Page 1

RELATÓRIO PRELIMINAR: SITUAÇÃO ATUAL DAS PRINCIPAIS RODOVIAS ESTADUAIS EM GOIÁS – 2019

 TRECHOS MAIS CRITICOS: 1) GO 306 (Trecho Ligando a BR 359 em direção a Mineiros à Chapadão do Céu – entroncamento com GO 050) Situação: Trecho total de 64 km. Saindo do trevo da BR 359 até a ponte do Ribeirão Grande são 35 km. Desses 35 km, em 20 km foi feito base para pavimentação (do km 01 até o km 20). Do Km 20 até o Km 30 não foi feito a base de pavimentação, onde a estrada está totalmente sem trafegabilidade, necessitando urgentemente de manutenção. Do km 30 até o km 35 foi feito a base de asfaltamento. Do km 35 até o km 64 (no entroncamento com a GO 050) não foi feito nada, a estrada está com buracos, com trafegabilidade comprometida. necessidade urgente de manutenção. Trecho de escoamento de produção agrícola. De 30 a 40% dos aviários de mineiros dependem dessa rodovia. Além de região com lavoura de soja e cana e gado de corte e leite, e também de área de 500 há de eucalipto e 200 há de seringueira plantado nas proximidades da rodovia.

1


2) GO 178 - Trecho que liga a BR 364 (Município de Jataí) à GO 206 (Município de Itarumã). Situação: Estrada que se inicia no trevo da BR 364 (Região do Butecão em Jataí) e se estende até a GO 206 (Município de Itarumã). Rodovia não pavimentada de 63 km. Toda rodovia toda em estado critico, necessitando de manutenção imediata. Na cabeceira da ponte sobre o Rio Claro, necessita, nos dois lados, de cascalhamento. Região de lavoura, rodovia importante para o escoamento da produção.

3) GO 180 - Trecho que liga a BR 364 (Município de Jataí) no km 19, até a estrada vicinal que liga à GO 306, região do São José) Situação: Rodovia não pavimentada de 42 km. Toda rodovia necessitando de manutenção devido os inúmeros buracos, principalmente na ponte sobre o Rio Felicidade no Km 40, que se encontra em estado crítico, necessitando de manutenção e cascalhamento. Importante rodovia de escoamento da produção da região.

2


4) GO 050 (Trecho que liga o Município de Chapadão do Céu, entroncamento com a GO 306 acesso a Mineiros, se estendendo até à BR 364 em direção a Jataí) Situação: Trecho total de 115 km. 69 Km de rodovia pavimentada (Km 01 ao Km 69, no entroncamento com a GO 306). Trecho com necessidade imediata de operação tampa buraco. Demais 46 Km não pavimentado (do Km 69 entroncamento com a BR 364). Trecho extremamente ruim, com partes intransitáveis, com necessidade de manutenção imediata. Sem sinalização. Importante região de escoamento da produção da região. Inúmeros ofícios já encaminhados à AGETOP.

GO 050 – Trecho Chapadão Ceú – Entroncamento GO 306

3


 TRECHOS CRÍTICOS COM NECESSIDADE DE MANUTENÇÃO: 1) GO 326 – Trecho entre Israelândia e Jaupaci Situação: Trecho com 25 km de Rodovia pavimentada porém, em péssimas condições (muitos buracos) e sem sinalização. Necessita de operação tapa buracos; Escoamento da safra de grãos e pecuária. 2) GO 174 – Trecho Montes Claros - Diorama Situação: Rodovia com 32 km. 10 km pavimentada e 22 km sem pavimentação. Parte pavimentada em boas condições mas a parte sem pavimentação necessitando de manutenção. 3) GO 188 – Trecho de Registro do Araguaia (Povoado) – Ponte Alta (Povoado) Situação: Rodovia com 18 km sem pavimentação. Necessidade de manutenção pois tem muitos buracos. Trecho importante que dá acesso à MT (balsa) com muito movimento de produtos agropecuários e demais para abastecimento das cidades;

4


4) GO 188 -Trecho Ponte Alta (Povoado) – Campos Verdes (Povoado de Arenópolis) Situação: Rodovia com 20 km sem pavimentação. Necessidade de manutenção. Rodovia utilizada para transporte de Gado, com tráfego de caminhões. 5) GO 060 – Trecho do trevo de Moiporá – Iporá Situação: Rodovia com 55 km pavimentada porém com muitos buracos. Necessidade urgente de operação tapa buracos. Tráfego intenso de escoamento de safra de grãos e pecuária (corte e leite). 6) GO 194 – Trecho de Doverlândia – para Baliza Situação: Rodovia de 113 km não pavimentada. Necessitando de manutenção urgente ( patrolar e cascalhar), inclusive com pontes danificadas necessitando de reparos. Escoamento de grãos e pecuária (corte e leite). 7) GO 194 – Trecho de Doverlândia - Ponte Branca Situação: Rodovia de 82 km não pavimentada. Necessidade de manutenção urgente (patrolar e cascalhar) Escoamento de grãos e pecuária (corte e leite); 8) GO 465 – Trecho de liga Doverlândia ao Trevo da GO 341 Situação: Rodovia com 88 km não pavimentada. Necessidade de manutenção e sinalização urgente, incluindo reparos em pontes. Escoamento de grãos e pecuária (corte e leite) 9) GO 528 – Trecho ligando Britânia passando pelo Povoado de Juscelândia e ao Rio Araguaia Situação: Rodovia com 54 km não pavimentada. Necessidade de manutenção. Acesso à várias propriedades produtoras de gado de corte 10) GO 333 (Trecho entroncamento GO 174 em Rio Verde – até GO 405 sentido Jandaia) Situação: rodovia com trecho de 65,7 km de pavimentação; trechos com muitos buracos especialmente nos primeiros 30 km; mais um trecho de 43 km da GO 405 até chegar em Paraúna; em todo o percurso há problemas e com tendência de degradação rápida com as chuvas; importante região de escoamento de safra;

5


11) GO 164 (Trecho Acreúna - Paraúna) Situação: rodovia com trecho de 52 km pavimentados; condição muito ruim em determinados trechos – aproximadamente 15 km com muitos buracos na pista e problemas no acostamento nesse trecho; rodovia se deteriorando muito rápido em função das chuvas e em todo o trecho pavimentado buracos; sinalização precária em toda a via; todas as margens da rodovia no trecho são ocupados por lavouras – importante via de escoamento; 12) GO 206 (Trecho Itarumã – GO 184 Serranópolis) Situação: rodovia não pavimentada com trecho de 91,2 km com muitos problemas de ponta a ponta da rodovia; não há pontes no trecho; muitos buracos e problemas estruturais na rodovia; 13) GO 164 (Trecho Santa Helena de Goiás – BR 060) Situação: rodovia com trecho de 57 km pavimentados, em estado muito precário; já passou por diversas reformas, porém, sem qualidade; sinalização precária e necessidade de manutenção nas pontes; todo trecho com pontos irregulares na pavimentação e muitos buracos, principalmente nos primeiros 10 km saindo de Quirinópolis; eixo importante para escoamento da produção agrícola na região. 14) GO 164 (Trecho Chapadão do Céu - Itumirim). Situação: rodovia pavimentada com trecho de 128,4 km; trecho inicial saindo de Chapadão do Céu bastante ruim com muitos buracos por pelo menos 10 km; demais trechos já aparecendo problemas com tendência de deterioração rápida; necessidade de manutenção da ponte próximo a Itumirim; 15) GO 206 (Trecho Quirinópolis – BR 452 sentido Santa Helena de Goiás). Situação: rodovia pavimentada com trecho de 128,4 km; trecho inicial saindo de Chapadão do Céu bastante ruim com muitos buracos por pelo menos 10 km; demais trechos já aparecendo problemas com tendência de deterioração rápida; 16) GO 401 (Trecho da GO 174 no km 27 até à GO 206 que liga a Quirinópolis) Situação: rodovia não pavimentada com trecho de 80 km; alguns trechos totalmente intransitáveis. Necessidade urgente de manutenção em todo o percurso. Região de escoamento de safra. 17) GO 461 (Trecho GO 194 Doverlândia - Santa Rita do Araguaia) Situação: rodovia não pavimentada em todo seu trecho de 142,2 km; rodovia em estado precário em todo seu percurso; alguns trechos com dificuldade 6


extrema de acesso; necessidade de manutenção e conserto de pontes de madeira ao longo da rodovia e que não suportam passagem de caminhões para escoamento da safra ou entrada de insumos agrícolas; 18) GO 220 (Trecho Perolândia - Estância) Situação: rodovia pavimentada com trecho de 27 km; com problemas generalizados na pavimentação; liga BR 158 ao acesso a Perolândia; importante região agrícola e pecuária; 19) GO 467 (Trecho GO 184 Jataí - GO 178) Situação: trecho de rodovia não pavimentada com 49,5 km; todo trecho com problemas com alguns pontos críticos. 20) GO 306 (Trecho Itajá - Aporé) Situação: rodovia pavimentada com trecho de 29,5 km em estado extremamente crítico; rodovia totalmente esburacada e com trechos onde já não existe mais asfalto; prefeitura providenciou máquina para retirada de massa asfáltica de alguns trechos a pedidos dos produtores rurais da região; sinalização muito precária; 21) GO 220 (Trecho Perolândia - Portelândia) Situação: rodovia não pavimentada com trecho de 72,7 km; todo percurso da rodovia com problemas; muitos buracos e estrutura da rodovia comprometida em alguns trechos; quase sem sinalização; necessita manutenção urgente; 22) GO 341 (Trecho BR 364 Mineiros - BR 158 Caiapônia) Situação: rodovia não pavimentada com trecho total de 98,3 k com muitos buracos em praticamente todo o trecho; necessita manutenção urgente com alguns trechos intransitáveis; importante de via de ligação das BRs 364 e 158 com muitas lavouras e pecuária de corte; 23) GO 184 (Trecho Itumirim - Aporé) Situação: rodovia pavimentada com trecho de 64 km; em estado crítico com buracos em todo o trecho; importante região de produção agropecuária e com ligação ao Mato Grosso do Sul. Necessidade de manutenção imediata. 24) GO-219 (São Miguel do Passa Quatro – Orizona – BR-050 sentido Cristalina) Situação: Rodovia com 85,5 km, parcialmente pavimentada; Importante eixo de escoamento de grãos; Entre São Miguel do Passa Quatro e Orizona; 28 km sem pavimentação em péssimas condições e 11 km pavimentados com 7


buracos na pista. Entre Orizona e BR-050: 46,5 km sem pavimentação necessitando manutenção e cascalhamento urgente. 25) GO-020 (Entroncamento BR-050 até a divisa com MG) 30,8 km Situação: Rodovia com 30,8 km não pavimentada. Com muitos buracos na pista. Necessidade de manutenção. 26) GO-309 (Cristalina – BR 251 sentido Unaí-MG) 75,6 km Situação: Rodovia não pavimentada com 75,6 km. Necessidade de manutenção em toda a rodovia. Importante eixo de escoamento de grãos; 27) GO-330 (Ipameri – Catalão) 61,8 km Situação: Rodovia pavimentada com 61,8 km. Todo o trecho com buracos na pista necessitando urgentemente de operação tapa buraco. Sinalização Precária. Importante eixo de escoamento de grãos; 28) GO-139 (Silvânia – Lago Corumbá IV) 56,6 km Situação: Rodovia não pavimentada com 56,6 km. Necessidade de manutenção em toda a rodovia. Alguns trechos sem trafegabilidade. Importante eixo de escoamento de grãos; 29) GO-474 (Lago Corumbá IV – Abadiânia) 36,1 km Situação: Rodovia não pavimentada de 36,1 km. Todo o trecho em estado ruim. Necessidade de manutenção imediata. 30) GO-213 (Campo Alegre de Goiás – GO-301) 50,6 km Situação: Rodovia não pavimentada com 50,6 km. Estrada com trechos esburacados e necessidade de manutenção. 31) GO 244 (Trecho que liga Porangatu até a GO 142, que vai para Montividiu do Norte) Situação: Esse trecho tem 54 km, porém foram asfaltados apenas os primeiros 34 km, os ultimos 20 km até chegar na GO 142, não estão asfaltados e está intransitável, passando apenas carros pequenos. Escoamento de soja e gado de corte ficam comprometidos, sendo necessário uma volta de 60 km para chegar até a GO 142. 32) GO 353 (Trecho BR 153 – Porangatu à região da Capelinha) Situação: 42 km de rodovia não pavimentada, sendo necessário reparos urgentes por ser uma importante via de escoamento da produção de grãos da região (70%), buracos que podem chegar ao ao tamanho de um carro de 8


passeio. Motoristas se aventuram nessa estrada pois qualquer volta fica inviável por conta do frete. 33) GO 244 (Trecho que liga Porangatu à Novo Planalto) Situação: rodovia não pavimentada ao longo dos seus 50 km, apresentando um problema grave que é a ponte sob o Rio Cana Brava no km 24, que já caiu e reparos foram feitos, mas situação continua muito perigosa; 34) GO 154 (Trecho que liga Novo Planalto ao povoado Cruzeiro do Norte, que segue até encontrar GO 353) Situação: rodovia não pavimentada até o povoado, do povoado até chegar na GO 353 já está asfaltada. No trecho não asfaltado a chuva causou muita erosão no meio da pista e nas laterais que margeiam a rodovia, atrapalhando o tráfego, nesse trecho as pontes já estão todas concretadas; 35) GO 477 (Trecho que liga GO 424 a GO 435, próximo a Padre Bernardo) Situação: estrada não pavimentada, são 14 km de extensão. Precisa ser patrolada e no meio da estrada, km 5, precisa ser cascalhada. 36) BR 251 (Trecho entre GO 435 e BR 414) Situação: único trecho da BR 251 que não está pavimentado, extremamente importante para escoamento da produção de grãos, tendo que desviar escoamentento por Brasília, aumentando muito valor do frete, e em alguns casos, inviabiliza. 37) GO 410 (Trecho Edéia - Porteirão) Situação: rodovia pavimentada nos 64 km, apresenta buracos e falta de sinalização; necessidade de manutenção. 38) GO 050 (Trecho que liga Campestre à Palmeiras de Goiás) Situação: 21 km não pavimentado, rodovia em péssimas condições de tráfego, toda esburacada; necessidade urgente de manutenção e sinalização, importante para escoamento da produção de grãos. 39) GO 206 (Trecho que liga distrito de Almerindonópolis à BR 154 Cachoeira Dourada) Situação: 22 km de rodovia pavimentada em péssimas condições de tráfego, toda esburacada; sem sinalização; importante rodovia de escoamento na região sul;

9


40) GO 319 (Trecho que liga GO 320 saindo de Vicentinópolis, até BR 452 que chega em Castelândia) Situação: rodovia de 82 km não pavimentada; trechos passaram por obras que não forma terminadas; alguns trechos intransitáveis; 41) GO 320 (Trecho Edéia - Vicentinópolis) Situação: rodovia com 53 km pavimentada; apresenta buracos na pista; necessidade de manutenção para não deteriorar mais; 42) GO 441 (Trecho Divinópolis de Goiás – GO 112 Monte Alegre de Goiás) Situação: rodovia não pavimentada; já iniciou obras várias vezes e não é concluída; necessidade de manutenção urgente; 43) GO 346 (Trecho Cabeceiras – BR 020) Situação: rodovia pavimentada; buracos na pista; rodovia se degradando com as chuvas; necessidade de manutenção;

 TRECHOS

COM TRAFEGABILIDADE MAS COM NECESSIDADE DE MANUTENÇÃO: 1) GO 326 – Trecho entre Jaupaci e Montes Claros Situação: Rodovia com 50 km não pavimentada. Com buracos mas ainda em condições trafegáveis, necessita de manutenção preventiva; 2) GO 526 – Trecho ligando Santa Fé ao Povoado de São Sebastião do Rio Claro (49km) Situação: Rodovia de 49 km não pavimentada. Necessitando de manutenção. Acesso à grandes propriedades que escoam gado de corte. 3) GO 080 (Trecho que liga Goianésia até a BR 080 que segue para Barro Alto) Situação: 40 km com trechos esburacados ao longo de todo o trajeto, sinalização precária e necessita reparos principalmente na époda das chuvas. 4) GO 435 (Trecho que liga município de Padre Bernardo até região Vereda, na ligação com BR 251) Situação: rodovia não pavimentada em péssimas condições de tráfego, toda esburacada; necessidade de manutenção urgente;

10


RELATÓRIO PRELIMINAR: SITUAÇÃO ATUAL DAS PRINCIPAIS RODOVIAS FEDERAIS EM GOIÁS – 2019 – TRECHOS CRÍTICOS 1) BR 364 (Trecho Mineiros e Jataí) Situação: rodovia pavimentada; muito esburacada. Necessidade restauração e operação tapa buraco em vários trechos;

2) BR 158 (Trecho Caiapônia e Piranhas / Caiapônia e Jataí) Situação: rodovia pavimentada; estado crítico. Necessidade urgente de manutenção.

3) BR 452 (Trecho Rio Verde – Bom Jesus de Goiás) Situação: rodovia pavimentada; alguns trechos em estado crítico (trevo Santa Helena a Bom Jesus), manutenção urgente;

4) BR 153 (Trecho Anápolis – Divisa Tocantis) Situação: Rodovia pavimentada. Buracos na pista; estado crítico em alguns trechos.

11

Relatório da Situação das Rodovias Federais e Estaduais em Goiás  
Relatório da Situação das Rodovias Federais e Estaduais em Goiás  
Advertisement