Page 1

JORNAL

EM BRASÍLIA ALEXANDRE SAMPAIO ENTREGA DOCUMENTO COM REIVINDICAÇÕES DA CATEGORIA Pág. 03

SEHA

68 ANOS

Curitiba, 1ª quinzena de janeiro de 2017 | Edição 40

Representamos sim os ramos de alimentação e bebidas

94% 93,6% 70% DOS DIPLOMADOS NOS 49 CURSOS OFERECIDOS PELO SEHA EM 2016 SÃO FUNCIONÁRIOS DE BARES E RESTAURANTES

DOS FILIADOS AO SEHA PERTENCEM A CATEGORIA ECONÔMICA DE BARES E RESTAURANTES

DOS DIRETORES DO SEHA SÃO PROPRIETÁRIOS DE BARES E RESTAURANTES


2

Curitiba, 1ª quinzena de janeiro de 2017

EDITORIAL

ALIMENTAÇÃO

Matando um leão por dia

Projeto das food bikes de novo na Câmara de Curitiba

Que na vida nada é fácil todos sabemos. Mas algumas diversidades nos surpreendem, não pelo medo ou receio de superá-las, mas sim pela maneira como acontecem. Chega a ser incompreensível. Há 68 anos é notório que o SEHA representa todo setor de alimentos e bebidas de forma inquestionável. É é isso que pretendemos demonstrar nessa edição, com uma matéria completa, citando alguns, das dezenas de apoios que recebemos de entidades e empresários ligados aos ramos de alimentação e bebidas, fartamente representado em nosso quadro social. É tão grande o reconhecimento que até o sindicato laboral partiu em nossa defesa, sabedor de nossa capacidade clara e honesta de negociar e achar soluções boas para ambos os lados envolvidos. Todas essas manifestações renovam nossa força e nos enchem de esperança de um futuro mais cada vez melhor e mais justo. A vida é cíclica e nas fases difíceis é muito bom contar com tantos amigos. Juntos, não tem leão que nos derrote. Meu muito obrigado, João Jacob Mehl

EXPEDIENTE Jornalista Responsável Pierpaolo Nota Edição | Eliseu Tisato

LEI: Para tornar proposta viável vereador quer acrescentar um parágrafo que regulamenta os foods trucks

A

pesar de ter o aval das comissões temáticas da Câmara de Vereadores, o projeto que autoriza food bikes em Curitiba passou seis meses aguardando votação em plenário na última legislatura. Sem ter ido à votação até dezembro de 2016, acabou arquivado. Agora o autor da iniciativa, Felipe Braga Côrtes (PSD), reapresentou a proposta no Legislativo. “As cozinhas em bicicletas são tendência no setor alimentício. Além de muito mais baratas e viáveis para se comprar, comparadas a um caminhão, toda a logística e possibilidades de comércio aumentam com um veículo muito mais simples e de prático manuseio”, justifica Braga Côrtes. Para tornar isso viável, ele acrescenta um parágrafo na lei municipal 14.634/2015, que regulamenta os foods trucks na cidade. A inclusão é no artigo 2º, que também passaria a autorizar “veículos de propulsão humana, assim considerados os equipamentos montados sobre bicicletas, triciclos ou congêneres”. A proposta define também que os pontos a serem liberados para exploração da atividade nos espaços públicos deverão respeitar

uma distância mínima das feiras municipais, a ser determinada pela Prefeitura de Curitiba. “O comércio de alimentos em bicicletas, triciclos e congêneres já existe em outras cidades, como São Paulo e Rio de Janeiro, de forma que Curitiba deve se adequar a esta nova realidade”, argumenta Braga Côrtes. Ele en-

tende que essa é uma forma de incentivar pequenos empreendedores, “que não possuem um grande aporte para iniciar suas atividades”. “Além da evidente vantagem ambiental, as bicicletas têm mais mobilidade e podem acessar lugares em parques e praças que um caminhão não poderia”, completa.

Colaboração Comunicação FBHA

Rua Júlia da Costa, 64 - São Francisco - Curitiba - Paraná Fone: (41) 3323 8900 www.seha.com.br

GESTÃO 2014-2017 João Jacob Mehl Presidente Lincoln T. Isahias Tarquínio Vice-Presidente  Andersen Prado Vice-Presidente para assuntos de Alimentos e Bebidas/ Buffet Zelir Tadeu Massuchin Vice-Presidente para assuntos de Hotelaria e Hospedagem Marilisa Bigarella Vice-Presidente para assuntos de Motéis  Gustavo T Andrade Vice-Presid. para assuntos de Entretenimento e Lazer  Orlando Kubo Diretor Secretário Geral  Julio César Hezel Diretor Financeiro Adelardo Telles Neto Diretor para assuntos de Pizzarias e Deliveries  Aguilar Borsato Silva Diretor 

Carlos Roberto Madalosso Diretor para Ass. de Turismo Ernesto Villela Neto Diretor para assuntos Governamentais Henrique Lenz Cesar Filho Diretor para assuntos Grandes Eventos  Jacques Raul Rigler Diretor para assuntos Tributários e Fast Food  João Ernesto Strapasson Diretor Marco Antônio Fatuch Diretor Delegado  Paulo Sérgio Gralak Diretor de Patrimônio Antonio Tanaka Diretor para Assuntos de Food Trucks e Marketing  Conselho Fiscal:  Jonel Chede Filho, Alceu A Vezozzo Filho e Luiz Fernando P de Aguiar Conselho Fiscal Suplente:  Jayme Canet Neto e Joel Malucelli

Associados aniversariantes de janeiro 01.01 Suzette de Hernandes, do Hotel San Martin 02.01 Valéria Ferreira Vicenti, do Kandoo Culinária Japonesa 03.01 Marilisa Bigarella, do Motel Le Nouage 04.01 Onilso Zanella, do Hotel Caravelle 04.01 Michele Mendes Camargo Gulin, da Guiolla Hamburgueria Gourmet 06.01 Gabriele Kelm, do Hotel Estancia Betania 08.01 José Stromberg, do Bar do Edmundo 09.01 Paulo Zanim, da Pastelaria Dom Bolinha 09.01 Orlando Kubo, do Hotel Guaíra Palace 10.01 Roberto Morita, do Motel Mirai 12.01 Paulo Fumio Inatomi, do Restaurante Tomadotti 14.01 Claudia Simone Baja Wzorek, do Edvino Dog & Burguer 14.01 Severino Madalosso, do Restaurante Madalosso 17.01 Ivanir Badotti, do Motel Vis a Vis


Curitiba, 1ª quinzena de janeiro de 2017

3

TURISMO

Documento com alterações na LGT entregue ao Ministério

Presidente da FBHA, Alexandre Sampaio, que coordenou o grupo de trabalho composto pelas principais entidades do setor

A

s sugestões dos empresários para compor a nova Lei Geral do Turismo foram entregues ao Ministério do Turismo, dia 06 de janeiro. As alterações na Lei nº 11.771/208 foram feitas para suprir demandas que vêm prejudicando o setor de turismo e pretendem estabelecer um melhor ambiente de negócios, tornando a atividade turística mais competitiva. O presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação, Alexandre Sampaio, coordenou o grupo de trabalho composto pelas principais entidades do setor que atuou na realização do documento que compilou as mudanças. Para o presidente, essas alterações são indispensáveis para o fortalecimento do turismo doméstico e para a atração de turistas internacionais ao nosso país, além de resolver diversos conflitos que geram insegurança jurídica. DENTRE AS PRINCIPAIS MUDANÇAS NA LGT, ENTÃO: • regulamentação da cobrança de direitos autorais pela exibição de audiovisuais em quartos de hotéis – atualmente, ela é feita como se o quarto fosse um ambiente público, e não privado, como é dito na LGT; • regulamentação da distribuição e a integração da gorjeta na remuneração do trabalhador; • possibilidade de retenção de

Objetivo é estabelecer um melhor ambiente de negócios, tornando a atividade turística mais competitiva reserva em caso de cancelamento pelo hóspede; • fixação do turismo como

atividade exportadora; • regulamentação de empresas de economia compartilhada,

como a Airbnb, adequando-as às mesmas regras de licenciamento e tributação hoteleira;

• fixação das taxas de comissionamento das plataformas online de viagens (OTA); etc.

SEHA NO RÁDIO Escute toda terça e quinta-feira na CBN Curitiba, 9h15 da manhã, o “Minuto SEHA”, com espaço para nossos associados.


4

Curitiba, 1ÂŞ quinzena de janeiro de 2017

Acesse a guia em www.seha.com.br


Curitiba, 1ª quinzena de janeiro de 2017

5

2017

Feriados vão movimentar R$ 21 bilhões no turismo

Ao todo serão cerca de 10,5 milhões de viagens que vão amenizar a perda de outros setores. Valor não considera os fins de semana prologados tradicionalmente como o Carnaval, Sexta-feira Santa, Natal e Ano Novo

P

rojeção feita pelo Ministério do Turismo revela que as viagens nos fins de semana prolongados por feriados que caem na segunda, terça, quinta ou sexta-feira injetarão R$ 21 bilhões a mais na economia do Brasil. O levantamento considerou um acréscimo de 22 dias de folga, quando 10,5 milhões de viagens deverão ser realizadas. “São números que reforçam a vocação do turismo para ajudar no desenvolvimento econômico e na geração de emprego do país. Enquanto diversas atividades demonstram preocupação com os fins de semana prolongados em 2017, o setor de viagens se prepara para faturar”, comentou o ministro do Turismo, Marx Beltrão. De acordo com o estudo, o feriado que

deve gerar o maior impacto é o Dia de Nossa Senhora Aparecida, em 12 de outubro, quando 1,94 milhão de viagens movimentarão R$ 3,9 bilhões na economia. “O turismo é um grande impulsionador de outras 52 áreas, seja direta ou indiretamente. Entre elas, está o comércio. Se os feriados impactam o varejo em algumas cidades, na maior parte delas o setor terciário é impulsionado pelo fluxo turístico”, afirmou o presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) e membro do Conselho Empresarial de Hospitalidade e Turismo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), Alexandre Sampaio, em artigo publicado recentemente numa revista especializada

Associe-se ao SEHA e conte com assessoria jurídica gratuita

em turismo. De acordo com o presidente da Associação Brasileira das Agências de Viagem (Abav), Edmar Bull, as empresas do segmento já começaram a sentir o impacto dos feriados com o aumento na procura por pacotes de viagens. A entidade estima que a demanda por viagens de lazer em 2017 deverá crescer entre 8% e 14%. “Os brasileiros vão poder viajar mais, gastando menos, porque uma das vantagens da ocupação pulverizada ao longo do ano é o maior equilíbrio na equação oferta x demanda, o que impacta diretamente na composição das tarifas aéreas e hoteleiras”, comentou Bull. O levantamento foi feito pelo Ministério do Turismo em parceria com a

Fundação Getúlio Vargas, levando em consideração os feriados de 21 de abril (Tiradentes, sexta-feira), 1º de maio (Dia do Trabalho, segunda-feira), 15 de junho (Corpus Christi, quinta-feira), 7 de setembro (Independência do Brasil, quinta-feira), 12 de outubro (Dia de Nossa Senhora Aparecida, quinta-feira) e 2 de novembro (Finados, quinta-feira). Carnaval, Semana Santa, Natal e Réveillon foram desconsiderados, porque via de regra geram fins de semana prolongado e a ideia da projeção foi levantar qual o valor a ser acrescentado na movimentação econômica nacional em 2017. Em 2015, previsão similar foi realizada e na ocasião foi verificado que os feriados movimentariam R$ 18 bilhões.

Conte também com acompanhamento em ações trabalhistas


6

Curitiba, 1ª quinzena de janeiro de 2017

NOVO CICLO

Tatiana Turra assume presidência do IMT Foco do Instituto Municipal de Turismo de Curitiba é impulsionar o turismo de negócios

A

nova presidente do Instituto Municipal de Turismo de Curitiba, Tatiana Turra, pretende reforçar a vocação da cidade para o turismo de negócios. Segundo Tatiana, congressos e encontros profissionais atraem público expressivo e de alto poder aquisitivo à cidade, movimentando o comércio e serviços. O 70º Congresso Brasileiro de Cardiologia, por exemplo, realizado em setembro de 2015, atraiu, em cinco dias, cerca de oito mil profissionais, que pernoitaram em média quatro dias na cidade, segundo dados do Curitiba Região e Litoral Convention & Visitors Bureau (CCVB). O número de pernoites equivale ao registrado na disputa do Ultimate Fighting Championship (UFC), em maio, de acordo um levantamento do Instituto Municipal de Turismo de Curitiba e UFPR. “As pessoas têm confiança em Curitiba quando se trata da realização de eventos de

negócios. Temos uma boa rede de hoteis, restaurantes, bares e tudo isso contribui para uma boa experiência na cidade”, afirmou Tatiana. Outro importante aspecto ressaltado é que os visitantes com esse perfil costumam solicitar as notas fiscais quando consomem, para prestar contas às empresas onde trabalham, o que contribui para a arrecadação do município. TENDÊNCIA O turismo de lazer em Curitiba também vem crescendo, o que pode ser verificado pelo número de reservas de leitos nos hoteis nos fins de semana, que aumentou em relação às dos dias de semana. De acordo com estudo do Ministério do Turismo em 2016, Curitiba é o 7º destino mais procurado no verão. O fortalecimento desse segmento também faz parte da proposta. “Uma ferramenta importante nesse processo é a consolidação de uma agen-

Para trabalhar o turismo de lazer, Tatiana Turra pretende consolidar uma agenda cultural na cidade da cultural. Vamos trabalhar em conjunto com a Fundação Cultural de Curitiba (FCC) para

fortalecer esse calendário.” A revitalização da estrutura de sinalização e dos parques

da cidade também é uma das prioridades do Instituto para bem atender os turistas.

CONTRIBUIÇÃO SINDICAL Para dissipar quaisquer dúvidas a respeito da obrigatoriedade quanto ao pagamento da Contribuição Sindical Patronal para empreendimentos optantes pelo regime de tributação instituído pela Lei Complementar 123/2006 - SIMPLES NACIONAL: 1 - A Contribuição Sindical Patronal é tributo vinculado, com previsão legal inscrita na CLT e no Código Tributário Nacional,cujo pagamento é obrigatório para os hotéis, restaurantes, bares e similares estabelecidos em todo o território nacional, independentemente de filiação, ainda que optante pelo regime de tributação especial do SIMPLES NACIONAL; 2 - De acordo com o § 6º, do artigo 150, da Constituição da República de 1988, qualquer isenção da Contribuição Sindical Patronal, somente é possível mediante a edição de lei específica nesse sentido. 3 - Assim, a hipótese de isenção da Contribuição Sindical Patronal prevista no artigo 53, da Lei nº 123/2006, diz respeito aos empresários individuais optantes pelo SIMPLES NACIONAL, sendo certo quetal isenção foi revogada pelo artigo 3º, da Lei Complementar nº 127/2007, impondo todas as empresas inscritas no SIMPLES

NACIONAL o pagamento da Contribuição Sindical Patronal. 4 - Por fim, de acordo com decisões recentes do Supremo Tribunal Federal (STF), ao julgar as Reclamações Constitucionais 11.541/RJ e 1 0 . 8 6 6 / M G ,”a cobrança judicial e extrajudicial da Contribuição Sindical Patronal das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte inscritas no SIMPLES NACIONAL é lícita e não desrespeita a autoridade da decisão tomada na ADI 4.033/DF, onde se reconhecera que o art. 13, § 3º, da Lei Complementar nº 123/2006 não é inconstitucional”. CONTRIBUIÇÃO SINDICAL PATRONAL - OPTANTES DO SIMPLES. Permanece válida, mesmo com o advento da Lei Complementar 127, de 14 de agosto de 2007, cujos efeitos retroagiram a 1º de julho de 2007, a inexigibilidade do recolhimento da contribuição sindical patronal pelas microempresas e empresas de pequeno porte, optantes pelo SIMPLES, conforme entendimento do Ministério do Trabalho e Emprego e Secretaria da Receita Federal. (TRT-3-RO:00705201001103004000070510.2010.5.03.0011, Relator: Convocada Maria Cristina Diniz Caixeta, Segunda Turma, Data de Publicação: 23/02/2011 22/02/2011. DEJT. Página 101)


Curitiba, 1ª quinzena de janeiro de 2017

7

Associe-se ao SEHA. Uma entidade que defende os interesses dos setores de hospedagem e alimentação

convênios Com empresas TRANSRESÍDUOS

MEDICINA DO TRABALHO

Desconto especial para associados SEHA na coleta de resíduos e também na elaboração de plano gerenciamento de residuos e solidos. www.transresiduos.com.br

Policlínica San Tiago - 41 3022-2727 Medicina Ocupacional e Engenharia de Segurança - PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional) - PPRA (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais PPP (Perfi l Profissiográfi co Profi ssional) Exames Admissionais, Periódicos,Demissionais - Planos com valores especiais para associados SEHA-Ctba.

SEGURO DE RISCOS DE RESPONSABILIDADE

“Para bares, hoteis, restaurantes, pousadas, boates, padarias e afins. Programa completo de proteção que abrange a grande maioria dos riscos que os estabelecimentos estão expostos.

CONSULTORIA ESPECIALIZADA Jr. Consultoria - UFPR - Desconto de 10% nos projetos de consultoria aos associados SEHACtba. A empresa é formada e gerida por alunos dos cursos de administração, ciências econômicas, ciências contábeis e gestão da informação. Sem fins econômicos, seu principal objeti vo é formar profissionais de valor e contribuir para o desenvolvimento sustentável da sociedade, através da realização de consultorias que focam em micro e pequenas empresas. Mais informações pelo 41 3360-4473

Com faculdades SPEI 10% de desconto em Cursos de Pós-Graduação – direcionado aos funcionários de empresas associadas e filiadas. Informações: www.spei.br Fone 41 3364-4579 OPET 10% de desconto em todos os Cursos, e PósGraduação - direcionado aos funcionários de empresas associadas e filiadas. Informações: www.opet.com.br cezarroberto@opet.com.br Fone 41 3021-4848 FACINTER 10% de desconto em Cursos na área de Turismo direcionado aos funcionários de empresas associadas e filiadas. Informações: www.facinter.com.br Fone 41 2102-3300 UNICENP 10% de desconto em Cursos de Pós-Graduação na área de Turismo - direcionado aos funcionários de empresas associadas e fi liadas.

Consulte nosso banco de empregos

www.SEHA.com.br Somos alinhados com a Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação. Acompanhamento em ações trabalhistas. Promovemos efetivas ações junto aos órgãos públicos e privados em defesa de interesses do setor. Cursos gratuitos de aperfeiçoamento em diversas áreas do trade. Oferecemos serviços e produtos indispensáveis às empresas.

Assessoria jurídica gratuita.

Convênios com plano de saúde, faculdades e outros serviços que contemplam expressivos descontos em seus serviços. Estamos fortemente divulgados através de nosso jornal, site na internet, nas redes sociais e na Rádio CBN. Mais de 940 mil estabelecimentos dos segmentos hotelaria e gastronomia no Brasil são representados pela FBHA e seus sindicatos regionais.

Junte-se a nós! Informe-se na secretaria pelo fone 41 3323-8900


8

Curitiba, 1ª quinzena de janeiro de 2017

REPRESENTATIVIDADE

68 defendendo os ramos de alimentação e bebidas

Dezenas de entidades e empresários declaram apoio ao SEHA e reconhecimento a sua liderança sindical em Curitiba

A

ssim como 2016 foi de muito trabalho, 2017 também promete. Começou agitado no SEHA, com presença do presidente João Jacob Mehl em Brasília, defendendo o Sindicato e todos seus associados e filiados dos ramos de alimentação e bebidas. Enquanto isso, aqui na capital paranaense, o Sindicato recebia de inúmeras entidades e empresários ligados à área seu apoio pelo atuante e importante trabalho desenvolvido. Fácil de entender toda essa manifestação, já que 93,64% das empresas representadas pelo SEHA são dos ramos de alimentação e bebidas. Mais do que isso, 70% dos diretores do SEHA são proprietários de bares e restaurantes e 94% dos diplomados nos diversos cursos oferecidos pelos SEHA são funcionários de bares e restaurantes. “Nossa preocupação com o ramo de alimentação vai muito além dos valorosos cursos”, salientou o presidente Jacob Mehl. “Temos sob contrato advo-

gado criminalista em plantão 24 horas, para atender bares e casas noturnas. Possuímos ainda à disposição de nossos representados mais três escritórios de advocacia contratados para atender os problemas cíveis, tributários e trabalhista”, explicou Jacob Mehl. O reconhecimento do trabalho exercido pelo Sindicato para seus associados é tão grande que até o sindicato laboral decidiu se manifestar. Segundo o Diretor Presidente do Sindehoteís - Sindicato dos Trabalhadores no Comércio Hoteleiro, meios de Hospedagem e Gastronomia de Curitiba e Região, “o SEHA, como entidade sindical patronal atuante, desenvolve trabalhos em prol das categorias de alimentação e hospedagem, as quais representa com notório empenho, defendendo os interesses, apoiando e qualificando seus associados e filiados da categoria. A entidade possui toda estrutura para exercer com excelência diversos serviços prestados para seus representados, num trabalho primoroso e dedicado.”

Outra entidade muito forte ligada aos ramos de alimentação e bebidas que declarou apoio formal ao SEHA foi a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Paraná (Abrasel-PR). A presidente da entidade, Jilcy Rink, declarou publicamente que reconhece o SEHA como um entidade sindical atuante, que desenvolve trabalhos em prol das categorias de alimentação e hospedagem, as quais representa com notório empenho, defendendo os interesses, apoiando e qualificando seus associados e filiados. Luciano Bartolomeu, diretor executivo da Abrasel-PR, acrescentou que o SEHA possui toda uma infraestrutura para exercer com excelência diversos serviços prestados para sua representação, num trabalho primoroso e dedicado. Diante desse importante apoio, o presidente do SEHA declarou que “é inadmissível que outras entidades se aventurem a liderar a área de alimentação e bebidas sem ouvir a Abrasel, verdadeira associação representante do ramo.” Para não se alongar vale a pena citar apenas mais alguns dos muitos apoios recebidos, consagrando um trabalho realizado pelo SEHA há 68 anos, quase sete décadas. O presidente do Curitiba Convention & Visitors Bureau (CCVB), Adonai Aires de Arruda Filho, declarou que é testemunha “do significante e notável trabalho do SEHA visando a representação, a defesa, o aperfeiçoamento e apoio aos seus filiados e associados, na busca inconteste do aprimoramento de seus representados.” O Diretor Presidente da Paraná Turismo,Jacó Gimmenes, enviou carta ao Sindicato com o seguinte texto:”quero fazer o registro de reconhecimento pela estrutura e funcionamento do SEHA, que congrega segmentos vitais para os negócios do turismo, como gastronomia pela alimentação e hospitalidade pela hospedagem.” O presidente da Associação dos Moteis do Paraná (Amopar), Francisco Augusto Noronha, salientou que “é inegável a forte representação do SEHA nas áreas de hospedagem, alimentação e bebidas, em Curitiba, Região Metropolitana e Litoral do Paraná. Seu atuante trabalho em prol de toda categoria resulta em salvaguardas para a manutenção sadia de nossos empreendimentos. É um Sindicato sempre aberto ao diálogo e as demandas, defendendo, apoiando, qualificando, tanto a área gerencial, quanto a área operacional das empresas de alimentação e hospedagem, ofertando diversos cursos e treinamentos, além de oferecer assessoria jurídica e vários convênios. Para a Diretora da Associação de Hos-


Curitiba, 1ª quinzena de janeiro de 2017

tels do Paraná, Karla Lemos Sottomaior, “O SEHA é o representante inquestionável da área de alimentação, bebidas e hospedagem, atuando sempre de forma sinérgica e dinâmica, agregando e apoiando ações significativas para a consolidação do setor de alimentação e hospedagem”. Representando o ramo empresarial em geral destaque para o apoio recebido pelo empresário Jacques Rigler, que desde 1990 comanda diversos restaurantes em Curitiba. Segundo ele, o SEHA é seu verdadeiro representante, “por ser uma entidade fundamental e atuante na defesa, no apoio, na qualificação e na busca dos interesses da categoria de alimentos e bebidas na cidade de Curitiba”. Por fim, Alexandre Sampaio, presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), que congrega 75 sindicatos filiados sediados nos diversos Estados e municípios, e representa cerca de 1.200.000 (um milhão e duzentos mil empresas), geradoras de mais de 8.000.000 (oito milhões) de empregos, declarou que o SEHA representa a sua representatividade de forma dedicada e satisfatória para a área de alimentos e bebidas, bem como para a área de hospedagem.

Luciano Bartolomeu, diretor executivo da Abrasel-PR e Jilcy Rink, presidente da entidade, que declarou publicamente que reconhece o SEHA como um entidade sindical atuante, que desenvolve trabalhos em prol das categorias de alimentação e hospedagem, as quais representa com notório empenho, defendendo os interesses, apoiando e qualificando seus associados e filiados

O presidente da Paraná Turismo, Jacó Gimmenes, enviou carta ao Sindicato registrando o “reconhecimento pela estrutura e funcionamento do SEHA, que congrega segmentos vitais para os negócios do turismo, como gastronomia pela alimentação e hospitalidade pela hospedagem.”

O presidente do Curitiba Convention & Visitors Bureau, Adonai Aires de Arruda Filho, declarou que é testemunha do significante e notável trabalho do SEHA visando a representação, a defesa, o aperfeiçoamento e apoio aos seus filiados e associados, na busca inconteste do aprimoramento de seus representados.”

9

“É inegável a forte representação do SEHA nas áreas de hospedagem, alimentação e bebidas, em Curitiba, Região Metropolitana e Litoral do Paraná. É um Sindicato sempre aberto ao diálogo e as demandas, defendendo, apoiando, qualificando, tanto a área gerencial, quanto a área operacional das empresas de alimentação e hospedagem, ofertando diversos cursos e treinamentos, além de oferecer assessoria jurídica e vários convênios.” Francisco Augusto Noronha Presidente da Associação dos Moteis do Paraná

“O SEHA é o representante inquestionável da área de alimentação, bebidas e hospedagem, atuando sempre de forma sinérgica e dinâmica, agregando e apoiando ações significativas para a consolidação do setor de alimentação e hospedagem”. Karla Lemos Sottomaior Diretora da Associação de Hostels do Paraná


10

Curitiba, 1ª quinzena de janeiro de 2017

www.seha.com.br Notícias

Convênios

Fique informado, entre em nosso site para ter acesso as informações do nosso setor.

Precisa de convênio médico, odontológico, medicina ocupacional, entre outros? Se houver algum convênio que queira nos sugerir, fique a vontade!

Precisa de funcionários? Publique as suas vagas gratuitamente em nosso site, e se tivermos em nosso banco de dados candidatos que preencham os seus requisitos, os currículos serão encaminhados para sua empresa.

Assessoria Jurídica

Tem dúvidas? Precisa de informação? Sugestões? Entre no nosso canal Fale Conosco, e mande para nós o que precisa.

Está com alguma notificação trabalhista? Ou dúvidas na área trabalhista, comercial, tributária e/ou civil? Possuímos duas assessorias contratadas especialmente para auxiliar nas suas questões. Se houver uma reclamação trabalhista, terá o acompanhamento gratuito de nossos advogados para a sua defesa. E suas dúvidas jurídicas poderão ser também esclarecidas gratuitamente.Novo: Plantão Criminal / 24 horas.

Qualifique sua equipe

Questões Administrativas

O associado tem direito a duas vagas gratuitas por curso na grade disponibilizada em nosso site, e a sua inscrição é feita no próprio site.

Questões como o ECAD, Vigilância Sanitária, Fiscalização Ambiental, NFCe, consulta a Legislação em Vigor fica fácil quando se tem aonde recorrer e tirar informações. Pertencemos ao Conselho Municipal de Urbanismo, caso tenha alguma questão a ser resolvida sobre urbanismo, traga a sua questão para nós.

Contato permanente!

O espaço é seu! Está vendendo algum mobilizado de sua empresa de hospedagem ou alimentação? Anuncie sua venda, mandando as características, preço e fotos do objeto a ser vendido e será publicado em nosso Banco de Negócios, além de enviarmos através de nosso mailing. Basta acessar www.seha.com.br

Informações Legais Tenha acesso às Convenções Coletivas firmadas, sempre que seja necessário.

Basta ligar para: 41 3323-8900


Curitiba, 1ª quinzena de janeiro de 2017

PROGRAME-SE PARA OS CURSOS DE 2017 CADA ASSOCIADO TEM DIREITO A 2 VAGAS GRATUITAS POR CURSO Aproveitamento de alimentos Arte e técnica de sushi Barman Biscoitos e bolachas Bolos e tortas Brigadeiro gourmet Café: métodos de extração e vaporização Camareira e governança Ceia de Natal de preparação de drinks Churrasco Comida de boteco Coquetelaria clássica Cozinha brasileira Cozinha trivial Decoração de bolos Excelência no atendimento: encantando o cliente e superando expectativas de vendas Faça & Venda Finger Food Formação de preços e gestão financeira em alimentos e bebidas Gestão financeira em meios de hospedagem Garçom iniciante Gerenciamento de bares e restaurantes Hamburguer gourmet

Harmonização de Cervejas Harmonização de Vinhos Inglês aplicado à serviços de atendimento Lembrancinhas comestíveis Maçãs decoradas Massas coloridas Mise-em-place: a arte de servir Organização de coffe-break Padaria de Natal Panificação - módulo I Planejamento de Cardápios Preparo de Fondue Preparo de peixes e frutos do mar Qualidade no atendimento ao cliente Queijos e vinhos Relações interpessoais Salgados de vitrine Sanduíches e molhos Segurança e higiene alimentar Sobremesas clássicas e sofisticadas Sopas Técnicas de atendimento para garçom Técnicas de congelamento Técnicas de rechaud e flambagem Treinamento para o CIPA

Para saber mais informações e o calendário completo ligue 41 3323 8900

11


12

Curitiba, 1ª quinzena de janeiro de 2017

INFORMATIVO

|

2017

Não perca tempo!

CURITIBA, ANO 3, EDIÇÃO N. 44

NCM / 16

B O L E T I M I N F O R M AT I V O D O S I S T E M A F E C O M É R C I O S E S C S E N A C P R

CONTRIBUIÇÃO SINDICAL EMPRESARIAL.

Faça sua contribuição até 31 de janeiro de 2017. Acesse o site:

www.fecomerciopr.com.br www.sistemafaep.org.br www.fetranspar.org.br

S I ST E M A F E C O M É R C I O S E S C S E N AC P R N C M - N Ú C L E O D E C O M U N I CAÇÃO E M A R K E T I N G 4 1 . 3 8 8 3 - 4 5 3 0 | j o r n a l i s m o @ f e c o m e rc i o p r. c o m . b r w w w. f e c o m e rc i o p r. c o m . b r | w w w. s e s c p r. c o m . b r | w w w. p r. s e n a c . b r

2


Curitiba, 1ª quinzena de janeiro de 2017

13

Atenção quem tem dívida com a Receita Federal Programa de Regularização Tributária, para pessoas e empresas com dívidas até 30 de novembro de 2016, está sendo implantado

U

ma medida provisória publicada no começo de janeiro no Diário Oficial da União teve por objetivo criar o Programa de Regularização Tributária, para pessoas e empresas com dívidas com a Receita Federal até 30 de novembro de 2016. As empresas vão poder transformar o prejuízo em crédito e abater até 80% de suas dívidas tributárias. O restante deverá ser pago à vista ou em parcelas dentro de um prazo de até 24 meses. Notícia boa para as que trabalham com lucro presumido, terão mais prazo, até 96 meses. A adesão será por requerimento, que deve ser feito no prazo de até 120 dias, contado a partir da regulamentação estabelecida pela Secretaria da RFB e pela PGFN, que editarão os atos necessários à execução dos procedimentos previstos no prazo de até 30 dias, contado da data de publicação da medida. As modalidades de liquidação dos débitos preveem: - Pagamento em espécie de no mínimo 20% a 24% do valor do débito, à vista ou em prestações mensais e consecutivas; dependendo da modalidade escolhida pelo contribuinte e natureza do débito incluído no programa. - Possibilidade de utilização de saldos de prejuízo fiscal e base de cálculo ne-

gativa da CSLL, próprios ou de terceiros (responsável tributário ou corresponsável pelo débito, de empresas controladora e controlada, etc.). - Utilização de créditos próprios relativos a outros tributos administrados pela RFB. - Parcelamento do valor restante em parcelas mensais e consecutivas, fixas ou calculadas de modo a observar percentuais mínimos, aplicados sobre o valor da dívida consolidada. O Plano ainda precisa de algumas regulamentações e aprovações e o texto deve ser apreciado pela Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal, onde pode sofrer algumas mudanças.

CONSULTORIA 24H NA ÁREA CRIMINAL Mais um serviço que só o SEHA oferece: Com o advogado Francisco Noronha Neto. Escritório na Alameda Dr.Muricy, 970, em Curitiba. Telefones: 41-3324-1960 ou 9526-0420 Atendimento exclusivo mediante apresentação do Cartão Associado SEHA


14

Curitiba, 1ª quinzena de janeiro de 2017

EM MARÇO

23º Salão Paranaense do Turismo Encontro terá mostra das últimas tecnologias para o segmento

O

Salão Paranaense do Turismo, realizado anualmente pela Associação Brasileira das Agências de Viagens do Paraná (ABAV-PR), está agendado para acontecer entre os dias 16 e 18 de março, no espaço Expo Unimed Curitiba. Neste ano, o evento já tem confirmados expositores como as operadoras Abreutur, BWT, Domus Operadora, Giratours, Personal Tour Operator e Rigon Turismo. Na hotelaria, estarão presentes o Costão do Santinho, Harbor Hoteis e Iberostar. Entre os destinos, já estão confirmadas as participações de Caldas Novas, Paraguai, Porto de Galinhas e Sea World. “Além dos espaços tradicionais, de nove

Pedro Kempe, presidente da ABAV-PR, quer que Curitiba seja a capital do turismo nesse início de ano

metros quadrados, estamos oportunizando espaços para os pequenos negócios, que também têm seus diferenciais e atrativos para os agentes de viagens”, explica Pedro Kempe, presidente da Abav-PR, enfatizando a criação do espaço de negócios, um dos diferenciais do evento em 2017. Dentro do Salão Paranaense do Turismo também será realizada a 1ª Mostra de Tecnologia para o Turismo. “Sabemos do potencial do evento e das oportunidades geradas para visitantes e expositores. Queremos, então, ser a capital do Turismo neste início de ano, trazendo o foco do trade nacional e regional para Curitiba”, finaliza Kempe.

EM MARÇO

PIT Móvel promove Turismo no Litoral Lançamento contou com participação de autoridades e jogo de futebol Desafio das Estrelas Paulo Mossiman

A Van do Turismo, da Paraná Turismo; iniciou suas ações promocionais no litoral do Paraná no fim de semana de sexta-feira 13, com presença do secretário Douglas Fabrício; Desafio das Estrelas e participação do novo prefeito de Matinhos Ruy Hauer Reichert. Além da distribuição de folhetaria e a divulgação de atrativos do Estado do Paraná foi distribuído material promocional de Matinhos, visando melhor atendimento aos turistas. As atividades aconteceram em diversos locais da cidade. Um dos pontos altos foi no domingo na praia de Caiobá, com a atuação de mais de 50 jogadores de futebol. Dentre eles, ex-profissionais do futebol e

moradores de Matinhos. A festa ainda contou com a presença do craque Dagoberto, que segue em atividade. A Van segue agora para Pontal do Paraná na praia de Ipanema. Em fevereiro, em Guaratuba dos dias 3 a 5 e de 9 a 11 em Morretes. De 16 a 18, a PIT móvel volta para Guaratuba. De 24 a 26, será a vez de Antonina receber a visita da “Van do Turismo”. O Projeto Verão é uma iniciativa da Secretaria do Esporte e do Turismo em parceria com a Sanepar, Copel Telecom, Detran, é-Paraná, Fecomércio, CREF9/PR, Federação do Desporto Escolar do Paraná, UEGA e prefeituras de Matinhos, Pontal do Paraná e Guaratuba.

Escute toda terça e quinta-feira na CBN Curitiba, 9h15 da manhã, o “Minuto SEHA”, com espaço para nossos associados.

O secretário Estadual de Esporte e Turismo, Douglas Fabricio, presente na “Van”

SEHA NO RÁDIO


Curitiba, 1ª quinzena de janeiro de 2017

15

REAJUSTE

Tarifa de voos sobe 7,98% Nos deslocamentos domésticos para R$ 29,90 e internacionais para R$ 113,04

A

Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) divulgou os reajustes dos tetos das tarifas aeroportuárias dos aeroportos públicos administrados pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). As novas tarifas poderão ser praticadas somente 30 dias após a divulgação dos novos valores pelo operador aeroportuário. Os tetos das tarifas de embarque e conexão de passageiros e de pouso e permanência de aeronaves foram reajustados em 7,98%. Com isso, a tarifa máxima de embarque doméstico a ser paga pelos passageiros passará de R$ 27,69 para R$ 29,90. A tarifa máxima de embarque internacional, por sua vez, passará de R$ 109,13 para R$ 113,04. O reajuste foi aplicado sobre os tetos estabelecidos de acordo com uma portaria de 10 de novembro de 2016, considerando a inflação acumulada entre dezembro de 2015 e dezembro de 2016, medida pela variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo do IBGE (IPCA).

EMPREGO? O Seha oferece gratuitamente o serviço do Banco de Empregos, no qual você pode divulgar uma vaga ou buscar uma nova oportunidade! O sistema é fácil e rápido! Acesse www.seha.com.br/ empregos


16

Curitiba, 1ª quinzena de janeiro de 2017

A união nos faz superar desafios

Contribuição Sindical é uma ferramenta que mantém o sindicato fortalecido e representativo. Vencimento 31 de janeiro.

Retire sua guia no site www.seha.com.br

Jornal seha ed 040  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you