Page 1

TOP10 Cidades para ERASMUS


BUDAPESTE Budapeste, a capital da Hungria, é nos dias de hoje um dos destinos preferidos pelos estudantes para fazer ERASMUS. Budapeste resultou da fusão de 2 cidades: Buda situado na margem direita do Rio Danúbio e Peste situado na margem esquerda. Para além de ser a sexta maior cidade da União Europeia é também um dos maiores destinos turísticos de todo o mundo.

Gastronomia: é rica em aromas e sabores picantes, um dos pratos mais conhecidos é o goulash, porkolt (pedaços de carne com caldo de pimentão e outras especiarias), lecsó (pimentos fritos com cebola e batatas). Vida noturna: Szimpla kert, Instant, Retox Bar. Locais a visitar: Parlamento de Budapeste, Castelo do Buda, Ponte das correntes, Teatro Nacional de Budapeste.


E


Ljubljana Ljubljana é um dos destinos mais procurados pelos estudantes universitários para fazer Erasmus. Para além de ser uma cidade muito bonita e estar muito perto de vários países, é também uma cidade muito acessível para os estudantes devido aos seus baixos preços. Esta cidade é a capital da Eslovénia, bem como a maior cidade desse país. Ljubljana está dividida pelo Rio Lublianica, em que de um lado se encontra a parte mais antiga da cidade, e do outro a parte mais comercial e política da cidade. No centro está a praça do poeta nacional France Peseren, onde se encontra a igreja principal. Vida noturna: Cirkus club, Club top, Pr’ skelet Locais a visitar: Castelo de Ljubljana, Galeria Moderna


a


Florença Esta é, na nossa opinião, a cidade Italiana mais recomenda para se fazer ERASMUS por ser acolhedora, estar cheia de cultura, mistérios e pizzas em cada recanto. Tornou-se célebre, também, por ser a cidade natal de Dante Alighieri, autor da "Divina Comédia", que é um marco da literatura universal e de onde a língua italiana moderna tem várias influências. Nesse poema ele descreve a cidade de Florença em muitas passagens, assim como alguns de seus contemporâneos florentinos célebres, como Guido Cavalcanti, amigo que também era poeta e ativo na vida política da cidade, que também são personagens da obra. Também é florentino Cimabue, o último grande pintor italiano a seguir a tradição bizantina, e responsável pela "descoberta" de Giotto. Gastronomia Típica: Pizzas, massas, gelados e crepes (com Nutella) Vida noturna: Life Club Firenze, Twice Club, Girasol Locais a visitar: Duomo, Ponte Vecchio, Piazzale Michelangerlo, casa de Dante Alighieri


a


Amesterd達o


o


Copenhaga Quém não conheçe a seriea de Copenhague? E a cerveja Carslberg? Si você conhece, então tem que visitar Copenhague! A capital danesa é uma cidade amurallada que apresenta uma gran oferta cultural para os estudantes Erasmus, e segundo a revista “Monocle” em 2008 foi considerada a melhor cidade para viver no mundo. Além disso, é uma cidade muito saudável porque é a cidade do mundo com mais bicicletas. Gastronomía típica: “Royal Café”, “Madklubben Bistro de Luxe” ou “Geranium”. Vida noturna: Nos bairros de Norrebro e Vesterbro é onde ficam os bares para pessõas jovens. São muit conhecidos: “Dubliner”, “Jazzhouse” ou “La fontaine”. Locais a visitar: oceanário nacional, jardins do Tivoli, Christiania


a


Berlim


m


Praga Praga (em checo: Praha) é a capital e a maior cidade da República Checa, situada na margem do Vltava. Conhecida como "cidade das cem cúpulas", Praga é um dos mais belos e antigos centros urbanos da Europa, famosa pelo extenso patrimônio arquitetônico e rica vida cultural. Importante também como núcleo de transportes e comunicações, é o principal centro econômico e industrial da República Checa. Situada na Boêmia central, a cidade de Praga localiza-se sobre colinas, em ambas as margens do rio Vltava, pouco antes de sua confluência com o rio Elba. O curso sinuoso do rio através da cidade, cheia de belas e antigas pontes, contrasta com a presença imponente do grande Castelo de Praga em Hradcany, que domina a capital na margem esquerda (oriental) do Vltava. Gastronomia: A culinária tcheca é baseada em pratos com carne de porco e de gado, batatas (cozidas ou em forma de bolinho) e arroz. As salsichas também são bastante comuns nas barracas que vendem comida no centro das cidades. Elas vêm acompanhadas de uma fatia de pão. Ceske Trdlo Vida nocturna: Chapeu Rouge; Karlovy Lázne Locais a visitar: Praça da Cidade Velha; Igreja de Sao Nicolau; Mestre Jan Hus; Ponte Carlos


Poznan


n


Bruxelas A capital belga é conhecida por as suas fachadas dos predios pintadas com desenhos de Tin-Tín, por ser a capital da Comissão Europeia, pela cerveja e pelo chocolate. Além disso, é uma cidade muito artística porque combina o ArtDecó e ArtNouveau e também é conhecida pelo Museu Magritte. Possui grandes esculturas como o famoso “Atomium”. Aquí há umas dicas para saber qué sitios devem visitar os Erasmus: Gastronomía típica: Em Bruselas pode saborear-se comida tipica francesa “A cote de chez Joseph” , o italiana “ A casa vostra” ou “A cote de chez Clement” com comida belga, porque a oferta de restaurantes é muito amplia. Vida noturna: “Fuse- La Demence”, “Havana Club” e “Bazaar”. Locais a visitar: Sede da Comissão Europeia, Centro belga do comic, Parque de Bruselas


s


Madrid Madrid é a capital de Espanha e é a cidade do país que mais turistas receve. É a quarta cidade mais grande da Europa depois de París, Londres e Berlim. Não só isso, cada ano a capital receve mais Erasmus. Muitos vão porque a temperartura é boa, é barata e há muita festa. Além disso, em Madrid há um dos museos mais importantes do mundo, “El Museo del Prado”, têm muitos parques como o famoso “Parque del retiro” e a famosa Gran Vía de Madrid e áreas para sair a noite como La Latina. Aquí há umas dicas para saber qué sitios devem visitar os Erasmus: Gastronomía típica: 100 Montaditos uma cadeia de bares onde se pode tomar uma caneca de cerveja por um euro e escolher entre diversos “montaditos” por um o dois euros, La Sureña onde servem os famosos “cubos” com gelo e garrafas pequenas de cerveja, El Tigre Vida noturna: Joy Eslava: uma discoteca no pleno centro da capital na que as quintas há festa Erasmus; Kapital: a mítica discoteca com sete andares na que cada andar tem um estilo de música diferente; Shoko: discoteca para ir os fins de semana. Fica na zona de Emabajadores pelo que é recomendável ir primeiro a tomar unas “tapas” a zona de Lavapiés para ter uma noite ótima. Locais a visitar: La Tabacalera, Templo de Debod, Azotea del círculo de Bellas Artes


d

Revista  
Revista  

Top 10 Erasmus

Advertisement