Issuu on Google+

INTRODUÇÃO PHP5 FORMADOR: LUÍS OSÓRIO


Introdução 1.O que é o PHP O php não é uma linguagem nova nem revolucionária. O seu sucesso deve-se principalmente a um factor – ter sido pensada desde o início para ser uma linguagem para a web, seja para criar uma simples página com alguns scripts dinâmicos, ou uma aplicação web poderosa. O PHP é uma linguagem “server-side”, que compete directamente com rivais como o ASP.NET, Perl, Ruby e Python e JSP.

SEO [at] www.seofreelancer.pt


Introdução 1.O que é o PHP (cont...) O PHP é caracterizado por ser uma linguagem embebida no HTML, o que significa que o programador pode incluir código PHP directamente num ficheiro HTML, codigo esse que será interpretado pelo interpretador do PHP, que executará as instrucções aí inseridas. Os seus conceitos e sintaxe são “aproveitados” de outras linguagens de sucesso, tais como o PERL, o C e o Java.

SEO [at] www.seofreelancer.pt


Introdução 1.O que é o PHP (cont...) O PHP nasceu da necessidade do seu autor, Rasmus Lerdof, que em 1995 criou um conjunto de scripts relativamente simples, para tornar a sua página pessoal mais dinâmica. Mais tarde juntou esses scripts simples, num pacote de software e chamou-lhes “Personal Home Page tools”. Aqui surgiu o acrónimo PHP, das iniciais da designação deste pacote de software.

SEO [at] www.seofreelancer.pt


Introdução 1.O que é o PHP (cont...) Mais tarde, Rasmus foi contratado para criar um sistema para uma escola que fosse completamente “web-based” e que interagisse com uma base de dados. Não encontrando nada no mercado que resolvesse o problema, decidiu reescrever o PHP de forma a tornar-se numa linguagem mais generalista, que comunicasse com uma base de dados e outros recursos externos.

SEO [at] www.seofreelancer.pt


Introdução 1.O que é o PHP (cont...) O sucesso do PHP foi desde então, crescendo rapidamente, até que Zev Suraski e Andy Gutmans – fundadores da Zend reescreveram o parser do PHP, que levou à criação do PHP 3.0, que evoluiu até ao PHP que conhecemos hoje, talvez a linguagem com mais suceso da Web.

Fonte: http://www.oreillynet.com/pub/a/oreilly/web/news/lerdorf_02 00.html SEO [at] www.seofreelancer.pt


Introdução 1.2 O PHP como linguagem É inegável o sucesso do PHP. Segundo o site www.tiobe.com, que criou o tiobe index para servir como indicador da popularidade das linguagens de programação, podemos verificar que o PHP, à data da criação deste manual, encontra-se na 4º posição, à frente de linguagens como o Visual Basic, o C#, python e Perl.

SEO [at] www.seofreelancer.pt


Introdução 1.2 O PHP como linguagem (cont...)

Fonte: http://www.tiobe.com/index.php/content/paperinfo/tpci/index.html a 12/02/2013

SEO [at] www.seofreelancer.pt


Introdução 1.2 O PHP como linguagem (cont...) Uma ideia da popularidade do PHP versus outras linguagens pode ser também consultada no site http://langpop.com/ Uma das claras vantagens do PHP resume-se à sua natureza de software livre e open-source e ser “cross-platfrom”, isto é, pode ser executado em variados ambientes operativos desde o unix, linux, windows, etc. Actualmente um grande número de indivíduos ocupam-se do seu desenvolvimento, que juntamente com o seu elevadíssimo número de utilizadores, que vão desde simples entusiastas a grandes empresas como a Yahoo e facebook, criam um ecossistema favorável ao desenvolvimento do PHP. SEO [at] www.seofreelancer.pt


Introdução 1.2 O PHP como linguagem (cont...) A natureza de software livre e open-source (FOSS), juntamente com outros softwares também FOSS, que é o caso do Web-Server Apache, e do SGBD Mysql, e o sistema operativo Linux, fazem com que a barreira de entrada à criação de aplicações web seja reduzida - não sacrificando a qualidade e a segurança - face a outras soluções proprietárias como o ASP.NET da Microsoft. Não é por acaso que a maioria das Web startups usam a denominada plataforma LAMP (Linux, Apache, Mysql, Php/Perl) para os seus projectos.

SEO [at] www.seofreelancer.pt


ISLA 2013

Introdução 1.3 Porquê aprender PHP • • • •

É a linguagem server-side em actualmente em uso mais popular É grátis, open source, e funciona nos principais sistemas operativos É de fácil aprendizagem, mas também poderosa e robusta Pode facilmente comunicar com bases de dados modernas, como o mySql, utilizando as várias extensões • É a linguagem utilizadas em várias aplicações e CMS’s bem conhecidos, como o cakePHP, a Zend framework, Drupal, Joomla, Wordpress, bem como alguns dos sites mais populares do mundo.


Introdução 1.4 Ser programador profissional de PHP É indiscutível que o PHP tem, historicamente, sido muito forte na oferta de emprego. O gráfico a seguir mostra uma análise dos pedidos de emprego de PHP e como se comparam com as outras linguagens de scripting. É de notar que as primeiras posições referem-se a uma linguagem “client-side”, o JavaScript e uma framework “Ruby-on-Rails”.


Introdução 1.4 Ser programador profissional de PHP (cont...)

Fonte: http://www.simplyhired.com/a/jobtrends/ trend/q-ruby%2C+rails%2C+python%2C+php%2C+javascript%2C+flex%2C+groovy


Introdução 1.5 PHP vs ASP.NET ASP.net é uma linguagem desenvolvida pela Microsoft, sendo baseada na .Net Framework, logo mais avançada que a sua predecessora, o ASP. O PHP e o ASP.net estão relativamente próximos a nível de filosofia e propósito. Em cada uma, um script pode ser inserido directamente numa página web. O principal inconveniente do ASP.net é a sua dependencia da plataforma Windows. O ASP.net não é “instalável” em nenhuma plataforma senão Windows, ao contrário do PHP, que permite ser instalada em quase todas as plataformas modernas.


Introdução 1.5 PHP vs ASP.NET (cont...) Um programador ASP.net tem de ter acesso a um servidor web IIS, que “corre” normalmente num servidor windows, e utilizar ferramentas de desenvolvimento normalmente windows, que ao contrário do PHP e do seu ambiente preferencial, são de custo elevado. Esta é uma das principais razões para a adopção da plataforma LAMP, pelas “start-ups” web e empresas jovens.

O PHP, ao contrário do ASP.net não foi desenvolvido para uma única plataforma, o que abre o horizonte no que concerne à portabilidade, correndo satisfatoriamente até em Windows e IIS.


Introdução 1.5 PHP vs ASP.NET (cont...) A própria Microsoft, juntou esforços com a comunidade php para melhorar a execução do PHP em plataforma Windows com IIS server.

link: http://www.microsoft.com/web/platform/phponwindows.aspx


1 introducao