Page 1

Escola SENAI Ant么nio Adolpho Lobbe - CFP 6.01


SUMÁRIO

1

FIESP/CIESP __________________________________________________2 1.1

Resumo da FESTEMP __________________________________________________________________ 2

1.2

Folha de S. Paulo destaca estudo da Fiesp sobre peso da burocracia tributária na indústria __________ 3

1.3 O custo da burocracia tributária no Brasil impacta diretamente na competitividade das indústrias, afirma Roriz _______________________________________________________________________________ 5

2

EDUCAÇÃO ___________________________________________________7 2.1

3

Sebrae lança primeira escola gratuita de empreendedorismo__________________________________ 7

INDÚSTRI A/ECONOMI A _________________________________________10 3.1 Empresários e trabalhadores discutem câmbio, juros, investimentos, educação e emprego nesta quinta (26), na CNI ______________________________________________________________________________ 10

4

3.2

Confiança da indústria tem menor nível desde 2009 ________________________________________ 11

3.3

Taxa de desemprego desacelera e vai a 5,3% em agosto, diz IBGE _____________________________ 13

CIÊNCI A,INOV AÇÃO E TECNOLOGIA _____________________________14 4.1

Parceria entre IEL e CNPq levará a empresas profissionais para desenvolver inovações ____________ 14

Elaboração _____________________________________________________16

1 SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial

Faculdade de Tecnologia eEscola SENAI “Antônio Adolpho Lobbe”

Endereço: Rua Cândido Padim, 25-Vila Prado CEP 13574-320-São Carlos/SP Tel.: (16) 33717273 / Fax: (16) 33717273 e-mail: senaisaocarlos@sp.senai.br www.sp.senai.br


1 FIESP/CIESP Fonte: Portal da FIESP

25/09/2013

1.1 Resumo da FESTEMP (clique no título em DESTAQUE para ler a notícia) 25/09/2013 - 20:52

- Empreendedorismo

‘Presidir o Palmeiras é uma tarefa muito árdua, mas vemos as evoluções já acontecendo’, afirma presidente do clube no Festemp 25/09/2013 - 20:18

- Empreendedorismo

‘Falar de empreendedorismo é falar de vontade, nunca percam o entusiasmo’, diz Renata Fan em palestra no Festemp 25/09/2013 - 18:58

- Empreendedorismo

Festemp promove debate sobre formas de investimento 25/09/2013 - 17:35

- Empreendedorismo

‘Não é mais suficiente aprender e decorar um conteúdo. É preciso tocar, fazer parte’, ensina diretora da FIAP 25/09/2013 - 16:59

- Empreendedorismo

Pensar em softwares como produtos de massa é um erro, diz presidente da Linux no Festemp nesta quarta-feira (25/09) 25/09/2013 - 15:36

- Empreendedorismo

Mercado de investimentos não dá espaço para amadorismo, diz fundador da XP em palestra no Festemp

2 SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial

Faculdade de Tecnologia eEscola SENAI “Antônio Adolpho Lobbe”

Endereço: Rua Cândido Padim, 25-Vila Prado CEP 13574-320-São Carlos/SP Tel.: (16) 33717273 / Fax: (16) 33717273 e-mail: senaisaocarlos@sp.senai.br www.sp.senai.br


25/09/2013 - 14:20

- Empreendedorismo

‘Nosso objetivo é deixar todo o conhecimento universalmente conhecido para qualquer pessoa’, diz gerente de projetos do Google 25/09/2013 - 13:12

- Empreendedorismo

Representante da Fundação Estudar destaca papel transformador do líder no Festemp 25/09/2013 - 13:12

- Empreendedorismo

Representante da Fundação Estudar destaca papel transformador do líder no Festemp

25/09/2013 16:00 - Atualizado em 25/09/2013 17:35

Fonte: Portal da FIESP

1.2 Folha de S. Paulo destaca estudo da Fiesp sobre peso da burocracia tributária na indústria Em 2012, de acordo com levantamento da entidade, indústria de transformação gastou 24,6 bilhões de reais somente com burocracia para pagar tributos Agência Indusnet Fiesp

Um estudo da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), divulgado nesta quarta-feira (25/09) pelo jornal Folha de S. Paulo, aponta que a indústria de transformação gastou 24,6 bilhões de reais somente com burocracia para pagar tributos no ano passado, valor que representa 10% da folha de pagamento do setor e o dobro do que ele investiu em pesquisa, desenvolvimento e inovação. >> Leia o ’O Peso da Burocracia Tributária na Indústria de Transformação 2012′

De acordo com o jornal, isso equivale a dizer que, para cada 1.000 reais desembolsados no pagamento de impostos, a indústria gastou mais 64,90 reais em burocracia. “É um dinheiro perdido que vai para o ralo. Em vez de investir em tecnologia para tornar a produção mais eficiente e entregar ao consumidor um produto melhor e mais barato, o empresário 3 SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial

Faculdade de Tecnologia eEscola SENAI “Antônio Adolpho Lobbe”

Endereço: Rua Cândido Padim, 25-Vila Prado CEP 13574-320-São Carlos/SP Tel.: (16) 33717273 / Fax: (16) 33717273 e-mail: senaisaocarlos@sp.senai.br www.sp.senai.br


é obrigado a gastar com a burocracia tributária”, comenta o diretor titular do Departamento de Competitividade e Tecnologia (Decomtec) da Fiesp, José Ricardo Roriz Coelho, ao ser entrevistado pela Folha. A reportagem destaca que os custos diretos e indiretos da burocracia representam 2,6% do preço final dos produtos, considerado o efeito cascata na cadeia produtiva do pagamento de tributos desde a compra de insumos. E acrescenta que as indústrias de pequeno porte do setor de transformação são as que mais sofrem o impacto dos custos administrativos e burocráticos para pagar tributos no país. A Folha informa ainda que os dados que mensuram o custo na indústria em nível nacional serão apresentados amanhã em seminário em São Paulo. A iniciativa da Fiesp também foi assunto de uma notícia da rádio Jovem Pan.

O estudo “O Peso da Burocracia Tributária na Indústria de Transformação 2012″ revela que, além da elevada carga tributária para produzir no Brasil, há, também, o excesso de obrigações acessórias, que são exigências do sistema tributário que elevam os gastos para preparar e recolher tributos. O estudo quantifica os custos que se caracterizaram como uma carga tributária extra à indústria brasileira em 2012. O relatório está dividido em três partes. A primeira avalia os custos totais do sistema tributário para a indústria de transformação. Em seguida, os custos por porte de empresa. Por fim, a conclusão e propostas. Os principais resultados indicam que em 2012 foram gastos R$ 24,6 bilhões pela indústria de transformação com os custos para pagar tributos. Esse custo equivale a 1,16% do faturamento do setor e, considerando a cumulatividade na cadeia produtiva, impacta em 2,6% os preços dos produtos industriais. Na análise por porte de empresa, o custo para pagar tributos de R$ 24,6 bilhões em 2012 distribuiu-se da seguinte forma: pequenas empresas (R$ 6 bilhões), médias empresas (R$ 5 bilhões) e grandes empresas (R$ 13,6 bilhões). 4 SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial

Faculdade de Tecnologia eEscola SENAI “Antônio Adolpho Lobbe”

Endereço: Rua Cândido Padim, 25-Vila Prado CEP 13574-320-São Carlos/SP Tel.: (16) 33717273 / Fax: (16) 33717273 e-mail: senaisaocarlos@sp.senai.br www.sp.senai.br


26/09/2013 10:11 - Atualizado em 26/09/2013 10:16

Fonte: Portal da FIESP

1.3 O custo da burocracia tributária no Brasil impacta diretamente na competitividade das indústrias, afirma Roriz Caminhos para simplificação são avaliados em Seminário, promovido pela Federação e o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo Dulce Moraes, Agência Indusnet Fiesp

O quanto a enorme burocracia existente para pagar impostos afeta a competitividade da indústria brasileira foi o enfoque dos debates realizados no Seminário “O Peso da Burocracia Tributária: A Busca pela Simplificação”, realizado na manhã desta quinta-feira (26/09) na sede da Federação. O vice-presidente da Fiesp e diretor do Departamento de Competitividade e Tecnologia (Decomtec) da entidade, José Ricardo Roriz Coelho afirmou que a burocracia é um problema que afeta toda a sociedade brasileira, mas que a “complexidade desnecessária para pagar impostos” coloca o Brasil numa péssima posição em relação a outros países, em termos de competitividade. “O Brasil está na posição 156 de um ranking 185 países e piorou duas posições, entre 2011 e 2012″, disse. Referindo-se ao estudo recente divulgado pelo Decomtec/Fiesp, Roriz informou que tempo gasto para pagar impostos no Brasil (1. 374 horas) supera o tempo gasto de todos os países do ranking. Alem disso, a burocracia tributária é um dos maiores obstáculos enfrentados pelos empresários para desenvolver seus negócios, sinalizou o vice-presidente da Fiesp. Ele destacou que a indústria é, constantemente, cobrada para ter mais inovação, mas o tempo gasto com a grande e desnecessária burocracia tem impacto muito forte nas empresas. “O estudo realizado pela Fiesp foi muito comentado e divulgado ontem pela imprensa e recebemos muitos e-mails nos elogiando por tratar desse assunto”, disse.

5 SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial

Faculdade de Tecnologia eEscola SENAI “Antônio Adolpho Lobbe”

Endereço: Rua Cândido Padim, 25-Vila Prado CEP 13574-320-São Carlos/SP Tel.: (16) 33717273 / Fax: (16) 33717273 e-mail: senaisaocarlos@sp.senai.br www.sp.senai.br


O diretor-titular do Departamento Jurídico (Dejur) da Fiesp, Helcio Honda, concordou que desburocratizar o processo de pagamento de tributos é muito importante. “Essa é uma das bandeiras da Fiesp e do presidente Paulo Skaf, principalmente, no sentido da racionalização do Custo Brasil”. Honda afirmou que essa é uma das maiores preocupações das indústrias e destacou iniciativas da Fiesp nesse sentido, como o estudo elaborado pelo Departamento de Competitividade e Tecnologia da Fiesp e a criação da Comissão de Desburocratização da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp), coordenada pelo vice-presidente do Ciesp, Abdo Antonio Hadade. Há muitos anos trabalhando na área do Diretor Tributário, o diretor jurídico da Fiesp relembrou algumas dificuldades que as empresas enfrentavam, num passado recente, como as filas para pegar senha na Receita Federal para procedimentos simples. Ele afirmou que a aproximação da Fiesp a esses órgãos é justamente na busca de simplificação e celeridade dos processos. “Estarmos aqui hoje discutindo esse tema é muito importante e, principalmente, para apresentarmos soluções, pois os problemas nós já sabemos”.

6 SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial

Faculdade de Tecnologia eEscola SENAI “Antônio Adolpho Lobbe”

Endereço: Rua Cândido Padim, 25-Vila Prado CEP 13574-320-São Carlos/SP Tel.: (16) 33717273 / Fax: (16) 33717273 e-mail: senaisaocarlos@sp.senai.br www.sp.senai.br


2 E D U C AÇ Ã O Fonte: Jornal Primeira Página

Quarta, 25 Setembro 2013 15:50

2.1 Sebrae lança primeira escola gratuita de empreendedorismo Escrito por Redação

Em parceria com o Centro Paula Souza, cursos da ETEC e FATEC vão formar futuros e atuais empreendedores por meio do ensino de nível técnico e tecnológico. (Foto:Divulgação)

Para promover a disseminação da cultura empreendedora, o Sebrae-SP (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo) anuncia a criação da primeira escola gratuita de empreendedorismo do Brasil. As inscrições para o processo seletivo já começam na primeira semana de outubro. O projeto é uma parceria da entidade com o Centro Paula Souza, autarquia do Governo do Estado de São Paulo, responsável pelas escolas técnicas (ETECs) e faculdades de tecnologia (FATECs).

Chamada de Escola de Negócios Sebrae-SP, a iniciativa inédita irá formar e capacitar gratuitamente futuros e atuais empreendedores por meio do ensino técnico e tecnológico, nas áreas de Administração, Gestão, Logística e Marketing. O projeto prevê, além da escola sede na capital, a implementação de uma rede profissionalizante em todo o Estado e um sistema de ensino a distância em meados de 2014. “Para ter uma verdadeira Escola de Negócios modelo reunimos o conhecimento, a credibilidade e a experiência das valorosas e reconhecidas equipes do Sebrae-SP e do Centro Paula Souza”, afirma 7 SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial

Faculdade de Tecnologia eEscola SENAI “Antônio Adolpho Lobbe”

Endereço: Rua Cândido Padim, 25-Vila Prado CEP 13574-320-São Carlos/SP Tel.: (16) 33717273 / Fax: (16) 33717273 e-mail: senaisaocarlos@sp.senai.br www.sp.senai.br


Alencar Burti, presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae-SP. “Certamente será um marco para a construção de uma sociedade do conhecimento não só de São Paulo, mas do Brasil”, enfatiza. Localizada nos Campos Elíseos, região central de São Paulo, a Escola de Negócios vai integrar práticas de trabalho, educação e pesquisa em um único ambiente, o que permitirá ao aluno vivenciar situações reais que ele poderá enfrentar no mercado de trabalho e no comando da própria empresa. A escolha do Centro Paula Souza para compor o projeto, pelo Sebrae-SP, ocorreu em função do consagrado modelo de ensino e do corpo docente qualificado. "A parceria com o Sebrae-SP permitirá capacitar profissionais com foco em duas frentes fundamentais : a inovação e o empreendedorismo", destaca Laura Laganá, diretora-superintendente do Centro Paula Souza. De acordo com Bruno Caetano, diretor-superintendente do Sebrae-SP, o projeto vem suprir a demanda do empresariado brasileiro por um ensino formal que integre teoria e prática e contribua para o fortalecimento das micro e pequenas empresas. “Hoje quase 45% dos brasileiros sonham em ter a própria empresa. Com a Escola de Negócios, nossa missão será cada vez mais preparar o futuro empreendedor e ajudá-lo a transformar seu sonho em realidade. A Escola será um ambiente criativo para fomentar o empreendedorismo paulista”, completa.

Sebrae-LAB: um novo modelo de ensino Em seus 10 mil m², a Escola de Negócios abrigará o Sebrae-LAB, espaço destinado a apoiar a aprendizagem do aluno e incentivar o surgimento de novos negócios criativos e inovadores. Composto por quatro processos complementares - Núcleo de Atendimento, Biblioteca Especializada, Espaço Criativo e Hotel de Ideias -, o Sebrae-LAB tem o objetivo de proporcionar uma experiência de aprendizagem que agregue os conhecimentos práticos de gestão de negócios aos conceitos teóricos da sala de aula. Por este motivo, o espaço foi desenhado com um Núcleo de Atendimento que reunirá uma equipe de especialistas do Sebrae-SP, que além de apoiar os alunos oferecerá consultoria e orientação aos empresários de pequenos negócios. 8 SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial

Faculdade de Tecnologia eEscola SENAI “Antônio Adolpho Lobbe”

Endereço: Rua Cândido Padim, 25-Vila Prado CEP 13574-320-São Carlos/SP Tel.: (16) 33717273 / Fax: (16) 33717273 e-mail: senaisaocarlos@sp.senai.br www.sp.senai.br


A Escola abrigará também a Biblioteca Especializada com um acervo físico e digital de 50 mil títulos. Já o Espaço Criativo foi configurado para estimular a busca de soluções individual ou coletivamente e o debate sobre novos negócios. O Hotel de Ideias funcionará como incubadora de projetos para abrigar e apoiar empresas em sua fase de concepção e formatação.

Processo seletivo Para ingressar na ETEC, o pré-requisito é a conclusão do ensino fundamental ou do 1º ano do ensino médio, dependendo do curso escolhido. Para entrar na FATEC, é preciso ter terminado o ensino médio. O processo seletivo será o mesmo dos outros cursos do Centro Paula Souza. As inscrições para o Vestibular da FATEC deverão ser feitas de 8 de outubro a 7 de novembro (mais informações no site www.vestibularfatec.com.br). O Vestibulinho para a ETEC terá inscrições de 1º a 24 de outubro.

Para o ciclo de aulas 2014/2017, serão disponibilizadas quase 2 mil vagas para os ensinos técnico e tecnológico, com entrega de certificados e diplomas. A duração dos cursos varia entre 18 (técnico) e 36 meses (técnico integrado ao médio integrado e tecnológico).

9 SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial

Faculdade de Tecnologia eEscola SENAI “Antônio Adolpho Lobbe”

Endereço: Rua Cândido Padim, 25-Vila Prado CEP 13574-320-São Carlos/SP Tel.: (16) 33717273 / Fax: (16) 33717273 e-mail: senaisaocarlos@sp.senai.br www.sp.senai.br


3 I N D Ú S T R I A/ E C O N O M I A Fonte: Portal da Indústria

25/09/2013

3.1 Empresários e trabalhadores discutem câmbio, juros, investimentos, educação e emprego nesta quinta (26), na CNI Seminário Fortalecimento da Indústria Brasileira e do Emprego será realizado nesta quinta-feira (26)

Os reflexos da desvalorização cambial e da alta dos juros na indústria brasileira, a necessidade de se reverter a insuficiente taxa de investimentos e de melhorar a qualidade da educação para aumentar a baixa produtividade do trabalho no país são alguns dos temas que dirigentes empresariais e das centrais sindicais e parlamentares vão discutir nesta quinta-feira (26), a partir das 10h30, na Confederação Nacional da Indústria (CNI), em Brasília.

O Seminário Fortalecimento da Indústria Brasileira e do Emprego, promovido pela CNI em parceria com a Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB), terá a participação do secretário-executivo do Ministério da Educação, José Henrique Paim Fernandes, e do diretor do Departamento de Competitividade Industrial do Ministério do Desenvolvimento, Alexandre Comin.

Participam também dos debates, entre outros dirigentes, os presidentes da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), Luiz Aubert Neto, e da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Wagner Freitas, além dos senadores Ana Amélia (PP-RS) e Sérgio Souza (PMDB-PR). O seminário será aberto às 10h30 pelos presidentes da CNI, Robson Braga de Andrade, e da CGTB, Ubiraci Dantas de Oliveira. Do Portal da Indústria 10 SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial

Faculdade de Tecnologia eEscola SENAI “Antônio Adolpho Lobbe”

Endereço: Rua Cândido Padim, 25-Vila Prado CEP 13574-320-São Carlos/SP Tel.: (16) 33717273 / Fax: (16) 33717273 e-mail: senaisaocarlos@sp.senai.br www.sp.senai.br


Fonte: Exame

26/09/2013 08:31

3.2 Confiança da indústria tem menor nível desde 2009 ICI recuou 1,0% em setembro em relação ao que foi registrado no final do mês anterior Getty Images

Indústria: indústria brasileira vem enfrentando uma gangorra neste ano

São Paulo - O Índice de Confiança da Indústria (ICI) recuou 1,0 por cento em setembro em relação ao que foi registrado no final do mês anterior, ao passar de 99,0 pontos para 98,0 pontos, menor nível desde julho de 2009. De acordo com dados divulgados nesta quinta-feira pela Fundação Getúlio Vargas, o Índice da Situação Atual (ISA) caiu 0,6 por cento, para 98,9 pontos. Já o Índice de Expectativas (IE) perdeu 1,4 por cento, para 97,1 pontos. "A permanência da confiança industrial em patamar historicamente baixo sinaliza ritmo de atividade ainda lento ao final do terceiro trimestre de 2013, considerando-se indicadores livres de influência sazonal", avaliou a FGV.

11 SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial

Faculdade de Tecnologia eEscola SENAI “Antônio Adolpho Lobbe”

Endereço: Rua Cândido Padim, 25-Vila Prado CEP 13574-320-São Carlos/SP Tel.: (16) 33717273 / Fax: (16) 33717273 e-mail: senaisaocarlos@sp.senai.br www.sp.senai.br


O indicador que avalia o grau de satisfação com o nível de demanda total no momento foi o que mais contribuiu para a queda do ISA ao retornar ao nível de julho passado com 95,8 pontos, que era o menor desde julho de 2009 (94,1). A proporção de empresas avaliando o nível atual de demanda como forte caiu de 13,9 por cento em agosto para 10,0 por cento em setembro e a parcela de empresas que consideram o nível de demanda fraco caiu de 17,0 por cento para 14,2 por cento. Em relação ao IE, o maior impacto negativo veio do Indicador de Emprego Previsto, que recuou pelo terceiro mês consecutivo, para 102,2 pontos, o menor patamar desde junho de 2009 (98,0). A proporção de empresas que preveem aumento no total de pessoal ocupado nos três meses seguintes recuou de 17,0 por cento em agosto para 13,9 por cento em setembro. A parcela das que preveem redução também diminuiu, ao passar de 12,4 por cento para 11,7 por cento. O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (NUCI) estabilizou-se em 84,2 por cento em setembro. A indústria brasileira vem enfrentando uma gangorra neste ano. A queda de 2 por cento da produção em julho ante o mês anterior levou a atividade econômica brasileira a iniciar o terceiro trimestre com contração de 0,33 por cento em julho, de acordo com o Índice de Atividade Econômica (IBC-Br) do Banco Central.

12 SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial

Faculdade de Tecnologia eEscola SENAI “Antônio Adolpho Lobbe”

Endereço: Rua Cândido Padim, 25-Vila Prado CEP 13574-320-São Carlos/SP Tel.: (16) 33717273 / Fax: (16) 33717273 e-mail: senaisaocarlos@sp.senai.br www.sp.senai.br


Fonte: Folha de São Paulo

26/09/2013 - 09h05

3.3 Taxa de desemprego desacelera e vai a 5,3% em agosto, diz IBGE PEDRO SOARES DO RIO

Em meio a uma economia em desaceleração especialmente do consumo e a previsão de um PIB mais fraco no terceiro trimestre, o mercado de trabalho acompanhou tal tendência e a taxa de desemprego ficou em 5,3% em agosto, abaixo dos 5,6% de julho. Naquele mês, o desemprego surpreendeu e recuou frente os 6% de junho. Em agosto de 2012, a taxa havia sido de 5,3%. Os dados foram divulgados pelo IBGE nesta quinta-feira (26). O número de pessoas ocupadas cresceu 0,4% em agosto --na comparação com julho atingindo 23,2 milhões nas seis regiões metropolitanas pesquisadas pelo instituto. Em relação a agosto de 2012, a alta foi de 1,2% --ou 274 mil pessoas. Já o total de desocupados chegou a 1,3 milhão, com queda de 6% de julho para agosto. O emprego com carteira cresceu 0,9%. Já o total de pessoas ocupadas sem carteira teve uma ligeira queda de 0,2% de julho para agosto. Já o rendimento, estimado em R$ 1.858,74, inverteu a trajetória de queda verificada em julho (0,9%) e subiu 1,7% em agosto. Em relação a agosto de 2012, a renda cresceu 1,3%. A freada do rendimento é um dos sinais de piora do mercado de trabalho e acompanha o menor reajuste do salário mínimo neste ano e o corte das horas extras em muitas empresas, menos confiantes com a reação da economia. Antes de demitir (o que acarreta custos), elas reduzem a jornada.

13 SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial

Faculdade de Tecnologia eEscola SENAI “Antônio Adolpho Lobbe”

Endereço: Rua Cândido Padim, 25-Vila Prado CEP 13574-320-São Carlos/SP Tel.: (16) 33717273 / Fax: (16) 33717273 e-mail: senaisaocarlos@sp.senai.br www.sp.senai.br


4 C I Ê N C I A, I N O V AÇ Ã O E T E C N O L O G I A Fonte: Portal da Indústria

26/09/2013

4.1 Parceria entre IEL e CNPq levará a empresas profissionais para desenvolver inovações Indústrias interessadas em participar do Inova Talentos terão até 19 de dezembro para inscrever projetos. Profissionais selecionados receberão bolsas do CNPq

Empresas interessadas em desenvolver produtos, processos e serviços inovadores terão mais um incentivo a partir de agora. Até 19 de dezembro estão abertas as inscrições para o Inova Talentos, uma iniciativa do Instituto Euvaldo Lodi (IEL) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) que oferecerá, até 2015, mil bolsas para estudantes do último ano da graduação e para recém-formados desenvolverem inovações nas empresas. As inscrições serão realizadas aqui pelo Portal da Indústria.

Para contar com esses talentos, as empresas deverão propor projetos de inovação. As que tiverem propostas aprovadas receberão profissionais financiados pelo CNPq, que investirá R$ 29 milhões no pagamento das bolsas. O processo de recrutamento, seleção, treinamento e 14 SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial

Faculdade de Tecnologia eEscola SENAI “Antônio Adolpho Lobbe”

Endereço: Rua Cândido Padim, 25-Vila Prado CEP 13574-320-São Carlos/SP Tel.: (16) 33717273 / Fax: (16) 33717273 e-mail: senaisaocarlos@sp.senai.br www.sp.senai.br


acompanhamento dos profissionais será realizado pelo IEL e custeado pela empresa. Além disso, o IEL auxiliará as empresas a desenvolver os projetos.

Os estudantes que desejarem concorrer às bolsas deverão apresentar soluções inovadoras para os projetos propostos pelas empresas selecionadas. Os projetos serão avaliados por uma banca examinadora formada por especialistas no tema. Os candidatos escolhidos receberão bolsas que vão de R$ 1,5 mil a R$ 3 mil mensais pelo período de um ano.

De acordo com o superintendente do IEL, Paulo Mól, o Inova Talentos é uma importante ferramenta para empresas inovarem e para estudantes e recém-formados, sobretudo, das engenharias, adquirirem experiência no meio empresarial. “Os jovens profissionais têm muita experiência acadêmica, mas carecem de vivência no mercado de trabalho”, declara Mól. “O programa dá oportunidade para que tenham experiência dentro das empresas para exercer na sua plenitude a atividade profissional", diz ele. MAIS COMPETITIVIDADE – O Inova Talentos integra a agenda da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI), coordenada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), com o objetivo de fortalecer e ampliar a inovação nas empresas brasileiras. “O programa atende ao objetivo de aumentar a formação de recursos humanos para a inovação. Trabalhadores qualificados que ajudam a melhorar a inovação e aumentar a produtividade e competitividade das empresas são um ponto prioritário dentro da MEI”, completa Mól. Acesse o regulamento que detalha como as empresas podem participar!

Por Maria José Rodrigues Do Portal da Indústria

15 SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial

Faculdade de Tecnologia eEscola SENAI “Antônio Adolpho Lobbe”

Endereço: Rua Cândido Padim, 25-Vila Prado CEP 13574-320-São Carlos/SP Tel.: (16) 33717273 / Fax: (16) 33717273 e-mail: senaisaocarlos@sp.senai.br www.sp.senai.br


ELABORAÇÃO

Elaboração

Biblioteca da Escola SENAI “Antônio Adolpho Lobbe”

Data 26 de setembro de 2013

16 SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial

Faculdade de Tecnologia eEscola SENAI “Antônio Adolpho Lobbe”

Endereço: Rua Cândido Padim, 25-Vila Prado CEP 13574-320-São Carlos/SP Tel.: (16) 33717273 / Fax: (16) 33717273 e-mail: senaisaocarlos@sp.senai.br www.sp.senai.br

Clipping de notícias 26 09 2013  

Notícias relacionadas com o SENAI, Indústria e Educação, publicadas nos jornais locais, estaduais e nacionais.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you