Page 1

Jornal

TURISMO Cristo Redentor eleito melhor atração turística do Brasil Pág. 15

Curitiba, 2ª quinzena de junho de 2015 | Edição 07

Entrevista João Jacob Mehl

Temos que marcar posição, incentivar, cobrar, exigir Presidente do SEHA quer esvaziar Brasília e dar mais autonomia para Estados e municípios. “Centralização da receita e do poder oferece oportunidade a corrupção” Págs. 10 e 11

Programa Parques do Paraná vai estimular turismo sustentável

Pág. 08

Reconhecimento Encontro nacional da Abrasel 2016 em Curitiba Pág. 04

Programação Hotel Show e FIT das Cataratas, em Foz do Iguaçu Págs. 9 e 12

Liberação Isenção de vistos pode incentivar turismo Pág. 05

Federação Texto para Estatuto do Deficiente: apenas prédios novos Pág. 02


2

Curitiba, 2ª quinzena de junho de 2015

Editorial

Acessibilidade

Momento promissor

Pelo texto justo para o Estatuto do Deficiente

Caros leitores, estamos chegando de uma promissora reunião do Conselho de Representantes da FBHA (Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação). Nosso departamento jurídico tem acompanhado os principais projetos que tramitam no Congresso Nacional como a legislação da gorjeta, a periculosidade de quem higieniza banheiros e as cobranças do Ecad em nossos hoteis. Ficamos felizes pois com o comando forte de nosso Presidente Alexandre Sampaio, nossas causas são acompanhadas com muito carinho. O nosso segmento está em plena ebulição, reuniões na FBHA, a Fispal em São Paulo, o Hotel Show e o Festival de Turismo em Foz do Iguaçu, aproveite e participe. Não como presidente do sindicato, mas como brasileiro, comerciante e democrata, me aventurei em escrever uma crônica, sobre polêmicos assuntos que não saem de minha cabeça há muitos anos. Neste momento participando mais diretamente em várias decisões, resolvi escrever sobre meu ponto de vista. Espero ter contribuído com a sociedade brasileira. Abraços e boa leitura, João Jacob Mehl

EXPEDIENTE Jornalista Responsável Pierpaolo Nota Edição Eliseu Tisato

Lirian cavalheiro, senador Eunício oliveira e Manoel Linhares

O

vice-presidente para Meios de Hospedagem da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), Manoel Linhares, esteve no dia nove reunido com o senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) para tratar do projeto de lei nº 04/2015, que institui o Estatuto da Pessoa com Deficiência. Linhares esteva acompanhado da advogada que representa a FBHA, Lirian Cava-

lheiro. Na ocasião, foi solicitada ao senador a inclusão da emenda supressiva do artigo 45 do Substitutivo da Câmara dos Deputados ao PL em questão. A emenda determina a retirada do texto do parágrafo que diz: “Os hotéis, pousadas e similares devem ser construídos observando-se os princípios do desenho universal, além de adotar todos os meios de

acessibilidade”. Com isto, os hotéis estariam obrigados a adaptar 10% das unidades habitacionais para pessoas com deficiência, incluindo prédios já construídos. A justificativa do pedido de retirada é que a proposta em questão é extremamente nociva ao turismo brasileiro. A FBHA sugeriu que a norma fosse dirigida somente aos prédios que ainda serão construídos.

Associados aniversariantes do mês de junho

Rua Júlia da Costa, 64 - São Francisco - Curitiba - Paraná Fone: (41) 3323 8900 www.seha.com.br

GESTÃO 2014-2018 João Jacob Mehl Presidente Lincoln T. Isahias Tarquínio Vice-Presidente  Andersen Prado Vice-Presidente para assuntos de Alimentos e Bebidas/Buffet Zelir Tadeu Massuchin Vice-Presidente para assuntos de Hotelaria e Hospedagem Marilisa Bigarella Vice-Presidente para assuntos de Motéis  Gustavo T Andrade Vice-Presid. para assuntos de Entretenimento e Lazer  Orlando Kubo Diretor Secretário Geral  Julio César Hezel Diretor Financeiro Adelardo Telles Neto Diretor para assuntos de Pizzarias e Deliveries 

FBHA defende que apenas prédios que serão construídos devem atender a norma

Aguilar Borsato Silva Diretor Carlos Roberto Madalosso Diretor para assuntos de Turismo Ernesto Villela Neto Diretor para assuntos Governamentais  Henrique Lenz Cesar Filho Diretor para assuntos Grandes Eventos  Jacques Raul Rigler Diretor para assuntos Tributários e Fast Food  João Ernesto Strapasson Diretor Marco Antônio Fatuch Diretor Delegado  Paulo Sérgio Gralak Diretor de Patrimônio  Conselho Fiscal: Jonel Chede Filho, Alceu A Vezozzo Filho e Luiz Fernando P de Aguiar Conselho Fiscal Suplente:  Jayme Canet Neto e Joel Malucelli

01/06 - Luis Procópio, do Hotel Estrela do Sul e Parati

15/06 - Alexsander Kalinowski, da Petiscaria Germânia

02/06 - Mirian Dossi, da Cafeteria Allez Allez

15/06 - Elisabeth Berezoski, do Restaurante La Iltaliana

03/06 - Gil Carlos Souto, do Hotel Campo Largo

15/06 - Marilda Lorenzon, do Hotel Lizon Curitiba

04/06 - Jair Mussio, da Churrascaria Santa Cândida

16/06 - Adelardo Telles Neto, da Pizzaria Boca de Forno

05/06 - Alice Cracco Galiotto, do Hotel Gracco

16/06 - Antonia Sarita, do Motel Emoções

06/06 - Elizeth Gomes, do Motel Tarot

17/06 - Cristiane Costa Telles, da Pizzaria Boca de Forno

07/06 - Vanilda dos Santos, do Hotel Praia e Sol

18/06 - João Strapasson, do Restaurante A Pamphylia

09/06 - Karla Sottomaior, do Hotel Blumenau

21/06 - Elci Berezoski, do Restaurante La Italiana

10/06 - Beto Madalosso, da Forneria Copacabana

22/06 - André Fatuch Neto, da AF Empreend. Hoteleiros

10/06 - Elói Procópio, do Hotel Parati

24/06 - Eric Julienne, do Le Trou Normand

11/06 - Marina Pisco, da Churrascaria Fogo Forte

24/06 - Janet Borsato Silva, da Lanchonete Jatinho

11/06 - Isolde Maia, do Hotel Exclusivo

25/06 - Lindasir Freitas, da Churrascaria Soliman

12/06 - Gentil Oliboni, do Motel Sigen

28/06 - Dalton Nascimento, do Le Trou Normand

13/06 - Ricardo Zachowst, do Hotel Centro Europeu

28/06 - Iolanda Sanson, do Hotel Marabá


Curitiba, 2ª quinzena de junho de 2015

3

Representatividade sindical

CNTur representa apenas federações e sindicatos filiados Pela avaliação do MTE possuir registro sindical não significa deter a representatividade única do Turismo Nacional

O

Ministério do Trabalho e Emprego deliberou finalmente importante matéria sobre a questão da representatividade dos setores do Turismo e Hospitalidade no Brasil. De acordo com a decisão do MTE não cabe à Confederação Nacional do Turismo - CNTur a representação sindical única do Turismo, mas apenas das federações e sindicatos que espontaneamente optarem por se filiar a esta confederação. A importância da decisão está no fato de que, conforme já interpretou o Supremo Tribunal Federal (STF) através da sua Súmula nº 677, “até que lei venha a dispor a respeito, incumbe ao Ministério do Trabalho proceder ao registro das entidades sindicais e zelar pela observância do princípio da unicidade”. Essa decisão põe um ponto final no âmbito do MTE à pretensão da CNTur de representar as categorias econômicas do

Trecho da nota informativa do TEM turismo independentemente da manifestação de vontade dos principais interessados: empresas, sindicatos e federações. Para o MTE, o fato da CNTur possuir registro sindical não significa que detenha a representatividade única do Turismo Nacional. O ministério lembra

que o aval para falar em nome de uma categoria deve ser conquistado com efetiva atuação sindical juntos aos representados. A nota informativa do MTE (nº 06/2015), assinada pelo secretário de Relações do Trabalho, Manoel Messias Nascimento Melo, é resultado de um recur-

so administrativo apresentado pela CNTur, diante da recusa do próprio MTE de lhe conceder a representatividade única. Na nota informativa, o MTE desqualifica o argumento da CNTur de que o acórdão do Supremo Tribunal Federal (STF) relatado pelo Ministro Teori Zavascki, a partir do questionamento da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) ao registro sindical da CNTur, outorgou-lhe esse direito: “(...) o Acórdão prolatado do Exmo. Relator Teori Zavascki e destacado pela Confederação, sacramenta, tão somente, a possibilidade de desmembramento de entidade eclética para representação de categoria mais específica”, relata o Ministério do Trabalho e Emprego. Sobre a questão da liberdade sindical, a Secretaria de Relações do Trabalho (SRT) do MTE confirmou que cabe a cada entidade sindical do turismo o direito

de escolher a quem se filiar, como assegura a Constituição Federal. Para o MTE, “Tal possibilidade ultrajaria o disposto na Carta Magna que diz consubstanciada no princípio da liberdade sindical, que os sindicatos regem-se pela livre filiação às Federações/ Confederações ativas (...)”. Quanto à representatividade que legitima os atos das federações/confederações, o MTE reiterou que esta advém da vontade manifestada pela própria categoria e não pode ser imposta, como pretendia a CNTur “(...) por trás de toda explanação teórica sobre a unicidade, insiste a CNTur em peticionar a esta SRT a hipótese de possuir representatividade em sua base territorial. Se assim o fosse, estaria a CNTur auferindo contribuição sindical por intermédio de todas as entidades sindicais existentes em sua base, filiadas a ela ou não”, esclarece o MTE.

ATENÇÃO EMPRESÁRIOS, PROFISSIONALIZE SEUS FUNCIONÁRIOS E COLHA OS FRUTOS Planejamento de Cardápios De 16 à 19/06 Prazo para inscrição até 10/06

Barman I De 04 à 07/08 Prazo para inscrição até 29/07

Sobremesas Clássicas Dia 25/06 Prazo para inscrição até 19/06

Barman II De 15 à 18/9 Prazo para inscrição até 10/09

Garçom De 07 à 10/07 Prazo para inscrição até 01/07

Segurança e Higiene Alimentar De 06 à 09/10 Prazo para inscrição até 01/10

Sócios tem 2 vagas gratuitas

Inscrições podem ser feitas pelo 3323-8900

Rua Júlia da Costa, 64 São Francisco - Curitiba - PR www.seha.com.br


4

Curitiba, 2ª quinzena de junho de 2015

Revitalização das ruas

Abrasel lança o manifesto “Simplifica Brasil” no Paraná A ação tem por objetivo desburocratizar diversos processos no Brasil e promover a ocupação dos espaços urbanos

D

esburocratizar os processos que envolvem as empresas do segmento da alimentação fora do lar, possibilitando a abertura de novos empreendimentos e a criação de novos empregos. Pensando nisso, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) acaba de lançar no Estado do Paraná o manifesto Simplifica Brasil, medida que será discutida com empresários do setor e com o poder público nos próximos meses. “O excesso de burocracia rema contra os empreendedores brasileiros. Ela é uma grande inimiga, responsável, inclusive, pelo fechamento de diversos empreendimentos, desmotivando os empresários que sonham em investir em seu próprio negócio. É necessário que essa estrutura seja revista no Brasil. Desta forma, as empresas terão mais segurança para desenvolver seus serviços, gerando empregos e contribuindo para o crescimento do país”, comenta Marcelo Woellner Pereira, presidente do conselho estadual da Abrasel – PR. O Simplifica Brasil defende que a desburocratização deve ser cobrada das autoridades responsáveis e ressalta os discursos nas esferas nacionais, estaduais e municipais. Além disso, a campanha busca maior eficiência tributária e leis de trabalho que permitam horários mais flexíveis e que garantam aos funcionários a possibilidade de conciliar vida pessoal e trabalho. “Vamos buscar diversas melhorias para a nossa classe, incentivando a conversa entre o setor e as autoridades. Temos certeza que os governantes irão escutar o segmento da alimentação fora do lar, um dos grandes alicerces da economia brasileira e responsável pela geração de milhões de empregos em todo o Brasil”, detalha Marcelo. Além dos aspectos burocráticos, a ação vai tratar da vida urbana nos espaços das ruas, promovendo a sociabilização e a qualidade de vida. Para a Abrasel - PR, as ruas com toldos, cafés, escolas, moradias e escritórios são a mais ampla vitrine de uma sociedade aberta aos negócios e às oportunidades de trabalho. Buscando apoios para o Simplifica Brasil, a entidade encontrou

O arquiteto e urbanista Jaime Lerner, ex-prefeito de Curitiba e ex-governador do Estado do Paraná, entre o presidente do conselho estadual da Abrasel – PR, Marcelo Woellner Pereira, e o diretor executivo da Abrasel – PR, Luciano Bartolomeu no arquiteto e urbanista Jaime Lerner, ex-prefeito de Curitiba e ex-governador do Estado do Paraná, um grande incentivador. “É preciso que haja a coexistência espontânea, nas ruas, sem que o governo fique o tempo todo inventando padrões para os bares e restaurantes. O único padrão é o de não se obstruir a passagem

nas calçadas. E pronto. Padrão é sempre mediocridade”, explica Lerner. O arquiteto criticou o espaço que, nas cidades brasileiras, se oferece aos carros, em detrimento da convivência entre as pessoas. “As cidades foram privatizadas pelos automóveis. Até mesmo nas residências, o que se

dá é o máximo de espaço para os automóveis. Aqui, constroem-se 300 metros quadrados de apartamento, e 100 metros são para o automóvel. Quando se cria uma faixa exclusiva para ônibus, as pessoas reclamam. E há os condomínios, cada qual personalizado com um nome diferente, colocando-se todo mundo dentro

dos muros, com espaços gourmets, pet shop, home theater, e por aí vai. Precisamos revitalizar as ruas para fazer com que as pessoas ocupem elas novamente”, completa Lerner. Para mais informações sobre o Simplifica Brasil, acesse o site www.pr.abrasel.com.br ou ligue para (41) 3029-4244.

Vai ser aqui! Curitiba foi definida como sede da próxima edição do Congresso Nacional da Abrasel, dos dias cinco a sete de julho de 2016. A notícia foi conferida ao vivo, via conferência, pelo prefeito Gustavo Fruet. Segundo a entidade o evento representa um investimento de cerca de um milhão de reais e vai reunir aproximadamente mil empresários do setor.


Curitiba, 2ª quinzena de junho de 2015

5

LIBERAÇÃO

Isenção de vistos será discutida no Congresso O tema tem importância estratégica para o setor do turismo

A

importância da isenção de vistos para a entrada de estrangeiros no Brasil será debatida na Câmara dos Deputados no próximo dia 15 de julho. O ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, já confirmou presença na audiência. O tema da flexibilização e isenção de vistos tem importância estratégica para o setor. De acordo com estudo do Fórum Econômico Mundial, o Brasil é o 91ª colocado na dimensão “Abertura Internacional”, em um ranking de 141 países. No subitem que avalia o percentual da população mundial que necessita de visto para entrar no país, o Brasil cai para 102ª posição. “O país está maduro para enfrentar essa discussão com profissionalismo. É um primeiro passo para revermos a política da reciprocidade que, na nossa avaliação é equivocada”, afirmou o deputado Alex Manente. O parlamentar ressaltou que as econo-

mias em desenvolvimento devem estar abertas para o turismo e investimentos. Em maio, o Ministério do Turismo apresentou proposta ao Ministério de Relações Exteriores de isentar os norte-americanos da exigência de visto para entrada no Brasil, por conta da proximidade dos Jogos Olímpicos. Na reunião, o chanceler Mauro Vieira firmou compromisso de analisar o assunto e lembrou que o Brasil tem acordo de isenção com 82 países. Atualmente, existem no Congresso diversos projetos de lei que tratam do assunto. Durante a Copa do Mundo de 2014, o Brasil fez uma experiência piloto e flexibilizou vistos para os viajantes com ingressos para o mundial. Como resultado, 1 milhão de estrangeiros visitaram o país e cerca de 100 mil vistos especiais foram emitidos. Mesmo com exigência de visto para entrada em território

nacional, os Estados Unidos são o 2º maior mercado emissor de visitantes para o Brasil (592,8 mil em 2013), o que mais gasta (US$

1.427,00) e mais permanece no país a lazer (20,6 dias). Durante o mundial de futebol, quando a emissão de vistos foi fa-

cilitada, os estrangeiros gastaram US$ 1,4 bilhão do início de junho até o dia 23 de julho. O valor foi um recorde histórico.


6

Curitiba, 2ª quinzena de junho de 2015

Convênios MEDICINA DO TRABALHO Policlínica San Tiago - 41 3022-2727 Medicina Ocupacional e Engenharia de Segurança - PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional) - PPRA (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais - PPP (Perfi l Profi ssiográfi co Profi ssional) - Exames Admissionais, Periódicos,Demissionais - Planos com valores especiais para associados SEHA-Ctba. MANUTENÇÃO ELÉTRICA INDUSTRIAL Eletro Schultz - 41 3267-1916Rebobinagem de motores, rebobinagem de bombas e transformadores, automação industrial. Associados SEHA-Ctba tem desconto especial de 15% sobre o serviço prestado. FONOAUDIOLOGIA PARTICULAR Káti a Simone da Rosa Bianchi Consulta clínica na área de fonoaudiologia. Serviços de informações e orientações preventi vas como palestras, minicursos e/ou grupos de apoio para empresas. CRFa 5514/ SC - 40% de desconto no valor da consulta para associados SEHA-Ctba. Contato 41 8823-8675 / 41 3233-3192 e 41 3026-4924

CONSULTORIA ESPECIALIZADA Jr. Consultoria - UFPR - Desconto de 10% nos projetos de consultoria aos associados SEHA-Ctba. A empresa é formada e gerida por alunos dos cursos de administração, ciências econômicas, ciências contábeis e gestão da informação. Sem fins econômicos, seu principal objeti vo é formar profissionais de valor e contribuir para o desenvolvimento sustentável da sociedade, através da realização de consultorias que focam em micro e pequenas empresas. Mais informações pelo 41 3360-4473 PSICOLOGIA CLÍNICA Espaço A - Psicologia e Psicanálise Gabriel Salata Kuss e Ana Suy Sesarino. Obedecem uma tabela especial com descontos especiais para associados SEHA-Ctba. Rua Maurício Caillet, n° 33 - Água Verde. Mais informações no www. consultorio. psc.br ou atráves do e-mail - consultorio@consultorio.psc. br - Telefones 41 9115- 3840 e 41 8431-1916

CONVÊNIOS COM FACULDADES SPEI 10% de desconto em Cursos de Pós-Graduação – direcionado aos funcionários de empresas associadas e fi liadas. Informações: www.spei.br - Fone 41 33644579 OPET 10% de desconto em todos os Cursos, e Pós Graduação direcionado aos funcionários de empresas associadas e fi liadas. Informações: www.opet.com.br - cezarroberto@ opet.com.br - Fone 41 3021-4848 FACINTER 10% de desconto em Cursos na área de Turismo direcionado aos funcionários de empresas associadas e fi liadas. Informações: www.facinter.com.br - Fone 41 2102-3300 UNICENP 0% de desconto em Cursos de Pós-Graduação na área de Turismo - direcionado aos funcionários de empresas associadas e fi liadas.

Consulte nosso Banco de Empregos no www.seha.com.br

Associe-se ao SEHA. Uma entidade que defende os interesses dos setores de hospedagem e alimentação Somos alinhados com a Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação. Promovemos efetivas ações junto aos órgãos públicos e privados em defesa de interesses do setor. Mais de 940 mil estabelecimentos dos segmentos hotelaria e gastronomia no Brasil são representados pela FBHA e seus sindicatos regionais. Oferecemos serviços e produtos indispensáveis às empresas.

Assessoria jurídica gratuita. Acompanhamento em ações trabalhistas. Cursos gratuitos de aperfeiçoamento em diversas áreas do trade. Convênios com plano de saúde, faculdades e outros serviços que contemplam expressivos descontos em seus serviços. Estamos fortemente divulgados através de nosso jornal, site na internet, nas redes sociais e na Rádio CBN.

Junte-se a nós! Informe-se na secretaria pelo 41 3323 8900


Curitiba, 2ª quinzena de junho de 2015

Readequação

Ginásio do Tarumã pode voltar a funcionar Parceria para revitalização do espaço entre Governo do Estado e Colégio Militar de Curitiba está sendo consolidada

O

secretário do Esporte e do Turismo do Paraná, Douglas Fabricio, esteve no final de maio no Ginásio do Tarumã para levantar quais obras devem ser realizadas para readequação do local. Foi acompanhado do coronel Sérgio Luiz Tratz e do major Anderson, do Colégio Militar de Curitiba. Como já tinha confirmado em entrevista ao Jornal do SEHA, “A reativação do Tarumã é uma das prioridades da nova gestão da Secretaria do Esporte e do Turismo. Entendemos que o ginásio é um patrimônio da história de nosso estado e vamos nos empenhar para colocá-lo em funcionamento”, finalizou o secretário Douglas Fabrício. Após uma avaliação preliminar, as conversas avançam para ocorrer uma parceria entre a secretaria e o Colégio Militar de Curitiba. A secretaria entende que para tornar possível a revitalização do ginásio, o primeiro passo é a elaboração de um projeto de viabilidade. Fica a torcida para que o local sofra sua readquação o mais rápido possível, para voltar

a abrigar grandes eventos esportivos e culturais, atraindo sempre mais turistas para Curitiba. História Conhecido como Tarumã, o Ginásio Professor Almir Nélson de Almeida já foi sede de importantes eventos esportivos de âmbito municipal, estadual e mundial. O local sediou o Campeonato Sulamericano (masculino e feminino) de vôlei, o Campeonato Mundial (masculino) da mesma modalidade e abrigou o time do Rexona. A equipe foi lançada em Curitiba, com sede no Ginásio do Tarumã, em uma parceria com o governo do estado, em 1997. Em meados da década de 90, o local foi também utilizado para importantes eventos culturais. Em 1996, o consagrado guitarrista mexicano Carlos Santana se apresentou no ginásio. Com capacidade para 4.000 lugares, o “Tarumã” é considerado o ginásio mais antigo do Paraná. Ele foi inaugurado em janeiro de 1965, completando em 2015, cinquenta anos.

O Ginásio Professor Almir Nélson de Almeida, o Tarumã, já abrigou grandes espetáculos esportivos e culturais

Giba é palestrante do III Encontro Paranaense de Hospitalidade De 17 a 19 de junho Foz do Iguaçu vai ser sede do Festival de Turismo das Cataratas, no Hotel Rafain Convention Center. E é dentro desse cenário que acontece nos dias 18 e 19 o III Encontro Paranaense de Hospitalidade, com realização e promoção da ABIH-PR – Associação Brasileira da Indústria de Hoteis do Paraná. O objetivo do evento é promover o encontro de empresários do ramo hoteleiro para análise de mercado, avaliação da atual conjuntura, visão sobre oportunidades emergentes, realidade do potencial de crescimento e apresentação de ações e soluções que possibilitem melhor atuação de profissionais ligados à área. No local também vai ser possível estabelecer contato direto com agentes de viagens e operadores nacionais. O III Encontro Paranaense de Hospitalidade vai ser oficialmente aberto dia 18 através das palavras do presidente da ABIH-PR, hoteleiro Orlando Kubo, a partir das 14h. Nesse mesmo dia, 16h, tem início a palestra “Como motivar e se manter no topo”, que deve ser uma das mais concorridas do evento, apresentada pelo

jogador de vôlei Giba. Mais informações podem ser solicitadas diretamente na ABIH-PR, através do telefone 41 3224 2469. O encontro conta ainda com organização da RCL Planejamento, Patrocínio da Gestour Brasil e apoio do Festival de Turismo das Cataratas e do Sebrae. Programação das palestras Dia 18/06 – 14h30 Tema: Inovação Tecnológica e Ampliação de Receitas na Hotelaria Palestrante: Vadis Luis da Silva - Gestour Brasil Dia 18/06 – 14h Tema: Como motivar e se manter no topo Palestrante: Giba do Vôlei - Gestour Brasil Dia 18/06 – 16h50 Tema: Linhas de crédito para inovação Palestrante: da Fomento Paraná Dia 19/06 – 14h30 Orientação Jurídica: Responsabilidade Civil

na Hotelaria e nos Restaurantes – Riscos e Medidas Metigadoras Palestrante: Advogado Rômulo Bronzel, Assessor Jurídico da ABIH-PR Dia 19/06 – 15h30 Tema: Trilha Jovem Palestrante: Fernanda Fedrigo e Patricia Menezes, do Polo Iguassu Dia 19/06 – 16h50 Tema: Selo de Qualidade no Turismo e Paraná MICE Palestrante: Aldo Carvalho, do Sebrae-PR Serviço

O que: III Encontro Paranaense de Hospitalidade Quando: Dias 18 e 19 de junho Onde: em Foz do Iguaçu, Hotel Rafain Convention Center Por quem: Realização e Promoção ABIH-PR Mais informações: 41 3224 2469

7


8

Curitiba, 2ª quinzena de junho de 2015

INICIATIVA

Parques do Paraná vão estimular turismo sustentável O programa quer gerar empregos, renda e oportunidades de novos negócios

O

governador Beto Richa lançou no último dia 10, como parte da comemoração da Semana Mundial do Meio Ambiente, o programa Parques do Paraná, que irá estimular o turismo nas unidades de conservação do estado, para ampliar a preservação e promover o desenvolvimento sustentável. O lançamento foi no Parque Estadual Pico Marumbi, na Serra do Mar. Na solenidade, realizada na Estação Marumbi, Richa também inaugurou as obras de restauro do conjunto arquitetônico e melhoria da infraestutura do local. “O Parques do Paraná visa um melhor cuidado e uma programação nas unidades de conservação do nosso estado para garantir o desenvolvimento socioeconômico sustentável, que gera empregos e renda à nossa população”, afirmou o governador Beto Richa. “Ao mesmo tempo, com visita controlada e ordenada, poderemos fortalecer nas pessoas o sentimento de preservação do ambiente onde vivemos”, disse ele. Ainda segundo o governador o lançamento do Parques do Paraná faz parte de outras importantes iniciativas tomadas pelo governo estadual na Semana do Meio Ambiente. Com três decretos assinados no começo do mês, Richa ampliou o número de municípios beneficiados com o ICMS Ecológico, regulamentou o Pagamento Por Serviços Ambientais (PSA) e criou o programa de revitalização do Rio Iguaçu. O lançamento visa melhorar a infraestrutura das unidades de conservação, articular com os municípios ações para melhor

receber os turistas e estudar modelos de gestão para cada unidade. Um dos grandes focos é estabelecer com a comunidade do entorno vínculos de parceria para geração de renda e de cuidados com os parques. “A iniciativa vai estimular a visitação em nossas áreas naturais do Paraná para criar um vínculo maior das pessoas com a natureza, estimular boas práticas e boas experiências de vivência junto à natureza e à educação ambiental”, disse o secretário estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Ricardo Soavinski. “Do ponto de vista turístico, o programa irá gerar emprego, renda, oportunidades de novos negócios para a população do entorno. Os visitantes e as comu-

nidades próximas passam a ser aliados dos parques, ampliando o comprometimento social com a conservação”, explicou. PRIMEIRA ETAPA O projeto envolve várias áreas do Governo, especialmente o Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e as secretarias do Turismo e Esporte, do Planejamento e da Administração. Das 68 Unidades de Conservação, 29 são abertas aos turistas. Em 2014 elas receberam cerca de 356 mil visitantes. Para a primeira etapa do Parques do Paraná foram selecionados 14 unidades: Duas são da Serra do Mar: Pico Marumbi e Pico Paraná. Da Região Metropolitana de Curitiba são os parques Serra da Baitaca, em Piraquara e Quatro

Barras, e Parque do Monge, na Lapa. Dos Campos Gerais: Vila Velha, em Ponta Grossa; Guartelá, em Tibagi, e Cerrado, em Jaguariaíva e Sengés. Do Litoral, as unidade selecionadas para esta primeira etapa são os parques Rio da Onça, em Matinhos, e Ilha do Mel. Do Norte, a Mata dos Godoy, em Londrina. No Vale da Ribeira (RMC) a unidade selecionada é Campinhos, em Cerro Azul e Tunas do Paraná. Da região Noroeste, os parques Amaporã, do município de Amaporã, e Lago Azul, de Campo Mourão. Do Oeste, o parque de São Camilo, em Palotina. PARQUES MELHORES O presidente do IAP, Luiz Tarcísio Mossato Pinto, explicou que o Parques do Paraná inclui-se nas propostas do governo Beto Richa de fazer melhorias nas Unidades de Conservação do estado. “Hoje temos a oportunidade de entregar a primeira obra do Parque Marumbi, assim como fizemos várias obras no Parque do Monge, na Lapa, e entregamos um parque em Pato Branco, com investimento de mais de R$ 5 milhões”, disse Tarcísio. Além de parques bem preparados, o programa quer os municípios também preparados para receber os visitantes, com “Temos em torno de R$ 30 milhões de compensação ambiental que serão aplicados nesse conjunto de parques e outras unidades de conservação”, disse o governador Beto Richa

pousadas, restaurantes e toda a infraestrutura receptiva. “Temos em torno de R$ 30 milhões de compensação ambiental que serão aplicados nesse conjunto de parques e outras unidades de conservação do Estado. Vamos buscar também recursos privados, em linhas de financiamento, para realizar as melhorias necessárias das cidades”, explicou o secretário Soavinski. Serão ações como capacitação de guias, condutores e do pessoal que trabalha com turismo, trilhas bem feitas, bem sinalizadas, segurança, centros de visitantes, programas de educação ambiental e serviços de alimentação. A Secretaria do Turismo ficará responsável pela articulação com os municípios e a população do entorno dos parques em ações de empreendedorismo voltadas ao atendimento dos visitantes, como hospedagem, gastronomia e outras atividades que possam gerar renda. “Além da questão do respeito ao meio ambiente, o programa possibilita uma parceria para o desenvolvimento econômico no entorno destes parques. Este é o nosso papel como fomentadores do turismo”, afirmou o secretário estadual do Turismo e Esporte, Douglas Fabrício.


Curitiba, 2ª quinzena de junho de 2015

Programação Geral

Confira também no site

www.hotelshow.com.br Programação sujeita a alterações.

9


10

Curitiba, 2ª quinzena de junho de 2015

ENTREVISTA João Jacob Mehl

O OLHO DO DONO ENGORDA O PORCO “Não podemos mais continuar a mandar para Brasília toda a receita de nossa produção” Por Pierpaolo Nota

O lucro muitas vezes parece ser crime no Brasil, mas são as empresas lucrativas que abrem novos postos de emprego, pagam mais impostos, e proporcionam as melhorias de que necessitamos. O Estado perdeu completamente sua capacidade de investimento.”

O

empresário João Jacob Mehl está em seu segundo ano à frente do Sindicato Empresarial de Hospedagem e Alimentação. Experiente, proprietário do Buffet Ilha do Mehl, com passagem marcante pelo futebol paranaense, é um aglutinador. Em pouco tempo de atuação conseguiu unir o “trade” do turismo em torno de um mesmo objetivo. De personalidade forte, não esconde o que pensa. Falou sobre seus objetivos, parcerias PPPs, questão aeroporto e porto, turismo em Curitiba e no litoral, crise, legado da Copa do Mundo, corrupção, alterações constitucionais necessárias, responsabilidade de cada cidadão e muito mais. Leitura mais que obrigatória para todos os empresários, ainda mais para aqueles ligados ao turismo no Brasil.

Jornal do SEHA - Qual seu principal objetivo à frente do SEHA? João Jacob Mehl - Iniciamos nossa gestão à frente do SEHA na expectativa de contribuir para o turismo do nosso Estado, especialmente para a região da Capital e o nosso sempre abandonado litoral. Reafirmo constantemente o que disse em minha posse: Devemos unir todas as entidades de nosso segmento, pressionar politicamente nossos governantes, fazer com que se proporcione a iniciativa privada condições de investimento lucrativo. Empresários que constroem e administram rodovias, que constroem shopping centers e usinas elétricas. Empreiteiros e atacadistas que têm condições de arrematar em leilão um estádio de futebol, estes têm plena condição de construir e explorar um Centro de Convenções, um Pavilhão de Exposições ou um Ginásio de Esportes. Então a seu ver as parcerias público privadas, conhecidas PPPs, são a saída? JJM - Sim. Urge a aproxima-

ção destes empresários com nossos políticos, governantes e as entidades interessadas. Não podemos esquecer que todo investimento tem que gerar lucro. Sem este rendimento não teremos parceiros. O lucro muitas vezes parece ser crime no Brasil, mas são as empresas lucrativas que abrem novos postos de emprego, pagam mais impostos e proporcionam as melhorias de que necessitamos. O Estado perdeu completamente sua capacidade de investimento. Políticos ajudam ou atrapalham? Tem político bom? JJM - Tivemos mudanças no governo, temos assistido a ascensão de pessoas bemintencionadas, como o Secretário do Esporte e Turismo Douglas Fabrício, o presidente da Paraná Turismo Jacó Gimennes e o presidente do Instituto Curitiba de Turismo Caíque Ferrante. Mas com os recursos disponibilizados para a pasta de turismo que a própria secretaria reconhece, pouco ou quase nada poderão realizar. Não podemos deixar de citar aqui o Presidente da Fecomércio-PR, Darci Piana, o mais importante dirigente classista do Brasil, que tem oferecido sua importante contribuição para que melhorias aconteçam. Como o SEHA se relaciona com seus associados e o “trade”? JJM - Buscamos permanentemente o melhor relacionamento com autoridades e os amigos do “trade”. Lançamos na rádio o minuto CBN e agora este jornal, que quinzenalmente chega até vocês, fazendo uma aproximação imprescindível. Por duas vezes já foi adiada a conclusão das obras do aeroporto Afonso Pena. A falta da terceira pista atrapalha muito o Paraná? JJM - É inadmissível que fiquemos tantos anos implorando pela construção de uma nova pista no Aeroporto Afonso Pena. Hoje, embarcamos em Curitiba. Mas a aeronave passa por Porto

Alegre para abastecer e então seguir para os Estados Unidos. Da mesma forma que exportadores da nossa região são obrigados a levar seu produto para Campinas, porque daqui um cargueiro carregado tem dificuldades para decolar. Se não temos condições de construir esta nova pista, porque não privatizarmos como já fizeram com outros aeroportos brasileiros? E parece que a questão se repete no Porto de Paranaguá, para onde algumas operadoras já cancelaram cruzeiros, alegando falta de infraestrutura para receber os turistas. JJM - Dificilmente alguém vai encontrar justificativas para nos dizer porque o Porto de Paranaguá, o 2º do Brasil, um dos maiores exportadores do mundo, não possui um espaço destinado ao desembarque de navios de turismo. Neste caso perdemos para todos os outros portos brasileiros, principalmente os catarinenses. Vale a pena investir no turismo em Curitiba e no nosso litoral? JJM - Nossa cidade é sempre limpa e bonita, elogiada onde quer que vamos, com empresários investindo em novos hotéis e restaurantes de categoria internacional. Por isso é triste saber que não possuímos o mínimo de infraestrutura para receber turistas. Temos dia-adia procurado fazer o nosso sindicato mais influente. Mas é necessário que todas as entidades e setores ligados ao turismo, assim como governos, caminhem juntos. O que só está começando a acontecer agora. Sobre nosso litoral.... Alguém deseja investir para poucos dias de férias? O verão dura três meses, mas no início de fevereiro começam as aulas e se esvaziam as praias. Será que ninguém pensa ou não quer enxergar que nossos filhos em final de novembro já não têm mais aulas e ficam enlouquecendo a vida dos pais que, normalmente, só podem viajar em véspera de Natal? O Para-

ná tem geografia diferente da maioria dos Estados brasileiros, o deslocamento das cidades para o litoral é mais difícil, é mais longo. Acredito que seria possível ter aulas até 20 de dezembro e recomeçar em março. Em nada prejudicaria o calendário escolar esta alteração. Certamente aproveitaríamos melhor o verão e os investimentos tornariam mais rico e feliz o nosso litoral. Como o senhor enxerga essa crise que o país está atravessando? JJM - Não aceito que me falem em momento econômico! Este é um assunto de décadas, que está fora dos trilhos, como estão nossas ferrovias sucateadas e abandonadas. Vamos fazer do Paraná e do Brasil um porto seguro para o turismo. Vamos aprender com quem sabe, vamos contratar profissionais, vamos dar oportunidade e ouvir mais os interessados. Sobrou algum legado da Copa do Mundo para Curitiba? JJM - Curitiba sediou a Copa do Mundo. Das doze sedes que receberam os jogos, Curitiba foi a que melhor se apresentou. Demos um verdadeiro show de organização, segurança e hospitalidade. Tive a oportunidade pessoalmente de participar da organização, com a Polícia, com o Ministério do Trabalho, com a Anvisa e com a própria FIFA. Mostramos para o mundo nossa capacidade de recepcionar. Na área de segurança, recebemos o legado de dois ônibus super bem equipados, preparados eletronicamente para varrer toda a cidade, acompanhando qualquer movimento que produzisse insegurança. Mas atualmente eles estão desativados, certo? JJM - Soube que um ônibus foi para o interior do Estado e o outro que ficou aqui danificaram debaixo da ponte preta, na Rua João Negrão. O outro legado, foi uma Central de Inteligência, um


Curitiba, 2ª quinzena de junho de 2015

11

Estados Unidos do Brasil, e não República Federativa do Brasil. 39 ministérios, 140 autarquias, fora as estatais. Quem consegue administrar este monstro?”

muito o Brasil e não deseja de forma alguma uma separação. Então separar o Brasil não é solução? JJM - Não. Desejo sim separar a administração, dividir sim as responsabilidades, sem perder ao comando e a união. Nosso pavilhão nacional deve ser preservado, mesmo que hoje tenhamos muito pouco a nos orgulhar. Vivemos num país rico e produtivo, desqualificado mundialmente em qualquer estatística que se realize. É chegada a hora de homens e mulheres de bem tomarem uma posição. Não consigo ficar acomodado, assistindo passivamente o que está acontecendo. Os movimentos sociais foram às ruas inúmeras vezes. E isto não pode cair no esquecimento.

moderno edifício, com câmeras e instalações de rádio, TV e internet, que fez a cobertura simultânea de toda Curitiba, proporcionando o sucesso de nossa segurança. Infelizmente esta central está abandonada, com alguns equipamentos roubados e no momento sem condições de reativação. Faço esta denúncia porque, desde a posse do exSecretário de Segurança Pública, o deputado Fernando Francischini, ficamos na promessa de mais segurança para nossos hoteis e restaurantes. Este é o Paraná! Aliás, não é o Paraná, é o Brasil, é a política brasileira que precisa ser revista.

samos esvaziar Brasília. Temos que dar mais autonomia aos Estados e municípios. Com estes princípios entendi que: “O OLHO DO DONO ENGORDA O PORCO”. Não podemos mais continuar a mandar para Brasília toda a receita de nossa produção. A centralização da receita e do poder é que oferece a oportunidade a corrupção. Precisamos acabar com o loteamento dos cargos públicos. Em razão da minha idade, tenho convicção de que não assistirei em vida estas necessárias e fundamentais alterações constitucionais, que inibirão inclusive a corrupção do judiciário.

A corrupção no Brasil tem jeito, tem solução? JJM - Todos os dias nos deparamos com um novo caso de corrupção. Não há mais controle nos ministérios, nas secretarias, nas estatais, nas autarquias e no judiciário. A podridão está em todos os níveis. Sou duro e intransigente, pois tenho opinião formada há muitos anos. Preci-

Quais seriam essas alterações constitucionais necessárias? JJM - Não sou americanista, mas a constituição dos EUA pode servir de modelo para a nossa. Cinco ministérios somente: Guerra, Tesouro, Justiça, Planejamento e Relações Exteriores. Todos os Estados têm suas secretarias, assim com a maioria dos municípios. Vamos fortalecê-las

para que possam atender suas necessidades, que são muito diferentes de um Estado para o outro. Estados Unidos do Brasil, e não República Federativa do Brasil. Trina e nove ministérios, 140 autarquias, fora as estatais. Quem consegue administrar este monstro? Com esse inchaço temos que trabalhar muito para sustentalos. JJM - Há mais ou menos vinte anos, um cidadão do interior do Rio Grande do Sul ficou conhecido, nacionalmente, por sua luta pela separação do Brasil. Na mesma época, lembro dos movimentos separatistas europeus, em especial o da Iugoslávia. Assistimos na sequência o desejo de muitos com o slogan “O Sul é o meu País”. Este é o claro reflexo de que não suportamos mais produzir, trabalhar, fazer muitas vezes enormes sacrifícios, para assistir Brasília esbanjar o fruto de nossa luta. Que fique bem claro que esta é opinião pessoal de um homem vivido, que ama

Mas não tivemos muito retorno dos movimentos populares, certo? JJM - Estamos marcando

uma posição, incentivando, cobrando, exigindo! Temos este direito! Não podemos aceitar pacificamente a falta de atitudes firmes. Precisamos unir todos os segmentos da sociedade organizada. Nossos princípios democráticos não passam pela derrubada de um governo, pois com esta constituição ninguém conseguirá governar. E onde o SEHA entra nessa questão? JJM - Através do sindicato temos mantido permanente contato com políticos de todas as áreas, federais, estaduais e municipais. Podemos afirmar que tem gente séria e honesta querendo fazer um Brasil melhor, mas a grande maioria, que visam apenas interesses pessoais, acabam predominando, em prejuízo de todos nós. Para a condução de um Brasil melhor, todos nós temos responsabilidade. E para isso que estamos trabalhando no Sindicato.

Vamos fazer do Paraná e do Brasil um porto seguro para o turismo. Vamos aprender com quem sabe, vamos contratar profissionais, vamos dar oportunidade e ouvir mais os interessados.”


12

Curitiba, 2ª quinzena de junho de 2015

Em Foz do Iguaçu essa semana só vai se falar em turismo O

Recanto Cataratas Thermas, Resort & Convention, será palco da solenidade de abertura do Festival Internacional de Turismo das Cataratas, que está em sua 10ª edição e acontecerá entre os dias 17 e 19 de junho, em Foz do Iguaçu. O evento, que já tem presença confirmada do Ministro do Turismo do Brasil, Henrique Eduardo Lyra Alves,e da Ministra do Turismo do Paraguai, Marcela Bacigalupo, será realizado no Maestra, centro de convenções do resort, e receberá também outras autoridades, tais como secretários e diretores de turismo, deputados federais, prefeitos, agentes e operadores de viagens, imprensa e profissionais da indústria do turismo do Brasil e do exterior. O FIT Cataratas promete muitas novidades que serão apresentadas na solenidade, entre elas, a realização do Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes de Turismo (Fornatur).

Evento acontece simultaneamente com Hotel Show 2015, ambos prometem agitar a cidade

Acompanhe a programação 17 DE JUNHO 10h às 18h 20h 21h30 18 DE JUNHO 08h às 12h 08h às 18h 09h às 12h 09 às 18h 09h às 16h 08h30 às 18h 11h às 13h 14h às 20h 14h às 20h 14h às 20h 14h às 20h 14h às 20h 14h às 20h 14h às 20h 14h às 20h

Credenciamento Participante, Expositor e Fórum Solenidade de Abertura Recanto Cataratas Resort Thermas (mediante convite) Coquetel de Boas Vindas (mediante convite)

Visitas Técnicas e Passeios Credenciamento Participante, Expositor e Fórum Audiência Pública da Assembleia Legislativa do Estado do Paraná Fomento do turismo nos estados integrantes do CODESUL Reuniões de Instituições Reunião da Unidade Temática de Turismo Lançamento do Instituto de Turismo – Mercociudades Fórum Internacional de Turismo Iguassu – Apresentações de Trabalhos Reunião da Comissão Turismo Brasil Sul – CTBS do CODESUL ABERTURA da Feira de Turismo e Negócios Salão E-Marketing Cataratas Salão MICE Cataratas Arena Gastronômica ABRASEL Mostra Regional de Produtos Sustentáveis Salão Adventure Cataratas Salão de Turismo Cultural e Espiritualidade Expo Hotel Cataratas

19h

Palestra de Abertura do Fórum de Turismo“ Territorialidade transfronteiriça e as redes do turismo” Mauro José Ferreira Cury – Unioeste

19 DE JUNHO 08h às 12h 08 às 18h 08h30 às 18h 09h às 18h 09h ás 10h 14h às 20h 14h às 20h 14h às 20h 14h às 20h 14h às 20h 14h às 20h 14h às 20h 14h às 20h 15h30 19h 20h30 20h00

Visitas Técnicas e Passeios Credenciamento Participante, Expositor e Fórum Fórum Internacional de Turismo Iguassu Apresentações de Trabalhos Reuniões de Instituições Palestra Especial: Turismo sem Fronteiras Case Mercociudades – Convidado: Álvaro B. Sanguinetti Feira de Turismo e Negócios Salão E-Marketing Cataratas Salão MICE Cataratas Arena Gastronômica ABRASEL Mostra Regional de Produtos Sustentáveis Salão Adventure Cataratas Salão de Turismo Cultural e Espiritualidade Expo Hotel Cataratas “Diversidade cultural e o turismo” – Fabio Brito Palestra de Encerramento do Fórum de Turismo“ Turismo e Desenvolvimento Econômico” José Simões Universidade de Lisboa Premiação dos Melhores Trabalhos do Fórum de Turismo Confraternização de Encerramento no Rafain Churrascaria Show (adesão – compra antecipada)


Curitiba, 2ª quinzena de junho de 2015

13

Buchinho à milanesa, um dos carros chefes do local

Mais de 40 anos de tradição Informalidade é uma das características do local, que tem paredes de azulejos, antigas mesas de madeira e garçons amigos

A

qui no Edmundo tem o Zé Rico e o Zé Pobre. Eu sou o segundo. Às gargalhadas, o garçom José da Silva, o Zé, faz piada com o patrão e homônimo, proprietário do Bar Edmundo, onde trabalha há doze anos. Zé faz tipo clássico de garçom, experiente e rápido, e sempre com uma piada na ponta da língua. E é dos que ainda trabalha de paletó. Catarinense, nasceu na pequena cidade de Trombudo Central, conta que veio para Curitiba muito jovem, fugido da mulherada. “Eu piá, fazia muita besteira...” diz, rindo muito, sem especificar o que realmente ocorreu. Em 78, empregou-se como copeiro em um hotel, passou a mensageiro e a ge-

rente em pouco tempo. Depois, foi durante vários anos garçom de diversas churrascarias da cidade, como a Curitiba, Paiol e Churrascão Colônia, entre outras. Está no Edmundo desde 93, já fazendo parte do patrimônio do boteco. Seu principal lema é “nunca queimar o filme com o cliente”. Que, lembra, sempre tem razão. E renovar constantemente o repertório de piadas, grande responsabilidade para quem trabalha numa casa constantemente lotada. Sempre com uma resposta afiada na ponta da língua, Zé perde o amigo mas não perde a risada. Essa característica já o surpreendeu numa situação desagradável, quando um cliente calibrado perguntou a

ele se podia bater no guardador de carros do bar. Achando que era brincadeira, disse “Claro que pode, ué!” E o homem realmente foi pra cima do desavisado guardador, sendo contido em seguida pelos garçons. Trabalhador “pé-de-boi”, como diz o outro, Zé bate ponto de segunda a sábado no Edmundo, e aproveita o domingo para dar expediente numa churrascaria. Mas tudo bem, graças a todo esse empenho ele pode se orgulhar de sustentar a mulher e duas filhas com conforto e dedicação. Moço de dotes, faz tanto o almoço para a família diariamente e estende seus talentos culinários ao ambiente de trabalho, para felicidade dos clientes do Edmundo. A maionese rose

e o delicioso molhinho de pimenta obrigatoriamente servidos com os quitutes do bar são de autoria e confecção dele, assim como as batidas, suaves e etílicas na medida certa. Aos sábados, sob encomenda, preparava uma rabada que, nas palavras, ninguém nunca comeu igual, saborosa e suculenta, acompanhada de polenta mole, radice com bacon aipim e farofa. Serviço Bar do Edmundo Rua Erasto Gaertner 1764 41 3257 2704 De segunda à sábado das 18h à meianoite

Dois mais tradicionais também Se um dos motes das matérias de associados dessa edição do Jornal do SEHA é ser tradicional, o Hotel Lancaster não poderia ficar de fora. Iniciou suas atividades no centro de Curitiba em 1971. Hoje conta com estrutura de 106 unidades, entre suítes e apartamentos de categoria superior e standard. Mais três salas para eventos e dois restaurantes de alta qualidade. As acomodações são compostas por banheiros em granito, com box em vidro ou banheira de imersão, telefone, fechadura magnética, cofre individual, secador de cabelos, room service 24h, WI-FI gratuito em todo o hotel e exclusivo andar para antialérgicos. Além de ser 100% não fumante. Para interessados em eventos os salões são amplos, sem colunas, possibilitando formatar espaços de diversos tamanhos, para atender a necessidade específica de cada evento. Cada sala conta também com ar condicionado central, equipamentos de última geração, logística, serviços de apoio e alimentação. Serviço Hotel Lancaster Rua Voluntários da Pátria 91 41 3301 8953 / 0800 41 3013 reservas@hotellancaster.com.br

Feijoada servida aos sábados tem charme único, figura entre as mais bem frequentadas de Curitiba


14

Curitiba, 2ª quinzena de junho de 2015

Festival gastronômico

Curitiba Restaurant Week conta com participação de 36 estabelecimentos Tema dessa edição, que dura três semanas, é gastronomia saudável

O

grupo formado por 36 restaurantes de cidade está com preparativos a todo vapor para receber amantes da boa culinária durante as três semanas da Curitiba Restaurant Week. A estimativa é que 100 mil pessoas passem pelos restaurantes no período do festival, que traz como tema nesta edição a “Gastronomia Saudável”. A 11ª edição da Curitiba Restaurant Week começou dia 15 de junho e vai até cinco de julho. Os cardápios envolvidos no festival contam com entrada, prato principal e sobremesa, custando R$ 37,90 + R$ 1 doado ao Hospital Pequeno Príncipe, no total de R$ 38,90. No jantar, R$ 49,90 + R$ 1 da doação, fechando em R$ 50,90. Segundo o empresário Beto Madalosso, leia-se Forneria Copacabana, “o festival é uma ótima oportunidade de incluir no cardápio inovações e sugestões dos clientes”. O serviço em cada casa também está recebendo atenção especial para garantir a manutenção do bom atendimento que os restaurantes já oferecem. Essa é uma das reclamações da maioria dos clientes que participam desse eventos com preços promocionais, onde o cliente as vezes é tratado de forma diferenciada. Mesmo as rotinas estruturais comuns, como o abastecimento e seleção de alimentos, têm

Mignon ao Café de Paris, do restaurante Scavollo recebido maior atenção dos proprietários dos estabelecimentos, tudo para garantir pratos com ingredientes frescos e ótima apresentação nos menus. “Queremos receber cada cliente com o nosso melhor”, afirma Odete Santos, gerente da casa especializada em gastronomia italiana Scavollo. Esta edição tem como meta priorizar ingredientes frescos e naturais que resultem em composições criativas e leves, ressaltando o sabor e unindo saúde ao prazer de comer. O tema é Gastronomia Saudável e

faz parte da tendência mundial em se alimentar melhor para ter mais saúde. Sobre o evento Realizado há mais de duas décadas em várias cidades do mundo, a Restaurant Week é um festival gastronômico que reúne alguns dos melhores restaurantes das cidades com o objetivo de disseminar e valorizar a boa mesa local. Durante o evento, os estabelecimentos participantes têm a oportunidade de divulgar o serviço, atrair novos clientes e

movimentar o mercado gastronômico. O público, por sua vez, tem a oportunidade de comer em restaurantes da cidade por uma fração do preço cobrado em um dia normal. No Brasil, a Restaurant Week é realizada desde 2007 e está presente também em São Paulo, Campinas, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Recife, Vitória, Curitiba, Belo Horizonte, Porto Alegre, Salvador e Fortaleza. Em 2014, no Brasil, mais de 2 milhões de clientes visitaram os 1.417 restaurantes participantes do evento.

Serviço: 11ª edição do Restaurant Week em Curitiba 15 de junho a 05 de julho. Tema Gastronomia Saudável Preço: R$ 37,90 + R$ 1 da doação ao Hospital Pequeno Príncipe – total de R$ 38,90 no almoço, e R$ 49,90 + R$ 1 da doação ao Hospital Pequeno Príncipe – total de R$ 50,90 no jantar. - De 29/06 a 05/07, o evento contará com uma pós-semana com benefícios exclusivos para clientes Porto Seguro. Mais informações no site www.restaurantweek.com.br


Curitiba, 2ª quinzena de junho de 2015

15

Para ser visto

Cristo Redentor eleito melhor atração turística do Brasil Entre as 10 mais bem avaliadas, do Paraná, apenas a Hidrelétrica de Itaipu

O

TripAdvisor, considerado o maior site de viagens do mundo, elegeu o Cristo Redentor do Rio de Janeiro a melhor atração turística do Brasil e o nono ponto turístico mais bem avaliado do mundo. Na América do Sul, o monumento ficou em segundo lugar, perdendo apenas para Machu Picchu, no Peru. No Brasil, o segundo ponto turístico mais bem avaliado também fica no Rio: é o Centro Cultural Banco do Brasil, no Centro. Em terceiro lugar está a Catedral Metropolitana de Brasília. O anúncio dos vencedores do Travelers’ Choice Atrações, prêmio anual baseado em milhões de avaliações e comentários feitos pelos usuários do TripAdvisor, foi feito no começo de junho. Foram 700 premiados, incluindo rankings para a África, Ásia, Caribe, Europa, América do Sul, Pacífico Sul, Reino Unido e Estados Unidos. Os vencedores são eleitos por meio de um algoritmo que leva em conta a quantidade e a qualidade das avaliações feitas pelos viajantes de todo o mundo em um período de 12 meses. “O Travelers’ Choice Atrações destaca alguns dos pontos mais emblemáticos do mundo eleitos pela comunidade do TripAdvisor. Com essa lista, os viajantes podem ter acesso a locais históricos e culturais imperdíveis. Os usuários que querem visitar esses cartões-postais também podem reservar seus hotéis no TripAdvisor em cada destino e economizar até 30% em sua estadia”, explica Claudia Martinelli, porta-voz do TripAdvisor no Brasil. Para ver a lista completa dos ganhadores do Travelers’ Choice Atrações 2015, as avaliações e as fotos de viajantes, acesse www. tripadvisor.com.br/TravelersChoice-Landmarks.

10 pontos turísticos mais bem avaliados no Brasil Cristo Redentor, Rio de Janeiro (RJ) Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro (RJ) Catedral Metropolitana, Brasília (DF) Usina hidrelétrica de Itaipu, Foz do Iguaçu (PR) Teatro Amazonas, Manaus (AM) Praça da Liberdade, Belo Horizonte (MG) Catedral de Pedra, Canela (RS) Igreja de São Francisco, Salvador (BA) Igreja Matriz São Pedro Apóstolo, Gramado (RS) Mosteiro de São Bento, São Paulo (SP)

10 pontos turísticos mais bem avaliados no mundo Angkor Wat, Siem Reap, Camboja Machu Picchu, Machu Picchu, Peru Taj Mahal, Agra, Índia Grande Mesquita Sheikh Zayed , Abu Dhabi, Emirados Árabes Basílica da Sagrada Família, Barcelona, Espanha Basílica de São Pedro, Vaticano, Itália Catedral de Milão (Duomo), Milão, Itália Alcatraz, São Francisco, Califórnia Cristo Redentor, Rio de Janeiro, Brasil Ponte Golden Gate, São Francisco, Califórnia

Associe-se ao seha e conte com assessoria jurídica gratuita Conte também com acompanhamento em ações trabalhistas


16

Curitiba, 2ÂŞ quinzena de junho de 2015

, 1 ) 2 5 0 $7 , 9 2  ' $

FECOMÉRCIO PR 6 , 6 7 ( 0 $ ) ( & 2 0 e 5 & , 2  6 ( 6 &  6 ( 1 $ &  3 5  _         Q ž  

3DODYUDGR 3UHVLGHQWH população pela sua essencialidade, como: combustíveis, gås de cozinha, o conjunto de tarifas de transporte, energia elÊtrica, ågua e saneamento, e telecomunicaçþes. A ocorrência desses aumentos possui uma característica extremamente restritiva, pois extraem do mercado uma parcela expressiva do seu poder de compra e potencial de consumo, devido o comprometimento da renda do consumidor com outras despesas essenciais, insubstituíveis ou inadiåveis. Alguns efeitos adicionais subsequentes de decisþes governamentais ainda não foram sentidos na sua totalidade, mas tendem a se transformar em fatores limitantes das vendas do comÊrcio no decorrer de 2015. É o caso da adoção do ajuste fiscal pelo governo federal por intermÊdio do contingenciamento orçamentårio na forma de corte na despesa de R$ 69,9 bilhþes. Por outro lado, alÊm do contingenciamento, as providências do governo federal tambÊm passam pelo aumento na tributação no trimestre, como: CIDE, IOF, CSLL, retirada dos incentivos fiscais, mais a recente criação de um adicional tributårio sobre importados.

O desempenho do PIB brasileiro no 1º trimestre de 2015 preocupa, por sinalizar um quadro de debilidades que deverå se estender para o restante do ano e, tudo indica, atÊ meados de 2016. O PIB do trimestre caiu 1,6%, quando comparado ao mesmo período de 2014. Surgem algumas explicaçþes para os números obtidos. O consumo das famílias caiu motivado por preços que superaram em muito os do mesmo período de 2014, acrescido de desemprego crescente, queda na criação de novas oportunidades de trabalho, redução na massa de salårios, e as precauçþes adotadas pelas famílias, adiando ou cancelando compras, diante da incerteza na manutenção do emprego no futuro. O cenårio da inflação ascendente, que influenciou bastante a redução do poder de compra, teve como componentes alguns aumentos que cons- Darci Piana tituem demandas compulsórias da Presidente do Sistema FecomÊrcio Sesc Senac PR

0DUDWRQD,QWHUQDFLRQDO 6mR0DWHXVGR6XO GH)R]GR,JXDoX JDQKDQRYDXQLGDGH Sesc PR GR6HQDF

Estão abertas as inscriçþes para a 8ª Maratona Internacional de Foz do Iguaçu Sesc PR, que serå realizada no dia 27 de setembro. Os participantes podem optar pela prova de 42,195 km; pela maratona de revezamento em duplas masculina, feminina, mista ou Atleta com Deficiência (AcD), e pela Corrida dos 11,5km, que ocorre no Parque Nacional de Iguaçu. A maratona liga em uma única prova dois dos mais importantes cartþes postais do Brasil. A largada ocorre ao lado do mirante do vertedouro da Itaipu Binacional e a chegada, dentro do Parque Nacional do Iguaçu. As inscriçþes estão abertas atÊ o dia 11 de setembro e devem ser feitas pelo site www.sescpr.com.br/maratona, sendo obrigatória e indispensåvel a apresentação de atestado mÊdico específico para a pråtica de atividades físicas aos atletas que participarão da maratona (individual e de revezamento) e da Corrida 11,5km. As vagas são limitadas.

O Senac PR continua com seu plano de expansão e no mês de julho quem ganha uma nova unidade de educação profissional Ê o município de São Mateus do Sul. Com uma årea total de 890 m², o novo espaço do Senac contÊm ambientes pedagógicos convencionais, de Cabeleireiro, Maquiagem, Informåtica/Software, Enfermagem e Segurança do Trabalho. A nova estrutura tem capacidade para atender diariamente 525 alunos. A inauguração da nova unidade localizada no centro da cidade, na Rua Ledy Afonso Roderjan, nº 1251, estå marcada para o dia 10 de julho. E a partir do dia 13 a população jå pode desfrutar de toda a estrutura do Senac. Jå no dia 15 de julho, o Senac de São Mateus do Sul abre as portas para a edição 2015 da Feira de Profissþes. Durante todo o dia, a população contarå com programação gratuita que abrangerå os cursos profissionalizantes do Senac e o mercado de trabalho. Novidade São Mateus do Sul Ê uma cidade que se destaca na årea industrial pela usina de xisto da Petrobrås, alÊm de outras 100 indústrias nos mais diversos ramos. Devido a demanda do município, o Senac ofertarå o curso de TÊcnico em Segurança no Trabalho. Em um laboratório com materiais próprios e equipamentos de segurança como cordas, capacetes e cadeirinhas, os alunos terão aulas teóricas e pråticas, a partir de 2016.

$*(1'$)(&20e5&,235

9(QFRQWUR1DFLRQDO GRV-RUQDLVGR,QWHULRU

6HVFUHDOL]DIHVWDVMXQLQDVHP /RQGULQD)R]GR,JXDoXH&XULWLED

De 19 a 21 de junho, FlorianĂłpolis recebe o maior HYHQWR GH PtGLD GR LQWHULRU GR SDtV ă R (QFRQWUR 1D FLRQDOGRV-RUQDLVGR,QWHULRU1DVXDTXLQWDHGLomRR HYHQWRWUD]FRPRWHPDÂł-RUQDLVGR,QWHULRUă(TXLOtEULR H6XVWHQWDELOLGDGHQD&RPXQLFDomR´ 6mRHVSHUDGRVSDUDRHQFRQWURPDLVGHSURILVVLRQDLV GHLPSUHQVDHMRUQDLVGHGLIHUHQWHVUHJL}HVGHWRGRRSDtV 1D QRLWH GH DEHUWXUD HVWmR SURJUDPDGDV GXDV SDOHVWUDV FRP R WHPD Âł&RPR R %UDVLO Yr R VHX ,QWH ULRU´ SHOR PLQLVWUR GD 6HFUHWDULD GH &RPXQLFDomR GD 3UHVLGrQFLD GD 5HS~EOLFD 6HFRP35  (GLQKR 6LOYD

'LIXQGLGD%UDVLODIRUDDIHVWDMXQLQDWDPEpPVHUi FHOHEUDGDSHOR6HVF3DUDQiHSHOD53&HP/RQGULQD )R] GR ,JXDoX H &XULWLED 2V IHVWHMRV FRPHoDP HP /RQGULQDQRGLDDSDUWLUGRPHLRGLDHPIUHQWHDR 6HVF&DGHLmR&XOWXUDO 5XD%UDVLO  $V EDQGHLURODV VHJXHP SDUD )R] GR ,JXDoX QR GLD QD$YHQLGD7DQFUHGR1HYHVHQWUHjVKHjV K-iD&XULWLED-XQLQDIHFKDHVVDURGDQRGLDQR %RVTXH6mR&ULVWyYmR 5XD0DUJDULGDÆQJHOD=DUGR0L UDQGDă6DQWD)HOLFLGDGH HQWUHDVHK$SURJUD PDomRpJUDWXLWD&RQILUDQRZZZVHVFSUFRPEU

H SHOR YLFHSUHVLGHQWH GD &RQIHGHUDomR 1DFLRQDO GR &RPpUFLR GH %HQV 6HUYLoRV H7XULVPR H GR 6LVWHPD )HFRPpUFLR6HVF6HQDF35'DUFL3LDQD $ SURJUDPDomR FRQWDUi WDPEpP FRP SDOHVWUDV SDLQpLVHRILFLQDVLQWHJUDPDSDXWDWpFQLFDăWRGDHOD YROWDGD j IRUPDomR H DR DSULPRUDPHQWR GDV HTXLSHV GRVYHtFXORVGHFRPXQLFDomR

6LVWHPD)HFRPpUFLR6HVF6HQDF35ă1~FOHRGH&RPXQLFDomRH0DUNHWLQJ &RQWDWRV 41 _MRUQDOLVPR#IHFRPHUFLRSUFRPEU_ZZZIHFRPHUFLRSUFRPEU_ZZZVHVFSUFRPEU_ZZZSUVHQDFEU

Jornal seha ed 007  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you