Page 1

"Conselheiro Ferreira da Cunha"

Este notável «ilhavense» nasceu a 5 de Abril de 1813, na casa do largo do Oitão onde esteve instalado o Teatro e, mais tarde, a sede do Clube dos Novos. Era filho de Manuel Ferreira da Cunha, juiz dos Órfãos, tendo completado os estudos preparatórios em Aveiro. Com o Pai preso por D.Miguel, torna-se no único amparo da família, leccionando e «escrevendo» em diversos cartórios para prover ao sustento dos seus. Exerceu vários cargos públicos de eleição, e tão proficuamente os desempenhou que, em 11 de Abril de 1840 foi nomeado 1º oficial do governo Civil do Distrito. Por decreto de 3 de Novembro de 1858 foi promovido a 1º secretário. Muito embora por razões de vingança política tenha sido destacado para Faro, logo em 4 de Junho de 1868 é nomeado Governador Civil de Viseu e, em 31 de Agosto do mesmo ano, transferido para o mesmo cargo em Leiria, e depois em Santarém (12 de Setembro de 1871). Em 4 de Dezembro de 1877 irá para Portalegre, para, em 1878, voltar ao cargo em Santarém. Recebeu como justa recompensa do altos serviços prestados, o «Hábito de Cristo» em 14 de Julho de 1845, e a Comenda da mesma Ordem em 14 de Janeiro de 1867, bem como a Carta de Conselho em 7 de Setembro de 18711. Criou uma interessante biblioteca particular, legada a seu filho Alexandre Ferreira da Cunha e Sousa, onde reuniu diversos trabalhos monográficos ,que, mais tarde, serviram a Marques Gomes para a recolha que fez dos aspectos ,gentes e tradições de Ílhavo, do séc. XIX. Faleceu em 18 de Agosto de 1912.

Conselheiro Ferreira da Cunha  

Senos da Fonseca

Advertisement