Page 1

roosevelt luxurymagazine

1 | 1 | 17

iacoviana nem grafiteiro, nem pixador

pinga-fogo suplicy x andrĂŠ sturn

atitude

tudo nosso, as minas do skate

personagens eles sĂŁo o carĂŁo da roosevelt


roosevelt


editorial

porto de partida... e chegada.

A Rua Augusta era como uma zona portuária, um caos harmônico onde a diversidade de seres humanos transitava e trocava experiências entre o sobe e desce nas calçadas aglomeradas e o atravessar a rua entre carros barulhentos. Mas Cronos é implacável, disfarçado de especulação imobiliária fechou baladas, expulsou botecos, tirou as moças das esquinas, construiu prédios residências, enfim, higienizou e segue higienizando a região. Assim, as pessoas se viram impulsionadas a descer, levadas pela correnteza do progresso em direção ao centro e a outro porto: a Praça Roosevelt. Não é de hoje que a praça recebe “refugiados” de todas as espécies, foi testemunha de apresentações memoráveis de talentos da música brasileira, ponto de drogas e prostituição, locação do filme “Noite Vazia” de Walter Hugo Khouri, reduto do rock com Cais e Hoellish, símbolo da luta contra a ditadura através do nome do Teatro Studio Heleny Guaribe (ativista política desaparecida em 1971), recebeu David Bowie, ressurgiu artisticamente com a chegada do grupo teatral Os Satyros e a abertura do Espaço Parlapatões. Tantos altos e baixos que a palavra para defini-la é resistência. Teimosa, cai e levanta e segue, sempre, aberta a todos que nela chegam. Regras? Respeito à diversidade. E é assim que a revista Roosevelt Magazine chega nesta primeira edição, com respeito às diferenças, refletindo e discorrendo polêmicas e assuntos da ordem e/ou desordem do dia, conversando com talentos reconhecidos e apresentando os anônimos. Nosso “porto de partida” é aqui, dele seguiremos viagem e a ele retornaremos ao término de cada edição. Benvindos. roosevelt


sumário

expediente

capa a dentro iaco sangue bom moda pizza de 10 pinga fogo CEP 01303-020 teatro perfil

6 10 14 16 20 26 30 32 34

CEOmarceloZalikaPUBLISHERritaGentileARTtadeuMoura COMUNICAÇÃObrunaAraujoMODAjoyceSilvaFOTOSbobDonask PUBLISHERritaGentileARTtadeuMoura MODAjoyceSilva FOTOSbobDonaskCOMUNICAÇÃObrunaAraujoMODAjoyceSilva CEOmarceloZalikaPUBLISHERritaGentileARTtadeuMoura COMUNICAÇÃObrunaAraujoMODAjoyceSilvaFOTOSbobDonask PUBLISHERritaGentileARTtadeuMoura MODAjoyceSilva JORNALISTARESPONSÁVELritaGentile IMPRESSÃOgrafica TIRAGEM20mil roosevelt


iaco viana

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.

roosevelt

ROOS. Antes de tudo, muita gente fica falando sobre pichação, Graffiti, etc, mas queria saber como vc se define e a quantos anos vc esta praticando o que faz? iaco. Comecei minhas intervenções na rua através dá pichação feita de forma tradicional em 1996 .Depois de alguns estudos resolvi adotar outra tipografia ,usando uma letra cursiva e estilizada *iaco ...Que foi criado em 2000 tirado de uma dos personagens do desenho Animaniacs e logo em seguida comecei a acrescentar adjetivos junto ao nome ,pra fazer com que houvesse mais interação com a sociedade... como já sabia desenhar desde pequeno criei o *Dinossauro que é pra dar menção a tudo que é extinto no país . Sempre digo que não sou grafiteiro nem pichador pq só uso os muros dá cidade como suporte seja ela escrevendo ou desenhando procuro sem-


pre estudar e manter minha mente focada nas minhas ideias ROOS. Há diferença entre pixo e grafite? Quais? iaco. A maior diferença na minha opinião sobre o Graffiti ou a Pichação é a interpretação que as pessoas tem de ambos ,porque o graffiti apesar de ser na maioria das vezes agradável aos olhos, tem seu lado vandalismo igual a pichação que pra mim é a essência da cultura tudo começou atravéz dá escrita desde a arte rupestre até os dias de hoje . São diferentes tipos de evolução e adaptação a novos tempos. ROOS. O que inspira sua arte o seu trabalho, o que vc pensa,sente enquanto está fazendo um trampo seu? iaco. Minha inspiração vem do cotidiano das pessoas das conversas que tenho em mesas de bares .De filmes que assisto e principalmente da arte pq desde criança lia livros e meu sonho sempre foi poder fazer parte da história dá arte de alguma forma .Mas nunca deixar de crer e estudar sobre isso é sempre um aprendizado . Até essa situação que nós levou a esse abismo cinza. Tenho aprendido muito . Estar fazendo um trabalho no muro é algo sem palavras pra qualificar e descrever. Mas a sensação de liberdade e de estar vivo, é muito grande. ROOS. Você acha que antes de apagar os grafites da 23 de maio, o prefeito deveria ter feito uma reunião com representantes da arte de rua na Secretaria Municipal de Cultura?

iaco. Acho que antes de ele ter tomado essa atitude ele deveria ter consultado a população pq apesar de ele sempre enfatizar que não é um político e sim um gestor .Ele trabalha pra população .Sendo assim ele não é chefe de ninguém. São Paulo não é uma empresa .A gente paga impostos e o salario dele é pago por nós. Mas isso tb não é só culpa dele, mas também do Secretário de Cultura ...Temos muitos problemas na cidade e gastar dinheiro apagando um muro que era uma marco não só dá antiga gestão mas sim da cidade ,chega ser um crime e lógico uma falta de respeito com a população . Pq eu e todos os artistas envolvidos nas pinturas dá 23 de maio fomos pagos pra fazer as intervenções que caracterizaram pra ser o maior mural de Graffiti a céu aberto dá América Latina...e por incrível que pareça fomos pagos pela população, que é a mesma que o elegeu e que paga seu salário. ROOS. Essa atitude do prefeito, na sua opinião, é ignorância e falta de conhecimento e sensibilidade para com a cultura de rua, ele foi mal assessorado ou reflete uma política de governo? iaco. Acho que é um combinação de de tudo isso é mais um pouco .A cidade pra mim não funciona só como um meio de locomoção mas sim de interação .Ao contrário do estilo de vida do prefeito que vê a cidade através de um vidro blindado ,que serviu pra cegar sua cultura e sua visão totalmente distorcida do que a cidade realmente precisa. roosevelt


pre estudar e manter minha mente focada nas minhas ideias ROOS. Há diferença entre pixo e grafite? Quais? iaco. A maior diferença na minha opinião sobre o Graffiti ou a Pichação é a interpretação que as pessoas tem de ambos ,porque o graffiti apesar de ser na maioria das vezes agradável aos olhos, tem seu lado vandalismo igual a pichação que pra mim é a essência da cultura tudo começou atravéz dá escrita desde a arte rupestre até os dias de hoje . São diferentes tipos de evolução e adaptação a novos tempos. ROOS. O que inspira sua arte o seu trabalho, o que vc pensa,sente enquanto está fazendo um trampo seu? iaco. Minha inspiração vem do cotidiano das pessoas das conversas que tenho em mesas de bares .De filmes que assisto e principalmente da arte pq desde criança lia livros e meu sonho sempre foi poder fazer parte da história dá arte de alguma forma .Mas nunca deixar de crer e estudar sobre isso é sempre um aprendizado . Até essa situação que nós levou a esse abismo cinza. Tenho aprendido muito . Estar fazendo um trabalho no muro é algo sem palavras pra qualificar e descrever. Mas a sensação de liberdade e de estar vivo, é muito grande. ROOS. Você acha que antes de apagar os grafites da 23 de maio, o prefeito deveria ter feito uma reunião com representantes da arte de rua na Secretaria Municipal de Cultura? roosevelt

iaco. Acho que antes de ele ter tomado essa atitude ele deveria ter consultado a população pq apesar de ele sempre enfatizar que não é um político e sim um gestor .Ele trabalha pra população .Sendo assim ele não é chefe de ninguém. São Paulo não é uma empresa .A gente paga impostos e o salario dele é pago por nós. Mas isso tb não é só culpa dele, mas também do Secretário de Cultura ...Temos muitos problemas na cidade e gastar dinheiro apagando um muro que era uma marco não só dá antiga gestão mas sim da cidade ,chega ser um crime e lógico uma falta de respeito com a população . Pq eu e todos os artistas envolvidos nas pinturas dá 23 de maio fomos pagos pra fazer as intervenções que caracterizaram pra ser o maior mural de Graffiti a céu aberto dá América Latina...e por incrível que pareça fomos pagos pela população, que é a mesma que o elegeu e que paga seu salário. ROOS. Essa atitude do prefeito, na sua opinião, é ignorância e falta de conhecimento e sensibilidade para com a cultura de rua, ele foi mal assessorado ou reflete uma política de governo? iaco. Acho que é um combinação de de tudo isso é mais um pouco .A cidade pra mim não funciona só como um meio de locomoção mas sim de interação .Ao contrário do estilo de vida do prefeito que vê a cidade através de um vidro blindado ,que serviu pra cegar sua cultura e sua visão totalmente distorcida do que a cidade realmente precisa.


pre estudar e manter minha mente focada nas minhas ideias ROOS. Há diferença entre pixo e grafite? Quais? iaco. A maior diferença na minha opinião sobre o Graffiti ou a Pichação é a interpretação que as pessoas tem de ambos ,porque o graffiti apesar de ser na maioria das vezes agradável aos olhos, tem seu lado vandalismo igual a pichação que pra mim é a essência da cultura tudo começou atravéz dá escrita desde a arte rupestre até os dias de hoje . São diferentes tipos de evolução e adaptação a novos tempos. ROOS. O que inspira sua arte o seu trabalho, o que vc pensa,sente enquanto está fazendo um trampo seu? iaco. Minha inspiração vem do cotidiano das pessoas das conversas que tenho em mesas de bares .De filmes que assisto e principalmente da arte pq desde criança lia livros e meu sonho sempre foi poder fazer parte da história dá arte de alguma forma .Mas nunca deixar de crer e estudar sobre isso é sempre um aprendizado . Até essa situação que nós levou a esse abismo cinza. Tenho aprendido muito . Estar fazendo um trabalho no muro é algo sem palavras pra qualificar e descrever. Mas a sensação de liberdade e de estar vivo, é muito grande. ROOS. Você acha que antes de apagar os grafites da 23 de maio, o prefeito deveria ter feito uma reunião com representantes da arte de rua na Secretaria Municipal de Cultura? iaco. Acho que antes de ele ter tomado essa atitude ele deveria ter consultado a população pq apesar de ele sempre enfatizar que não é um político e sim um gestor .Ele trabalha pra população .Sendo assim ele não é chefe de ninguém. São Paulo não é uma empresa .A gente paga impostos e o salario dele é pago por nós. Mas isso tb não é só culpa dele, mas também do Secretário de Cultura ...Temos muitos problemas na cidade e gastar roosevelt


Revista Roosevelt  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you