a presidência do Sindicado das Indústrias de Fiação e Tecelagem. O Brasil já vivia o início do grande desenvolvimento industrial e Santa Catarina, por meio do setor têxtil, esteve à frente deste movimento. Em especial, por termos aqui um setor que empregava mão de obra intensiva e que logo descobriu sua forte vocação têxtil. A princípio, tínhamos um grupo de empresários pequeno que contava com participação de Hering, Teka, Cremer, Artex, Empresa Garcia, Karsten e Sulfabril. Reuníamo-nos sempre que necessário para debater, discutir e encontrar soluções conjuntas para nossos desafios. Um grande problema a ser vencido era a inflação alta, acima de 25%. Neste período, o controle de preços cabia ao governo. Com uma inflação neste nível e tendo que negociar com nossos clientes a prazo, às vezes superiores a 60 dias, como poderíamos gerir nossas empresas? Foi então que tomamos como base um modelo desenvolvido na Alemanha, que foi adaptado para nossa realidade e que se apresentava como alternativa válida. Fizemos uma comissão e levamos diretamente ao então ministro Delfin Neto que nos recebeu com grande cordialidade e atenção. Logramos êxito, portanto, nesta missão e, por várias vezes, tivemos a atenção do ministro voltada para os empresários de SC. Levamos por vezes nossos pleitos à CNI – Confederação Nacional da Indústria, pois, nas palavras do próprio ministro, “éramos empresários que efetivamente trabalhavam pelo Brasil”. Neste momento, já éramos o segundo polo têxtil do país. Outro momento marcante desta trajetória da entidade foi justamente quando os empresários perceberam a necessidade de expandir suas fronteiras e com apoio da então Sudene – Superintendência para o Desenvolvimento do Nordeste, criamos uma tecelagem que usava a matéria prima local e nos abastecia. Em 1971 nasce a Tecanor. Nesta mesma década, a Cia. Hering iniciou a construção da Hering Nordeste em Pernambuco. Como a marca do Sintex sempre foi o associativismo em prol do desenvolvimento do setor, da região e do Brasil, em 1976 foi criado o Cetil que, no auge de sua história, chegou a ser o maior centro de processamento de dados do Brasil e que nasceu pela iniciativa de empresários que acreditavam ser possível inovar, mudar, crescer. Certamente nasceu daí a vocação de Blumenau e região como forte polo de informática. De maneira muito breve, estes são os fatos mais marcantes que me veem à memória, afinal já se passam algumas décadas! Meu desejo é que a entidade siga firme e forte em seus propósitos e que os desafios sejam superados! Hans Prayon Presidente do Conselho Consultivo da Cia. Hering e presidente do Sintex de 1967 a 1972

JAN|FEV|MAR

Sintex: 60 anos de dedicação à Indústria Têxtil Em 1951, era criada em Blumenau (SC) a Associação Profissional da Indústria de Fiação e Tecelagem. Um ano depois, no dia 17 de fevereiro, foi fundado o Sindicato das Indústrias de Fiação e Tecelagem, com o seu primeiro estatuto social. A Carta Sindical foi expedida pelo antigo “Ministério de Estado dos Negócios do Trabalho, Indústria e Comércio”, em 15 de maio de 1953. Mas, somente em 1989, o setor de vestuário começou a fazer parte do Sintex, que passou a se chamar Sindicato das Indústrias de Fiação, Tecelagem e do Vestuário de Blumenau. Nestes 60 anos de história, o Sintex sempre atuou na defesa dos interesses do segmento, em diversas frentes, especialmente junto ao poder público. A desoneração tributária do setor têxtil, entre elas a da folha de pagamento, é uma das principais bandeiras levantadas pelo Sindicato. A entidade representa cerca de 4,5 mil empresas, que empregam aproximadamente 65 mil trabalhadores diretos, em 18 municípios. É o Sintex o representante legal das indústrias têxteis e de vestuário perante as autoridades administrativas, judiciárias, legislativas e entidades civis em geral em uma base territorial que inclui Blumenau, Apiúna, Ascurra, Benedito Novo, Dona Emma, Doutor Pedrinho, Gaspar, Ibirama, Indaial, José Boiteaux, Massaranduba, Pomerode, Presidente Getúlio, Rio dos Cedros, Rodeio, Timbó, Vitor Meireles e Witmarsun. Além de ser o representante legítimo, com força constitucional, para celebrar convenções coletivas de trabalho, o Sintex oferece aos associados diversos serviços, como a promoção de cursos, seminários e palestras. Uma série de convênios e benefícios também é disponibilizada por meio de uma equipe de profissionais qualificados, em diversas áreas como assessoria jurídica, trabalhista/tributária, de comunicação, de logística, seguros, TI, recursos humanos e suprimentos. Além de oferecer recursos de estrutura e tecnologia para os associados, o Sintex também está desenvolvendo projetos como o de Arranjo Produtivo Local, Certificação Ambiental, Plano de Seguro Saúde e Projeto de Previdência Privada. "São passos que fazem parte do processo de atualização, inovação e democratização dos conhecimentos e atividades da entidade como tal, bem como de suas associadas, sempre na busca do espírito maior, e do associativismo e de bem defender os interesses do setor. O grande desafio que continua é a melhoria da competitividade dos nossos produtos, das exportações tão arduamente conquistadas e tão facilmente perdidas; e ao mesmo tempo auxiliam a obter comparações não tão desequilibradas em relação aos custos internacionais", destaca Kuhn.

Conquistas Entre as principais conquistas do Sintex nestes 60 anos estão: - a celebração das convenções coletivas, que há seis décadas se renovam e regem as relações de trabalho dos empregadores e profissionais da indústria têxtil; - a criação da Texfair – Feira Internacional da Indústria Têxtil, considerada a maior feira têxtil da América Latina e que deu origem a duas novas feiras – Texfair Home e Texfair Fashion; - a criação do Programa de Desenvolvimento Têxtil Catarinense - Prodec Têxtil, instituído no âmbito do Programa de Desenvolvimento da Empresa Catarinense, na década de 90 e que muito auxiliou as empresas em um momento de www.sintex.org.br

À frente do Sintex grave crise no setor. Além disso, destacam-se na atuação do Sintex as atividades de diferentes comissões técnicas, formadas por representantes das empresas associadas, que se reúnem periodicamente para discutir questões específicas de Relações Trabalhistas e Sindicais, Recursos Humanos e Treinamento, Suprimentos, Transportes, Jurídica, entre outras. “São grupos que se esforçam para encontrar a solução para cada um dos problemas do setor, traduzindo a verdadeira vocação do associativismo, que é a de unir forças para multiplicar resultados”, destaca o diretor-executivo do Sintex, Renato Valim.

Passaram pela presidência da entidade, importantes empresários do cenário têxtil, como: - Ernesto Stodieck Junior (1961 a 1967); - Hans Prayon (1967 a 1972); - Norberto Ingo Zadrozny (1972 a 1981); - Ivo Hering (1981 a 1984). - Ulrich Kuhn foi eleito em 1984 e se mantém no cargo até os dias atuais, com mandato até 2014.

SINTEX NOTÍCIAS

3


60 ANOS SINTEX

60 ANOS SINTEX

60 anos de conquistas

Linha do Tempo

Criação da Associação Profissional da Indústria de Fiação e Tecelagem e o primeiro projeto de um estatuto social, em 10 de maio.

Fundação do Sindicato das Indústrias de Fiação e Tecelagem e criação do primeiro estatuto social, no dia 17 de fevereiro.

1951

Ernesto Stodieck Junior é o presidente do Sintex.

Norberto Ingo Zadrozny é o presidente do Sintex..

1961 a 1967

1972 a 1981

1952

1953 Com a Constituição de 1988, o poder público deixa de ter atuação sobre os sindicatos, que passam a ter mais liberdade, incluindo um estatuto próprio. Antes disso, o documento fazia parte da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

1967 a 1972

Obtenção da carta sindical expedida pelo Ministério do Trabalho e Emprego, reconhecendo o Sintex como entidade representativa das indústrias de fiação e tecelagem, no dia 15 de maio.

Hans Prayon assume dois mandatos na presidência do Sintex.

1988

Ulrich Kuhn é eleito presidente do Sintex e se mantém no cargo até os dias atuais, com mandato até 2014.

1991

Neste ano foi estabelecida a diretoria executiva do Sintex, que deu início a uma série de melhorias no Sindicato, como a criação de diferentes comissões técnicas, que se reúnem periodicamente para discutir Relações Trabalhistas e Sindicais, Recursos Humanos e Treinamento, Suprimentos, Transportes, Jurídica, entre outras. Também em 1989, no dia 14 de fevereiro, o setor de vestuário passou a fazer parte do estatuto social do Sintex.

Ampliação da base territorial do Sintex, que se estendia até Curitibanos. Após uma negociação com o Sindicato de Rio do Sul, atualmente compõem a base territorial do Sintex 18 municípios: Blumenau, Apiúna, Ascurra, Benedito Novo, Dona Emma, Doutor Pedrinho, Gaspar, Ibirama, Indaial, José Boiteaux, Massaranduba, Pomerode, Presidente Getúlio, Rio dos Cedros, Rodeio, Timbó, Vitor Meireles e Witmarsun.

Reforma do estatuto social atual, com regulamento eleitoral vigente até hoje, no qual são eleitos: presidente, 1º vice-presidente, 2º vice-presidente, 1º secretário, 2º secretário, 1º tesoureiro e 2º tesoureiro, conselho fiscal e membros do conselho superior.

Participação decisiva do Sintex na criação do Programa de Desenvolvimento Têxtil Catarinense - Prodec Têxtil, instituído no âmbito do Programa de Desenvolvimento da Empresa Catarinense, durante o governo de Paulo Afonso Vieira. O objetivo era manutenção da empresa têxtil no estado.

2010

2000 Criação da Texfair – Feira Internacional da Indústria Têxtil, considerada a maior feira têxtil da América Latina.

SINTEX NOTÍCIAS

1997

Segmentação da Texfair, com a criação da Texfair Home e Texfair Fashion; a primeira voltada para artigos de cama, mesa, banho, tapete, cortina e decoração e a segunda direcionada ao vestuário e confecção.

1998

4

Ivo Hering assume a presidência do Sintex.

1995

1989

1984

1981 a 1984

Redação do novo estatuto; criação do Conselho Superior, composto por presidentes, ex-presidentes e presidentes de empresas com mais de 1000 funcionários e criação da secretaria executiva. A partir deste ano, o presidente poderia ser eleito entre diferentes chapas inscritas e não apenas entre os membros da diretoria.

2011

2006

Criação da Vila Germânica, em Blumenau, motivada pelo crescimento da Texfair. Autorização partiu de uma visita do governador Luiz Henrique da Silveira ao estande do Sintex, durante a feira em 2005. O Projeto foi patrocinado pelo Sintex juntamente com outras entidades empresariais. Os pavilhões foram construídos em tempo recorde após a Oktoberfest, em apenas seis meses e inaugurados em 5 de maio de 2006. Segundo o presidente do Parque Vila Germânica, a Texfair foi o principal motivador para a revitalização da Proeb e para a criação do Distrito Turístico da Vila Germânica.

JAN|FEV|MAR

2009 Blumenau recebe pela primeira vez a Corrida e Caminhada contra o Câncer de Mama, em uma realização do Sintex em parceria com o IBCC – Instituto Brasileiro de Combate ao Câncer e Cia. Hering.

www.sintex.org.br

Início do Programa de Certificação Ambiental (Ceatex Brasil), desenvolvido pelo Sintex, com o apoio do Senai/SC, por meio do Centro de Referência Ambiental. O projeto visa estabelecer um diferencial competitivo e reconhecimento das ações e boas práticas ambientais das empresas têxteis.

SINTEX NOTÍCIAS

5


sintex