Page 1

Sindicato dos Bancários e Financiários de Curitiba e região

www.bancariosdecuritiba.org.br

abril de 2016 • edição 03

Campanha Nacional dos Financiários 2016

Sindicato faz pesquisa com trabalhadores de financeiras RESPONDA A CONSULTA DA CAMPANHA SALARIAL E DEMONSTRE SUA OPINIÃO E PRIORIDADES Com a data-base dos financiários em 01 de junho, em breve serão iniciadas as reuniões de negociação com os representantes patronais. Contudo, a primeira ação da Campanha Nacional dos Financiários 2016 é saber opinião dos trabalhadores. Para isso, o Sindicato dos Bancários e Financiários de Curitiba e região está distribuindo, junto com a Folha Financiária, uma consulta para saber quais as prioridades da categoria para o ano de 2016. São questões econômicas, sociais, de saúde e de condições de trabalho, que

Contribua para a construção da minuta dos financiários enviando sugestões, inclusões de claúsulas ou alterações das já existentes na CCT 2015/2016 para o email katlin@bancariosdecuritiba.org.br

serão tabuladas e reunidas com as demandas dos financiários de todo o país. Preencha a pesquisa com a sua opi-

nião e participe ativamente da campanha salarial. O prazo para devolução é 29 de abril. Fique atento!

Sindicalizado

Solicite a devolução do Imposto Sindical 2016 PRAZO PARA SOLICITAÇÃO DA RESTITUIÇÃO É DE 11 DE ABRIL (08H00) A 22 DE ABRIL (22H00), PELO SITE O Sindicato dos Bancários e Financiários de Curitiba e região segue a orientação da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e se sustenta apenas com as contribuições dos associados. Assim, 60% do valor descontado uma vez por ano como Imposto Sindical é restituído aos trabalhadores sindicalizados. Para solicitar a restituição, acesse o site do Sindicato (www.bancariosdecuritiba. org.br) e preencha formulário específico, que estará disponível das 8h00 do

dia 11 de abril até 22h00 do dia 22 de abril. Todos os campos devem ser preenchidos corretamente. A partir da segunda quinzena de junho, o valor é depositado em conta corrente ou direcionado em investimento na Coopcrefi, de acordo com opção preenchida no formulário. Legislação – O Imposto Sindical, denominado Contribuição Sindical, está previsto e disciplinado pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), nos artigos 578 e 582. O desconto em folha de pagamento de um dia de trabalho é regulamentado pelo artigo 582 da CLT, cabendo ao Sindicato 60% do valor arrecadado.

Solicite a devolução (somente sindicalizados) - Prazo: Das 08h00 do dia 11 às 22h00 do dia 22 de abril para que os sindicalizados façam o pedido de devolução. - Devolução: segunda quinzena de junho.

COMO SOLICITAR: 1. Acesse www.bancariosdecuritiba.org.br e localize o banner do Imposto Sindical 2016; 2. Escolha entre receber o crédito em conta corrente ou investir na Coopcrefi; 3. Preencha corretamente todos os dados do formulário; 4. Confira os dados e clique em Prosseguir. Aguarde a mensagem de confirmação de envio; 5. Pronto, basta aguardar a devolução a partir da segunda quinzena de junho.


1ª quinzena • abril • 2016

2 | Sindicato dos Bancários de Curitiba e região

Organização

Dia-a-dia

Omni Financiários realizam Financeira pode virar banco encontro nacional em breve MODELO DE MINUTA ESTARÁ EM DISCUSSÃO NOS DIAS 13 E 14 DE MAIO O 1º Seminário Nacional de Trabalhadores das Financeiras será realizado em São Paulo, nos dias 13 e 14 de maio. “O encontro é um passo importante para a organização dos trabalhadores do nosso meio. Precisamos nos organizar para garantir nossos direitos e lutar

por novas conquistas”, comemora Katlin Salles, diretora da Secretaria de Assuntos do Ramo Financeiro do Sindicato e trabalhadora da BV Financeira. Entre as pautas do Seminário, está colocada a construção de um formato de minuta que contemple uma discussão mais próxima e profunda dos anseios e necessidades dos financiários, além de outros temas importantes.

Conquistas

Mesas temáticas de PLR e Terceirização

Bancarização na Financeira Renault Jailton Garcia/Contraf-CUT

NEGOCIAÇÕES SÃO CONQUISTAS DA CAMPANHA NACIONAL 2015 Grupos de trabalho bipartite sobre Participação nos Lucros ou Resultados (PLR) e Terceirização foram formalizados durante reunião realizada entre a ContrafCUT e a Fenacrefi, no dia 17 de março. Formados pelos representantes dos financiários e das empresas, os grupos

vão discutir um novo modelo de PLR e os problemas relacionados à terceirização. “As mesas temáticas são essenciais para melhorar as condições de trabalho da categoria”, defende Katlin Salles. Os financiários solicitaram durante a reunião o cumprimento da data-base em 01 de junho, já que, historicamente, a Fenacrefi aguarda a finalização da campanha dos bancários para negociar.

Mobilização

Terceirização em pauta O Fórum Nacional em Defesa dos Trabalhadores ameaçados pela Terceirização realiza em Brasília, dia 17 de maio, grande ato para apresentar relatório final das audiências realizadas pela Comissão de Direitos Humanos do Senado. O PLC 30/2015 é a versão que trami-

A financeira Omni, especializada no crédito para a compra de veículos usados, vai virar banco após ter comprado o banco Pecúnia. O vice-presidente da instituição, Tadeu Silva, afirmou que a intenção não é abrir agências, mas atuar na bancarização dos clientes que recorrem à financeira em busca de crédito. A Omni registrou lucro líquido de R$ 11 milhões em 2015, valor 69% superior que em 2014. A aquisição do Pecúnia ainda está sujeita à aprovação pelo Banco Central e pelo Conselho Administrativo de Defesa Economica (Cade).

ta no Senado do PL 4.330, aprovado na Câmara dos Deputados. O Senador Paulo Paim (PT/RS) deverá apresentar seu relatório final sobre o projeto, defendendo nenhum direito a menos para os trabalhadores. A Contraf-CUT é uma das entidades que fazem parte do Fórum.

Em janeiro de 2016, a RCI Financeira (Renault) passou a ser banco múltiplo, denominado Banco RCI do Brasil. Com a mudança, os cerca de 118 trabalhadores que eram enquadrados na categoria de financiários passaram a ser bancários. As duas categorias possuem Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) com negociação nacional, mas as datas-bases são diferenciadas. A dos bancários é 01 de setembro e a dos financiários 01 de junho.

Terceirizada do BB é indenizada como bancária O Banco do Brasil foi condenado a pagar as verbas garantidas aos bancários para uma funcionária terceirizada, que prestava serviços de atendente de telemarketing pela empresa Mobitel S.A. A condenação foi proferida pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) e o BB não pode mais recorrer. O caso aconteceu no Paraná e o TST entendeu que a empregada desempenhava atividades tipicamente bancárias, mesmo que via telefone, sem contato presencial.

08/04/2016  

A Folha Financiária é uma publicação produzida pelo Sindicato dos Bancários de Curitiba e região.

Advertisement