Page 1

Pub.

Sábado | 17.Set.2011

Director: Raul Tavares

semanário - edição n.º 681 • 5.ª série - 0,50 € • região de setúbal

www.semmaisjornal.com

Distribuído com o

VENDA INTERDITA

Anti-stress Os doces vestidos de Blanquet

Impressão Digital ‘Moranguito’ José Lobo sem fé em Setúbal

Anti-stress Cantar o fado na Praça do Bocage

11

12

10

2009

Pub.

Estradas do distrito estão a matar menos 48 mortos

2010

42 mortos

2011 Actual Desde 2009 que o número de acidentes registados nas estradas do distrito de Setúbal tem vindo a baixar. Nos primeiros oito meses deste ano perderam a vida 33 pessoas, quando o

Polis da Caparica não ata nem desata

ano passado no período homólogo contaram-se 42 acidentes mortais. E se a comparação for estendida a 2009 a diferença é ainda mais considerável, uma vez que há dois anos foram contabili-

33 mortos

zadas 48 mortes em acidentes rodoviários. Dos registos a que o Semmais teve acesso, pode anotar-se igualmente uma quebra do número de feridos graves e de acidentes no geral. PÁG. 5

Recorde de contentores no Porto de Sines

PÁG. 2

Actual Foi sem espinhas que a sardinha assada da costa de Setúbal ganhou o concurso das Sete Maravilhas Gastronómicas de Portugal PÁG. 6

Pub.

PÁG. 21

Arquivo

Sardinha no topo gastronómico do país

Socialistas do distrito metem 17 na cúpula

Dores Meira garante obras

política O congresso nacional que consagrou Seguro como líder socialista elegeu dezassete dirigentes oriundos das fileiras do PS regional, parte destes eleitos pela lista apresentada por Francisco Assis. PÁG. 9

+Região A presidente da Câmara sadina aproveitou as comemorações bocageanas, esta quintafeira, para garantir a conclusão das obras do Cine-teatro Luisa Todi e a abertura breve do mercado do Livramento. PÁGS. 7 e 18

Mosquitos atacam na cidade do Sado

PÁG. 7


2

Sábado | 17.Set.2011

www.semmaisjornal.com

Abertura A sociedade vai ser extinta até ao final do ano e ainda são precisos 100 milhões de euros

Estranho Polis que não ata nem desata Parado há cerca de dois, a requalificação da Costa da Caparica parece as obras de ‘Santa Engrácia’. A sociedade Polis será extinta até ao final do ano e já ninguém acredita na sua concretização. A Câmara de Almada quer a autosuficiência. :::::::::::::::::: Roberto Dores ::::::::::::::::::

«Hora de definir prioridades» Ainda assim, o presidente da Junta da Costa de Caparica, António Neves, alerta que antes de se avaliar o Polis já começa a ser necessário Pub.

Fotos: Pedro Lemos Vieira

S

em dinheiro, parado há dois anos e já a necessitar de obras de manutenção. E muitas. Eis o estado actual do maior e mais caro Polis do país. Na Costa de Caparica já poucos acreditam que um dia hão-de ver de pé os sete planos de pormenor – estão concluídos apenas dois – apesar da ministra do Ambiente, Assunção Cristas, ter agendado para breve uma visita ao terreno para avaliar o programa. A Câmara de Almada quer aproveitar para defender a auto-suficiência do Polis, aludindo aos terrenos do estado que ao serem leiloados viabilizariam um empréstimo bancário, apesar da Sociedade CostaPolis - detida pelo Estado em 60% e pela câmara em 40 - ainda precisar de cem milhões de euros para concluir o projecto. Recorde-se que a Sociedade Costa Polis será extinta no final deste ano, o que pode comprometer ainda mais os objectivos, mas a autarquia aponta como prioridade o recurso ao crédito bancário, com garantia hipotecária, admitindo ser a única forma de não deixar o Polis pelos dois planos de pormenor já concluídos. Apoios de praia e jardim urbano.

O projecto de requalificação foi lançado em 2001 e devia estar pronto em 2006

«garantir a manutenção do que ali foi feito em sede do programa», havendo várias deficiências ao nível de apoios de praia e acessos que necessitam de ser reparadas. «Isso nunca foi feito», sublinha, admitindo ser chegada a hora de se definirem prioridades no CostaPolis. «É preciso conhecer as reais situações que estão no terreno e perceber se é para continuar ou parar e prosseguir depois», diz, reiterando que o Polis da Caparica «tem terrenos para dar como garantia bancária», que lhe permitiriam seguir em frente com recursos ao crédito.

O problema tem sido, justamente, a falta de verba, que mantém o programa parado quase há dois anos, depois do leilão de um lote de terreno, por dez milhões de euros, junto à praia ter ficado sem interessados, o que inviabilizou a intervenção no Campo da Bola. Seria o terceiro plano de pormenor, que continua mergulhado num impasse, desesperando as 200 famílias que ali habitam. Aliás, face ao exposto, nem vale a pena pensar no projecto de abertura desta zona da cidade à frente de mar, com dois locais destinados à construção de uso maioritariamente

habitacional, para exploração imobiliária, estando previstas áreas comerciais e

Dez anos de atrasos sobre atrasos do Polis mais caro do país Lançando em 2001, teve conclusão prevista para 2006, mas apenas nesse ano as obras arrancaram. A intervenção abrange uma área total de 650 hectares, incluindo a frente marítima das praias urbanas. O certo é que ainda não será em 2013 que as obras

do Polis vão estar concluídas, como chegou a ser equacionado, tendo os prazos voltado a resvalar lá para 2017, segundo a última estimativa tornada pública. O Polis custa 200 milhões de euros. Falta metade para garantir a sua concretização.

serviços, a sede do Sport União e Caparica, um espaço de tempos livres para crianças e um centro de apoio a idosos. Também os três parques de campismo continuam intocáveis entre as praias de transição, da Riviera às Terras da Costa, tendo transferência anunciada Pinhal do Inglês, junto à praia da Fonte da Telha.


Sábado | 17.Set.2011

Hora de Fecho

www.semmaisjornal.com

Padre de Setúbal pede união para ajudar bairros clandestinos

Esta semana o problema agravou com a chegada da policia para cortar a luz a cerca de 60 famílias

O problema ganhou contornos ainda maiores esta quarta-feira, depois de elementos da EDP se terem deslocado aos bairros clandestinos da Quinta da Parvoíce e da antiga Mecânica Setubalense, na companhia das forças de segurança, para cortarem a energia eléctrica a cerca de 60 famílias. Segundo fonte policial, a intervenção ocorreu depois de terem sido feitas «baixadas ilegais» de energia, situação que «coloca em risco os

próprios moradores». Por sua vez, a EDP adiantou que recorreu às entidades policiais «por motivos de segurança dos funcionários». O padre Constantino Alves admite que a acção dos habitantes foi «ilegítima», apesar de «não terem outro meio de acesso ao fornecimento de electricidade». Ainda assim, adverte, «nada justifica a humilhação da EDP ter entrado lá como se de criminosos se tratassem, com um forte contingente policial de armas

em punho, quando não havia dados que apontassem para a possibilidade de violência». Entretanto, o pároco participou a situação destas famílias à Caritas de Setúbal, ao Conselho Pastoral e à Comissão Episcopal da Pastoral Social, e adiantou uma proposta à Câmara, proprietária dos terrenos, no sentido de que a autarquia «faça um contrato com a EDP para que depois os moradores instalem contadores e paguem a factura correspondente».

Fotos: Se,mmais

Deputados PS e PSD mostram serviço na região Os deputados do PS e do PSD da Assembleia da República, eleitos pelo distrito, vão estar na próxima semana de visita à região. Já esta segunda-feira, dia 19, pela manhã, os deputados ‘laranjas’ vão simbolizar o arranque do novo ano lectivo com uma deslocação à Escola Secundária 3.º CEB do Pinhal Novo. Na sexta-feira, dia 23, à tarde, é a vez dos deputados socialistas deslocarem-se em visita de trabalho ao concelho do Barreiro para contactarem com a realidade da Arco Ribeirinho Sul e da actividade dos autarcas socialistas neste concelho. O deputado Pedro do Ó Ramos garante que o ano lectivo na região vai arrancar com «tranquilidade e normalidade», sublinhando que o processo de avaliação dos professores, que andou na agenda política durante «muito tempo», com o Governo ‘laranja’ ficou «mais simples e sem professores contra professores». Por outro lado, destaca o reforço da compo-

+ Notícias PJ caça assaltantes dos Correios A Polícia Judiciária, através da Unidade Nacional Contra Terrorismo, desencadeou, quarta-feira na zona do Barreiro, uma operação para localização e detenção do terceiro elemento de um bando que assaltava estações dos CTT à mão armada. Com a detenção deste indivíduo, de nacionalidade portuguesa, com 23 anos, desempregado, sem morada certa e procurado desde Maio de 2011, desmantelou-se completamente este grupo criminoso. O detido, em conjunto com os outros suspeitos já anteriormente detidos pela prática destes assaltos, dedicava-se a assaltar dependências dos correios, maioritariamente na margem sul do Tejo.

Apanhado em Grândola por falsificação

Pedro Lemos Vieira

O pároco de Nossa Senhora da Conceição, em Setúbal, pede uma «acção concertada» entre as forças políticas e sociais para resolver o problema das famílias que vivem em bairros clandestinos na região. Citado pela agência Ecclesia, o padre Constantino Alves revela que «as pessoas vivem naquelas condições porque não tem havido o enquadramento necessário para solucionar o problema de fundo, neste caso, o realojamento». «Algumas viviam em apartamentos mas devido ao desemprego, os orçamentos familiares não podiam comportar o pagamento de uma renda, outras transferiram-se para esses bairros por opção, para pouparem o suficiente para os filhos poderem estudar», argumenta o padre setubalense. Nesta situação estão sobretudo imigrantes de Angola e Cabo Verde, arrastase há vários anos, afirma, adiantando que, «como a autarquia não tem construído mais habitação social e já tem cerca de 1500 pedidos de famílias em espera para alojamento, as pessoas tiveram de se instalar onde podiam».

3

Eduardo Cabrita (PS) e Maria Borges (PSD) integram comitivas

nente lectiva do Português e da Matemática, «duas disciplinas nucleares para o sucesso dos nossos alunos», bem como o aumento do número de dois alunos por turma, que passou para 26. «Este aumento deve-se ao regresso de muitos alunos que deixaram o ensino privado, devido a dificuldades financeiras dos pais», conta. Arco Ribeirinho nas preocupações PS Já a deputada ‘rosa’, Eurídice Pereira, refere que no Barreiro o enfoque principal da agenda vai estar na Sociedade Arco Ribeirinho Sul para se fazer «um ponto da situação» e o estado da própria

gestão desse projecto que visa requalificar terrenos industriais votados ao abandono nos concelhos de Almada, Barreiro e Seixal. «Esperemos que este projecto seja realidade no terreno, como estava previsto, uma vez que se trata de uma iniciativa muito importante para a região e que não está completamente esclarecido», vinca, acrescentando que espera que a ministra do Ambiente, no dia 27, divulgue o que pretende fazer com o projecto Arco Ribeirinho Sul, depois de o Governo ter admitido que «o projecto deveria

ser extinto por ser demasiado ambicioso». A iniciativa “Setúbal - Deputados no Distrito” arrancou na anterior legislatura, tendo os deputados do PS visitado os concelhos de Almada, Alcochete, Sines, Montijo e Moita para tratar de assuntos das mais variadas áreas.

A GNR deteve um homem, na zona de Grândola, por suspeita de furto de cheques e falsificação de assinaturas. Segundo fonte da GNR local, o homem estrangeiro, de 38 anos, é acusado de «ter furtado alguns cheques, imitava a assinatura dos titulares da conta e colocava valores do seu interesse». De acordo com a mesma fonte, o indivíduo, sob o qual pendia há cerca de dois anos um mandado de detenção do Tribunal da Comarca do Montijo, terá cometido os crimes na zona da margem Sul. A GNR surpreendeu o homem num estabelecimento comercial na zona de Grândola, adiantando que o suspeito residia e tinha um trabalho temporário perto daquela vila alentejana.

Ladrão de cobre em Sto André A GNR deteve quinta-feira, um homem a furtar cobre em Vila Nova de Santo André. A patrulha deslocou-se ao local, após o proprietário ter alertado as autoridades, apanhando o indivíduo em flagrante e na posse 16 quilos de fio de cobre, uma mangueira de rega revestida em aço, um colector de rega e uma pistola industrial de pulverização em cobre.

Idosa de Setúbal esmagada por viatura Uma mulher de 68 anos foi atropelada mortalmente por uma viatura desgovernada, sem condutor, na Rua da Associação de Moradores, no bairro do Viso, em Setúbal. O acidente ocorreu segunda-feira, quando uma condutora abandonou momentaneamente a viatura sem que tivesse accionado o travão de mão. Segundo fonte da PSP, o veículo deslizou devido à inclinação da rua, e só parou ao embater na parede de um prédio, atingindo mortalmente a idosa que tinha acabado de sair de casa. Pub.


4

Espaço Público

Sábado | 17.Set.2011

www.semmaisjornal.com

Recompensa Editorial

Novas e velhas oportunidades Independentemente dos resultados e da sua eficácia na sociedade e na economia, o programa ‘Novas Oportunidades’ constituiu nos últimos anos uma das frentes mais arrojadas no ensino de adultos em Portugal. Foi, efectivamente, uma nova oportunidade para quase um milhão de portugueses afastados do conhecimento, impedidos de progredir na carreira, e com baixa auto-estima. Portugueses válidos, do exército dos ‘Activos’ que fizeram as pazes com o ensino, galgaram amarras e, porque assim o quiseram, revitalizaram a sua vida, através de novos conhecimentos e preparos para uma sociedade cada vez mais exigente e selectiva. Ora, a OCDE – Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económicos, entidade reputada que mede a maior dos parâmetros de sociedade em todo o mundo, acaba de colocar o nosso país entre os que mais avançaram neste domínio. Não vale a pena mencionar os rácios declarados pela instituição. Vale sim questionar as posições da actual maioria sobre este avanço inquestionável. Na campanha eleitoral Passos Coelho já havia passado por cima do esforços destas centenas de milhares de portugueses, envergonhando-os publicamente ao afirmar que estes ‘andaram a brincar à escola’ e que o que então aprenderam de nada lhes havia servido. Agora, perante o relatório da OCDE, o ministro da Educação, Nuno Crato, segue o mesmo caminho, num misto de escárnio e maldizer, desvalorizando os efeitos destes ‘diplomas suaves’ para esse exército de portugueses e portuguesas que, com esforço e dedicação ousaram saber e aprender mais. É uma forma de fazer

Paulo Edson Cunha *

// Raul Tavares

política, mas mais importante, é um sintoma ideológico bem simbolizado em muitas das actuações do actual Governo. Nuno Crato diz ter paixão pelo Português e pela Matemática, mas não se importa que as turmas passem a estar superlotadas, de quase acabar com as aulas extra-curriculares e de – a ver vamos – que muitas escolas tenham de funcionar este Inverno com lanternas, porque será insuportável para muitas delas pagar os desmesurados aumentos da electricidade. Outro exemplo: o ministro da Saúde, no seu afã de cortes cegos na Saúde, já fez saber que alguns dos mais desfavorecidos vão continuar a poder recorrer ao Serviço Nacional de Saúde (ou ‘Sistema’ porque fica bem mais moderno e liberal). É uma garantia de ministro! Mas o problema é que não deveria ser “alguns”, mas todos, porque todos, desfavorecidos, remediados e outros que tais a isso deveriam ter direito, pagando na proporção dos rendimentos de cada um. Soube-se esta semana que um dos hospitais privados, num claro rompimento com o que estava obrigado contratualmente com o Estado, limitava as suas urgências às 8 da noite e reenviava para as unidades públicas doentes com determinadas maleitas, alegadamente mais onerosas. Assim é fácil atingir o equilíbrio das contas e a obtenção do lucro. Será este o sistema que nos querem impingir? Assim morre o universalismo do acesso à Saúde e retoca-se um projecto a que Obama, no império americano, se referiu com uma vergonha da democracia. Em matéria de direitos sociais este Governo falece de facto. A caridade composta, como lhe chamo, pode não deixar ninguém de fora, mas rompe largamente com as conquistas civilizacionais da igualdade de direitos e de oportunidade.

ficha técnica Director: Raul Tavares; Editor-Chefe: Joaquim Guerra; Redacção: Anabela Ventura, Cristina Martins, Marta David, Rita Perdigão, Roberto Dores, Fotografia: Joaquim Torres; Dep. Comercial: Cristina Almeida (coordenação), Lídia Faísca. Cartoonista: Ricardo Campos e José Sarmento. Projecto Gráfico: Edgar Melitão/”The Kitchen Media” – Nova Zelândia. Departamento Gráfico: Marisa Batista e Rita Martins. Serviços Administrativos e Financeiros: Mila Oliveira. Webmaster iMais: Susete Amaral. Web Manager/SEO: José Luís Andrade. Distribuição: José Ricardo e Carlos Lóio. Propriedade e Editor: Mediasado, Lda; NIPC 506806537 Concessão Produto: Mediasado, Lda NIPC 506806537. Redacção: Largo José Joaquim Cabecinha nº8, (traseiras da Av. Bento Jesus Caraça) 2910-564 Setúbal. Tel.: 265 538 819 (geral); Fax.: 265 538 819. Email: redaccao.semmais@mediasado.pt; publicidade.semmais@ mediasado.pt. Administração e Comercial: Tel.: 265 538 810; Fax.: 265 538 813. Impressão: Empresa Gráfica Funchalense, SA – Rua Capela Nossa Senhora Conceição, 50 – Moralena 2715-029 – Pêro Pinheiro. Tiragem: 45.000 (média semanal). Distribuição: VASP e Mediasado, Lda. Reg. ICS: 123090. Depósito Legal; 123227/98

A minha identificação com o PSD tem-me custado imensas horas onde tenho de dar explicações, nos mais diversos fóruns sobre as posições do Governo, nomeadamente no Distrito de Setúbal, onde se anunciavam grandes investimentos e que, segundo algumas notícias os mesmos serão suspensos e/ou cancelados. É um trabalho difícil, moroso, mas ao mesmo tempo que me enche de orgulho por sentir que o trabalho não beneficiará o PSD, mas sim o País, mesmo sabendo que o País apenas o saberá reconhecer daqui a uns anos. A situação não é exactamente igual ao que alguns apregoam, nomeadamente no que concerne ao encerramento de alguns troços do IC32 que, segundo uns, vão ser cancelados, mesmo os que já estão em construção e, ao que parece, apenas vão ser suspensos ou reavaliados alguns que ainda não estão em construção. Aliás é esta vontade de reavaliar, face a novas circunstâncias que leva a que um Governo sério, criterioso, gestor da causa pública avalie com

muito cuidado as contas, para não repetir erros do passado e hipotecar definitivamente as gerações vindouras. Refira-se que o Governo do PS de José Sócrates deixou-nos 80 milhões de motivos para pensáramos ponderarmos e nos lembrarmos de garantir que não cometamos os mesmos erros que eles cometeram e são precisamente os 80 milhões de euros que a Troika nos emprestou. Quando pensamos que de nada nos vale este rigor e este sacrifício, temos finalmente boas razões para acreditar que vale a pena e sabemos que a Portugal e à Irlanda passa a ser cobrado o mesmo preço suportado nos mercados pelo Mecanismo Europeu de Estabilização Financeira. As novas condições, que ganhámos com o nosso bom trabalho, devem ser aplicadas “no futuro” e “nas tranches já disponibilizadas”. Ou seja, no caso português, a redução dos juros e o alargamento do prazo de reembolso abrange as parcelas já disponibilizadas em Maio e Junho. Bruxelas manifesta a expectativa de

que as propostas recebam a aprovação dos países-membros “nas próximas semanas”. A notícia da aprovação destas propostas coincidiu com o anúncio do desbloqueamento formal de mais uma tranche de 11,5 mil milhões de euros do programa de resgate financeiro desenhado para Portugal. Em Estrasburgo, o presidente da Comissão Europeia estimou também que Portugal “parece estar no bom caminho” para ultrapassar a actual situação económica, que, reconheceu Durão, “continua difícil”. Apoiandose nas estimativas de Bruxelas, o antigo primeiro-ministro disse ser “possível que Portugal atinja o objectivo [de um défice orçamental] de três por cento em 2013”: “Por isso, a Comissão Europeia constata que está a tomar as medidas adequadas”. Sabemos que o caminho é longo, difícil e sinuoso, mas o país tem de se unir para vencer esta batalha, certa de que é o único caminho possível. Advogado *

Sobre três viagens Valdemar Santos * Ficando-nos mal nada dizer sobre o passado recente, corremos a incúria de uma retoma. Pelo circuito do Postalfree esteve disponível em tradicionais locais de cultura, espectáculo e convívio um segundo postal da Festa do Avante! 2011, cujo logotipo é enquadrado pela ideia-força de que a Festa é o que é porque o orgão central do PCP não é menos do que, ele também, não deixa de ser. Este dá-lhe o nome, irrefutável constatação. Faz agora um mês, 18 de Agosto, a páginas 23, o semanário não se furtou a tratar do 50º aniversário da construção do Muro de Berlim, o qual, naquilo que competiu, entres outros, às autoridades alemãs, assentou numa “intensa diabolização do regime socialista”. E reproduziu em contraponto a primeira página do diário da Juventude Comunista Junge Welt (“Jovem Mundo”), que optou por escrever em grande cabeçalho “Dank – aqui nós dizemos simplesmente: Obrigado”. Entendido como artifício para suscitar a curiosidade poderia ser o facto de aqui não explicitarmos as “13 razões para agradecer a existência do Muro de Berlim durante 28 anos”. Em prol da verdade (o Avante! está à venda!), foi o Suplemento da 2ª Grande Gala de Ópera - com que o Palco 25 de Abril abriu a noite de sexta-feira - o que mais nos chama a atenção. Giuseppe Verdi, Étienne Méhaut, Unberto Giordano, Beethoven, Camille Saint-Saens, Dvorak, Puccini, Léo Delibes, Bizet, Mozart, Rossini, Charles Gounot, Pietro Mascagni, Joly Braga

Santos, Augustin Lara - a esta pléiade de grandes autores interpretados pela Orquestra Sinfónica do Ginásio Ópera, o Coro Tejo e o Coro de Câmara de Lisboa, juntou-se (e foi o primeiro a ser ouvido) José Viana da Mota. Nascido na Ilha de São Tomé em 1868, admitido no Conservatório de Música de Berlim em 1882, o seu brilhantismo cedo levou a “que alguns o tivessem considerado um novo Mozart”. “Com Portugal a viver a primeira experiência republicana” (e com a I Guerra Mundial a atolar a Europa), “em que tanta importância se atribuiu à instrução, o seu patriotismo desinteressado fê-lo interromper, no auge do sucesso, uma grande carreira internacional para vir ocupar o lugar de director do Conservatório Nacional de Lisboa, onde, conjuntamente com o seu amigo Luís de Freitas Branco, levou a cabo importantíssima reforma do ensino artístico.” E quem passou neste memo palco? Fernando Lopes Graça, na 30ª Festa e no centenário do seu nascimento (2006), de quem se relataram os episódios de duas recusas (ou os episódios de uma mesma recusa) marcantes da personalidade e do carácter do comunista que ele foi. De facto, tendo ganho em 1937 uma bolsa para estudar em Paris mas que lhe foi negada pelas mesmas razões que o impediram de ser professor no Conservatório de Lisboa, parte às suas expensas para aquela capital, onde estudará Composição e Orquestração com Koechlin. “Avizinha-se a

2ª Guerra Mundial. Em 1939 Lopes Graça alista-se no corpo de voluntários dos Amis de la Republique Française. Colabora com muitos patriotas espanhóis exilados no rescaldo da guerra civil espanhola. Recusa a naturalização francesa” (condição que lhe impunham para viabilizarem este seu empenhamento político internacionalista). “Em Outubro, antes da bota nazi pisar a França, é obrigado a regressar e a fixar-se em Lisboa”,… convidado a “assumir a direcção da secção de música da Emissora Nacional, recusa por não querer satisfazer as formalidades de ordem política”, ou seja, como funcionário público, por não admitir a negação de simpatizante dos ideais e da militância no PCP (“vidaslusófonas.pt/Lopes Graça”). E não longe, Bertolt Brecht, desta feita na XIV (estamos na XVII) Edição da Bienal de Artes Plásticas e sob a égide de um poema seu, “Mau tempo para lirismos”: após a subida dos nazis ao poder, em 1933, o poeta e dramaturgo germânico foi obrigado a fugir para outros países e a fixar-se nos Estados Unidos, mas logo aqui, prosseguindo a sua obra e mantendo as suas convicções políticas, cedo foi alvo de perseguições que o levaram, em 1949, a voltar a Berlim. “Coerente com as suas ideias e a sua vida, opta inequivocamente pela nacionalidade da nova república socialista, a RDA”, escreveu então Gustavo Carneiro, do Avante! Já se notou que são só notas soltas sobre três regressos. Militante do PCP *


Sábado | 17.Set.2011

5

www.semmaisjornal.com

Actual Balanço da sinistralidade regista menos nove mortes que em igual período do ano passado

Estradas menos mortais em todo o distrito

Pedro Lemos Vieiera

Desde 2009 que os números de mortes nas estradas da região têm vindo a descer, embora de forma progressiva. São boas notícias para um fenómeno que tem preocupado as autoridades.

Mesmo assim nos primeiros oito meses deste ano já morreram nas estradas do distrito de Setúbal 33 pessoas e ficaram feridas com gravidade 104

::::::::::::::::::: Roberto Dores :::::::::::::::::::

O

número de mortos em acidentes de viação nas estradas do distrito de Setúbal baixou significativa­ mente entre os primeiros oito meses de 2010 e o período homó­ logo de 2011, passando de 42 para 33 vítimas mortais, de acordo com a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR). Se olhamos para 2009, então o fosso é ainda maior. Há dois anos já se contavam 48 mortes em acidentes rodoviários. Quer isto dizer que a região registou menos nove acidentes que em 2010 e menos 15, compa­ rando com 2009, o que é adjec­ tivado pelas autoridades como «uma quebra muito representa­ tiva» e que traduz o «patrulha­

mento de proximidade» reali­ zado nos últimos meses pelas forças de segurança, que permitiu ainda reduzir o número de feridos graves. Houve 104 a lamentar nos primeiros oito meses do ano, contra 142 em 2010 e 158 em 2009 em período homólogo. Outro dado curioso que sub­­

linha a diminuição da sinistrali­ dade, prende-se com a compa­ ração entre 8 de Setembro de 2009 e de Setembro de 2010, em que se registaram 70 mortos e 207 feridos graves, enquanto entre 8 de Setembro de 2010 e 7 de Setembro de 2011 ocorreram 52 mortes e 169 feridos.

Rectas quase fatais Ainda assim, a tendência mantémse relativamente aos locais mais atin­ gidos pela sinistralidade no distrito, sendo que a maioria dos acidentes aconteceram em rectas, com embates ocorridos devido a despistes,

O peso dos peões é casa vez maior nos acidentes rodoviários Para se conseguir uma redução efectiva na sinistralidade rodovi­ ária, há que actuar simultanea­ mente nos três vértices, segundo o Núcleo de Investigação de Acidentes Rodoviários. O condutor é o vértice mais importante do triângulo, mas não é o único responsável pelos acidentes. Os peões têm também o seu papel,

pela negativa, na sinistralidade rodoviária em particular nos atro­ pelamentos. Já entre os aspectos ligados ao utente da via existem um conjunto de tópicos diversificado, que inclui o consumo de drogas, álcool, medicamentos, desrespeito pelas distâncias de segurança, desrespeito pelas regras da prio­

ridade e pela sinalização, ensino da condução, estacionamento irre­ gular em passeios e passadeiras, excesso de velocidade, má formação dos condutores e dos pões, não utilização do cinto de segurança e dos sistemas de retenção para crianças, sono e fadiga, além de ultrapassagens perigosas.

enquanto mais de 30 por cento dos sinistros tiveram origem no excesso de velocidade, embora os dados oficiais permitam concluir que os automobilistas estão mais cautelosos à hora de carregar no acelerador. Ainda assim, em relação às vítimas mortais, quase 30 por cento foram jovens entre os 20 e os 34 anos, sendo que Manuel João Ramos, presidente da Associação de Cida­ dãos Auto-mobilizados, avança ao SemMais que receia um agrava­ mento da sinistralidade em breve. «Com as dificuldades económicas do Estado, há estradas que vão deixar de ter manutenção e há patrulhas que não vão para o terreno. O normal é que as coisas piorem», alerta o diri­ gente, para quem «o Estado terá de fazer alguma coisa para evitar que as mortes na estrada aumentem para números indesejáveis».


6

Sábado | 17.Set.2011

www.semmaisjornal.com

Os custos do arranque do ano escolar na região Três municípios, três realidades em números Setúbal

Barreiro

Grândola

5º Ano - 134.08

5º ano - 101.44

5º Ano - 117.78

7º Ano - 214.22

7º ano - 193.83

7º Ano - 215.48

9º Ano - 177.31

9º ano - 166.58

9º ano - 173.02

que completar a lista de material pedido pelos professores titulares e das actividades de enriquecimento curricular (AEC’s). Cadernos, lápis de cor, canetas de feltro, resma de papel, tesoura, cola, massa de moldar e cartolinas são apenas alguns dos pedidos para o principiante académico. A lista completa não custa menos de 20 euros. Fora das contas está o material para a actividade desportiva.

Semmais

Com o ano escolar a arrancar, comparámos preços dos livros e material escolar. Fazemos uma pequena amostra de três concelhos e detectámos que há diferenças entre a capital do distrito, um concelho urbano da Península e um concelho do Litoral Alentejano. Para os pais o mês de Setembro é, no calendário das despesas, provavelmente, o mais complicado de gerir. O regresso às aulas significa um investimento que, em tempos de crise, se apresenta como tarefa nada fácil de colocar em prática. Os livros e material escolar, apesar de os valores variarem consoante o ano a frequentar, podem custar entre os 80 e os 400 euros, mesmo sem que se opte pelas marcas mais caras no momento de escolher mochilas, estojos e canetas ou lápis de colorir. Para compor o “cabaz” escolar, o Semmais foi às compras. Usando como exemplo um aluno que comece este ano a sua actividade escolar, o encarregado de educação terá de desembolsar mais de 80 euros mesmo que fuja às marcas e aos produtos mais caros. Uma mochila

Livros e material escolar custaram este ano para as famílias da região entre 80 a 400 euros

Alcácer do Sal oferece manuais escolares Pelo segundo ano consecutivo, a Câmara Municipal de Alcácer do Sal oferece aos alunos do primeiro ciclo do ensino básico os manuais escolares. A medida vai beneficiar perto de cinco centenas de alunos a quem serão atribuídos mais de 1500 manuais escolares, num

para levar o material pode custar entre 15 e 50 euros e um estojo entre os 3 euros e os 10. Juntem-se

investimento que ultrapassa os 30 mil euros. Segundo a autarquia, o objectivo é garantir a todos os alunos «igualdade de acesso aos manuais, independentemente da capacidade financeira das suas famílias, contribuindo, assim, para a melhoria das condições de aprendizagem».

lápis, borrachas e aparalápis (com depósito) e a despesa já passou dos 20 euros. Os livros adoptados

para o 1º ano do 1º ciclo rondam os 40 euros, consoante as escolas e agrupamentos, e há ainda

Serviços de Acção Social Escolar com atrasos Em alguns agrupamentos verticais de escolas as listas dos alunos beneficiários de apoio social ainda não foram divulgadas. Os próprios directores de agrupamento não sabem como vai funcionar o processo. Na Escola Secundária da Bela Vista, uma escola TEIP (território educativo de intervenção prioritária), os professores «estão sensibilizados para

o problema” e nos primeiros dias vão ser mais perdulários, uma vez que “os livros são caros e muitos pais não podem comprá-los sem o apoio social escolar». Concelhos diferentes preços diferentes A escolha dos manuais escolares compete a cada um dos agrupamentos ou escolas mediante uma lista aprovada pelo Ministério da Educação. A existência de vários manuais de diferentes editoras resulta também em preços diferentes. O Semmais comparou preços de manuais em três concelhos do distrito de Setúbal: Barreiro, Setúbal e Grândola, e chegou à conclusão que para o mesmo ano escolar os valores são diferentes. Os livros adoptados no Barreiro são os mais baratos dos que analisámos e estudar em Setúbal é mais caro do que estudar no Litoral Alentejano.

A saborosa e afamada sardinha assada de Setúbal foi eleita uma das “7 Maravilhas da Gastronomia” de Portugal, cuja cerimónia de revelação dos resultados teve lugar no dia 10, à noite, em Santarém. O concurso foi promovido pela New 7 Wonders Portugal. A presidente do município, Dores Meira, considera que a distinção vem trazer «prestígio acrescentado» ao concelho e sublinha que foi «com toda a justiça que fomos premiados nesta nomeação».

«A nossa sardinha faz parte da alma de ser setubalense», refere a autarca, salientando que «o peixe de Setúbal é dos alimentos mais procurados». A sardinha, em particular, é uma «pérola de Setúbal», acentua, com qualidade certificada internacionalmente em 2008, que, graças aos votos dos portugueses, venceu as “7 Maravilhas da Gastronomia” juntamente com a alheira de Mirandela, o queijo da Serra da Estrela, o

DR

Sardinha de Setúbal eleita uma das 7 maravilhas da gastronomia

Os amantes da nossa sardinha assada não deixaram créditos por mãos alheias

caldo verde, o arroz de marisco, o leitão da Bairrada e o pastel de Belém. «Felizmente que os

portugueses de Norte a Sul do País ajudaram no reconhecimento da sardinha de Setúbal»,

refere Dores Meira em jeito de agradecimento pelos votos, uma vez que a divulgação e promoção do produto setubalense foi limitada devido às dificuldade financeiras do município. Em 2010 o Portinho da Arrábida venceu o concurso “7 Maravilhas Naturais de Portugal”, na categoria “Praias e Falésias”. «Juntar às maravilhas naturais uma maravilha gastronómica vai continuar a ter percussões em termos turísticos», vinca a edil.

Pub.

AMG Car revela BMW em estilo extrovertido É já este sábado que a empresa AMG Car no Seixal e Setúbal abre as portas para a apresentação e test drive do novo BMW Série 1. É uma excelente oportunidade para os amantes desta marca tomarem contacto e o primeiro olhar sobre o novo BMW Série 1, um automóvel moderno,

extrovertido, desportivo e autoconfiante. O novo modelo BMW, nas versões Line Urban e Line Sport, compacto de cinco portas continua a ser o único automóvel do segmento com tracção às rodas traseiras. Com um comportamento em estrada desportivo e dinâmico, apresenta

um conforto de condução reforçado. O interior possui um espaço adicional para as pernas dos passageiros dos bancos traseiros e um maior volume de bagageira. Além de serem mais económicos, em termos de consumo de combustível, oferecem maior prazer de condução, mais espaço,


Sábado | 17.Set.2011

7

www.semmaisjornal.com

Mosquitos dos sapais do Sado voltam ‘atacar’ esplanadas de Setúbal

No dia 30 deste mês, o auditório do Porto de Sines recebe o Seminário Internacional sobre Peregrinações, Turismo Sustentável e Desenvolvimento Regional, iniciativa incluída no projeto Ultreia que envolve Espanha, França e Irlanda. De acordo com a Agência Ecclesia, o seminário é promovido pela diocese de Beja, através do Departamento do Património Histórico e Artístico da Diocese, tratando-se, para os promotores, de «um encontro muito importante para o conhecimento das novas estratégias e práticas no âmbito do turismo religioso, cultural e ambiental». Presidido pela secretária de Estado do Turismo, Cecília Meireles, o encontro pre­­ tende, ainda abordar os mecanismos de financiamento da União Europeia para a promoção do Caminho de Santiago e de outras rotas de turismo sustentável.

As águas paradas nos sapais do Estuário do Sado, onde existem grandes extensões de arrozais propensos à proliferação destes insectos, estão na origem de uma invasão de mosquitos que tem apoquentado a população de Setúbal. A vaga de mosquitos tem ‘atacado’ desde o início desta semana e normalmente irrompe ao final da tarde, não dando descanso às pessoas que ocorrem às esplanadas mais conhecidas da cidade do Sado. «Ainda ontem (terça-feira) tinha 20 jantares na esplanada e tive que trazer as pessoas cá para dentro e fechar as portas, porque se deu uma invasão que apanhou todos de sur­­­ presa», testemunha Sebastião Amaral, gerente de um restaurante, alertando que as pessoas «ficaram com babas enormes», provocadas pelas picadas dos insectos.

DR

Sines debate turismo religioso

As picadas do insecto provocam forte comixão e babas enormes

Análises efectuadas e sem razão para alarme Este fenómeno, que já ocorreu o ano passado, não é «motivo de alarme», explica ao Semmais a delegada de saúde Goreti Crespos. A responsável afirma terem já

sido realizadas análises aos insectos da região, entre Setúbal e Palmela, que permitem concluir que não há nenhuma espécie «potencialmente portadora de dengue ou malária», doenças cuja disseminação é drástica e muito perigosa para

os humanos. Goreti Crespo adianta que apesar dos incómodos não está prevista nenhuma campanha de pulverização. «Não é possível realizar campanhas de pulverização de qualquer maneira» já que, explica, os mosquitos dos sapais são alimentos de peixes que entram na cadeia alimentar do homem. Entretanto, tal como aconteceu o ano anterior disparou a venda de repelentes nas farmácias da cidade e muitas das esplanadas nem sequer têm entrado em funcionamento tal é a dimensão do fenómeno que incomoda os clientes, ao ponto de gerar as conhecidas ‘babas’ nas pessoas atingidas. A Câmara de Setúbal fez já saber que não tem informação oficial sobre o fenómeno e admite tratar-se de «uma situação passageira» motivada pelas condições atmosféricas.

Dores Meira garante conclusão de obras A presidente da Câmara de Setúbal, Dores Meira assumiu, esta quinta-feira, por ocasião das celebrações bocageanas (ver pág. 18) que o processo das obras do fórum foi «complexo e mais moroso» e também um processo que «envolveu riscos técnicos, administrativos, financeiros, mas acima de tudo, políticos». «O maior risco foi o da forte possibilidade de, caso se verificassem atrasos na reabilitação da sala, ganharmos uma forte incompreensão dos setubalenses perante uma obra parada, perante um Fórum Luisa Todi, símbolo cultural do nosso concelho, que parecia abandonado e esquecido». A autarca acredita agora que a empresa a quem a obra foi adjudicada «a vai concluir dentro dos prazos, tal como fez com o mercado do Livramento». Segundo os serviços camarários, os operadores do mercado municipal «poderão mudar-se ao longo da segunda quinzena de Setembro». Pub.

No âmbito das celebrações do Ano Internacional das Florestas, o grupo Portucel Soporcel organiza no próximo dia 19, em Lisboa, uma conferência internacional dedicada ao tema “As Plantações na Floresta de Amanhã”. A conferência reúne alguns dos mais conceituados especialistas mundiais do sector florestal, a nível nacional e internacional, no que se pretende que seja uma partilha de reflexões sobre os desafios actuais do sector e a forma como as plantações florestais podem responder a esses desafios. A ministra da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território, Assunção Cristas, preside à sessão de abertura, que contará igualmente com a presença do presidente do conselho de administração do grupo Portucel Soporcel, Pedro Queiroz Pereira. Com esta iniciativa, o grupo Portucel lança a discussão de temas de «grande relevância» para a fileira florestal nacional, considerada hoje uma actividade com «enorme poten-

Arquivo

Conferência da Portucel debate floresta do futuro

A empresa lidera as indústrias de base florestal

cial e que poderá desempenhar um importante papel na recuperação económica de Portugal». Ciente do papel de liderança que assume nas indústrias de base florestal, um dos principais sectores exportadores do País, com um elevadíssimo Valor Acrescentado Nacional, o grupo Portucel promove este debate no

sentido de «estimular a sustentabilidade do sector através de um trabalho colectivo, onde entidades públicas e privadas à escala mundial podem assumir-se como actores primordiais, no desenvolvimento e adopção de práticas florestais ambientalmente sustentáveis, socialmente equitativas e economicamente viáveis».


8

Sábado | 17.Set.2011

Sensibilizar a população para as questões ambientais é o grande objectivo da Limpeza Subaquática de Sesimbra, que se realiza este sábado, na Baía de Sesimbra. A iniciativa, que já vai na 16.ª edição, reúne dezenas de mergulhadores profissionais e amadores de todo o país. No ano passado, apesar de terem sido recolhidos cerca de 500 quilos de detritos, os números revelaram uma diminuição da poluição. A par da recolha subaquática, a autarquia lançou há três anos uma limpeza terrestre, que se centra sobretudo nos areais de acesso mais difícil, localizados na costa virada a Sul, como as praias do Ribeiro do Cavalo, Mijona, Baleeira e Chã dos Navegantes. Os interessados podem

DR

Mergulhadores limpam águas de Sesimbra

O ano passado foram recolhidos cerca de 500 quilos de detritos

inscrever-se no Posto de Turismo de Sesimbra, no Largo da Marinha ou na ficha de inscrição online. A Limpeza Subaquática e Terrestre de Sesimbra é organizada pela Câmara de Sesimbra e pelo Núcleo de Actividades Subaquáticas da Associação de Estudantes do Instituto Superior

Técnico, com o apoio do Núcleo de Espeleologia da Costa Azul e Clube Naval de Sesimbra. Este ano, três mergulhadores certificados pela Disabled Divers International (DDI) vão estar integrados na campanha de limpeza Subaquática, promovendo a inclusão social debaixo de água

em prol de um ambiente mais saudável. A concentração está marcada para as 9 horas na Praia do Ouro, uma praia com a bandeira da acessibilidade. Ana Gago, Luís André e Dália Faria irão ajudar a limpar o mar, mostrando que nada é impossível quando se quer tudo se consegue. A acompanhar os mergulhadores estarão os instrutores Paulo Guerreiro (presidente da DDI Portugal) e Paulo Franco (instrutor DDI da Profundo Azul). Portugal tem sido o país com mais trabalho na área da integração de cidadãos com deficiência, já que em apenas um ano foram certificados 30 profissionais - entre instrutores, assistentes de instrutor e divemasters - 3 mergulhadores e 3 Centros de Mergulho Acessíveis.

A Tarros Line vai ter mais um navio ao dispor da linha de serviço regular ”Great Pendulum Service” no porto de Setúbal, a partir do final do corrente mês. O M/V “Natalia A”, da Arkas Line, passará a integrar este serviço, passando a quatro o número de navios afectos à referida linha. Ficarão assim afectos a esta linha, os navios “Vento di Zefiro”, “Vento di Tramontana”, “Vento di Nortada” e, agora, o “Natalia A”, que é representada no porto de Setúbal pela Atlantic-Lusofrete. Esta colaboração, que passa pela partilha de espaço a bordo entre a Tarros Line e a Arkas Line,

DR

Tarros Line com mais um navio no Porto de Setúbal

Esta linha na plataforma sadina já conta com quatro navios

vai permitir, além de uma frequência semanal no porto de Setúbal em vez dos anteriores treze dias, uma sinergia com o serviço “Levante” da Arkas Line, que liga a Turquia

ao Egipto, à Síria e ao Líbano, isto é, o porto de Setúbal ficará ligado a Beirute, no Líbano, por transbordo em Istambul, na Turquia. A oferta de serviços com trans-

bordo engloba igualmente ligações para os portos de Gemlik, Gebze e Izmir, na Turquia; Alger, Oran e Annaba, na Algéria; Trapani, na Itália; Lattakia, na Síria; Odessa, na Ucrânia; Novorossik, na Rússia e, ainda, serviços para Malta e para a Tunísia. Recorde-se que a Tarros Line liga regularmente e sem transbordo, no sentido Leste, desde o porto de Setúbal, os portos de La Spezia e Salerno, na Itália; Piraeus e Salónica, na Grécia; Istambul e Mersin, na Turquia, e, para Oeste, desde Mersin, os portos de Alexandria, no Egipto; Nápoles e La Spezia, na Itália; Casablanca, em Marrocos, e Setúbal.

www.semmaisjornal.com

Tordo canta à beira-Sado temas do novo disco O cantor Fernando Tor­­­­do vai dar um concerto no auditório da Anunciada, em Setúbal, no próximo dia 24, a partir das 22 horas. Considerado um dos mais reconhecidos cantores da música ligeira portuguesa, Fernando Tordo preparou para Setúbal um concerto de cariz «muito intimista», segundo a organização. O artista virá acompanhado ao piano por Pedro Duarte para interpretar alguns novos temas do futuro álbum a lançar no final do ano, com o título “Por este andar”, e também clássicos como “Adeus Tristeza”, “Cavalo à solta”, “Tourada”, “Se digo meu amor”, ”Balada para os nossos filhos”, “Estrela da Tarde”, “Cinema Paraíso”, “Chegam palavras” entre outras canções que fazem parte da história musical do nosso País. É um encontro marcado pela «relação de proximidade que o cantor estabelece com o seu público através do prazer que revela em cima do palco, fruto de 47 anos ininterruptos de total dedicação ao seu trabalho», frisa a organização. Fernando Tordo, no seu historial, conta já com 28 álbuns gravados. Os bilhetes encontram-se à venda na pastelaria Tortas de Azeitão, localizada na Avenida Luísa Todi, em Setúbal.

Classificados

2vezes

Contacte Telf:265 538 810

Diversos

texto do anúncio

Imobiliário

GRÁTIS

Urgênci

5 euros 6 euros 7 euros 8 euros 9 euros

nome morada telefone cÓdigo postal quantia (euro) CHEQUE N.º VALE POSTAL N.º n.º contribuinte

EMPREGO

AUTO

DIVERSOS

COMO ANUNCIAR: Escrever o anúncio em maiúsculas no cupão quadriculado. Cada letra deve ocupar um só quadrado. Deixar um espaço livre entre cada palavra.O cupão quadriculado deverá ser recortado e enviado em carta, ou entregue pessoalmente, com os respectivos valores, iniciando-se a publicação imediatamente a seguir à sua recepção.

aRestaurante O Central De Rui Pinto Rua Padre José Estevens, nº1 Pinhal Novo

aCede-se café Próximo Loja cidadão em Setúbal. Tel. 265522964

aChurrasqueira Pronto a Comer Rua Ferreira de Castro, nº180 Pinhal Novo

aAlugo apartamento c/s mobília Centro Montijo Renda combinar Tlm.962776069

aDocumentação Auto tratamos tudo c/IMTT C.C. Parques, Lj. 6 – Montijo. Tlm.918305662

aProcuro casa mobilada Zona Montijo renda 200€ 1 ass. Tlm: 962207144

aLoja Chinesa roupas e diversos Rua Joaquim Almeida, Nº8 Montijo Próx.PSP

aAlugo quarto a pessoa só Com ou sem cozinha Tlm. 916160630 Indique a secção onde pretende ver publicado o seu anúncio

IMOBILIÁRIO

aSetúbal – Vendo T2 totalmente remodelado, como novo. Na Pr. Olga Morais Sarmento. Trata o Próprio Tlm 910489230

Diversos

aPast. Café Restaurante cede cotas. Cotovia Sesimbra. Trabalha bem 916084678 aFiat punto , sound. Ano: 2002 Bom estado. 2000 euros. Contacto: 912348601

Emprego aPrecisa-se manicure que saiba fazer unhas de gel. No Montijo 964719694


Sábado | 17.Set.2011

9

www.semmaisjornal.com

Política

DR

O

PS do distrito de Setúbal elegeu 17 elementos para os órgãos nacionais do partido durante o XVIII Congresso Nacional que decorreu recentemente em Braga e que contou com as listas de António José Seguro e Francisco Assis. Da lista que tem como primeiro subscritor António José Seguro e denominada “Primeiro as Pessoas”, foram eleitos entre os 170 membros, Maria Amélia Antunes (presidente da Câmara do Montijo), Eurídice Pereira (coordenadora dos deputados do PS na Assembleia da República eleitos pelo distrito), Joel Hasse-Ferreira (docente universitário e militante de Sesimbra), Luís Gonelha (presidente da concelhia de Setúbal), Alexandre Rosa (vice-presidente do Instituto do Emprego e Formação Profissional), Nuno Tavares (presidente da concelhia do Seixal), Brás Pinto (presidente da concelhia de Palmela) e Natividade Coelho (presidente do Departamento Federativo

O congresso que consagrou Seguro como líder elegeu socialistas do distrito em outras listas

das Mulheres Socialistas do Distrito de Setúbal). Odete Alexandre, Paulo Viegas e Artur Cortez, todos da concelhia de Almada, são suplentes. Já pela lista de Francisco Assis, intitulada “Reforço das Ideias”, que elegeu 81 elementos, entrou Catarina Mendes (deputada), Maria Teresa Almeida (secretariado da Federação), Carlos Trindade (militante de Sesimbra e do secretariado da CGTP),

António Mendes (presidente da concelhia de Almada) e o suplente Costa Velho (militante do Seixal e do secretariado da Federação). Victor Ramalho, líder da Federação de Setúbal do PS, que por inerência também foi eleito para a Comissão Nacional, reconhece que a região está representada de «uma forma o mais plural possível», quer em termos de igualdade de géneros,

quer em termos de sensibilidade partidária. «É uma equipa de dirigentes responsáveis das mais variadas concelhias e de outras estruturas», opina o político. A Comissão Nacional saída do Congresso do PS vai reunir já este sábado, dia 17, em Santarém, para eleger os órgãos directivos do partido da ‘rosa’, nomeadamente a Comissão e o Secretariado Nacional do PS.

Os deputados do PSD do distrito reconheceram esta terça-feira que as instituições particulares de solidariedade social são «parceiros por excelência» para ultrapassar as dificuldades que o País atravessa. No âmbito de uma visita à Associação “Caminho do Bem Fazer”, no Montijo, iniciativa inserida no âmbito das Jornadas Parlamentares do partido, os deputados Pedro do Ó Ramos, Bruno Vitorino, Mercês Borges, Paulo Ribeiro e Nuno Matias, acompanhados de Jacinto Pereira, membro da Comissão Política Distrital

DR

Deputados ‘laranjas’ realçam papel da solidariedade no combate à crise

O grupo de deputados pelo distrito têm andado pelo terreno

de Setúbal, realçaram, uma vez mais, o «excelente serviço» prestado à comunidade por estas instituições. Mercês Borges realçou

a obra feita pela Associação “Caminho do Bem Fazer”, cujas valências de centro de dia, lar e jardim-de-infância dispõem de «excelentes

condições» para os utentes, sendo este um equipamento de «grande importância» para o concelho do Montijo. A deputada recordou ainda a legislação publicada recentemente pelo Governo de abrir mais vagas para os jardins-de-infância, esperando que essa medida seja alargada aos lares, de modo a que possam acolher mais idosos. «Esta Associação tem capacidades excelentes para aumentar o número de utentes do lar, assim exista legislação para isso», reconheceu a ex-governadora civil de Setúbal.

Jerónimo de Sousa critica partidos da ‘troika’ O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, participa este sábado, pelas 21 horas, no comício que tem lugar no salão dos Bombeiros Voluntários de

Setúbal. A iniciativa é organizada pela comissão concelhia dos comunistas locais. Esta acção insere-se no esclarecimento e luta que o

PCP vem desenvolvendo «contra o programa de agressão ao povo e ao país que os partidos da ‘troika’ nacional – PS, PSD, CDS – acordaram com a ‘troika’

estrangeira – FMI, BCE, União Europeia». Antes das intervenções, decorre um momento de animação musical com Luís Galrito e Hilário.

Populares aplaudem suspensão do troço Costa/Fonte da Telha... António Maco, presidente da concelhia do PP de Almada, está satisfeito com a suspensão da construção da Estrada Regional 377-2, o troço que iria ligar a Costa de Caparica à Fonte da Telha, anunciada recentemente pela ministra da Agricultura, Ambiente, Pescas e Ordenamento do Território. O político não deixa de tecer críticas à presidente da Câmara de Almada, Emília Sousa, que, «teimosamente, pretende que atravesse campos de cultivo agrícola altamente rentáveis e que viole a paisagem natural protegida». Na sua opinião, a autarca comunista de proferir declarações «completamente descabidas, fantasiosas e fora da realidade», ao afirmar que «a referida estrada irá avançar, uma vez que apresentou ao Governo razões de segurança

D.R.

Socialistas do distrito elegem 17 membros para os órgãos nacionais

António Maco, do CDS-PP

e âmbito ambiental que justificam o avanço da obra». Para António Maco, esta tomada de posição de Emília de Sousa não passa apenas de uma «manobra de diversão que mascara a realidade e tenta intoxicar a opinião pública com mais um truque propagandístico sem fundamento lógico», porque, esclarece o político, o Governo já decidiu que «a obra está suspensa por falta de verbas e porque desrespeita a área de reserva agrícola e paisagem natural protegida».

... e preparam ‘rentrée’ poupada nos bombeiros de Sesimbra A ‘rentrée’ do CDS-PP de Sesimbra está marcada para este sábado, às 15 horas, nos Bombeiros locais. O evento conta com as presenças do deputado Telmo Correia e do deputado Nuno Magalhães, líder parlamentar e cabeça de lista do distrito. «Numa altura em que o

País atravessa uma grave crise, em que as famílias sofrem com as dificuldades económicas, o CDS-PP optou por uma ‘rentrée’ poupada, sem ostentação, numa clara opção pela proximidade, em reuniões de trabalho com os militantes», diz Nuno Magalhães. Pub.


10

Sábado | 17.Set.2011

www.semmaisjornal.com

Anti-stress Ofertas Semmais

+ Cartaz...

Convites para o cinema Temos convites para a comédia “Cuidado com o que desejas”, de David Dobkin e com as interpretações de Jason Bateman, Leslie Mann, Olivia Wilde e Ryan Reynolds, entre outros. A história conta que Mitch e Dave eram amigos inseparáveis, cresceram juntos, mas com o passar dos anos foram tomando caminhos diferentes. Enquanto Dave é um advogado muito ocupado, casado e pai de três filhos, Mitch continua solteiro, semiempregado e infantil, não sabendo o peso da respon-

sabilidade. Para Mitch, Dave tem tudo: a bela mulher Jamie, filhos que o adoram e um excelente ordenado numa prestigiada empresa. Para Dave, viver a despreocupada vida de Mitch, sem obrigações ou consequências, seria um sonho tornado realidade. Depois de uma noite nos copos, os mundos de Mitch e Dave são postos de pernas para o ar quando acordam e descobrem que trocaram de corpo… Os convites são para 24 e 25 nos cinemas Zon Lusomundo de Alcochete.

Convites FIESA “Animalândia” é o tema do Festival Internacional de Escultura em Areia (FIESA) deste ano, que decorre em Pêra, no Algarve, até 15 de Outubro. O evento é con­­­­­­siderado o ma­­­ior fes­­­­ti­­­val de es­­cultura em areia do mundo, pelo tamanho das suas esculturas e pela área

por elas ocupada. Em 2010 a mostra foi vista por cerca de 150 mil pessoas. Cerca de 50 escultores, de diversas nacionalidades, estiveram envolvidos na preparação das esculturas, onde os animais são representados de uma forma humorística.

Para se habilitar a todos os con­­­vites basta ligar 918 047 918. Pub.

Sáb.

Sáb

17

Fado em Setúbal

O fado canta-se nas vozes de Ana Grilo, António Almeida, Carla Lança, Deolinda de Jesus, Georgette de Jesus, Inês Duarte, Inês Pereira, Maria do Céu, Maria Madalena, Nuno Mega e Sara Margarida, entre outros. Praça de Bocage, 21h30.

17

Sons do Jazz Integrado no 4.º Festival “Aqui Há Jazz!”, os sons do jazz ‘invadem’ o palco com as actuações da Escola de Jazz do Barreiro e de Maria Anadon, entre outros. Cineteatro João Mota, 21 horas.

Dom

18

Histórias sobre cães A Animateatro estreia a XVII produção de teatro infantil “Os Cães”, inspirada no clássico Romeu e Julieta, que retrata as quezílias entre duas matilhas de cães que vivem num simples beco. Cinema S. Vicente, Paio Pires, 16 horas.

Sáb

17

Pinturas de Manata Até 5 de Novembro, Onofre Manata apresenta a mostra de pintura “Momento do Tempo”. Onofre Manata, nasceu em Setúbal, a 28 de Setembro de 1953. Frequentou o curso de Artes Gráficas, na Escola António Arroio e participou em várias exposições. Biblioteca Municipal de Palmela, 18h30.

Qui

22

“Não se brinca com o amor” Os Artistas Unidos estreiam “Não se brinca com o amor”, de Alfred de Musset, com encenação de Jorge Silva Melo. Para o encenador, trata-se de um dos ‘mais belos clássicos de sempre” e é “uma produção quase sem cenário”. Teatro Municipal de Almada, 21h30.


Sábado | 17.Set.2011

11

www.semmaisjornal.com

Primeiro ‘sugar stylist’ é da região, trabalha no Tróia Design Hotel, como pasteleiro, e começa a dar nas vistas

Vestidos de Blanquet com doçura e inovação Filipe Blanquet, 28 anos, o pasteleiro do Tróia Design Hotel, começa a dar nas vistas com os seus vestidos confeccionados com açúcar. O primeiro ‘sugar stylist’ português é autor das colecções “Sweet Fairy Taile” e “Bordado em Ponto de Rebuçado”, inspiradas no imaginário dos contos de fada e nos bordados portugueses. Ambos os trabalhos já mereceram honras televisivas e passaram pelo palcos da Festa das Vindimas e do Casino de Tróia. O grande sonho do jovem pasteleiro passa por pisar os palcos do “Moda Lisboa”.

SMJ - Quantas peças já confeccionou em açúcar, o que retratam e onde é que se encontram expostas? FB - Até hoje já confeccionei à volta de 30 peças de açúcar, divididas em duas colecções. A primeira denomina-se de “Sweet Fairy Tale”e é inspirada no imaginário dos contos de fada e os vestidos tomam forma com volumetrias fora do convencional e cores que apelam ao fantástico mundo das histórias de encantar. A segunda, e a mais recente colecção,

intitula-se “Bordado em Ponto de Rebuçado” e desenvolve-se a partir dos temas dos bordados portugueses. Esta colecção é inspirada nas figuras femininas que esperavam em frente ao mar os seus amores navegantes. De momento, todas as roupas encontram-se protegidas e acondicionadas no atelier para que a sua reutilização seja possível. SMJ - Como se sente por ser o primeiro estilista português a fazer roupas em açúcar? FB – Sinto-me muito orgulhoso e com uma responsabilidade muito grande a meu cargo. Mas, cabe-me a missão de partilhar a minha visão com todos os curiosos sobre esta temática. Tenho sempre a vontade de partilhar o que faço e o que descubro. É na partilha que está o ganho e o crescimento. Por isso, procuro divulgar o meu trabalho, ainda mais sendo pioneiro na matéria.

híbrido entre pastelaria e design - vestidos de açúcar.

DR

Semais Jornal - Qual o seu grande sonho na área do vestuário confeccionado com açúcar? Filipe Blanquet - Tenho o sonho de participar no Moda Lisboa porque, além de ser um evento que acompanho desde sempre, pela sua óptima organização e qualidade, quero mostrar às pessoas que é possível haver uma potente sinergia entre a área da pastelaria e a do design. Mas, acima de tudo, sonho com o dia em que vestir e comer uma peça de açúcar é visto como um acto de diversão e de grande satisfação a nível do paladar como do emocional.

O pasteleiro revela uma grande criatividade e as suas produções podem subir à ‘Moda Lisboa’

SMJ - O que o leva a associar a pastelaria ao design? FB - Embora aparentemente muito diferentes, estas duas

áreas apresentam alguns pontos em comum. E quando são bem exploradas, podem dar resultados muito interessan-

tes. No fundo, o que eu faço é tirar o melhor partido do que estas áreas podem oferecer, resultando assim um

Perfil / Vestidos embelezam palcos Filipe Blanquet é formado em arquitectura do Design e em Cozinha Avançada. Os seus vestidos inéditos confeccionados em açúcar abrilhantaram a inauguração do Casino Tróia. O primeiro sugar stylist português ainda não ganhou qualquer prémio com as suas obras de arte mas já as mostrou na tele-

SMJ - Que meta pretende alcançar com esta faceta? FB - Não sei nem é algo em que pense muito. A minha prioridade é percorrer o caminho, não ganhar a taça.

visão. Nas horas vagas, aprecia visitar exposições de arte, assistir a uma boa peça de teatro, e de estar a idealizar no seu atelier novos projectos. Na Festa das Vindimas deste ano, em Palmela, a Miss Simpatia desfilou com um vestido de Filipe Blanquet, na eleição da Rainha das Vindimas.

SMJ - Quanto tempo e qual a quantidade de açúcar que costuma despender na feitura das suas colecções? FB - Isso depende muito da peça em si. Um vestido pode, por exemplo, demorar entre 5 e 15 dias de trabalho quase ininterrupto. A quantidade de açúcar é igualmente variável, conforme o grau de pormenor e a complexidade do vestido. Para que a peça não se torne pesada, utilizo outros materiais de pastelaria igualmente comestíveis, mas mais leves, como por exemplo o papel de obreia ou hóstia. SMJ - Já algum amigo ou curioso deu uma trincadinha nas suas peças em açúcar? FB - As minhas peças de roupa já foram provadas por amigos e por muitos curiosos. A minha reacção só pode ser a melhor. É com muito agrado que continuo a verificar que a atracção das roupas não se restringem ao acto de vestir ou somente apreciar com a visão. A inserção do paladar na moda do vestuário é o meu grande propósito no meu trabalho.

Apesar do balanço positivo, a organização esperava mais público no Eurovision Live Concert, que decorreu no sábado passado, no auditório José Afonso, em Setúbal. A festa do Festival Eurovisão da Canção, dinamizada em parceria pela Organisation Générale des Amateurs De L’Eurovision - Portugal (OGAE), o município e o sítio de internet Eurovision On TOP, contou com a participação de artistas de 12 países. Guilherme Santos, da organização, faz um balanço «muito positivo» da festa, mas reconhece que a cidade deveria acolher a iniciativa de uma forma mais forte. «A

produção do espectáculo foi fantástica e tivemos muita gente a assistir de fora de Setúbal, gostava que a festa fosse melhor acolhida pela cidade», vinca. A mesma fonte realçou que «o público esteve sempre numa grande sintonia com os artistas», nesta iniciativa que decorreu pelo terceiro ano consecutivo em Setúbal. Chiara, de Malta; Chen Aharoni, de Israel; Jari Sillanpää, da Finlândia; Igor Cukrov, da Croácia; Jenny Silver, da Suécia; Marcin Mroziński, da Polónia; Andrea Demirovic, de Montenegro; Lucía Perez, de Espanha; Tasos Fotiadis,

DR

Organização pede mais público na festa da Eurovisão

Apesar de tudo, a terceira edição do evento foi um sucesso

da Grécia; e Rui Andrade e Filipa Ruas, de Portugal, foram alguns dos artistas

que passaram pelo palco. Além das actuações musicais de participantes em

diversas edições do Festival Eurovisão da Canção, o evento contou com um momento de dança dinamizado pelo egípcio Emad Slim. A organização distinguiu a cantora luso-francesa Marie Myriam, que venceu, pela França, o Festival Eurovisão da Canção em 1977 com o tema “L’oiseau et l’enfant”, canção que interpretou ao vivo em Setúbal. «Foi um dos momentos altos da noite que mais fez vibrar o público. É uma mulher fantástica e muito simples», sublinhou Guilherme Santos. A homenageada sentiu-se «emocionada e feliz por voltar a actuar em Portugal. Já não

cantava aqui desde que Ramalho Eanes era Presidente da República», relembrou a artista. A organização atribuiu títulos de sócio honorário a Pedro Madeira, o primeiro representante português no Festival da Eurovisão da Canção júnior, e a Carlos Costa, finalista de 2009 do programa “Ídolos”. O vereador Manuel Pisco, em representação da edilidade, recebeu os títulos atribuídos ao município. O jornalista Augusto Madureira foi, igualmente, agraciado. A festa contou ainda com as actuações do grupo espanhol D-Votion, e do DJ alemão Ohrmeister.


12 Impressão Digital

Sábado | 17.Set.2011

www.semmaisjornal.com

José Lobo - Actor, bailarino e cantor

«Fascina-me conhecer coisas para evoluir como ser humano»

DR

B. I.

Pub.

Idade: 24 anos Naturalidade: Setúbal Família: É do Alentejo, mas eu sou setubalense Estado civil: Solteiro Residência: Setúbal

Ainda poderá vir a ser um verdadeiro ‘moranguito com açúcar’ da região? O que é ser um verdadeiro "Morango com Açúcar" na região? É ser altamente mediático, dar que falar ou ter reconhecimento? O foco principal, deve sempre estar no público que nos vê e reconhece ou não o nosso trabalho. Trabalhar com La Féria não o seduz? O que me seduz no trabalho do Filipe La Féria é a junção do teatro, canto e dança. O meu trabalho e os meus objectivos profissionais também se centram nesta junção. Se a oportunidade surgir e existir disponibilidade, vamos a isso. Até onde os palcos o poderão levar? Não tenho grandes pretensões enquanto actor, bailarino ou cantor. Tenho sonhos e ambições... mas, principalmente tenho o objectivo de viver um dia de cada vez e aproveitar muito bem cada projecto novo em que trabalho. A evolução acontece assim, projecto a projecto, dia-a-dia. Sou fascinado pelo conhecimento. Conhecer entidades novas com quem possa trabalhar, pessoas novas e diferentes métodos de trabalho, fascina-me e contribui para a minha experiência e evolução enquanto ser humano. Se não fosse actor/bailarino que outra profissão escolheria? Bom... O jornalismo era uma área pela qual eu tinha muitas curiosidades. Tenho o defeito ou a virtude de gostar de muita coisa, mas não escolheria outra profissão. É só isto que eu sei fazer.

Onde se sente mais à vontade, no teatro ou na dança? Depende dos projectos e depende das pessoas com quem se trabalha. Por enquanto, principalmente, quero trabalhar como actor. A dança, o circo e o canto complementam e contribuem para a versatilidade do meu trabalho. Já alguma teve vontade de ‘vestir a pele’ de uma personagem dos desenhos animados que fez dobragem? Desde que comecei a fazer dobragens para a Disney, percebi que ceder/oferecer a minha voz já é ‘vestir a pele’ do desenho animado.

Íntimo Filme ou livro de cabeceira: “Os Anões”, de Harold Pinter. Férias de sonho: Ainda estou à espera delas. Local de eleição: Lisboa. A primeira paixão: A minha mãe. Quando abri os olhos pela primeira vez, foi para vê-la.. Maior ousadia: Vou sendo ousado, mas a maior ainda está para vir. Ídolo de referência: Tenho muitos, mas agora surge-me a actriz Maria João Luís. Projecto de vida por realizar: O teatro já é por si, um projecto de vida. A construção de uma escola superior artística é um projecto.

Tem inimigos de estimação no mundo do espectáculo? Penso que agradar a todos nunca foi possível. Existem pessoas com as quais me identifico mais que outras. Lidar com alguns egos no mundo do espectáculo, por vezes, torna-se complicado. Mas a flexibilidade e adaptação são essenciais. Não crio inimigos de estimação nem tenho ‘comida’ para isso. Qual a sua opinião sobre o trabalho dos autarcas da região? Em Setúbal, o teatro e a dança estão a morrer lentamente. Não gosto quando, certos autarcas respondem que para se investir numas coisas não se pode investir noutras. Penso que o ‘bem’ poderia ser ‘distribuído pelas aldeias’. É preciso contribuir para uma maior exigência cultural do público, que só ‘come’ o que lhes põem no ‘prato’. É preciso não gastar dinheiro mal gasto e mais não digo. As ‘acções’ falam por si. É preciso mais variedade, espaços, condições e mérito. Existe muita cultura e trabalho em Setúbal que não é valorizado/pago pelos autarcas. No dia em que isso acontecer, como deve ser, têm o apoio de mais um, que sou eu. Ainda há esperança... Há alguma figura regional que lhe mereça rasgos de elogios? José Nova. Tive o privilégio, recentemente, de trabalhar com ele em dois projectos em simultâneo - In Castelo - Dançarte e Cabaret - Teatro Estúdio Fontenova) onde fez um trabalho exímio. É um profissional exemplar e uma pessoa formidável. Espero que lhe seja dada a visibilidade e reconhecimento que bem merece.


Sábado | 17.Set.2011

13

www.semmaisjornal.com

+ Região [ almada ]

DR

“O meu livro de bicicletas” editado pelo município, é o livro que foi lançado ontem, dia 16, para abrir a Semana Europeia da Mobilidade em Almada. A obra, dedicada às crianças, dá-lhes a conhecer o mundo das bicicletas, a sua história, as suas múltiplas formas, as vantagens e regras da sua utilização, sensibilizandoas para a necessidade da

A 19.ª edição da Quinzena da Dança de Almada, que decorre entre 28 de Setembro e 15 de Outubro, está orçada em cerca de 35 mil euros. Apesar de marcada por dificuldades económicas conjunturais, a organização procurou na programação deste ano, através de «novas estratégias», não defraudar as expectativas do público habitual e atrair outros interessados para desfrutar das manifestações artísticas do programa. Nos palcos municipais de Almada, Sesimbra, Montijo, Odivelas e Lisboa serão apresentados espectáculos de dança contemporânea, com peças «inovadoras e grandes interpretações», que marcará todo o público que for assistir aos espectáculos. Este ano estão representados bailarinos da Bélgica, Colômbio, Croácia, Dinamarca, Espanha, França, Holanda, Hungria, Israel, Itália, Polónia, Portugal, Reino Unido, República

Checa e Suíça. A organizadora do evento, a Companhia de Dança de Almada, irá estrear o programa Novos Coreógrafos 2011, com duas peças distintas “La Ligne de Vie I” e “Tempo de Espera”, que pela mão das jovens coreógrafas e pelos corpos dos bailarinos levam o público a «um universo surrealista a um am­­­biente existencialista, num espectáculo de grande contemporaneidade e sensibilidade». A organização destaca a «presença da companhia ProArt, da República Checa, e o convite à prática da dança, quer dirigidas a praticantes ou profissionais de dança, quer para a população em geral, de jovens, crianças e adultos». O principal patrocinador da Quinzena continua a ser a autarquia local, que aposta assim na apresentação e promoção da dança, de forma a oferecer ao público «um conjunto de eventos representativos da dança contemporânea nacional e internacional».

Pub.

Quinzena da dança ‘espartana’ promete manter a mesma qualidade

DR

Bicicletas abrem semana da mobilidade

A obra é dedicado às crianças

adopção de hábitos de transporte mais saudáveis e eficientes. Paralelamente foi inau-

gurada a exposição “Pedalar pelo mundo da bicicleta”, que vai estar patente ao público até 3 de Outubro, no

átrio do Fórum Romeu Correia em Almada, e sorteada uma bicicleta entre os presentes. Esta exposição é uma homenagem ao fantástico universo das bicicletas e revela um pouco da história deste veículo que revolucionou o Planeta. A Semana Europeia da Mobilidade vai prolongarse até ao dia 23 de Setembro.


14

Sábado | 17.Set.2011

www.semmaisjornal.com

[ seixal ]

Câmara ‘chama’ população a tratar resíduos orgânicos

Está concluído o calendário das actividades do Programa Municipal de Educação Ambiental (PMEA) para o ano lectivo que agora se inicia, tendo como objectivo promover o acesso à informação e às boas práticas ambientais, com vista à alteração de comportamentos para um desenvolvimento sustentável. Ao longo de todo o ano, o PMEA promove oficinas e encontros do Ambiente sobre as temáticas da água, floresta, resíduos, agricultura urbana, ruído, alterações climáticas e mobilidade, entre outros. Estas actividades são dirigidas tanto a crianças em idade escolar como ao público adulto interessado em aprofundar conhecimentos nestas áreas. Nas escolas, o PMEA quer promover os projectos Óleo a Reciclar - Biodiesel a Circular, Jardins e Hortos Pedagógicos, Compostagem na Minha Escola e o projecto Hortorium - Experiências na Horta, que promove a criação de áreas de cultivo, mas também o exercício da cidadania e da solidariedade.

DR

Ambientalismo júnior ‘invade’ mundo escolar

A autarquia decidiu oferecer mais uma centena de compostores para ajudar a reciclagem de resíduos orgânicos

A partir desta semana, estão disponíveis cerca de uma centena de novos compostores para os munícipes que pretendam iniciar o processo natural de tratamento de resíduos orgânicos. A oferta dos cem aparelhos, por parte da autarquia, decorre do protocolo estabelecido entre a Câmara do Seixal e a Amarsul, empresa concessionária do tratamento dos resíduos

sólidos urbanos, na região. Para que se possa dar inicio ao processo é necessário ser residente no concelho e possuir um jardim e/ou horta. A compostagem é o processo natural de decomposição de resíduos orgânicos que os transforma em composto, o qual fornece ao solo um material rico em nutrientes que melhora o desenvolvimento de plantas, jardins e relvados e

reduz o recurso a fertilizantes químicos. A compostagem permite ainda reduzir a quantidade de resíduos depositados em aterro. O compostor pode ser solicitado à Divisão de Salubridade, através da linha Seixal Limpo. Estes novos 100 aderentes ao processo vão, agora, juntar-se aos mais de mil munícipes que já aderiram à compostagem.

Mundet acolhe Anual Artes 2011 A exposição Anual Artes 2011, colectiva de artes plásticas, inaugurada no dia 8 de Setembro, está patente ao público até ao dia 2 de Outubro, nos Refeitórios Mundet, no Seixal. A Anual Artes é uma iniciativa da associação cultural ARTES, realizada com o apoio da Câmara Municipal do Seixal, e pretende ser uma oportunidade para os sócios da ARTES exibirem anualmente as suas obras. Nesta mostra participam Cabrita Ramos (Artista convidado), Adélia Martinho, Adozinda Silva, Alcina Coelho, Alda Ramalho, Amélia Vinheiras, Ana Cardoso, Ana Costa, Ana Maria Godinho, Antónia Lavinha, António Vaz, Bela Mestre, Domingos Nogueira, Emília Bizarro, Eufrázio Filipe, Firme Nunes, Francisco Condessa, Francisco Figueira, Francisco Vaz , Georgina Silva, Isolina Lages, Janic, Jorge Rebelo, José Franco, Lúcia Cerejo, Luís Dias, M. Isabel, Manuela Marques, Margarida Gomes, Maria João Galvão, Mariana Laneiro, Ninita, Pé-Leve, Roger, Rosinha, Umbelina Ribeiro, Verdiana Ricardo e Vitalina Dália Santos.

[ sesimbra ]

Até ao final deste mês, fica concluída a construção da extensão de saúde de Quinta do Conde, pelo que as instalações poderão começar a funcionar antes do final do ano. As contas são do director executivo do Agrupamento dos Centros de Saúde (ACES) da Península de Setúbal II – Seixal e Sesimbra, Luís Amaro, «Está tudo a correr dentro do previsto e contamos que no fim do mês a obra esteja terminada», adiantou o responsável da ACES, que engloba os antigos Centros de Saúde de Amora, Seixal, Corroios e Sesimbra. Ainda assim, a conclusão da

DR

Centro de Saúde da ‘Quinta’ abre este ano

A aspiração dos utentes de Sesimbra entra em funcionamento este ano

extensão não significa a sua abertura imediata uma vez que só depois da acreditação do edifício poderá ser agendada uma data para a sua inauguração. «Há que seguir certos proce-

dimentos mas tudo leva para que até ao final do ano a Extensão de Saúde da Quinta do Conde esteja a funcionar em pleno e pronta a receber utentes», assegurou.

Vítor Antunes, presidente da Junta de Freguesia e membro da Comissão de Utentes dos Serviços Públicos da Quinta do Conde, recebeu a notícia com agrado. «Depois de um longo percurso e de vários impasses a unidade de saúde da Quinta do Conde vai finalmente ser uma realidade». O centro de saúde é um equipamento há muito reivindicado pelos cerca de 30 mil habitantes da freguesia, que neste momento apenas dispõem de uma extensão de saúde degradada e com mais de três décadas, que já não consegue dar resposta a uma das freguesias que tem apresentado o maior índice de crescimento populacional no país.

Festival Finisterra fechou com êxito e ganha projecção no país A 1ª Mostra Internacional de Filmes de Turismo em Sesimbra e a apresentação do FinisterraArrábida Film Art & Tourism Festival foi um sucesso. Quem o diz é a organização do evento que terminou no passado fim-desemana. Francisco Dias, director do Festival Art&Tur de Barcelos, manifestou agrado por ajudar a criar um novo certame interna-

cional de filmes de turismo. Já Aleixo Terra da Mota, em nome do grupo Turiforúm, mostrou disponibilidade deste grupo de empresas de turismo em participar nesta iniciativa, tornando Sesimbra cada vez mais internacional. Carlos Sargedas, mentor deste projecto, reforça a ideia de que o Finisterra pretende ser «uma outra forma de chamar a atenção para o

cabo Espichel que continua em quase total abandono», realçando que a data desta mostra não foi ao acaso, «mas no ano preciso do célebre concerto Músicas pelo Espichel. Sargedas quis, ainda, aliar Espichel à serra da Arrábida como forma de fortalecimento da sua imagem para candidatura a património da Humanidade pela UNESCO, e também como resposta

ao desafio do plano estratégico de turismo da câmara que «desafia à criação de eventos internacionais como forma de visibilidade desta localidade». No encontro, estiveram presentes realizadores, produtores, directores de fotografia que viram neste evento uma porta para mostrar e ver trabalhos de grande qualidade.

Espadarte reina em 45 restaurantes Até ao próximo dia 25, o Espadarte é o centro das atenções nas ementas dos restaurantes do concelho. Carpaccio de espada, filetes, caldeiradas, pataniscas ou sopa fria são algumas das receitas apresentadas durante o certame. A Quinzena Gastronómica do Espadarte é organizada pela autarquia, com o apoio da Associação de Comerciantes e Industriais do Concelho de Sesimbra e da Associação de Comércio e Serviços do Distrito de Setúbal – Delegação de Sesimbra. Nesta 5.ª edição do evento dedicado a esta espécie considerado há muito símbolo de Sesimbra, concorrem 45 restaurantes do concelho. A juntar às receitas mais tradicionais, como o espadarte grelhado ou de cebolada, com azeite, alho e louro, os apreciadores têm à sua disposição outras opções mais ou menos elaboradas, mas que preservam o sabor que o torna tão especial. Esta iniciativa é organizada pela Câmara Municipal, Junta de Freguesia de Santiago e associações de comerciantes do concelho.


Sábado | 17.Set.2011

15

www.semmaisjornal.com

[ barreiro ]

A Mata da Machada estará em discussão no próximo dia 30, numa Sessão de Participação Pública marcada para o Auditório da Biblioteca Municipal. A autarquia, promotora da iniciativa, enfatiza que o programa proposto para esta sessão «pretende mostrar e evidenciar a importância fundamental que é o equilíbrio do território e promoção da biodiversidade dos recursos naturais, motivando a participação dos intervenientes, elementos fundamentais na elaboração de um plano de acção». Crente de que o futuro se constrói com todos, a autarquia sustenta que a presença dos munícipes «será um valioso contributo para o cumprimento dos objectivos deste evento». A Mata Nacional da Machada é o maior espaço natural do

DR

Barreirenses discutem Machada

Autarquia chama população a decidir sobre o futuro do espaço ambiental

concelho do Barreiro o que lhe confere uma responsabilidade ambiental considerável. Apoiada nos três pilares da sustentabilidade – ambiental, social e económico - a Câmara Municipal do Barreiro pretende continuar a

preparar o presente e futuro deste local, conservando e dando a conhecer os seus patrimónios natural e histórico, únicos e de valor incalculável, consolidando a sua integração na comunidade local e restante sociedade.

Hospital mostra Museu da Baía do Tejo Hospital do Barreiro. Esta mostra é composta por vários cartazes com texto e fotografias e, ainda, equipamento diverso, como livros, máquinas de escrever e de calcular, carimbos e medalhas, e tem como

O Centro Hospitalar Barreiro Montijo realiza mais uma exposição itinerante de um museu, desta vez do Museu Industrial da Baía do Tejo. A exposição decorre até 30 de Setembro, na entrada principal do

objectivo dar a conhecer o conteúdo do Museu Industrial e do Centro de Documentação da Baia do Tejo, cujo acervo constitui a memória das Fábricas da CUF – Barreiro desde a sua instalação nesta cidade em 1907.

Dias radicais no Retail Planet Este fim-de-semana, o Barreiro Retail Planet vai transformar-se no planeta do desporto e das actividades radicais. “Conhece os teus limites” é o mote que serve de convite a todos os visitantes, seja qual for a sua idade, para viverem novas sensações em pleno ar ou com os pés assentes no chão. Haverá descontos para os mais aventureiros em compras nas lojas deste espaço comercial de Coina e prémios para os mais fotogénicos e criativos. Painball, escalada, rappel, slide, rede de abordagem e speedball são as modalidades que prometem elevar os níveis de adrenalina na zona exterior do Barreiro Retail Planet. O desafio é incentivar

os participantes a experimentarem estas actividades. Se o conseguirem, terão direito a uma caderneta de descontos, para usufruto nas lojas do espaço comercial. No sábado, realiza-se ainda o campeonato “Best Trick de BMX”, estando também disponíveis inúmeros insufláveis gigantes, uma acção que conta com o apoio do Jumbo. No domingo, para além das actividades fixas, haverá ainda um passeio de BTT, uma iniciativa que tem o apoio do clube de cicloturismo Fidalbike. Com esta acção, o empreendimento quer reforçar o número de visitantes ao fim-de-semana e, sobretudo, «fidelizá-los, consolidando a notoriedade da marca».

Outubro é Mês da Música As celebrações do Dia Mundial da Música vão levar a autarquia a oferecer um mês musical a todos os munícipes. Um pouco por todo o concelho e para públicos diferenciados, encontram-se programados concertos, matinés dançantes, sessões de “horas do conto”, workshops, exposições

e cinema. Outubro contará com uma diversidade de actividades, desde jazz, música experimental, fado, canto coral, bandas filarmónicas e orquestra ligeira. Serão oferecidos concertos pedagógicos, os mais jovens serão desafiados a mostrar os seus projectos musicais.

[ moita ]

O concelho da Moita é o oitavo, a nível nacional, na avaliação de empreendedorismo global, e, em décimo lugar ao nível do empreendedorismo de infra-estruturas. A classificação, que consta num estudo da Faculdade de Economia da Universidade do Porto, baseado na análise de iniciativas inovadoras, foi dada a conhecer pelo presidente da Câmara, João Lobo, durante as cerimónias do Dia do Município, em que atribuiu as Medalhas Municipais a personalidades e entidades do concelho. Na altura, o edil recordou que foi, também, atribuído ao concelho da Moita, o Prémio

Semmais

Estudo nacional bate palmas à inovação no concelho

João Lobo revela que a Moita é 8º na capacidade empreendedora

Nacional de «Mobilidade em Bicicleta», pela Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utiliza-

dores de Bicicleta. Para João Lobo, são alguns dos exemplos de que o muni-

cípio «continua a apostar no progresso e crescimento». Mas o ambiente de festa não fez esquecer «a grave situação económico-financeira e social em que o país de encontra» e as medidas que têm sido tomadas nos últimos meses «com consequências gravosas na vida de todos nós». No entender do autarca, o poder local, é «uma das maiores conquistas do 25 de Abril», que, nos dias de hoje, «a pretexto das medidas restritivas impostas pela troika, está a ser objecto de um dos mais fortes ataques de sempre». Durante a cerimónia, a Câmara reconheceu publica-

mente personalidades e instituições que, no seu percurso, contribuíram para o desenvolvimento do município da Moita, nomeadamente, a Academia Musical e Recreativa 8 de Janeiro, de Alhos Vedros, e a CERCIMB – Cooperativa de Educação e Reabilitação de Crianças Inadaptadas da Moita e Barreiro, que receberam a Medalha de Honra do Município. Francisco Manuel Oliveira Landum, artista banheirense mais conhecido por Ricardo Landum, foiu distinguido com a Medalha de Mérito Cultural e Artístico. A Medalha de Mérito Económico e Social foi entregue à COMIMBA/Riberalves.

Dia Mundial do Turismo inspira Raid Fotográfico para amadores Este sábado arranca, no concelho, mais uma edição do Raid Fotográfico da Moita, uma iniciativa promovida pela Câmara, no âmbito das comemorações do Dia Mundial do Turismo. A participação é gratuita e aberta a todos os interessados, excepto

fotógrafos profissionais, bastando para tal possuir uma máquina fotográfica digital. O desafio é mostrar o que de melhor existe no concelho da Moita, de acordo com os temas divulgados no próprio dia, no Posto de Turismo Municipal, na Moita (local de partida)..

Os premiados serão anunciados no dia 8 de Outubro, no Posto de Turismo, na abertura de exposição do 6º Raid Fotográfico da Moita, que incluirá as imagens premiadas e outros trabalhos seleccionados pelo júri. A exposição estará aberta ao público até 21 de Outubro.

Ao participante com a melhor imagem em cada tema será atribuído um prémio pecuniário, no valor de 100 euros, e ao participante com imagem distinguida com menção honrosa é atribuído um prémio pecuniário, no valor de 30 euros.

Entre os participantes não premiados, que estiverem presentes na cerimónia de entrega de prémios, serão ainda sorteados três bilhetes duplos para a realização de um passeio no Tejo a bordo do varino municipal “O Boa Viagem”, que se realiza a 22 de Outubro.


16

Sábado | 17.Set.2011

www.semmaisjornal.com

[ montijo ]

O Plano de Pormenor do Barrão já tem ‘luz verde’ da autarquia. O projecto, que o executivo acalentava já há cerca de uma década, define as regras para a ocupação, uso e transformação do solo, transformando o solo agrícola e florestal em terreno urbanizável. Recorde-se que o Barrão se situa na confluência do IC 32 com a A12, sendo uma zona estratégica por excelência para a criação de espaços industriais que potenciem novos investimentos e o desenvolvimento económico e social do Montijo. Segundo adianta o executivo da socialista Amélia Antunes, este espaço «vem preencher uma lacuna existente na freguesia de Montijo, uma vez que o município tem sido confrontado por potenciais investidores sem que existam espaços industriais», A proposta do Plano Pormenor do Barrão, que esteve disponível para consulta pública nos meses de Junho e Julho, será submetida a aprovação na Assembleia Municipal. Na mesma reunião do execu-

A autarquia de Amélia Antunes está satisfeita com o Plano de Pormenor

tivo foram, ainda, fixados os valores da Taxa de Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) em 0,7 e 0,4 por cento. A proposta foi aprovada por unanimidade. À semelhança do ano passado, a taxa de IMI para prédios urbanos, cujo valor tributável é encontrado por via da correcção monetária ponderada, é de 0,7 por cento. Para os prédios urbanos avaliados nos termos do Código do Imposto

Municipal sobre Imóveis (CIMI) foi fixada a taxa de 0,4 por cento. A autarquia argumenta que, desde a entrada em vigor do novo regime de tributação sobre o património, o IMI tornou-se numa «importante fonte de receita para o município, reflectindo-se na quantidade e qualidade dos bens e serviços prestados pela Câmara bem como na política de investimentos» da autarquia.

Aldegalega premeia ilustres A grande variedade de actividades culturais, desportivas e artísticas foi a ‘imagem de marca’ das comemorações do dia da Freguesia do Montijo, que decorreu quinta-feira com a participação de milhares de pessoas. Um dos pontos altos da iniciativa foi a cerimónia de entrega das distinções de mérito Barca Aldegalega, a que se seguiu um espectáculo de Rita Guerra, no CineTeatro Joaquim de Almeida. Este ano, a Barca Aldegalega foi entregue ao empresário Fernando Alberto Carreira Quendera; Maria Helena Correia Leite Raposo de Oliveira, da Cooperativa Agrícola de Pegões; e Albino da Veiga Bruno, da Santa Casa da Misericórdia e fundador da Tertúlia Tauromáquica.

DR

No dia 22, a Galeria Municipal será palco do lançamento do livro A questão da ética pública no século XXI, um livro de Alcídio Torres, lançado pela editora Âncora. A apresentação da obra estará a cargo da presidente da autarquia montijense, Maria Amélia Antunes. O livro tem o prefácio de Guilherme d´Oliveira Martins, Presidente do Tribunal de Contas de Portugal e Presidente dos Tribunais de Contas Europeus - Eurosai. Alcídio Torres, investigador social e mestre em Administração e Políticas Públicas é autor de vários livros, entre os quais se destacam Porto de Sines – Porta Atlântica da Europa; História de uma crise – O grito do Bispo de Setúbal; O Regresso dos Partidos (em co-autoria com Maria Amélia Antunes; e Profissões Tradicionais em Montijo.

Plano para a zona do Barrão já permite urbanizar terrenos

DR

Galeria mostra ética pública no século XXI

Prémio de prestígio no concelho

[ alcochete ]

A olaria é agora de interesse público e é zona de protecção especial

tante necrópole composta por 37 enterramentos, dos quais foram 24 escavados onde coexistiam os rituais de incineração e de inumação». O conjunto agora classificado, cujo processo teve início em 1994 por iniciativa da Câmara de Alcochete, está abrangido pelas disposições legais que estabelecem, nomeadamente que, “a sua transmissão depende da prévia comunicação à Direcção Regional de

Cultura de Lisboa e Vale do Tejo e ao IGESPAR”, que “os comproprietários, o Estado (através do IGESPAR) e o Município gozam, pela ordem indicada, do direito de preferência em caso de venda ou dação em pagamento” e que “quaisquer obras ou intervenções no imóvel serão objecto de autorização e acompanhamento do órgão competente para a decisão final do procedimento de classificação.

Câmara vai manter escolas abertas até tarde Os instrumentos de apoio à família foram alargados ao 1.º Ciclo do Ensino Básico. Com esta medida, a autarquia cobre agora a 100 por cento toda a comunidade escolar, com os serviços de complemento de horário, o que vem de encontro às necessidades identificas nesta área pelos técnicos municipais. Para o vereador da Educação este é um motivo de grande satisfação, na medida que ao «assegurar este serviço em todas as escolas do concelho, a autarquia garante iguais condições a todos os pais do município no acesso e a este serviço» que será pago em função da análise sócio-económica das famílias. Para Paulo Machado, este é «mais um exemplo do esforço que a Câmara faz no sentido de honrar aquilo que foram compromissos dos seus parceiros e ao assegurar este serviço, tranquilizar as famílias e as associações de pais, sendo certo que a Câmara garantirá um serviço de qualidade a todos». Ao longo dos últimos anos a autarquia garante o Serviço de Prolongamento de Horário nos

DR

A Olaria Romana do Porto dos Cacos, na Herdade de Rio Frio, foi classificada como Sítio de Interesse Público, pela secretaria de Estado da Cultura. A administração central definiu, também, a fixação de uma Zona Especial de Protecção da Olaria Romana do Porto dos Cacos que abrange «uma zona riquíssima em vestígios arqueológicos de cronologia romana, alguns dos quais indiciam ocupações eventualmente tão importantes quanto a do Porto dos Cacos», que visa «salvaguardar o contexto e o enquadramento do sítio arqueológico classificado». De acordo com o texto da portaria, a Olaria Romana do Porto dos Cacos «é um importante exemplar de um complexo industrial romano» que terá iniciado a sua produção em meados do século I d. C., «constituído por olarias com os seus respectivos fornos e entulheiras, e em cujas escavações foram encontrados exemplares de ânforas tipo Beltran IV, Dressel 30, Almagro 51C e Almagro 50, além de um inúmero conjunto de cerâmica comum de cozinha», bem como «uma impor-

DR

Ruínas romanas ganham estatuto de interesse público

Mais justiça social prevista

Jardins-de-Infância de Alcochete, Samouco e São Francisco às crianças cujo agregado familiar, devido a compromissos profissionais, não tenha possibilidade de acompanhar os seus educandos. «Se no caso do Pré-escolar esta competência resulta de um contrato entre os Municípios e Ministério da Educação, no caso do 1.º Ciclo não há qualquer enquadramento para esta matéria, portanto é uma responsabilidade directa que a Câmara assume», conclui.


Sábado | 17.Set.2011

17

www.semmaisjornal.com

[ LITORAL ]

A freguesia do Carvalhal, em Grândola, abriu, quinta-feira, as portas do novo Centro Escolar. Numa cerimónia presidida pela secretária de Estado do Ensino Básico e Secundário, Isabel Leite, para quem o ano lectivo abriu com alguma «dificuldades pontuais e ultrapassáveis». Isabel Leite disse que, apesar de o Governo ter

começado a trabalhar «num período crítico da organização do ano escolar», conseguiu «garantir a normalidade no início» do novo ano lectivo. Isabel Leite, que classifica o Centro Escolar de Carvalhal um «excelente exemplo de uma boa escola», aproveitou para, no mesmo dia, inaugurar o Centro Escolar de Melides, representando

D.R.

Governo ‘apadrinha’ novo centro escolar do Carvalhal que custou 1,7 milhões de euros

O novo centro começa a funcionar já a partir desta semana

os dois novos equipamentos um investimento global de 1,7 milhões de euros, financiado em 80 por cento por fundos comunitários. Os centros escolares agrupam as valências de educação pré-escolar e primeiro ciclo do ensino básico, estando dotados de refeitório, biblioteca e centro de recursos multimédia.

O executivo de Vítor Proença assinou um contrato de comodato com o Núcleo de Estudantes de Medicina da Associação Académica da Universidade do Algarve para a cedência de um apartamento em Vila Nova de Santo André. A cedência destina-se à habituação exclusiva de alunos do Curso de Medicina da Universidade do Algarve durante os estágios de Cirurgia Geral no Hospital do Litoral Alentejano EPE, sob a orientação do clínico Carlos de Sousa. Os estágios terão uma duração de quatro semanas, para

Arquivo

Santiago ajuda futuros médicos no hospital do litoral

Um dos apoios é a habitação

grupos de quatro estudantes de cada vez, e por um período total de 32 semanas, o último em Julho de 2012.

A Direcção do Curso de Medicina da UAlg escolheu o Serviço de Cirurgia Geral do HLA.EPE para os estágios de Cirurgia Geral, com

base na excelência dos serviços médicos nele prestados e na adequação da actividade do Serviço aos objectivos pedagógicos do Curso de Medicina. À semelhança do que já aconteceu na altura da vinda para o concelho, de quatro médicos cubanos, a autarquia santiaguense acedeu de imediato ao pedido feito pela Universidade, sendo que as despesas decorrentes do fornecimento e consumo de água, energia eléctrica e gás são da responsabilidade de cada um dos alunos.

Arte Sacra mostra história de Grândola O Museu de Arte Sacra de Grândola abriu as portas ao público na igreja de São Sebastião para apresentar a sua colecção permanente, formada por fundos de pintura, escultura e artes decorativas. Esta iniciativa, da responsabilidade do Departamento do Património Histórico e Artístico da Diocese de Beja, da Câmara e da Paróquia de Grândola, integra cerca de uma centena de obras de arte, oriundas de igrejas da sede do concelho, das freguesias de Azinheira dos Barros e de Santa Margarida da Serra e da Irmandade da Santa Casa da Misericórdia. Grândola possui um extenso e variado património religioso, ainda escassamente divulgado. A povoação começou por denominar-se Bendada e após a “Reconquista” cristã (inícios do século XIII) fez parte do concelho de Alcácer do Sal, sendo entregue pelos primeiros reis de Portugal, como sucedeu com boa parte do Baixo Alentejo, à Ordem militar de Santiago da Espada. O facto de se situar numa encruzilhada e estar rodeada de terras férteis deu-lhe grande importância nos finais da Idade Média. O Museu de Arte sacra de Grândola pode ser visitado de quarta-feira a domingo.

Freguesia de Alvalade abriu Feira Medieval com cheiro à Idade Média Esta 9ª edição, em que Alvalade acorda e adormece engalanada e vestida à maneira medieval, decorre no centro histórico da vila e tem como palavra de ordem os 501 anos do foral Manuelino. Os alvaladenses fazem questão

Sines premeia família e segurança no trabalho Mãos Seguras - Hands Safety é o nome da iniciativa que distinguiu vários grupos de jovens e crianças na área da segurança no trabalho e valores da família. O concurso, realizado junto de descendentes de colaboradores envolvidos na construção da nova fábrica de Sines, premiou uma dezena de crianças e jovens pelos trabalhos artísticos desenvolvidos sobre o tema da segurança no trabalho. Este concurso enquadra-se na iniciativa Hands Safety, que tem como objectivo promover os valores da segurança no trabalho e incentivar os colaboradores que participam na construção a seguirem as melhores práticas. Luís Barrinha, Director de Segurança da Artplant, afirma que a segurança no trabalho «é uma prioridade» para a empresa e que «tem merecido uma grande atenção de todo a orga-

nização». Com esta iniciativa, e beneficiando do ‘poder’ dos jovens, «conseguimos sensibilizar os colaboradores envolvidos no projecto da nova fábrica para a importância de comportamentos de segurança» e para o uso de Equipamento de Protecção Individual de forma adequada. A Artplant, que em Julho alcançou um milhão de horas trabalhadas sem acidentes com baixa, é responsável por um dos principais projectos industriais em Portugal, dedicado à produção de PTA (ácido tereftálico purificado), num investimento superior a 500 milhões de euros. A fábrica de Sines estima uma exportação de 95 por cento do volume de produção e prevê a criação de cerca de 400 postos de trabalho directos e indirectos, sendo que em ano cruzeiro a facturação anual poderá superar os 600 milhões de euros.

de recriar a vida quotidiana do homem da Idade Média, através de um programa que compreende a realização de um cortejo histórico com todas as classes sociais da época, e uma Feira Medieval animada com trovadores, justas

medievais, teatro, mostra e exibição de armas, danças medievais, venda de produtos e ainda restaurantes com ementa medieval. Para o presidente da Junta de Freguesia, Rui Madeira, que integra a comissão organizadora do

certame, o certame é tanto mais importante quanto se sabe da «envolvência da população que anualmente espera pelo evento e pelo trabalho de voluntariado que presta e acima de tudo pelo gosto e dedicação que presta à feira».

Britânicos vencem Europeu de Equitação O Campeonato da Europa de Concurso Completo de Equitação para Juniores 2011 que decorreu domingo na Herdade de Vale Sabroso em Alcácer do Sal, deu a vitória à Grã-Bretanha, que arrebatou o ouro por equipas e ainda o ouro e bronze individuais. A cavaleira britânica de 18 anos Zoe Brenan com Latino K terminou a prova com os 46,9 pontos que acumulou na prova de ensino e que lhe valeram o título de Campeã da Europa de 2011. Kevin Seignier pela França com Or du Genet (47,1 pts.) e David Doel pela Grã-Bretanha com Kings Cross (47,9 pts.) ficaram com as medalhas de prata e de bronze. Portugal teve uma honrosa participação neste campeonato assegurando o 6º lugar por equipas, à frente da poderosa Itália. Francisco Stilwell e Augusto Calça e Pina, ambos montando cavalos da sua criação familiar, alcançaram

D.R.

Abriu ontem portas a prestigiada Feira Medieval de Alvalade, no concelho de Santiago do Cacém, um certame que vai decorrer até ao próximo dia 20 e promete ultrapassar a barreira dos 14 mil visitantes.

A equipa vencedora absoluta da prova internacional em Alcácer

respectivamente o 16º e 20º lugar da classificação individual. Estes dois experientes cavaleiros de 18 anos completaram assim da melhor forma os seus 4ºs Campeonatos da Europa de Juniores de CCE e têm já garantida a participação no Campeonato do próximo ano na Suécia, desta feita na categoria de Jovens Cavaleiros. Chegaram ao final do concurso apenas 37 dos 52 conjuntos que se

inicialmente se apresentaram na prova de ensino, em virtude de um exigente percurso de cross. Vale Sabroso volta a acolher grandes provas internacionais já no final de Fevereiro, com a realização do 4º Harley-Davidson Horse Trials. Espera-se a presença dos melhores atletas do ranking mundial para uma vez mais lutarem pelo cobiçado prémio do CIC, uma moto Harley-Davidson.


18

Sábado | 17.Set.2011

www.semmaisjornal.com

[ setúbal ]

DR

Setúbal ganha novo rosto

Pub.

empresas chegaram a apresentar acções e a incluir bolsas de voluntários, bem como o material necessário. As pinturas do muro externo do Estádio do Bonfim e de um lar, a plantação de magnólias para embelezamento de um troço da EN 10 e de cem árvores e arbustos para a criação do Bosque Centenário no Vale de Cobro e a limpeza do bairro do Troino são algumas das muitas iniciativas previstas. O dia 23, em particular, está reservado para intervenções desenvolvidas pela comunidade escolar, incidindo nas próprias escolas. Em qualquer dos dias, os voluntários podem candidatar-se a um ou dois turnos de trabalho, sendo que o primeiro decorre entre as 9 e as 12h30 e o segundo entre as 14 e as 18 horas. Todos os voluntários têm direito a um lanche, uma t-shirt e um chapéu, realizando-se ainda, em cada uma das oito freguesias, almoços de convívio entre todos os participantes. Os interessados em participar na iniciativa podem inscrever-se através do endereço setubalmaisbonita@mun-setubal.pt, das páginas www.mun-setubal.pt e www.facebook.com/ municipiodesetubal ou pelo telefone 910 008 581. Os participantes inscritos serão divididos em grupos de trabalho e alertados atempadamente para as acções em que vão estar envolvidos, bem como as horas e os pontos de encontro. Todos os envolvidos no projecto estão abrangidos por seguro, oferecido por uma empresa do concelho.

DR

Mais de 500 voluntários são esperados entre 23 e 25 para participar nas várias acções de requalificação urbana que vão decorrer em todas as freguesias do concelho. Tratase do projecto municipal “Setúbal Mais Bonita” que visa envolver a população e entidades na melhoria da qualidade de vida local. O desafio, lançado pelo município, desafia a população a executar pequenas iniciativas de requalificação e embelezamento do espaço urbano. Das cerca de cem propostas entregues, mais de 80 foram aceites pela autarquia, que disponibiliza o material necessário aos voluntários para realizarem as iniciativas a que se propuseram. Várias entidades associaram-se ao projecto, sendo que várias

Câmara distingue filhos da terra em Dia de Bocage

A edil Maria das Dores Meira a entregar a medalha ao músico e maestro Rui Serôdio

Pessoas, empresas e instituições que se destacam no enriquecimento da comunidade foram homenageadas, quinta-feira de manhã, com medalhas honoríficas em sessão solene evocativa do Dia de Bocage e da Cidade, que decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho, perante vários convidados. Após a homenagem das três dezenas de funcionários aposentados, a presidente Dores Meira entregou a primeira Medalha de Prata da Cidade deste ano a Helen Hamlyn, pelo empenho e envolvimento na organização do Festival de Música de Setúbal, bem como a Hugo O’Neill. Já Rui Nabeiro, presidente da Delta Cafés, viu os seus feitos beneméritos, como a renovação das instalações da Casa da Baía, serem reconhecidos com a atribuição da Medalha de Prata da Cidade. Também o Regimento de Engenharia 1 recebeu a Medalha de Prata da Cidade pela «disponibilidade mos­­ trada» na concretização de várias acções no domínio da protecção civil e do planeamento de riscos no concelho. A Medalha de Honra da Cidade, na classe Actividades Culturais, foi entregue a Neils Fisher, Pedro Carneiro, Rui Seródio, José Miguel da Fonseca e António Maria Eusébio, o “Calafate”. Outra homenagem póstuma, na categoria Ciência e Tecnologia, foi feita ao médico Ireneu Cruz, que faleceu a 26 de Março e que em 2004 doou ao município um importante acervo museológico. A Portucel, «maior produtor nacional de energia verde e inegável mais-valia no contexto da economia regional», foi medalhada na classe Comércio e Indústria.

Na mesma categoria, o impulsionador da recuperação das ostras no Sado, salientou que «a restauração é uma das marcas mais importantes de Setúbal que deve ser fomentada». A Sociedade Providência e a Palhavã receberam medalhas na classe Associativismo

e Sindicalismo, além da Sociedade de Estudos e Intervenção em Engenharia Social. Na classe Paz e Liberdade, Carmelindo Elias, falecido em 2009, também foi distinguido, a título póstumo, pela «intervenção cívica, pela generosidade de trato e, ainda, pela acção».

Obras marcam comemorações bocageanas A consignação da fase final das obras de remodelação no Fórum Municipal Luísa Todi constou no programa comemorativo deste ano do Dia de Bocage e da Cidade, celebrado na quinta-feira. O acto que materializa o arranque da fase decisiva da intervenção “Ampliação e Modernização do Fórum Municipal Luísa Todi”, projecto do ReSet – Programa de Regeneração Urbana do Centro Histórico de Setúbal, teve lugar às 16 horas no local das obras. A empreitada, num investimento superior a 4 milhões de euros e com um prazo de execução previsto de sete meses, visa a requalificação da principal sala de espectáculos da cidade. Inclui, além da beneficiação geral de todo o equipamento, a ampliação da caixa de palco e do corpo de camarins e a criação de uma sala polivalente a construir por cima. A remodelação integral e o apetrechamento do palco fazem também parte desta empreitada, que engloba a criação de um fosso de orquestra, o qual permitirá ao edifício acolher a realização de uma maior diversidade de espectáculos. Na empreitada está ainda programada a

Arquivos

Voluntariado torna cidade mais catita

dotação do edifício com acessibilidades para pes­­­ soas com mobilidade reduzida, assim como a instalação da necessária com­­ partimentação corta-fogo e de acesso de meios de combate a sinistros. No mesmo dia foi lançada a primeira pedra de uma intervenção urbanística a realizar em Vale de Cães, em Brejos de Azeitão, freguesia de S. Lourenço. A empreitada, orçada em cerca de um milhão de euros, com um prazo previsto de execução de 18 meses, contempla a pavimentação de diversos arruamentos, a criação de lugares de estacionamento e intervenções ao nível de infra-estruturas de água e saneamento. O programa comemorativo do Dia de Bocage e da Cidade inclui ainda, às 15 horas, a inauguração dos arranjos exteriores da Praceta Interior à Avenida Avelar Brotero, na freguesia da Graça.


Sábado | 17.Set.2011

19

www.semmaisjornal.com

[ PALMELA ] + Notícias Mercado mensal em Águas de Moura

Semmais

Biblioteca de Pinhal Novo distribui manuais escolares A Biblioteca de Pinhal Novo está a distribuir manuais escolares usados pelo terceiro ano consecutivo, no âmbito do projecto Dar de Volta, promovido pelo município em parceria com a Associação de Municípios

da Região de Setúbal. Permitir aos munícipes acederem a manuais escolares usados (do 1.º ao 12.º ano) através dos serviços da Divisão de Bibliotecas é o objectivo do projecto, que foi iniciado no Seixal e pros-

seguido depois noutros concelhos da região. Trata-se de uma iniciativa colectiva, intermunicipal, que se baseia nos conceitos de solidariedade e rentabilização de recursos. A distribuição dos manuais escolares decorre, desde

1 de Setembro, na biblioteca pinhalnovense, no horário de funcionamento daquele equipamento, nomeadamente de terça a sexta-feira, das 10h30 às 12h30 e das 14 às 19 horas e aos sábados, das 14 às 19 horas.

Município testa novo autocarro para estação de Penalva O município vai testar um transporte colectivo dos TST na ligação à estação de Quinta do Anjo, localizada em Penalva, no âmbito do mesmo processo que veio a criar um mini-autocarro urbano no interior de Pinhal Novo. Pub.

O vereador Álvaro Amaro admite que se trata de «um processo muito desejado, em particular, pelas populações do Bairro dos Marinheiros e do Bairro Alentejano», sublinhando que o teste vai decorrer de 16 a 22 deste mês para apurar «a

adesão dos cidadãos a esta ligação que tem sido tão reclamada». É precisamente neste período que decorre a Semana Europeia da Mobilidade 2011, sob o lema “Mobilidade Alternativa”. Além desta experiência, a autarquia está a imple-

mentar um conjunto de acções de promoção da acessibilidade para todos, com vista a incentivar a população à partilha do automóvel, à promoção da utilização dos transportes públicos e da bicicleta e à utilização de biodiesel.

Este sábado decorre o mercado mensal de Águas de Moura, no Clube Desportivo local. O mercado conta com a envolvência de cerca de 70 feirantes.

Conversa com António Costa Santos Dia 24, às 17 horas, na Biblioteca de Palmela, há conversa com o escritor e jornalista António Costa Santos. É autor de “Diário de uma gajo divorciado em tempos de crise”, “O novo livro das inutilidades” e “Proibido!”.

Exame de competências básicas Os Centros de Recursos para a Juventude (CRJ´s) de Palmela, Quinta do Anjo e Pinhal Novo estão a emitir o Certificado de Competências Básicas em Tecnologias de Informação. Os interessados deverão solicitar o reconhecimento das referidas competências obtido mediante a realização de um exame prático no local.


20

Sábado | 17.Set.2011

www.semmaisjornal.com

+ Negócios

Artlant começa a produzir em finais de Outubro

A

Artlant, empresa radicada em Sines, que se vai dedicar à produção de PTA (ácido tereftálico purificado), deverá ter a unidade fabril concluída até finais do mês de Outubro, podendo arrancar com a produção no imediato, segundo revelou ao Semmais Rui Toscano, director-geral, admitindo ser possível, em meados de Novembro, alcançar «PTA de primeira qualidade. Pelo menos, é essa a nossa ambição», reforça o mesmo responsável. Nesta altura, a empresa está em fase de testes, que decorrem durante um período significativo, até final de Outubro. «É um processo paciente em que precisamos de testar com ar, com água,

depois com vapor. Depois vêm ainda os químicos. Isto tem milhares de tubos e de sistemas», sublinha. Ou seja, é preciso verificar se todos os equipamentos comunicam uns com os outros e se a rede de tubagem está adequada. «É um processo moroso, porque se detectamos algum problema é logo preciso voltar atrás e corrigir. Depois, voltamos a testar», revela, numa altura em que trabalham no estaleiro entre 600 e 700 pessoas, embora no final deste mês o número de trabalhadores venha a descer de forma acentuada, fincando apenas o pessoal das pinturas e isolamento de tubagens até final de Outubro.

DR

A unidade de Sines está em fase final de construção e a produção de PTA (ácido tereftálico purificado) arrancará de imediato. Cerca de 95 por cento destina-se à exportação.

O nosso produto tem grande procura no mercado mundial”, diz o director-geral Rui Toscano

Prioridade ao mercado europeu O mercado europeu tem a prioridade da Artlant, que admite exportar 95% da sua produção. «Já contactámos com clientes e estamos a passar tudo a contrato. Iremos criar todas as relações comerciais até final de Outubro», insiste Rui Toscano, para quem a crise mundial poderá sempre afectar o negócio, embora recorde que o projecto da empresa de Sines visa a produção de um produto «que tem procura no mercado».

Rui Toscano falava durante a entrega dos prémios do projecto «Mãos Seguras – Hands Safety», que contemplou a criatividade artística de menores, entre os dois e os 15 anos. Um concurso que promoveu os

valores da segurança junto dos operários da empresa, que em Julho somou um milhão de horas sem acidentes de trabalho. «Para este tipo de construção é extraordinário», resume. Roberto Dores

Publireportagem

As ópticas Alain Afflelou, com lojas em todo o País mas na região apenas em Setúbal e no Feijó, acabaram de lançar no passado dia 15, mais uma campanha de prevenção do insucesso escolar, destinada a crianças entre os 5 e os 7 anos. A quarta campanha da Alain Afflelou destina-se a transmitir aos pais e profissionais da educação, a importância da detecção de possíveis problemas de visão nas crianças, de forma a evitar, por vezes, algum insucesso escolar, associado ao facto de «a criança ver mal, sem saber», realça Luísa Pereira, responsável pelo Marketing e Comunicação da óptica Alain Afflelou, uma multinacional francesa que está em Portugal há 3 anos. A campanha decorre até ao dia 31 de Outubro em todas as lojas Alain Afflelou e compreende exames visuais gratuitos às crianças. Se for detectado algum problema visual, serão oferecidos óculos graduados (armação e

Fotos: DR

Prevenção para crianças na Óptica Afflelou do Feijó

A marca tem revelado uma grande dinâmica comercial e está apostada em apoiar a população mais jovem, nomeadamente na prevenção

lentes) adaptados à sua graduação. Os pais das crianças devem

proceder à marcação, em qualquer uma das 23 lojas espalhadas pelo

País, do respectivo exame visual. Luísa Pereira faz um balanço

Profissionalismo e elevada qualificação dos funcionários O franchising Alain Afflelou foi criado em 1979 pelo óptico francês Alain Afflelou e durante mais de 30 anos de trajectória, transformou-se na primeira rede europeia de franchising óptico e uma referência neste sector. Actualmente, a empresa conta com mais de mil pontos de venda que se dividem entre França, onde já se alcançaram os 659 estabeleci-

mentos, Espanha, Bélgica, Suíça, Luxemburgo, Portugal, Marrocos, Líbano e Tunísia. Parte do sucesso da empresa deve-se ao profissionalismo e elevada qualificação dos mais de 4 500 funcionários que fazem parte do grupo. Além disso, cada uma das ópticas Alain Afflelou é dirigida por um óptico optometrista, o que oferece ao consumidor uma compra

com «total garantia, confiança e tranquilidade». Nos últimos dez anos, o uso de óculos na Europa apresentou um crescimento superior a 50 por cento. Esta evolução do mercado, juntamente com a trajectória empresarial do grupo e a sua filosofia de investimento, levaram a rede Alain Afflelou a consolidar a sua posição de líder na Europa.

«muito positivo e interessante» da campanha de 2010, que distribuiu 220 óculos e atendeu 806 crianças em consultas gratuitas. Além do público em geral, informação sobre a campanha é enviada para as associações que protegem ou ajudam as crianças mais desfavorecidas. No ano passado associou-se à acção a Fundação do Sporting, que envolveu 30 crianças. A loja de Setúbal situa-se na Av. 5 de Outubro, 166, enquanto a do Feijó fica na Rua António Elvas, 108.


Sábado | 17.Set.2011

21

www.semmaisjornal.com

DR

Novo recorde de contentores no Porto de Sines

O movimento de contentores no Porto de Sines continua a crescer sustentadamente. Depois de Julho passado ter sido o melhor mês de sempre no movimento de contentores desde a entrada em funcionamento do Terminal XXI, Agosto superou as expectativas com a

fixação de um recorde mensal. Em Agosto foram movimentados 46.442 TEU, o que representa um novo máximo mensal no Terminal XXI. Cumulativamente, o número de contentores movimentados teve um crescimento superior a 20 por cento face a igual

período do ano anterior. O referido mês consolida um salto qualitativo muito importante deste terminal, para o qual muito contribuiu o novo serviço directo com a América do Sul que tem tido um comportamento muito positivo, não só no tráfego Europa/Brasil, como

Moscatel da Bacalhôa ascende ao top 25 dos melhores do Mundo O Bacalhôa Moscatel 2004 foi eleito o melhor vinho licoroso a menos de 11 euros para o grupo dos 25 melhores a nível mundial pela revista inglesa especializada Decanter, que anunciou recentemente os vencedores dos Prémios Mundiais do Vinho. Segundo Francisca Van Zeller, Relações Públicas da Bacalhôa, este troféu internacional representa «os melhores dos melhores de toda a competição e é um prémio de grande importância para o grupo Bacalhôa, como o é para Portugal». A mesma fonte sublinha que a «competição foi feroz, tendo sido provados vinhos produzidos em França, Itália, Espanha, Austrália e África do Sul, sendo que este prémio vem comprovar que o grupo consegue produzir um excelente vinho a um preço muito competitivo de reconhecimento internacional». O Bacalhôa Moscatel de Setúbal 2004 é um dos moscatéis de Setúbal «mais competitivos» do mercado nacional, disponível em todos os supermercados, estando a ser comercializado em Portugal ao preço de 4,29 cêntimos. Este prémio vem também demonstrar o «esforço do grupo Bacalhôa em produzir cada vez melhores vinhos, quer a nível de moscatéis, como a nível dos espumantes». Hugo Campbell, importador e director da Ehrmanns Wines, explicou que o «estilo português de moscatel está a tornar-se mais conhecido, no mercado britânico, pela elevada relação qualidadepreço», como o Bacalhôa, que custa cerca de dez euros, tendo em conta

que «estes vinhos são envelhecidos durante cerca de seis anos». Embora França tenha sido o país produtor com maior número de prémios e Espanha concorrido com o maior número de vinhos, a revista Decanter afirma que «os consumidores e especialistas devem estar atentos a Portugal, que arrecadou prémios para mais de 84 por cento dos candidatos, incluindo três troféus internacionais». Os vencedores dos prémios partem agora em digressão por uma série de provas de vinho em 21 países, incluindo o Brasil, Estados Unidos, França, China e Rússia. Ganham também o direito de usar, para efeitos promocionais, o prémio e um autocolante nas garrafas com um D dourado correspondente à distinção feita pela Decanter, cujo efeito nas vendas é notório. Hugo Campbell realça que uma recomendação como esta pode «impulsionar as vendas em 30 a 40 por cento». A Decanter é uma revista especializada em vinhos, com milhares de leitores em mais de 150 países, tendo lançado estes prémios internacionais em 2004.

Moscatéis de referência Os Moscatéis da Bacalhôa têm ganho cada vez mais destaque tanto a nível nacional, como internacional, contando já com dois Trophies no International Wine Challenge para o Bacalhôa Moscatel de Setúbal 1998 e 1999, e, recentemente, o Bacalhôa Moscatel Roxo 2000 saiu vencedor

numa harmonização com o pastel de nata confeccionado por uma conceituada pastelaria em Campo de Ourique, Lisboa, a pastelaria Aloma. A empresa está na fase de lançamento do Bacalhôa Moscatel de Setúbal 2005, que acredita estar no mesmo nível qualitativo.

também na rotação dos tráfegos entre serviços de ‘Deep Sea’ desde o Extremo Oriente até às Américas. No mês de Agosto o movimento de ‘Deep Sea’ registou um crescimento de 24 por cento e o tráfego com origem/destino na Península Ibérica cresceu 10 por cento.

Por outro lado, é ainda de assinalar o notável crescimento que tem vindo a registar-se na Zona de Actividades Logísticas de Sines, com elevada expressão para a carga contentorizada que chega por via marítima e que ali é desconsolidada e segue com destino à região de Madrid.

Notas Físcais

Denúncias de Foro Tributário Paulo Janela pjjanela@gmail.com

A denúncia do foro tributário traduzse no poder/dever da Administração Tributária no sentido de desenvolver os procedimentos necessários à descoberta e punição de infracções tributárias, bem como à liquidação dos tributos devidos. A denúncia caracteriza-se pela forma escrita ou verbal (sendo que, nestes casos será reduzida a escrito), não está sujeita a formalidades especiais, mas deverá, na medida do possível, conter a indicação de todos os elementos que enformam uma notícia crime. O Art.º 35 do Regime Geral das Infracções Tributárias, inclui no seu n.º 1, a denúncia como uma das formas de aquisição de notícia de crime. Por seu lado, o Lei Geral Tributária prevê que a denúncia de infracção tributária possa dar origem ao procedimento tributário, caso o denunciante se identifique e não seja manifesta a falta de fundamento da denúncia Ou seja, quer Lei Geral Tributária quer o Regime Geral das Infracções Tributárias prevêem a denúncia como factor impulsionador de Procedimento Tributário, de Processo de Contra Ordenação Tributária e ainda Processo de Inquérito (crime). A diferença reside no facto de que relativamente às denúncias passíveis de contra-ordenação tributária dependerem sempre de identificação do denunciante, pois sem ela, não terão

seguimento. Já nas denúncias de natureza criminal, não é requisito de relevância a identificação do denunciante. Porém, na prática, as denúncias anónimas, que mostrem indícios sérios e fundados acabam sempre por dar procedimento tributário, já que na maioria dos casos, a qualificação criminal ou contra-ordenacional dos factos, depende do apuramento da situação tributária. É que a Administração Fiscal deve desenvolver todos os esforços tendentes à descoberta da real capacidade contributiva de cada um, dentro do respeito pela legalidade de actuação e pelos direitos e garantias de contribuintes e obrigados tributários. Dando sequência aliás ao imperativo constitucional de que a tributação seja feita de acordo com essa capacidade contributiva. Importa por fim referir que, nos termos do n.º 1 do Art.º 58 do Regime geral das Infracções Fiscais não Aduaneiras (mantido em vigor pela Lei n.º 15/2001, de 05/06/2001, que aprovou o Regime Geral das Infracções Tributárias) os denunciantes têm direito a parte do montante cobrado em procedimento contra-ordenacional, por força do Art.º 3 do Decreto n.º 12 296 de 10 de Setembro de 1926. Tais normas têm como exclusivo propósito incentivar os cidadãos a denunciarem condutas ilegítimas de que tenham conhecimento.


FAÇA-SE SÓCIO DO VITÓRIA FC

e veja todos os descontos e beneficios que poderá desfrutar enquanto Sócio do Clube

+ INFORMAÇÕES EM

VITÓRIA

Jornal do 

Em nome dos associados vitorianos saúdo o Jornal do Vitória pela sua centésima edição. Este tem sido um projecto de referência na comunicação entre o Vitória Futebol Clube e os nossos mais de 20 mil sócios e o público em geral, que desde 1999 assume um papel fundamental na divulgação das actividades do nosso emblema. Desde o seu lançamento, numa parceria de reconhe-

cida expressão regional com o semanário Semmais, o Jornal do Vitória é uma aposta ganha que se deseja manter de forma a engrandecer cada vez mais o nome do Vitória Futebol Clube e reforçar a importância da comunicação do clube, com os seus dirigentes, associados, atletas e todo o universo de adeptos espalhados pelos quatro cantos do mundo, que continuam a aceder regularmente ao Jornal do Vitória através do nosso sitio oficial na Internet. Parabéns Jornal do Vitória.

Fernando Oliveira, Presidente da Direcção do Vitória Futebol Clube

JÁ SOMOS

17 Setembro 2011

N.º 100

20892 SÓCIOS

Avançado João Silva mostra confiança no regresso aos triunfos no campeonato “É imprescindível voltar a vencer”. Foi desta forma que o jovem avançado vitoriano João Silva caracterizou a ambição do plantel do Vitória para o jogo deste domingo, às 18 horas, no Bonfim, frente ao Beira-Mar. No lançamento do desafio, a contar para a 5ª jornada da Liga, o jogador sadino, cedido esta época pelos ingleses do Everton, garantiu que a equipa “só pensa nos três pontos”, desfecho que trará renovada motivação para o conjunto liderado pelo treinador Bruno Ribeiro, depois dos dois desaires averbados nas últimas rondas frente a Braga e Porto. “Vimos de duas derrotas onde tentamos a vitória, mas não foi possível. Agora, frente ao Beira-Mar temos uma oportunidade muito importante para terminar com este ciclo e

João Silva já fez o gosto ao pé duas vezes na Liga mas quer continuar de pontaria afinada

Fotos: Pedro Lemos Vieira

100 edições à Vitória

www.vfc.pt

dar uma alegria aos adeptos», afirmou João Silva. O internacional português, que esta época já assinou dois golos ao serviço do Vitória não deixa de reconhecer qualidade aos aveirenses. “Não vai ser fácil, porque o Beira-Mar tem boa equipa", alerta antes de reiterar que a equipa vitoriana vai jogar para "ganhar os 3 pontos”. No plano pessoal, João Silva continua a alimentar o sonho de chegar à equipa principal da Selecção. “Há que continuar a trabalhar com grande entrega no Vitória. Representar a Selecção ‘A’ é um sonho para qualquer jogador e estou a trabalhar nesse sentido”, assumiu o avançado, que acima de tudo quer “continuar a dar tudo em nome dos objectivos do Vitória”.

Triunfo na apresentação do Comércio e Indústria

O Vitória, com oito jogadores do plantel, habitualmente convocados por Bruno Ribeiro, venceu, por 1-0, esta quinta-feira, no Campo da Bela Vista, o Comércio e Indústria (I distrital), naquele que foi o jogo de apresentação dos ‘alvi-negros’ aos sócios. Perante a visita dos vitorianos, a bancada do campo

Pub.

Os duas equipas sadinas proporcionaram um bom jogo

do Comércio apresentouse bem composta de adeptos que não perderam a oportunidade de assistir a um jogo bem disputado entre vizinhos sadinos. O nulo registado ao intervalo só foi desfeito aos 59 minutos, por intermédio de Marcelo, júnior vitoriano, que garantiu o triunfo ‘verde e branco’.

‘Gansos’ no caminho do futebol juvenil vitoriano

Bonfim recebe concentração de judo

Este fim-de-semana o futebol juvenil vitoriano enfrenta o Casa Pia em dois jogos nos campeonatos nacionais. A ronda competitiva para as equipas vitorianas arranca esta tarde, às 17 horas, com o jogo da 8ª jornada do nacional de juniores, em Pina Manique, onde a equipa sadina orientada por Joaquim Serafim (Quim), actual 3ª classificada, com 14 pontos, menos dois que o líder U. Leiria, visita o Casa Pia, 10.º posto. Igualmente frente aos ‘gansos’, mas em juvenis, o Vitória recebe amanhã, às 11 horas, na Várzea, a equipa lisboeta que lidera a Série D.

A sala de judo do Vitória, no Estádio do Bonfim, recebe este sábado, a “4ª Concentração de Competição”, evento que reúne em Setúbal judocas de vários clubes da região. O evento, organizado pela Associação Distrital de Judo de Setúbal, que integra o calendário associativo, vai dividir-se em duas acções durante o período da manhã, a começar às 9h30, com uma sessão de corrida e a

O Casa Pia segue sem derrotas à entrada para a 6ª jornada, mas os jovens sadinos treinador por Alfredo Lopes, actuais 4.º classificados, prometem tudo fazer para acabar com a invencibilidade casapiana. Por seu turno, os iniciados vitorianos deslocam-se a Odiáxere para aí defrontar a equipa local em jogo a realizar este sábado, às 17 horas. Os iniciados do Vitória comandados por Carlos Grosso, entram na 3ª ronda do nacional no 3.º lugar, com 4 pontos, menos dois que o adversário, actual 2.º classificado.

partir das 10h30, o treino de judo, que se prolonga até às 12h30. Entretanto, depois do importante estágio de competição realizado em França, que fechou a última época, o judo do Vitória arrancou no dia 2 com renovadas energias para a nova temporada, mantendo as portas abertas a todos os interessados em praticar a modalidade no seio da família vitoriana.


Sábado | 17.Set.2011

23

www.semmaisjornal.com

+ Desporto Setúbal recebe evento nacional de damas clássicas

Xadrez joga campeonatos nacionais no Barreiro

Dezenas de jogadores discutem este sábado, entre as 10 e 21 horas, na Capricho Setubalense, o “XIX Open Nacional de Damas Clássicas – Cidade de Setúbal”. A prova, pontuável para o ranking federativo, é organizada pela Ass. Damas de Setúbal.

No dia 24, na EST do Barreiro, a equipa do GD Ferroviários do Barreiro a defende o título nacional de partidas rápidas, Recorde-se que o Mestre Internacional Rui Dâmaso, do FC Barreirense, já venceu quatro vezes o título desta variante.

28ª edição da Seixalíada com 60 modalidades

::::::::::::::: Joaquim Guerra :::::::::::::::

-, que vão medir forças pelo triunfo nas 16 categorias de K1 e K2.

CNS

As condições de excepção da baía sesimbrense assumem-se cada vez mais como cenário de eleição para a realização de competições náuticas. Este fim-de-semana, as águas sesimbrenses servem de palco ao Campeonato Nacional de Kayak de Mar, prova que é disputada pela primeira vez em Sesimbra. Com a organização a cargo da Federação Portuguesa de Canoagem em colaboração com o Clube Naval de Sesimbra, a edição 2011 do Nacional reúne cerca de duas centenas de atletas, em representação de 19 clubes – cinco representam a região de Setúbal Lino Correia, presidente do Clube Naval de Sesimbra, confessa que «a realização deste

campeonato representa um renovado motivo de orgulho para o clube e para a localidade». Segundo o dirigente navalista «o nacional de kayak de mar é uma das 10 provas de canoagem e vela calendarizadas para Sesimbra na presente temporada, sinónimo do reconhecimento qualitativo das nossas condições para estas actividades».

Refira-se que o campeonato de kayak de mar, cumpre hoje, a partir das 16 horas, a sua primeira jornada. Amanhã, a competição vai para a água às 10 horas.

Evento internacional é sonho sesimbrense Com cerca de uma centena de praticantes das actividades náuticas filiados no naval sesimbrense, o clube aguarda pela concretização de um sonho. «Continuamos a alimentar a ambição de ver concretizada a Semana Naútica Internacional. Será uma jornada de grande promoção para Sesimbra e para as modalidades naúticas. Está prevista no Plano Estratégico do Turismo de Sesimbra e é um evento com o qual sonhamos ver concretizado», revela Lino Correia. Enquanto o sonho não conhece a luz do dia, o líder do Naval de Sesimbra deseja que as competições que regularmente são promovidas «sejam potenciadoras para a adesão dos jovens para a prática dos desportos náuticos».

Uma razia quase completa na mão cheia de equipas que representavam o futebol da região. Apenas o Alcochetense ganhou vaga na III eliminatória da Taça de Portugal, depois de no passado domingo, na segunda ronda da prova, terem ficado pelo caminho Pinhalnovense, Sesimbra, Fabril e Pescadores. Foi em Penalva do Castelo que os alcochetenses, liderados pelo técnico Élio Santos, ganharam o direito de seguir na Taça, depois de vencerem (3-2), após prolongamento, a equipa local. Quanto aos desaires, o Pinhalnovense foi a reduto do Pontassolense perder por uma bola a zero, resultado semelhante ao registado em Sesimbra, com os locais a serem afastados pelo Gondomar. Refirase que pinhalnovenses e sesimbrenses haviam ficado isentos na primeira eliminatória. Por seu turno, os Pescadores da Costa de Caparica receberam e perderam com o Ribeira Brava, enquanto que igualmente a actuar em casa, o Fabril deixou a sua presença na Taça, depois de perder (3-1), após prolongamento, com o Fafe. A III eliminatória está marcada para dia 16 de Outubro.

Setúbal, a segunda jornada de competições. Depois de há uma semana, o Clube de Aeromodelismo de Setúbal ter organizado uma etapa, desta vez cabe ao emblema sadino Control Line Portugal (CLP) promover nova prova internacional. De acordo com o presidente do CLP, Jorge Santo, «este tipo de competição é uma mais-valia para a promoção de um desporto que pretende reconquistar praticantes na região e cativar jovens para a modalidade».

CLP

Aeromodelismo mundial voa em Setúbal Alcochetense A Taça do Mundo de Voo bacia com a colaboração dos seus sobrevive Circular, em aeromodelismo, aeromodelos, que podem atingir a razia na Taça cumpre este fim-de-semana, em mais de 200 kms/hora.

Jorge Santo quer mais praticantes

No Parque Sant’Iago esperaram-se cerca de duas dezenas de praticantes em representação de cinco países, motivados para vencer as provas de corrida e acro-

Lutadoras quintacondenses semelhantes no Mundial As lutadoras da Casa do Benfica na Quinta do Conde, Liliana Santos e Vânia Guerreiro, ao serviço da Selecção Nacional, tiveram semelhantes resultados no Campeonato do Mundo de Lutas Olímpicas, realizado esta semana em Istambul, Turquia. Na categoria de 48 kgs, Liliana Santos foi a primeira a entrar em acção. Nos 16-avos-de-final, a campeã lusa venceu, por 3-1, Ingrid Cuellar, de El Salvador, mas não teve

a mesma sorte ao segundo combate, onde perdeu, por 8-1, com a russa Tatyana Samkova. Por seu turno, Vânia Guerreiro, em 55 kgs, começou por deixar pelo caminho a vietnamita Thi Tran após triunfo por 6-4, mas não evitou a eliminação (14-1) da prova frente à ucrânia Tetyana Lazareva. Recorde-se que as duas atletas quintacondenses assumiram em exclusivo a representação de Portugal na luta feminina.

Este sábado, os aviões ganham velocidade entre 9h30 e as 17h30. Amanhã, a competição decorre das 9 às 15 horas. Refira-se que a dupla sadina António Cardoso/José Goulão, do CLP, conquistou há um ano, na Hungria, o título de vice-campeã do mundo de voo circular. Entretanto, esta segunda-feira, entre as 9 e as 17 horas, tem lugar no Pavilhão das Manteigadas, o “VII Encontro Indoor CAS”, torneio nacional de rádio-control promovido pelo Clube de Aeromodelismo de Setúbal.

Judo regional critica ausência A ausência de convite à direcção da Associação Distrital de Judo de Setúbal (ADJS) para o jantar de homenagem ao ex-presidente da federação de judo, António Aleixo, motivou críticas dos dirigentes associativos regionais. Em carta enviada à federação, a associação de Setúbal manifesta «profundo desagrado por não termos sido contactados para o efeito», lê-se. E acrescenta: «Lamentamos este esquecimento em relação à A.D.J.Setúbal».

O Parque das Lagoas, em Fernão Ferro, serve de palco, esta tarde, entre as 15 e as 18 horas, à Festa de Abertura da 28ª edição da Seixalíada. O evento desportivo de referência nacional, promovido pela Câmara do Seixal, conta este ano com um programa competitivo que envolve 60 modalidades a dinamizar até ao dia 15 de Outubro, em colectividades, escolas e pavilhões escolares, equipamentos e espaços públicos de todas as freguesias do concelho seixalense. Refira-se que o vasto universo de actividades envolvidas na Seixalíada é o seu cartão de visita. Individual ou colectivamente, os participantes deixam antever um mês de grande promoção desportiva através de modalidades radicais, desportos náuticos, artes marciais, jogos tradicionais e de mesa, a que se juntam outras opções do programa tais como convívios, aulas abertas, oficinas e seminários – destaque para o V Fórum Desportivo da Seixalíada, dedicado às populações especiais (pessoas com deficiência, população idosa e crianças e jovens em risco). Anualmente, os responsáveis pela organização das seixalíadas, a cargo da Comissão Organizadora, nomeiam um patrono do prestigiado evento, que para a edição 2011 conta com a judoca almadense Telma Monteiro, atleta olímpica lusa e a expressão maior do judo feminino da actualidade. Há um ano a Seixalíada registou cerca de 30 mil participantes, número expressivo e que poderá ser este ano superior tendo em conta a crescente predisposição das pessoas para a prática desportiva. Recorde-se que a Seixalíada, que teve a sua 1.ª edição em 1982, tem como objectivo movimentar o maior número possível de atletas federados e não federados de todos os escalões etários, sensibilizar a generalidade da população para os benefícios da prática regular do desporto, valorizar os ideais da ética desportiva e reforçar a integração social de todos os munícipes.

C.M.S.

Nacional de kayak de mar estreia baía de Sesimbra

Desporto adaptado assume destaque


Sábado | 17.Set.2011

www.semmaisjornal.com

Pub. BMW Série 1 Line Urban Line Sport

www.bmw.pt/serie1

Pelo prazer de conduzir

Consumo combinado: 4,3 a 5,9 l/100km. Emissões de CO2: 114 a 137 g/km. A viatura apresentada poderá incluir equipamento opcional.

UMA ORIGEM. DUAS PERSONALIDADES.

Para todos aqueles que gostam de tomar decisões: o novo BMW Série 1 oferece novas opções de personalização com a Line Sport e Line Urban. Não importa qual é a sua escolha. Graças aos novos motores BMW TwinPower Turbo, à experiência de condução com o modo de controlo dos consumos ECO PRO e à sua impressionante agilidade, a sua escolha será sempre a mais acertada. O novo BMW Série 1 é um automóvel moderno, extrovertido, desportivo e autoconfiante preparado para revelar a sua personalidade. Visite o seu Concessionário para mais informações ou aceda a www.bmw.pt/serie1 se preferir ser contactado. Aproveite ainda as condições especiais de financiamento BMW Financial Services. O BMW Série 1 inclui Contrato de Manutenção BMW Service Inclusive de 5 anos ou 100.000km.

PRAZER É BMW SÉRIE 1. LINE SPORT E LINE URBAN. A.M.G. Car Seixal. E.N. 10 Santa Marta 2845-547 Amora Tel.: 212 549 220 www.amgcar.bmw.pt

A.M.G. Car Setúbal Rua das Caravelas, Nº 15/15A Monte Belo 2910-706 Setúbal Tel.: 265 708 540 www.amgcar.bmw.pt

semmais 17 setembro 2011  

semmais 17 setembro 2011

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you