Page 1

revista sempre

Ano X | nº 31 | Publicação da Unika Press Comunicação e Editora

U

press e Editora

Unikapress Comunicação e Editora

Impresso Fechado Pode ser aberto pelo ETC

Finanças

Gerencie suas contas na ponta do lápis

Trabalho

Organize sua rotina ainda na licença maternidade

O casal

Aproveitar a vida a dois faz toda diferença

Guia completo para a hora de amamentar


s principa) is o d m u é (1 mamária coce; e r p e • A fissura m a m ra o des motivos pa s dos mamilo o ã iç d n o c (2) lhora a • Millar me a amamentação; d no período ;(3) % 5 3 té a atrizante em • Efeito cic sário ão é nece(2s,4) n : ê b e b o o para as. • Não tóxic as mamad d s te n a s io lavar os se

Cuidar e proteger quem mais merece. Acesse:

www.millarhidrata.com.br

Referências bibliográficas: 1. FERREIRA, E.S.; SILVA, C.V.; RIBEIRO, C.A. Desmame precoce: motivos e condutas alimentares adotadas pelas mães de crianças atendidas na consulta de enfermagem, no Centro Assistencial Cruz de Malta. Rev. Sociedade Brasileira de Enfermeiros Pediatras, v. 1, n. 0, p. 41-50, 2001. 2. Informações de Rotulagem e Embalagem do Produto Millar. 3. CHVAPIL, Milos et al. Lanolin and epidermal growth factor in healing of partial-thickness pig wonds. J Burn Care Rehabil, v.9, n. 3, p. 279-284, 1988. 4. COCA, K.P.; ABRÃO, A.C.F.V An evaluation of the effect ov lanolin in healing nipple injuries. Acta Paul Enferm, v.21, n.1, p.11-16, 2008. MS: 2.1087.0299

Material produzido em janeiro de 2014. Código: 7011091


12 24 36 42

Bem Estar 08 Carta na manga

Empório bebê 34

Conforto desde os primeiros passos

Empório Mamãe 10

Coisa de Mãe 38

Boletim médico 14

Empório papai 40

Hora da descanso

Probiótico contribui para o equilíbrio da microbiota intestinal

Superprotetoras Papais estilosos

Lá em casa 16

O bebê 44

Sinal verde 18

Soninho 46

Babyoteca 20

Guia de Nomes 48

Cantinho aconchegante

Sem Neura! Super Mix

Guia 26

Os poderes da amamentação

Sempre Paterna

Nova rotina

Nascimento

Hora de relaxar

06

Sua Gravidez

Sumário

Vigilantes do peso Noite bem dormida Escolha certa

Com você 50

Sentimento inexplicável

www.semprematerna.com.br

3


Editorial

Ser Mãe é Maravilhoso!!!

E

é mesmo, ninguém pode negar. O corpo muda e uma nova vida passa a crescer dentro de nós. É um milagre, o milagre da vida. Mas, como essa nova fase não vem com manual de instruções projetos e publicações como a Sempre Materna existem para ajudar futuras mamães e papais com informações sérias e validadas por profissionais que entendem e “respiram” o assunto diariamente. Na edição passada abordamos em detalhes o primeiro trimestre da gestação. Para a grávida essa é a fase dos medos e das dúvidas: estou grávida, mas não tenho barriga ou ninguém me percebe gestante. Agora, vamos falar do Segundo trimestre, um período de calmaria, a fase ideal para montar o ninho do bebê, pois a disposição não foi comprometida com o ganho de peso da reta final. Também nesta edição, o Coto umbilical que papais e mamães o imaginam como um bicho-de-sete-cabeças. Vale a pena ler e já aprender a higienizá-lo. E por falar em aprendizado, a pauta Hora de brincar explica como estimular os bebês do século XXI a explorar o mundo. A matéria Emoções a Mil traz a palavra de uma psicóloga sobre o tema que ainda dá algumas dicas para “domar” tanto sentimento. Para encerrar, nunca nos esquecemos de que também somos Sempre Paternas e convidamos à leitura da seção que leva este mesmo nome e que mostra o olhar masculino sobre a gestação e a paternidade. Um beijo meu e de toda equipe envolvida nesta edição. Até a próxima! Diretora Editorial 4

Sempre Materna

U

Unikapress Comunicação e Editora

Unika press

PRODUÇÃO EXECUTIVA

Comunicação e Editora UNIKA Press Comunicação e Editora

Tel/Fax: (55) - 11 3881-0002 E-mail: unikapress@unikapress.com.br

Edição 31 Portal: www.semprematerna.com.br DIRETORA RESPONSÁVEL Keila Cristiuma Robles keila@semprematerna.com.br REDAÇÃO Editora e Jornalista Responsável: Keila Cristiuma MTB: 25.452 Redação: Ariane Camilla, Amandha Rossete Baptista redacao@semprematerna.com.br Arte: Talita Costa Belluzzo, Marina A.Cristiuma arte@semprematerna.com.br Revisão: Georgia Villa Fotos: Shutterstock, Istockphoto, SXC, Photl, MAX produções Ilustração: Fernando Arcon PUBLICIDADE Tel/Fax: (55 11) 3562-4082 publicidade@semprematerna.com.br ATENDIMENTO AO LEITOR E ASSINANTE Tel/Fax: (55 ) 11 3881-0002 Gleice Peres contato@semprematerna.com.br PROPRIEDADES E DIREITOS A revista Sempre Materna é publicação da Unika Press Comunicação e Editora, com apoio do Hospital e Maternidade Rede D’or São Luiz. É proibida a reprodução de fotos e matérias sem aviso prévio e sem citação da fonte. DÚVIDAS, CRÍTICAS E SUGESTÕES contato@semprematerna.com.br Participe! DISTRIBUIÇÃO Hospital e Maternidade São Luiz, unidades Itaim, Morumbi e Anália Franco, consultórios médicos nas especialidades de ginecologia e obstetrícia e pediatria, clínicas de vacinação, clínicas de reprodução humana, clínicas de criobiologia, laboratórios de análises clínicas e lojas do segmento materno-infantil. APOIO:

SIGA-NOS SempreMaterna @semprematerna @semprematerna


www.semprematerna.com.br

5


Sua gravidez

Parto Normal Antes mesmo de passar pela experiĂŞncia, cerca de 80% das brasileiras desistem de dar a luz naturalmente

6

Sempre Materna


opularmente conhecido pelas dores e correria, o parto normal se transformou em vilão para algumas gestantes. Mas, será que sabemos quais os reais benefícios desta escolha? Como o próprio nome diz, é para este tipo de parto que nosso corpo se prepara para o nascimento do bebê. Normalmente, a hora certa também é opção do pequeno, que se prepara durante as 40 semanas de gestação. De acordo com a Obstetra do Hospital e Matenidade Rede D’or São Luiz, Daniela Maeyama, os benefícios são inúmeros, principalmente para os bebês. “O recém-nascido expele com facilidade os líquidos e sujeira que ficam nos orifícios; sentem menos desconforto respiratório, já que o tórax é comprimido ao passar pelo canal vaginal, favorecendo a entrada de oxigênio, além de previnir futuros problemas de hipertensão e respiração”, explica Daniela. Para ter sucesso com o parto normal é imprescindível realizar o pré-natal ao pé da letra. Atividade física, alimentação balanceada também

“ P

Desde que o parto, normal ou cesariana, seja bem conduzido e bem feito, a mãe não vai sofrer nenhum tipo de problema

são itens importantes para o sucesso do parto. Entre os itens fundamentais, Daniela ressalta a importância da relação com confiança médico/paciente. Amenizando as dores Segundo a doutora, depois de alguns avanços, a medicina pode prevenir as gestantes das dolorosas contrações por meio de anestesia, conforme a intensidade da dor. Sendo assim, o medo de sofrer muito não é mais desculpa para desistir do parto normal. Gemelar Gestação gemelar exige acompanhamento maior em relação ao posicionamento dos bebês e da saúde da mãe. De acordo com Daniela, é completamente possível o parto normal de gêmeos acontecer, a não ser que os bebês sejam muito grandes e a mamãe não aguente esperar até o nascimento natural. “Desde que o parto normal ou cesariana seja bem conduzido e bem feito, a mãe não vai sofrer nenhum tipo de problema, muito menos a criança. Só é preciso bom desempenho e profissionais capazes de garantir saúde e segurança aos seus pacientes”, finaliza a obstetra. www.semprematerna.com.br

7


Bem-estar

Carta na manga Recomenda-se o hábito da Yoga a partir do 3º mês de gestação. Ótima maneira de controlar as alternâncias de temperamento sofridas nessa hora

8

Sempre Materna


“ A

Tudo acontece mais fácil quando a mente está sob controle

gestação gera no corpo mudanças naturais provocadas pelo excesso de hormônios, alterando diversas áreas do organismo. Consequentemente, o sistema orgânico adapta-se a um novo ritmo, pouco mais acelerado. Todas essas diferenciações, na maioria das vezes, desencadeiam em desequilíbrios físico, mental e emocional, que precisam de auxílios para tornar o período menos desconfortante. Segundo a massagista terapêutica e professora de Yoga Margarete Petroni, é nessa fase que pode ajudar, afinal, a técnica de meditação tem como objetivo esvaziar a mente das preocupações, ansiedades e acúmulo de pensamentos. “Hoje, todos os profissionais que trabalham com gestantes, reconhecem a atividade como tratamento de apoio. Sua prática proporciona um estado de paz e harmonia interiores extremamente necessários nesse período”, ressalta a profissional. Além de amparar o bem estar da gestante, a reflexão traz benefícios para o desenvolvimento do bebê. De acordo com a terapeuta, o sistema nervoso da criança armazena frequência mais calma e organizada através do procedimento, pois tudo passa a ser elaborado conforme as prioridades, sem transtornos. Margarete lembra que a energia vital fundamental para o momento do parto vem através da respiração mais serena e profunda, controlada durante as sessões. “Tudo acontece mais fácil quando a mente está sob controle, isto é, centrada em um único foco e, no caso, unificada às contrações do momento”.

Veja dicas básicas: Movimentos Postura do gato: mantém a flexibilidade da coluna e fortalecimento de toda estrutura óssea e muscular. Prática: colocar os joelhos e as mãos no chão (4 apoios), inspirar olhando para o alto, impulsionando o bumbum, formando uma leve curvatura da coluna para baixo, e soltar o ar; levar o queixo ao peito e elevar a corcova da vértebra. Repetir de 6 a 10 vezes. Postura da ponte: fortalece coxas e coluna, aliviando dores na região lombar. Prática: ao deitar, dobrar as duas pernas separando os pés e os apoiar braços ao longo do corpo. Inspirar profundamente elevando o quadril e soltando o ar, descendo lentamente o corpo ao chão. Repetir de 3 a 5 vezes. Borboleta: trabalha a correção da postura, alivia dores nas virilhas e, o mais importante, facilita a abertura pélvica. Prática: sentada no chão, a grávida une as solas dos pés segurando-os com as duas mãos. Conservar, na medida do possível, as costas ereta e mover os joelhos de cima para baixo várias vezes. Exercícios de respiração Exercício de 4 tempos: sustenta o fluxo de energia e a concentração nos 4 estágios respiratórios. Prática: Inspirar, reter os pulmões cheios, expirar e manter os pulmões vazios (todas as etapas efetuadas em 4 segundos cada). Refazer 3 vezes. Respiração baixa (diafragmática): estimula a oxigenação dos alvéolos inferiores dos pulmões, além de ser altamente relaxante. Prática: em posição deitada, separar os pés e unir os joelhos. Inspirar, elevando suavemente a parede abdominal, e soltar o ar completamente, até sentir a necessidade de uma nova inspiração.

• •

www.semprematerna.com.br

9


Empório mamãe

Hora do descanso

Pijamas e camisolas são as peças mais confortáveis, ainda mais para as futuras mamães 1

3

2

1 - Camisola manga longa em viscose com renda – Recco - R$189,00 2 - Camisola regata em viscose com renda – Recco - R$155,00 3 - Camisola regata com meia abertura de microfibra – Recco - R$179,00 4 - T-shirt stretch – Recco - R$82,00 5 -Pijama longo stretch - Recco- R$189,00

10

Sempre Materna

4


6 5

7

8

9

10

6 - Jogo 2 peças de microfibra amni com renda – Recco – R$235,00 7 - Camisola de oncinha rosa – Daniela Tombini – R$ 244,90 8 - Pijama em bionature com microfibra - Recco – R$236,00 9 - Jogo de charmeuse com renda – Recco – R$ 320,00 10 - Pijama rosa floral – Daniela Tombini - R$ 209,90

www.semprematerna.com.br

11


Hora de relaxar

Musico terapia A mĂşsica e seus elementos estĂŁo presentes em nossa vida antes mesmo do nascimento

12

Sempre Materna


A

gravidez é um dos momentos mais especiais na vida da mulher, acompanhado por grandes mudanças físicas, hormonais e emocionais que podem atrapalhar o desenvolvimento do bebê é uma opção para controlar essas oscilações. A musicoterapia utiliza os sons para facilitar e promover a comunicação, aprendizagem, mobilização, expressão e calma de mãe e filho. Segundo a musicoterapeuta Luisiana Passarini, ainda no período gestacional, é possível reagir ao ambiente extra útero. “O aparelho auditivo da criança está completamente desenvolvido com aproximadamente 20 semanas da gestação. No entanto, e muito importante, a percepção sonora vai além das vias auditivas. Ruídos e músicas são percebidos muito anteriormente, por meio de vibrações”, ressalta. Consultas A gestante pode procurar um especialista a parte de encontros com o musicoterapeuta são recomendados semanalmente, com duração de 60 a 90 minutos, individual ou em grupo. “Durante as sessões, podemos cantar, dançar, fazer melodias ou compor, de acordo com o objetivo do momento de cada aluno. Mais importante que o próprio repertório é a afetividade que contemplam estes instantes, porque podem fortalecer não só os vínculos com o herdeiro, mas preparar toda a família para a chegada do novo membro.”, relata Passarini.

Benefícios Diversos estudos provam que crianças, após o nascimento, reconhecem sons e canções que ouviram enquanto eram geradas, especialmente as vozes. “O principal proveito é o estímulo adicional no processo de estruturação e funcionamento cerebral, que envolve, entre outras funções, a memória, a linguagem e os movimentos”, lembra Luisiana. Gênero Musical Não é hábito profissional generalizar e afirmar que determinado tipo de música causa resposta específica. Qualquer reação depende das experiências emocionais, sejam de vivências boas ou ruins, herdadas da cultura ou grupos sociais. “Nem todo tipo de música acalma e, ainda, o que relaxa um pode estressar o outro. Às vezes, o silêncio e a escuta da mãe aos desejos do bebê é o que mais tranquiliza. Por isso, a presença profissional é importante”, finaliza.

www.semprematerna.com.br

13


Boletim médico

Probiótico contribui para o equilíbrio da microbiota intestinal

A

rotina estressante, a má alimentação e a utilização de antibióticos são alguns fatores importantes para alterar a microbiota intestinal. Esse desequilíbrio está associado a distúrbios gastrointestinais, como a diarreia, além de acarretar consequências para o sistema imunológico e tornar o organismo mais suscetível a infecções. Para melhorar a qualidade de vida e se livrar desses problemas, chega ao Brasil o L. reuteri DSM 17938. Diferente de outros probióticos, o L. reuteri DSM 17938 é isolado do leite materno e é gastrorresistente, ou seja, resiste à acidez gástrica do estômago, às enzimas e aos sais biliares intestinais, garantindo a chegada ao intestino e a consequente eficácia. Disponível em exclusiva apresentação de comprimidos mastigáveis com sabor lima-limão, o possui ação de início rápido – observada já nas primeiras 24 horas. “Um diferencial importante é o número de estudos clínicos existentes, incluindo a grande quantidade de ensaios em pediatria que confirmam a eficácia e, principalmente, sua segurança. São clássicas as pesquisas sobre o tratamento da diarreia aguda infecciosa, prevenção da diarreia associada a antibióticos, diarreia em imunossuprimidos, e mesmo como imunomodulador”, explica Dr. Ricardo Barbuti, gastroenterologista e médico assistente no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. Ainda segundo Dr. Barbuti, a vida saudável depende de uma microbiota equilibrada, onde os diferentes tipos de microrganismos convivem 14

Sempre Materna

em harmonia. No entanto, há diversos fatores que podem levar ao desequilíbrio entre agentes “patógenos” e “benéficos”. “O desequilíbrio é chamado de disbiose e pode estar relacionado ao desenvolvimento de inúmeras patologias.” Um dos fatores que causa esse desequilíbrio é a alimentação inadequada, rica em gorduras e muito pobre em frutas, legumes e verduras, comum em populações ocidentais metropolitanas. A falta de exercícios físicos seria outro exemplo clássico de causa de disbiose”, explica Dr. Barbuti. As funções metabólicas do L. reuteri DSM 17938 ajudam a reforçar as barreiras de defesa da mucosa intestinal contra substâncias capazes de danificar os tecidos, promovendo a saúde do organismo, além de melhorar o sistema imunológico.


Lรก em casa

Cantinho aconchegante A higiene e fundamental para garantir conforto e bem estar do bebe

16

Sempre Materna


T

udo que envolve o pequeno precisa de atenção redobrada, ainda mais quando o assunto é quarto do novo membro da família. Devido a criança ainda não ser acostumada aos elementos do ambiente, tem menos resistência a poeira e cheiros fortes, a limpeza requer cuidados especiais. Quando limpar? Deve-se sanear a casa com pano úmido diariamente, de acordo com a pediatra Natasha Penido Mascarenhas. “Durante a limpeza é bom evitar o uso de produtos fortes. Espanadores e vassouras não são recomendados, pois ajudam a levantar e espalhar a poeira. Se necessário pode ser utilizado sabão de coco para lavagem”. Como opção, existem soluções que podem ser usadas em pisos e móveis para diminuir a concentração de antiácaros, por exemplo, o ácido fênico 5%, facilmente encontrado no mercado em formato líquido. Em caso de remoção de mofo, a água sanitária é a mais indicada, desde que a criança esteja distante, diz a profissional. Hoje em dia, alguns pais adquirem esterilizador de ar para eliminar pó e odores. Mas, especialistas afirmam que, para obter resultados positivos neste processo, cada cômodo necessita ao menos de três aparelhos. Problemas Doenças crônicas são facilmente desencadeadas em ambientes não higienizados e empoeirados. Os problemas respiratórios são os mais relacionados à poeira, que contém diversas partículas irritantes para a mucosa protetora

das vias áreas. Como essa barreira fica afetada, os organismos tem mais facilidade em obter infecções, como sinusite, laringite, amidalite e traqueite, comuns na infância. Segundo Mascarenhas, crianças que tem a pele mais sensível, também sofrem de dermatites, que tem como característica a coceira, pele com aspecto ressecado e espesso, podendo apresentar até crostas e feridas. Para evitar alergias, é importante conversar com o pediatra e avaliar o que está sendo o principal desencadeante de crises. “O próximo passo é evitar os agentes que foram identificados como os possíveis causadores da alergia. Tornar o ambiente o menos alérgico possível é uma boa opção para crianças que sempre têm acessos, mesmo evitando algumas substâncias”, diz a doutora. Decoração Espaços decorados com itens de fácil remoção ou higienizáveis são os mais sugeridos. “Bichos de pelúcia, tapetes e almofadas são grandes acumuladores de poeira e devem ser evitados. Portanto, enfeites de plástico, acrílico e borracha são mais adequados”, ressalta a médica. Uma boa saída para proteger o chão são os tatames de EVA, pois amortecem quedas, não acumulam poeira e são removíveis. Conforme a pediatra, não adianta ter o quarto perfeito superficialmente, mas que oferece riscos ao pequeno. Seguindo a linha de objetos laváveis, as cortinas podem ser persianas, feitas em tecido resistente. Já em relação aos móveis, os mais recomendados são os laqueados, pois recebem tinta automotiva e tornam-se hipermeáveis, prontos para serem limpos com água e sabão de coco. www.semprematerna.com.br

17


Sinal verde

S e m N e u r a !

No período de gestação, ao contrário do que a maioria pensa, aproveitar a vida a dois faz toda a diferença

18

Sempre Materna


A

s atenções estão todas voltadas ao ambiente familiar. A sexologista recomenda que bebê e a intimidade do casal é es- o casal pratique brincadeiras para instigar o dequecida. Mas, é importante lembrar sejo sexual. “O orgasmo provoca contrações no que, para felicidade completa da fa- útero e na musculatura pélvica de um jeito difemília, todas as formas de união de- rente das contrações do parto, então, a gestante vem ser preservadas. não precisa temê-lo”. Uma série de fatores não deixam as futuMesmo com tantas estratégias e carícias, ras mamães confortáveis, o futuro papai não está licomo o medo de machuvre de ouvir “não”. Neste car o feto, hormônios em caso, Dra. Jaqueline suO companheiro ebulição e até a falta de gere que os homens se coposição. A ginecologista, na situação que a precisa perceber loquem especialista em Sexualicompanheira está, através dade Humana, da Assoa mulher grávida de exercício mental. ciação Mundial de Sáude fase de espera como atraente, além do bebê,Nessa Sexual, Jaqueline Brenpara facilitar ainda dler explica que o sexo é mais, a mulher tem mais lude conservar as liberado, a não ser em exbrificação, porque os tecidos atitudes de sedução pélvicos estão mais vasculaceções como os casos de descolamento de placenta rizados e ricos em líquidos, o do período não ativo ou recente, sangraque facilita o deslizamento mento (investigado), trado pênis na vagina. grávido balho de parto prematuro Desejo sexual, cariativo, orientados pelo ménho, toque, beijos, romandico prenatalista. tismo, precisam ser mantidos para que a chama continue acesa. A flor da pele As características hormonais da gestante Gestante e Sensual tem labilidade emocional, que varia durante os A mulher não deve deixar de se cuidar, 9 meses. O parceiro precisa estar atento nas de- mudar o corte do cabelo, comprar lingeries para monstrações de carinho e companheirismo, que se sentir ainda mais bela e corresponder ao cliservem de suporte emocional. Ouvir, compreen- ma do parceiro. “O companheiro precisa perder as dificuldades e se aproximar, não somente ceber a mulher grávida como atraente, além de na hora da transa, são atitudes essenciais nessa conservar as atitudes de sedução do período não fase. grávido: levar café da manhã na cama, enviar torpedos e e-mails com conteúdo afetivo e sexuVida de grávidos al, lhe dar atenção, provocá-la com brincadeiras A mudança da rotina e dos hábitos da sexuais quando ela não esperar, convidá-la para parceira pode afastar um pouco os homens do sair, uma boa massagem”, finaliza.

www.semprematerna.com.br

19


Babyoteca

Super Mix Para ler, ouvir, assistir e curtir com a família

Para assistir:

Patati Patata, A vida é Bela: Super produção que traz animações divertidas entre canções e cenários. No kit, todas as músicas passam mensagens boas e agradáveis que celebram a vida. Gravadora: Som livre Ano: 2014 20

Sempre Materna

Clipes Animados 1

Galinha Pintadinha 4:

As aventuras da turminha MPBaby em 15 animações embaladas pelas clássicas cantigas da cultura popular brasileira.

O DVD traz 14 clipes que vão colocar a criançada para dançar e se divertir. O repertório mistura canções brasileiras, faixas inéditas e adaptações de músicas.

Gravadora: MPBaby Clipes Animados - Vol. 1

Gravadora: Som Livre Ano: 2014


www.semprematerna.com.br

21


Para ler:

A gravidez dia a dia: Guia abrangente sobre os 280 dias de gravidez, o parto e o nascimento, com mix rico de conselhos práticos e explicações detalhadas sobre as mudanças que ocorrem no corpo da mulher Autora: Maggie Blott Editora: Senac São Paulo Páginas: 496

Minienciclopédia da Fauna do Estado de SP: Pensando em difundir conhecimento sério de forma agradável, o exemplar dedicase à exposição os animais mais significativos e curiosos. Autores: Ricardo Martins Editora: Kongo Páginas: 64

Labirintos Familiares: As psicólogas italianas Daniela Augello e Antonella Spanò analisam as dificuldades e os principais dilemas do cotidiano de várias famílias.

Editora: Ave-Maria Páginas: 136

Departamento de Criaturas: N a d a de interessante acontece na vida do garoto Elliot Von Doppler e na pacata localidade de Bickelburgh. O que ele nem desconfia é que seu tio - o esquisitíssimo Archie trabalha num lugar incrível, de onde saem inventos capazes de surpreender as imaginações mais delirantes. Altas aventuras entretêm a criançada.

A protagonista, princesa Juliana, é inteligente, sabe o que quer e não aceita nenhum dos pretendentes cheios de títulos e qualidades que seu pai lhe apresenta. Ela espera pelo amor e o encontra no sapo Luiz.

Autora: Robert Paul Weston Editora: Globo Livros Páginas: 336

Autor: Luiz Ruffato Editora: DSOP Páginas: 40

22

Sempre Materna

A história verdadeira do sapo Luiz:

O diário de bordo da família grávida: Reúne todas as informações necessárias em relação a gravidez que todos os membros da família precisam saber. É um livro divertido sobre as dores e as delícias da espera do pequeno. Autora: Luciana Herrero Editora: Aninhare Páginas: 208


www.semprematerna.com.br

23


Nascimento

Chegou o grande dia! Apesar da ansiedade, ĂŠ hora de controlar as visitas e carinhos excessivos

24

Sempre Materna


O

nascimento do novo membro da família é um marco importantíssimo para familiares e amigos. Todos querem estar presentes para celebrar esse momento, entretanto, é prioritário reconhecer o período como delicado, de descobertas e adaptações dos pais às necessidades do filho. Segundo a Enfermeira Obstreta Patricia Mello, há horários que são mais convenientes para visitas ainda na maternidade. “Considero que o período da tarde seja o melhor momento, pois durante a manhã a maioria dos procedimentos médicos é realizada com os pacientes, como banho e coleta de exames. A noite, é importante garantir o descanso da mãe e, principalmente, do filho, que deverá ser estimulado a dormir ao anoitecer”, afirma. Cautelas A lavagem de mãos, precedida de retirada de adornos, como anéis e relógios, que dificultam a completa higienização, é fundamental. Mesmo assim, é recomendável segurar a criança no colo apenas com o consentimento dos pais. De acordo com a profissional, o ideal é que as visitas na maternidade sejam restritas aos mais próximos. Após o período de adaptação em casa, mamãe e bebê estão prontos para receber a todos. “Não podemos nos esquecer que o descanso é essencial, tanto para a mãe quanto para o bebê, portanto, o número grande de pessoas ou a longa permanência pode interferir negativamente nesse processo. O ideal são grupos pequenos de pessoas e o tempo razoável”, ressalta Mello. A pediatra lembra que, se estiver resfriado ou com qualquer infecção viral, o visitante deve adiar o encontro para uma próxima data, pois a imunidade do recém-nascido ainda é baixa e não garante a proteção completa. Presentes A família pode ser presenteada com kits de produtos para cuidados higiênicos, roupinhas,

livros ou revistas. “O importante é que não sejam presentes muito volumosos. Mala da mãe, bolsa com pertences do bebê, entre outros acessórios são opções interessantes. Caso o item escolhido seja de grande volume, mande entregar em casa ou leve quando for conhecer o quartinho dele em uma visita posterior”, diz a pediatra. É comum ofertar flores nesta fase. Em contrapartida, Patricia afirma que esse item pode acarretar nos bebês algum tipo de processo alérgico e representar risco de microorganismos prejudiciais a saúde da mãe. Beijos e abraços O recém-nascido, além de não ter o seu sistema imunológico totalmente adaptado ao ambiente, tem a pele bastante sensível, desencadeando possíveis alergias ou irritações, devido esse contato físico. Limites Os pais precisam ser, à medida do possível, bem claros ao demonstrarem suas restrições e fornecendo as informações pertinentes. “Sem dúvidas, orientações quanto ao comportamento e higiene são fundamentais. Acredito que o pai pode assumir esta função, já que a mãe, muitas vezes, está dando atenção à criança”, finaliza a doutora. www.semprematerna.com.br

25


Guia

Os poderes da amamentação

26

Sempre Materna


www.semprematerna.com.br

27


V

ai ter festa no Mu esse sábado, se tiver sem planos e afim...é uma pedida pra um sabado a noite pré votação,ahahaha Amamentar é muito mais que deixar o bebê satisfeito, é uma das principais demonstrações de amor da mãe pelo filho. Além do laço emocional e afetivo desse momento, o leite materno é essencial para o desenvolvimento saudável do pequeno e para a recuperação da mamãe.

Mamãe:

Benefícios

• Auxilia na redução do tamanho uterino. • Evita hemorragias e anemia, pois reduz a

quantidade e o tempo de sangramento vaginal nos primeiros meses após o parto.

Diminui a incidência de Diabetes

Mellitus, osteoporose, câncer de mama, de endométrio e de ovário.

Para reforçar a importância desse ato, juntamos algumas informações, em parceria com a coordenadora do Grupo de Apoio ao Aleitamento Materno (GAAM) e enfermeira obstetra do Hospital e Maternidade São Luiz, Márcia Regina da Silva. Segundo a profissional, o leite materno deve ser o único alimento até os 6 meses de vida da criança.

A perda de peso é mais

rápida, pois são gastas 700 ca-

Bebê

Protege-o de diarreia, infecções respiratórias

e alergias.

• Reduz o risco de obesidade infantil, aumento de colesterol e Diabetes Mellitus no futuro.

Possui relação com o avanço cognitivo, ou

seja, da coordenação motora, atenção, memória, etc.

Auxilia no crescimento muscular da cavidade

oral, por meio da sucção, facilitando processos deglutição e fala.

lorias diárias para a produção do leite.

Inibe a ovulação, mas não

tem efeito anticoncepcional.

Produção de lactação Comandado pela glândula hipófise, localizada no cérebro da mãe, o processo de lactação ocorre quando o seio é sugado. O organismo recebe a mensagem e libera dois hormônios: prolactina –responsável pela produção do leite- e a ocitocina – faz a ejeção do líquido. Logo após o parto, a prolacti28

Sempre Materna

na estimula as glândulas mamárias, para que o recém-nascido seja alimentado o quanto antes. Alguns sinais serão notados na descida do leite, como calafrio, febre ligeira, peitos quentes e pesados, região areolar entumecida. É fundamental agir com naturalidade aos efeitos, sem maiores preocupações.


www.semprematerna.com.br

29


Curiosidade: Não há nenhum alimento que aumente ou diminua a produção de leite, apenas o estado psicológico influencia na quantidade de líquido produzido. O leite A aparência da lactação muda conforme as fases do pequeno, que são divididas pelas necessidades nutricionais. Mesmo que não pareça, ele é nutritivo, concentrado e contém anticorpos importantes para cada recém-nascido. Entenda as mudanças: Colostro • Grosso e amarelo. • Em menor quantidade • Protege de infecções • Pouco gorduroso • Rico em minerais e proteínas.

relação ao procedimento preparatório mais coerente, pois é possível a dificuldade de fazer. Mamada Neste momento, conforto e calma devem vir em primeiro lugar e uma posição na qual esteja mãe e filho estejam aconchegantes deve ser escolhida. Segundo a enfermeira, usar travesseiros e almofadas ajudam para obter comodidade. Posições mais usuais:

Leite de transição • Aguado e quase transparente • Aumento de gordura • Menos proteínas e minerais. Leite maduro • Fino e branco • Rico em: proteínas, lactose, vitaminas, minerais e água • Importante para ganho de peso.

• Tradicional: O corpo do bebê deve estar inteiramente de frente para o da mamãe, segurado do mesmo lado da mama oferecida.

Mito: Dizer que o aleitamento materno está fraco é errado. Toda mamãe produz o alimento adequado para seu bebê. Se a criança mama regularmente e ganha peso, está tudo bem. Os seios Cada mulher tem um tipo de mamilo, mas nenhum deles impede a amamentação. Veja: Protuso: Bico saliente quando estimulado. Invertido: Bico voltado para dentro Plano: Bico achatado Ainda durante a gestação, é importante saber o tipo de bico e especular o médico em 30

Sempre Materna

• Invertida: O recém-nascido fica embaixo do braço da mãe, do mesmo lado do seio a ser sugado, e apoiado em uma almofada.


• Cavalera: O pequeno senta de pernas abertas de frente para a mama

bios virados para fora e o queixo tocando o peito da mamãe. “Outra atenção é o formato da bochecha que precisa ficar redonda e a língua deve envolver o bico. Nesse processo a aréola fica mais visível na parte superior que na inferior”, afirma Márcia. Quando satisfeito, o filhote solta sozinho o seio. Se for preciso interromper a mamada, basta colocar o dedo mindinho entre a boca da criança e a aréola, evita machucar ambos. Não existe um tempo ideal de cada mamada, afinal, cada criança tem seu ritmo. Enquanto alguns bebês terminam em poucos minutos, outros sugam mais devagar. Segundo a especialista, o ideal é que ele estabeleça seu padrão. Fissuras e rachaduras:

•Gemelar: é possível usar as posições invertida ou cavalera para amamentar as crianças ao mesmo tempo. O bebê mama corretamente?

Para perceber a “pega” correta, é preciso observar se a boca do bebê está bem aberta, os lá-

Feridas acontecem quando o posicionamento ou a ‘pega’ do pimpolho estão inadequados. Quando surgem, geram desconforto, principalmente no momento de amamentar. “Para cuidar, basta aproveitar o próprio leite, passando-o ao redor da aréola, levemente, sem friccionar”, ressalta a profissional. Se houver febre alta e dores agudas, é recomendado procurar o médico para evitar complicações, como inflamações ou abscessos.

Curiosidade: Tomar sol na região mamária neste período auxilia a produção de vitaminada D, que deixa a pele mais resistente. www.semprematerna.com.br

31


Dica: O Centro de Incentivo e Apoio ao Aleitamento Materno (CIAAM), do Hospital São Paulo, aceita doações de leite materno durante todo o ano, para ajudar necessita e não possui o alimento. Alimentação garantida para mais tarde Geralmente, como citado na página *, as mamães são obrigadas a voltar ao trabalho mesmo antes do fim da amamentação exclusiva. Neste caso, será preciso retirar o leite para ser ofertado ao baby tempo depois. Esse processo recebe o nome de ‘ordenha’ e precisa de alguns cuidados.

Como utilizar o leite armazenado

1. Esteja livre de acessórios próximos às mães 2. Separe um frasco de vidro transparente

com tampa de plástico e higienize-o em água fervente

3

. Escorra o recipiente sobre um pano limpo até ficar completamente seco

4. Identifique o pote com nome, data e hora da coleta

5. Lave as mãos até os cotovelos com água e sabão

6

. Coloque o polegar acima da linha onde acaba a aréola e os dedos indicador abaixo dela

7

. Firme os dedos e empurre para trás em direção ao tronco

8

. Aperte o polegar contra os outros dedos com cuidado

9. Aperte e solte muitas vezes 10. Elimine os primeiros jatos e gotas 11. Ao terminar, feche bem o frasco 32

Sempre Materna

Doze horas depois da ordenha, se guardado na geladeira, o leite ainda pode ser usado. Quando armazenado em freezer, é factível consumir em até 15 dias. Ao tirar o frasco do congelador, amorne em banho-maria e agite lentamente. Não deve ser fervido ou aquecido em micro-ondas, pois estes procedimentos o enfraquecem. “Após o descongelamento e se tiver sido aquecido, pode guardá-lo na geladeira novamente e reutilizá-lo em até 12 horas”, acrescenta Regina.


www.semprematerna.com.br

Apresente a solução Sempre Materna in Company para sua empresa

Contatos: (11) 3881 0002 / (11) 3562 4082

www.semprematerna.com.br

contato@semprematerna.com.br

33


Empório bebê

Conforto desde os primeiros passos Proteção e cuidados com grande estilo para o pezinho dos pequenos

3

1

4

2

5

1 - Sandália Franciscana Marrom – Pimpolho - R$ 62,90 2 - Chinelo Baby Oz Azul – Ortopasso – R$94,90. 3 - Sandália Linha Conforto – Ortopasso - R$73,90 4 - Alpargata verde, fechamento com velcro - Pimpolho – R$60,90 5 - Tênis Linha Neném - Ortopasso – R$65,60

34

Sempre Materna


6

7

8 9

10 6 - Sandália Linha Summer – Ortopasso – R$78,20 7 - Sandália Flower Colorida - Ortpopasso – R$90,90 8 - Sandália Colorê – Pimpolho - 40,90 9 - Mule Rosa bordado – Pimpolho - R$ 64,90. 10 - Peep Toe Rosa – Pimpolho - R$ 73,90

www.semprematerna.com.br

35


Nova rotina

Volta ao Trabalho

É o momento de decidir com quem o recém-nascido vai ficar enquanto a mamãe trabalha 36

Sempre Materna


“ A

O importante é confiar em quem vai ficar com ele e que seja alguém que compreenda todas suas instruções sobre cuidados e educação

Vovó coruja Sim, a vovó é a candidata mais confiável e já é presente no cotidiano do pimpolho. Cuidadosa e amorosa, ela passa toda a confiança que a criança precisa para se adequar. Mas, é preciso deixá-la ciente que existem algumas regras a serem seguidas. “É essencial que a avó saiba se colocar como cuidadora, e não desautorizar alguma ordem. Os pais sempre são a autoridade máxima e ninguém deve fazer esse papel a não ser eles”, lembra Raquel. Mas, fique tranquila, a educação do seu filho não será prejudicada se for um pouco mimado.

licença maternidade está no fim e a grande dúvida aparece: quem cuidará melhor do bebê? Para toda mamãe a situação é bastante dolorosa, já que o filhote nem sempre estará sob sua supervisão e cuidado. Mas, uma coisa é certa: todas sobrevivem a esse processo. Inicialmente, essa separação é bem menos complicada para o pequeno. Segundo a psicóloga clínica, Raquel Marques Benazzi Guirado, enquanto a progenitora se sente culpada por não estar presente integralmente, o filho percebe que pode e deve interagir com outras pessoas. Pedir ajuda para as vovós pode ser uma boa saída, mas nem sempre elas estão disponíveis. Sendo assim, vai ser preciso procurar por berçários ou por babá de confiança. O primeiro passo é não deixar tudo para última hora, afinal, é preciso tempo para todos se adaptarem aos novos hábitos. “O importante é confiar em quem vai ficar com ele e que seja alguém que compreenda todas suas instruções sobre cuidados e educação. Quando isso for estipulado, a mãe deve começar a fazer saídas sem o bebê, mesmo antes de retornar às tarefas profissionais”, afirma a psicóloga clínica, especialista em gestantes e crianças, Raquel Marques Benazzi Guirado.

Babá querida Procurar por boas profissionais pode ser tarefa árdua, mas vantajosa para o pequerrucho. Quando monitorado em casa, ele se desenvolve em seu espaço, confortável e seguro de si, facilitando a adaptação. “É recomendável que a escolhida seja treinada dois meses antes de iniciar a rotina, para que se habituar aos costumes da família. Além disso, é fundamental que ela tenha experiência em cuidados básicos, para socorrê-lo se necessário”, ressalta a especialista. Em contrapartida, além de ser mais caro, ter uma pessoa estranha cuidando herdeiro dentro de sua casa pode gerar preocupações desnecessárias e desconfiança. Por isso, segundo a psicóloga, é bom que seja uma indicação, ou que seja alguém que já trabalhe no meio familiar. Como opção, a Sempre Materna oferece curso de treinamento para domésticas cuidarem de crianças e estarem preparadas para não cometer erros. Berçário Em um lugar próprio e divertido para ele, o bambino socializa com outras personalidades, tem atividades bem programadas e será observado por vários profissionais capacitados. Essa fase é muito importante para o desenvolvimento, já que é o período de exploração, dia após dia. “A mamãe deve começar a procura com um mês de antecedência e saber sobre funcionamentos, contatos e funcionários. Hoje em dia, as creches têm câmeras para tranquilizar os responsáveis durante todo o dia”, diz a psicóloga. Por outro lado, ao ter contato com mais pessoas, a criança está sujeita a algumas viroses e doenças corriqueiras mais frequentemente. www.semprematerna.com.br

37


Coisa de M達e

Superprotetoras O instinto materno pode exagerar na dose?

38

Sempre Materna


Não é fácil educar e proteger, pois muitas coisas fogem do nosso controle, principalmente a curiosidade e o desejo de independência dos pequenos. Devemos criá-los para serem indivíduos felizes, autônomos e seguros

Exageros “O maior desafio é saber o momento em que há cautela abusiva e não benéfica”, diz a profissional. Veja alguns exemplos: • Impedir que o bebê engatinhe. “O contato com o chão, principalmente a partir do 6º mês, é essencial para desenvolver algumas habilidades, tais como rolar, sentar, andar”, explica a psicóloga. • Agasalhar demais o pequeno impedindo a exploração do ambiente e movimentação; • Fazer tudo por ele, ignorando o fato de que pode e consegue se virar sozinho com algumas ações e atividades. • Não deixar que outras pessoas peguem-no ou brinque com o baby. “Essas atitudes são mais comuns do que se imagina, mas as consequências são graves lá na frente, como a dificuldade dele em interagir com outras pessoas que não sejam os pais”, ressalta Kátia.

U

m bebê sorridente, bem alimentado, saudável, bonito e cheiroso pode ser sinônimo de sucesso no novo papel adotado pela mulher: Ser mãe! Mas, alguns deslizes podem aterrorizá-la. De acordo com a psicóloga Kátia Vieira, a sensação de insuficiência na criação dos filhos pode estar relacionada à ansiedade vinda do julgamento externo (opinião de familiares, amigos e vizinhos) e da culpa que é inerente a toda mãe. “Essa superproteção evita que a criança se exponha a situações que podem desencadear doenças ou acidentes, eliminando a possibilidade seguinte de aprendizado”, afirma.

Antes de tudo é necessário entender que o pimpolho tem o mundo que o cerca para descobrir, por mais complicado que isso possa parecer. Os comportamentos superprotetores são tão prejudiciais quanto a rejeição. “Inconscientemente, quem protege além da conta faz com que a criança cresça ansiosa, insegura, manhosa, medrosa e dependente”, diz a psicóloga. “A teoria psicanalítica aponta que o pai ou algum familiar é o responsável pelo corte da excessiva ligação entre mãe e filho, mostrando os hábitos inadequados quando existentes”, lembra Kátia, que ainda completa: “Essa prática é fundamental para que novos vínculos e outras maneiras de convívio sejam criados”. Amor e proteção devem existir na criação dos herdeiros, mas comedidamente. “Não é fácil educar e proteger, pois muitas coisas fogem do nosso controle, principalmente a curiosidade e o desejo de independência dos pequenos. Devemos criá-los para serem indivíduos felizes, autônomos e seguros”, finaliza a terapeuta.

www.semprematerna.com.br

39


Empório papai

Papais Estilosos Para os homens antenados na moda 1

2

3

4

1 - Sapato Oxford couro Vitello Argentino com acabamento amadeirad - Paolo Sesto - R$ 299,00 2 - Sapatênis leisure napa stoned jeans azul - Paolo Sesto R$ 249,00 3 - Sapato social Dry Pass Box hidro burgundy, resistente à água - Paolo Sesto - R$ 299,00 4 - Sapato Social Preto – Paolo Sesto – R$299,00

40

Sempre Materna


5

6

7

8

9

5 - Bolsa transversal, lona preta – Fozz R$ 199,00 6 - Mochila com porta-notebook cinza – Fozz - R$ 282,00 7 - Mochila urbana com porta-notebook , preta – Fozz - R$ 128,00 8 - Mochila Off Road, lona bege – Fozz – R$150,00 9 - Sacola de viagem, lona bege - Fozz– R$ 143,00 www.semprematerna.com.br

41


Sempre paterna

Engravidou, e AGORA?

A chegada do bebê transforma a vida da família, principalmente financeiramente. A palavra chave dessa fase é ‘controle’

42

Sempre Materna


$

$

$

D

$

$

$

urante a gestação, além de cuidar da saúde, a mamãe precisa lembrar que gastos extras estão por vir e tudo precisa ser colocado na ponta do lápis. Pesquisas apontam que na criação de um filho, é investido cerca de R$2 milhões até a faculdade, veja a média de gastos: $

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

Gastos

Moradia*

Educação

Lazer*

Outros*

$

$ $

$

$

R$ 703.644

R$ 421.024

R$ 616.934

Classe B

R$ 298.200

R$ 365.9 00

R$ 94.800

R$ 189.200

$

$

Classe C

R$ 6 1 .4 0 0

R$ 185.100

R$ 38.800

R$ 121.800

$

Classe D

R$ 28.800

Zero

R$ 4.800

R$ 20.100

$

$

R$ 345.000

$

Classe A

$

$ $

$ $

$

R$ 2.086 milhões

R$ 94.800

R$ 407.140

R$ 53.700

$

$

To t a l

$

$ $

$ $

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

$

Positivo X Negativo O casal “grávido” precisa identificar os débitos que mais prejudicam o orçamento, geralmente aqueles que pagam juros abusivos. “Costumo dizer que a grande herança que podemos deixar aos nossos filhos é, simplesmente, o fato de não depender deles na terceira idade”, comenta Calil. O próximo passo é limitar a compra dos artigos necessários para o pequeno, pise no freio. O chá de bebê é ótimo para reunir alguns produtos essenciais, como fraldas e macacões. Se não for a primeira gestação, uma boa ideia é reutilizar roupas e brinquedos do primogênito.

$

$

$

$

$

$

$

Para se organizar nada melhor do que as já conhecidas planilhas, nessa deve incluir todos os itens, como enxoval, fraldas, leite e até escolas. O professor e educador financeiro Mauro Calil afirma que com planejamento, imprevistos diminuem. “Se o casal faz esse controle, basta acrescentar uma nova linha chamada “bebê” e nela colocar tudo o que consome dinheiro antes e depois do parto”, explica.

char em todas as compras a serem feitas. “Lembrese que o neném não conhece marcas, apenas necessita de cuidados, alimentação e amor.”

$

*Moradia: Alimentação, energia, telefone, água. *Educação: berçário, ensino fundamental, ensino médio e universidade, cursos, materiais didáticos, livros, mesada e transporte. *Lazer: Clubes, cinema, teatros, shows, associações, festas, viagens e passeios. *Outros: Saúde, tendências e vestuário.

$

$

$

Fonte: Invent- Instituto Nacional de Vendas e Trade Marketing

$

$

Corte nas despesas O recém-nascido aumenta 15% dos gastos da casa. Para não cair em dívidas, economia deve ser o lema familiar. O professor recomenda pechin-

www.semprematerna.com.br

43


O bebê

Vigilantes do

Peso

A

O peso do bebê ao nascer representa o resultado da gestação

ssim que nascem os bebês, o peso e a altura dele são as informações mais importantes para familiares e amigos. Alguns associam a imagem de fofinho à saúde completa. Em contrapartida, o pediatra e especialista em crescimento infantil, Mauro Borghi, do Hospital e Maternidade São Luiz, unidade Anália Franco, afirma que o ideal é de 3,300kg (a estatura varia de 49 a 50 cm) podendo oscilar de 150 a 200 gramas no caso dos meninos que, na maioria das vezes, são mais pesados. Mesmo ainda com poucos dias de vida, o pequeno perde 10% do seu peso, mas em seguida recupera com a amamentação. Isso ocorre porque é o que chamam de “recuperação do parto”, ou seja, elimina excesso de água e gordura marrom, responsável por manter o calor e proteger o RN. Ao sair da maternidade, as inquietações da mamãe de redobram, já que não terá mais apoio de profissionais o tempo todo. Infelizmente, ainda é comum o mito do leite materno da cabeça das pessoas. Porém, todo especialista 44

Sempre Materna

recomenda que o melhor caminho para nutrir e proteger as crianças é o aleitamento, pois é rico em todos os ingredientes necessários. No primeiro ano de vida, o bebê precisa visitar o pediatra todos os meses. O médico, que deve ser de confiança, faz anotações a cada consulta em relação ao desenvolvimento do lactante, mais especificamente ao peso, à altura e ao tamanho do cérebro. Média de ganho de peso nos primeiros 12 meses, segundo Dr. Mauro Borghi:

• 1º trimestre • 2º trimestre • A partir do segundo semestre

25 a 30g ao dia 20 a 25g ao dia 10g ao dia.

O importante é não fazer comparações, já que cada criança tem sua estrutura. A lição de casa é seguir atentamente as indicações do pediatra e buscar por atividades saudáveis.


A Ăşnica para bebĂŞs de 15 a 24kg.

www.semprematerna.com.br

45


Soninho

Noite Bem Dormida

É preciso paciência para implantar a rotina de sono do bebê. Mas, ao investir neste procedimento, os pais ajudam seus filhos a descansarem melhor

D

ormir bem é tarefa importante para uma vida saudável, ainda mais para quem está em fase de desenvolvimento. Costumes diários e alimentação influenciam diretamente no comportamento noturno das crianças, mesmo que ainda sejam recém-nascidas. Segundo a pediatra Alessandra Cavalcante Fernandes, os pais devem manter sempre a mesma hora para dormir, deixando o ambiente mais calmo, diminuindo sons, luzes e movimento. A repeti-

46

Sempre Materna

ção do hábito faz com que os pequenos aprendam que a noite chegou e a soneca está por vir. Os bebês alimentados exclusivamente ao seio materno, única fonte de nutrição durante os primeiros 6 meses, acordam algumas vezes na madrugada, pois sentem fome com frequência. “Quando ele despertar, deve-se amamentá-lo, se possível trocar as fraldas, e deixar o quarto pouco mais na penumbra enquanto amamenta. Não é bom ligar músicas ou conversar neste momento, para não despertar”, ressalta Alessandra.


Quando ele despertar, deve-se amamentálo, se possível trocar as fraldas, e deixar o quarto pouco mais na penumbra enquanto amamenta. Não é bom ligar músicas ou conversar neste momento, para não despertar

Recém - nascido 1 mês de vida 3 meses a 1 ano de vida 2 anos de vida A partir de 3 anos

20h/dia 15h/dia 13 a 14h/dia 13h/ dia 12h/dia

Cochilos Nas primeiras semanas após o nascimento, o RN não fica acordado mais que duas horas contínuas e é normal que adormeça algumas vezes. Entretanto, é importante não “isolá-lo” dos barulhos e iluminação rotineira da casa. A diferença do soninho do dia e da noite é importante para que ele se adapte.

Mesmo parecendo iguais, os bebês mudam a cada mês e as necessidades também, inclusive as horas de descanso. Veja:

Sono leve? Quando o bebê dorme, dois sentidos ficam atentos: olfato e audição. Sendo assim, quando há barulho ou odores diferentes, é normal que acorde, ainda mais se não está em profundo relaxamento. De acordo com especialistas, a criança deve ser acostumada a dormir em circunstâncias básicas de incômodos, como conversas, sons moderados e cheiros diferentes, sem exageros.

Alimentação A partir do sexto mês de vida, o pequeno começa ingerir novos alimentos. Refeições sólidas podem deixá-lo mais agitado, com mais energia, e devem ser evitadas perto da hora de ir para a cama. “É importante não deixar o jantar para muito tarde. Se for necessário oferecer algo para o pimpolho, é recomendável apenas leite ou sucos leves”, lembra a pediatra. Insônia Quando tem dificuldades para pegar no sono ou dorme poucas horas seguidas é possível que ele tenha problemas desde o crescimento até o desenvolvimento cognitivo, já que os hormônios tem maior liberação e a mente absorve as informações adquiridas no período de repouso noturno. Alterações de comportamento e falha no aprendizado, como falta de paciência e dificuldades de memória, estão sujeitas neste caso e é necessária a procura de especialista para se informar sobre o melhor procedimento. www.semprematerna.com.br

47


Guia de nomes

Escolha

Ainda não sabe como o bebê será chamado?

I

gor: É altamente metódico e objetivo no que precisa dizer ou fazer. Não gosta de inovações, opta pelo tradicional.

Isaac: Tem grande necessidade de ajudar o próximo, podendo até se sacrificar por quem ama. Israel: Independente e pioneiro. Tem instinto de liderança. Iago: Superprotetor e prático. É alguém pronto para ajudar na resolução de problemas. Ítalo: Aquele que gosta de paz, silêncio e tranquilidade. Ícaro: Autoconfiança e coragem são garantidas para essa criança. Atira-se pela vida afora para atingir seu objetivo sem medo.

J

oão: Impulsivo às vezes, mas seus atos sempre visam o benefício da maioria.

Jonathan: Organizado e controlador. Significa “dádiva do Senhor”. José Lucas: Sensível, confiante e generoso, sofre ao ver os problemas alheios. É conciliador e se controla mesmo nas piores situações.

Jefferson: Bastante disciplinado, percebe o real valor das coisas. Sua aparência transmite segurança e prestígio. Jorge: Pessoa determinada e segura de si, respeita os limites dos outros. Julio: Apresenta dinamismo e confiança contagiantes. Para ele, desafio é estímulo para continuar.

Ismael: Sua generosidade já é percebida na infância, quando se sente bem dividindo o que possui.

Jean: Alegre, extrovertido e sociável, transmite confiança. Sempre de mente aberta, procurar se igualar outros.

Ian: Suas decisões são mais levadas pela emoção, ajuda constante ao próximo.

Juan: Variante em espanhol para ‘João’. Independente e dinâmico, é visto como líder.

48

Sempre Materna


certa I

Confira nossa lista de nomes com a letra “I e J”

sabela: Aquela que inspira amor e união. Através do esforço próprio, alcança seus objetivos.

J

ulia: É muito realista e sabe aproveitar as oportunidades que lhe aparece. Esforçada e capacitada para convencer as pessoas ao seu redor.

Isabel: Romântica e sensível, adora ter harmonia e beleza em torno de si. Ama o mundo das artes.

Juliana: Boa organizadora, criativa e energética. Adora a liberdade e a variedade do mundo.

Ingrid: Curiosa, sempre em busca de novas descobertas e mistérios. A verdade impera em seu temperamento.

Jéssica: Mulher ‘cheia de riquezas’. Indica criança vaidosa e sedutora, que acumula riquezas interiores e consegue êxito em suas experiências.

Isadora: Sempre vê o lado bom em tudo e todos. É comunicativa e gosta de muitas amizades.

Jaqueline: Aquela que supera todas as dificuldades. Seus pontos fortes são a persistência e a força de vontade.

Íris: Acredita que o amor pode mudar horizontes. Em suas tarefas, procura fazer o mais bem feito e perfeito possível.

Joana: Está sempre entre a razão e a emoção. Depois de encontrar o equilíbrio e sair da zona da indecisão, mergulha em seus objetivos até o final.

Isis: Nome de deusa egípcia, que significa “eu nasci de mim mesma, não venho de ninguém”. Tem natureza meiga e faz o que estiver ao seu alcance para agradar quem ama

Jennifer: Nome formado pelos elementos “clara” e “branca”, que significam “suave” e “lisa”.

Iasmin: Fiel e carinhosa, busca demonstrar sempre seu amor e espera reciprocidade.

Janaina: Um dos nomes de Iemanjá, deusa do mar. Personalidade bondosa e protetora.

www.semprematerna.com.br

49


Com você

C

Sentimento inexplicável

erto dia, comecei a sentir coisas estranhas. Calor insuportável, enjoo incontrolável e sono inesperado. Com o surgimento de todos esses sintomas que veio a preocupação. O que será que eu tenho? Minha menstruação ainda não veio, mas está pra vir, afinal, minhas costas e seios doem e esses sempre foram os sinais de que a “cuja” está pra chegar. Esperei mais alguns dias e nada... Ansiosa, fui realizar os testes. Xixi da manhã feito! Coloco a fitinha como descrito na caixinha e espero. Olho para o tubo, leio a bula e, para minha surpresa, os dois risquinhos rosas ganharam destaque... Sim, grávida! Lágrimas escorreram em meu rosto. Emoção, alegria e medo. O que fazer? Por onde começar? Um bebê? Como cuidar? Mil perguntas e uma só certeza: Vou ser Mãe! Além do susto, a fase “estranha”. Nos três primeiros meses sentia náuseas o dia todo. Não há receita que acabe com o mal-estar, o jeito é aguentar, afinal, uma hora isso vai passar. Algumas mulheres têm a sorte de não passarem por isso, só que eu não fui uma delas. Enfim, por mais que pesquisemos sobre gravidez ou perguntemos para outras mães, sempre vamos nos questionar se o que sentimos realmente é normal. Por isso, sempre me informei com meu médico e confiava no que ele me dizia. E que venham mais bebês! Cintia Moreira, mãe da pequena Francine.

Onde encontrar

50

EMPÓRIO MAMÃE

RECCO - 0800-002-6262 WWW.RECCO.COM.BR ESPAÇO GESTAR - (11) 5051-5641 WWW.ESPACOGESTAR.COM.BR

EMPÓRIO PAPAI

SEMAX BRASIL - (11) 3271-3699 WWW.SEMAXBRASIL.COM.BR PAOLO SESTO - (16) 3702-6215 WWW.LOJAPAOLOSESTO.COM.BR

EMPÓRIO BEBÊ

PIMPOLHO - (27) 2104-0555 WWW.PIMPOLHO.COM.BR BEBE STORE -(11) 4003-2499 WWW.BEBESTORE.COM.BR

Sempre Materna


L. reuteri DSM 17938

Único Probiótico em gotas4 Sem sabor Sem relatos de eventos adversos6,7 Seguro para utilização em bebês8 Resistente à acidez gástrica5

5

gotas gotas

Estudos com mais de 3.800 bebês3

Utilizado em mais de 70 países, incluindo EUA e Europa3

1x

ao dia5

independente do peso e da idade

Referências Bibliográficas: 1. CASAS, I.A.; DOBROGOSZ, W.J. Validation of the probiotic concept: Lactobacillus reuteri Confers broadspectrum protection against disease in humans and animals. Microbial Ecology in Health and Disease., v.12, n. 4, p. 247-285, 2000. 2. SAVINO, F. et al. Lactobacillus reuteri DSM 17938 in Infantile Colic: A Randomized, Double-Blind, Placebo-Controlled Trial. Pediatrics, v. 126, p. 526–533, 2010. 3. Internal Report. Monografia Biogaia. 4. Kairos Web Brasil. Disponível em: <http://brasil.kairosweb.com/index.htm>. Acesso em: Set. 2014. 5. Folheto informativo Colikids. Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A. 6. SZAJEWSKA, H.; GYRCZUK, E.; HORVATH, A. Lactobacillus reuteri DSM 17938 for the Management of Infantile Colic in Breastfed Infants: A Randomized, Double-Blind, Placebo-Controlled Trial. J Pediatr, p. 1-6, 2012. 7. SAVINO, F. et al. Lactobacillus reuteri (American Type Culture Collection Strain 55730) Versus Simethicone in the Treatment of Infantile Colic: A Prospective Randomized Study. Pediatrics, v. 119, p. 124-130, 2007. 8. ROMEO, M.G. et al. Role of probiotics in the prevention of the enteric colonization by Candida in preterm newborns: incidence of late-onset sepsis and neurological outcome. Journal of Perinatology, v. 31, n. 1, p. 63-69, 2010.

Out/2014 - Cód.: 7013444

Probiotics helping people.


Aquela mulher linda e atraente não pode deixar de existir durante o momento mais feliz da vida: a gestaç ão. Experimente o óleo e o hidratante Paixão Eterna, que deixam a sua pele perfumada e melhoram o aspecto de suas estrias em 28 dias*. vivacompaixao.cOm.br | fAcEbOOk.cOm/vivacompaixao

*Testado em mulheres entre 18 e 45 anos de idade, com estrias recentes na região das pernas, barrigas e/ou glúteos. O tempo de uso do produto para que apresente os resultados esperados poderá variar de acordo com as características de pele de cada indivíduo.

sensual, feminina, linda e mãe.

Revista Sempre Materna, edição 31  

Revista sobre gestantes e recém-nascidos

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you