Page 1


Sumário

Boletim Médico 06 Exames Pré-Natal

Alimentação 08 A arte de congelar

Polivitamínicos 11 Fórmula do bem

Moda 12

Sofisticação no ar

Reprodução 14 Operação fértil

35 Sempre Materna Em destaque

36 Educação Era uma vez

38 Babyoteca Supermix Cultural

40 Cantinho São Luiz O bebê e a mamãe merecem

42 Astral

Horóspoco do bebê

Manual do bebê 16

44 Sempre Paterna

Entrevista 18

46 Empório mamãe

Recanto da realeza Atchim!

Nomes 24

Escolha certa

Na ponta do lápis

Quentinha e na moda

47 Empório papai

Aqueça seu inverno com estilo

Novidade 26

48 Segurança

Empório baby 34

50 Com você

PBKIDS baby

A moda é ficar quentinho

22

Bem-Estar À flor da pele

É melhor prevenir

Seu espaço na revista

28

Capa

Guia da Amamentação


Editorial

S

M&M: Mulher Multitarefas

erá que aprendemos a ser mãe quando engravidamos ou quando o bebê nasce? Acredito que tudo começa na gravidez e segue com aulas intensivas, 24 horas por dia, para o resto da vida. Por mais esperado que o filho seja é quase certeza que vocês, assim como eu, se pegaram – ou se pegarão – pensando: “E o que eu faço agora?” Ao longo da vida essa mesma pergunta se repetirá, nem sempre com resposta. Durante a gestação já estamos preocupadas com nossos herdeiros e o pré-natal nos dá a garantia de que tudo caminha bem. Por isso não deixe de ler e entender o porquê de cada ida ao laboratório durante as 40 semanas de gravidez. Após o parto essa ligação fica mais intensa e então entendemos o motivo de nossas mães ainda nos enxergarem como menininhas...(risos). A minha, por exemplo, me chama de Princesa e eu A-DO-RO!!! Mudando de assunto, o guia de amamentação que preparamos foi pesquisado e redigido com muito carinho para ajudá-la nesta primeira fase que, não temos dúvida, é um ato construído. Com a maternidade nos tornamos multitarefa. É preciso habilidade para fazer várias coisas ao mesmo tempo, como a alimentação do bebê. A equipe da Sempre Materna descobriu que é possível servir cardápio saudável mesmo com papinhas congeladas. E a preocupação não é somente com a refeição, nossa matéria na página 36 aborda a educação e da página 48 mostra como evitar acidentes relacionando dicas importantes de segurança. Por fim, cuidado, você é mãe, mas não deixou de ser mulher. Imperdível a pauta de bem-estar. É possível ser bela antes, durante e após a gravidez. Para encerrar, fica a informação de que esta é a primeira edição da revista com um número maior de páginas. Estamos crescendo e muitas outras novidades estão por vir. Um beijo enooooorme!

U

Unikapress Comunicação e Editora

Unika press

PRODUÇÃO EXECUTIVA

Comunicação e Editora UNIKA Press Comunicação e Editora

Tel/Fax: (55) - 11 3881-0002 E-mail: unikapress@unikapress.com.br

Edição 26 Portal: www.semprematerna.com.br DIRETORA RESPONSÁVEL Keila Cristiuma Robles keila@semprematerna.com.br REDAÇÃO Editora e Jornalista Responsável: Keila Cristiuma MTb: 25.452 Redação: Ariane Camilla, Fabiana Barbante, Laís Tarifa e Stephane Sena redacao@semprematerna.com.br Arte: Talita Costa Belluzzo arte@semprematerna.com.br Revisão: Georgia Villa Fotos: Shutterstock, Istockphoto, SXC, Photl Ilustração: Fernando Arcon PUBLICIDADE Tel/Fax: (55 11) 3562-4082 publicidade@semprematerna.com.br ATENDIMENTO AO LEITOR E ASSINANTE Tel/Fax: (55 11) 3881-0002 Priscilla Marques contato@semprematerna.com.br PROPRIEDADES E DIREITOS A revista Sempre Materna é publicação da UNIKA Press Comunicação e Editora, com apoio do Hospital e Maternidade São Luiz. É proibida a reprodução de fotos e matérias sem aviso prévio e sem citação da fonte. DÚVIDAS, CRÍTICAS E SUGESTÕES contato@semprematerna.com.br Participe! DISTRIBUIÇÃO Hospital e Maternidade São Luiz, unidades Itaim, Morumbi e Anália Franco, consultórios médicos nas especialidades de ginecologia e obstetrícia e pediatria, clínicas de vacinação, clínicas de reprodução humana, clínicas de criobiologia, laboratórios de análises clínicas e lojas do segmento materno-infantil. APOIO:

SIGA-NOS Diretora Editorial 4

Sempre Materna

SempreMaterna @semprematerna


www.semprematerna.com.br

5


Boletim Médico

n é r P atal X

exames Confirmada a gravidez é dada a largada a uma série de exames e idas ao laboratório

S

ão 40 semanas de espera e de acompanhamento do desenvolvimento do bebê e do bem-estar da mamãe feito com exames. Com apoio do obstetra do Hospital e Maternidade São Luiz, Marcos Eiji Shiroma, a Sempre Materna listou os principais exames dessa fase. Conheça-os:

ABO – Rh O que é: O exame fornece o tipo sanguíneo, se o Rh é positivo ou Rh negativo Tipo de coleta: Sangue Para que serve: - Identifica a existência de incompatibilidade sanguínea entre a grávida e o bebê. Também permite o controle da isomunização, que é a formação de anticorpos que reagem contra os glóbulos vermelhos. Eles são capazes de causar anemia no feto Quando fazer: Primeira consulta 6

Sempre Materna

Glicemia O que é: Exame feito para diagnosticar diabetes Tipo de coleta: Sangue Para que serve: A alteração da glicose no sangue durante o período gestacional pode levar à hiperglicemia (nível elevado de glicose), por isso deve ser controlada, pois pode resultar em malformação, crescimento exagerado, excesso de líquido amniótico, menor oxigenação e hipoglicemia no bebê ao nascer Quando fazer: Primeira consulta

Urina/Urocultura O que é: Avalia possível infecção urinária Tipo de coleta: Urina Para que serve: A gestante torna-se mais vulnerável à infecção devido às modificações anatômicas e funcionais desencadeadas pelo crescimento do útero e pelos hormônios da gravidez. Pode causar trabalho de parto antes do tempo e rompimento da bolsa Quando fazer: Primeira consulta


Hemograma completo O que é: Exame que avalia as células sanguíneas através de contagem dos glóbulos vermelhos e brancos do sangue e contagem de plaquetas Tipo de coleta: Sangue Para que serve: Essencial para diagnosticar possíveis doenças da gestante como, anemia e outras enfermidades sanguíneas (infecções e leucemias) Quando fazer: Primeira consulta

HIV O que é: O exame permite detectar a imunodeficiência humana (HIV) Tipo de coleta: Sangue Para que serve: A identificação de gestantes positivas é fundamental para o acompanhamento do pré-natal e nascimento do bebê, especialmente para evitar a transmissão do vírus ao feto Quando fazer: Primeira consulta

Ultrassom morfológico – primeiro e segundo trimestre O que é: Permite o rastreamento do desenvolvimento, crescimento fetal e anormalidades Para que serve: Feito para triagem e também para identificar fetos com risco para malformação, o exame tem alta resolução e maior duração para ser realizado Quando fazer: Entre a 11ª e a 14ª semana (para síndrome de Down) e com 20 semanas (para outras malformações)

TTOG O que é: O Teste de Tolerância Oral a Glicose (TTOG) determina se a gestante apresenta sinais de pré-diabetes (gestacional) Tipo de coleta: Sangue Para que serve: Diagnosticado pré-diabetes, a dieta é alterada para que a gestante não tenha diabetes gestacional. Eventualmente, pode precisar de insulina em casos mais complicados Quando fazer: A partir de 24 semanas

USG Doppler O que é: Ultrassonografia utilizada principalmente no final da gestação Para que serve: Permite avaliar o fluxo sanguíneo do feto, o crescimento do bebê e o amadurecimento da placenta. Quando fazer: Entre a 26ª e a 38ª semana

Teste de fibronectina: O que é: Avalia a possibilidade de prematuridade Para que serve: Ajuda a identificar o risco de trabalho de parto prematuro Tipo de coleta: Secreção (vagina) Quando fazer: Entre a 22ª e a 36ª semana

Toxoplasmose O que é: Identifica a presença de agentes do parasita chamado Toxoplasma, que tem como hospedeiro os animais felinos. O bicho elimina-o nas fezes e contamina agentes externos (terra, alimentos e outros animais) Tipo de coleta: Sangue Para que serve: O perigo para a mulher grávida está no contágio, pois os agentes podem atingir o feto e resultar em malformações congênitas Quando fazer: A cada dois meses

Streptococcus B O que é: Bactérias que causam infecções graves ao bebê Tipo de coleta: Secreção (vagina e anus) Para que serve: Diagnosticar precocemente bactéria que causam contaminações ao feto, especialmente em prematuros Quando fazer: Entre 34ª e a 36ª semana

Ultrassom obstétrico O que é: Usa ondas de som para criar uma imagem do bebê Para que serve: Exibe a localização do embrião dentro do útero, mostra o número de fetos, formação, crescimento (peso) e análise da placenta. Pode aferir o tempo da gestação Quando fazer: Terceiro trimestre www.semprematerna.com.br

7


Alimentação

A arte de congelar Armazenar a papinha é ótima saída para driblar a correria sem prejudicar o filhote

A

vida moderna faz com que as pessoas vivam em função do relógio e quando a pressa é somada à maternidade, o tempo parece ainda mais escasso. No quesito alimentação, congelar a comida do bebê virou boa opção para as mães que se dividem entre as múltiplas tarefas diárias. Para isso é preciso cautela. Qualquer procedimento feito de maneira errada pode acarretar proliferação de micro-organismos e bactérias, além de colocar em risco a saúde infantil. 8

Sempre Materna

Como fazer

Antes de tudo, é preciso lembrar que a refeição deve ser feita com alimentos frescos e de boa qualidade. Depois de pronta, o passo-a-passo é simples: 1. Divida a papinha em porções individuais; 2. Coloque cada porção em recipiente previamente esterilizado. Feche-o bem; 3.Coloque-o dentro de pote maior contendo água gelada e pedras de gelo. Esse tipo de esfriamento permite conservar as características e o valor nutricional das substâncias.


4.Depois de todas as etapas realizadas é só colocar a comidinha no freezer. Tempo na geladeira

A gerente corporativa de Nutrição do Hospital e Maternidade São Luiz, Adriana Miguel Martins Mesquita, ensina que o armazenamento pode ser feito por até três meses seguidos, ou seja, no máximo 90 dias. Outra recomendação da nutricionista é utilizar somente o freezer, já que ele pode conservar os alimentos com mais qualidade e por mais tempo.

Como descongelar

O degelo pode ser feito no micro-ondas, em potência mínima. Outra maneira prática, mas não tão rápida é deixar a papinha na própria geladeira por até 5 horas e, em seguida, aquecê-la no fogão. “O descongelamento nunca deve acontecer em temperatura ambiente ou sob a água porque aumenta o risco de contaminação”, alerta Adriana.

Diversidade

Outro benefício de estocar as refeições é que a mamãe pode diversificar o cardápio do bebê e garantir que ele tenha todas as vitaminas e nutrientes necessários para crescer forte e saudável.

A Sempre Materna traz algumas opções de receitas para seu bebê degustar Primeira papinha Ingredientes - 1/2 cenoura média; - 2 folhas de alface; - um pouco de salsa bem picadinha; - 1 pitada de sal; - 1 colher (sopa) de cebola ralada. Modo de fazer Lave bem a cenoura e as folhas de alface. Coloque um pouco de água filtrada para ferver. Depois que a água entrar em ebulição, coloque os ingredientes. Cozinhe em panela de pressão ou em panela comum que tenha tampa. Deixe cozinhar bem. Tire a casca da cenoura e amasse com um garfo, juntamente com a cebola e as folhas de alface. Acrescente a salsinha. Dicas - A cenoura pode ser substituída por outro legume e as folhas de alface por outro tipo de hortaliça. Exemplos: mandioquinha com espinafre, abóbora com repolho, beterraba com agrião e chuchu com couve.

Papinha sequencial Ingredientes - 1/2 mandioquinha; - 1 batata pequena (ou uma colher de sopa de grão de milho); - 1/2 beterraba; - 1 pedaço pequeno de cebola; - 1/2 tomate sem semente; - 2 folhas de repolho; - 2 folhas de agrião; - 2 colheres rasas (sobremesa) de óleo de milho ou girassol; - 1 pitada de sal; - 1 colher de sopa de caldo de feijão; - salsinha a gosto. Modo de fazer Lave bem os legumes e as folhas. Ferva um pouco de água filtrada. Depois que a água entrar em ebulição, coloque os ingredientes. Cozinhe até os legumes ficarem macios. Após retirar a casca deles, amasse todos os ingredientes com um garfo e acrescente a salsinha e o caldo de feijão. www.semprematerna.com.br

9


Dicas - A batata ou o milho podem ser substituídos por uma colher de sopa de arroz cozido, amassadinho com o garfo. - O caldo de feijão pode ser substituído por caldo de lentilha, ervilha, grão de bico ou vagem. Se a opção for a vagem, cozinhe os grãos com os demais alimentos. - Depois de uma semana, os caldos já podem ser substituídos pelos grãos cozidos e amassados com o garfo. - A gema de ovo também pode fazer parte da refeição. Comece com 1/4 da gema - sempre cozida - e vá aumentando até chegar à uma inteira. Você deve oferecer o ovo da mesma forma que a carne. - Após algumas semanas, acrescente à papa meio bife, meio filé de frango ou, ainda, meio bife de fígado. Cozinhe a carne com os outros ingredientes. Depois, desfie-a e corte em pedaços pequenos. Se preferir, moa no liquidificador. O melhor é colocá-la em um pratinho separado e oferecê-la com as primeiras colheradas das papinhas. - Quando a criança estiver maior, dobre a quantidade de carne, de arroz e de grãos.

Papinha de carne com legumes e macarrão Ingredientes - 300g de batata (cortada em cubos pequenos); - 1 cenoura média (cortada em cubos pequenos); - 5 vagens (cortadas em pedaços bem pequenos); - 1 tomate (sem pele, sem semente e picado); - 1 mandioquinha ( picadinha); - 300g de patinho picado; - 1 xícara de macarrão padrenosso; - 1 pitada de sal;

10

Sempre Materna

- 1/2 colher (sopa) de óleo de girassol; - 1 colher (chá) de salsinha; - 1 dente de alho picado; - 1 colher (sopa) de cebola ralada. Modo de fazer Em uma panela refogue a carne com o óleo. Quando estiver bem frita, acrescente o alho, a cebola e o sal. Junte 1,5 litro de água fervente e acrescente os demais ingredientes. Assim que estiverem bem macios, desligue o fogo e aguarde um pouco. Bata no liquidificador a carne com um pouco do caldo da papinha e retorne à panela. Mexa bem.

Papinha de arroz, feijão e abóbora Ingredientes - 2 xícaras de feijão; -1/2 xícara de arroz; - 300 g de abóbora; - 1 pitada de sal; -1/2 colher (sopa) de óleo de girassol. Modo de fazer Cozinhe o feijão normalmente. Quando estiver bem macio, acrescente o arroz e a abóbora até ficarem bem cozidos. Coloque uma pitada de sal.


Polivitamínicos

Fórmula do bem

Sob prescrição médica, a ingestão de polivitamínicos pode ser feita durante toda a gravidez.

C

Tanto a gestante quanto o bebê são beneficiados pelo suplemento alimentar

arboidratos, proteínas, gorduras, fibras alimentares, os chamados macronutrientes e as e vitaminas – micronutrientes - fazem toda a diferença no prato da futura mamãe. O obstetra do Hospital e Maternidade São Luiz, Soubhi Kahhale, explica que a nutrição adequada durante a gestação é importante para o desenvolvimento do feto e influencia a saúde do filho na fase adulta. “A necessidade de micronutrientes no organismo aumenta, em média, 20%”, diz Kahhale. O cardápio tem papel essencial de suprir as necessidades nutricionais da futura mamãe. De acordo com características específicas de cada grávida, a dieta, avaliada pelo médico deve ser cumprida a risca para evitar problemas, como por exemplo, a diabetes gestacional e a pré-eclâmpsia (pressão alta). Além disso, esse descuido pode influenciar o desenvolvimento saudável do bebê.

Nesse período, os chamados polivitamínicos – cápsulas que contêm nutrientes - são efetivos e auxiliam para a retenção de aspectos nutritivos dos alimentos.

Fases

Segundo o obstetra, Soubhi Kahhale, no primeiro trimestre, a deficiência de ácido fólico (vitamina necessária para formação de proteínas no organismo da gestante), pode prejudicar o desenvolvimento do tubo neural do feto, inclusive provocar anencefalia (ausência de cérebro). “Há necessidade de ingestão de suplemento alimentar desde o planejamento da gravidez, com três meses antes da fertilização, até o final do primeiro trismestre (até a 12ª semana).” A partir do segundo trimestre, demais nutrientes, inclusive o ferro, são recomendados. “No terceiro trimestre, a necessidade de ácido fólico é cinco vezes maior do que a da mamãe, pois diminui a probabilidade de desenvolver anemia”, alerta o médico.

www.semprematerna.com.br

11


Moda

Sofisticação no ar O inverno é um verdadeiro desfile de luxo e elegância e as gestantes não ficam de fora dos looks requintados da estação

Q

uem disse que grávida não precisa estar na moda? O conceito de que é preciso usar os habituais vestidos largos durante as 40 semanas de gestação já caiu por terra. Hoje, é possível usar roupas que, além de confortáveis, seguem as principais tendências. Segundo a estilista da Zazou, loja especializada em vestuário para gestantes, Daniela Lobo, neste inverno, as futuras mamães podem apostar no charme e no encanto de rendas, fitas, cetins e transparências. Macacões e jeans (que não podem faltar nos modelos boyfriend e reto) mantêm o sucesso. “Jaquetinhas mais curtas - conhecidas como perfecto - produtos com aspecto artesanal, estampas de animal print e natureza também são opções arrojadas que caem bem em qualquer mulher”, explica. Diante de tantas opções, fica difícil saber o que vestir. Mas não se desespere! Pedimos a ajuda de Daniela e preparamos dicas especiais para você se arrumar na estação mais fria do ano conforme seu perfil. Além disso, indicamos os “modelitos” ideais para passeios e festas. Confira, tome nota e arrase!

A peça certa para você que é: Executiva: Calças de alfaiataria, camisa branca ou listrada feita em fio tinto, cardigans e blusas de tricô. Os vestidos devem ser básicos em cores neutras, condizentes com o ambiente de trabalho. Descolada: Cor e descontração são suas palavraschave. Jeans, batas grandes e sandálias de corda salto anabela ou botas de cano baixo ficam perfeitos. Outra opção são os vestidos longos estampados geometricamente e as rasteirinhas. Esportista: Conjuntos de plush são indicados nos dias mais frios. Em climas amenos, use calça de malha com blusas de alcinha e cardigan ou a famosa legging acompanhada por túnica e tênis. É possí12

Sempre Materna


vel optar por sapatênis caso não queira deixar o visual muito pesado. Romântica: Abuse dos vestidos de cores suaves, das saias longas e das blusas delicadas. Um bom exemplo de look é: calça, camiseta, colete de renda e sapatilha com detalhes florais e pedrinhas. Clássica: Este perfil é semelhante ao da executiva. A diferença é que é possível colocar mais vestidos no dia-a-dia, principalmente os que têm ar retrô, como tubinhos com cardigan e cintos marcando a silhueta logo abaixo dos seios. Scarpins de salto médio completam a elegância.

Que roupa usar em: Casamentos: Vestidos mais sofisticados feitos de seda, chiffon e cetins para os matrimônios à noite. Nas celebrações matutinas ou vespertinas, aposte em peças curtas, de renda, em tons

off white e nude (variações das cores branco e bege, respectivamente). Dê preferência por sandálias baixas e de salto grosso. Elas dão firmeza e não comprometem seu equilíbrio. Aniversários infantis: Se a gestante já for mãe e estiver com o filho mais velho, melhor usar calça de sarja e bata. Assim, é possível ficar mais confortável e acompanhar as brincadeiras da criançada. Caso contrário, é possível optar por vestido de malha e sapatilhas. Passeios: Pode abusar do tradicional: shorts de sarja, bermudas, leggings com camisetas e cardigan. Tênis é o calçado ideal nas caminhadas. Jantar com o marido: Vale apostar em vestidos decotados. Eles valorizam o colo, que fica mais bonito por conta do aumento do busto durante a gestação. Echarpe e scarpin são bem-vindos. Shoppings: Nada como jeans, camisa e sapatilha para ajudar a futura mamãe na jornada de compras.

Dicionário da Moda Entenda o vocabulário do universo fashion

Boyfriend – Roupa mais larga, que parece ter saído do armário do namorado. Cardigan – Casaco de lã comprido com botões e sem gola. Chiffon – Tecido leve feito de seda, rayon, algodão ou sintéticos. Jersey – Tecido de malha simples, muito usado em lingeries. Legging – Tipo de roupa estilo meia-calça. Inspirada em roupas esportivas, é, geralmente, feita com elastano. Plush – Tecido semelhante ao veludo. É criado sobre malha e recebe acabamento flanelado. Tricolines – Tecido de construção em tela, produzido com fios delicados de algodão penteado. www.semprematerna.com.br

13


Reprodução

Operação fértil Assim que dois resolvem que serão três (ou mais) é hora do check up. Para o homem não é diferente: é preciso consultar o médico a fim de esclarecer suspeitas

Q

uando há dificuldade para o casal conseguir uma gravidez, a mulher adota a iniciativa de procurar ajuda da medicina. Mas, é necessário checar igualmente se existe alguma anormalidade com o sistema reprodutor do parceiro. Para esclarecer o “x” da questão, a visita ao urologista é efetiva. Pode descobrir, tratar e reverter deficiências genitais. Segundo o urologista do Hospital e Maternidade São Luiz, Pedro Rozolen, a infertilidade masculina pode ser desenvolvida em qualquer momento da vida. As procedências mais co14

Sempre Materna

muns são varicocele (varizes no testículo que dilatam as veias), idiopáticas (causas desconhecidas), criptorquidia (não descida do testículo), disfunções ejaculatórias, fatores genéticos e alterações hormonais. Outras origens que desencadeiam problemas na produção de espermatozoides são exposição aos pesticidas, à radiação e o superaquecimento dos testículos. “Poucos sabem, mas consumo de álcool, cigarro, obesidade ou estresse emocional são elementos de risco”, completa Rozolen.


Detectando

De acordo com Rozolen, considera-se a probabilidade de infertilidade conjugal quando não se obtém sucesso após um ano de relações sexuais frequentes, principalmente no período fértil da mulher, que ocorre por volta de 14 dias depois do último ciclo menstrual. Após tentativas sem êxito, o espermograma é o principal exame masculino que afere se o sêmen está apropriado para a fecundação. “Nele são avaliados volume, acidez (ph), liquefação, concentração, motilidade (movimentação) e morfologia (forma)”, diz o médico. Se o distúrbio for encontrado, a medicação ou cirurgia possibilita solucionar obstáculos para engravidar a companheira. Quando a causa não é detectada, a fertilização in vitro (FIV) é boa alternativa.

Prevenção

Embora existam diversas causas que levam à infertilidade masculina a qualidade de vida é importante. Os hábitos alimentares corretos são indispensáveis: consumir frutas, mantimentos frescos e antioxidantes, zinco, selênio ou vitaminas C e E são ótimas preferências. “São escolhas nutritivas que melhoram a condição do sêmen”, recomenda Rozolen. Além disso, o descanso e a prática de exercícios regulares são válidos neste processo. “Sem excessos, pois o efeito pode ser ao contrário e prejudicá-lo. Atitudes saudáveis são eficazes uma vez que enriquece o bem-estar e ajudam na defesa da fertilidade.”

Raio X A ala masculina também precisa frequentemente fazer avaliações. O diretor clínico do Instituto Paulista de Ginecologia e Obstetrícia (IPGO), Arnaldo Schizzi Cambiaghi orienta:

• O clínico geral é responsável por solicitar análises como hemograma completo, urina, glicemia e teste ergométrico (identifica patologias cardíacas) pelo menos uma vez por ano; • O espermograma e ultrassom da bolsa escrotal podem ser pedidos ao médico clínico a partir dos 18 anos e detectam precocemente impedimentos para ter filhos; • A partir de 40 anos de idade é imprescindível visitar o urologista e investigar chances de câncer de próstata por meio de exame retal e dosagem de proteína do sangue (PSA). www.semprematerna.com.br

15


Manual do Bebê

Recanto da realeza O segundo trimestre da gestação é a melhor fase para preparar o ninho do bebê. Enjoos, sono e mal-estar dão lugar à disposição e a uma vontade “louca” de escolher cada peça e utensílio 16

Sempre Materna


P

reparar o cantinho do recém-nascido é mais que decoração, é pensar na segurança e no bem-estar do novo ser. Ambiente aconchegante e harmonioso garante tranquilidade e boas noites de sono. Ao mobiliar o quarto do filhote, papai e mamãe querem encher o lugar de móveis, enfeites e mimos, mas muitos itens podem atrapalhar o descanso da criança. Portanto, limite-se a comprar somente o indispensável. Confira nossas dicas:

Berço

Não faltam modelos no mercado. Diante de tanta variedade fica difícil escolher a melhor peça. Leve em consideração o tamanho do móvel. O modelo padrão é o americano, com 1,30m de comprimento por 70cm de largura. Quando for comprá-lo, não se esqueça de levar as medidas do cômodo. Assim, serão evitadas surpresas indesejáveis. O pediatra do Hospital e Maternidade São Luiz, Ricardo Morando, explica que o local do berço exige planejamento. “Ele não pode ficar próximo à janela, nem atrapalhar a circulação das pessoas”, explica. (Normas de segurança na escolha dos móveis podem ser conferidas na matéria da página 48).

Cômoda

Ela é multiuso. Além de guardar as roupas, serve para a troca de fraldas e como apoio da banheira. Por isso, ela deve

ter 1m de altura para não prejudicar a postura dos adultos.

Poltrona de amamentação

Essencial ao conforto materno-infantil. Os modelos com encosto alto evitam dores nas costas. Não abra mão do apoio para os pés.

Guarda-roupa

Pode complementar, mas não substituir a cômoda. Atente-se às peças feitas com tinta tóxica. Travas de segurança são extremamente úteis em portas e gavetas.

Cortina

Boa opção contra o excesso de luminosidade. É importante que ela seja feita de materiais leves e laváveis, pois não acumulam poeira.

Abajur

A iluminação da lâmpada não pode ser muito forte, principalmente durante a madrugada.

Utensílios de higiene

Esse kit deixa tudo organizado para a troca de fraldas. Possui os seguintes componentes: • Bandeja/Cesta: Acomoda os itens de higiene. Nele, também é possível colocar o álcool a 70% e o creme contra assaduras, quando indicado pelo pediatra. • Garrafa Térmica: Mantém a água morna para a higienização do bebê. • Pote: Para algodão e hastes flexíveis.

Conceito inédito no mercado, com a linha completa e coordenada da decoração aos doces e lembrancinhas, voltada para eventos desde a recepção de maternidade, baby shower, batizado, até primeiros aninhos. Faça uma visita Rua Prof. Atílio Innocenti nº961- Vila Olímpia São Paulo - SP Contato: (11) 3045-9922

Ter lixeira por perto é indicado e facilita a rotina da mamãe.

www.semprematerna.com.br

17


Entrevista

Atchim!

Com a chegada do inverno, as doenças respiratórias ficam mais evidentes, principalmente nos bebês 18

Sempre Materna


E

spirros para lá, tossidas para cá... indicam que a saúde do filho não está bem. No inverno as doenças respiratórias acometem principalmente as crianças. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a vacinação é a forma mais eficaz para prevenir a gripe, uma das principais patologias virais. Para entender essa e outras enfermidades típicas da estação como resfriado, asma, pneumonia e bronquiolite, a Sempre Materna conversou com o pediatra do Hospital e Maternidade São Luiz, Marcelo Reibscheid. Sempre Materna – Qual a relação entre o clima frio e as doenças respiratórias? Marcelo Reibscheid - A baixa temperatura aumenta a probabilidade de infecções já que torna comum a aglomeração de pessoas e, por consequência, aumenta a transmissão de vírus. Além disso, nesta época do ano, os bebês ficam sensíveis ao contágio devido ao clima seco e a oscilação de temperatura em um único dia. S.M - A poluição do ar pode prejudicá-los? M.R - Sim. O ar poluente faz com que os cílios nasais (pelinhos do nariz) não funcionem de maneira adequada. Desta forma, as secreções se acumulam e não conseguem impedir a entrada de vírus pelas cavidades. Até mesmo a fumaça de cigarro danifica essa proteção. S.M - Quais são os principais cuidados para evitar as contaminações? M.R - Bebês e crianças, devem evitar a frequência em locais com aglomerações e contato com pessoas contaminadas. Hidratação, alimentação balanceada e o uso de agasalhos também são importantes para protegê-los contra a contaminação. Quando isso não acontece, eles ficam suscetíveis à qualquer tipo de alergia. S.M - Bebida gelada é prejudicial? M.R - Não. Tanto a bebida gelada como o sorvete são lendas. Se a criança estiver bem agasalhada, poderá tomar e comer alimentos frios sem problemas.

S.M - O que difere a gripe do resfriado? M.R - Elas são patologias parecidas. Em ambos os casos as pessoas espirram, apresentam secreção nasal, coriza e inflamação na garganta. No resfriado, o quadro é leve e os indícios param por aí. Já na gripe soma-se aos sintomas a secreção frequente, a febre alta, o mal-estar e a inapetência. S.M - O que ajuda na prevenção? M.R - A única maneira eficaz de prevenir a gripe é a vacina anual. Para o resfriado ainda não existe defesa. A criança agasalhada, sem exageros, evita choques térmicos de ambientes frios para os quentes ou vice-versa. S.M - Quando a criança deve ser vacinada? M.R - As campanhas acontecem uma vez ao ano e imunizam-se os bebês a partir de 6 meses de vida. S.M - Qual o tratamento para gripe? M.R - Não há medicação específica, os remédios apenas aliviam os sintomas. Caso os sinais se apresentem e forem rapidamente identificados (no prazo máximo de dois dias) é possível recorrer a um tratamento antiviral, indicado pelo pediatra. S.M - Quanto tempo dura a gripe? M.R - No geral, a gripe e o resfriado passam naturalmente em dez dias. Nos três primeiros dias após o contágio a criança pode mostrarse “desanimada”. Mas, a partir do quarto dia, a tosse e inflamação da garganta ficam mais intensas e melhoram por volta do sétimo ou oitavo dia. S.M -Os prematuros também correm riscos? Qual gravidade da patologia para eles? M.R - Eles têm o sistema imunológico imaturo, ou seja, não têm a mesma capacidade de defesa de quem nasceu a termo, podendo ter maior incidência dos quadros e complicações como pneumonias, otites, sinusites entre outras. www.semprematerna.com.br

19


A mamãe ou quem tiver contato direto com o bebê deve higienizar constantemente as mãos para não induzir a transmissão

S.M - Quais são os cuidados ao viajar para lugares frios? M.R -Sempre levar roupa adequada para agasalhar os filhos, manter ótima hidratação e dieta balanceada, além de evitar choques térmico calor/frio ou vice-versa. S.M - Existem outras doenças típicas da estação inverno? M.R - Sim. Asma, pneumonia e bronquiolite são mais evidentes em meses mais frios. S.M - Quais as particularidades da asma? M.R - Dificuldade de respirar, cansaço e presença de chiado no peito da criança. Os cuidados devem ser os mesmos dos quadros virais. A mamãe deve ficar atenta também em relação à prevenção de elementos alérgicos como bichos de pelúcia ou animais de estimação com 20

Sempre Materna

S.M - Quais cuidados contribuem para diminuir o contágio? M.R - A mamãe ou quem tiver contato direto com o bebê deve higienizar constantemente as mãos para não induzir a transmissão. Além disso, o ambiente deve ser ventilado, pois quando fechado favorece a circulação dos agentes.

pelo, carpetes e cortinas. O tratamento é feito com broncodilatadores, corticoides e medicações específicas que devem ser prescritas por um profissional da saúde. Nunca deve-se fazer a automedicação. S.M - E a pneumonia? M.R - As manifestações são febres altas, mal-estar, prostração e secreção excessiva. A prevenção é a mesma que a da gripe e resfriado e o tratamento depende do estado da patologia, mas todos, sem exceção, dependem exclusivamente da avaliação médica. S. M - A bronquiolite é uma doença complicada? M.R- Sim, o vírus sincicial respiratório (VSR), causador da bronquiolite não tem como ser impedido. Ele é potente mesmo em locais com ventilação adequada. Nos primeiros dias, o quadro lembra um resfriado comum. Mas, depois de três dias, surgem novos sintomas como irritação, cianose (pele arroxeada), tosse e febre (não obrigatória). Pela complexidade, a medicina não recorre à vacinação. Entretanto, existem medicações e uso de inalação (oxigenioterapia) que ajudam a curar os bebês. Há casos complexos em que a internação é o melhor caminho, mas somente o médico pode julgar.


www.semprematerna.com.br

21

Venha até a PBKIDS Baby fazer um curso para gestantes. Confira a relação de cursos e lojas em semprematerna.uol.com.br/pbkids


Bem-Estar

À flor da pele A dança dos hormônios na gestação provoca alterações no organismo feminino, e até a pele é atingida e requer atenção especial

D

urante a gravidez a montanha-russa hormonal altera o corpo da mulher. No início a progesterona se manifesta para prepará-la, depois, próximo ao nascimento do bebê, é a vez do estrogênio, responsável pela rápida modificação da musculatura uterina. Segundo a obstetra do Hospital de Maternidade São Luiz, Natália Castro, logo no começo, a futura mamãe precisa adotar medidas preventivas também para o maior órgão do corpo: a pele.

Mudanças

Os primeiros sinais de modificações na derme são as possíveis alterações na sua pigmentação. “Pode aparecer um traço escuro na barriga, chamada de linha nigra e também, aos poucos, os mamilos ficam com coloração intensa. Além disso, manchas que já existiam ficam acentuadas e devem ser avaliadas”, alerta a médica. Natália explica que o escurecimento, principalmente na região da face, chamado cloasma, é comum. O aumento da oleosidade também é frequente, o que facilita o surgimento de acnes. Para amenizá-los é necessário usar filtro solar frequentemente. “Ele deve ser aplicado, no mínimo, duas vezes ao dia”, aconselha a obstetra. Segundo a profissional para estar grávida e bela o cuidado não para por aí: “Limpeza e hidratação também são importantes”. Não há mistério: ir ao dermatologista é indispensável para ajudá-la na escolha de cosméticos específicos e para o tratamento adequado. Confira dicas da obstetra Natália Castro para cuidar da pele durante o período gestacional: 22

Sempre Materna


A dica é: ao apresentar reação alérgica, suspenda o uso e procure orientação profissional imediatamente

Limpeza

Diariamente use sabonetes neutros, evitando assim alergias e irritações. Cremes com ácidos e hidroquinona não podem ser utilizados, já que a química é absorvida e pode prejudicar a gestante e o feto.

Hidratação

Há produtos com composições apropriadas, como por exemplo, os que contêm vitamina C, os que não trazem ureia e os neutros (inclusive óleos). “Esses estão liberados, pois diminuem a possibilidade de reação alérgica”, diz Natália.

Maquiagem

Não há estudos científicos que evidenciam restrições de maquiagem para as grávidas, mas deve-se ter cautela. A soma da química com a grande quantidade de corante podem provocar alergias. A dica é: ao apresentar reação alérgica, suspenda o uso e procure orientação profissional imediatamente.

www.semprematerna.com.br

23


Nomes

Escolha certa E

A decisão do nome para o pequeno é um dos momentos mais importantes

scolher o nome do bebê não é tarefa fácil, afinal, existem inúmeras opções, das clássicas às mais excêntricas. A Sempre Materna, parceira de todas as horas das ma-

mães, vai ajudar nessa difícil decisão. A partir desta edição, traremos algumas sugestões de nomes de meninos e meninas e seus respectivos significados. Vamos começar com a letra A.

Ágata

Bondosa. Está sempre pronta a ajudar quem precisa. Seus conselhos, baseados numa intuição aguçada, são muito eficientes.

Alice

Verdadeira. É uma pessoa extremamente sincera mesmo quando isso lhe pode custar uma amizade. Tem também o dom da liderança. Por isso, não gosta de trabalhar para os outros. Prefere exercer uma profissão liberal ou montar sua empresa.

Amanda

Digna de ser amada. Dinâmica e ativa, ela sempre resolve seus problemas de maneira inteligente, sem forçar situações ou incomodar os outros.

Adriana

Revela uma pessoa com grandes chances de triunfar na vida, pois mostra interesse pelos mais variados assuntos e aprende tudo com facilidade. Sabe repartir com os outros o que consegue com o estudo e o trabalho. 24

Sempre Materna

Amália

Trabalhadora, revela uma pessoa esforçada na luta pelos seus objetivos. Emotiva e sensível, magoa-se com facilidade, mas não demonstra nada disso. Também não guarda rancor de quem a ofendeu sem querer. Prefere exibir sua simpatia, que lhe abre muitas portas.

Ana

De origem hebraica, significa cheia de graça. Meninas com esse nome são ativas, decididas e adoram fazer o bem aos outros.

Andrea

Forte, viril e predisposta à coragem, lealdade e fidelidade. Muito determinada, transmite segurança a todos que a rodeiam. Inteligente e sensível, sempre consegue o suficiente para viver confortavelmente.

Angélica

Pura como um anjo, revela uma pessoa expansiva, mas muito discreta em relação à sua vida íntima. Inquieta e criativa, prefere trabalhos que lhe permitam agir por conta própria e relacionamentos que não lhe tirem seu bem mais precioso: a liberdade.

Aurora

O romper do dia. Indica pessoa pouco ambiciosa e que pensa muito antes de tomar qualquer decisão. E essa tendência pode levá-la a se envolver em situações delicadas.


Alan

Belo, harmonioso e emotivo. Fica magoado com facilidade, embora nem sempre demonstre sua tristeza. Prefere exibir sua simpatia para cativar todo mundo que o rodeia. Tende a conseguir sucesso como músico ou paisagista.

Alberto

Ilustre, muito famoso. Possui a dose certa de equilíbrio e coloca muita energia na concretização dos sonhos. Seu talento sempre é reconhecido por todos.

Alex

Adalberto

Nobre, brilhante e ilustre. Indica pessoa que está sempre a procura de fazer algo importante em sua vida.

Adolfo

Nome que significa lobo nobre. Não hesita em assumir a responsabilidade pelos atos que comete.

Adriano

Veio da região da Abria e indica uma pessoa muito ativa, porém, que costuma oscilar entre os interesses imediatos e os ideais de longo prazo. Isso faz com que, por diversas vezes, ele se encontre diante de dilemas.

Afonso

Pessoa preocupada com o bem-estar dos outros, procura ajudar a todos que se encontram em dificuldades. Idealista, procura colocar a justiça acima de tudo.

Dono de personalidade ativa e decidida, é uma pessoa cheia de energia, que está sempre disposta a se lançar em novas aventuras. Uma vida sem desafios, para ele não tem a menor graça. E como também é um líder nato, acaba arrastando os outros com o seu entusiasmo. Só é preciso tomar cuidado para não se tornar um “cabeça dura”.

Alexandre

Defensor da humanidade, espírito justiceiro, que não pode ver outra pessoa passando dificuldades sem ajudar. Tem sucesso quando trabalha em atividades comunitárias.

André

Viril e robusto é intuitivo e extrovertido. Tem sempre ideias originais e brilhantes a respeito de tudo e gosta de debatê-las com os amigos. Se dá muito bem em Informática, Pedagogia, Teatro e Circo.

Anderson

Ousado, ganha muito dinheiro ouvindo sua intuição. Tem admiradoras e, na juventude, se relaciona com todas elas, sem pensar em compromisso sério.

Ângelo

Anjo, mensageiro. Indica uma pessoa que procura comunicar seus conhecimentos para manter um clima de harmonia nos ambientes que frequenta. É leal e extrovertido, e por isso, conquista a simpatia de todos.

Antônio

O que está na vanguarda. Pessoa de força interior e fé inabalável nos seus próprios ideais. Isto lhe permite estar sempre à frente, abrindo caminhos que geralmente levam a resultados positivos para todos.

Arnaldo

Nome de origem latina, significa forte como a águia. Tem dom para liderar e atrair novas amizades, graças ao seu carisma. Só precisa ter cuidado para não se tornar uma pessoa teimosa.

Artur

Independente e ousado, porém paciente. Original, dinâmico e competitivo. Meigo, valoriza as amizades e age com cautela.

Augusto

Sagrado, sublime. Alguém extremamente agitado que ama a liberdade, mas sofre por ser ansioso. Aprende fácil e gosta de ser elogiado. www.semprematerna.com.br

25


Novidade

Voce ja conhece a PBKIDS BABY? PBKIDS Baby é o espaço dedicado exclusivamente às gestantes, mamães, bebês e papais com tudo o que é necessário desde a gravidez até os primeiros anos de vida do pequeno. Idealizado no conceito “in-store” que nada mais é do que uma loja dentro da loja, PBKIDS Baby é o endereço ideal para quem busca desde itens para a montagem do ninho do bebê, como carrinhos e acessórios, até os brinquedos que vão ajudar no desenvolvimento do filhote. Mais que inovador, o espaço Baby é um carinho da empresa com seu público, reconhecendo que cada fase da vida precisa ser tratada separadamente. “Como mulher e mãe percebi a importância de um universo segmentado”, conta Heidi Pilnik, uma das fundadoras da marca.

Outra boa notícia é que PBKIDS Baby tem equipe treinada exclusivamente para o conceito, ou seja, mais que vendedoras, os clientes encontrarão profissionais preparadas para atender cada dúvida e orientar na escolha do melhor produto. Ao lado da Sempre Materna em todas as ferramentas: revista, portal e cursos, PBKIDS Baby promete apresentar muitas novidades. Acompanhe outras notícias, campanhas e eventos em nossos canais de comunicação e não deixe de visitar o hotsite criado especialmente para os clientes PBKIDS Baby. Veja todos os nossos endereços, além de conteúdos especiais sobre o universo materno-infantil. www.semprematerna.com.br/pbkidsbaby

Relacao de Lojas com ESPAcO BABY: São Paulo – Capital - Higienópolis (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Rua Dr. Veiga Filho, 404 • Higienópolis - Fone: (11) 3666-2389 • Jardins (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Av. Rebouças, 2538 • J. Paulistano - Fone: (11) 3060-9808 • Shopping Eldorado (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Av. Eusébio Matoso, 3970 - Piso 2 - Fone: (11) 3819.2515 • Shopping Jardim Sul (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Av. Giovanni Gronchi, 5819 – Piso 2 • Morumbi - Fone: (11) 3749-1348 • Shopping Cidade Jardim (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Av. Magalhaes de Castro, 12.000 1° Piso • Butantã - Fone: (11) 3758-2146 • Shopping Anália Franco (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Av. Regente Feijó, 1739 • Jd. Anália Franco - Fone:(11) 2643-4059 • Morumbi Shopping (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Av. Roque Petroni Jr, 1.089 - Térreo • Brooklin - Fone: (11) 5181-6296 • Shopping Vila Olímpia (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Av. Das Olimpiadas, 360 - LUC325 - P2 • Vila Olímpia - Fone: (11) 3047-6261 / (11) 3047-6260 • Shopping Center Mooca (PBKIDS e PBKIDS BABY) - R. Capitão Pacheco e Chaves, 313 - LJ 142 - 2º piso - Vl. Prudente - Fone: (11) 3548-4896 • Grande São Paulo - Shopping Granja Viana (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Rodovia Raposo Tavares, KM 23,5 , 2780 LUC 301 - térreo - Fone: (11) 4613-6565 • Barueri - Shopping Tamboré (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Av. Piracema, 669 – Piso térreo - Fone: (11) 2166-9815 • Shopping Iguatemi Alphaville (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Alameda Rio Negro, 111 - Piso L - Fone: (11) 4209-1740 • ABC - Shopping ABC – Santo André (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Av. Pereira Barreto, 42 Piso PB - Fone: (11) 4437-1099 - Park Shopping São Caetano (PBKIDS e PBKIDS BABY)- Alameda Terracota, 545 Luc 2022 Pavimento Terreo - Piso superior - Santo Antonio - Fone: (11) 4233-8337 • São Paulo – Interior - São José dos Campos (PBKIDS e PBKIDS BABY) • Shopping Center Vale - São José dos Campos (PBKIDS e PBKIDS BABY) • Shopping Center Vale - Av. Deputado Benedito Matarazzo, 9.403 Pav. Superior • Jd. Paulista - Fone: (12) 3921-1012 • Shopping Iguatemi (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Av. Iguatemi, 777 - Piso 1• Vila Brandina - Fone: (19) 3255-2571 • Parque D. Pedro Shopping (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Av. Guilherme Campos, 500 • Jd. Santa Genebra - Fone: (19) 3756-7845 • Ribeirão Preto - Shopping Santa Úrsula (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Rua São José, 933 - Piso Térreo • Centro - Fone: (16) 3625.0599 • Av. Deputado Benedito Matarazzo, 9.403 Pav. Superior • Jd. Paulista - Fone: (12) 3921-1012 - Av. Iguatemi, 777 - Piso 1• Vila Brandina

26

Sempre Materna


Superdica do pebezinho O poder relaxante do banho Além da função de higienizar, o banho é ótima ferramenta para acalmar a criança. Que tal fazer um teste?

Encha a banheira com água morna (por volta dos 36 ºC) e adicione uma gota de óleo essencial ou de camomila. Coloque o bebê na banheira, começando pelos pezinhos (assim, ele não se assusta com a água), ofereça algum brinquedo para que ele se distraia. Ligue o som e deixe um fundo musical bem baixinho, de preferência com sons instrumentais ou que remetam à natureza. Massageie o bebê fazendo movimentos circulares nas costas, na cabeça e nas mãozinhas. Dessa maneira ele vai sair do banho sereno e pronto para curtir um delicioso cochilo!

• • •

Banheira Puj Criada para bebês de 0 e 6 meses, a banheira PUJ traz praticidade e higiene à rotina das mamães. A peça se adapta a pia do banheiro e sua estrutura se mantém aquecida pelo calor da água, deixando as costas da criança em temperatura adequada. O material macio e flexível envolve o corpo do bebê, protegendo a pele de qualquer superfície fria. Além de tudo, a PUJ é prática e fácil de guardar. Não ocupa espaço como as outras banheiras e pode ser levada para passeios e viagens.

• Shopping Iguatemi (PBKIDS e PBKIDS BABY) Fone: (19) 3255-2571 • Parque D. Pedro Shopping (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Av. Guilherme Campos, 500 • Jd. Santa Genebra - Fone: (19) 3756-7845• Ribeirão Preto - Shopping Santa Úrsula (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Rua São José, 933 - Piso Térreo • Centro - Fone: (16) 3625.0599 • Outros Estados - Curitiba – PR - Park Shopping Barigui (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Rua Prof. Pedro Viriato P. Souza, 600 Piso Superior • Mossungue - Fone: (041) 3317-6296 • Mueller Shopping (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Avenida Cândido de Abreu, 127 Nível G3 • Centro - Fone: (041) 3018-3771 • Maringá – PR - Shopping Maringá (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Avenida São Paulo, 120 - Loja 413 a 417 • Zona Central • Rio de Janeiro-RJ - Barra Shopping (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Av. das Américas, 4666 P4 – Nível Lagoa - Fone: (21) 2431-8793 • Shopping Rio Design Barra (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Av. das Américas, 7777 - 3º Piso • Barra da Tijuca - Fone: (21) 2431-5568 • Shopping Fashion Mall (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Estrada da Gávea, 899 • São Conrado - Fone:(21) 3322-4449 • Norte Shopping RIO (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Av. Dom Hélder Camara, 5474 | Cachambi - Fone: (21) 2178-4257 • Salvador-BA - Shopping Barra (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Av. Centenário, 2992 - piso L - Fone: (71) 3264-2975 • Shopping Center Paralela (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Av. Luis Viana, 8.544 Piso 01 • Bairro Paralela - Fone: (71) 3555-6566 • Uberlândia/MG - Center Shopping (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Av. João Naves de Ávila, 1331 • Sta. Maria - Fone: (34) 3231-5754 • Aracaju/SE - Shopping Riomar Aracaju - Av. Delmiro Gouveia, S/N – 2 Piso • Coroa do Meio - Fone: (79) 3224-9279 • Brasilia - DF - Park Shopping (PBKIDS e PBKIDS BABY) - SAI/SO Área 6580 – Centro Comercial de Compra à Varejo • Zona Industrial - Fone: (61)3234-8007 • Porto Alegre/RS - Barra Shopping Sul (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Av. Diário de Noticias, 300 Nível Jóquei • Bairro Cristal Fone: (51) 3257-9030 • Boulevard Shopping (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Av. Visconde de Souza, 776 - Loja 204/205 • Bairro Reduto - Fone: (91) 3224-5034 • Manaus/AM - Manauara Shopping (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Av. Mário Ypiranga Monteiro, 1300 Piso Castanheira • Bairro Adrianópolis - Fone: (092) 3236-2710 • Maceió/AL - Shopping Iguatemi (PBKIDS e PBKIDS BABY) - Av. Comendador Gustavo Paiva, 2990 - Lj. 292 - Fone: (082) 3235-2086 •

www.semprematerna.com.br

27


Capa

Guia da Amamentação

28

Sempre Materna


A

partir desta edição, a Sempre Materna trará guias especiais com dicas relacionadas à maternidade, cuidados com o bebê e todos os outros assuntos que envolvem o universo materno-infantil. Para começar, conversamos com a coordenadora do Grupo de Apoio ao Aleitamento Materno (GAAM) e enfermeira obstetra do Hospital e Maternidade São Luiz, Márcia Regina da Silva,

sobre as principais dúvidas em relação à amamentação, desde a lactação, cuidados com as mamas, até o apoio do papai. Segundo recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS), o leite da mamãe deve ser alimentação exclusiva até os 6 meses de vida. Só ele tem substâncias que ajudam na proteção contra infecções, além de ter papel essencial para o crescimento e desenvolvimento do filho.

Anatomia

Vantagens do aleitamento Bebê

É fato comprovado cientificamente: contém vitaminas, minerais, gorduras, açucares e proteínas essenciais para proteger o recém-nascido contra infecções e alergias e esses benefícios não são encontrados em nenhum outro alimento. “Além dos aspectos nutritivos, o desenvolvimento da dentição e da fala também são beneficiados”, acrescenta Márcia.

Mamãe

O aleitamento ajuda a cultivar a relação afetiva mãe-filho. É prazeroso satisfazer o filhote: o leite já é pronto para ser ingerido e com temperatura ideal. Os benefícios não acabam por aí. Após o parto, amamentar diminui o sangramento, ajuda na prevenção de anemia, auxilia o útero a voltar ao tamanho normal e reduz as chances de câncer de mama e de ovário.

Família

O empenho não é exclusivo da mamãe. É um ato construído, portanto a família não pode ficar fora da missão. “O papai tem o papel fundamental de encorajá-la. A vovó também pode auxiliá-la, pois já passou pela experiência incrível da maternidade”, explica a coordenadora.

Existem diferentes tipos de mamas, mas nenhuma estrutura impede a amamentação. Os bicos são classificados em: protuso (saliente), plano (achatado) e invertido (para dentro). “Se a pega estiver correta, em qualquer tipo de seio o bebê consegue sugar. Para isso, ele deve abocanhar a parte escura do peito (aréola) e não apenas o bico. Isso ajuda também a não machucá-la”, esclarece.

Fissuras e rachaduras

Ocorrem quando o posicionamento ou pega do filhote estão inadequados. Quando surgem geram desconforto e ardência na região. Para cuidar não é necessário utilizar sabão, álcool e outras substâncias. “Basta aproveitar o próprio leite, depois da mamada, passando-o ao redor da aréola, levemente, sem friccionar”, aconselha.

Produção

Lactação

Comandado pela glândula chamada hipófise, localizada no cérebro, o processo ocorre quando o bebê suga o peito, resultando na liberação de dois hormônios: prolactina - responsável pela produção - e ocitocina - responsável pela ejeção. “Logo após o parto a prolactina começa a estimular as glândulas mamárias, por isso é importante amamentar o quanto antes, assim desencadeia o processo de preparação e descida do leite”, diz a coordenadora. É fácil perceber quando ele está se aproximando. www.semprematerna.com.br

29


“Os principais sinais são: calafrio, febre baixa (máximo de 37,5 °C), seios quentes e pesados e região areolar entumecida”, complementa.

Aspectos

Antigamente, era comum ouvir falar em “leite fraco”, hoje isso não passa de um mito. A verdade é que a aparência muda conforme a fase da amamentação. “Nos primeiros dias ele é mais concentrado, nutritivo, com muitos anticorpos e considerado a primeira vacina do filho. É conhecido como colostro e dura em média cinco dias”, diz a especialista. Após esse período, o peito produz um alimento adequado às necessidades do bebê, mudando de aparência conforme a duração da mamada. No início é aguado e, quando maduro, mais gorduroso. Colostro • Grosso e amarelo. • Primeiro leite da mamãe. • Produzido em menor quantidade. • Primeira imunização do bebê, pois protege de infecções. • Rico em proteínas, minerais e vitaminas. • Contém pouca gordura.

Leite de transição • Aguado e quase transparente. • Aumento de gordura. • Diminuição de proteínas e minerais.

Leite maduro • Fino e branco. • Rico em proteína, lactose, vitaminas, minerais e água. • Essencial para nutrição e ganho de peso.

30

Sempre Materna

Como amamentar Para começar é ideal dispor de descanso, conforto e segurança. Todo cuidado deve ser adotado para que seja especial. “É preciso deixar o momento tranquilo, apenas para essa tarefa: desligue celulares, não atenda às campainhas, não deixe itens pendentes em outros cômodos”, recomenda Regina. A posição deve ser a mais aconchegante possível, tanto para a mamãe quanto para o filho. Usar travesseiros (costas) e almofadas para amamentação (braços) ajuda para ter conforto.

A pega correta É possível perceber a “pega” correta, observando se a boca está bem aberta, os lábios virados para fora (boca de peixinho) e o queixo toca o peito da mamãe. “Outra atenção é o formato da bochecha que precisa ficar redonda (cheia) e a língua deve envolver o bico. Nesse processo a aréola fica mais visível na parte superior que na inferior”, comenta Márcia. Quando satisfeito o filhote solta sozinho o seio. Mas, se for preciso interromper a mamada, basta colocar a ponta do dedinho no canto da boca dele até fazê-lo soltar. Esse procedimento evita machucar os dois. Após amamentar, pode contar com o apoio de outro familiar, como o papai ou vovó para eructação do bebê. “Levante-o, apoie a cabeça dele no ombro e aguarde a liberação de ar, lembrando que nem sempre é audível.”


Posições do bebê Tradicional:

Segurado do mesmo lado da mama oferecida, ele fica com a barriguinha de frente com a da mamãe.

Invertida:

O recém-nascido fica do mesmo lado do seio em que ele está sugando, com as pernas voltadas para trás e apoiadas numa almofada.

Cavalera:

Montado na coxa materna, essa posição permite maior contato visual. O filhote fica sentado de frente para a mamãe e entre as pernas dela.

Gêmeos:

É possível amamentar os dois ao mesmo tempo de forma confortável com um na posição invertida e outro na tradicional.

www.semprematerna.com.br

31


Ordenha

Armazenamento em 15 passos: 1º Retire anéis, pulseiras e relógio; 2º Escolha um frasco de vidro incolor com tampa plástica;

3º Lave bem com água e sabão e depois ferva

a tampa e o frasco por 15 minutos, contando o tempo a partir do início da fervura (processo de esterilização do recipiente); Mamas muito cheias dificultam a pega. Com isso, o bico do peito pode rachar e ficar dolorido. A retirada do leite materno antes da mamada, alivia e torna a amamentação mais fácil para o bebê. Este processo recebe o nome de ordenha. Pode ser feita também para outras necessidades. Veja:

•Quando mamãe e bebê não podem ficar juntos; •Dificuldade de sucção; •Deseja doar o excedente; •Precisa viajar e não pode levá-lo; •Leite em excesso; •Quando o filho está com pouco peso, defor-

midade na boca, dificuldade para respirar ou falta de coordenação para a sucção.

4º Escorra vidro e tampa sobre um pano lim-

po até secar. Depois de secos feche bem o frasco;

5º Identifique o frasco de vidro com seu

nome, data e hora da coleta;

6º Coloque uma touca ou um lenço no cabelo

e amarre um lenço/tecido limpo à boca;

7º Lave as mãos até o cotovelo com água e sabão; 8º Lave as mamas apenas com água limpa; 9º Coloque o polegar acima da linha onde

acaba a aréola e os dedos indicador e médio abaixo dela;

10º Firme os dedos e empurre para trás em

direção ao tronco;

11º Aperte o polegar contra os outros dedos

com cuidado;

12º Não deslize os dedos sobre a pele. Aperte

e solte, muitas vezes;

13º Despreze os primeiros jatos ou gotas; 14 º Em seguida, abra o frasco e coloque a

tampa sobre a mesa, com a parte interna voltada para cima;

15º Retirá-lo com as mãos ou com bomba ma-

nual ou elétrica e ao terminar, feche bem o frasco. 32

Sempre Materna


Como guardar o leite com segurança Guarde-o coletado no freezer ou congelador, bem tampado e devidamente identificado por, no máximo, 15 dias. O mesmo vidro pode ser completado com outras coletas (no mesmo dia), deixando sempre um espaço de dois dedos entre a boca do frasco e o líquido. No outro dia, comece com outro recipiente.

Descongelando O frasco deve ser retirado do freezer ou congelador e amornado em banho-maria. Não deve ser fervido e nem aquecido em micro-ondas para não destruir seus fatores de proteção. “Após descongelamento e se tiver sido aquecido, pode guardá-lo na geladeira novamente e utilizá-lo em até 12 horas”, finaliza Regina.

Após descongelamento e se tiver sido aquecido, pode guardá-lo na geladeira novamente e utilizá-lo em até 12 horas

Alimentação da mamãe As necessidades nutricionais durante o aleitamento materno aumentam. É importante redobrar os cuidados com a alimentação e se certificar de que está ingerindo vitaminas e minerais suficientes. Uma consulta com o nutricionista pode ser a melhor opção para elaborar cardápio adequado, com refeições saudáveis. Cuidado: O café deve ser eliminado ou reduzido durante a amamentação porque ele provoca agitação e irritação no recém-nascido, além de desconforto estomacal. Procure eliminar da dieta também os chás pretos, refrigerantes e chocolates, ambos contêm cafeína. Outra atitude importante é não se esquecer de consumir, principalmente, alimentos que contêm ferro e cálcio, os mais importantes para esta fase. Eles ajudam na reposição dos nutrientes que o organismo disponibiliza para a produção de leite. www.semprematerna.com.br

33


Empório Baby

A moda é ficar quentinho!

O friozinho chega com roupas charmosas e protetoras para os pequenos

Body em Tricô e algodão Alô Bebê R$ 61,50

Body menina - em interlock com algodão orgânico liso e estampado Lilica Ripilica R$ 69,90 Conjunto vestido de cotton e bolero de plush Brandili R$ 49,90

Colete microfibra Brandili R$ 59,90 Macacão em plush e tricô Alô Bebê R$ 50,00 34

Sempre Materna

Body menino - polo em interlock com algodão orgânico liso e estampado. Tigor R$ 59,90


Sempre Materna

A

Em destaque

mor e carinho fazem parte do DNA da Sempre Materna. São mais de oito anos dedicados a um público especial: futuras mamães e toda família envolvida na chegada do bebê. Esclarecer dúvidas e acompanhar a gesta-

ção, da descoberta ao nascimento, é a rotina do projeto que também é referência em cursos que vão desde gestantes até vovós e cuidadores. Todo este talento e sucesso deu destaque na mídia nacional, veja as principais:

Site

• • •

Folha Dirigida – Anúncio do Projeto Sempre Materna In Company na TAM Linhas Aéreas; Folha.Com – Matéria sobre as corporações que investem em programas para funcionárias grávidas; Agito SP – Sempre Materna & PBKIDS: Parceria de Sucesso.

Blog

Amandica Indica – Com o auxílio constante da Sempre Materna, casais grávidos ganham serviço “delivery”.

Impresso

• • • •

Revista Estilo Baby – Divulga receitas de drinques sem álcool, ideais durante o período gestacional; Jornal Empresas e Negócios – Aborda a ferramenta VIP da marca; DCI/SP – Destaca as palestras In Company na Telefonica-Vivo; Jornal Cruzeiro do Sul/Sorocaba/SP – Publica sugestões da Sempre Materna para a primeira viagem com o filhote.

Rádio

Rádio Capital AM - Diretora da marca, Keila Cristiuma, fala sobre a atualização das vovós modernas e antenadas no Clube da Vovó.

TV

• •

RIT TV e TV Gospel - Dicas para as puérperas sobre os cuidados com o recém-nascido; Programa Hoje em dia da Rede Record – Conversa com Keila Cristiuma e algumas aprendizes que realizaram o workshop de reciclagem para vovós.

Informações e inscrições: (11) 3881-0002 Email: cursos@semprematerna.com.br

www.semprematerna.com.br

35


Educação

Ouvir histórias desenvolve a imaginação e a criatividade infantil

36

Sempre Materna


D

urante muito tempo acreditou-se que a leitura só poderia ser feita quando o filho aprendesse a falar, por volta dos 2 anos. Hoje, sabe-se que, a partir da 20ª semana de gestação, o aparelho auditivo do feto já está formado e ele pode escutar tudo. Da respiração materna aos ruídos externos. A fim de fazer essa comprovação, pesquisadores tocaram os mais variados tipos de sons desde buzinadas até música clássica, próximo à barriga de mulheres grávidas. Com a ajuda do ultrassom, foi constatado que a vida intrauterina apresentava reações e expressões de nervoso ou prazer, dependendo do barulho. Portanto, futura mamãe, ler em voz alta é ótimo exercício. Sua fala produz vibrações que estimulam o bebê e aumentam o vínculo entre vocês dois. Não deixe de incluir o papai na atividade. Após o parto essa prática deve ser ainda mais frequente. Conviver com a linguagem produz efeitos positivos no mecanismo cognitivo do recém-nascido. Até o 6 anos ele terá vocabulário rico, com cerca de 600 palavras, o que implicará melhor desempenho no futuro processo de alfabetização e no relacionamento interpessoal.

Por onde começar

A doutora em Educação, Vanda Minini, diz que a escolha do livro determina percepção e cautela dos pais. “O correto é procurar

nas livrarias profissionais especializados que indiquem obras literárias com a faixa etária adequada. Cada fase traz diferentes interesses e motivações.”

Material

No mercado há infinidade de opções criadas exatamente para satisfazer os baixinhos. Existem publicações de papel, plástico, borracha (EVA), tecidos, madeira, em CD com músicas e, até mesmo, virtuais. Essa vastidão de texturas e formatos explora as percepções sensoriais. “O neném vê o livro como brinquedo, cria vínculos com ele e, assim, identifica a grafia e forma seu primeiro contato com o mundo da escrita, que começa a ser trabalhada de forma divertida e lúdica”, ensina Vanda.

Legado para toda a vida

A pessoa habituada aos textos desde bebezinha se torna mais hábil. Com a imaginação solta, apresenta melhor rendimento nos estudos e tem mais chances de obter sucesso na carreira. A Fundação Nacional de Leitura Infantil dos Estados Unidos garante que, para a criança de 0 a 5 anos, cada ano ouvindo historinhas representa 50 mil dólares a mais na renda, quando se torna adulta. Solucionar problemas do cotidiano também fica mais fácil. “Com o ‘faz-de-conta’, aprende-se a encarar situações difíceis como traumas, medos e mudanças”, explica a educadora.

Onde encontrar Muitas editoras têm apostado na literatura para primeira infância. Algumas são especializadas no ramo, outras criaram linha exclusiva para os pequenos leitores. Conheça alguns nomes e aproveite para começar a montar sua biblioteca doméstica. Ciranda Cultural - www.cirandacultural.com.br Companhia das Letrinhas - www.companhiadasletrinhas.com.br Caramelo - www.carameloed.com.br Brinque-Book - www.brinquebook.com.br Todolivro - www.todolivro.com.br Editora Maco - www.livrosdepano.com.br Editora Biruta - www.editorabiruta.com.br Salamandra - www.salamandra.com.br www.semprematerna.com.br

37


Babyoteca

Supermix Cultural Para curtir em família

SIMONE CAVE E DR .ª CAROLINE FERTLEMAN

Brincadeiras criativas para bebês inteligentes Vol. 1

L

ivro que apresenta atividades que estimulam e desenvolvem o raciocínio e as habilidades motoras das crianças de 0 a 6 meses. Autoras: Simone Cave e Caroline Fertleman Editora: Coquetel Páginas: 96

Como nascem os pais

O

bebê chegou. E agora? Este livro desvenda os caminhos do processo de tornar-se pai. O autor conta a experiência que adquiriu durante o dois primeiros anos de sua filha. Autor: Renato Kaufamann Editora: Mescla Páginas: 208 38

Sempre Materna

U

Amigos da selva

m livro-brinquedo “animal”, cheio de cores e surpresas para divertir os pequenos a partir de 12 meses. Ao levantar as abas gigantes eles encontrarão novas amizades da floresta. Autora: Stephen Barker Editora: Salamandra Páginas: 10

G

Um bebê em casa

uia prático para orientar mamães de primeira viagem a cuidar da saúde e do bem-estar delas e do bebê, além de tornar prazerosa e enriquecedora a relação entre mãe e filho. Autora: Chris Flores Editora: Panda Books Páginas: 134

O Crítico Infantil episódio 01: O Lorax Renato Kaufamann

L

evei minha filha Lucia e Maria, minha para-sempre-enteada, para assistir ao filme “O Lorax – em busca da Trúfula perdida”. Para começar não sei porque fiz isso, detesto o Dr. Seuss e também detesto musicais, mas essa foi uma surpresa desagradável, não um obstáculo enfrentado voluntariamente. Em vez de ficar aqui falando se a mensagem ecológica do filme está certa ou mal-guiada, vou por outro caminho. A culpa é da família. Sim, o vilão do filme, o que não se redime, sofre de desmesurada ganância. O personagem que é responsável pela catástrofe natural e que se redime tem outros problemas. Rejeitado pela família, que tem certeza que ele não vai dar em nada, sua busca é pra agradar aquele bando de sanguessugas. Ele acaba perdendo sua identidade para ser finalmente aceito. Quando não tem mais árvores ou dinheiro, sua família vai embora e elege um novo filho favorito. A Maria não gostou do filme. A Lucia não gostou de quando acabam as árvores e ficava perguntando “ele está triste?”. Depois ela ficou feliz com a semente. Moral da história? Odeio musicais. Renato Kaufmann é jornalista e autor dos livros “Diário de um Grávido” e “Como nascem os pais”


Cantinho São Luiz

O bebê e a mamãe merecem

Atendimento personalizado e humanização você só encontra no Hospital e Maternidade São Luiz

Para todos os recém-nascidos A triagem neonatal, popularmente conhecida como teste do pezinho, é um exame laboratorial coletado até 48 horas após o nascimento do bebê, pela APAE – Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais de São Paulo. De suma importância, essa picadinha no calcanhar do RN detecta precocemente doenças metabólicas, genéticas e infecciosas. Como mais um serviço de conforto para a mamãe, sete dia após a alta hospitalar ela tem acesso ao resultado pelo site da maternidade – www.saoluiz.com.br . Já o laudo impresso é enviado pelo correio.

Prevenção garantida Após o parto e durante os dias de internação na maternidade mãe e filho são cercados de cuidados. No São Luiz, o atendimento passa também pela imunização. O recém-nascido recebe a primeira dose do esquema de vacinação da hepatite B nas primeiras 12 horas de vida e a mamãe a tríplice viral que combate a rubéola congênita deixando-a protegida para uma próxima gestação. Vale destacar que o vírus da rubéola é capaz de penetrar na placenta e contaminar o feto causando desde má formação até aborto.

Acompanhamento personalizado Após tratamento e alta hospitalar, o bebê que apresentou icterícia ao nascer retorna ao ambulatório para avaliação exclusiva com a mesma equipe de profissionais que o acompanhou. A mamãe também conta com serviço personalizado. Durante os primeiros dias de amamentação, ela recebe supervisão e orientação das enfermeiras do hospital. 40

Sempre Materna


Elimina 99,9% dos germes testados: E. coli, S. aureus.

Agora todas as crianças vão adorar lavar as mãos. Já os germes vão odiar.

Chegou Dettol No-Touch. Seu exclusivo sensor automático libera o sabonete sem precisar tocar em nada. É a maneira mais pura de eliminar 99,9% dos germes.

www.semprematerna.com.br

41


Astral

Horóscopo do bebê Agitado, tranquilo ou manhoso? De acordo com a astrologia, o signo do pequeno revela sua personalidade. Confira: Fonte: Instituto Omar Cardoso

Áries (de 21/03 a 20/04) A criança nascida sob Áries é dotada de muita energia e não gosta de rotina. Geralmente, aprende a falar e andar antes de outras da sua idade. Dinâmica, está sempre pronta para alguma travessura. Gosta de atenção, chora e se acalma facilmente.

Touro (de 21/04 a 21/05) O taurino geralmente é robusto. De natureza amorosa e gentil, gosta de sons e cores. As brigas mexem muito com o seu equilíbrio, assim, é importante haver harmonia na família. É teimoso, possessivo e ciumento. Fica feliz quando faz suas próprias escolhas.

Gêmeos (de 22/05 a 21/06) É ativo e gosta de variedade. Quando começar a sentar e engatinhar, procure cercá-lo de brinquedos diferentes. Impaciente e curioso está sempre envolvido com mais de uma coisa ao mesmo tempo. O geminiano conquista amigos facilmente.

Câncer (de 22/06 a 22/07) É inquieto, individualista e tem ótima memória. O bebê adora ser mimado. Procura esconder suas emoções. Apega-se facilmente aos avós ou outros parentes por ser carinhoso e afetivo. É influenciado pela infância e pela vida familiar para o resto da vida.

Leão (de 23/07 a 23/08) É alegre e fica agressivo quando se sente ameaçada. A criança leonina gosta de desafios. É inteligente e rápida para aprender e é importante impor-lhe disciplina e criar o hábito de se concentrar. Tem ares de superioridade, por isso, a mamãe deve ponderar suas exigências. 42

Sempre Materna


Virgem (de 24/08 a 22/09) Charmoso e atento a tudo que acontece à sua volta. Necessita de elogios para acreditar que é tão bom quanto os outros. Pode ficar inquieto na hora de comer. Organizado, fica bravo se alguém tirar suas coisas do lugar. Desde cedo deve ser orientada a não ser tão perfeccionista.

Libra (de 23/09 a 23/10) Gosta de ser bajulado, mas não tentem enganá-lo facilmente, pois tem um “faro” instintivo e natural para armadilhas e trapaças. É bem comportado até quando sente raiva. O bebê libriano não é bom para tomar decisões, pois se guarda na neutralidade. Não gosta de fazer o que não quer.

Escorpião (de 24/10 a 22/11) Adora desafios e não gosta de ceder. Possui sentimentos e emoções fortes. Deve ser tratado com cuidado, pois apresenta mudanças extremadas. Muito leal, também cobra lealdade. É uma criança apaixonante, sem problemas de sociabilidade.

Sagitário (de 23/11 a 21/12) Gosta de honestidade e precisa de liberdade mental e física. É de natureza adaptável, entusiasmada e gosta de independência. Chora por um colinho... É preciso mantê-la sempre em atividade, pois não gosta de desperdiçar tempo quando está à vontade.

Capricórnio (de 22/10 a 20/01) Adapta-se facilmente à rotina. Ama sua família e sua casa e quando cresce tem poucos amigos porque é uma criança seletiva. Determinada e disposta, não recuando diante de obstáculos e desafios. Devagar, mas firmemente, busca o que quer.

Aquário (de 21/01 a 18/02) É sensível, individualista e não gosta de comando. Não é fácil acompanhar o seu pensamento sempre imprevisível. São excêntricos e tem grandes ideias, mas precisa de incentivo e apoio para concretizá-las.

Peixes (de 19/02 a 20/03) Angelical e gracioso, precisa de atenção e afeto porque é muito vulnerável. Sensível por natureza magoa-se facilmente e não é nem um pouco materialista. Gentileza, compaixão, compreensão, tolerância são suas maiores características, além da grande intuição. www.semprematerna.com.br

43


Sempre Paterna

Na ponta do lápis O nascimento do bebê transforma a vida de qualquer família, para melhor, é claro. Mas as mudanças se estendem ao bolso do casal e exigem planejamento financeiro

B

eta HCG positivo em mãos, além de cuidar da gestação, como apresentamos na matéria da página 6, é preciso também pensar nos gastos que estão por vir. Pesquisas mostram que do nascimento à formatura, uma família de classe média investe cerca de R$1,2 milhão na educação do filho. O professor e educador financeiro Mauro Calil ensina que a melhor maneira de começar a se orga44

Sempre Materna

nizar é montar planilha com todas as contas. Devese incluir itens como enxoval, fraldas, leite e até a escolinha. Dessa forma, é possível reduzir o número de imprevistos que, geralmente, acontecem. “Se o casal já faz esse tipo de controle e planejamento orçamentário, basta acrescentar uma nova linha chamada “bebê”. Nela colocará tudo o que consome dinheiro antes e depois do parto. E isso pode ser feito mesmo antes da gravidez”, explica.


Como economizar O recém-nascido aumenta as despesas da casa em cerca de 15%. Por isso, nesse momento, economia deve ser a palavra de ordem. O professor recomenda pechinchar em berços e outras mobílias, em brinquedos e até no enxoval. “Lembre-se que o neném não conhece marcas, apenas necessita de cuidados, alimentação e amor.”

Investimento Apesar da poupança ser boa opção, o economista diz que a melhor forma de guardar dinheiro é a partir da construção da carteira de ações. “Parece estranho, pois há mitos de riscos infinitos nesse modelo de investimento e seria falta de prudência, até maldade, expor a criança a esse risco, mas Bolsa é sinônimo de longo prazo e tempo é algo que não falta para alguém que acabou de nascer.” Ao trocar de 20% a 30% dos brinquedos que serão comprados ao longo da vida por aplicações em empresas sólidas e boas pagadoras de dividendos, é possível juntar uma quantia considerável. Mas antes de se empolgar, é primordial entender bem o assunto e procurar profis-

sionais que saibam identificar o tipo de negócio certo para o perfil e a renda da família.

Para sair do vermelho O casal “grávido” que está endividado precisa identificar os débitos que mais prejudicam o orçamento, geralmente aqueles que pagam mais juros. “Costumo dizer que a grande herança que podemos deixar aos nossos filhos é, simplesmente, o fato de não depender deles na terceira idade”, comenta Calil. O próximo passo é limitar o enxoval ao que é realmente essencial. Vale apostar no clássico chá de bebê para juntar alguns produtos essenciais como fraldas e macacões. No caso dessa não ser a primeira gestação, é possível aproveitar peças do primogênito, como roupas, berço e carrinho.

Conselho de especialista “Quando questionados, pais, padrinhos e avós respondem que desejam saúde, educação e sucesso para suas crianças. Então reforço a dica, troque brinquedo por investimento e forme patrimônio. Isso é um ato de amor. Pouquíssimos são os casais que podem dormir tranquilos dizendo que o estudo de seus filhos está garantido”, finaliza Mauro.

Homo Sapiens

O

espaço é reservado para papais, mas nesta edição a Sempre Materna fez diferente: convidamos um profissional para falar sobre os desafios de quem busca o sonho da paternidade. “Infertilidade é uma ocorrência natural na humanidade. Nos primórdios, não era tão comum quanto hoje. Naquela época, não existiam jeans e cuecas sintéticas e o que os homens usavam eram roupas confortáveis e simples, feitas de algodão. Nos seus hábitos alimentares não continham quaisquer conservantes químicos. Não existiam fast food nem comidas enlatados contendo alto teor de chumbo. Os alimentos, apesar de

simples, eram frescos. Os homens comiam peixes pescados em rios e lagos ainda não poluídos. Colhiam seus mantimentos básicos como legumes, arroz e trigo, sem produtos químicos, fertilizantes ou inseticidas. Na antiguidade, também não havia emissoras de TV, estações de rádio, meios de comunicação de radar e até mesmo celulares que os prendessem em conversas por horas. Tinham apenas a conversa por sinal de fumaça, o que não apresentava qualquer risco radiação. “ Dr. Pedro Rozolen Urologista do Hospital e Maternidade São Luiz

Coluna do papai Mande sua história, seu desabafo, seu modo de encarar a paternidade, ou seja, participe desse espaço Sempre Paterna. Telefone: (11) 3881-0002 / email: semprepaterna@semprematerna.com.br

www.semprematerna.com.br

45


Empório da Mamãe

Quentinha e na moda

Nesse inverno, as futuras mamães vão arrasar! Confira nossas sugestões de peças para a estação:

Casaquinho Aberto Tricô R$ 268,00 Blusa Onça com Tule Lyocel R$ 148,00 Calça Juliana Chevron R$ 288,00

Casaco Listrado Mescla Tricô R$ 268,00 Blusa Manda Curta Franzida Viscolastic R$ 288,00 Calça Barra Italiana Nilo R$ 268,00

Camisa Pregas Tricoline R$ 298,00 Calça Juliana Chevron R$ 288,00

Casaco Abotoamento duplo Tricô R$ 420,00 Vestido Manga Bufante Moleton R$ 288,00 46

Sempre Materna

Cinto Laço Couro R$ 48,00 Vestido Marias Curto Tricô R$ 328,00


Empório do Papai

Aqueça o inverno com estilo

Também para o papai, dicas de moda para aquecê-lo com sofisticação e bom gosto. Confira as peças:

Moletom flanelado M/L com bolso frontal e capuz Star Point R$ 285,00

Patrick Dempsey Legacy Eau de Toilette Spray 75 ml AVON R$ 67,00

Sapatênis em couro com camurça, forro em couro, sola de borracha CNS R$ 229,00 Calça jeans com recorte reto HB R$ 179, 97

Jaqueta estilo rocker, com modelagem inspirada nos anos 60 Star Point R$ 369,95

Tradicional camisa em flanela xadrez em manga longa HB R$ 199,92 www.semprematerna.com.br

47


Segurança

É melhor prevenir Cuidar do bebê exige cautela e (muita) atenção. Para evitar riscos é preciso preparar cada cantinho do lar

O

s pais tendem a acreditar que a casa é o lugar mais seguro para seus filhos, mas não sabem que ela pode esconder grandes perigos como tomadas, quinas de móveis, remédios, produtos de limpeza, janelas, escadas, entre outros. Segundo dados do Ministério da Saúde, no Brasil, acidentes ou lesões não-intencionais representam a principal causa de morte infantil na faixa etária de 1 a 14 anos. A pediatra do Hospital e Maternidade São Luiz, Alessandra Cavalcante, explica: “Não há necessidade de alterar a rotina do lar, mas é imprescindível lembrar que as crianças pequenas não têm capacidade de identificar situações de risco.” Entre os acidentes domésticos mais comuns estão intoxicações por medicamentos e produtos de limpeza. “Nesses casos, recomenda-se procurar imediatamente o pronto atendimento mais próximo”, orienta Alessandra.

48

Sempre Materna

Cuidados na Casa

A Organização não Governamental Criança Segura, que se dedicada à promoção da prevenção de acidentes infantis, dá algumas dicas:

Sala Janelas e sacadas: Instale grades ou redes de segurança. Escadas: Use portões no topo e no início delas. Tomadas: Para não provocar choques elétricos, cubra todas as tomadas que não estão em uso e proteja os fios. Há no mercado produtos próprios para esta função. Móveis: Evite peças com quinas afiadas e, preferencialmente, acomode-as longe de janelas e cortinas.


Banheiro Água: Teste a temperatura da água com o dorso da mão ou cotovelo antes do banho. Medicamentos: Mantenha remédios, vitaminas, produtos de higiene e outros que ofereçam perigo de intoxicação em armários trancados. Vaso sanitário: Sempre deixe a tampa fechada e travada. Banheira: Supervisione o banho do bebê. Qualquer descuido pode causar acidentes e, até mesmo, óbito por afogamento.

Área de serviço Baldes, bacias e caixa d’água: Esvazie todos os baldes e bacias e guarde-os virados para baixo. Feche a caixa d’água e amarre a tampa. Produtos de Limpeza: Devem estar trancados fora do alcance das crianças.

Cozinha Quarto Brinquedos: Ao comprá-los, busque o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro). Não leve produtos com pontas afiadas como flechas e os que produzem sons altos. Verifique a faixa etária e as indicações do fabricante. Berço: Sufocamentos podem ser causados por brinquedos, travesseiros e lençóis dentro do berço. Ao adquirir o móvel, certifique-se com o fornecedor que o espaço entre as grades tenha, no máximo, 6 cm.

Fogão: Use as “bocas” de trás e tenha cuidado com panelas quentes. Fósforos e álcool: Com fogo não se brinca! Mantenha fósforos, isqueiros e álcool fechados e em lugares de difícil alcance. Comidas e bebidas quentes: Não utilize toalhas sob recipientes com alimentos e líquidos quentes, pois o bebê pode puxá-las e derrubar o conteúdo sobre ele. Facas e objetos cortantes: Deixe em lugares aos quais os filhos não tenham acesso.

www.semprematerna.com.br

49


Com Você

Mãe de primeira viagem

D

escobri minha gravidez aos 17 anos e fui mãe aos 18. No começo fiquei completamente perdida, não sabia muita coisa e não tinha orientação. Mas depois, recebi ajuda da minha mãe e das minhas tias, que foram muito atenciosas e me ensinaram tudo que sabiam. Foi útil. Hoje, aos 20 anos, com um bebê de 1 ano e 9 meses, aprendi muito, mas se vier outro bebê (daqui a alguns anos espero) muita coisa será diferente. Não consegui amamentar meu filho. Ele não pegou o peito por nada. Tive acompanhamento de nutricionista, psicóloga, enfermeiro, todo tipo de profissional, mas nada funcionou. Hoje conheço técnicas essenciais para uma amamentação adequada, posso até ousar dizer que me especializei no assunto. Ser mãe é a experiência mais maravilhosa na vida de uma mulher. É ter o mundo em suas mãos. Cuidar, proteger e viver em prol de uma pequena pessoa que, a partir do momento que vem ao mundo, passa a ser a mais importante e amada. Amo, acima de tudo, ser mãe, que não é só dar beijinhos e dizer sim pra tudo. É muito mais que isso! É dar carinho, atenção, dizer não quando preciso e educar, o que é mais difícil. Aprendo, a cada dia, a melhor maneira de ser boa mãe para meu pequeno travesso. Priscilla Marques Mãe do Pedro Henrique de 1 ano e 9 meses.

Onde encontrar

50

EMPÓRIO MAMÃE

ZAZOU MODA GESTANTE - SAC: (11) 3846-6511

EMPÓRIO PAPAI

CNS - SAC: 0800 773 2344 CONVICTO - SAC: 0800 447171 AVON – SAC: 0800 7082866 STAR POINT - SAC: (11) 50534365 HB – SAC: (11) 4591-8610

EMPÓRIO BEBÊ

 ALÔ BEBÊ – SAC: (11) 3648-3000  BRANDILI- SAC: (47) 3353-2401  LILICA & TIGOR - SAC: 0800 8882600

Sempre Materna


SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

Wyeth Indústria Laboratórios Pfizer Ltda. Farmacêutica Ltda Rua Alexandre Dumas, 1860 São Paulo - SP Rua Alexandre Dumas, 1860 - 3º andar CEP 04717-904 - CNPJ 46.070.868/0019-98 Bairro Chácara Santo Antônio © Copyright Pfizer Ltda. 2011 São Paulo - CEP 04717-904 Todos os direitos reservados. www.pfizer.com.br.

52

Sempre Materna

Revista Sempre Materna, edição 26  

Revista sobre gestantes e recém-nascidos

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you