Issuu on Google+

Revista

SEMMEDIDA Ano 2 - Nº 2 - Março de 2010

writers Editora

Comunicação

Para quem não tem medo da fita métrica

Gastronomia

Babette, um um banquete para o paladar Moda

O charme e a elegância da Maison Spa Relacionamento

Um site que tem o par perfeito para você

Uma plus size preocupada com o nosso planeta

Erika Nemi Nesta edição o segundo volume dos Cadernos Gastronômicos Adria.


Mais Propaganda 50 mil pde a v g i e e w é a alma de s/mê s qualquer negócio Audit goog ado pe le e I lo SSUU

No ar há mais de um ano, a revista Sem Medida, todos os dias recebe uma média de 100 visitantes e, destes, 80% são visitas de pessoas que acabam de descobrir a revista. Com um conteúdo leve e de fácil leitura, temas atraentes e que incentivam quem está acima do peso a viver bem, ela é a mídia que você procurava.

O que você está esperando para colocar sua marca em evidência? Revista

SEMMEDIDA Para quem não tem medo da fita métrica

(11) 3729-3534

Contate um de nossos representantes e descubra as promoções que reservamos para você e sua empresa.


Conteúdo: um pouco de tudo para agradar a todos Antonio Larghi

Revista

SEMMEDIDA Para quem não tem medo da fita métrica

“Sem” Preposição Ausência de condição necessária. “Medida” Substantivo feminino O que não pode ou não deve ser ultrapassado; limite, termo. A revista Sem Medida é uma publicação eletrônica periódica editada pela Writers Editora e Comunicação Ltda., de acesso gratuito através do web site: www.semmedida.com.br. Os artigos publicados aqui não refletem, necessariamente, as posições ideológicas do projeto e da editora e são de inteira responsabilidade de seus autores. Editores Roberto Paes e Francisco Reis Jornalista responsável Francisco Reis (MTb: 14.887) freis@semmedida.com.br Produção gráfica e webdesign Roberto Paes rpaes@semmedida.com.br Publicidade Departamento - contato@semmedida.com.br Oscar Chiorlin - ochiorlin@semmedida.com.br Teresa Chiorlin - tchiorlin@semmedida.com.br Diego Carvalho - dcarvalho@semmedida.com.br Rafael Steinhoff - rsteinhoff@semmedida.com.br Writers Editora e Comunicação Ltda. Rua Prof. Guilherme B. Sabino, 1347 Cj 112 - Jd. Marajoara - São Paulo - SP Cep: 04678-002 Tel.: 55 (11) 3729-3534 Web site: www.writers.com.br E-mail: contato@writers.com.br

C

hegou mais um dia 28 e, com ele, religiosamente, mais uma edição da Sem Medida. Desta vez, um pouco maior do que de costume, com mais de 140 páginas, graças à segunda edição dos Cadernos Gastronômicos Adria/Sem Medida. Neste trimestre, eles trazem deliciosas receitas de outono para você. Além disso, mostrando a força e a determinação das mulheres plus size, entrevistamos a modelo mineira Érika Nemi, que divide seu tempo entre as passarelas e a defesa da sustentabilidade do planeta. Apresentamos também, o restaurante Babette, da chef Eliane Carvalho, uma cuiabana que estudou na renomada Le Cordon Bleu, em Paris. E, ainda, uma lista enorme de restaurantes que prepararam cardápios especiais para a Páscoa. Para provar de uma vez por todas que as publicações impressas em papel estão com os dias contados, mostramos o Skiff, um aparelho para leitura de publicações digitais de alta resolução e, também, quase tão fino quanto uma folha de papel. Falando sobre moda para quem, como nós, é acima do peso, apresentamos a Maison Spa, uma confecção paulistana que esbanja charme e elegância em suas criações e, com a colaboração da Kauê Modas, inauguramos uma seção voltada para ensaios de moda, ou seja, muitas fotos e pouco texto. E, seguindo esta linha em que uma imagem fala mais do que mil palavras, publicamos um ensaio fotográfico da equipe da Primelight com imagens da cidade de São Paulo. Para os meninos plus size, se bem que achamos que muitas mulheres se interessam por estes assuntos também, publicamos uma matéria sobre uma moto espetacular da Suzuki, a Hayabusa, que em 2,5 segundos chega ao 100 quilômetros por hora. Mostramos a Premium Cigars, uma boutique de charutos e presentes finos e apresentamos a Bahia Cigar Club, uma confraria para quem gosta de charutos. Voltando os olhos para a internet e tudo o que ela nos permite acessar de bom e construtivo, apresentamos o web site de relacionamentos Namoro em Peso, que promove o encontro de pessoas plus size e ainda, o portal Garotas Formosas, que com sua proposta de apresentar informações para quem está acima do peso, vem conquistando milhares de seguidores. E, finalmente, leia o artigo da colaboradora Tânia Sanches, falando sobre como é importante tomar atitudes em nossas vidas. Boa leitura, afinal, assunto é o que não falta.

SEM MEDIDA| 3


Ă?ndice 6 Perfil

Moda 50

16 Onde ir

28

Tabaco 68


Gastronomia

Motos 84

36 Comodidade

Web 104


Essa mineira de 22 anos, que mora em Lagoa Santa, além de ser alta na estatura, também sonha grande quando o assunto é sua carreira profissional. Além de trabalhar há um bom tempo como modelo, Erika está se formando em gestão ambiental e pretende atuar fortemente em defesa da sustentabilidade.

6 |SEM MEDIDA


Erika Nemi

uma plus size preocupada com o planeta onde vive

Texto: da Redação | Imagens: André Carvalho

SEM MEDIDA| 7


8 |SEM MEDIDA


E

star acima do peso, principalmente na infância e na adolescência, é uma situação que gera muita frustração por conta das piadas e da discriminação. No caso de Erika, então, além de plus size, ela sempre foi muito mais alta que as outras pessoas com quem convivia e, com certeza, também foi discriminada por isso. Ela conta que nesta fase de sua vida sofreu muito preconceito e conquistou vários apelidos ofensivos. Porém, com a ajuda da família ela conseguiu sobreviver e criar uma auto confiança inabalável. “Lembro como se fosse hoje o dia em que minha mãe me chamou e me mostrou uma lagartixa. Ela disse: ‘filha, ta vendo a lagartixa? Ela é muito parecida com um jacaré, não é? Mas ela nunca será um, assim como o jacaré nunca será uma lagartixa’. Vocês podem achar que trata-se de um exemplo bobo, sem sentido. Mas para mim, que sofria todos os dias por ser quem eu era, as palavras dela foram de grande ajuda. Ela me fez perceber que eu era alta e gordinha e nada de natural iria mudar isso. A não ser que eu fizesse regime para o resto da vida e serrasse uns dez centímetros das pernas”, diz Erika. Mas Erika conta que naquela época, mesmo com o aprendizado conseguido com sua mãe, ela não se livrou da auto rejeição com facilidade. Ela confessa que, como muitas outras pessoas, teve “vontades absurdas”, como, por exemplo, ter bulimia. “Eu achava que isso seria a solução para a minha vida. Porém, sempre com a ajuda da minha família, consegui ver que o que eu desejava tanto só me levaria a outros problemas de desajuste e quem sabe até a uma morte prematura”, diz Erika. Hoje, com 22 anos, casada há cinco, estudando e trabalhando com o Direito Ambiental e, ainda, com uma carreira de modelo plus size que está decolando, Erika diz que se sente uma pessoa feliz e bem resolvida, uma “lagartixa que sabe o que é e o que ela é capaz de fazer”. E ela se sente tão bem consigo mesma que, assim como sua mãe lhe aconselhou na infância, ela sugere a quem passou pelos mesmos problemas que ela a se enxergarem como

“Não existe beleza ou prazer algum em ser uma ‘bomba relógio’ prestes a explodir. Esteja acima do peso, mas com saúde.”

SEM MEDIDA| 9


pessoas, que não percam seu tempo lutando contra si mesmas. “Ser plus size é uma característica que a vida e ‘papai do céu’ me presentearam. Portanto, tento aproveitar isso ao máximo. Passeio com meu marido, que é homem o suficiente para exibir e pegar pela mão um mulher do meu tamanho. Hoje sei que eu ‘valho o quanto peso’ e acho que a vida nos foi dada para que a aproveitemos com intensidade”, diz Erika. Salvando o planeta

“Meu sonho é ver uma plus size na capa de uma revista dessas que ditam os padrões de saúde e beleza. Ficaria mais feliz ainda se essa modelo fosse eu.”

10 |SEM MEDIDA

Atualmente Erika estuda gestão ambiental com foco no direito ambiental. Ela explica que sua formação lhe permitirá tratar de políticas ambientais, do impacto que a atividade humana gera no meio-ambiente e dos crimes do qual o planeta é vitima todos os dias. Ela diz que sua atração pelo direito surgiu praticamente depois que nasceu. “O Direito sempre fez parte da minha vida. Sou filha de uma advogada e cresci cercada por seus clientes, passeando pelo fórum e assistindo a audiências. Cheguei até a prestar vestibular para o curso. Passei, cursei quatro semestres, mas com o surgimento de outras carreiras e possibilidades de atuação, resolvi modificar minhas tendências profissionais”, conta Erika. E disposição para salvar o planeta não falta a esta plus size. Hoje ela trabalha junto a uma rádio comunitária de sua cidade, Lagoa Santa, em Minas Gerais, tentando dar os primeiros passos de um projeto que procura reduzir, reciclar e reutilizar o lixo que a própria comunidade produz, gerando renda e ao mesmo tempo ajudando a preservar o meio-ambiente. “Com este projeto temos procurado empresários e os moradores da comunidade para que eles coletem os resíduos recicláveis para que sejam transformados em novos materiais, como, por exemplo, o óleo de cozinha em sabão, garrafas pets em adereços decorativos e artesanato, entre outras atividades. Todos acabam ganhando com isso”, ensina Erika. Já como modelo plus size, Erika nos diz que sua carreira começou na televisão, quando foi convidada por um produtor para desfilar roupas de tamanhos grandes. Ela


SEM MEDIDA| 11


12 |SEM MEDIDA


nos diz que na ocasião desconhecia completamente este mercado, mas gostou da experiência e a vivenciou por um ano. Logo em seguida, Erika descobriu que existia um mercado que requisitava este tipo de trabalho e decidiu investir na carreira de modelo. Ela conta que, como sempre teve um pé fincado no direito, antes de tomar qualquer decisão, pesquisou muitas agências de modelos e acabou optando por fazer parte do casting do Plus Size Models Guide. Ao contrário do que normalmente acontece neste ramo, Erika não acumulou experiência fotografando, mas sim atuando em frente das câmeras. “Atuo efetivamente como modelo e como apresentadora plus size há mais de três anos. Fui colunista do quadro ‘Feminices’, da TV Aletrosa (SBT-MG), que tratava sobre questões de moda e sempre mostramos assuntos relacionados ao universo plus size. Mais recentemente comecei a trabalhar como modelo em desfiles e tenho posado para fotos de catálogos de moda de confecções mineiras. O que durante minha infância e adolescência foi tanto motivo de chateação, hoje me dá uma vantagem profissional e me faz ser apreciada por todos que trabalham com o universo plus size. Acho que a ‘lagartixa’ encontrou o seu lugar no mundo”, brinca Erika. Apesar de ter experiência com este tipo de mercado, Erika não se ilude com promessas de estrelato, fama e fortuna a curto prazo. Ela nos diz que enquanto a mídia não reconhecer as pessoas que estão acima do peso como um grande mercado de consumo a carreira de modelo, masculino e feminino, estará atrelada ao mercado de vestuário, que hoje é muito pequeno para oferecer oportunidades a todos os que estão entrando nesta profissão. “Meu sonho é ver uma plus size na capa de uma revista dessas que ditam os padrões de saúde e beleza. Ficaria mais feliz ainda se essa modelo fosse eu”, brinca Erika. Para ela, este mercado só surgirá com força total daqui a alguns anos, quando caírem por terra alguns paradigmas como, por exemplo, a ditadura do manequim 36. “Arrisco dizer que algumas coisas já es-

“Com este projeto temos procurado empresários e os moradores da comunidade para que eles coletem os resíduos recicláveis para que sejam transformados em novos materiais.”

SEM MEDIDA| 13


tão mudando na cabeça das pessoas. O estereotipo da beleza surreal das passarelas já está caindo e as modelos extremamente magras já causam constrangimento às grifes. Ainda é difícil para as pessoas que estão acima do peso se aceitarem, imagine então o mercado assumir que está produzindo para pessoas que ‘querem estar acima do peso’. O mundo se acostumou a ver o excesso de peso como uma doença. Que marca quer associar seus produtos a pessoas doentes?”, explica Erika. Um exemplo para todos

“Eu achava que bulimia seria a solução para a minha vida. Porém, consegui ver que o que eu desejava tanto só me levaria a outros problemas.”

14 |SEM MEDIDA

Aliás, Erika Nemi, de doente não tem nada. Para sermos sinceros ela está esbanjando saúde e vitalidade. “Eu sou elétrica, não paro. Adoro ouvir música, assistir filmes, dançar, lidar com meus animais – cachorros e cavalos -, receber os amigos em casas para conversas animadas e, quando sobre tempo, viajar. O esporte também é algo muito importante em minha vida, algo que me mantém em equilíbrio. Costumo jogar vôlei e um outro exercício que me ajuda muito a relaxar é namorar com meu marido. Curto muito o homem que está a meu lado”, diz Erika. Segundo ela, há uma difrença em ser plus size e ter obesidade mórbida. “Eu apoio as pessoas que estão acima do peso, assim como eu, e que estão de bem com seus exames médicos. “Não existe beleza ou prazer algum em ser uma ‘bomba relógio’ prestes a explodir. Esteja acima do peso, mas com saúde”, diz Erika. Ambientalista, modelo, apresentadora, esposa, esportista e, acima de tudo, alta e acima do peso, Erika Nemi é um exemplo de pessoa que deu a volta por cima no preconceito e encontrou o seu lugar no mundo. É indiscutível que o apoio da família, dos amigos e o amor do marido a ajudaram a chegar onde ela está. Mas, antes de tudo isso, o que a ajudou a ser quem ela é foi a auto aceitação. Não como uma consequência fatídica de ser quem ela nasceu para ser, mas sim a certeza de que ela nasceu para ser quem ela quizesse ser. Algo que precisamos todos aprender a fazer também.


SEM MEDIDA| 15


Babette

a harmonia perfeita entre o simples e o sofisticado

Texto: da Redação | Imagens: divulgação

16 |SEM MEDIDA


O Babette Restaurante consegue unir as duas coisas com muito charme e elegância, graças à sua chef que aprendeu tanto na França que acabou tornando-se professora.

SEM MEDIDA| 17


18 |SEM MEDIDA


C

om espaços amplos e bem arejados, o local que antes abrigava um antigo casarão, ganha vida no restaurante que recebeu este nome em razão do premiado filme estrangeiro “A Festa de Babette”. Na fachada, detalhes de uma construção antiga como janelões e uma sacada enfeitada com floreiras dão um charme muito especial. No hall de entrada, uma aconchegante sala de espera com cadeiras de couro preto, mesas enfeitadas com flores e quadros de paisagens e lugares de Paris. No piso térreo, o ambiente é mais descontraído possuindo uma mesa simples na pequena sala e outras no espaço recémcriado do deck. Para o piso superior, uma magnífica e original escadaria coberta por um tapete vermelho tem sobre si um magnífico lustre, réplica de cristais, trazendo referências aos bistrôs, e lojas parisienses. O aconchegante salão principal possui três ambientes decorados com móveis e objetos em estilo provençal, cirado no século XVIII por artesãos franceses. Ainda neste ambiente, uma mesa grande no meio do salão, é ideal para reuniões familiares, negócios e festas de confraternização. Dentro do restaurante há uma adega climatizada com capacidade para 400 garrafas, sendo 75 rótulos de vinhos disponíveis, incluindo os da França, Alemanha, Grécia, Argentina, Chile, Itália, Portugal, Espanha, Austrália, África do Sul e Nova Zelândia. Entre eles, estão o vinho branco: Alamos Chardonnay 2007- Catena Zapata/Argentina (R$ 50), vinho rose: Tavel L’Espiègle 2007 – Paul Jaboulet Aîné/França (R$ 113), vinho tinto: Côtes du Rhône Belleruche Rouge 2007 – M. Chapoutier/ França (R$ 80) e para acompanhar a sobremesa, o Sauternes 2006 – Schröder & Schÿler (R$ 125).

SEM MEDIDA| 19


O segredo da cozinha À frente das caçarolas encontra-se a experiente chef de cozinha Eliane Carvalho, cuiabana, formada pela renomada escola francesa Le Cordon Bleu, em Paris, nos cursos de gastronomia, pâtissierie e outras especializações e com 11 anos de atuação. Depois de uma temporada em sua terra natal, com o restaurante Chez Babette, Eliane Carvalho desembarcou na cidade de São Paulo trazendo seus temperos. Praticando uma cozinha contemporânea e com muita originalidade, a chef usa frescos e aromáticos produtos e ingredientes brasileiros, embora muitos os confundam em razão de possuir uma aflorada técnica francesa e ainda, os ares da casa ajudar nessa conotação. Conforme as estações do ano mudam, os pratos também mudam. Em seus quatro menus é possível encontrar inusitadas receitas. Nas saladas, destacam-se Tartar Jasmim, de atum, gelatina de romã, minibrunoise de legumes, cream cheese e molho tarê (R$ 21). Salada Joaninha, feita com massa folhada, fatia de queijo brie, geléia de figo fresco, vinagrete de framboesa e mix de salada (R$ 23). Entre os pratos principais, o Risoto Ensolarado com carne de sol, creme de moranga e mascarpone (R$ 36). Camarão Bianca flambado com leite de coco (R$ 49) e Pato Natacha ao molho de laranja e arroz com tâmaras (R$ 52). Em homenagem à sua formação, foram criadas as Costeletas de Cordeiro Cordon Bleu feito com molho de vinho do Porto e cuscuz de frutas secas (R$ 56) e o Bacalhau Patrick Terrien postas gratinadas com espinafre, batata, e gruyère (R$ 52).

20 |SEM MEDIDA


SEM MEDIDA| 21


22 |SEM MEDIDA


No gran finale, as sobremesas são servidas desde a tradicional Creme Brulée as Tarte Tatin de Maçã Verde com Creme de Baunilha e o Crocante de Cocada Mole e Sorvete de Abacaxi (R$ 14). De terça-feira à sexta-feira, a casa dispõe de um menu executivo a R$ 29, variando o cardápio a cada semana. Alguns pratos são fixos, os chamados PF’S Babette. Na terça é servido o tradicional Virado à Paulista, na quarta o Picadinho, na quinta o Filé à Parmegiana e na sexta o Cozido Babette. Fórmula do chef Couvert, entrada, prato principal e sobremesa. Esta seria a tradicional sequência de uma refeição longa e cara. Mas, a chef Eliane Carvalho preparou uma novidade que vai mudar esse conceito, além de agradar os paladares e o bolso. Durante os almoços, de terça a sextafeiras, os clientes podem escolher a Fórmula do Chef, que foge do conceito do menu executivo e traz um diferencial. Os clientes pagam apenas pelo prato principal e garantem couvert e sobremesa. O grande diferencial é que há oportunidade de conhecer todo o cardápio da casa e não ficar limitado ao prato do dia. Entre as opções da chef em seu menu principal estão Risoto Ensolarado (carne de sol, creme de moranga e mascarpone), que sai por R$ 36, o Filé Mignon ao molho de Vinho com Tatin de Endívias, que custa R$ 34 e a Coxa de Pato Confit com caramelo de vinho do Porto acompanhado de Risoto aos Três Cogumelos, por R$ 52. As sobremesas, que estão inclusas no valor dos pratos, oferecem o tradicional Creme Brulée, o Tarte Tatin de Maçã Verde com creme de baunilha ou

SEM MEDIDA| 23


o crocante de cocada mole e sorvete de abacaxi. A casa, completará um ano em maio, modifica o seu cardápio de acordo com a estação, dando ênfase a aromas e sabores da época. A Fórmula do Chef começou a fazer parte do menu a partir do dia 16/03 e traz os pratos do cardápio de Verão. Muita cozinha na bagagem Eliane Carvalho é a chef de cozinha e responsável pelo restaurante. Formada pela escola Le Cordon Bleu, de Paris, em cozinha e pâtisserie, já realizou consultorias, ministrou aulas e participou de alguns eventos entre eles, o convite da escola francesa como auxiliar do chef Laurent Duchêne no Boa Mesa, em 2000. Sua saga em ministrar aula foi reverenciada em 2003, em forma de reconhecimento profissional, sendo uma das primeiras chefs brasileiras a ministrar aulas na escola francesa, e que se repetiu em 2007 e 2009. Neste último ano, ganhou inserção de suas aulas no calendário-fixo anual da Le Cordon Bleu, durante o mês de outubro.  Tudo começou em 1998, quando a cuiabana Eliane Carvalho, ingressou na renomada escola francesa Le Cordon Bleu, em Paris, considerada uma das melhores escolas de culinária do mundo. Após este período, vieram outros cursos de aperfeiçoamento, dando início à carreira de chef e de proprietária dos restaurantes Chez Babette, em Cuiabá, no Mato Grosso e do recém-inaugurado Babette Restaurante, em São Paulo, na região dos Jardins. O interesse da chef pela cozinha começou cedo, aos 10 anos de idade. Quem via a garotinha observar atentamente os movimentos da avó materna enquanto ela cozi-

24 |SEM MEDIDA


SEM MEDIDA| 25


26 |SEM MEDIDA


Serviço Babette Restaurante Web Site: www.babetterestaurante.com.br Rua Dr. Melo Alves, 216, Cerqueira César. Telefone (11) 3063-4838. Horário de Funcionamento: de terça-feira a quinta-feira das 12h às 15h e das 19h às 0h; sexta-feira aos sábados das 12h às 16h e das 19h à 01h e aos domingos das 12h às 16h30. Fecha às segundas. Cartões de crédito: Visa, Master, Diners e AMEX. Cartões de débito: VE, M e Redeshop. Cartão refeição: VR e Sodexo. Estacionamento: Manobrista - jantar e final de semana (R$ 12). Almoço - convênio com estacionamento R$ 10.

nhava, não imaginava que um dia a “brincadeira” se tornaria uma profissão. No início, se contentava em apenas ajudar na preparação dos doces de leite e de goiaba, uma aventura e tanto para quem começava a manusear tachos e colheres de pau. Já na adolescência, o gosto pela culinária se intensificou, e foi após o casamento que a paixão pela arte de cozinhar ganhou vida no dia-a-dia da jovem, que passou a colecionar livros, revistas e a pesquisar mais sobre o assunto. A formação superior em Administração de Empresas, com especialização em Marketing, serviu como base durante o período em que abriu uma loja de acessórios, no Mato Grosso. Apesar de ter um negócio próprio, a empresária não se sentia realizada, pois em isso dependia atuar diretamente na área de alimentação. A busca para a concretização deste sonho se tornou possível quando viajou pela primeira vez para Paris e foi conhecer a escola Le Cordon Bleu. A vontade de estudar na mais renomada escola de gastronomia do mundo era tanta, que Eliane teve que aprender o francês. Em 1998, após um período exaustivo de estudos do idioma, finalmente ingressou na instituição de seus sonhos e neste mesmo ano recebeu o primeiro diploma de chef de pâtissierie. Também realizou os cursos de conhecimento de chocolates, vinhos e queijos. O resultado de tanto empenho, amor e dedicação se concretizou em 2000, quando foi classificada em primeiro lugar no curso de chef de cozinha superior, além de ter recebido menção honrosa. O segundo sonho de Eliane se concretizou em 2001, quando abriu o seu próprio restaurante na sua cidade natal.

SEM MEDIDA| 27


Páscoa

nem só de chocolate vive um estômago gourmet Texto e imagens: divulgação

28 |SEM MEDIDA


A Semana Santa e o tradicional almoço de Påscoa merecem ser celebrados com pratos deliciosos. Para aqueles que desejam reunir a família e os amigos sem precisar ir para a cozinha, os restaurantes paulistanos criaram menus especiais.

SEM MEDIDA| 29


O

espaço cultural gourmet A Nossa Cozinha criou um menu delivery para quem deseja receber os amigos em casa, mas não quer pensar em cozinhar. Entre os destaques, estão os kits de antepastos, com caviar de berinjela, patê de salmão marinado com ervas finas, ricota com molho de pimentão vermelho e abóbora com mostarda de Cremona, mais 12 mini muffins de gorgonzola com nozes e 12 mini muffins de alecrim (R$ 60), além de pratos como o clássico bacalhau com natas (R$ 95 o quilo) e rosbife de filé com frutas secas (R$ 70). Para a sobremesa, o destaque são as panquequinhas de trufas ao conhaque (R$ 70 a porção de 1,5 kg). No Bacalhoeiro, será servido no almoço e no jantar da Sexta-feira Santa e no domingo de Páscoa, um delicioso bacalhau à moda antiga. O prato fica 12 horas de molho no leite antes de ser servido e vem à mesa acompanhado de brócolis e batatas cozidas (R$ 98). A chef Morena Loite, do Capim Santo, sugere um delicioso menu que será servido a partir de 30 de março até 3 de abril (R$ 85 por pessoa). Para entrada, será servido um suflê de bacalhau. O prato principal é um delicioso bacalhau ensopado com palmito pupunha e tapioca, acompanhado de arroz de coco e, para sobremesa, será servido bolinho de chocolate meio amargo com castanha do Pará. Além do cardápio especial, o bufê também oferecerá pratos para comemorar a Páscoa: na Sexta-feira Santa, será servido bacalhau à Provençal; no sábado, o bacalhau espiritual (bacalhau desfiado com creme de leite e cenoura ralada, gratinado com parmesão), e no domingo de Páscoa, a sugestão é o bacalhau com banana-da-terra. O Escobar Grill oferece uma opção conjunta muito especial para o almoço: bacalhau-lombo cozido no azeite e grelhado em seguida, servido com vinagrete de alcaparras e, de sobremesa, alfajor à Bacelar, um salame crocante de chocolate, marshmallow e doce de leite (R$ 75 por pessoa). Já o japonês JAM oferece um cardápio especial que inclui guioza roll (enrolado de

30 |SEM MEDIDA


SEM MEDIDA| 31


salmão com nirá, gengibre e cebolinha no molho à base de shoyu e vinagre balsâmico levemente apimentado) e ceviche de robalo marinado ao shoyu, azeite, gengibre, gergelim e limão-siciliano, acompanhado de finas fatias de tomate-cereja, cebola roxa e pepino (R$ 51). Para quem deseja inovar na hora de comemorar a data, o peruano La Mar sugere o atum do Atlântico com molho de açaí e purê de cará (R$ 58).   Por sua vez, o restaurante de inspiração tailandesa Marakuthai preparou um cardápio exclusivo para os dias 2, 3 e 4 de abril (R$ 90 por pessoa). Para a entrada, podese optar por creminho de batata-doce trufado ou por mini-cuscuz de Vieira. O prato principal é o arroz de bacalhau com leite de coco, pimenta dedo-de-moça e folha de limão. Para terminar, creme de ovos com vinho do Porto e o presente da casa: mini ovos de chocolate caseiro. Outra boa opção é se deliciar com a sugestão de um almoço do aconchegante NOU: uma moqueca de robalo, acompanhada de arroz branco e farofa de vatapá (R$ 35). O restaurante O Pote do Rei terá  três opções para a Páscoa por R$ 160 por pessoa, incluindo couvert, entrada, bebidas e sobremesa. Além do exclusivo Bacalhau à Moura Encantada, o restaurante oferece os tradicionais Bacalhau à Brás (lascas de bacalhau refogado em azeite extravirgem, envolvido em ovos, batata-palha e azeitonas pretas) e o Bacalhau à Lagareiro (posta de lombo de bacalhau assado, acompanhado de batatas a murro e brócolis salteados, regados com azeite extravirgem e alho laminado). O menu estará disponível nos dias 2, 3 e 4 de abril, no almoço e no jantar. No lendário restaurante americano P.J. Clarke’s, uma boa pedida para a data é o Fish & Chips, servido com molho tártaro e batata frita (R$ 26,30). Já o chef Benny Novak, do Tappo Trattoria, sugere a polenta cremosa com bacalhau desfiado (R$ 46). O japonês Sakê também preparou um menu especial de Páscoa, servido nos dias 2, 3 e 4 de abril, por R$ 54. Como entrada,

32 |SEM MEDIDA


salada de alface com alho-poró, gengibre, shimeji na manteiga e camarão ao curry, tudo regado com redução de champanhe. O prato principal é o combinado Sakê: dez unidades de sashimi de salmão semi-grelhado com molho de alcaparras e champignon, e quatro unidades de pirulito de salmão defumado com recheio de creamcheese e ovas de capelim. Para sobremesa, tempurá de figo com sorvete de amora e cobertura de frutas vermelhas. Além de pratos deliciosos, na Páscoa não pode faltar aquela sobremesa caprichada para encerrar as comemorações. Para isso, a rede The Fifties criou uma sobremesa com a cara do feriado, disponível no almoço e no jantar a partir de 17/03. A Taça Páscoa é feita de sorvete de chocolate coberto por pedaços de cookies, com um toque de calda de chocolate e decorada com marshmallow e um coelhinho de chocolate branco. No bistrô da Ville du Vin, será servida de entrada uma salada de grão de taco com lascas de bacalhau ao perfume de limão siciliano. Para prato principal, pode-se optar por brandade de bacalhau, acompanhado de sautésse de espinafre e azeite aromatizado de ervas ou lombo de bacalhau em crosta de broa, acompanhado de tomates e batatas salteadas. Para finalizar, tarte de maçã verde com creme de baunilha. O menu custará R$ 100 por pessoa. O italiano Zucco também dá suas sugestões de pratos para a Páscoa. O chef Jurandir Meirelles criou um menu especial para a Semana Santa. De quarta a sextafeiras serão servidos carpaccio de gamberoni com rucola (camarão ao vapor, laminado com salada de rúcula, R$ 35) de entrada e duas opções de prato principal: lasagna di baccala (lasanha de lombo de bacalhau desfiado, brócolis, cebola e alcaparra, R$ 49) ou baccala alla Vicentina com polenta morbida (bacalhau ao forno a lenha, ao molho de alice e alcaparras com polenta cremosa, R$ 69). Para a sobremesa, spumone di banana con gianduia (musse cremosa de banana com calda de gianduia, R$ 16). No sábado e no domingo, o prato principal será a spalla di capretto al forno con patate (paleta de cabrito assa-

SEM MEDIDA| 33


34 |SEM MEDIDA


do no forno a lenha com batatas rústicas assadas, R$ 56) e, para a sobremesa, a deliciosa torta di cioccolate con damasco (bolo cremoso de chocolate, recheado com geléia de damasco, R$ 16).     Faça a sua reserva A Nossa Cozinha, R. Assis Brasil, 99 – Brooklin - Tel. (11) 5533-4181 ou (11) 5092-9023. Bacalhoeiro, R. Azevedo Soares, 1580 – Tatuapé - Tel. (11) 2293-1010. Capim Santo, Al. Ministro Rocha Azevedo, 471, Jardim Paulista - São Paulo - Tel. (11) 3068-8486. Escobar, R. Gaivota, 168 – Moema - Tel. (11) 5051-9535 ou (11) 50519511. JAM Jardins, R. Bela Cintra, 1.929, Jardim Paulista - Tel. (11) 3473-3273 ou JAM Warehouse, R. Rua Lopes Neto, 308 – Itaim Bibi - Tel. (11)3473-3273. La Mar Cebicheria Peruana, R. Tabapuã, 1.410, Itaim Bibi - Tel. (11) 3073-1213. Marakuthai, Al. Itu, 1.618, Jardim Paulista - Tel. (11) 3062-7556 ou (11) 3061-1015. Nou, R. Ferreira de Araújo, 419, Pinheiros - Tel. (11) 2609-6939. O Pote do Rei – Restaurante Bar Esplanada, R. Joaquim Antunes, 224 – Pinheiros - Tel. (11) 3062-9888. P.J. Clarke’s, R. Dr. Mario Ferraz, 568 – Itaim - Tel. (11) 3078-2965. Tappo Trattoria, Rua da Consolação, 2.967, Jardins - Tel. (11) 3063-4864 ou (11) 30634880. Sakê, Rua Dr. Mário Ferraz, 37, Jardim Europa - Tel. (11) 3034-3125. The Fifties - Jardins: Al. Santos, 1.015 – tel. (11) 3266-4278, Itaim: R. Tabapuã, 1.100 – tel. (11) 3079-3019, Higienópolis: Praça Vilaboim, 77 – tel. (11) 3666-7362, Moema:  Al. Jauaperi, 1.468 – tel. (11) 5041-4662, Vila Olímpia: R. Funchal, 345 – tel. (11) 38422636, MorumbiShopping: Av. Roque Petroni Jr., 1.089 - piso Lazer, lj. 49 – tel. (11) 5181-1009, Shopping Eldorado: Av. Rebouças, 3.970 – Pinheiros - 3º piso – lj. 406 – tel. (11) 3031-5908, Shopping Pátio Paulista – Praça Oswaldo Cruz, 160 – tel. (11) 3566-6174. Ville du Vin - Moema – R. Gaivota, 1.295. Tel. (11) 5096-1283, Vila Nova Conceição – R. Diogo Jácome, 361. Tel. (11) 3045-8137. Zucco Restaurante, Rua Haddock Lobo, 1.416, Jardim Paulista - Tel. (11) 3897-0666.

SEM MEDIDA| 35


Comodidade

agora existe um anjo da guarda para desorganizados Texto: da Redação | Imagens: arquivo entrevistada arquivo Sem Medida

36 |SEM MEDIDA


A falta de tempo, o acúmulo de coisas guardadas e a falta de critério para selecionar o que é realmente importante, pode tornar nossa casa uma verdadeira Torre de Babel.

SEM MEDIDA| 37


38 |SEM MEDIDA


E

quando ela chega a este ponto, só há duas coisas a fazer: mudar de casa, ou contratar uma personal houser. Paola Elide Chiarello é formada em Desenho Industrial pela FAAP e realizou diversos cursos como Análises de Cores e Consultoria de Imagem Completo, este último com a maior especialista da área, Ilana Berenholc. Com esta bagagem, tornou-se consultora de imagem, mais conhecido como personal stylist, decoradora, personal houser ou personal organizer, além de ter uma empresa de estamparia gráfica que atua no mercado brasileiro há 61 anos. E a profissão surgiu naturalmente. “Ao longo dos anos atendendo meus clientes, foram me pedindo para ajudá-los em diferentes áreas, mas que estão muito ligadas ao personal stylist, pois há uma grande ligação com meus clientes, durante o atendimento”, explica Paola. “Então começaram a surgir as perguntas: Paola, você poderia organizar meu closet, você poderia orga-

nizar meu banheiro, minha sala, atualizar as cores de minha sala, de minha casa, organizar a cozinha, etc. Com isso, surgiu um grande espaço para eu interagir com pessoas que confiam em mim, pois já conhecem meu trabalho”. E as orientações foram dando tão certo, que com o tempo surgiu outra necessidade. Os clientes precisavam de comidinhas gostosas, caseiras e adequadas às suas necessidades. Para isso, Paola treinou pessoas que a ajudam a atender seus clientes de maneira personalizada. O que ela oferece Os clientes entram em contato com Paola, expõem suas necessidades e ela oferece as soluções. A grande maioria dos atendimentos é feito por ela mesma, mas, como atualmente existe uma grande procura por estes serviços, Paola já montou uma equipe de parceiros selecionados que agilizam a solução dos problemas.

“Na verdade, como cada pessoa tem seu estilo e caráter, cada um demonstra seu agradecimento de uma forma diferente.”

SEM MEDIDA| 39


“O que é preciso lembrar é que meus serviços abrangem a imagem e necessidades pessoais como um todo, não só a arrumação de um guarda roupas ou a decoração de um ambiente.”

Não existe um público específico para este tipo de atendimento, mas com a correria dos dias atuais, os serviços de personal organizer estão se tornando itens essenciais para pessoas que necessitam de organização e bem estar. O público é muito variado, mas os que mais aparecem são os homens solteiros, homens e mulheres que acabaram de se separar, advogadas ou médicas que necessitam de alguém que organize suas vidas. Estrangeiros que necessitam de orientação para começar suas vidas em um novo país, pessoas extremamente atarefadas, que não têm tempo de organizar seu cardápio semanal. Pessoas que precisam de alguém que organize suas pequenas reuniões em casa, para receber pessoas de bom gosto. Os valores para este tipo de serviço variam muito de acordo com as necessidades de cada um. Para clientes que ainda não tenham um perfil de atendimento já

40 |SEM MEDIDA

cadastrado, os serviços começam a partir de R$ 300,00 por consultoria, pois tudo dependerá das necessidades de cada um. O pagamento pode ser mensal, o que o torna diferenciado. Os valores de serviços para pessoas que já tenham sido atendidas são menores, já que há um mapa traçado das necessidades de cada um, inclusive elaboramos pacotes para cada necessidade. “O que é preciso lembrar é que meus serviços abrangem a imagem e necessidades pessoais como um todo, não só a arrumação de um guarda roupas ou a decoração de um ambiente”, explica Paola. “Por isto, antes de cada atendimento, é necessária uma análise prévia de cada caso”. Uma vez acertado todos os detalhes, a rotina depende das necessidades de cada cliente e da adequação ao orçamento de cada um. Quanto aos horários não há um horário fixo, o serviço é extremamente flexível. Há atendimento avulso, atendimento completo para uma mudança radical, de


SEM MEDIDA| 41


42 |SEM MEDIDA


Sem Medida/Roberto Paes

casa, armários, arrumação de móveis, etc. E há o atendimento mensal, que é constante. Arrume minha vida Esta é a grande frase que pode definir uma consultoria de imagem e moda. “Após este passo fazemos análise de closet e eventual arrumação e decoração do mesmo”, detalha Paola. “Conserto de roupas, quando necessário, e adequação ao corpo de cada cliente”. E daí para um trabalho mais amplo como a organização da casa, armários, cozinhas, áreas de serviço, comida personalizada, preparada com antecedência e que pode ser congelada em porções individuais, para ser consumida sem ter a preocupação de cozinhar ou ter que pedir delivery. Também existe o serviço de personal transporter, no qual um carro com um motorista treinado pode acompanhar o cliente

até ao médico, compras, ou o que necessitar, inclusive com serviço de acompanhante se solicitado para ajudar as pessoas que fizeram alguma cirurgia, ou pessoas idosas que necessitam de uma companhia. E com tanta dedicação, os resultados aparecem. “Na verdade, como cada pessoa tem seu estilo e caráter, cada um demonstra seu agradecimento de uma forma diferente”, conta Paola. “Mas creio que a maior recompensa que tenho visto, é a necessidade cada vez maior dos meus serviços. Praticamente não tenho horários disponíveis, e para agendar um serviço completo atualmente está um pouco demorado um espaço na minha agenda”. Se você também não tem muito tempo ou disposição para arrumação e precisa de Paola Chiarelo, viste o site www.paolaelide. com.br ou um dos seus blogs: www.paolaelide.blogspot.com, www.personalhouser.blogspot.com, www.paoladecoradora.blogspot. com.

“Ao longo dos anos atendendo meus clientes, foram me pedindo para ajudá-los em diferentes áreas, mas que estão muito ligadas ao personal stylist, pois há uma grande ligação com meus clientes, durante o atendimento.”

SEM MEDIDA| 43


Tecnologia

novos leitores digitais antecipam o futuro Texto: da Redação | Imagens: divulgação

O iPad, criado pela Apple, foi o primeiro tablet a causar sensação no mercado editorial. Entretanto, a concorrência já está se movimentando e uma nova série de aparelhos dedicados à leitura de publicações eletrônicas deve chegar ao mercado.

44 |SEM MEDIDA


SEM MEDIDA| 45


U

m deles é o Skiff-Reader, um aparelho que estará disponível no mercado norte-americano em abril e que, além de todas as vantagens mostradas pelos concorrentes, apresenta uma tela de alta resolução (1200 x 1600 pixels) e ainda, é flexível. Ele possui um tamanho semelhante ao do Kindle DX, comercializado pela Amazon Book, mas com uma área de leitura maior e através da tecnologia 3G poderá acessar a internet e baixar conteúdos, por enquanto, da loja virtual do fabricante do aparelho. Além dele, já se tem notícia de que diversos fabricantes de computadores estão preparando suas versões de leitores eletrônicos e, a cada anúncio de um novo lançamento, acabamos por nos espantar com o que eles serão capazes de fazer, além, é claro, de permitir que seus usuários leiam livros, revistas e outras publicações sem que se use o papel e a impressão gráfica que conhecemos há tanto tempo. A vantagem de toda essa tecnologia, para o leitor, será certamente a redução dos valores de assinatura e uma nova ótica na veiculação de informações, cuja periodicidade poderá

46 |SEM MEDIDA

chegar ao ponto de ser em tempo real, em alguns casos. Atualmente um jornal começa a ser produzido na manhã de um determinado dia para ser lido no dia seguinte. Com um conteúdo disponibilizado num leitor eletrônico tudo isso poderá mudar drasticamente. Um jornal poderá ser redigido numa determinada hora e, minutos depois de terminada a matéria, ela poderá estar paginada e distribuída nos aparelhos dos assinantes deste jornal. Isso sem que o leitor perca todo o impacto visual da diagramação, algo que atualmente acontece com os jornais on line divulgados pela internet. E não estranhem se daqui a algum tempo, em vez de imagens estáticas, as “fotos” que ilustrarão estas publicações eletrônicas tiverem movimentos e passarem diante de nossos olhos tal qual os filmes que assistimos no You Tube. Indo mais adiante, quem sabe, sequer precisaremos ler, pois as matérias poderão ser acompanhadas da opção “Ouça esta matéria”. O Skiff-Reader, por exemplo, já vem com conexões que permitem o uso de fones de ouvido. Provavelmente, muito antes do que


pensamos, os tablets tenham funções semelhantes à de muitos aparelhos que usamos no nosso dia-a-dia. Imaginem um tablet extremamente fino, flexível ao ponto de ser enrrolado como uma folha de papel sulfite e que, além de nos permitir ler ou ouvir qualquer publicação, nos possibilite também fazer chamadas telefônicas, navegar na internet, ser usado como GPS, rodar os principais aplicativos que usamos na escola e no trabalho e, quando quisermos, podemos deixálo na sala para ser usado como televisão ou como porta retratos. Acreditem, isso está mais perto de se tornar realidade do que pensamos. Mas não será só o leitor quem ganhará com a adoção em massa destes aparelhos, os anunciantes também vão sair ganhando. Em primeiro lugar deve haver uma adequação de custos em função da diminuição dos gastos com a impressão de jornais e revistas, em segundo lugar, o meio digital permitirá que as agências de propaganda utilizem recursos audiovisuais que seriam impossíveis de se usar no papel. Daqui a algum tempo, os anúncios terão movimen-

to e som, ficando cada vez mais parecidos com um comercial para a televisão ou para o rádio. Além disso, eles trarão uma maior interatividade, como, por exemplo, a possibilidade de clicar no anúncio e acessar a loja virtual deste anunciante. Além dos ganhos para quem edita, quem anuncia e para quem irá ler através dos leitores eletrônicos, toda a humanidade e o planeta também sairão ganhando. À medida que o consumo de papel diminuir, menos árvores serão cortadas e menos áreas de solo serão usadas para o plantio de matéria-prima usada para se produzir papel usado em impressão. Um caminho sem volta Os tablets, pois seria simplismo chamar estes aparelhos apenas de leitores eletrônicos, não servirão apenas para que se leiam livros, jornais e revistas eletrônicos. Eles são na verdade, uma nova geração de computadores que leva em consideração a leveza, a mobilidade e o baixo custo para o consumidor. E, por mais que os apaixonados pelo pepel neguem, eles vieram para

SEM MEDIDA| 47


ficar e, certamente, para substituir o seu computador, iPod, câmera fotográfica, GPS e o seu aparelho celular. Atualmente, a Amazon Books, a primeira e mais bem sucedida livraria virtual da internet, que domina esta área, tem 400 mil livros, jornais e revistas disponíveis para o seu Kindle DX. A gigante do mundo real, Barnes & Noble, entrou no mercado de e-reader em outubro de 2009, com o Nook, e oferece mais de um milhão de títulos. Grandes jornais e revistas em breve estarão migrando para este novo formato e provavelmente em menos de uma década abandonarão o papel. Os leitores eletrônicos, nos Estados Unidos, já viraram uma febre. A Apple já tem milhares de pessoas em todo o mundo que se cadastraram em uma lista de espera para comprar o iPad. Outros leitores que já estão disponíveis no mercado, figuraram entre os produtos mais vendidos na temporada de compras de fim de ano, nos Estados Unidos. A Forrester Research acredita que três milhões de unidades tenham sido vendidas por lá em todo o ano de 2009, sendo 30% das vendas concentradas entre novembro e dezembro. Imaginem quando a oferta destes aparelhos for maior devido ao lançamento de novos modelos de diversos fabricantes e quando eles estiverem à venda em qualquer hipermercado em volta do mundo. Para saber mais sobre os tablets faça uma busca no seu mecanismo de pesquisa preferido usando os termos: tablet pc e e-book readers. Você encontrará diversos resultados e informações sobre uma dezena destes aparelhos que logo estarão no mercado.

48 |SEM MEDIDA


SEM MEDIDA| 49


Maison Spa

charme, elegância e exclusividade para você Texto: da Redação | Imagens: divulgação

Nascida da paixão que seus dois sócios têm pela moda, a Maison Spa se dedica a oferecer criações exclusivas para mulheres plus size e se tornou, em pouco tempo, uma referência para quem deseja se vestir bem.

50 |SEM MEDIDA


SEM MEDIDA| 51


C

arla Renata Folloni se formou em Comunicação Visual, mas sempre gostou de moda. Depois da faculdade, foi atrás do seu sonho e na Universidade de Artes de Londres – Chelsea, fez alguns cursos como o de Introdução à Ilustração da Moda e Introdução ao Desenho Têxtil. Mas sua fome de saber era grande, e ao retornar ao Brasil, fez diversos cursos na área de Modelagem e Desenvolvimento. Com todo o conhecimento teórico necessário e muita vontade para ter seu próprio negócio, só faltava o empurrãozinho. Este veio na figura de um grande amigo de trabalho que também adorava moda e queria ser dono de sua prórpria grife. Esse amigo, que acabou se tornando marido de Carla, embarcou no sonho da estilista, e juntos, voaram nas asas de um beija-flor, que, não por coincidência é o logotipo da Maison Spa. “O beija-flor é um ícone do amor, pois quando toca a flor para extrair seu pólen é como se ele fizesse um carinho na planta e é esse mesmo carinho que está presente em todo nosso desenvolvimento de peças”, diz Carla Folloni, diretora de Desenvolvimento e Estilo. Ciente de que o segmento plus size pede muita atenção e muito envolvimento para que a consumidora possa ser compreendida, a Maison Spa passou a atender mulheres bem femininas, que gostam de

“O beija-flor é um ícone do amor, pois quando toca a flor para extrair seu pólen é como se ele fizesse um carinho na planta e é esse mesmo carinho que está presente em todo nosso desenvolvimento de peças”

52 |SEM MEDIDA


SEM MEDIDA| 53


54 |SEM MEDIDA


“Quando a cliente entra em nossa loja, consegue achar produtos elegantes e sofisticados. Além disso, temos um serviço de costura em nossa loja, ou seja, caso as nossas clientes desejem ajustar alguma peça, em pouco tempo conseguimos viabilizar o serviço.”

valorizar suas curvas. São mulheres determinadas, com muita atitude e que buscam peças que valorizem seu estilo. A especialização apenas no público feminino foi devida à essência da clientela. “A alma feminina é sensível e detalhista, o que faz com que meu trabalho seja mais instigante”, afirma Carla Folloni que teve um aprendizado de moda todo voltado para as mulheres e que pretende prosseguir na mesma linha. Roupas especiais Para um mercado específico e exigente, é preciso saber o que oferecer. Por isso a Maison Spa trabalha com roupas especiais. Especiais no sentido de serem peças singulares para as clientes, pois trabalha com o conceito de exclusividade, com pequenas produções por modelo. “Mas é claro que temos desde roupas casuais até roupas habiees”, adianta Carla. “Quando a cliente entra em nossa loja, consegue achar produtos elegantes e sofisticados. Além disso, temos um serviço de costura em nossa loja, ou seja, caso as nossas clientes desejem ajustar alguma peça, em pouco tempo conseguimos viabilizar o serviço”. A principal e constante inspiração da Maison Spa é a mulher brasileira. “Sou apaixonada pelas mulheres brasileiras e através da minha sensibilidade e filosofia,

SEM MEDIDA| 55


56 |SEM MEDIDA


SEM MEDIDA| 57


sempre procuro me colocar no lugar do próximo”, explica a diretora de Desenvolvimento e Estilo da Maison Spa. “E quando se trata de buscar sensações de que gosto como bem-estar e conforto, sou incessante. Inclusive muitas de minhas peças são produzidas em meus sonhos enquanto durmo. Como adoro o que faço, isso é um grande prazer”. Atualmente, a Maison Spa produz quatro mini-coleções, uma para cada estação do ano, pois devido ao aquecimento global e variações de tempo, é obrigada a se adaptar as necessidades de mercado. Na loja, sempre tem produtos novos e de edições limitadas. Tendência Segundo Carla Folloni, as tendências para o inverno são Militar, Navy, Gótica, Barroca e Futurista. Na Coleção da Maison SPA, a inspiração veio dos momentos de reflexão, únicos na vida como uma manhã de contemplação na praia em Mikonos, que está representada pela Linha Navy, uma tarde de trabalho em São Paulo, representada na Linha Casual Moderna, que foi inspirada em elementos Militares, ou até em uma noite romântica em Cannes, que inspirou a Linha Festa, cheia de vida e glamour. As cores são o bege, rosa chá, marrom, preto, cinza, chumbo, lavanda, púrpura, uva,

“E quando se trata de buscar sensações de que gosto como bem-estar e conforto, sou incessante. Inclusive muitas de minhas peças são produzidas em meus sonhos enquanto durmo. Como adoro o que faço, isso é um grande prazer.”

58 |SEM MEDIDA


SEM MEDIDA| 59


60 |SEM MEDIDA


“Nós trabalhamos com tecidos importados como seda dos Estados Unidos, e, é claro, com tecidos de alfaiataria e malha da Santa Constância (nacionais) que têm qualidade premium”,

azul noite, dourado, prata, bronze, dourado e cereja, os hits da estação. As estampas são o xadrez e os listrados (clássicos), animal com toques florais (sensuais) e de cores fortes (efêmeras). A mescla de tecidos será feita com couro com malha fria, renda com organza de seda, tafetá com malha. Os detalhes de pedrarias ficam por conta das taxas metalizadas e muitos brilhos, sejam em paetês, canutilhos ou vidrilhos. “Nós trabalhamos com tecidos importados como seda dos Estados Unidos, e, é claro, com tecidos de alfaiataria e malha da Santa Constância (nacionais) que têm qualidade premium”, explica Carla Folloni. “Quanto ao acabamento, procuramos o alinhamento com grandes maisons internacionais, onde nos diferenciamos de nossos concorrentes. Os trabalhos de bordados são exclusivos, por exemplo, tenho um vestido nessa coleção que o bordado leva cerca de 30 dias para ser feito”. Os produtos da Maison Spa só podem ser adquiridos em sua loja, que fica na rua Graúna, 332, em Moema e atende de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 18 horas e aos sábados, das 9h30 às 17 horas. Está em fase de finalização o site da loja, mas para quem se interessar, ela já está atendendo pedidos enviando via Sedex. As peças podem ser vistas no site www.maisonspa.com.br.

SEM MEDIDA| 61


Nota da redação: A revista Sem Medida, além das entrevistas que já faz, apresentando aos leitores confecções e lojas que produzem e comercializam vestuário plus size, a partir desta edição passará a publicar, regularmente, ensaios fotográficos apresentando tendências de moda. Para ter suas coleções publicadas, entre em contato atrvés do e-mail: contato@semmedida.com.br

Tendências

Kauê apresenta suas criações para o inverno Texto: da Redação | Imagens: divulgação

O inverno 2010 da Kauê tem uma pegada punk rock, fortemente influenciada pela música. O preto entre novamente em cena e se transforma na cor predominante da estação. O cinza também vem com força total, mesclado com pitadas de pink, roxo e verde. Muitos metais e brilhos fazem parte desta coleção, como tachas, zipers, estampas, paetês. Os casacos são peças importantes, como a jaqueta biker, blazer boy friend e coletes. Sempre dando a impressão que foram tiradas de um guarda-roupa mascilino. Novamente música e moda caminham lado a lado.


SEM MEDIDA| 63


64 |SEM MEDIDA


SEM MEDIDA| 65


66 |SEM MEDIDA


SEM MEDIDA| 67


Premium Cigars um lugar para fumar charutos e fazer amizades Texto: da Redação | Imagens: divulgação

68 |SEM MEDIDA


Localizada na Avenida Paulista, esta tabacaria, que também comercializa presentes finos, acabou se tornando um ponto de encontro entre aficionados por charutos, que a qualquer hora do dia, para relaxar, vão até lá para acender um charuto, conversar e jogar algumas partidas de gamão.

SEM MEDIDA| 69


T

abacarias existem às dúzias em São Paulo, desde as sofisticadas, que mais parecem um restaurante, até as mais simples, onde precisamos nos espremer para poder circular entre os balcões. A Premium Cigars não se parece com nenhum destes extremos e, graças à paixão de seu proprietário pelo tabaco e pela naturalidade com que ele faz seus clientes se sentirem à vontade, ela se assemelha mais a uma sala confortável da residência das pessoas que a frequentam. Segundo o proprietário da Premium, Arthur Avedissian, a idéia de criar a loja sempre esteve acompanhada do sonho de que ela deveria ser algo além de balcões frios onde os apreciadores de charutos, ou aqueles que querem apenas comprar presentes finos, poderiam encontrar o que procuram. “Eu queria criar um espaço de convivência, onde as pessoas pudessem encontrar o que procuram e que, também, tivessem a oportunidade de ficar mais algum tempo, seja fumando, seja assistindo um programa na televisão, seja fazendo amizades e conversando com outras pessoas que tem em comum a mesma paixão pelo charuto”, explica Arthur. Inaugurada em maio de 2007, a Premium fica num espaço na galeria de lojas do Edifício Winston Churchill, no número 807 da Avenida Paulista. No piso térreo, próximo à porta, estão todos os produtos que ela comercializa, que vão desde cachimbos, canetas, jogos, perfumes e acessórios para fumantes. Ao fundo, numa sala devidamente climatizada, estão os charutos, dispostos em prateleiras de acesso fácil e com indicações de preços que facilitam a escolha de quem ainda não desenvolveu a preferência por uma marca específica. No piso superior fica a sala de degustação, equipada com sofás, mesas de apoio e TV. Segundo Arthur, o ambiente foi projetado para drenar a fumaça produzida pelos charutos e fornecer um fluxo constante de ar de maneira a não incomodar os usuários. Além disso, ela possui acesso à internet sem fio e ar-condicionado. E, ao que parece, o sonho de Arthur era o mesmo de muita gente. Tanto que

70 |SEM MEDIDA


a loja se tornou um ponto de encontro e, a qualquer hora do dia, é possível ver alguém que deu uma escapada do escritório e está na sala de degustação. Segundo ele a Premium fica lotada no horário do almoço e no final da tarde. “Depois de comer, os clientes vêm até aqui para degustar um ‘charuto rápido’ antes de retomarem suas atividades e, depois de encerrarem o expediente, elas retornam, desta vez para fumar um charuto ‘mais demorado’ e relaxar enquanto esperam que os congestionamentos da cidade terminem”, explica Arthur. Outro projeto que Arthur cultivou para a Premium e que aos poucos começa a tomar forma são as atividades culturais em torno do tabaco e, especificamente, sobre o charuto. Para quem não sabe nada sobre este universo, a loja promove palestras e degustações, onde os iniciantes adquirem o conhecimento necessário para se aventurar nesse prazeroso universo, aprendendo todo o ritual de corte, acendimento e degustação. Para quem já deu seus primei-

“Eu queria criar um espaço de convivência, onde as pessoas pudessem encontrar o que procuram e que, também, tivessem a oportunidade de ficar mais algum tempo.” SEM MEDIDA| 71


“Tudo aquilo que fazemos aqui na Premium para promover a cultura do tabaco tem como finalidade mostrar às pessoas que o charuto, assim como o vinho e a gastronomia, é um produto elaborado com esmero e dedicação.”

ros passos, Arthur oferece encontros com discussões aprofundadas, como a Degustação de Tabacos Brasileiros, realizado no dia 26 de novembro do ano passado, na Orbacco Espaço Gastronômico, onde mais de trinta participantes assistiram a palestras de produtores nacionais e puderam experimentar e descobrir as diferenças entre os tipos de tabacos nacionais utilizados na produção de charutos. Além disso, para relaxar e aproveitar tudo o que se aprendeu, a Premium também realiza viagens de pequenos grupos às fábricas de produtores nacionais, localizados perto de São Paulo, onde é possível observar todo o processo de produção de um charuto. “Tudo aquilo que fazemos aqui na Premium para promover a cultura do tabaco tem como finalidade mostrar às pessoas que o charuto, assim como o vinho e a gastronomia, é um produto elaborado com esmero e dedicação e, por isso, deve ser apreciado com conhecimento. Um charuto é muito mais do que simples folhas de tabaco enroladas”, explica Arthur.

72 |SEM MEDIDA


Reconhecimento profissional Aliás, ninguém melhor e mais capacitado do que ele para falar a respeito do assunto! Afinal, Arthur, que por formação acadêmica se tornou agrônomo e administrador de empresas, antes de ser proprietário da Premium Cigars, foi, durante vários anos, o gerente comercial da Davidoff no Brasil e, mais tarde, tornou-se sócio diretor de uma loja desta mesma marca na região de Moema, em São Paulo. Além disso, recentemente, Arthur sagrou-se vencedor do concurso que premia e elege o melhor sommelier de charutos do Brasil. “Em 2007 participei do Concurso Epicure Sommelier, que a cada ano coloca profissionais que trabalham com charutos e bebidas para concorrer entre si. O objetivo é incentivar a especialização no serviço de charutos e bebidas visando satisfazer de maneira mais completa os clientes que vão degustar charutos acompanhados de bebidas. Venci, nesse ano, harmonizando o charuto brasileiro Damatta Graduado com o licor de cerveja da cervejaria Eisenbahn”, comenta Arthur. Ao vencer no Brasil, Arthur automaticamente se classificou para disputar, em Cuba, o mesmo prêmio, só que desta vez em âmbito mundial, concorrendo com profissionais de diversos países. Ele sagrouse quarto colocado entre 10 sommelieres que disputavam o prêmio e confessa que competir com pessoas de outros países é uma tarefa bastante árdua. Mas ele afirma, também, que a simples oportunidade de conhecer a ilha de Fidel Castro, que é considerada a “Meca dos apreciadores de charutos”, por si só já teria sido a melhor de todas as premiações. Serviço Premium Cigars Av. Paulista, 807 – Loja 61 – Piso térreo De segunda a sexta-feira: das 9h00 às 20h00 e aos sábados das 10h00 às 18h00. Tel.: (11) 3266-5002 Web site: www.premiumcigars.com.br E-mail: premiumcigars@premiumcigars. com.br.

SEM MEDIDA| 73


74 |SEM MEDIDA


O paraíso dos aficionados... cinante, difícil de traduzir em palavras. Só estando lá, conhecendo os aconchegantes bares e cafés, para que possamos ter a dimensão real do quão prazeroso é desfrutar de um bom charuto cubano enquanto se conhece um pouco do povo alegre e receptivo”. “A liberdade de se poder fumar andando pelas ruas, adentrando os bares, cafés ou outros estabelecimentos também traz uma sensação de integração muito agradável. E não poderia ser diferente numa cidade que abriga muitas das fábricas que guardam ainda hoje muito do processo artesanal com que se faz charutos à mão.” “Uma visita à fábrica Partagas pode traduzir muita da história e da arte ligadas aos charutos feitos à mão em Cuba. Além de conhecer toda a manufatura os aficionados tem anexo à fábrica uma das Casa Del Habano (lojas franquias que comercializam charutos cubanos) mais aconchegantes e bem sortidas com produtos em Cuba. Lá é possível se degustar um charuto acompanhado de um delicioso rum e sentir toda a magia da ilha.” Wikimedia Commons/Henryk Kotowski

C

uba exerce encantamentos diferentes sob as pessoas. Para alguns, seu fascínio está em seu regime político, para outros, em sua medicina, ou em sua música e esporte. Porém, para aqueles que apreciam charutos, Cuba é uma espécie de paraíso, um lugar abençoado seja lá por quem e onde se produz, segundo muitos especialistas, o melhor charuto que se pode degustar. Arthur Avedissian, por ocasião do torneio de epicure sommelier, visitou a ilha e nos conta quais foram suas impressões sobre a “ilha da fantasia.” “Cuba tem uma identidade e uma personalidade muito marcantes. Estar no país que é berço da cultura do tabaco e dos charutos foi algo que me impressionou bastante. Fumar um charuto em Havana é uma experiência única e recomendável a todos aqueles que apreciam degustar charutos.” “Andar pelas ruas estreitas de Havana Velha com seus casarões antigos, é como voltar no tempo e parar no momento da revolução liderada por Fidel Castro. Algo fas-

SEM MEDIDA| 75


BCC

Bahia Cigar Club

um grupo de apaixonados e, neste caso, por charutos Texto: da Redação | Imagens: divulgação Confraria (Substantivo feminino) Irmandade, associação para fins religiosos, sociedade, conjunto de pessoas que exercem a mesma profissão ou têm o mesmo modo de vida.

76 |SEM MEDIDA


Arquivo Sem Medida

Depois de ler o livro “Código da Vinci”, a palavra irmandade, ou confraria, deve causar arrepios. Porém, no caso da Bahia Cigar Club, a única notícia capaz de suscitar uma trama diabólica destes confrades seria o anúncio da proibição do consumo de charutos.

SEM MEDIDA| 77


A

Bahia Cigar Club já existe há quase seis anos e foi fundada, em agosto de 2004, por um grupo de amigos que, além de outras afinidades, comungavam a paixão pelo charuto. Segundo Godofredo Chaves Sampaio, um destes amigos, o grupo se reunia de forma descompromissada para degustar e um dia, sem mais nem menos, surgiu a idéia de criar a confraria. “Imaginamos que desta forma, passaríamos a fazer reuniões organizadas e mais rotineiras e poderíamos também discutir sobre o mundo dos ‘puros’, um dos apelidos carinhosos dado ao charuto, e, principalmente, possibilitaríamos a participação de outras pessoas”, explica Godofredo. A idéia seguiu adiante e hoje, a confraria já conta com 47 participantes e eles se reúnem “religiosamente” todas as segundas terças-feiras do mês e, quando algo de importante acontece, fazem uma reunião extraordinária, geralmente nas tardes de sábado. Godofredo comenta que nestas ocasiões, eles discutem temas relacionados ao universo de sua paixão e, é claro, degustam charutos. Às vezes harmonizados com bebidas, ou não. “Nosso grupo é bastante heterogêneo. Hoje só existem homens na confraria, mas isso não significa que sejamos contrários à participação feminina. Inclusive, um dos fundadores da confraria era mulher. A média de idade do grupo esta em torno dos 35 anos e somos, em nossa grande maioria, profissionais liberais ou autônomos. E, para quem acha que falamos apenas de charutos, isso não é verdade. Discutimos música, cinema, es-

porte e, outra grande paixão de todos, a boa mesa”, comenta Godofredo. Ele também comenta que para participar da Bahia Cigar Club não é necessário ser um profundo conhecedor de charutos e, como ele mesmo faz questão de frisar “endinheirado”. “A maioria das pessoas acha que para fazer parte de um grupo, como o nosso, por exemplo, é preciso ser um especialista em charutos e, ainda por cima, um milionário. Isso é um grande engano. Na Bahia Cigar Club, não cobramos nada das pessoas que querem se associar, elas apenas devem pagar pelo que consomem quando participam de nossos encontros”, comenta Godofredo. E se você acha que vai pagar uma fortuna ao degustar um charuto, está enganado. Godofredo, que já circula por esse universo há muito tempo, comenta que não conhece nenhum aficionado esnobe. “Endinheirados? Depende do ângulo observado. Por exemplo, temos excelentes charutos dominicanos, hondurenhos, nicaragüenses e nacionais na faixa dos R$ 15,00 e, se pesquisarmos bem, podemos encontrar charutos ainda mais baratos. Um consumo médio de 20 charutos mensais sairia o equivalente a um bom jantar, ou três garrafas de vinho de boa safra, portanto, este é um prazer acessível para muitos”, sentencia Godofredo. Mas e quanto à saúde? Participar de uma confraria de apreciadores de charuto, como o Ministério da Saúde afirma, faz mal à saúde? Godofredo diz que sim, mas, como além de apreciador ele é médico, sua opinião é a de que o charuto faz muito

“A maioria das pessoas acha que para fazer parte de um grupo, como o nosso, por exemplo, é preciso ser um especialista em charutos e, ainda por cima, um milionário. Isso é um grande engano.” 78 |SEM MEDIDA


SEM MEDIDA| 79


80 |SEM MEDIDA


menos mal à saúde do que o cigarro e alerta qualquer um para os perigos contidos no exagero. “Em excesso tudo faz mal à saúde, até exercício físico. Existem dois grandes problemas gerados pelo consumo do tabaco. O primeiro é aquele causado pela nicotina e pelo alcatrão, responsáveis pelos transtornos vasculares e trombólicos, cujo teor de um charuto, equivale ao de 20 cigarros, ou seja, degustar um charuto por dia equivale a 20 cigarros. O segundo se refere ao câncer, principalmente da cavidade oral e do pulmão, que são ocasionados por uma substância proveniente da combustão do tabaco, denominada TSNA (Tobacco-specific N-nitrosamines). Quanto à produção do TSNA pela fumaça, a relação entre cigarro e charuto é de 20 para 1, ou seja, fumar 20 cigarros por dia é 400 vezes mais perigoso que degustar um charuto por dia, que é a média dos aficionados”, explica Godofredo. “Todos que participam da Bahia Cigar Club e que no mundo inteiro degustam charutos, têm consciência dos males causados pelo tabaco e, se ainda continuam a fazer isso, acredito que seja pela necessidade que temos de ‘transgredir algumas regras de sobrevivência para extrairmos alguns prazeres da vida’. Eu, particularmente, concluí que tudo aquilo que nos dá tanto prazer, como, por exemplo, a bebida, a boa gastronomia e muitas outras coisas, acabam por nos ‘matar’ um pouco a cada dia. Resta saber se estamos dispostos a pagar o preço cobrado pela nossa felicidade”, explica Godofredo.

Para quem deseja participar da Bahia Cigar Club, Godofredo explica que é necessário enviar um e-mail para o endereço bahiacigarclub@terra.com.br expressando seu interesse em participar no corpo da mensagem. Em seguida, eles enviarão para o remetente algumas questões que deverão ser preenchidas e devolvidas à confraria e isto formalizará o cadastro. A confraria não possui web site e, segundo Godofredo, isso se deve ao fato de priorizar e manter o contato pessoal. “Embora todos sejam adeptos do uso da internet, não gostamos de discutir o assunto por meio eletrônico. Procuramos promover o encontro, a cordialidade, a fraternidade, enfim, o prazer de passar algumas horas na companhia dos amigos”, conclui Godofredo. O embaixador do charuto Nossa entrevista com Godofredo Chaves Sampaio aconteceu por acaso, quando estávamos entrevistando Arthur Avedissian para uma matéria sobre a Premium Cigars (veja matéria nesta edição) e ele nos apresentou. Depois de poucos minutos de bate-papo e de baforadas descontraídas, descobrimos que este senhor de 50 anos é médico e trabalha como Diretor Operacional do Madre Theodora Assistência Medida, em Campinas. Ele nos contou que o tabaco e o charuto sempre estiveram presentes em sua vida. “Sou nascido em Cruz das Almas, na Bahia e morei lá até os 16 anos, quando mudei para fazer a faculdade de Medicina em Salvador. Cruz das Almas é a cidade produto-

“Todos que degustam charutos, têm consciência dos males causados pelo tabaco e, se ainda continuam a fazer isso, acredito que seja pela necessidade que temos de transgredir algumas regras de sobrevivência.” SEM MEDIDA| 81


ra de tabaco para charutos, 80% das fábricas estão lá e tudo se move em função do tabaco. Meu pai tinha um armazém de fumo, como era denominado na época. Ele comprava a produção do agricultor, beneficiava e vendia para a Europa. Desde essa época que mantenho interesse por esse negócio”, conta Godofredo. Com o tabaco “correndo em suas veias” desde pequeno, Godofredo conta que se aprimorou e adquiriu conhecimento sobre charutos durante toda a vida. “O que sei a respeito de charutos eu aprendi na prática, através dos anos de experiência, de muitas degustações, e do contato com outros aficionados. Mas também na teoria, através de livros e artigos especializados. Recebo muito material por internet e tenho uma boa biblioteca sobre o assunto”, diz Godofredo. E quando perguntamos que prazer ele sente ao estar envolvido neste universo, ele comenta que “alguns amigos, fabricantes em Cruz das Almas, me chamam de ‘embaixador do charuto baiano’. Acho que o prazer parte desse princípio. É um resgate das minhas tradições. Hoje tenho condições de viajar com o propósito de pesquisar e conhecer os horizontes do negócio, o que alinha algumas de minhas paixões, e isso é muito prazeroso”. Quanto a seus gostos pessoais, Godofredo afirma que os melhores charutos que já degustou formam uma lista grande, e, para contentar nossa curiosidade, ele se refere, em primeiro lugar, aos não cubanos Padrón Anniversary, Joya de Nicarágua, Camacho Triple Maduro, Hoyo de Monterrey Excalibur e Oliva. Já quando o assunto pas-

sa para Cuba, ele afirma que prefere os Vegas Robaina, Trinidad, Punch, H. Upmann, Cuaba e alguns da linha Montecristo. Quanto a harmonizar charutos e bebidas, Godofredo comenta que seu “ritual” não é igual ao da grande maioria. Ele diz preferir terminar a refeição, geralmente acompanhada de uma bebida, tomar um digestivo, que pode ser café, licor ou um Porto e, aí sim, degustar seu charuto. “Gosto muito do paladar do bom tabaco. Só assim posso perceber as sutilezas dos aromas e sabores”, comenta Godofredo. Muitos apreciadores de charutos costumam dizer que a degustação é uma boa oportunidade para se fazer e para se cultivar amizades. Godofredo deve concordar com isso, afinal, sua preferência é degustar entre os amigos. “Principalmente nas reuniões da confraria. Nada se compara. Contudo, em casa tenho um lounge com armário profissional, poltrona especial e tudo mais. Lá posso degustar com tranquilidade. Prefiro o lounge quando vou analisar tecnicamente o charuto”, confessa o confrade. Ao final da conversa, Godofredo Chaves Sampaio, com seu charuto entre os dedos, recostado no confortável sofá da tabacaria e com um indisfarçável ar de felicidade estampado no rosto, nos suscitou uma dúvida: ele é feliz porque fuma charutos ou ele fuma charutos porque é feliz? Provavelmente ele seja apenas uma pessoa que descobriu a receita para alcançar a felicidade, mesmo que para isso seja necessário ignorar as advertências do Ministério da Saúde.

“Meu pai tinha um armazém de fumo, como era denominado na época. Ele comprava a produção do agricultor, beneficiava e vendia para a Europa. Desde essa época que mantenho interesse por esse negócio.”

82 |SEM MEDIDA


SEM MEDIDA| 83


Hayabusa

agora, voar não é apenas para os pássaros Texto: da Redação | Imagens: divulgação

A Suzuki aprimorou o que já era bom e coloca na mão de quem quer uma motocicleta rápida o modelo GSX 1300R. Ela faz de 0 a 100 km/h em 2,5 segundos, atinge a velocidade máxima de 320 km/h e atende pelo sugestivo apelido de Hayabusa.

84 |SEM MEDIDA


SEM MEDIDA| 85


N

os céus do Japão é possível se ver um falcão de caça muito bonito e rápido. Ele voa em grandes altitudes e, com sua visão privilegiada, ao avistar sua presa no chão, mergulha em sua direção. Apenas na pancada que desfere com seu bico ao pegar sua presa, ele já a mata. Nesse mergulho ele consegue atingir a velocidade de 300 km/h. Por isso a Suzuki resolveu dar esse nome ao modelo GSX 1300 R. A Hayabusa tem além do nome, a aerodinâmica inspirada neste falcão. Seu desempenho é tão singular que inaugurou uma nova categoria esportiva: a Ultimate Sports. Combinando forte aceleração, aerodinâmica que corta o vento de maneira perfeita, posição de pilotagem esportiva, estilo inovador e conforto para percorrer longas distâncias, a GSX1300R Hayabusa conquistou uma legião de fãs ao redor do mundo. Com uma performance equilibrada, passou por uma renovação para alcançar níveis ainda mais altos de eficiência e dirigibilidade. Ela possui o mais recente e avançado sistema de injeção eletrônica digital e o funcionamento do motor possui três diferentes modos de pilotagem, para agradar a todo tipo de piloto. O motor é um quatro cilindros robusto que teve seu desenho básico mantido com refrigeração líquida, sistema SRAD (Aríete de Ar Direto Suzuki), injeção eletrônica e quatro válvulas por cilindro. Os cilindros são revestidos internamente pelo Material Eletroquímico Composto Suzuki (SCEM), que melhora a transferência de calor e aumenta a durabilidade. Esse desenvolvimento elevou a cilindrada de 1299 cm3 para 1340 cm3. Sua combustão também ficou mais eficiente, o que gera menor emissão de gases poluentes. Ainda pensando na proteção do meio ambiente, a GSX1300R Hayabusa está

86 |SEM MEDIDA

equipada com o chamado sistema PAIR (Injeção de Ar na Saída de Escape). Controlado pelo computador de gerenciamento do motor, este sistema injeta ar fresco da caixa do filtro de ar na saída do escape, permitindo a combustão dos hidrocarbonetos não queimados. Esse mecanismo, aliado ao catalisador e ao sensor de oxigênio instalados no sistema de exaustão, fazem com que a nova Hayabusa atenda aos rigorosos padrões Euro 3 e Tier 2 sobre emissões de gases. Conjunto perfeito A transmissão da GSX1300R Hayabusa é de seis marchas e possui um Sistema de Assistência à Embreagem Suzuki (SCAS) operado hidraulicamente. O SCAS reduz a força necessária no manete para acionar a embreagem e suaviza os trancos nas reduções de marcha, contribuindo para o aumento do conforto e da segurança do piloto. Para acompanhar a maior entrega de torque da nova Hayabusa, a extensão das marchas foi otimizada e um jato de óleo lubrifica constantemente a quarta, quinta e sexta marchas para reduzir o desgaste e os ruídos durante a viagem. A Hayabusa conta também com um sistema automático de controle da marcha lenta (ISC – Idle Speed Control), que regula o volume de ar que passa através do corpo de borboletas de acordo com a temperatura do líquido de arrefecimento, resultando em uma marcha lenta estável e melhorando a partida a frio. O Sistema de Gerenciamento do Motor tem um computador de 32 bits e 1024 KB de memória, que controla o sistema de injeção de combustível, a ignição eletrônica e a Válvula de Borboleta Dupla Suzuki (SDTV – Suzuki Dual Throttle Valve). Com base na posição da válvula de borboleta


SEM MEDIDA| 87


88 |SEM MEDIDA


SEM MEDIDA| 89


90 |SEM MEDIDA


primária, na rotação do motor e na marcha engatada, o computador de gerenciamento do motor abre ou fecha a válvula de borboleta secundária, mantendo a velocidade do ar apropriada para que se obtenha máxima eficiência na combustão e resposta à aceleração, principalmente em baixas e médias rotações. A Hayabusa apresenta também um original sistema de seleção do modo de pilotagem (S-DMS – Suzuki Drive Mode Selector), adaptando a entrega de torque e potência de acordo com a preferência do piloto. Essas três diferentes curvas de performance foram desenvolvidas utilizando a experiência adquirida pela Suzuki com suas motocicletas de corrida sob várias condições de uso. Design recebeu maior atenção O que já era bom, ficou ainda melhor. Nesta versão, o design foi ainda mais aperfeiçoado: a carenagem levemente maior e a bolha frontal, 15 mm mais alta, reduzem a exposição dos joelhos, cotovelos, mãos e pés do piloto ao vento durante a viagem. O formato da bolha frontal também foi melhorado e o encaixe com a carenagem e o painel está mais exato. O chassi de dupla longarina, feito em liga de alumínio, ficou mais leve e mais resistente. O sub-chassi foi rebaixado, juntamente com o assento traseiro, que está posicionado 17 mm mais abaixo. As suspensões contam com regulagem total da pré-carga e as forças de retorno e de compressão, de alta e baixa velocidade, podem ser ajustadas individualmente na dianteira e na traseira. O amortecimento dianteiro é feito por garfo invertido, aperfeiçoado devido a um tratamento superficial dos tubos internos. A balança traseira conta com um monoamortecedor e o curso da roda continua com 140 mm.

As rodas foram redesenhadas com três raios, construídas em liga de alumínio com 17 polegadas. Na dianteira, a eficiência de frenagem é garantida por duplo-disco flutuante, mordido por pinças Tokico de quatro pistões opostos de alumínio de montagem radial. A dimensão dos discos foi reduzida de 320 mm para 310 mm de diâmetro, com um aumento de 5,0 mm para 5,5 mm na espessura, reduzindo a inércia do conjunto e melhorando o desempenho da suspensão. O freio traseiro conta com pinça deslizante Tokico de pistão simples, com disco de 260 mm de diâmetro e 5,5 mm de espessura. Para maior praticidade, o painel de instrumentos vem com tacômetro, velocímetro, marcador de combustível e de temperatura do líquido de arrefecimento estão distribuídos em quatro marcadores de mesmo tamanho. Há também luzes indicadoras de nível baixo de combustível, superaquecimento do líquido de arrefecimento, neutro, setas, luz alta, pressão do óleo e funcionamento da injeção eletrônica. Além disso, o piloto pode programar o momento em que a luz de aviso deve acender assim que o motor alcançar uma determinada rotação estipulada por ele. No centro do painel, uma tela em LCD mostra relógio, marcha engatada, modo de pilotagem selecionado, hodômetro total e dois hodômetros parciais. Os inconfundíveis faróis da Hayabusa foram conservados, mas alguns detalhes foram repensados para torná-la mais aerodinâmica. A luz alta do farol frontal é mais compacta e forte, fornecendo luz mais intensa para o aumento da segurança do piloto. O farol traseiro agora utiliza LEDs como fonte de luz, por serem mais brilhantes e duráveis que as lâmpadas convencionais. Mas, ao pilotar a Hayabusa, use a sabedoria nipônica: voar é para os pássaros.

SEM MEDIDA| 91


São Paulo da garoa, São Paulo de gente boa. Uma cidade que abriga a todos. E que consegue, na mistura das diferenças o resultado como o mostrado nestas imagens.

92 |SEM MEDIDA


S達o Paulo

uma arquitetura de contrastes harmoniosos Ensaio: Fernando Siqueira/Primelight Fotografia

SEM MEDIDA| 93


94 |SEM MEDIDA


SEM MEDIDA| 95


96 |SEM MEDIDA


SEM MEDIDA| 97


98 |SEM MEDIDA


SEM MEDIDA| 99


100 |SEM MEDIDA


SEM MEDIDA| 101


102 |SEM MEDIDA


SEM MEDIDA| 103


Alma gêmea

com o Namoro em Peso ficou mais fácil encontrar a sua Texto: da Redação | Imagens: Wikimedia Commons divulgação

104 |SEM MEDIDA


Wikimedia Commons/Detalhe de “O beijo, de Francesco Hayez

Uma amizade que surgiu por meio de um site, se transformou em um outro site para que novas amizades possam se tornar realidade, independentemente de peso.

SEM MEDIDA| 105


D

ois paulistas se encontraram em um site de relacionamento. Com o passar do tempo, a amizade foi crescendo e depois de muitas horas, dias, no chat e ao telefone, os dois tiveram a idéia de criar um site para todos os tipos relacionamentos. “Verificamos inicialmente que a procura por site de relacionamentos vinha crescendo, pois alguns fatores como a correria do dia a dia, timidez e outros fazem com que as pessoas utilizem este serviço especializado”, explica Edgard Basílio, graduado em Estatística e Pós-Graduado em Marketing. “Queríamos fazer algo inovador, para um público que admirasse pessoas acima do peso, pois, uma pequena parte da população estipula um biofísico magro como sinônimo de beleza, conceito este, fora da realidade. Primeiramente pois acreditamos que o importante não é ter um peso ideal e sim estar saudável, com qualidade de vida e, principalmente, valorizando a auto-estima”, afirma Lilian Cristina Dable, que tem mestrado na área de Saúde e Medicina. “Consideramos também, através de pesquisas realizadas, que mais de 38 milhões de pessoas no Brasil estão acima do peso. Porém, não existia nenhum site dedicado a admiradores deste perfil, e hoje somos os pioneiros, o site www.namoroempeso.com.br, no ar desde o dia 23/01/2010”, afirma Edgard. Sem discriminação O site Namoro em Peso deseja promover relacionamentos de amizade, namoro, romances e, quem sabe, casamento, entre pessoas que estão acima do peso ou admiradores destas pessoas, sempre preocupados com o bem-estar e segurança dos usuários. Apesar de ser criado para o público plus size, o site Namoro em Peso é aberto a qualquer pessoa, seja ela gordinha ou magrinha, homossexual ou heterossexual. Qualquer pessoa pode acessar o site, criar um perfil de usuário e utilizar o Namoro em

peso o tempo que quiser. Atualmente já possui aproximadamente 5.000 usuários cadastrados e o sistema para cadastramento é muito simples. O usuário faz um cadastro inicial, rápido e gratuito, onde só preenche um nick name, senha, e-mail e data de nascimento. Após este processo, ele já está logado no site e, a partir daí, pode completar seu perfil a qualquer momento e falará um pouco sobre ele e a pessoa que procura, além de poder inserir fotos. Quanto mais completo o  preenchimento deste perfil, melhor será a avaliação de compatibilidade em relação aos pretendentes, benefício gratuito para todos os usuários. Também poderá realizar pesquisas de usuários do sexo que procura por faixa etária, cidade, estado, país e outras características que busca na pessoa, além de poder enviar e-mails para qualquer usuário. Ao acessar o site, você verá as pessoas que estão on line, quantas se incluen no perfil de suas pretendentes e quantas pessoas ficaram interessadas em você. Lílian e Edgar dão algumas dicas para tornar um cadastro mais atraente. “Um cadastro atraente deve ter em primeiro lugar uma foto”, explica Lilian. “Um perfil com foto atrai olhares, desperta interesse. Esse item é fundamental para encontrar uma pessoa. O preenchimento completo de informações que identifiquem seu comportamento pessoal e também da pessoa que procura, pode ajudar. Assim, quem o está lendo, saberá um pouco sobre seu modo de agir e de pensar. E a sinceridade será o seu diferencial em relação aos outros usuários”, afirma Edgar. Lugar de respeito O Namoro em Peso não tem discriminação com qualquer tipo de pessoa, porém exige respeito. Não são permitidas fotos impróprias, palavras de baixo calão, participação de menores de 18 anos e a divulgação de  informações pessoais. “É de total responsabilidade do usuário

“Verificamos inicialmente que a procura por site de relacionamentos vinha crescendo, pois alguns fatores como a correria do dia a dia, timidez e outros fazem com que as pessoas utilizem este serviço especializado.” 106 |SEM MEDIDA


SEM MEDIDA| 107


108 |SEM MEDIDA


qualquer divulgação destas informações”, explica Edgard. “Antes do usuário finalizar seu cadastro, é necessário que o mesmo aceite os “Termos de uso”, onde ele saberá quais são seus direitos e deveres dentro do site”. E o site vem caminhando bem. Mesmo com pouco tempo de atuação, já coleciona histórias bem sucedidas. Uma delas é a de Milena e Zinho, que se conheceram no Namoro em Peso em 26/01/2010. Depois de uma conversa pelo site, trocaram MSN através do qual se falaram por muito tempo, além de “se conhecerem” pela web cam. “Ele como sempre, muito carinhoso, com palavras meigas, se transformou em um grande amigo e conselheiro”, lembra Milena. “Até que um dia percebemos que realmente, o que sentíamos um pelo outro, não era só uma amizade. Então passamos a trocar mensagens com um sentimento mais forte, onde parecia que nos conhecíamos há muito tempo”. No dia 20/02, Milena tinha que ir para o centro de São Paulo buscar umas garrafinhas para a irmã, e conversando com Zinho comentou sobre isso e ele na mesma hora se ofereceu para ir junto, assim poderiam se conhecer. “Fiquei super ansiosa e nem consegui dormir a noite, com medo de perder a hora de encontrar o grande amor da minha vida”, disse Milena. “O nosso encontro foi marcado na Barra Funda, às 10:00 hs da manhã. Quando cheguei lá, ele veio ao meu encontro, me deu um frio na barriga. Me deu um beijo no rosto e me abraçou muito forte. Pegamos o metrô e dentro dele, nos beijamos pela primeira vez. Subi nas nuvens como se fosse meu primeiro beijo”. O casal fez o que precisava fazer e Zinho levou Milena para casa, em Poá, voltando para casa dele, em Barueri. À noite, pela internet, ele perguntou se assumiriam o namoro para todos. “A partir desse dia, estamos muito felizes. Já fui conhecer a sua família e ele

veio conhecer a minha”, diz sorrindo Milena. “Tudo isso graças ao Namoro em Peso. Gostaríamos de agradecer pela oportunidade de ter nos conhecido”, agradece Milena. Segundo os criadores do Namoro em Peso, os freqüentadores do site são pessoas felizes com seu biofísico, bem resolvidas, que valorizam sua auto-estima, e que estão realmente querendo encontrar alguém especial ou fazer novas amizades. Crescer sempre Relatos como este incentivam Lílian e Edgar a ter planos para crescer ainda mais o site. São planos incluindo promoções e eventos entre usuários. O primeiro plano será a interação entre os usuários com o link papo casual, onde poderão sugerir temas, entrevistas, entre outras matérias. Em breve, irá promover jantares entre usuários que se conheceram no site e que concretizaram uma união e, é claro, nos informaram. A promoção do “Dia de Peso”, evento que contará com a presença de usuários para atividades diversas, além de outras idéias que, por enquanto, são mantidas em sigilo. E para manter o site e desenvolver novas idéias, Lílian e Edgar contam com a ajuda de Morgana Monzani Zanini , webdesigner, e a principal responsável pela criação do layout do site e monitora o servidor. Sempre atenta a qualquer tipo de problema com o site foi o “anjo da guarda” durante todo o processo. José Fernando Santos de Carvalho, é o Analista de Sistemas Sênior, responsável direto por colocar e manter o site no ar. Ele monitora todos os processos envolvidos, além de sempre estar nos ajudando com dicas de melhorias para o site. Além disso, mantém a privacidade e segurança das informações pessoais de nossos usuários. E Alcione Ribeiro, publicitária, blogueira (Poderosas Gordinhas) e redatora é uma grande parceira e colaboradora do site com textos sobre diversos assuntos.

Na foto ao lado, um casal que se aproximou graças ao Namoro em Peso. Com a grande quantidade de usuários, provavelmente muitos outros plus sizes encontrarão seus pares ideias. SEM MEDIDA| 109


Plus size

de mero modismo a movimento permanente Texto: da Redação | Imagens: divulgação arquivo PSMG

110 |SEM MEDIDA


Wikimedia Commons/Anirudh Koul

Como na foto abaixo, que ilustra esta matéria, muitas reivindicações de grupos segregados só foram conseguidos através da mobilização, ora tumultuada, ora pacífica, mas, a grande questão a ser pensada, no que diz respeito ao mundo plus size, é que estamos buscando a aceitação da sociedade quando nós mesmos não nos aceitamos como somos.

É assim que o movimento plus size deve ser encarado na opinião das fundadoras do site Garotas Formosas, para que as pessoas sejam valorizadas, independentemente do seu peso.

SEM MEDIDA| 111


112 |SEM MEDIDA


E

m uma sessão de fotos para mulheres plus size, Graziela Matte, Luciane Russo e Rebecca Steinhoff se encontraram e um batepapo casual, se transformou em amizade. Dessa amizade, como as ideias e pensamentos eram muito semelhantes, surgiu um projeto. “Após a sessão de fotos, ficamos amigas e como eu já estava escrevendo para um site do mundo plus size, comecei a ter muitas ideias, principalmente no lado social, em ajudar as meninas a se aceitarem, se amarem e se respeitarem como são”, explica Luciane Russo. “Neste meio tempo, conversando com a Rebecca, vimos que nossos objetivos e desejos eram os mesmos. Sendo assim, em setembro de 2009, idealizamos e criamos um blog. Chamamos a Graziela Matte e a Aline Demartino para saber o que elas achavam. Como as duas gostaram, as convidamos para fazer parte da equipe, pois tinham as mesmas ideias e intenções que nós. O blog foi crescendo, e em outubro virou site www. garotasformosas.com.br”. A ideia do site é dividir experiências, trocar ideias e, principalmente, dizer a todas as pessoas que elas podem se sentir bem com elas mesmas, mas sempre cuidando de sua saúde. “Se você está muito gordinha e precisa emagrecer, então emagreça”, aconselha Graziela. “Se está bom assim, continue mantendo, mas acima de tudo, queremos dizer que não é porque estamos fora dos ‘padrões’ estabelecidos pela mídia, que seremos discriminadas, deixadas à margem da moda, da beleza”. Graziela afirma que o mundo está ficando cada vez mais gordo de modo geral. Como prova disso, manda olhar em volta e ver a

“Pretendemos continuar escrevendo para o mundo plus size, mas isso não é restrito aos gordinhos. Várias dicas e matérias que colocamos no site podem ser aproveitadas por todos os tipos de pessoas”. Aline Demartino SEM MEDIDA| 113


“Se você está muito gorda e quer emagrecer, emagreça. Se está bom assim, continue mantendo, mas acima de tudo, queremos dizer que não é porque estamos fora dos ‘padrões’ estabelecidos pela mídia, que seremos discriminadas, deixadas à margem da moda, da beleza.” Graziela Matte dificuldade de se encontrar alguém com o manequim 36. “Precisamos que a mídia, o mundo da moda, nos dê atenção, pois somos consumidores, queremos nos vestir de maneira moderna e bonita”, reclama Aline. “Queremos ser respeitadas quando andamos nas ruas ou entramos em uma loja. Somos todos diferentes, e é essa diferença que faz com que sejamos seres humanos, racionais, inteligentes e capazes de dominar o mundo”. Hoje, o Garotas Formosas cresceu e ampliou seu leque de serviços. Oferece dicas de moda, tanto feminina como masculina, culinária, sendo que algumas receitas têm fotos próprias, feitas pelas garotas, para provar que a receita é boa. Também é possível encontrar textos para elevar a autoestima dos nossos internautas, dicas de beleza, afinal, ser gordinha não significa ser relaxada e descuidada. Também oferece sugestões de filmes e livros, é possível ler entrevistas com pessoas conhecidas, relacionadas ao mundo plus size, ou que de alguma maneira possa ser interessante ao público. E, para alisar o ego de todo mundo, o site tem uma galeria de Formosas, onde as meninas podem mostrar como são lindas e participar de algumas promoções. O Garotas Formosas ainda tem uma preocupação com animais abandonados. O site tenta achar um novo lar para eles. “Queremos passar a mensagem de que, apesar de estarmos acima do peso, podemos ser bem sucedidas em qualquer coisa que fizermos ou profissão que seguirmos”, afirma Rebecca. “O peso não é empecilho para nada. Busque sua beleza, esteja com a saúde em dia, emagreça se quiser, mas por você, e não por imposição dos outros. Seja você mesma e seja feliz”.

114 |SEM MEDIDA


SEM MEDIDA| 115


116 |SEM MEDIDA


E o site “pegou”. Tem recebido várias mensagens, tanto no site, comentando as matérias, ou no mural, e-mail, twitter e Orkut, dizendo que gostam do Garotas Formosas, elogiando os temas abordados nos textos. Alguns internautas se identificam com as histórias divulgadas e com a maneira que as meninas veem a vida, se aceitando, e se amando do jeito que são. O site também recebe mensagens de elogios, agradecimento e comentários sobre o que foi escrito. “Mas acredito que ainda pensem que somos inatingíveis”, brinca Luciane. “Que fique bem claro aqui, adoramos receber elogios sim, mas pedidos e reclamações também serão aceitos. Queremos fazer sempre o melhor! Esses dias, na comunidade do Orkut, pediram para montar um tópico sobre relacionamentos, um tipo de cupido. Claro que montamos! Espero que as pessoas possam se interessar umas pelas outras e quem sabe sai até um casamento!” Outro serviço do site é a página chamada “Divã da Formosa”, onde são colocados alguns textos de auto-ajuda e reflexão. Vários são de autoria da Luciane, outros são de autores que as meninas gostam e que elas achem que pode ajudar na elevação da auto-estima das pessoas. Mas não é só aconselhamento sentimental, também tem dicas de moda e beleza que servem como conselho. O site quer que as pessoas se sintam bem por dentro, mas porque não cuidar do lado exterior também? A principal preocupação das criadoras do site é ajudar as pessoas, tentar dar alguma orientação a elas, para que não se sintam sós. “O que mais vemos, são mulheres pedindo dicas de moda. Aqui em São Paulo, ainda é mais fácil encontrar roupas

“Após a sessão de fotos, ficamos amigas e como eu já estava escrevendo para um site do mundo plus size, comecei a ter muitas ideias, principalmente no lado social, em ajudar as meninas a se aceitarem, se amarem e se respeitarem como são.” Luciane Russo SEM MEDIDA| 117


“Queremos passar a mensagem de que, apesar de estarmos acima do peso, podemos ser bem sucedidas em qualquer coisa que fizermos. O peso não é empecilho para nada. Busque sua beleza, esteja com a saúde em dia, emagreça se quiser, mas por você.” Rebecca Steinhoff com tamanhos grandes, mas no interior e em outros estados, é muito complicado”, explica Graziela. “E os gordinhos também pedem dicas para ele, pois também querem e devem ficar na moda”. E o relacionamento entre as meninas do site com o público que o acessa aos poucos começa a ficar mais forte, a ponto de os conselhos serem seguidos. Ainda não tivemos a oportunidade de saber no que resultou nossos conselhos”, conta Rebecca. “As meninas demoram um pouco a se abrir e contar. Entendemos isso, pois passamos por isso também. Muitas vezes posamos de duronas, mas no fundo, gostaríamos de ter um ombro amigo para desabafar e levantar nossa bola. Creio que estamos caminhando neste sentido, delas confiarem em nós e se abrirem, como se fôssemos parte de sua vida e esse é nosso objetivo, ajudar, sempre.” As meninas do Garotas Formosas acham que a valorização dos plus size pode ser considerada um modismo, pois pessoas gordas existem há muito tempo. Inclusive, houve épocas em que ser gordo era mais bonito, ter curvas avantajadas era sensual. Mas como toda moda, isso passa. Porém, se levado a sério e bem direcionado, pode se tornar sim um movimento constante e permanente de valorização das pessoas, independente do peso que elas têm. ”Nossa bandeira é que mulher gorda também é sexy, bem cuidada, bonita, mas acima de tudo, deve estar com a saúde em perfeitas condições”, lembra Aline que tem muitos planos. “Pretendemos continuar escrevendo para o mundo plus size, mas isso não é restrito aos gordinhos. Várias dicas e matérias que colocamos no site podem ser aproveitadas por todos os tipos de pessoas”.

118 |SEM MEDIDA


SEM MEDIDA| 119


Atitude

uma qualidade que podemos desenvolver Texto: da T창nia Sanches | Imagens: Wikimedia Commons

120 |SEM MEDIDA


Wikimedia Commons/Egemont

T

odos os dias, algo de muito bom ou de muito ruim pode acontecer em nossas vidas. Não temos muito controle sobre os acontecimentos, pois em certas ocasiões, o futuro é uma grande surpresa. Contudo, será a forma como vamos encarar os fatos ocorridos é que fará a diferença em nossas vidas. A esta forma, chamamos de atitude, que nada mais é do que o modo pelo qual encaramos mentalmente os acontecimentos ocorridos ao longo do nosso caminho. Assim sendo, o que nos acontecerá pode ser encarado como oportunidade ou como problema. Externamente é pela atitude que você comunica seu estado de espírito às outras pessoas e isto faz com que haja uma resposta do meio à mesma. Se comunicar uma atitude otimista, as respostas serão favoráveis, contudo, se for o oposto, provavelmente as pessoas tentarão evitá-lo e os pequenos problemas ficarão gritantes aos olhos. Seu enfoque mental em relação ao mundo exterior é quem dita o retrato que será tirado do mesmo, o que significa que você é quem está no controle das situações e não o contrário.

Ter atitudes positivas e promissoras exige treino, pois a mudança começa em cada um de nós. É um processo dinâmico, sensível, constante que exige certa atenção, pois fatores negativos se insinuarão à nossa percepção e se nos ativermos a eles, concentraremos nossa energia nas dificuldades ao invés de nos concentrarmos nas oportunidades. Naturalmente, ninguém consegue ser positivo o tempo todo, pois, até mesmo o otimismo excessivo não é realista, visto que joga a pessoa para um mundo de ilusões e fantasias. Sempre haverá alguma situação ou alguém que vai desafiar o nosso estado de espírito e habilidade de reação. Quanto mais praticarmos uma atitude positiva, mais inerente ela se torna em nós e mais fortalecidos emocionalmente ficamos para enfrentar os problemas e atuar para solucioná-los antes que eles fujam ao controle. Mesmo quando não houver uma solução ideal, cultivar uma atitude positiva ajudará a conviver com o problema e neutralizar seu impacto negativo. Ao focalizarmos a possibilidade de vitória, o lado positivo de uma situação ou vêla como um aprendizado, podemos apren-

SEM MEDIDA| 121


der tanto com o amor como com a dor. Nossos sentidos mais aguçados e o nosso entusiasmo são liberados, podemos então rir da circunstância sem nos sentirmos tolos com isto. Quanto mais nos concentramos nos fatores positivos, mais fácil será permanecer bem e ter uma atitude criativa ao invés de enfadonha. E isto pode ser mantido através do esforço consciente e do ajuste de comportamento. Quando você muda, tudo ao redor muda juntamente. Aqueles que se entregam ao pessimismo e à depressão, perdem uma grande parte de sua energia. Essas pessoas se arrastam como se estivessem andando pela neblina. Perdem o foco em suas ações, as esperanças de encontrar a porta de saída e parecem que tudo que vêem pela frente é escuridão, pois a criatividade é sufocada e a reclamação se tornou uma constante em suas bocas. Tudo se torna mais difícil que o necessário e ficar perto destas pessoas se torna um verdadeiro desconforto, pois, com sua energia, conseguem sufocar o bem estar de quem está ao seu lado, tornando-se um peso a ser tolerado. O pessimismo e a reclamação são como um veneno tóxico que contamina as esperanças, deixando as pessoas problemáticas e espalham uma nuvem de fuligem por onde passam. Ter um enfoque positivo ajuda a mente a pensar livremente. Idéias e soluções surgem com mais facilidade e o bom humor se torna algo natural, ele põe um sorriso no rosto de quem a cativa e

122 |SEM MEDIDA

cria um ambiente que proporciona oportunidades, clareza, foco e descobertas interessantes e valiosas. Apenas um estado de espírito elevado, uma atitude positiva, otimista é capaz de levar as pessoas a transcenderem os assuntos triviais, a não se preocuparem com migalhas e focar nas soluções e não ficar debruçado sobre os problemas. Alimente sua mente com informações interessantes, que agreguem valor ao seu conhecimento e ao seu amadurecimento tanto pessoal, como profissional. Cultive relacionamentos promissores, busque pessoas cujo estilo de vida admira, filtre os conteúdos que você recebe do meio. A nossa mente não distingue o real da fantasia, o certo do errado, o bom do mal. Ela simplesmente grava e executa as informações que lhe são enviadas, criando dentro da pessoa, um estado mental que gerará um comportamento para o meio. Assim, a responsabilidade é toda nossa sobre o tipo de alimento que estamos dando ao nosso “espírito”. A câmera está em nossas mãos, então vamos dar um click naquilo que é mais importante: Nós. Tenha uma atitude positiva e faça as coisas acontecerem a seu favor. Tânia Regina Sanches é psicóloga com pósgraduação em Administração de Recursos Humanos, especialização em Terapias Alternativas pelo Instituto Avathar e formada em Coaching pela Sociedade Latino Americana de Coaching.


nacozinha

o na , d a z bo ali Loc ock Lo à o d Had próxim a t , 955 . Paulis av

centro de gastronomia

Chef Carlos Ribeiro

Restaurante de cozinha variada com inspiração brasileira

Salada de folhas e flores

Bobó frito de camarão

Bolinho de arroz com queijo

Acarajé e abará com vatapá

Pastel aberto com pernil desfiado

Filé-mignon com baião-de-dois

Moqueca Paraense

Risoto de rabada desfiada com agrião

Cupim de panela com purê e aipim frito

Lombo de peixe com purê de inhame

Rabanada ao Porto com sorvete

Compotas de frutas com queijos

Cursos para iniciantes e profissionais • Espaço para eventos

eve Faça se nto u Esp cono par aço id sco. a pe e que al gru pos nos

SEM MEDIDA| 123 Rua Haddock Lobo 955 - Jardins - S.Paulo - Tel.: (11) 3063-5374 / 3063-5377 - http://blognacozinha.zip.net


124 |SEM MEDIDA


Cadernos

Gastron么micos Encarte especial da revista Sem Medida

Outono


6 8 10 12 14 16 18 20 22 24 26 28

Índice Furado ao molho de ricota com calabresa Pudim gratinado Hamburguinhos no ninho Caixa de brinquedos com molho rose Charutos Bavette ao molho de cação Lasanha de costela com mandioca Parafuso nutritivo com frango e legumes Espaguete ao pesto com manjericão e legumes Espiral ao azeite com berinjelas e legumes Pizza de mussarela com presunto Gravata ao molho de iogurte com truta


Cadernos Gastronômicos Adria/Sem Medida Esse encarte faz parte de uma coleção de quatro fascículos criados pela Writer Editora e Comunicação Ltda., por meio de uma parceria com a Adria Alimentos do Brasil, empresa de massas e biscoitos. A intenção desse projeto é oferecer gratuitamente aos leitores da revista Sem Medida um livreto com 12 receitas temáticas para cada estação do ano. A publicação acontece a cada três meses e traz pratos especiais desenvolvidos pela cozinha experimental Adria, usando os produtos da marca e ingredientes saudáveis e de qualidade.                                               A Adria harmonizou pratos exclusivos com as características de cada estação - Inverno, Verão, Outono e Primavera - para você viver momentos inesquecíveis em sua cozinha. Convide a família e os amigos e compartilhe as delícias que preparamos!   Programação de publicação   Caderno Verão - Edição de Dezembro de 2009 Caderno Outono - Edição de Março de 2010 Caderno Inverno - Edição de Junho de 2010 Caderno Primavera - Edição de Setembro de 2010 © 2009 - Writers Editora e Comunicação Ltda. Todos os direitos reservados. É permitida a veiculação, impressão e reprodução deste encarte apenas em sua totalidade e desde que sejam mantidas todas as características editoriais e gráficas do projeto, da forma como foi concebido por seus autores, com suas devidas logomarcas. Projeto editorial e gráfico Writers Editora e Comunicação Ltda. Receitas Equipe da cozinha experimental da Adria Alimentos do Brasil Fotos (incluir crédito do fotógrafo) Produção gráfica Writers Editora e Comunicação Ltda. Circulação (encartado) revista Sem Medida

Writers Editora e Comunicação Ltda. R. Prof. Guilherme B. Sabino, 1347 - Cj. 112 Jd. Marajoara - São Paulo - SP - 04678-002 Tels.: 55 (11) 2638-4825/3729-3534 contato@writers.com.br Adria Alimentos do Brasil www.adria.com.br

Revista

SEMMEDIDA Para quem não tem medo da fita métrica

Sem Medida www.semmedida.com.br


Cadernos

Gastron么micos Encarte especial da revista Sem Medida

Caderno de

Outono


Furado ao molho de ricota com calabresa 6 |Cadernos Gastronômicos - Outono - Adria/Sem Medida

Rendimento

6

Porções


Ingredientes 1 embalagem de Furado com Ovos Adria (500g) 2 colheres (sopa) de manteiga ou margarina 2 cebolas médias, picadas 2 gomos de linguiça calabresa defumada, em cubinhos 1 ½ xícara (chá) de molho de tomate 2 xícaras (chá) de ricota fresca, peneirada 1 xícara (chá) de creme de leite 1 xícara (chá) de leite sal queijo parmesão ralado para polvilhar

Modo de preparo Comece preparando o molho de ricota com calabresa. Numa panela média, aqueça a manteiga ou a margarina, refogue a cebola e deixe dourar. Junte a linguiça e deixe refogar por mais 3 minutos. Acrescente o molho de tomate, a ricota e deixe cozinhar em fogo baixo por cerca de 2 minutos. Junte o creme de leite, o leite, acerte o sal, mexa delicadamente e reserve.. Numa panela grande ferva 5 litros de água com sal e cozinhe a massa. Para isso, coloque a massa e mexa de vez em quando, até que a água volte a ferver. Deixe cozinhar de acordo com o tempo indicado na embalagem ou até que fique “al dente”, ou seja, macia, porém resistente à mordida. Escorra a massa, acomode num refratário grande, acrescente o molho de ricota com calabresa e envolva delicadamente com a ajuda de dois garfos grandes. Polvilhe queijo parmesão e sirva a seguir.

Cadernos Gastronômicos - Outono - Adria/Sem Medida| 7


Pudim gratinado

Rendimento

10 8 |Cadernos Gastronômicos - Outono - Adria/Sem Medida

Porções


Ingredientes Recheio: 300g de Pena com ovos Adria 1 ovo, batido 2 colheres (sopa) de maionese 200g de mussarela, ralada 100g de parmesão, ralado 100g de azeitonas verdes, sem caroço e picadas 100g de ervilhas 250g de presunto, em fatias sal e salsinha a gosto Cobertura: 2 xícaras (chá) de molho de tomate parmesão ralado a gosto

Modo de preparo Numa panela grande, ferva 3 litros de água com sal. Coloque a massa e mexa de vez em quando, até que a água volte a ferver. Deixe cozinhar por 6 minutos ou até que fique “al dente”, ou seja, macia, porém resistente à mordida. Escorra a massa e envolva bem no ovo batido. Acrescente a maionese, mussarela, parmesão, azeitonas e as ervilhas. Acerte o sal, salpique a salsinha, mexa delicadamente e reserve. Unte um refratário com cone central com manteiga ou margarina, forre o fundo, as laterais e o cone central com as fatias de presunto. Acomode a massa no refratário apertando com cuidado, cubra com papel-alumínio e leve ao forno médio pré-aquecido (180°C) por 20 minutos. Retire do forno, deixe amornar um pouco, desinforme sobre um prato grande, espalhe por cima o molho de tomate, polvilhe o queijo parmesão e retorne para o forno por mais 5 minutos para gratinar. Retire do forno e sirva a seguir.

Toque do Chef: O tempo de cozimento da massa foi reduzido para que finalize no forno junto com os demais ingredientes.

Variação: Querendo substitua a pêra por melão.

Cadernos Gastronômicos - Outono - Adria/Sem Medida| 9


Hamburguinhos no ninho

Rendimento

6

10 |Cadernos Gastronômicos - Outono - Adria/Sem Medida

Porções


Ingredientes 1 embalagem de Ninho com Ovos Adria (500g) 2 colheres (sopa) de manteiga ou margarina sal Hamburguinho de Carne: miolo de 2 pãezinhos amanhecidos, picado 1/2 xícara (chá) de leite quente 500g de carne moída 1 dente de alho, picado salsa picada, sal e pimenta-do-reino a gosto 1 ovo batido 1 embalagem de Biscoito Cream Cracker Adria óleo ou margarina para fritar os hambúrgueres Para servir: 2 xícaras (chá) de molho de tomate queijo parmesão ralado para polvilhar

Modo de preparo Comece preparando os hamburguinhos. Misture bem o miolo dos pãezinhos com o leite quente e mexa até desfazer tudo e virar uma pasta. Junte a carne moída e o alho. Acerte o sal e tempere com salsa a pimenta-do-reino. Modele dando formato de hamburguinhos. Passe-os pelo ovo batido e pelo biscoito moído grosseiramente ou passado no processador. Deixe na geladeira por cerca de 1 hora. Numa panela grande ferva 5 litros de água com sal. Coloque a massa e mexa de vez em quando, até que a água volte a ferver. Deixe cozinhar de acordo com o tempo indicado na embalagem ou até que fique “al dente”, ou seja, macio, porém resistente à mordida. Enquanto a massa cozinha frite os hamburguinhos no óleo ou na margarina em frigideira larga virando-os dos dois lados para que cozinhem por igual. Retire-os e coloque-os sobre um prato raso. Escorra a massa, coloque num refratário, junte a manteiga ou a margarina e envolva bem com a ajuda de 2 garfos grandes. Prepare as porções individuais, colocando em cada prato um pouco de massa e esconda os hamburguinhos entre a massa, cubra com o molho de tomate aquecido, polvilhe queijo parmesão ralado e sirva a seguir.

Toque do Chef: A combinação de ingredientes desta receita é bastante nutritiva e indicada para crianças.

Cadernos Gastronômicos - Outono - Adria/Sem Medida| 11


Caixa de brinquedos com molho rose 12 |Cadernos Gastronômicos - Outono - Adria/Sem Medida

Rendimento

6

Porções


Ingredientes 1 embalagem de Caixa de Brinquedos com Ovos Adria (500g) queijo parmesão a gosto Molho Rosé: 1 colher (sopa) de manteiga ou margarina 1 cebola pequena, picada 1 colher (sopa) de farinha de trigo ½ litro de leite 250ml de polpa de tomate 2 colheres (sopa) de catchup 2 colheres (sopa) de queijo cremoso sal Nuggets: Biscoito Cream Cracker Adria ½ kg de frango, triturado 3 dentes de alho, picados 1 cebola pequena, picada 1 ovo batido 2 ovos batidos sal e salsinha a gosto óleo ou margarina para fritar os nuggets

Toque do Chef: Caso sobre a farofa de biscoito guarde em local bem fechado e continue utilizando em outras preparações com alimentos empanados.

Modo de preparo Modo de Preparo: Prepare o molho rosé. Numa panela média, aqueça a manteiga ou margarina, refogue a cebola e doure a de farinha de trigo. Junte ½ leite aos poucos, mexendo sempre para não empelotar. Acrescente a polpa de tomate, catchup, queijo cremoso e mexa delicadamente. Acerte o sal, retire do fogo e reserve. Prepare os nuggets. Leve ao processador o biscoito e bata até obter uma farofa. Numa tigela funda, junte o frango, alho, cebola, ovo, a salsinha e misture bem até obter uma massa homogênea. Acerte o sal e modele dando formato de nuggets. Empane-os passando por 2 ovos batido e pela farofa de biscoito. Deixe na geladeira por cerca de 1 hora. Retire da geladeira e frite os nuggets no óleo ou na margarina em frigideira larga virando-os dos dois lados para que cozinhem por igual. Retire-os e reserve. Numa panela grande ferva 5 litros de água com sal e cozinhe a massa. Para isso, coloque a massa e mexa de vez em quando, até que a água volte a ferver. Deixe cozinhar de acordo com o tempo indicado na embalagem ou até que fique “al dente”, ou seja, macia, porém resistente à mordida. Escorra a massa, acrescente o molho rosé e envolva tudo com a ajuda de dois garfos grandes. Espalhe por cima os nuggets, polvilhe o queijo parmesão e sirva a seguir.

Dica: Os nuggets também podem ser assados.

Cadernos Gastronômicos - Outono - Adria/Sem Medida| 13


Charutos

Rendimento

6

14 |Cadernos Gastronômicos - Outono - Adria/Sem Medida

Porções


Ingredientes 1 repolho grande queijo parmesão, ralado Recheio: ½ embalagem de Nhoque com Ovos Adria (500g) 3 colheres (sopa) de azeite 3 dentes de alho, picados 1 cebola pequena, picada ½ kg de carne moída 2 tomates, sem sementes e picados 1 xícara (chá) de azeitonas verdes, picadas 2 ovos cozidos (somente a clara), picadas sal e salsinha picada a gosto Molho de Tomate: 3 colheres (sopa) de azeite 2 dentes de alho, picados 1 cebola pequena, picada 8 tomates sem pele, sem sementes e picados 3 colheres (sopa) de polpa de tomate sal, pimenta-do-reino e orégano a gosto

Modo de preparo Comece preparando o molho de tomate. Numa panela média aqueça o azeite, refogue o alho e a cebola. Junte os tomates sem pele e sem sementes, polpa de tomate e 1 xícara (chá) de água. Deixe apurar, acerte o sal e tempere com a pimentado-reino e o orégano. Retire do fogo e reserve. Prepare o refogado de carne moída. Numa panela média, aqueça o azeite e refogue o alho e a cebola. Junte a carne moída e refogue até que comece a fritar. Acrescente os tomates, azeitonas verdes e as claras de 2 ovos cozidos. Acerte o sal, salpique a salsinha, mexa delicadamente e reserve. Numa panela grande ferva 3 litros de água com sal, mergulhe o repolho e deixe as folhas murcharem um pouco. Separe delicadamente as folhas e reserve para a montagem dos charutos. Numa panela grande ferva 2 ½ litros de água com sal e cozinhe o Nhoque Adria. Para isso, coloque a massa e mexa de vez em quando, até que água volte a ferver. Deixe cozinhar de acordo com o tempo indicado na embalagem ou até que fique “al dente”, ou seja, macia, porém resistente à mordida. Escorra a massa e esfrie em água corrente. Numa tigela grande, misture bem a massa com o refogado de carne moída. Recheie as folhas de repolho com a mistura de massa com carne moída e modele em formato de charutos. Acomode os charutos num refratário grande, regue por cima o molho de tomate, polvilhe queijo parmesão, cubra com papel-alumínio e leve ao forno médio (180 ºC) por 45 minutos. Retire do forno e sirva a seguir. Rendimento: 10 charutos. Variação: Querendo substitua as folhas de repolho por folhas de couve-manteiga.

Cadernos Gastronômicos - Outono - Adria/Sem Medida| 15


Bavette com molho de cação 16 |Cadernos Gastronômicos - Outono - Adria/Sem Medida

Rendimento

6

Porções


Ingredientes 1 embalagem de Bavette Adria Grano D’Oro (500g) Queijo parmesão ralado sal Molho Cremoso: 2 colheres (sopa) de manteiga ou margarina 1 cebola, picada 2 colheres (sopa) de farinha de trigo 1 litro de leite 4 colheres (sopa) de queijo cremoso sal, pimenta-do-reino e noz moscada a gosto Refogado de Cação: 3 colheres (sopa) de azeite 3 dentes de alho, picados ½ kg de cação, em cubos 2 tomates sem pele, sem sementes e picados sal e salsa a gosto

Modo de preparo Comece preparando o molho cremoso. Numa panela média, aqueça a manteiga ou margarina, refogue a cebola e doure a farinha de trigo. Junte o leite aos poucos, mexendo sempre para não empelotar. Acrescente o queijo cremoso, mexa delicadamente até derreter. Acerte o sal, tempere com a pimenta-do-reino e a noz moscada, retire do fogo e reserve. Prepare o refogado de cação. Numa frigideira média, aqueça o azeite e refogue o alho. Junte o cação, o tomate, deixe refogar por 5 minutos e reserve. Numa panela grande ferva 5 litros de água com sal e cozinhe a massa. Para isso, coloque a massa e mexa de vez em quando, até que a água volte a ferver. Deixe cozinhar de acordo com o tempo indicado na embalagem ou até que fique “al dente”, ou seja, macia, porém resistente à mordida. Escorra a massa, acomode num refratário grande, acrescente o molho cremoso e envolva bem com a ajuda de dois garfos grandes. Acomode por cima o refogado de cação, salpique a salsa, polvilhe queijo parmesão e sirva a seguir.

Cadernos Gastronômicos - Outono - Adria/Sem Medida| 17


Lasanha de costela com mandioca 18 |Cadernos Gastronômicos - Outono - Adria/Sem Medida

Rendimento

15 Porções


Ingredientes Molho Branco: 5 colheres (sopa) de manteiga 5 colheres (sopa) de farinha de trigo 2 litros de leite sal, pimenta-do-reino e noz moscada a gosto Molho de Tomate: 4 colheres (sopa) de azeite 1 cebola, picada 2 dentes de alho, picados 10 tomates sem pele, sem sementes e picados 1 litro de polpa de tomate sal, pimenta-do-reino e orégano a gosto

Toque do Chef: Para a lasanha ficar perfeita, coloque as tiras sempre entre os molhos e não se esqueça de utilizá-los ainda quentes. Para cada 500g de massa utilize no mínimo 3 ½ litros de molho. Querendo reduzir o tempo de preparo, deixe a lasanha montada por 10 minutos antes de levá-la ao forno.

Recheio de Costela com Mandioca: 1 kg de costela de boi, sem osso 1 cebola, picada 4 dentes de alho, picados 4 colheres (sopa) de óleo 2 tabletes de caldo de carne 250g de mandioca, picada sal e pimenta-do-reino a gosto Para a montagem: 1 embalagem de Lasanha Direto ao Forno Adria (500g) 400g de mussarela, em fatias queijo parmesão ralado

Modo de preparo Comece preparando o recheio de costela com mandioca. Tempere a costela de boi com a cebola, alho, sal e pimenta-do-reino. Numa panela de pressão, aqueça o óleo, coloque a costela temperada e frite bem. Acrescente 1 litro de água, os tabletes de caldo de carne, a costela e deixe cozinhar por 50 minutos. Junte a mandioca e deixe cozinhar por mais 15 minutos. Retire do fogo, desfie a costela, a mandioca e reserve. Prepare o molho branco. Numa panela média, aqueça a manteiga ou margarina e doure a farinha de trigo. Junte 2 litros de leite aos poucos, mexendo sempre para não empelotar. Acerte o sal, tempere com a pimenta-do-reino e a noz moscada. Retire do fogo e reserve. A seguir, prepare o molho de tomate. Numa panela média aqueça o azeite, refogue a cebola e o alho, junte os tomates, polpa de tomates e 2 xícaras (chá) de água. Deixe apurar, acerte o sal e tempere com a pimenta-do-reino e o orégano. Retire do fogo e reserve. Monte a Lasanha Direto ao Forno Adria num refratário grande e fundo. Divida o molho branco e o molho tomate em 3 partes, as tiras de lasanha em 4 e as fatias de mussarela e o recheio de costela com mandioca em 2. Alterne as camadas de molho e massa da seguinte forma: molho branco, fatias de mussarela, tiras de lasanha, molho de tomate, recheio de costela com mandioca, tiras de lasanha, molho branco, fatias de mussarela, tiras de lasanha, molho de tomate, recheio de costela com mandioca, tiras de lasanha, molho branco, molho de tomate e finalmente queijo parmesão ralado. Cubra com papelalumínio e leve ao forno médio (200ºC) por 50 minutos. Para dourar a superfície, retire o papel-alumínio 10 minutos antes de finalizar o tempo.

Cadernos Gastronômicos - Outono - Adria/Sem Medida| 19


Parafuso nutritivo com frango e legumes 20 |Cadernos Gastronômicos - Outono - Adria/Sem Medida

Rendimento

6

Porções


Ingredientes 1embalagem de Parafuso Adria Activita Soja + Cálcio 500g ½ kg de filé de frango, em tirinhas 4 colheres (sopa) de vinagre balsâmico 2 colheres (sopa) de óleo de canola ou soja 4 dentes de alho, picados 10 tomates maduros, sem pele e sem sementes, picados 2 folhas de louro 2 xícaras (chá) de mini cenouras 5 buquês de brócolis 1 abobrinha média, em cubos 50g de queijo parmesão light, ralado sal a gosto

Modo de preparo Comece temperando o frango. Numa tigela média, junte o frango e tempere com sal e vinagre balsâmico. Numa panela média, aqueça o óleo, refogue o alho, acrescente o frango e deixe fritar até dourar. Junte os tomates, as folhas de louro e deixe cozinhar até o tomate ficar macio. Acerte o sal, retire as folhas de louro e reserve. Numa panela média, junte as mini cenouras, o brócolis, a abobrinha e deixe cozinhar em água e sal até ficaram macios, escorra e reserve. Numa panela grande ferva 5 litros de água com sal e cozinhe a massa. Para isso, coloque a massa e mexa de vez em quando, até que a água volte a ferver. Deixe cozinhar de acordo com o tempo indicado na embalagem ou até que fique “al dente”, ou seja, macia, porém resistente à mordida. Escorra a massa, acomode num refratário grande, acrescente o molho de tomate com frango, os legumes e envolva bem com a ajuda de dois garfos grandes. Polvilhe o queijo parmesão e sirva a seguir.

Cadernos Gastronômicos - Outono - Adria/Sem Medida| 21


Espaguete ao pesto com manjericão e legumes

Rendimento

6

22 |Cadernos Gastronômicos - Outono - Adria/Sem Medida

Porções


Ingredientes 1 embalagem de Espaguete Adria Activita 3 Cereais (500g) sal Legumes Sauté: 6 colheres (sopa) de azeite 3 cenouras médias em tirinhas finas 3 abobrinhas em tirinhas finas sal e pimenta do reino a gosto Pesto de Manjericão: 1 maço pequeno de manjericão 2 dentes de alho, picados ½ xícara (chá) de azeite sal Para Finalizar: castanhas de caju ou do para, picadas queijo parmesão ralado

Modo de preparo Comece preparando os legumes sauté. Numa frigideira de fundo largo, aqueça o azeite, refogue a cenoura e a abobrinha em fogo alto, mexendo sempre para não murchar. Acerte o sal, tempere com a pimenta do reino e reserve Prepare o pesto. Leve ao liquidificador todos os ingredientes e bata até formar uma pasta. Numa panela grande ferva 5 litros de água com sal. Coloque a massa e mexa de vez em quando, até que a água volte a ferver. Deixe cozinhar por 10 a 12 minutos ou até que fique “al dente”, ou seja, macia, porém resistente à mordida. Escorra a massa, acomode num refratário grande, acrescente o pesto de manjericão e envolva bem com a ajuda de 2 garfos grandes. Junte os legumes sauté e mexa delicadamente. Espalhe por cima a castanha, polvilhe queijo parmesão e sirva a seguir.

Variação: Querendo prepare o pesto de rúcula, substituindo o manjericão por 10 a 15 folhas de rúcula

Cadernos Gastronômicos - Outono - Adria/Sem Medida| 23


Espiral ao azeite com berinjela e provolone

Rendimento

6

24 |Cadernos Gastronômicos - Outono - Adria/Sem Medida

Porções


Ingredientes 1 embalagem de Espiral Adria com Ovos (500g) 2 colheres (sopa) de óleo 1 cebola, picada 3 berinjelas, em cubos 50g de uvas passas brancas 50g de azeitonas pretas, picadas 200g de queijo provolone, em tirinhas 6 colheres (sopa) de azeite sal

Modo de preparo Comece preparando a berinjela. Numa frigideira média, aqueça o óleo, refogue a cebola, junte a berinjela e deixe fritar. Escorra a berinjela em papel absorvente e reserve. Numa panela grande ferva 5 litros de água com sal e cozinhe a massa. Para isso, coloque a massa e mexa de vez em quando, até que a água volte a ferver. Deixe cozinhar de acordo com o tempo indicado na embalagem ou até que fique “al dente”, ou seja, macia, porém resistente à mordida. Escorra a massa, acrescente o azeite, a berinjela, as uvas passas, a azeitona e envolva bem com a ajuda de dois garfos grandes. Espalhe as tirinhas de queijo provolone e sirva a seguir.

Cadernos Gastronômicos - Outono - Adria/Sem Medida| 25


Pizza de mussarela com presunto

Rendimento

8

26 |Cadernos Gastronômicos - Outono - Adria/Sem Medida

Porções


Ingredientes ½ embalagem de Argola com Ovos Adria 1 dente de alho, picado 3 ovos, batidos 3 colheres (sopa) de farinha de rosca 2 colheres (sopa) de queijo parmesão, ralado óleo para untar a forma sal Recheio: 2 xícaras (chá) de molho de tomate 300g de mussarela, ralada 200g de presunto, ralado 1 tomate, cortado em rodelas finas 10 azeitonas pretas, pequenas orégano a gosto

Modo de preparo Numa panela grande, ferva 2 ½ litros de água com sal e cozinhe o massa. Para isso, coloque a massa e mexa de vez em quando, até que água volte a ferver. Deixe cozinhar de acordo com o tempo indicado na embalagem ou até que fique “al dente”, ou seja, macia, porém resistente à mordida. Escorra a massa, coloque numa tigela grande, acrescente o alho, os ovos batidos, a farinha de rosca, o queijo parmesão, uma pitada de sal, misture bem com a ajuda de dois garfos grandes e reserve. Unte com óleo uma forma média para pizza, acomode a massa, cubra com papelalumínio e leve ao forno médio (180ºC) por 10 minutos. Retire o papel-alumínio, espalhe por cima o molho de tomate e volte ao forno por mais 5 minutos. Retire do forno, junte o presunto, a mussarela, acomode as rodelas de tomate, as azeitonas, polvilhe orégano e volte ao forno para derreter a mussarela. Retire do forno e sirva a seguir.

Toque do Chef: O recheio da pizza pode ser escolhido de acordo com os ingredientes de preferência da família.

Cadernos Gastronômicos - Outono - Adria/Sem Medida| 27


Gravata ao molho de iogurte com truta

Rendimento

6

28 |Cadernos Gastronômicos - Outono - Adria/Sem Medida

Porções


Ingredientes 1embalagem de Gravata com ovos Adria (500g) 6 filés de truta 4 colheres (sopa) de azeite de oliva 1 colher (café) de essência de amêndoas sal e pimenta-do-reino a gosto Molho de Iogurte: 2 colheres (sopa) de margarina light 2 colheres de (sopa) de farinha de trigo 1 litro de leite desnatado 1 iogurte natural desnatado suco de 1 limão sal, noz moscada e raspas de limão a gosto

Modo de preparo Comece preparando os filés de truta. Numa assadeira média, acomode os 6 filés de truta com o azeite de oliva, essência de amêndoas, sal e pimenta-do-reino. Cubra com papel-alumínio e deixe assar em forno médio pré-aquecido (180ºC) por 20 minutos. Retire o papel-alumínio e deixe assar por mais 5 minutos, retire do forno e reserve. Prepare o molho de iogurte. Numa panela média, aqueça a margarina light e doure a farinha de trigo. Junte 1 litro de leite desnatado aos poucos mexendo sempre para não empelotar. Acrescente o iogurte, o suco de limão e mexa delicadamente. Acerte o sal, tempere com a noz moscada, polvilhe as raspas de limão e reserve. Numa panela grande ferva 5 litros de água com sal e cozinhe a massa. Para isso, coloque a massa e mexa de vez em quando, até que a água volte a ferver. Deixe cozinhar de acordo com o tempo indicado na embalagem ou até que fique “al dente”, ou seja, macia, porém resistente à mordida. Escorra a massa, coloque num refratário grande, acrescente o molho de iogurte e envolva bem com a ajuda de dois garfos grandes. Acomode os filés de truta e sirva a seguir .

Cadernos Gastronômicos - Outono - Adria/Sem Medida| 29



Ed. 2 - Ano 2 - 03/2010