Page 1

E ganhe  uma  vantagem  compe//va   na  procura  de  TRABALHO  

ESTÁ DISPOSTO  A  INVESTIR  em  Si?    Se  a  sua  resposta  foi  afirma/va  a  esta  pergunta...     então  este  folheto  é  para  si!   Só  inves)ndo  em  si,  no  seu  autoconhecimento  e  no   desenvolvimento  das  suas  competências  e  talentos,   aumentará  o  seu  capital  pessoal,  o  que  cons)tuirá  uma   vantagem  compe))va  na  procura  de  trabalho!      


Tem as  competências  que  os   empregadores  procuram?     É   mais   do   que   os   conhecimentos   técnicos   que   possui   (hard   skills)   e   este   mais   é   o   que   pode   fazer   toda   a   diferença,   podendo   ser   decisivo   no   momento   do   recrutamento,   cons)tuindo  factor  de  desempate  no  momento  de  escolha  do   melhor  candidato.    

HARD SKILLS  

SOFT SKILLS  

Sabe o  que  são  So'  Skills?     São  competências  pessoais  e  sociais   transversais  ao  mundo  do  trabalho,  

Competências sociais   Competências   técnicas  

que facilitam  as  interações  no  trabalho   e  potenciam,  assim,  o  sucesso   profissional.  Estas  competências  estão  

Competências pessoais  

visíveis nas  suas  caraterís)cas,  a)tudes   e  comportamentos.  Estão  muito   relacionadas  com  quem  é  e  para  onde   quer  ir.      

Eis algumas  das  soP  skills:     Saber  comunicar     Saber  trabalhar  em  equipa     Resolução  de  problemas     Facilidade  de  relacionamento   interpessoal  e  empa)a     •  Versa)lidade     •  Polivalência     •  Disponibilidade  para  aprender     •  •  •  • 

•  •  •  •  •  •  • 

Flexibilidade   Proa)vidade  e  inicia)va     Resiliência     Mo)vação     Cria)vidade  e  inovação     Capacidade  de  adaptação     Responsabilidade  


TOP

5

Competências mais  valorizadas   pelas  en/dades  empregadoras  

Responsabilidade Proa/vidade  e  inicia/va   Disponibilidade  para  aprender   Mo/vação   Capacidade  de  trabalho  em   equipa  

Competência extra:     resiliência   Segundo   o   Estudo   Faz-­‐te   ao   Mercado   (2012),   projeto   financiado   pelo   Programa   Operacional   de   Assistência   técnica   do   Fundo   Social   Europeu   e   pelo   Quadro   de   Referência   Estratégico   Nacional,   e   desenvolvido   em   parceria   com   o   InsBtuto   Português   do   Desporto   e   da   Juventude,   a   Fundação   da   Juventude  e  a  Associação  Empresarial  de  Portugal.    


TOP

5

Conheça mais  sobre  cada  uma  destas   competências  e  alguns  dos  seus  exemplos    

1. Responsabilidade     ::  Capacidade  de  assumir  compromissos  e  cumpri-­‐los,  e  demonstrar  brio  profissional.      Exemplos  de  comportamentos-­‐chave:   •   Chegar   a   horas   à   entrevista;   apresentar-­‐se   de   forma   cuidada   e   educada   (postura   na   cadeira,  linguagem);     •   Se   Bver   de   faltar   um   dia   ao   trabalho   avisa   e   jusBfica   pedindo   autorização;   devolve   as   chamadas  não  atendidas  do  seus  empregadores;     •   Cumpre   um   prazo   de   uma   tarefa   definida   e/ou   avisa   com   antecedência   que   não   vai   conseguir  entregar  dentro  do  prazo  e  renegoceia.  

2. Proa/vidade  e  inicia/va   ::  Capacidade  de  iniciar  a/vidades  e  desenvolvê-­‐las  sem  que  alguém  as  peça;  ir  à  procura   de  desafios  novos;  ser  autodidata.        Exemplos  de  comportamentos-­‐chave:   •  Na  entrevista:     Apresenta  exemplos  de  projetos  que  está  a  desenvolver  a  Wtulo  pessoal  (e.g.,  blogs,   porXólio  que  desenvolveu  só  para  aprender  como  trabalhar  com  um  programa;  soluções   para  resolver  um  problema  que  idenBficou  na  sua  comunidade)        •  Em  contexto  de  trabalho:     Termina  a  tarefa  que  Bnha  entre  mãos  e  procura  junto  do  chefe  ou  colegas  outra  coisa  em   que  possa  prestar  apoio.  


TOP

5

3. Disponibilidade  para  aprender   ::  Relaciona-­‐se  com  o  querer  desenvolver  as  suas  capacidades  e  conhecimentos  e  com  a   procura  de  feedback  para  melhorar.      Exemplos  de  comportamentos-­‐chave:   •  Na  entrevista:     Demonstra  a  sua  capacidade  para  aprender  e  dá  exemplos  de  algo  que  aprendeu  de  forma   autodidata  (e.g.,  domínio  de  uma  ferramenta  digital);     Apesar   de   demonstrar   confiança   na   qualidade   do   seu   trabalho/desempenho,   demonstra   vontade  de  aprender  com  a  equipa  da  empresa/organização  à  qual  se  está  a  candidatar;        •  Em  contexto  de  trabalho:     Pede   feedback   sobre   aspetos   que   pode   melhorar   no   futuro   ou   formas   alternaBvas   de   realizar  a  tarefa   Não  reage  de  forma  defensiva  a  um  feedback  menos  posiBvo  em  relação  ao  desempenho   de  uma  dada  tarefa,  mostrando  arrogância;     Aceita   com   entusiasmo   desempenhar   uma   tarefa   que   vai   além   da   sua   formação,   considerando  que  consBtui  uma  oportunidade  para  se  desenvolver.      

4. Mo/vação   ::  Estar  entusiasmado  com  o  trabalho  que  está/quer  fazer,  com  o  local  para  onde  vai   trabalhar;  ter  os  seus  obje/vos  definidos  e  com  capacidade  de  ultrapassar  obstáculos  e   frustrações  para  os  a/ngir;     Exemplos  de  comportamentos-­‐chave:   •  Na  entrevista,  sabe  o  que  a  empresa/organização  faz,  e  consegue  dizer  porque  gostaria   de  trabalhar  lá;  mostra-­‐se  disponível  para  começar  a  trabalhar  de  imediato;    •  Em  contexto  de  trabalho,  apresenta  soluções  novas  para  as  tarefas;  


TOP

5

5. Trabalhar  em  equipa   ::  Ser  capaz  de  gerir  o  relacionamento  e  conflitos  com  os  outros,  saber  comunicar  bem,   iden/ficar  os  processos  que  funcionaram  e  não  funcionaram  num  projeto  que  tenha   desenvolvido  em  colaboração  com  outras  pessoas;     Exemplos  de  comportamentos-­‐chave:   •   Numa   entrevista   de   trabalho,   quando   o   empregador   pergunta   sobre   experiências   de   trabalhos   em   grupo   durante   a   formação,   o   jovem   consegue   explicar   qual   o   seu   papel   no   seio   do   grupo,   dá   exemplos   de   aBvidades   que   exigem   trabalho   em   equipa   (e.g.,   praBcar   modalidades  desporBvas  de  equipa);       •   Em   contexto   de   trabalho,   em   reuniões   de   brainstorming,   elaboração   de   relatório,   etc.   transmiBr   as   suas   ideias,   oferecer-­‐se   para   fazer   parte   do   trabalho,   ouvir   os   colegas   e   procurar  integrar  as  suas  ideias.  

Competência Extra:     Resiliência   ::  A  capacidade  de  ultrapassar  obstáculos  e  frustrações.       Segundo  as  en)dades  empregadoras,  a  resiliência  é  vista  numa  lógica  de  não  conformismo   e  de  força  para  estar  preparado  o  melhor  possível  para  as  adversidades  e  para  ultrapassar   as  frustrações  e  ir  à  procura  de  soluções.  

Adaptado do  Guia  “Tens  as  competências  que  os  empregadores  procuram?”,  desenvolvido   com  base  no  Estudo  “Faz-­‐te  ao  mercado”,  criado  pela  TESE  –  Associação  para  o   Desenvolvimento  (2004),  disponível  em  h]p://www.fazteaomercado.org.  


Que competências  tem   e  quais  as  que  precisa   desenvolver?     Aposte  no  seu   AUTOCONHECIMENTO     INVISTA  EM  SI  e  no   desenvolvimento  destas  e  de   outras  competências.    

REQUISITOS CHAVE:     Estar   disposto   a   refle)r,   aprender,   conhecer-­‐se   melhor   e   treinar   e   desenvolver  competências.       FERRAMENTAS  ÚTEIS:     ::  Consultas  de  psicologia     ::  Frequentar  grupos  de  treino  de  competências  pessoais   ::   Par/cipar   em   diferentes   a/vidades   que   permitam   que   desenvolva/ exercite  algumas  destas  competências.    


Faça a  sua  Análise  SWOT   Escreva   quais   são   as   suas   forças   (strengths),   caraterís)cas   que   cons)tuem   uma   mais   valia   em   si;   as   fraquezas   (weaknesses),   caraterís)cas   que   devem   ser   trabalhadas   no   futuro;   as   oportunidades   (opportuniBes)   para   desenvolver   as   suas   forças,   e   as   ameaças   (threats),   ou  seja  cenários  em  que  as  suas  fraquezas  poderão  causar  embargo.    

Forças

Fraquezas

Oportunidades

Ameaças  


Está a  preparar  o  seu  CV,     Carta  de  Apresentação  e  Entrevista?     ENTÃO  ESTAS  CHECK  LIST  SÃO  PARA  SI!   CHECK  LIST  

INICIATIVA

•  Incluí no  campo  “outras  competências  ou  experiências”  referências  a  projetos  

que desenvolvi   ou   em   que   par)cipei,   que   demonstrem   que   sou   proac)vo   e   tenho  inicia)va?  

•  Revi a  grafia,  gramá)ca  e  formatação  do  meu  CV  para  passar  imagem  cuidada?   •  Se  coloquei  fotografia,  a  mesma  transmite  uma  imagem  profissional?  

•  O meu  CV  inclui  experiências  profissionais  ou  outras  que  demonstrem  que  sou   capaz   de   assumir   responsabilidades   (por   exemplo   voluntariado   de   longa   duração  ou  prá)ca  de  desporto  de  compe)ção)?  

PARA APRENDER  

DISPONIBILIDADE

RESPONSABILIDADE

PROATIVIDADE E  

CURRÍCULO

•  Adaptei o  meu  CV  (conteúdo  e  formato)  à  organização  e  vaga  à  qual  me  estou  a   candidatar?  

•  No campo   “outras   competências   ou   experiências”   faço   referência   a   hobbies   ou   a  experiências  (por  exemplo  internacionais,  que  demonstram  a  capacidade  de   sair   da   zona   de   conforto   e   que   demonstram   o   meu   interesse   por   áreas  

EQUIPA

TRABALHO EM  

CAPACIDADE DE  

diversas?   •  Incluí   experiências   que   )ve/tenho   e   que   demonstram   que   sei   trabalhar   em   equipa   (por   exemplo   prá)ca   de   desportos   cole)vos;   realização   de   algum   projeto  com  colegas;  fazer  parte  de  alguma  associação)?    


CHECK LIST  

INICIATIVA

RESPONSABILIDADE    

PROATIVIDADE E  

CARTA DE   APRESENTAÇÃO   •  Pesquisei  informação  sobre  a  organização  e  vaga  à  qual  me  estou  a  candidatar?   •  Incluí  palavras-­‐chave  que  estejam  relacionadas  com  os  valores  da  organização   ou  a  sua  visão  e  missão?  

•  Antes de  enviar  a  carta,  revi  a  grafia,  gramá)ca  e  formatação  para  passar  uma   imagem  cuidada?   •  Como  o  meu  e-­‐mail  era  uma  alcunha  ou  apenas  números,  criei  um  endereço   novo,  mais  simples  e  apenas  com  o  meu  nome?   •  U)lizei  expressões  que  tenham  a  ver  diretamente  com  responsabilidade,  como  

“compromisso” com  a  área  ou  com  valores  comuns  com  a  organização,  

DISPONIBILIDADE PARA  

APRENDER  

CAPACIDADE DE  

TRABALHO EM  EQUIPA    

“manutenção de  um  percurso”  ao  longo  do  tempo  para  obter  um  “obje)vo”.   •  Mostrei  que  estou  disposto/a  a  começar  do  início,  que  sei  que  tenho  muito  a   aprender  com  os  colegas  e  chefias  mais  experientes  e  que  encaro  isso  como   uma  grande  oportunidade  para  desenvolver  as  minhas  ap)dões?  

•  Tornei evidente  a  experiência  e  o  percurso  feito  pela  organização  (por  exemplo,     anos  de  a)vidade)  e  como  esse  percurso  será  uma  mais  valia  para  o  meu   desenvolvimento.   •  Pedi  a  algum  profissional  da  área  a  que  me  estou  a  candidatar  ou  um   profissional  de  Recursos  Humanos,  bem  como  associações  ou  gabinetes  de   aconselhamento  de  carreira  para  ler  a  carta  de  mo)vação  e  dar-­‐me  feedback?   •  U)lizei  algumas  expressões  que  remetam  para  o  cole)vo  (exemplo  “acredito   que  em  conjunto  com  a  V.  equipa…”).  Se  faço  referências  a  experiências   passadas,  reforço  o  trabalho  que,  efe)vamente,  realizei  em  equipa?  


CHECK LIST  

INICIATIVA    

•  Pensei em  questões  que  possa  fazer  sobre  a  organização  e/ou  áreas  

•  Preparei o  vestuário  adequado  para  ir  à  entrevista   •  Pesquisei   como   posso   chegar   ao   local   da   entrevista   (transportes,   horários,  percurso)  para  chegar  10  minutos  antes?  

APRENDER  

entrevista o  que  poderei  aprender  e  como  poderei  desenvolver  as   minhas  áreas  de  interesse?   •  Iden)fiquei  quais  as  competências  técnicas  com  um  potencial  mais  

elevado de   desenvolvimento,   caso   seja   empregado   nesta   organização.   •  Tal   como   coloquei   no   meu   CV,   preparei   respostas   em   que   possa   EQUIPA    

DISPONIBILIDADE PARA  

candidatar?

•  Pesquisei informação  sobre  a  organização   de   forma  a  evidenciar  na  

TRABALHAR EM  

CAPACIDADE DE  

•  Pesquisei informação   sobre   a   organização   e   vaga   à   qual   me   estou   a  

específicas que  demonstrem  o  meu  interesse?  

RESPONSABILIDADE  

PROATIVIDADE E  

ENTREVISTA DE   EMPREGO  

tornar mais  evidente  a  minha  capacidade  de  trabalhar  em  equipa?   •  Iden)fiquei   quais   as   competências   que   tenho   que   possam   ser   complementadas  pelas  competências  que  vou  desenvolver  se  ficar  

empregado?

Checklists adaptadas  do  Guia  “Tens  as  competências  que  os  empregadores  procuram?”,   desenvolvido  com  base  no  Estudo  “Faz-­‐te  ao  mercado”,  criado  pela  TESE  –  Associação  para  o   Desenvolvimento  (2004),  disponível  em  h]p://www.fazteaomercado.org.  


NÃO SE  ESQUEÇA:   O  seu  crescimento  é  conlnuo...     precisa  estar  aberto  e  disposto  a  inves)r   no  desenvolvimento  das  suas   competências  e  talentos.    

Serviço de  Consulta  Psicológica     da  Universidade  da  Madeira       Telf.  291  209498  /  918159467     Site:  h]p://scp.uma.pt     Email:  servicoconsultapsicologica@uma.pt     Facebook:  ServicoConsultaPsicologica      

Invista em si: competências chave na procura de trabalho  

Um folheto que aborda a importância do autoconhecimento e do desenvolvimento contínuo de competências pessoais e sociais, na procura de trab...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you